PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O PROGRAMA ZONA FRANCA VERDE - PRODERAM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O PROGRAMA ZONA FRANCA VERDE - PRODERAM"

Transcrição

1 PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O PROGRAMA ZONA FRANCA VERDE - PRODERAM

2 O QUE É O PRODERAM? É um projeto desenvolvido pelo Governo do Estado do Amazonas com apoio do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento BIRD, que visa executar políticas regionais integradas nas áreas de desenvolvimento sustentável, saneamento e saúde.

3 QUAIS OS OBJETIVOS DO PRODERAM? Promover a geração econômica; Aumentar o acesso à saneamento básico; água potável e Melhorar os resultados de saúde.

4 QUAL A ÁREA DE ATUAÇÃO DO PRODERAM? VENEZUELA RORAIMA COLÔMBIA Santo Antônio do Içá Tonantins Fonte Boa Tabatinga Amaturá Benjamin Constant Jutaí PERU São Paulo de Olivença Atalaia do Norte Manaus PARÁ ACRE RONDÔNIA MATO GROSSO

5 POR QUE A REGIÃO DO ALTO SOLIMÕES? Tríplice fronteira Índice de pobreza IDH Perfil epidemiológico

6 VALOR DO PROJETO 1. PRIMEIRA FASE: IMPLEMENTAÇÃO EM QUATRO ANOS Fonte Externa (BIRD) US$ Fonte Interna (GOV-AM) US$ TOTAL US$

7 ARRANJO INSTITUCIONAL EXECUTORA SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SEPLAN IMPLEMENTADORA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DO AMAZONAS - CIAMA CO-EXECUTORAS SECRETARIA DE ESTADO DA PRODUÇÃO RURAL - SEPROR SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL SDS SECRETARIA DE ESTADO DE INFRA-ESTRUTURA SEINF SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE - SUSAM

8 ORGANOGRAMA DA UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO - UCP SERVIÇO DE APOIO TÉCNICO ADMINISTRATIVO FINANCEIRO JURÍDICO COORDENADORIA EXECUTIVA SUBCOORDENADORIAS SECRETARIA TÉCNICA DS San Su Fin Lic Amb ESCRITÓRIO REGIONAL INTERAÇÃO MUNICIPAL PRODERAM - COMUNIDADE

9 COMPONENTES DO PROJETO COMPONENTE A FORTALECIMENTO INSTITUCIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL E INTERSETORIAL COMPONENTE B DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, BASEADO NO USO DOS RECURSOS NATURAIS COMPONENTE C SANEAMENTO BÁSICO COMPONENTE D ATENÇÃO À SAÚDE

10 COMPONENTE A FORTALECIMENTO INSTITUCIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL E INTERSETORIAL OBJETIVOS: Fortalecer a estrutura do estado na região; Fortalecer a estrutura do poder local; Integrar os componentes B, C, e D.

11 COMPONENTE B DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, BASEADO NO USO DOS RECURSOS NATURAIS OBJETIVOS: Implementar as políticas florestal e pesqueira no Estado; Promover o uso sustentável e produtivo dos recursos naturais; Apoiar as organizações sociais e comunitárias.

12 COMPONENTE B EIXOS DE ATUAÇÃO: Projetos Produtivos; Projetos Sociais; Capacitação.

13 COMPONENTE B PROJETOS PRODUTIVOS: Subprojetos madeireiros; Subprojetos não-madeireiros; Subprojetos de pesca; e Subprojetos de piscicultura.

14 COMPONENTE B PROJETOS SOCIAIS: Organização Social Desenvolvimento de Microprojetos

15 OBJETIVOS: COMPONENTE C SANEAMENTO BÁSICO Desenvolver e implementar um marco institucional regulatório de saneamento básico; Prover os serviços com um sistema de gestão auto-sustentável; Universalizar o acesso à água potável nas sedes dos nove municípios; Desenvolver projetos-piloto de saneamento.

16 COMPONENTE C EIXOS DE ATUAÇÃO: Novo Modelo de Gestão no Sistema de Saneamento; Desenvolvimento e Aplicação de Novas Tecnologias para o Setor; Capacitação.

17 COMPONENTE C NOVO MODELO DE GESTÃO NO SISTEMA DE SANEAMENTO: Estabelecer um marco regulatório, implementando planos estadual e regional de saneamento; Implantar o Serviço Autônomo de Saneamento Alto Solimões Ambiental ASA; Operacionalização do Sistema terceirizada.

18 ORGANOGRAMA DO ASA ASSEMBLÉIA GERAL (PODER EXECUTIVO) PRESIDENTE DO ASA (PREFEITO) CONSELHO REGULADOR REP. USUÁRIOS DIRETOR EXECUTIVO ARSAM CONSELHO FISCAL VEREADOR/DEP ESTADUAL e REP.SOC. DIRETOR EXECUTIVO (Indic. pelo Presidente) LABORATÓRIO CONTROLE DE QUALIDADE DE ÁGUA

19 COMPONENTE C DESENVOLVIMENTO E APLICAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA O SETOR: Universalizar o acesso, melhorar a qualidade da água e otimizar os sistemas nas sedes urbanas; Projeto-piloto de esgotamento sanitário em Benjamin Constant; Projeto-piloto de aterro sanitário em Tabatinga; Projetos-piloto de sistemas de água em comunidades rurais e populações dispersas.

20 COMPONENTE D SAÚDE OBJETIVOS: Melhorar o acesso, a qualidade e a resolubilidade dos serviços de saúde; Fortalecer e modernizar a Secretaria de Saúde do Estado.

21 COMPONENTE D EIXOS DE ATUAÇÃO: Extensão da cobertura e melhoria da qualidade da atenção à saúde; Desenvolvimento da capacidade Institucional da SUSAM; Capacitação.

22 COMPONENTE D EXTENSÃO DA COBERTURA E MELHORIA DA QUALIDADE DA ATENÇÃO À SAÚDE: Apoio estadual para a melhoria da atenção básica / saúde da família; Apoio estadual para o fortalecimento do sistema de vigilância à saúde; Melhoria de acesso e da qualidade dos serviços de média complexidade; Estruturação do complexo regulador e sistema de referência e contra-referência.

23 COMPONENTE D DESENVOLVIMENTO DA CAPACIDADE INSTITUCIONAL DA SUSAM: Fortalecimento da capacidade de gerenciamento básico e reestruturação organizacional; Aumento da eficiência e da qualidade dos serviços de saúde; Apoio à gestão da mudança organizacional da SUSAM, avaliação e monitoramento do Projeto.

24 COORDENADOR EXECUTIVO EQUIPE TÉCNICA DO PROJETO Laércio Cavalcante - SUBCOORDENADORES: Desenvolvimento Sustentável Geraldo Couto - Saneamento Deolindo A. Dantas Neto - Saúde Aída Cristina Tapajós Andrade -

25 OBRIGADO

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O ZONA FRANCA VERDE - PRODERAM

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O ZONA FRANCA VERDE - PRODERAM PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O PROGRAMA ZONA FRANCA VERDE ESTADO DO AMAZONAS BANCO MUNDIAL O QUE É O? É um projeto desenvolvido pelo Governo do Estado do Amazonas com

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O PROJETO ZONA FRANCA VERDE ZFV-BIRD. RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO AMBIENTAL (Preliminar)

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O PROJETO ZONA FRANCA VERDE ZFV-BIRD. RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO AMBIENTAL (Preliminar) PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DO AMAZONAS PARA O PROJETO ZONA FRANCA VERDE ZFV-BIRD RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO AMBIENTAL (Preliminar) Manaus, agosto de 2006. 1 Índice Índice...2 Lista de Figuras...4

Leia mais

ANEXO II BRASIL ALTO SOLIMÕES: PROJETO DE SERVIÇOS BÁSICOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. Plano de Gestão Ambiental. Versão revisada, Abril de 2013

ANEXO II BRASIL ALTO SOLIMÕES: PROJETO DE SERVIÇOS BÁSICOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. Plano de Gestão Ambiental. Versão revisada, Abril de 2013 ANEXO II BRASIL ALTO SOLIMÕES: PROJETO DE SERVIÇOS BÁSICOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Plano de Gestão Ambiental Versão revisada, Abril de 2013 3 Índice 1 Caracterização do Projeto---------------------------------------------------------

Leia mais

Regulação - Amazonas. MARIA ARTEMISA BARBOSA Coordenadora Estadual de Regulação

Regulação - Amazonas. MARIA ARTEMISA BARBOSA Coordenadora Estadual de Regulação Regulação - Amazonas MARIA ARTEMISA BARBOSA Coordenadora Estadual de Regulação Agosto - 2014 Tópicos abordados Atenção especializada hospitalar e ambulatorial: conceito e características gerais Projeto

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 78/2012. Acordo de Empréstimo LN 7513 BR COMPONENTE SAÚDE CONSULTORIA PESSOA FÍSICA

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 78/2012. Acordo de Empréstimo LN 7513 BR COMPONENTE SAÚDE CONSULTORIA PESSOA FÍSICA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 78/0 Acordo de Empréstimo LN 753 BR COMPONENTE SAÚDE CONSULTORIA PESSOA FÍSICA OBJETIVO: Prestação de Serviços Técnicos especializados de Consultoria para Assessoria Jurídica de

Leia mais

Clique para editar o título mestre

Clique para editar o título mestre Clique para XIV editar Reunião o título do mestre Núcleo de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira - NIFFAM Secretaria Executiva Adjunta de Relações Internacionais - SEARI Manaus, 23 de outubro

Leia mais

INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL

INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL VI SEMINÁRIO NACIONAL DE SANEAMENTO RURAL I ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE SANEAMENTO RURAL INVESTIMENTOS, ABORDAGENS E ESFORÇOS COMUNS NO SANEAMENTO RURAL Ernani Ciríaco de Miranda Diretor SNSA/MCIDADES

Leia mais

Nota sobre gestão ambiental compartilhada IPAAM / Secretarias Municipais do Meio Ambiente. Levantamento de dados em 13 municípios do Amazonas

Nota sobre gestão ambiental compartilhada IPAAM / Secretarias Municipais do Meio Ambiente. Levantamento de dados em 13 municípios do Amazonas Nota sobre gestão ambiental compartilhada IPAAM / Secretarias Municipais do Meio Ambiente Levantamento de dados em 13 municípios do Amazonas Catherine Perroud Floresta Viva / GRET 1 de Outubro de 27 Índice

Leia mais

Estratégias da Agência de Desenvolvimento Sustentável para Produção Orgânica do Extrativismo no Amazonas. Outubro/2011. Fernando Guimarães

Estratégias da Agência de Desenvolvimento Sustentável para Produção Orgânica do Extrativismo no Amazonas. Outubro/2011. Fernando Guimarães Estratégias da Agência de Desenvolvimento Sustentável para Produção Orgânica do Extrativismo no Amazonas Outubro/2011 Fernando Guimarães ZONA FRANCA VERDE Política estadual de interiorização do desenvolvimento,

Leia mais

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2010

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2010 Contas Regionais do Brasil 2010 (continua) Brasil Agropecuária 5,3 Indústria 28,1 Indústria extrativa 3,0 Indústrias de transformação 16,2 Construção civil 5,7 Produção e distribuição de eletricidade e

Leia mais

PROGRAMA ZONA FRANCA VERDE

PROGRAMA ZONA FRANCA VERDE PROGRAMA ZONA FRANCA VERDE IDAM INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO FLORESTAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DO AMAZONAS SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL 1 ESTRUTURA DO SETOR PRIMÁRIO NO ESTADO

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Anexo de Metas e Prioridades

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Anexo de Metas e Prioridades Programa 1704 - APOIO À AGRICULTURA FAMILIAR 17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca Fortalecer a agricultura familiar, através de um conjunto de ações implementadas em parceria

Leia mais

PMS-MT Cartilha. Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes. Governança Funcionamento do Programa

PMS-MT Cartilha. Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes. Governança Funcionamento do Programa PMS-MT Cartilha Breve histórico e Abrangência Objetivos gerais e benefícios esperados Componentes Fortalecimento da gestão ambiental municipal Contexto e benefícios Tarefas Regularização ambiental e fundiária

Leia mais

Políticas públicas para a Faixa de Fronteira. Marcus Vinicius Rego Gerente Nacional Gerência Nacional de Segmentos

Políticas públicas para a Faixa de Fronteira. Marcus Vinicius Rego Gerente Nacional Gerência Nacional de Segmentos Políticas públicas para a Faixa de Fronteira Marcus Vinicius Rego Gerente Nacional Gerência Nacional de Segmentos Fonte: Rel. Administração 2011 153 Anos de existência 71,7 milhões de clientes 67,5 mil

Leia mais

RESUMO EXECUTIVO 7ª REUNIÃO ORDINÁRIA CIR/ASOL/AM

RESUMO EXECUTIVO 7ª REUNIÃO ORDINÁRIA CIR/ASOL/AM 1 Data: 08/11/2012 Hora do Início: 14 h Abertura: Roberto Maia Bezerra Local: Auditório do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Amazonas-IFAM, situado, a Rua Santos Dumont s/n Vila Verde,

Leia mais

IX Congresso Mundial da AIMFR EDUCAÇÃO EM ALTERNÂNCIA PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL. 22, 23 e 24 de Setembro de 2010. Lima -Perú. Os CEFFA no Brasil

IX Congresso Mundial da AIMFR EDUCAÇÃO EM ALTERNÂNCIA PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL. 22, 23 e 24 de Setembro de 2010. Lima -Perú. Os CEFFA no Brasil IX Congresso Mundial da AIMFR EDUCAÇÃO EM ALTERNÂNCIA PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL 22, 23 e 24 de Setembro de 2010 Lima -Perú Os CEFFA no Brasil Os Centros Educativos Familiares de Formação em Alternância

Leia mais

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012 Contas Regionais do Brasil 2012 (continua) Brasil Agropecuária 5,3 Indústria 26,0 Indústria extrativa 4,3 Indústria de transformação 13,0 Construção civil 5,7 Produção e distribuição de eletricidade e

Leia mais

Esfera Fiscal. Subfunção Administração Geral

Esfera Fiscal. Subfunção Administração Geral Governo do do Amazonas Secretaria de de Planejamento e Desenvolvimento Econômico SEPLAN Sistema de Planejamento, Orçamento e Gestão do do Amazonas SPLAM Pág. 3 de 2001 - da 25000 - Secretaria de de Infraestrutura

Leia mais

1 Qualificar os serviços de Abastecimento de água potável

1 Qualificar os serviços de Abastecimento de água potável nos núcleos rurais com mais de 10 economias nas áreas quilombolas nas áreas indígenas Planilha de Objetivos, Indicadores e Ações Viabilizadoras GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: "Que até

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE Coordenação Regional de santa Catarina ATENÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE Coordenação Regional de santa Catarina ATENÇÃO ATENÇÃO Apresentação do Seminário A Lei da Política Nacional do Saneamento Básico (lei 11.445/07) e o Inquérito Civil Público Estadual 04/04/PGJ/MPSC, realizado nos dias 30 e 31 de outubro de 2008. Arquivos

Leia mais

O SISTEMA DE PARCERIAS COM O TERCEIRO SETOR NA CIDADE DE SÃO PAULO

O SISTEMA DE PARCERIAS COM O TERCEIRO SETOR NA CIDADE DE SÃO PAULO O SISTEMA DE PARCERIAS COM O TERCEIRO SETOR NA CIDADE DE SÃO PAULO Januário Montone II Congresso Consad de Gestão Pública Painel 23: Inovações gerenciais na saúde O SISTEMA DE PARCERIAS COM O TERCEIRO

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Marcelo de Paula Neves Lelis Gerente de Projetos Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental Ministério das Cidades Planejamento

Leia mais

Promover o desenvolvimento rural sustentável no Estado de São Paulo, ampliando as oportunidades de emprego e renda, a inclusão social, a preservação

Promover o desenvolvimento rural sustentável no Estado de São Paulo, ampliando as oportunidades de emprego e renda, a inclusão social, a preservação GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável MicrobaciasII OBJETIVO GERAL Promover o desenvolvimento

Leia mais

Ministério da Cultura

Ministério da Cultura SISTEMA NACIONAL DE CULTURA Processo de articulação, gestão, comunicação e de promoção conjunta de políticas públicas de cultura, mediante a pactuação federativa. Objetivo Geral do SNC Implementar políticas

Leia mais

Modelo de gestão SISAR. Novo Hamburgo, 03 de Dezembro de 2013

Modelo de gestão SISAR. Novo Hamburgo, 03 de Dezembro de 2013 Modelo de gestão SISAR Novo Hamburgo, 03 de Dezembro de 2013 DADOS POPULACIONAIS Brasil População Total 190.755.799 hab. Ceará População Total 8.452.381 hab. População Urbana 84,35% 160.914.804 hab. População

Leia mais

Desenvolvimento Rural Sustentável na Abordagem Territorial. Alexandre da Silva Santos Consultor da SDT/MDA Balneário Camboriu, Novembro de 2011

Desenvolvimento Rural Sustentável na Abordagem Territorial. Alexandre da Silva Santos Consultor da SDT/MDA Balneário Camboriu, Novembro de 2011 Desenvolvimento Rural Sustentável na Abordagem Territorial Alexandre da Silva Santos Consultor da SDT/MDA Balneário Camboriu, Novembro de 2011 Apresentação: Território Rural de Identidade; Programa Territórios

Leia mais

Simpósio Estadual Saneamento Básico e Resíduos Sólidos: Avanços Necessários MPRS 20.08.2015

Simpósio Estadual Saneamento Básico e Resíduos Sólidos: Avanços Necessários MPRS 20.08.2015 Simpósio Estadual Saneamento Básico e Resíduos Sólidos: Avanços Necessários MPRS 20.08.2015 O saneamento básico no Brasil não condiz com o país que é a 7ª. economia do mundo da população não possui coleta

Leia mais

REDE DE AGRICULTORES TRADICIONAIS (REATA)

REDE DE AGRICULTORES TRADICIONAIS (REATA) REDE DE AGRICULTORES TRADICIONAIS (REATA) Objetivo: Conectar e articular agricultores familiares, comprometidos com o processo de produção agroecológica, de modo a contribuir na assistência técnica a outros

Leia mais

UNI V ER SI DADE FEDER AL DO AM AZONAS. Ufam M ulticampi. Campus de Manaus. O Amazonas é o nosso Campus

UNI V ER SI DADE FEDER AL DO AM AZONAS. Ufam M ulticampi. Campus de Manaus. O Amazonas é o nosso Campus UNI V ER SI DADE FEDER AL DO AM AZONAS Campus de Manaus UNI V ER SI DADE FEDER AL DO AM AZONAS I nteriorização Interiorização da Graduação Período 986-2006 CURSO ALTO SOLIMÕES PÓLO CONCLUÍDAS CURSANDO

Leia mais

SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social

SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social A Política Estadual de Assistência Social - PERNAMBUCO SEDSDH Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos SEDAS Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social PERNAMBUCO Contexto

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia Anais do I Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia RIOS, ESTRADAS E REDES DE PESCA NA AMAZÔNIA OCIDENTAL André de Oliveira Moraes; Tatiana Schor and.moraes@gmail.com

Leia mais

Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre aftosa - PNEFA

Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre aftosa - PNEFA Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre aftosa - PNEFA Reunião da Câmara Setorial da Carne Bovina Brasília-DF, 06/08/2014 Secretaria de Defesa Agropecuária Departamento de Saúde Animal Estrutura

Leia mais

Programa Nacional de Imunizações Case: Operação Gota

Programa Nacional de Imunizações Case: Operação Gota Programa Nacional de Imunizações Case: Operação Gota Samia Samad Organização Panamericana da Saúde Operação Gota - Dados Históricos 1989 apoio informal da Força Aérea para ações de saúde no Estado do Amazonas;

Leia mais

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS

Curso Agenda 21. Resumo da Agenda 21. Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS Resumo da Agenda 21 CAPÍTULO 1 - Preâmbulo Seção I - DIMENSÕES SOCIAIS E ECONÔMICAS CAPÍTULO 2 - Cooperação internacional para acelerar o desenvolvimento sustentável dos países em desenvolvimento e políticas

Leia mais

Amazônia Legal e infância

Amazônia Legal e infância Amazônia Legal e infância Área de Abrangência 750 Municípios distribuídos em 09 Unidades Federativas: Amazonas (62), Amapá (16), Acre (22), Roraima (15), Rondônia (52), Pará (143), Tocantins (139), Maranhão

Leia mais

686.652 habitantes. 164.221 km² de área. 90% de cobertura florestal. 45% de Áreas Naturais Protegidas

686.652 habitantes. 164.221 km² de área. 90% de cobertura florestal. 45% de Áreas Naturais Protegidas GOVERNO DO ESTADO DO ACRE Secretaria de Estado de Planejamento SEPLAN ACRE Estado da Florestania na Amazônia Brasileira Localização Geográfica Estratégica 686.652 habitantes 164.221 km² de área 90% de

Leia mais

Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental (CGVAM )

Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental (CGVAM ) Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental (CGVAM ) PROGRAMA NACIONAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL DOS RISCOS DECORRENTES DOS DESASTRES NATURAIS Documento em discussão COORDENAÇÃO GERAL DE

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS

DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE DIRETRIZ: Ampliação da cobertura e qualidade dos serviços de saúde, com o aprimoramento

Leia mais

GESTÃO ESTADUAL DE RESÍDUOS

GESTÃO ESTADUAL DE RESÍDUOS GESTÃO ESTADUAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS DESAFIOS E PERSPECTIVAS SETEMBRO, 2014 INSTRUMENTOS LEGAIS RELACIONADOS À CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA E DO PLANO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Lei n. 12.305/2010 POLÍTICA NACIONAL

Leia mais

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE

BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE BAIXO ARAGUAIA PORTAL DA AMAZÔNIA BAIXADA CUIABANA NOROESTE APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA TERRITÓRIOS RIOS DA CIDADANIA Objetivos Os Territórios TERRITÓRIOS RIOS Os Territórios Rurais se caracterizam por: conjunto

Leia mais

O QUE É. Uma política de governo para redução da pobreza e da fome utilizando a energia como vetor de desenvolvimento. Eletrobrás

O QUE É. Uma política de governo para redução da pobreza e da fome utilizando a energia como vetor de desenvolvimento. Eletrobrás O QUE É Uma política de governo para redução da pobreza e da fome utilizando a energia como vetor de desenvolvimento 1 QUEM SÃO Total de Pessoas: 12.023.703 84% Rural 16% Urbano Total: 10.091.409 Total:

Leia mais

Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento. Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011.

Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento. Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011. Coordenação Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento Reunião Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Brasília, 01 de julho de 2011. Mapa Visão e Missão Funai Mapa Estratégico: Proteger e promover

Leia mais

Carta dos Governadores da Amazônia

Carta dos Governadores da Amazônia Carta dos Governadores da Amazônia Os Governadores dos Estados da Amazônia Legal abaixo subscritos, reunidos durante o Fórum dos Governadores, realizado no dia 01 de junho de 2012, na cidade de Manaus

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE TÉCNICOS BOLSISTAS PROJETO CVDS

EDITAL PARA SELEÇÃO DE TÉCNICOS BOLSISTAS PROJETO CVDS EDITAL PARA SELEÇÃO DE TÉCNICOS BOLSISTAS PROJETO CVDS Manaus, 04 de Dezembro de 2014. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO O Centro Vocacional para o Desenvolvimento Sustentável (CVDS), trata-se de um projeto piloto que

Leia mais

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total 100 Fortalecimento da Atuação Legislativa 8.475.000 8.475.000 101 Fortalecimento do Controle Externo Estadual 80.649.880 80.649.880 102 Fortalecimento do Controle Externo Municipal 3.245.000 3.245.000

Leia mais

ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG

ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG ATIVIDADE DE ANALISE CRITICA DOS EIXOS, PROG EIXOS E PROGRAMAS EIXO 1 - Uso sustentável dos recursos naturais Programa de fortalecimento do sistema de gestão ambiental Programa de formação e manutenção

Leia mais

Ações do Sistema SEPROR para o incentivo a produção de orgânicos. Sonia Alfaia Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento

Ações do Sistema SEPROR para o incentivo a produção de orgânicos. Sonia Alfaia Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento Ações do Sistema SEPROR para o incentivo a produção de orgânicos Sonia Alfaia Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento Política Institucional da SEPROR QUEM SOMOS NÓS? O Amazonas possui 270 mil produtores

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 ORGAO : 36000 - MINISTERIO DA SAUDE UNIDADE : 36211 - FUNDACAO NACIONAL DE SAUDE ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 E G R M I F FUNC.

Leia mais

Programa Cisternas MDS Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

Programa Cisternas MDS Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Programa Cisternas MDS Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Coordenação Geral de Acesso à Água Carolina Bernardes Água e Segurança

Leia mais

O Trabalho de Mobilização Comunitária no Estado do Ceará

O Trabalho de Mobilização Comunitária no Estado do Ceará O Trabalho de Mobilização Comunitária no Estado do Ceará João Pessoa(PB), 06 de novembro de 2012 EVOLUÇÃO DO SANEAMENTO RURAL NO CEARÁ/CAGECE 2000 Ampliação da atuação da CAGECE no saneamento rural. 2001

Leia mais

MUNICÍPIO DE CARAPEBUS LDO 2015 ANEXO DE METAS E PRIORIDADES METAS E PRIORIDADES 2015

MUNICÍPIO DE CARAPEBUS LDO 2015 ANEXO DE METAS E PRIORIDADES METAS E PRIORIDADES 2015 - 1350 Página 1 PROGRAMA 0000 ENCARGOS ESPECIAIS OBJETIVO DAR SUPORTE A DIVIDA CONTRATADA ORIUNDA DE PARCELAMENTOS, SUBVENÇÕES E DEMAIS OPERAÇÕES ESPECIAIS. 0010 AMORTIZAÇÃO PARCELAMENTO/ENCARGOS SOBRE

Leia mais

Os conflitos armados no âmbito global e a violência no Brasil

Os conflitos armados no âmbito global e a violência no Brasil Este material é parte do material de divulgação do relatório Situação Mundial da Infância 2005, lançado pelo UNICEF no dia 9 de dezembro de 2004. Aqui você vai encontrar dados sobre a situação da infância

Leia mais

20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica

20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica Programa 2031 - Educação Profissional e Tecnológica Número de Ações 200 Ação Orçamentária - Padronizada Setorial 20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

R$ 1,00 2012 2013 2014 2015 Total. VALORES PREVISTOS POR UNIDADE ORÇAMENTÁRIA R$ 1,00 2012 2013 2014 2015 Total Unidades Orçamentárias

R$ 1,00 2012 2013 2014 2015 Total. VALORES PREVISTOS POR UNIDADE ORÇAMENTÁRIA R$ 1,00 2012 2013 2014 2015 Total Unidades Orçamentárias PPA 212-215 PROGRAMA - 546 - Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado Valor Global R$ 1, 2.888.542.769 2.993.951.96 3.133.467.663 3.281.47.521 12.297.369.859 ÓRGAO:1 - Assembleia Legislativa VALORES PREVISTOS

Leia mais

PROGRAMA COOPERAÇÃO TÉCNICA FUNASA. www.funasa.gov.br www.facebook.com/funasa.oficial twitter.com/funasa

PROGRAMA COOPERAÇÃO TÉCNICA FUNASA. www.funasa.gov.br www.facebook.com/funasa.oficial twitter.com/funasa PROGRAMA COOPERAÇÃO TÉCNICA FUNASA Funasa Programa de Cooperação Técnica Visa criar condições de sustentabilidade para o adequado atendimento populacional. Ênfase será conferida à qualificação dos investimentos

Leia mais

SAÚDE PÚBLICA NA REGIÃO NORTE: DISCREPÂNCIAS, DISPARIDADES E ASSIMETRIAS DA SAÚDE COMO DIREITO SOCIAL

SAÚDE PÚBLICA NA REGIÃO NORTE: DISCREPÂNCIAS, DISPARIDADES E ASSIMETRIAS DA SAÚDE COMO DIREITO SOCIAL SAÚDE PÚBLICA NA REGIÃO NORTE: DISCREPÂNCIAS, DISPARIDADES E ASSIMETRIAS DA SAÚDE COMO DIREITO SOCIAL Prof. Dr. David Lopes Neto - UFAM Prof a Dr a Eliana Ofélia Llapa-Rodriguez - UFS Prof. Dr. António

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 DOU de 05/10/09 seção 01 nº 190 pág. 51 MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 Estabelece orientações relativas à Política de Saneamento Básico e

Leia mais

Nº. de Meses, Dias ou Unidades. Total de Meses, Dias ou Unidades. Consultoria Técnica 1 Consultor 8 Meses 8 3.750,00 30.000,00

Nº. de Meses, Dias ou Unidades. Total de Meses, Dias ou Unidades. Consultoria Técnica 1 Consultor 8 Meses 8 3.750,00 30.000,00 TR Nº TERMO DE REFERÊNCIA DOS SERVIÇOS DE PESSOA FÍSICA PARA APOIAR A EXECUÇÃO DAS OFICINAS SETORIAIS DE FORTALECIMENTO DOS SISTEMAS MUNICIPAIS DE MEIO AMBIENTE DE 49 MUNICÍPIOS DO ESTADO DO AMAZONAS VERSÃO

Leia mais

Cooperação Interinstitucional para Autonomia na Educação Campesina

Cooperação Interinstitucional para Autonomia na Educação Campesina Cooperação Interinstitucional para Autonomia na Educação Campesina Uma experiência de Arranjo Social Local e Sustentabilidade para a Escola Família Agrícola About Natura (2013) Fundación: 1969 Ganancias

Leia mais

Ministério das Cidades Secretaria Nacional de Habitação

Ministério das Cidades Secretaria Nacional de Habitação Ministério das Cidades SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE MEJORAMIENTO DE BARRIOS México - 29 e 30 novembro/2004 Programa Habitar Brasil/BID Governo Federal Processo de Urbanização Brasileiro Crescimento da

Leia mais

Apresentação do Modelo SISAR: envolvimento da população, gestão compartilhada, pagamentos dos serviços e resultados obtidos

Apresentação do Modelo SISAR: envolvimento da população, gestão compartilhada, pagamentos dos serviços e resultados obtidos SEMINÁRIO REGIONAL DE SANEAMENTO RURAL Apresentação do Modelo SISAR: envolvimento da população, gestão compartilhada, pagamentos dos serviços e resultados obtidos Campinas(SP), 23 de Junho 2015 Mobilização

Leia mais

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Apresentação A Companhia de Saneamento de Minas Gerais, COPASA, criada em 1963, é uma empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Regional e Política

Leia mais

Programa Amazônia Conectada Cap Luciano Sales

Programa Amazônia Conectada Cap Luciano Sales Programa Amazônia Conectada Cap Luciano Sales Centro Integrado de Telemática do Exército Sumário Por que? Problemas com a infraestrutura de TI na Região Amazônica; Possibilidades existentes; Visão do Programa.

Leia mais

PANORAMA GERAL DO PROGRAMA NO ESTADO

PANORAMA GERAL DO PROGRAMA NO ESTADO GOVERNO DO DO PARÁ SECRETARIA ESPECIAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E INCENTIVO À PRODUÇÃO-SEDIP PROGRAMA DE REDUÇÃO DA POBREZA E GESTÃO DOS RECURSOS NATURAIS DO PARÁ Incentivo Apoio Técnico Fortalecimento

Leia mais

Ação Descrição 1001 - AQUISICAO DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS PERMANENTES 1059 - AMPLIAÇÃO E REFORMA DO PRÉDIO DA CAMARA MUNICIPAL

Ação Descrição 1001 - AQUISICAO DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS PERMANENTES 1059 - AMPLIAÇÃO E REFORMA DO PRÉDIO DA CAMARA MUNICIPAL Programa: 0001 - PROCESSO LEGISLATIVO 01 - CAMARA MUNICIPAL 001 - CAMARA MUNICIPAL 01 - Legislativa 031 - Legislativa Objetivo: PROCESSO LEGISLATIVO 1001 - AQUISICAO DE EQUIPAMENTOS E MATERIAIS PERMANENTES

Leia mais

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA. Banco Mundial

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA. Banco Mundial PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA POR QUE O PROJETO Decisão Estratégica do Governo do Estado da Bahia Necessidade de avançar na erradicação da pobreza rural Existência de

Leia mais

Capacitação em Eventos

Capacitação em Eventos Projeto Nacional de Ações Integradas Público-Privadas para Biodiversidade Componentes do Probio II 1. Secretaria Priorização de da Vigilância Biodiversidade em Saúde em Setores Governamentais 2. Priorização

Leia mais

Iniciativa de Água Potável e Saneamento

Iniciativa de Água Potável e Saneamento Banco Interamericano de Desenvolvimento Iniciativa de Água Potável e Saneamento Recife - PE, 11 de junho de 2007 Desde 1990 América Latina realizou avanços na provisão de água e saneamento... Coberturas

Leia mais

Propostas da LDO 2013

Propostas da LDO 2013 Propostas da LDO 2013 Secretaria Municipal de Educação Complementação da Merenda Escolar; Reforma de Escolas; Construção de Escolas; Reparos em Escolas; Construção de Espaços para prática de Educação Física;

Leia mais

Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica

Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica Fortalecimento da Gestão Regional Conjunta para o Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Amazônica PAULO KAGEYAMA. SBF Ministério do Meio Ambiente PRIMEIRA REUNIÃO DE COORDENADORES NACIONAIS DO PROJETO

Leia mais

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município Estrutura Administrativa e Principais 01. Câmara Municipal - Lei Orgânica do Município de Teresina, de 05 de abril de 1991. - Votar o Orçamento Anual e o Plano Plurianual, bem como autorizar abertura de

Leia mais

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME Os desafios da Educação Infantil nos Planos de Educação Porto de Galinhas/PE Outubro/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores

Leia mais

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA NO BRASIL

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA NO BRASIL Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA

Leia mais

O BADESUL Agência de Desenvolvimento, controlada pelo Governo Estadual, integra Sistema

O BADESUL Agência de Desenvolvimento, controlada pelo Governo Estadual, integra Sistema O BADESUL Agência de Desenvolvimento, controlada pelo Governo Estadual, integra o Sistema de Desenvolvimento do Estado coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento SDPI. Tem

Leia mais

Mosaicos de áreas protegidas. Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional

Mosaicos de áreas protegidas. Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional Mosaicos de áreas protegidas Gestão integrada - o desafio da articulação interinstitucional Curso Introdução a Gestão de UCs Rio Branco, junho 2008 SNUC Art. 26. Quando existir um conjunto de unidades

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

Implementação das Notificações dos Agravos e Acidentes Relacionados à Saúde do Trabalhador da Saúde no SINAN no Município de Jaramataia - Alagoas

Implementação das Notificações dos Agravos e Acidentes Relacionados à Saúde do Trabalhador da Saúde no SINAN no Município de Jaramataia - Alagoas CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde Implementação das Notificações dos Agravos e Acidentes Relacionados à Saúde do Trabalhador da Saúde no SINAN no

Leia mais

CONGRESSO ENQUALAB-RESAG/2014

CONGRESSO ENQUALAB-RESAG/2014 Ministério da Saúde CONGRESSO ENQUALAB-RESAG/2014 A QUALIDADE DA ÁGUA NO ÂMBITO DA SAÚDE São Paulo,SP 31 de outubro de 2014 Por Mariângela Torchia do Nascimento Gerência de Laboratórios de Saúde Pública/GELAS/ANVISA

Leia mais

ESTADO MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE VARZEA GRANDE

ESTADO MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE VARZEA GRANDE PREFEITURA MUNICIPAL DE VARZEA GRANDE 01 Legislativa 805.000,00 9.050.603,94 9.855.603,94 01.031 Ação Legislativa 01.031.0001 Gestão Legislativa 805.000,00 9.050.603,94 9.855.603,94 805.000,00 9.050.603,94

Leia mais

A CAR E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DA BAHIA

A CAR E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DA BAHIA A CAR E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DA BAHIA QUEM SOMOS Empresa pública de direito privado, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional - SEDIR, criada por Lei Estadual em

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí S.A PIAUÍ FOMENTO Águas e Esgotos do Piauí S/A AGESPISA Companhia Administradora da Zona de Processamento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 031 Ação Legislativa 0001 - Execução da Ação Legislativa Manutenção das Atividades Legislativas FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006 - Defesa Jurídica do Município

Leia mais

Novos Modelos Organizacionais dos Municípios. Agência Reguladora do Serviço de Água e Esgotos (Arsae)

Novos Modelos Organizacionais dos Municípios. Agência Reguladora do Serviço de Água e Esgotos (Arsae) Novos Modelos Organizacionais dos Municípios Agência Reguladora do Serviço de Água e Esgotos (Arsae) 2 Características do modelo Autarquia em regime especial; Autonomia e independência decisória e decisão

Leia mais

É uma das principais iniciativas de REDD+ do mundo

É uma das principais iniciativas de REDD+ do mundo Fundo Amazônia É uma das principais iniciativas de REDD+ do mundo Apoio financeiro não-reembolsável para: - prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, e - conservação e uso sustentável das florestas

Leia mais

Prefeitura Municipal de AJURICABA LDO - Lei de Diretrizes Orçamentárias - 2016 Anexo V - Meta Fiscal da Despesa - Rol de Programas

Prefeitura Municipal de AJURICABA LDO - Lei de Diretrizes Orçamentárias - 2016 Anexo V - Meta Fiscal da Despesa - Rol de Programas Página: 1 0000 OPERAÇÕES ESPECIAIS 101 Restituição de Recursos 4.000,00 5.000,00 6.000,00 201 Contribuição PASEP 290.000,00 300.000,00 310.000,00 301 Sentenças Judiciais e Precatórios 6.000,00 8.000,00

Leia mais

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza FOME ZERO O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza Seminário Internacional sobre Seguro de Emergência e Seguro Agrícola Porto Alegre, RS -- Brasil 29 de junho a 2 de julho de 2005 Alguns

Leia mais

PROJETO DE COMBATE À POBREZA RURAL

PROJETO DE COMBATE À POBREZA RURAL PROJETO DE COMBATE À POBREZA RURAL GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO COORDENAÇÃO ESTADUAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA - COECT INSTITUTO DE APOIO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO JONES DOS SANTOS NEVES - IPES

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE AÇÃO GOVERNAMENTAL 2012-2015 RELAÇÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS (Inciso I do art. 12 da Lei n.º 20.024, de 9 de janeiro de 2012)

PLANO PLURIANUAL DE AÇÃO GOVERNAMENTAL 2012-2015 RELAÇÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS (Inciso I do art. 12 da Lei n.º 20.024, de 9 de janeiro de 2012) ADMINISTRAÇÃO DE ESTÁDIOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS 181 GERENCIAMENTO DE ESTÁDIOS E PROMOÇÃO DE EVENTOS ESPORTIVOS, RELIGIOSOS E SOCIO-CULTURAIS AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Leia mais

Grupo Banco Mundial. Construindo um mundo sem pobreza

Grupo Banco Mundial. Construindo um mundo sem pobreza Grupo Banco Mundial Construindo um mundo sem pobreza Enfoque Regional! O Banco Mundial trabalha em seis grandes regiões do mundo: 2 Fatos Regionais: América Latina e Caribe (ALC)! População total: 500

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: I Fica excluído o programa constante do Anexo I desta Lei;

Faço saber que a Assembléia Legislativa aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: I Fica excluído o programa constante do Anexo I desta Lei; LEI Nº 519 DE 16 DE JANEIRO DE 2006. Altera a Lei nº 414, de 08 de janeiro de 2004, que dispõe sobre o Plano Plurianual para o período 2004/2007. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RORAIMA: Faço saber que a Assembléia

Leia mais

Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus.

Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus. Relatório do 1º Seminário Regional da Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente em Situação de Rua - Região Norte Manaus. 1. Resumo Descritivo Data: 31 de outubro de 2013. Local: Assembleia Legislativa

Leia mais

Carta de Joinville 1) Sobre o Financiamento

Carta de Joinville 1) Sobre o Financiamento Carta de Joinville Os Secretários e Secretárias Municipais de Saúde, reunidos no XXIII Congresso Nacional das Secretarias Municipais de Saúde e IV Congresso Brasileiro de Saúde, Cultura de Paz e Não-Violência,

Leia mais

Termo de Referência Avaliação externa do Projeto Floresta Viva (Amazonas / Brasil)

Termo de Referência Avaliação externa do Projeto Floresta Viva (Amazonas / Brasil) Termo de Referência Avaliação externa do Projeto Floresta Viva (Amazonas / Brasil) Consulta restrita I. CONTEXTO O Projeto de «Promoção do manejo sustentável das florestas do Estado do Amazonas com enfoque

Leia mais

EXPERIÊNCIA DO CROAM EM FISCALIZAÇÃO NAS ÁREAS DE FRONTEIRAS

EXPERIÊNCIA DO CROAM EM FISCALIZAÇÃO NAS ÁREAS DE FRONTEIRAS EXPERIÊNCIA DO CROAM EM FISCALIZAÇÃO NAS ÁREAS DE FRONTEIRAS EXPERIÊNCIA DO CROAM EM FISCALIZAÇÃO NAS ÁREAS DE FRONTEIRAS. O Estado do Amazonas possui dimensões continentais e particularidades impressionantes

Leia mais

P R O J E T O ALVORADA

P R O J E T O ALVORADA P R O J E T O ALVORADA O Projeto Alvorada foi idealizado pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso para reduzir as desigualdades regionais e elevar a qualidade de vida das populações mais carentes do País.

Leia mais

Workshop Saneamento Básico Fiesp. Planos Municipais de Saneamento Básico O apoio técnico e financeiro da Funasa

Workshop Saneamento Básico Fiesp. Planos Municipais de Saneamento Básico O apoio técnico e financeiro da Funasa Workshop Saneamento Básico Fiesp Planos Municipais de Saneamento Básico O apoio técnico e financeiro da Funasa Presidente da Funasa Henrique Pires São Paulo, 28 de outubro de 2015 Fundação Nacional de

Leia mais

Mais informações: www.saude.gov.br/academiadasaude http://www.atencaobasica.org.br/comunidades/academia-da-saude

Mais informações: www.saude.gov.br/academiadasaude http://www.atencaobasica.org.br/comunidades/academia-da-saude Ministério da Saúde Brasília - DF 2014 Ministério da Saúde Brasília - DF 2014 CARTILHA INFORMATIVA Quais são as políticas que subsidiam o Programa Academia da Saúde? Política Nacional de Atenção Básica

Leia mais