DEMONSTRATIVO FÍSICO FINANCEIRO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEMONSTRATIVO FÍSICO FINANCEIRO"

Transcrição

1 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN DEMONSTRATIVO FÍSICO FINANCEIRO PROGRAMA : POLÍTICAS DE ADMINISTR E REFORMA DO ESTADO Objetivo : Dinamizar a gestão pública, aprimorando a máquina administrativa, incentivando a criação de organizações sociais e criando agências executivas, descentralizando os serviços prestados à comunidade, sob o enfoque da qualidade total, agilizando o atendimento ao cidadão, e promovendo a gestão patrimonial objetivando a inclusão social. Órgão Responsável : SECRETARIA DA ADMINISTR Gerente : RITA DE CASSIA HOLANDA MATOS TESOURO , ,00 FINANC. INTERNO A CONTRATAR , , , ,00 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 51,50 01 COTA-PARTE DO FUNDO DE PARTICIP DOS ESTADOS , ,00 24,93 48 OPERAÇÕES DE CRÉDITO EXTERNO - TESOURO ,00 0,00 0,00 84 CONVÊNIOS COM ÓRGÃOS ESTADUAIS - ADMINISTR DIRETA 0,00 0,00 0, , ,00 38, AMPLI DOS CENTROS REGIONAIS INTEGRADOS DE ADMINISTR -CRIA % ,00 0,00 0, Centro de serviços implantado un 2,00 0,00 % LÍQUID DE ÓRGÃOS/ENTIDADES ,00 0,00 0,00 % GESTÃO PATRIMONIAL , ,00 61, Imóvel vistoriado e avaliado 1.276, , Sistema de gestão implantado un 0,00 0,00 % SISTEMA DA QUALIDADE 1.000,00 0,00 0, Certificação iso adquirida un 0,00 0,00 % AMPLI DAS CASAS DO CIDADÃO ,00 0,00 0, Unidade implantada un 5,00 0,00 % MODERNIZ DA INFRA-ESTRUTURA ,00 0,00 0, Prédio equipado % 50,00 0, Prédio público reformado un 1,00 0,00 % 31/03/ :30:44 1

2 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN EXPANSÃO E CONSOLID DO TERCEIRO SETOR ,00 0,00 0, Agência instalada un 0,00 1, Orgão estruturado % 0,00 0,00 31/03/ :30:44 2

3 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN PROGRAMA : GESTÃO DE POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS Objetivo : Garantir os direitos previdenciários do servidor, permitir o acesso às carreiras públicas de forma transparente e respeitando a legislação em vigor. Órgão Responsável : SECRETARIA DA ADMINISTR Gerente : MARCUS AUGUSTO SILVA FERREIRA TESOURO , ,00 CONVÊNIO FEDERAL , ,00 CONVÊNIO OUTROS , , , ,00 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 61,33 01 COTA-PARTE DO FUNDO DE PARTICIP DOS ESTADOS , ,00 12,61 82 CONVÊNIOS COM ÓRGÃOS FEDERAIS - ADMINISTR DIRETA ,00 0,00 0,00 84 CONVÊNIOS COM ÓRGÃOS ESTADUAIS - ADMINISTR DIRETA ,00 0,00 0, , ,00 34, IMPLANT DO SISTEMA DE CONTROLE DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS % ,00 0,00 0, Sistema de gestão implantado un 0,30 0,00 % IMPLANT DO SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ,00 0,00 0, Sistema de gestão implantado un 0,30 0,00 % REALIZ DE CONCURSO PÚBLICO , ,00 76, Concurso público realizado un 2,00 0, AMPLI DO PROGRAMA DE INTEGRADA PARA O APOSENTADO % ,00 0,00 0, Ações sócio-educativas e culturais realizadas un 2,00 0,00 31/03/ :30:44 3

4 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN PROGRAMA : PROGRAMA DE VALORIZ DO SERVIDOR Objetivo : Proporcionar condições que promovam a valorização dos servidores públicos estaduais, tornando-os mais estimulados a enfrentar os desafios da nova gestão pública. Órgão Responsável : SECRETARIA DA ADMINISTR Gerente : JOSELEIDE MAGALHÃES TESOURO , , , ,00 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS ,00 0,00 0,00 01 COTA-PARTE DO FUNDO DE PARTICIP DOS ESTADOS , ,00 7,71 84 CONVÊNIOS COM ÓRGÃOS ESTADUAIS - ADMINISTR DIRETA ,00 0,00 0, , ,00 4,69 % CAPACIT E QUALIFIC DE PESSOAS ,00 0,00 0, Recurso humano capacitado pes 470,00 0,00 % AÇÕES DE INCENTIVO AO SERVIDOR , ,00 12,19 31/03/ :30:44 4

5 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN PROGRAMA : GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORM - SEAD Objetivo : Implementar ações de TI visando instituir o " governo eletrônico", prestando serviços transacionais on-line direta ou indiretamente aos cidadãos, facilitando assim o acesso aos serviços públicos, e utilizando soluções tecnológicas adequadas e processos eficientes na sua gestão interna. Órgão Responsável : SECRETARIA DA ADMINISTR Gerente : PAULO ALCÂNTARA SARAIVA LEÃO TESOURO , ,18 FINANC. EXTERNO A CONTRATAR , , , ,18 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 6,32 01 COTA-PARTE DO FUNDO DE PARTICIP DOS ESTADOS , ,00 2,83 48 OPERAÇÕES DE CRÉDITO EXTERNO - TESOURO ,00 0,00 0,00 84 CONVÊNIOS COM ÓRGÃOS ESTADUAIS - ADMINISTR DIRETA , ,00 13, , ,00 8,02 % CAPACIT EM TECNOLOGIA DA INFORM ,00 0,00 0,00 % DISPONIBILIZ DE SERVIÇOS ON-LINE NO PORTAL DO GOVERNO ,00 0,00 0,00 % IMPLANT DA INTRANET GOVERNAMENTAL 0,00 0,00 0,00 % IMPLANT DA INFRA-ESTRUTURA DA CERTIFIC DIGITAL ,00 0,00 0, Equipamento para TI adquirido uni 0,00 0, Serviço em TI realizado un 0,00 0,00 % PLANEJAMENTO, GESTÃO E CONTROLE DE TI ,00 0,00 0, IMPLANT DA INFRA-ESTRUTURA E SERVIÇOS CORPORATIVOS DE TI % ,00 0,00 0, IMPLANT DA INFRA-ESTRUTURA DE VÍDEO PARA EDUC À DISTÂNCIA E TRANSMISSÃO DE EVENTOS VIA WEB % ,00 0,00 0,00 31/03/ :30:44 5

6 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN 8000 Equipamento para TI adquirido uni 0,00 0,00 % AQUISIÇÃO E IMPLANT DE SISTEMAS DE INFORMAÇÕES ,00 0,00 0, Equipamento para TI adquirido uni 1,00 0, Sistema de informação implantado % 6,00 0, Consultoria realizada un 5,00 0, Serviço em TI realizado un 6,00 0, AQUISIÇÃO E IMPLANT DE SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO GOVERNAMENTAL % 0,00 0,00 0, Equipamento para TI adquirido uni 0,00 0, Licença de uso de software adquirida un 0,00 0,00 % IMPLANT DE QUIOSQUES DE GOVERNO ELETRÔNICO 0,00 0,00 0, Equipamento para TI adquirido uni 0,00 0, AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E ESTRUTUR DE CABEAMENTO PARA CASAS DO CIDADÃO % ,00 0,00 0, Equipamento para TI adquirido uni 50,00 0, Serviço em TI realizado un 32,00 0,00 % ESTRUTUR DE DATA CENTER PARA BAIXA PLATAFORMA 0,00 0,00 0, Equipamento para TI adquirido uni 1,00 0, Serviço em TI realizado un 1,00 0,00 % AQUISIÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA PARA SISTEMA SIGE-RH ,00 0,00 0, Equipamento para TI adquirido uni 2,00 0,00 % AQUISIÇÃO DE LICENÇAS DE SOFTWARE ,00 0,00 0, Licença de uso de software adquirida un 3,00 0, Licença do uso de software atualizada un 4,00 0, REESTRUTUR DO CABEAMENTO DA REDE LOCAL E HORAS DE CONSULTORIA EM ORACLE % ,00 0,00 0, Consultoria realizada un 103,00 0, Serviço em TI realizado un 1,00 0,00 % AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA , ,00 17,31 31/03/ :30:44 6

7 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN 8000 Equipamento para TI adquirido uni 60,00 0,00 31/03/ :30:44 7

8 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN PROGRAMA : MODERNIZ DA GESTÃO E DO PLANEJAMENTO NO ÂMBITO DO PNAGE Objetivo : Modernizar a administração pública, mediante a integração das funções de planejamento, orçamento e gestão, visando à melhoria da prestação de serviços para atender às demandas da sociedade. Órgão Responsável : SECRETARIA DA ADMINISTR Gerente : Marcus Algusto Vasconcelos Coelho TESOURO , ,00 FINANC. EXTERNO A CONTRATAR , , , ,00 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS ,00 0,00 0,00 01 COTA-PARTE DO FUNDO DE PARTICIP DOS ESTADOS ,00 0,00 0,00 48 OPERAÇÕES DE CRÉDITO EXTERNO - TESOURO ,00 0,00 0, ,00 0,00 0,00 % RESTRUTUR ORGANIZACIONAL ,00 0,00 0,00 % POLÍTICAS E GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ,00 0,00 0, TECNOLOGIA DA INFORM E DA COMUNIC - GOVERNO ELETRÔNICO/LOGÍSTICA % ,00 0,00 0,00 % PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO ,00 0,00 0,00 % TECNOLOGIAS DE GESTÃO ,00 0,00 0,00 31/03/ :30:44 8

9 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN PROGRAMA : Objetivo : Eixo : Órgão Responsável : Gerente : COORDEN E MANUTENÇÃO GERAL - SEAD EIXO IV - ESTADO A SERVIÇO DO CIDADÃO SECRETARIA DA ADMINISTR CHAGAS ROMÃO CAVALCANTE SOUZA TESOURO , , , ,00 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 88,41 01 COTA-PARTE DO FUNDO DE PARTICIP DOS ESTADOS , ,00 96, , ,00 92,04 % MANUTENÇÃO E FUNCIONAMENTO ADMINISTRATIVO , ,00 92, Equipamento para TI locado un 2,00 0, Serviço em TI realizado un 10,00 0, Material de consumo para TI adquirido un 161,00 0, Mão de obra para TI locada un 33,00 0, Serviço de comunicação para ti un 2,00 0, MANUTENÇÃO % 100,00 0,00 31/03/ :30:44 9

10 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN PROGRAMA : Objetivo : Eixo : Órgão Responsável : Gerente : COORDEN E MANUTENÇÃO DE TI EIXO IV - ESTADO A SERVIÇO DO CIDADÃO SECRETARIA DA ADMINISTR TESOURO , , , ,00 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 87,90 01 COTA-PARTE DO FUNDO DE PARTICIP DOS ESTADOS , ,00 98, , ,00 89,60 % MANUTENÇÃO E FUNCIONAMENTO DE TI , ,00 89, Serviço em TI realizado un 3,00 0, Licença do uso de software atualizada un 5,00 0, Serviço de comunicação para ti un 2,00 0,00 31/03/ :30:44 10

11 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN DEMONSTRATIVO FÍSICO FINANCEIRO PROGRAMA : PROGRAMA SAÚDE DO SERVIDOR Objetivo : Assegurar assistência à saúde ( consultas, exames complementares, cirurgias e internamentos na área médica, assim como, atendimento em odontologia, psicologia, fonoaudiologia e fisioterapia ) a todos os servidores civis e militares ativos, inativos e pensionistas do estado do ceará e seus dependentes, em nível de boa qualidade e resolutividade, de modo a proporcionar elevado grau de satisfação aos usuários. Órgão Responsável : INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO CEARÁ Gerente : KATERINE BRITO JUCÁ TESOURO , ,00 RECURSOS PRÓPRIOS ADM. INDIRETA , , , ,00 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 98,64 70 RECURSOS DIRETAMENTE ARRECADADOS ,00 0,00 0, , ,00 42,02 % PAGAMENTO DA DÍVIDA EXTERNA , ,00 40, Pessoa assistida pes 515,00 0,00 % PARTICIP DOS MUNICÍPIOS NA ARRECAD DO IPVA , ,00 42, Internação realizada un , ,00 % ASSISTÊNCIA COMPLEMENTAR , ,00 32, Atendimento realizado un , ,00 % ASSISTÊNCIA MÉDICA , ,00 39, Atendimento realizado un , ,00 % ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA , ,00 43, Atendimento realizado un , ,00 % REALIZ DE EXAMES , ,00 45, Exame realizado un , ,00 31/03/ :30:44 11

12 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN PROGRAMA : COORDEN E MANUTENÇÃO GERAL - IPEC Objetivo : Garantir o funcionamento e manutenção administrativo e tecnológico do ipec e dar suporte ao programa saúde do servidor. Órgão Responsável : INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO CEARÁ Gerente : EDNA CASTELO BRANCO SANCHO TESOURO , ,00 RECURSOS PRÓPRIOS ADM. INDIRETA , , , ,66 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 96,26 70 RECURSOS DIRETAMENTE ARRECADADOS , ,00 3, , ,00 85,13 % MANUTENÇÃO E FUNCIONAMENTO ADMINISTRATIVO , ,00 88, Material de Consumo/Permanente adquirido un 10,00 0, MANUTENÇÃO % 0,00 0,00 % GESTÃO DE MANUTENÇÃO DA SAÚDE , ,00 80, Recurso humano capacitado pes 1,00 0, Material de Consumo/Permanente adquirido un 6,00 0, MANUTENÇÃO % 0,00 0,00 % CONCESSÃO DE OUTROS BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS , ,00 62,04 % CONCESSÃO DO PASEP ,00 0,00 0, MANUTENÇÃO % 0,00 0,00 % MANUTENÇÃO E FUNCIONAMENTO DE TI - IPEC , ,00 86, Serviço em TI realizado un 10,00 0, Material de consumo para TI adquirido un 80,00 0, Mão de obra para TI locada un 19,00 0, Serviço de comunicação para ti un 1,00 0,00 31/03/ :30:44 12

13 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN PROGRAMA : GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORM - IPEC Objetivo : Garantir o funcionamento e manutenção do sistema health. Órgão Responsável : INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO CEARÁ Gerente : KATERINE BRITO JUCÁ TESOURO , ,42 RECURSOS PRÓPRIOS ADM. INDIRETA , , , ,52 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 4,62 70 RECURSOS DIRETAMENTE ARRECADADOS , ,00 20, , ,00 15, ESTRUTUR E MANUTENÇÃO DO SISTEMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL. % , ,00 19, Equipamento para TI adquirido uni 6,00 0, Licença de uso de software adquirida un 0,00 0, Consultoria realizada un 1,00 0, Serviço em TI realizado un 1,00 0, Licença do uso de software atualizada un 0,00 0, Serviço de comunicação para ti un 0,00 0, IMPLANT,ESTRUTUR E MANUTENÇÃO DE SISTEMAS, BENS E SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORM ,00 0,00 % 0, Equipamento para TI adquirido uni 34,00 0, Licença de uso de software adquirida un 1,00 0, Consultoria realizada un 1,00 0, Serviço em TI realizado un 1,00 0, Licença do uso de software atualizada un 1,00 0,00 31/03/ :30:44 13

14 SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDEN - SEPLAN DEMONSTRATIVO FÍSICO FINANCEIRO PROGRAMA : Objetivo : Eixo : Órgão Responsável : Gerente : COORDEN E MANUTENÇÃO GERAL - ETICE EIXO IV - ESTADO A SERVIÇO DO CIDADÃO EMPRESA DE TECNOLOGIA DA INFORM DO CEARÁ TESOURO , , , ,00 FONTES DE RECURSOS % 00 RECURSOS ORDINÁRIOS , ,00 98, , ,00 98,99 % CONCESSÃO DO PASEP 0,00 0,00 0,00 % MANUTENÇÃO E FUNCIONAMENTO ADMINISTRATIVO , ,00 99, Material de Consumo/Permanente adquirido un 5,00 0, MANUTENÇÃO % 600,00 0,00 % CAPACIT DE EMPREGADOS , ,00 99, FUNCIONAMENTO INTEGRADO DA ATIVIDADE-FIM DA SEGURANÇA PÚBLICA % 3.499,00 0,00 0,00 % MANUTENÇÃO E FUNCIONAMENTO DE TI- ETICE 0,00 0,00 0, Equipamento para TI adquirido uni 60,00 0, Serviço em TI realizado un 1,00 0,00 31/03/ :30:44 14

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS LOA - LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL - 2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS LOA - LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL - 2014 01101 - CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ 01 - LEGISLATIVA 031 - Ação Legislativa 0001 - ATUAÇÃO LEGISLATIVA DA CÂMARA MUNICIPAL 2001 - Manutenção e Conservação de Bens Imóveis 37.602.000 37.602.000 37.602.000

Leia mais

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 1 Missão 2 Exercer o controle externo da administração pública municipal, contribuindo para o seu aperfeiçoamento, em benefício da sociedade. Visão Ser reconhecida

Leia mais

Desenvolvimento e Implantação do Criptossistema da Autoridade Certificadora Raiz da ICP-Brasil

Desenvolvimento e Implantação do Criptossistema da Autoridade Certificadora Raiz da ICP-Brasil Programa 1109 Massificação da Certificação Digital ICP-Brasil Ações Orçamentárias Número de Ações 18 72640000 Produto: Sistema implantado Desenvolvimento e Implantação do Criptossistema da Autoridade Certificadora

Leia mais

Congresso Pernambucano de Municípios

Congresso Pernambucano de Municípios Congresso Pernambucano de Municípios O desenvolvimento dos municípios sustenta o crescimento do Brasil. José Coimbra Patriota Filho Presidente da Amupe RPPS: Sustentabilidade e Compensação Previdenciária

Leia mais

33201 - Instituto Nacional do Seguro Social

33201 - Instituto Nacional do Seguro Social Quadro Síntese - Função, Subfunção e Programa Total Órgão Total Unidade Função Total Subfunção Total Programa Total 09. Previdência Social 5.338.121.201 122. Administração Geral 1.919.387.533 0083. Previdência

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2014

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2014 Programa 2123 - Programa de Gestão e Manutenção do Ministério do Esporte 00M1 - Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Tipo: Operações Especiais Número de Ações 11 Despesas

Leia mais

PREFEITURA DE XINGUARA

PREFEITURA DE XINGUARA 50/000-20 Anexo IV - Programas, Metas e Ações - (PPA Inicial) Página de 5 Programa: 000 AÇÃO LEGISLATIVA Manutenção da CMX através do apoio financeiro às atividades legislativas, custeio de despesas administrativas,

Leia mais

Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS

Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS Manuel Moreira Coordenador do PSGSS Benguela, 22 e 23 de Maio Agenda Objetivos Gerais Objectivos Estratégicos Estrutura do Projecto Inciativas

Leia mais

26255 - Faculdade de Odontologia de Diamantina

26255 - Faculdade de Odontologia de Diamantina 26255 - Faculdade de Odontologia de Diamantina Órgão : 26000 - Ministério da Educação Unidade: 26255 - Faculdade de Odontologia de Diamantina R$ 1,00 Quadro Síntese - Função, Subfunção e Programa Total

Leia mais

Unidade de Coordenação do PROFAZ/ES

Unidade de Coordenação do PROFAZ/ES Governo do Estado do Espírito Santo Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo Subsecretaria de Estado da Receita Subsecretária do Tesouro Estadual Subsecretário de Estado para Assuntos Administrativos

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Lei nº 7.915, de 08 de janeiro de 2001. Altera o texto da Lei nº 7.893, de 19 de dezembro de 2000 e seus anexos, que estima a receita e fixa a despesa do Estado do Rio Grande do Norte para o exercício

Leia mais

EVENTOS. Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania

EVENTOS. Caravana da Inclusão, Acessibilidade e Cidadania A União dos Vereadores do Estado de São Paulo UVESP, desde 1977 (há 38 anos) promove parceria com o Poder Legislativo para torná-lo cada vez mais forte, através de várias ações de capacitação e auxílio

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

Esfera: 10 Função: 04 - Administração Subfunção: 122 - Administração Geral UO: 20204 - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação - ITI

Esfera: 10 Função: 04 - Administração Subfunção: 122 - Administração Geral UO: 20204 - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação - ITI Programa 1109 Massificação da Certificação Digital ICP-Brasil Numero de Ações 14 Ações Orçamentárias 09HB Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência dos

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Reestrutura as unidades vinculadas à Secretaria de Tecnologia da Informação SETIN do Tribunal Superior do Trabalho.

Leia mais

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA Legislação: Lei nº 15.506, de 31 de julho de 1991; Decreto nº 15.813, de 24 de abril de 1992; Lei nº 15.738, de

Leia mais

2004 - Assistência Médica e Odontológica aos Servidores Civis, Empregados, Militares e seus Dependentes

2004 - Assistência Médica e Odontológica aos Servidores Civis, Empregados, Militares e seus Dependentes Programa 2123 - Programa de Gestão e Manutenção do Ministério do Esporte Número de Ações 10 Tipo: Operações Especiais 09HB - Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime

Leia mais

Finalidade Proporcionar aos servidores, empregados, seus dependentes e pensionistas condições para manutenção da saúde física e mental.

Finalidade Proporcionar aos servidores, empregados, seus dependentes e pensionistas condições para manutenção da saúde física e mental. Programa 0390 Metrologia, Qualidade e Avaliação da Conformidade Numero de Ações 13 Ações Orçamentárias 09HB Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do Regime de Previdência

Leia mais

(P) 01.032.0256.1389 Projeto de Modernização do Controle Externo - PROMOEX. (P) 01.032.0256.2742 Reforma de Instalações Físicas do Tribunal de Contas

(P) 01.032.0256.1389 Projeto de Modernização do Controle Externo - PROMOEX. (P) 01.032.0256.2742 Reforma de Instalações Físicas do Tribunal de Contas DETALHAMENTO DAS DESPESAS POR ELEMENTO EXERCÍCIO 211 2 2 Tribunal de Contas - Administração Direta R$1, (P) 1.32.256.1389 Projeto de Modernização do Controle Externo - PROMOEX 1.12.87 1.12.87 3.3.9.39

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas

Realizar pesquisas de satisfação da comunidade frente aos serviços prestados e torná-las públicas PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE GESTÃO PÚBLICA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que em 2020 Santa Maria seja um município que preste Serviços de Qualidade a seus cidadãos, com base

Leia mais

DEMANDA POR RECURSOS HUMANOS NO GOVERNO DO RIO DE JANEIRO

DEMANDA POR RECURSOS HUMANOS NO GOVERNO DO RIO DE JANEIRO WORKSHOP FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PARA O ESTADO DO RIO DE JANEIRO DEMANDA POR RECURSOS HUMANOS NO GOVERNO DO RIO DE JANEIRO GOVERNO ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO A NOVA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

IFTM - PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA - 2012

IFTM - PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA - 2012 MEC/INSTITUTO FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO - PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA - 2012 Programa: 2031 - Educação Profissional e Tecnológica Ação: 20RL - Funcionamento das Instituições Federais de Educação Profissional

Leia mais

Ação Medida Meta Física Orçamento - 11/2013

Ação Medida Meta Física Orçamento - 11/2013 U n id a d e 0 0 0 9 Ação Medida Meta Física Orçamento - 11/2013 Cod Título Prioritária Unidade Sigla Planejada Executada Orç. Inicial Alterações Autorizado Empenhado Liquidado Pago Saldo E/A L/A L/P 2

Leia mais

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012 Programa 2115 - Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Saúde 0110 - Contribuição à Previdência Privada Tipo: Operações Especiais Número de Ações 78 Assegurar às autarquias, fundações, empresas

Leia mais

Implantação do Sistema de Divulgação de Melhores Práticas de Gestão na Administração Pública

Implantação do Sistema de Divulgação de Melhores Práticas de Gestão na Administração Pública Ministério do Planejamento, Orçamento e Programa 0792 GESTÃO PÚBLICA EMPREENDEDORA Objetivo Promover a transformação da gestão pública para ampliar os resultados para o cidadão e reduzir custos. Indicador(es)

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS AÇÕES EM 2014 E PROPOSTAS PARA 2015 PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO-PROAD. Realizado. Realizado. Realizado.

AVALIAÇÃO DAS AÇÕES EM 2014 E PROPOSTAS PARA 2015 PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO-PROAD. Realizado. Realizado. Realizado. PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO-PROAD, DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO-DA, DEPARTAMENTO DE MATERIAL E PATRIMÔNIO- DEMAP, DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E FINANÇAS-DECOFIN, PREFEITURA DO CAMPUS ITAPERI, COORDENADORIA

Leia mais

EMPRESAS OU PESSOAS FÍSICAS, CUSTEANDO OS PARTICIPANTES COM PASSAGENS, DIÁRIAS, ALIMENTAÇÃO E HOSPEDAGEM.

EMPRESAS OU PESSOAS FÍSICAS, CUSTEANDO OS PARTICIPANTES COM PASSAGENS, DIÁRIAS, ALIMENTAÇÃO E HOSPEDAGEM. Objetivo: PROVER OS ÓRGÃOS DO PODER JUDICIÁRIO ESTADUAL DE MEIOS ADMINISTRATIVOS PARA IMPLEMENTAÇÃO E GESTÃO DE SEUS PROGRAMAS FINALÍSTICOS. Justificativa: VIABILIZAR CONDIÇÕES ADMINISTRATIVAS ADEQUADAS

Leia mais

Fortalecer a Sociedade e Promover o Desenvolvimento SECRETARIA DO PLANEJAMENTO -SPG

Fortalecer a Sociedade e Promover o Desenvolvimento SECRETARIA DO PLANEJAMENTO -SPG MODELO DE GESTÃO PÚBLICA PARTICIPATIVA DESCENTRALIZAÇÃO AÇÃO E REGIONALIZAÇÃO AÇÃO Fortalecer a Sociedade e Promover o Desenvolvimento Santa Catarina em dados Superfície: 95.346,2 km2 População....5.774.178

Leia mais

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO

RESUMO DOS PROGRAMAS POR TIPO Tipo: 1 - Finalístico Programa: 5140 - ESPAÇO ABERTO Objetivo: PROMOVER A INTEGRAÇÃO ENTRE O PODER PÚBLICO MUNICIPAL E OS MUNÍCIPES EM CONJUNTO COM OS DEMAIS ORGÃOS QUE COMPÕE A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.

Leia mais

CFIAe. CFIAe:Um sonho, um ideal, uma moradia digna 1

CFIAe. CFIAe:Um sonho, um ideal, uma moradia digna 1 CFIAe 1 SUMÁRIO I CATEGORIA E FINALIDADE DA CFIAe 3 II MISSÃO DA CFIAe 3 III VISÃO DE FUTURO 3 IV VALORES 4 V PRODUTOS CFIAe 5 VI BENEFICIÁRIOS CFIAe 5 VII FACILIDADES ENCONTRADAS NO SITE CFIAe 6 VIII

Leia mais

Proposta Orçamentária

Proposta Orçamentária Proposta Orçamentária Código Título da Unidade Limite Despesa Saldo 26268 Fundação Universidade Federal de Rondônia 104.468.068 104.468.068 0 Total Geral: 104.468.068 104.468.068 0 SIMEC- Sistema Integrado

Leia mais

Detalhamento da Implementação Concessão de Empréstimos, ressarcimento dos valores com juros e correção monetária. Localizador (es) 0001 - Nacional

Detalhamento da Implementação Concessão de Empréstimos, ressarcimento dos valores com juros e correção monetária. Localizador (es) 0001 - Nacional Programa 2115 - Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Saúde 0110 - Contribuição à Previdência Privada Tipo: Operações Especiais Número de Ações 51 Pagamento da participação da patrocinadora

Leia mais

III Seminário de Gestão e. Arrecadação Municipal

III Seminário de Gestão e. Arrecadação Municipal III Seminário de Gestão e iza Arrecadação Municipal Modernização dos Instrumentos de Arrecadação Fontes de Financiamento para Fazendas Públicas Municipais. Temas abordados no evento: 1. Alternativas de

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o Planejamento Estratégico de TIC no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário Planejamento

Leia mais

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 100 - ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS O Programa Escola do Legislativo tem como objetivo principal oferecer suporte conceitual de natureza técnico-científica

Leia mais

Software Livre. Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe

Software Livre. Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe Software Livre Governo do Estado de Sergipe Apresentação AGETIS Situação Encontrada e Motivação SL no Governo de Sergipe Decisão Governamental Decreto 23.706 de 10 de Março de 2006 Projetos Conclusão AGETIS

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software

Processo de Desenvolvimento de Software Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais Processo de Desenvolvimento de Software Sumário 1 Introdução... 03 2 Políticas do Documento de Processo de Desenvolvimento de Software... 04

Leia mais

Carlos Pimenta carloscp@iadb.org Abril 2014

Carlos Pimenta carloscp@iadb.org Abril 2014 SIAF, Tesouro e Contabilidade: a chave para a Transparência e a Credibilidade Financeira Carlos Pimenta carloscp@iadb.org Abril 2014 Princípios Gerais e Conteúdo Mudança de paradigma em Gestão Financeira

Leia mais

Entenda o PNAFM MAXCITY / UNYLEYA. Melhores Cidades

Entenda o PNAFM MAXCITY / UNYLEYA. Melhores Cidades Entenda o PNAFM MAXCITY / UNYLEYA Melhores Cidades MAXCITY Consultoria nasceu com o objetivo de ajudar as Prefeituras a: Captarem recursos junto ao BID. Sugerir, criar e viabilizar projetos de investimentos.

Leia mais

REGIMENTO INTERNO COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA E INFORMÁTICA EM SAÚDE (CTIS)

REGIMENTO INTERNO COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA E INFORMÁTICA EM SAÚDE (CTIS) Página 1 de 12 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA E INFORMÁTICA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA E INFORMÁTICA

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

Governo do Estado do Ceará

Governo do Estado do Ceará Governo do Estado do Ceará Lúcio Gonçalo de Alcântara Governador Francisco Queiroz Maia Júnior Vice-Governador Carlos Mauro Benevides Filho Secretário da Administração Paulo Alcântara Saraiva Leão Diretor-Presidente

Leia mais

26208 - Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás

26208 - Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás 26208 - Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás Órgão : 26000 - Ministério da Educação Unidade: 26208 - Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás R$ 1,00 Quadro Síntese - Função, Subfunção

Leia mais

Objetivos. PDI - Plano Diretor de Informática. O que é? Como é feito? Quanto dura sua elaboração? Impactos da não execução do PDI

Objetivos. PDI - Plano Diretor de Informática. O que é? Como é feito? Quanto dura sua elaboração? Impactos da não execução do PDI Objetivos Assegurar que os esforços despendidos na área de informática sejam consistentes com as estratégias, políticas e objetivos da organização como um todo; Proporcionar uma estrutura de serviços na

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

Secretaria de Gestão

Secretaria de Gestão Secretaria de Gestão A Prefeitura Municipal de Salvador enfrentou alguns desafios no início da gestão Foram identificados muitos problemas relacionados aos principais aspectos para uma gestão profissional

Leia mais

Planejamento Estratégico 2011 para implementação de Software Livre

Planejamento Estratégico 2011 para implementação de Software Livre Planejamento Estratégico 2011 para implementação de Software Livre FÓRUM DE SOFTWARE LIVRE - 2010 Valdir Barbosa Agenda Plano estratégico 2011 para uso de Software Livre Diretrizes Objetivos e indicadores

Leia mais

:::Conselho Superior de Tecnologia da Informação

:::Conselho Superior de Tecnologia da Informação :::Governo do Estado do Ceará Lúcio Gonçalo de Alcântara Governador Francisco de Queiroz Maia Júnior Vice-Governador Carlos Mauro Benevides Filho Secretário da Administração Paulo Alcântara Saraiva Leão

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTADAS

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTADAS ANEXO I METAS E PRIORIDADES ÓRGÃOS, PROGRAMAS, OBJETIVOS E METAS 01 PROGRAMA: ATUAÇÃO LEGISLATIVA CÂMARA MUNICIPAL DE MONTADAS Fortalecer a democracia e garantir as ações legislativas MUNICÍPIO Manutenção

Leia mais

49201 - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra

49201 - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra 49201 - Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra Quadro Síntese - Função, Subfunção e Programa Total Órgão Total Unidade Função Total Subfunção Total Programa Total 09. Previdência

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DA POLÍTICA ESTADUAL DE APOIO AO COOPERATIVISMO

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE CAPÍTULO I DA POLÍTICA ESTADUAL DE APOIO AO COOPERATIVISMO LEI N. 1.598, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2004 Institui a Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado do Acre decreta

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

0046 - Transferência da Cota-Parte dos Estados e DF Exportadores na Arrecadação do IPI (CF, Art. 159)

0046 - Transferência da Cota-Parte dos Estados e DF Exportadores na Arrecadação do IPI (CF, Art. 159) Programa 0903 - Operações Especiais: Transferências Constitucionais e as Decorrentes de Legislação Específica Número de Ações 22 0044 - Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal - FPE (CF,

Leia mais

DECRETO Nº XX.XXX, DE XX DE XXXXXXXXXXXX DE 2009.

DECRETO Nº XX.XXX, DE XX DE XXXXXXXXXXXX DE 2009. DECRETO Nº XX.XXX, DE XX DE XXXXXXXXXXXX DE 2009. Institui a Política de Tecnologia da Informação e Comunicação no Governo do Estado do Piauí, cria o Sistema de Governança de Tecnologia da Informação e

Leia mais

Software Livre no Serpro

Software Livre no Serpro Software Livre no SERPRO Apresentador:Sérgio Rosa Diretor 02/03/05 Agenda O SERPRO Fatores Críticos de Sucesso Papel do SERPRO Software Livre no SERPRO Resultados Alcançados Conclusões Empresa Pública

Leia mais

Você pode não perceber, mas nós estamos sempre presentes

Você pode não perceber, mas nós estamos sempre presentes Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina Você pode não perceber, mas nós estamos sempre presentes Missão Marco Legal Atuação do CIASC Sistemas Data Center Rede Governo Responsabilidade

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2013

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2013 Programa 2101 - Programa de Gestão e Manutenção da Presidência da República 0110 - Contribuição à Previdência Privada Tipo: Operações Especiais Número de Ações 121 Esfera: 10 - Orçamento Fiscal Função:

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS 43 Considerando os Objetivos Estratégicos, Indicadores e Metas, foram elaboradas para cada Objetivo, as Ações e indicados Projetos com uma concepção corporativa. O Plano Operacional possui um caráter sistêmico,

Leia mais

Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE

Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE ESPECIALISTA EM LICITAÇÕES PARA O

Leia mais

PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COOPE. www.ucp.fazenda.gov.br

PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COOPE. www.ucp.fazenda.gov.br COORDENAÇÃO-GERAL DE PROGRAMAS E PROJETOS DE COOPERAÇÃO COOPE www.ucp.fazenda.gov.br PROGRAMAS EM ANDAMENTO Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros - PNAFM

Leia mais

APRESENTAÇÃO(bis) EFOCOS ATUAIS 2º ENCONTRO DE FACILITADORES DE CAPACITAÇÃO DA USP

APRESENTAÇÃO(bis) EFOCOS ATUAIS 2º ENCONTRO DE FACILITADORES DE CAPACITAÇÃO DA USP APRESENTAÇÃO(bis) EFOCOS ATUAIS 2º ENCONTRO DE FACILITADORES DE CAPACITAÇÃO DA USP PROF. GUILHERME ARY PLONSKI- AGOSTO/2013 ROTEIRO 1. PROPOSIÇÃO A UNIVERSIDADE EM TRANSFORMAÇÃO ESCOLAUSP: MISSÃO E VISÃO

Leia mais

GASTOS PÚBLICOS NOS CENTROS ESPECIALIZADOS EM ODONTOLOGIA SITUADOS EM FORTALEZA-CEARÁ Cleonice Moreira Cordeiro 1

GASTOS PÚBLICOS NOS CENTROS ESPECIALIZADOS EM ODONTOLOGIA SITUADOS EM FORTALEZA-CEARÁ Cleonice Moreira Cordeiro 1 GASTOS PÚBLICOS NOS CENTROS ESPECIALIZADOS EM ODONTOLOGIA SITUADOS EM FORTALEZACEARÁ Cleonice Moreira Cordeiro 1 Introdução Vera Maria Câmara Coelho 2 O estudo analisou os gastos nos Centros Especializados

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Redes de Computadores MISSÃO DO CURSO Com a modernização tecnológica e com o surgimento destes novos serviços e produtos, fica clara a necessidade de profissionais

Leia mais

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância A Escola A ENAP pode contribuir bastante para enfrentar a agenda de desafios brasileiros, em que se destacam a questão da inclusão e a da consolidação da democracia. Profissionalizando servidores públicos

Leia mais

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Curso de Prefeitos Eleitos 2013 a 2016 ARDOCE Missão Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA

REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA Art. 1º. A Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação SETIC é um Órgão Suplementar Superior

Leia mais

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI TCU - Ciclo de Palestras 2011 Papel da Alta Administração na Governança de TI Missão do CNJ O Conselho Nacional de Justiça tem o propósito de realizar a gestão estratégica e o controle administrativo do

Leia mais

PDI 2014/2017. Sistema de Bibliotecas do IFRS - SiBIFRS

PDI 2014/2017. Sistema de Bibliotecas do IFRS - SiBIFRS PDI 2014/2017 Sistema de Bibliotecas do IFRS - SiBIFRS O Sistema de Bibliotecas do IFRS (SiBIFRS) está em fase de estruturação. Atualmente ele é composto Grupos de Trabalho (GTs) pelas doze Bibliotecas

Leia mais

A Modernização do Judiciário e a Implantação do Processo Eletrônico

A Modernização do Judiciário e a Implantação do Processo Eletrônico A Modernização do Judiciário e a Implantação do Processo Eletrônico - Estado de São Paulo: - 41.055.734 habitantes - 645 municípios - 35% do PIB do país - 22% da população do país Tribunal de Justiça de

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC Incentivar a inovação em processos funcionais Aprendizagem e conhecimento Adotar práticas de gestão participativa para garantir maior envolvimento e adoção de soluções de TI e processos funcionais. Promover

Leia mais

Ensino Superior NOVA MISSÃO. Ensino Básico

Ensino Superior NOVA MISSÃO. Ensino Básico Ensino Superior NOVA MISSÃO Ensino Básico NOVA MISSÃO: APOIO À FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS PARA O DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL, CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO PAÍS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS: Fortalecimento da

Leia mais

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA - 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVOS 2. CENÁRIO ATUAL DE TI 2.1. AVALIAÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CENÁRIO

Leia mais

OBJETIVO ESTRATÉGICO 1: Atender às novas demandas corporativas da UERJ e otimizar as soluções já implementadas, de acordo com a missão da Diretoria.

OBJETIVO ESTRATÉGICO 1: Atender às novas demandas corporativas da UERJ e otimizar as soluções já implementadas, de acordo com a missão da Diretoria. DINFO - DIRETORIA DE INFORMÁTICA MISSÃO DA UNIDADE: Gerir a tecnologia da informação na Universidade através do desenvolvimento de novos sistemas corporativos, da manutenção da infra-estrutura das redes

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

306 Cota-Parte do Imposto sobre Exportação de Produtos Industrializados Devida aos Municípios - exerc ant

306 Cota-Parte do Imposto sobre Exportação de Produtos Industrializados Devida aos Municípios - exerc ant ANEXO II - A CLASSIFICAÇÃO DAS S DE RECURSOS (ordenada Siplan) 00 (1) 100 (1) Recursos Ordinários não Vinculados do Tesouro 300 (1) Recursos Ordinários não Vinculados do Tesouro - exerc ant 01 (1) 100

Leia mais

servidores não tem hábitos de práticar execícios regularmente. Ações Justificativa Tarefas Valor Unitário Valor Total

servidores não tem hábitos de práticar execícios regularmente. Ações Justificativa Tarefas Valor Unitário Valor Total MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS CAMPUS SÃO GABRIEL DA CACHOEIRA 1.Perspectiva Desenvolvimento de

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2014

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2014 Programa 2114 - Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Previdência Social Número de Ações 27 00M1 - Benefícios Assistenciais decorrentes do Auxílio-Funeral e Natalidade Tipo: Operações Especiais

Leia mais

Software Livre e proprietário: Coexistência de diferentes formas de Licenciamento, interoperabilidade e eficiência na inclusão digital e social.

Software Livre e proprietário: Coexistência de diferentes formas de Licenciamento, interoperabilidade e eficiência na inclusão digital e social. Software Livre e proprietário: Coexistência de diferentes formas de Licenciamento, interoperabilidade e eficiência na inclusão digital e social. Palestrante: Paulo Cesar Alves 19/09/2005 Agenda Formulação

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei. (*) Os textos contidos nesta base de dados têm caráter meramente informativo. Somente os publicados no Diário Oficial estão aptos à produção de efeitos legais. LEI Nº 3.545, DE 17 DE JULHO DE 2008. Publicada

Leia mais

PODER EXECUTIVO ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL

PODER EXECUTIVO ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL ANEXO I ATRIBUIÇÕES DO CARGO DE ESPECIALISTA EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL a) formulação, implantação e avaliação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sócio-econômico e

Leia mais

Secretarias, competências e horários de funcionamento. Secretaria de Administração, Planejamento e Gestão

Secretarias, competências e horários de funcionamento. Secretaria de Administração, Planejamento e Gestão Secretarias, competências e horários de funcionamento Secretaria de Administração, Planejamento e Gestão (Horário de funcionamento: das 07:00 as 13:00 horas) I - recebimento e processamento de reclamações,

Leia mais

II Workshop Regional Latinoamericano FLOSSWorld. Buenos Aires, 30 de novembro e 1 1 de dezembro de 2006

II Workshop Regional Latinoamericano FLOSSWorld. Buenos Aires, 30 de novembro e 1 1 de dezembro de 2006 II Workshop Regional Latinoamericano FLOSSWorld Buenos Aires, 30 de novembro e 1 1 de dezembro de 2006 Forte política tecnológica que prioriza o software livre como opção estratégica em busca da: 1. redução

Leia mais

XII Congresso Catarinense de Municípios

XII Congresso Catarinense de Municípios XII Congresso Catarinense de Municípios Linha de Financiamento para Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos - BNDES PMAT e BNDES PMAT Automático O que é o PMAT?

Leia mais

MUNICÍPIO DE PIRACICABA - SP

MUNICÍPIO DE PIRACICABA - SP ANEXO III - DESCRIÇÃO DOS ES E METAS DOS S GOVERNAMENTAIS 02-ALTERACAO SUB 121-PLANEJAMENTO E ORCAMENTO AÇÃO 18 0005-ASSISTENCIA FINANCEIRA DE MODERNIZAÇÃO FISCAL PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS

Leia mais

10FL - Ampliação e Modernização da Estrutura de Informática do Ministério do Meio Ambiente. Unidade de Medida:

10FL - Ampliação e Modernização da Estrutura de Informática do Ministério do Meio Ambiente. Unidade de Medida: Programa 2124 - Programa de Gestão e Manutenção do Ministério do Meio Ambiente Número de Ações 67 Tipo: Operações Especiais 09HB - Contribuição da União, de suas Autarquias e Fundações para o Custeio do

Leia mais

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional.

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Tema 1: Eficiência Operacional Buscar a excelência na gestão de custos operacionais. Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Agilizar

Leia mais

DECRETO Nº 14.407 DE 09 DE ABRIL DE 2013. Aprova o Regulamento do Sistema Financeiro e de Contabilidade do Estado, e dá outras providências.

DECRETO Nº 14.407 DE 09 DE ABRIL DE 2013. Aprova o Regulamento do Sistema Financeiro e de Contabilidade do Estado, e dá outras providências. DECRETO Nº 14.407 DE 09 DE ABRIL DE 2013 Aprova o Regulamento do Sistema Financeiro e de Contabilidade do Estado, e dá outras providências. (Publicado no DOE de 10 de abril de 2013) O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PERÍODO 2012 A 2016 MANAUS/AM VERSÃO 1.0 1 Equipe de Elaboração João Luiz Cavalcante Ferreira Representante da Carlos Tiago Garantizado Representante

Leia mais

EDUARDO TADEU SAGGIORATO Gerente de Negócios e Operações NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público 21.02.2013

EDUARDO TADEU SAGGIORATO Gerente de Negócios e Operações NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público 21.02.2013 EDUARDO TADEU SAGGIORATO Gerente de Negócios e Operações NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público 21.02.2013 QUEM SOMOS Legal Instituição Financeira do Estado de São Paulo, vinculada a Secretaria

Leia mais

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus PERSPECTIVA OBJETIVO INDICADOR META RESULTADOS INSTITUCIONAIS 1 Nº de cursos técnicos e superiores, articulados com os arranjos produtivos locais por Campus; 2 Oferta de cursos técnicos e superiores por

Leia mais

O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável.

O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável. INOVAR PARA CRESCER O QUE FAZEMOS? Mais do que financiar empresas ajudamos a transformar grandes ideias em negócios ainda mais rentáveis, oferecendo crédito sustentável. Além disso, damos todo suporte

Leia mais

, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO , SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N o 27/2013 Aprova o Orçamento Interno da Universidade Federal da Paraíba, para o exercício financeiro de 2013.

Leia mais

Ministério da Previdência Social Redução de Gastos Julho - 2015 DESPESA 2012 2013 2014 2015 2016 DATAPREV DESPESA 2012 2013 2014 EXEC 1º SEM PROJEÇÃO Diárias e Passagens 562.609.894 587.443.620 609.750.166

Leia mais

DIAGNÓSTICO GERAL DAS ADMINISTRAÇÕES PÚBLICAS ESTADUAIS PESQUISA PNAGE

DIAGNÓSTICO GERAL DAS ADMINISTRAÇÕES PÚBLICAS ESTADUAIS PESQUISA PNAGE DIAGNÓSTICO GERAL DAS ADMINISTRAÇÕES PÚBLICAS ESTADUAIS PESQUISA PNAGE Fernando Luiz Abrucio DIMENSÃO DO ESTADO Principais Problemas Precariedade das informações Falta de Bancos de Dados compartilhados

Leia mais