Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes E-mail: rxbrito@gmail."

Transcrição

1 Um pouco da história Faculdade Instituto Educare - FIED Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Linguagem de Programação I Prof.: Rhyan Ximenes Introdução a Linguagem Java Java foi criado em 1991 por James Gosling da Sun Microsystems. Inicialmente chamada OAK(Carvalho), em homenagem à uma árvore de janela do Gosling, seu nome foi mudado para Javadevido a existência de uma linguagem com o nome OAK. A motivação original do Java era a necessidade de uma linguagem independente de plataforma que podia ser utilizada em vários produtos eletrônicos, tais como torradeiras e refrigeradores. Um dos primeiros projetos desenvolvidos utilizando Java era um controle remoto pessoal chamado *7 (Star Seven). Ao mesmo tempo, a World Wide Web e a Internet foram ganhando popularidade. Gosling achava que a linguagem Java poderia ser usada para programação da Internet. O que é uma tecnologia JAVA? Uma linguagem de programação e como linguagem de programação, Java pode ser utilizado para criar todos os tipos de aplicações existentes, de programas de Inteligência Artificial para Robôs até programas para aparelhos celulares. Um ambiente de desenvolvimento Como ambiente de desenvolvimento, a tecnologia Java fornece um grande conjunto de ferramentas: um compilador, um interpretador, um gerador de documentação, ferramenta de empacotamento de classes de arquivos e outros. Um ambiente de aplicação Aplicações de tecnologia Java são tipicamente programas de propósito geral que executam sobre uma máquina onde o Java Runtime Environment é instalado. Um ambiente de distribuição Há dois ambientes de distribuição principais: Primeiro, o JRE, fornecido através do Java 2 Software Development Kit (SDK), contém um conjunto completo de arquivos de classes para todos pacotes de tecnologia Java. Outro ambiente de distribuição é o navegador web, ou seja, o browser. Os navegadores web atuais fornecem interpretação à tecnologia e ambiente Java em tempo de execução. Algumas Características do JAVA Máquina Virtual Java A Máquina Virtual Java é uma máquina imaginária que é implementada através de um software emulador em uma máquina real. A JVM provê especificações de plataforma de hardware na qual compila- se todo código de tecnologia Java. Essas especificações permitem que o software Java seja uma plataforma independente pois a compilação é feita por uma máquina genéricaconhecida como JVM. O bytecode é uma linguagem de máquina especial que pode ser entendida pela Máquina Virtual Java (JVM). O bytecode é independente de qualquer hardware de computador particular. Assim, qualquer computador com o interpretador Java pode executar um programa Java compilado, não importando em que tipo de computador o programa foi compilado. Garbage Collection Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 1

2 Muitas linguagens de programação permitem ao programador alocar memória durante o tempo de execução. Entretanto, após utilizar a memória alocada, deve existir uma maneira para desalocar o bloco de memória de forma que os demais programas a utilizem novamente. Em C, C++ e outras linguagens o programador é o responsável por isso. Isso, às vezes, pode ser difícil já que instâncias podem ser esquecidas de serem desalocadas da memória pelos programadores e resultar no que chamamos de escapes da memória. Em Java, o programador não possui a obrigação da retirar uma variável criada das áreas de memória, isto é feito por uma parte da JVM específica que chamamos de Garbage Collection. O Garbage Collection é o grande responsável pela liberação automática do espaço em memória. Isso acontece automaticamente durante o tempo de vida do programa Java. Segurança de código Segurança do Código é alcançada em Java através da implementação da Java Runtime Environment (JRE). A JRE roda códigos compilados para a JVM e executa o carregamento de classes (através do Class Loader), verificação de código (através do verificador de bytecode) e finalmente o código executável. O Class Loader é responsável por carregar todas as classes necessárias ao programa Java. Isso adiciona segurança através da separação do namespace entre as classes do sistema de arquivos local e aquelas que são importadas pela rede. Isso limita qualquer ação de programas que podem causar danos, pois as classes locais são carregadas primeiro. Depois de carregar todas as classes, a quantidade de memória que o executável irá ocupar é determinada. Isto acrescenta, novamente, uma proteção ao acesso não autorizado de áreas restritas ao código pois a quantidade de memória ocupada é determinada em tempo de execução. Após carregar as classes e definir a quantidade de memória, o verificador de bytecode verifica o formato dos fragmentos de código e pesquisa nestes fragmentos por códigos ilegais que possam violar o direito de acesso aos objetos. Depois que tudo isso tiver sido feito, o código é finalmente executado. Fases do Java programa A figura seguinte descreve o processo de compilação e execução de um programa Java. O primeiro passo para a criação de um programa Java é escrever os programas em um editor de texto. Exemplos de editores de texto que podem ser utilizados: bloco de notas, vi, emacs, etc.esses arquivos são armazenados no disco rígido com a extensão.java. Após o programa Java ter sido criado e salvo, compile o programa utilizando o Compilador Java. A saída desse processo é um arquivo de bytecode com extensão.class. O arquivo.class é então lido pelo Interpretador Java que converte os bytecodes em linguagem de máquina do computador que se está usando. Erros Ocasionalmente encontramos erros durante esse processo. Como mencionamos antes, há dois tipos de erros: o primeiro pode ocorrer durante a compilação, chamado de erro de sintaxe, o segundo pode ocorrer durante a execução, chamado runtime error. Erros de Sintaxe Os erros de sintaxe normalmente são erros de digitação, ocasionados pelo programador que pode ter se equivocado e digitar uma instrução errada, ou por esquecimento de alguma parte da instrução, por exemplo, um ponto e vírgula. O Compilador tenta isolar o erro exibindo a linha de Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 2

3 instrução e Mostrando o primeiro caractere incorreto naquela linha, entretanto, um erro pode não estar exatamente neste ponto. Outros erros comuns são a troca de letras, troca de letras maiúscula por minúscula (a linguagem Java é completamente case-sensitive, ou seja, o caractere "a" é completamente diferente do caractere "A". 1. Java: Características Básicas Resumidamente... É uma linguagem de programação orientada a objetos; Foi desenvolvida pela SUN, atualmente pertence a Oracle; O objetivo era manter o poder computacional de C++, agregando características de segurança, robusteza e portabilidade. Ambiente de Desenvolvimento Java: JVM + Garbage Collector. JVM (Java Virtual Machine): É a máquina virtual Java. Um código a ser executado por essa máquina deve ser gravado em um arquivo com extensão.class. e possuir um código compatível com as instruções Java. JRE- Contém tudo aquilo que um usuário comum precisa para executar uma aplicação Java. JVM+Bibliotecas. JDK O Java Development Kit é composto pelo JRE e um conjunto de ferramentas úteis ao desenvolvedor Java. Para um programa Java ser executado, ele precisa passar pelo processo mostrado abaixo: Programa Fonte Java (.java) Compilador Java (javac) Byte-codes (arquivo.class) Execução Java Virtual Machine Garbage Collector: é um mecanismo de controle automático de alocação e liberação de memória. 2. A Estrutura de um Programa Java O formato básico para escrita de códigos Java é como a seguir: 1. // Comentários 2. /* Também comentários*/ 3. public class ExemploPrograma // O método main sempre deve estar presente Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 3

4 6. public static void main(string args[]) // aqui virão os comandos do seu programa Java Observações a) Java é case-sensitive, ou seja, distingue letras maiúsculas de minúsculas. b) O arquivo que contém o código Java deve ser salvo com o nome que aparece após a declaração public class (linha 3) com a extensão.java. Ex.: Programa.java c) Os símbolos e são usados como delimitadores de bloco Exemplo: Primeiro Programa em Java /* Primeiro programa imprimir uma mensagem qualquer */ public class HelloWord public static void main(string args[]) System.out.println("Olá mundo!"); 3. Variáveis Sintaxe da Declaração de Variáveis: <Tipo> <Identificador>; ou Exemplos <Tipo> <Identificador1, Identificador2,...>; int x; float y; String nome, sobrenome; char sexo; byte b; double z; long r; Boolean b; Alguns dos principais tipos primitivos fornecidos por Java são listados na tabela abaixo: Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 4

5 Tipo Descrição Exemplos de Valores Possíveis boolean Valores lógicos true ou false char Caracteres a, b, 1, %,... Int Valores inteiros 1, 34, -1245, , 0,... Float Valore reais 1.2, , -4.0,... Obs.: String Cadeias de caracteres casa, , R$22,56, Exemplo: Programa para retornar a média de trê valores do tipo inteiro. public class MediaAritmetica public static void main(string[] args) int a, b, c; a = 1; b = 2; c = 3; double m = (a + b + c) / 3; System.out.println("A média é" + m); Exercícios 1) Faça um programa em Java que receba dois números inteiros e retorne o maior e o menor nessa ordem. 2) Faça um programa em Java que receba três valores inteiros e imprima a soma desses valores. 3) Faça um programa em Java que receba dois valores inteiros e verifique se o primeiro é divisível pelo segundo. Obs.: O mod no Java é o %. 4) Faça um programa em Java que receba quatro notas e retorne sua média aritmética. 5) Faça um programa em Java que receba um nome e uma idade e imprima-os na tela. 6) Faça um programa em Java que receba três notas e seus pesos e calcule a média ponderadas dos mesmos. MP: n1*p1+n2*p2+n3*p1 p1+p2+p3 7) Faça um programa em Java que receba um nome, idade e três notas e retorne o nome a idade e a média aritmética. 8) Faça um programa em Java que receba dois valores inteiros e troque-os de variáveis. 4. Operadores a) Operadores Aritméticos Os principais operadores aritméticos estão listados na tabela abaixo: Operador Descrição + Adição - Subtração * Multiplicação Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 5

6 / Divisão % Resto da divisão inteira Existem outros operadores aritméticos que podem ser usados para facilitar a programação: Operação a++ ou ++a a-- ou --a a+=b a-=b a*=b a/=b...é equivalente a... a=a+1 a=a-1 a=a+b a=a-b a=a*b a=a/b b) Operadores Relacionais São usados para fazer comparações entre valores. Os operadores relacionais estão listados na tabela abaixo: Operador Descrição > Maior que >= Maior ou igual a < Menor que <= Menor ou igual a == Igual!= Diferente c) Operadores Lógicos São usados para permitir a representação de expressões lógicas (boolenanas) que podem ser usadas em estruturas de seleção e/ou repetição. Os operadores lógicoss estão listados na tabela abaixo: Operador && And Or! Not Descrição d) Operador de Concatenação Em Java, ocorre o que chamamos de sobrecarga de operadores, ou seja, um operador é usado para mais de um fim. Por exemplo, o operador + pode ser usado para somar valores, ou para concatenar strings. Exemplo: o seguinte trecho de código Java imprime na tela a palavra televisão : String a,b,c; a = Tele ; b = visão ; Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 6

7 c = a + b; System.ou.print(c); Diferentemente de outras linguagens, em Java String é um tipo de dados especial (classe) ao invés de um tipo primitivo. Por isso existem algumas métodos úteis usados para a manipulação de strings: Método Descrição Exemplo CharAt Acessa um caracter individualmente //Imprime o terceiro caracter de str String str;... System.out.print(str.charAt(2)); substring Length Extrai uma substring da string original Obtém o tamanho (Nº de caracteres) da string //Imprime a palavra para String str= parachoque ;... System.out.print(str.substring(0,4)); //Imprime o tamanho de str String str;... System.out.print(str.length()); Obs1: O método charat recebe como parâmetro o índice do caracter a ser extraído da string. Assim como em C/C++, o índice do primeiro caracter é 0 e não 1. Obs2:O método substring recebe dois valore como parâmetro. O primeiro valor indica o índice do primeiro caracter da substring a ser extraída. O segundo parâmetro indica o tamanho da substring. Exercícios 1) Faça um programa em Java para testar se um número é par ou ímpar. 2) Faça um programa em Java para imprimir se um triângulo é equilátero (3 lados iguais), isósceles (2 lados iguais) ou escaleno (3 lados diferentes). Os tamanho dos lados devem ser dados. 3) Faça um programa em Java para calcular e imprimir a área de um triângulo, dados a base e a altura do mesmo. 4) Faça um programa em Java para calcular a(s) raiz(es) de uma equação do segundo grau (ax 2 + bx + c), se elas existirem. Os valores de a, b e c devem ser dados. 5) Faça um programa em Java para imprimir uma string de traz para frente. 6) Faça um programa em Java para testar se determinada string é substring de um outra string dada. 7) Faça um programa em Java que calcule a hipotenusa de um triângulo retângulo. Dado os catetos a e b. 8) Faça um algoritmo que receba um nome e informe a quantidade de caracteres. Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 7

8 9) Faça um programa para calcular a área de um retângulo com base igual a 4 e altura igual a ) Faça um programa para calcular a área de um triângulo de base 8 e altura ) Faça um programa para calcular a sua idade. Obs.: idade = 2009 anodenascimento. 12-) Faça um programa para calcular o seu gasto mensal e semestral, sabendo que: - Gasto com educação = 100,00 - Gasto com diversão = 120,00 - Gasto com comida = 180,00 - Energia = 25,00 - Água = 10,00 13-) Faça um programa para ler e escrever o nome de uma pessoa. 14-) Faça um programa para ler 2 números e calcular a soma, subtração, divisão e multiplicação deles. 5. Estruturas de Controle 1. A sintaxe das estruturas de controle do Java é idêntica a sintaxe usada em C. 2. As principais estruturas de controle que Java fornece estão listadas a seguir. 1. if...else Sintaxe if (condição) comandos 1 else comandos 2 Exemplo public class exemplo static public void main(string[] args) int a, b; a=integer.parseint(args(0)); b=integer.parseint(args(1)); if (a > b) System.out.println(a + é maior do que + b); Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 8

9 else System.out.println(a + não é maior do que + b); Sintaxe 2. switch switch (variável) case (valor 1): comandos 1 case (valor 2): comandos 2... default: comandos Obs1: Assim como a cláusula else do if, a cláusula default é opcional e seus comandos só são executados caso a variável sendo avaliada não seja igual a nenhum dos valores especificados nos casos acima. Obs2: Só se pode passar como parâmetro do switch variáveis dos tipos inteiro ou character. Obs3: Os comandos break no final de cada bloco de comandos são necessários para que somente os comandos relacionados ao valor em questão sejam executados. Se não colocarmos break ao final de cada bloco de comandos, todos os comandos abaixo, incluindo os da cláusula default, se houver, serão executados também. Exemplo public class Exemplo public static void main(string[] args) int a; a=integer.parseint(args(0)); switch (a) case 1: System.out.println( Segunda-feira ); case 2: System.out.println( Terça-feira ); case 3: Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 9

10 System.out.println( Quarta-feira ); case 4: System.out.println( Quinta-feira ); case 5: System.out.println( Sexta-feira ); case 6: System.out.println( Sábado-feira ); case 7: System.out.println( Domingo ); default: System.out.println( Valor Inválido! ); Sintaxe 3. for for (var=inicio; var < final; var++) comandos Obs1: A variável var é chamada variável de controle e os valores que irá assumir são determinados pelos limites inicio e final. Os comandos serão executados com a variável var variando de inicio até final, sendo incrementada de 1 em 1. Obs2: Em uma segunda variação do for, os comandos são executados com a variável var variando de inicio até final, sendo decrementada de 1 em 1, onde inicio é maior do que final. for (var=inicio; var > final; var--) comandos Exemplo public class exemplo static public void main(string[] args) Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 10

11 int a, soma; for (a = 1; a < 10; a++) soma += a; System.out.println( A soma vale + soma); d) while Sintaxe while (condição) comandos Exemplo public class exemplo static public void main(string[] args) int a=1, soma; while (a < 10) soma += a; a++; System.out.println( A soma vale + soma); e) do while do while(condição) comandos Exemplo public class exemplo Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 11

12 static public void main(string[] args) int a=1, soma; do soma += a; a++; while (a < 10) System.out.println( A soma vale + soma); 6. Comando de Entrada de Dados Para ler valores do teclado é necessário importar a biblioteca de acesso aos dispositivos de Entrada/Saída do Java (java.io). É necessário criar dois objetos antes de iniciar a leitura. Eles servem para identificar o teclado e um buffer de dados para guardar os dados a serem lidos. Exemplo public class Teclado static public void main(string[] args) InputStreamReader tcl = new InputStreamReader(System.in); BufferedReader teclado = new BufferedReader(tcl); System.out.println("Digite algo: "); String s = teclado.readline(); System.out.println("Você digitou " + s); Exemplo completo: import java.io.bufferedreader; import java.io.inputstreamreader; import java.io.ioexception; class Teclado02 static public void main(string[] args) InputStreamReader tcl = new InputStreamReader(System.in); BufferedReader teclado = new BufferedReader(tcl); try System.out.println("Digite algo: "); String s = teclado.readline(); System.out.println("Você digitou " + s); catch(ioexception e)system.out.println("error"); Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 12

13 Exercício 1. Faça um programa em Java para testar se um número é par ou ímpar. 2. Faça um programa em Java para imprimir se um triângulo é eqüilátero (3 lados iguais), isósceles (2 lados iguais) ou escaleno (3 lados diferentes). Os tamanho dos lados devem ser dados. 3. Faça um programa em Java para calcular e imprimir a área de um triângulo, dados a base e a altura do mesmo. 4. Faça um programa em Java para calcular a(s) raiz(es) de uma equação do segundo grau (ax 2 + bx + c), se elas existirem. Os valores de a, b e c devem ser dados. 5. Faça um programa em Java para imprimir uma string de traz para frente. 6 Faça um programa em Java para testar se determinada string é substring de um outra string dada. 7. Faça um programa em Java utilizando comando de repetição for, para escrever a tabuada de Faça um programa em Java utilizando comando de repetição for, para escrever a tabuada de um número informado pelo usuário. 10. Faça um programa em Java utilizando o comando while, de forma que receberá 10 números informados pelo usuário e retorne a sua media aritmética. 11. Faça um programa em Java utilizando comando de repetição for, para escrever a tabuada de Faça um programa que verifique qual é o maior e o menor número entre dois digitados pelo usuário. 13. Faça um programa em Java que receba três números e diga qual é o maior e o menor entre eles. RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO PARCIAL 01 EM JAVA 1. Fazer um algoritmo que mostre se um número lido é par ou ímpar. Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 13

14 import java.util.scanner; public class ParImpar public static void main(string[] args) Scanner tcl = new Scanner(System.in); System.out.println("Digite um número"); int num = tcl.nextint(); if (num % 2 == 0) System.out.println("Número par"); else System.out.println("Número ímpar!"); 2. Fazer um algoritmo para ler 3 números e mostrá-los em ordem crescente e decrescente. import java.util.scanner; public class OrdenarNumeros public static void main(string[] args) Scanner tcl = new Scanner(System.in); System.out.println("Digite o 1º número"); int n1 = tcl.nextint(); System.out.println("Digite o 2º número"); int n2 = tcl.nextint(); System.out.println("Digite o 3º número"); int n3 = tcl.nextint(); if ((n1 > n2) && (n2 > n3)) System.out.println("ORDEM CRESCENTE " + n3 + ", " + n2 + "," + n1); System.out.println("ORDEM DECRESCENTE " + n1 + ", " + n2 + "," + n3); if ((n1 > n3) && (n3 > n2)) System.out.println("ORDEM CRESCENTE " + n2 + ", " + n3 + "," + n1); System.out.println("ORDEM DECRESCENTE " + n1 + ", " + n3 + "," + n2); if ((n2 > n1) && (n1 > n3)) System.out.println("ORDEM CRESCENTE " + n3 + ", " + n1 + "," + n2); System.out.println("ORDEM DECRESCENTE " + n2 + ", " + n1 + "," + n3); if ((n2 > n3) && (n3 > n1)) System.out.println("ORDEM CRESCENTE " + n1 + ", " + n3 + "," + n2); System.out.println("ORDEM DECRESCENTE " + n2 + ", " + n3 + "," + n1); if ((n3 > n1) && (n1 > n2)) System.out.println("ORDEM CRESCENTE " + n2 + ", " + n1 + "," + n3); System.out.println("ORDEM DECRESCENTE " + n3 + ", " + n1 + "," + n2); if ((n3 > n2) && (n2 > n1)) System.out.println("ORDEM CRESCENTE " + n1 + ", " + n2 + "," + n3); System.out.println("ORDEM DECRESCENTE " + n1 + ", " + n2 + "," + n3); Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 14

15 3. Fazer um algoritmo para ler duas notas, os pesos de cada nota e mostrar a média ponderada. (nota 1 * peso da nota 1) + (nota 2 * peso da nota 2) Cálculo da Média Ponderada = soma dos pesos import java.util.scanner; public class MediaPonderada public static void main(string[] args) Scanner tcl = new Scanner(System.in); System.out.println("digite a primeira nota"); double n1 = tcl.nextdouble(); System.out.println("digite a segunda nota"); double n2 = tcl.nextdouble(); System.out.println("digite o peso 1 da primeira nota"); double p1 = tcl.nextdouble(); System.out.println("digite o peso 2 da segunda nota"); double p2 = tcl.nextdouble(); double sp = p1+p2; double mp =(n1*p1+n2*p2)/sp; System.out.println("A média ponderada é = "+mp); 4. Fazer um algoritmo que leia três notas e mostre: a média das notas a situação final do aluno onde: Aprovado media > 7.0 prova final media > = 4.0 e media < 7.0 Reprovado media < 4.0 import java.util.scanner; public class MediaNotasAlunos public static void main(string[] args) Scanner tcl = new Scanner(System.in); System.out.println("digite a 1ª nota"); double n1 = tcl.nextdouble(); System.out.println("digite a 2ª nota"); double n2 = tcl.nextdouble(); System.out.println("digite a 3ª nota"); double n3 = tcl.nextdouble(); double m = (n1 + n2 + n3) / 3; if ((m > 7.0) && (m <= 10.0)) System.out.println("Aprovado!!"); if ((m >= 4.0) && (m < 7.0)) System.out.println("Prova Final"); if (m < 4.0) Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 15

16 System.out.println("Reprovado"); 5. Faça um algoritmo que receba nessa ordem dia, mês e ano e informe se a data é válida. Obs. O algoritmo não pode aceitar para os dias números acima de 31 e nem menor que 1, para os meses não aceitar menor que 1 nem maior que 12, e para o ano estabeleça um limite entre os anos por exemplo entre 1500 e Vale salientar que o mês de fevereiro deve aceitar somente até 29 dias. E que o algoritmo faça o tratamento dos meses que possuem somente 30 dias, dos quais são abril, junho, setembro, novembro. import java.util.scanner; public class ValidarDiaMesAno public static void main(string args[]) Scanner t = new Scanner(System.in); System.out.println("Digite o dia"); int dia = t.nextint(); System.out.println("Digite o mês"); int mes = t.nextint(); System.out.println("Digite o ano"); int ano = t.nextint(); if ((dia >= 1 && dia <= 31) && (mes >= 1 && mes <= 12) && (ano >= 1500 && ano <= 2900)) if (dia <= 29 && mes == 2) System.out.println(+dia + "/" + mes + "/" + ano); else if ((dia <= 30) && (mes == 4 mes == 6 mes == 9 mes == 11)) System.out.println("Mês de 30 dias"); System.out.println(+dia + "/" + mes + "/" + ano); else if (mes == 1 mes == 3 mes == 5 mes == 7 mes == 8 mes == 10 mes == 12) System.out.println(+dia + "/" + mes + "/" + ano); else System.out.println("Data inválida!"); else System.out.println("Data inválida!"); Fontes: Java: Como programar. Harvey M. Deitel 6ª Edição. Use a cabeça! use Java. Kathy Sierra, Bert Bates. 2ª Edição Material adaptado do professor Allinson; Linguagem de Programação I Faculdade Ieducare Tianguá - CE 16

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PROFESSOR: REINALDO GOMES ASSUNTO: PRIMEIRO PROGRAMA EM JAVA (COMPILAÇÃO

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 02 APRESENTAÇÃO: Apresentação; conceitos básicos da linguagem java; estrutura

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java Linguagem Java Objetivos Compreender como desenvolver algoritmos básicos em JAVA Aprender como escrever programas na Linguagem JAVA baseando-se na Linguagem Portugol aprender as sintaxes equivalentes entre

Leia mais

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br Java - Introdução Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda O que é Java? Sun / Oracle. IDE - NetBeans. Linguagem Java; Maquina Virtual; Atividade Prática. Identificando Elementos

Leia mais

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 09 Introdução à Java Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Java: Sintaxe; Tipos de Dados; Variáveis; Impressão de Dados.

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação Primeiro Programa em Java public class OlaPessoal

Leia mais

Algoritmos e Programação 2. Introdução à Programação Orientada a Objetos. Orientação a Objetos. O que é um paradigma de programação?

Algoritmos e Programação 2. Introdução à Programação Orientada a Objetos. Orientação a Objetos. O que é um paradigma de programação? Algoritmos e Programação 2 Baseado no material do Prof. Júlio Pereira Machado Introdução à Programação Orientada a Objetos O que é um paradigma de programação? É um padrão conceitual que orienta soluções

Leia mais

Estrutura Condicional em Java

Estrutura Condicional em Java Estrutura Condicional em Java Linguagem de Programação 1 O Java contém três tipos de instruções de seleção. A instrução if realiza uma ação se uma condição for verdadeira ou pula a ação se a condição for

Leia mais

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da Java Laboratório Aula 1 Programação orientada a objetos Profa. Renata e Cristiane Introdução a Plataforma Java O que é Java? Tecnologia Linguagem de Programação Ambiente de Execução (JVM) Tudo isso é a

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA

CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA Introdução para Iniciantes Prof. M.Sc. Daniel Calife Índice 1 - A programação e a Linguagem Java. 1.1 1.2 1.3 1.4 Linguagens de Programação Java JDK IDE 2 - Criando o primeiro

Leia mais

BC0501 Linguagens de Programação

BC0501 Linguagens de Programação BC0501 Linguagens de Programação Aula Prática: 03 Assunto: Comandos de Seleção 1. Introdução Um comando de seleção define uma condição em um programa, que permite que grupos de comandos sejam executados

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia Universidade Federal de Uberlândia Programação Orientada a Objetos I Introdução a Java Sintaxe básica OO Prof. Fabiano Azevedo Dorça Em Java, cada classe dá origem a um arquivo.java contendo o código fonte.

Leia mais

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063)

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Aula 2 Java como ferramenta de experimentação Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Superior de Tecnologia em Sistemas

Leia mais

PROGRAMAÇÃO JAVA. Parte 1

PROGRAMAÇÃO JAVA. Parte 1 PROGRAMAÇÃO JAVA Parte 1 O que é um programa? Um algoritmo (sequência de operações elementares - instruções) convertido para uma linguagem que possa ser executada por um computador Programa = Algoritmos

Leia mais

Aula 3 Desvio Condicional

Aula 3 Desvio Condicional Aula 3 Desvio Condicional ROTEIRO DA AULA Desvio Condicional Simples Desvio Condicional Composto Desevio Condicional Aninhado Desvio Condicional em JAVA 2 DESVIO CONDICIONAL Um desvio condicional é usado

Leia mais

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Estrutura de Programação Bibliografia HORSTMANN, Cay S., CORNELL, Gray. Core Java 2 Volume

Leia mais

Linguagem de Programação Orientada a Objeto. Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres

Linguagem de Programação Orientada a Objeto. Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres Linguagem de Programação Orientada a Objeto Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres Introdução a Orientação a Objetos No mundo real, tudo é objeto!; Os objetos se relacionam entre si

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação III Aula 02 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação Técnica de comunicação padronizada para enviar instruções a um computador. Assim

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação LP: Laboratório de Programação Apontamento 3 Prof. ISVega Fevereiro de 2004 Estilo de Codificação CONTEÚDO 3.1 Regras

Leia mais

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Organização de programas em Java Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Vamos programar em Java! Mas... } Como um programa é organizado? } Quais são os tipos de dados disponíveis? } Como variáveis podem

Leia mais

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação

3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C 3.1. CONCEITOS BÁSICOS. Lógica de Programação Lógica de Programação 3. INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C Caro Aluno Vamos iniciar o terceiro capítulo da nossa disciplina. Agora vamos começar a aplicar os conceitos vistos nos capítulos anteriores em uma linguagem

Leia mais

Primeiro programa em Java (compilação e execução)

Primeiro programa em Java (compilação e execução) Universidade Federal do ABC Disciplina: Linguagens de Programação (BC-0501) Assunto: Primeiro programa em Java (compilação e execução) Primeiro programa em Java (compilação e execução) Introdução Este

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

Noções sobre Objetos e Classes

Noções sobre Objetos e Classes Noções sobre Objetos e Classes Prof. Marcelo Cohen 1. Elementos de programação Revisão de programação variáveis, tipos de dados expressões e operadores cadeias de caracteres escopo de variáveis Revisão

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes

ITENS FUNDAMENTAIS. Profª Angélica da Silva Nunes ITENS FUNDAMENTAIS Profª Angélica da Silva Nunes CONCEITOS BÁSICOS Hardware - é a parte física do computador, tais como: teclado, monitor de vídeo, etc. Software - são os programas e aplicativos que permitem

Leia mais

AULA 02. 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos

AULA 02. 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos AULA 02 TECNOLOGIA JAVA O nome "Java" é usado para referir-se a 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos 2. Uma coleção de APIs (classes, componentes, frameworks) para o desenvolvimento de aplicações

Leia mais

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++

INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ INTRODUÇÃO À LINGUAGEM C++ 1 - VARIÁVEIS Variáveis espaço de memória reservado para armazenar tipos de dados, com um nome para referenciar seu conteúdo. Observações importantes Todas as variáveis devem

Leia mais

P n o t n ifíci c a a Un U i n ve v r e si s da d d a e d e C a C t a ól ó ica c a d o d o R i R o o d e d e J a J n a e n i e ro o PU P C U -Ri R o

P n o t n ifíci c a a Un U i n ve v r e si s da d d a e d e C a C t a ól ó ica c a d o d o R i R o o d e d e J a J n a e n i e ro o PU P C U -Ri R o Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Leia mais

Carga horária : 4 aulas semanais (laboratório) Professores: Custódio, Daniel, Julio foco: introdução a uma linguagem de programação Linguagem Java

Carga horária : 4 aulas semanais (laboratório) Professores: Custódio, Daniel, Julio foco: introdução a uma linguagem de programação Linguagem Java Carga horária : 4 aulas semanais (laboratório) Professores: Custódio, Daniel, Julio foco: introdução a uma linguagem de programação Linguagem Java 1 Objetivo: O aluno deverá adquirir capacidades e habilidades

Leia mais

Programação online em Java

Programação online em Java Universidade Federal do ABC Disciplina: Processamento da Informação Assunto: Programação online em Java Programação online em Java Conteúdo Conteúdo...1 Introdução... 1 1.1.Programas necessários... 1 1.2.Visão

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada pela Microsoft (Microsoft.NET).

É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada pela Microsoft (Microsoft.NET). C ( C-Sharp ) LPI 1. A Plataforma.NET (em inglês: dotnet) Visão Geral C é uma linguagem de programação. É uma das linguagens de programação que fazem parte da Plataforma.NET (em inglês: dotnet) criada

Leia mais

Introdução a conceitos e a prática de programação

Introdução a conceitos e a prática de programação Instituto de Informática - UFG Disciplina: Introdução à Computação Introdução a conceitos e a prática de programação Autores: Marcelo Akira e Anderson Soares Fevereiro de 2011 Alguns direitos autorais

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Apresentação da Disciplina Edirlei Soares de Lima Objetivos da Disciplina Apresentar os principais conceitos da orientação a objetos; Capacitar o

Leia mais

Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java

Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java Rafael Silva Guimarães Instituto Federal do Espírito Santo Campus Cachoeiro de Itapemirim Definição A linguagem Java foi desenvolvida pela Sun Microsystems,

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Prof. Francisco de Assis S. Santos, Dr. São José, 2014. Introdução ao Java: Definições Linguagem desenvolvida pela SUN para manter o poder computacional do C++ e promover

Leia mais

Vetores. Professor Dr Francisco Isidro Massettto francisco.massetto@ufabc.edu.br

Vetores. Professor Dr Francisco Isidro Massettto francisco.massetto@ufabc.edu.br Professor Dr Francisco Isidro Massettto francisco.massetto@ufabc.edu.br Nem sempre os tipos básicos: (inteiro, real, caracter e lógico) são suficientes para implementar um algoritmo. Por exemplo: Considere

Leia mais

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Criar a classe Aula.java com o seguinte código: public class Aula { public static void

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 3: Métodos LEEC@IST Java 1/45 Métodos (1) Sintaxe Qualif Tipo Ident ( [ TipoP IdentP [, TipoP IdentP]* ] ) { [ Variável_local Instrução ]* Qualif: qualificador (visibilidade,

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.

Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu. Bacharelado em Ciência e Tecnologia BC-0505 - Processamento da Informação Teoria Arquivos Prof. Edson Pinheiro Pimentel edson.pimentel@ufabc.edu.br Conceitos Arquivos permitem armazenar dados de maneira

Leia mais

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++

Fundamentos de Programação II. Introdução à linguagem de programação C++ Fundamentos de Programação II Introdução à linguagem de programação C++ Prof. Rafael Henrique D. Zottesso Material cedido por Prof. Msc. Everton Fernando Baro Agenda IDE HelloWorld Variáveis Operadores

Leia mais

Programação por Objectos. Java

Programação por Objectos. Java Programação por Objectos Java Parte 1: Introdução MEEC@IST Java 1/27 História versões (1) [1995] Versão 1.0, denominada Java Development Kit (JDK) 212 classes em 8 pacotes Lento, muitos bugs, mas com Applets

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas

UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Estrutura de Dados. AULA 6 Filas UNIP - Ciência da Computação e Sistemas de Informação Estrutura de Dados AULA 6 Filas Estrutura de Dados A Estrutura de Dados Fila Fila é uma estrutura de dados usada em programação, que tem regras para

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA Curso de Especialização em Tecnologia Java UTFPR Capítulo 1 Parte 1 Introdução à tecnologia Java Ambiente de desenvolvimento Java Introdução à Tecnologia Java O que é Java?

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 01 Introdução à Linguagem Java Edirlei Soares de Lima Paradigmas de Programação Um paradigma de programação consiste na filosofia adotada na

Leia mais

JavaScript (ou JScript)

JavaScript (ou JScript) 1. Introdução JavaScript (ou JScript) Uma linguagem como o JavaScript permite criar interfaces interativas na web (permite a interação do usuário). Para desenvolver web sites interativos precisamos de

Leia mais

Prof. Esp. Adriano Carvalho

Prof. Esp. Adriano Carvalho Prof. Esp. Adriano Carvalho Um arquivo contendo uma sequência de comandos em uma linguagem de programação especifica Esses comandosrespeitam regras de como serem escritos e quais são as palavras que podem

Leia mais

Definições. Parte 02. Java Conceitos e. Desenvolvimento de Programação Orientada a Objetos. Prof. Pedro Neto

Definições. Parte 02. Java Conceitos e. Desenvolvimento de Programação Orientada a Objetos. Prof. Pedro Neto Java Conceitos e Definições Parte 02 Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 2 O que é Java i. Java ii. Máquina Virtual iii. Java lento? Hotspot e JIT iv. Versões do Java e a confusão do Java2

Leia mais

Orientação a Objetos. Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java. Gil Eduardo de Andrade

Orientação a Objetos. Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java. Gil Eduardo de Andrade Orientação a Objetos Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java Gil Eduardo de Andrade Conceitos: Orientação a Objeto Introdução Abordagem típica no desenvolvimento de sistemas complexos; Consiste

Leia mais

Lab de Programação de sistemas I

Lab de Programação de sistemas I Lab de Programação de sistemas I Apresentação Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Agenda Orientação a Objetos Conceitos e Práticas Programação OO

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1

Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1 Programação de Computadores II TCC 00.174/Turma A 1 Professor Leandro A. F. Fernandes http://www.ic.uff.br/~laffernandes Conteúdo: Entrada e saída de dados Material elaborado pelos profs. Anselmo Montenegro

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 03 APRESENTAÇÃO: Hoje vamos conhecer o comando switch, o bloco try catch;

Leia mais

Introdução a Linguagem

Introdução a Linguagem Introdução a Linguagem Prof. Edwar Saliba Júnior Fevereiro de 2011 Unidade 03 Introdução a Linguagem Java 1 Conteúdo Máquina Virtual (JVM) Histórico de Java Case Sensitive Tipos Primitivos Tipo String

Leia mais

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1

Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Desenvolvimento Web TCC-00.226 Turma A-1 Conteúdo Introdução ao Ambiente de Desenvolvimento Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.2/tcc-00.226

Leia mais

Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java)

Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java) Universidade Federal do ABC (UFABC) Disciplina: Processamento da Informação (BC-0505) Assunto: Java e Netbeans Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java) Conteúdo 1. Introdução... 1 1.1. Programas necessários...

Leia mais

Aula 04 Operadores e Entrada de Dados. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.

Aula 04 Operadores e Entrada de Dados. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com. Aula 04 Operadores e Entrada de Dados Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Operadores: Aritméticos; Atribuição; Concatenação;

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Introdução à Linguagem Java

Introdução à Linguagem Java Introdução à Linguagem Java Histórico: Início da década de 90. Pequeno grupo de projetos da Sun Microsystems, denominado Green. Criar uma nova geração de computadores portáveis, capazes de se comunicar

Leia mais

Laboratório I Aula 2

Laboratório I Aula 2 Laboratório I Aula 2 Prof. Msc. Anderson da Cruz Fases da Programação Implementação de Linguagens de Programação Compilação geração de código executável dependente da plataforma de execução tradução lenta

Leia mais

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C Linguagem de uso geral (qualquer tipo de aplicação) Uma das linguagens mais utilizadas Foi utilizada

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Departamento de Ciência da Computação LP: Laboratório de Programação Apontamento 12 Prof. ISVega Abril de 2004 Interação com o Usuário CONTEÚDO 12.1Módulo

Leia mais

Conversão de Tipos e Arrays

Conversão de Tipos e Arrays Conversão de Tipos e Arrays Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Conversão de Tipos Permite converter

Leia mais

Java Linguagem de programação

Java Linguagem de programação NASA INFORMÁTICA Pág. 1 O ambiente Java Como foi comentado anteriormente, o Java é uma linguagem independente de plataforma. Tal característica torna-se possível com o uso de um formato intermediário,

Leia mais

Programação: Estruturas de seleção

Programação: Estruturas de seleção Programação de Computadores I Aula 07 Programação: Estruturas de seleção José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/53 Valores booleanos Os valores booleanos

Leia mais

Um pouco do Java. Prof. Eduardo

Um pouco do Java. Prof. Eduardo Um pouco do Java Prof. Eduardo Introdução A tecnologia JAVA é composta pela linguagem de programação JAVA e pela plataforma de desenvolvimento JAVA. Os programas são escritos em arquivos-texto com a extensão.java.

Leia mais

Curso. Linguagem Java

Curso. Linguagem Java Seja Bem Vindo! Curso Linguagem Java Carga horária: 40hs 1 Dicas importantes Nunca se esqueça de que o objetivo central é aprender o conteúdo, e não apenas terminar o curso. Qualquer um termina, só os

Leia mais

Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1

Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1 Material elaborado pelo prof. Leandro A. F. Fernandes com contribuições dos profs. Anselmo A. Montenegro e Marcos Lage Programação de Computadores II TCC-00.309 Turma A-1 Conteúdo Introdução ao Ambiente

Leia mais

Java para Desktop. Introdução à Plataforma Java JSE

Java para Desktop. Introdução à Plataforma Java JSE Introdução à Plataforma Java JSE Aécio Costa aeciovc@gmail.com @aeciovc Objetivos Sintaxe Java; Programação Orientada à Objetos; Interfaces Gráficas Swing; JDBC; Gerador de Relatórios IReport; Projeto

Leia mais

Programando em C++ Histórico da Linguagem C

Programando em C++ Histórico da Linguagem C Programando em C++ Joaquim Quinteiro Uchôa joukim@comp.ufla.br DCC-UFLA, 2002 Programando em C++ p.1/38 Histórico da Linguagem C Linguagem C: 1972 - Laboratório Bells, por Dennis Ritchie, a partir da linguagem

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 5 Instruções de controle: Parte 2 Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 5.1 Introdução Instrução de repetição for Instrução de repetição do while Instrução de seleção

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013. Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo

Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013. Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo Algoritmos e Estruturas de Dados I 01/2013 Estruturas Condicionais e de Repetição (parte 2) Pedro O.S. Vaz de Melo Problema 1 Suponha que soma (+) e subtração (-) são as únicas operações disponíveis em

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br JAVA Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Agenda 2 Características Ambientes de Desenvolvimento Sintaxe Comentários Tipos de dados primitivos Caracteres especiais Variáveis Operadores Aritméticos

Leia mais

Programação de Computadores II: Java. / NT Editora. -- Brasília: 2014. 82p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Programação de Computadores II: Java. / NT Editora. -- Brasília: 2014. 82p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor José Jesse Gonçalves Graduado em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de São Paulo - UNESP, de Presidente Prudente (1995), com especialização em Análise de Sistemas (1999) e mestrado

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Unidade 4 Ambiente de desenvolvimento Java QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática SUMÁRIO A LINGUAGEM JAVA... 3 JVM, JRE, JDK... 3 BYTECODE... 3 PREPARANDO O AMBIENTE

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel A linguagem JAVA A linguagem Java O inicio: A Sun Microsystems, em 1991, deu inicio ao Green Project chefiado por James Gosling. Projeto que apostava

Leia mais

P r o g r a m a ç ã o d e C o m p u t a d o r e s 1 o S e m - 2 0 1 3 P r o f. A n d r é A m a r a n t e L u i z L A B 5 tag %2d while printf PE1:

P r o g r a m a ç ã o d e C o m p u t a d o r e s 1 o S e m - 2 0 1 3 P r o f. A n d r é A m a r a n t e L u i z L A B 5 tag %2d while printf PE1: Inteligência É a faculdade de criar objetos artificiais, especialmente ferramentas para fazer ferramentas. Henri Bergson. WHILE Além dos comandos if-else e switch, o controle de fluxo de um programa pode

Leia mais

Java & OpenJDK. Thiago S. Gonzaga. Sun Campus Ambassador thiago.gonzaga@sun.com

Java & OpenJDK. Thiago S. Gonzaga. Sun Campus Ambassador thiago.gonzaga@sun.com Java & OpenJDK Thiago S. Gonzaga Sun Campus Ambassador thiago.gonzaga@sun.com Tópicos Sobre a Sun Microsystems Algumas tecnologias da Sun Linguagem de Programação Ciclo de Desenvolvimento O que é Java?

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto Programação para Dispositivos Móveis Aula 1 Prof. William Yamamoto Visual Studio É uma ferramenta de desenvolvimento completa que atende praticamente a todas as plataformas de desenvolvimento, como: Web

Leia mais

Utilizem a classe Aula.java da aula passada:

Utilizem a classe Aula.java da aula passada: Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Utilizem a classe Aula.java da aula passada: public class Aula { public static void main(string[]

Leia mais

Primeiro programa em Java (compilação e execução)

Primeiro programa em Java (compilação e execução) Universidade Federal do ABC Disciplina: Linguagens de Programação (BC-0501) Assunto: Primeiro programa em Java (compilação e execução) Primeiro programa em Java (compilação e execução) Introdução Este

Leia mais

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros.

1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. Lista de exercícios: Grupo I - programa seqüênciais simples 1. Fazer um programa em C que pergunta um valor em metros e imprime o correspondente em decímetros, centímetros e milímetros. 2. Fazer um programa

Leia mais

ALGORITMOS MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

ALGORITMOS MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ALGORITMOS MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ROTEIRO Memória Variáveis e constantes Tipos primitivos de dados Operadores Comandos

Leia mais

Orientação a Objetos com Java

Orientação a Objetos com Java Orientação a Objetos com Java Julio Cesar Nardi julionardi@yahoo.com.br 2011/2 Aula 01: Começando com Java Objetivos: Compreender o que é Java, OO e suas vantagens; Entender os procedimentos para criação

Leia mais