Cosméticos preventivos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cosméticos preventivos"

Transcrição

1 Cosméticos preventivos Flávia Addor Médica dermatologista Mestra em dermatologia-fmusp Diretora Técnica-MEDCIN Instituto da Pele Diretoria da Sociedade Brasileira de Dermatologia Diretoria da ABIHPEC Presidente do conselho científico-itehpec Consultora ad hoc-ggcos ANVISA Ex-professora associada-unisa

2 Definição de cosméticos: Preparações de uso externo com objetivo de limpeza, perfumação, modificação de aparência, proteção e manutenção de um bom estado... Fonte: ANVISA Baixa interação com a pele: alta margem de segurança Venda livre (sem prescrição)

3 Cosméticos: ANVISA Cosméticos para adorno, higiene, perfumação: Grau de risco 1 Exs: sabonetes, perfumes, batons, etc. Cosméticos com maior risco de interação: Grau de risco 2 Exs: filtros solares, sabonetes anti-sépticos, desodorantes antiperspirantes, etc.

4 Cosmecêuticos Kligman, 1980: Cosméticos com interesse médico Dermacêuticos, cosméticos ativos, cosméticos funcionais, dermocosméticos Função: Prevenção: filtros solares Manutenção: hidratantes Cuidados: xampus anti-caspa, envelhecimento

5 Cosmético retinaldeído Droga tretinoína Ação farmacológica + ++ Efeitos adversos - + Marzulli and Maibach's Dermatotoxicology, 7th Edition, 2007.

6 Medicamentos vs. Cosméticos Medicamentos tópicos Etapa pré clínica e clínica para estabelecer: Margem de segurança: absorção variada Nível de efeitos adversos Eficácia Prescritos: monitoramento Efeito implica em alterações anatômicas e funcionais Cosméticos Etapa pré-clínica e clínica para estabelecer Margem de segurança: absorção não significativa Ausência de efeitos adversos Eficácia Não precisam ser prescritos: uso livre Efeito baseado em melhorar a aparência de determinada condição, com alterações variadas e transitórias Vermeer e Gilchrest, 1996; Kligman, 1998; Engasser et al, 2003

7 Abordagens mais comuns: Regressão parcial ou total: manchas, acne Controle: caspa, hiperidrose Alívio: xerose cutânea, pele sensível Proteção: fotoproteção, ação anti-séptica Disfarce: hiper-hidratantes para estrias, difusores ópticos para rugas, maquilagem corretiva.

8 Comprovação de segurança na etapa clínica Como? Protocolos científicos Baseados em literatura dermatológica e toxicológica de aceitação internacional Premissas éticas: Sujeito de pesquisa Qualidade do produto de teste

9 Comprovação de segurança na etapa clínica Onde? Pesquisador responsável Competência técnica: dermatologista; oftalmologista Médico com experiência comprovada (treinamento, curso, especialização, experiência de trabalho ):CV Infra estrutura: GCP (INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 04/2009) Retaguarda ambulatorial e hospitalar Gestão e manutenção das amostras Gestão e manutenção documental Equipe multidisciplinar treinada CEP

10 Estudos clínicos para comprovar segurança: 1. Compatibilidade:confirmar segurança de uso em uma primeiro contato com ser humano: patch-tests: oclusivos, semi-oclusivos, abertos Aceitabilidade:avaliar segurança determinada em condições de uso sob variáveis controladas: uso

11 Não comedogênico Avaliado em humanos sob controle de dermatologista comprovando a ausência ou o agravamento de comedões (cravos) Estudos de comedogenicidade em patch ou aceitabilidade com avaliação clínica, no mínimo, inicial e final Não acnegênico Hipoalergênico*** Avaliado em humanos sob controle de dermatologista comprovando a ausência ou o agravamento da acne (espinhas) Avaliado sob controle de dermatologista ou alergologista comprovando a baixa capacidade de induzir sensibilização Estudos de acnegenicidade em uso com avaliação clínica, no mínimo, inicial e final Estudos de compatibilidade cutânea de sensibilização e fotossensibilização, sem ocorrência de reações, com avaliação clínica, no mínimo, inicial e final Guia de Avaliação de Segurança de produtos cosméticos, ANVISA, 2012

12 Informações de segurança:significado Segurança para o consumidor Segurança para a empresa Fiscalização Reclamações

13 Comprovação de eficácia Eficácia clínica (avaliações dermatológicas e subjetivas) Eficácia instrumental (medidas objetivas) Eficácia percebida (ações do produto,atributos) Performance: avaliação sensorial Painel treinado Público- alvo

14 Tecnologia em pesquisa: Avaliações instrumentais Avaliação do teor hídrico e da integridade da barreira cutânea 1. Teor hídrico (Corneometria) 2. Integridade de barreira cutânea (Evaporimetria TEWL) Uso: Produtos com ação hidratante ou reparadora de barreira para pele seca ou danificada; duração do efeito hidratante

15 Consultório dermatológico privado: 50% dos pacientes tem queixas relacionadas a problemas estéticos Destes, 80% são relacionadas a sinais de envelhecimento: Rugas Manchas Flacidez Locais mais referidos: face, mãos, pescoço Fonte: Base de dados consultório privado: 1200 pacientes, 2010.

16 Consultório dermatológico privado: Dos pacientes com queixa de envelhecimento, 100% recebem prescrição de algum cosmético: Protetores solares Hidratantes Cosméticos anti-aging: Alternar com medicamentos ( melhorar tolerância ou uso sazonal, exemplo: verão) Pós procedimentos (maior tolerância/otimização de resultados) Intolerância a medicamentos: pacientes alérgicos/pele irritável/ estilo de vida incompatível com medicamentos Manutenção/Prevenção: faixas etárias menores Fonte: Base de dados consultório privado: 1200 pacientes, 2010.

17 Conclusões: Cosméticos para uso dermatológico devem apresentar comprovação de segurança e eficácia; A eficácia cosmética não necessariamente é resultado de uma alteração funcional ou estrutural da pele.

18 Obrigada

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA 1 MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA RESOLUÇÃO-RDC Nº 2, DE 25 DE JANEIRO DE 2010 (*) Dispõe sobre o gerenciamento de tecnologias em saúde em estabelecimentos de saúde. A Diretoria

Leia mais

Prezado cliente, Seja bem vindo ao Instituto de Cosmetologia e Estética da Universidade Metodista

Prezado cliente, Seja bem vindo ao Instituto de Cosmetologia e Estética da Universidade Metodista Carta de serviços 2016 Prezado cliente, Seja bem vindo ao Instituto de Cosmetologia e Estética da Universidade Metodista Aqui você encontrará serviços de Beleza e Bem Estar. Agende seu horário diretamente

Leia mais

Sejam bem vindas Mulheres de Honra

Sejam bem vindas Mulheres de Honra Sejam bem vindas Mulheres de Honra Conhecendo a pele Qual é o nome da camada mais externa da pele? Epiderme: É a camada mais externa, que se regenera constantemente para formar uma barreira de proteção.

Leia mais

O IMPACTO DA COSMETOVIGILÂNCIA

O IMPACTO DA COSMETOVIGILÂNCIA O IMPACTO DA GARANTIR QUALIDADE, SEGURANÇA E EFICÁCIA DOS PRODUTOS DE HIGIENE PESSOAL, COSMÉTICOS E PERFUMES JUNTO AO CONSUMIDOR. OBJETIVO DA CRITÉRIOS DE SEGURANÇA NECESSÁRIOS AOS PRODUTOS COSMÉTICOS

Leia mais

Workshop de Conhecimentos sobre Pele

Workshop de Conhecimentos sobre Pele Workshop de Conhecimentos sobre Pele Objetivos Após concluir o treinamento você será capaz de compartilhar com suas clientes: Como funciona a pele. Características de cada tipo de pele. Como classificar

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.185, DE 15 DE JUNHO DE 2004

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.185, DE 15 DE JUNHO DE 2004 Diário Oficial Imprensa Nacional N.º 115n Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.185, DE

Leia mais

COSMÉTICOS AÇÃO E REAÇÃO

COSMÉTICOS AÇÃO E REAÇÃO Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia. Ano 2, V. 2, Número Especial, jun, 2014. Faculdade Leão Sampaio Resumo Expandido ISSN 2317-434X COSMÉTICOS AÇÃO E REAÇÃO *Dryelle Feitosa Mota 1 - dryelle.rbd@hotmail.com;

Leia mais

Unidade Universitária: C.C.B.S. Centro de Ciências e Biológicas e da Saúde

Unidade Universitária: C.C.B.S. Centro de Ciências e Biológicas e da Saúde Unidade Universitária: C.C.B.S. Centro de Ciências e Biológicas e da Saúde Curso: Farmácia Disciplina: Tecnologia de Cosméticos Código da Disciplina: 061.1815.1 Professores: Anderson F. Carniel Carga horária:

Leia mais

Use, demostre e venda

Use, demostre e venda Use, demostre e venda Esse material foi criado para você fazer demonstração e venda de produtos onde quer que você esteja! Esses momentos de demonstração são chamados de ENCONTROS DE BELEZA. Essa é a hora

Leia mais

A Pele O tecido epitelial, mais conhecido como pele, é o maior e mais visível órgão do corpo humano, corresponde a 16% do peso corporal.

A Pele O tecido epitelial, mais conhecido como pele, é o maior e mais visível órgão do corpo humano, corresponde a 16% do peso corporal. A Pele O tecido epitelial, mais conhecido como pele, é o maior e mais visível órgão do corpo humano, corresponde a 16% do peso corporal. É uma estrutura elástica, ao mesmo tempo flexível e muito resistente,

Leia mais

Fundação Vanzolini O GERENCIAMENTO DA QUALIDADE NA SAÚDE E A ACREDITAÇÃO. Departamento de Certificação

Fundação Vanzolini O GERENCIAMENTO DA QUALIDADE NA SAÚDE E A ACREDITAÇÃO. Departamento de Certificação Fundação Vanzolini O GERENCIAMENTO DA QUALIDADE NA SAÚDE E A ACREDITAÇÃO Departamento de Certificação A FUNDAÇÃO VANZOLINI Fundada em 1967 pelos professores do Departamento de Engenharia de Produção da

Leia mais

Normas de Rotulagem Para Produtos Cosméticos

Normas de Rotulagem Para Produtos Cosméticos Ministério da Saúde Gerência-Geral de Cosméticos Normas de Rotulagem Para Produtos Cosméticos Érica França Costa DE OLHO NA ROTULAGEM Registro e Notificação de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2003

PROJETO DE LEI Nº, DE 2003 PROJETO DE LEI Nº, DE 2003 (Do Sr. FERNANDO GONÇALVES) Dispõe sobre a regulamentação da profissão de Esteticista. O Congresso Nacional decreta: a) Esta lei regulamenta a profissão de Esteticista. b) Poderão

Leia mais

Introdução à cosmetologia. Prof. Msc. Mayara Peron Pereira

Introdução à cosmetologia. Prof. Msc. Mayara Peron Pereira Introdução à cosmetologia Prof. Msc. Mayara Peron Pereira Cosmetologia Conceitos e definições Ciência que serve de suporte à fabricação de produtos voltados à arte do cuidado e melhoria das condições estéticas

Leia mais

GUIA PARA INSPEÇÃO EM SERVIÇOS DE HEMOTERAPIA MÓDULO V AGÊNCIA TRANSFUSIONAL, TERAPIA TRANSFUSIONAL E OUTROS PROCEDIMENTOS TERAPÊUTICOS

GUIA PARA INSPEÇÃO EM SERVIÇOS DE HEMOTERAPIA MÓDULO V AGÊNCIA TRANSFUSIONAL, TERAPIA TRANSFUSIONAL E OUTROS PROCEDIMENTOS TERAPÊUTICOS MÓDULO V AGÊNCIA TRANSFUSIONAL, TERAPIA TRANSFUSIONAL E OUTROS PROCEDIMENTOS TERAPÊUTICOS Nome do responsável: Formação profissional: Registro no conselho de classe: Contato: 1. Atividades avaliadas Nível

Leia mais

TRANSPORTE DE MATERIAL BIOLÓGICO HUMANO

TRANSPORTE DE MATERIAL BIOLÓGICO HUMANO TRANSPORTE DE MATERIAL BIOLÓGICO HUMANO MATERIAL BIOLÓGICO HUMANO Tecido ou fluido constituinte do organismo humano, tais como excrementos, fluidos corporais, células, tecidos, órgãos ou outros fluidos

Leia mais

Procedimento de Operação Padrão REVISÃO N o : 01 PÁG: 1 de 6

Procedimento de Operação Padrão REVISÃO N o : 01 PÁG: 1 de 6 1 OBJETIVO PÁG: 1 de 6 Estabelecer os princípios básicos para o uso de protetores auditivos na CP SOLUÇÕES. Facilitar a administração de todas as etapas para atender ao disposto no PCA Programa de Conservação

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012 O HOSPITAL TRAMANDAÍ, integrante da FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS, divulga a retificação do Edital de Abertura do Processo

Leia mais

PROCEDIMENTO GERAL. Identificação e Avaliação de Aspectos e Impactos Ambientais

PROCEDIMENTO GERAL. Identificação e Avaliação de Aspectos e Impactos Ambientais PÁG. 1/8 1. OBJETIVO Definir a sistemática para identificação e avaliação contínua dos aspectos ambientais das atividades, produtos, serviços e instalações a fim de determinar quais desses tenham ou possam

Leia mais

H O S P I T A L S ÃO P AULO RIBEIRÃO PRETO - SP

H O S P I T A L S ÃO P AULO RIBEIRÃO PRETO - SP H O S P I T A L S ÃO P AULO RIBEIRÃO PRETO - SP Localização dos Leitos Ala Pavimento Leito de 01 a 08 Câmara Hiperbárica Monoplace Leito de e 01 a 08 Leito de 01 a 02 Quarto 201 a 204 Quarto 205 a 207

Leia mais

ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 04 2. A PELE 06 3. FOTOTIPOS CUTÂNEOS 17 4. DIFERENÇAS ENTRE PELES BRANCAS E NEGRAS 24 5. HIDRATAÇÃO EM PELES BRASILEIRAS 26

ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 04 2. A PELE 06 3. FOTOTIPOS CUTÂNEOS 17 4. DIFERENÇAS ENTRE PELES BRANCAS E NEGRAS 24 5. HIDRATAÇÃO EM PELES BRASILEIRAS 26 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 04 2. A PELE 06 3. FOTOTIPOS CUTÂNEOS 17 4. DIFERENÇAS ENTRE PELES BRANCAS E NEGRAS 24 5. HIDRATAÇÃO EM PELES BRASILEIRAS 26 6. BEM ESTAR E QUALIDADE DE VIDA 32 7. QUESTIONÁRIO 35

Leia mais

Solugel e Solugel Plus peróxido de benzoíla 40 mg/g e 80 mg/g

Solugel e Solugel Plus peróxido de benzoíla 40 mg/g e 80 mg/g Solugel e Solugel Plus peróxido de benzoíla 40 mg/g e 80 mg/g Solugel e Solugel Plus peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES Solugel : Gel de peróxido de benzoíla 40mg/g (4%) em bisnaga contendo 45 g. Solugel

Leia mais

OS SEGREDOS DOS CUIDADOS COM A PELE

OS SEGREDOS DOS CUIDADOS COM A PELE OS SEGREDOS DOS CUIDADOS COM A PELE COPYWRITE Autor: Ana Lucia Pinheiro Médica - CRMSP 98.484 Copywrite 2016 [Todos os direitos reservados] Proibida distribuição, cópia ou alteração sem consentimento do

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 18 de novembro de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 009/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) NO AR ONE TOUCH Lavanda, Jardim e Pomar, Conforto do Lar e Amor de Mãe.

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) NO AR ONE TOUCH Lavanda, Jardim e Pomar, Conforto do Lar e Amor de Mãe. Página 1 de 7 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Código interno Aparelho / Refil NO AR LAVANDA (Provence) 9047 / 9051 NO AR AMOR DE MÃE (Lembranças) 9049 / 9053 NO AR JARDIM E POMAR 9046 / 9050

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA

PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA PROGRAMA DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DA UFCSPA 1) Justificativa Os estágios, curriculares ou não, têm a finalidade de proporcionar a complementação da formação universitária e constam de atividades de prática

Leia mais

Apresentaçã. ção o da RDC nº n 11 de 16 de fevereiro de 2012. Gerência Geral de Laboratórios de Saúde Pública abril de 2013 Curitiba - Paraná

Apresentaçã. ção o da RDC nº n 11 de 16 de fevereiro de 2012. Gerência Geral de Laboratórios de Saúde Pública abril de 2013 Curitiba - Paraná Ministério da Saúde/ Diretoria de Coordenação e Articulação do Sistema Nacional - DSNVS Apresentaçã ção o da RDC nº n 11 de 16 de fevereiro de 2012 Gerência Geral de Laboratórios de Saúde Pública abril

Leia mais

Laser Dream? Por que ser um licenciado

Laser Dream? Por que ser um licenciado Por que ser um licenciado Laser Dream? Procurando expandir a gama de tratamentos e procedimentos oferecidos em seu espaço? Provavelmente já deve saber que a LASER DREAM só trabalha com aparelhos modernos,

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2014. Almanaque Publicitário JC. saúde

JORNAL DO COMMERCIO 2014. Almanaque Publicitário JC. saúde saúde APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings centers e empreendimentos imobiliários.

Leia mais

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC SAÚDE

JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC SAÚDE JORNAL DO COMMERCIO 2015 ALMANAQUE PUBLICITÁRIO JC APRESENTAÇÃO O Jornal do Commercio faz parte do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, empresa do grupo JCPM, que atua também nos setores de shoppings

Leia mais

Radiofrequência compacto de alta potência

Radiofrequência compacto de alta potência c Radiofrequência compacto de alta potência Resultados visíveis que se mantêm a longo prazo Potência de 100 W Alto efeito terapêutico não invasivo Trata qualquer fototipo de pele Fácil manuseio e programação

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 17 de agosto de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 006/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos 1 Departamento de Comércio Exterior 20 de julho de 2015 Boletim de Estatísticas de Comércio Exterior do Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos BECE ABIHPEC 005/2015 2 ÍNDICE Notas explicativas...03

Leia mais

Aquea SPF Base é composto por 3 filtros orgânicos microencapsulados em uma matriz polimérica com carga eletrostática que promove proteção UVA e UVB.

Aquea SPF Base é composto por 3 filtros orgânicos microencapsulados em uma matriz polimérica com carga eletrostática que promove proteção UVA e UVB. AQUEA SPF TM BASE A Solução para a Exposição Solar Acidental Wash On TM : Simples como Tomar Banho. Wash On TM é uma nova categoria de produto, onde mesmo após enxágüe temos fotoproteção residual. Aquea

Leia mais

HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem

HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem HANSENÍASE Causada pela Mycobacterium leprae, ou bacilo de Hansen, que é um parasita intracelular obrigatório, com afinidade por células cutâneas e por

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2.332, DE 2015 (Da Sra. Soraya Santos)

PROJETO DE LEI N.º 2.332, DE 2015 (Da Sra. Soraya Santos) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 2.332, DE 2015 (Da Sra. Soraya Santos) Regulamenta a profissão de esteticista, cosmetólogo e técnico em estética DESPACHO: APENSE-SE À(AO) PL-1824/2003. APRECIAÇÃO:

Leia mais

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos)

FISPQ (Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos) Página 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Código interno: 12044 (1,5L) Aplicação: Desinfetante para Roupas Empresa: BOMBRIL S/A - Marginal Direita da Via Anchieta, km14 -

Leia mais

UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PLANO DE ENSINO

UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PLANO DE ENSINO UFSC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA PLANO DE ENSINO DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Semestre: 2011/2 Nome da disciplina ODT 7000 Biossegurança Aplicada a Odontologia

Leia mais

MA160.MA.77/RT.001 3.18. PROGRAMA DE ATENDIMENTO MÉDICO SANITÁRIO PARA A POPULAÇÃO RESIDENTE NA AID

MA160.MA.77/RT.001 3.18. PROGRAMA DE ATENDIMENTO MÉDICO SANITÁRIO PARA A POPULAÇÃO RESIDENTE NA AID 3.18. PROGRAMA DE ATENDIMENTO MÉDICO SANITÁRIO PARA A POPULAÇÃO RESIDENTE NA AID 3.18.1. Introdução O quadro de saúde da região da área de influência direta do empreendimento traduzido pelas condições

Leia mais

HORMOSKIN. hidroquinona, tretinoína e fluocinolona acetonida GERMED FARMACÊUTICA LTDA. Creme dermatológico. 40 mg/g + 0,5 mg/g + 0,1 mg/g

HORMOSKIN. hidroquinona, tretinoína e fluocinolona acetonida GERMED FARMACÊUTICA LTDA. Creme dermatológico. 40 mg/g + 0,5 mg/g + 0,1 mg/g HORMOSKIN hidroquinona, tretinoína e fluocinolona acetonida GERMED FARMACÊUTICA LTDA. Creme dermatológico 40 mg/g + 0,5 mg/g + 0,1 mg/g HORMOSKIN hidroquinona, tretinoína e fluocinolona acetonida APRESENTAÇÕES

Leia mais

Índice Remissivo. Copywrite. Sobre o Autor. Região de Aparecimento das Rugas. Medidas para Auxiliar a Prevenção

Índice Remissivo. Copywrite. Sobre o Autor. Região de Aparecimento das Rugas. Medidas para Auxiliar a Prevenção Índice Remissivo Copywrite Sobre o Autor Região de Aparecimento das Rugas Medidas para Auxiliar a Prevenção Medidas para Prevenção e Tratamento Tópico Medidas para Prevenção e Tratamento Sistêmico Medidas

Leia mais

BIOSSEGURANÇA NA PRÁTICA ODONTOLÓGICA

BIOSSEGURANÇA NA PRÁTICA ODONTOLÓGICA Centro Universitário Newton Paiva Escola de Odontologia BIOSSEGURANÇA NA PRÁTICA ODONTOLÓGICA Maria Aparecida Gonçalves de Melo Cunha O que é biossegurança? O termo biossegurança é formado pelo radical

Leia mais

ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANEXO III CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO COMUM PARA TODAS AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS SAÚDE PÚBLICA E SAÚDE COLETIVA SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS 1. História do sistema de saúde no Brasil; 2. A saúde na

Leia mais

Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento!

Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento! Sejam bem-vindas a nossa Terça do Conhecimento! Tema: Linha solar Mary Kay Pele A pele é o maior órgão do corpo humano, Tem a função de proteger o corpo contra o calor, a luz e as infecções é responsável

Leia mais

Organização de serviços. Coordenação: prof. Dr. Ronaldo Laranjeira Apresentação: Dr. Elton P. Rezende UNIAD INPAD Unifesp

Organização de serviços. Coordenação: prof. Dr. Ronaldo Laranjeira Apresentação: Dr. Elton P. Rezende UNIAD INPAD Unifesp Organização de serviços Coordenação: prof. Dr. Ronaldo Laranjeira Apresentação: Dr. Elton P. Rezende UNIAD INPAD Unifesp Declaração Declaro não receber nenhum financiamento público ou particular Qual a

Leia mais

ANEXO I REGIME DE TRABALHO REMUNERAÇÃO

ANEXO I REGIME DE TRABALHO REMUNERAÇÃO PORTARIA CONJUNTA SAD/HEMOPE Nº 63, 2/7/29 ANEXO I a) QUADRO, e Lotação: Diretoria de Hemoterapia ESPECIALIDA NECESSIDAS ESPECIAIS Tec. Laboratório Diarista 4, 3 4 Tec. Laboratório Plantonista 52, 3 4

Leia mais

Estrutura Física e Organizacional da Farmácia Hospitalar

Estrutura Física e Organizacional da Farmácia Hospitalar Estrutura Física e Organizacional da Farmácia Hospitalar Conceito Unidade clínica de assistência técnica e administrativa, dirigida por farmacêutico, integrada funcional e hierarquicamente às atividades

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DISCIPLINAS DE NÚCLEO LIVRE PARA O PERÍODO DE FÉRIAS/VERÃO-2011 CAMPUS GOIÂNIA PERÍODO DE REALIZAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DISCIPLINAS DE NÚCLEO LIVRE PARA O PERÍODO DE FÉRIAS/VERÃO-2011 CAMPUS GOIÂNIA PERÍODO DE REALIZAÇÃO DISCIPLINAS DE NÚCLEO LIVRE PARA O FÉRIAS/VERÃO-2011 AGROECOLOGIA AGRONOMIA (Tel:3521-1530/1540) 25 Não informado Não informado Bases epistemológicas da agroecologia, pilares da agroecologia, concepção

Leia mais

APAIXONE-SE POR INTENSIVO DE PRODUTOS

APAIXONE-SE POR INTENSIVO DE PRODUTOS APAIXONE-SE POR INTENSIVO DE PRODUTOS TEM MUITA GENTE MECHENDO COM MARI QUEI Prezando pela qualidade: A MK tem laboratório de pesquisa próprio nos EUA; Na equipe de profissionais temos: Cientistas, dermatologistas,

Leia mais

PAC 11. Controle da matéria-prima, ingredientes e material de embalagens

PAC 11. Controle da matéria-prima, ingredientes e material de embalagens PAC 11 Página 1 de 8 PAC 11 Controle da matéria-prima, ingredientes e material de embalagens PAC 11 Página 2 de 8 1. Objetivo----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------03

Leia mais

VITACID PLUS. Theraskin Farmacêutica Ltda. Creme. hidroquinona 40mg/g, tretinoína 0,5mg/g, fluocinolona acetonida 0,1mg/g

VITACID PLUS. Theraskin Farmacêutica Ltda. Creme. hidroquinona 40mg/g, tretinoína 0,5mg/g, fluocinolona acetonida 0,1mg/g VITACID PLUS Theraskin Farmacêutica Ltda. Creme hidroquinona 40mg/g, tretinoína 0,5mg/g, fluocinolona acetonida 0,1mg/g VITACID PLUS hidroquinona tretinoína fluocinolona acetonida APRESENTAÇÕES Creme para

Leia mais

26 e 27 de NOVEMBRO Sede APSEI (Sacavém)

26 e 27 de NOVEMBRO Sede APSEI (Sacavém) 26 e 27 de NOVEMBRO Sede APSEI (Sacavém) exposição ao ruído nos locais de Osvaldo Machado Enquadramento legal e normativo Efeitos da exposição ao ruído Indicadores de ruído Avaliação de riscos Programa

Leia mais

TEXTO DE BULA. Vitanol-A tretinoína Gel alcoólico a 0,01% - 0,025% - 0,05% Creme a 0,025% - 0,05% - 0,1%

TEXTO DE BULA. Vitanol-A tretinoína Gel alcoólico a 0,01% - 0,025% - 0,05% Creme a 0,025% - 0,05% - 0,1% 1 TEXTO DE BULA Vitanol-A tretinoína Gel alcoólico a 0,01% - 0,025% - 0,05% Creme a 0,025% - 0,05% - 0,1% USO EXTERNO EM ADULTO E EM PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA Apresentação:

Leia mais

Aspectos regulatórios e de segurança envolvidos no desenvolvimento de ativos e produtos para a fotoproteção. Diana Queiroz

Aspectos regulatórios e de segurança envolvidos no desenvolvimento de ativos e produtos para a fotoproteção. Diana Queiroz Aspectos regulatórios e de segurança envolvidos no desenvolvimento de ativos e produtos para a fotoproteção Diana Queiroz Fotossensibilizante hn Fotossensibilizante no estado excitado Mecanismos de decaimento

Leia mais

CAMPINAS: Av.. Orosimbo Maia 985 Cambuí CEP:13023 000 Fone: (19) 32374612 / 32326420 / 32318354

CAMPINAS: Av.. Orosimbo Maia 985 Cambuí CEP:13023 000 Fone: (19) 32374612 / 32326420 / 32318354 CAMPINAS: Av.. Orosimbo Maia 985 Cambuí CEP:13023 000 Fone: (19) 32374612 / 32326420 / 32318354 SOROCABA: Av. Antonio Carlo Comitre Campolim CEP 18047 620 Fones: (15) 33182761 / 33182762 / 33182763 rvasecurity@rvasecurity.com.br

Leia mais

Identificar e Gerenciar os aspectos ambientais significativos; Controlar consistentemente seus impactos sobre o meio ambiente ;

Identificar e Gerenciar os aspectos ambientais significativos; Controlar consistentemente seus impactos sobre o meio ambiente ; Certificação pela Norma ISO 14001: Meio Ambiente em Empresas de Saúde NORMA ISO 14001 Gestão Ambiental Identificar e Gerenciar os aspectos ambientais significativos; Controlar consistentemente seus impactos

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Ambiente e Saúde Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de TÉCNICO

Leia mais

ANEXO IV LAUDO DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE HIGIENE

ANEXO IV LAUDO DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE HIGIENE ANEXO IV LAUDO DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE HIGIENE 119 LAUDO TÉCNICO PREVISTO NO DECRETO Nº 6.795 DE 16 DE MARÇO DE 2009 LAUDO DE CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE HIGIENE 1. IDENTIFICAÇÃO DO ESTÁDIO 1.1. Nome

Leia mais

Produtos de Higiene Pessoal Masculina - Brasil - Setembro 2014. COMPRE ESTE Relatório agora

Produtos de Higiene Pessoal Masculina - Brasil - Setembro 2014. COMPRE ESTE Relatório agora O homem brasileiro aprendeu a conciliar um estilo de vida agitado com a rotina de compra de produtos de cuidado pessoal. A pressão da vida moderna não o impede de comprar estes produtos, muito pelo contrário.

Leia mais

F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TIPO DE PRODUTO : DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS

F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO TIPO DE PRODUTO : DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS F.I.S.P.Q. FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO ALCOOL NORD DESINFETANTE HOSPITALAR PARA SUPERFICIES FIXAS NOME DO FABRICANTE Cinord

Leia mais

Auditoria de Enfermagem. Enfª MSc. Débora Soares de Oliveira

Auditoria de Enfermagem. Enfª MSc. Débora Soares de Oliveira Auditoria de Enfermagem Enfª MSc. Débora Soares de Oliveira A palestrante Enfermeira Especialista em Administração em Saúde pela PUC-PR e Metodologia do Ensino Superior pela FESP Mestre em Tecnologia

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.514, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010. (publicado no DOE nº 206 de 01 de novembro de 2010) Modifica o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 44

PROVA ESPECÍFICA Cargo 44 11 PROVA ESPECÍFICA Cargo 44 QUESTÃO 26 Define-se como EAS, de acordo a norma NBR-12188 da ABNT: a) Estabelecimento governamental destinado à prestação de assistência à saúde à população. b) Qualquer estabelecimento

Leia mais

AULA 1: ORGANIZAÇÃO E PLANEJAMENTO NA EMERGÊNCIA

AULA 1: ORGANIZAÇÃO E PLANEJAMENTO NA EMERGÊNCIA AULA 1: ORGANIZAÇÃO E PLANEJAMENTO NA EMERGÊNCIA 1- INTRODUÇÃO Quando uma pessoa sofre agravo agudo à saúde, deve ser acolhido em serviço do SUS mais próximo de sua ocorrência, seja numa Unidade de Saúde

Leia mais

INSTRUÇÃO DE USO IMPLANTES TITAOSS MAX TITAOSS MAX. Este modelo de instrução de uso se aplica para os seguintes implantes:

INSTRUÇÃO DE USO IMPLANTES TITAOSS MAX TITAOSS MAX. Este modelo de instrução de uso se aplica para os seguintes implantes: INSTRUÇÃO DE USO IMPLANTES TITAOSS MAX Este modelo de instrução de uso se aplica para os seguintes implantes: TITAOSS MAX CÓDIGO DESCRIÇÃO 701.001 Implante Titaoss Max CMC Ø 3.5 X 7mm 701.002 Implante

Leia mais

DESPACHO SEJUR Nº 076/2014

DESPACHO SEJUR Nº 076/2014 DESPACHO SEJUR Nº 076/2014 (Aprovado em Reunião de Diretoria em 25/02/2014) Expediente nº 9956/2014 Ementa: O Conselho Federal de Medicina entende, com fundamento da Lei do Ato Médico, que o fisioterapeuta

Leia mais

Tabela 1. Correlação do Sistema Novo com Sistema Antigo para Grupos de Produtos Notificados. COMUNICADO

Tabela 1. Correlação do Sistema Novo com Sistema Antigo para Grupos de Produtos Notificados. COMUNICADO COMUNICADO A Gerência Geral de Cosméticos GGCOS disponibiliza os grupos de produtos constantes no novo sistema e as respectivas correlações com os grupos de produtos anteriormente utilizados. Tabela 1.

Leia mais

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA (EPCs) E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIs)

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA (EPCs) E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIs) EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA (EPCs) E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIs) EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL O que são? Para que usá-los? - Proteção do contato com agentes infecciosos e substâncias

Leia mais

Telefone: 8532167810 Fax: 8532167864

Telefone: 8532167810 Fax: 8532167864 DADOS CADASTRAIS N Protocolo: 541 A.1.1.1. Nome: CNPJ Instituição PROPONENTE Nº: 04.614.281/0001-23 Próprio INSTITUTO ATLÂNTICO Códigos UG Nº: do SIAFI Sigla: Gestão IA Endereço: Cidade: FORTALEZA RUA

Leia mais

Ponto de venda. Os segredos das categorias e subcategorias - Edição 23 - DEC News

Ponto de venda. Os segredos das categorias e subcategorias - Edição 23 - DEC News Entender e organizar todos os produtos de HPC nas gôndolas, com suas diferenças de marcas e funcionalidades, não são tarefas fáceis. Veja as dicas dos especialistas Os itens de higiene pessoal, perfumaria

Leia mais

Boas Práticas de Funcionamento em Serviços de Saúde

Boas Práticas de Funcionamento em Serviços de Saúde - ANVISA Gerência de Tecnologia em Serviço de Saúde - GGTES Boas Práticas de Funcionamento em Serviços de Saúde Resolução ANVISA RDC nº. 63 de 25 de novembro de 2011 IV SEMINÁRIO DE PREVENÇÃO E CONTROLE

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA INDAIATUBA/SP

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA INDAIATUBA/SP SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA INDAIATUBA/SP GUIA DE ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO MANUAL DE BOAS PRÁTICAS (MBP) E PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS PADRONIZADOS (POPs) PARA

Leia mais

Retratos da Sociedade Brasileira. Qualidade dos serviços públicos e tributação

Retratos da Sociedade Brasileira. Qualidade dos serviços públicos e tributação Retratos da Sociedade Brasileira Educação Meio ambiente Qualidade dos serviços públicos e tributação Locomoção urbana Segurança pública Saúde Pública agosto/2010 dezembro/2010 março/2011 agosto/2011 outubro/2011

Leia mais

Fisioterapia nas Ataxias. Manual para Pacientes

Fisioterapia nas Ataxias. Manual para Pacientes Fisioterapia nas Ataxias Manual para Pacientes 2012 Elaborado por: Fisioterapia: Dra. Marise Bueno Zonta Rauce M. da Silva Neurologia: Dr. Hélio A. G. Teive Ilustração: Designer: Roseli Cardoso da Silva

Leia mais

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação.

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação. Curso Formação Efetiva de Analístas de Processos Curso Gerenciamento da Qualidade Curso Como implantar um sistema de Gestão de Qualidade ISO 9001 Formação Profissional em Auditoria de Qualidade 24 horas

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO Nº 002/2015

PROCESSO DE SELEÇÃO Nº 002/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO Nº 002/2015 A Fundação Hospital Santa Lydia, Instituição de Direito Privado, torna público que, nos termos das Resoluções da Fundação Hospital Santa Lydia, está aberto o Processo de

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Orientações para Elaboração de Dossiê de Produto Cosmético Gerência Geral de Cosméticos

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Orientações para Elaboração de Dossiê de Produto Cosmético Gerência Geral de Cosméticos Agência Nacional de Vigilância Sanitária Orientações para Elaboração de Dossiê de Produto Cosmético Gerência Geral de Cosméticos Brasília, abril de 2008 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Diretor-Presidente

Leia mais

2 MODELOS DA LÂMINA SAGITTAL PLUS 2.1 LSP20 2.1 LSP30 2.1 LSP25 2.1 LSP35 1 FINALIDADE

2 MODELOS DA LÂMINA SAGITTAL PLUS 2.1 LSP20 2.1 LSP30 2.1 LSP25 2.1 LSP35 1 FINALIDADE LÂMINA SAGITTAL PLUS 8 8 8 8 1 FINALIDADE 2 MODELOS DA LÂMINA SAGITTAL PLUS A Lâmina Sagittal Plus é uma ferramenta que em conjunto com a Serra Sagittal Plus¹ é destinada às seguintes aplicações: Osteotomia

Leia mais

SULFATO DE ALUMÍNIO ISENTO S20

SULFATO DE ALUMÍNIO ISENTO S20 Produto: SULFATO DE ALUMÍNIO ISENTO S20 Última Revisão: 26/11/2014 Pág.: 1 de 6 01 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do Produto: Principais usos recomendados para a substância ou mistura Nome

Leia mais

VIGILÂNCIA SANITÁRIA

VIGILÂNCIA SANITÁRIA VIGILÂNCIA SANITÁRIA Giselle Freitas Nutricionista CRN 576 Especialista em Saúde Pública USP Especialista em Consultoria Alimentar e Nutricional UFG Fiscal de Saúde Pública SMS Goiânia-GO NOÇÕES BÁSICAS

Leia mais

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP

MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP MANUAL DE SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL PARA EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS TIPO 1 DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DGP DIVISÃO DE SEGURANÇA DO TRABALHO E SAÚDE OCUPACIONAL - DVSS Sumário 1. OBJETIVO...

Leia mais

I FORÚM DE TERCEIRIZAÇÃO Vander Morales 27 de Agosto - 2015

I FORÚM DE TERCEIRIZAÇÃO Vander Morales 27 de Agosto - 2015 I FORÚM DE TERCEIRIZAÇÃO Vander Morales 27 de Agosto - 2015 Como o Sindeprestem e a Fenaserhtt avaliam os processos de Terceirização atuais e as perspectivas caso seja aprovado o novo projeto que regulamenta

Leia mais

Assunto: Orientações para a Organização de Centros de Atendimento Educacional Especializado

Assunto: Orientações para a Organização de Centros de Atendimento Educacional Especializado Ministério da Educação Secretaria de Educação Especial Esplanada dos Ministérios, Bloco L 6º andar - Gabinete -CEP: 70047-900 Fone: (61) 2022 7635 FAX: (61) 2022 7667 NOTA TÉCNICA SEESP/GAB/Nº 9/2010 Data:

Leia mais

Diário Oficial da União Seção 01 DOU 22 de junho de 2011 Página [87]

Diário Oficial da União Seção 01 DOU 22 de junho de 2011 Página [87] Diário Oficial da União Seção 01 DOU 22 de junho de 2011 Página [87] INSTRUÇÃO NORMATIVA N 3, DE 21 DE JUNHO DE 2011 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das atribuições

Leia mais

OFICINA: Limpeza: Foco em Carregamento de Termolavadora e Lavadora Ultrasônica Coordenador: Ligia Garrido Calicchio

OFICINA: Limpeza: Foco em Carregamento de Termolavadora e Lavadora Ultrasônica Coordenador: Ligia Garrido Calicchio OFICINA: Limpeza: Foco em Carregamento de Termolavadora e Lavadora Ultrasônica Coordenador: Ligia Garrido Calicchio São Paulo -2012 Introdução A esterilização bem sucedida dos instrumentais cirúrgicos

Leia mais

Técnicas disfarçam estrias, celulite, manchas e queda de cabelo Sex, 05 de Fevereiro de 2016 08:59

Técnicas disfarçam estrias, celulite, manchas e queda de cabelo Sex, 05 de Fevereiro de 2016 08:59 Quando a gente tem um problema de pele, especialmente em áreas expostas como rosto, mãos, colo, tudo o que buscamos são maneiras de tratar na tentativa de se livrar daquilo. Infelizmente, nem sempre é

Leia mais

Protocolo Masculino. Verão 2013

Protocolo Masculino. Verão 2013 Protocolo Masculino Verão 2013 Protocolo Masculino Verão 2013 Desenvolvidos para atender as necessidades específicas da pele masculina, os cosméticos destinados aos homens, ao contrário do que muita gente

Leia mais

CRITÉRIOS PARA OS CURSOS DE CIÊNCIA DE ANIMAIS DE LABORATÓRIO E FORMADORES

CRITÉRIOS PARA OS CURSOS DE CIÊNCIA DE ANIMAIS DE LABORATÓRIO E FORMADORES CRITÉRIOS PARA OS CURSOS DE CIÊNCIA DE ANIMAIS DE LABORATÓRIO E FORMADORES A. CURSOS PARA A CATEGORIA A DA FELASA (tratador de animais) (Pessoas que cuidam dos animais) Os cursos de ciência de animais

Leia mais

Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ

Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ Ficha De Informações De Segurança De Produtos Químicos - FISPQ De acordo com a NBR 14725-4:2012 Data da revisão: 12/11/2013 Revisão: 03 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Ref 0785

Leia mais

CUIDADOS COM A BELEZA

CUIDADOS COM A BELEZA CUIDADOS COM A BELEZA Dihego Pansini Getúlio Cantão Quando observamos os padrões de beleza determinados pela sociedade no decorrer dos, podemos perceber que a mesma possui uma característica de transitoriedade,

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. Programa de Residência Médica em Alergia e Imunologia Clínica A - Objetivos gerais da ASBAI para o programa de Residência Médica em Alergia e Imunologia Clínica. 1- Aprimorar as habilidades técnicas, o

Leia mais

Gerência-Geral de Inspeção e Controle de Insumos, Medicamentos e Produtos.

Gerência-Geral de Inspeção e Controle de Insumos, Medicamentos e Produtos. Gerência-Geral de Inspeção e Controle de Insumos, Medicamentos e Produtos. Apresentação da Gerência de Inspeção e Certificação de Medicamentos, Insumos Farmacêuticos e Produtos. CONTEÚDO Organograma Inspeções

Leia mais

PROJETO ESTRUTURANTE DE COSMÉTICO DE BASE FLORESTAL DA AMAZÔNIA ESTUDO USO DE INSUMOS NA PRODUÇÃO DE COSMÉTICOS NA AMAZÔNIA

PROJETO ESTRUTURANTE DE COSMÉTICO DE BASE FLORESTAL DA AMAZÔNIA ESTUDO USO DE INSUMOS NA PRODUÇÃO DE COSMÉTICOS NA AMAZÔNIA PROJETO ESTRUTURANTE DE COSMÉTICO DE BASE FLORESTAL DA AMAZÔNIA ESTUDO USO DE INSUMOS NA PRODUÇÃO DE COSMÉTICOS NA AMAZÔNIA ENTRAVES E GARGALOS DA PRODUÇÃO DE INSUMOS E PRODUTOS ACABADOS DO SEGMENTO DE

Leia mais

TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO. nº 1

TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO. nº 1 TEC OLOGIA JOH DEERE: MAIOR PRODUTIVIDADE COM ME OR CUSTO DE MA UTE ÇÃO nº 1 Treviso x John Deere Uma parceria de futuro Bom Dia! A Treviso, é um grupo composto por 10 concessionárias que representam a

Leia mais

I RELATÓRIO: II ANÁLISE:

I RELATÓRIO: II ANÁLISE: INTERESSADO: ASSUNTO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL JOAQUIM NABUCO - RECIFE/PE AUTORIZAÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TÉCNICA EM INSTRUMENTAÇÃO CIRÚRGICA, EM ENFERMAGEM EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Leia mais

E R R E C B N Â C SOR FALAS O VAM

E R R E C B N Â C SOR FALAS O VAM VAMOS FALAR SOBRE CÂNCER Câncer O que é? O câncer tem como principal característica o crescimento desordenado das células do corpo. O que diferencia os tipos de câncer, entre maligno e benigno, é a velocidade

Leia mais

"Manual rápido de cuidados básicos com a pele e maquiagem"

Manual rápido de cuidados básicos com a pele e maquiagem "Manual rápido de cuidados básicos com a pele e maquiagem" Saber fazer uma maquiagem é muito mais que esfumar um belo olho. Os cuidados com a pele muito antes da entrada da maquiagem garantirá não só que

Leia mais

NR32 Desafio para gestão organizacional

NR32 Desafio para gestão organizacional NR32 Desafio para gestão organizacional Antonio Carlos Ribeiro Filho Médico do Trabalho Auditor Fiscal do Trabalho Gerência Regional do Trabalho e Emprego em Juiz de Fora MG Coordenador da CTPN NR 32 do

Leia mais

Presentes Dia dos Pais + Ecologie Homem

Presentes Dia dos Pais + Ecologie Homem Página 1 de 5 Presentes Dia dos Pais + Ecologie Homem Ainda não sabe o que comprar para os Dias dos Pais, ainda dá tempo. Veja algumas dicas: Clique na imagem para ampliar 1. Calça Lojas Renner - R$89,90

Leia mais