A liderança do tipo coaching

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A liderança do tipo coaching"

Transcrição

1 dossiê A liderança do tipo coaching Os técnicos Bernardinho, do vôlei masculino brasileiro, e Marcello Lippi, da seleção italiana de futebol de 2006, revelam o que os líderes típicos dos esportes coletivos têm em comum, em reportagem HSM Management Competência, foco em resultados, contextos mutáveis que exigem estratégias flexíveis, necessidade de equipes de alto desempenho que trabalhem em prol de uma meta comum, comprometimento, obrigação de ouvir o cliente, respeito por determinados valores, consciência de que o sucesso de hoje não garante o de amanhã, globalização crescente e lideranças bem definidas. De fato, entre as empresas e os esportes coletivos, como o futebol e o vôlei, há inúmeras semelhanças. Mas o que é liderança no contexto dos esportes coletivos? Talvez o conceito se defina melhor pelos dois tipos de líderes que saltam aos olhos até do mais desavisado dos espectadores: o líder dentro de campo e o líder treinador. O primeiro equivaleria à liderança carismática, tão discutida no universo da política. E o segundo corresponderia à liderança que é cada vez mais valorizada hoje na gestão: a do tipo coaching, do líder que serve sua equipe, preparando-a e dando-lhe as condições necessárias para o bom desempenho. HSM Management procurou duas lideranças do tipo coaching que são indiscutíveis em suas modalidades esportivas, a fim de descobrir o que elas têm em comum e o que podem ensinar aos profissionais de negócios: Bernardo Rocha de Rezende, o Bernardinho, técnico da seleção brasileira de vôlei masculino que acumula os principais títulos do mundo nos últimos seis anos, e Marcello Lippi, treinador da seleção italiana de futebol que venceu a Copa do Mundo de 2006 negando sua tradição: em vez de ficar na retranca, partiu para o ataque. Treinamento Bernardinho, técnico da seleção brasileira de vôlei masculino, acredita firmemente na vitória por esforço. Por isso, investe no que chama de treinamento extremo ; sempre que possível, aumenta a duração do treinamento: seis horas em vez de cinco, sete horas em vez de seis. E não deixa falhar nenhum dia. Se não houver onde treinar, a equipe treina até em estacionamento. Essa crença do ex-levantador pode ter sido formada, de certo modo, a partir de sua própria trajetória, que o levou a ser técnico mais por obstinação do que por talento. O fato de eu ter ficado bastante no banco [de reservas] num grupo de jogadores talentosos proporcionou-me tempo para analisar por que o time ganhava ou por que perdia. Ele poderia ter simplesmente se desinteressado do jogo, como acontece com muitos gestores no banco de reservas, porém se esforçou para entendê-lo mais profundamente.

2 Bernardo fazia suas avaliações não apenas durante o jogo, mas também quando o técnico pedia tempo. Em vez de se envolver no processo, aproveitava para analisar o que acontecia desde as informações que eram passadas aos jogadores até a reação deles. Eu ficava pensando no que faria ou evitaria, coisas com que me importaria ou não. Eu nem pensava em ser técnico na época, mas com certeza esse esforço contribuiu para minha capacidade de ser treinador. E o que seria o treinamento extremo a que Bernardo se refere? Tem a ver com disciplina de execução. Se o planejamento é como vamos chegar lá, que ações e que estratégias vamos ter de usar para isso, o treinamento é a disciplina do dia-a-dia, o processo de preparação, o esforço. Para ele, nada substitui a disciplina, ou seja, o treinamento. Treinamento é o desenvolvimento de sua capacidade. Nada do que eu disser a qualquer pessoa vai lhe conferir segurança; não tem abracadabra. A única coisa que vai lhe dar segurança é sua preparação, explica o técnico. Por isso, defende Bernardinho, a vontade de se preparar tem de ser maior do que a vontade de vencer. Autenticidade Não é só o treinamento do técnico do vôlei que é extremo. Seu estilo também é (veja quadro na página 80) e várias vezes levou às lágrimas as jogadoras da seleção de vôlei feminino, que ele treinou até Pode-se dizer que suor e lágrimas é uma combinação que se aplica a ele. Mas o técnico não vê mal nisso, porque acredita firmemente na autenticidade da liderança. Não existe uma forma melhor de liderar pessoas, existe sua forma. Você é o que é. Para Bernardinho, os liderados jamais podem sentir artificialidade nas ações de seu líder. No entanto, ele faz uma autocrítica: Embora eu consiga chacoalhar os jogadores com esse meu jeito, não sou o mais eficiente dos líderes quando minha emoção está muito à flor da pele. Realmente é algo que eu preciso trabalhar, entender um pouco mais e não deixar fluir tão espontânea e constantemente como faço hoje. O coach nervoso Bernardo Rocha de Rezende, o Bernardinho, grita, xinga, bate palmas, pula, agacha, pula de novo, grita mais uma vez, chuta o banco, quase rasga a camisa, anda de um lado para o outro sem parar. Tudo isso é rotina para o técnico da seleção de vôlei masculino do Brasil e do time carioca de vôlei feminino Rexona, que até já partiu para a briga algumas vezes. Obcecado pela vitória e pela perfeição, ele não dá sossego a seus comandados em quadra e, provavelmente, é o que mais sofre e se cansa entre todos. Bernardinho sempre foi nervoso assim, mesmo quando atuava dentro da quadra, entre 1979 e 1988, defendendo algum time do Rio de Janeiro ou a seleção brasileira. Na posição de levantador, geralmente reserva de William, integrou a chamada geração de prata do esporte, que conquistou a medalha de bronze na Copa do Mundo de 1981, a medalha de prata no Campeonato Mundial de 1982 e também a dos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em Parou de jogar em 1988 e logo começou a carreira de treinador como assistente técnico de Bebeto de Freitas nos Jogos de Seul. Dois anos depois, treinou a equipe feminina do Peruggia, na Itália, onde ficou até Em 1993, ainda na Itália, dirigiu a equipe masculina do Modena. Retornou ao Brasil e, em 1994, assumiu o comando da seleção feminina, iniciando um período de vitórias que culminou com uma histórica medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em Em 2001, Bernardinho passou a treinar a seleção masculina principal. Sob seu comando, o Brasil conquistou 15 títulos e não tem deixado dúvida sobre sua supremacia atual, apesar de as seleções concorrentes serem fortíssimas. Nos quatro principais campeonatos internacionais Liga Mundial (disputada anualmente), Jogos Olímpicos, Campeonato Mundial e Copa do Mundo (cada quatro anos), a equipe brasileira sempre tem subido no pódio, em geral no lugar mais alto. O Brasil venceu a Liga Mundial em 2001, 2003, 2004, 2005 e 2006 e, em 2002, ficou em segundo lugar; obteve a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Grécia, em 2004; venceu os dois últimos campeonatos mundiais, em 2002 e 2006, e a última Copa do Mundo, em Isso sem falar em conquistas do Pré-Mundial, do Sul-Americano e da Copa América. Apenas nos Jogos Pan-Americanos a seleção ainda não brilhou, mas Bernardinho busca uma retratação na edição do Rio de Janeiro, em julho deste ano. Bernardinho vive o voleibol quase 24 horas por dia. É casado com a ex-levantadora da seleção feminina Fernanda Venturini que só perdeu o título de melhor jogadora do século 20, concedido pela Federação Internacional de Vôlei, para a cubana Regla Torres e que, defendendo cinco clubes diferentes, fez a proeza de levantar 12 das 15 taças nacionais que disputou e pai de Bruno, um promissor talento do esporte. Faz muitas palestras sobre o assunto e recentemente lançou seu primeiro livro, autobiográfico, Transformando o Suor em Ouro (ed. Sextante), que já é um best-seller.

3 A tendência é você deixar de aprender quando começam a tratá-lo como o grande campeão. Você se desvia do coletivo, segundo Bernardo O principal fator de sucesso nesse caso não é o grito, mas a autenticidade mesmo. A franqueza de Bernardinho gera como respostas a confiança e a compreensão da equipe. Eles não duvidam da minha intenção. Se eu dou uma bronca, a equipe entende que não quero jogar ninguém para baixo. Em outras palavras, os jogadores sabem que sua intenção ao explodir é extrair o melhor de cada um, nada mais. E, para cultivar esse clima de confiança, o técnico tem por hábito reconhecer quando erra na dose e pedir desculpas. Capacidade de recuperação Se o vôlei brasileiro remete ao discurso do primeiro-ministro inglês Winston Churchill na Segunda Guerra Mundial, que disse não ter nada a oferecer a não ser sangue, suor e lágrimas, o futebol da Itália da Copa do Mundo de 2006 sugere a letra de um famoso samba brasileiro: levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima. A equipe venceu, como todos sabem, com o futebol italiano em plena tempestade, em meio a escândalos sobre a corrupção de juízes que provocaram a punição de clubes importantes, e com duas experiências bem negativas no currículo: a da Copa do Japão, em 2002, e a da Eurocopa em Portugal, dois anos depois, quando foi eliminada ainda na primeira fase. Quando perguntaram a Marcello Lippi, técnico da squadra azzurra (veja quadro na página ao lado), como havia superado aquela situação, ele sintetizou o poder de recuperação: Tínhamos um ano de preparo nas nossas costas, incluída a fase de classificação, e havia sido um ano muito bom, com amistosos excelentes contra Holanda e Alemanha, por exemplo. Os jogadores se convenceram de que podiam vencer e, paradoxalmente, o contexto negativo do futebol italiano se transformou em energia positiva. Todos queriam demonstrar que não tinham nada a ver com os escândalos. E sua motivação multiplicouse por dez. Lippi acredita que a importância do preparo físico e da tática é menor diante do poder da motivação, especialmente quando se trata de grandes competições como a Copa do Mundo de Futebol. Tendo em conta o pouco tempo de treinamento de que sempre dispomos, é impossível alcançar a perfeição tática; e, depois do período de descanso e recuperação que se segue ao campeonato nacional, a condição física é relativa, motivo pelo qual o que se torna fator determinante são a motivação e a vontade de se sentir dentro do time que tem o objetivo de defender a camisa do país, explica ele. Bernardo também considera a motivação fator determinante seria o sangue de sua equação, embora admita nem sempre perceber quando um jogador está desmotivado. Quando percebo, tento dar um pouco mais de atenção no treinamento. Claro que é uma atenção no estilo Bernardinho, ou seja, exigindo mais do jogador. Assim, o jogador pensa: Ele está dando mais atenção para mim. Um índice de cobrança elevado jamais é uma punição, mas a percepção da capacidade de realização do outro, garante o grande O coach tranqüilo Ocarismático Marcello Lippi nunca foi um jogador de futebol de real destaque, mas, como técnico, revelou ter grande instinto, especialmente durante a década de 1990, quando conquistou títulos nacionais e internacionais com o Juventus de Turim, em que ficou conhecido por suas mudanças táticas acertadas. A capacidade de mudar na hora certa esteve entre seus pontos fortes na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, em que levou a seleção da Itália ao quarto título, aproximando-a perigosamente do Brasil pentacampeão. Com a máxima Ninguém tem a vaga de titular garantida, Lippi mostrou maestria e flexibilidade tática, grande talento, concentração, psicologia e nervos de aço ou serenidade, para citar apenas alguns dos qualificativos que a mídia internacional lhe atribuiu. E foram merecidos. Afinal de contas, o técnico conseguiu enterrar o célebre catenaccio italiano a aptidão para jogar defensivamente, fazendo com que seu time tivesse o melhor ataque da Copa, ao lado da anfitriã Alemanha e da Argentina. Ele imprimiu uma rotatividade tática que permitiu que dez jogadores diferentes marcassem gols e contabilizou em sua campanha cinco vitórias e um empate. Lippi renunciou ao cargo de treinador no dia seguinte ao da conquista do título.

4 técnico do vôlei brasileiro. Eu só cobro de alguém quando sei que tem condições de me dar. Então, essa é minha maneira de eu mostrar minha confiança no jogador, é minha crença de que ele pode fazer mais... A motivação inclui um elemento importante, segundo Bernardinho: saber perder. A aceitação da derrota tem lógica. Como ele diz, todo mundo vai perder vez ou outra e isso não pode afetar sua motivação. Só não perde quem não joga; portanto, a derrota precisa ser vista como parte do processo. Isso também ajuda a explicar como a squadra azzurra conseguiu se levantar: a sabedoria ou profissionalismo de aceitar a derrota como parte do processo. Fórmula de equipe Os dois líderes têm outra coisa em comum: eles se sentem bastante confortáveis com o trabalho em equipe. O primeiro passo para o bom trabalho em equipe, segundo Bernardinho, é a escolha das pessoas certas. Não adianta ter só as cigarras no seu time se não tiver as formigas; as pessoas precisam se complementar. Talentos certos, garante o técnico, são os que, ao atuarem em conjunto, contribuem para o melhor resultado de time, não individual. O que mais se procura hoje são as pessoas com capacidade de trabalhar duro em busca de um objetivo, acrescenta. É preciso ter o talento virtuoso, sim, diz Bernardo, mas só se ele estiver disposto a trabalhar em equipe e não aquele preocupado com sua própria performance sem querer compartilhar seu talento. O técnico do vôlei traça um paralelo com a vida executiva: aqueles que fecham grandes contratos ou fazem uma grande jogada não são necessariamente os mais indicados para uma equipe. Muitas vezes, outros que brilham menos produzem tão constantemente que, no final, levam a empresa a cumprir a meta. Ele se refere a pessoas determinadas, dispostas a se superar, a não se conformar com as negativas, que seguem buscando o melhor de si. Acredito que essas formarão a melhor equipe. Um grande campeão pode ganhar uma partida, mas nunca vai ganhar um campeonato. Por isso, precisamos do time. Já Lippi destaca a importância de que existam vários líderes numa equipe. Seu exemplo é, obviamente, o da seleção da Itália na Alemanha. Cannavaro, Zambrotta, Gattuso, Buffon, todos eles são líderes, enumera. E completa: Mas ninguém decide quais serão os líderes. Surgem naturalmente durante o trabalho, nas práticas, e depois exercem a liderança em campo. E como surgem líderes dentro de campo? Eles se manifestam, de acordo com Lippi, quando o treinador é, mais do que um líder, um guia seguro e competente que conduz a equipe para a consecução do objetivo; deve ser alguém que não se deixe condicionar por subjetividades nem pela mídia. Os jogadores precisam perceber o técnico como esse guia, enfatiza. Na essência, não é muito diferente do que diz Bernardo. E note-se bem: Lippi também não fala em grandes talentos, mas em vários líderes, o que pressupõe uma equipe harmônica, sem concentração de poder em um só jogador. Gerenciamento de conflitos Não é nada fácil manter a harmonia entre pessoas que viajam muito e, por isso, passam muito tempo distantes da família. Essa saudade é caminho certo para o conflito. Como Bernardinho gerencia isso? Eu busco o equilíbrio, tanto provendo maior proximidade com a família como gerando certo conforto no deslocamento, por exemplo. Uma das atitudes do técnico foi solicitar que os jogadores passassem a viajar de classe executiva; e a comissão técnica, de classe econômica. Um cara de 2,10 metros não viaja lá atrás, é muito desconfortável. Outro ponto importante do gerenciamento de conflitos é o gerenciamento do sucesso. Mesmo porque há pessoas que se dedicam muito na vida profissional e não são devidamente reconhecidas pelo público e pela crítica ou recompensadas financeiramente. Por isso, ele retrabalha até a definição de sucesso. Segundo o técnico, sucesso é o desenvolvimento pleno de seu potencial. Se tivermos a consciência de que trabalhamos duro e realizamos tudo que nos propusemos realizar, isso é sucesso, argumenta ele. Não

5 tem a ver com a comparação com o outro, ou com outra empresa, ou com outro time. Podemos ter até menos potencial que outros, mas, se usufruímos todo o potencial, isso é sucesso. Sobre esse assunto, como é sabido, no mundo dos negócios há duas vertentes: uma afirma que os funcionários provocadores desestabilizam o ambiente e devem ser afastados; Jack Welch, na corrente oposta, acredita que quem desestabiliza, ao trabalhar com uma equipe, de alguma maneira inova, o que é benéfico para a empresa. Qual é a filosofia de Bernardinho? No nosso caso específico, uma atividade de alta visibilidade, a tendência é você deixar de aprender quando começam a tratá-lo como o grande campeão. Você começa a se desviar daquilo que é a essência do seu trabalho: a preparação e a consciência coletiva. Quando acha que não depende mais dos outros, o jogador invariavelmente não consegue mais obter bons resultados, assegura Bernardinho. O sucesso do passado não lhe garante nada no futuro. O fato de ter uma atuação bem-sucedida só gera uma coisa, na verdade: mais expectativa. Ao se referir ao papel do técnico de um time de futebol composto por estrelas, como a vitoriosa seleção de futebol da Itália, Lippi afirma que o objetivo principal é formar um grupo onde ninguém se sinta prima-dona, mas parte de um projeto; fazer que eles entendam que não é o time que tem de se colocar à sua disposição, mas sim que eles é que têm de ficar à disposição do time. E, como os grandes jogadores são inteligentes, captam rapidamente o que quero dizer quando digo que me interessa a personalidade do time, a convicção para sair em campo, sem esperar para ver o que faz o oponente, mas fazendo o que se preparou para fazer. As particularidades do trabalho de uma seleção de futebol tornam essa desestrelização ainda mais importante, de acordo com o técnico italiano: Os jogadores passam pouco tempo juntos, só se reúnem para jogar uma vez cada dois meses. Flexibilidade e adaptação O líder sempre tem de adaptar sua tática aos jogadores que convocou. Quem faz essa afirmação é Lippi, com bons argumentos e exemplos. Como pode haver jogadores machucados, um técnico deve dominar várias táticas. Além disso, o time precisa ser flexível também para poder se adaptar às circunstâncias que mudam, inclusive no decorrer de um jogo. Não sou partidário, em absoluto, da tática que nunca muda. No terceiro jogo da Copa de 2006, por exemplo, mudamos o sistema. No início tínhamos decidido jogar com Francesco Totti e dois atacantes, mas Totti não estava 100%. Embora tenhamos aproveitado ao máximo sua imaginação, fomos obrigados a mudar de tática. Com esse esquema, menos arriscado, os jogadores ganharam mais confiança e jogaram melhor. Homens como Gennaro Gattuso ou Gianluca Zambrotta começaram a ter a convicção de que podiam ganhar. E foi assim que chegamos à final. Ouvir o mercado Atrás da frase o cliente sempre tem razão, não é raro encontrar organizações de negócios que atuam como autistas. Esse tipo de comportamento, contudo, é impensável nas organizações esportivas do futebol ou do vôlei, porque não respeitar o grito da torcida exigindo a substituição de um jogador pode ter conseqüências graves, incluindo a demissão do técnico e até mesmo do presidente do clube. Foi um livro lançado em espanhol, Un Gran Equipo!: El Fútbol como Metáfora Empresarial, de José María Ortíz e José Ignacio Arráiz, que apresentou essa idéia. Não é fácil aceitá-la, mas executivos líderes e liderados devem voltar-se realmente para o mercado. Como destaca Bernardinho: Mais complicado do que controlar a ansiedade é controlar seu ego de líder. Se tem receita? Para ele, é um exercício diário. A paixão e o banco de reservas José María Ortíz e José Ignacio Arráiz afirmam que as empresas têm muito que aprender com esportes como o futebol. No entanto, eles sublinham como principal lição esportiva

6 a paixão com que costuma ser encarada cada tarefa, cada projeto algo que não falta nem no futebol, nem no vôlei, nem em Marcello Lippi, nem em Bernardinho. Mas apenas paixão não basta. Há todos os ingredientes de liderança aqui descritos e talvez mais um, curioso: tanto Bernardinho como Marcello Lippi foram jogadores comuns que se revelaram técnicos espetaculares. Bernardinho tem uma explicação para isso: no banco de reservas havia tempo para pensar. Será que o mesmo pode acontecer a gestores medianos? Esse é mais um ensinamento do mundo dos esportes e mais uma aposta a conferir. A reportagem é de Lílian Féres, gerente de conteúdo da HSM do Brasil, e Augusta Leante, colaboradora da HSM Europa.

As cinco disciplinas

As cinco disciplinas As cinco disciplinas por Peter Senge HSM Management julho - agosto 1998 O especialista Peter Senge diz em entrevista exclusiva que os programas de aprendizado podem ser a única fonte sustentável de vantagem

Leia mais

12 TIPOS 1ª versão DIFERENTES 2ª versão

12 TIPOS 1ª versão DIFERENTES 2ª versão Após afastar-se das quadras Oscar passou a se dedicar em transmitir ao povo brasileiro sua experiência de 32 anos dentro das quadras, onde defendeu por 20 anos a Seleção Brasileira de Basquetebol. Trabalhando

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL Tenho lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o trabalho de formação no Brasil. Algumas pessoas, alguns profissionais

Leia mais

Voleibol. Bernardo Rezende

Voleibol. Bernardo Rezende Voleibol Histórico e Desenvolvimento Bernardo Rezende d Voleibol Amador Panorama Histórico Anos 70 Início do desenvolvimento profissional Influência da Escola Japonesa Planejamentoamédioelongoprazo Planejamento

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com

5Passos fundamentais. Conseguir realizar todos os seus SONHOS. para. Autora: Ana Rosa. www.novavitacoaching.com 5Passos fundamentais para Conseguir realizar todos os seus SONHOS Autora: Ana Rosa www.novavitacoaching.com O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos! Eleanor Roosevelt CONSIDERA

Leia mais

Av. Antônio Sales, 2371 loja 113 Dionísio Torres Fortaleza, CE

Av. Antônio Sales, 2371 loja 113 Dionísio Torres Fortaleza, CE Av. Antônio Sales, 2371 loja 113 Dionísio Torres Fortaleza, CE www.epossivelsim.com.br 3224.4940/3088.6161 INTRODUÇÃO Em nossa vida, é necessário planejarmos com cuidado em que direção pretendemos focar

Leia mais

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br

Danilo Nascimento Fundador do Segredos de Concurso www.segredosdeconcurso.com.br Olá, concurseiro! É um grande prazer poder lhe dar algumas dicas básicas a respeito da sua preparação para um Concurso Público. Sei que esse é um grande sonho, e ter a oportunidade de colaborar com a construção

Leia mais

Escrito por. Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método GuinorBets

Escrito por. Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método GuinorBets s O 6 s o i cíp Prin Bá s o sic o d o ét M o D r o n s i t u e G B Escrito por Guilherme guinor Cunha Ex-tenista profissional, campeão mundial de poker online FTOPS #35 e criador do método Índice Quem

Leia mais

PERFIL DO EMPREENDEDOR

PERFIL DO EMPREENDEDOR INTRODUÇÃO Em nossa vida, é necessário planejarmos com cuidado em que direção pretendemos focar nossos esforços. Após o planejamento, vem a ação. Desta forma, é fundamental conhecermos os caminhos que

Leia mais

09/09/2004. Discurso do Presidente da República

09/09/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na solenidade de recepção da delegação brasileira que participou das Olimpíadas de Atenas Palácio do Planalto, 09 de setembro de 2004 Meu caro Grael, Meu querido René Simões,

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Cristina Soares. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Cristina Soares Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Quando decidi realizar meu processo de coaching, eu estava passando por um momento de busca na minha vida.

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Primeira brasileira a entrar na Vila, Ana Sátila controla ansiedade glo...

Primeira brasileira a entrar na Vila, Ana Sátila controla ansiedade glo... 1 de 8 20/01/2013 19:13 globoesporte.globo.com notícias esportes entretenimento vídeos Série A Série A Série B Série C 17/07/2012 07h58 - Atualizado em 17/07/2012 09h35 Primeira brasileira a entrar na

Leia mais

EC PINHEIROS OLÍMPICO AQUÁTICOS

EC PINHEIROS OLÍMPICO AQUÁTICOS EC PINHEIROS OLÍMPICO AQUÁTICOS ESPORTE CLUBE PINHEIROS NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM 112 ANOS de existência umas das instituições mais tradicionais do país, oferecendo atividades esportivas, sociais e culturais

Leia mais

texto I partes I e II Língua Portuguesa e Matemática Futebol de rua De preferência os novos, do colégio.

texto I partes I e II Língua Portuguesa e Matemática Futebol de rua De preferência os novos, do colégio. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto I Futebol de rua Pelada é o futebol de campinho, de terreno baldio. Mas existe um tipo de futebol ainda mais rudimentar do que a pelada. É o futebol de

Leia mais

Valores educacionais do Olimpismo

Valores educacionais do Olimpismo Valores educacionais do Olimpismo Aula 3 Busca pela excelência e equilíbrio entre corpo, vontade e mente Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Detalhar o valor busca pela excelência 2 Apresentar estratégias

Leia mais

Jogos Olímpicos de Londres

Jogos Olímpicos de Londres Jogos Olímpicos de Londres Hugo Hoyama Para quem é fã de Tênis de Mesa o astro Hugo Hoyama dispensa apresentações, mas mesmo quem conhece pouco sobre a modalidade certamente alguma vez já ouviu falar dele,

Leia mais

Discutir liderança feminina em pleno século

Discutir liderança feminina em pleno século Liderança feminina Discutir liderança feminina em pleno século XXI parece ultrapassado, mas apenas agora as mulheres começam a ser reconhecidas como líderes eficazes. Somente neste século o reconhecimento

Leia mais

7 DICAS PARA ARRASAR NAS VENDAS

7 DICAS PARA ARRASAR NAS VENDAS NO NEGÓCIO 7 DICAS PARA ARRASAR NAS Em tempos difíceis, reestruturar e dar atenção especial à equipe de vendas é mais do que recomendado, é essencial. Veja as dicas dos especialistas para que sua empresa

Leia mais

O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho

O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho 27 O caminho para conquistar Equipes de Alto Desempenho 233 Um líder conquista uma equipe de Alto de Desempenho, primeiramente por meio de suas atitudes como pessoa, e depois conquista pela Visão de um

Leia mais

Vendas 10 COISAS QUE FAZEM OS VENDEDORES DE SUCESSO A ANSIEDADE MATOU A VENDA 12 RAZÕES PARA NÃO VENDER A ARTE DE FECHAR EM VENDAS

Vendas 10 COISAS QUE FAZEM OS VENDEDORES DE SUCESSO A ANSIEDADE MATOU A VENDA 12 RAZÕES PARA NÃO VENDER A ARTE DE FECHAR EM VENDAS 10 COISAS QUE FAZEM OS VENDEDORES DE SUCESSO Neste DVD o prof. Marins apresenta as 10 atitudes praticadas por vendedores vitoriosos: 1 - Eles não caem no conto de que vendedor já nasce feito; 2 - Estudam

Leia mais

O ABC da gestão do desempenho

O ABC da gestão do desempenho Por Peter Barth O ABC da gestão do desempenho Uma ferramenta útil e prática para aprimorar o desempenho de pessoas e organizações 32 T&D INTELIGÊNCIA CORPORATIVA ED. 170 / 2011 Peter Barth é psicólogo

Leia mais

21.12.2002. Administrando os Conflitos nos Níveis Hierárquicos

21.12.2002. Administrando os Conflitos nos Níveis Hierárquicos 21.12.2002 53 Administrando os Conflitos nos Níveis Hierárquicos Exigências mais atuais têm obrigado, inegavelmente, que as empresas estejam cada vez mais desenhadas administrativamente com simplicidade

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES

OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO EMPRESAS GRANDES Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês seguinte,

Leia mais

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas?????

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas????? Há 16 anos quando entrou na MK, a consagrada Diretora Nacional, Gloria Mayfield, não sabia como chegar ao topo, hoje ela dá o seguinte conselho. As lições que eu aprendi na Mary Kay para me tornar uma

Leia mais

Problemas, todos temos. Os chefes PONTO. direto ao

Problemas, todos temos. Os chefes PONTO. direto ao Se você usa alguma delas, entre imediatamente em estado de alerta; você pode não ser um líder tão capaz quanto imagina Problemas, todos temos. Os chefes então, nem se fale. Mas, se aqueles que são terríveis

Leia mais

10 TÉCNICAS PARA GESTÃO COMERCIAL

10 TÉCNICAS PARA GESTÃO COMERCIAL 10 TÉCNICAS PARA GESTÃO COMERCIAL Os meses de dezembro e janeiro na maioria das empresas são marcados invariavelmente por atividades de planejamentos, orçamentos e metas para o ano novo. Para o próximo

Leia mais

O pai da matéria. Karin Hetschko e Gumae Carvalho Entrevista com Tim Gallwey

O pai da matéria. Karin Hetschko e Gumae Carvalho Entrevista com Tim Gallwey O pai da matéria Karin Hetschko e Gumae Carvalho Entrevista com Tim Gallwey Os líderes precisam ser coaches? O precursor do coaching Tim Gallwey responde (Fonte: Melhor) Tim Gallwey: líderes precisam aprender

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 55 Discurso na cerimónia de abertura

Leia mais

VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br

VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br APRESENTAÇÃO A timidez é um problema que pode acompanhar um homem a vida inteira, tirando dele o prazer da comunicação e de expressar seus sentimentos, vivendo muitas

Leia mais

O CAMINHO PARA REFLEXÃO

O CAMINHO PARA REFLEXÃO O CAMINHO PARA REFLEXÃO a 3 Semana EMPREENDER É DAR A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE No mudo dos negócios existe a diferença visível do acomodado que nunca quer aprender a mesma coisa duas vezes e o

Leia mais

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível Para quem é este livro? Este livro é para todas aquelas pessoas que fazem o que amam em seu trabalho mas não estão tendo o retorno que gostariam. Este mini guia com 21 sacadas é um resumo dos atendimentos

Leia mais

10 DICAS PARA USAR AS REDES SOCIAIS SEM PREJUDICAR O SEU NEGÓCIO

10 DICAS PARA USAR AS REDES SOCIAIS SEM PREJUDICAR O SEU NEGÓCIO 10 DICAS PARA USAR AS REDES SOCIAIS SEM PREJUDICAR O SEU NEGÓCIO 10 DICAS PARA USAR AS REDES SOCIAIS SEM PREJUDICAR O SEU NEGÓCIO Todo cuidado é pouco quando se esta nas redes sociais. A sensação que a

Leia mais

OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA

OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA BOLETIM TÉCNICO MAIO/2011 OS TRÊS PILARES DO LUCRO PEQUENA E MÉDIA EMPRESA Um empresário da indústria se assustou com os aumentos de custo e de impostos e reajustou proporcionalmente seus preços. No mês

Leia mais

Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego

Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego Terça-feira, 10 de dezembro de 2013 Atualizado em 10/12/2013 08h00 Veja 10 fatores a serem avaliados ao receber proposta de emprego Profissional deve pesar salário, plano de carreira, horário, entre outros.

Leia mais

Marketing esportivo é um mercado de ouro

Marketing esportivo é um mercado de ouro 1 de 5 05/04/2010 19:37 Imprimir Reportagem / mercado Marketing esportivo é um mercado de ouro Um patrocínio para uma corrida de rua pode chegar a R$ 1 milhão. Palestras com treinadores e atletas valem

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Teste sua empregabilidade

Teste sua empregabilidade Teste sua empregabilidade 1) Você tem noção absoluta do seu diferencial de competência para facilitar sua contratação por uma empresa? a) Não, definitivamente me vejo como um título de cargo (contador,

Leia mais

Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja.

Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja. Dicas do que você deve fazer desde cedo para educar seu filho a ser determinado e capaz de conquistar o que ele deseja. O primeiro passo para conquistar algo é acreditar que é possível. Se não, a pessoa

Leia mais

Coaching Útil? Parte Um: Quem Diz o que É Útil?

Coaching Útil? Parte Um: Quem Diz o que É Útil? Coaching Útil? Parte Um: Quem Diz o que É Útil? David Verble Coaching é um tópico na moda na comunidade de melhoria contínua/lean esses dias. Há um crescente interesse no desenvolvimento de culturas de

Leia mais

VENDAS NÃO OCORREM POR ACASO

VENDAS NÃO OCORREM POR ACASO VENDAS NÃO OCORREM POR ACASO THIAGO CONCER VENDAS NÃO OCORREM POR ACASO O GUIA DE VENDAS DA EQUIPE COMERCIAL 2ª EDIÇÃO REVISADA E AMPLIADA 2015 BAURU, SP Rua Machado de Assis, 10-35 Vila América CEP 17014-038

Leia mais

CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS

CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS CANDIDATO BANCADO PELOS PAIS Desânimo total Acho que minhas forças estão indo abaixo, ando meio desmotivado!!!! Não quero desanimar, mas os fatores externos estão superando minha motivação... cobrança

Leia mais

Aprendizes do Futuro: como incorporar conhecimento e transformar realidades Eduardo Carmello

Aprendizes do Futuro: como incorporar conhecimento e transformar realidades Eduardo Carmello Aprendizes do Futuro: como incorporar conhecimento e transformar realidades Eduardo Carmello Para suportar as intensas mudanças nos próximos 10 anos, Aprendizes do Futuro compreendem que é necessário criar

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE 2013 Temos lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o processo de formação de Atletas no Brasil, emitidas

Leia mais

Editorial. Palavra do Presidente. Dalmo Malheiros Ramos. Diretor Presidente SINDCON-RJ

Editorial. Palavra do Presidente. Dalmo Malheiros Ramos. Diretor Presidente SINDCON-RJ O Concessionarista O Concessionarista Edição 01 Janeiro de 2011 R e p r o d u ç ã o Sindicato dos Empregados em Concessionárias e Distribuidoras de Veículos Automotores no Estado do RJ Palavra do Presidente

Leia mais

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe O guia do profissional de Recursos Humanos Como melhorar o desenvolvimento da equipe 1 Introdução 03 Conhecendo as dores do seu time 05 Investir nos colaboradores! 08 Estabelecendo metas 11 A meditação

Leia mais

A COPA QUE INTERESSA

A COPA QUE INTERESSA EDUARDO MENEZES A COPA QUE INTERESSA SERRA LEOA Copyright 2010 Eduardo Menezes Preparação Gustavo Faraon Revisão Rodrigo Rosp Capa e projeto gráfico Gabriel Gama Diagramação Kraskin Comunicação Dados Internacionais

Leia mais

Nossa missão O que fazemos para sua empresa crescer

Nossa missão O que fazemos para sua empresa crescer A Revista VendaMais, a mais conceituada Revista de Vendas do Brasil, uniu-se a Solução Comercial, consultoria com experiência em mais de 80 empresas de diferentes segmentos, para criar a Solução Comercial/VendaMais.

Leia mais

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores

liderança conceito Sumário Liderança para potenciais e novos gestores Sumário Liderança para potenciais e novos gestores conceito Conceito de Liderança Competências do Líder Estilos de Liderança Habilidades Básicas Equipe de alta performance Habilidade com Pessoas Autoestima

Leia mais

EC PINHEIROS OLÍMPICO TERRESTRES

EC PINHEIROS OLÍMPICO TERRESTRES EC PINHEIROS OLÍMPICO TERRESTRES ESPORTE CLUBE PINHEIROS NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM 112 ANOS de existência umas das instituições mais tradicionais do país, oferecendo atividades esportivas, sociais e culturais

Leia mais

AAARP PROJETO ATLETISMO. Acreditamos no poder da transformação através do esporte. E CIDADANIA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO

AAARP PROJETO ATLETISMO. Acreditamos no poder da transformação através do esporte. E CIDADANIA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO Acreditamos no poder da transformação através do esporte. Foto: Matheus urenha PROJETO ATLETISMO E CIDADANIA AAARP ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO ATLETISMO DE RIBEIRÃO PRETO Troféu Brasil de Atletismo, Equipe

Leia mais

PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016

PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016 PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016 QUEM SOMOS A Associação Atlética Pé de Vento é uma organização não governamental. Considerada hoje uma das maiores equipes de corrida de longa distância da América

Leia mais

Escrita Eficiente sem Plágio

Escrita Eficiente sem Plágio Escrita Eficiente sem Plágio Produza textos originais com qualidade e em tempo recorde Ana Lopes Revisão Rosana Rogeri Segunda Edição 2013 Direitos de cópia O conteúdo deste livro eletrônico tem direitos

Leia mais

Entrevista: Natasha Olsen, pilar da seleção brasileira de Rugby Sevens

Entrevista: Natasha Olsen, pilar da seleção brasileira de Rugby Sevens 31 March, 2009 Entrevista: Natasha Olsen, pilar da seleção brasileira de Rugby Sevens Filed under: Geral, Brasil DROPOUT conseguiu uma entrevista com Natasha Olsen, pilar da seleção brasileira de Rugby

Leia mais

Escrito por Administrator Qua, 21 de Outubro de 2009 00:29 - Última atualização Qua, 05 de Maio de 2010 01:17

Escrito por Administrator Qua, 21 de Outubro de 2009 00:29 - Última atualização Qua, 05 de Maio de 2010 01:17 O filme O Diabo Veste Prada, dirigido por David Frankel e baseado no livro de Lauren Weisberger, mostra a história de uma jovem jornalista Andrea. Recém formada em uma das melhores universidades dos Estados

Leia mais

LIDERANÇA. O silêncio, e não a discordância, é a única resposta que os verdadeiros líderes deveriam se recusar a aceitar". Warren Bennis.

LIDERANÇA. O silêncio, e não a discordância, é a única resposta que os verdadeiros líderes deveriam se recusar a aceitar. Warren Bennis. LIDERANÇA O silêncio, e não a discordância, é a única resposta que os verdadeiros líderes deveriam se recusar a aceitar". Warren Bennis. João Alfredo Biscaia(*) Primeiras observações Resumir as principais

Leia mais

Primeiro Email#1: Rota Problema Solução

Primeiro Email#1: Rota Problema Solução Esta segunda sequência respeita a estrutura da sequência do Eben que analisamos.o template é adequado aos profissionais que podem (e querem) trabalhar com os três mosqueteiros, ou seja, apresentar uma

Leia mais

Mente Próspera Seja Bem Vindo!

Mente Próspera Seja Bem Vindo! Mente Próspera Seja Bem Vindo! Como DOBRAR o Seu Termostato Financeiro O Autoconhecimento e Desenvolvimento Pessoal São a Chave A Razão Desse Webinário? Objetivos dessa Aula Aumentar a sua zona de conforto

Leia mais

Trilha para o Mundial

Trilha para o Mundial esporte patinação Trilha para o Mundial É grande a expectativa da equipe do Iate para o Mundial de Patinação Artística 2011. Pela primeira vez, o campeonato será realizado no Brasil, de 14 a 27 de novembro.

Leia mais

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É Descobrindo-se... Fácil é olhar à sua volta e descobrir o que há de

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

Guia CARREIRAS E SALÁRIOS

Guia CARREIRAS E SALÁRIOS Guia CARREIRAS E SALÁRIOS em contabilidade Guia Carreiras e Salários Se você é gestor de alguma empresa contábil, está procurando melhorar sua posição profissional ou é dono de um escritório de contabilidade:

Leia mais

A partida dos vencedores - Livro de Atividades. Autora Sandra Aymone. Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado

A partida dos vencedores - Livro de Atividades. Autora Sandra Aymone. Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado A partida dos vencedores - Livro de Atividades Autora Sandra Aymone Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado Ilustração Pierre Trabbold Diagramação Linea Creativa Realização

Leia mais

Coaching como metodologia de desenvolvimento de lideranças

Coaching como metodologia de desenvolvimento de lideranças Coaching como metodologia de desenvolvimento de lideranças Lilian Langer Cleiane Weinmann 1 LILIAN LANGER lilian@vielmolanger.com.br Executive Coach e Consultora Organizacional. Especialização em Administração

Leia mais

ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA. Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista

ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA. Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista ACENDA O OTIMISMO EM SUA VIDA Quiz Descubra Se Você é uma Pessoa Otimista Uma longa viagem começa com um único passo. - Lao-Tsé Ser Otimista não é uma tarefa fácil hoje em dia, apesar de contarmos hoje

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 1 Ser Voluntário Organizando Voluntariado na Escola Aula 1 Ser Voluntário Objetivos 1 Entender o que é ser voluntário. 2 Conhecer os benefícios de ajudar. 3 Perceber as oportunidades proporcionadas pelo voluntariado. 4

Leia mais

Esportes de Rebatida. Aula 1. Voleibol, vôlei de praia e voleibol sentado. Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Rebatida. Aula 1. Voleibol, vôlei de praia e voleibol sentado. Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Rebatida Aula 1 Voleibol, vôlei de praia e voleibol sentado Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar três esportes da categoria REBATIDA e suas principais regras. 2 Conhecer a história desses

Leia mais

Apresentação do Programa Professional Coaching Practitioner

Apresentação do Programa Professional Coaching Practitioner Apresentação do Programa Professional Coaching Practitioner Este programa de Coaching foi elaborado pela Abracoaching e será ministrado pela Vittacoaching. Em Dezembro de 2014 a Vittacoaching representada

Leia mais

Segredos. 7do Empreendedor de 7SUCESSO

Segredos. 7do Empreendedor de 7SUCESSO 7 Segredos 7 Segredos empreendedor magnético 2015. Empreendedor Magnético www.empreendedormagnetico.com.br Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada desta publicação, no todo ou em parte,

Leia mais

Gestão e Marketing Esportivo. Prof. José Carlos Brunoro

Gestão e Marketing Esportivo. Prof. José Carlos Brunoro Gestão e Marketing Esportivo Prof. José Carlos Brunoro O Sucesso depende de 3 pontos importantes 1. CONHECIMENTO 2. LIDERANÇA 3. CONDUTA PESSOAL 1 CONHECIMENTO Estudo Constante Aprender com todos Idioma

Leia mais

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO. 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades...

ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO. 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades... ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 11 PRIMEIRA PARTE A RELAÇÃO CONSIGO MESMO 1. AUTOCONHECIMENTO... 15 1.1 Processos... 16 1.2 Dificuldades... 19 2. AUTOESTIMA... 23 2.1 Autoaceitação... 24 2.2 Apreço por si... 26

Leia mais

09/10/2013. Ser Humano. Transformação Pessoal. Sonhos. A Jornada é mais importante que o Destino. Decisão. Onde Vamos Viver?

09/10/2013. Ser Humano. Transformação Pessoal. Sonhos. A Jornada é mais importante que o Destino. Decisão. Onde Vamos Viver? Ser Humano Transformação Pessoal Sonhos A Jornada é mais importante que o Destino Decisão Onde Vamos Viver? 1 PAPO DE Superação Para escalar rumo a alta performance é necessário rever a bagagem: equipamentos,

Leia mais

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL WWW.SUPERVISORPATRIMONIAL.COM.BR SUPERVISOR PATRIMONIAL ELITE 1 OS 3 PASSOS PARA O SUCESSO NA CARREIRA DA SEGURANÇA PATRIMONIAL Olá, companheiro(a) QAP TOTAL. Muito prazer, meu nome e Vinicius Balbino,

Leia mais

5. Tendências na Gestão de Pessoas *

5. Tendências na Gestão de Pessoas * 5. Tendências na Gestão de Pessoas * Trabalho há mais de dez anos como coach e consultora de desenvolvimento humano e organizacional. Minha formação acadêmica é em Engenharia Eletrônica, e antes da grande

Leia mais

1 Thiago de Souza Aranha Duarte (ARANHA) Nascimento: 25/09/81 (29 anos) Santos (SP)

1 Thiago de Souza Aranha Duarte (ARANHA) Nascimento: 25/09/81 (29 anos) Santos (SP) Medley/Campinas Elenco temporada 2011/2012 1 Thiago de Souza Aranha Duarte (ARANHA) Nascimento: 25/09/81 (29 anos) Santos (SP) Altura: 1m95 Última equipe: Pinheiros / Sky Principais resultados: Bicampeão

Leia mais

Parceria RH & Coaching: Soluções à organização pessoal e profissional Marcia Toscano

Parceria RH & Coaching: Soluções à organização pessoal e profissional Marcia Toscano Parceria RH & Coaching: Soluções à organização pessoal e profissional Marcia Toscano Socióloga - Consultora em Gestão de Pessoas - Personal & Professional Coach 1. Cenários organizacionais: Como delimitar

Leia mais

FLÁVIA MOTTA Consultora em Gestão de Pessoas Life & Professional Coach Pedagoga, Pós-graduada em Psicologia Organizacional MBA em Gestão de Pessoas

FLÁVIA MOTTA Consultora em Gestão de Pessoas Life & Professional Coach Pedagoga, Pós-graduada em Psicologia Organizacional MBA em Gestão de Pessoas DUO A DUO nasce com mais de 17 anos de experiência de seus fundadores nos segmentos de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Gerenciamento de Processos, Esportes e Qualidade de Vida. Com um vasto conhecimento

Leia mais

Você, no entanto, pode nos ajudar!

Você, no entanto, pode nos ajudar! Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, o autor não assume nenhuma responsabilidade por erros

Leia mais

Como transformar Grupos em Equipes

Como transformar Grupos em Equipes Como transformar Grupos em Equipes Caminhos para somar esforços e dividir benefícios Introdução Gestores de diversos segmentos, em algum momento de suas carreiras, deparam-se com desafios que, à primeira

Leia mais

Esportes de Combate. Aula 1. Judô e taekwondo

Esportes de Combate. Aula 1. Judô e taekwondo Esportes de Combate Aula 1 Judô e taekwondo Objetivos 1 Apresentar dois esportes da categoria de COMBATE e suas principais regras. 2 Conhecer a história desses esportes e sua entrada para os Jogos Olímpicos

Leia mais

VOLEIBOL ESCOLAR: FERRAMENTA MULTIDISCIPLINAR

VOLEIBOL ESCOLAR: FERRAMENTA MULTIDISCIPLINAR VOLEIBOL ESCOLAR: FERRAMENTA MULTIDISCIPLINAR 1. História do Voleibol 1.1. A Origem do Voleibol: a centenas de anos jogos similares jáj eram praticados no mundo todo. Willian Morgan da Y.M.C.A. cria em

Leia mais

Um dos melhores Programas de Capacitação de Líderes do Mundo

Um dos melhores Programas de Capacitação de Líderes do Mundo Um dos melhores Programas de Capacitação de Líderes do Mundo O Leader Coaching Traning é um programa de treinamento em Coaching para Líderes, licenciado pela World Federation of Coaching (WFC), entidade

Leia mais

A Qualidade Fundamental do Vendedor Altamente Eficaz

A Qualidade Fundamental do Vendedor Altamente Eficaz Em abril de 2.000 Jack Welch - o executivo do século foi entrevistado pela Executive Focus International. Essa entrevista foi coberta com exclusividade pela revista brasileira HSM Management, edição de

Leia mais

4 pilares da liderança. 4 pilares da liderança. Copyright 2014 Portway Ltda. www.portway.com.br

4 pilares da liderança. 4 pilares da liderança. Copyright 2014 Portway Ltda. www.portway.com.br 4 pilares da liderança E m maio de 2014, um executivo de um Cliente me procurou para conversar sobre seu desenvolvimento pessoal. Ele é responsável direto por 800 pessoas, todas com nível superior e em

Leia mais

Aperf r e f iço ç a o m a ent n o t o Ge G re r nci c al a para Supermercados

Aperf r e f iço ç a o m a ent n o t o Ge G re r nci c al a para Supermercados Aperfeiçoamento Gerencial para Supermercados Liderança Liderança é a habilidade de influenciar pessoas, por meio da comunicação, canalizando seus esforços para a consecução de um determinado objetivo.

Leia mais

FATORES RELEVANTES DO ÊXITO INTERNACIONAL DO VOLEIBOL BRASILEIRO MADE JÚNIOR MIRANDA UEG-ESEFFEGO/PUC-GO/FAPEG/Goiânia, Goiás, Brasil madejr@ig.com.

FATORES RELEVANTES DO ÊXITO INTERNACIONAL DO VOLEIBOL BRASILEIRO MADE JÚNIOR MIRANDA UEG-ESEFFEGO/PUC-GO/FAPEG/Goiânia, Goiás, Brasil madejr@ig.com. 1 FATORES RELEVANTES DO ÊXITO INTERNACIONAL DO VOLEIBOL BRASILEIRO MADE JÚNIOR MIRANDA UEG-ESEFFEGO/PUC-GO/FAPEG/Goiânia, Goiás, Brasil madejr@ig.com.br O êxito do voleibol brasileiro pode ser analisado

Leia mais

Porque estádios tão vazios? Pt. 3. 17 Motivos para NÃO ir aos Estádios. Fernando Ferreira

Porque estádios tão vazios? Pt. 3. 17 Motivos para NÃO ir aos Estádios. Fernando Ferreira PLURI Especial Porque estádios tão vazios? Pt. 3 17 Motivos para NÃO ir aos Estádios PLURI Consultoria Pesquisa, Valuation, Gestão e marketing Esportivo. Curitiba-PR Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria

Leia mais

É constituída por 12 jogadores: -6 jogadores efetivos -6 jogadores suplentes -Até 2 líberos

É constituída por 12 jogadores: -6 jogadores efetivos -6 jogadores suplentes -Até 2 líberos Regras básicas de vôlei Vôlei é um desporto praticado numa quadra dividida em duas partes por uma rede, possuindo duas equipes de seis jogadores em cada lado. O objetivo da modalidade é fazer passar a

Leia mais

Esportes de Invasão. Aula 1. Basquetebol, basquetebol em cadeira de rodas e handebol. Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Invasão. Aula 1. Basquetebol, basquetebol em cadeira de rodas e handebol. Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Invasão Aula 1 Basquetebol, de rodas e handebol Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar três esportes da categoria INVASÃO e suas principais regras. 2 Conhecer a história desses esportes

Leia mais

A ALMA DO LÍDER 1. Ken Blanchard. a alma do líder. reflexões sobre a arte de influenciar pessoas. São Paulo

A ALMA DO LÍDER 1. Ken Blanchard. a alma do líder. reflexões sobre a arte de influenciar pessoas. São Paulo A ALMA DO LÍDER 1 Ken Blanchard a alma do líder reflexões sobre a arte de influenciar pessoas São Paulo 2009 A ALMA DO LÍDER 3 INTRODUÇÃO Quando eu estava no ensino médio, tinha um técnico de futebol

Leia mais

Esportes de Invasão. Aula 2. Futebol, futebol de 5 e futebol de 7. Rio 2016 Versão 1.0

Esportes de Invasão. Aula 2. Futebol, futebol de 5 e futebol de 7. Rio 2016 Versão 1.0 Esportes de Invasão Aula 2 Futebol, futebol de Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Apresentar mais três esportes da categoria INVASÃO. 2 Conhecer a história desses esportes e a entrada para os Jogos Olímpicos

Leia mais

Os 4 passos para ser aprovado no Exame de Certificação PMP

Os 4 passos para ser aprovado no Exame de Certificação PMP Os 4 passos para ser aprovado no Exame de Certificação PMP Andriele Ribeiro 1 Um passo de cada vez. Não consigo imaginar nenhuma outra maneira de realizar algo. Michael Jordan O alcance da certificação

Leia mais

PRATICANDO A LIDERANÇA COACHING

PRATICANDO A LIDERANÇA COACHING 8 ENCREPI - PRATICANDO A LIDERANÇA COACHING SARAH MUNHOZ 23/11/09 LIDERANÇA Kotler(1988): processo de movimentar um grupo ou grupos em alguma direção por meios não coercitivos. Robbins (1991): é o processo

Leia mais

ESPORTE CLUBE PINHEIROS

ESPORTE CLUBE PINHEIROS EC PINHEIROS 2012 NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM 113 ANOS de existência umas das instituições mais tradicionais do país, oferecendo atividades esportivas, sociais e culturais de primeiro nível. 170.000 m² de

Leia mais

E Nas extremidades da rede existem duas antenas que delimitam o espaço aéreo de jogo.

E Nas extremidades da rede existem duas antenas que delimitam o espaço aéreo de jogo. V O L E I B O L A quadra de jogo A quadra de voleibol mede 18 x 9 metros e é demarcada por linhas de 5 centímetros de espessura. Possui uma linha central que divide a quadra em duas áreas com 9 x 9 metros.

Leia mais

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Universidade Estadual de Campinas UNICAMP Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Aluna: Juliana Mayumi Aoki Orientador: Laércio Luis Vendite Identificação do trabalho Título Abordagens Matemáticas

Leia mais

O desafio do choque de gerações dentro das empresas

O desafio do choque de gerações dentro das empresas O desafio do choque de gerações dentro das empresas Sabe aquele choque de gerações que você vê na sua casa, quando a sua mãe simplesmente não consegue ligar um DVD ou mandar um email no computador? Pois

Leia mais