Mais leve, barato e disponível

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mais leve, barato e disponível"

Transcrição

1 + Entrevista: Mais leve, barato e disponível + Mercado: O alumínio será a alternativa + Transportes: Nova legislação incentiva uso do alumínio + Segurança: Mesmo em colisões o alumínio apresenta vantagens + Tendência: Novidades em alumínio Mais leve, barato e disponível Tecnologias que permitem redução de peso e custo, e que tenham ampla disponibilidade são de interesse das montadoras Alexandre Akashi Com investimento médio anual de US$ 40 milhões em pesquisa e desenvolvimento de engenharia, a Delphi tem desafiado as montadoras a adotarem tecnologias no sentido de reduzir o peso dos veículos. Um exemplo disso são os chicotes de alumínio, apresentados pela primeira vez em Para Gábor Deák, presidente da Delphi, que é um defensor da redução do peso dos automóveis, todas as montadoras estão interessadas em tecnologias que motivem a redução de peso e custo, e que sejam disponíveis regionalmente, e o alumínio vem ao encontro destas necessidades. Boletim Aluauto Você é um defensor da redução do peso dos automóveis. Como isso tem evoluído no Brasil e no mundo? Hoje os automóveis são mais pesados do que no passado? Por que? Gábor Deák A tendência de foco no acréscimo de peso é observada tanto no mercado nacional como no internacional. O peso está relacionado, principalmente, Foto: a fatores como: inserção de novas tecnologias, itens de conforto, conveniência e segurança. Outro fenômeno interessante é o efeito psicológico exercido pelo tamanho do veículo sobre as pessoas que se sentem seguras e confiantes ao possuir veículos tais como um SUV (Sport Utility Vehicle). Aluauto: O que se pode fazer para reduzir o peso dos automóveis? Gábor: Entre outras coisas, devemos procurar materiais alternativos e que possam desempenhar tecnicamente as mesmas funções que os materiais tradicionais o fazem, porém com melhorias. Para isto, a Delphi investe uma média de U$S 40 milhões por ano em Pesquisa e Desenvolvimento de Engenharia para identificar as soluções dos carros de amanhã. É de extrema importância também desenvolver um grau de maturidade tecnológica priorizando a segurança e ao mesmo tempo atingindo o equilíbrio entre a mobilidade e a sustentabilidade com o menor impacto econômico e ambiental. O uso de materiais mais leves - como aços de alta resistência (AHSS/UHSS), alumínio, magnésio e fibras de carbono - podem favorecer a redução de peso e de consumo, associado ao desenvolvimento de projetos veiculares com alta absorção de impacto e deformação e, consequentemente, tornando os automóveis mais leves, seguros, resistentes e verdes. A Delphi tem feito grandes progressos nesta linha de materiais. Aluauto: Nos últimos anos, a Delphi tem desenvolvido tecnologias neste sentido, uma delas é o chicote em alumínio, em substituição ao cobre. Quais as vantagens desta tecnologia e como tem sido a aceitação pelas montadoras? Gábor: Desenvolvemos a tecnologia de alumínio como um grande motivador da redução de peso, custo e disponibilidade local. Todas as montadoras estão interessadas neste tipo de tecnologia e devemos, paulatinamente, fazer inserções de mercado nos modelos futuros, porém a questão de escala precisa ser

2 resolvida para se evitar impactos econômicos. O uso dos cabos de alumínio no setor automotivo não é uma mera substituição entre materiais. Uma criteriosa avaliação deve ser realizada em função dos requerimentos específicos para cada aplicação para assegurar um sistema robusto e seguro, sobretudo em razão do tipo de aplicação e das limitações de desempenho para cada material. Limitação de aplicação para cabos primários de pequenos diâmetros uso de ligas de alumínio com alta resistência mecânica; Análise do roteamento da fiação elétrica em razão do aumento dimensional nos diâmetros dos cabos; Desenvolvimento de componentes e processos diferenciados, especialmente para garantir a condutividade e evitar corrosão entre terminal e cabos. Desenvolvemos a tecnologia de alumínio como um grande motivador da redução de peso, custo e disponibilidade local. Todas as montadoras estão interessadas neste tipo de tecnologia Aluauto: Como garantir a mesma condutividade do cobre com os fios em alumínio? Gábor: Existem duas linhas de solução. A primeira consiste em compensar a desvantagem de condutibilidade em aumento de bitolas. Porém, com o uso deste componente, observamos considerável aumento de volume. Mesmo assim, ainda temos benefícios de redução de massa. Uma segunda linha que deve ter implementação a longo prazo é a investigação na área da ciência dos materiais e nanotecnologia, o que permitiria aprofundar os níveis de conhecimento atômico e molecular das microestruturas e, consequentemente, obter materiais com melhor desempenho. Este objetivo pode ser atingido por meio da adição de diferentes elementos de liga ou incrementos de nano partículas de carbono no material base. Aluauto: Como fica a questão da reparabilidade de um chicote em alumínio? Gábor: A Delphi desenvolveu uma tecnologia de processo para poder resolver essa questão. Aluauto: Quais benefícios ambientais o uso do chicote em alumínio traz em relação ao similar em cobre? Gábor: O alumínio, sendo mais abundante na natureza e tendo alto índice de reciclabilidade (maior que 90% no Brasil), faz com que os impactos sejam muito mais favoráveis que outras soluções. Aluauto: Que tipo de processo é utilizado na fabricação do chicote de alumínio? Gábor: O processo industrial é o diferencial da Delphi em relação às outras empresas. A Delphi tem se esforçado para resolver as dificuldades inerentes a esta nova tecnologia automotiva. De modo geral, a manufatura tem semelhança ao processo convencional. Entretanto, uma arquitetura eletroeletrônica com uso de cabos de alumínio apresenta características únicas e inerentes a esta nova tecnologia automotiva. Para vencer estes desafios, a Delphi tem se empenhado objetivando obter uma solução de arquitetura segura, eficiente e robusta. Aluauto: Quais outras tecnologias a Delphi tem desenvolvido para reduzir o peso dos automóveis? Alguma delas utiliza o alumínio como matéria-prima (principal ou complementar)? Gábor: O Mini CVC Delphi é um compressor variável de 5 pistões que oferece capacidade de deslocamento variável totalmente funcional ao mesmo tempo em que apresenta uma significativa redução de massa, sendo composto de 35% de alumínio. Seu design otimizado resultou em uma diminuição de 0,5 kg na montagem final do produto. Além disso, apresenta um consumo de combustível 5% a 14% menor quando comparado ao compressor de deslocamento fixo. A Delphi desenvolveu também um novo conceito de central elétrica, a MAPEC, que substitui uma série de equipamentos mecânicos por eletrônica embarcada em veículos de entrada, eliminando assim fusíveis, relês e módulos eletrônicos. Além da redução de materiais, a MAPEC traz uma série de vantagens como a possibilidade de chaveamento de potência inteligente, escalonamento de funções na mesma plataforma, gerenciamento de carga e otimização de arquitetura. A tecnologia foi desenvolvida no Brasil e permite uma arquitetura a um custo acessível, o que a torna atrativa para mercados emergentes.

3 I

4 + Entrevista: Mais leve, barato e disponível + Mercado: O alumínio será a alternativa + Transportes: Nova legislação incentiva uso do alumínio + Segurança: Mesmo em colisões o alumínio apresenta vantagens + Tendência: Novidades em alumínio O alumínio será a alternativa De acordo com Pedro Manuchakian, vice-presidente de engenharia de produtos da General Motors na América do Sul, esta é, por enquanto, uma visão de futuro, pois ainda é o momento de trabalhar a otimização do projeto das peças, antes de considerar o uso do alumínio Alexandre Akashi A Chevrolet é a terceira maior montadora de veículos no País, responsável pela comercialização, em 2011, de mais de 632 mil veículos de passeio e comerciais leves (picapes). Nos modelos vendidos no Brasil pela empresa de origem norte-americana, o alumínio representa entre 5% a 7% da massa do veículo, de acordo com Rita Binda, gerente de Engenharia de Materiais e Elementos de Fixação. O alumínio tem presença garantida nos automóveis do futuro da GM, afirma Pedro Manuchakian, vicepresidente de engenharia de produtos da General Motors na América do Sul. Um dia teremos de usar mais alumínio, não vai haver alternativa, afirma o engenheiro, consciente de que precisa se manter competitivo no mercado, que no Brasil é caracterizado pela venda de modelos com baixo valor agregado. Dessa forma Manuchakian justifica os baixos índices de utilização do alumínio nos modelos comercializados no País, e ainda afirma: O alumínio é o último recurso. Primeiramente trabalhamos para aperfeiçoar o projeto, com estudos de alterações estruturais da peça para reduzir a massa. Neste processo, a GM lança mão de softwares de análises de elementos finitos que permitem otimizar os componentes de acordo com as especificações de rigidez e maleabilidade de cada matéria-prima. Isso porque o alumínio tem custo inicial mais elevado em relação ao aço. Ao todo, a Chevrolet comercializa 16 modelos no mercado nacionale, segundo Manuchakian 60% da produção é de veículos com até 1000 kg (Celta, Classic e Prisma). De modo geral, os modelos mais novos como Cruze e Camaro são os que apresentam maior aplicação de alumínio em seus componentes, diz a gerente de Engenharia, Rita Binda. Nestes dois modelos, o alumínio está nas rodas (de 17 e 20 polegadas, respectivamente) e no motor (cabeçote e cárter, no Cruze e bloco, cabeçote e cárter, no Camaro). Rita conta que, apesar disso, o alumínio é uma matéria-prima presente em diversos componentes dos veículos da marca, como as já citadas rodas, cabeçote e suportes do motor, caixa de direção, carcaça e tampas da transmissão, radiador e racks. Em resumo, a GM do Brasil ainda é uma montadora que pode evoluir muito no uso do alumínio nos modelos que comercializa. As novidades que chegam nesse segmento acompanham alguns dos movimentos mundiais da marca, como a Nova S10, que ganhou novo motor diesel, 2.8 litros turbo, com cabeçote e cárter feitos de alumínio. Outro modelo em que o metal está presente no propulsor é o Captiva Sport Ecotec 2.4 litros, que tem cabeçote, bloco e cárter em alumínio, e o sedan compacto Cobalt, recém-lançado pela GM, que tem alguns componentes da caixa de transmissão F-17 em alumínio para reduzir ruídos e vibrações. Futuro As palavras do engenheiro-chefe da GM, Pedro Manuchakian, fazem sentido quando se busca competitividade em um mercado consumidor que mede o valor do produto pelo preço, sem se importar pela qualidade agregada e benefícios que a tecnologia proporciona. É importante lembrar que apesar de o Brasil ocupar a quarta posição mundial no ranking dos maiores mercados mundiais de vendas de

5 automóveis, o comportamento geral é similar ao desempenho da GM: 60% de veículos com até 1000 kg. Porém, existem benefícios que compensam o aumento inicial de custo, uma vez que as legislações ambientais estão cada vez mais apertadas, no mundo inteiro. A tecnologia do alumínio na redução do peso dos automóveis, que consequentemente resulta em menor emissão de gases poluentes, é um fato comprovado por diversos estudos, com vantagens muito superiores aos aços de alta resistência. Sem falar nas reduções de custo e peso indiretas um motor em alumínio, por exemplo, é mais leve e menor do que um similar em ferro fundido e permite assim o uso de suportes e outros componentes de powertrain e carroceria mais leves e menos robustos, sem comprometer a performance. Quando se fala em capôs, para-lamas e portas, o alumínio que tem densidade 1/3 menor do que o aço, mesmo sendo necessária a aplicação de uma chapa mais espessa, para compensar os níveis de rigidez, ainda traz vantagens na ordem de 40% a 60% dos aços de alta resistência, uma das principais matérias-primas concorrentes em painéis de fechamento. Mas, não é somente no peso que o alumínio trás benefícios. Na segurança dos ocupantes, o alumínio apresenta a vantagem de absorver melhor impactos. E segurança é um assunto que está em pauta em todas as montadoras, uma vez que até 2014, 100% dos modelos comercializados no Brasil terão de sair de fábrica com freios ABS e airbags, para atender às resoluções Contran 311, de abril de 2009 (airbags), e Contran 380, de abril de 2011 (ABS). Se por um lado já estão sendo feitos investimentos para adotar estes dois dispositivos, por que, então, não ampliar um pouco e oferecer ao consumidor algo a mais, como um capô de alumínio, que absorve melhor impactos e de quebra reduz o peso do componente em até 60% em relação ao similar em aço. I

6 + Entrevista: Mais leve, barato e disponível + Mercado: O alumínio será a alternativa + Transportes: Nova legislação incentiva uso do alumínio + Segurança: Mesmo em colisões o alumínio apresenta vantagens + Tendência: Novidades em alumínio Mesmo em colisões o alumínio apresenta vantagens Cada batida no muro dói o coração, mas são nestes testes barulhentos e angustiantes que instituições como NCAP e CESVI BRASIL medem a segurança e a reparabilidade dos nossos carros Alexandre Akashi O carro mal sai da fábrica e bate de frente ao muro de concreto. Esta poderia ser o fim de uma história, de um motorista de pouca sorte, mas é assim que começam alguns dos mais importantes estudos de segurança automotiva e de reparabilidade dos automóveis produzidos e comercializados no Brasil. São histórias distintas, mas que seguem receitas similares, ao menos na etapa inicial: bater o carro contra o muro. Aqui, a entidade que tem feito isso há mais tempo é o CESVI BRASIL, com objetivo de avaliar a reparabilidade dos veículos, para descobrir qual modelo apresenta menor custo de reparo, em caso de colisão. Reparabilidade Claudemir Rodriguez, analista técnico do CESVI BRASIL, responsável pela execução dos ensaios de impacto com foco na reparabilidade, explica que os veículos com crash-boxes de alumínio têm, em geral, melhor nota no ranking CAR Group, índice criado pelo instituto para identificar os automóveis mais fáceis e econômicos de reparar após uma colisão em baixa velocidade (15 km/h). Os modelos da PSA Peugeot-Citroën dispõem desta tecnologia e são sempre muito bem avaliados, comenta Rodriguez. Um exemplo é o Citroën C3, que possui CAR Group 13, enquanto outros veículos da mesma categoria apresentam CAR Group 23 (Fiat Novo Palio). Quanto menor o número, melhor o índice. Já entre os sedans médios, destaque para Peugeot 408 (CAR Group 14) e Citroën C4 Pallas (CAR Group 17). Tanto o Peugeot 408 quanto o Citroën C4 Pallas apresentam capô em alumínio. No Peugeot, há ainda reforços das portas feitos no metal, além do bloco do motor (na versão THP, 1.6l turbo). Na estética, o 408 vem também com soleira e pedaleiras feitos em alumínio. Rodriguez acredita que conforme os novos projetos são desenvolvidos, as montadoras passarão a adotar mais crash-boxes de alumínio, pois trazem benefícios visíveis para o dono do carro, em situações que o descontentamento é maior: em caso de colisão. A adoção de crash-box ainda é recente, mas é uma tendência, pois reduz significativamente os custos de reparo, diz. O especialista do Cesvi comenta ainda que existem crash-boxes de aço, porém ressalta que na experiência obtida nos mais de 300 crash-testes realizados, os de alumínio apresentam resultados mais satisfatórios. Segundo Rodriguez, a absorção do impacto é maior quando o componente é de alumínio e isso evita atingir outras peças, como longarina, radiador e, eventualmente, até o motor.

7 O alumínio absorve duas vezes mais a energia de impacto, em uma colisão, e oferece o dobro da resistência quando comparado ao aço. Também avaliamos a mão-de-obra necessária para realizar o reparo do veículo, assim, em muitos casos, é preciso tirar o motor para substituir uma longarina e isso representa maior tempo para efetuar o serviço, explica Rodriguez. Segurança O exemplo acima mostra que um único componente faz diferença na reparabilidade do veículo. E para a segurança dos seus ocupantes? Sem dúvida que sim, mas, quando o assunto é este, o organismo que faz os estudos é outro. Citroën C3: crash-boxes em alumínio aumentam a segurança e reduzem custos de reparo Muito comum na Europa, Estados Unidos e Japão, os testes de segurança contra impactos do NCAP chegam a definir o sucesso ou não de um veículo no mercado. Por enquanto aqui no Brasil apenas alguns modelos passaram por esta avaliação, no recém-inaugurado Latin NCAP, porém nenhum deles com tecnologia de estrutura de alumínio. O objetivo do NCAP é simples: promover a adoção por parte das montadoras de tecnologias que resultem em veículos mais seguros para os ocupantes e pedestres, assim como incentivar os governos a adotarem legislações mais rígidas neste sentido. O alumínio como matéria-prima que absorve melhor o impacto é uma opção. Não é à toa que na Europa os modelos fabricados com estruturas e carroceria em alumínio têm melhor resultado nos testes, que são realizados a velocidade de 64 km/h contra um bloco imóvel adaptado com uma face de alumínio alveolar deformável. O uso da face de alumínio é para representar a natureza deformável dos carros, uma vez que o teste simula uma colisão de frente, com veículos de mesma massa. Nos Estados Unidos, em 1998, o Audi A8 foi testado pela Agência Norte-Americana de Segurança de Tráfego (NHTSA instituição parceira do Euro NCAP), de acordo com as normas do programa NCAP, e foi o único sedan de luxo na época que atingiu a posição máxima no ranking de segurança, com cinco estrelas para motorista e passageiro, tendo sido considerado o carro mais seguro do mundo. Sem dúvida o fato de sua carroceria ser 100% em alumínio foi fundamental para a obtenção do título. Na mesma época, a Ford nos Estados Unidos realizou testes comparativos com o modelo Taurus, um em aço e outro de alumínio. Os resultados foram surpreendentes, uma vez que o modelo em alumínio apresentou melhor desempenho, com destaque para o resultado de medição de gravidade para as forças exercidas contra o peito, que no modelo em alumínio foi 37, contra 53 no feito em aço.

8 Hoje, na Europa e Estados Unidos, é seguro dizer que a maioria dos veículos cinco estrelas tem ao menos crash boxes de alumínio. Nos últimos três anos, a Euro NCAP realizou mais de 150 crash tests em modelos de 45 montadoras. Alguns dos veículos testados que receberam cinco estrelas são também comercializados no Brasil, como os Audi A1, A4, A6, Q3 e Q5, BMW Série 1, Série 3, Série 5, X1 e X3, Citroën C4 Picasso e C5, Land Rover Freelander, Mercedes-Benz Classe B, Classe C, Classe E, Classe M, GLK, Classe C Coupé, Mini Cooper Coutryman, Mitsubishi ASX e Lancer, Peugeot 3008, Range Rover Evoque, Renault Grand Scenic, e Volvo C30, V60 e XC60. São modelos novos, que apresentam elevado índice de tecnologias de segurança embarcado, entre eles crash-boxes em alumínio, no mínimo, sendo que alguns modelos possuem ainda estrutura e partes de carroceria feitos no metal. Entenda o CAR Group O CAR Group é um ranking desenvolvido pelo CESVI BRASIL para comparar índices de reparabilidade de veículos de uma mesma categoria. Neste trabalho, são determinadas as facilidades e os custos de reparo dos veículos antes mesmo do seu lançamento comercial. Para tanto, são realizados crash-tests dianteiro e traseiro, que posteriormente são reparados sob criteriosa análise individual das peças envolvidas. É feito um cálculo que considera os custos da reparação dianteira e traseira, com os tempos de mão de obra necessários para a realização do serviço e a cesta básica de peças. Com essas informações, o consumidor pode comparar, na hora da compra, dois modelos de veículos que lhe interessam. A tendência é que os modelos com melhor classificação no ranking também tenham valores de seguro mais vantajosos, já que o custo do reparo é utilizado como base para a tarifação de preços pelas seguradoras. O nome deste ranking vem do fato de que os veículos são classificados em grupos. Em uma escala que vai de 10 a 60, quanto menor o número do grupo, melhores as suas características de reparabilidade. I

9 + Entrevista: Mais leve, barato e disponível + Mercado: O alumínio será a alternativa + Transportes: Nova legislação incentiva uso do alumínio + Segurança: Mesmo em colisões o alumínio apresenta vantagens + Tendência: Novidades em alumínio Nova legislação incentiva uso do alumínio Para produzir um motor que atendesse às normas do Proconve P7, a Mercedes-Benz utilizou alumínio fundido em três componentes que antes eram de aço e ferro fundido Alexandre Akashi Desde 1º de janeiro, os caminhões e ônibus produzidos no Brasil devem atender uma nova legislação ambiental, em respeito à fase P7 do Proconve Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, estabelecido pelo Conama Conselho Nacional de Meio Ambiente, similar ao Euro 5, na Europa. Em linhas gerais, reduz drasticamente o nível de emissões de CO 2, e principalmente de NOx e material particulado (popularmente conhecido como fumaça preta). Fato é que as montadoras instaladas no Brasil são multinacionais, com atuação principalmente na Europa. Assim, as tecnologias empregadas nos veículos que começam a ser vendidos em abril não são necessariamente novas, uma vez que o Euro 5 já existe no Velho Continente desde Em tempo: a produção começou em janeiro, mas as vendas iniciam obrigatoriamente em 1º de abril, período necessário para a rede concessionária renovar os estoques. Mas, ainda assim, os caminhões e ônibus que começam a ser vendidos agora são novidades para o transportador brasileiro e todos os envolvidos direta e indiretamente nesta atividade. De acordo com as montadoras, para atender à nova legislação, os veículos ficaram mais eficientes, ganharam potência, torque e ficaram mais econômicos. Porém, não ficaram mais leves, pelo contrário, ganharam peso, cerca de 150 kg, pois houve o incremento de um novo sistema, chamado pós-tratamento de gases SCR (Selective Catalytic Reduction), que utiliza catalisadores e um tanque de líquido agente redutor (Arla 32), a base de uréia. Alumínio A principal mudança nos veículos para atender a legislação ocorreu nos motores, que foram reprojetados, na maioria dos casos. Assim, ganharam cilindrada, potência e torque, mas ficaram mais econômicos e eficientes. Como? De acordo com Gilberto Leal, gerente de desenvolvimento de motores da Mercedes-Benz do Brasil, o alumínio teve papel fundamental neste processo, por ser mais sustentável, possibilitar redução de peso e permitir atingir a geometria necessária para peças como o coletor de admissão. Quando desenvolvemos os novos motores, descobrimos que o coletor de admissão precisaria ser de alumínio, pois a peça em aço e ferro fundido, como nos modelos anteriores, era impossível de se obter, afirma Leal ao explicar que somente com alumínio fundido foi possível confeccionar a peça nas medidas e peso ideal para o bom funcionamento do motor.

10 Motores Euro5 Merdeces-Benz: mais alumínio Outros componentes em que o alumínio fundido foi utilizado são a carcaça do distribuidor e o carter de óleo. Estimamos que os motores de hoje têm entre 30% a 40% de alumínio, o que representa de 10% a 15% do peso total do componente, diz o engenheiro da Mercedes-Benz, ao afirma que o uso do alumínio poderia ser maior. Os processos de fundição no Brasil ainda têm custo muito elevado, o que torna o uso em grande escala na indústria automotiva inviável, por enquanto, diz. As palavras do engenheiro da Mercedes-Benz fazem refletir, pois uma vez que se atinge escala, os custos caem. Leal sabe, no entanto, que um motor com mais partes em alumínio apresenta vantagens além das já citadas. Se houvessem mais partes em alumínio, evitaria pintura em peças que hoje precisam disso para evitar ferrugem, comenta. SCR De acordo com o engenheiro da Mercedes-Benz, até mesmo o sistema de pós-tratamento poderia utilizar tanques em alumínio, porém seria necessário evoluir o processo de proteção da chapa. O Arla 32 e o alumínio são incompatíveis, esclarece. Em resumo, o Proconve P7 elevou o uso do alumínio nos motores de toda a linha de caminhões Mercedes-Benz. A tendência é aumentar o uso, porém vai sofrer forte concorrência dos plásticos, que também surgem como alternativa ao aço e ferro fundido, avalia Leal. Outras Já na MAN e na Iveco, as assessorias de imprensa das montadoras informaram que no processo de atualização dos modelos, o único novo componente de alumínio é o tanque de combustível. Em sua nova gama de produtos da linha ECOLINE, a Iveco aplicou alumínio no tanque de combustível dos veículos, que antes era produzido em material plástico. Por conta dessa alteração, não houve uma expressiva redução de peso na comparação entre os atuais produtos e os da geração anterior., informou a Iveco. O tanque de combustível do nosso caminhão MAN TGX tem de 150 a 200 kg de alumínio, dependendo do tamanho, respondeu a MAN. I

11 + Entrevista: Mais leve, barato e disponível + Mercado: O alumínio será a alternativa + Transportes: Nova legislação incentiva uso do alumínio + Segurança: Mesmo em colisões o alumínio apresenta vantagens + Tendência: Novidades em alumínio Só com alumínio os carros têm futuro O Salão do Automóvel de Detroit deste ano mostrou que o aumento do uso do alumínio em estruturas e carrocerias é uma certeza; como a mais tradicional mostra internacional do planeta, o Naias dita a moda quando o assunto é tecnologia automotiva Alexandre Akashi Se por um lado o Naias North American International Auto Show, mais conhecido como Salão de Detroit, apresenta ao público as estréias mundiais em automóveis, por outro é palco de protótipos e visões de futuro muito interessantes. A última edição, realizada em janeiro, mostrou que o alumínio tem espaço garantido em ambos os casos. No primeiro, conta com uma ajudinha da Casa Branca. Isso porque o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, adotou uma nova legislação de eficiência energética para automóveis, que obriga os fabricantes a produzirem, até 2025, veículos mais econômicos, que atinjam o consumo médio de 54,5 MPG (milhas por galão), aproximadamente 23,17 km/l. Especialistas dizem que tal marca somente será possível de ser atingida com uma combinação de tecnologias, entre as que possibilitem a redução da necessidade de combustível pelo motor de combustão interna, como a produção de veículos mais leves e aerodinâmicos. Assim, muitos esperam um aumento no uso do alumínio nos próximos dez anos, em detrimento do uso do aço. Por isso, a Mercedes-Benz já sinalizou que está atenta à questão, ao apresentar a Nova SL, com chassi e estrutura em alumínio. Tudo bem que se trata de um carro de nicho, de categoria elevada, mas este é o começo de uma nova era na Mercedes-Benz, que aproveitou o Salão para dizer que com o modelo SL, entrou definitivamente na corrida à liderança na área de estruturas leves para automóveis. Detroit mostrou ainda outras iniciativas de marcas que buscam no alumínio um diferencial, como a Audi, pioneira no uso de chassis de alumínio, que marcou forte presença com destaque para os modelos R8 e A8, assim como a BMW, com o modelo M5, e a Lotus, com o Tesla. Tal como as marcas Premium, os fabricantes de modelos super esportivos mostraram que alumínio e performance andam lado a lado. Um exemplo é o Falcon F7 Supercar, que utiliza carroceria em fibra de carbono com estrutura em alumínio. Com motor de 7 litros, vai de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e supera a marca dos 320 km/h. Por outro lado, marcas tradicionalmente norte-americanas como a Cadilac, têm ampliado o uso do alumínio na busca de redução de peso. Um exemplo é o sedan compacto ATS (para os padrões norteamericanos), apresentado no salão, que pesa cerca de kg, e mede 4,63 m de comprimento, 1,80m de largura e 1,42m de altura. Para chegar a este peso, nestas medidas, a Cadilac usou alumínio no motor, suspensão e capô.

12 Cadillac ATS Falcon F7 Supercar Audi A8 Mercedes-Benz SL BMW M5 Lotus Tesla Conceitos No futuro, os carros terão de ser muito mais eficientes do que hoje, rodar mais quilômetros com menos combustível, para emitir menos gases poluentes e/ou até mesmo não emitir nenhum tipo de gás poluente. Este é um movimento que já começou e ainda há bastante a evoluir. Neste momento, será a vez dos veículos elétricos, híbridos e o que mais o cérebro humano conseguir imaginar e desenvolver. Mas, um fato é certo: independente do tipo de propulsão, os veículos precisam emagrecer, pois somente depois que ficarem mais leves conseguirão se tornar mais eficientes. Nisso, o alumínio desenvolve papel importante, tanto que os modelos conceituais apresentados no Salão de Detroit usam e abusam desta matéria-prima. Essa é a receita do BMW i3, um hatchback elétrico de cinco portas construído basicamente de alumínio e plástico reforçado com fibra de carbono, com baterias de íon-lítium que permitem autonomia de até 160 km. Quem também utiliza a fórmula de estrutura e chassis em alumínio é a Honda, no conceito Accura NSX, modelo que retorna aos olhos do público depois de ter a produção suspensa em O carro apresentado é um protótipo, mas com muitas chances de virar modelo comercial em breve. BMW i3 Honda Accura NSX Ao todo, o Naias apresentou cerca de 40 novidades mundiais entre novos modelos e carros conceitos. Estes foram alguns destaques. O que se viu por lá é que a tecnologia de veículos híbridos já é uma realidade para todas as montadoras, e não somente em modelos Premium. Assim, fato é que todos deverão apresentar gradativamente automóveis mais eficientes e, com isso, o aumento no uso do alumínio em estruturas e carrocerias é uma certeza.

13 I

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo + Entrevista: Uma questão de combustível + Produção Fábrica de componentes em alumínio fundido deve entrar em operação em 2015 + Transportes Ideais para pegar no pesado + Inovação Inédita, leve e robusta

Leia mais

A briga pelo menor consumo

A briga pelo menor consumo + Entrevista: Mais informação para o consumidor + Mercado: Carroceria 100% em alumínio será realidade nos veículos de produção em massa, nos EUA, diz especialista + Transportes: O alumínio no semirreboque

Leia mais

Estudo revela penetração do alumínio por montadora

Estudo revela penetração do alumínio por montadora + Na linha de montagem: Estudo revela penetração do alumínio por montadora + Acabamento: Alumínio em pó para tintas automotivas + Transportes: Alcoa, Sergomel e CTC desenvolvem carroceria leve, resistente

Leia mais

Para o diretor geral da IHS Automotive South America, Paulo Cardamone, a tendência é o Brasil repetir o que ocorreu na Europa.

Para o diretor geral da IHS Automotive South America, Paulo Cardamone, a tendência é o Brasil repetir o que ocorreu na Europa. + Entrevista: INOVAR-AUTO trará benefícios ao consumidor + Matéria-Prima: Extremamente versátil + Transportes: Cardan até 220 kg mais leve e simples + Mercado: Na Europa, uso do alumínio pode chegar a

Leia mais

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos.

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos. Curiosidade automotiva Preços de automóveis x salário mínimo A JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas, desenvolveu uma análise que apurou o valor do salário mínimo e

Leia mais

www.peugeot.com.br/professional

www.peugeot.com.br/professional www.peugeot.com.br/professional Todos os veículos Peugeot estão de acordo com o PROCONVE, Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores. Colar etiqueta de identificação da Concessionária.

Leia mais

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Corporativo Informação à Imprensa Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Data: 23 de outubro de 2011 De forma inédita na indústria automobilística nacional, a Mercedes- Benz

Leia mais

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações

Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações Ônibus Informação à imprensa Recife terá ônibus HíbridoBR durante a Copa das Confederações 10 de junho de 2013 Veículo tem tecnologia nacional e baixa emissão de poluentes A Eletra, empresa brasileira

Leia mais

Frankfurt consolida a geração dos motores menores e mais potentes

Frankfurt consolida a geração dos motores menores e mais potentes 1 de 5 28/9/2011 14:36 globo.com notícias esportes entretenimento vídeos e-mail Globomail Pro Globomail Free Criar um e-mail central globo.com assine já todos os sites 21/09/2011 07h21 - Atualizado em

Leia mais

Indústria Automotiva

Indústria Automotiva UsodoAlumíniona na Indústria Automotiva Desenvolvimento de novos materiais metálicos para a indústria automotiva B.Horizonte 28.10.2010 Eng. Ayrton Filleti Diretor Técnico - ABAL Índice Introdução Porque

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES

XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES XVII Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva SIMEA 2009 VEÍCULOS ELÉTRICOS HÍBRIDOS E A EMISSÃO DE POLUENTES Sílvia Velázquez São Paulo, 17 de setembro de 2009. Resíduos Urbanos e Agrícolas Briquetes

Leia mais

24/06/2015 São Bernardo do Campo FORD LANÇA NOVO FOCUS HATCH 2016, MAIS COMPLETO E COM O MELHOR PREÇO DA CATEGORIA

24/06/2015 São Bernardo do Campo FORD LANÇA NOVO FOCUS HATCH 2016, MAIS COMPLETO E COM O MELHOR PREÇO DA CATEGORIA 24/06/2015 São Bernardo do Campo FORD LANÇA NOVO FOCUS HATCH 2016, MAIS COMPLETO E COM O MELHOR PREÇO DA CATEGORIA A Ford lança o Novo Focus Hatch 2016 com inovações no design, tecnologias inéditas de

Leia mais

Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos

Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos Evolução e perspectivas dos veículos elétricos híbridos 2 de julho de 2008 São Paulo - SP Antonio Nunes Jr ABVE- Associação Brasileira do Veículo Elétrico Como, em transporte, responder aos desafios da

Leia mais

VOLVO BUS latin america. ônibus volvo. qualidade de vida no transporte. www.volvo.com/onibus

VOLVO BUS latin america. ônibus volvo. qualidade de vida no transporte. www.volvo.com/onibus VOLVO BUS latin america ônibus volvo. qualidade de vida no transporte www.volvo.com/onibus EURO 5 ou PROCONVE FASE 7 é uma legislação ambiental, aplicada a caminhões e ônibus, com o objetivo de reduzir

Leia mais

História e evolução do Automóvel

História e evolução do Automóvel I Mostra de Carros Antigos SENAI Santo Amaro Mecânica Online Apresentação Tarcisio Dias História e evolução do Automóvel 125 anos de inovação Novembro - 2011 História e evolução do Automóvel Tarcisio Dias

Leia mais

Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional?

Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional? Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional? Com a participação ativa dos Metalúrgicos da CNM/CUT, em 3 de outubro de 2012 o Governo Federal publicou o decreto 7.819/2012 1 que

Leia mais

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística 13 de abril de 2009 1 O Papel da Tecnologia para o Futuro da GM Jaime Ardila Presidente, GM do Brasil & Operações Mercosul 2 O Papel da Tecnologia

Leia mais

Os ganhos ambientais para a sociedade

Os ganhos ambientais para a sociedade Proconve P7 Diesel e emissões A nova legislação 2012 Tudo o que você deve saber sobre o proconve P7 A nova etapa Proconve P7 estabelece limites de emissões mais rígidos para veículos pesados a diesel.

Leia mais

Ciclo de vida do alumínio é mais ecológico que aço e magnésio

Ciclo de vida do alumínio é mais ecológico que aço e magnésio + Entrevista: Alumínio deve substituir cobre em componentes de eletrônica embarcada + Rodas: Montadoras apostam em rodas forjadas de alumínio para veículos de passeio + Transportes: Alumínio aumenta capacidade

Leia mais

Informação à Imprensa

Informação à Imprensa Informação à Imprensa Setembro, 2007 Panorama cronológico da investigação Conceitos de mobilidade amigos do ambiente Desde 1971, técnicos de design e engenheiros da GM/Opel desenvolvem intenso trabalho

Leia mais

Mais informação para o consumidor

Mais informação para o consumidor + Entrevista: Mais informação para o consumidor + Mercado: Carroceria 100% em alumínio será realidade nos veículos de produção em massa, nos EUA, diz especialista + Transportes: O alumínio no semirreboque

Leia mais

Perguntas mais Frequentes

Perguntas mais Frequentes Perguntas mais Frequentes 1. O que significa PROCONVE fases P7 e L6? PROCONVE é o Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, criado pelo conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA.

Leia mais

As novas aplicações para o alumínio na indústria automotiva

As novas aplicações para o alumínio na indústria automotiva As novas aplicações para o alumínio na indústria automotiva Preparado por: Eng. Ayrton Filleti Coordenador do Comitê de Mercado de Transportes da ABAL Roteiro Introdução Propriedades do alumínio Redução

Leia mais

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

Volvo HÍBRIDO. Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE Volvo HÍBRIDO Ônibus HÍBRIDO TECNOLOGIA, ECONOMIA E RESPEITO AO MEIO AMBIENTE O DESAFIO VERDE O cuidado com o meio ambiente está no centro das discussões da agenda social em todo o mundo. Cada vez mais,

Leia mais

Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado

Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado 0 2012 Ranking de Veículos em Emissões de CO2 por km rodado Índice 1 1. Apresentação 2 1.1. Metodologia 2 2. Resultados 3 3. No Caminho da Sustentabilidade 5 3.1. Mercado Modelo 5 3.2. Iniciativas no Brasil

Leia mais

CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ.

CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ. CERTIFICAÇÃO INMETRO. MAIS UMA GARANTIA DA NAKATA PARA VOCÊ. A partir de 2013, alguns produtos automotivos devem estar certificados pelo Inmetro -- Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia.

Leia mais

Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS. Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário

Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS. Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS A performance que você pode confiar 2 3 Criado para

Leia mais

Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida.

Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida. Acumuladores hidráulicos na tecnologia híbrida. HYDAC Matriz na Alemanha Seu parceiro competente para acumuladores hidráulicos inovadores e sistemas híbridos. Todos os requerimentos para eficientes soluções

Leia mais

Nota: As informações apresentadas estão corretas no momento da publicação, e estão sujeitas a alteração sem aviso prévio.

Nota: As informações apresentadas estão corretas no momento da publicação, e estão sujeitas a alteração sem aviso prévio. JEEP GRAND CHEROKEE ESPECIFICAÇÕES Todas as dimensões estão em milímetros (polegadas), salvo indicação contrária. Todas as dimensões são medidas com os pneus e rodas que equipam o veículo de série. Nota:

Leia mais

Novo Mercedes-Benz Sprinter: mais tecnologia, conforto e capacidade de transporte

Novo Mercedes-Benz Sprinter: mais tecnologia, conforto e capacidade de transporte Sprinter Informação à Imprensa Novo Mercedes-Benz Sprinter: mais tecnologia, conforto e capacidade de transporte Data: 23 de outubro de 2011 Mercedes-Benz renova totalmente sua linha Sprinter de vans,

Leia mais

Novo Sprinter da Mercedes-Benz destaca-se pela segurança exemplar no transporte de passageiros

Novo Sprinter da Mercedes-Benz destaca-se pela segurança exemplar no transporte de passageiros Sprinter Informação à Imprensa Novo Sprinter da Mercedes-Benz destaca-se pela segurança exemplar no transporte de passageiros Data: 10 de abril de 2012 Novidades do Sprinter incluem inovador ESP Adaptativo

Leia mais

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014 Mobilidade Urbana VASCONCELOS, Eduardo Alcântara de. Mobilidade urbana e cidadania. Rio de Janeiro: SENAC NACIONAL, 2012. PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL LUCIANE TASCA COMO SE FORMAM AS CIDADES? Como um

Leia mais

DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA.

DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA. DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA. Caro participante, Agradecemos a sua presença no III Megacity Logistics Workshop. Você é parte importante para o aprimoramento

Leia mais

O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG

O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG Transferência de tecnologia da Mercedes-AMG para a Cigarette Racing Informação à Imprensa O barco movido a eletricidade mais potente do mundo - inspirado pela Mercedes-AMG Data: 19 de fevereiro de 2013

Leia mais

Alexandre Akashi. Peso leve: primeiro SUV 100% em alumínio custará apenas 4% mais caro do que modelo atual

Alexandre Akashi. Peso leve: primeiro SUV 100% em alumínio custará apenas 4% mais caro do que modelo atual + Entrevista: Redução de massa e integração tecnológica é a receita para melhor eficiência energética + Pesqusia: O custo da eficiência energética + Transportes: Protótipo de carroceria para carga seca

Leia mais

Os carros que menos visitam as oficinas

Os carros que menos visitam as oficinas Getty Images Os carros que menos visitam as oficinas Pesquisa com nossos associados revela quais os modelos e marcas que menos apresentam problemas. Na frente, ficaram os japoneses. 8 Uma preocupação que

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50. Fonte: Metalsinter

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50. Fonte: Metalsinter DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 1) O que são os Diesel S-50 e S-10? Significa Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos que serão utilizados em veículos: o S-50 e o S-10.

Leia mais

1 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DASAFIO TURBO

1 - REGULAMENTO TÉCNICO CATEGORIA DASAFIO TURBO FEDERAÇÃO GAÚCHA DE AUTOMOBILISMO FILIADA A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO FUNDADA EM 26 DE JULHO DE 1961 Rua Comendador Azevedo, 440 Conj. 1 Fone/Fax (51)3224 4808 CEP 90220-150 Porto Alegre

Leia mais

CONSÓRCIO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO ÔNIBUS A CÉLULA A COMBUSTÍVEL HIDROGÊNIO PARA TRANSPORTE URBANO NO BRASIL

CONSÓRCIO PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO ÔNIBUS A CÉLULA A COMBUSTÍVEL HIDROGÊNIO PARA TRANSPORTE URBANO NO BRASIL -1 - NOSSO CONSÓRCIO AES ELETROPAULO, empresa brasileira, maior distribuidora de eletricidade da América Latina, será responsável por: (i) especificação e aprovação da sub-estação elétrica; (ii) conecção

Leia mais

Nova plataforma Toyota (TNGA) para produzir Carros cada vez Melhores i

Nova plataforma Toyota (TNGA) para produzir Carros cada vez Melhores i Nova plataforma Toyota (TNGA) para produzir Carros cada vez Melhores i "Com as repentinas e drásticas evoluções no mundo automóvel, as formas convencionais de pensar e de fazer negócios já não nos permitem

Leia mais

VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO

VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO VIDAL & SOHN TEMPO G 1200 O MAIS ESTRANHO DOS 4X4 NO EXÉRCITO BRASILEIRO A motorização no Exército Brasileiro remonta ao início dos anos 20, recebendo veículos dos mais variados modelos, das mais variadas

Leia mais

(19) 3541-2000 - contato@dispelempilhadeiras.com.br www.dispelempilhadeiras.com.br

(19) 3541-2000 - contato@dispelempilhadeiras.com.br www.dispelempilhadeiras.com.br CE CERTIFICADO EMPILHADEIRAS A transmissão 2-3 T possui estrutura avançada tipo flutuante, a única na China. Estruturas flutuantes são projetadas para reduzir a transmissão das vibrações ao chassis em

Leia mais

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O DIESEL S-50 1) O que são os Diesel S-50 e S-10? Significa Diesel de Baixo Teor de Enxofre. Aqui no Brasil são dois os tipos que serão utilizados em veículos: o S-50 e o S-10.

Leia mais

Na fase de lançamento, o GLK estará disponível com três motorizações V6, duas a gasolina e uma Diesel, que apresentam os seguintes preços:

Na fase de lançamento, o GLK estará disponível com três motorizações V6, duas a gasolina e uma Diesel, que apresentam os seguintes preços: Mercedes-Benz GLK Lançamento em Portugal a 16 de Outubro de 2008 nos Concessionários Oficiais da Marca Classe GLK Edition 1 produzido em exclusivo para o seu lançamento A Mercedes-Benz apresentará no próximo

Leia mais

CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO

CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO O mais novo caminhão militar brasileiro é o Mercedes-Benz 1720 A, versão militarizada do modelo civil recentemente lançado no Brasil. O

Leia mais

Programas de Manutenção Scania.

Programas de Manutenção Scania. Respeite os limites de velocidade. Programas de Manutenção. Melhor performance, maior economia. Para mais informações sobre os produtos e serviços, entre em contato com a Casa mais próxima ou acesse http://www.scania.com.br/pecas-e-servicos

Leia mais

UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS

UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS COSTA, Rafael Osmar de Oliveira e BOTELHO, Róber Dias UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS 1 Introdução O Design foi um setor que também sofreu fortes influências da globalização,

Leia mais

nova geração de motores a gasolina Guia de produtos

nova geração de motores a gasolina Guia de produtos nova geração de motores a gasolina Guia de produtos VOLVO PENTA MOTORES MARÍTIMOS A GASOLINA O futuro está aqui. A Volvo Penta, líder absoluta em inovações náuticas, estabelece o novo padrão em tecnologia

Leia mais

Sistemas de direção automotiva

Sistemas de direção automotiva Sistemas de direção automotiva Atualmente, o mercado de sistemas de transmissões automotivas está crescendo mais do que o mercado de veículos em geral muitos veículos utilitários esportivos (SUVs) passam

Leia mais

Matérias-primas em questão

Matérias-primas em questão Matérias-primas em questão Apesar da liderança do aço na indústria veicular, alumínio e plástico correm com o desenvolvimento de soluções para ganhar preferência em novos projetos Texto Alzira Rodrigues

Leia mais

NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO

NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO OBJETIVOS Atração de Investimentos Inovação Tecnológica Incorporação Tecnológica Competitividade da Cadeia Automotiva Adensamento da Cadeia Automotiva Abrangência Automóveis,

Leia mais

Programas de Manutenção Scania.

Programas de Manutenção Scania. . Melhor performance, maior economia. SCAN1112_0857_Folheto_210x297mm.indd 1 A alta produtividade que somente um Scania pode apresentar é potencializada com os Programas de Manutenção Scania. Para oferecer

Leia mais

b) Permitido o uso de veículos de no mínimo 02 (dois) lugares ou mais. c) A denominação desta categoria será Dianteira Super.

b) Permitido o uso de veículos de no mínimo 02 (dois) lugares ou mais. c) A denominação desta categoria será Dianteira Super. 3 - CATEGORIA DIANTEIRA SUPER DS 3.1) DEFINIÇÃO: a) Participam desta categoria veículos de turismo de grande produção em série, nacionais ou importados, coupê, sedan ou pick- up, de 2, 3, 4 ou 5 portas,

Leia mais

O melhor de dois mundos. Porsche 911 Carrera 4 e 4S Cabriolet

O melhor de dois mundos. Porsche 911 Carrera 4 e 4S Cabriolet Porsche 911 Carrera 4 e 4S Cabriolet O melhor de dois mundos Tração nas quatro rodas e carroceria conversível: os novos Porsche combinam pura esportividade com a elegância e nostalgia dos passeios com

Leia mais

Volvo Buses Volvo Buses

Volvo Buses Volvo Buses O Grupo Volvo é um dos líderes mundiais na fabricação de caminhões, ônibus, equipamentos de construção, motores marítimos e industriais. Volvo na América dos Sul Volvo Colômbia Bogotá Volvo Peru Lima Mack

Leia mais

CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO

CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO Nós Apostamos nosso Legado na CRIAÇÃO DE UM TOTALMENTE NOVO Por aproximadamente 75 anos, a Thermo King ofereceu produtos e desempenho superiores para seus clientes. E com o Precedent estamos elevando esta

Leia mais

Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos

Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos Emissões e Consumo do Veículo Convencional e VEH: Resultados Medidos Suzana Kahn Ribeiro Programa de Engenharia de Transportes COPPE/UFRJ IVIG Instituto Virtual Internacional de Mudanças Climáticas Estrutura

Leia mais

Prêmio AEA 2015 - Projetos de Meio Ambiente

Prêmio AEA 2015 - Projetos de Meio Ambiente Prêmio AEA 2015 - Projetos de Meio Ambiente Desenvolvimento de uma Bomba Elétrica de Combustível Flex com foco na Eficiência Responsáveis pelo Projeto (Erwin Franieck, Celso Favero, Lazaro Melo, Rafael

Leia mais

O que um carro precisa ter para ser especial para você? Novo Civic 2015. Feito especialmente para você.

O que um carro precisa ter para ser especial para você? Novo Civic 2015. Feito especialmente para você. Honda Civic 2015 O que um carro precisa ter para ser especial para você? Design? Tecnologia? Conforto? Desempenho? Segurança? Ou tudo isso junto? O novo Honda Civic vai superar suas expectativas. Porque

Leia mais

EMPILHADEIRAS HYUNDAI À DIESEL

EMPILHADEIRAS HYUNDAI À DIESEL GARFO (Comprimento X Largura x Bitola) (mm) HDF50-7S (TIPO EIXO - TIPO GANCHO) - 1.350 X 150 X 60-1.500 X 150 X 60-1.800 X 150 X 60-2.000 X 150 X 60-2.400 X 150 X 60 HDF70-7S (TIPO EIXO) - 1,350 X 180

Leia mais

Objetivos. Benefícios

Objetivos. Benefícios Objetivos Mais competitividade, tecnologia e segurança para os carros produzidos e vendidos no Brasil. Grande mercado nacional permite, via incentivo tributário, colocar os carros vendidos e produzidos

Leia mais

Segundo Seminário Internacional sobre Uso Eficiente do Etanol

Segundo Seminário Internacional sobre Uso Eficiente do Etanol Segundo Seminário Internacional sobre Uso Eficiente do Etanol Rio de Janeiro 17 e 18 de Setembro de 2015 CELSO RIBEIRO BARBOSA DE NOVAIS Chefe da Assessoria de Mobilidade Elétrica Sustentável & Coordenador

Leia mais

MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL

MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL O FUTURO DAS CIDADES A MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL É FUNDAMENTAL PARA EVITAR O CAOS MOBILIDADE - CENÁRIO NO BRASIL Aumento da população urbana Tráfego intenso nas grandes

Leia mais

Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel

Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel Congresso Nacional Comissão Especial Carro Diesel Brasília, 28 de Outubro de 2015 O que é a APROVE DIESEL Associados: Apoio Institucional: Contexto econômico e tecnológico brasileiro atual difere muito

Leia mais

Fator de Desenvolvimento Contramedida Meio

Fator de Desenvolvimento Contramedida Meio Projeto e Desenvolvimento de Carrocerias de Automóveis com maior participação de Aços Avançados de Alta Resistência 1.a Geração Augusto César Lacerda de Oliveira, MSc. CTS Auto - ArcelorMittal l Brasil

Leia mais

Processo de fundição: Tixofundição

Processo de fundição: Tixofundição Processo de fundição: Tixofundição Disciplina: Processos de Fabricação. Professor Marcelo Carvalho. Aluno: Gabriel Morales 10/44940. Introdução O processo de fabricação conhecido como fundição pode ser

Leia mais

Kit de 5ª geração. Andrea Tagliavini Landirenzo

Kit de 5ª geração. Andrea Tagliavini Landirenzo Kit de 5ª geração Andrea Tagliavini Landirenzo Conteúdo Sobre o grupo Landirenzo Porque 5ª geração Novas tecnologias no GNV Linha de 5ª geração Landirenzo Sistema dual Diesel-Gás Ações pro 5ª geração Sobre

Leia mais

A nova onda de inovação Novas projetos e tecnologias para o Brasil

A nova onda de inovação Novas projetos e tecnologias para o Brasil A nova onda de inovação Novas projetos e tecnologias para o Brasil Stephan Keese, Sócio São Paulo, 22 de agosto de 2011 1 O Brasil Brasil oferece oferece forte forte perspectiva perspectiva de de crescimento

Leia mais

Tecnologia nos Ônibus Mercedes-Benz

Tecnologia nos Ônibus Mercedes-Benz Tecnologia nos Ônibus Mercedes-Benz Brandão VEM Marketing de Produto Ônibus, Junho, 2011 Fábrica Principais atividades na planta de S. Bernardo do Campo Componentes de terceiros Montagem completa Banco

Leia mais

Soluções para Transmissão

Soluções para Transmissão Soluções para Transmissão Motor Transmissão Chassis Estruturas Tração Total SOLUÇÕES PARA TRANSMISSÃO Em 1904, o fundador da Dana, Clarence Spicer, revolucionou a indústria automobilística ao inventar

Leia mais

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná 0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná Santa Catarina. São Paulo. Rio Grande do Sul. Tocantins ÍNDICE Confiança

Leia mais

4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i.

4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i. Página 16 4. Dados técnicos. BMW 116i, BMW 118i. BMW 116i BMW 118i Carroceria Nº de portas / assentos 5/5 5/5 Compr/largura/altura (sem carga) 1) mm 4.324/1.765/1.421 4.324/1.765/1.421 Distância entre

Leia mais

Teste COMO FIZEMOS O TESTE

Teste COMO FIZEMOS O TESTE Teste Cintos protegem mais o motorista Para nós, a vida de todos os ocupantes de um carro é igualmente importante. Mas constatamos que a diferença da tecnologia entre esses dispositivos de segurança dianteiros

Leia mais

PROFISSIONAL EM TODAS AS SUAS FORMAS

PROFISSIONAL EM TODAS AS SUAS FORMAS PROFISSIONAL EM TODAS AS SUAS FORMAS Peugeot www.peugeot.com.br/professional PROFISSIONAL EM TODAS AS SUAS FORMAS Bem mais do que uma simples ferramenta de transporte, a gama Peugeot coloca à sua disposição

Leia mais

veículos de capacidade e cinqüenta

veículos de capacidade e cinqüenta 12 CATEGORIA PRO MOD PM 12.1) DEFINIÇÃO: Participam destas categorias veículos bipostos nacionais e importados, turismo, de produção em série, réplicas e protótipos, coupê, sedan ou pick upp de 2, 3, 4

Leia mais

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO

UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS RESUMO UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HÍBRIDO HIDRÁULICO NOS VEÍCULOS COMERCIAIS Luis Eduardo Machado¹ Renata Sampaio Gomes ² Vanessa F. Balieiro ³ RESUMO Todos sabemos que não é possível haver regressão nas tecnologias

Leia mais

DESCRIÇÃO VALOR UNIDADE Comprimento máximo

DESCRIÇÃO VALOR UNIDADE Comprimento máximo CAPA Na capa da Ficha Técnica devem estar claramente as informações para identificação da equipe, escola, número do carro, semelhante às capas utilizadas nos relatórios de projeto da competição nacional.

Leia mais

FICHA TÉCNICA CARROCERIA Hatchback em monobloco, 4 lugares, 2 portas AERODINÂMICA Coeficiente aerodinâmico. Cx 0,38

FICHA TÉCNICA CARROCERIA Hatchback em monobloco, 4 lugares, 2 portas AERODINÂMICA Coeficiente aerodinâmico. Cx 0,38 FICHA TÉCNICA CARROCERIA Hatchback em monobloco, 4 lugares, 2 portas AERODINÂMICA Coeficiente aerodinâmico Área frontal Cw x A MOTOR Cx 0,38 2.17 m2 0.82 m2 Dianteiro, transversal, 2.0 litros, 4 cilindros

Leia mais

GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT

GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT GAMA FIAT GPL BI-FUEL: PROJECTADA, FABRICADA E GARANTIDA PELA FIAT GPL Euro 5 da Fiat Segurança Economia Tecnologia Ecologia A Gama Fiat GPL Bi-Fuel 1 GPL Euro 5 da Fiat A nova oferta GPL Euro 5 da Fiat

Leia mais

Carros latino-americanos mais vendidos não têm segurança suficiente, diz Latin NCAP

Carros latino-americanos mais vendidos não têm segurança suficiente, diz Latin NCAP Carros latino-americanos mais vendidos não têm segurança suficiente, diz Latin NCAP O programa de teste de colisão de alguns dos carros mais vendidos na América Latina tem mostrado alto risco de lesões

Leia mais

Novo Audi A3. Sportback é lançado. A estreia será no Paris Motor Show e estará também no salão do Automóvel de São Paulo

Novo Audi A3. Sportback é lançado. A estreia será no Paris Motor Show e estará também no salão do Automóvel de São Paulo 63ª Edição Novo Audi A3 Sportback é lançado A estreia será no Paris Motor Show e estará também no salão do Automóvel de São Paulo Panamera Sport Turismo promete consumo de 28,6 km/l Conceito tem sistema

Leia mais

b) Permitido o uso de veículos de no mínimo 02 (dois) lugares. c) A denominação desta categoria será Dianteira Original.

b) Permitido o uso de veículos de no mínimo 02 (dois) lugares. c) A denominação desta categoria será Dianteira Original. 2- CATEGORIA DIANTEIRA ORIGINAL DO 2.1) DEFINIÇÃO: a) Participam desta categoria veículos de turismo de grande produção em série, nacionais ou importados, coupê, sedan ou pick- up, de 2, 3, 4 ou 5 portas,

Leia mais

Pedro Manuchakian Vice-presidente de Engenharia de Produtos General Motors América do Sul

Pedro Manuchakian Vice-presidente de Engenharia de Produtos General Motors América do Sul Pedro Manuchakian Vice-presidente de Engenharia de Produtos General Motors América do Sul Conteúdo O mercado automotivo de 1980 à 2015 O perfil atual do consumidor brasileiro A evolução dos sistemas automotivos

Leia mais

Visão geral sobre a área automotiva. Produtos e Soluções Rexnord para a Indústria Automotiva

Visão geral sobre a área automotiva. Produtos e Soluções Rexnord para a Indústria Automotiva Visão geral sobre a área automotiva Produtos e Soluções Rexnord para a Indústria Automotiva Escolha a Rexnord para ajudar a fabricar hoje os veículos de amanhã. Da compra e instalação ao monitoramento

Leia mais

Foto cortesia de Honda Motor Co., Ltd. Sistema de suspensão de braços triangulares superpostos no Honda Accord Coupe 2005

Foto cortesia de Honda Motor Co., Ltd. Sistema de suspensão de braços triangulares superpostos no Honda Accord Coupe 2005 Introdução Quando as pessoas pensam sobre o desempenho de um automóvel, geralmente vem à cabeça potência, torque e aceleração de 0 a 100 km/h. No entanto, toda a força gerada pelo motor é inútil se o motorista

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 402 METROS REGULAMENTO TÉCNICO 2015 13 CATEGORIA EXTREME 10,5 XTM 13.1) DEFINIÇÃO: a) Participam

Leia mais

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento.

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. SCANIA Caminhões Semipesados É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. Rentabilidade é o que nos move. Caminhões Semipesados Scania. Com um autêntico Scania, você sempre conta com resistência,

Leia mais

Março, 2011 - Informação à Imprensa Mecânica Online lança Coleção AutoMecânica

Março, 2011 - Informação à Imprensa Mecânica Online lança Coleção AutoMecânica Março, 2011 - Informação à Imprensa Mecânica Online lança Coleção AutoMecânica Entenda como o automóvel funciona passando por sua evolução, motor, injeção eletrônica, sistemas auxiliares, segurança, transmissão,

Leia mais

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R

Volvo Trucks. Driving Progress. novo Volvo VM. DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Volvo Trucks. Driving Progress novo Volvo VM DISTRIBUIÇÃO 4x2R / 6x2R / 8x2R Entregas garantidas e economia sempre. O novo Volvo VM é um caminhão semipesado, confortável, seguro e o mais econômico da categoria.

Leia mais

Informativo de Assistência Técnica Brasil

Informativo de Assistência Técnica Brasil Informativo de Assistência Técnica Brasil 010/12 29 Agosto 2012 AA/SBZ1-TSS Emitente: Mauricio Pimenta Destinatário Assunto Rede Bosch Diesel Center e Bosch Truck Service Lançamento do Sistema Bosch de

Leia mais

Volvo Trucks. Driving Progress. Novo Volvo VM. VOCACIONAL 6x4R / 8x4R

Volvo Trucks. Driving Progress. Novo Volvo VM. VOCACIONAL 6x4R / 8x4R Volvo Trucks. Driving Progress Novo Volvo VM VOCACIONAL 6x4R / 8x4R Força e capacidade acima da sua meta. O novo Volvo VM é um caminhão semipesado, confortável, seguro e o mais econômico da categoria.

Leia mais

Exposição 40 anos de Porsche 911

Exposição 40 anos de Porsche 911 Exposição 40 anos de Porsche 911 Classic News Porsche 912E (1968) A história diante dos olhos Exposição em Interlagos resgata os 40 anos de história do Porsche 911, um evento sem similar em todo o mundo.

Leia mais

Nota Técnica Cilindros de GNV

Nota Técnica Cilindros de GNV Cilindros de GNV Belo Horizonte Março de 2012 As gerações de KIT's 2ª geração (Aspirados) 3ª geração (Aspirados) 5ª geração (Injetados) Para veículos carburados (Normalmente, até 1996) Para veículos com

Leia mais

A FASE P7 DO PROCONVE E O IMPACTO NO SETOR DE TRANSPORTE

A FASE P7 DO PROCONVE E O IMPACTO NO SETOR DE TRANSPORTE A FASE P7 DO PROCONVE E O IMPACTO NO SETOR DE TRANSPORTE CONHEÇA AS NOVAS TECNOLOGIAS PARA MOTORES PESADOS IMPLEMENTADAS EM 2012 A FASE P7 DO PROCONVE E O IMPACTO NO SETOR DE TRANSPORTE CONHEÇA AS NOVAS

Leia mais

TECNOLOGIA. (inclui conexão USB e cartão SD)

TECNOLOGIA. (inclui conexão USB e cartão SD) TECNOLOGIA (inclui conexão USB e cartão SD) SEGURANÇA Design robusto e atrativo A nova Mahindra Pik Up funcionalidade. Anuncia sua chegada com uma nova grade dianteira, com nova entrada de ar, novos sua

Leia mais

ZF expõe produtos com alto grau de tecnologia e robustez no principal evento agrícola da América Latina: a Agrishow 2014

ZF expõe produtos com alto grau de tecnologia e robustez no principal evento agrícola da América Latina: a Agrishow 2014 Page 1/8, 28-04-2014 ZF expõe produtos com alto grau de tecnologia e robustez no principal evento agrícola da América Latina: a Agrishow 2014 Além de ter uma posição consolidada como fornecedora das maiores

Leia mais

NOVOS LANÇAMENTOS. A melhor solução em ferramentas automotivas. Kit A043 Kit PMS Pálio 1.6-16v

NOVOS LANÇAMENTOS. A melhor solução em ferramentas automotivas. Kit A043 Kit PMS Pálio 1.6-16v NOVOS LANÇAMENTOS A melhor solução em ferramentas automotivas Kit A043 Kit PMS Pálio 1.6-16v Kit 01 Ferramenta para PMS do motor Audi 3.0 V6-30V Kit A042 Kit PMS Pálio 1.0 e 1.5 Kit A078 Conjunto PMS Renault

Leia mais

OS CARROS FLEX FUEL NO BRASIL

OS CARROS FLEX FUEL NO BRASIL OS CARROS FLEX FUEL NO BRASIL PAULO CÉSAR RIBEIRO LIMA Consultor Legislativo da Área XII Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos MARÇO/2009 Paulo César Ribeiro Lima 2 SUMÁRIO 1. Introdução...3 2. Histórico...3

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO

CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO 1 CONSELHO TÉCNICO DESPORTIVO NACIONAL COMISSÃO NACIONAL DE ARRANCADA CAMPEONATO BRASILEIRO DE ARRANCADA 2013 REGULAMENTO TÉCNICO 13 CATEGORIA EXTREME 10,5 XTM 13.1) DEFINIÇÃO: a) Participam destas categorias

Leia mais