Mais de metade dos emigrantes lesados aceitou proposta do Novo Banco

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mais de metade dos emigrantes lesados aceitou proposta do Novo Banco"

Transcrição

1 EDIÇÃO PDF Quarta-feira, Edição às 08h30 Directora Graça Franco Editor Raul Santos Mais de metade dos emigrantes lesados aceitou proposta do Novo Banco Contribuintes podem receber um quarto da sobretaxa Está a pensar comprar casa? Saiba que os preços vão continuar a subir António Costa promete mil milhões para reabilitação urbana Pescadores em protesto. Sai uma caixa de sardinhas para a ministra Colégios recebem 140 milhões e Fenprof diz que alguns estão sob investigação Sírios vivem num cenário de "roletarussa" LIGA DOS CAMPEÕES Sporting na Rússia em busca de glória e de milhões Legislativas. Televisões cancelam debate alargado por falta de acordo entre partidos MUNDIAIS DE ATLETISMO Nelson Évora qualifica-se para final do triplo salto

2 Quarta-feira, Mais de metade dos emigrantes lesados aceitou proposta do Novo Banco Cerca de clientes já acordaram solução que lhes garante pelo menos 60% do capital investido, apurou a Renascença. [notícia actualizada às 22h32] Está a pensar comprar casa? Saiba que os preços vão continuar a subir Sector imobiliário dá sinais de recuperação, mas teme subida abrupta de preços. O volume de vendas aumentou nos primeiros seis meses do ano. Maior procura e facilidades no crédito à habitação justificam a tendência. Lesados do BES têm percorrido o país em protesto. Foto: lusa Por Ana Carrilho Mais de metade dos emigrantes lesados do BES já chegou a acordo com o Novo Banco, apurou a Renascença. Segundo fonte da instituição, cerca de clientes já acordaram uma solução que lhes garante pelo menos 60% do capital investido. Se mantiverem o depósito durante seis anos poderão conseguir 90%, já que o Novo Banco vai acrescentando 5% todos os anos. Segundo a mesma fonte, os clientes também podem vender os títulos pelo actual valor e o diferencial para os 60% do capital investido é transformado num depósito a dois anos. A solução foi autorizada pelo Banco de Portugal e, por isso, terá que ser cumprida vencedor da corrida à compra do Novo Banco. Ao todo, os emigrantes lesados tinham subscrito aplicações num valor global de 720 milhões de euros. A proposta do Novo Banco mantém-se em aberto até ao início de Setembro. O Novo Banco recebeu uma injecção de milhões de euros por parte do Fundo de Resolução bancário, gerido pelo Banco de Portugal e que detém 100% do capital do Novo Banco. Deste montante, milhões resultam de um empréstimo remunerado feito pelo Estado e o restante resulta de um empréstimo, também remunerado, feito por vários bancos a operar em Portugal e de capitais do próprio Fundo de Resolução. A 3 de Agosto de 2014, o Banco de Portugal tomou o controlo do BES, após a apresentação de prejuízos semestrais de 3,6 mil milhões de euros, e anunciou a separação da instituição em duas entidades: o chamado banco mau (um veículo que mantém o nome BES e que concentra os activos e passivos tóxicos do BES, assim como os accionistas) e o banco de transição que foi designado Novo Banco. Foto: DR Por André Rodrigues A recuperação é lenta mas já se começa a sentir. Após quase meia década de paralisação, o sector imobiliário parece agora dar passos firmes no sentido da retoma. Nos primeiros seis meses do ano houve mais transacções do que aquelas que prevejo para este ano, diz à Renascença Luís Lima, presidente da Associação Portuguesa de Empresas de Mediação Imobiliária (APEMIP), antecipando uma subida do volume de vendas da ordem dos 25% durante o ano de Uma tendência que conjuga um aumento da procura de casa própria com uma maior abertura dos bancos para conceder crédito. Mas os empréstimos à habitação não vão além dos 80% do valor do imóvel, e isso é positivo porque não podemos repetir os erros do passado, alerta. Significa isto que quem hoje está a comprar casa tem mais rendimento disponível para o fazer. Estamos a falar de consumidores com mais rendimentos, mais informados e mais exigentes. Uma reconfiguração do mercado que acompanha a tendência do futuro próximo: o preço das casas vai subir de forma mais generalizada mas o movimento ascendente já se sente, sobretudo nas grandes áreas metropolitanas de Lisboa e Porto. Isto foi impulsionado não tanto pelo mercado interno, mas pela procura externa. Espero é que os preços não subam muito. Luís Lima explica que nunca houve uma situação de bolha imobiliária por causa da descida dos preços, contudo alerta que podemos ter

3 Quarta-feira, problemas se houver uma subida muito abrupta. Um receio que é minimizado do lado da construção. Reis Campos, presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI), acredita numa subida equilibrada. O nosso imobiliário vai estabilizar até atingir os valores que tinha. O sector assistiu a uma quebra progressiva do valor das casas entre 2011 e 2013, por isso nós vamos recuperar novamente, mas não de forma brusca. Este responsável acredita até que os nossos preços vão ser competitivos em relação aos que são praticados na Europa. O equilíbrio está entre a oferta e a procura. O presidente da APEMIP defende uma aposta na reabilitação do que já existe conjugada com alguma construção nova. Reis Campos garante que o sector está pronto para responder, porque a procura, os preços e a evolução da conjuntura europeia estão a contribuir para que o sector da construção esteja a inverter o ciclo negativo dos últimos cinco anos. BPI fecha mais de 25 agências em Setembro Os trabalhadores devem ser reintegrados em outras agências. Os clientes dos balcões encerrados vão receber cartas a informar do local em que as suas contas serão domiciliadas. Banco é liderado por Fernando Ulrich. Foto: João Relvas/Lusa O BPI vai fechar mais 25 agências a 30 de Setembro, segundo uma nota informativa interna do banco, a que a agência Lusa teve acesso. Os trabalhadores devem ser reintegrados em outras agências. Os clientes dos balcões encerrados vão receber cartas a informar do local em que as suas contas serão domiciliadas. Este fecho faz parte de um processo que já vem acontecendo há algum tempo no banco liderado por Fernando Ulrich, com vista a diminuir custos, e que é para continuar, como admitiu o gestor em Junho, na apresentação de resultados do primeiro semestre. "Não vou dar dados concretos sobre o que vamos fazer até ao fim do ano. Certo é que com um crescimento [económico] fraco a moderado, taxas [de juro] baixas e muita oferta no sector bancário, o tema dos custos vai ser um tema importante durante muito tempo", afirmou o banqueiro. No final de Junho, o BPI contava com um total de trabalhadores em Portugal e tinha 623 pontos de contacto com os clientes, entre balcões tradicionais, centros de investimento, lojas habitação e centros de empresas, estando previsto o fecho de mais 26 agências até final de Julho, disse então Fernando Ulrich. Aos encerramentos que vêm acontecendo juntam-se agora mais 25 balcões a 30 de Setembro, sendo sete no Norte do país, sete no Centro, 10 no Sul e um na Região Autónoma da Madeira. Nos últimos meses, o BPI tem sido alvo de várias notícias devido às mexidas que pode vir a protagonizar no sector bancário. Entretanto, foi noticiado que o BPI poderá vender o Banco de Fomento Angola (BFA), onde detém 50,01% do capital, tendo em conta as crescentes exigências do Banco Central Europeu quanto a entidades bancárias com exposição a Angola. Colégios recebem 140 milhões e Fenprof diz que alguns estão sob investigação Professores criticam opção por considerarem que "facilita o desvio de alunos para o sector privado" e representa um custo muito superior ao de ter os alunos na rede pública. O Ministério da Educação vai pagar quase 140 milhões de euros a escolas particulares e cooperativas para receberem alunos durante este ano lectivo. Professores criticam a medida e dizem que será dado dinheiro a colégios sob investigação. O Ministério da Educação e Ciência vai apoiar este ano turmas em escolas de ensino particular e cooperativo, que representam um custo anual por turma de euros, segundo dados avançados à agência Lusa. Ou seja, irá gastar euros com contratos de associação que permitem a estas escolas passar a integrar "a rede de oferta pública de ensino como parte das opções oferecidas às famílias no âmbito da sua liberdade de escolha", explicou a tutela. Comparando com os anos anteriores, há uma redução de verbas, já que o número de turmas apoiadas diminuiu (menos 13 que no ano anterior) e o valor por turma também sofreu uma redução de cerca de 523 euros, passando de euros para euros. No entanto, a Federação Nacional de Professores (Fenprof) acusa o ministério de atribuir subsídios no

4 Quarta-feira, valor de mais de quarto milhões de euros a colégios que estão a ser investigados pelo Ministério Público, ou seja, algumas escolas privadas do grupo GPS, dirigido por António Calvete. A Fenprof critica ainda esta opção ministerial por considerar que "facilita o desvio de alunos para o sector privado" e representa um custo muito superior ao de ter os alunos na rede pública: "O Estado irá gastar cerca de 15 milhões acima do que gastaria se, respeitando a Constituição da República, estas turmas fossem atribuídas a escolas públicas". Questionado sobre o número de turmas financiadas e o valor atribuído, fonte da tutela garante que tem havido uma redução nos últimos anos de turmas e também no montante. Segundo o ministério, das turmas que este ano serão financiadas, a maioria (1.075) são turmas de continuidade, ou seja, são contratos que já existiam e que se mantêm até terminar o ciclo de ensino dos alunos abrangidos. Pescadores em protesto. Sai uma caixa de sardinhas para a ministra Desde sábado que está interdita a captura na Nazaré e Peniche, por ter sido esgotada a quota local de captura. Pescadores recebem até 27 euros por dia pela interdição de pescar. para a Exploração dos Mares (ICES). O conselho defende, para o próximo ano, que a quota ibérica de captura de sardinha seja fixada em toneladas, o que representa "uma redução de 90% em relação a 2015" e provocará, segundo Walter Chicharro, um "conjunto de problemas económicos e sociais que se levantarão à comunidade piscatória do país todo. Com a iniciativa, pretende-se "simbolizar a luta que o Governo deve assumir junto das instâncias europeias para que a quota da sardinha para 2016 não seja reduzida em 90%". A acção está agendada para o período entre as 11h00 e as 11h30, hora a que o autarca e os representantes dos pescadores tencionam "oferecer uma caixa com 25 sardinhas à ministra e outra para entregar ao primeiroministro". Autarquias solidárias O protesto acontece depois de, no sábado, 10 presidentes de municípios onde há pesca de sardinha terem exigido o aumento da quota de captura para este ano e para o próximo, solidarizando-se com os pescadores de Peniche e da Nazaré. Os 10 municípios exigiram ainda ao Governo, numa posição conjunta, que sejam rapidamente definidas "as medidas de acompanhamento para responder aos problemas resultantes da interdição e imobilização temporária das embarcações". Na terça-feira os operadores do sector da pesca da sardinha anunciaram também que irão solicitar uma reunião urgente à ministra da Agricultura e do Mar para pedir um aumento das quotas, assim como dos apoios atribuídos nos períodos de interrupção. Desde sábado que está interdita a captura na Nazaré e Peniche, por ter sido esgotada a quota local de captura. Os armadores e tripulantes vão receber compensações financeiras pela interdição da pesca de sardinha, que no caso dos pescadores pode ir até 27 euros por dia, segundo a portaria publicada em Diário da República. A Câmara e a Associação de Pescadores e Armadores da Nazaré oferecem esta quarta-feira à ministra do Mar as últimas sardinhas pescadas na zona, numa acção que visa sensibilizar o Governo para negociar melhores quotas de captura para "Vamos estar no Ministério da Agricultura e do Mar a fazer a entrega simbólica das últimas sardinhas pescadas na Nazaré", disse à Lusa Walter Chicharro, presidente daquela vila piscatória, onde a captura de sardinha está proibida desde as 12h00 de sábado. O objectivo da acção é sensibilizar a governante para os problemas decorrentes da quota para 2016, porque pescadores e autarquia consideram "impensável" que se aceite a quota sugerida pelo Conselho Internacional

5 Quarta-feira, Contribuintes podem receber um quarto da sobretaxa Cálculo é feito a partir da execução orçamental de Julho, que apresenta uma melhoria do défice. Ilustração: Freepik Por Eunice Lourenço Os contribuintes podem receber no próximo ano 25% da sobretaxa de IRS paga ao longo deste ano. O número é avançado na síntese de execução orçamental de Julho, divulgada esta terça-feira pelo Ministério das Finanças. O documento mostra uma melhoria do défice acima dos 400 milhões de euros, fruto do aumento da receita fiscal. A manter-se a evolução da receita fiscal, a taxa efectiva da sobretaxa pode, então, descer dos 3,5% para 2,6%, o que implica que cada contribuinte receba no próximo ano um quarto da sobretaxa paga este ano. A execução de Julho mostra que a receita fiscal atingiu os milhões de euros, o valor mais elevado registado em Julho desde O aumento de receita regista-se praticamente em praticamente todos os impostos, mas o Governo salienta os números do IRC e do IVA. No IRC, há um crescimento da receita de 8,6%, "não obstante a redução da taxa deste imposto em resultado da reforma do IRC". O IRC desceu em resultado de um acordo entre o Governo e o PS quando este ainda era liderado por António José Seguro. Agora, o programa eleitoral do PS volta atrás nessa reforma, o que tem sido motivo de troca de argumentos entre socialistas e os partidos da coligação governamental. Quanto ao IVA, a receita acumulada cresceu 8,1% quando comparada com Julho do ano passado. "Este crescimento da receita do IVA continua a evidenciar a recuperação da actividade económica e a crescente eficácia das novas medidas de combate à fraude e evasão fiscais", lê-se no comunicado do Ministério das Finanças, que também salienta um aumento de 24,8% no Imposto sobre Veículos (ISV). As contas do crédito fiscal O comunicado não dá, contudo, nota da evolução do IRS. Avança já é para a estimativa do crédito fiscal, que foi criado no Orçamento do Estado e segundo o qual os contribuintes podem receber no próximo ano uma devolução da sobretaxa de IRS que resultará da arrecadação da receita de IVA e IRS que for superior ao orçamentado. "Relativamente à evolução do Crédito Fiscal da Sobretaxa até Julho de 2015, caso o crescimento de 4,4% da soma das receitas de IRS e de IVA verificado até Julho de 2015 se mantenha até ao final de 2015, o Crédito Fiscal será de 25%, o que corresponderá a uma sobretaxa efectiva de 2,6% (em vez de 3,5%)", lê-se no comunicado. O Governo anuncia que a partir desta terça-feira está disponível para consulta no Portal das Finanças a actualização da evolução do Crédito Fiscal da Sobretaxa. Está também disponível a actualização do simulador personalizado na página pessoal de cada contribuinte. Despesa continua a aumentar No plano da despesa, há um agravamento da administração central, que tem um saldo negativo de milhões, mais 280 milhões que em Julho do ano passado. A despesa continua a subir nas várias parcelas, à excepção da despesa com pessoal, que teve uma descida de 0,5%. A aquisição de bens e serviços aumentou 3,2%, os encargos com juros cresceram 5,8% e as despesas de investimento subiram 333 milhões subida que o Governo continua a atribuir aos encargos com as subconcessões rodoviárias. Em contrapartida, as contas da Segurança Social continuam a melhorar em resultado da diminuição da despesa, que chega aos 4,6%, mais do dobro da redução da receita (2%). Ou seja, a melhoria do défice em 423 milhões faz-se à conta do aumento da receita fiscal e da diminuição da despesa com prestações sociais, que compensam o aumento das despesas da administração central.

6 Quarta-feira, António Costa promete mil milhões para reabilitação urbana "É assim que relançamos a economia e podemos criar emprego", afirma líder do PS e candidato a primeiro-ministro. construção, criar emprego, melhorar as condições da habitação, melhorar a qualidade da cidade e melhorar a eficiência energética". No final do discurso de António Costa, um homem, que disse defender a baixa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e uma reavaliação dos edifícios, e que já tinha abordado o secretário-geral do PS à entrada para o Largo da Severa, colocou bruscamente os papéis que trazia consigo em cima do palanque usado para as intervenções. Ministra das Finanças critica programa do PS, mas admite que não o leu Perante os "alunos" do PSD, Maria Luís Albuquerque rejeitou a "receita" socialista para os próximos anos, afirmando que falhou "rotundamente" no passado. António Costa em pré-campanha na Mouraria. Foto: Manuel de Almeida/Lusa O secretário-geral do PS, António Costa, anunciou "um compromisso" de um programa de reabilitação urbana no valor de mil milhões de euros, desvalorizando os 50 milhões de euros disponibilizados pelo Governo. "Nós assumimos um objectivo, que é um compromisso concreto e um objectivo quantificado, que não é de lançar um programa de 50 milhões, mas é um programa de mil milhões de euros para pôr a reabilitação urbana a andar e a funcionar neste país, porque é assim que relançamos a economia e podemos criar emprego", afirmou o candidato a primeiro-ministro nas eleições de 4 de Outubro. António Costa já tinha anunciado anteriormente a intenção de apostar na reabilitação imobiliária, mas agora quantificou em mil milhões o valor desse programa. O objectivo foi quantificado pelo líder socialista num comício na Mouraria, após um dia em que percorreu desde cerca das 15h00 obras da Câmara de Lisboa, que presidiu até recentemente e que é actualmente liderada por Fernando Medina, procurando estabelecer um contraste entre o Governo do país e o da capital. "O bom exemplo de como este Governo escolhe as políticas erradas é a falta de prioridade que deu à reabilitação urbana. Vimos agora o Governo anunciar com grande surpresa que colocou 50 milhões de euros para reabilitação urbana e que em menos de uma semana esses fundos se esgotaram", afirmou António Costa na sua intervenção. "É natural, porque o que a reabilitação urbana precisa não é de 50 milhões de euros, o que a reabilitação urbana precisa é de um grande programa, pujante, vigoroso, que relance a economia e que faça reabilitação urbana a sério em Portugal", argumentou. Para o secretário-geral do PS, a reabilitação urbana é central porque "permite relançar o sector da Foto: Nuno Veiga/Lusa A ministra das Finanças criticou esta terça-feira o programa eleitoral do PS. Mas Maria Luís Albuquerque admitiu que ainda não leu o documento na íntegra. "O programa todo não li. Li algumas coisas daquilo que são os documentos que o PS tem vindo sucessivamente a publicar e alguns comentários sobre os mesmos", disse na Universidade de Verão do PSD. "Aquilo que me parece merecer maior preocupação é o facto de se voltar a defender um modelo que, manifestamente, não resulta. O consumo interno como motor de crescimento, o aumento da despesa pública como motor de crescimento foi, precisamente, o erro que nos conduziu ao problema de 2011 e isso é uma fonte de preocupação." Perante os "alunos do PSD, Maria Luís Albuquerque rejeitou a "receita" socialista para os próximos anos, lembrando a forma como as propostas do PS "falharam tão rotundamente" no passado. "Como é possível que um partido se apresente aos portugueses com propostas que falharam tão rotundamente quando aplicadas no passado? E como é possível que se afirme agora que sim, agora resulta. Porquê? O mundo já não é global? A competitividade deixou de ser importante? Já não vivemos numa

7 Quarta-feira, economia aberta? Porque haveriam os portugueses de acreditar que exactamente a mesma receita que conduziu ao desastre de 2011 produziria agora resultados diferentes? Simplesmente, não é credível", afirmou. Nem "acaso", nem "azar" Maria Luís Albuquerque centrou a sua aula de "Finanças Públicas Sustentáveis" na oposição entre o programa socialista e o programa da coligação PSD/CDS-PP, recordando o passado e os anos que antecederam Abril de 2011, quando Portugal se viu obrigado a pedir o terceiro resgate em 40 anos. "O que aconteceu em Portugal não foi obra do acaso, nem um azar que tivemos", sublinhou a ministra das Finanças, que encabeça a lista da coligação PSD/CDS- PP no distrito de Setúbal para as eleições de 4 de Outubro. Insistindo na importância de recordar as medidas que o Governo PS adoptou para enfrentar as crises financeiras de 2009 e 2011, Maria Luís Albuquerque recordou as apostas no aumento do consumo público e privado, "como se o país não tivesse problemas de desequilíbrio externo e de excesso de endividamento público e privado. Maria Luís Albuquerque assegurou que os partidos que compõem a coligação Portugal à Frente, PSD e CDS, querem continuar o trabalho iniciado nos últimos quatro anos, prometendo manter a disciplina das contas públicas e assegurando que querem "baixar a carga fiscal". Legislativas. Televisões cancelam debate alargado por falta de acordo entre partidos Directores de informação da RTP, SIC e TVI lamentam que "as candidaturas não tenham chegado a acordo e reunido as condições para a realização desse debate alargado". mas "estão, no entanto, convictas de que os demais debates agendados podem contribuir para uma informação mais próxima e esclarecida dos cidadãos". As televisões tinham proposto aos representantes das candidaturas, em Julho, a participação num conjunto de debates: três frente a frente entre os líderes da coligação Portugal à Frente (PSD/CDS-PP) e do Partido Socialista (PS), a transmitir um em cada canal; um debate alargado a todas as candidaturas, a transmitir em simultâneo nas três estações; e um conjunto de frente a frente, que envolviam os representantes dos cinco principais partidos com assento parlamentar. "Estas propostas respeitavam o novo enquadramento legal sobre os debates em período eleitoral e eram norteadas pelo critério editorial dos canais", referem. "Do lado das estações de televisão, o objectivo que presidiu a esta iniciativa foi sempre e exclusivamente permitir uma melhor informação dos eleitores num momento político tão importante como é a realização de um acto eleitoral", salientam. "Ao fim de várias semanas de reuniões com os representantes das candidaturas, será possível organizar um conjunto de frente a frente entre os líderes ou representantes dos partidos políticos ou candidaturas representados no parlamento e que concorrem às próximas eleições", acrescentam, apontando que estes debates vão ocorrer nas próximas semanas. "Sublinhamos que um desses frente a frente, aquele que envolve o dr. Pedro Passos Coelho e o dr. António Costa, será, por proposta editorial das televisões, transmitido em simultâneo pelos três canais de sinal aberto, um facto inédito na história da democracia portuguesa", salientam as televisões. Na sexta-feira passada, dia 21 de agosto, a coligação Portugal à Frente (PSD/PP) tinha anunciado que, sem a presença de Paulo Portas, não participaria no debate televisivo alargado de 22 de Setembro. A lei que regula a cobertura jornalística em período eleitoral, publicada em Diário da República em Julho, refere que "no período eleitoral os debates entre candidaturas promovidos pelos órgãos de comunicação social obedecem ao princípio da liberdade editorial e de autonomia de programação, devendo ter em conta a representatividade política e social das candidaturas concorrentes". As direcções de informação da SIC, RTP e TVI anunciaram o cancelamento do debate alargado antes das legislativas de 4 de Outubro. As televisões lamentam a falta de acordo das candidaturas. Em comunicado, os directores de informação da RTP, SIC e TVI referem que "as diferentes candidaturas não chegaram a acordo sobre os participantes" no debate em que deviam participar as principais candidaturas, apesar dos esforços feitos para realizar o mesmo. O debate conjunto das candidaturas "não irá realizar-se por motivos alheios à vontade das direcções de informação" das três televisões generalistas, adianta o comunicado assinado por Paulo Dentinho (RTP), Alcides Vieira (SIC) e Sérgio Figueiredo (TVI). As três direcções de informação "lamentam que as candidaturas não tenham chegado a acordo e reunido as condições para a realização desse debate alargado",

8 Quarta-feira, Paulo Portas "encantado" com Heloísa Apolónia O nº 2 da coligação PSD/CDS reagiu assim à troca do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, pela representante d'os Verdes, Heloísa Apolónia, no debate televisivo. Quantos partidos poderá ter o boletim de voto das legislativas? Nas eleições de 2011, o maior boletim era o do círculo do Porto, ao qual concorreram 17 forças políticas. Foto: Paulo Cunha/Lusa Por João Carlos Malta O vice-primeiro ministro e líder do CDS, Paulo Portas, disse esta segunda-feira estar "encaaaantaaaado" por debater com Heloísa Apolónia, dos Verdes. A CDU trocou o representante no debate televisivo com a PAF (Portugal à Frente), que junta os partidos do actual Governo CDS e PSD, depois de saber que Passos Coelho não estaria presente e que se faria representar por Paulo Portas. Portas respondia assim às questões dos jornalistas à margem de uma visita ao Alqueva, no Alentejo, sobre a troca da CDU para o debate de dia 22 de Setembro. Jerónimo deu lugar a Apolónia. "Encaaaaaantaaaado, lá estarei", disse, entre largos sorrisos, o líder centrista. "Em democracia não se despreza ninguém", disse. Parecia ser tudo, Portas já se encaminhava para abandonar o local, quando decidiu voltar atrás. O motivo? Lançar um ataque ao adversário desta noite. Com história. "Em nenhum país comunista havia debates destes. Ou lhes cortavam a cabeça ou os prendiam", rematou Portas. Em comunicado divulgado na segunda-feira, a CDU diz também que a "sua participação no frente a frente com a coligação PSD/CDS (em que participará o líder do segundo partido da coligação [Paulo Portas]) será assegurada por Heloísa Apolónia em representação do PEV", o segundo partido da Coligação Democrática Unitária. [Notícia corrigida às 18h13. Por lapso, escrevemos que o debate era esta noite] Portugueses vão a votos a 4 de Outubro. Foto: Mário Cruz/Lusa Dezasseis forças políticas apresentaram listas nos círculos de Aveiro, Braga e Viana do Castelo, naqueles que deverão ser os boletins de voto mais extensos das legislativas, de acordo com dados provisórios da Comissão Nacional de Eleições (CNE). Nas legislativas de 2011, o maior boletim era o do círculo do Porto, ao qual concorreram 17 forças políticas. No entanto, a CNE ainda não recebeu os dados relativos aos círculos dos Açores, Bragança e Castelo Branco e todas as candidaturas apresentadas terão ainda de ser validadas judicialmente. De acordo com os dados fornecidos à agência Lusa pela CNE, nos círculos de Lisboa e Porto apresentaram listas 15 forças políticas (entre partidos políticos e coligações), tal como em Beja, Coimbra, Évora, Leiria, Santarém, Setúbal, Madeira e nos círculos da Europa e Fora da Europa. Seguem-se Faro, Guarda, Portalegre, Vila Real e Viseu, círculos aos quais se apresentaram 14 forças políticas. A CNE ainda não indicou quais os partidos e coligações que concorrem a cada círculo, devendo fazê-lo nos próximos dias. Em 2011, 17 forças políticas apresentaram listas para as eleições legislativas, mas apenas nove partidos e uma coligação se candidataram a todos os círculos eleitorais. Por círculos eleitorais, o máximo de candidaturas registou-se no Porto, com 17 forças, seguindo-se Braga e Lisboa, com 16, e Setúbal com 15. O prazo para a entrega de candidaturas às legislativas de 4 de Outubro terminou na segunda-feira, data em que terminou também o prazo para a entrega dos orçamentos. De acordo com os orçamentos disponíveis no site da Entidade das Contas e Financiamentos Políticos, que funciona junto do Tribunal Constitucional, foram entregues 19 orçamentos - correspondentes a 16 forças políticas (13 partidos e três coligações) e outros três

9 Quarta-feira, orçamentos que dizem respeito a candidaturas autónomas de PSD e CDS-PP nos Açores e na Madeira. Em 2011, foram entregues 17 orçamentos. As coligações registadas no Tribunal Constitucional são o Portugal à Frente (que junta PSD e CDS-PP), a CDU (que junta PCP e Verdes) e o Agir (que reúne PTP e MAS). Além destas coligações, apresentaram orçamentos os seguintes partidos políticos: PS, BE, Juntos pelo Povo, Livre/Tempo de Avançar, Partido Democrático Republicano, PCTP-MRPP, MPT, Nós Cidadãos, Pessoas-Animais-Natureza, Partido Popular Monárquico, Partido Unido dos Reformados e Pensionistas, Partido Nacional Renovador e Partido Cidadania e Democracia Cristã. Em comparação com a lista dos partidos registados no Tribunal Constitucional, regista-se que não apresentaram orçamento de campanha o Partido Operário de Unidade Socialista (POUS), o Partido Democrático do Atlântico e o Partido Liberal Democrata (ex-mms). Leonor Beleza contra Estado anti-privados "Estado que acha que o que é público é a única coisa que é aceitável, eu isso não quero", afirmou a antiga ministra na Universidade de Verão do PSD. Leonor Beleza defende a intervenção do Estado, mas com uma ajuda do sector privado. A antiga ministra da Saúde falava esta terça-feira, na Universidade de Verão do PSD, em Castelo de Vide. O Estado deve estar vigilante e preocupar-se em garantir que as pessoas não deixem de estudar ou de ter acesso à saúde por não terem meios, defende a presidente da Fundação Champalimaud. Eu esse Estado quero, com certeza, que exista. Agora, o Estado que acha que o que é público é a única coisa que é aceitável, eu isso não quero, sublinha. Para a presidente da Fundação Champalimaud, o Estado tem outra obrigação: se recorre ao sector privado para resolver situações o processo tem que ser transparente. Quando em certas áreas o Estado recorre ou admite a existência de iniciativa privada que resolva uma série de problemas, deve fazer isso de maneira completamente transparente e usando uma coisa preciosa, que se chama concursos públicos. Aos jovens da Universidade de Verão, Leonor Beleza deu o recado que no PSD as pessoas estão no centro da vida política e é com isso na ideia que se devem tomar decisões. Sobre o problema dos refugiados e migrantes, admite que, como europeia, sente vergonha pela resposta que alguns países estão a dar. O problema é do Estado e de nós todos. É dos Estados, da União Europeia, dos governantes dos Estados da UE e dos governantes da UE. É de nós todos, conclui. Autarca do PSD sobre concessão dos transportes do Porto: "Nem sempre a pressa é boa conselheira" Hermínio Loureiro considera que a falta de diálogo entre Governo e autarquias "é preocupante". Os autarcas da Área Metropolitana do Porto vão reunirse ainda esta semana para adoptar uma posição conjunta sobre a decisão do Governo de privatizar por ajuste directo o Metro do Porto e a STCP. Hermínio Loureiro, presidente do Conselho Metropolitano do Porto e da Câmara de Oliveira de Azeméis, teme que a pressa não seja boa conselheira. Manifesto a minha preocupação em relação a esta situação. Nem sempre a pressa é boa conselheira. Este é um processo que teve uma primeira fase que não correu bem e eu espero que se tenha aprendido com os erros, afirma o autarca social-democrata, em declarações à Renascença. Os municípios do Porto não foram ouvidos nesta decisão do Governo. Hermínio Loureiro considera que a falta de diálogo é preocupante. Já o Movimento Utentes Serviços Públicos (MUSP) exige a "suspensão imediata" de todo o processo de subconcessão da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) e Metro do Porto através de ajuste direito. A decisão sobre o futuro da empresa deve ser deixada para o Governo que sair das eleições legislativas de 4 de Outubro, apela o MUSP, em comunicado. O Ministério da Economia confirmou esta terça-feira que a concessão da Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) e da Metro do Porto vai ser atribuída por ajuste directo. A decisão é justificada pelo interesse público.

10 Quarta-feira, Lisboa gasta 50 mil euros na substituição de passadiço da Ribeira das Naus Número é avançado à Renascença pelo presidente da autarquia, que promete para Setembro regulação sobre os tuk tuk. Ribeira das Naus novamente em obras. Foto: João Cunha/RR Por Liliana Monteiro A Câmara de Lisboa vai gastar "cerca de 50 mil euros" nas obras de reparação do passadiço da Ribeira das Naus, disse à Renascença o presidente da autarquia. Fernando Medina confessa que aquela avenida, que liga o Cais do Sodré à Praça do Comércio, está a ser mais usada pela circulação automóvel do que o previsto, o que obrigou a nova intervenção. Constatámos que a solução introduzida no passadiço começou a apresenta deficiências, que não eram de segurança, mas que se traduziam num ruído mais acentuado. Tentámos uma primeira reparação mais ligeira, não resolveu o problema e tomámos a decisão de substituir a cobertura da ponte, que deixará de ser em madeira e estacas metálicas e passará a ser uma cobertura de betuminoso, adianta o autarca. A Avenida Ribeira das Naus vai estar fechada ao trânsito até 3 de Setembro devido à realização dos trabalhos de manutenção. Tuk tuk. Autarca promete medidas para Setembro Sobre a regulação que está a ser ultimada pela Câmara de Lisboa para os triciclos turísticos tuk tuk, Fernando Medina garante que vai ser anunciada já no início de Setembro. Os tuk tuk são hoje uma parte importante da oferta turística da cidade, são procurados por muitos e não devemos tomar medidas que, pura e simplesmente, acabem ou limitem drasticamente, sublinha o presidente da Câmara de Lisboa. O objectivo da autarquia é compatibilizar o direito ao sossego, com melhor qualidade ambiental a uma circulação com mais segurança, assegura Fernando Medina. As alterações vão entrar imediatamente em vigor. Segundo o autarca, prendem-se com limitações das zonas, zonas de parqueamento, horários consoante a zona, mas ponderamos que seja entre as 9h00 e as 21h00, e remetemos para 1 de Janeiro de 2017 a obrigatoriedade de todos os tuk tuk serem cassos eléctricos. O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, falava à margem de uma acção de campanha do líder do PS, António Costa, no bairro da Mouraria. Perseguição policial começou na Batalha e acabou em Loures Autoridades suspeitam que viatura está envolvida em furtos de combustível a veículos pesados. Dois carros da GNR foram abalroados. Duas viaturas da GNR foram abalroadas por um automóvel numa perseguição que começou na Batalha e terminou em Loures, quando a viatura onde seguiam uma mulher e um homem se despistou. Às 2h20, na zona da Batalha, "uma patrulha avistou e seguiu uma viatura suspeita de estar envolvida em furtos de combustível a veículos pesados", descreveu fonte do Comando Territorial de Leiria da GNR à agência Lusa. Dada ordem de paragem ao automobilista, este não respeitou e colocou-se em fuga, entrando na autoestrada 8, em Tornada, Caldas da Rainha, em direcção a sul, "onde se deu o primeiro abalroamento" a uma viatura da GNR. "Foram feitas várias tentativas de imobilização do veículo", afirmou este responsável, adiantando que o segundo abalroamento ocorreu, ainda na auto-estrada 8, mas em Loures, quando a viatura onde seguiam os suspeitos se despistou, às 2h55. Nas duas situações, "há apenas danos materiais", precisou a GNR. Os ocupantes, que ficaram feridos, foram transportados para o hospital e, depois, detidos, disse o mesmo responsável, acrescentando que se trata de uma mulher de 67 anos e de um homem de 53 anos, da região de Setúbal. A mulher encontrava-se ainda hoje de manhã hospitalizada, mas ambos devem ser presentes na manhã de quarta-feira para primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Loures. São suspeitos dos crimes de condução perigosa de veículo rodoviário, atentado à segurança de transporte rodoviário, furto de veículo, falsificação de documento (matrícula da viatura), furto de combustíveis e condução sem habilitação legal.

11 Quarta-feira, FRANCISCO SARSFIELD CABRAL China: O factor político O governo chinês incentivou os governos locais a investirem em infraestruturas, criando um enorme dívida, e lidou mal com a crise da bolsa. Detidos 14 suspeitos de recrutar pessoas para o Estado Islâmico Grupo terrorista continua a querer alargar a sua rede de militantes e busca pessoas por todo o mundo. O abrandamento da economia chinesa era inevitável não seria possível crescer indefinidamente a taxas anuais superiores a 10%. Mas há dúvidas sobre a capacidade da China fazer a transição de uma economia baseada na exportação (com baixos salários, que entretanto foram subindo) para um modelo mais voltado para o consumo interno. Algumas dessas dúvidas têm a ver com o poder político chinês a ditadura do partido dito comunista, que se tornou mais dura e mais centralizadora com o actual presidente Xi Jinping. O governo chinês incentivou os governos locais a investirem em infraestruturas, criando um enorme dívida. E lidou mal com a crise da bolsa, dando ordens contraditórias às empresas do Estado, bem como com a desvalorização da moeda. O capitalismo de Estado na China funcionou de forma espectacular numa primeira fase, depois de Deng Xiao Ping ter aberto as portas do mercado, com limites. Mas a opacidade da política chinesa não suscita confiança nos consumidores e nos investidores, chineses e estrangeiros. Será necessária uma abertura política na China, depois da abertura económica. Têm sido muitos os ocidentais que decidem juntar-se ao Estado Islâmico. Foto: DR As autoridades espanholas e marroquinas detiveram 14 suspeitos de recrutar elementos para os terroristas do Estado Islâmico. A informação é avançada pelo Ministério espanhol do Interior, segundo o qual a operação conjunta decorreu nos arredores de Madrid e em várias partes de Marrocos. Os recrutados eram levados para a Síria e o Iraque. O recrutamento por parte do Estado Islâmico ocorre há vários meses e não se limita à região do Médio Oriente. Segundo um relatório do Conselho de Segurança de Outubro de 2014, havia pelo menos 15 mil estrangeiros a combater pelos jihadistas na Síria e no Iraque naquela altura. Em Maio deste ano, o secretário norte-americano da Segurança Interna chamou a atenção para o recrutamento feito nas redes sociais e afirmou viver-se uma nova fase de ameaça terrorista global. Segundo o procurador-geral adjunto para a Segurança Nacional dos EUA, cerca de 180 americanos já partiram ou tentaram partir para a Síria para se juntarem às fileiras do Estado Islâmico. Ao nível europeu, dados avançados pela Comissão Europeia indicam que mais de seis mil jihadistas europeus podem estar a combater na Síria. Desejo de aventura, tédio, insatisfação com a sua vida e falta de perspectivas são as motivações destes jovens, de acordo com uma pesquisa britânica. Entre os estrangeiros recrutados estão alguns portugueses. Mas os terroristas não querem apenas combatentes, já tendo anunciado vagas para outras profissões, entre as quais assessores de imprensa, professores e personal trainers.

12 Quarta-feira, Refugiados. Bulgária envia blindados para a fronteira com Macedónia A Bulgária recebeu desde o início do ano 15 mil migrantes clandestinos, nomeadamente sírios, que chegaram ao país através da Turquia. Mais de dois mil migrantes atravessaram na segundafeira a fronteira sérvia para entrar na Hungria, paísmembro da UE, disse a polícia húngara. A Hungria prevê concluir, no final do mês, uma barreira para impedir a entrada de migrantes clandestinos no país. 300 mil migrantes e refugiados chegam à Europa Balanço, relativo aos oito meses deste ano, é avançado pela ONU. Itália e Grécia são as portas de entrada das pessoas que chegam vindas do Mediterrâneo. Vinte e cinco militares e veículos blindados foram enviados para os postos fronteiriços entre a Bulgária e a Macedónia, mas este "número pode aumentar se a situação se agrava", indicou o ministro da Defesa Búlgaro. "Nesta fase, vamos reforçar de força preventiva a segurança na fronteira garantida pela polícia de fronteiras", declarou Nikolay Karaivanov, um responsável das operações do ministério da Defesa à rádio pública BNR. Vinte e cinco militares e veículos blindados foram enviados para os postos fronteiriços entre a Bulgária e a Macedónia, mas este "número pode aumentar se a situação se agrava", indicou. Até agora, o país não registou entradas de migrantes provenientes da Grécia, através da Macedónia. "Consideramos o risco (deste fluxo) relativamente limitado porque a Bulgária respeita os procedimentos de registo", o que não é o caso da Grécia, Macedónia e Sérvia, declarou a ministra do Interior búlgara, Rumiana Bachvarova à televisão Nova. A Bulgária recebeu desde o início do ano 15 mil migrantes clandestinos, nomeadamente sírios, que chegaram ao país através da Turquia. Uma vez no país, os migrantes são colocados durante vários meses em campos de refugiados, antes de obter um estatuto que permita circular na UE. "A Bulgária guarda bem as suas fronteiras", e os migrantes passam mais facilmente pelas ilhas gregas para se dirigirem para a Europa ocidental, através da Macedónia e da Sérvia, sublinhou o ministro dos Negócios Estrangeiros búlgaro, Daniel Mitov, à televisão btv. Sófia ergueu, na fronteira com a Turquia, uma barreira de 30 quilómetros, que pretende prolongar e mantém um milhar de polícias na zona para impedir as entradas ilegais. Foto: EPA Quase 300 mil migrantes e refugiados chegaram este ano à Europa pelo mar Mediterrâneo, anunciou esta terça-feira a agência da ONU para os Refugiados (ACNUR). Em conferência de imprensa, a porta-voz do ACNUR, Melissa Fleming, disse que 181 mil pessoas chegaram à Grécia e 108 mil a Itália. A responsável acrescentou que a agência das Nações Unidas calcula que três mil pessoas vão chegar diariamente, nos próximos dias, à Sérvia, depois de entrarem em território europeu pela Grécia e atravessar a Macedónia. "Pensamos que as chegadas vão continuar a um ritmo de três mil pessoas por dia", indicou. O ACNUR está a trabalhar com as autoridades sérvias para responder às necessidades de pelo menos dez mil pessoas. Cerca de 30% dessas pessoas são mulheres e crianças. "Eles vêm em grandes grupos de 300 a 400 pessoas e tentam depois passar a fronteira em direcção à Sérvia ou de autocarro ou de comboio", ilustrou a porta-voz do ACNUR, Melissa Fleming. Esta agência da ONU diz que chegou a altura de a Europa reequilibrar a distribuição pelos Estadosmembros dos refugiados e migrantes. Se "tal for feito, esta é uma situação com a qual a Europa pode lidar com sucesso". Fogem de guerras e perseguições A maior parte das pessoas foge de guerras e perseguições, colocando-se à mercê das redes de

13 Quarta-feira, tráfico numa tentativa de encontrar melhores condições de vida e segurança. Aceitam, por isso, fazer uma perigosa travessia em barcos e condições precárias. Um terço dos homens, mulheres e crianças que alcançaram as costas da Grécia ou de Itália desde o início do ano é oriundo da Síria, palco de uma guerra civil desde 2011, segundo o Alto Comissariado para os Refugiados da ONU (ACNUR). As pessoas que fogem da violência contínua no Afeganistão e do repressivo regime da Eritreia representam 12% do total, segundo o relatório do ACNUR. Somália, Nigéria, Iraque e Sudão são outras das principais proveniências dos migrantes. Em Junho, em resposta à crise, os chefes de Estado e de Governo dos 28 países da União Europeia aprovaram repartir entre si 60 mil refugiados nos próximos dois anos. No entanto, os 28 não aceitaram definir quotas, sendo o acolhimento feito com base de modo voluntário. Foi, assim, rejeitada a proposta da Comissão Juncker de quotas obrigatórias, com o número de pessoas a acolher definido à partida. Mais de pessoas morreram desde o início de 2015 ao tentarem atravessar o Mediterrâneo para chegar à Europa, segundo o último balanço da Organização Internacional das Migrações (OIM). Veja "A Sul da Sorte", a reportagem da Renascença sobre o drama dos migrantes, vencedora do Prémio Gazeta Multimédia Sírios vivem num cenário de "roletarussa" "Os sobreviventes dizem aos mortos: vocês têm a sorte de não continuar a ver e a viver este cruel drama sem fim." Arcebispo maronita de Damasco lança novo grito de alerta sobre o conflito que se prolonga há cinco anos. Nessa carta, com o título "Viver debaixo das bombas", com data de segunda-feira, o bispo Samir Nassar descreve o cenário de mais um bombardeamento "imprevisível" que teve impacto tanto na igreja maronita como no templo dos cristãos de rito latino. "Uma chuva de morteiros caiu sobre o bairro", conta o bispo. Dois morteiros atingiram as abóbadas de pedra da igreja, que se mantém de pé, mas sofreu grandes danos: rachas ainda maiores do que já tinha, sistema de ar condicionado avariado, depósitos de água e combustível danificados. A igreja vizinha, dos católicos de rito latino, também foi atingida. Assim como muitas famílias do bairro. Morreram nove pessoas, 47 ficaram feridas. "Os sobreviventes dizem aos mortos: vocês têm a sorte de não continuar a ver e a viver este cruel drama sem fim; não vão continuar a ver os vossos filhos, os vossos amigos e os vossos vizinhos a sofrer e a morrer nesta violência cega e gratuita", escreve o bispo. "Os sobreviventes enterram os mortos sem conseguirem tratar dos feridos", diz. Perante este cenário de falta de meios e de capacidade, o bispo Samir Nassar escreve que só resta aos sobreviventes "refugiarem-se na oração silenciosa diante às relíquias dos mártires, que são sementes de fé". Mais de 250 mil pessoas morreram desde o início da guerra civil na Síria, que se arrasta há mais de quatro anos, e muitas foram sequestradas ou estão desaparecidas. Milhares abandonaram as suas casas. Christian Bale vai filmar no Museu de História Natural O actor galês vai filmar algumas das cenas do The Promise já nos próximos dias 7 e 8 de Setembro, em Lisboa. Foto: Amnistia Internacional Por Eunice Lourenço Uma das características da guerra na Síria é viver debaixo de bombardeamentos aleatórios, "uma espécie de roleta-russa", descreve o arcebispo maronita de Damasco, numa carta enviada à Fundação Ajuda à Igreja que Sofre. O Museu de História Natural em Lisboa vai ser um dos cenários do próximo filme de Christian Bale, The Promise. O actor galês vai filmar algumas das cenas do The Promise já nos próximos dias 7 e 8 de Setembro, avança o Correio da Manhã. O jornal adianta que as filmagens decorrerão no Anfiteatro Laboratório Chimico do Museu, por ser um espaço semelhante à época que o filme retracta, ou seja, os últimos dias do Império Otomano.

14 Quarta-feira, O casting para o 'The Promise' decorreu no início deste mês, onde foram escolhidos 400 dos candidatos. Logo aí o aviso foi claro: não há pedidos de autógrafos, nem selfies, nem fotos à estrela de Hollywood, que é bem conhecida pelo mau-feitio. As rodagens do filme irão também passar pelas ilhas Canárias e a estreia no cinema está prevista para Teatro em sua casa? Companhia procura 39 espaços em Lisboa Espectáculo desenrola-se "quase como um jogo de mesa". A pessoa que o recebe tem um lugar à mesa e pode convidar mais uma pessoa, enquanto os restantes lugares são vendidos no Teatro Maria Matos. morada exacta. Este projecto da Rimini Protokoll, feito a convite do Maria Matos e de outros parceiros europeus, vai realizar-se em mais nove cidades europeias. A ideia da companhia de teatro alemã é, de acordo com Mark Deputter, "olhar para a Europa não como algo que está longe das pessoas, lá em Bruxelas, mas algo que tem implicações na vida diária de todos". Os bilhetes estarão à venda na bilheteira local e online do Teatro Maria Matos a partir de 22 de Setembro. MUNDIAIS DE ATLETISMO Nelson Évora qualifica-se para final do triplo salto O atleta promete que estará na "máxima força" para a final que se disputa quintafeira. Foto: DR A companhia de teatro alemã Rimini Protokoll está à procura de 39 casas em Lisboa onde possa realizar um espectáculo com 15 pessoas sentadas à volta de uma mesa. "O espectáculo é participativo, não é no formato tradicional de uma peça de teatro. A outra especificidade é que é feito em casas particulares e cada apresentação é feita numa casa diferente", explicou à agência Lusa o director artístico do Teatro Municipal Maria Matos, em Lisboa, Mark Deputter. Como são 39 apresentações (durante o mês de Outubro), a Rimini Protokoll precisa de espaços diferentes. "Qualquer pessoa pode candidatar-se, mas a casa tem que ser em Lisboa e tem que ter lugar para 15 pessoas à volta de uma mesa ou à volta de várias mesas juntas", referiu Mark Deputter. O espectáculo desenrola-se "quase como um jogo de mesa", por isso "é importante que os espectadores estejam sentados" à volta de uma. "Nós podemos ajudar com cadeiras ou uma mesa pequena se for necessário", explicou. A pessoa que recebe o espectáculo em casa tem um lugar à mesa e pode convidar mais uma pessoa, enquanto os restantes lugares serão vendidos no Teatro Maria Matos. Em Setembro, será anunciado no site do teatro o bairro onde se situa cada uma das casas, com o dia e hora da sessão, mas só quem compra bilhete tem acesso à Foto: Lusa O atleta português Nelson Évora qualificou-se directamente para a final do triplo salto nos Mundiais de Atletismo, em Pequim. Saltou 17,01 metros na terceira e última tentativa da qualificação. "Está feito", atirou à agência Lusa Nélson Évora, após fazer a quinta melhor marca da eliminatória, e já depois de um primeiro salto nulo e de um segundo ensaio a 16,68 metros. "No terceiro tive que acordar e fazer um pouco melhor. E foi o que aconteceu. Tirei boas ilações e, agora, eu e o meu treinador vamos recuperar da melhor forma", afirmou. Com 17,24 metros como melhor salto este ano, Nélson Évora tinha a nona melhor marca na lista de inscritos e o quarto recorde pessoal (17,74) - actual recorde de Portugal - resultado com que se sagrou campeão do mundo em 2007, em Osaka. O atleta de origem cabo-verdiana, nascido na Costa do Marfim há 31 anos e naturalizado português em 2002, promete agora que estará na "máxima força" para a final que se disputa quinta-feira às 19h10 (12h10 em Lisboa). Dezasseis atletas portugueses participam nos Mundiais de Atletismo que decorrem até 30 de Agosto no Ninho do Pássaro, o estádio que acolheu os Jogos Olímpicos Pequim 2008.

15 Olhos em Moscovo Foto: RR Quarta-feira, É para marcar titula o Record a toda a largura da primeira página. Por detrás das letras, um homem e um nome: Jorge Jesus, o treinador que aposta no risco ofensivo, para garantir a presença do Sporting na Liga dos Campeões. Em A Bola lê-se: O grande desafio de Jesus, enquanto em O Jogo a presença do Sporting em Moscovo é remetida para um canto, porque o destaque vai para o FC Porto: Siqueira e Zuñiga na mira. O FC Porto está no mercado por um lateral esquerdo e a lista está reduzida a estes dois nomes. Ao lado, o nome de Iturbe escrito a encarnado. A razão está à vista: o argentino que já foi do FC Porto foi oferecido pela Roma ao Benfica, a título de empréstimo. Em sentido contrário, a Juventus está na corrida por Gaitán, diz o Record, que revela ainda que o empresário de Ansaldi já está em Lisboa para negociar com o Benfica. Cada vez mais perto do FC Porto estará Tecatito Corona. A Bola fixa em um 1,5 milhões de euros o montante que o avançado mexicano vai ganhar no dragão. Finalmente, o Record reserva um cantinho para Suk, jogador do Vitória de Setúbal. Quero jogar no Real Madrid, revela o avançado coreano, de 24 anos. LIGA DOS CAMPEÕES Sporting na Rússia em busca de glória e de milhões Leões em vantagem, ainda que mínima, nos "playoff" de acesso à fase de grupos da Champions. Duelo derradeiro com o líder da liga russa visa repetir a presença da última época na principal prova de clubes do mundo. Pontapé de saída às 19h45, em Moscovo. Relato na Renascença e acompanhamento em rr.sapo.pt e em bolabranca.rr.sapo.pt. Leões realizaram ontem o treino de adaptação ao relvado do Arena Khimki. A boa disposição imperou. Foto: Yuri Kochetkov/EPA O Sporting defronta o CSKA Moscovo, esta quarta-feira, na segunda mão dos "playoff" de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, tentando carimbar a segunda presença consecutiva na principal prova de clubes do mundo. Depois do tangencial triunfo obtido em Alvalade (2-1), na primeira mão, a equipa de Jorge Jesus apresenta-se na capital russa com a intenção de atacar positivamente o apuramento e não cingir-se somente à gestão da magra vantagem. Foi isso que o técnico leonino prometeu, na antevisão daquele que é, para já, o mais importante desafio da temporada para o clube. O Sporting defronta os "militares" moscovitas após um inesperado empate caseiro com o Paços de Ferreira, que impediu a equipa de ser uma das líderes da Primeira Liga. A confiança, ainda assim, alicerçada na possibilidade de garantir um importante encaixe financeiro de 14 milhões de euros, motiva o grupo de "JJ" a combater e superar um adversário cuja ambição de presença na Champions é igualmente enorme. O CSKA tem o ego bem alto. Bom futebol, jogadores de qualidade para comprovar a primeira premissa e, tradução óbvia, o corolário da liderança da Liga Russa, com três pontos de avanço sobre o Zenit. Adrien e Teo de regresso. Aquilani à espera do "sim" de Jesus O andamento de ambas as equipas poderá ser determinante no desfecho da eliminatória. Mais entrosada, com "carburação" perto do limite máximo, a equipa de Leoni Slutsky leva a dianteira. Aliás, isso foi

16 Quarta-feira, visível há cerca de uma semana, na capital portuguesa. Em princípio, os russos apresentar-se-ão com o mesmo onze de Alvalade. O mesmo é dizer que Rui Patrício deverá ter de se confrontar de novo com Doumbia, Musa ou Tozic. E ainda com Dzagoev e Vernbloom, verdadeiros comandantes do meio-campo do CSKA. O guarda-redes internacional português sabe, desde já, que olhará para o lado esquerdo da defesa e não verá o brasileiro Jefferson. Lesionado, dá lugar ao argentino Jonathan Silva, de quem Jesus espera o rendimento de alguém que tem a possibilidade de agarrar o lugar. Mas há mais mexidas, para diante. Poupados do onze inicial frente ao Paços, Adrien Silva e Teo Gutiérrez deverão voltar ao figurino leonino. E até Aquilani pode ser chamado ao "miolo", se Jesus optar por um meiocampo de maior capacidade de "choque". Se o italiano, Adrien e João Mário forem titulares, uma das opções do ataque sairá logo da equação. Slimani, esse, é o único que parece certo no ataque à baliza do experiente Akinfeev. Sporting. Quatro anos sem vencer fora na Europa Onde estava a 15 de Setembro de 2011? É que nesta data o Sporting registava a sua última vitória para as provas europeias, fora de portas. Foi na Suíça, diante do Zurique, no arranque da fase de grupos da Liga Europa, quando os leões eram comandados por Domingos Paciência (2-0, com golos de Insúa e Van Wolfswinkel). De lá para cá, passaram sensivelmente quatro anos, com 14 jogos pelo caminho (quatro empates e 10 derrotas). No que diz respeito aos jogos disputados contra adversários russos no país da "matrioshka", o saldo é negativo: dois jogos, uma derrota e um empate. O CSKA-Sporting arranca às 19h45, na Arena Khimki, em Moscovo, com arbitragem do checo Pavel Kralovec. Jogo com relato na antena da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt e em bolabranca.rr.sapo.pt. Liga dos Campeões: 2ª Mão - "Playoff" Arena Khimki, Moscovo [Rússia] Árbitro: Pavel Kralovec [República Checa] Equipas prováveis CSKA Moscovo Akinfeev; Mário Fernandes, Ignashevich, V. Berezutski e Nababkin; Dzagoev, Vernbloom e Eremenko; Tosic, Doumbia e Musa. Treinador: Leonid Slutsky. Sporting Rui Patrício; João Pereira, Paulo Oliveira, Naldo e Jonathan Silva; Carrillo, Adrien Silva, João Mário e Bryan Ruiz; Teo Gutiérrez e Slimani. Treinador: Jorge Jesus. Champions. Os cinco primeiros apurados dos "playoff" Portugueses do Valência e do Dínamo Zagreb fazem contas aos milhões recebidos pela entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões. Confira os resultados da segunda mão dos "playoff". "Road to Milan". Final da Champions disputa-se no San Siro, a 28 de Maio de Foto: DR Valência, Dínamo Zagreb, Maccabi Telavive, Malmoe e Shakhtar Donetsk. São estas as primeiras cinco equipas apuradas para a fase de grupos da Liga dos Campeões, via "playoff" da principal prova de clubes do planeta. Metade dos conjuntos que disputam a derradeira ronda preliminar que dá acesso aos milhões da UEFA têm o futuro definido. E com vários portugueses a ver "euros" no horizonte. Mónaco-ValênciaNa equipa do Mónaco, comandada por Leonardo Jardim, Ricardo Carvalho, Bernardo Silva e Ivan Cavaleiro foram titulares, enquanto Rúben Vezo foi o único a figurar no onze inicial de Nuno Espírito Santo, do outro lado do campo. Depois da vitória por 3-1 no Mestalla, na primeira mão, a equipa "che" perdeu por 2-1, no Principado. Resultado insuficiente para a tão desejada "remontada" gaulesa. Dínamo Zagreb-SkenderbeuO campeão croata deu a volta, na primeira mão, em solo albanês, vencendo por 2-1. Hoje, confirmou toda a superioridade sobre o modesto adversário, goleando por expressivos 4-1. Eduardo, Ivo Pinto, Paulo Machado e Gonçalo Santos foram titulares na equipa de Zagreb. O último acabaria expulso por acumulação de amarelos. Todas as equipas apuradas para a fase de grupos da Liga Milionária via "playoff" encaixam, desde já, 14 milhões de euros [12 pela qualificação e outros dois pelo triunfo nesta ronda preliminar]. O sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões está agendado para as 17h00 [hora de Portugal Continental] de quinta-feira, na sede da UEFA, em Nyon, na Suíça. Liga dos Campeões"Playoff" - Segunda mão Terça-feira, 25 de Agosto de 2015Dínamo Zagreb 4-1 SkenderbeuMaccabi Telavive 1-1 BasileiaMalmoe 2-0 UEFA

17 Quarta-feira, CelticMónaco 2-1 ValênciaShakhtar Donetsk 2-2 Rapid VienaQuarta-feira, 26 de Agosto de h45APOEL Nicósia-AstanaBayer Leverkusen-LazioCSKA Moscovo-SPORTINGClub Brugge-Manchester UnitedPartizan Belgrado-BATE Borisov Liga dos Campeões"Playoff" - Resultados da primeira mãobasileia 2-2 Maccabi TelaviveCeltic 3-2 MalmoeRapid Viena 0-1 Shakhtar DonetskSkenderbeu 1-2 Dínamo ZagrebValência 3-1 MónacoAstana 1-0 APOEL NicósiaBATE Borisov 1-0 Partizan BelgradoLazio 1-0 Bayer LeverkusenManchester United 3-1 Club BruggeSPORTING 2-1 CSKA Moscovo SPORTING Morreu Mascarenhas, um dos heróis da Taça das Taças em 1964 Antigo jogador angolano não resistiu a uma doença prolongada e morreu esta terça-feira, aos 78 anos. regressando ao Sporting, depois de ter terminado a carreira, como funcionário do clube lisboeta. À família enlutada e amigos, Bola Branca endereça as mais sentidas condolências. MERCADO Atenção, Benfica. FC Porto também quer Ansaldi Dragões colocados na órbita do alvo dos bicampeões nacionais. Azuis e brancos, contudo, terão apresentado proposta considerada insatisfatória pelo argentino. Cristian Ansaldi "disputado" entre Benfica e FC Porto? Foto: DR Mascarenhas, antiga glória do Sporting, faleceu aos 78 anos, vítima de doença prolongada. Foto: DR Faleceu, esta terça-feira, Domingos António da Silva, mais conhecido no mundo do futebol por Mascarenhas. Aos 78 anos, o antigo jogador angolano do Sporting não resistiu a uma doença prolongada. O antigo avançado ajudou os leões a conquistar a Taça das Taças de 1964, o único troféu europeu de futebol para o clube de Alvalade. Até hoje, continua a ser o atleta que detém o recorde de mais golos apontados num só jogo das competições europeias: seis, na goleada aplicada pelo Sporting aos cipriotas do APOEL (16-1), na caminhada para a final dessa Taça das Taças. Quem era Mascarenhas? Nascido em Angola, a 28 de Abril de 1937, chegou a Portugal para o Benfica, mas passou três anos pelo Barreirense antes de se transferir para o Sporting, clube no qual revelou todas as suas qualidades de avançado com instinto goleador. Chegou a Alvalade em Julho de 1962, tendo logo marcado o golo da vitória frente ao Racing de Estrasburgo, num torneio de Verão. No total, apontou 80 golos em 107 jogos com a camisola verde e branca - 48 em 59 oficiais. Passou ainda por Barreirense, CUF, Peniche e Riopele, O interesse do Benfica em Cristian Ansaldi é público há já vários dias. Agora, é a vez de o FC Porto ser colocado na órbita do lateral-esquerdo argentino do Zenit. O "Tuttomercato", site italiano especializado em temas do mercado de transferências, garante, esta terça-feira, que os dragões entraram na corrida pelo jogador que André Villas Boas dispensou dos trabalhos da equipa russa. Ora, os azuis e brancos surgem em cena por Ansaldi numa altura em que a saída de Alex Sandro começa a "destapar" as lacunas óbvias do vice-campeão nacional para o lado esquerdo da defesa. O francês Cissokho, reforço que regressa ao Dragão, não caprichou na estreia, frente ao Marítimo, na segunda jornada do campeonato. Outra opção para o posto, o espanhol José Ángel, é apontado como crónico suplente. Com este enquadramento, Julen Lopetegui faz contas à vida e a SAD do FC Porto terá avançado com uma proposta por Ansaldi. Contudo, a mesma não terá agradado ao clube de São Petersburgo: contempla um empréstimo que o Zenit não considera equacionar, por ora, até porque é sabido que pretende cinco milhões de euros pelo sul-americano - e esse valor foi enviado para a Luz. As últimas notícias, respeitantes à posição do Benfica pelo defesa de 28 anos, dão conta do início de negociações com o Zenit. Mas pouco mais. A janela de transferências de Verão encerra-se na próxima segunda-feira, 31 de Agosto, à meia-noite.

18 Quarta-feira, VOLTA A ESPANHA Valverde vence ao sprint. José Gonçalves foi quinto O espanhol Alejandro Valverde foi o mais forte na chegada a Vejer de la Frontera batendo sprinters como Sagan e Dani Moreno. José Gonçalves também esteve na luta pela vitória, mas terminou em quinto. Subiu sete posições na geral. Esteban Chaves Rubio sairá mais uma vez de vermelho esta quarta-feira. Alejandro Valverde deixou para trás Sagan e Dani Moreno. Foto: Javier Lizon/EPA Alejandro Valverde rubricou a primeira vitória espanhola da Volta a Espanha em Bicicleta, esta terçafeira, ao sprint à chegada a Vejer de la Frontera. O ciclista da Movistar aproveitou as características da parte final da prova para vencer, batendo nas pedaladas finais Peter Sagan (Tinkoff-Saxo), que foi segundo depois da vitória de ontem, e Dani Moreno (Katusha), que fechou o pódio do dia. Destaque para a presença do português José Gonçalves na discussão da vitória desta quarta etapa. O corredor da Caja Rural, que já se evidenciou no domingo com a conquista do prémio da combatividade, voltou a dar nas vistas e terminou na quinta posição. O corredor ganhou apenas três segundos, que foram suficientes para subir sete posições na geral. No topo da tabela, Esteban Chaves Rubio mantém-se de vermelho. A grande alteração é a subida de Alejandro Valverde para a quinta posição graças aos 10 segundos de bonificação garantidos com a vitória da etapa. O espanhol está agora a 28 segundos da liderança e ultrapassou adversários como Chris Froome ou Nairo Quintana. Entre os portugueses, depois de José Gonçalves, os mais rápidos a chegar foram André Cardoso e Nélson Oliveira que cortaram a meta 11 segundos depois de Valverde. Ricardo Vilela (Caja Rural), Tiago Machado (Katusha) e sobretudo Sérgio Paulinho (Tinkoff) perderam tempo na etapa. O mais veterano dos ciclistas nacionais chegou mais de oito minutos depois do vencedor da etapa. Cardoso caiu duas posições na geral, mas continua a ser o melhor português da tabela. O pelotão sai à estrada esta quarta-feira para cumprir a quinta etapa da Vuelta entre Rota e Alcalá de Guadaíra, uma etapa plana ao longo dos seus 167 quilómetros e convidativa a mais uma chegada ao sprint. Classificação Geral Quatro etapas concluídas 1. Esteban Chaves (Orica) 13h11'31'' 2. Tom Dumoulin (Giant) a 05 segundos 3. Nicholas Roche (Sky) a 15 segundos 4. Daniel Martin (Cannondale) a 24 segundos 5. Alejandro Valverde (Movistar) a 28 segundos 6. Joaquin Rodríguez (Katusha) a 35 segundos 7. Daniel Moreno (Katusha) a 36 segundos 8. Nairo Quintana (Movistar) a 36 segundos 9. Chris Froome (Sky) a 40 segundos 10. Fabio Aru (Astana) a 47 segundos André Cardoso (Cannondale) a 01'15'' 35. José Gonçalves (Caja Rural) a 03'01'' 38. Ricardo Vilela (Caja Rural) a 03'18'' 72. Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo) a 11'08'' 77. Tiago Machado (Katusha) a 12'06'' Apostador estrangeiro "agarra" Euromilhões Em jogo no sorteio desta terça-feira estava um "jackpot" de 30 milhões de euros. O primeiro prémio do Euromilhões, no valor de 30 milhões de euros, vai para um único apostador que registou o boletim no estrangeiro, informou a Santa Casa da Misericórdia. O segundo prémio vai ser distribuído por dois apostadores, que registaram o boletim fora de Portugal, recebendo, cada um, um prémio de cerca de 489 mil euros. Com o terceiro prémio também foram apurados dois apostadores fora de Portugal, que vão receber, cada um, cerca de 163 mil euros. O quarto prémio ser distribuído por 32 apostadores, dez dos quais em Portugal, cabendo a, cada um, um prémio no valor de 5.094,29 euros. A combinação vencedora do concurso 68/2015 do Euromilhões, sorteada esta terça-feira, é composta pelos números e pelas estrelas 2 e 5.

19 Quarta-feira, Página1 é um jornal registado na ERC, sob o nº É propriedade/editor Rádio Renascença Lda, com o nº de pessoa colectiva nº O Conselho de Gerência é constituído por João Aguiar Campos, José Luís Ramos Pinheiro e Ana Lia Martins Braga. O capital da empresa é detido pelo Patriarcado de Lisboa e Conferência Episcopal Portuguesa. Rádio Renascença. Rua Ivens, Lisboa.

1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015

1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015 Radios_2_Setembro_2015 Revista de Imprensa 1. Emprego criado entre Outubro de 2013 e junho deste ano é precário, diz CGTP, TSF - Notícias, 02-09- 2015 1 2. António Costa acusa o Governo de não ter sabido

Leia mais

6º Congresso Nacional da Administração Pública

6º Congresso Nacional da Administração Pública 6º Congresso Nacional da Administração Pública João Proença 30/10/08 Desenvolvimento e Competitividade: O Papel da Administração Pública A competitividade é um factor-chave para a melhoria das condições

Leia mais

As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1

As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1 As dividas das empresa à Segurança Social disparam com o governo de Sócrates Pág. 1 AS DIVIDAS DAS EMPRESAS À SEGURANÇA SOCIAL DISPARAM COM O GOVERNO DE SÓCRATES: - só em 2006 a Segurança Social perdeu

Leia mais

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão

Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão. Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Diário de noticias, por Hugo Filipe Coelho 17-10-11 Direita admite mudanças na lei para criminalizar a má gestão Dinheiro público. PSD e CDS

Leia mais

O princípio da afirmação da sociedade civil.

O princípio da afirmação da sociedade civil. Dois dos Valores do PSD O Princípio do Estado de Direito, respeitante da eminente dignidade da pessoa humana - fundamento de toda a ordem jurídica baseado na nossa convicção de que o Estado deve estar

Leia mais

Carris e Metro ficam sem 65 milhões de utentes em 4 anos

Carris e Metro ficam sem 65 milhões de utentes em 4 anos ID: 63421185 04-03-2016 Tiragem: 74277 País: Portugal Period.: Diária Pág: 28 Cores: Cor Área: 25,50 x 19,90 cm² Corte: 1 de 1 lisboa Movimento de Utentes considera que os transportes públicos "não estão

Leia mais

Reestruturar o Sector Empresarial do Estado

Reestruturar o Sector Empresarial do Estado PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 458/XI/2.ª Reestruturar o Sector Empresarial do Estado A descrição de carácter económico-financeiro apresentada na próxima secção não deixa dúvidas sobre a absoluta necessidade

Leia mais

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Projecto de Lei n.º 46/XII/1.ª

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar. Projecto de Lei n.º 46/XII/1.ª PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Projecto de Lei n.º 46/XII/1.ª Tributa as mais-valias mobiliárias realizadas por Sociedades Gestores de Participações Sociais (SGPS), Sociedades de Capital

Leia mais

Inquérito ao Crédito. Relatório

Inquérito ao Crédito. Relatório Inquérito ao Crédito Relatório Março 2012 Destaques O crédito bancário é a fonte de financiamento mais significativa referida por cerca de 70% das empresas. O financiamento pelos sócios ou accionistas

Leia mais

Programa de Estabilidade e Programa Nacional de Reformas. Algumas Medidas de Política Orçamental

Programa de Estabilidade e Programa Nacional de Reformas. Algumas Medidas de Política Orçamental Programa de Estabilidade e Programa Nacional de Reformas Algumas Medidas de Política Orçamental CENÁRIO O ano de 2015 marca um novo ciclo de crescimento económico para Portugal e a Europa. Ante tal cenário,

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Desenvolvimento PROJECTO DE PARECER. destinado à Comissão dos Assuntos Externos

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão do Desenvolvimento PROJECTO DE PARECER. destinado à Comissão dos Assuntos Externos PARLAMENTO EUROPEU 2004 ««««««««««««Comissão do Desenvolvimento 2009 PROVISÓRIO 2004/2168(INI) 22.2.2005 PROJECTO DE PARECER da Comissão do Desenvolvimento destinado à Comissão dos Assuntos Externos sobre

Leia mais

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA MENSAGEM DE ANO NOVO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00 HORAS DE 01.01.13 --- Palácio de Belém, 1 de janeiro de 2013 --- EMBARGO DE DIVULGAÇÃO ATÉ ÀS 21:00

Leia mais

Paralisia Cerebral- Associação Nacional de Desporto

Paralisia Cerebral- Associação Nacional de Desporto B O C C I A REGULAMENTAÇÃO GERAL NACIONAL 2008/2009 1 INTRODUÇÃO Todos os intervenientes em competições de zona e nacionais, acções de formação e classificação médico - desportiva, deverão reger-se pelos

Leia mais

GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA

GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA GOVERNO UTILIZA EMPRESAS PUBLICAS PARA REDUZIR O DÉFICE ORÇAMENTAL, ENDIVIDANDO-AS E ARRASTANDO-AS PARA A SITUAÇÃO DE FALENCIA TÉCNICA RESUMO DESTE ESTUDO Os principais jornais diários portugueses divulgaram

Leia mais

Apresentação e Discussão do Orçamento Retificativo para 2012

Apresentação e Discussão do Orçamento Retificativo para 2012 Apresentação e Discussão do Orçamento Retificativo para 2012 Excelentíssimo Senhor Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira Excelentíssimas Senhoras e Senhores Deputados A proposta do Orçamento

Leia mais

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo.

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo. Intervenção proferida pelo Deputado Luís Henrique Silva, na Sessão Plenária de Novembro de 2006 Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros

Leia mais

1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME

1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME Noticias APAVT - Fevereiro 2007 Revista de Imprensa 09-10-2007 1 - Publituris, 23-02-2007, Viagens e Turismo avaliados em 3 mil ME 2 - Diário Económico, 22-02-2007, Segmento de negócios representa metade

Leia mais

DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão

DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão DOCUMENTOS DE GESTÃO FINANCEIRA Realizado por GESTLUZ - Consultores de Gestão A Análise das Demonstrações Financeiras Este artigo pretende apoiar o jovem empreendedor, informando-o de como utilizar os

Leia mais

As Estatísticas do Banco de Portugal, a Economia e as Empresas

As Estatísticas do Banco de Portugal, a Economia e as Empresas 30 11 2012 As Estatísticas do Banco de Portugal, a Economia e as Empresas Teodora Cardoso 1ª Conferência da Central de Balanços Porto, 13 Dezembro 2010 O Banco de Portugal e as Estatísticas O Banco de

Leia mais

1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1

1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1 Radios_8_Abril_2015 Revista de Imprensa 1. António Costa promete mudança política, Antena 1 - Notícias, 07-04-2015 1 2. Sindicatos da PSP enviam proposta conjunta ao ministério, TSF - Notícias, 07-04-2015

Leia mais

1. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 1. 2. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 2

1. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 1. 2. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 2 Radios_25_Maio_2015 Revista de Imprensa 1. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 1 2. Greve no Metro de Lisboa, Antena 1 - Notícias, 25-05-2015 2 3. PS quer alterar o Código do IVA,

Leia mais

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra. Senhor Representante de Sua Excelência o Presidente da República, General Rocha Viera, Senhor Ministro da Defesa Nacional, Professor Azeredo Lopes, Senhora Vice-Presidente da Assembleia da República, Dra.

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA

PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 390/XI/1.ª SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA Exposição de motivos O acesso à internet assume hoje um papel crucial na nossa sociedade, devendo

Leia mais

Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA

Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA Dezembro de 2013 Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA Relatório Gestão Sumário Executivo 2 Síntese Financeira O Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA apresenta em 31 de Dezembro de 2013, o valor de 402

Leia mais

Várias Publicações. LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado

Várias Publicações. LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado 17-03-2006 13:11:00. Fonte LUSA. Notícia SIR-7829164 Temas: economia portugal finanças sociedade LusaTV: Aumento da carga fiscal melhorou qualidade da Segurança Social - Sec. Estado DATA:. ASSUNTO: Conferência

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

Declaração ao país. António José Seguro. 19 de Julho de 2013. Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que:

Declaração ao país. António José Seguro. 19 de Julho de 2013. Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que: Declaração ao país António José Seguro 19 de Julho de 2013 Boa tarde. Durante esta semana batemo-nos para que: Não houvesse mais cortes nas reformas e nas pensões Não houvesse mais despedimentos na função

Leia mais

A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS

A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS COMISSÃO DO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS A QUEM PODE DAR ORDENS PARA INVESTIMENTO COMO E ONDE SÃO EXECUTADAS NOVEMBRO DE 2007 CMVM A 1 de Novembro de 2007 o

Leia mais

«Concurso Jovem Agricultor Português»

«Concurso Jovem Agricultor Português» «Concurso Jovem Agricultor Português» Como já é tradição, desde há muito, que a Caixa não descura a intenção de apoiar e estimular a economia nacional, assim como outras áreas de interesse, mostrando com

Leia mais

PROPOSTAS DE ALGUMAS MEDIDAS CONCRETAS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL

PROPOSTAS DE ALGUMAS MEDIDAS CONCRETAS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL PROPOSTAS DE ALGUMAS MEDIDAS CONCRETAS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL 1 São muitas e variadas as soluções e medidas de apoio à competitividade empresarial. Na intervenção de abertura o Presidente da

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE2012

MENSAGEM DO PRESIDENTE2012 1. Pela 12 ª vez relatamos atividades e prestamos contas. Este é dos actos mais nobres de um eleito, mostrar o que fez, como geriu o dinheiro dos cidadãos, dar transparência à governação. Constitui um

Leia mais

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014)

SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) SINAIS POSITIVOS TOP 20 (atualizado a 10JUL2014) 1. Taxa de Desemprego O desemprego desceu para 14,3% em maio, o que representa um recuo de 2,6% em relação a maio de 2013. Esta é a segunda maior variação

Leia mais

Senhor Presidente. Senhor Presidente,

Senhor Presidente. Senhor Presidente, Intervenção proferida pelo Deputado Clélio Meneses aquando da discussão do Plano e Orçamento para 2012. Senhor Presidente Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente, Senhora e Senhores Membros do

Leia mais

Tratado de Lisboa 13 Dezembro 2007. Conteúdo e desafios

Tratado de Lisboa 13 Dezembro 2007. Conteúdo e desafios Tratado de Lisboa 13 Dezembro 2007 Conteúdo e desafios Os Tratados Tratado de Paris (CECA) 18 de Abril de 1951 Tratados de Roma (CEE e CEEA) 25 de Março de 1957 Acto Único Europeu 17 de Fevereiro 1986

Leia mais

Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates

Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates Debate Quinzenal Economia Intervenção do Primeiro-Ministro José Sócrates 11.02.2009 1. A execução da Iniciativa para o Investimento e o Emprego A resposta do Governo à crise económica segue uma linha de

Leia mais

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS DESTAQUES DE 27 A 31 DE MAIO NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS ACTIVIDADE PARLAMENTAR E PROCESSO LEGISLATIVO ÚLTIMAS INICIATIVAS Proposta de Lei 151/XII Procede à primeira alteração

Leia mais

O ESCONDIDO VALOR ECONÓMICO DOS SEGUROS

O ESCONDIDO VALOR ECONÓMICO DOS SEGUROS O ESCONDIDO VALOR ECONÓMICO DOS SEGUROS A economia mundial, em 2011, ficou marcada pela crise da dívida soberana de países da zona euro, pela desalavancagem do setor bancário devido a maiores exigências

Leia mais

Mudança - PS,BE,PND,MPT, PTP e PAN

Mudança - PS,BE,PND,MPT, PTP e PAN Autárquicas 2013 Funchal Situação Política, financeira, económica e social O Concelho do Funchal vive uma situação dramática, a pior desde a implementação da democracia, da autonomia e do poder local democrático.

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL DOS AÇORES SESSÃO PLENÁRIA DE 11 a 13 NOVEMBRO DE 2002 Intervenção do Deputado Cabral Vieira

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL DOS AÇORES SESSÃO PLENÁRIA DE 11 a 13 NOVEMBRO DE 2002 Intervenção do Deputado Cabral Vieira ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL DOS AÇORES SESSÃO PLENÁRIA DE 11 a 13 NOVEMBRO DE 2002 Intervenção do Deputado Cabral Vieira O Plano e o Orçamento constituem documentos de grande importância para a economia

Leia mais

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Resumo de Imprensa. Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008 Resumo de Imprensa Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Constâncio tem saída para salvar BPP (págs. 1, 6 a 11) Banco de Portugal indica administradores para o banco de João Rendeiro

Leia mais

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal

Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal Há cabo-verdianos a participar na vida política portuguesa - Nuno Sarmento Morais, ex-ministro da Presidência de Portugal À margem do Fórum promovido pela Associação Mais Portugal Cabo Verde, que o trouxe

Leia mais

COMENTÁRIOS DA CIP À PROPOSTA DE ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2015 E ÀS

COMENTÁRIOS DA CIP À PROPOSTA DE ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2015 E ÀS COMENTÁRIOS DA CIP À PROPOSTA DE ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2015 E ÀS REFORMAS FISCAIS A CIP lamenta que a dificuldade em reduzir sustentadamente a despesa pública tenha impedido que o Orçamento do Estado

Leia mais

A DÍVIDA PAGA-SE SEMPRE 1

A DÍVIDA PAGA-SE SEMPRE 1 A Dívida Paga-se Sempre Teodora Cardoso A DÍVIDA PAGA-SE SEMPRE 1 Teodora Cardoso As Duas Faces da Dívida Usada com moderação e sentido do risco, a dívida é um factor de desenvolvimento e promove o bem-estar.

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º /X SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º /X SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA. Exposição de motivos Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º /X SERVIÇO UNIVERSAL DE ACESSO À INTERNET EM BANDA LARGA Exposição de motivos O enorme atraso na democratização do acesso à internet é um motivo de preocupação para

Leia mais

entre o Senhor Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, e o Senhor Ministro da Economia e Trabalho, Álvaro dos Santos Pereira, tendo

entre o Senhor Secretário Regional da Economia, Vasco Cordeiro, e o Senhor Ministro da Economia e Trabalho, Álvaro dos Santos Pereira, tendo Exma. Senhora Presidente da Assembleia Ex. mas Senhoras e Senhores Deputados. Ex. mo Senhor Presidente do Governo, Senhoras e Senhores membros do Governo, Foi no dia 18 Agosto de 2011, em Lisboa, que ocorreu

Leia mais

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 1 2 O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 3 A origem do Fundo Social Europeu O Fundo Social Europeu foi criado em 1957 pelo Tratado de Roma,

Leia mais

- IAE - INQUÉRITO À ACTIVIDADE EMPRESARIAL. ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA CCI/Câmara de Comércio e Indústria

- IAE - INQUÉRITO À ACTIVIDADE EMPRESARIAL. ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA CCI/Câmara de Comércio e Indústria - IAE - INQUÉRITO À ACTIVIDADE EMPRESARIAL 2006 ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA CCI/Câmara de Comércio e Indústria ÍNDICE Introdução Pág. 2 1 Sumário executivo Pág. 5 2 Análise dos resultados 2.1 Situação

Leia mais

Porque razão a banca e o governo querem transferir os Fundos de Pensões para a Segurança Social Pág 1

Porque razão a banca e o governo querem transferir os Fundos de Pensões para a Segurança Social Pág 1 Porque razão a banca e o governo querem transferir os Fundos de Pensões para a Segurança Social Pág 1 PORQUE RAZÃO A BANCA PRETENDE TRANSFERIR OS FUNDOS DE PENSÕES PARA A SEGURANÇA SOCIAL E OS RISCOS PARA

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007

Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Restituição de cauções aos consumidores de electricidade e de gás natural Outubro de 2007 Ponto de situação em 31 de Outubro de 2007 As listas de consumidores com direito à restituição de caução foram

Leia mais

Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO?

Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO? Ficha de informação 1 POR QUE RAZÃO NECESSITA A UE DE UM PLANO DE INVESTIMENTO? Desde a crise económica e financeira mundial, a UE sofre de um baixo nível de investimento. São necessários esforços coletivos

Leia mais

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º /XII-4ª PELA REVOGAÇÃO DO PROCESSO DE SUBCONCESSÃO A PRIVADOS DA STCP E METRO DO PORTO Exposição de motivos A Sociedade de Transportes

Leia mais

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008

Resumo de Imprensa. Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008 Resumo de Imprensa Sábado e domingo, 18 e 19 de Outubro de 2008 PÚBLICO (domingo, 19) 1. Bastaram 20 minutos de chuva intensa para criar o caos em Lisboa (pág. 1 e 25) 2. Contestação ao Governo. Manifestação

Leia mais

Medidas de Revitalização do Emprego

Medidas de Revitalização do Emprego Projeto de Resolução n.º 417/XII Medidas de Revitalização do Emprego A sociedade europeia em geral, e a portuguesa em particular, enfrentam uma crise social da maior gravidade. Economia em recessão e um

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 09.03.2001 COM(2001) 128 final 2001/0067 (ACC) VOLUME IV Proposta de DECISÃO DO CONSELHO Relativa à posição da Comunidade no Conselho de Associação sobre a

Leia mais

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo Intervenção Proferida pelo deputado Luís Henrique Silva, Novembro de 06, aquando da discussão do Plano e Orçamento para 2007 Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente,

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS I. INTRODUÇÃO O Governo apresentou ao Conselho Económico e Social o Projecto de Grandes Opções do Plano 2008 (GOP 2008) para que este Órgão, de acordo com

Leia mais

1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1

1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1 Tv's_25_Janeiro_2016 Revista de Imprensa 1. Marcelo Rebelo de Sousa vai ser um bom Presidente da República?, RTP 1 - Prós e Contras, 25-01-2016 1 2. Conversa com Marisa Matias, RTP 2 - Página 2, 25-01-2016

Leia mais

NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS

NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS NOVA IMAGEM. NOVA TECNOLOGIA. NOVOS OBJECTIVOS O PROJECTO COMO NASCEU O CARTÃO SOLIDÁRIO O projecto Cartão Solidário nasceu da vontade de responder de forma contínua e sustentável às necessidades das Instituições

Leia mais

SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL

SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PROPOSTA DE ALTERAÇÃO QUADROS COMPETITIVOS NACIONAIS A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) apresentou, a 4 de Abril de 2005, uma proposta de alteração

Leia mais

CONTALIVRE CONTABILIDADE, AUDITORIA E GESTÃO DE EMPRESAS,LDA CIRCULAR Nº 1/2014 IRS

CONTALIVRE CONTABILIDADE, AUDITORIA E GESTÃO DE EMPRESAS,LDA CIRCULAR Nº 1/2014 IRS CIRCULAR Nº 1/2014 Com a aprovação do orçamento do estado para o ano de 2014 publicado pela lei nº 83-C/2013 de 31/12, o governo introduziu várias alterações legislativas significativas em matérias fiscais

Leia mais

O GOVERNO. Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa

O GOVERNO. Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa O GOVERNO Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa «O Governo é o órgão de condução da política geral do país e o órgão superior da Administração Pública.» 1 Pela própria ideia que se retira

Leia mais

POSIÇÃO DA UGT SOBRE A ACTUAÇÃO DO FMI EM PORTUGAL

POSIÇÃO DA UGT SOBRE A ACTUAÇÃO DO FMI EM PORTUGAL POSIÇÃO DA UGT SOBRE A ACTUAÇÃO DO FMI EM PORTUGAL O crescimento económico e a redução do desemprego são hoje os grandes desafios que a Europa enfrenta. Em Portugal, a situação económica e social é hoje

Leia mais

Dos documentos que se seguem quais os necessários para abrir uma conta num banco?

Dos documentos que se seguem quais os necessários para abrir uma conta num banco? Quais as principais funções de um banco? A Captar depósitos e gerir a poupança dos seus clientes. B Conceder empréstimos a empresas, particulares e ao Estado. C Disponibilizar meios e formas de pagamento

Leia mais

Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo. II Cimeira de Presidentes de Parlamentos. Lisboa, 11 de maio de 2015

Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo. II Cimeira de Presidentes de Parlamentos. Lisboa, 11 de maio de 2015 Assembleia Parlamentar da União para o Mediterrâneo II Cimeira de Presidentes de Parlamentos Lisboa, 11 de maio de 2015 Senhora Presidente da Assembleia da República, Senhores Presidentes, Senhores Embaixadores,

Leia mais

ESTRUTURA EMPRESARIAL NACIONAL 1995/98

ESTRUTURA EMPRESARIAL NACIONAL 1995/98 ESTRUTURA EMPRESARIAL NACIONAL 1995/98 NOTA METODOLÓGICA De acordo com a definição nacional, são pequenas e médias empresas aquelas que empregam menos de 500 trabalhadores, que apresentam um volume de

Leia mais

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Economia A 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 712/2.ª Fase 15 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância:

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 125/IX ACESSO UNIVERSAL À INTERNET EM BANDA LARGA. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 125/IX ACESSO UNIVERSAL À INTERNET EM BANDA LARGA. Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 125/IX ACESSO UNIVERSAL À INTERNET EM BANDA LARGA Exposição de motivos Segundo a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM), existiam quase 4 milhões (3 912 000) de utilizadores da

Leia mais

Governo quer mais. taxas ambientais, mas receitas caem

Governo quer mais. taxas ambientais, mas receitas caem Governo quer mais taxas ambientais, mas receitas caem Proposta do OE 2014 prevê menos receita de impostos sobre os combustíveis e os automóveis Pl2/13 FISCALIDADE Governo quer mais taxas ambientais, mas

Leia mais

LUZ AO FUNDO DO TÚNEL TALVEZ SÓ EM 2013. As previsões do Euroconstruct para o sector da construção e da reabilitação em Portugal.

LUZ AO FUNDO DO TÚNEL TALVEZ SÓ EM 2013. As previsões do Euroconstruct para o sector da construção e da reabilitação em Portugal. LUZ AO FUNDO DO TÚNEL TALVEZ SÓ EM 2013 As previsões do Euroconstruct para o sector da construção e da reabilitação em Portugal Vítor Cóias 1. INTRODUÇÃO Nas últimas décadas a construção em Portugal tem

Leia mais

CONSELHO DE ARBITRAGEM

CONSELHO DE ARBITRAGEM CONSELHO DE ARBITRAGEM Avaliação Época 2014/2015 Setúbal, 20 de Setembro de 2014 Observadores Distritais TESTE ESCRITO (a) 1. Identifique o comportamento e sinalética que estão estabelecidos numa situação

Leia mais

PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA

PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA PROTOCOLO FINANCEIRO ENTRE A CGD E O ICAM A FAVOR DO SECTOR DO CINEMA Considerando: A importância do sector do Cinema como vector de dinamização das expressões artísticas e de contribuição para o desenvolvimento

Leia mais

Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal

Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal Aese Orçamento do Estado 2016 Uma Perspectiva Pessoal Quando o Fórum para a Competitividade me convidou para esta intervenção, na qualidade de empresário, já se sabia que não haveria Orçamento de Estado

Leia mais

1. Os AFT devem ser contabilisticamente mensurados no reconhecimento inicial pelo seu custo.

1. Os AFT devem ser contabilisticamente mensurados no reconhecimento inicial pelo seu custo. Classificação: 00 0. 0 1. 0 9 GABINETE DO DIRECTOR GERAL Direcção de Serviços do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas Activos Fixos Tangíveis Código do IRC Decreto Regulamentar n.º 25/2009,

Leia mais

2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS. Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015. Sessão de Abertura. António Saraiva, Presidente da CIP

2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS. Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015. Sessão de Abertura. António Saraiva, Presidente da CIP 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ATIVIDADES ECONÓMICAS Lisboa, 9 e 10 de julho de 2015 Sessão de Abertura António Saraiva, Presidente da CIP Bom Dia, Senhoras e Senhores Embaixadores, Senhores Representantes

Leia mais

2. (PT) - TSF - Notícias, 17/07/2013, PS acusa maioria de «intransigência» no corte de 4,7 ME na despesa do Estado

2. (PT) - TSF - Notícias, 17/07/2013, PS acusa maioria de «intransigência» no corte de 4,7 ME na despesa do Estado Rádios _17 Julho Revista de Imprensa 18-07-2013 1. (PT) - - Notícias, 17072013, Personalidades assinam manifesto a pedir entendimento entre os partidos 1 2. (PT) - - Notícias, 17072013, PS acusa maioria

Leia mais

Diálogo 5 + 5. Quinta Conferência Ministerial. sobre a "Migração no Mediterrâneo Ocidental" Algeciras, 12 e 13 de Dezembro de 2006

Diálogo 5 + 5. Quinta Conferência Ministerial. sobre a Migração no Mediterrâneo Ocidental Algeciras, 12 e 13 de Dezembro de 2006 Diálogo 5 + 5 Quinta Conferência Ministerial sobre a "Migração no Mediterrâneo Ocidental" Algeciras, 12 e 13 de Dezembro de 2006 Conclusões da Presidência Nos dias 12 e 13 de Dezembro de 2006 teve lugar

Leia mais

1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL

1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL Ineficiência energética agrava a crise económica e social em Portugal Pág. 1 A INEFICIENCIA ENERGÉTICA EM PORTUGAL AGRAVA A CRISE ECONÓMICA E SOCIAL RESUMO DESTE ESTUDO A baixa eficiência como é utilizada

Leia mais

A NACIONALIZAÇÃO DO AMBIENTE. João de Quinhones Levy 1

A NACIONALIZAÇÃO DO AMBIENTE. João de Quinhones Levy 1 A NACIONALIZAÇÃO DO AMBIENTE João de Quinhones Levy 1 Diariamente temos tomado conhecimento da constituição de novas empresas da holding IPE na Área do Ambiente, ou através do IPE Águas de Portugal, ou

Leia mais

Pergunta. Anúncio do Governo de uma pretensa devolução aos portugueses, em 2016, de um montante da Sobretaxa paga em 2015.

Pergunta. Anúncio do Governo de uma pretensa devolução aos portugueses, em 2016, de um montante da Sobretaxa paga em 2015. Pergunta Destinatário: Senhora Ministra de Estado e das Finanças Assunto: Anúncio do Governo de uma pretensa devolução aos portugueses, em 2016, de um montante da Sobretaxa paga em 2015. Exma. Senhora

Leia mais

A mosca na sopa. PhotoDisc

A mosca na sopa. PhotoDisc A mosca na sopa O reduzido número de IPO continua a ser a mosca na sopa do capital de risco europeu. Não fosse o fraco volume de operações realizadas e a redução de fundos captados e o balanço da actividade

Leia mais

Os seguros na crise financeira

Os seguros na crise financeira Os seguros na crise financeira Intervenção do Presidente do ISP, Professor Doutor José Figueiredo Almaça, na Conferência Os seguros em Portugal, organizada pelo Jornal de Negócios Lisboa, 13 maio 2014

Leia mais

Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª

Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Grupo Parlamentar Projecto de Lei n.º 304/XI /1.ª Revoga os benefícios fiscais concedidos a PPR s planos de poupança reforma - e ao regime público de capitalização Procede a

Leia mais

U CAN Bolsas de Estudo Universitárias Regulamento. Preâmbulo

U CAN Bolsas de Estudo Universitárias Regulamento. Preâmbulo U CAN Bolsas de Estudo Universitárias Regulamento Preâmbulo O Programa Escolhas, tutelado pela Presidência do Conselho de Ministros e integrado no Alto Comissariado para as Migrações, I.P., tem como um

Leia mais

CONSELHO GERAL. 2013-17 Ata número treze

CONSELHO GERAL. 2013-17 Ata número treze CONSELHO GERAL 2013-17 Ata número treze -------- Aos vinte e nove dias do mês de Abril de dois mil e quinze reuniu, pelas dezoito horas o conselho geral para tratar da seguinte ordem de trabalhos: -----

Leia mais

CRÉDITO À HABITAÇÃO ENDIVIDAMENTO E INCUMPRIMENTO EM PORTUGAL

CRÉDITO À HABITAÇÃO ENDIVIDAMENTO E INCUMPRIMENTO EM PORTUGAL CRÉDITO À HABITAÇÃO ENDIVIDAMENTO E INCUMPRIMENTO EM PORTUGAL CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS DA FACULDADE DE ECONOMIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Fevereiro de 2002 1 1. Crédito à habitação 1.1. Crédito à habitação

Leia mais

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008

RESUMO DE IMPRENSA. Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 RESUMO DE IMPRENSA Quinta-feira, 31 de Julho de 2008 JORNAL DE NEGÓCIOS 1. Queda nos lucros da banca retira 80 milhões ao Fisco. Resultados dos quatro maiores bancos privados caíram mais de 40% no primeiro

Leia mais

RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO

RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO 30 JUNHO 20 1 BREVE ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO 1º semestre de 20 No contexto macroeconómico, o mais relevante no primeiro

Leia mais

ENTREVISTA "Não se ganha com. a caça ao dividendo"

ENTREVISTA Não se ganha com. a caça ao dividendo ENTREVISTA "Não se ganha com a caça ao dividendo" JORGE BENTO FARINHA, VICE-PRESIDENTE DA PORTO BUSINESS SCHOOL Em Portugal não se ganha dinheiro com a caça ao dividendo Co-autor do livro "Dividendos e

Leia mais

POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa

POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa POSIÇÃO DA UGT Audição sobre o Futuro da Europa A UGT saúda o debate em curso na Comissão dos Assuntos Europeus sobre o Futuro da Europa e, particularmente, sobre o futuro do Tratado Constitucional. O

Leia mais

IMF Survey. África deve crescer mais em meio a mudanças nas tendências mundiais

IMF Survey. África deve crescer mais em meio a mudanças nas tendências mundiais IMF Survey PERSPECTIVAS ECONÓMICAS REGIONAIS África deve crescer mais em meio a mudanças nas tendências mundiais Por Jesus Gonzalez-Garcia e Juan Treviño Departamento da África, FMI 24 de Abril de 2014

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL. Exposição de motivos

PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL. Exposição de motivos PROJECTO DE LEI N.º 393/VIII ESTABELECE O ESTATUTO LEGAL DO MEDIADOR SÓCIO-CULTURAL Exposição de motivos A necessidade de função de mediação sócio-cultural surgiu da vontade de melhorar a relação entre

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL Gabinete do Presidente

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL Gabinete do Presidente Diário da Sessão n.º 070 de 18/03/03 Presidente: Passamos ao ponto seguinte da nossa ordem de trabalhos Proposta de Decreto Legislativo Regional que aplica à Região Autónoma dos Açores o Decreto-Lei nº

Leia mais

1. (PT) - Turisver, 20/09/2012, Pedro Duarte 1. 3. (PT) - Diário Económico, 25/09/2012, Unicer antecipa crescimento de 15% das vendas em Angola 5

1. (PT) - Turisver, 20/09/2012, Pedro Duarte 1. 3. (PT) - Diário Económico, 25/09/2012, Unicer antecipa crescimento de 15% das vendas em Angola 5 Tema de pesquisa: Internacional 25 de Setembro de 2012 Revista de Imprensa 25-09-2012 1. (PT) - Turisver, 20/09/2012, Pedro Duarte 1 2. (PT) - Jornal de Negócios - Negócios Mais, 25/09/2012, Bluepharma

Leia mais

VEÍCULOS EM FIM DE VIDA

VEÍCULOS EM FIM DE VIDA TEMA 7 VEÍCULOS EM FIM DE VIDA B. NÍVEL MAIS AVANÇADO De acordo com o Decreto-lei nº 196/2003, de 23 de Agosto, entende-se por veículo qualquer veículo classificado nas categorias M1 1 ou N1 2 definidas

Leia mais

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Resumo de Imprensa. Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 Resumo de Imprensa Segunda-feira, 14 de Abril de 2008 DIÁRIO ECONÓMICO 1. Crise custa 860 milhões aos bancos portugueses (págs. 1, 4 a 6) Quase mil milhões. É este o custo da crise internacional para os

Leia mais

Entrevista com DVA David Valente de Almeida S.A. Presidente. Joaquim Pedro Valente de Almeida. Com quality media press para LA VANGUARDIA

Entrevista com DVA David Valente de Almeida S.A. Presidente. Joaquim Pedro Valente de Almeida. Com quality media press para LA VANGUARDIA Entrevista com DVA David Valente de Almeida S.A. Presidente Joaquim Pedro Valente de Almeida Com quality media press para LA VANGUARDIA www.dva.pt (en construcción) Ver http://www.afia-afia.pt/assoc13.htm

Leia mais

* DOCUMENTOS DE APOIO *

* DOCUMENTOS DE APOIO * E m A N Á L I S E * DOCUMENTOS DE APOIO * Nº 10 Dezembro 2006 Gabinete de Investigação e Projectos Reforma da Segurança Social Síntese Portugal dispõe de um Sistema Público de Segurança Social que se desenvolveu

Leia mais