ASSENTAMENTOS RURAIS CONSOLIDADOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASSENTAMENTOS RURAIS CONSOLIDADOS"

Transcrição

1 ASSENTAMENTOS RURAIS CONSOLIDADOS

2 METODOLOGIA E AMOSTRA

3 Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Universo Levantar o perfil e condições de vida das famílias que residem em assentamentos rurais com situação consolidada. Assentamentos com situação descrita pelo INCRA como estágio 7 (consolidada) localizados em 9 Estados brasileiros: Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará,Pernambuco, São Paulo e Tocantins. Período de Campo De a 8 de setembro de 009. Dimensionamento Foram realizadas entrevistas em.000 domicílios. Margem de Erro A margem de erro é de 3 pontos percentuais para os resultados observados no total da amostra, considerando um intervalo de confiança de 95%. 3

4 CARACTERÍSTICAS DAS FAMÍLIAS

5 Sexo Perfil do Chefe de Domicílio Idade Masculino Feminino 8 a 4 30 a a a e mais Grau de Instrução Estado Civil Analfabeto Até 4ª série Ensino Fund. 5ª a 8ª série do Ensino Fund. Ensino Médio / Superior Não respondeu Casado/ União estável Solteiro Separado/ divorciado Viúvo Base: Amostra (000) 5

6 Estado Civil x Sexo Perfil do Chefe de Domicílio Grau de parentesco Homem 89 6 Cônjuge 80 Mulher Filho (a) 3 Casado/ união estável Solteiro Separado/ divorciado Viúvo Cor (auto-classificação) Outros 7 Base: Somente se o entrevistado não for o chefe (377) Estados Branca Preta/ Negra Parda Outra (Amarela/ Indígena) Mato Grosso Pará Bahia Maranhão Pernambuco São Paulo Tocantins Minas Gerais Goiás Base: Amostra (000) 6

7 Renda Familiar Domicílio Até 37 Mais de a 35 Mais de 5 6 Não respondeu Quantidade de Pessoas que moram na casa 5 Quantidade de Famílias que moram na casa 7 3 Uma Média 4 pessoas Duas 4 6 ou mais 7 Base: Amostra (000) P09. Contando você, quantas pessoas moram na sua casa? / P0. E quantas famílias moram na mesma casa? 7

8 Atividade Principal Atividade principal Produz na própria propriedade Trabalha na agricultura/ pecuária para outros Empregado com atividade não rural Autônomo com atividade não rural Aposentado/ pensionista Dona de casa Desempregado Recusa 5 A produção na própria propriedade está relativamente mais presente em alguns dos assentamentos pesquisados: Mato Grosso: 89% São Paulo: 85% Goiás: 7% Por outro lado, destaca-se o assentamento PIC Caxangá no Pernambuco, pela ausência de produção na própria propriedade. As principais atividades dos moradores do assentamento são: Aposentados: 35% Empregado com atividade não rural: 8% Autônomo com atividade não rural: 7% Dona de casa: 3% Base: Amostra (000) P08. Considerando a situação atual de trabalho, qual a atividade principal do chefe do domicílio? 8

9 Presença de crianças Proporção de crianças 66 Na casa há crianças de 0 a 7 anos 34 Na casa não há crianças e adolescentes Média,3 crianças Média Base: De 0 a 4 anos ,4 56 De 5 a 7 anos 8 5 3, 4 De 8 a anos ,4 3 De 3 a 7 anos 7 6, ou 4 Base: Amostra (000) P. O(a) sr(a) tem filhos/ crianças de 0 a 7 anos que moram em sua casa? Se sim, quais as idades? 9

10 Presença de crianças Crianças na escola 66 Na casa há crianças de 0 a 7 anos 34 Na casa não há crianças e adolescentes Quantas Frequentam escola Média Base: De 0 a 4 anos 6 6,3 56 De 5 a 7 anos 79 7, 4 De 8 a anos 66 3,4 3 De 3 a 7 anos 5 7,3 307 Base: Somente para aqueles que têm crianças na casa Já estudou e não estuda criança De a 4 crianças Nunca frequentou a escola P. As crianças da sua casa frequentam a escola? Se sim, quantas? 0

11 Presença de crianças Crianças vacinadas 66 Na casa há crianças de 0 a 7 anos 34 Na casa não há crianças e adolescentes Vacinas Base: De 0 a 4 anos De 5 a 7 anos De 8 a anos 98 3 De 3 a 7 anos Todas Algumas Nenhuma Base: Somente para aqueles que têm crianças na casa P3. De uma maneira geral, as crianças de sua casa tomaram todas as vacinas, algumas delas, ou nenhuma?

12 Proporção de crianças que trabalham 8 9 Sim Não Idade 0 a 4 5 a 7 8 a 3 a 7 Base: (4)* (7)* (37)* (94) Média,5,,5, (*) Obs: Devido ao pequeno número de entrevistados que responderam a esta questão a tabela é apresentada em número absoluto de casos (e não porcentagem), e sem qualquer cruzamento Base: Somente para aqueles que têm crianças na casa (653) A proporção de crianças que trabalham é bastante superior em alguns dos assentamentos pesquisados: Mato Grosso: 49% Goiás: 43% P4. As crianças de sua família contribuem para a produção, realizando qualquer tipo de atividade de auxílio ao trabalho familiar (SOMENTE COM IDADE DE 0 7)? Se sim, quantas crianças de cada idade? / P5. Quais tipos de atividades de trabalho são realizados pelas crianças?

13 Proporção de crianças que trabalham 9 Sim 8 Não Base: Somente para aqueles que têm crianças na casa (653) Em alguns assentamentos é maior a proporção de crianças que trabalham para terceiros: Pará: 30% Bahia: 7% Tocantins: 4% 93 Quais atividades de trabalho são realizados pelas crianças? 7 Na produção própria Trabalham para terceiros Base: Somente para aqueles cujas crianças trabalham (9) P4. As crianças de sua família contribuem para a produção, realizando qualquer tipo de atividade de auxílio ao trabalho familiar (SOMENTE COM IDADE DE 0 7)? Se sim, quantas crianças de cada idade? / P5. Quais tipos de atividades de trabalho são realizados pelas crianças? 3

14 Grau de Satisfação com a Vida No Maranhão (Assentamento Florestal), a proporção de entrevistados que consideram sua qualidade de vida muito ruim/ ruim atinge 0%, contra 3% que a consideram muito boa/ boa No Assentamento Promissão, em São Paulo, 83% dos entrevistados consideram muito boa/ boa a sua qualidade de vida. Muito boa / Boa Nem boa nem ruim Muito ruim / Ruim NS/NR Base: Amostra (000) P6. De uma maneira geral o(a) sr(a) considera que a sua qualidade de vida é: 4

15 CARACTERÍSTICAS DOS DOMICÍLIOS

16 Instalações Quantidade de Cômodos Até 3 cômodos 4 cômodos 35 5 cômodos 6 6 cômodos ou mais 6 Média 4,8 Quantidade de Cômodos usados da casa p/ dormir cômodo 5 cômodos 49 3 cômodos 9 4 cômodos ou mais Média,3 8 Base: Amostra (000) P7. No total, quantos cômodos têm na sua casa, excluindo banheiros? P8. Quantos cômodos são usados pelos moradores da casa para dormir? 6

17 Presença de banheiro e Tipo de esgoto Banheiro ou Sanitário? 4 86 No Maranhão (Assentamento Florestal), 46% dos domicílios pesquisados não têm banheiro/ sanitário. Na Bahia (Angical I), este percentual atinge 34%. Sim Não Fossa rudimentar 63 Fossa séptica 3 Vala ou céu aberto Rede coletora de esgoto Direto para um rio, lago ou mar Base: Somente para aqueles com banheiro na casa (858) NS/NR P9. Na sua casa ou na sua propriedade existe banheiro ou sanitário? P0. De que forma é feito o escoamento do banheiro ou sanitário? 7

18 Paredes Externas Tipo de piso e revestimento Tijolo /bloco com revestimento 53 Madeira aparelhada Piso Tijolo /bloco sem revestimento 8 Cimento 67 Adobe 5 Cerâmica, lajota ou pedra 6 Taipa revestida Terra/chão batido 6 Taipa não revestida Outros com menos de % 0 Madeira aparelhada As construções com tijolo/ bloco com revestimento predominam nos assentamentos: Jataí (GO): 9% PIC Caxangá (PE): 86% Madeira aproveitada 0 No Pará (PIC Itaituba) encontramos o assentamento com as instalações mais precárias: 77% dos domicílios são de madeira aparelhada. Base: Amostra (000) P. Em relação ao tipo de material, como o(a) Sr(a) define o tipo de construção que predomina nas paredes externas da sua casa? P. E no piso, qual o material predominantemente utilizado na sua casa? 8

19 Bens móveis Fogão a gás TV Geladeira Nos domicílios do assentamento Angical I (BA) verificam-se percentuais inferiores de presença de geladeira (73%) e fogão a gás (78%). Rádio 57 Aparelho de som Telefone celular 43 4 Goiás 85% Minas Gerais 7% Moto Carro 4 3 São Paulo 66% Goiás 6% Telefone fixo 6 Pernanbuco % Nenhum Base: Amostra (000) P3. Na sua casa, existem quais dos seguintes itens? 9

20 Água encanada no domicílio 6 74 Sim Não As proporções se invertem nos Assentamentos Florestal (MA) e PIC Itaituba (PA), com respectivamente 6% e 36% de domicílios com água canalizada. Base: Amostra (000) P4. A sua casa tem água canalizada em pelo menos um cômodo? 0

21 Tipo de abastecimento Poço ou nascente na propriedade Rede geral de distribuição 30 4 A totalidade dos domicílios pesquisados no Maranhão (Florestal) e em Minas Gerais (PA Iturama) é abastecida por água proveniente da rede geral de distribuição. Poço ou nascente fora da propriedade Cisterna 3 Em alguns assentamentos há predominância de domicílios abastecidos por água de poço/ nascente fora da propriedade: Bahia: 74% Pernambuco: 58% Açude Outros com menos de % Base: Amostra (000) P5. Qual é a principal forma de abastecimento de água utilizada na sua casa?

22 Destino do lixo É queimado ou enterrado na propriedade 67 É coletado diretamente É coletado indiretamente (jogado em caçamba) 4 4 A coleta de lixo está praticamente universalizada no Assentamento PIC Caxangá (PE), já que 9% dos entrevistados declaram que o lixo de suas residências é coletado diretamente. É jogado em terreno baldio ou na rua É reciclado Outros com menos de % Base: Amostra (000) P6. O lixo da sua casa

23 Forma de iluminação Elétrica com medidor próprio 89 Elétrica sem medidor 8 No assentamento PIC Itaituba (PA), o percentual de domicílios com energia elétrica, mas sem medidor, atinge 4%. Elétrica com medidor comunitário Óleo, querosene ou gás (lampião) Vela 0 Base: Amostra (000) P7. Qual é a forma de iluminação utilizada na sua casa? 3

24 Calçamento na rua ou estrada No Assentamento PIC Caxangá (PE), 80% dos entrevistados declararam que a rua em frentes às suas casas é total ou parcialmente calçada Total Parcial Não existe (esp.) NS/NR Base: Amostra (000) P8. Existe calçamento/pavimentação no trecho de rua em frente a sua casa? Se sim, total ou parcial? 4

25 Distância de serviços específicos (%) Distância Casa/Local trabalho Escola mais próxima Posto de saúde/ Hospital Centro Comercial Trabalha em casa 8 Trabalha em casa Trabalha em casa Até 00 m 8 Até 00 m 8 Até 00 m Trabalha em casa De 0 a 400 m De 0 a 400 m De 0 a 400 m 6 Até 00 m De 40 a 999 m De 40 a 999 m De 40 a 999 m 0 De 0 a 400 m 0 De a 5 Km 3 De a 5 Km 4 De a 5 Km De 40 a 999 m 6 De 6 a 0 Km 8 De 6 a 0 Km De 6 a 0 Km 5 De a 5 Km 6 De a 0 Km 5 De a 0 Km 0 De a 0 Km De 6 a 0 Km 9 Acima de 0 Km 0 Acima de 0 Km 4 Acima de 0 Km 6 De a 0 Km 5 Não se aplica 3 Não se aplica Não se aplica Acima de 0 Km Média (km) 8,9 Média (km) 4,4 Média (km) 8,0 Não se aplica Média (km) 0,6 Maiores distâncias PE: 8,8 Km MG: 8,0 Km PA: 6,8 Km MG:, Km PA: 9,6 Km MG:,0 Km BA: 7,0 Km TO: 4, Km MG:,7 Km SP:,9 Km BA: 7, Km TO: 5, Km P9. Qual a distância aproximada entre a sua casa e o seu local de trabalho? P30. E a escola mais próxima? P3. E o posto de saúde/ hospital mais próximo? P3. E o centro comercial? Base: Amostra (000) 5

26 Meios de transporte utilizados A pé 5 Pernambuco 90% Pará 80% Ônibus/ lotação 37 Bahia 8% Carro 30 São Paulo 69% Goiás 65% Moto 3 Bicicleta 4 Cavalo 4 Ônibus escolar Outros com menos de % 3 Base: Amostra (000) P33. Quais meios de transporte o(a) sr(a) e sua família utilizam para estes deslocamentos? 6

27 Presença de transporte público Não há transporte público 57 Minas Gerais 00% Pará 98% Bahia 90% Ônibus/ lotação São Paulo 93% Pernambuco 90% Ônibus escolar 9 Carona 3 Base: Amostra (000) P34. Perto da sua casa há algum tipo de transporte público? 7

28 CARACTERÍSTICAS DA PRODUÇÃO

29 Produção na propriedade SP e MT 93% MG 9% GO 85% Tamanho área destinada Até 5 hectares Sim De 6 a 0 hectares 8 63 Base: Amostra (000) Não De a 30 hectares De 3 a 50 hectares Acima de 50 hectares 5 7 Média (hectares) 8,3 Base: Somente para os que estão produzindo atualmente (66) No Assentamento PIC Caxangá (PE), 99% dos entrevistados declaram não estar produzindo na propriedade atualmente. Base: Amostra (000) P35. Atualmente, a família está produzindo nas suas terras? / P36. Qual o tamanho da área destinada à produção? / P40. Qual frase melhor descreve a sua situação atual de produção? 9

30 Produção na propriedade Situação atual de produção Base amostra (000) Produzo o suficiente para minha família e ainda vendo o que sobra 44 GO 7% TO 65% 8% O que produzimos é suficiente apenas para a minha família 39 PA e MA 67% 4% O que produzimos não é suficiente para a minha família e precisamos ter ajuda para sobreviver 7 MG 8% % Base: Somente para os que estão produzindo atualmente (66) Não produz 37% P35. Atualmente, a família está produzindo nas suas terras? / P36. Qual o tamanho da área destinada à produção? / P40. Qual frase melhor descreve a sua situação atual de produção? 30

31 Posse de ferramentas e equipamentos Enxada Foice Pá Arado Carroça/ carro de boi Machado Trator Facão Enxadão Colhedeira Cavadeira Cutelo Moto serra Picareta Outros com menos de % A posse de trator é bastante superior nos assentamentos: Jataí (GO): 48% Promissão (SP): 30% Base: Somente para os que estão produzindo atualmente (66) P37. Quais ferramentas ou aparelhos de trabalho vocês possuem? 3

32 Tipo de produção Criação de gado 64 Milho Legumes e verduras Frutas Criação de outros animais Feijão Arroz Mandioca MT (93%) e MG (90%) destacam-se na criação de gado e também de outros animais (8% e 8%, respectivamente). Além disso, ambos os assentamentos apresentam produção bastante diversificada (legumes, verduras, frutas). Cana de açúcar Soja 5 Já no MA e no PA, destacam-se a produção de arroz (79% e 7%, respectivamente), feijão (77% e 7%) e milho (8% e 7%). Café Capim lapiê Eucalipto 4 4 O milho também é destaque na BA (89%), ao lado do feijão (8%). A produção da mandioca concentra-se no assentamento de MG (85%) e do MA (79%). Capim Gueroba/ palmito A cana de açúcar é produzida por 68% das famílias do assentamento de MG. Outros com menos de % Base: Somente para os que estão produzindo atualmente (66) P38. O que vocês produzem? 3

33 Quantos da família se dedicam à Produção; tamanho da propriedade Membros da família na produção Tamanho total membro 6 Até 5 hectares 33 De 6 a 0 hectares 0 membros 43 De a 30 hectares 5 3 membros 8 De 3 a 50 hectares 5 4 membros ou mais 4 Acima de 50 hectares 5 Média,3 Não sabe / Não respondeu Média (hectares) 9 Base: Somente para os que estão produzindo atualmente (66) Base: Amostra (000) P39. Quantos membros da sua família participam da produção? P4A. E qual o tamanho da área total desta terra? 33

34 Situação de posse Beneficiário Sim, foi o primeiro beneficiário 39 São Paulo 6% Minas Gerais 5% Não, o primeiro beneficiário era o pai/ mãe 5 Não, o primeiro beneficiário era outro parente, do qual recebeu a terra 3 Não, o primeiro beneficiário era outro parente, do qual comprou a terra 6 Não, comprou a terra de outra pessoa 46 Pará 75% Base: Amostra (000) P4. O(a) sr(a) foi o primeiro beneficiário desta terra ou a adquiriu de outra pessoa? 34

35 Crédito rural do PRONAF MT 5% SP 44% GO 39% 4 75 MG 3% Sim, possuo e estou com os pagamentos em dia Sim, possuo e estou com pagamentos atrasados Não possuo Base: Amostra (000) P4. E o(a) Sr(a) possui atualmente crédito rural do PRONAF? Se sim, está com os pagamentos em dia? 35

36 Renda e fontes Média em SM (respondente) Qual a renda total do domicílio ,7 Trabalho Assalariado com Carteira Assinada ,6 Seguro desemprego 97,3 Aposentadoria, Pensão, ou BCP/LOAS ,3 Trabalho autônomo/ por conta própria , Pensão alimentícia 97 0,9 Outras fontes de rendimento regular ,9 Bolsa família 7 7 0, A renda média total do domicílio atinge,9 SM em SP e GO. Mais de SM Até SM Recusa Mais de a SM Não recebe Base: Amostra (000) P43. Qual o rendimento mensal do seu domicílio, recebido através de: 8. Qual a renda total do domicílio? 36

37 Composição da renda total % Qual a renda total do domicílio ,7 00 Trabalho Assalariado com Carteira Assinada ,3 8 Seguro desemprego 97 0,0 Aposentadoria, Pensão, ou BCP/LOAS ,4 4 Trabalho autônomo/ por conta própria ,7 43 Pensão alimentícia 97 0,0 Outras fontes de rendimento regular , 8 Bolsa família 7 7 0, 4 Mais de SM Até SM Recusa Mais de a SM Não recebe Base: Amostra (000) P43. Qual o rendimento mensal do seu domicílio, recebido através de: 8. Qual a renda total do domicílio? 37

38 Renda Assentamentos Renda Renda Nacional (ago/ 009) 4 Mais de SM Mais de a SM 7 46 Até SM Recusa 33 Base: Amostra (000) Fatia Mais de a SM Mais de SM Até SM Recusa Base: 00 entrevistas P43. Qual o rendimento mensal do seu domicílio, recebido através de: 8. Qual a renda total do domicílio? 38

39 ACESSO A SERVIÇOS PÚBLICOS

40 Visita de Agentes Comunitários de Saúde O percentual de domicílios sem cobertura do Programa Saúde da Família atinge 5% no Pará e 3% no Tocantins Sim Não Base: Amostra (000) P44. O(a) sr(a) e sua família recebem visitas de agentes comunitários de saúde ou do Programa de Saúde de Família? 40

41 Exames preventivos 45 Sim 55 Não Base: Amostra (000) 4 Sim 34 Sim 76 Não 66 Não Base: Mulheres (508) Base: Homens (49) P45. O(a) sr(a) já fez algum exame preventivo? / P45A) Quais exames e em que ano? 4

42 Exames preventivos 4 Sim 76 Não Base: Mulheres (508) Exames Ano Base: Colo de útero 88 Mama (8) Mama 3 Papanicolau 3 Colo do útero (339) Sangue Urina No último ano De a 5 anos Há mais de 5 anos Base: Mulheres que já fizeram algum exame preventivo (385) P45. O(a) sr(a) já fez algum exame preventivo? / P45A) Quais exames e em que ano? 4

43 Exames preventivos 34 Sim 66 Não Base: Homens (49) Exames Exame de Próstata Próstata 78 Sangue 0 No último ano 64 Exames do coração (s/e) 6 De a 5 anos 33 Urina 5 Outros com menos de % 4 Há mais de 5 anos 3 Base: Homens que já fizeram algum exame preventivo (68) Base: Homens que já fizeram exame de próstata (3) P45. O(a) sr(a) já fez algum exame preventivo? / P45B) Quais exames e em que ano? 43

44 Exames preventivos Sim Não Base: Amostra (000) Sangue Exames Outros Base: (40)* (3)* No último ano 8 7 Há mais de anos 5 (*) Obs: Devido ao pequeno número de entrevistados que responderam a esta questão a tabela é apresentada em número absoluto de casos (e não porcentagem) P45. O(a) sr(a) já fez algum exame preventivo? / P45B) Quais exames e em que ano? 44

45 Doenças que já ocorreram no domicílio Malária Sarampo Dengue Pará 4% Mato Grosso 77% Maranhão 58% Pará 5% Hepatite 8 Doença de Chagas Catapora Leishmaniose Cólera Outros com menos de % Nenhum destes 46 Base: Amostra (000) P46. O(a) sr(a) ou alguém na casa tem ou já teve algum destes problemas de saúde? 45

46 Frequência de ida ao dentista Sim, a cada 6 meses 3 Sim, uma vez ao ano 0 Sim, mas apenas quando tem problemas dentários 45 Não, raramente vai/ nunca foi ao dentista Base: Amostra (000) P47. O(a) sr(a) e as outras pessoas da sua casa costumam freqüentar o dentista? Se sim, com que freqüência? 46

47 Participação em atividades culturais Quem promoveu? Prefeitura 36 Escolas Sindicato rural 9 Sim Igreja Comunidade/ assentamento/ associação Centro Cultural/ teatro Não Governo do estado Teatro 3 3 Senar Incra Usina Caxangá Base: Amostra (000) Festividades locais Cooperativas (s/e) Não sabe 7 Base: Somente para os que já participaram de atividades culturais (94) P48. O(a) sr(a) já participou de alguma atividade cultural (cinema, teatro, música, dança, exposição de pintura, etc)? P49. O(a) sr(a) sabe quem promoveu esta(s) atividade(s)? 47

48 Participação em cursos em geral Quem promoveu? SENAR Base: Amostra (000) Sim Não Prefeitura Sebrae Emater Senac Itesp Políticos Sesi Senai Cooperativas (s/e) Não sabe Menções com % Governo do estado Unesp Cofap Pecuarista local Sindicato rural Monsanto Agroperfil Supernova Jardinagem Grupo Joaquim Nabuco Incra Chesf Clube das Mulheres da Prefeitura de Ribeirão Usina Caxangá SLL Masifer Igreja Comunidade local Ministério da Saúde de Terra Nova Terra Nova Cursos Ebda Rural Fins Copivag Base: Somente para os que já participaram de cursos (74) P50. O(a) sr(a) já participou de algum curso (aplicação de agrotóxico, tratorista, corte e costura, culinária)? P5. O(a) sr(a) sabe quem promoveu este(s) curso(s)? 48

49 Participação em atividade esportiva 8 8 Sim Não Base: Amostra (000) P5. Participa de alguma atividade ligada ao esporte? (futebol, caminhada, cavalgada, rodeio, atividades da terceira idade) 49

50 OBRIGADO! 50

ASSENTAMENTOS RURAIS CONSOLIDADOS

ASSENTAMENTOS RURAIS CONSOLIDADOS ASSENTAMENTOS RURAIS CONSOLIDADOS METODOLOGIA E AMOSTRA Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Levantar o

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PRAE

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis - PRAE 1. IDENTIFICAÇAO DO/A ESTUDANTE CADASTRO SOCIOECONÔMICO E CULTURAL NOME: NOME SOCIAL (campo de preenchimento exclusivo para pessoas transsexuais): CURSO: TURNO: Nº. DE MATRICULA: INGRESSO EM: DATA DE NASCIMENTO:

Leia mais

CD 2010 - QUESTIONÁRIO BÁSICO

CD 2010 - QUESTIONÁRIO BÁSICO 1 CD 2010 - QUESTIONÁRIO BÁSICO 1 2 IDENTIFICAÇÃO - CNEFE CARACTERÍSTICAS DO DOMICÍLIO 2.01 ESTE DOMICÍLIO É: 1- PRÓPRIO DE ALGUM MORADOR JÁ PAGO 4 - CEDIDO POR EMPREGADOR 2 - PRÓPRIO DE ALGUM MORADOR

Leia mais

QUESTIONÁRIO DO DOMICÍLIO

QUESTIONÁRIO DO DOMICÍLIO QUESTIONÁRIO DO DOMICÍLIO Unidade da Federação: Distrito: Município: Subdistrito: Bairro (se houver): Endereço: CEP: - Data: / / Horário: : Número do controle: Número de ordem do domicílio: SIAPE do Entrevistador:

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO - CNEFE PARA DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES - CARACTERÍSTICAS DO DOMICÍLIO

IDENTIFICAÇÃO - CNEFE PARA DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES - CARACTERÍSTICAS DO DOMICÍLIO CD 2010 - QUESTIONÁRIO BÁSICO (EXPERIMENTAL) 1 BÁSICO INDÍGENA IDENTIFICAÇÃO - CNEFE 06/04/2009 2 PARA DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES - CARACTERÍSTICAS DO DOMICÍLIO 2.01 ESTE DOMICÍLIO É: 1- DE PROPRIEDADE

Leia mais

Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família

Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família Naturalidade Data de nascimento Telefone Endereço Nome do cônjuge ou companheiro Naturalidade Data de nascimento

Leia mais

1. DADOS DA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO

1. DADOS DA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO Nº questionário: IMPACTO NA EQÜIDADE DE ACESSO E A EFICIÊNCIA DAS REDES INTEGRADAS DE SERVIÇOS DE SAÚDE NA COLÔMBIA E BRASIL EQUITY-LA INQUÉRITO DE EQUIDADE NO ACESSO AOS SERVIÇOS DE SAÚDE Pernambuco -

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Informações do Domicílio Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 Média moradores/domicílios...

Leia mais

UHE TIJUCO ALTO PESQUISA DE CONDIÇÕES DE VIDA DA POPULAÇÃO URBANA

UHE TIJUCO ALTO PESQUISA DE CONDIÇÕES DE VIDA DA POPULAÇÃO URBANA 1 NDF IF (Identificar o número da família) Nº do Imóvel Entrevistador Data / / 1. Dados do Imóvel 1.a Endereço completo: rua, UHE TIJUCO ALTO PESQUISA DE CONDIÇÕES DE VIDA DA POPULAÇÃO URBANA nº, complemento,

Leia mais

Dicionário de variáveis da PNAD 2004 - arquivo de domicílios Microdados da Pesquisa Básica e Suplementar de Programas Sociais e Segurança Alimentar

Dicionário de variáveis da PNAD 2004 - arquivo de domicílios Microdados da Pesquisa Básica e Suplementar de Programas Sociais e Segurança Alimentar Dicionário variáveis da PNAD 2004 - arquivo domicílios 1 4 V0101 Ano referência 5 2 UF Unida da Feração 5 8 V0102 2 Número controle 13 3 V0103 3 Número série 16 2 V0104 4 18 2 V0105 20 2 V0106 6 22 1 V0201

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UFMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UFMA CADASTRO SOCIOECONÔMICO DO ESTUDANTE PARA SOLICITAÇÃO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL. ANO 1. DADOS DO ESTUDANTE Nome: Curso: Código/ Matrícula: Campus: Ano de ingresso: Período: Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UFMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UFMA CADASTRO SOCIOECONÔMICO PARA SOLICITAÇÃO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL. 1. DADOS DO ESTUDANTE Nome: Curso: Código/ Matrícula: Campus: Ano de ingresso: Período: Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino ( ) Noturno

Leia mais

Anexo 17.5 Diagrama e Dicionário de Dados da Base Conjunto Universo

Anexo 17.5 Diagrama e Dicionário de Dados da Base Conjunto Universo Anexo 17.5 Diagrama e Dicionário de Dados da Base Conjunto Universo Tabela: Dados de domicílio (continua) Código da unidade da federação (UF) Código do município Código do distrito Código do subdistrito

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO

QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO SAE/Nº. Nome: Nº. de matrícula: Curso: Endereço: Contato: Fone Fixo ( ) Celular ( ) E-mail: PREZADO (A) ALUNO (A) ESTE QUESTIONÁRIO TEM COMO OBJETIVO CONHECER OS ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS

Leia mais

V. FAMÍLIAS USUÁRIAS DO PSF EM VITÓRIA (ES)

V. FAMÍLIAS USUÁRIAS DO PSF EM VITÓRIA (ES) V. FAMÍLIAS USUÁRIAS DO PSF EM VITÓRIA (ES) As famílias entrevistadas foram selecionadas entre a população cadastrada do PSF em processo composto por três etapas que considerou os seguintes procedimentos:

Leia mais

RESERVADO MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COLÉGIO MILITAR DE JUIZ DE FORA

RESERVADO MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COLÉGIO MILITAR DE JUIZ DE FORA RESERVADO MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO D E CEx D E P A COLÉGIO MILITAR DE JUIZ DE FORA INSCRIÇÃO Nº: 1. DADOS DO ALUNO: a) Nome: b) nº: c) turma: d) data de nascimento: Já recebeu o desconto

Leia mais

ANEXO I QUESTIONARIO SÓCIO-ECONÔMICO

ANEXO I QUESTIONARIO SÓCIO-ECONÔMICO PROJETO DE LEI DE ASSISTENCIA ESTUDANTIL AO TRANSPORTE DE ALUNOS UNIVERSITÁRIOS DE DOM EXPEDITO LOPES-PI À PICOS-PI EXERCÍCIO DE 2015 1- DADOS PESSOAIS Nome: Instituição de Ensino: ANEXO I QUESTIONARIO

Leia mais

Job 150904 Setembro / 2015

Job 150904 Setembro / 2015 Job 50904 Setembro / Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais de

Leia mais

ANEXO II QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DADOS DO ESTUDANTE

ANEXO II QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DADOS DO ESTUDANTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS Rod. Washington Luis, km 235 Prédio AT6 Sala 136 Monjolinho São Paulo/SP - CEP 13565-905 - Fone

Leia mais

QUESTIONÁRIO SÓCIO-FAMILIAR

QUESTIONÁRIO SÓCIO-FAMILIAR Universidade Federal de Pelotas Departamento de Medicina Social Centro de Pesquisas Epidemiológicas QUESTIONÁRIO SÓCIO-FAMILIAR 1 IDENTIFICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO 1. Questionário Sócio-Familiar 2. Modelo

Leia mais

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Gerência de Pesquisa Anual PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS PNAD DE 00 Número do setor Situação IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE Número de

Leia mais

Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C. 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1

Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C. 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Índice Objetivo, metodologia e amostra... 03 Perfil dos Respondentes... 04 Principais constatações sobre os hábitos de consumo

Leia mais

LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL

LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL LEVANTAMENTO SOCIOECONÔMICO E AMBIENTAL Resultado dos questionários aplicados Julho/2011 Índice 1. DADOS PESSOAIS... 3 2. DADOS SOCIOECONÔMICOS E CULTURAIS... 4 3. QUALIDADE DE VIDA... 5 ANEXO A QUESTIONÁRIO

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOCIOECONOMICO DO ESTUDANTE É OBRIGATÓRIO O PREENCHIMENTO DE TODOS OS ITENS DESTE QUESTIONÁRIO E ASSINATURA DE TODAS AS PÁGINAS.

QUESTIONÁRIO SOCIOECONOMICO DO ESTUDANTE É OBRIGATÓRIO O PREENCHIMENTO DE TODOS OS ITENS DESTE QUESTIONÁRIO E ASSINATURA DE TODAS AS PÁGINAS. QUESTIONÁRIO SOCIOECONOMICO DO ESTUDANTE Prezados (as) aluno (as), para que este Campus possa conhecer melhor o perfil socioeconômico da comunidade acadêmica e poder aplicar os recursos do Programa de

Leia mais

Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB

Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB Painel Cobertura e Qualidade dos Serviços de Saneamento Básico Zélia Bianchini Diretoria de Pesquisas 1 São Paulo, 08/10/2013

Leia mais

É OBRIGATÓRIO O PREENCHIMENTO DE TODOS OS ITENS DESTE QUESTIONÁRIO E ASSINATURA DE TODAS AS PÁGINAS.

É OBRIGATÓRIO O PREENCHIMENTO DE TODOS OS ITENS DESTE QUESTIONÁRIO E ASSINATURA DE TODAS AS PÁGINAS. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FICHA SOCIAL DE ESTUDANTE É OBRIGATÓRIO O PREENCHIMENTO DE TODOS OS ITENS DESTE QUESTIONÁRIO E ASSINATURA DE TODAS AS PÁGINAS. 1 - IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE: Nome completo: Nome

Leia mais

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros 1 of 5 11/26/2010 2:57 PM Comunicação Social 26 de novembro de 2010 PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009 Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros O número de domicílios

Leia mais

Atitudes pela Educação Novembro de 2014

Atitudes pela Educação Novembro de 2014 Atitudes pela Educação Novembro de 2014 Realização: Instituto Paulo Montenegro IBOPE Inteligência Parceiros da pesquisa: Todos Pela Educação Fundação Itaú Social Fundação Maria Cecília Souto Vidigal Fundação

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Rio de Janeiro, 21/09/2012 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho

Leia mais

EDITAL Residências Universitárias de PATOS

EDITAL Residências Universitárias de PATOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE SAÚDE E TECNOLOGIA RURAL RESIDÊNCIA UNIVERSITÁRIA DO SEMI-ÁRIDO NORDESTINO RUSAN CAMPUS DE PATOS EDITAL Residências Universitárias de PATOS A Diretoria

Leia mais

I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade:

I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade: I. INFORMAÇÕES GERAIS Município: Distrito: Localidade: Data do Relatório: (dd:mm:aa) Entrevistador (a) N O. QUEST.: II. CARACTERÍTICAS DOS MORADORES DO DOMICÍLIO Nome do chefe da família: SEXO: 1. M 2.

Leia mais

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Gerência de Pesquisa Anual PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS PNAD DE 00 Número do setor Situação IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE Número de

Leia mais

Censo Demográfico 2000

Censo Demográfico 2000 1 Censo Demográfico 2000 MUNICÍPIO: AGÊNCIA: 1 CD 1.01 Questionário Básico IDENTIFICAÇÃO USO EXCLUSIVO DO IBGE 1.01 NÚMERO DO QUESTIONÁRIO 1.02 UF 1.03 MUNICÍPIO 1.04 DISTRITO 1.05 SUBDISTRITO 1.06 SETOR

Leia mais

Uma análise das condições de vida da população brasileira

Uma análise das condições de vida da população brasileira Diretoria de Pesquisas Coordenação de População e Indicadores Sociais Gerência de Indicadores Sociais SÍNTESE DE INDICADORES SOCIAIS 2013 Uma análise das condições de vida da população brasileira 29 de

Leia mais

abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros

abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros Avaliação do Serviço o de abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros Pesquisa realizada entre 24 e 28 de Abril de 2010 Informações Metodológicas Tipo de pesquisa: Survey, utiliza-se de questionário

Leia mais

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015. Perspectivas da economia / Comprometimento de renda. Novembro/2015. Copyright Boa Vista SCPC 1

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015. Perspectivas da economia / Comprometimento de renda. Novembro/2015. Copyright Boa Vista SCPC 1 Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Perspectivas da economia / Comprometimento de renda Novembro/2015 Copyright Boa Vista SCPC 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: Pesquisa para

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO MARÇO DE 2012 JOB2178 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Entender como a população brasileira percebe questões relacionadas

Leia mais

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano Nossa Realidade 57% da população brasileira não possui coleta de esgoto (SNIS 2008) O Brasil é o 9º

Leia mais

Página 1 de 16 CD 2010 - QUESTIONÁRIO DA AMOSTRA (EXPERIMENTAL) 23/06/2009 IDENTIFICAÇÃO - CNEFE

Página 1 de 16 CD 2010 - QUESTIONÁRIO DA AMOSTRA (EXPERIMENTAL) 23/06/2009 IDENTIFICAÇÃO - CNEFE CD 2010 - QUESTIONÁRIO DA AMOSTRA (EXPERIMENTAL) 1 AMOSTRA INDÍGENA IDENTIFICAÇÃO - CNEFE 23/06/2009 2 PARA DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES - CARACTERÍSTICAS DO DOMICÍLIO 2.01 ESTE DOMICÍLIO É: 1-

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Redes de Computadores AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Redes de Computadores AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Redes de Computadores AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 FEMININO; 1 Sexo MASCULINO; 89,3% MASCULINO FEMININO A PARTIR DE 51 ANOS;

Leia mais

Avaliação do Programa Agroamigo Banco do Nordeste

Avaliação do Programa Agroamigo Banco do Nordeste Avaliação do Programa Agroamigo Banco do Nordeste 2006-2010 Fortaleza, 20 de Julho de 2012 Pontos avaliados 1. O Programa e a Pesquisa 2. Caracterização socioeconômica 3. Riqueza 4. Produção 5. Crédito

Leia mais

Esta é a pesquisa de satisfação

Esta é a pesquisa de satisfação Esta é a pesquisa de satisfação dos usuários de saneamento básico realizada entre a categoria residencial dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário regulados pela Agência em 244 municípios

Leia mais

N : PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Entrevistador: Nome do entrevistado: (xx)xxxxxxxx. Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2.

N : PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Entrevistador: Nome do entrevistado: (xx)xxxxxxxx. Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2. Entrevistador: Nome do entrevistado: Telefone: (xx)xxxxxxxx N : Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2.Rural Estado: AC AP DF MA MT PE RJ RR SE AL BA ES MG PA PI RN RS SP AM CE GO MS PB PR

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Turismo AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Turismo AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Turismo AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 Sexo MASCULINO; 23,2% DE 36 A 50 ANOS; 7,9% A PARTIR DE 51 ANOS; Faixa etária ATÉ 17 ANOS;

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Marketing AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Marketing AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Marketing AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 Sexo MASCULINO; 35,6% DE 36 A 50 ANOS; 8,0% A PARTIR DE 51 ANOS; 1,8% Faixa etária ATÉ

Leia mais

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Nutrição AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Nutrição AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL NÚCLEO FORTALEZA Questionário Sóciocultural Curso Nutrição AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FORTALEZA, 21 DE JULHO DE 2011 FEMININO; 90,4% Sexo MASCULINO; 9,6% MASCULINO FEMININO DE 36 A 50 ANOS; 7,1% A PARTIR

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA

RELATÓRIO DE PESQUISA 2011 14 RELATÓRIO DE PESQUISA Relatório da Pesquisa de Satisfação dos Usuários do SUS quanto aos aspectos de acesso e qualidade percebida na atenção à saúde, mediante inquérito amostral. Ministério da

Leia mais

Abastecimento de água - Investigou-se a existência de água canalizada nos domicílios particulares permanentes e a sua proveniência.

Abastecimento de água - Investigou-se a existência de água canalizada nos domicílios particulares permanentes e a sua proveniência. Conceitos Abastecimento de água - Investigou-se a existência de água canalizada nos domicílios particulares permanentes e a sua proveniência. Quanto a existência de água canalizada, os domicílios foram

Leia mais

Instruções para o preenchimento do formulário de inscrição para Programas Sociais

Instruções para o preenchimento do formulário de inscrição para Programas Sociais Programa em: / / DN / / IC Estudo [ ] Padrão [ ] Rever / / ENTREVISTA Data: / / Horário: h Local: Técnico: SEÇÃO DE ASSISTÊNCIA AO ESTUDANTE / SERVIÇO SOCIAL FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO Instruções para o

Leia mais

A Nova Cara da Pobreza Rural: desafios para as políticas públicas

A Nova Cara da Pobreza Rural: desafios para as políticas públicas Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) Representação do IICA no Brasil SÉRIE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL desafios para as políticas públicas VOLUME 16 Organizadores da Série

Leia mais

FACULDADE ESTÁCIO DO AMAPÁ PERFIL SÓCIO-CULTURAL DOS ALUNOS DE ADMINISTRAÇÃO DA ESTÁCIO FAMAP MACAPÁ 2011.1

FACULDADE ESTÁCIO DO AMAPÁ PERFIL SÓCIO-CULTURAL DOS ALUNOS DE ADMINISTRAÇÃO DA ESTÁCIO FAMAP MACAPÁ 2011.1 FACULDADE ESTÁCIO DO AMAPÁ PERFIL SÓCIO-CULTURAL DOS ALUNOS DE ADMINISTRAÇÃO DA ESTÁCIO FAMAP MACAPÁ 2011.1 PERFIL SÓCIO-CULTURAL DOS ALUNOS DA ESTÁCIO-FAMAP 1. Apresentação Gráfica Gráfico 1: Sexo 35,90%

Leia mais

mhtml:file://e:\economia\ibge Síntese de Indicadores Sociais 2010.mht

mhtml:file://e:\economia\ibge Síntese de Indicadores Sociais 2010.mht Page 1 of 7 Comunicação Social 17 de setembro de 2010 Síntese de Indicadores Sociais 2010 SIS 2010: Mulheres mais escolarizadas são mães mais tarde e têm menos filhos Embora abaixo do nível de reposição

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES Brasília, janeiro/2011 Objetivos específicos da pesquisa 2 Avaliar a quantidade e a qualidade da rede credenciada. Avaliar os serviços oferecidos: o Plano CASSI Família

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO SOCIOECONÔMICA Imóveis Diretamente Afetados Projeto de Duplicação da Ponte sobre o Rio Tocantins Data Entrevistador Data da Revisão Responsável pela Revisão / / / / Identificação do entrevistado

Leia mais

IFMG FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO O DO IFMG/2010 2º PROCESSO SELETIVO SELETIV

IFMG FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO O DO IFMG/2010 2º PROCESSO SELETIVO SELETIV MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS IFMG FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO 2º PROCESSO SELETIVO SELETIV O DO IFMG/2010 FAVOR PREENCHER TODO FORMULÁRIO

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde Bucal Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Escova dentes 2x ou + p/dia...

Leia mais

Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização:

Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização: Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização: PRINCIPAL OBJETIVO PESQUISA QUANTITATIVA Fornecer informações sobre o conhecimento acerca do GREENPEACE e suas

Leia mais

Minha Casa, Meu Capital

Minha Casa, Meu Capital Sumário Executivo A casa própria é o ativo físico mais decisivo no processo de acumulação de capital das famílias. Ele desempenha papel de reserva de valor para fazer face às incertezas e a necessidades

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS MARÇO DE 2014 JOB0402 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Avaliar a atual administração do município de Acopiara. Acopiara

Leia mais

Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis. Agosto de 2015

Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis. Agosto de 2015 Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis Agosto de 2015 2 A Lei nº 15.374 de 2011 proíbe a disponibilização de sacolas plásticas descartáveis nos estabelecimentos comerciais

Leia mais

SABESPREV: PESQUISA DE IMAGEM E SATISFAÇÃO 2011 TOTAL

SABESPREV: PESQUISA DE IMAGEM E SATISFAÇÃO 2011 TOTAL TOTAL Objetivos: avaliar o processo de Comunicação da SABESPREV; avaliar o processo de Atendimento Pessoal e Telefônico aos Beneficiários e Participantes da SABESPREV; avaliar o processo de atendimento

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA SETEMBRO DE 2008 JOB796 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas à Ilhabela. Ilhabela

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Atendimento Médico Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Sentiram discriminação...

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ONG WWF MAIO 2003 OPP 065 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar informações para subsidiar o planejamento e avaliação da comunicação da WWF e

Leia mais

Questionário Socioeconômico para Seleção de Programas de Assistência Estudantil

Questionário Socioeconômico para Seleção de Programas de Assistência Estudantil Questionário Socioeconômico para Seleção de Programas de Assistência Estudantil Universidade Federal de Viçosa Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários 1 - SOLICITAÇÃO Serviço de Moradia Serviço de Alimentação

Leia mais

PROGRAMA SOCIOASSISTENCIAL ESTUDANTIL

PROGRAMA SOCIOASSISTENCIAL ESTUDANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS CAMPUS MANAUS CENTRO PROGRAMA SOCIOASSISTENCIAL ESTUDANTIL CADASTRO

Leia mais

CENSO DEMOGRÁFICO DE 2010: MUDANÇAS METODOLÓGICAS E RESULTADOS PRELIMINARES DO UNIVERSO

CENSO DEMOGRÁFICO DE 2010: MUDANÇAS METODOLÓGICAS E RESULTADOS PRELIMINARES DO UNIVERSO Suzana Cavenaghi José Eustáquio Diniz Alves Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE) Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). CENSO DEMOGRÁFICO DE 2010: MUDANÇAS METODOLÓGICAS E RESULTADOS

Leia mais

ANEXO 1 - FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO PARA PACE ( ) Fiz inscrição também para o PBIS

ANEXO 1 - FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO PARA PACE ( ) Fiz inscrição também para o PBIS ANEXO 1 - FORMULÁRIO DE SOLICITAÇÃO PARA PACE ( ) Fiz inscrição também para o PBIS 1. AUXÍLIO SOLICITADO: 1.1 ( ) AUXÍLIO MORADIA 1.2 AUXÍLIO TRANSPORTE ( ) MUNICIPAL ( ) INTERMUNICIPAL 1.3 ( ) AUXÍLIO

Leia mais

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO CRECHE CAROCHINHA

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO CRECHE CAROCHINHA PUSP-RP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Prefeitura do Campus USP Ribeirão Preto Seção de Atendimento Social FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO CRECHE CAROCHINHA ALUNO DE GRADUAÇÃO P.G. MESTRADO DOUTORADO Unidade/Curso:

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014 16 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014 16 Retratos da Sociedade Brasileira: Problemas e Prioridades do Brasil para 2014 CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA

Leia mais

Pesquisa Hábitos de Consumo Dia dos Pais 2015

Pesquisa Hábitos de Consumo Dia dos Pais 2015 Pesquisa Hábitos de Consumo Dia dos Pais 2015 Agosto de 2015 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Índice o Objetivo, metodologia e amostra... 03 o Sumário... 04 o Perfil dos respondentes... 05 o Pretensão

Leia mais

RELATÓRIO SOCIOECONÔMICO DOS CALOUROS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM RECURSOS HUMANOS

RELATÓRIO SOCIOECONÔMICO DOS CALOUROS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM RECURSOS HUMANOS RELATÓRIO SOCIOECONÔMICO DOS CALOUROS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM RECURSOS HUMANOS FEVEREIRO DE 2011 Tabela 01 Estado civil: Solteiro 28 82 Casado 5 15 Viúvo Divorciado 1 3 Desquitado União estável

Leia mais

Percepções sobre Saneamento Básico

Percepções sobre Saneamento Básico Percepções sobre Saneamento Básico Metodologia e Amostra Objetivo Geral Levantar entre os responsáveis por domicílios suas percepções sobre saneamento básico, principalmente sobre a área de esgoto. Universo

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Características Gerais dos Indígenas: Resultados do Universo

Censo Demográfico 2010. Características Gerais dos Indígenas: Resultados do Universo Censo Demográfico 2010 Características Gerais dos Indígenas: Resultados do Universo Rio de Janeiro, 10 de agosto de 2012 Identificação da população indígena nos Censos Demográficos do Brasil 1991 e 2000

Leia mais

ESTUDOS E TRATAMENTO DA VARIÁVEL RENDIMENTO NO CENSO DEMOGRÁFICO 2010

ESTUDOS E TRATAMENTO DA VARIÁVEL RENDIMENTO NO CENSO DEMOGRÁFICO 2010 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Métodos e Qualidade Gerência Técnica do Censo Demográfico ESTUDOS E TRATAMENTO DA VARIÁVEL RENDIMENTO NO CENSO DEMOGRÁFICO 2010 Março de 2012 Introdução No processo

Leia mais

G 02. SECTOR: G 04 MEIO (1 - Urbano ou 2 - Rural) Se for uma continuação marcar aqui de

G 02. SECTOR: G 04 MEIO (1 - Urbano ou 2 - Rural) Se for uma continuação marcar aqui de REPUBLICA DA GUINÉ-BISSAU MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL SECRETARIA DE ESTADO DO PLANO 1. É obrigatório o fornecimento dos dados estatísticos solicitados pelos funcionários ou agentes

Leia mais

Sexo. Faixa etária. Questionário Sociocultural Campus Campo Grande - RJ 2011. Geral 1 - Sexo: % MASCULINO 44,4% FEMININO 55,6% Total 1204

Sexo. Faixa etária. Questionário Sociocultural Campus Campo Grande - RJ 2011. Geral 1 - Sexo: % MASCULINO 44,4% FEMININO 55,6% Total 1204 1 - Sexo: MASCULINO 44,4 FEMININO 55,6 Sexo FEMININO; 55,6 MASCULINO; 44,4 2 - Qual a sua faixa etária? ATÉ 17 ANOS 0,7 DE 18 A 24 ANOS 36,3 DE 25 A 35 ANOS 42,8 DE 36 A 50 ANOS 17,4 A PARTIR DE 51 ANOS

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA AVALIAÇÃO DE INTERVENÇÕES PARA PROMOÇÃO DA ATIVIDADE FÍSICA NA ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE - VERSÃO USUÁRIO CADASTRO

QUESTIONÁRIO PARA AVALIAÇÃO DE INTERVENÇÕES PARA PROMOÇÃO DA ATIVIDADE FÍSICA NA ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE - VERSÃO USUÁRIO CADASTRO QUESTIONÁRIO PARA AVALIAÇÃO DE INTERVENÇÕES PARA PROMOÇÃO DA ATIVIDADE FÍSICA NA ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE - VERSÃO USUÁRIO CADASTRO Pesquisador responsável: ID Geres: ID Município: Data: Início do preenchimento:

Leia mais

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012 Pesquisa Quantitativa Plastivida Setembro de 2012 objetivo geral Verificar a opinião da população de Belo Horizonte acerca da retirada das sacolas plásticas dos estabelecimentos comerciais da cidade e

Leia mais

PROGRAMA DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA

PROGRAMA DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE MINAS GERAIS IFMG- FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO PARA VESTIBULAR FAVOR PREENCHER TODO FORMULÁRIO EM LETRA DE FORMA. 1 2

Leia mais

Hábitos de Consumo Dia dos Namorados 2015

Hábitos de Consumo Dia dos Namorados 2015 Hábitos de Consumo Dia dos Namorados 2015 3 de junho de 2015 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: a sondagem ter por objetivo identificar os hábitos de compras

Leia mais

Percepção da População Brasileira Sobre a Adoção

Percepção da População Brasileira Sobre a Adoção Percepção da População Brasileira Sobre a Adoção Brasília/DF Maio/2008 www.amb.com.br/mudeumdestino www.opiniaoconsultoria.com.br Objetivos Específicos Verificar o grau de consciência e envolvimento da

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011.

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011. Nota MDS Brasília, 02 de maio de 2011. Assunto: O perfil da Extrema Pobreza no Brasil com base nos dados preliminares do universo do Censo 2010. 1. INTRODUÇÃO O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Consumo de alimentos Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Consumo de alimentos Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Consumo de alimentos Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4

Leia mais

Relatório Estadual de Acompanhamento - 2008. Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Relatório Estadual de Acompanhamento - 2008. Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Relatório Estadual de Acompanhamento 2008 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio 1- Erradicar a extrema pobreza e a fome Meta 1: Reduzir pela metade, entre 1990 e 2015, a proporção da população com renda

Leia mais

( ) Moradia estudantil ( ) Creche ( ) Bolsa-alimentação ( ) Estágio ( ) Outros:

( ) Moradia estudantil ( ) Creche ( ) Bolsa-alimentação ( ) Estágio ( ) Outros: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA UNIDADE DE ORGANIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO SERVIÇO SOCIAL QUESTIONÁRIO SÓCIOECONÔMICO PARA SOLICITAÇÃO DE BENEFÍCIO ( ) Moradia estudantil ( ) Creche

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DE SISTEMAS PRODUTIVOS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO MUNICÍPIO DE CENTENÁRIO DO SUL-PR

CARACTERIZAÇÃO DE SISTEMAS PRODUTIVOS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO MUNICÍPIO DE CENTENÁRIO DO SUL-PR CARACTERIZAÇÃO DE SISTEMAS PRODUTIVOS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO MUNICÍPIO DE CENTENÁRIO DO SUL-PR Luis Artur Bernardes da Rosa¹; Maria de Fátima Guimarães²; Sergio Luis Carneiro³; Dimas Soares Júnior4

Leia mais

4 Caracterização das famílias atendidas no CRAS IV Novo Horizonte Cariacica (ES)

4 Caracterização das famílias atendidas no CRAS IV Novo Horizonte Cariacica (ES) 4 Caracterização das famílias atendidas no CRAS IV Novo Horizonte Cariacica (ES) 4.1. Perfil do município Cariacica Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 1 de, o Estado

Leia mais

TEMA: POPULAÇÃO JOVEM DE 16 A 24 ANOS

TEMA: POPULAÇÃO JOVEM DE 16 A 24 ANOS Em 5 de agosto de 2013 foi sancionado o Estatuto da Juventude que dispõe sobre os direitos da população jovem (a Cidadania, a Participação Social e Política e a Representação Juvenil, a Educação, a Profissionalização,

Leia mais

Formulário nº 1 REQUERIMENTO PARA SOLICTAÇÃO DE BENEFÍCIOS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (Preencher com letra de FORMA)

Formulário nº 1 REQUERIMENTO PARA SOLICTAÇÃO DE BENEFÍCIOS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (Preencher com letra de FORMA) Formulário nº 1 REQUERIMENTO PARA SOLICTAÇÃO DE BENEFÍCIOS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (Preencher com letra de FORMA) Eu,, CPF nº -, estudante do curso de, residente à (rua, av., etc.), nº, apto.

Leia mais

QUESTIONÁRIO UMA MÃO LAVA A OUTRA PET-CBB

QUESTIONÁRIO UMA MÃO LAVA A OUTRA PET-CBB QUESTIONÁRIO UMA MÃO LAVA A OUTRA PET-CBB Dados Pessoais: Nome:. Sexo: ( ) M ( ) F Naturalidade (cidade onde nasceu):. Estado Civil:. Há quanto tempo mora na localidade:. Questionário Domiciliar: 1. Quantas

Leia mais

CD 2010 - QUESTIONÁRIO DA AMOSTRA (PILOTO)

CD 2010 - QUESTIONÁRIO DA AMOSTRA (PILOTO) 1 CD 2010 - QUESTIONÁRIO DA AMOSTRA (PILOTO) 1 2 AMOSTRA 1 AMOSTRA 2 INDÍGENA IDENTIFICAÇÃO - CNEFE CARACTERÍSTICAS DO DOMICÍLIO 26/08/08 11:10 2.01 QUAL É O MATERIAL PREDOMINANTE NAS PAREDES EXTERNAS

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Atividade física e hábito de assistir televisão Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Atividade física e hábito de assistir televisão Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Atividade física e hábito de assistir televisão Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO AMAVI ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO ALTO VALE DO ITAJAÍ MANUAL DE ORIENTAÇÃO FORMULÁRIO PARA ELABORAÇÃO DO DIAGNÓSTICO HABITACIONAL Este manual tem por finalidade orientar os cadastradores no preenchimento

Leia mais

DELIVERY. Revieni Chisté Zanotelli. Revieni Chisté Zanotelli é economista e analista de pesquisas da Futura

DELIVERY. Revieni Chisté Zanotelli. Revieni Chisté Zanotelli é economista e analista de pesquisas da Futura DELIVERY Revieni Chisté Zanotelli O serviço de entrega de produtos (delivery) foi criado para proporcionar comodidade às pessoas e, também, para aqueles que estão sem tempo de ir até ao estabelecimento

Leia mais

Comentários. Programa saúde da família

Comentários. Programa saúde da família Comentários levantamento suplementar de saúde da Pesquisa Nacional por O Amostra de Domicílios PNAD 2008 trouxe informações detalhadas sobre a saúde da população residente em domicílios particulares no

Leia mais

ICS. Índice de Confiança Social 2015

ICS. Índice de Confiança Social 2015 ICS Índice de Confiança Social 2015 Introdução Metodologia Pesquisa quantitativa com aplicação de questionário estruturado, por meio de entrevistas face-a-face. Local da pesquisa Brasil. Universo A pesquisa

Leia mais

A percepção da população quanto ao Saneamento Básico e a responsabilidade do Poder Público. Job: 11/2178

A percepção da população quanto ao Saneamento Básico e a responsabilidade do Poder Público. Job: 11/2178 A percepção da população quanto ao Saneamento Básico e a responsabilidade do Poder Público Job: 11/2178 Metodologia e Amostra Objetivo Geral Levantar entre os responsáveis por domicílios suas percepções

Leia mais