DISCRIMINAÇÃO RACIAL PRECONCEITO DE COR NO BRASIL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DISCRIMINAÇÃO RACIAL PRECONCEITO DE COR NO BRASIL"

Transcrição

1 DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL Fundação Perseu Abramo Fundação Rosa Luxemburgo

2 DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL

3 TRABALHO REMUNERADO PARTICIPAÇÃO NA PEA POSIÇÃO NA OCUPAÇÃO: (Estimulada e única, em %) 64 TOTAL PEA MERC FORMAL MERC INFORMAL DESEMP NÃO PEA.PEA. MERCADO FORMAL.. Funcionário/a público/a.. Assalariado/a com carteira assinada.. Conta própria regular (paga ISS.. Autonômo universitário (profissional liberal).. Empregador (mais de dois empregados). MERCADO INFORMAL.. Assalariado/a sem carteira assinada.. Conta própria temporário (bico/free lancer.. Auxiliar de família sem remuneração fixa.. Outras situações. DESEMPREGADO.NÃO PEA.. Dona de casa.. Só estuda.. Aposentado(a).. Outras PEA MERCADO FORMAL. MERCADO INFORMAL. DESEMPREGADO.NÃO PEA Branca Parda Preta Indígena P81 e 85. O(A) sr(a) está trabalhando atualmente? Qual é a sua atividade principal? Base: Total das Amostras A, B e C

4 TRABALHO REMUNERADO NÃO PEA: (Estimulada e única, em %) JÁ FEZ TRABALHO REMUNERADO: % % Nunca fez trabalho remunerado Já trabalhou mas parou e está sem trabalhar TRABALHO COM CARTEIRA ASSINADA: 3% 41% Branca Parda Preta Indígena % Branca Parda Preta Indígena Sim Não Não respondeu P82 e P83. O(a) sr.(a) nunca fez trabalho remunerado ou já trabalhou mas parou e está sem trabalhar? O(a) sr(a) já trabalhou com carteira assinada? Base: Entrevistados que não têm atividade remunerada e os que já trabalhara alguma vez Amostra A,

5 TRABALHO REMUNERADO IDADE COM QUE COMEÇOU A TRABALHAR: (Estimulada e única, em %) TOTAL MÉDIA 15,42 Até 10 anos 11 anos 12 anos 13 anos 14 anos 15 anos 16 anos 17 anos 18 anos 19 anos 20 anos Mais de 20 anos Desde criança Desde criança Até 10 anos de 11 a 12 anos de 13 a 14 anos de 15 a 16 anos de 17 a 18 anos mais de 18 anos Branca Parda Preta Indígena MEDIA P84. Com que idade o(a) sr(a) começou a trabalhar? Base: Entrevistados que já trabalharam Amostra A,

6 Base: Entrevistados que já trabalham ou tem alguma renda Amostra A, JORNADA SEMANAL DE TRABALHO x RENDA MENSAL: (Espontânea e única, em %) JORNADA SEMANAL DE TRABALHO: TOTAL 23% 3% TRABALHO REMUNERADO 23% % 6% 14% 26% 11% MÉDIA 43,40 RENDA PESSOAL MENSAL: 24% 25% 33% 2 4 Branca Parda Preta Indígena MÉDIA 44,55 41,43 44,82 40,37 Até 30 horas Mais de 30 a 40 horas Mais de 40 a 50 horas Mais de 50 horas Nenhuma Até 240 reais Mais de 240 a 480 reais Mais de 480 a 720 reais Mais de 720 a 960 reais Mais de 960 reais Não sabe/ Recusa/ Não resp P86 e P87. Ao todo, mais ou menos quantas horas o(a) sr(a) gastou trabalhando na semana passada? E somando esse com outros trabalhos pagos e rendas, ao todo quanto o(a) sr(a) ganhou no mês passado? Branca Parda Preta Indígena MÉDIA 573,23 MÉDIA 644,46 537,82 506,48 370,29 2

7 COMPATIBILIDADE DE CARGO E SALÁRIO COM A QUALIFICAÇÃO: (Estimulada e única, em %) TRABALHO REMUNERADO CORRESPONDÊNCIA DO CARGO OU FUNÇÃO COM A QUALIFICAÇÃO Corresponde(dia) à sua qualificação É(era) inferior à sua qualificação É(era) superior à sua qualificação Não sabe CORRESPONDÊNCIA DO SALÁRIO À FUNÇÃO Corresponde(dia) à sua função É(era) inferior à de outros funcionários na mesma função É(era) superior à de outros funcionários na mesma função Não sabe P88 e 89. O cargo ou função que ocupa hoje corresponde à sua qualificação, é inferior ou é superior à sua qualificação? E o salário que o(a) sr(a) recebe pelo seu trabalho corresponde à sua função, é inferior à de outros funcionários que exercem a mesma função ou é superior? Base: Entrevistados que trabalham ou trabalharam Amostra A

8 DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL

9 INDICE DE PERCEPÇÃO DE DISCRIMINAÇÃO RACIAL INSTITUCIONAL INDICE GERAL DE DISCRIMINAÇÃO INSTITUCIONAL PERCEBIDA: (Estimulada e única, em %) 22% 78% Já sofreu discriminação Nunca sofreu discriminação Índice Geral Percepção geral espontânea de discriminação e/ou discriminação percebida em uma ou mais das seguintes áreas: educação, trabalho, justiça, saúde, lazer Base: Filtro Amostra C Fonte: NOP FPA 2003 Branca Parda Preta Indígena

10 DISCRIMINAÇÃO RACIAL DECLARADA DISCRIMINAÇÃO RACIAL : (Espontânea e única, em %) % 69 JÁ SE SENTIU DISCRIMINADO(A) NUNCA SE SENTIU DISCRIMINADO(A) 12% Branca Parda Preta Indígena P35. O/a sr/a já se sentiu discriminado/a alguma vez por causa da sua cor ou raça? (se sim) O/a sr/a diria que costuma ser discriminado/a... Base: TT das Amostras A, B e C Fonte: NOP FPA 2003 Sempre Quase sempre De vez em quando Uma ou duas vezes

11 P90a a d. Considerando a sua cor ou raça, alguma vez o(a) sr(a) já se sentiu injustiçado ou discriminado por algum chefe ou superior? E pelos colegas de trabalho? E pelos subordinados no trabalho? E por algum cliente ou freguês? Base: Entrevistados que trabalham ou trabalharam Filtro Amostra C Fonte: NOP FPA 2003 (Estimulada e única, em %) PELA CHEFIA DISCRIMINAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO FREQUENCIA COM QUE SE SENTIU DISCRIMINADO NO TRABALHO POR... TOTAL Branca Parda Preta Indígena.. Uma vez.. Algumas vezes.. Sempre NUNCA FOI DISCRIMINADO(A) NÂO SABE TOTAL Branca Parda Preta Indígena PELOS COLEGAS DE TRABALHO

12 P90a a d. Considerando a sua cor ou raça, alguma vez o(a) sr(a) já se sentiu injustiçado ou discriminado por algum chefe ou superior? E pelos colegas de trabalho? E pelos subordinados no trabalho? E por algum cliente ou freguês? Base: Entrevistados que trabalham ou trabalharam Filtro Amostra C Fonte: NOP FPA 2003 (Estimulada e única, em %) PELOS SUBORDINADOS DISCRIMINAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO FREQUENCIA COM QUE SE SENTIU DISCRIMINADO NO TRABALHO POR... TOTAL Branca Parda Preta Indígena.. Uma vez.. Algumas vezes.. Sempre NUNCA FOI DISCRIMINADO(A) NÂO SABE 100 TOTAL Branca Parda Preta Indígena PELOS CLIENTES/ FREGUESES

13 TRABALHO REMUNERADO DISCRIMINAÇÃO RACIAL NO AMBIENTE DE TRABALHO: (Espontânea e múltipla, em %) QUEM DISCRIMINOU: COR DE QUEM DISCRIMINOU: 76 Chefia Colega Cliente/Freguês (espontânea) Parente Subordinado(a) Outro Não respondeu ONDE ACONTECEU: Branca Parda Preta Amarela Outra Não respondeu P91 a,b e d. Quem discriminou? Qual a cor ou raça dele(a)? Onde aconteceu? Base: Entrevistados que já foram discriminados No mercado de trabalho Amostra A No trabalho, durante o expediente Fora do trabalho No trabalho, fora do expediente Em casa Outro lugar Não respondeu

14 TRABALHO REMUNERADO COMUNICAÇÃO DA OCORRÊNCIA DE DISCRIMINAÇÃO : (Espontânea e múltipla, em %) Contou NO LOCAL DE TRABALHO: Não contou FORA DO LOCAL DE TRABALHO: PROVIDÊNCIA PARA POR FIM AO PROBLEMA: FOI TOMADA PROVIDÊNCIA NÃO FOI TOMADA PROVIDÊNCIA NÃO RESPONDEU P94a, b e P95. O(a) sr(a) contou sobre esse problema a alguém no seu trabalho? E de fora do trabalho? Alguma providência foi tomada para pôr fim a essa problema? Base: Entrevistados que foram discriminados no trabalho Amostra A Fonte: NOP FPA

15 GRAU DE CONCORDÂNCIA COM A POLÍTICA DE RESERVA DE VAGAS PARA NEGROS NAS EMPRESAS E SERVIÇO PÚBLICO: (Estimulada e única, em %) TRABALHO REMUNERADO 7% 1% 5% 39% 35% 13%. Totalmente a favor. Em parte a favor. Totalmente contra Em parte contra OUTRAS RESPOSTAS NÃO SABE Branca Parda Preta Indígena P96. O(a) sr.(a) é a favor ou contra a reserva de vagas para negros nas empresas e serviços públicos? Base: Total da Amostra A Fonte: NOP FPA 2003

16 APOSENTADORIA MAIS CEDO PARA A POPULAÇÃO NEGRA: (Espontânea e única, em %) TRABALHO REMUNERADO A FAVOR OU CONTRA A POPULAÇÃO NEGRA SE APOSENTAR MAIS CEDO QUE A POPULAÇÃO BRANCA A favor Contra Depende Não sabe A FAVOR OU CONTRA A POPULAÇÃO NEGRA SE APOSENTAR MAIS CEDO QUE A BRANCA, CONSIDERANDO AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS NEGROS P98 e 99. O(a) sr.(a) é a favor ou contra que a população negra possa se aposentar mais cedo que a população branca? E considerando que em geral os negros entram mais cedo no mercado de trabalho, exercem trabalho mais pesado e têm expectativa menor que a dos brancos, o sr.(a) é a favor ou contra? Base: Total da Amostra A e os que não são a favor de os negros se aposentarem antes dos brancos Fonte: NOP FPA 2003

17 PRIORIDADES NO COMBATE A DISCRIMINAÇÃO E DESIGUALDADE RACIAL NO MERCADO DE TRABALHO: (Estimulada e única, em %) TRABALHO REMUNERADO P100. Na sua opinião qual destas questões o governo deveria cuidar primeiro para combater a discriminação e a desigualdade racial no mercado de trabalho? Base: Total da Amostra A Fonte: NOP FPA 2003 Criar mais empregos dando mais oportunidades a todos, negros ou não Cursos de capacitação profissional para jovens negros Cotas para inclusão de negros nos serviços públicos Cursos de preparação para jovens negros terem seus próprios negócios Créditos para empresários negros Desconto nos impostos das empresas que empregarem negros Não sabe

18 PRIORIDADES NO COMBATE A DISCRIMINAÇÃO E DESIGUALDADE RACIAL NO MERCADO DE TRABALHO: (Estimulada e múltipla, em %) TRABALHO REMUNERADO P100. Na sua opinião qual destas questões o governo deveria cuidar primeiro para combater a discriminação e a desigualdade racial no mercado de trabalho? E em 2º lugar? E em 3º lugar? Base: Total da Amostra A Fonte: NOP FPA 2003 Criar mais empregos dando mais oportunidades a todos, negros ou não Cursos de capacitação profissional para jovens negros Cursos de preparação para jovens negros terem seus próprios negócios Cotas para inclusão de negros nos serviços públicos Créditos para empresários negros Desconto nos impostos das empresas que empregarem negros Não sabe

19 GRUPOS QUE DEVERIAM SER PRIORIZADOS PARA INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO: (Estimulada e única, em %) TRABALHO REMUNERADO P101. Na sua opinião para qual destes grupos o governo deveria tomar medidas primeiro para que pudessem entrar no mercado de trabalho? Base: Total da Amostra A Fonte: NOP FPA 2003 Jovens negros, de ambos os sexos Negros e negras desempregados, de qualquer idade Mulheres negras, chefes de família Negros e negras desempregados, acima de 40 anos Nenhum Não sabe

20 GRUPOS QUE DEVERIAM SER PRIORIZADOS PARA INCLUSÃO NO MERCADO DE TRABALHO: (Estimulada e múltipla, em %) TRABALHO REMUNERADO P101. Na sua opinião para qual destes grupos o governo deveria tomar medidas primeiro para que pudessem entrar no mercado de trabalho? E em segundo lugar? E em terceiro lugar? Base: Total da Amostra A Fonte: NOP FPA 2003 Negros e negras desempregados, de qualquer idade Jovens negros de ambos os sexos Mulheres negras, chefes de família Negros e negras desempregados, acima de 40 anos Não sabe Nenhum

DISCRIMINAÇÃO RACIAL PRECONCEITO DE COR NO BRASIL

DISCRIMINAÇÃO RACIAL PRECONCEITO DE COR NO BRASIL DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL Fundação Perseu Abramo Fundação Rosa Luxemburgo DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL EVOLUÇÃO DO PRECONCEITO RACIAL NO BRASIL PRECONCEITO

Leia mais

PERFIL SÓCIO DEMOGRÁFICO PERFIL DEMOGRÁFICO:

PERFIL SÓCIO DEMOGRÁFICO PERFIL DEMOGRÁFICO: DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL PERFIL SÓCIO DEMOGRÁFICO PERFIL DEMOGRÁFICO: SEXO: 52 48 49 51 50 50 57 43 51% 49%..Masculino FAIXA ETÁRIA: 12% 18%..Feminino 27% 27 Branca Parda Preta

Leia mais

capítulo 8 Fontes de renda e percepções da aposentadoria

capítulo 8 Fontes de renda e percepções da aposentadoria capítulo Fontes de renda e percepções da aposentadoria _ NO BRASIL > vivências, desafios e expectativas na ª idade. Fontes de renda (Espontânea e múltipla, em %] POR SEXO Base: Amostras A+B A posentadoria

Leia mais

P185. O(A) sr.(a) tem ou já teve cota em banco? Base: Total da Amostra C

P185. O(A) sr.(a) tem ou já teve cota em banco? Base: Total da Amostra C DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL CONTA BANCÁRIA: (Espontânea e única, em %) 35% 44% 21% 51 Tem Não tem, mas já teve Nunca teve 39 40 41 36 34 43 21 28 20 24 23 Branca Parda Preta Indígena

Leia mais

Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social.

Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social. Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social. Estes dados são resultado de um processo participativo sem desenho amostral e cumprimento de cotas, cuja margem de erro

Leia mais

Construção do diagnóstico sobre a situação da mulher no mercado de trabalho de Natal

Construção do diagnóstico sobre a situação da mulher no mercado de trabalho de Natal Construção do diagnóstico sobre a situação da mulher no mercado de trabalho de Natal SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES (SEMUL) Objetivo Efetuar um diagnóstico situacional das

Leia mais

INDÍGENAS NO BRASIL. Perfil sócio-demográfico. Capítulo 1 DEMANDAS DOS POVOS E PERCEPÇÕES DA OPINIÃO PÚBLICA

INDÍGENAS NO BRASIL. Perfil sócio-demográfico. Capítulo 1 DEMANDAS DOS POVOS E PERCEPÇÕES DA OPINIÃO PÚBLICA Capítulo 1 Perfil sócio-demográfico [em %] INDÍGENAS NO BRASIL Base: Total da amostra A + B (2006) POP NAC MACRO REGIÕES Norte 7% Nordeste 27% Centro-oeste 7% Sudeste 43% Sul 15% NATUREZA E PORTE TOTAL

Leia mais

Vivências, desafios e expectativas na 3 a idade. maio de 2007

Vivências, desafios e expectativas na 3 a idade. maio de 2007 Idosos no Brasil Vivências, desafios e expectativas na 3 a idade maio de 00 nota metodológica Universo: população brasileira urbana adulta ( anos e mais), dividida em dois subuniversos, o da terceira idade

Leia mais

INDÍGENAS NO BRASIL DEMANDAS DOS POVOS E PERCEPÇÕES DA OPINIÃO PÚBLICA INDÍGENAS NO BRASIL DEMANDAS DOS POVOS E PERCEPÇÕES DA OPINIÃO PÚBLICA

INDÍGENAS NO BRASIL DEMANDAS DOS POVOS E PERCEPÇÕES DA OPINIÃO PÚBLICA INDÍGENAS NO BRASIL DEMANDAS DOS POVOS E PERCEPÇÕES DA OPINIÃO PÚBLICA DEMANDAS DOS POVOS E PERCEPÇÕES DA Módulo II Survey nacional Nota Metodológica Módulo I Amostra Quantitativa Universo: população brasileira adulta urbana e rural (16 anos e mais). Amostragem: probabilística

Leia mais

Perfil sócio-demográfico

Perfil sócio-demográfico Capítulo Perfil sócio-demográfico [em %] Macro regiões Norte Natureza e porte do Município 6 Centro-oeste 5 Sul 4 Sudeste Nordeste Onde viveu a maior parte da vida Na cidade No campo/ áreas rurais Meio

Leia mais

PROJETO Manifestações de Março/2015

PROJETO Manifestações de Março/2015 PROJETO Manifestações de Março/2015 NOTA METODOLÓGICA Tipo de pesquisa: Quantitativa, realizada face a face, com aplicação de questionário estruturado, de cerca de 10 minutos de duração, composto por questões

Leia mais

Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil. Pesquisa de opinião pública nacional

Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil. Pesquisa de opinião pública nacional Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil Pesquisa de opinião pública nacional P01*. Gostaria de saber se em sua cidade, os prédios públicos estão adaptados à suas necessidades como pessoa

Leia mais

Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil. Pesquisa de opinião pública nacional

Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil. Pesquisa de opinião pública nacional Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil Pesquisa de opinião pública nacional Metodologia A população considerada é a população de pessoas com deficiência, com 16 anos, cadastradas no Instituto

Leia mais

MULHER NO MERCADO DE TRABALHO

MULHER NO MERCADO DE TRABALHO MULHER NO MERCADO DE TRABALHO Tâmara Freitas Barros A mulher continua a ser discriminada no mercado de trabalho. Foi o que 53,2% dos moradores da Grande Vitória afirmaram em recente pesquisa da Futura,

Leia mais

Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil

Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil Condições de vida das pessoas com deficiência no Brasil Relatório de Pesquisa de Opinião Pública Nacional Metodologia Pesquisa de opinião pública tipo quantitativa Universo: Cadastro de pessoas do IBDD

Leia mais

Junho / 2014. Reformas políticas

Junho / 2014. Reformas políticas Junho / 2014 Reformas políticas Metodologia Metodologia AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO 2.125 pessoas foram entrevistadas, a partir de 16, de todos os níveis econômicos em todas as regiões do

Leia mais

QUADROS RESUMOS SÃO PAULO

QUADROS RESUMOS SÃO PAULO QUADROS RESUMOS SÃO PAULO Total de profissionais: 453.665 Enfermeiros: 105.438 Auxiliares e Técnicos de Enfermagem: 348.227 QUADRO RESUMO PERFIL SÓCIO ECONOMICO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM SÃO PAULO BLOCO

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

Linhagem de Sim 46,6 Enfermagem Fonte: Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil - 2013. FIOCRUZ/COFEN

Linhagem de Sim 46,6 Enfermagem Fonte: Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil - 2013. FIOCRUZ/COFEN 1 QUADRO RESUMO PERFIL SÓCIO ECONOMICO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM BRASIL BLOCO 1 Descrição (%) Distribuição por região Categoria profissional Sexo Faixa etária Fases de vida profissional Nacionalidade Município

Leia mais

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DO DISTRITO FEDERAL Novembro de 2010 OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO E O ACESSO AO SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA Em comemoração ao Dia da Consciência Negra

Leia mais

População brasileira Música - Internet Propaganda. Outubro/ 2007

População brasileira Música - Internet Propaganda. Outubro/ 2007 População brasileira Música - Internet Propaganda Outubro/ 00 Objetivo Este estudo têm como objetivo identificar entre a população brasileira os seguintes aspectos: Música estilo musical mais ouvido; Internet

Leia mais

Pesquisa de Orçamento Doméstico

Pesquisa de Orçamento Doméstico Fonte: Sistema Fecomércio MG EE A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos correntes e financeiros. A falta de planejamento,

Leia mais

Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades

Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades 1 Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades A Comissão Nacional da Questão da Mulher Trabalhadora da CUT existe desde 1986. Neste período houve muitos avanços na organização das

Leia mais

Melhora nos indicadores da presença feminina no mercado de trabalho não elimina desigualdades

Melhora nos indicadores da presença feminina no mercado de trabalho não elimina desigualdades A INSERÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO DE PORTO ALEGRE NOS ANOS 2000 Boletim Especial: Dia Internacional das Mulheres MARÇO/2010 Melhora nos indicadores da presença feminina no mercado de trabalho

Leia mais

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 1 Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 2013 Índice 2 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O MERCADO DE PLANO DE SAÚDE PERFIL

Leia mais

Figura 2 Pirâmide etária em percentual - Goiás, 2013.

Figura 2 Pirâmide etária em percentual - Goiás, 2013. PNAD 2013: Uma análise para o Estado de A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2013, realizada anualmente pelo Instituto eiro de Geografia e Estatística (IBGE), é dividida em duas partes,

Leia mais

www.fecomercio-rj.org.br [ 1 ]

www.fecomercio-rj.org.br [ 1 ] www.fecomercio-rj.org.br [ 1 ] A SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL 16 de abril de 2008 [ 2 ] (1 MENÇÃO) - SG1) Na sua opinião, quem tem mais responsabilidade pelo combate à criminalidade e violência contra as

Leia mais

A INSERÇÃO DOS NEGROS NOS MERCADOS DE TRABALHO METROPOLITANOS

A INSERÇÃO DOS NEGROS NOS MERCADOS DE TRABALHO METROPOLITANOS OS NEGROS NOS MERCADOS DE TRABALHO METROPOLITANOS NOVEMBRO DE 2013 A INSERÇÃO DOS NEGROS NOS MERCADOS DE TRABALHO METROPOLITANOS A sociedade brasileira comemora, no próximo dia 20 de novembro, o Dia da

Leia mais

Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis. Agosto de 2015

Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis. Agosto de 2015 Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis Agosto de 2015 2 A Lei nº 15.374 de 2011 proíbe a disponibilização de sacolas plásticas descartáveis nos estabelecimentos comerciais

Leia mais

O EMPREGO DOMÉSTICO. Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Região Metropolitana de São Paulo. Abril 2007

O EMPREGO DOMÉSTICO. Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Região Metropolitana de São Paulo. Abril 2007 O EMPREGO DOMÉSTICO Boletim especial sobre o mercado de trabalho feminino na Abril 2007 Perfil de um emprego que responde por 17,7% do total da ocupação feminina e tem 95,9% de seus postos de trabalho

Leia mais

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012 Pesquisa Quantitativa Plastivida Setembro de 2012 objetivo geral Verificar a opinião da população de Belo Horizonte acerca da retirada das sacolas plásticas dos estabelecimentos comerciais da cidade e

Leia mais

Intenção de voto para presidente da República PO813749. www.datafolha.com.br

Intenção de voto para presidente da República PO813749. www.datafolha.com.br Intenção de voto para presidente da República PO813749 01 e 02/07/2014 INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE JULHO DE 2014 EM MÊS MARCADO POR COPA, DILMA RECUPERA PREFERÊNCIA DE ELEITORES Queda nos votos em

Leia mais

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião

Família. Escola. Trabalho e vida econômica. Vida Comunitária e Religião Família Qual era a profissão dos seus pais? Como eles conciliavam trabalho e família? Como era a vida de vocês: muito apertada, mais ou menos, ou viviam com folga? Fale mais sobre isso. Seus pais estudaram

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO

QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO QUESTIONÁRIO SOCIO-ECONÔMICO SAE/Nº. Nome: Nº. de matrícula: Curso: Endereço: Contato: Fone Fixo ( ) Celular ( ) E-mail: PREZADO (A) ALUNO (A) ESTE QUESTIONÁRIO TEM COMO OBJETIVO CONHECER OS ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA. Janeiro/2015

Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA. Janeiro/2015 Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA Janeiro/2015 OBJETIVOS Objetivo Principal: Esta estudo teve como objetivo principal verificar e quantificar a opinião pública brasileira quanto ao tema Segurança

Leia mais

01 REGIÃO METROPOLITANA 03 ENDEREÇO

01 REGIÃO METROPOLITANA 03 ENDEREÇO IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento Gerência de Pesquisa Mensal PESQUISA MENSAL DE EMPREGO PME 1.0 QUESTIONÁRIO DE MÃO-DE-OBRA

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS JULHO DE 2013 JOB2726-8 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Trata-se de uma pesquisa de acompanhamento da opinião pública

Leia mais

Aprovado pela Resolução nº. 022/2011 do Conselho Superior/IFMA EDITAL N 89 / 2014

Aprovado pela Resolução nº. 022/2011 do Conselho Superior/IFMA EDITAL N 89 / 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO AO ENSINO NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO SELEÇÃO PARA O PROJETO AUXÍLIO TRANPORTE/2014.2

Leia mais

DISCRIMINAÇÃO RACIAL PRECONCEITO DE COR NO BRASIL

DISCRIMINAÇÃO RACIAL PRECONCEITO DE COR NO BRASIL DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL Fundação Perseu Abramo Fundação Rosa Luxemburgo DISCRIMINAÇÃO RACIAL E PRECONCEITO DE COR NO BRASIL CONTATO COM MORTE VIOLENTA: (Espontânea e única,

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS MARÇO DE 2014 JOB0402 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Avaliar a atual administração do município de Acopiara. Acopiara

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Maio/ 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO. Em alusão ao Dia da Consciência Negra

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO. Em alusão ao Dia da Consciência Negra OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE Novembro de 2010 OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO E O ACESSO AO SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA Em alusão ao Dia da

Leia mais

Ano 3 Nº 37 Novembro de 2007. Escolaridade e Trabalho: desafios para a população negra nos mercados de trabalho metropolitanos

Ano 3 Nº 37 Novembro de 2007. Escolaridade e Trabalho: desafios para a população negra nos mercados de trabalho metropolitanos Ano 3 Nº 37 Novembro de 2007 Escolaridade e Trabalho: desafios para a população negra nos mercados de trabalho metropolitanos Escolaridade e Trabalho: desafios para a população negra nos mercados de trabalho

Leia mais

Caro aluno preencha TODO o formulário e APRESENTE A DOCUMENTAÇÃO solicitada, para que não haja prejuízo na avaliação de seu pedido.

Caro aluno preencha TODO o formulário e APRESENTE A DOCUMENTAÇÃO solicitada, para que não haja prejuízo na avaliação de seu pedido. FOTO 3X4 CAMPUS SOUSA COORDENAÇÃO GERAL DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO/SERVIÇO SOCIAL QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO Caro aluno preencha TODO o formulário e APRESENTE A DOCUMENTAÇÃO solicitada, para que não haja

Leia mais

Recursos Humanos para a Assistência Domiciliar: risco de apagão?

Recursos Humanos para a Assistência Domiciliar: risco de apagão? Recursos Humanos para a Assistência Domiciliar: Formação e Qualificação, há h risco de apagão? Serviços de Atenção Domiciliar Einstein Perfil da Assistência Domiciliar Hoje Aumento das condições crônicas

Leia mais

Fundação Rosa Luxemburgo. Fundação Perseu Abramo

Fundação Rosa Luxemburgo. Fundação Perseu Abramo Fundação Rosa Luxemburgo Fundação Perseu Abramo OBJETIVOS GERAIS - Investigar a percepção do preconceito de cor e experiências de discriminação racial institucional, em busca de novos subsídios para políticas

Leia mais

O Amarelinho mantém liderança

O Amarelinho mantém liderança Mídia Kit O CAMPEÃO DAS BANCAS! O melhor jornal de empregos mídia exclusiva Empregos, estágios, cursos e concursos Páginas 6, 7 e 8 perfil do leitor Instituto define quem é o leitor do Amarelinho Página

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS ANEXO IV

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS ANEXO IV ANEXO IV DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA OS CANDIDATOS APROVADOS PELA RESERVA DE VAGAS LEI 12.711 1. Não será aceita documentação incompleta. a) Modalidade 1 Reserva de Vagas: Escola Pública, Cor/Etnia e Renda

Leia mais

NOME DO FUNCIONÁRIO: EMPRESA CONTRATANTE: Solicitamos providenciar os seguintes documentos e informações:

NOME DO FUNCIONÁRIO: EMPRESA CONTRATANTE: Solicitamos providenciar os seguintes documentos e informações: Calçada das Violetas, 14 CEP: 06453-003 - Alphaville/Barueri SP Fone / Fax: (011) 4688-1560 e-mail: mattar@mattar.com.br Site: www.mattar.com.br NOME DO FUNCIONÁRIO: EMPRESA CONTRATANTE: Solicitamos providenciar

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Uf 3 8 V040 Número de controle (1) Ncs Nº de sequencia (1)

Uf 3 8 V040 Número de controle (1) Ncs Nº de sequencia (1) PARTE 1 - IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE 26 Recife 29 Salvador 1 2 V035 RM 31 Belo Horizonte 33 Rio de Janeiro 35 São Paulo 43 Porto Alegre (2) Uf 3 8 V040 Número de controle (1) (4) Ncs Nº de sequencia (1)

Leia mais

Simon Schwartzman. A evolução da educação superior no Brasil diferenças de nível, gênero e idade.

Simon Schwartzman. A evolução da educação superior no Brasil diferenças de nível, gênero e idade. A educação de nível superior superior no Censo de 2010 Simon Schwartzman (julho de 2012) A evolução da educação superior no Brasil diferenças de nível, gênero e idade. Segundo os dados mais recentes, o

Leia mais

N : PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Entrevistador: Nome do entrevistado: (xx)xxxxxxxx. Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2.

N : PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Entrevistador: Nome do entrevistado: (xx)xxxxxxxx. Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2. Entrevistador: Nome do entrevistado: Telefone: (xx)xxxxxxxx N : Endereço: Cidade: Situação do domicílio: 1.Urbano 2.Rural Estado: AC AP DF MA MT PE RJ RR SE AL BA ES MG PA PI RN RS SP AM CE GO MS PB PR

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUAÇU ESTADO DE GOIÁS PODER EXECUTIVO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO CNPJ 01.219.807/0001-82

PREFEITURA MUNICIPAL DE URUAÇU ESTADO DE GOIÁS PODER EXECUTIVO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO CNPJ 01.219.807/0001-82 Lei nº 1.591/2010 Altera a Lei Municipal 1.313/205, Cria a Coordenadoria Especial de Políticas para Mulheres, Cria a Coordenadoria Especial de Promoção da Igualdade Racial, e dá outras providências. O

Leia mais

Documentação necessária para inscrição no Programa de Bolsa Permanência

Documentação necessária para inscrição no Programa de Bolsa Permanência Ministério da Educação Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - UNILAB Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Estudantis - PROPAE Coordenação de Políticas Estudantis COEST

Leia mais

Manutenção das desigualdades nas condições de inserção

Manutenção das desigualdades nas condições de inserção A INSERÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE MARÇO 2014 Manutenção das desigualdades nas condições de inserção De maneira geral, as mulheres enfrentam grandes dificuldades

Leia mais

Análise de Endividamento do Consumidor

Análise de Endividamento do Consumidor Belo Horizonte - 2015 A Análise Mensal do Endividamento do Consumidor traça o quadro de endividamento e inadimplência dos consumidores da capital. Essas informações são importantes porque englobam dados

Leia mais

Dinamismo do mercado de trabalho eleva a formalização das relações de trabalho de homens e mulheres, mas a desigualdade persiste

Dinamismo do mercado de trabalho eleva a formalização das relações de trabalho de homens e mulheres, mas a desigualdade persiste Dinamismo do mercado de trabalho eleva a formalização das relações de trabalho de homens e mulheres, mas a desigualdade persiste Introdução De maneira geral, as mulheres enfrentam grandes dificuldades

Leia mais

22/6/2014 - das 14h às 18h. Número de identidade Órgão expedidor Número da inscrição LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

22/6/2014 - das 14h às 18h. Número de identidade Órgão expedidor Número da inscrição LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. UNITINS CONCURSO PÚBLICO N 001/2014 NÍVEL SUPERIOR COMISSÃO DE CONCURSO E SELEÇÃO REDAÇÃO 22/6/2014 - das 14h às 18h Número de identidade Órgão expedidor Número da inscrição LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES

Leia mais

Jus>fica>va. Obje>vos

Jus>fica>va. Obje>vos Jus>fica>va O Brasil está entre os dez maiores emissores de gases de efeito estufa do mundo e a cada ano os brasileiros de Norte a Sul do país são mais afetados pelas consequências das mudanças climá>cas

Leia mais

Atitudes pela Educação Novembro de 2014

Atitudes pela Educação Novembro de 2014 Atitudes pela Educação Novembro de 2014 Realização: Instituto Paulo Montenegro IBOPE Inteligência Parceiros da pesquisa: Todos Pela Educação Fundação Itaú Social Fundação Maria Cecília Souto Vidigal Fundação

Leia mais

Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009

Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009 Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009 1 Recortes por região e renda familiar 2 Pertencimento à cidade de São Paulo Numa escala de 1 a, em que 1 significa que para você a cidade

Leia mais

Questionário Socioeconômico para Seleção de Programas de Assistência Estudantil

Questionário Socioeconômico para Seleção de Programas de Assistência Estudantil Questionário Socioeconômico para Seleção de Programas de Assistência Estudantil Universidade Federal de Viçosa Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários 1 - SOLICITAÇÃO Serviço de Moradia Serviço de Alimentação

Leia mais

Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais.

Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Espírito Santo Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais.!"#$& "' "" ""() *'+#',- &',,,."/ "0112 *"#/3'""45'6'" ')$'"+789#&' &'&*"#" *"',01.

Leia mais

O Programa de Fortalecimento Institucional para a Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego - GRPE

O Programa de Fortalecimento Institucional para a Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego - GRPE O Programa de Fortalecimento Institucional para a Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego - GRPE Marcia Vasconcelos - OIT Reunión de Especialistas Género, Probreza, Raza,

Leia mais

Seminário Mercer Resultados da Pesquisa junto aos Aposentados da Previdência Complementar (1.551 respondentes)

Seminário Mercer Resultados da Pesquisa junto aos Aposentados da Previdência Complementar (1.551 respondentes) Seminário Mercer Resultados da Pesquisa junto aos Aposentados da Previdência Complementar (1.551 respondentes) 22 DE MAIO DE 2014 Mercer São Paulo Renda familiar Idade Até R$ 4.160,00 Idade Entre R$ 4.160,00

Leia mais

www.senado.leg.br/datasenado

www.senado.leg.br/datasenado www.senado.leg.br/datasenado Lei Maria da Penha completa 9 Promulgada em 2006, a Lei Maria da Penha busca garantir direitos da mulher, além da prevenção e punição de casos de violência doméstica e familiar.

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL Relatório Analítico PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL PESQUISA SOBRE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER DATASENADO SECS PESQUISA SOBRE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER Há dois anos, o DataSenado

Leia mais

A Aposentadoria Mercado e Seguro o Papel da Auto Previdência

A Aposentadoria Mercado e Seguro o Papel da Auto Previdência A Aposentadoria Mercado e Seguro o Papel da Auto Previdência Agenda Prioridades Financeiras 1 Presença da Aposentadoria Hoje Quando Parar Definitivamente A Previdência Social Composição Estimada da Renda

Leia mais

Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas

Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas As empresas Sampling Pesquisa de Mercado e Limite Pesquisa de Marketing saíram às ruas em Junho e Julho de 2005 para saber qual o sonho de consumo dos Paulistas.

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Indicadores CNI RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Previdência 20 Maioria dos brasileiros apoia mudanças na previdência Sete em cada dez brasileiros reconhecem que o sistema previdenciário brasileiro apresenta

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Anais. III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva. Ações Inclusivas de Sucesso Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Anais III Seminário Internacional Sociedade Inclusiva Ações Inclusivas de Sucesso Belo Horizonte 24 a 28 de maio de 2004 Realização: Pró-reitoria de Extensão

Leia mais

Pesquisa revela o maior medo dos paulistas.

Pesquisa revela o maior medo dos paulistas. Pesquisa revela o maior medo dos paulistas. Pesquisa analisou o maior medo dos paulistas de acordo com seu sexo, faixa etária, estado civil, escolaridade, renda, ocupação e também por região. De acordo

Leia mais

SIPS. Paulo Corbucci

SIPS. Paulo Corbucci SIPS Educação Paulo Corbucci Brasília lia,, 28 de fevereiro de 2011 SOBRE O SIPS O Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS), elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), é uma

Leia mais

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO CRECHE CAROCHINHA

FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO CRECHE CAROCHINHA PUSP-RP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Prefeitura do Campus USP Ribeirão Preto Seção de Atendimento Social FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO CRECHE CAROCHINHA ALUNO DE GRADUAÇÃO P.G. MESTRADO DOUTORADO Unidade/Curso:

Leia mais

METODOLOGIA & PERFIL

METODOLOGIA & PERFIL Maio2010 JOB 100283 METODOLOGIA & PERFIL Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Levantar um conjunto de informações

Leia mais

SANTO ANTÔNIO ENERGIA SA

SANTO ANTÔNIO ENERGIA SA Pesquisador (apresente-se): Data: / / Setor censitário: Questionário: IDENTIFICAÇÃO DO RESPONSÁVEL PELO DOMICÍLIO E DO ENTREVISTADO. Nome do responsável pela família: Telefone fixo: Telefone celular:.

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Consumidor Expectativas para o Natal 2014

Pesquisa de Opinião do Consumidor Expectativas para o Natal 2014 A área de Estudos Econômicos do Sistema Fecomércio MG realizou esta pesquisa com o objetivo de traçar um quadro sobre o possível comportamento do consumidor no Natal 2014. Trata-se de um instrumento capaz

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

-Bolsa Moradia Consiste na concessão de recurso financeiro para custear despesas de moradia, aos

-Bolsa Moradia Consiste na concessão de recurso financeiro para custear despesas de moradia, aos UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - UFV Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários - PCD Serviço de Bolsa - SBO LEIA ATENTAMENTE ANTES DE PREENCHER O FORMULÁRIO As Bolsas e Serviços são concedidos pela UFV, por

Leia mais

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Novembro 2013 OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO O mercado de trabalho em 2012 Dia Nacional da Consciência Negra A rota de redução de desigualdades na RMSP O crescimento

Leia mais

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões OBJETIVOS CONSULTAR A OPINIÃO DOS BRASILEIROS SOBRE A SAÚDE NO PAÍS, INVESTIGANDO A SATISFAÇÃO COM SERVIÇOS PÚBLICO E PRIVADO, ASSIM COMO HÁBITOS DE SAÚDE PESSOAL E DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS METODOLOGIA

Leia mais

Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 Maiores Empresas do Brasil e Suas Ações Afirmativas - 2010

Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 Maiores Empresas do Brasil e Suas Ações Afirmativas - 2010 Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 Maiores Empresas do Brasil e Suas Ações Afirmativas - 1 2 Objetivos & Metodologia Objetivo Levantar o perfil social, racial e sexo do quadro de funcionários das

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - AUXILIO TRANSPORTE APROVADO PELA RESOLUÇÃO N.º 022/2011 DO CONSELHO SUPERIOR/IFMA

PROCESSO SELETIVO PARA A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - AUXILIO TRANSPORTE APROVADO PELA RESOLUÇÃO N.º 022/2011 DO CONSELHO SUPERIOR/IFMA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO CAMPUS ALCÂNTARA NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO PROCESSO SELETIVO PARA

Leia mais

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2011 Rio de Janeiro, 21/09/2012 1 Abrangência nacional Temas investigados: Características Características gerais dos moradores Educação Migração Trabalho

Leia mais

PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2007 O MERCADO DE TRABALHO SOB A ÓPTICA DA RAÇA/COR Os dados da Pesquisa de Emprego e Desemprego permitem diversos tipos de detalhamento

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO FINALIDADE DA INSCRIÇÃO (DESCRIÇÃO DAS MODALIDADES NO EDITAL)

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO FINALIDADE DA INSCRIÇÃO (DESCRIÇÃO DAS MODALIDADES NO EDITAL) Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO Campus Itapetininga PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO FINALIDADE DA

Leia mais

UENF Universidade Estadual Do Norte Fluminense. Autora: Aline Viana de Souza

UENF Universidade Estadual Do Norte Fluminense. Autora: Aline Viana de Souza UENF Universidade Estadual Do Norte Fluminense Autora: Aline Viana de Souza O presente trabalho, através da pesquisa realizada com os catadores, tanto de rua como do aterro controlado do município de Campos

Leia mais

ESTUDO TEMÁTICO SOBRE O PERFIL DOS BENEFICIÁRIOS DO PROGRAMA CAPACITAÇÃO OCUPACIONAL NO MUNICÍPIO DE OSASCO

ESTUDO TEMÁTICO SOBRE O PERFIL DOS BENEFICIÁRIOS DO PROGRAMA CAPACITAÇÃO OCUPACIONAL NO MUNICÍPIO DE OSASCO PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO, TRABALHO E INCLUSÃO (SDTI) DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS (DIEESE) PROGRAMA OSASCO DIGITAL OBSERVATÓRIO

Leia mais

METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais.

METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais. METODOLOGIA METODOLOGIA AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO 2.085 pessoas foram entrevistadas, a partir de 16 anos, de todos os níveis econômicos em todas as regiões do país. As entrevistas foram

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UFMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO UFMA CADASTRO SOCIOECONÔMICO DO ESTUDANTE PARA SOLICITAÇÃO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL. ANO 1. DADOS DO ESTUDANTE Nome: Curso: Código/ Matrícula: Campus: Ano de ingresso: Período: Turno: ( ) Matutino ( ) Vespertino

Leia mais

Não discriminação e igualdade de oportunidades: elementos centrais da Agenda do Trabalho Decente

Não discriminação e igualdade de oportunidades: elementos centrais da Agenda do Trabalho Decente Não discriminação e igualdade de oportunidades: elementos centrais da Agenda do Trabalho Decente Laís Abramo Socióloga, Mestre e Doutora em Sociologia Diretora Escritório da OIT no Brasil Brasília, 3 de

Leia mais

Emprego doméstico na Região Metropolitana de Porto Alegre em 2013

Emprego doméstico na Região Metropolitana de Porto Alegre em 2013 EMPREGO DOMÉSTICO NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE PORTO ALEGRE ABRIL 2014 Emprego doméstico na Região Metropolitana de Porto Alegre em Em, diminuiu o número de empregadas domésticas na

Leia mais

mhtml:file://e:\economia\ibge Síntese de Indicadores Sociais 2010.mht

mhtml:file://e:\economia\ibge Síntese de Indicadores Sociais 2010.mht Page 1 of 7 Comunicação Social 17 de setembro de 2010 Síntese de Indicadores Sociais 2010 SIS 2010: Mulheres mais escolarizadas são mães mais tarde e têm menos filhos Embora abaixo do nível de reposição

Leia mais

CAMPANHA INSTINTO DE VIDA Redução de homicídios ABRIL 2017

CAMPANHA INSTINTO DE VIDA Redução de homicídios ABRIL 2017 CAMPANHA INSTINTO DE VIDA Redução de homicídios ABRIL 07 Metodologia Técnica Pesquisa quantitativa, com abordagem pessoal dos entrevistados em pontos de fluxo populacionais. As entrevistas foram realizadas

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO)

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO) DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA PARA GRUPO FAMILIAR (TODOS RESIDENTES COM O CANDIDATO) - Requerimento de bolsa feito pelo site ( Via da Instituição) + Protocolo preenchido e assinado; - RG

Leia mais

Pesquisa IBOPE Ambiental. Setembro de 2011

Pesquisa IBOPE Ambiental. Setembro de 2011 Pesquisa IBOPE Ambiental Setembro de 2011 Com quem falamos? Metodologia & Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas telefônicas. Objetivo geral Identificar

Leia mais

Desigualdade Racial e políticas públicas no Brasil

Desigualdade Racial e políticas públicas no Brasil Desigualdade Racial e políticas públicas no Brasil Documento para a Audiência Pública sobre as políticas de ação afirmativa de acesso ao ensino superior- STF Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada

Leia mais