A SATISFAÇÃO NO TRABALHO: Um estudo com os Servidores Públicos Estaduais do Poder Judiciário de Catuípe -RS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A SATISFAÇÃO NO TRABALHO: Um estudo com os Servidores Públicos Estaduais do Poder Judiciário de Catuípe -RS"

Transcrição

1 1 UNIJUÍ - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul DACEC - Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação. Curso de Administração A SATISFAÇÃO NO TRABALHO: Um estudo com os Servidores Públicos Estaduais do Poder Judiciário de Catuípe -RS Documento Sistematizador do TCC Rosana Cristina Zambon Tonetto Orientadora: Prof. Ms. Maira Fátima Pizolotto Ijuí, RS, 2013

2 2 AGRADECIMENTOS Primeiramente a Deus, pois se não fosse por ele eu não estaria aqui hoje, está sempre presente em minha vida, guiando e iluminando meu caminho. Aos meus pais amados, Jandir Telmo Tonetto e Maria de Lourdes Zambon Tonetto, que foram sempre meu porto seguro, fizeram de tudo pra me fazer feliz, sempre estiveram ao meu lado, me dando carinho e atenção. Apoiaram-me nas minhas decisões e estarão para sempre em meu coração. Ao meu irmão Rodrigo, por fazer parte da minha vida pela sua preocupação e carinho por mim. Dedico a vocês esta minha conquista. Obrigada por tudo! Agradeço também aos professores que estiveram presentes ao decorrer da minha formação acadêmica e a minha orientadora Mestre Maira F. Pizolotto, por estar sempre presente auxiliando no decorrer do trabalho e demonstrando interesse em me ajudar. Aos colegas da faculdade que adquiri no decorrer do curso, que se tornaram grandes amigos, companheiros de trabalho, os quais estarão sempre presentes em minha vida.

3 3 RESUMO EXPANDIDO Um estudo com os Servidores Públicos Estaduais do Poder Judiciário de Catuípe RS¹ Rosana Cristina Zambon Tonetto²; Profª. Ms Maira Fátima Pizolotto ³ ¹Documento Sistematizador do Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Administração. ²Aluna do curso de Graduação em Administração da UNIJUÍ, ³Professora Mestre e Orientadora, DACEC UNIJUÍ, Resumo: O presente estudo consiste no Trabalho de Conclusão de Curso de Administração da Unijuí, com o tema sendo a satisfação no trabalho dos Servidores Públicos do Poder Judiciário de Catuípe-RS. Teve como objetivo geral do trabalho identificar o nível de satisfação no trabalho dos Servidores Públicos Estaduais da Comarca de Catuípe, Rio Grande do Sul, apresentando sugestões de melhorias se necessário. A classificação da pesquisa quanto aos fins foi exploratória e descritiva, quanto aos meios foi bibliográfica, documental, de levantamento, estudo de caso e de campo. Para a coleta de dados foram utilizados os instrumentos como questionários e entrevista. Os questionários foram entregues aos servidores do poder judiciário e a entrevista foi realizada com a Dr. Juíza gestora desta comarca. A análise e interpretação dos dados se deram de forma quantitativa e qualitativa. A sustentação teórica se deu através dos temas Poder Judiciário no Rio Grande do Sul, gestão de pessoas e satisfação no trabalho. O diagnóstico e análise dos resultados apresenta o Poder Judiciário da comarca de Catuípe-RS, perfil dos participantes, em seguida trata do tema satisfação no trabalho e as cinco dimensões trabalhadas por Siqueira (2008): satisfação com os colegas, satisfação com o salário, satisfação com a chefia, satisfação com a natureza do trabalho e com as promoções. Por fim a conclusão com a análise dos índices e recomemdações. Palavra- chave: Satisfação no trabalho. Gestão de pessoas. Poder Judiciário. Introdução: Perceber o que de fato é importante para que os colaboradores se encontrem satisfeitos no trabalho é de suma importância para uma organização. Ver como a gestora percebe também essa satisfação de seus servidores e analisar as possíveis fontes de insatisfação que poderiam ser melhoradas. Para Spector (2002), a satisfação pode ser medida através do desempenho de cada colaborador, percebendo que as pessoas que gostam de seu trabalho o desempenharam com maior dedicação, isto resultando em satisfação. Conforme Siqueira (2008), investigar essa satisfação significa avaliar como os retornos fornecidos pela organização sendo em forma de salários e promoções, a convivência com os colegas e as chefias, as realizações das tarefas, proporcionam ao colaborador sentimentos gratificantes. A partir disso foi realizado este estudo para diagnosticar a satisfação no trabalho dos colaboradores do poder Judiciário de Catuípe, a partir das cinco dimensões estudadas por Siqueira (2008): salário, colegas de trabalho, chefia, promoções e natureza trabalho. Verificar como a gestora percebe a satisfação no trabalho dos servidores. Metodologia: este estudo classificou-se como sendo de natureza aplicada, quanto à abordagem trata-se de uma pesquisa quantitativa e qualitativa. Quanto aos objetivos exploratória e descritiva, também quanto aos procedimentos técnicos se trata de uma

4 4 pesquisa bibliográfica, documental, de levantamento, de estudo de campo e estudo de caso. A coleta de dados foi realizada através da aplicação de uma entrevista com a gestora, utilizando o modelo adaptado por Kinalski (2010), e questionários para os 08 colaboradores utilizando o modelo de Siqueira (2008). A pesquisa teve por base as cinco dimensões trabalhadas por Siqueira (2008): satisfação com os colegas, com o salário, com a chefia, natureza do trabalho e promoções. Resultado e discussão: com base nas análises dos dados, foi possível observar que a gestora percebe que os servidores estão satisfeitos em relação aos colegas de trabalho. Em relação ao salário a gestora acredita que os servidores estão insatisfeitos. Em relação à chefia, a gestora acredita que os servidores estão satisfeitos. Em relação à natureza do trabalho a gestora acredita que os servidores estão indiferentes. Em relação à última dimensão estudada a gestora percebe que os servidores encontram-se insatisfeitos com as promoções. Os colaboradores em relação à satisfação com os colegas estão 100% satisfeitos. Na segunda dimensão referente à satisfação com o salário houve 47,50% de insatisfação, 12,50% de indiferença e 40,00% de satisfação. Com relação à terceira dimensão que é a satisfação com a chefia houve 100% de satisfação. A quarta dimensão estudada que é em relação à natureza do trabalho, apresentou 15,00% de insatisfação e 85,00% de satisfação. Em relação a ultima dimensão estudada referente a satisfação com as promoções, houve 72,50% de insatisfação, 25,00% de indiferença e 2,50% de satisfação. Conclusão: perante essas análises, pode-se concluir que os objetivos do estudo foram alcançados, os principais índices que causam preocupação à organização ficaram com as dimensões satisfação com o salário, satisfação com a natureza do trabalho e promoções. As demais dimensões apresentaram índices bons em relação à satisfação. Em relação à dimensão satisfação com o salário, a natureza do trabalho e as promoções foi proposto que quando houvesse essas paralisações que todos os servidores optassem por parar, pois não há união em relação a essas paralisações. Com isso o Tribunal fica pressionado somente por parte dos servidores, assim não cumpre com os reajustes que os servidores buscam. Quando há as reuniões através do sindicato para essas paralisações também teria que haver maior participação dos representantes do sindicato nas comarcas. Este estudo foi de uma grande importância para a organização, pois através deste pode-se perceber como cada servidor se sente em relação a cada dimensão trabalhada por Siqueira (2008), sendo assim pode-se também identificar as dimensões que apresentaram maiores índices de insatisfação,onde os servidores ficaram mais atentos as reivindicações que eles buscam junto ao Tribunal. Referências Bibliográficas FAGANELLO, Fabrina. Satisfação no trabalho: um estudo na empresa Digal Pneus de Santo Ângelo-RS. Documento sistematizador do TCC. Ijui, SIQUEIRA, M. M. M. Medidas do comportamento organizacional. Satisfação no trabalho. São Paulo: Artmed, SPECTOR, Paul E. Psicologia nas organizações. São Paulo: Saraiva, 2002.

5 5 LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 01: Alguns elementos relacionados à satisfação pessoal...21 Quadro 01- Dimensões e definições de satisfação...22 Quadro 02- Gênero dos servidores...30 Quadro 03- Faixa etária dos servidores...31 Quadro 04 - Estado civil dos servidores...31 Quadro 05- Se os servidores tem filhos...31 Quadro 06- Tempo de serviço de cada servidor...32 Quadro 07- Área de formação dos servidores...32 Quadro 08- Cargo que exerce cada servidor...32 Quadro 09: Satisfação com colegas...34 Quadro 10: Satisfação com o salário Quadro 11: Satisfação com a chefia...40 Quadro 12: Satisfação com a natureza do trabalho...42 Quadro 13: Satisfação com as promoções...44

6 6 SUMÁRIO INTRODUÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO DO ESTUDO Apresentação do Tema Formulação do Problema Objetivos Justificativas REFERENCIAL TEÓRICO Poder Judiciário no Rio Grande do Sul Gestão de pessoas Satisfação no trabalho METODOLOGIA Classificação da pesquisa Sujeitos da pesquisa e Universo amostral Coleta de dados Análise e interpretação dos dados DIAGNÓSTICO E ANÁLISE DOS RESULTADOS Poder Judiciário da Comarca de Catuípe - RS Perfil dos participantes A satisfação no trabalho Satisfação com colegas Satisfação com salário Satisfação com a chefia Satisfação com a natureza do trabalho Satisfação com promoções...43

7 7 CONCLUSÃO...47 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS...49 ANEXOS...51 APÊNDICES...55

8 8 INTRODUÇÃO Estamos numa época em que as mudanças são inevitáveis nas organizações, sendo elas tecnológicas, econômicas, mas elas não nos garantem o sucesso na organização, pois as empresas se adaptam rapidamente a essas novas tecnologias, esses novos parâmetros de como atingir o sucesso. Ou seja, o diferencial competitivo está relacionado ao capital humano, essa é a jogada de sucesso dos novos empreendedores, investir nos seus colaboradores, para que estes possam lhe dar o retorno de um trabalho de maior qualidade. A política de gestão de pessoas nas empresas pode ser avaliada como peça chave para o sucesso das relações com os indivíduos. Ela compõe, portanto, um elemento formal importante, uma vez que pode afetar as expectativas e percepções dos indivíduos sobre as suas relações com a organização, influenciando sua motivação e atitudes com relação aos projetos de inovação. No Rio Grande do Sul, percebe-se no poder Judiciário, que o número de processos por Comarca vem aumentando significativamente, fato que vem sendo noticiado pela mídia, isto faz com que os servidores do judiciário tenham que trabalhar mais o seu lado de se organizar, e mantendo a qualidade dos serviços prestados pela sua comarca. Observa-se que o fator humano tanto no poder judiciário quanto em qualquer outra empresa é algo indispensável para garantir a eficácia de seus serviços. O presente trabalho de conclusão de curso tem como objetivo diagnosticar a satisfação no trabalho dos servidores públicos estaduais do Poder Judiciário de Catuípe. Este se encontra dividido em quatro capítulos. O primeiro capítulo é a contextualização do estudo, que é dividida entre a apresentação do tema, formulação do problema do estudo, os objetivos alcançados e as justificativas para a realização desta pesquisa. O segundo capítulo fala sobre o referencial teórico, que se limitou a falar sobre a história do poder judiciário no Rio Grande do Sul, a gestão de pessoas, uma abordagem conceitual sobre trabalho e satisfação no trabalho. O terceiro capítulo trás a metodologia usada na pesquisa, que está dividida em classificação da pesquisa, sujeitos da pesquisa e universo amostral, coleta de dados, análise e interpretação dos dados.

9 9 O quarto capítulo trás o diagnóstico e a análise dos resultados, que se divide em caracterização da organização, caracterização dos participantes da pesquisa, a satisfação no trabalho na organização Poder Judiciário de Catuípe, esta satisfação foi analisada em cinco dimensões. Por fim apresenta-se a conclusão juntamente com a bibliografia, o anexo, e o apêndice.

10 10 1 CONTEXTUALIZAÇÃO DO ESTUDO A contextualização do estudo do projeto apresenta o tema que foi estudado, o problema em questão, a justificativa e os objetivos a serem alcançados com a análise da organização. 1.1 Apresentação do tema Com a globalização da economia, por maiores que sejam as inovações tecnológicas conquistadas, elas por si só, não são garantias de sucesso, pois podem ser rapidamente incorporadas por outras empresas. O diferencial competitivo das empresas está, cada vez mais, no aspecto humano, fazendo com que as organizações passem por grandes transformações no que diz respeito à gestão de pessoas. A gestão de pessoas por sua vez visa à cooperação das pessoas que atuam nas organizações para assim alcançarem os objetivos tanto da empresa quanto individuais. A gestão de pessoas nessa fase de constantes mudanças que estamos vivenciando está focada para o ser humano, o capital humano das organizações está em alta. Essa nova gestão de pessoas que trata a valorização de seu colaborador, pode ser medida através de escalas que medem a satisfação no trabalho. Conforme Siqueira (2008), a satisfação no trabalho representa o quanto o indivíduo que trabalha na organização vivencia momentos prazerosos dentro da empresa. Sendo assim, é necessário trabalhar com as cinco dimensões, pois cada uma delas correspondem a origem de experiências prazerosas. Portanto, estudar e analisar a satisfação no trabalho significa avaliar o quanto as propostas ofertadas pela empresa, sendo em forma de salários e promoções, a convivência com os colegas e com os chefes, também quanto à realização das suas tarefas, proporciona a esse indivíduo sentimentos gratificantes ou prazerosos. A pesquisa desenvolveu o tema sendo a satisfação no trabalho dos Servidores Públicos do Poder Judiciário. Analisou o que influencia a satisfação desses Servidores, visto que as organizações estão sempre em busca de melhorar o aperfeiçoamento profissional e melhorar as relações interpessoais de seus funcionários.

11 Formulação do problema Com base em diferentes autores em relação ao assunto, com diferenças de comportamentos e atitudes de cada individuo, que interage dentro de uma organização, o tema do estudo abordou a satisfação no trabalho dos servidores públicos do Poder Judiciário da Comarca de Catuípe. A questão do estudo é: Os Servidores do Poder Judiciário da Comarca de Catuípe encontram-se satisfeitos no desenvolvimento de seu trabalho? 1.3 Objetivos Objetivo geral do trabalho: Identificar o nível de satisfação no trabalho dos Servidores Públicos Estaduais da Comarca de Catuípe, Rio Grande do Sul, apresentando sugestões de melhorias se necessário Objetivos Específicos: Conhecer o perfil biográfico e o profissional dos servidores. Diagnosticar e analisar a satisfação dos seus servidores com o trabalho, com base nas cinco dimensões propostas por Siqueira (2008): satisfação com os colegas, com o salário, com a chefia, com a natureza do trabalho e com as promoções. Apresentar uma proposta de melhorias nas dimensões que apresentarem insatisfação.

12 Justificativa Conhecer os determinantes da satisfação do trabalhador do judiciário pode fornecer subsídios interessantes para a gestão desse processo de mudança, sendo que na literatura há muitos estudos sobre a satisfação no trabalho, mas poucos focam o contexto do Poder Judiciário. Acredita-se que com a pesquisa realizada sobre o Poder Judiciário, trouxe para mim um maior aprofundamento teórico, gerando um importante aprendizado, trazendo assim o domínio do tema proposto, no qual contribuiu para o enriquecimento à minha qualificação de graduada e futura administradora. Para está pesquisa foi escolhida essa organização, pelo fato de que esse nível de satisfação que foi medido entre os servidores, proporcionou a realizar mudanças, adaptações na empresa, que tragam a melhoria da qualidade de vida. Com a realização desta pesquisa, acredita-se que para os servidores do judiciário proporcionou a eles uma análise de como estão se sentindo em relação ao seu trabalho, de acordo com as cinco dimensões que foi trabalhado, sendo elas: satisfação com os colegas, com o salário, com a chefia, com a natureza do trabalho e com as promoções. E a seguir buscar soluções, propor melhorias para esses índices que foram obtidos no decorrer da pesquisa. E foi realizada uma análise sobre os pontos fortes que também foram encontrados conseqüentemente nessa pesquisa. A importância que essa pesquisa trouxe à comunidade, e aos demais interessados em realizar a leitura neste trabalho de conclusão de curso, é que com esse estudo podemos perceber como as pessoas que trabalham em um Órgão Público Estadual se sentem dentro da organização, se estas se encontram satisfeitas ou não na realização de seu trabalho dentro da organização.

13 13 2 REFERENCIAL TEÓRICO O referencial teórico é de suma importância para realizarmos uma pesquisa, pois nele encontramos os conceitos que iremos analisar no decorrer do projeto. A presente pesquisa foi constituída dos seguintes temas, sendo eles poder judiciário no Rio Grande do Sul, gestão de pessoas, abordagem conceitual sobre o trabalho e satisfação no trabalho. 2.1 Poder Judiciário no Rio Grande do Sul A seguir falaremos um pouco do Poder Judiciário no Rio Grande do Sul com base nas informações extraídas do site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, o qual é No Rio Grande do Sul, a história do Judiciário tem início no dia 03 de fevereiro de Nesse dia, às 11 horas, foi instalado na Rua Duque de Caxias, um prédio alugado que hoje não existe mais, o Tribunal da Relação de Porto Alegre, com jurisdição sobre as Províncias de São Pedro do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A Corte, composta por sete Desembargadores, teve como primeiro Presidente o Desembargador João Baptista Gonçalves Campos. Esse foi o berço do atual Tribunal de Justiça do Estado, conforme ( TJRS,2013). O estado brasileiro é soberano e composto por três Poderes que desempenham determinadas funções. A Constituição Federal define quais são esses Poderes, independentes e harmônicos entre si: Executivo, Legislativo e Judiciário. As funções do Poder Judiciário são desempenhadas por seus órgãos, nas esferas federal e estadual, em primeiro e segundo graus de jurisdição, conforme ( TJRS,2013). Na esfera estadual, o Poder Judiciário do Rio Grande do Sul é composto por: Tribunal Militar do Estado, Juízes de Direito; Tribunais do Júri; Conselhos da Justiça Militar; Juizados Especiais, Pretores e Juízes de Paz, de acordo com (TJRS,2013). O território do Estado do Rio Grande do Sul, para efeitos da administração da Justiça, é dividido atualmente em 164 Comarcas. Cada Comarca pode abranger um ou mais municípios, segundo informações do (TJRS,2013).

14 14 Missão: De acordo com o funcionamento do Estado, o Poder Judiciário tem a missão de, perante a sociedade, prestar a tutela jurisdicional, a todos e a cada um, indistintamente, conforme garantida na Constituição e nas leis, distribuindo justiça de modo útil e a tempo, segundo (TJRS,2013). Visão: A visão do Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul é tornar-se um Poder cuja grandeza seja representada por altos índices de satisfação da sociedade; cuja força seja legitimada pela competência e celeridade com que distribui justiça; cuja riqueza seja expressa pela simplicidade dos processos produtivos, pelo desapego a burocracias e por desperdícios nulos, conforme (TJRS,2013). Ou seja, uma instituição moderna e eficiente no cumprimento do seu dever. Conforme site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, sobre o Poder Judiciário, com base nas informações da assessória de imprensa do Poder Judiciário. A seguir passaremos para a área de gestão de pessoas, está que esta voltada ao trabalhador, trazendo a valorização das pessoas que trabalham na organização, esta voltada ao capital humano, pois é das pessoas que a organização depende para sobreviver. Através da gestão de pessoas que poderemos analisar a satisfação no trabalho, a qual é a nossa questão de estudo. 2.2 Gestão de pessoas A gestão de pessoas neste século de grandes mudanças e valorização do ser humano que estamos vivenciando, esta mais voltada às expectativas do trabalhador, buscando propor um bem estar na organização no qual trabalha, analisando os fatores externos e internos que afetam e influenciam a organização. Com o aparecimento de novas tecnologias, as mudanças ocorrentes a globalização as empresas buscam a excelência na qualidade, produtividade sendo o maior contribuidor o capital humano, ou seja as pessoas que fazem parte das organizações. Ainda para definir Gestão de Pessoas Gil (2001, p. 13) define a Administração de Recursos humanos como sendo: A administração de Recursos Humanos é o ramo especializado da Ciência da Administração que envolve todas as ações que têm como objetivo a integração do trabalhador no contexto da organização e o aumento de sua produtividade. É, pois, a área que trata de recrutamento, seleção, treinamento, desenvolvimento, manutenção, controle e avaliação de pessoal.

15 15 A administração de Recursos Humanos surgiu na década de 60 Gil ( 2001, p.20), quando essa expressão passou a substituir as utilizadas no âmbito das organizações. De acordo com Gil (2001 p. 21), a gestão de pessoas destaca-se na década de 80 e a partir daí passa a enfrentar uma série de desafios, sendo estes de natureza ambiental e organizacional. Isso se deve a globalização da economia, seguida da evolução das comunicações, do desenvolvimento tecnológico, da competitividade, dentre outros fatores também relevantes. Para melhor definir o que vem ser a gestão de pessoas Gil ( 2001, p. 17) afirma que a expressão gestão de pessoas visa substituir a denominação Administração de Recursos Humanos, que, ainda mais, é a mais comum entre todas as expressões utilizadas nos tempos atuais para designar os modos de lidar com as pessoas nas organizações. Segundo o autor, o gestor de pessoas não deixa de ser um Administrador de Recursos Humanos Gil ( 2001, p. 51). Afirma ainda que a ele compete desenvolver os processos de suprimento, aplicação, desenvolvimento e manutenção das pessoas. O gestor de pessoas na verdade é o responsável direto pelo monitoramento do colaborador na empresa, devendo atuar de forma efetiva e desenvolver atitudes de postura diante da cada situação. Para Davis e Newstrom (1992, p. 5), as organizações existem para servir às pessoas, em lugar das pessoas existirem para servir às organizações. Mas para isso administrar pessoas requer ética, responsabilidade, respeito, cooperação de todos os participantes. Para Siqueira (2008, p. 199), a gestão de pessoas nas organizações vem sendo cada vez mais desafiada a superar problemas decorrentes da transição pela qual passa o mundo contemporâneo.... A autora refere-se sendo essas mudanças como sendo tecnológicas, econômicas, sociais. Conforme Chiavenato (1999, p. 4 ), o contexto da gestão de pessoas é formado por pessoas e organizações. As pessoas passam boa parte de suas vidas trabalhando dentro de organizações, e estas dependem daquelas para poderem funcionar e alcançar sucesso. Chiavenato (1999, p. 4 ) ainda afirma que as pessoas dependem das organizações onde trabalham para atingir os seus objetivos pessoais e individuais. Observando o que o autor descreve é possível verificar que as organizações jamais existiriam sem o capital humano, as pessoas são as peças chave das organizações. E com isso acabam investindo cada vez mais nesse capital precioso que são as pessoas.

16 16 As pessoas constituem o principal ativo da organização. Daí a necessidade de tornar as organizações mais conscientes e atentas a seus funcionários. As organizações bem sucedidas estão percebendo que somente podem crescer, prosperar e manter sua continuidade se forem capazes de otimizar o retorno sobre os investimentos de todos os parceiros, principalmente o dos empregados. Chiavenato (1999, p. 8 ). Para Gil ( 2001, p. 23 ), as pessoas tendem a ser consideradas parte do patrimônio da organização, pois estas ainda afirma o autor passariam a ser reconhecidas como fornecedoras de conhecimentos, habilidades, capacidades e, sobretudo, o mais importante aporte para as organizações: a inteligência. Ainda afirma o autor Gil (2001), que a gestão de pessoas visa à cooperação das pessoas que trabalham na organização para o alcance dos objetivos tanto da organização quanto individuais. Gil (2001) ainda afirma que a gestão de pessoas está se tornando um papel de liderança para ajudar a atingir o sucesso organizacional necessária para enfrentar os desafios competitivos, como a globalização, as tecnologias e a gestão do capital intelectual. Para melhor compreender a questão de estudo que é sobre a satisfação no trabalho, temos que entender melhor o que vem a ser a satisfação, o que leva as pessoas terem essa satisfação no seu trabalho. Para isso temos a seguir conceitos sobre a satisfação no trabalho. 2.3 Satisfação no trabalho O trabalho no início dos tempos, é relatado por diversos autores como algo desagradável, sofrido, as pessoas não possuíam ambição. Mas com as grandes mudanças que passamos a toda hora, buscando a melhora da qualidade de vida, o ser humano passou a se sentir realizado ao trabalho, deixou de ser algo obrigatório, como sendo algo prazeroso, pois ele recebe dignamente pelos serviços prestados, e ainda se sente satisfeito com seu desenvolvimento. Segundo Ferreira (1999, p. 1980), trabalho é a aplicação das forças e faculdades humanas para alcançar um determinado fim. Atividade coordenada, de caráter físico e/ou intelectual, necessária à realização de qualquer tarefa, serviço ou empreendimento.

17 17 Para Kanaane (1999, p. 14 ), o trabalho pode ser considerado o processo entre a natureza e o homem, através do qual este realiza, regula e controla, mediante sua própria ação, o intercâmbio de matérias com a natureza. Motta faz uma citação do escritor norte-americano William Faulkner Você não pode comer oito horas por dia, nem beber oito horas, nem mesmo fazer amor oito horas por dia, a única coisa a fazer oito horas por dia é trabalhar. (2004, p. 188). Para o autor o trabalho era visto como o contrário de lazer, e este como a atividade liberatória da autoridade e da concepção do dever. O autor ainda fala que o trabalhador não possuía autonomia, trabalhava por questões de sobrevivência. Motta ( 2004, p. 187). Davis e Newstron (2001, p. 6 ) no começo as pessoas trabalhavam sozinhas ou em grupos tão pequenos que suas relações de trabalho poderiam ser facilmente resolvidas. Ainda afirmam que as condições de trabalho nessa época eram brutais e dolorosas, sendo assim as pessoas não tinham o que fazer e sim trabalhar nessas condições para sobreviverem. Davis e Newstron (2001) ainda fala que a satisfação pode ser medida através do seu desempenho, observando que as pessoas que gostam de seu trabalho o realizarão com mais dedicação, resultando em satisfação. Segundo kanaane (2011, p. 18,) do ponto de vista psicológico, o trabalho provoca diferentes graus de motivação e de satisfação no trabalhador, principalmente quanto à forma e ao meio no qual desempenha sua tarefa. Sendo assim, o trabalhador pode perceber as condições oferecidas pela empresa a ele, e avaliar se essas são favoráveis a ou não para atingir a satisfação de suas necessidades. De acordo com Spector ( 2002, p. 229), o que faz com que as pessoas gostem ou não de seu trabalho? Essa questão tem sido analisada em centenas de estudos; eles têm investigado as características do trabalho e das organizações que levam a tornar os funcionários satisfeitos ou insatisfeitos. Segundo Kanaane (1999, p. 19), através do trabalho, o homem pode modificar seu meio e modificar-se a si mesmo, à medida que possa exercer sua capacidade criativa e atuar como co-partícipe do processo de construção de relações de trabalho e da comunidade na qual se insere.

18 18 Para Siqueira (2008, p. 219), quando dizemos que o nosso trabalho deve ser desafiante no seu conteúdo, deve prover o nosso sustento econômico, deve estimular e gerar contatos interpessoais com outras pessoas.... De acordo com Robbins (2005, p. 66), o trabalho requer a convivência com colegas e superiores, a obediência às regras e políticas organizacionais, o alcance de padrões de desempenho, a aceitação de condições de trabalho geralmente abaixo do ideal. [...] conclui-se que o trabalho é uma ação humanizada exercida num contexto social, que sofre influências oriundas de distintas fontes, o que resulta numa ação recíproca entre o trabalhador e os meios de produção, o trabalhador e a organização social do trabalho determina o grau de flexibilidade percebido nas relações de produção. (KANAANE, 1999, p. 17). O trabalho faz com que o individuo ocupe um lugar perante a sociedade, que obtenha dignidade, e, além disso, criando assim laços internos e externos dentro da organização. Avaliar a satisfação não é tarefa fácil, pois o indivíduo pode exprimir motivos diferentes para suas ações. Motivos diferentes podem ser expressos através de comportamento igual, também é possível que o indivíduo não expresse nenhuma satisfação ou insatisfação. Segundo Ferreira (1999, p. 1822), satisfação é o ato ou efeito de satisfazer (-se); Contentamento, alegria, deleite, aprazimento. No entendimento de Ferreira (1999, p. 1822), satisfeito é o indivíduo saciado, repleto, farto, que se satisfez. Alegre, prazenteiro, contente. Spector (2002, p. 249), refere-se que a satisfação pode ser medida através do seu desempenho, observando que as pessoas que gostam de seu trabalho o realizarão com mais dedicação, resultando em satisfação. Afirmando ainda que a satisfação é um envolvimento entre o individuo e seu trabalho. Então com isso cabe analisar a personalidade de cada em relação ao seu trabalho. E analisando a adequação da pessoa no seu trabalho, podemos compreender a satisfação. Para À medida que os empregados vão ficando mais velhos, tendem a mostrar-se ligeiramente mais satisfeitos com seus cargos. Aparentemente, acabam por diminuir suas expectativas para níveis mais realistas, ajustando-se melhor às respectivas situações de trabalho, de acordo com Davis e Newstrom (2001, p. 125). De acordo com Spector (2002, p. 249), a falta de satisfação parece ser a causa da rotatividade dos funcionários. Spector (2002) ainda fala que essa rotatividade se da através

19 19 de ausência no trabalho ou baixo desenvolvimento do mesmo. Mas o autor afirma que isso ainda não esta claro que é devido à satisfação desse trabalhador. Para Spector (2002), a satisfação no trabalho é uma variável de atitude que reflete como a pessoas se sente com relação ao trabalho de forma geral e em seus vários aspectos. Com isso o autor acredita que a satisfação no trabalho é o reflexo do quanto gostamos de nossos trabalhos. Para Casado (2002, p. 250),... diferentes trabalhadores possuem diferentes fatores motivacionais, e além de buscar modelos de satisfação distintos, também têm diferentes contribuições a fazer à organização. O autor ainda fala que quanto a complexidade de uma tarefa e a possibilidade de controle de execução dessa tarefa pelo próprio trabalhador, faz com que aumente a satisfação do empregado. Para Siqueira (2008, p. 266), o acúmulo de estudos já demonstrou que características pessoais dos trabalhadores do ambiente, pouco contribuem para explicar variações em níveis de satisfação. A autora refere-se a características pessoais sendo a (idade, sexo, estado civil, nível de escolaridade), e do ambiente( temperatura, iluminação). A autora ainda afirma que as dimensões que conseguem medir essa satisfação, e que conseguiram manter-se ao longo de décadas foram às cinco: satisfação com o salário, colegas, chefia, com as promoções e com o próprio salário. A satisfação no trabalho é constituída através de como individuo vêem seu trabalho. Essas atitudes são obtidas individualmente, pois cada um é capaz de refletir como se sente em relação ao seu trabalho. Para Robbins (2005, p. 61) o termo satisfação com o trabalho se refere à atitude geral de uma pessoa em relação ao trabalho que ela realiza. O autor relata que quanto maior o grau de satisfação de uma pessoa com seu trabalho, maior será seu envolvimento, seu empenho para que suas atividades sejam realizadas perfeitamente, e se esta pessoa se encontra insatisfeita com suas atividades, ela não demonstrará empenho em realizar essas tarefas. A satisfação no trabalho, na visão de Robbins (2009, p. 24), as evidências sugerem que os fatores mais importantes são um trabalho mentalmente desafiante, recompensa justas, condições de trabalho estimulantes e colegas colaboradores. As pessoas preferem trabalhos onde elas podem usar a sua capacidade, demonstrar suas habilidades, trabalhar com o que há desafia, trabalhos que não a desafiam torna-se com o tempo

20 20 entediante, mas não esquecendo que o excesso de desafios quando não alcançados pode levar a pessoa à frustração. De acordo com Davis e Newstrom (2001, p. 122), satisfação no trabalho é um conjunto de sentimentos favoráveis ou desfavoráveis com os quais os empregados vêem seu trabalho. O autor ainda relata que é como a pessoa se sente em relação ao seu trabalho, se é um trabalho prazeroso ou não. As pessoas encontram maior satisfação no trabalho quando existe cooperação e trabalho em equipe. Nas empresas, não existe uma pessoa só trabalhando, existe sim uma equipe de trabalho, e onde uma pessoa não contribui o trabalho não vai para frente, não se desenvolve, não trabalhamos sozinhos, onde um colega de serviço ajuda o outro o trabalho é mais bem desenvolvido, de acordo com Davis e Newstrom ( 2001, p. 16). Para Davis e Newstrom (2001, p. 123), para manter o nível bom de satisfação ao empregado é complicado devido a tantas exigências que o ser humano dispunha, como por exemplo, ele pode estar contente com sua promoção, mas com relação as suas férias não, ou contente com seu ambiente de serviço, mas não com seus colegas. O autor ainda fala como qualquer outro tipo de atitude, é geralmente formada durante um determinado período de tempo, na medida em que o empregado vai obtendo informações sobre o seu ambiente de trabalho. Apresentar satisfação no trabalho representa a satisfação com a vida, o cargo que ocupa, as relações políticas, a religião que ele segue, pois não é somente as interferências do meio interno da organização que o tornará uma pessoa satisfeita, os meios externos podem afetar e muito no seu desempenho no trabalho, conforme demonstra a figura 1.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA RELATÓRIO SINTÉTICO - CLIMA ORGANIZACIONAL 2014 Natal, outubro de 2014 DESEMBARGADOR PRESIDENTE ADERSON SILVINO JUÍZES RESPONSÁVEIS

Leia mais

SATISFAÇÃO NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO DA EMPRESA METALBAUER DE PANAMBI-RS. Trabalho de Conclusão de Curso MARIANE GONÇALVES

SATISFAÇÃO NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO DA EMPRESA METALBAUER DE PANAMBI-RS. Trabalho de Conclusão de Curso MARIANE GONÇALVES UNIJUI Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação Curso de Administração SATISFAÇÃO NO TRABALHO:

Leia mais

Auditoria Interna na gestão de pessoas: identificação de pontos fortes e fracos na política de recursos humanos

Auditoria Interna na gestão de pessoas: identificação de pontos fortes e fracos na política de recursos humanos Auditoria Interna na gestão de pessoas: identificação de pontos fortes e fracos na política de recursos humanos Letícia Baggio (UTFPR) leticia@uniao.edu.br Isaura Alberton de Lima, Dra (UTFPR) alberton@utfpr.edu.br

Leia mais

TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE

TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE TÍTULO: O PAPEL DA LIDERANÇA NA MOTIVAÇÃO DENTRO DO AMBIENTE ORGANIZACIONAL UM ESTUDO NA EMPRESA VISÃO DIGITAL 3D E-COMMERCE CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Revista Eletrônica Aboré Publicação da Escola Superior de Artes e Turismo - Edição 03/2007 ISSN 1980-6930

Revista Eletrônica Aboré Publicação da Escola Superior de Artes e Turismo - Edição 03/2007 ISSN 1980-6930 AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DA QUALIDADE DOS SERVIÇOS PRESTADOS NOS HOTÉIS DE CATEGORIA QUATRO ESTRELAS NA CIDADE DE MANAUS SEGUNDO A PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES Érica de Souza Rabelo 1 Helen Rita Menezes Coutinho

Leia mais

A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL LTDA

A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL LTDA ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 A GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE FOMENTO MERCANTIL: UM ESTUDO DE CASO NA IGUANA FACTORING FOMENTO MERCANTIL

Leia mais

1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa

1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa 1 Introdução 1.1. Problema de Pesquisa A motivação, satisfação e insatisfação no trabalho têm sido alvo de estudos e pesquisas de teóricos das mais variadas correntes ao longo do século XX. Saber o que

Leia mais

CLIMA ORGANIZACIONAL NA EMPRESA ALFA REALIDADE PERCEBIDA PELOS LÍDERES 1 RESUMO

CLIMA ORGANIZACIONAL NA EMPRESA ALFA REALIDADE PERCEBIDA PELOS LÍDERES 1 RESUMO CLIMA ORGANIZACIONAL NA EMPRESA ALFA REALIDADE PERCEBIDA PELOS LÍDERES 1 ÁVILA, Gabrielle Loureira de 2 ; MAGGIONI, Márcia Bandeira Landerdahl 3 ; 1 Trabalho de Pesquisa_FAMES 2 Acadêmica de Administração

Leia mais

A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF

A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF A MOTIVAÇÃO COMO FATOR DE SUCESSO NA ORGANIZAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA MARF Danilo Domingos Gonzales Simão 1 Fábio Augusto Martins Pereira 2 Gisele Maciel de Lima 3 Jaqueline de Oliveira Rocha 4

Leia mais

Motivação. O que é motivação?

Motivação. O que é motivação? Motivação A motivação representa um fator de sobrevivência para as organizações, pois hoje é um dos meios mais eficazes para atingir objetivos e metas. Além de as pessoas possuírem conhecimento, habilidades

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

Pró-Reitoria de Graduação Curso de Administração Financeira Projeto de Pesquisa do Trabalho de Conclusão de Curso Finanças Pessoais no Brasil

Pró-Reitoria de Graduação Curso de Administração Financeira Projeto de Pesquisa do Trabalho de Conclusão de Curso Finanças Pessoais no Brasil Pró-Reitoria de Graduação Curso de Administração Financeira Projeto de Pesquisa do Trabalho de Conclusão de Curso Finanças Pessoais no Brasil Autor: Uelintânia dos Santos Lopes Orientador: Prof Dr. Alberto

Leia mais

Clima organizacional e o desempenho das empresas

Clima organizacional e o desempenho das empresas Clima organizacional e o desempenho das empresas Juliana Sevilha Gonçalves de Oliveira (UNIP/FÊNIX/UNESP) - jsgo74@uol.com.br Mauro Campello (MC Serviços e Treinamento) - mcampello@yahoo.com Resumo Com

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (CESCAGE) Eixo II Indicadores e instrumentos de autoavaliação

Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (CESCAGE) Eixo II Indicadores e instrumentos de autoavaliação Avaliação do sentido de realização, relações interpessoais e recompensa no trabalho: um estudo de caso em uma Instituição de ensino superior do estado do Paraná Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais

Leia mais

SEMIPRESENCIAL 2013.1

SEMIPRESENCIAL 2013.1 SEMIPRESENCIAL 2013.1 MATERIAL COMPLEMENTAR II DISCIPLINA: GESTÃO DE CARREIRA PROFESSORA: MONICA ROCHA LIDERANÇA E MOTIVAÇÃO Liderança e Motivação são fundamentais para qualquer empresa que deseja vencer

Leia mais

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1

Colégio Estadual Juracy Rachel Saldanha Rocha Técnico em Administração Comportamento Organizacional Aílson José Senra Página 1 Página 1 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL As pessoas que supervisionam as atividades das outras e que são responsáveis pelo alcance dos objetivos nessas organizações são os administradores. Eles tomam decisões,

Leia mais

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1

25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 RECURSOS HUMANOS EM UMA ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR COM PERSPECTIVA DE DESENVOLVIVENTO DO CLIMA ORGANIZACONAL: O CASO DO HOSPITAL WILSON ROSADO EM MOSSORÓ RN

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL

PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL PESQUISA DE CLIMA MOTIVACIONAL Relatório e Análise 2005 Introdução: ``Para que a Construtora Mello Azevedo atinja seus objetivos é necessário que a equipe tenha uma atitude vencedora, busque sempre resultados

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG.

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG. Bambuí/MG - 2008 A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO GERENCIAL: UM ESTUDO DE CASO EM UMA PEQUENA EMPRESA DO SETOR AGRONEGÓCIO NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ/MG. Ana Cristina Teixeira AMARAL (1); Wemerton Luis EVANGELISTA

Leia mais

MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG

MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG MOTIVAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS DO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DE BAMBUÍ-MG Wemerton Luis EVANGELISTA()*; Franciele Ribeiro DA COSTA (2). () Professor do Curso Superior de Tecnologia em Administração: Pequenas e

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

A MOTIVAÇÃO COMO FORMA DE RETER TALENTOS NAS ORGANIZAÇÕES

A MOTIVAÇÃO COMO FORMA DE RETER TALENTOS NAS ORGANIZAÇÕES A MOTIVAÇÃO COMO FORMA DE RETER TALENTOS NAS ORGANIZAÇÕES Introdução Autor(a): Ana Carolina Marinho Ferreira Coautor(es): Rosana de Fátima Oliveira Pedrosa Email: kcaroll25@yahoo.com.br Indubitavelmente,

Leia mais

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014

EMPREENDEDORISMO. Outubro de 2014 #5 EMPREENDEDORISMO Outubro de 2014 ÍNDICE 1. Apresentação 2. Definição 3. Empreendedorismo: necessidade ou oportunidade? 4. Características do comportamento empreendedor 5. Cenário brasileiro para o empreendedorismo

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UTILIZANDO O MÉTODO SURVEY, COM OS COLABORADORES DE UMA EMPRESA DO RAMO DA CONTRUÇÃO CIVIL Julia Ferreira de Moraes (EEL-USP) moraes.julia@hotmail.com Everton Azevedo Schirmer

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS. Políticas de Gestão de Pessoas do Ibama COMISSÃO PORTARIA Nº 248/07 P

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS. Políticas de Gestão de Pessoas do Ibama COMISSÃO PORTARIA Nº 248/07 P INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS Políticas de Gestão de Pessoas do Ibama COMISSÃO PORTARIA Nº 248/07 P Deliberações Resumo 1ª reunião: papéis, procedimentos gerais

Leia mais

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE HOTELARIA E HOSPITALIDADE TURÍSTICA ESTUDO DE CASO DOS HOTÉIS DE PONTA GROSSA PARANÁ.

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE HOTELARIA E HOSPITALIDADE TURÍSTICA ESTUDO DE CASO DOS HOTÉIS DE PONTA GROSSA PARANÁ. FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL NA ÁREA DE HOTELARIA E HOSPITALIDADE TURÍSTICA ESTUDO DE CASO DOS HOTÉIS DE PONTA GROSSA PARANÁ. SILVA, Isiele Mello - Faculdade Santa Amélia 1 SILVA, Nivaldo Pereira

Leia mais

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO O PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Josiane Corrêa 1 Resumo O mundo dos negócios apresenta-se intensamente competitivo e acirrado. Em diversos setores da economia, observa-se a forte

Leia mais

COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO RESUMO

COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO RESUMO COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL INTERNA UM ESTUDO DE CASO Fábio William da Silva Granado 1 Marluci Silva Botelho 2 William Rodrigues da Silva 3 Prof Ms. Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO Realizou-se uma análise

Leia mais

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler

Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler Faculdade Internacional de Curitiba MBA em Planejamento e Gestão Estratégica Mapas Estratégicos Prof. Adriano Stadler AULA 5 - PERSPECTIVA DE APRENDIZADO E CRESCIMENTO Abertura da Aula Uma empresa é formada

Leia mais

PESQUISA DO CLIMA ORGANIZACIONAL EM UMA EMPRESA DE MÁRMORES E GRANITOS DO MUNICÍPIO DE COLIDER - MT.

PESQUISA DO CLIMA ORGANIZACIONAL EM UMA EMPRESA DE MÁRMORES E GRANITOS DO MUNICÍPIO DE COLIDER - MT. PESQUISA DO CLIMA ORGANIZACIONAL EM UMA EMPRESA DE MÁRMORES E GRANITOS DO MUNICÍPIO DE COLIDER - MT. 1 NATÁLIA SALVADEGO, 2 FRANCIANNE BARONI ZANDONADI 1 Bacharel em Engenheira Florestal (UNEMAT) e Estudante

Leia mais

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia

PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL: um relato de experiência de dois estagiários de psicologia MESQUITA NETO, Rui 1 DIAS, Vanessa Aparecida 2 NUNES, Ruth Vieira 3 RESUMO A organização depende das pessoas para atingir

Leia mais

MOTIVAÇÃO NO TRABALHO: Um estudo com a equipe da Polícia Rodoviária Estadual de Santo Augusto/ RS

MOTIVAÇÃO NO TRABALHO: Um estudo com a equipe da Polícia Rodoviária Estadual de Santo Augusto/ RS UNIJUÍ UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DACEC DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS, CONTÁBEIS, ECONÔMICAS E DA COMUNICAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MOTIVAÇÃO NO TRABALHO:

Leia mais

Qualidade de Vida no Trabalho

Qualidade de Vida no Trabalho 1 Qualidade de Vida no Trabalho Alessandra Cristina Rubio¹ Thiago Silva Guimarães² Simone Cristina Fernandes Naves³ RESUMO O presente artigo tem como tema central a Qualidade de Vida no Trabalho, com um

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Recursos Humanos 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Recursos Humanos 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Recursos Humanos 2011-1 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO LIDERANÇA AUTOCRÁTICA: O RELACIONAMENTO

Leia mais

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA

O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UMA EMPRESA DO RAMO DE SILVICULTURA Flávia Regina Graciano; Lucimara Araújo; Priscila Siqueira Campos; Sabrina Eduarda Mendes Magalhães; Tathiane Mendes Barbosa;

Leia mais

GESTÃO DE CLIMA ORGANIZACIONAL EM UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO: UMA COMPARAÇÃO DAS PERCEPÇÕES DAS PESQUISAS DE CLIMA REALIZADAS EM 2010 E 2012

GESTÃO DE CLIMA ORGANIZACIONAL EM UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO: UMA COMPARAÇÃO DAS PERCEPÇÕES DAS PESQUISAS DE CLIMA REALIZADAS EM 2010 E 2012 0 UNIJUÍ UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DACEC DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS, CONTÁBEIS, ECONÔMICAS E DA COMUNICAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO GESTÃO DE CLIMA ORGANIZACIONAL

Leia mais

TIPOS DE LIDERANÇA ADOTADOS POR GESTORES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

TIPOS DE LIDERANÇA ADOTADOS POR GESTORES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA TIPOS DE LIDERANÇA ADOTADOS POR GESTORES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Anápolis GO - 05 2015 Marcos Wesley da Silva - Unievangélica marcos.wesley@unievangelica.edu.br Gustavo Ferreira Gomes - Unievangélica -

Leia mais

Palavras-chave: Transição acadêmico-profissional; formação em Psicologia; mercado de trabalho.

Palavras-chave: Transição acadêmico-profissional; formação em Psicologia; mercado de trabalho. 1 FORMAÇÃO, INSERÇÃO E ATUAÇÃO PROFISSIONAL NA PERSPECTIVA DOS EGRESSOS DE UM CURSO DE PSICOLOGIA. BOBATO, Sueli Terezinha, Mestre em Psicologia pela UFSC, Docente do Curso de Psicologia na Universidade

Leia mais

Aspectos Metodológicos dos Relatórios por tribunal do Censo do Poder Judiciário

Aspectos Metodológicos dos Relatórios por tribunal do Censo do Poder Judiciário Aspectos Metodológicos dos Relatórios por tribunal do Censo do Poder Judiciário Os relatórios por tribunal apresentam as principais informações disponíveis no Censo do Poder Judiciário. Cada relatório

Leia mais

O PROCESSO NO GERENCIAMENTO DE EQUIPES NA EMPRESA RS CALDEIRARIA

O PROCESSO NO GERENCIAMENTO DE EQUIPES NA EMPRESA RS CALDEIRARIA O PROCESSO NO GERENCIAMENTO DE EQUIPES NA EMPRESA RS CALDEIRARIA Ana Priscila da Silva Vieira 1 Elizabete Rodrigues de Oliveira 2 Tatiana Nogueira Dias 3 Élcio Aloisio Fragoso 4 Edson Leite Gimenez 5 RESUMO

Leia mais

Faça amizades no trabalho

Faça amizades no trabalho 1 Faça amizades no trabalho Amigos verdadeiros ajudam a melhorar a saúde, tornam a vida melhor e aumentam a satisfação profissional. Você tem um grande amigo no local em que trabalha? A resposta para essa

Leia mais

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2

Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ 2 O desempenho do processo de recrutamento e seleção e o papel da empresa neste acompanhamento: Um estudo de caso na Empresa Ober S/A Indústria E Comercio Ana Claudia M. dos SANTOS 1 Edson Leite Lopes GIMENEZ

Leia mais

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÕES GERENCIAIS UM ESTUDO DE CASO Fábio William da Silva Granado 1 Marluci Silva Botelho 2 William Rodrigues da Silva 3 Prof Ms. Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico

Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico Padrões de Competências para o Cargo de Coordenador Pedagógico O Coordenador Pedagógico é o profissional que, na Escola, possui o importante papel de desenvolver e articular ações pedagógicas que viabilizem

Leia mais

O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES

O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES O PEDAGOGO NAS ORGANIZAÇÕES KOWALCZUK, Lidiane Mendes Ferreira - PUCPR lidianemendesf@gmail.com VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski - PUCPR alboni@alboni.com Eixo Temático: Formação de Professores

Leia mais

Fundamentos do Comportamento de Grupo

Fundamentos do Comportamento de Grupo Fundamentos do Comportamento de Grupo 1: Motivação no trabalho e suas influências sobre o desempenho: Definir e classificar os grupos; Analisar as dinâmicas presentes nos grupos; Refletir sobre a influência

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO 11/2010

BOLETIM INFORMATIVO 11/2010 Sindicato das Secretárias e Secretários do Estado do Rio Grande do Sul SISERGS Unindo você a todos os Secretários do RS! SISERGS BOLETIM INFORMATIVO 11/2010 Dia 06 de novembro ocorreu o penúltimo treinamento

Leia mais

A GESTÃO DE PESSOAS NAS MICROS E PEQUENAS EMPRESAS DE TRÊS PASSOS/RS

A GESTÃO DE PESSOAS NAS MICROS E PEQUENAS EMPRESAS DE TRÊS PASSOS/RS UNIJUÍ Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação Curso de Administração JULIANO VIVIAN MAIRA

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH Pesquisa de Clima Organizacional PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2012 DGC/SPRH/DVRH Pesquisa de Clima Organizacional Objetivo da Pesquisa de Clima Organizacional: Conhecer de forma sistematizada o clima

Leia mais

CLIMA ORGANIZACIONAL- O CASO DO POSTO DE COMBUSTÍVEIS BRASIL MASTER, GUARAPUAVA/PR

CLIMA ORGANIZACIONAL- O CASO DO POSTO DE COMBUSTÍVEIS BRASIL MASTER, GUARAPUAVA/PR CLIMA ORGANIZACIONAL- O CASO DO POSTO DE COMBUSTÍVEIS BRASIL MASTER, GUARAPUAVA/PR Emanuel Rosetti (UNICENTRO), Aline Cionek (UNICENTRO), Roseli de Oliveira Machado (Orientadora), e-mail: roseli_machado@yahoo.com

Leia mais

Motivos Causadores de Falhas de Comunicação dentro das Empresas

Motivos Causadores de Falhas de Comunicação dentro das Empresas Motivos Causadores de Falhas de Comunicação dentro das Empresas Franci Daniele Prochnow (CEFET-PR) francidaniele@yahoo.com Dr. Magda Lauri Gomes Leite (CEFET-PR) magda@pg.cefetpr.br Dr. Luiz Alberto Pilatti

Leia mais

Palavras-Chave: Organizações, Colaboradores, Recursos, Gestão de Pessoas

Palavras-Chave: Organizações, Colaboradores, Recursos, Gestão de Pessoas DA ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS À GESTAO DE PESSOAS Josiane de C. Aparecida Lacerda 1, Renata Valentina Bigolotti 2, Nivaldo Carleto 3 1 Fatec-Taquaritinga. Gestão do Agronegócio. Taquaritinga-SP

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1

A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 A Comunicação no Modelo de Excelência da Gestão (MEG) 1 Narjara Bárbara Xavier Silva 2 Patrícia Morais da Silva 3 Resumo O presente trabalho é resultado do Projeto de Extensão da Universidade Federal da

Leia mais

ENDOMARKETING COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO COM O PÚBLICO INTERNO

ENDOMARKETING COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO COM O PÚBLICO INTERNO 1 ENDOMARKETING COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO COM O PÚBLICO INTERNO Por Regina Stela Almeida Dias Mendes NOVEMBRO 2004 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA 2 ENDOMARKETING COMO FERRAMENTA DE COMUNICAÇÃO

Leia mais

A PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO PELOS COLABORADORES: UM ESTUDO NO SUPERMERCADO DA COTRIPAL DE CONDOR

A PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO PELOS COLABORADORES: UM ESTUDO NO SUPERMERCADO DA COTRIPAL DE CONDOR 1 UNIJUÍ - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul DACEC - Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação Curso de Administração A PERCEPÇÃO DA

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS

MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS MINISTÉRIO DA DEFESA COMANDO DA AERONÁUTICA CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS Manual de Aplicação Questionário de Levantamento Organizacional e de Fatores Humanos Brasília, novembro

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME APRESENTAÇÃO Este projeto trata do Planejamento de Comunicação da Estratégia da Justiça Militar do Estado do

Leia mais

APÊNDICE A ROTEIRO DE PERGUNTAS

APÊNDICE A ROTEIRO DE PERGUNTAS APÊNDICES APÊNDICE A ROTEIRO DE PERGUNTAS Este roteiro de perguntas foi estruturado com a função de cumprir o objetivo geral de descobrir a realidade das assessorias e agências dentro do mercado londrinense.

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

REGULAMENTO ESCRITÓRIO DE PRÁTICAS DE GESTÃO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO

REGULAMENTO ESCRITÓRIO DE PRÁTICAS DE GESTÃO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO REGULAMENTO ESCRITÓRIO DE PRÁTICAS DE GESTÃO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO Artigo 1º A unidade acadêmico-gerencial modelo designado Escritório de Práticas de Gestão e com nome fantasia

Leia mais

Ilmara de Jesus Oliveira 1, Cleide Ane Barbosa da Cruz 2

Ilmara de Jesus Oliveira 1, Cleide Ane Barbosa da Cruz 2 A IMPORTÂNCIA DA APLICAÇÃO DO TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO NAS ORGANIZAÇÕES Ilmara de Jesus Oliveira 1, Cleide Ane Barbosa da Cruz 2. O presente artigo apresenta os conhecimentos teóricos acerca da importância

Leia mais

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS

CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS CAPITAL INTELECTUAL COMO VANTAGEM COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES EMPRESARIAIS Cesar Aparecido Silva 1 Patrícia Santos Fonseca 1 Samira Gama Silva 2 RESUMO O presente artigo trata da importância do capital

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Nome da disciplina Evolução do Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação;

Leia mais

A percepção dos valores organizacionais e sua influência no clima e na satisfação no trabalho em uma instituição de ensino superior privada.

A percepção dos valores organizacionais e sua influência no clima e na satisfação no trabalho em uma instituição de ensino superior privada. A percepção dos valores organizacionais e sua influência no clima e na satisfação no trabalho em uma instituição de ensino superior privada. Resumo Francisca Fabiana Agostinho da Silva. 1 Marcos Vasconcelos

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

Ilca Maria Moya de Oliveira

Ilca Maria Moya de Oliveira Ilca Maria Moya de Oliveira As necessidades de seleção de pessoal na organização são inúmeras e vão exigir diferentes ações da área de Gestão de Pessoas para cada uma delas. A demanda de seleção de pessoal

Leia mais

MUDANÇA CULTURAL NAS ORGANIZAÇÕES

MUDANÇA CULTURAL NAS ORGANIZAÇÕES 1 MUDANÇA CULTURAL NAS ORGANIZAÇÕES Wainy Indaiá Exaltação Jesuíno 1 Marco Antônio 2 Resumo O objetivo deste trabalho é demonstrar a importância da análise do clima organizacional para mudança da cultura

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO Evolução de Pensamento Administrativo I Estudo da administração, suas áreas e funções, o trabalho do administrador e sua atuação; a evolução

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E DESEMPENHO DA PESQUISA CIENTÍFICA NO BRASIL. Simon Schwartzman. Quadros do capítulo V

ORGANIZAÇÃO E DESEMPENHO DA PESQUISA CIENTÍFICA NO BRASIL. Simon Schwartzman. Quadros do capítulo V ORGANIZAÇÃO E DESEMPENHO DA PESQUISA CIENTÍFICA NO BRASIL Simon Schwartzman Quadros do capítulo V Quadro V.1 - Distribuição percentual do tempo de líderes, pesquisadores e técnicos nos diversos trabalhos

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 01. Conceitualmente, recrutamento é: (A) Um conjunto de técnicas e procedimentos

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina 008ª Zona Eleitoral de Canoinhas/SC gdelbem@tre-sc.gov.br ; gdelbem@yahoo.com.br Proposta de valores no Planejamento Estratégico da Justiça Eleitoral Gestão

Leia mais

MERITOCRACIA E COMPETÊNCIAS Avaliando Desempenho e Construindo Resultados Sustentáveis na Administração Pública

MERITOCRACIA E COMPETÊNCIAS Avaliando Desempenho e Construindo Resultados Sustentáveis na Administração Pública MERITOCRACIA E COMPETÊNCIAS Avaliando Desempenho e Construindo Resultados Sustentáveis na Administração Pública ROGERIO LEME rogerio@lemeconsultoria.com.br Rogerio Leme Diretor de Estudos de Desenvolvimento

Leia mais

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA Hewerton Luis P. Santiago 1 Matheus Rabelo Costa 2 RESUMO Com o constante avanço tecnológico que vem ocorrendo nessa

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Curso de Graduação. Dados do Curso. Administração. Contato. Modalidade a Distância. Ver QSL e Ementas. Universidade Federal do Rio Grande / FURG

Curso de Graduação. Dados do Curso. Administração. Contato. Modalidade a Distância. Ver QSL e Ementas. Universidade Federal do Rio Grande / FURG Curso de Graduação Administração Modalidade a Distância Dados do Curso Contato Ver QSL e Ementas Universidade Federal do Rio Grande / FURG 1) DADOS DO CURSO: COORDENAÇÃO: Profª MSc. Suzana Malta ENDEREÇO:

Leia mais

A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E SATISFAÇÃO: UM ESTUDO MULTI-CASOS COM OS FUNCIONÁRIOS DAS EMPRESAS DO SISTEMA S

A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E SATISFAÇÃO: UM ESTUDO MULTI-CASOS COM OS FUNCIONÁRIOS DAS EMPRESAS DO SISTEMA S A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO E SATISFAÇÃO: UM ESTUDO MULTI-CASOS COM OS FUNCIONÁRIOS DAS EMPRESAS DO SISTEMA S Marcos Henrique Pazini (Pós-Graduado da UNICENTRO), Sílvio Roberto Stefano (Orientador),

Leia mais

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2014 2014 Dados da Instituição FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM Código: 508 Faculdade privada sem fins lucrativos Estado: Minas Gerais

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS PROJETO PEDAGÓGICO CURSO FIC PRONATEC Canoas

Leia mais

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas:

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas: 4 Pesquisa de campo Neste capitulo será apresentado o resultado dos questionários da pesquisa de campo que serviu para o estudo de caso. A coleta de dados será dividida em: Núcleo administrativo Núcleo

Leia mais

Fique a vontade para responder o questionário, seja o mais verdadeiro possível.

Fique a vontade para responder o questionário, seja o mais verdadeiro possível. MODELO DE PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 1 FICHA DE INSTRUÇÕES A proposta deste questionário é conhecer as pessoas que trabalham na empresa, analisar suas necessidades e insatisfações, e tornar a organização

Leia mais

A INFLUÊNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO

A INFLUÊNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO A INFLUÊNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL NO AMBIENTE DE TRABALHO: UM ESTUDO BIBLIOGRÁFICO Micaele Rodrigues Feitosa 3, Agna Ligia Pinheiro Máximo 1. Correspondência para: micaele-melo@hotmail.com Palavras-chave:

Leia mais

1.4 Objeto e Metodologia

1.4 Objeto e Metodologia 1.4 Objeto e Metodologia O objeto a pesquisa cujos dados serão apresentados foi definido juntamente com a SAS- Secretaria de Assistência Social de Presidente Prudente em especial com a equipe do CREAS

Leia mais

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO

CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO CURSOS DE PÓS - GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM ECOTURISMO Objetivo: O Curso tem por objetivo capacitar profissionais, tendo em vista a carência de pessoas qualificadas na área do ecoturismo, para atender,

Leia mais

COMPETÊNCIAS E COMPORTAMENTO DOS LÍDERES NO CENÁRIO ATUAL

COMPETÊNCIAS E COMPORTAMENTO DOS LÍDERES NO CENÁRIO ATUAL COMPETÊNCIAS E COMPORTAMENTO DOS LÍDERES NO CENÁRIO ATUAL 1.Osnei FranciscoAlves 2. Jéssica Barros 1. Professor das Faculdades Integradas Santa Cruz. Administrador, MBA Executivo em Gestão de Pessoas e

Leia mais

REPRODUÇÃO PROIBIDA. Relatório Sintético

REPRODUÇÃO PROIBIDA. Relatório Sintético REPRODUÇÃO PROIBIDA Relatório Sintético Agosto 2011 REPRODUÇÃO PROIBIDA 1. Objetivo 2. Metodologia 3. Perfil e Formação 4. Atuação Profissional 5. Forma de Atuação 6. Remuneração do Consultor e adicionais

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO

CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO MANUAL DE SERVIDORES DE CORREGEDORIA Versão 1.2 1 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 4 USUÁRIOS... 5 1. ACESSO AO SISTEMA... 6 2. TELA DE LOGIN DO CADASTRO NACIONAL DE ADOÇÃO:... 8 2.0

Leia mais

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO

LÍDERES DO SECULO XXI RESUMO 1 LÍDERES DO SECULO XXI André Oliveira Angela Brasil (Docente Esp. das Faculdades Integradas de Três Lagoas-AEMS) Flávio Lopes Halex Mercante Kleber Alcantara Thiago Souza RESUMO A liderança é um processo

Leia mais

GABARITO OFICIAL(preliminar)

GABARITO OFICIAL(preliminar) QUESTÃO RESPOSTA COMENTÁRIO E(OU) REMISSÃO LEGAL 051 A 052 A 053 A RECURSO Recrutar faz parte do processo de AGREGAR OU SUPRIR PESSOAS e é o ato de atrair candidatos para uma vaga (provisão). Treinar faz

Leia mais

Planejamento de Recursos Humanos

Planejamento de Recursos Humanos UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Faculdade de Filosofia e Ciências Câmpus de Marília Departamento de Ciência da Informação Planejamento de Recursos Humanos Profa. Marta Valentim Marília 2014 As organizações

Leia mais

11ª Mostra Nacional de Trabalhos de Qualidade no Poder Judiciário Gestão de Pessoas

11ª Mostra Nacional de Trabalhos de Qualidade no Poder Judiciário Gestão de Pessoas 11ª Mostra Nacional de Trabalhos de Qualidade no Poder Judiciário Gestão de Pessoas Introdução Identificação do órgão: Supremo Tribunal Federal STF Unidade: Seção de Gestão de Desempenho Email para contato:

Leia mais

Faculdade Figueiredo Costa 16/73

Faculdade Figueiredo Costa 16/73 16/73 CAPITULO IV GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PERFIL PROFISSIONAL O Curso de Graduação em Administração deve ensejar como perfil desejado do formando, capacitação e aptidão para compreender as questões

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2010 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO (TCU)

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2010 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO (TCU) Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2010 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO (TCU) Alan Rodrigues da Silva Iuri Frederico de Oliveira Santos

Leia mais

REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO SUPERIOR

REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO SUPERIOR REPRESENTAÇÃO SOCIAL DE MEIO AMBIENTE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO ENSINO SUPERIOR LUIZ, Cintya Fonseca; AMARAL, Anelize Queiroz & PAGNO, Sônia Fátima Universidade Estadual do Oeste do Paraná/Unioeste. cintya_fonseca@hotmail.com;

Leia mais

A APRENDIZAGEM DE LOGÍSTICA, RH, OSM, ÉTICA: OPINIÃO DE ADMINISTRADORES E GRADUANDOS SOBRE A METODOLOGIA DE ENSINO ¹

A APRENDIZAGEM DE LOGÍSTICA, RH, OSM, ÉTICA: OPINIÃO DE ADMINISTRADORES E GRADUANDOS SOBRE A METODOLOGIA DE ENSINO ¹ A APRENDIZAGEM DE LOGÍSTICA, RH, OSM, ÉTICA: OPINIÃO DE ADMINISTRADORES E GRADUANDOS SOBRE A METODOLOGIA DE ENSINO ¹ DIOSKELLY ABDO² LORHANNY RODRIGUES SANTOS³ LILIANA ARAUJO⁴ MARCO AURÉLIO CAIXETA⁵ PEDRO

Leia mais

PROJETO DE RECOMPOSIÇÃO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AUTO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (CPA) FARO

PROJETO DE RECOMPOSIÇÃO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AUTO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (CPA) FARO PROJETO DE RECOMPOSIÇÃO DA COMISSÃO PRÓPRIA DE AUTO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL (CPA) FARO PORTO VELHO 2009 PROJETO DA RECOMPOSIÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AUTO AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL CPA INTRODUÇÃO A avaliação

Leia mais

Rotinas de DP- Professor: Robson Soares

Rotinas de DP- Professor: Robson Soares Rotinas de DP- Professor: Robson Soares Capítulo 2 Conceitos de Gestão de Pessoas - Conceitos de Gestão de Pessoas e seus objetivos Neste capítulo serão apresentados os conceitos básicos sobre a Gestão

Leia mais