EXAMES AWS CWI/CAWI ASPECTOS GERAIS 1. ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE CANDIDATURAS E EXAMES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXAMES AWS CWI/CAWI ASPECTOS GERAIS 1. ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE CANDIDATURAS E EXAMES"

Transcrição

1 EXAMES AWS CWI/CAWI ASPECTOS GERAIS 1. ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE CANDIDATURAS E EXAMES 1.1 Elaboração da Candidatura a curso e exame AWS-CWI/CAWI O candidato tem de entregar os seguintes documentos: i) Formulário AWS de inscrição ao curso e exame AWS CWI/CAWI ii) Formulário AWS de registo do exame de acuidade visual iii) Curriculum Vitae detalhado com cópias dos diplomas académicos e certificados de cursos profissionais relevantes. Os candidatos devem preencher o formulário de inscrição de modo a garantir uma correcta informação dos dados e informações solicitadas nomeadamente no que respeita a funções e tempo de experiência profissional, atenção que o tempo de experiência profissional mínimo está ligado ao nível de habilitações académicas do candidato, por cada empregador deve o candidato preencher folhas distintas. Para mais informações deve o candidato ler com atenção o formulário de inscrição e os documentos AWS QC1:2007 e AWS B5.1:2003. O formulário de inscrição deve ser devidamente preenchido pelo candidato, nomeadamente, as funções que desempenhou e em que empresa, por cada empresa utilizar folhas diferentes. Ter em linha de conta que o número de anos de experiência tem de estar reflectido no formulário e no CV. O formulário de inscrição deve ser assinado pelo último empregador no local apropriado. Caso o candidato nas suas actividades tenha actuado ligado a projectos específicos, e não possa apresentar no formulário a verificação feita pelo último empregador, deve apresentar no mínimo três (3) cartas de referência de três empregadores distintos e em cada carta impressa em papel timbrado empresa deve ser mencionado o período de tempo em que esteve ligado ao projecto, quais as actividades e funções que desenvolveu durante esse período. O formulário de inscrição deve ser assinado pelo candidato e a sua assinatura dever ser reconhecida notarialmente no local apropriado que se encontra no formulário. Deve o formulário também ser assinado pelo empregador do candidato no local apropriado. IF Rev pág. 1 / 6

2 O formulário do registo do exame de acuidade visual deve ser preenchido pelo candidato e pelo técnico/médico que efectuar o respectivo exame, deve constar no formulário a identificação de quem efectuou o exame e deve o formulário ser assinado pelo respectivo técnico/médico, bem como deve ser carimbado (carimbo da empresa e/ou do organismo que efectua o exame) ou colada a vinheta autocolante do técnico/médico. O CV, deve ser o mais detalhado possível fazendo a demonstração das habilitações académicas e profissionais bem como da experiência profissional relativa a actividades na área de tecnologia de soldadura, sejam elas de inspecção, coordenação, planeamento, projecto e/ou execução, devendo ser clara o tempo de experiência profissional por cada tipo de função/actividade. Toda a documentação que faz parte da inscrição deve ser entregue com cinco (5) semanas de antecedência ao dia de exame. 1.2 Análise e Aprovação de Candidaturas Efectua-se pelo ISQ uma pré-avaliação das candidaturas, que seram posterioemente enviadas para a AWS. A análise das candidaturas é efectuada pela AWS incluindo a sua validação. A responsabilidade da aprovação do candidato ao exame é da AWS. A validação feita pela AWS tem por base as informações prestadas pelos candidatos no formulário de candidatura, estes são analisados segundo as regras definidas nos documentos AWS QC-1:2007 e AWS B5.1:2003. Os candidatos serão informados pelo ISQ da sua aceitação ou não ao exame no dia do exame. 1.2 Avaliação dos Exames e Emissão de Certificados de Inspector A avaliação dos exames dos candidatos, será efectuada e é da responsabilidade da AWS. A avaliação dos exames é feita utilizando para tal meios informáticos para correcção automática das folhas de resposta. Os resultados serão enviados ao candidatos nunca antes de 8 a 9 semanas após a data de exame. IF Rev pág. 2 / 6

3 No caso de aprovação os candidatos recebem conjuntamente com a ficha de avaliação o respectivo Certificado de Inspector CWI ou o Certificado de Assistente de Inspector CAWI (ver regras de aprovação do exame). 2. REGRAS DE APROVAÇÃO NO EXAME AWS/CWI i) Ser aprovado nas três partes do exame (Parte A, B e C), uma reprovação numa das partes do exame implica a reprovação integral do exame. ii) A classificação mínima de aprovação para o nível CWI é de 72% em cada uma das partes do exame, isto é, Parte A 108 questões certas, Parte B - 34 questões certas, Parte C - 34 questões certas. iii) Caso o candidato obtenha uma classificação inferior a 72% (conforme mencionado no item ii) mas igual ou superior a 60%, será considerado aprovado para o nível inferior do Sistema de Certificação AWS que é o nível CAWI. 3. ASPECTOS GERAIS RELATIVOS AOS EXAMES AWS/CWI Todos os exames são do tipo escolha múltipla, a cada pergunta correspondem cinco (5) respostas, mas só está certa uma e uma só resposta. As respostas do exame são registadas em folha própria. Só pode ser utilizado um lápis do tipo HB ou nº2 para efectuar o registo das respostas e/ou o preenchimento dos dados solicitados na folha de respostas. A marcação das respostas nas respectiva folha TEM de ser feita do seguinte modo: CORRECTO NOTA: Qualquer resposta que seja mal marcada, é considerada errada pelo sistema de leitura automático, que é utilizado na avaliação das folhas de resposta, não existe avaliação feita por um examinador. IF Rev pág. 3 / 6

4 Todos os campos das folhas de resposta têm de estar preenchidos: a) Nome (completo, legível), Data (mm/dd/aa), código da cidade (a fornecer no dia de exame) e cidade (a fornecer no dia de exame), estes campos ao serem preenchidos têm de ser escritos em letra de imprensa. b) Último nome (em maiúsculas e letra de imprensa) c) Número de identificação - I.D. (a fornecer no dia de exame) d) Código AWS FORM e o código TEST CODE BOOK, que se encontram na capa do enunciado de exame 4. REGRAS ESPECÍFICAS DE EXAME: 1) É expressamente proibido escrever-se nas folhas do Livro Parte B Especificações de Exame, que é distribuído conjuntamente com o enunciado do exame prático de inspecção. 2) Todos os cálculos devem ser feitos nas margens ou nas folhas em branco dos enunciados dos exames. 3) É autorizada a utilização de calculadoras electrónicas, mas estas não podem permitir a conversão automática entre unidades do sistema SI e unidades do sistema Americano ou vice versa, as calculadoras não podem ser ruidosas, as calculadoras não podem ser programáveis, e as suas memórias têm de estar limpas. 4) O código que o candidato traz para exame, não pode conter outras páginas que não as do Código, nem deve conter resumos nas margens do mesmo nem nas páginas em branco. 5) Sobre a secretária de exame só podem estar os seguintes documentos, enunciado de exame, código de exame, folha de resposta, livro Parte B Especificações de Exame. Não são permitidas folhas soltas e/ou cadernos ou outros tipos de dossiers com documentação. 6) É expressamente proibido durante o exame falar com outros candidatos e/ou praticar qualquer actividade fraudulenta. 7) Comparecer à hora e local marcados para o exame. Após o inicio do exame não será permitida a entrada de nenhum candidato. 8) É Expressamente proibido tentar retirar da sala de exames qualquer material que tenha sido utilizado nos mesmos, excepto o código que é pertença do candidato, mas este não pode utilizar o código para escrever questões de exame. No caso de um candidato não cumprir uma qualquer das regras atrás mencionadas, o supervisor anulará de imediato o exame do candidato, este terá de abandonar o local de exame. IF Rev pág. 4 / 6

5 5. AS PARTES QUE CONSTITUEM O EXAME: Parte A: Exame de fundamentos de tecnologia de soldadura e inspecção Duração 2 horas, 150 questões de escolha múltipla. O enunciado do exame (questões e respostas) está em Português As componentes do exame são: i) Processos de Soldadura e/ou Corte e Tecnologia de Soldadura questões ii) Materiais e Metalurgia 15 a 20 questões iii) Higiene e segurança 4 questões iv) Ensaios Destrutivos 12 questões v) Ensaios Não Destrutivos e Inspecção Visual 26 a 30 questões vi) Sistema de Certificação de Inspectores AWS e Funções/Responsabilidades do Inspector e Documentos do Inspector questões vii) Cálculo e Conversões de Unidades 11 questões viii) Simbologia de Soldadura e Terminologia questões Parte B: Exame Prático de Inspecção Duração 2 horas, 46 questões de escolha múltipla O enunciado do exame (questões e respostas) está em Português. As componentes do exame são: i) Avaliação de réplicas de soldadura, utilizando as ferramentas distribuídas, determinado a sua aceitação ou não. ii) Determinação de condições e/ ou gamas de aprovação da qualificação de procedimentos de soldadura e da qualificação de soldadores em ermos gerais. iii) Análise resultados e condições de Ensaios Não Destrutivos. iv) Questões relacionadas com o estado da arte da inspecção em soldadura. v) Avaliação de juntas soldadas segundo critérios pré-definidos. vi) Cálculo básico referente às actividades/funções do inspector. IF Rev pág. 5 / 6

6 Parte C Exame do Código de Construção Duração 2 horas, 60 questões de escolha múltipla O enunciado do exame é bilingue, isto é Inglês e Português. A língua do código é o Inglês, os códigos usados nos exames não estão traduzidos, as respostas às perguntas do enunciado encontram-se no interior do código. O texto do enunciado em Português tem somente como objectivo fornecer uma ajuda suplementar, mas o texto que tem validade tanto para as questões como para as respostas é o texto em Inglês. As componentes do exame são: i) Determinação do nível de conhecimentos de um determinado código que foi escolhido pelo candidato no momento da inscrição para o exame AWS/CWI. ii) Os exames disponíveis são: ii.a) O código API 1104, o exame terá por base na 20º edição do ano de Dezembro de 2005 mais a errata de Os candidatos têm de se apresentar ao exame com o respectivo código. IF Rev pág. 6 / 6

INSPECTORES DE SOLDADURA SISTEMA AWS / CWI PROGRAMA DO CURSO AWS / CWI

INSPECTORES DE SOLDADURA SISTEMA AWS / CWI PROGRAMA DO CURSO AWS / CWI INSPECTORES DE SOLDADURA SISTEMA AWS / CWI PROGRAMA DO CURSO AWS / CWI Programa de Formação AWS / CWI, Documentos a distribuir aos Formandos, exames AWS conteúdo e respectiva classificação para aprovação

Leia mais

Secretariado de exames. Normas para os Professores Vigilantes

Secretariado de exames. Normas para os Professores Vigilantes Secretariado de exames Normas para os Professores Vigilantes Nota: Nos termos do ponto 5.1 da norma 02/JNE/2013, o serviço de exames, nomeadamente, o exercício de funções no secretariado de exames, vigilância,

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO. Área Formação Académica Cargo/Nível Vaga. Licenciatura: Engenharia de Informática, Ciências da Computação, Informática de Gestão.

ANÚNCIO DE CONCURSO. Área Formação Académica Cargo/Nível Vaga. Licenciatura: Engenharia de Informática, Ciências da Computação, Informática de Gestão. ANÚNCIO DE CONCURSO O presente anúncio de recrutamento é coordenado pela Direcção Geral da Administração Pública (DGAP), de acordo com os novos procedimentos no regulamento de concursos, com o objectivo

Leia mais

Regulamento do. Programa de Estágios Curriculares. no Ministério dos Negócios Estrangeiros

Regulamento do. Programa de Estágios Curriculares. no Ministério dos Negócios Estrangeiros Regulamento do Programa de Estágios Curriculares no Ministério dos Negócios Estrangeiros Preâmbulo Na sequência do acordo tripartido celebrado entre o Governo e os parceiros sociais em junho de 2008 e

Leia mais

DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS CAPACIDADE PROFISSIONAL PARA A ACTIVIDADE DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE MERCADORIAS

DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS CAPACIDADE PROFISSIONAL PARA A ACTIVIDADE DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE MERCADORIAS DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS CAPACIDADE PROFISSIONAL PARA A ACTIVIDADE DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE MERCADORIAS MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA AS ENTIDADES FORMADORAS ÍNDICE OBJECTIVOS

Leia mais

ESAI ESCOLA SUPERIOR DE ACTIVIDADES IMOBILIÁRIAS. Diário da República, 2.ª série N.º 200 17 de Outubro de 2006. Regulamento n.

ESAI ESCOLA SUPERIOR DE ACTIVIDADES IMOBILIÁRIAS. Diário da República, 2.ª série N.º 200 17 de Outubro de 2006. Regulamento n. ESAI ESCOLA SUPERIOR DE ACTIVIDADES IMOBILIÁRIAS Diário da República, 2.ª série N.º 200 17 de Outubro de 2006 Regulamento n.º 199/2006 O presente Regulamento é o regulamento interno da Escola Superior

Leia mais

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO Aprovado em reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico em 22/11/2006 Aprovado em reunião de Plenário do Conselho Directivo em 13/12/2006 PREÂMBULO

Leia mais

B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907. Anúncio de concurso. Serviços

B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:140907-2013:text:pt:html B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907

Leia mais

Prova/código Fase/chamada Dia Hora Língua Portuguesa / 22 1ª / 1ª 20. 06. 11 09.00 Matemática / 23 1ª / 1ª 22. 06. 11 09.00

Prova/código Fase/chamada Dia Hora Língua Portuguesa / 22 1ª / 1ª 20. 06. 11 09.00 Matemática / 23 1ª / 1ª 22. 06. 11 09.00 Escola Básica 2º e 3º ciclos D. Luís Mendonça Furtado Ano lectivo 2010/11 EXAMES NACIONAIS DE 3º CICLO Língua Portuguesa e Matemática Súmula da Norma 02/EB/11 Este documento não dispensa a leitura integral

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DA FESPSP. Edital de Seleção 2014. Universidade Autônoma de Barcelona

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DA FESPSP. Edital de Seleção 2014. Universidade Autônoma de Barcelona PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DA FESPSP Edital de Seleção 2014 Universidade Autônoma de Barcelona A área de Extensão Acadêmica e Cooperação Internacional da FESPSP em conjunto com as coordenações

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS REGULAMENTO GERAL

CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS REGULAMENTO GERAL CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS REGULAMENTO GERAL 1. INTRODUÇÃO Este regulamento: Descreve os requisitos referentes à Certificação de Pessoas da SGS ICS; Complementa o documento PTD6850 - Processo de Certificação

Leia mais

COMISSÃO EXECUTIVA DA ESPECIALIZAÇÃO EM SEGURANÇA NO TRABALHO DA CONSTRUÇÃO PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE ENGENHEIRO ESPECIALISTA EM

COMISSÃO EXECUTIVA DA ESPECIALIZAÇÃO EM SEGURANÇA NO TRABALHO DA CONSTRUÇÃO PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE ENGENHEIRO ESPECIALISTA EM PROCEDIMENTOS PARA ATRIBUIÇÃO DO TÍTULO DE ENGENHEIRO ESPECIALISTA EM Procedimentos para a atribuição do título de Engenheiro Especialista em Segurança no Trabalho da Construção 1 Introdução...2 2 Definições...4

Leia mais

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO

Bolsa de Inovação da Secção Regional de Lisboa DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGRAS DE ATRIBUIÇÃO A Direcção da Secção Regional de Lisboa da Ordem dos Farmacêuticos, reunida em sessão de 18 de Julho de 2012, deliberou instituir uma Bolsa, destinada a apoiar projectos de investigação e projectos profissionais

Leia mais

Programa de Pós-Doutoramento em Direito das Coisas, Direito dos Registos E Direito Notarial

Programa de Pós-Doutoramento em Direito das Coisas, Direito dos Registos E Direito Notarial Programa de Pós-Doutoramento em Direito das Coisas, Direito dos Registos E Direito Notarial REGULAMENTO Artigo 1 (Natureza e Objectivos) O "Programa de Pós-Doutoramento em Direito das coisas, Direito dos

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS

ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS ANÚNCIO DE CONCURSO - INSPECÇÃO-GERAL DE FINANÇAS A Direcção Geral da Administração Pública e a Inspecção-Geral de Finanças (IGF), através da Direcção Geral do Planeamento, Orçamento e Gestão do Ministério

Leia mais

SEGURANÇA DO TRABALHO

SEGURANÇA DO TRABALHO MANUAL DE ESTÁGIO SEGURANÇA DO TRABALHO Aluno (a): Curso: Nº: Turma: Telefones: Residencial Celular E-mail: 1. APRESENTAÇÃO O Estágio Profissional supervisionado constitui um dos requisitos mínimos obrigatórios

Leia mais

Aviso. O concurso comum é válido até um ano, a contar da data da publicação da lista classificativa final.

Aviso. O concurso comum é válido até um ano, a contar da data da publicação da lista classificativa final. Aviso Faz-se público que, por despacho do Exmo. Senhor Secretário para os Transportes e Obras Públicas, de 8 de Maio de 2013, e nos termos definidos na Lei n. o 14/2009 Regime das carreiras dos trabalhadores

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSA IBERO-AMÉRICA. ESTUDANTES DE LICENCIATURA E MESTRADO SANTANDER UNIVERSIDADES CONVOCATÓRIA 2015 O Programa Bolsas Ibero-américa. Estudantes de Licenciatura e

Leia mais

REF ACTIVIDADE RESPONSABILIDADE

REF ACTIVIDADE RESPONSABILIDADE REPÚBLICA DE ANGOLA Ministério das Finanças Direcção Nacional das Alfândegas PROCEDIMENTOS À CIRCULAR Nº /DESP/DTA/DNA/07 (Anexo A a que se referem os pontos 13º e 16º da circular) REF ACTIVIDADE RESPONSABILIDADE

Leia mais

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA Convite à apresentação n. MARKT/2003/[ref. no.]/b: Avaliação em geral e avaliação do impacto no domínio do Mercado FORMULÁRIO DE CANDIDATURA Exmos. Senhores, Em anexo encontra-se a proposta de [nome do

Leia mais

REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS.

REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS. REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS. TOLEDO-PR Página 2 de 6 1. OBJETIVO 1.1 O presente regulamento objetiva

Leia mais

REGULAMENTO DO CONTROLO DE QUALIDADE DA ORDEM DOS REVISORES OFICIAIS DE CONTAS. (Artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 487/99, de 16 de Novembro)

REGULAMENTO DO CONTROLO DE QUALIDADE DA ORDEM DOS REVISORES OFICIAIS DE CONTAS. (Artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 487/99, de 16 de Novembro) REGULAMENTO DO CONTROLO DE QUALIDADE DA ORDEM DOS REVISORES OFICIAIS DE CONTAS (Artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 487/99, de 16 de Novembro) CAPÍTULO I Objectivos e caracterização do controlo de qualidade

Leia mais

REGuLAMENTO DE RECRuTAMENTO, SELECçãO E CONTRATAçãO DE FORMADORES

REGuLAMENTO DE RECRuTAMENTO, SELECçãO E CONTRATAçãO DE FORMADORES REGuLAMENTO DE RECRuTAMENTO, SELECçãO E CONTRATAçãO DE FORMADORES Regulamento n.º 743/2010 OA (2.ª série), de 19 de Julho de 2010 / Conselho Geral da Ordem dos Advogados - Regulamento de Recrutamento,

Leia mais

Regras gerais. Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde

Regras gerais. Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias da Informação Os

Leia mais

Ensaios Não Destrutivos

Ensaios Não Destrutivos Documento de Divulgação Externa Certificação de Técnicos de Ensaios Não Destrutivos de Mod.CER.009-04 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 CARACTERIZAÇÃO DAS CATEGORIAS... 3 2.1... 3 2.2... 4 2.3 Nível 3... 4 3

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO. 1. Perfil / Vagas. Previsão de Vagas. Formação Académica

ANÚNCIO DE CONCURSO. 1. Perfil / Vagas. Previsão de Vagas. Formação Académica ANÚNCIO DE CONCURSO O presente anúncio de recrutamento é coordenado pela Direcção Geral da Administração Pública e de acordo com os novos procedimentos do Recrutamento Centralizado estabelecidos na Directiva

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível comercial sustentável 2013/S 248-431845

Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível comercial sustentável 2013/S 248-431845 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:431845-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Modelo para estudos de viabilidade de um novo projeto relativo a biocombustível

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MOBILIDADE BOLSAS SANTANDER LUSO-BRASILEIRAS CONVOCATÓRIA 2015 É do interesse das Instituições de Ensino Superior promover a excelência do ensino, propiciando aos seus estudantes

Leia mais

Regulamento dos Cursos de Língua Estrangeira da Universidade de Trásos-Montes

Regulamento dos Cursos de Língua Estrangeira da Universidade de Trásos-Montes Regulamento dos Cursos de Língua Estrangeira da Universidade de Trásos-Montes e Alto Douro Artigo 1º Objeto O presente regulamento define um conjunto de normas e orientações dos Cursos de Língua Estrangeira

Leia mais

LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS

LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS Dossier informativo - Cimentos LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS INTRODUÇÃO Qualquer entidade legalmente estabelecida, nacional ou estrangeira, pode solicitar ao LNEC a certificação

Leia mais

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores

CGA Directa. Manual do Utilizador. Acesso, Adesão e Lista de Subscritores CGA Directa Manual do Utilizador Acesso, Adesão e Lista de Subscritores Versão 1.00 de 10 de Março de 2008 Índice Pág. Introdução 3 Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 Acesso Acesso 4 Adesão Adesão 5 2.1

Leia mais

FAC PERGUNTAS FREQUENTES

FAC PERGUNTAS FREQUENTES FAC PERGUNTAS FREQUENTES Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Divisão de Temas Educacionais (DCE) Departamento Cultural

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA MESTRADO ACADÊMICO Edital 01/2010 Edital de Inscrição, Seleção e Matrícula

Leia mais

Edital de Empresa Júnior 2013 da UERJ. Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ

Edital de Empresa Júnior 2013 da UERJ. Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SR-2 Sub-Reitoria de Pós-graduação e Pesquisa Edital de Empresa Júnior 2013 da UERJ Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ A Universidade

Leia mais

C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL

C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL INSTITUTO NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL, I.P. C I R C U L A R D E I N F O R M A Ç Ã O A E R O N Á U T I C A PORTUGAL INFORMAÇÃO AERONÁUTICA Aeroporto da Portela / 1749-034 Lisboa Telefone: 218423502 / Fax:

Leia mais

NOME: Primeiro Nome Nome do Meio Último Sobrenome Você é um associado ou já é cliente do IIA? Sim - ID # Você já tentou algum exame do IIA? Quando?

NOME: Primeiro Nome Nome do Meio Último Sobrenome Você é um associado ou já é cliente do IIA? Sim - ID # Você já tentou algum exame do IIA? Quando? FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO ESPECIALIDADES CCSA, CFSA, CGAP NOME: Você é um associado ou já é cliente do IIA? Sim - ID # Você já tentou algum exame do IIA? Quando? DATA DE NASCIMENTO (dd/mm/aaaa): NOME DA

Leia mais

Marcação CE Estruturas Metálicas. Qualificação de Soldadores Apresentação da Norma EN ISO 9606-1:2013

Marcação CE Estruturas Metálicas. Qualificação de Soldadores Apresentação da Norma EN ISO 9606-1:2013 Marcação CE Estruturas Metálicas Qualificação de Soldadores Apresentação da Norma EN ISO 9606-1:2013 Objectivos Apresentação da EN ISO 9606-1:2013; Definição das variáveis essenciais na certificação dos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PRAÇA DAS PROFISSÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PRAÇA DAS PROFISSÕES Edital Praça das Nº 1-2015 Seleção de Bolsistas e Voluntários -2016 Aos estudantes dos Cursos de Graduação da UFCG: A Unidade Suplementar Praça das, desta Universidade, nos termos das disposições normativas

Leia mais

Chamada para a Seleção Pública do Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Desenvolvimento

Chamada para a Seleção Pública do Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Desenvolvimento 1 Chamada para a Seleção Pública do Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Desenvolvimento O Coordenador Acadêmico de Pós-Graduação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA, no uso de

Leia mais

RESIDÊNCIA EM CIRURGIA VASCULAR SANTA CASA DE LONDRINA 2012. Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Vascular / 2012. Edital de Convocação

RESIDÊNCIA EM CIRURGIA VASCULAR SANTA CASA DE LONDRINA 2012. Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Vascular / 2012. Edital de Convocação RESIDÊNCIA EM CIRURGIA VASCULAR SANTA CASA DE LONDRINA 2012 Prova de Seleção para Residência Médica em Cirurgia Vascular / 2012 Edital de Convocação A Irmandade Santa Casa de Londrina faz saber que realizará

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html Polónia-Varsóvia: Contrato-quadro para desenvolvimento de Intranet com base em SharePoint, sistema

Leia mais

Instruções para preenchimento de contratos

Instruções para preenchimento de contratos Instruções para preenchimento de contratos Este documento tem como objetivo esclarecer o correto preenchimento dos contratos de emissão e renovação dos certificados digitais qualificados fornecidos pela

Leia mais

EDITAL PARA BOLSAS PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL

EDITAL PARA BOLSAS PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL EDITAL PARA BOLSAS PNPD/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA INDUSTRIAL 1. FINALIDADE: 1.1. Abrir as inscrições e estabelecer as condições de seleção para ingresso de bolsistas PNPD/CAPES no

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Faculdade de Informática Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC),

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA DEFESA DO PROJETO DE DISSERTAÇÃO

ORIENTAÇÃO PARA DEFESA DO PROJETO DE DISSERTAÇÃO ORIENTAÇÃO PARA DEFESA DO PROJETO DE DISSERTAÇÃO Orientações para elaboração e defesa do projeto O projeto de pesquisa será apresentado na disciplina de Seminário II, no seguinte formato: O projeto deverá

Leia mais

Instruções para preenchimento de contratos

Instruções para preenchimento de contratos Instruções para preenchimento de contratos Este documento tem como objetivo esclarecer o correto preenchimento dos contratos de emissão e renovação dos certificados digitais qualificados fornecidos pela

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE CURTA DURAÇÃO 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições para os

Leia mais

Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016

Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016 Regulamento Geral de Mobilidade Internacional de Estudantes da Universidade Fernando Pessoa 2015-2016 1. Mobilidade Internacional de Estudantes Os alunos da Universidade Fernando Pessoa (UFP) que cumpram

Leia mais

Departamento de Ciências da Comunicação Regras para o acesso ao Mestrado em Comunicação Aplicada para os licenciados pré-bolonha

Departamento de Ciências da Comunicação Regras para o acesso ao Mestrado em Comunicação Aplicada para os licenciados pré-bolonha Departamento de Ciências da Comunicação Regras para o acesso ao Mestrado em Comunicação Aplicada para os licenciados pré-bolonha Respeitando a deliberação n.º 37/2011 do Conselho Científico da UAL, de

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL - MARINHA

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL - MARINHA MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL - MARINHA Instituto Hidrográfico IH BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA FORMULÁRIO DE CANDIDATURA INDIVIDUAL* A preencher pelo candidato Bolsa / Reservado aos Serviços Nome

Leia mais

Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Tecnologia

Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Tecnologia Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Tecnologia EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE DOUTORADO EM TECNOLOGIA 1 o SEMESTRE/2016 Implementado em 2009, o Programa de Pós-graduação

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:267125-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125

Leia mais

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes 1. Qual o diploma que estabelece o regime de constituição, gestão e funcionamento do mercado organizado de resíduos (MOR), nos termos do n.º 2 do artigo 62.º do Decreto-Lei n.º 178/2006,

Leia mais

Regulamento de Estágios

Regulamento de Estágios Programa de Inserção Profissional Regulamento de Estágios Faculdade de Ciências Humanas Nos últimos anos, o ensino universitário tem vindo a integrar nos percursos formativos a realização de estágios curriculares

Leia mais

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estágio dos estudantes de Licenciatura

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução AMI14/AR-RU 2014/S 059-098331. Convite à manifestação de interesse

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução AMI14/AR-RU 2014/S 059-098331. Convite à manifestação de interesse 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:98331-2014:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução AMI14/AR-RU 2014/S 059-098331 Convite à manifestação

Leia mais

REGULAMENTO CURSOS ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

REGULAMENTO CURSOS ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA REGULAMENTO CURSOS ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA (Com base no Regulamento de Estudos revisto e alterado em Reunião do Conselho Científico de 27 Novembro 2006) Anos Lectivos 2006/2007 e 2007/2008 Artigo 1.º

Leia mais

Regulamento da Bolsa de Emprego online da FEP. Serviço de Relações Externas e Integração Académica

Regulamento da Bolsa de Emprego online da FEP. Serviço de Relações Externas e Integração Académica Regulamento da Bolsa de Emprego online da FEP Serviço de Relações Externas e Integração Académica Regulamento Bolsa de Emprego da FEP Candidatos & Entidades Empregadoras Artigo 1 Objeto O presente regulamento

Leia mais

Regime de qualificações nos domínios da construção urbana e do urbanismo Perguntas e respostas sobre a inscrição/renovação da inscrição

Regime de qualificações nos domínios da construção urbana e do urbanismo Perguntas e respostas sobre a inscrição/renovação da inscrição Regime de qualificações nos domínios da construção urbana e do urbanismo Perguntas e respostas sobre a inscrição/renovação da inscrição 1. Quais as instruções a seguir pelos técnicos que pretendam exercer

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013 EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 17/2013 Por meio do presente Edital se faz a Convocação Pública

Leia mais

PROCEDIMENTO DO SISTEMA INTEGRADO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA

PROCEDIMENTO DO SISTEMA INTEGRADO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA PROCEDIMENTO DO SISTEMA INTEGRADO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA PQAS 12 - E AUDITORIAS INTERNAS Cópia: Aprovação: Data: 11-04-2011 Página 2 de 8 ÍNDICE 1. OBJECTIVOS...2 2. ÂMBITO...2 3. SIGLAS, DEFINIÇÕES

Leia mais

REGULAMENTO DAS BOLSAS DE ESTUDO FUNDAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL ARAGÃO PINTO E INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO

REGULAMENTO DAS BOLSAS DE ESTUDO FUNDAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL ARAGÃO PINTO E INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO REGULAMENTO DAS BOLSAS DE ESTUDO FUNDAÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL ARAGÃO PINTO E INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Objecto O presente Regulamento de Bolsas de Estudo

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE ANIMAÇÃO 2D E 3D WWW.ESSR.NET ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS / RUA MAJOR DAVID MAGNO, 139 / 4000-191 PORTO

CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE ANIMAÇÃO 2D E 3D WWW.ESSR.NET ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS / RUA MAJOR DAVID MAGNO, 139 / 4000-191 PORTO MATRÍCULA A inscrição no curso é realizada em impresso próprio, recolhido no sítio da escola, em www.essr.net, ou noutros locais de divulgação e entregue nos serviços administrativos da Escola Artística

Leia mais

Especialização em PET/CT (R4) Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2015

Especialização em PET/CT (R4) Imagens Médicas de Brasília. Processo Seletivo 2015 Especialização em PET/CT (R4) Processo Seletivo 2015 A Diretoria do IMEB torna pública, para conhecimento dos interessados, a abertura de inscrições para o Processo Seletivo do Programa de Especialização

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 02/2015

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 02/2015 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 02/2015 A Coordenação do Curso de Arquitetura e Urbanismo, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

EDITAL DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSIQUIATRIA INSTITUTO BAIRRAL DE PSIQUIATRIA

EDITAL DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSIQUIATRIA INSTITUTO BAIRRAL DE PSIQUIATRIA EDITAL DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PSIQUIATRIA INSTITUTO BAIRRAL DE PSIQUIATRIA O Instituto Bairral de Psiquiatria e a sua Comissão de Residência Médica (COREME) realizarão Processo de Seleção Pública

Leia mais

Regulamento Geral da Formação

Regulamento Geral da Formação Regulamento Geral da Formação Regulamento n.º 32/2006, de 3 de Maio publicado no Diário da República, II Série, n.º 85, de 3 de Maio de 2006 Artigo 1.º Objecto 1 Este regulamento define as regras relativas

Leia mais

Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais. Procedimentos

Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais. Procedimentos Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais EQUASS Assurance Procedimentos 2008 - European Quality in Social Services (EQUASS) Reservados todos os direitos. É proibida a reprodução total ou parcial

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA MONITOR BOLSISTA

EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA MONITOR BOLSISTA EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO PARA MONITOR BOLSISTA O Curso Sapientia, em conformidade com suas disposições estatutárias, torna pública a realização de Processo Seletivo de monitores para os

Leia mais

REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISVOUGA

REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISVOUGA Página 1 de 6 Preâmbulo O presente regulamento define as regras de acesso e ingresso nos cursos técnicos superiores profissionais do e institui os critérios pelos quais se pautam as provas de avaliação

Leia mais

lince Plataforma Desportiva

lince Plataforma Desportiva lince Plataforma Desportiva Definições Genéricas REGISTO Inscrição Electrónica de um Agente Desportivo na lince Plataforma Desportiva Electrónica da Federação Portuguesa de Atletismo. INSCRIÇÃO INICIAL

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2013 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré- Vestibular/PROEX/UFGD

EDITAL Nº. 01/2013 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré- Vestibular/PROEX/UFGD EDITAL Nº. 01/2013 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré- Vestibular/PROEX/UFGD A Coordenação do Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré- Vestibular/PROEX/UFGD, no uso das atribuições legais,

Leia mais

Computadores Portáteis. Regulamento de utilização

Computadores Portáteis. Regulamento de utilização Computadores Portáteis Regulamento de utilização 1 Introdução Os computadores portáteis estão disponíveis para: a) a utilização individual e profissional por professores; b) a utilização por professores,

Leia mais

REGULAMENTO DAS BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA PÓS-GRADUAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA E DE TIMOR LESTE

REGULAMENTO DAS BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA PÓS-GRADUAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA E DE TIMOR LESTE REGULAMENTO DAS BOLSAS DE INVESTIGAÇÃO PARA PÓS-GRADUAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO DESTINADAS A ESTUDANTES AFRICANOS DE LÍNGUA PORTUGUESA E DE TIMOR LESTE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artº. 1º. 1. Com o fim principal

Leia mais

Ministério da Educação e Desportos (MED) Concurso de Recrutamento de Professores 2014/2015

Ministério da Educação e Desportos (MED) Concurso de Recrutamento de Professores 2014/2015 Ministério da Educação e Desportos (MED) Concurso de Recrutamento de Professores 2014/2015 O Ministério da Educação e Desporto (MED) em colaboração com a Direcção Geral da Administração Pública (DGAP),

Leia mais

Procedimento de selecção a que a

Procedimento de selecção a que a AGÊNCIA EUROPEIA DE MEDICAMENTOS (LONDRES) FORMULÁRIO DE CANDIDATURA Apresen tação Imprimir por formulári correio o electrón ico Convite à manifestação de interesse para Agentes Contratados para tarefas

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AOS PROCESSOS SELETIVOS nº. 016/2015 PROGRAMA DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E MATEMÁTICA COMPUTACIONAL

Leia mais

PRÉMIOS CONSUMUS DIXIT FÓRUM DO CONSUMO

PRÉMIOS CONSUMUS DIXIT FÓRUM DO CONSUMO PRÉMIOS CONSUMUS DIXIT FÓRUM DO CONSUMO ETAPAS DO PROCESSO DE CANDIDATURA 1ª Etapa Candidaturas: 1 Out 2014 28 Fev 2015. O prémio Consumus Dixit é aberto a todos trabalhos profissionais, académicos, personalidades

Leia mais

E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2013

E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2013 E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2013 Estão abertas as inscrições para seleção de candidatos do curso de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Sociais da PUC-SP para o programa

Leia mais

Procedimento de Contratação. (artº 5º do CCP Contratação Excluída) Procedimento 5/2013

Procedimento de Contratação. (artº 5º do CCP Contratação Excluída) Procedimento 5/2013 Procedimento de Contratação (artº 5º do CCP Contratação Excluída) Procedimento 5/2013 Aquisição de Serviços de Consultores-formadores de Ligação e Especialistas para a execução do Projecto nº 084749/2012/831

Leia mais

Instruções para preenchimento de contratos

Instruções para preenchimento de contratos Instruções para preenchimento de contratos Este documento tem como objetivo esclarecer o correto preenchimento dos contratos de emissão e renovação dos certificados digitais qualificados fornecidos pela

Leia mais

I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516. Anúncio de concurso. Fornecimentos

I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516. Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:306516-2012:text:pt:html I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516 Anúncio de concurso

Leia mais

Certificação em Competências TIC. Informação aos Docentes do Agrupamento

Certificação em Competências TIC. Informação aos Docentes do Agrupamento Certificação em Competências TIC Informação aos Docentes do Agrupamento Certificação em Competências TIC Informação aos Docentes do Agrupamento De: PTE (DREN) Enviada: quarta-feira, 7 de Abril de 2010

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenador: Prof. Dr. Antônio Corrêa de Lacerda Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Regina Maria d Aquino Fonseca Gadelha Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a

Leia mais

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CENTRO DE TREINAMENTO EM ENDOSCOPIA DIGESTIVA CREDENCIADO PELA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA(SOBED) EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE

Leia mais

Universidade Católica de Pelotas. Pró-Reitoria Acadêmica Edital 077/2015

Universidade Católica de Pelotas. Pró-Reitoria Acadêmica Edital 077/2015 Universidade Católica de Pelotas Pró-Reitoria Acadêmica Edital 077/2015 O Centro Politécnico, no curso de Engenharia Civil, nas áreas de Estruturas e Gerenciamento da Construção Civil e Engenharia dos

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS

NORMAS E PROCEDIMENTOS NORMAS E PROCEDIMENTOS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2014 CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU: NORMAS E PROCEDIMENTOS I Das Condições Específicas De acordo com a Resolução CNE/CES no. 1 de 8 de Julho de 2007,

Leia mais

Edital Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos 2008/2009

Edital Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos 2008/2009 Edital Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos 2008/2009 1. Curso Encontram-se abertas inscrições para a realização das provas especiais de acesso e ingresso nos

Leia mais

Regulamento Interno. Artigo 1º (Missão)

Regulamento Interno. Artigo 1º (Missão) Regulamento Interno O presente regulamento aplica-se a todos os Cursos de formação concebidos, organizados e desenvolvidos pelo Nucaminho - Núcleo dos Camionistas do Minho, com o objetivo de promover o

Leia mais

FACULDADES FUTURÃO DIRETORIA DE PÓS GRADUAÇÃO EDITAL DPG Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO TURMAS 2014/2

FACULDADES FUTURÃO DIRETORIA DE PÓS GRADUAÇÃO EDITAL DPG Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO TURMAS 2014/2 FACULDADES FUTURÃO DIRETORIA DE PÓS GRADUAÇÃO EDITAL DPG Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO TURMAS 2014/2 A Faculdades Futurão, em conformidade com o seu Plano de Desenvolvimento Institucional e o Regimento

Leia mais

Universidade Católica de Pelotas. Pró-Reitoria Acadêmica Edital 020/2015

Universidade Católica de Pelotas. Pró-Reitoria Acadêmica Edital 020/2015 Universidade Católica de Pelotas Pró-Reitoria Acadêmica Edital 020/2015 O Centro de Ciências da Vida e da Saúde, no curso de Medicina, na área da Pediatria, seleciona 1 (um) professor para o seu corpo

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 095/2014 PROGRAMA

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 095/2014 PROGRAMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Diretoria de Pós-Graduação Divisão de Admissão e Mobilidade EDITAL PROPPG/DPG/DAM Nº 095/2014 A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO da UNIVERSIDADE ESTADUAL

Leia mais

Universidade dos Açores Escola Superior de Enfermagem de Angra do Heroísmo

Universidade dos Açores Escola Superior de Enfermagem de Angra do Heroísmo 3ª EDIÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO DE GESTÃO DE UNIDADES DE SAÚDE NOTA JUSTIFICATIVA O Curso de Pós-Graduação em Gestão de Unidades de Saúde é proposta da Escola Superior de Enfermagem de Angra do Heroísmo - Universidade

Leia mais

Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias de Informação

Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias de Informação Procedimento de concessão e acompanhamento da atribuição da Marca ACSS-Software Certificado a produtos de software para utilização nas instituições e Unidade Operacional de Normalização e Certificação

Leia mais

Regulamento de Acesso e Ingresso

Regulamento de Acesso e Ingresso Página 1 de 7 Preâmbulo O presente regulamento define as regras de acesso e ingresso nos cursos técnicos superiores profissionais do ISVOUGA e institui os critérios pelos quais se pautam as provas de avaliação

Leia mais

3. DA SELEÇÃO E DOS CRITÉRIOS: 3.1. A seleção será operacionalizada pela Comissão Coordenadora de Programa do PPG-MATEMÁTICA.

3. DA SELEÇÃO E DOS CRITÉRIOS: 3.1. A seleção será operacionalizada pela Comissão Coordenadora de Programa do PPG-MATEMÁTICA. INSTITUTO DE CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO No 034/2015 PROGRAMA DE MATEMÁTICA DOUTORADO E DOUTORADO DIRETO A Presidente

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições

Leia mais

E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2015

E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2015 E D I T A L DIPLOMA INTEGRADO PUC-SP/SCIENCES PO 2015 Estão abertas as inscrições para seleção de candidatos do curso de Relações Internacionais da Faculdade de Ciências Sociais da PUC-SP para o programa

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º SEMESTRE/2015 ABERTURA A Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) torna pública a abertura das inscrições

Leia mais