Versão Online ISBN Cadernos PDE VOLUME I I. O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE Produção Didático-Pedagógica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Versão Online ISBN 978-85-8015-053-7 Cadernos PDE VOLUME I I. O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE Produção Didático-Pedagógica"

Transcrição

1 Versão Online ISBN Cadernos PDE VOLUME I I O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE Produção Didático-Pedagógica 2009

2 GOVERNO DO ESTADO DO PARANA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ANA BATISTA LOPES MACHADO ÁREA: CIÊNCIAS Público Alvo: Alunos da Educação Básica- EJA ACNE: MITOS E VERDADES CONTRIBUINDO PARA O BEM-ESTAR DE ADOLESCENTES E JOVENS NA EDUCAÇÃO BÁSICA CURITIBA 2010

3 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE POLÍTICAS E PROGRAMAS EDUCACIONAIS PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL ACNE: MITOS E VERDADES CONTRIBUINDO PARA O BEM-ESTAR DE ADOLESCENTES E JOVENS NA EDUCAÇÃO BÁSICA Caderno de apoio Pedagógico Material Didático - apresentado como parte do Plano Integrado de Formação Continuada do Programa de Desenvolvimento Educacional da Secretaria de Estado da Educação do Paraná. Professora PDE: Ana Batista Lopes Machado Orientadora: Profª. Drª. Dulce Dirclair Huf Bais CURITIBA, PR, BRASIL

4 3 APRESENTAÇÃO Amigo (a) Professor (a)! O presente trabalho é resultado parcial do Programa de Desenvolvimento Educacional PDE/2009, intitulado Acne: mitos e verdades contribuindo para o bem-estar de adolescentes e jovens na educação básica, com a finalidade de abordar o tema acne com os alunos do Ensino Fundamental e Médio, considerando que a referida afecção se manifesta com maior intensidade na adolescência e início da idade adulta faixa etária correspondente dos alunos. Durante a elaboração do projeto, buscamos auxílio de profissionais da área da saúde e da educação e, a partir de pesquisa bibliográfica, elegemos vários autores de renome internacional na especialidade de dermatologia, a exemplo dos médicos, professores e pesquisadores, Sebastião Almeida Prado Sampaio, Nicholas Perricone, David Rubem Azulay e demais referenciados. A implementação do projeto contará com a participação de alunos da Educação de Jovens e Adultos de uma escola pública de Curitiba. Este caderno de apoio pedagógico tem por objetivo compartilhar o material elaborado na efetivação desse programa com professores da educação básica que convivem no seu dia-a-dia com adolescentes e jovens acometidos de acne. Trata-se de uma produção didática textual e prática, incluindo sugestões de dinâmicas de grupo, de estudos dirigidos individuais e de pesquisa em material disponível on-line. O tema acne em estudo é uma doença da pele, considerada inevitável, principalmente, na adolescência atingindo cerca de 70% a 80% de sua população, não descartando a possibilidade do aparecimento da mesma em qualquer outra idade. A relevância deste projeto tem por base o fato de que a acne, ao atingir adolescentes e jovens, causa alterações psicológicas que compromete tanto o convívio social como o desenvolvimento cognitivo. Portanto, este material pedagógico pretende mostrar a importância de tratar o referido assunto com rigor científico no ambiente escolar, visto que ainda persiste um alto índice de mitos e equívocos em relação a cravos e espinhas. O presente caderno de apoio pedagógico é composto por quatro unidades textuais e uma unidade introdutória.

5 4 Em cada unidade você encontrará um texto informativo, atividades em grupo ou individual e sugestões diversificadas, como: vídeo, imagens e outros. Espero que este material ajude você a criar um ambiente de conversa produtiva na sala de aula, opiniões e trocas de experiências e, quem sabe, desperte em seus alunos a vontade de pesquisar mais sobre o assunto e que possam escrever textos informativos que divulguem sobre os cuidados com a saúde da pele. Com carinho, Profª. Ana Batista.

6 5 Agradecimentos. À Deus, pelo dom da vida. À compreensão e companheirismo da minha família. À mestre com todo o meu carinho e admiração, Prof. Dra. Dulce Dirclair Huf Bais, pela orientação e paciência. Às amigas Agueda Maria Wendhausen Barreto (médica dermatologista), e a Genísia Batista Ribeiro (pedagoga), pela colaboração. Aos alunos participantes, agradeço pela confiança na pesquisa, e aos colegas professores do GTR (grupo de trabalho em rede), a gentileza pelas sugestões postadas durante o curso.

7 6 SUMÁRIO SUMÁRIO INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO UNIDADE INTRODUTÓRIA UNIDADE I CONHECENDO A PELE UNIDADE II - IDENTIFICANDO A ACNE E OS GRAUS DE MANIFESTAÇÃO UNIDADE III - LIDANDO COM MITOS, VERDADES E ATITUDES SOBRE ACNE UNIDADE IV - ORIENTANDO E TRATANDO PARA O BEM-ESTAR REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS...38

8 7 1 - INTRODUÇÃO Segundo dados do IBGE, cerca de dezoito milhões de jovens brasileiros entre 13 e 18 anos sofrem de problemas com acne, (IBGE, 2009). A acne é uma doença inflamatória da pele, mais frequente na adolescência, devido a presença do hormônio androgênio, mas, que poderá surgir em qualquer idade e sexo. A testosterona hormônio sexual masculino produzido nos testículos e nas glândulas supra - renal feminina desencadeia um aumento no tamanho da glândula sebácea que por sua vez aumenta a produção de sebo. O aumento de secreção sebácea e o acúmulo de células mortas no orifício do folículo pilossebáceo causam uma obstrução no orifício de saída da glândula. Esses poros bloqueados liberam substâncias que irritam a pele, criando um meio propício para o desenvolvimento de bactérias que favorecem o surgimento de lesões purulentas. As lesões da acne aparecem principalmente no rosto e, com menor freqüência, nas costas, tórax, ombros e braços. A acne atinge a vida social da pessoa profundamente, pois é, justamente na fase da adolescência em que ela inicia o processo de amadurecimento social, emocional e psicológico. Os cravos e espinhas constituem assunto que surge com freqüência quando o professor de ciências ou de biologia ou mesmo de outras áreas, trabalha outros temas correlatos como: pele, adolescência, estresse, alimentação, esporte, ou qualidade de vida. Tais temas suscitam logo as perguntas sobre como manter a pele bonita? Comer chocolate causa espinhas? A acne tem cura? E outras indagações que, muitas vezes, o professor não tem como respondê-las de imediato. Este estudo pretende trazer algumas respostas a este público estudantil que tem urgência das respostas e ainda trazer algumas orientações para lidar com o aparecimento desta dermatose que causa tantos descontentamentos nas pessoas acometidas por ela.

9 8 2 - DESENVOLVIMENTO Em cada unidade o encaminhamento metodológico terá característica específica, mas, basicamente, o estudo será de caráter exploratório e descritivo por meio de questionário com perguntas fechadas, pesquisa bibliográfica, debate em grupos e resolução de atividades. O professor poderá usar os recursos disponíveis em seu ambiente escolar UNIDADE INTRODUTÓRIA São vários os direitos fundamentais do ser humano, mas queremos chamar a sua atenção sobre os dois mais importantes: saúde e educação que fazem parte da história de vida de cada um, desde o nascimento até o último sopro de vida. Objetivo: Dialogar em grupo sobre a percepção de saúde na história de vida de cada um dos participantes, refletida na condição de pele. Encaminhamento metodológico: Através de uma breve explanação sobre saúde e educação descritas abaixo o professor deve instigar o aluno sobre o pensar saúde como direito e dever de cuidar do corpo como o mais valioso bem. Durante os anos de 90, a Organização Mundial da Saúde (OMS) desenvolveu o conceito e iniciativa das Escolas Promotoras da Saúde. No Brasil, as políticas de saúde reconhecem o espaço escolar como espaço privilegiado para práticas promotoras da saúde, ações preventivas e de educação para a saúde. O Programa mais Saúde: Direito de todos, lançado pelo Ministério da Saúde, em 2008, é um exemplo disso (BRASIL, 2008 d). Os principais objetivos deste programa são: I Promover a saúde e a cultura da paz, reforçando a prevenção de agravos à saúde;

10 9 II Articular as ações da rede pública de saúde com as ações da rede pública de Educação Básica, de forma a ampliar o alcance e o impacto de suas ações relativas aos estudantes e suas famílias, otimizando a utilização dos espaços, equipamentos disponíveis; III Contribuir para a constituição de condições para a formação integral dos educandos; IV Contribuir para a construção de sistemas de atenção social, com foco na promoção da cidadania e nos direitos humanos; V Fortalecer o enfrentamento das vulnerabilidades, no campo da saúde, que possam comprometer o pleno desenvolvimento social; VI Promover a comunicação das escolas e unidade de saúde, assegurando a troca de informações sobre as condições de saúde dos estudantes; VII Fortalecer a participação comunitária nas políticas de Educação Básica e Saúde, nos três níveis de governo. Para dar início a implementação do projeto: Saúde na escola, cujo título acne, mitos e verdades, contribuindo com o bem-estar de adolescentes e jovens na educação básica, sugerimos a seguinte dinâmica. DINÂMICA Técnica: história de minha vida. Objetivos: Avaliar atitudes dos alunos em relação a saúde pessoal, refletida na pele. Desenvolvimento: 1. Grupo em círculo em pé. 2. Formar duplas e sentar-se, espalhadas pela sala. 3. Contar um para o outro sua história de vida, refletida na pele, exemplo, em que situação sua pele fica mais seca, mais oleosa, que mudanças são percebidas na pele, em momentos de estresse, alegria, amor, raiva,

11 10 paixão e outros sentimentos.( Tempo previsto 10 minutos). 4. Na sequência o professor pede cinco voluntários que conte a história que ouviu do colega com autorização do autor, ou, a sua história ao grande grupo. Comentário: Esta dinâmica permite ao professor conhecer e explorar as atitudes dos alunos em relação ao auto-cuidado do corpo, despertando a atenção de olhar a pele como órgão de suma importância e não apenas do ponto vista estético, mas, como referência para avaliar a saúde integral do organismo. LEMBRETE: O professor ao fazer uso de dinâmica deve cuidar do processo educativo e reflexivo, evitando ficar restrito apenas aos aspectos lúdicos da atividade realizada. SAIBA MAIS! Fonte:http://www.hudin.com.br/2010/02/cadernos-de-atencao-basica-n-24- saude.html acesso 10/05/2010.

12 UNIDADE I CONHECENDO A PELE Objetivo geral - Conhecer a estrutura e o funcionamento da pele. Encaminhamento metodológico: com o uso da TV/Pendrive fazer um levantamento das estruturas visualizadas na imagem apoiado pelo texto informativo. Fonte: Acesso: 05/06/2010. Texto informativo: A pele encolhe quando emagrecemos? E estica quando engordamos? Afinal a pele é um tecido? É um órgão? Como ela é formada? Que funções importantes ela desenvolve para o corpo humano? Segundo Paulino (2005, p ), a pele é um dos maiores órgãos do corpo humano, constituída por epitélio estratificado que apresenta variações de espessura de acordo com a localização, constituindo 15% do peso corporal. A pele acompanha o crescimento e as mudanças do corpo que ocorrem durante todo o ciclo de vida de cada pessoa. Quando a pessoa é jovem, a pele

13 12 possui mais fibras elásticas que colágenas, tendo aspecto liso e elástico. Enquanto que a pele envelhecida torna-se enrugada e pouco elástica. A busca por uma pele bonita e sedosa tem sido uma das preocupações de muitas pessoas. E muitas vezes sem ter uma orientação de profissionais especializados adquirem problemas que acabam alterando o seu estado psicológico. A pele modifica-se diariamente e depende do estado de espírito, físico e mental, pois, a pele reflete aquilo que a pessoa é, etnia, sexo e através das impressões faciais revelam os sentimentos.. A pele é constituída de três camadas, sendo: a camada externa formada do tecido epitelial a chamada epiderme, a camada mais profunda que é formada de tecido conjuntivo chamado derme e a hipoderme camada composta por gordura. A epiderme camada mais externa e a única que está em contato como o meio ambiente, desenvolve importante função de proteger o organismo contra os danos causados pelos agentes externos. Ela é composta por tecido epitelial (com pouca vascularização) e possui cinco camadas: camada basal, espinhosa, granulosa, lúcida e camada córnea. A epiderme é formada por células diferenciadas: queratinócitos que produz a queratina uma proteína resistente e impermeável, responsável pela proteção do organismo contra desidratação. Além disso, constitui uma barreira contra os microorganismos do ambiente; os melanócitos, produtores da melanina pigmento responsável pela variação da cor da pele. Sua função é proteger os tecidos internos, contra a ação dos raios ultravioleta, emitidos pelo sol. Sabe-se que esses raios são capazes de provocar câncer de pele. Os anexos da epiderme são: as unhas, formadas por células corneificadas, cuja função é proteger à ponta dos dedos; as glândulas sudoríparas, que produzem o suor são importantes para regular a temperatura do corpo; as glândulas sebáceas, que produzem o sebo substância que tem a função de proteger e impedir o ressecamento da pele, e o eliminam no folículo pilossebáceo, concentrado em maior quantidade na face, parte superior do tronco, couro cabeludo e inexistindo na palma das mãos e planta dos pés. A derme fica imediatamente abaixo da epiderme e contêm vários elementos, como as terminações nervosas, os folículos pilosos (a base dos pêlos), as glândulas

14 13 (sudoríparas e sebáceas) e as chamadas unidades pilossebáceas (união de uma glândula sebácea com uma pilosa), estruturas cuja disfunção pode resultar na acne. As fibras são produzidas por células chamadas fibroblastos. Estas fibras podem ser colágenas ou elásticas. As colágenas proporcionam maior resistência à pele, formando uma rede que sustenta outras estruturas. Já as elásticas permitem que a pele volte ao normal após ser esticada. As terminações nervosas que estão localizadas na derme, recebem estímulos do meio ambiente, e os transmitem ao cérebro, através dos nervos. Estes estímulos são traduzidos em sensações, como dor, frio, calor, pressão, vibração, cócegas e prazer. A hipoderme é composta em sua maior parte por gordura e pela qual passam os vasos sangüíneos e nervos. Esta camada, que é especializada em produzir gordura, é distribuída desigualmente pelo corpo. As raízes das nossas glândulas sebáceas e sudoríparas estão localizadas nessa camada. O tecido subcutâneo afina e desaparece com o envelhecimento. A pele é um órgão muito mais complexo do que aparenta. A sua função principal é a proteção do organismo das ameaças externas físicas. No entanto, ela tem também funções imunitárias, é o principal órgão da regulação do calor, protegendo contra a desidratação, sensorial: através das estruturas nervosas presentes na pele (sensações táteis, térmicas, compressivas e dolorosas). Os seres humanos necessitam de proteção para os seus próprios corpos principalmente compostos de água contra a evaporação excessiva e desidratação. É necessário manter a pele em boas condições de saúde. Para isso, ela requer cuidados como: banho diário com água não muito quente e sabão, tomar cuidados com os horários para exposição ao sol, estar atentos ao surgimento de manchas, erupções, sinais que não devem ser ignorados.

15 14 ATIVIDADES Usando o laboratório de informática da escola, o professor poderá dividir a turma em duplas ou grupos para pesquisar os seguintes tópicos: a) As camadas da pele. b) Quais as funções desenvolvidas pela pele. c) Quais os cuidados que se deve ter com a pele. d) Qual a diferença entre fibras colágenas e elásticas? e). O que é queratina e qual é a sua importância para o organismo humano. f). O que é melanina? Qual é a sua função? g). Quais são as glândulas encontradas na pele e funções desenvolvidas por elas. h) Afinal a pele é um tecido ou é um órgão? Justifique sua resposta. i) Porque o ser humano envelhece? Justifique sua resposta. SAIBA MAIS! - Textos complementares: Fontes: acesso 20/06/2010. Mais que beleza, estrutura da pele. acesso 20/06/2010. Especial pele. BR&q=as%20camadas%20da%20pele&um=1&ie=UTF-8&source=og&sa=N&tab=wi acesso 09/05/2010. Imagens das camadas da pele. 00/0epiderme.gif acesso 20/06/2010 imagens da pele humana.

16 15 Avaliação: Levar em conta os objetivos propostos. Registrar a participação dos alunos nas atividades individuais e coletivas. Promover debates para examinar o que os estudantes aprenderam no percurso. Avaliar implica auxiliar o aluno a reconhecer seus próprios processos de pensamento e aprendizagem e a reorganizar seu percurso didático, que servirá para a construção de sua autonomia. Para o professor a avaliação servirá como um dos indicadores do seu trabalho pedagógico UNIDADE II - IDENTIFICANDO A ACNE E OS GRAUS DE MANIFESTAÇÃO Objetivos: Identificar a acne e sua forma de aparecimento. Caracterizar os graus de manifestação da acne. Fazer a leitura do termo de consentimento livre e esclarecido. Aplicar o questionário de caráter exploratório aos alunos de faixa etária entre 18 e 25 anos. Encaminhamento metodológico: Fazer uma argumentação sobre os objetivos da pesquisa seguida da leitura do termo de consentimento. Distribuir o questionário aos alunos que se prontificaram a participar. Com o uso do texto e TV/Pendrive apresentar o assunto acne. Fechar a unidade com a dinâmica do abrigo. Texto informativo A palavra acne vem do grego e quer dizer eflorescência, ponto de elevação. De acordo com Perricone (2003, p. 25), a acne é uma doença deformante e dolorosa, que pode ocorrer em homens e mulheres de praticamente qualquer idade

17 16 e tipo de pele. Leonardi (2004) descreve a acne como uma doença do folículo pilossebáceo, onde participam os fatores genéticos, relacionados com a hiperqueratinização folicular, a presença da bactéria Propionibacterium acnes e o aumento da produção sebácea, influenciados por fatores hormonais. Para Baldi et al. (2002, p. 195): A acne vulgar ou acne juvenil é uma dermatose muito freqüente, de caráter multifatorial, que afeta o folículo pilossebáceo e atinge principalmente as zonas da pele com maior densidade de glândula sebácea como a face e parte superior do tronco. As lesões surgem na puberdade, são polimórficas e incluem comedões, pápulas, nódulos, cistos e cicatrizes, predominando umas ou outras dependendo do tipo e da intensidade da acne. Algumas lesões atingem caráter tão intenso, que chegam a causar problemas emocionais, necessitando de sensibilidade do médico para amenizar o problema. De acordo com SAMPAIO (2003) tudo começa com o excesso de oleosidade, na adolescência, levando a um aumento de secreção das glândulas sebáceas. A acne não aparece antes da puberdade porque o organismo humano ainda não produz a testosterona. Este hormônio se divide numa substância chamada diidrotestosterona, que estimula a glândula sebácea a produzir mais sebo. Dentro das paredes do folículo, o sebo inicia o processo de retenção hiperqueratinosa, ou esfoliação insuficiente onde formam uma massa pegajosa, ambiente propício para a multiplicação de bactéria principalmente a Propionibacterium acnes, criando uma inflamação dentro do folículo e no entorno da pele. Segundo Perricone (2003, p.7), a retenção hiperqueratinosa significa simplesmente que o poro está retendo um excesso de células do estrato córneo, tornando-se obstruído. A acne vulgar pode ocorrer no período da adolescência e se estender até a terceira década de vida, com um pico de maior incidência entre os 14 aos 17 anos, no sexo feminino e dos 16 aos 19 no sexo masculino. PERRICONE (2003, p.7) ainda esclarece: Quando o comedão é formado inicialmente sob a epiderme, é tão pequeno que não pode ser visto a olho nu. Nesse ponto, tal lesão é designada microcomedão. Quando aumenta, parece um carocinho branco logo abaixo da superfície da pele. Se deslizar de leve o dedo na pele, você muitas vezes pode sentir essas lesões como pequenos caroços duros. Quando aumentam, tornam-se comedões. Esses pequenos caroços depois se transformam em lesões maiores - as espinhas.

18 17 Apesar de a acne às vezes desaparecer espontaneamente com o passar dos anos, não é preciso esperar que isso ocorra, pois, sem tratamento adequado podem ocorrer cicatrizes permanentes. Pessoas com acne geralmente apresentam cravos, espinhas e até mesmo nódulos e cistos. Acomete o rosto, costas, ombro, peito e nádegas. Abaixo estão os tipos de lesões da acne. Assim você tem uma idéia de como está a sua pele. Acne leve ou Acne comedogênica ou ainda Acne Pápulo-Pustulosa- Grau I é aquela pele que tem alguns comedões (cravos), poucas pápulas (espinhas) e raras pústulas (espinhas com pus). Fonte: Acesso em 03/03/2010 Acne Grau I: Pele oleosa, comedões abertos e/ou fechados, chamada de acne comedogênica não inflamatória. Grau II - A pele apresenta maior quantidade de comedões (cravos), pápulas eritematosas (espinhas avermelhadas) e pústulas (espinhas com pus). *Acne Moderada* ou Acne Nódulo-Cística.

19 18 Fonte: Acesso em 03/03/2010 Acne Grau II: Pele oleosa, comedões abertos e fechados, pápulas e pústulas. Os graus I e II em geral não deixam cicatrizes e são tratados por esteticistas. Chamada de acne pápulo-pustulosa, inflamatória. Grau III - Há comedões, pápulas e pústulasgrau III. A inflamação das cavidades onde ficam os pêlos e as glândulas sebáceas leva à produção de cistos. Acne moderada Grave..-.Fonte: Acesso em 03/03/2010 Acne Grau III: Pele oleosa, comedões abertos e fechados, pápulas e pústulas, nódulos e cistos. Chamada de nódulos cística, inflamatória.

20 19 Grau IV - Os cistos tornam-se numerosos e grandes, formando abscessos (acúmulo de pus nas camadas mais profundas da pele) e fístulas ( túneis que o corpo cria para levar um material para a superfície no caso, para drenar o pus). Esta forma, em geral, atinge o rosto, pescoço, face anterior e posterior do tórax, podendo chegar até a região glútea ("bumbum"). Acne Grau Grave ou Fulminante. Grau V - Forma extremamente rara. Surgem outros sintomas, associados às características da acne Grau III ou IV. São eles: febre súbita, dor nas articulações e leucocitose (aumento de leucócitos células de defesa no sangue para combater as bactérias).algumas vezes, essa elevação faz aparecerem ínguas no corpo, principalmente no pescoço e nas axilas. ATIVIDADES 1) Propor aos alunos que façam desenho esquemático do folículo piloso. 1. Pêlo 2. Superfície da pele 3. Sebo

21 20 4. Folículo piloso 5. Glândula sebácea Fonte: acesso 05/06/2010. SAIBA MAIS! Fontes:http://www.dermatologia.net/novo/base/doencas/acne.shtml 10/05/2010. Dermatologia Net. (cravos e espinhas). acesso Acesso em 15/12/ acesso 10/05/2010 Vídeos dos programas Portal da Sociedade Brasileira de Dermatologia. s_tratamento_conhecendo&session=espinhas_tratamento acesso 09/05/2010. As camadas da pele. TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO 1 Identificação do Projeto de Pesquisa Título do Projeto: Acne: mitos e verdades contribuindo para o bem-estar de adolescentes e jovens na Educação Básica. Área do conhecimento: Saúde na Escola Curso: Programa de Desenvolvimento Educacional - PDE Patrocinador da pesquisa: Projeto sem custo Instituição onde será realizado: Colégio vinculado à rede pública estadual de Curitiba Nome da pesquisadora: Profª. Ana Batista Lopes Machado Nome da orientadora: Profª. Dra. Dulce Dirclair Huf Bais Você está sendo convidado (a) a participar do projeto de pesquisa acima identificado. O documento abaixo contém todas as informações necessárias sobre a pesquisa que estamos fazendo. Sua colaboração neste estudo será de muita

22 21 importância, mas se desistir a qualquer momento, isso não causará nenhum prejuízo a você. 2 Identificação do Sujeito da Pesquisa e do Responsável Nome do aluno: Data de nascimento Profissão: Endereço: Estado civil RG Telefone 3 Identificação do Pesquisador Responsável Nome: Ana Batista Lopes Machado Endereço: Travessa João Schaffer Junior, Telefone: Eu, voluntário (a) na pesquisa, acima identificado (a), aceito participar no presente projeto de pesquisa, respondendo ao questionário que me foi apresentado. 4 Os objetivos desta pesquisa são: a) Identificar o índice do aparecimento de acne entre os estudantes em um dos colégios da rede pública estadual de Curitiba. b) Traçar o perfil dos participantes da pesquisa acometidos por acne. c) Verificar os mitos, verdades e atitudes dos estudantes em relação a acne. 5 Procedimento O procedimento para coleta de dados será através de um questionário aplicado aos estudantes de um colégio da rede pública de Curitiba, esse questionário envolverá questões sobre acne.

23 Os benefícios esperados são: proporcionar conhecimento científico teórico sobre acne. 02. Os desconfortos e riscos esperados: a pesquisa poderá trazer, algum tipo de desconforto ou constrangimento pelo desconhecimento das questões aos alunos que poderão desistir e não responder o questionário. 03. A minha participação neste projeto tem como objetivo verificar a incidência de acne, os mitos e clichês entre os alunos de um colégio estadual de Curitiba. 04. A minha participação nesta pesquisa está isenta de despesas. 05. Declaro estar ciente de que não está prevista nenhuma forma de remuneração para a minha participação no presente estudo. 06. Os dados obtidos durante este estudo serão mantidos em sigilo, mas concordo que sejam divulgados em publicações científicas desde que meus dados pessoais não sejam mencionados. Tenho a garantia de tomar conhecimento, pessoalmente, dos resultados parciais e finais desta pesquisa. Declaro que obtive todas as informações necessárias e esclarecimento quanto às dúvidas por mim apresentadas e, por estar de acordo, assino o presente documento em duas vias de igual teor e forma, ficando uma em minha posse. Curitiba,... de...de Nome do aluno: Pesquisadora: Profª. Ana Batista Lopes Machado Questionário de caráter exploratório Você já teve acne? ( ) sim ( ) não ( ) tenho atualmente.

24 Qual parte do corpo que mais apresenta ou apresentou acne? ( ) rosto ( ) Costas ( ) braços ( ) nádegas ( ) tronco 03 - Seus pais tiveram problemas com acne? ( ) sim ( ) não 04 - Você tem alguém na sua família com idade de 10 à 17 anos que tem acne? ( ) sim ( ) não 05 - Quando mais surge ou surgiu acne em seu corpo? Assinale apenas uma das alternativas. ( ) ao comer chocolate, batata frita, e outros alimentos gordurosos ou bebendo refrigerante. ( ) ao usar cremes, pomadas no rosto, ou no cabelo. ( ) ao tomar algum medicamentos. ( ) nos momentos de ansiedade, angústia, medo, tristeza Para (alunas) em seu período menstrual já apresentou acne? ( ) sim ( ) não 07 - Você faltou a uma festa de aniversário, casamento, passeio, viagem devido ao aparecimento de acne no rosto? ( ) sim ( ) não Você acha que masturbação faz surgir acne ou espinhas? ( ) sim ( ) não Você já teve problemas graves com acne que precisou de tratamento específico? ( ) sim ( ) não 10 - Você já ouviu da pessoa mais velha ou de seus pais que acne não precisa tratar, porque é da idade? ( ) sim ( ) não.

25 Você conhece alguém que fez tratamento de acne nos atendimentos públicos de saúde? ( ) sim ( ) não 12 - Você já ficou deprimido (a), foi discriminado, teve redução de auto-estima por causa da acne? ( ) sim ( ) não 13 - Você espreme e/ ou deixa outras pessoas espremerem as espinhas que surgem? ( ) sim ( ) não 14 Você já utilizou algum medicamento caseiro para tratar sua acne? Se a resposta for sim cite qual o medicamento utilizado. ( ) sim ( ) não DINÂMICA Técnica abrigo Reconhecer e identificar preconceitos; perceber a influência dos preconceitos sobre as decisões. Material: Ficha de trabalho (uma para cada participante) e lápis. Desenvolvimento 1. Grupo sentado em círculo. 2. O professor diz aos participantes: Em breve haverá uma explosão atômica e o mundo será destruído. O único local seguro existente é um abrigo subterrâneo, com capacidade para acomodar seis pessoas. Uma dessas pessoas é você, e, juntamente com você, poderão abrigar-se outras cinco pessoas que você terá o direito de escolher, a partir da lista que recebeu (ficha de trabalho). Juntamente com você, estas cinco pessoas escolhidas irão construir um novo mundo. 3. O professor entrega a cada aluno a folha de trabalho com a lista de pessoas possíveis de serem escolhidas, pedindo que, individualmente,

26 25 marquem as cinco que deverão acompanhá-lo na reconstrução do novo mundo. 4. Após o término do trabalho individual, formar subgrupos de mais ou menos oito pessoas, solicitando que escolham um coordenador (que deverá disciplinar, orientar e incentivar o trabalho do grupo, tentando chegar a um consenso) e um relator para cada subgrupo. 5. O professor pede a cada subgrupo que tente elaborar uma lista comum, única, de cinco escolhidos. Tempo para a tarefa. 6. Cada subgrupo apresenta os resultados a que chegou. 7. Plenário_ discussão das dificuldades enfrentadas pelo grupo na busca do consenso. 8. Fechamento: o professor deve pontuar que o debate em torno de certos temas, que envolvem valores, história pessoal da cada pessoa, contexto cultural, estereótipos vinculados a padrões comportamentais e sociais, nem sempre se esgota ou leva a um consenso no grupo. 9. Comentário: Esta atividade permite explorar questões como: tomada de decisão, escolha, comunicação, percepção e valores pessoais diante da aparência física. É um trabalho produtivo, que requer do professor atenção para pontuar e/ou intervir quando necessário, respeitando sempre as diferenças e as escolhas individuais. Ele precisa ter em mente seu papel de mediador, incentivando cada participante a ouvir, argumentar e apresentar razões para as afirmações feitas. Não cabe ao professor dizer o que é certo e errado ou apresentar conclusões. O importante é fazer circular livremente sentimentos e idéias, assegurando a todos a participação e o direito a voz, dando em todas as condições de enriquecer seus pontos de vista e tomar suas decisões. Assinale com um X, no espaço apropriado, apenas cinco alternativas. Construirei um novo mundo novo com: ( ) Um homossexual inteligente de 46 anos de idade. ( ) Uma jovem de 18 anos com acne grau IV e tímida. ( ) Um adolescente usuário de drogas. ( ) Uma excelente dona de casa, porém, moralista e preconceituosa.

Versão Online ISBN 978-85-8015-054-4 Cadernos PDE VOLUME I O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE

Versão Online ISBN 978-85-8015-054-4 Cadernos PDE VOLUME I O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE Versão Online ISBN 978-85-8015-054-4 Cadernos PDE VOLUME I O PROFESSOR PDE E OS DESAFIOS DA ESCOLA PÚBLICA PARANAENSE 2009 ACNE: MITOS E VERDADES, CONTRIBUINDO PARA O BEM ESTAR DE ADOLESCENTES E JOVENS

Leia mais

A acne é uma complicação da pele oleosa que afeta os folículos pilo sebáceos e os fatores envolvidos no aparecimento e na evolução são:

A acne é uma complicação da pele oleosa que afeta os folículos pilo sebáceos e os fatores envolvidos no aparecimento e na evolução são: Acne Segundo dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), em 2009, acne é o problema dermatológico mais comum na população brasileira, afetando 56,4% das pessoas, além de ser o motivo

Leia mais

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria Acne Como Podemos Tratar em Parceria Ademir Júnior - Médico Fabiana Padovez Esteticista Espaço de Medicina e Saúde Dr Ademir Júnior Universidade Anhembi Morumbi Acne Nome popular: Cravos e Espinhas Doença

Leia mais

Relatório Especial de Milagre Para A Acne

Relatório Especial de Milagre Para A Acne www.milagreparaaacne.com 1 A Acne: Chega de Mentiras Relatório Especial de Milagre Para A Acne www.milagreparaaacne.com 2 Existem pessoas que, durante toda sua vida, nunca sofrem de acne, enquanto outras

Leia mais

- CURSO DE MAQUIAGEM -

- CURSO DE MAQUIAGEM - - CURSO DE MAQUIAGEM - Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos autorais. (Lei nº 9.610). A PELE CONHECENDO

Leia mais

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções:

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: CUIDADOS COM A PELE A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: Regular a temperatura do nosso corpo; Perceber os estímulos dolorosos e agradáveis; Impedir a entrada

Leia mais

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado.

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. Histórico A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. A pele bronzeada tornou-se moda, sinal de status e saúde. Histórico

Leia mais

Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay

Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay O que é Acne? Acne é uma condição da pele que ocorre quando os pelos ficam obstruídos por sebo e células mortas, ficando colonizados por bactérias

Leia mais

TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - 12/05/2015. Manifestações clínicas. Geral:

TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - 12/05/2015. Manifestações clínicas. Geral: Geral: TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - Profa. Ms. Priscila Torres ACNE: síndrome cutânea exteriorizada clinicamente por elementos eruptivos, onde podem estar presente comedões,

Leia mais

Gomagem e Esfoliação. Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi

Gomagem e Esfoliação. Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi Gomagem e Esfoliação Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi Membrana que recobre toda a superfície corpórea Maior órgão do corpo humano (2m² e 4kg) Resistente e flexível

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

abscessos interconectados e cicatrizes.

abscessos interconectados e cicatrizes. Tabela 1. Tipologia da acne e suas características clinicas TIPO DE ACNE CARACTERÍSTICA Acne Vulgar ou Juvenil Forma mais comum da acne, de elevada prevalência na adolescência (85%) acomete ambos os sexos.

Leia mais

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR INTRODUÇÃO Zeferina Alexandra Trizotti da Silva Talita de Oliveira da Silva A acne é uma das alterações cutâneas mais comuns, sua

Leia mais

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos A etnia confere características herdadas que devem ser valorizadas na indicação de procedimentos e tratamentos e na avaliação de

Leia mais

2- Causas A Acne é causada por alteração em 4 fatores principais

2- Causas A Acne é causada por alteração em 4 fatores principais ACNE Autor: Prof. Dr. Miguel Francischelli Neto Mestre e Doutor em Cirurgia Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas Professor do Curso de Pós-Graduação em Medicina Estética da Universidade

Leia mais

Academia de Produtos. Módulo I

Academia de Produtos. Módulo I Academia de Produtos Módulo I Objetivos Após concluir o treinamento você será capaz de compartilhar com suas clientes: Como classificar diferentes tipo de pele. O que causa o envelhecimento da pele. Cinco

Leia mais

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5%

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Creme: apresentado em bisnagas com 25 g. USO TÓPICO. USO ADULTO E EM PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS. Cada g de creme contém: Peróxido de Benzoíla... 50 mg Enxofre...

Leia mais

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR

PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR PROJETO PROMOÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SEXUAL EM MEIO ESCOLAR A Diabetes afeta cerca de 366 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 1 milhão de Portugueses. A cada 7 segundos morre no Planeta Terra

Leia mais

Perigo: as brotoejas podem coçar, causando incômodo ao bebê e, por serem uma irritação, tornam-se foco de infecções.

Perigo: as brotoejas podem coçar, causando incômodo ao bebê e, por serem uma irritação, tornam-se foco de infecções. Trate os problemas de pele mais comuns em bebês Pais devem ficam atentos a descamações, manchas e brotoejas Se existe uma característica comum a todos os bebês saudáveis, só pode ser a pele macia e sedosa,

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM Postado por Redação IBMED 1) Toda Mulher tem TPM. MITO Nem toda mulher sofre com Tensão Pré-Menstrual e há algumas, muito poucas, que não exibem

Leia mais

A importância do tratamento contra a aids

A importância do tratamento contra a aids dicas POSITHIVAS A importância do tratamento contra a aids Por que tomar os medicamentos (o coquetel) contra o HIV? A aids é uma doença que ainda não tem cura, mas tem tratamento. Tomando os remédios corretamente,

Leia mais

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani.

DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis. Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. DSTS - Doenças Sexualmente Transmissíveis Alunas : Manuella Barros / Anna Morel /Elaine Viduani. O que são DSTS? São as doenças sexualmente transmissíveis (DST), são transmitidas, principalmente, por contato

Leia mais

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA

O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O GUIA COMPLETO TIRE TODAS SUAS DÚVIDAS SOBRE ANDROPAUSA O QUE É ANDROPAUSA? Problemas hormonais surgidos em função da idade avançada não são exclusivos das mulheres. Embora a menopausa seja um termo conhecido

Leia mais

D E R M A T I T E S HISTÓRIA

D E R M A T I T E S HISTÓRIA D E R M A T I T E S As dermatoses ocupacionais, conhecidas como dermatites de contato, manifestam-se através de alterações da pele e decorrem direta ou indiretamente de certas atividades profissionais.

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva 2014 Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva/ Ministério da Saúde. Esta

Leia mais

Trânsito de substâncias no corpo

Trânsito de substâncias no corpo A U A UL LA Atenção A voz do professor Trânsito de substâncias no corpo Nesta aula vamos produzir uma pequena revista. A partir das informações que irá recebendo, você vai escrever os textos (reportagens),

Leia mais

O Tato Capítulo 11 (página 204) - Ajuda a controlar a força que se aplica ao segurar objetos;

O Tato Capítulo 11 (página 204) - Ajuda a controlar a força que se aplica ao segurar objetos; O Tato Capítulo 11 (página 204) - A pele humana possui espessura variável, menor que 0,5 milímetros (pálpebras) até 05 milímetros (no alto das costas); - É o sentido que nos permite perceber os estímulos

Leia mais

-10/11/2009. Nosso cartão de visita A PELE. Epiderme. Derme. Hipoderme

-10/11/2009. Nosso cartão de visita A PELE. Epiderme. Derme. Hipoderme ROSTO Nosso cartão de visita A PELE Epiderme Derme Hipoderme -1 Sem vascularização EPIDERME Várias camadas (última: morta) Renova: 14-30 dias DERME Elasticidade, resistência, flexibilidade e hidratação

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva 2014 Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva/ Ministério da Saúde. Esta

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva Cartilha_Outubro Rosa_Mitos_26-09-2014.indd 1 08/10/2014 14:24:37 2014 Instituto Nacional

Leia mais

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema tegumentar. Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR. Prof. Me. Fabio Milioni. Conceito Estruturas. Pele Anexos.

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema tegumentar. Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR. Prof. Me. Fabio Milioni. Conceito Estruturas. Pele Anexos. ANATOMIA HUMANA II Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema tegumentar Conceito Estruturas Pele Anexos Funções 1 CONCEITO Estudo Microscópico Maior orgão do corpo humano Proporciona

Leia mais

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel

DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO. Claudia de Lima Witzel DOENÇAS DO SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO Claudia de Lima Witzel SISTEMA MUSCULAR O tecido muscular é de origem mesodérmica (camada média, das três camadas germinativas primárias do embrião, da qual derivam

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

Entendendo a lipodistrofia

Entendendo a lipodistrofia dicas POSITHIVAS Entendendo a lipodistrofia O que é a lipodistrofia? Lipodistrofia é quando o corpo passa a absorver e a distribuir as gorduras de maneira diferente. Diminui a gordura nas pernas, braços,

Leia mais

Posso fazer a barba?

Posso fazer a barba? A UU L AL A Posso fazer a barba? Você estudou na Aula 6 as transformações que acontecem durante a puberdade feminina. Agora chegou a hora de falarmos da puberdade masculina. Para os meninos, a puberdade

Leia mais

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS:

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: As mamas (ou seios) são glândulas e sua função principal é a produção de leite. Elas são compostas de lobos que se dividem em porções menores, os lóbulos, e ductos, que

Leia mais

ESTUDOS SOBRE PELE, ACNE, SEUS CUIDADOS, E BACTÉRIAS.

ESTUDOS SOBRE PELE, ACNE, SEUS CUIDADOS, E BACTÉRIAS. ESTUDOS SOBRE PELE, ACNE, SEUS CUIDADOS, E BACTÉRIAS. Cristiane Campos crisdepilgel.itabuna@yahoo.com.br ANATOMIA DA PELE A pele é um dos maiores órgãos do corpo humano, correspondendo a 16% de seu peso.

Leia mais

Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém: eritromicina base... 20 mg excipiente q.s.p... 1 g

Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém: eritromicina base... 20 mg excipiente q.s.p... 1 g Ilosone Gel Tópico eritromicina Forma farmacêutica e apresentação Gel Tópico: Cartucho com 1 bisnaga contendo 60 g. USO ADULTO E PEDIÁTRICO USO EXTERNO Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém:

Leia mais

Clarifique Dermo Radiance

Clarifique Dermo Radiance Clareia e uniformiza o tom da pele Minimiza manchas Ilumina o rosto Protege Hidrata e nutre Treinamento Clareamento 100% seguro Resultados comprovados em 14 dias Clarifique Dermo Radiance é pura paixão

Leia mais

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO MACIEL, D. 1 ; OLIVEIRA, G.G. 2. 1. Acadêmica do 3ºano do Curso Superior Tecnólogo em Estética

Leia mais

Sistema de Cuidados da Pele com Tendência à Acne Mary Kay

Sistema de Cuidados da Pele com Tendência à Acne Mary Kay Sistema de Cuidados da Pele com Tendência à Acne Mary Kay Quais são as causas da acne? Pele Sadia Pele com Acne Os poros obstruídos retêm oleosidade Como a pele continua produzindo óleo, a obstrução cresce

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE Adolescência 11 aos 20 anos Mudanças: Amadurecimento biológico Sexual Psicológico Social Características Adolescência Mudança de interesses Conflitos com a família Maior

Leia mais

Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes

Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes Programa Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) Campanha de Prevenção e Controle de Hipertensão e Diabetes Objetivos: - Desenvolver uma visão biopsicossocial integrada ao ambiente de trabalho, considerando

Leia mais

Nome/Código arquivo: 2013_11_12 Mem.Reun.Saúde _ Escola do Evangelho Belo Monte Vitória do Xingu

Nome/Código arquivo: 2013_11_12 Mem.Reun.Saúde _ Escola do Evangelho Belo Monte Vitória do Xingu Assunto: Orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as Ações Preventivas na Área de Saúde Pública em virtude da construção da UHE Belo Monte. Redator: Èrica Silva Data: 12-11-2013 Duração: 14h30min

Leia mais

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes.

Pâncreas. Pancreatite aguda. Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pâncreas Escolha uma das opções abaixo para ler mais detalhes. Pancreatite aguda Pancreatite crônica Cistos pancreáticos Câncer de Pancrêas Pancreatite aguda O pâncreas é um órgão com duas funções básicas:

Leia mais

D I R E T O R I A D E S A Ú D E

D I R E T O R I A D E S A Ú D E Saúde In Forma Junho/2013 Dia 26 de Junho Dia Nacional do Diabetes Diabetes é uma doença metabólica caracterizada por um aumento anormal da glicose ou açúcar no sangue. A glicose é a principal fonte de

Leia mais

MENOPAUSA TERAPIA HORMONAL - TRH UMA CONQUISTA DA MULHER MODERNA - CONHEÇA UM POUCO MAIS!

MENOPAUSA TERAPIA HORMONAL - TRH UMA CONQUISTA DA MULHER MODERNA - CONHEÇA UM POUCO MAIS! MENOPAUSA TERAPIA HORMONAL - TRH UMA CONQUISTA DA MULHER MODERNA - CONHEÇA UM POUCO MAIS! A expectativa de vida de homens e mulheres está aumentando por diversos fatores, principalmente aos avanços da

Leia mais

Bem-estar. após os40. aprenda como colocar. você em primeiro lugar

Bem-estar. após os40. aprenda como colocar. você em primeiro lugar Bem-estar após os40 aprenda como colocar você em primeiro lugar Sumário.. Introdução. 02 A mulher aos 40: menos insegurança, maior bem-estar. 03 Você em primeiro lugar: mente sã. 04 Corpo são: a importância

Leia mais

Guia do Paciente DAPAGLIFLOZINA

Guia do Paciente DAPAGLIFLOZINA Guia do Paciente DAPAGLIFLOZINA Índice Tratando seu diabetes tipo 2 com DAPAGLIFLOZINA 3 Como funciona? 4 Como devo utilizar? 5 Quais são os principais efeitos colaterais do tratamento com DAPAGLIFLOZINA?

Leia mais

Corticóides na Reumatologia

Corticóides na Reumatologia Corticóides na Reumatologia Corticóides (CE) são hormônios esteróides produzidos no córtex (área mais externa) das glândulas suprarrenais que são dois pequenos órgãos localizados acima dos rins. São produzidos

Leia mais

Níveis de. Organização do. Corpo Humano

Níveis de. Organização do. Corpo Humano Níveis de Organização do Corpo Humano No corpo humano existem vários grupos de células semelhantes entre si. Cada grupo constitui um TECIDO Semelhança de forma: todas destinam-se a uma função específica.

Leia mais

Clindoxyl Control peróxido de benzoíla

Clindoxyl Control peróxido de benzoíla Clindoxyl Control peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES Gel 50 mg/g (5%) ou 100 mg/g (10%) em bisnaga de 45g USO EXTERNO VIA TÓPICA USO ADULTO E PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS COMPOSIÇÃO Clindoxyl Control 5%

Leia mais

HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS

HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS HIGIENE BUCAL PARA BEBÊS Deve-se pensar em higiene bucal do bebê desde o momento em que se introduz alguma coisa que não esteja esterilizada em sua boca, como por exemplo o bico do peito. A higiene, enquanto

Leia mais

Falando sobre o 10/6/2010

Falando sobre o 10/6/2010 Falando sobre o C 1 Cosméticos: Tudo que muda a aparência 2 Skin Care Conhecimentos básicosb 3 O que é Skin Care? É uma categoria formada por produtos, de alta tecnologia, destinados ao tratamento da pele;

Leia mais

Informações ao Paciente

Informações ao Paciente Informações ao Paciente Introdução 2 Você foi diagnosticado com melanoma avançado e lhe foi prescrito ipilimumabe. Este livreto lhe fornecerá informações acerca deste medicamento, o motivo pelo qual ele

Leia mais

Conheça mais sobre. Diabetes

Conheça mais sobre. Diabetes Conheça mais sobre Diabetes O diabetes é caracterizado pelo alto nível de glicose no sangue (açúcar no sangue). A insulina, hormônio produzido pelo pâncreas, é responsável por fazer a glicose entrar para

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº... /LEGISLATIVO 2011

PROJETO DE LEI Nº... /LEGISLATIVO 2011 PROJETO DE LEI Nº... /LEGISLATIVO 2011 Dispõe sobre a afixação nas Academias de Ginástica, Centros Esportivos e Estabelecimentos Comerciais de Nutrição Esportiva e produtos correlatos à atividade física,

Leia mais

i-cleanser MANUAL DO USUÁRIO www.basall.com.br

i-cleanser MANUAL DO USUÁRIO www.basall.com.br i-cleanser MANUAL DO USUÁRIO www.basall.com.br Obrigado por adquirir um produto Basall Leia este manual com atenção antes do uso e guarde-o de forma adequada para futuras consultas. Índice Introdução Introdução

Leia mais

Workshop de Conhecimentos sobre Pele

Workshop de Conhecimentos sobre Pele Workshop de Conhecimentos sobre Pele Objetivos Após concluir o treinamento você será capaz de compartilhar com suas clientes: Como funciona a pele. Características de cada tipo de pele. Como classificar

Leia mais

Afecções capilares/procedimento/práticas assistenciais.

Afecções capilares/procedimento/práticas assistenciais. Tricologia Afecções capilares/procedimento/práticas assistenciais. Anexo da pele Anatomia do couro cabeludo Doenças de couro cabeludo Protocolo Definições patológicas Tratamento patológicos Matérias e

Leia mais

Placa bacteriana espessa

Placa bacteriana espessa A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL A saúde bucal é importante porque a maioria das doenças e a própria saúde começam pela boca. Por exemplo, se você não se alimenta bem, não conseguirá ter uma boa saúde bucal,

Leia mais

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa?

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa? Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O que é a Menopausa? Menopausa é a parada de funcionamento dos ovários, ou seja, os ovários deixam

Leia mais

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais.

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais. Depressão Introdução A depressão é uma doença séria. Se estiver deprimido, pode ter sentimentos de tristeza extrema que duram longos períodos. Esses sentimentos são muitas vezes suficientemente severos

Leia mais

CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS

CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS CARTILHA ELETRÔNICA INFLUENZA A (H1N1) INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO PARA AS ESCOLAS ORIENTAÇÃO AOS PEDAGOGOS Todas as informações constantes nesta cartilha devem ser levadas ao conhecimento de todos os alunos,

Leia mais

Os cuidados com. A sua pele

Os cuidados com. A sua pele Os cuidados com A sua pele Supervisão editorial: Dr. Gilberto Ururahy UNIDADE BOTAFOGO Rua Lauro Müller, 116-34º Andar Torre Rio Sul CEP 22290-160 Botafogo Rio de Janeiro RJ Tel.: (21) 2546.3000 UNIDADE

Leia mais

38 Por que o sol queima a nossa pele?

38 Por que o sol queima a nossa pele? A U A UL LA Por que o sol queima a nossa pele? Férias, verão e muito sol... Vamos à praia! Não importa se vai haver congestionamento nas estradas, muita gente na areia, nem mesmo se está faltando água

Leia mais

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br Anatomia da pele Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira marcos.oliveira@fadergs.edu.br SISTEMA TEGUMENTAR: PELE E FÁSCIA Funções: proteção regulação térmica sensibilidade Sua espessura varia de 0.5mm nas

Leia mais

Acne da Adolescência Origem e Como Tratar

Acne da Adolescência Origem e Como Tratar Acne da Adolescência Origem e Como Tratar Os adolescentes passam por várias transformações, no corpo, na voz e no temperamento; e para complicar essa fase difícil, pode ser que apareçam as temíveis acnes.

Leia mais

Fator emocional. Fertilidade Natural: Fator emocional CAPÍTULO 8

Fator emocional. Fertilidade Natural: Fator emocional CAPÍTULO 8 CAPÍTULO 8 Fator emocional O projeto comum de ter filhos, construir a própria família, constitui um momento existencial muito importante, tanto para o homem como para a mulher. A maternidade e a paternidade

Leia mais

Externato Fernão Mendes Pinto A PELE. Esquema da pele, retirado da Internet. Rafael Galrão (3º ano) e Rita Farricha (4º ano)

Externato Fernão Mendes Pinto A PELE. Esquema da pele, retirado da Internet. Rafael Galrão (3º ano) e Rita Farricha (4º ano) Externato Fernão Mendes Pinto A PELE Esquema da pele, retirado da Internet Rafael Galrão (3º ano) e Rita Farricha (4º ano) INDICE 1. Como é feita a pele? 2. Para que serve a pele? 3. Cuidados a ter com

Leia mais

EXERCÍCIO E DIABETES

EXERCÍCIO E DIABETES EXERCÍCIO E DIABETES Todos os dias ouvimos falar dos benefícios que os exercícios físicos proporcionam, de um modo geral, à nossa saúde. Pois bem, aproveitando a oportunidade, hoje falaremos sobre a Diabetes,

Leia mais

47 Por que preciso de insulina?

47 Por que preciso de insulina? A U A UL LA Por que preciso de insulina? A Medicina e a Biologia conseguiram decifrar muitos dos processos químicos dos seres vivos. As descobertas que se referem ao corpo humano chamam mais a atenção

Leia mais

Pesquisa Clínica. Orientações aos pacientes

Pesquisa Clínica. Orientações aos pacientes Pesquisa Clínica Orientações aos pacientes 2009 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que citada a fonte. Tiragem: 1000 exemplares Criação, Informação e Distribuição

Leia mais

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite HEPATITE A hepatite é uma inflamação do fígado provocada na maioria das vezes por um vírus. Diferentes tipos de vírus podem provocar hepatite aguda, que se

Leia mais

Nome/Código arquivo: 2013_11_11 Mem_Reun_Saúde _ Associação dos Moradores e Produtores da Vila Izabel AMPRAVI - Anapu.

Nome/Código arquivo: 2013_11_11 Mem_Reun_Saúde _ Associação dos Moradores e Produtores da Vila Izabel AMPRAVI - Anapu. Assunto: Orientar e esclarecer as dúvidas da população sobre as Ações Preventivas na Área de Saúde Pública em virtude da construção da UHE Belo Monte. Redator: Ranney Matos dos Santos Data: 11-11-2013

Leia mais

Tome uma injeção de informação. Diabetes

Tome uma injeção de informação. Diabetes Tome uma injeção de informação. Diabetes DIABETES O diabetes é uma doença crônica, em que o pâncreas não produz insulina em quantidade suficiente, ou o organismo não a utiliza da forma adequada. Tipos

Leia mais

COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC

COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC Índice de Massa Corporal Classificação quanto a Distribuição de Gordura: Difusa: distribuição generalizada por todo o corpo Androide: relacionada a

Leia mais

O que são varizes? IX Semana Estadual de Saúde Vascular

O que são varizes? IX Semana Estadual de Saúde Vascular O que são varizes? Varizes são veias que se tornaram dilatadas e tortuosas ao longo das pernas. Algumas varizes são calibrosas e evidentes na pele. Outras, de menor calibre, chamadas de microvarizes ou

Leia mais

24 motivos. academia. para entrar na

24 motivos. academia. para entrar na para entrar na academia Mais um ano se inicia e com ele chegam novas perspectivas e objetivos. Uma das principais promessas feitas é deixar o sedentarismo de lado e entrar na academia! Nesta época é comum

Leia mais

Carrefour Guarujá. O que é DST? Você sabe como se pega uma DST? Você sabe como se pega uma DST? Enfermeira Docente

Carrefour Guarujá. O que é DST? Você sabe como se pega uma DST? Você sabe como se pega uma DST? Enfermeira Docente Carrefour Guarujá Bárbara Pereira Quaresma Enfermeira Docente Enfª Bárbara Pereira Quaresma 2 O que é DST? Toda doença transmitida através de relação sexual. Você sabe como se pega uma DST? SEXO VAGINAL

Leia mais

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Apesar de ainda não existir cura definitiva para esse problema de saúde crônico, uma diferenciação entre essa patologia e a sensibilidade ao glúten

Leia mais

EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL. 1,0 mg/g e 25,0 mg/g

EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL. 1,0 mg/g e 25,0 mg/g EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla GEL 1,0 mg/g e 25,0 mg/g 1 EPIDUO adapaleno e peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES Gel contendo adapaleno 1mg/g e peróxido de benzoíla 25mg/g. Apresentado em bisnagas

Leia mais

Você sabe os fatores que interferem na sua saúde?

Você sabe os fatores que interferem na sua saúde? DICAS DE SAÚDE 2 Promova a sua saúde. Você sabe os fatores que interferem na sua saúde? Veja o gráfico : 53% ao estilo de vida 17% a fatores hereditários 20% a condições ambientais 10% à assistência médica

Leia mais

SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA. Sexualidade X Sensualidade

SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA. Sexualidade X Sensualidade SENSUALIDADE E SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA A adolescência é uma fase de transição, mudança da infância para a vida adulta. Nesse momento acontecem várias modificações no corpo, surgem várias dúvidas, medo,

Leia mais

Para que Serve? Tratamento

Para que Serve? Tratamento Quimioterapia O que é? É um tratamento que utiliza medicamentos quimioterápicos para eliminar células doentes. Cada agente quimioterápico tem diferentes tipos de ação sobre as células e, consequentemente,

Leia mais

A importância da Atividade Física

A importância da Atividade Física A importância da Atividade Física Introdução Mas o que é atividade física? De acordo com Marcello Montti, atividade física é definida como um conjunto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas pratica

Leia mais

Minha filha está ficando uma moça!

Minha filha está ficando uma moça! Minha filha está ficando uma moça! A UU L AL A O que faz as meninas se transformarem em mulheres? O que acontece com seu corpo? Em geral, todos nós, homens e mulheres, somos capazes de lembrar muito bem

Leia mais

0800 30 30 03 www.unimedbh.com.br

0800 30 30 03 www.unimedbh.com.br ANS - Nº 34.388-9 0800 30 30 03 www.unimedbh.com.br Março 2007 Programa de Atenção ao Diabetes O que é diabetes? AUnimed-BH preocupa-se com a saúde e o bem-estar dos seus clientes, por isso investe em

Leia mais

MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO

MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO Disciplina: Microbiia e Parasitia Patrícia de Lima Martins INTRODUÇÃO O que é Microbiota? MICROBIOTA São os microrganismos (bactérias, fungos, vírus e protozoários)

Leia mais

HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem

HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem HANSENÍASE Diagnósticos e prescrições de enfermagem HANSENÍASE Causada pela Mycobacterium leprae, ou bacilo de Hansen, que é um parasita intracelular obrigatório, com afinidade por células cutâneas e por

Leia mais

DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA Sex, 28 de Agosto de 2009 19:57 - Última atualização Sáb, 21 de Agosto de 2010 19:16

DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA Sex, 28 de Agosto de 2009 19:57 - Última atualização Sáb, 21 de Agosto de 2010 19:16 DORES DE CABEÇA E ENXAQUECA A tensão do dia a dia é a causa mais freqüente das dores de cabeça mas, elas poderem aparecer por diversas causas e não escolhem idade e sexo. Fique sabendo, lendo este artigo,

Leia mais

Cartilha de Prevenção. ANS - nº31763-2. Diabetes. Fevereiro/2015

Cartilha de Prevenção. ANS - nº31763-2. Diabetes. Fevereiro/2015 Cartilha de Prevenção 1 ANS - nº31763-2 Diabetes Fevereiro/2015 Apresentação Uma das missões da Amafresp é prezar pela qualidade de vida de seus filiados e pela prevenção através da informação, pois esta

Leia mais

CORAÇÃO. Na Saúde combata...os inimigos silenciosos! Trabalho Elaborado por: Ana Cristina Pinheiro Mário Quintaneiro

CORAÇÃO. Na Saúde combata...os inimigos silenciosos! Trabalho Elaborado por: Ana Cristina Pinheiro Mário Quintaneiro Trabalho Elaborado por: Na Saúde combata...os inimigos silenciosos! Ana Cristina Pinheiro Mário Quintaneiro CORAÇÃO Olá! Eu sou o seu coração, trabalho dia e noite sem parar, sem descanso semanal ou férias.

Leia mais

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Indicadas para modelar o corpo e reduzir medidas; além de ser importante no combate contra a celulite; TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Esta técnica,

Leia mais

Prática Nutrição Externa

Prática Nutrição Externa Prática Nutrição Externa Demonstração prática de uso dos produtos de nutrição externa e seus efeitos imediatos. Como a pele é o maior órgão do corpo os produtos são recomendados tanto para homens quanto

Leia mais

O fígado e a deficiência de alfa-1. antitripsina (Alfa-1) 1 ALPHA-1 FOUNDATION

O fígado e a deficiência de alfa-1. antitripsina (Alfa-1) 1 ALPHA-1 FOUNDATION O fígado e a deficiência de alfa-1 antitripsina (Alfa-1) 1 ALPHA-1 FOUNDATION O que é deficiência de alfa-1 antitripsina? Alfa-1 é uma condição que pode resultar em graves doenças pulmonares em adultos

Leia mais

especial iate LIAMARA MENDES

especial iate LIAMARA MENDES 54 Maio / Junho de 2013 especial use os alimentos a seu favor iate por LIAMARA MENDES Uma dieta equilibrada aliada a exercícios físicos pode ser considerada a fórmula ideal para a conquista do corpo perfeito.

Leia mais

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase.

O que são DSTs? Gonorréia e/ou Uretrites não Gonocócicas, Tricomoníase, Candidíase. O que são DSTs? DSTs significa, doenças sexualmente transmissíveis, que são passadas nas relações sexuais com pessoas que estejam com essas doenças. São DSTs, a gonorréia, a sífilis, a clamídia, o herpes

Leia mais