Pesquisas revelam que os fatores sexo e ordem de idade dentro da família, são os últimos e menos importantes para a escolha.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pesquisas revelam que os fatores sexo e ordem de idade dentro da família, são os últimos e menos importantes para a escolha."

Transcrição

1

2 PLANEJAMENTO DA SUCESSÃO É definido como a transferência do negócio familiar. Pesquisas revelam que os fatores sexo e ordem de idade dentro da família, são os últimos e menos importantes para a escolha. 02

3 PLANEJAMENTO DA SUCESSÃO FUNDADOR Conhecimento do Negócio; Competência; Política de Reinvestimentos; Desenvolvimento; Organização Simples; Decisões Rápidas e Criativas; Fidelidade a Empresa; Continuidade; A PARTIR DA SEGUNDA GERAÇÃO Distribuição integral dos lucros; Cultura de Usufruir do Negócio; Diversificação de Investimentos; Burocracia e Controles Excessivos; Decisões Intuitivas e Contraditórias; Elitismo; Paternalismo; Nepotismo; 02

4 MODELO DOS TRÊS CÍRCULOS DA EMPRESA FAMILIAR Familiar proprietário pertencente a empresa Proprietário familiar não empregado Pertence a todos e a cada um dos membros da família REPRESENTA OS DONOS DA PROPRIEDADE FAMÍLIA 1 PROPRIEDADE EMPRESA 3 Proprietário não trabalha na empresa e não tem vínculo com a família Proprietário não familiar empregado Representa o conjunto de indivíduos que trabalham dentro da empresa e são remunerados Pertence a família, não é empregado e nem proprietário Familiar não proprietário e empregado 03

5 PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO NAS EMPRESAS RURAIS (Exploração) 04

6 SUCESSO E SUCESSÃO DA EMPRESA RURAL FAMILIAR GESTÃO OPERACIONAL CONSELHO PLANEJAMENTO PATRIMONIAL E SUCESSÓRIO 1)Definição clara de papéis e responsabilidades 2)Administradores competentes 3)Remuneração variável 4)Orçamento 5)Planejamento Estratégico 6)Estratégia compartilhada 7)Metas de longo prazo 1)Existência de Conselho (Fundadores) 2)Reuniões freqüentes 3)Conselho avalia a performance administradores/empresa 4)Ter demonstrações de Resultados/Contábeis 1)Separação $$ - família x empresa 2)Critérios para sucessão da gestão 3)Planejamento financeiro pessoal 4)Planejamento sucessão patrimonial 5) Sucessão acionária discutida e formalizada 6) Regras para transacionar quotas/ações 7) Regras claras para trabalhar 8) Conselho de família (Fundadores) 05

7 PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO AS EMPRESAS RURAIS NÃO ESTÃO LIGADAS SOMENTE ÀS CONDIÇÕES DE MERCADO, ECONOMIA E CLIMA, MAS DEPENDEM FUNDAMENTALMENTE DE UM PROCESSO SAUDÁVEL DE TROCA DO COMANDO. ENVOLVE Conciliar interesses particulares e de negócios. Transmissão de bens e valores. Disputas, dúvidas, alianças e parcerias. Negócio que era de um, passa a ser de dois, três ou mais, dependendo do número de herdeiros. Renda sustentava uma família, mas não fatura o suficiente para manter duas ou três na geração seguinte. A falta de liquidez da empresa pode fazer com que um queira tocar o negócio, outro vender a sua parte, um terceiro quer arrendar, mas não há dinheiro para pagar os impostos na transmissão dos bens. 06

8 CONFLITOS HABITUAIS PAIS E FILHOS Intromissão excessiva na gestão do dia-a-dia Filho não aceita abertamente as sugestões Pai não escuta ao filho como ele desejava Pai impõe mais do que delega Desconfiança do pai na capacidade do filho 07

9 CONFLITOS HABITUAIS CHOQUE ENTRE IRMÃOS Falta de preparação a potenciais sucessores Falta de objetividade na evolução dos filhos e familiares Preferência por um ou outro filho Pais põem atribuição aos irmãos a divisão do poder (não manda unicamente) Receio dos sucessores em tomar as decisões Intromissão dos cônjuges originam atritos entre os irmãos Não aceitam subordinação de um em relação ao outro Lembrança de conflitos da infância 08

10 CONFLITOS HABITUAIS OUTROS Situação econômica e limitação dos lucros. Falta de crescimento Falta de comunicação e informação sobre a gestão Conflitos com empregados antigos Desmotivação de membros familiares e não familiares Falecimento de sócios. Questões de incorporação de herdeiros. Tensões entre membros alheios e da família Pouco compromisso de membros ativos na empresa 09

11 O NOVO ADMINISTRADOR FAMILIAR Deixar na empresa familiar aqueles familiares que realmente servem para a empresa e têm capacidade para levá-la para um futuro com êxito. 10

12 COMPLICADA RELAÇÃO EMPRESA-FAMÍLIA PROBLEMAS QUE SURGEM COM O CORTE Como compensar os outros filhos? Dispersão do patrimônio familiar, que é fundamental para o desenvolvimento do negócio. 11

13 VARIÁVEIS QUE AFETAM O PROCESSO DE SUCESSÃO Quem ficará encarregado? Quando acontecerá? Como ocorrerá? Quais membros da família farão parte da empresa? Como serão remunerados os sócios ou condôminos? Como será feita a divisão física da propriedade? As áreas dos herdeiros serão localizadas ou ficarão em fração ideal? Quem ficará com a sede? Como se dará a utilização das fontes de irrigação? Como será a forma de exploração da propriedade? Como fica a situação dos pais no que tange a rendimentos e administração? 12

14 PROBLEMAS NA EVOLUÇÃO DA EMPRESA FAMILIAR SEGURANÇA DOS CÔNJUGES PLANEJAMENTO DA SUCESSÃO ENTRE OS DIFERENTES CANDIDATOS PLANEJAMENTO DA TRANSMISSÃO PATRIMONIAL 13

15 PLANEJAMENTO PATRIMONIAL O preparo para a transferência dos ativos financeiros de uma geração para outra e as suas implicações fiscais. 14

16 PLANEJAMENTO PATRIMONIAL/SUCESSÓRIO OBJETI VOS: Divisão física da propriedade, com objetivo sucessório e de otimizar o cadastro junto ao I NCRA e Receita Federal; Abrandar a pressão das instituições governamentais sobre a estrutura fundiária e do valor patrimonial do imóvel rural ( grandes fortunas); Abertura de pessoa(s) jurídica(s) (Holding); FONTE: SAFRAS & CIFRAS 15

17 PARA MINIMIZAR EVENTUAIS CONFLITOS, BEM COMO OS SEUS REFLEXOS NEGATIVOS SOBRE O PATRIMÔNIO, CABE AO EMPRESÁRIO REALIZAR UM PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO. PERMITE Permite a definição em vida, da forma através da qual o patrimônio familiar será transmitido aos herdeiros. Que a transição do controle dos negócios e a atuação dos membros da família na empresa, poderão ser delineados pelo próprio empresário. Viabilizar a forma de transmissão dos bens (testamento, doações na Pessoa Física ou Pessoa Jurídica, comunicação com os respectivos cônjuges, oferecimento como forma de garantia e administração). Planejar tributariamente a forma, mais econômica de transmissão dos bens. Proporcionar condições para manutenção da unidade familiar. 16

18 VANTAGENS RESULTANTES DA REESTRUTURAÇÃO Permanecem inalterados os poderes de disposição e administração do proprietário sobre as terras, garantidos de forma vitalícia Organização da sucessão, evitando eventuais conflitos Proteção do patrimônio familiar, evitando divisão decorrente de separações judiciais/ inventário dos herdeiros FONTE: SAFRAS & CIFRAS 17

19 VANTAGENS Fracionamento da propriedade; Maior disponibilidade de áreas para garantias hipotecárias; Aumento na avaliação do imóvel para efeitos de Imposto sobre o Ganho de Capital na venda; Redução no ITR anual; Redução no ITCD; A exploração poderá se dar em nome da Pessoa Física ou da Jurídica, dependendo da conveniência tributária (redução do Imposto de Renda). 18

20 O mais grave risco é não enfrentar o perigo! 19

21 DOIS MUNDOS AS DIFERENÇAS ENTRE RICOS E POBRES NA VISÃO DE T. HARV ÉKER RICOS POBRES JOGAM PARA VENCER QUEREM RECEBER PELO RESULTADO DO TRABALHO QUE FAZEM PROCURAM FONTES ALTERNATIVAS DE RENDA GOSTAM DE APRENDER FAZEM QUESTÃO DE ENTENDER DE FINANÇAS E INVESTIMENTOS ARRISCAM E GOSTAM DE DESAFIOS FRASE EU FAÇO AS COISAS ACONTECEREM JOGAM PARA NÃO PERDER QUEREM SER PAGOS PELO TEMPO QUE PASSAM NO EMPREGO CONTENTAM-SE COM SEU SALÁRIO PENSAM QUE JÁ SABEM ORGULHAM-SE DE NÃO ENTENDER DE FINANÇAS E INVESTIMENTOS PREFEREM SE SENTIR CONFORTÁVEIS FRASE AS COISAS ACONTECEM 32

22 As empresas de um homem só não sobrevivem. Para que as mesmas tenham sucesso, divida o poder com a sua família e procure cercar-se de profissionais tão bons ou melhores do que você. Fonte: SAFRAS & CIFRAS 33

23 Pós Graduação: Administração de Rural Gestão Empresarial Diretor e Consultor Produtor Rural Eng Agrônomo Jose Ney Vinhas FGV UFLA SAFRAS & CIFRAS

24 This document was created with Win2PDF available at The unregistered version of Win2PDF is for evaluation or non-commercial use only.

SAFRAS & CIFRAS SAFRAS & CIFRAS Assessoria e Consultoria Agropecuária Ltda.

SAFRAS & CIFRAS SAFRAS & CIFRAS Assessoria e Consultoria Agropecuária Ltda. Sucessão Familiar em Empresas Rurais Herança ou Negócio *Cilotér Borges Iribarrem Sucessão poderá gerar conflitos, angustias e desprazeres entre os membros da família, além de transformar um bom negócio

Leia mais

SUCESSÃO EM EMPRESAS RURAIS FAMILIARES CONFLITO DE GERAÇÕES

SUCESSÃO EM EMPRESAS RURAIS FAMILIARES CONFLITO DE GERAÇÕES SUCESSÃO EM EMPRESAS RURAIS FAMILIARES CONFLITO DE GERAÇÕES *Ciloter Borges Iribarrem *Sandro Al-Alam Elias Manutenção da escala de produção, crescimento da empresa, resultados positivos dos negócios,

Leia mais

Apuração de impostos; Registro e controle dos documentos fiscais; Registro e controle de prejuízos acumulados.

Apuração de impostos; Registro e controle dos documentos fiscais; Registro e controle de prejuízos acumulados. Apuração de impostos; Registro e controle dos documentos fiscais; Registro e controle de prejuízos acumulados. 02 São todas as receitas provenientes da atividade operacional da empresa, incluindo as vendas

Leia mais

Holding. Aspectos Tributários

Holding. Aspectos Tributários Holding Aspectos Tributários Holding Holding Pura O Objeto da Holding Pura é basicamente a participação no capital de outras sociedades. Dessa forma, a fonte de receitas desta serão os dividendos das empresas

Leia mais

O que é e qual sua finalidade?

O que é e qual sua finalidade? HOLDING Copyright Ody & Keller Advocacia e Assessoria Empresarial, 2014. Todos os direitos reservados. Versão: 01 (outubro de 2014) Este material tem caráter informativo, e não deve ser utilizado isoladamente

Leia mais

ASPECTOS PRÁTICOS DE PLANEJAMENTO PATRIMONIAL/SUCESSÓRIO APLICADOS AO AGRONEGÓCIO

ASPECTOS PRÁTICOS DE PLANEJAMENTO PATRIMONIAL/SUCESSÓRIO APLICADOS AO AGRONEGÓCIO ASPECTOS PRÁTICOS DE PLANEJAMENTO PATRIMONIAL/SUCESSÓRIO APLICADOS AO AGRONEGÓCIO * Pedro Paulo Moreira Rodrigues 1 INTRODUÇÃO Após passar a vida se dedicando ao desenvolvimento de seus negócios e à formação

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDOR 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS

CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDOR 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS - faz as coisas antes de solicitado ou antes de ser forçado pelas circunstâncias; - age para expandir o negócio em novas áreas, produtos ou serviços; - aproveita

Leia mais

QUAL É A ESTRUTURA SOCIETÁRIA IDEAL? Vanessa Inhasz Cardoso 17/03/2015

QUAL É A ESTRUTURA SOCIETÁRIA IDEAL? Vanessa Inhasz Cardoso 17/03/2015 QUAL É A ESTRUTURA SOCIETÁRIA IDEAL? Vanessa Inhasz Cardoso 17/03/2015 2 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Há vários tipos de estruturas societárias possíveis; Análise da realidade de cada empresa; Objetivos dos

Leia mais

SAFRAS & CIFRAS IMPOSTO DE RENDA LEÃO QUER SE ALIMENTAR DE SOJA LEÃO

SAFRAS & CIFRAS IMPOSTO DE RENDA LEÃO QUER SE ALIMENTAR DE SOJA LEÃO IMPOSTO DE RENDA HO LEÃO QUER SE ALIMENTAR DE SOJA *Cilotér Borges Iribarrem LEÃO * Enio Borges Paiva *Lizandra Blass * Rafael de Freitas Bittencourt Todos estão de olho no negócio soja, produtores rurais,

Leia mais

Família Feliz e Negócio Saudável - Sucessão e Tributação nas Empresas Rurais Familiares. Sandro Al-Alam Elias 15 de agosto de 2013, Varginha-MG

Família Feliz e Negócio Saudável - Sucessão e Tributação nas Empresas Rurais Familiares. Sandro Al-Alam Elias 15 de agosto de 2013, Varginha-MG Família Feliz e Negócio Saudável - Sucessão e Tributação nas Empresas Rurais Familiares Sandro Al-Alam Elias 15 de agosto de 2013, Varginha-MG Todas as nossas riquezas, todas as nossas ciências e artes,

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Credenciais da 2Finance -Rápida análise da situação da empresa, elaborando relatórios que permitam ao empreendedor e seus dirigentes compreenderem a real situação da empresa

Leia mais

Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da Coleta Seletiva.

Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da Coleta Seletiva. MANUAL DE PROCEDIMENTOS Formulários on-line SISTEMAS INTEGRADOS MANUAL DE PROCEDI MENTOS PADRÃO Formulários on-line Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da

Leia mais

RELEASE Belo Horizonte, 1º de setembro de 2014

RELEASE Belo Horizonte, 1º de setembro de 2014 RELEASE Mesmo tendo de um a três cartões de crédito, consumidor da capital mineira prefere pagar em dinheiro Eles privilegiam o pagamento a vista e controlam os impulsos na hora das compras. Mas a maioria

Leia mais

ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA

ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA Seção I: Receitas decorrentes da venda de mercadorias por elas industrializadas não sujeitas a substituição tributária, exceto as receitas decorrentes

Leia mais

Alguns de nossos clientes

Alguns de nossos clientes Alguns de nossos clientes APRESENTAÇÃO A NELSON WILIANS & ADVOGADOS ASSOCIADOS (NW&ADV) consolidou-se como um dos maiores escritórios de advocacia empresarial do país. Para melhor atender nossos clientes,

Leia mais

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 1.1

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 1.1 1.0 INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA 1.1 1.2 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA Qual o objetivo das empresas para a administração financeira? Maximizar valor de mercado da empresa; Aumentar a riqueza dos acionistas.

Leia mais

Governança Corporativa e Familiar Desafios e Oportunidades

Governança Corporativa e Familiar Desafios e Oportunidades Governança Corporativa e Familiar Desafios e Oportunidades Luiz Marcatti Fevereiro/2009 GOVERNANÇA CORPORATIVA É o sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e monitoradas, envolvendo os relacionamentos

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: Fundamentos do Microempreendedorismo e Estrutura Patrimonial

Resumo Aula-tema 03: Fundamentos do Microempreendedorismo e Estrutura Patrimonial Resumo Aula-tema 03: Fundamentos do Microempreendedorismo e Estrutura Patrimonial Após traçadas as estratégias através da análise de mercado propiciada pelo plano de negócios - e se mesmo diante das dificuldades

Leia mais

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO

COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO COMO ELABORAR UM PLANO DE NEGÓCIOS DE SUCESSO 1 Sumário: Conceito e Objectivos Estrutura do PN o Apresentação da Empresa o Análise do Produto / Serviço o Análise de Mercado o Estratégia de Marketing o

Leia mais

ASSUNTOS PARA REVISÃO DO PLANO DE CONTAS ORIGEM DATA ASSUNTO TEMA POSIÇÃO JUSTIFICATIVAS

ASSUNTOS PARA REVISÃO DO PLANO DE CONTAS ORIGEM DATA ASSUNTO TEMA POSIÇÃO JUSTIFICATIVAS 1 2 poderá até deverá 3 4 no máximo, até 30 de abril até 30 de abril 5 6 7 vu = estimativa de vida útil do material ou equipamento desativado e após recuperado, em condições normais de operação e manutenção

Leia mais

ROBSON ZANETTI & ADVOGADOS ASSOCIADOS AS HOLDINGS COMO ESTRATÉGIA DE NEGÓCIOS, PROTEÇÃO PATRIMONIAL E SUCESSÃO FAMILIAR

ROBSON ZANETTI & ADVOGADOS ASSOCIADOS AS HOLDINGS COMO ESTRATÉGIA DE NEGÓCIOS, PROTEÇÃO PATRIMONIAL E SUCESSÃO FAMILIAR AS HOLDINGS COMO ESTRATÉGIA DE NEGÓCIOS, PROTEÇÃO PATRIMONIAL E SUCESSÃO FAMILIAR Robson Zanetti Advogados 1 1. Origem legal da holding no Brasil Lei nº. 6.404 (Lei das S/A s). No Brasil as holdings surgiram

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS TEORIAS ADMINISTRATIVAS

EVOLUÇÃO DAS TEORIAS ADMINISTRATIVAS EVOLUÇÃO DAS TEORIAS ADMINISTRATIVAS 1900 1910 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1980 1990 2000 Racionalização do trabalho: gerência administrativa Relações humanas: processo Movimento estruturalista: gerência

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Credenciais da 2Finance -Rápida análise da situação da empresa, elaborando relatórios que permitam ao empreendedor e seus dirigentes compreenderem a real situação da empresa

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO DA PESSOA FÍSICA. José Henrique Longo. IBCPF Março, 2015 LEGITIMIDADE DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO:

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO DA PESSOA FÍSICA. José Henrique Longo. IBCPF Março, 2015 LEGITIMIDADE DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO: PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO DA PESSOA FÍSICA José Henrique Longo IBCPF Março, 2015 LEGITIMIDADE DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO: Capacidade Contributiva & Solidariedade Direito de Auto Organização Planejamento

Leia mais

Clique para editar o estilo do título mestre

Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar o estilo do título mestre Seminário Governança Corporativa Pequena e Média Empresa (ACRJ/IBGC) Diversos Aspectos de Governança Corporativa na Média Empresa Aspectos gerais: a empresa,

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRO FAMILIAR: COMPORTAMENTO E CONTROLE

GESTÃO FINANCEIRO FAMILIAR: COMPORTAMENTO E CONTROLE Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. Mateus 6:21 Cenário das famílias brasileiras 2006/2010 Pesquisa de Orçamento Familiar IBGE Famílias brasileiras: GASTO MÉDIO: R$ 2.626,31/mês

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 2. Finanças 2.1 Orçamento anual integrado Objetivo: Melhorar

Leia mais

Marcos Puglisi de Assumpção 10. PLANOS DE PREVIDÊNCIA

Marcos Puglisi de Assumpção 10. PLANOS DE PREVIDÊNCIA Marcos Puglisi de Assumpção 10. 2010 Uma das maiores preocupações de um indivíduo é como ele vai passar o final de sua vida quando a fase de acumulação de capital cessar. É preciso fazer, o quanto antes,

Leia mais

INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO NOS EUA FLÓRIDA. 2014 - Direitos autorais reservados a Edgard Leite Advogados Associados

INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO NOS EUA FLÓRIDA. 2014 - Direitos autorais reservados a Edgard Leite Advogados Associados INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO NOS EUA FLÓRIDA 2014 - Direitos autorais reservados a Edgard Leite Advogados Associados A importância de ser confiável 2013 - Direitos autorais reservados a Edgard Leite Advogados

Leia mais

Administração Financeira

Administração Financeira Prof. Fabini Hoelz Bargas Alvarez O que são finanças? Finanças é a arte e a ciência de gestão do dinheiro; Imprescindível, pois todos os indivíduos e organizações recebem ou levantam dinheiro; A teoria

Leia mais

Painel 2: 2: As As transformações do do ambiente de de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de de empresas do do mercado de de construção

Painel 2: 2: As As transformações do do ambiente de de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de de empresas do do mercado de de construção Painel 2: 2: As As transformações do do ambiente de de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de de empresas do do mercado de de construção Apresentação Eng. Eng. Luiz Luiz Augusto Augusto Milano

Leia mais

Proteção Patrimonial e Planejamento Sucessório

Proteção Patrimonial e Planejamento Sucessório Proteção Patrimonial e Planejamento Sucessório Introdução Pessoa Física sócio ou administrador de uma empresa operacional. Segregar o patrimônio pessoal, como proteção contra eventual problema da sociedade

Leia mais

Módulo 17 Estratégias mercadológicas

Módulo 17 Estratégias mercadológicas Módulo 17 Estratégias mercadológicas Todas as empresas para terem sucesso no mercado a longo prazo precisam de uma estratégia. Segundo Peter Druker, as estratégias são os planos de vôos das empresas. Analisando

Leia mais

FUTURO FINANCEIRO: VOCÊ PODE PLANEJAR O SEU. Lilian Massena Gallagher

FUTURO FINANCEIRO: VOCÊ PODE PLANEJAR O SEU. Lilian Massena Gallagher FUTURO FINANCEIRO: VOCÊ PODE PLANEJAR O SEU Lilian Massena Gallagher APRESENTAÇÃO Livros: Minutos de Riqueza, Planeje seu Futuro Financeiro, Como Aumentar seu Patrimônio, Exame de Certificação CPA-10 (teoria

Leia mais

Gestão Contábil e Financeira nas Pequenas e Médias Empresas PMEs

Gestão Contábil e Financeira nas Pequenas e Médias Empresas PMEs Gestão Contábil e Financeira nas Pequenas e Médias Empresas PMEs. 1 A Contabilidade como Ferramenta de Gestão: Nova Visão Empresarial Benefícios e Vantagens; Parceria do Administrador e do Profissional

Leia mais

RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CRISE OU OPORTUNIDADE NA CRISE

RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CRISE OU OPORTUNIDADE NA CRISE RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CRISE OU OPORTUNIDADE NA CRISE Societário Proteção Visão Saídas 1 EMPREENDEDOR É aquele que acredita no que faz; Faz aquilo que acredita; E gerencia o que faz. A. Desconhecido

Leia mais

- Aspectos limitadores: Produção com custo alto; Orçamentos mal elaborados; Dificuldade na análise e avaliação; Inadequação ao perfil empresarial;

- Aspectos limitadores: Produção com custo alto; Orçamentos mal elaborados; Dificuldade na análise e avaliação; Inadequação ao perfil empresarial; MARKETING ESPORTIVO E CULTURAL EAD MÓDULO XIX - RESUMO A evolução do ser humano no decorrer da história está associada diretamente ao conceito de cultura, que engloba os costumes e as experiências repassadas

Leia mais

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA?

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: QUANTO SOBRA PARA SUA EMPRESA? Que nome estranho! O que é isso? Essa expressão, Margem de Contribuição, pode soar estranha aos ouvidos, mas entender o que significa ajudará muito

Leia mais

A importância da comunicação em projetos de

A importância da comunicação em projetos de A importância da comunicação em projetos de Tecnologia da Informação (TI) Autor: Ivan Luizio R. G. Magalhães Um perigo previsto está metade evitado. Thomas Fuller Introdução Há muitos anos atrás, um bom

Leia mais

MÓDULO IX - CUSTOS. A gestão de custos como ferramenta de apoio a tomada de decisão

MÓDULO IX - CUSTOS. A gestão de custos como ferramenta de apoio a tomada de decisão MÓDULO IX - CUSTOS A gestão de custos como ferramenta de apoio a tomada de decisão 1 Conteúdo Objetivo do custeio Conceito de valor Gestão de Custos versus Gestão Estratégica Componentes básicos de custos

Leia mais

A importância da sucessão patrimonial para o equilíbrio da relação familiar. Prof. Edison Carmagnani Filho 2014

A importância da sucessão patrimonial para o equilíbrio da relação familiar. Prof. Edison Carmagnani Filho 2014 A importância da sucessão patrimonial para o equilíbrio da relação familiar Prof. Edison Carmagnani Filho 2014 O que é Empresa Familiar? Riscos da Sucessão Patrimonial Ferramentas Usuais para Sucessão

Leia mais

Sucessão Familiar: Como Evitar que a passagem do bastão afete sua competitividade?

Sucessão Familiar: Como Evitar que a passagem do bastão afete sua competitividade? Sucessão Familiar: Como Evitar que a passagem do bastão afete sua competitividade? O tema acima tem passado longe das porteiras das propriedades rurais de nosso país. Aspectos de Sucessão e passagem de

Leia mais

O que é Finanças? instituições, mercados e instrumentos envolvidos na transferência de fundos entre pessoas, empresas e governos.

O que é Finanças? instituições, mercados e instrumentos envolvidos na transferência de fundos entre pessoas, empresas e governos. Demonstrações Financeiras O Papel de Finanças e do Administrador Financeiro Professor: Roberto César O que é Finanças? Podemos definir Finanças como a arte e a ciência de administrar fundos. Praticamente

Leia mais

Empreendedorismo na prática

Empreendedorismo na prática Empreendedorismo na prática Autor: José Carlos Assis Dornelas Aluno: Douglas Gonzaga; Diana Lorenzoni; Paul Vogt; Rubens Andreoli; Silvia Ribeiro. Turma: 1º Administração Venda Nova do Imigrante, Maio

Leia mais

CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO

CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO FATEC-SP CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO Prof. Me. Francisco Tadeu Degasperi Janeiro de 2005 Agradeço a colaboração do Tecnólogo Alexandre Cândido de Paulo Foi Auxiliar de Docente do LTV da Fatec-SP Atualmente

Leia mais

Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar

Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar Revista EXAME: As 10 armadilhas da Previdência Complementar Os fundos de previdência privada, sejam fechados ou abertos, têm características próprias e vantagens tributárias em relação aos investimentos

Leia mais

1 - Por que a empresa precisa organizar e manter sua contabilidade?

1 - Por que a empresa precisa organizar e manter sua contabilidade? Nas atividades empresariais, a área financeira assume, a cada dia, funções mais amplas de coordenação entre o operacional e as expectativas dos acionistas na busca de resultados com os menores riscos.

Leia mais

Resumo Aula-tema 04: Dinâmica Funcional

Resumo Aula-tema 04: Dinâmica Funcional Resumo Aula-tema 04: Dinâmica Funcional O tamanho que a micro ou pequena empresa assumirá, dentro, é claro, dos limites legais de faturamento estipulados pela legislação para um ME ou EPP, dependerá do

Leia mais

Centro Universitário de Belo Horizonte UNI - BH. Maio de 2010

Centro Universitário de Belo Horizonte UNI - BH. Maio de 2010 Centro Universitário de Belo Horizonte UNI - BH Maio de 2010 APRESENTAÇÃO...3 Junior Achievement...3 Rede Junior Achievement...3 Voluntariado...4 Benefícios de quem atua como voluntário na Junior Achievement...4

Leia mais

A Inovação Aprendizagem e crescimento dos funcionários treinando-os para melhoria individual, numa modalidade de aprendizagem contínua.

A Inovação Aprendizagem e crescimento dos funcionários treinando-os para melhoria individual, numa modalidade de aprendizagem contínua. Balanced Score Card A Tecnologia da Informação é considerada fundamental para os vários setores, tanto no nível operacional como estratégico. Muitas das razões para Tecnologia da Informação fazer parte

Leia mais

UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE

UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE UNIVERSIDADE LIVRE DO MEIO AMBIENTE A INSTITUIÇÃO A Universidade Livre do Meio Ambiente - Unilivre, instalada em Curitiba, Paraná, é uma organização não governamental sem fins lucrativos, recentemente

Leia mais

Iniciando. Bolsa de Valores. O que é uma ação?

Iniciando. Bolsa de Valores. O que é uma ação? O que é uma ação? Por definição é uma fração de uma empresa. Por isso, quem detém ações de uma companhia é dono de uma parte dela, ou melhor, é um dos seus sócios e por conseguinte passa a ganhar dinheiro

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO A universidade vivencia, em seu cotidiano, situações de alto grau de complexidade que descortinam possibilidades, mas também limitações para suas

Leia mais

Apresentação. Atuando em diversos ramos do direito, nosso Escritório tem como meta oferecer. O Escritório

Apresentação. Atuando em diversos ramos do direito, nosso Escritório tem como meta oferecer. O Escritório Um Escritório de Advocacia, atualmente, tem que estar preparado para atender as mais diversas situações do mundo moderno. Para tanto, focalizamos como nossos preceitos, que os serviços oferecidos sejam:

Leia mais

ANÁLISE FINANCEIRA VISÃO ESTRATÉGICA DA EMPRESA

ANÁLISE FINANCEIRA VISÃO ESTRATÉGICA DA EMPRESA ANÁLISE FINANCEIRA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA NAS EMPRESAS INTEGRAÇÃO DOS CONCEITOS CONTÁBEIS COM OS CONCEITOS FINANCEIROS FLUXO DE OPERAÇÕES E DE FUNDOS VISÃO ESTRATÉGICA DA EMPRESA Possibilita um diagnóstico

Leia mais

Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2)

Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2) Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2) José Carlos Cavalcanti Professor de Economia da UFPE, ex-secretário executivo de Tecnologia, Inovação e Ensino Superior de Pernambuco (http://jccavalcanti.wordpress.com)

Leia mais

BENEFÍCIOS COM A SMALL

BENEFÍCIOS COM A SMALL BENEFÍCIOS COM A SMALL 2012. Small Consultoria Avenida Engenheiro Caetano Álvares, 530 Casa Verde, São Paulo S.P. Tel. 11 2869.9699 / 11 2638.5372 Todos os direitos reservados. A IDEIA Dentre os exemplos

Leia mais

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO O presidente da Federação Nacional das Auto e Motoescolas

Leia mais

Sonhos. Sonhos não costumam ser autorrealizáveis. É necessário agir

Sonhos. Sonhos não costumam ser autorrealizáveis. É necessário agir Sonhos Sonhos não costumam ser autorrealizáveis É necessário agir Como transformar sonhos em projetos? 1) Saiba aonde você quer chegar 2) Internalize a visão de futuro trazida pela realização do projeto

Leia mais

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados REORGANIZAÇÃO SUCESSÓRIA E SEUS ASPECTOS por Luiz Fernando do Vale de Almeida Guilherme Sócio de Almeida Guilherme Advogados e Maria Eugênia Gadia Ulian Advogada de Almeida Guilherme Advogados I. Introdução

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

$ $ ETF EXCHANGE TRADED FUND $ $

$ $ ETF EXCHANGE TRADED FUND $ $ ETF EXCHANGE TRADED FUND Investimento para quem busca a possibilidade de melhores retornos, através de uma carteira diversificada e com menor custo. Confira porque os fundos de índices são a nova opção

Leia mais

FUNDAMENTOS DA GESTÃO FINANCEIRA

FUNDAMENTOS DA GESTÃO FINANCEIRA Unidade II FUNDAMENTOS DA GESTÃO FINANCEIRA Prof. Jean Cavaleiro Objetivos Ampliar a visão sobre os conceitos de Gestão Financeira; Conhecer modelos de estrutura financeira e seus resultados; Conhecer

Leia mais

PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo)

PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo) PROGRAMA: A FAMÍLIA (1º ano do 1º ciclo) Duração: 5 Sessões (45 minutos) Público-Alvo: 6 a 7 anos (1º Ano) Descrição: O programa A Família é constituído por uma série de cinco actividades. Identifica o

Leia mais

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI CLIPPING Mídias de Primeiro Foco Cliente: Fharos Data: 17/09/08 Veículo: DCI Cliente: Fharos Data: 10/09/08 Veículo: Executivos Financeiros 2 3 Cliente: Fharos Data: 12/09/08 Veículo: Canal Executivo 4

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS GUIA DE ORIENTAÇÃO OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS QUE PODEM SER DESENVOLVIDAS ATRAVÉS DOS NOSSOS CURSOS

GUIA DE ORIENTAÇÃO OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS GUIA DE ORIENTAÇÃO OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS QUE PODEM SER DESENVOLVIDAS ATRAVÉS DOS NOSSOS CURSOS GUIA DE ORIENTAÇÃO QUE PODEM SER DESENVOLVIDAS ATRAVÉS DOS NOSSOS CURSOS 1 ÁREA DE COMÉRCIO EXTERIOR Advogados Advogados podem atuar na área de direito aduaneiro e poderão ser muito bem remunerados pelos

Leia mais

A Importância do Processo de Profissionalização nas Empresas Familiares

A Importância do Processo de Profissionalização nas Empresas Familiares A Importância do Processo de Profissionalização nas Empresas Familiares O QUE É GOVERNANÇA CORPORATIVA? Governança é sinônimo de transparência. As Pessoas precisam saber que não estão criando adversários

Leia mais

GOVERNANÇA JURÍDICO SUCESSÓRIA PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO VALE ENFRENTAR O DESAFIO? Luiz Kignel Márcia SeA Phebo

GOVERNANÇA JURÍDICO SUCESSÓRIA PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO VALE ENFRENTAR O DESAFIO? Luiz Kignel Márcia SeA Phebo GOVERNANÇA JURÍDICO SUCESSÓRIA PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO VALE ENFRENTAR O DESAFIO? Luiz Kignel Márcia SeA Phebo O MODELO CONHECIDO FAMÍLIA PATRIMÔNIO GESTÃO AS NOVAS FAMÍLIAS quem faz parte do núcleo familiar?

Leia mais

POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO?

POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO? ORGANIZE SUA VIDA POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO? - Para planejar melhor como gastar os nossos recursos financeiros QUAIS OS BENEFÍCIOS DE TER UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO? - Para que possamos

Leia mais

FLUXO DE CAIXA. Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante)

FLUXO DE CAIXA. Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante) FLUXO DE CAIXA Dinâmica: O que faço de diferente ou estranho. (Objetivo: Conhecer um pouco cada participante) Brainstorming: Chuva de ideias ou Toró de parpite: O QUE É FLUXO DE CAIXA? (Objetivo: Saber

Leia mais

Orçamentos e outras ferramentas

Orçamentos e outras ferramentas Finanças na Advocacia Orçamentos e outras ferramentas AXIS Consult Gestão Jurídica Luiz Machado ESG CORP 26º COMITÊ DE DEPARTAMENTOS JURÍDICOS E ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA MERCADO Atividade > Advocacia Mercantilismo

Leia mais

PROGRAMA ESTRUTURANTE NOSSAS CIDADES PREFEITURA PARCEIRA AÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA PROJETO: EQUIPAMENTAÇÃO DE SALAS VERDES NOS MUNICÍPIOS

PROGRAMA ESTRUTURANTE NOSSAS CIDADES PREFEITURA PARCEIRA AÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA PROJETO: EQUIPAMENTAÇÃO DE SALAS VERDES NOS MUNICÍPIOS PROGRAMA ESTRUTURANTE NOSSAS CIDADES PREFEITURA PARCEIRA AÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA PROJETO: EQUIPAMENTAÇÃO DE SALAS VERDES NOS MUNICÍPIOS PROPONENTE Secretaria Estadual do Meio Ambiente INTRODUÇÃO

Leia mais

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL Introdução Já sabemos que o Patrimônio é objeto da contabilidade, na qual representa o conjunto de bens, diretos e obrigações. Esta definição é muito importante estar claro

Leia mais

As vantagens de partilhar seus bens em vida

As vantagens de partilhar seus bens em vida As vantagens de partilhar seus bens em vida Antecipar a herança por meio de doações pode sair mais em conta e protege a família de preocupações Planejar a partilha da herança poupa a família de gastos

Leia mais

Senise, Moraes & Maggi Sociedade de Advogados surgiu da união de advogados com diversos anos de experiência e sólida formação jurídica que perceberam

Senise, Moraes & Maggi Sociedade de Advogados surgiu da união de advogados com diversos anos de experiência e sólida formação jurídica que perceberam Senise, Moraes & Maggi Sociedade de Advogados surgiu da união de advogados com diversos anos de experiência e sólida formação jurídica que perceberam as necessidades dos clientes na realidade hipercomplexa

Leia mais

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente 4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente Saiba como melhorar a gestão financeira da sua empresa e manter o fluxo de caixa sob controle Ciclo Financeiro Introdução Uma boa gestão financeira é um dos

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS DAS DÚVIDAS MAIS FREQUENTES SOBRE O CNIS - SEGURADO ESPECIAL

PERGUNTAS E RESPOSTAS DAS DÚVIDAS MAIS FREQUENTES SOBRE O CNIS - SEGURADO ESPECIAL PERGUNTAS E RESPOSTAS DAS DÚVIDAS MAIS FREQUENTES SOBRE O CNIS - SEGURADO ESPECIAL 1. Quando o sindicato pode começar a fazer o cadastro do segurado especial? Para fazer o cadastro, o sindicato precisa

Leia mais

Princípios de Finanças. Prof. José Roberto Frega, Dr. jose.frega@ufpr.br

Princípios de Finanças. Prof. José Roberto Frega, Dr. jose.frega@ufpr.br Princípios de Finanças Prof. José Roberto Frega, Dr. jose.frega@ufpr.br Material didático e acesso Site da disciplina http://frega.net Login: UFPRPRINCFIN 2 Prof. José Roberto Frega, Dr. Graduado em Engenharia

Leia mais

O executivo ou especialista na área de marketing deve identificar três níveis de sistemas:

O executivo ou especialista na área de marketing deve identificar três níveis de sistemas: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EAD MÓDULO IV A EMPRESA COMO SISTEMA Para o estudioso na área de marketing trabalhar melhor o planejamento nas organizações, ele precisa conhecer a empresa na sua totalidade e

Leia mais

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Manual de. Educação Financeira. Dicas para planejar e poupar seu dinheiro. Cecreb MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Manual de Educação Financeira MANUAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA Dicas para planejar e poupar seu dinheiro 1 A filosofia da Manual de Educação Financeira 2 Um dos princípios básicos das Cooperativas de Crédito

Leia mais

Áreas de Atuação Societário

Áreas de Atuação Societário SC Advogados Apresentação A Salomão Cateb Advogados foi fundada em 1963 na cidade de Belo Horizonte por Salomão de Araújo Cateb. Os mais de 40 anos de atividade conferiram à empresa o reconhecimento e

Leia mais

FUNDAMENTOS DA ECONOMIA

FUNDAMENTOS DA ECONOMIA Aula 4 FUNDAMENTOS DA ECONOMIA 1.2.3 Noção de custo de oportunidade e de análise marginal A escassez de recursos leva os produtores a efetuar escolhas para produção de bens. Em um mundo de recursos limitados,

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro. Plano de Trabalho. Gestão 2012 2015. Rodrigo Leitão Diretor

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro. Plano de Trabalho. Gestão 2012 2015. Rodrigo Leitão Diretor Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Plano de Trabalho Gestão 2012 2015 Diretor Candidato ao cargo de Diretor-Geral do Campus Uberaba do IFTM Professor Rodrigo Afonso

Leia mais

MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu

MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu Coordenação Acadêmica: Prof. José Carlos Abreu, Dr. 1 OBJETIVO: Objetivos Gerais: Atualizar e aprofundar

Leia mais

Vantagens e desvantagens a partir de diferentes visões

Vantagens e desvantagens a partir de diferentes visões Vantagens e desvantagens a partir de diferentes visões Carla Bottino carlabottino@portlatudoemfamilia.com.br Consultores observadores externos VANTAGENS Visão de longo prazo Maior autonomia para agir,

Leia mais

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Qualidade Gestão O tecnólogo em Gestão da Qualidade é o profissional que desenvolve avaliação sistemática dos procedimentos, práticas e rotinas internas e externas de uma entidade, conhecendo e aplicando

Leia mais

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO CONTEÚDO 1 APRESENTAÇÃO 2 PÁGINA 4 3 4 PÁGINA 9 PÁGINA 5 PÁGINA 3 APRESENTAÇÃO 1 O cenário de inovação e incertezas do século 21 posiciona o trabalho

Leia mais

CISÃO PARCIAL DE ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS - ASPECTOS CONTÁBEIS E TRIBUTÁRIOS

CISÃO PARCIAL DE ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS - ASPECTOS CONTÁBEIS E TRIBUTÁRIOS CISÃO PARCIAL DE ENTIDADES SEM FINS LUCRATIVOS - ASPECTOS CONTÁBEIS E TRIBUTÁRIOS Por Ivan Pinto A cisão de uma Entidade sem Fins Lucrativos não implica na extinção da entidade cindida, uma vez que a própria

Leia mais

Empresas de Capital Fechado, ou companhias fechadas, são aquelas que não podem negociar valores mobiliários no mercado.

Empresas de Capital Fechado, ou companhias fechadas, são aquelas que não podem negociar valores mobiliários no mercado. A Ação Os títulos negociáveis em Bolsa (ou no Mercado de Balcão, que é aquele em que as operações de compra e venda são fechadas via telefone ou por meio de um sistema eletrônico de negociação, e onde

Leia mais

SUCESSÃO O papel do RH e a Perpetuidade da Empresa Familiar

SUCESSÃO O papel do RH e a Perpetuidade da Empresa Familiar SUCESSÃO O papel do RH e a Perpetuidade da Empresa Familiar Por EDUARDO NAJJAR Expert em Family Business eduardonajjar@empreenda.net Ribeirão Preto 24 Março 2013 DOWNLOAD DOS SLIDES http://slides.empreenda.net

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Nossas soluções para o setor sucroenergético

Nossas soluções para o setor sucroenergético www.pwc.com.br Nossas soluções para o setor sucroenergético Centro PwC de Serviços em Agribusiness Outubro de 2013 Agrícola Gestão de fornecedores de cana Revisão da estrutura de relacionamento entre usina

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Uma agenda tributária para o Brasil. Fóruns Estadão Brasil Competitivo Bernard Appy Maio de 2014

Uma agenda tributária para o Brasil. Fóruns Estadão Brasil Competitivo Bernard Appy Maio de 2014 Uma agenda tributária para o Brasil Fóruns Estadão Brasil Competitivo Bernard Appy Maio de 2014 Sumário Introdução Problemas do sistema tributário brasileiro Sugestões de aperfeiçoamento 2 Sumário Introdução

Leia mais

CRÉDITO IMOBILIÁRIO HSBC Novembro 2010. 2010 Brasil Brokers Todos os Direitos Reservados

CRÉDITO IMOBILIÁRIO HSBC Novembro 2010. 2010 Brasil Brokers Todos os Direitos Reservados CRÉDITO IMOBILIÁRIO HSBC Novembro 2010 2010 Brasil Brokers Todos os Direitos Reservados Crédito Imobiliário O Crédito Imobiliário é uma modalidade de financiamento que viabiliza a compra de um imóvel usado

Leia mais

Klako Group. Incorporação, Contabilidade e Assessoria Tributária. Otimização e Controle de Qualidade. Beijing Hong Kong Shanghai Shenzhen

Klako Group. Incorporação, Contabilidade e Assessoria Tributária. Otimização e Controle de Qualidade. Beijing Hong Kong Shanghai Shenzhen Klako Group Incorporação, Contabilidade e Assessoria Tributária Otimização e Controle de Qualidade Beijing Hong Kong Shanghai Shenzhen Visite nossa site http://www.klakogroup.com Nossa Empresa Klako Group

Leia mais

CONTAJURIS ASSESSORIA EMPRESARIAL S/C LTDA

CONTAJURIS ASSESSORIA EMPRESARIAL S/C LTDA CONTAJURIS ASSESSORIA EMPRESARIAL S/C LTDA Rua Sady de Marco, 52-D Bairro Jardim Itália Chapecó SC www.contajuris.com.br - Fone: 49 3323-1573 / 3323-0388 Assunto: Arrendamento Mercantil de Bens Aspectos

Leia mais

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br NO CAMPO: UMA FAMÍLIA DE SOLUÇÕES EDUCACIONAIS PARA PRODUTORES RURAIS. TODA MINHA FAMÍLIA VIVE DA PRODUÇÃO RURAL. E MAIS DE CINCO MILHÕES

Leia mais