Fundamentos da Pesquisa III IBB212

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fundamentos da Pesquisa III IBB212"

Transcrição

1 Fundamentos da Pesquisa III IBB212 Aula 4 Lógica do Texto Científico (cont.) Por que são importantes as apresentações orais Para que apresentar oralmente nosso trabalho Como fazer uma boa apresentação oral Prof. Cintia Cornelius Lab. Ecologia - UFAM Base para a elaboração do texto científico 4. Discussão Conclusões Interpretação Problema 1. INTRODUÇÃO Objetivo e Pergunta 3. Resultados Resultados 2. Material & Métodos Hipótese Método Previsão

2 INTRODUÇÃO Problema Objetivo Pergunta Hipóteses e Previsões Se a pesquisa começa com uma pergunta, então toda pesquisa pode ter uma hipótese INTRODUÇÃO TODAS AS PERGUNTAS PRECISAM DE UMA HIPÓTESE? Depende do tipo de pergunta: 1) Descritiva (hipótese não é sempre necessária) Qual a altura média do brasileiro? Como é a morfologia de determinada estrutura? 2) Teste de hipótese Porquê homens em média tem uma altura maior que as mulheres? Sem uma o mais hipóteses não seria possível responder essa pergunta

3 VARIAVES NUM TEXTO CIENTIFICO Variáveis teóricas e operacionais Variáveis independentes e dependentes (causa - efeito) Variáveis contínuas e discretas Y Numero (dependente) spp X Área (independente) da ilha (ha) Número de spp G P Área da ilha SUL NORTE Conclusão 3 Conclusão 1 + Literatura+ Conclusão 2 Dados + Análise Dados + Análise + literatura Experimento 1 Experimento 2 Ideia!!!

4 Como começar a redação de um manuscrito? Projeto e Execução da Pesquisa Análise dos Dados Interpretação dos Resultados Apresentação Oral A clareza do pensamento é requisito para se escrever até mesmo uma frase curta! Como começar a redação de um manuscrito? Escreve claro quem pensa claro! Escreve confuso quem pensa confuso! O Cubo está sobre a cadeira Caixa, cubo, perna, encosto

5 Como começar a redação de um manuscrito? Caixa, cubo, perna, encosto A exposição oral do trabalho organiza as ideias O Cubo está sobre a cadeira Objetivos de uma apresentção Para você mesmo: Organizar as ideias Para o público: Conscientizar o público sobre um tema Divulgar uma pesquisa Fazer propaganda de uma publicação escrita

6 Qual é o melhor visual dos slides? Os slides devem ser atraentes Uma imagem vale mais do que mil palavras Só usem imagens de boa qualidade Expliquem as ideias usando figuras E AS CORES? Escolha bem as cores e os contrastes Quanto mas simples melhor!

7 E AS CORES? Escolha bem as cores e os contrastes Quanto mas simples melhor! E o Fundo dos Slides? Procure saber como é a sala Não faça um contraste drástico demais entre a iluminação da sala e o tom dos slides Use fundos que facilitem a leitura

8 E o Fundo dos Slides? Procure saber como é a sala Não faça um contraste drástico demais entre a iluminação da sala e o tom dos slides Use fundos que facilitem a leitura E o Fundo dos Slides? Use fundos que facilitem a leitura Uma imagem de fundo quando bem utilizada pode ser muito útil

9 Imagens por Palavras! Em Palavras Na teia trófica estudada, o guano representa a base do sistema. No primeiro nível temos a!caros, larvas e colêmbolos, que se alimentam diretamente de guano. No segundo nível, pseudo-escorpiões, opiliões e besouros se alimentam dos consumidores primários. Por fim, no terceiro nível, aranhas e heterópteros se alimentam dos consumidores secunda!rios, sendo que os heterópteros podem ser consumidos por opiliões e também pelas aranhas.

10 Fotos e Desenhos

11 Fotos e Desenhos Cuidado com as Animações! A maioria dos efeitos e animações são desnecessários Só distraem o público E você perde o foco da mensagem a ser transmitida

12 Como Apresentar Gráficos

13 Quanto Texto? Durante uma apresentação, sua platéia deve ouvir o que você está explicando e, ao mesmo tempo, entender a mensagem através de imagens diretas apresentadas nos slides. Se você colocar texto demais nos slides, sua platéia ficará dividida entre te ouvir e ler o que está escrito. Provavelmente, eles acabarão lendo o slide e nem prestando atenção a você. Sua apresentação se tornará redundante e desnecessária. Ou então eles tentarão ler e ouvir ao mesmo tempo, o que é absolutamente ineficiente. Não é doloroso ler textos longos em slides? Vocês estão me ouvindo ou lendo? Quanto Texto? escreva pouco nos slides! escreva apenas os pontos chave para você lembrar dos principais tópicos a serem discutidas os tópicos devem fazer sentido para quem está na platéia os tópicos devem estar organizados seguindo uma sequência lógica

14 Slides devem ser visíveis Saiba o tamanho do quadros Saída sobre a iluminação do quarto Leve em conta a distância entre o quadro e a platéia Estime o tamanho de letra necessário para permitir uma boa leitura ( > 24 ptos.) Qual fonte é mais fácil de ler? Dispersão de sementes é o deslocamento das sementes para longe da planta-mãe, que pode ser feito por um agente ou pela própria planta (Fleming & Estrada 1993). Dispersão de sementes é o deslocamento das sementes para longe da planta-mãe, que pode ser feito por um agente ou pela própria planta (Fleming & Estrada 1993).

15 Qual Tamanho e mais fácil de ler? Dispersão de sementes é o deslocamento das sementes para longe da planta-mãe, que pode ser feito por um agente ou pela própria planta (Fleming & Estrada 1993). Disperrão de sementes é o deslocamento das sementes para longe da planta-mãe, que pode ser feito por um agente ou pela própria planta (Fleming & Estrada 1993). Quantidade de ideias Poucas ideias / apenas uma mensagens por slide

16 Controle o Tempo!!! Use Bem o Tempo Respeite o tempo concedido Tolerância: 10% para mais ou para menos.se exceder o limite de tempo não haverá tempo para a discussão Se usar tempo de menos: deixara! de explicar alguma coisa importante

17 Use bem o Tempo Palestras (talks): 10 ou 20 min para apresentação 5 min para perguntas Conferências ( keynotes ): min. Aqui na disciplina: min (12 min ideal!) 10 min para perguntas Em apresentações orais Os resultados já podem ser discutidos enquanto são apresentados O tempo da discussão pode ser reservado para conclusões gerais, implicações maiores e direções futuras Vocês tem que reservar tempo para perguntas e comentários!

18 Relembrando! Deixe clara a sua mensagem Preste atenção ao tempo Prefira imagens a texto Usar pouco texto Evite complicações -- Pratique sua apresentação!!!! Fique atento a reação da platéia Bibliografia do Conteudo da Aula G. Volpato (2007) Bases Teóricas para Redação Científica 1a Edição G. Volpato (2008) Publicação Científica 3a Edição G. Volpato (2009) Dicas para a Redação Científica 3a Edição Editora Cultura Acadêmica, São Paulo, SP Material Didático do Curso de Campo Ecologia da Amazônia - com a permissão de Glauco Machado - USP

Regulamento do TCC APRESENTAÇÃO ORAL DE TRABALHOS CIENTÍFICOS. Resolução TCC. Apresentação oral de trabalhos 03/11/2011 FALAR EM PUBLICO É UM DESAFIO?

Regulamento do TCC APRESENTAÇÃO ORAL DE TRABALHOS CIENTÍFICOS. Resolução TCC. Apresentação oral de trabalhos 03/11/2011 FALAR EM PUBLICO É UM DESAFIO? Regulamento do TCC Para a defesa do TCC, o trabalho deverá ser apresentado oralmente perante comissão julgadora em sessão pública. Para a apresentação, o aluno terá mínimo de 15 e APRESENTAÇÃO ORAL DE

Leia mais

Não Esqueçam! Não Esqueçam! FUNDAMENTOS DA PESQUISA III IBB212. Quantidade / Qualidade de Texto. Aula 5 e 6

Não Esqueçam! Não Esqueçam! FUNDAMENTOS DA PESQUISA III IBB212. Quantidade / Qualidade de Texto. Aula 5 e 6 FUNDAMENTOS DA PESQUISA III IBB212 Quantidade / Qualidade de Texto Aula 5 e 6 Avaliação das apresentações O que aprendemos desse exercício? Outras dicas para fazer uma boa apresentação Primeiras diretrizes

Leia mais

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II Aprendendo a ESTUDAR Ensino Fundamental II INTRODUÇÃO Onde quer que haja mulheres e homens, há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender. Paulo Freire DICAS EM AULA Cuide da

Leia mais

Demonstração de uma idéia, assunto, produto, serviço e etc; Podendo ser uma palestra, reunião, workshop entre outros eventos.

Demonstração de uma idéia, assunto, produto, serviço e etc; Podendo ser uma palestra, reunião, workshop entre outros eventos. Demonstração de uma idéia, assunto, produto, serviço e etc; Para duas ou mais pessoas; Podendo ser uma palestra, reunião, workshop entre outros eventos. Planejar Sempre! Para transmitir segurança você

Leia mais

08/11/2012. Palestrante: Jéssica Pereira Costa Mais frequente na população universitária

08/11/2012. Palestrante: Jéssica Pereira Costa Mais frequente na população universitária A arte da apresentação oral de trabalhos científicos Como se comportar durante a apresentação de um pôster em um evento científico? Fobia Social ou Timidez??? (Medo excessivo contato ou exposição social)

Leia mais

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) USO DO POWERPOINT

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) USO DO POWERPOINT NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) USO DO POWERPOINT ACRESCENTANDO IMAGENS A APRESENTAÇÃO Algumas igrejas preferem o uso do multimídia para suas apresentações. Oferecendo a esses pastores uma apresentação

Leia mais

Objetivo desta Aula. Um tópico a cada vez. Roteiro apresentar tópicos gerais

Objetivo desta Aula. Um tópico a cada vez. Roteiro apresentar tópicos gerais Objetivo desta Aula Apresentar dicas de como preparar apresentações Ronaldo Lopes Oliveira Especialização em Produção de Bovinos DPA/MEV/UFBA 2007 Apresentar dicas de como fazer a apresentação Apresentar

Leia mais

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico Resumir é apresentar de forma breve, concisa e seletiva um certo conteúdo. Isto significa reduzir a termos breves e precisos a parte essencial de um tema. Saber fazer um bom resumo é fundamental no percurso

Leia mais

Como Preparar Apresentações. Tipos de apresentação Cuidados com o apresentador Cuidados com o conteúdo

Como Preparar Apresentações. Tipos de apresentação Cuidados com o apresentador Cuidados com o conteúdo Como Preparar Apresentações Tipos de apresentação Cuidados com o apresentador Cuidados com o conteúdo Tipos de Apresentação Tipos de apresentação de trabalho acadêmico/técnico/científico: Aula Palestra

Leia mais

Tutorial de fotonovela

Tutorial de fotonovela Tutorial de fotonovela Registrar um experimento em fotonovela é um pouco diferente de fazer um relato fotográfico do trabalho. Elaboramos, aqui, algumas dicas técnicas para preparar, fotografar e montar

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /.

ROTEIRO DE ESTUDOS. 3º ano 1º trimestre / 2015. Nome: Data: / /. ROTEIRO DE ESTUDOS 3º ano 1º trimestre / 2015 Nome: Data: / /. Querido (a) Aluno (a), Elaboramos este roteiro com dicas sobre os conteúdos trabalhados no 1º trimestre e que serão abordados nas avaliações

Leia mais

Como fazer e dar apresentações cien3ficas. Antonio Roque Maio 2012

Como fazer e dar apresentações cien3ficas. Antonio Roque Maio 2012 Como fazer e dar apresentações cien3ficas Antonio Roque Maio 2012 Antes de começar: Esta não é uma apresentação cien3fica As aulas deste curso não foram apresentações cien3ficas Tipos de apresentações

Leia mais

PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT

PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT Universidade do Estado da Bahia Monitoria de Física Geral e Experimental I PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT Victor Mendes Lopes 1.0 Design Simples, moderno ou

Leia mais

16/05/2013. Apresentação de artigo científico Como e o que fazer? Artigo Científico

16/05/2013. Apresentação de artigo científico Como e o que fazer? Artigo Científico UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA Desafios em Comunicação da Ciência II O que tenho que abordar? Apresentação de artigo científico Como e o que fazer? Profª M.Sc

Leia mais

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual)

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual) 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 04 Geração de Login e Senha... 05 Guia de Percurso... 07 Manual Acadêmico... 09 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 11 Edição do Perfil... 13 Ambiente Colaborar e

Leia mais

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia.

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia. Tecnologias da Educação Marco Antônio Tecnologias e mídias Comunicar não é de modo algum transmitir uma mensagem ou receber uma mensagem. Isso é a condição física da comunicação, mas não é comunicação.

Leia mais

Dicas para apresentação de TCC em Power Point. Profª Drª Stael Silvana B. E da Silva Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva - FAIT

Dicas para apresentação de TCC em Power Point. Profª Drª Stael Silvana B. E da Silva Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva - FAIT Dicas para apresentação de TCC em Power Point Profª Drª Stael Silvana B. E da Silva Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva - FAIT Atenção! Este modelo de apresentação foi produzido com a única

Leia mais

Como preparar um seminário. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

Como preparar um seminário. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Como preparar um seminário Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior O que é um seminário? Dinâmica de estudo em grupo que visa o estudo em profundidade de um tema. Pressupõe a participação ativa de todos

Leia mais

Dicas para elaborar um relatório científico

Dicas para elaborar um relatório científico Dicas para elaborar um relatório científico Prof. Dr. Jean Jacques Bonvent Laboratório de Física Geral Universidade de Mogi das Cruzes A elaboração de um relatório científico é um exercício bastante importante

Leia mais

Define claramente o tema, o seu objectivo e os aspectos a desenvolver. De seguida deves ser capaz de levantar questões sobre o que pretendes

Define claramente o tema, o seu objectivo e os aspectos a desenvolver. De seguida deves ser capaz de levantar questões sobre o que pretendes Como fazes os teus trabalhos escritos? Há dois métodos para fazer trabalhos 1-Vais à Net copias a informação, colas num novo documento, imprimes e já está! 2-Pesquisas informação em fontes diversas, retiras

Leia mais

APRESENTAÇÃO: SLIDE. 2. Conte uma história

APRESENTAÇÃO: SLIDE. 2. Conte uma história APRESENTAÇÃO: SLIDE 1. Apresentação primeiro, PowerPoint segundo O maior erro que as pessoas cometem ao criar uma apresentação em PowerPoint é quefazem dela o foco da apresentação. O foco deveria ser a

Leia mais

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 07 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 09 Edição do Perfil... 12 Acessando as Atividades... 14 Iniciando o Semestre...

Leia mais

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo COMO USAR O MATERIAL NAS PÁGINAS A SEGUIR, VOCÊ ENCONTRA UM PASSO A PASSO DE CADA ETAPA DO DESIGN FOR CHANGE, PARA FACILITAR SEU TRABALHO COM AS CRIANÇAS. VOCÊ VERÁ QUE OS 4 VERBOS (SENTIR, IMAGINAR, FAZER

Leia mais

Projeto de Trabalho de Graduação 2

Projeto de Trabalho de Graduação 2 Projeto de Trabalho de Graduação 2 Prof. Marcos Francisco Pereira da Silva 1 Agenda Apresentação de TCC Organização Arquitetura de Conteúdo A regra do 2 Praticar 2 Apresentação de TCC O monstro já foi

Leia mais

As maiores histórias brincadeira de motivação para vendedores

As maiores histórias brincadeira de motivação para vendedores Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdemotivacao 5 Dinâmicas de Grupo e Brincadeiras Motivacionais Apesar de disponibilizarmos algumas centenas de dinâmicas de grupo fizemos uma seleção

Leia mais

Comunicação Integrada em Vendas

Comunicação Integrada em Vendas Comunicação Integrada em Vendas Hélio Azevedo helio.azevedo@salestalent.com.br Agenda Percepção Objetivos de uma apresentação O orador Os tipos de público Os tipos de discurso O medo de falar Preparando

Leia mais

FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP)

FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP) FERRAMENTAS DE CRIATIVIDADE MAPA MENTAL (MIND MAP) 1. O que é Mapa Mental (Mind Map) é um diagrama usado para representar palavras, idéias, tarefas ou outros itens ligados a um conceito central e dispostos

Leia mais

tem como objetivo informar os destinatários sobre determinado tema, para que fiquem com conhecimento global sobre o que é exposto

tem como objetivo informar os destinatários sobre determinado tema, para que fiquem com conhecimento global sobre o que é exposto Exposições Orais Todos os anos, todos os cursos tem como objetivo informar os destinatários sobre determinado tema, para que fiquem com conhecimento global sobre o que é exposto Numa exposição oral existem

Leia mais

MOTIVAÇÃO 1: Reflexão e discussão do grupo sobre a frase

MOTIVAÇÃO 1: Reflexão e discussão do grupo sobre a frase TÍTULO: Transformando e Conservando MOTIVAÇÃO 1: Reflexão e discussão do grupo sobre a frase Figura 1: Disponível em: http://portaleliomar.opovo.com.br/wpcontent/uploads/2014/05/frases-lavoisier.jpg acessado

Leia mais

CARTAZ DE DIVULGAÇÃO DE PROJETO (BANNER OU DISPLAY) DA MOSTRA DE SOLUÇÕES PARA UMA VIDA MELHOR

CARTAZ DE DIVULGAÇÃO DE PROJETO (BANNER OU DISPLAY) DA MOSTRA DE SOLUÇÕES PARA UMA VIDA MELHOR CARTAZ DE DIVULGAÇÃO DE PROJETO (BANNER OU DISPLAY) DA MOSTRA DE SOLUÇÕES PARA UMA VIDA MELHOR 1. Como base usaremos um pedaço de papelão de 1,2m de altura (isto é o máximo permitido!) por 1,2m de largura.

Leia mais

Passo 3 Como se cadastrar no Elancers. Dicas valiosas para preencher um currículo via site

Passo 3 Como se cadastrar no Elancers. Dicas valiosas para preencher um currículo via site Passo 3 Como se cadastrar no Elancers Este Passo é fundamental para que você seja encontrado dentre tantos outros curriculuns, e existem detalhes simples que podem fazer a diferença. Espero poder contribuir

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 6ª Série Teoria da Computação Ciência da Computação A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

Relacionamento professor-aluno e os procedimentos de ensino

Relacionamento professor-aluno e os procedimentos de ensino Relacionamento professor-aluno e os procedimentos de ensino Curso de Atualização Pedagógica Julho de 2010 Mediador: Adelardo Adelino Dantas de Medeiros (DCA/UFRN) Relacionamento professor-aluno Professor:

Leia mais

Lista de livros FUVEST:

Lista de livros FUVEST: Nome: Nº: Ano/Série: 9 Ano Disciplina: Língua Portuguesa Professor: Aliny Horvath Barbosa Orientação de Trabalho Bimestre: 3º Data: Os grandes vestibulares do Estado de São Paulo publicam, todo ano, uma

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA A EVOLUÇÃO DA ESCRITA Percebemos a partir da observação das imagens exibidas no vídeo A EVOLUÇÃO DA ESCRITA que o homem sempre buscou muitas formas de transmitir pensamentos. O texto é uma das formas mais

Leia mais

COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO. Curso: Segurança da Informação Disciplina:TEORIA E PRÁTICA EM PESQUISA Profa. : Kátia Lopes Silva

COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO. Curso: Segurança da Informação Disciplina:TEORIA E PRÁTICA EM PESQUISA Profa. : Kátia Lopes Silva COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO Curso: Segurança da Informação Disciplina:TEORIA E PRÁTICA EM PESQUISA Profa. : Kátia Lopes Silva Tipos de Apresentação Tipos de apresentação de trabalho acadêmico/técnico/científico:

Leia mais

Valores Educacionais. Aula 2 Alegria do Esforço

Valores Educacionais. Aula 2 Alegria do Esforço Valores Educacionais Aula 2 Alegria do Esforço Objetivos 1 Apresentar o valor Alegria do Esforço. 2 Indicar possibilidades de aplicação pedagógica do valor Alegria do Esforço. Introdução As próximas aulas

Leia mais

Competências em Literacia da Informação. Saber comunicar a informação Apresentações orais

Competências em Literacia da Informação. Saber comunicar a informação Apresentações orais Competências em Literacia da Informação Saber comunicar a informação Apresentações orais Ana Isabel Roxo 2009 Apresentações orais Em algum momento da tua vida terás de fazer uma apresentação oral que poderá

Leia mais

5 Passos para vender mais com o Instagram

5 Passos para vender mais com o Instagram 5 Passos para vender mais com o Instagram Guia para iniciantes melhorarem suas estratégias ÍNDICE 1. Introdução 2. O Comportamento das pessoas na internet 3. Passo 1: Tenha um objetivo 4. Passo 2: Defina

Leia mais

NORMAS ARTIGOS COMPLETOS PARA DEFESA DO TRABALHO DE CURSO

NORMAS ARTIGOS COMPLETOS PARA DEFESA DO TRABALHO DE CURSO NORMAS ARTIGOS COMPLETOS PARA DEFESA DO TRABALHO DE CURSO 1 NORMAS GERAIS Pesquisas realizadas em humanos devem apresentar o número de protocolo do Comitê de Ética em Pesquisa no item "Material e Método"

Leia mais

Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I

Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I Tema VIDA EFICIENTE: A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA A SERVIÇO DO PLANETA Cronograma Orientações Pré-projeto Metodologia Relatório

Leia mais

ELABORAÇÃO DE SEMINÁRIO

ELABORAÇÃO DE SEMINÁRIO ELABORAÇÃO DE SEMINÁRIO Metodologia Científica Seminário: Definição?... Seminarium = sementeira, dá idéia de disseminar (semear idéias, podem germinar e gerar novos conhecimentos); LAKATOS (1996): seminário

Leia mais

Pesquisas e seminários Como fazer?

Pesquisas e seminários Como fazer? +++ + COLÉGIO DOS SANTOS ANJOS Avenida Iraí, 1330 - Planalto Paulista - Telefax: 5055.0744 04082-003 - São Paulo - e-mail: colsantosanjos@colegiosantosanjos.g12.br Site: www.colegiosantosanjos.g12.br Q

Leia mais

SAP Forum Brasil 2015 Conteúdo de Parceiros

SAP Forum Brasil 2015 Conteúdo de Parceiros SAP Forum Brasil 2015 Conteúdo de Parceiros Marketing Outubro, 2014 Agenda Sobre o SAP Forum Tema do evento Imagem oficial Principais pontos Posicionamento / entendimento desejável Abordagem geral de conteúdo

Leia mais

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José?

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José? Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM E agora José? Respondam Rápido: O que encanta um homem? O que encanta uma mulher? E o que ENCANTA um corretor do ENEM?

Leia mais

Rubricas e guias de pontuação

Rubricas e guias de pontuação Avaliação de Projetos O ensino a partir de projetos exibe meios mais avançados de avaliação, nos quais os alunos podem ver a aprendizagem como um processo e usam estratégias de resolução de problemas para

Leia mais

APRESENTANDO TRABALHOS NA JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA Unifebe. Profª Heloisa Helena

APRESENTANDO TRABALHOS NA JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA Unifebe. Profª Heloisa Helena APRESENTANDO TRABALHOS NA JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA Unifebe Profª Heloisa Helena SOBRE A JORNADA A Jornada de Iniciação Científica é um evento permanente da Unifebe e se constitui em uma ação

Leia mais

Módulo 6 Parte 4.2 A aula que queremos dar Redação

Módulo 6 Parte 4.2 A aula que queremos dar Redação Módulo 6 Parte 4.2 A aula que queremos dar Redação Redação 1 o ou 2 o ano médio Tema: Corrigir uma redação Aula:! Olá, seja bem-vindo a Educare, meu nome é Professor Roberto e estou aqui para ajudá-lo.

Leia mais

COLÉGIO SANTA CLARA. Aluno: ano Nº Professor(a): Maria Paula

COLÉGIO SANTA CLARA. Aluno: ano Nº Professor(a): Maria Paula COLÉGIO SANTA CLARA Disciplina:Ciências Ficha nº: Data: / / Trimestre Aluno: ano Nº Professor(a): Maria Paula Como produzir um relatório de aula prática Durante a aula prática, você deve anotar cuidadosamente

Leia mais

Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos

Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos GUIA RÁPIDO Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos 1º ACESSO Em conecta.estacio.br Coloque sua senha e login (não é

Leia mais

ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS

ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS ESCOLA MONDRIAN FUNDAMENTAL SÃO GABRIEL - RS PROJETO CINEMA MUDO CONSTRUINDO HISTÓRIAS NO DIA DOS PAIS PROFESSORA LIA HEBERLÊ DE ALMEIDA TURMA KANDINSKY PROJETO CINEMA MUDO CONSTRUINDO HISTÓRIAS NO DIA

Leia mais

Normas para elaboração de trabalhos escolares

Normas para elaboração de trabalhos escolares Normas para elaboração de trabalhos escolares Ensino Fundamental 8 os e 9 os anos Ensino Médio fevereiro/2012 O que é um trabalho escolar? É uma atividade relacionada a um tema ou assunto sobre o conteúdo

Leia mais

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação 1 Introdução ao Microsoft PowerPoint

Leia mais

FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS

FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS GISELE CRISTINA DE SANTANA FERREIRA PEREIRA JÉSSICA PALOMA RATIS CORREIA NOBRE PEDAGOGIA: PROJETO MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA JANDIRA - 2012 FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS GISELE CRISTINA

Leia mais

O que Vês na Imagem?

O que Vês na Imagem? O que Vês na Imagem? Fonte: Farol, versão portuguesa do COMPASS: www.humanaglobal.com Duração aproximada: 30 minutos a 1 hora Palavras-chave: direitos humanos, interpretação/visão individual dos direitos

Leia mais

Histórias em Sequência

Histórias em Sequência Histórias em Sequência Objetivo Geral Através das histórias em sequência fazer com que os alunos trabalhem com a oralidade, escrita, causalidade e vivências pessoais. Objetivos Específicos Trabalho envolvendo

Leia mais

Aula 1 Introdução a Trabalho de Conclusão de Curso

Aula 1 Introdução a Trabalho de Conclusão de Curso Aula 1 Introdução a Trabalho de Conclusão de Curso Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@recife.ifpe.edu.br http://dase.ifpe.edu.br/~alsm Anderson Moreira Trabalho de Conclusão de Curso 1 O que fazer

Leia mais

A primeira impressão é a que fica

A primeira impressão é a que fica A primeira impressão é a que fica Cartão de Visita Prof. Maikon Malaquias Cartão de Visitas Imprima na gráfica. Ninguém com mais de 13 anos deve usar cartões impressos em casa, a não ser que seja um profissional

Leia mais

Indicar fontes de imagens. Aumentar muito o texto copiado leva a "sujeira" na imagem... Guilherme Gomes Rolim

Indicar fontes de imagens. Aumentar muito o texto copiado leva a sujeira na imagem... Guilherme Gomes Rolim Indicar fontes de imagens. Aumentar muito o texto copiado leva a "sujeira" na imagem... Postura muito didática, lembrando em vários pontos a discussão da aula anterior. Olhou mais para o professor do que

Leia mais

A estrutura, formato, conteúdo, e estilo de um artigo científico. Celicina Borges Azevedo

A estrutura, formato, conteúdo, e estilo de um artigo científico. Celicina Borges Azevedo A estrutura, formato, conteúdo, e estilo de um artigo científico. Celicina Borges Azevedo Por que usar um formato Científico? Meio de comunicação eficiente das descobertas científicas Formato uniforme.

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ

FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ TUTORIAL: COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO EM DEZ MINUTOS COMO DEVO ME ORGANIZAR???? Elaborar um bom resumo Criar os diapositivos Desenvolver a apresentação Treinar a apresentação

Leia mais

TUTORIAL UNP VIRTUAL

TUTORIAL UNP VIRTUAL UNIVERSIDADE POTIGUAR UnP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NEaD TUTORIAL UNP VIRTUAL Aluno Primeira edição NATAL/RN 2012 SUMÁRIO Conteúdo PREFÁCIO - BEM-VINDO(A) AO UNP VIRTUAL...

Leia mais

Dicas para melhorar sua apresentação de slides

Dicas para melhorar sua apresentação de slides 1 Dicas para melhorar sua apresentação de slides Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 1. Regra de 3 Normalmente as pessoas tem facilidade de assimilar até três itens de uma lista. Quer ver? Pai, Filho e

Leia mais

Gerenciando Sua Reputação Online Parte 1

Gerenciando Sua Reputação Online Parte 1 Gerenciando Sua Reputação Online Parte 1 Índice Gerenciando Sua Reputação Online Parte 1 Índice O Que é Gerenciamento da Sua Reputação Online? Como Monitorar Sua Reputação Online O Básico Para Construir

Leia mais

INDICAÇÕES 2014-1º ANO AxBxC

INDICAÇÕES 2014-1º ANO AxBxC INDICAÇÕES 2014-1º ANO AxBxC 1º Ano A Ens. Fundamental 1º Ano B Ens. Fundamental CLASSE: Atividade de acolhimento com músicas infantis / Bom dia / HORA DAS NOVIDADES: Brincadeira da batata quente com gênero,

Leia mais

ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES

ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES ENSINO DE FÍSICA EM ANGICAL DO PIAUÍ PI: EM BUSCA DA FORMAÇÃO DOS PROFESSORES E DE METODOLOGIAS EFICAZES MARCELA NEIVA SOUSA 1 SAMARA MARIA VIANA DA SILVA 2 RESUMO O presente artigo tem como objetivo investigar

Leia mais

Qualidade ambiental. Atividade de Aprendizagem 18. Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente

Qualidade ambiental. Atividade de Aprendizagem 18. Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente Qualidade ambiental Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente Tema Uso dos recursos naturais / ocupação do espaço e suas consequências / desequilíbrio ambiental e desenvolvimento sustentável Conteúdos Lixo /

Leia mais

APRENDER A APRENDER. Orientações de Estudo FACIMED 2013

APRENDER A APRENDER. Orientações de Estudo FACIMED 2013 APRENDER A APRENDER Orientações de Estudo FACIMED 2013 Objetivo: Conhecer técnicas de organização para o estudo; Disponibilizar técnicas que facilite a aprendizagem; Por onde começar? Definir qual é o

Leia mais

Dicas de como montar sua apresentação

Dicas de como montar sua apresentação Dicas de como montar sua apresentação NãomudeolayoutdoPPT Desenvolvemos algumas opções de layout para que a sua apresentação fique dinâmica e reforce a identidade do Sistema Fiep. É um para cada casa e

Leia mais

Como montar uma boa apresentação de slides?

Como montar uma boa apresentação de slides? Na hora de elaborar seus slides para a apresentação de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), a coisa mais importante que você deve considerar é "de que forma os meus slides podem auxiliar o entendimento

Leia mais

10 dicas para criar um banner funcional

10 dicas para criar um banner funcional 10 dicas para criar um banner funcional 1. Escolha as cores certas Utilize um fundo neutro, com cores lisas, ou um efeito discreto, como o dégradé. Fundo vermelho com foco de luz ao centro (ou dégradé

Leia mais

LED. Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA

LED. Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA LED Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA Videoaula Visite o Portfólio do LED Professor A aula inicial é o primeiro contato do aluno com você e sua disciplina. Por isso, é importante

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG Metodologia Científica. Professora: Ketiuce Ferreira Silva ketiuce@yahoo.com.br www.ketiuce.com.

FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG Metodologia Científica. Professora: Ketiuce Ferreira Silva ketiuce@yahoo.com.br www.ketiuce.com. FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA MG Metodologia Científica Professora: Ketiuce Ferreira Silva ketiuce@yahoo.com.br www.ketiuce.com.br Resumos NBR 6028 Nov. 2003 Norma para elaboração de resumos Um resumo

Leia mais

EMPREGABILIDADE E MARKETING PESSOAL

EMPREGABILIDADE E MARKETING PESSOAL EMPREGABILIDADE E MARKETING PESSOAL 1 2 Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Leonardo da Vinci CARO ALUNO Não existem limites para a educação a distância. Seus desafios

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula OFICINA SEMIPRESENCIAL O(S) USO(S) DE DOCUMENTO(S) DE ARQUIVO NA SALA DE AULA ALUNA: Alcinéia Emmerick de Almeida / Núcleo de Ação Educativa - APESP SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula TEMA:

Leia mais

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem...

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 08 Edição do Perfil... 10 Ambiente Colaborar... 11 Iniciando

Leia mais

GUIA DE REDAÇÃO PARA TRABALHO DE EM974

GUIA DE REDAÇÃO PARA TRABALHO DE EM974 GUIA DE REDAÇÃO PARA TRABALHO DE EM974 CONSIDERAÇÕES GERAIS O objetivo deste documento é informar a estrutura e a informação esperadas num texto de Trabalho de Graduação. O conteúdo do texto deverá ser

Leia mais

Astrofotografia com camera fixa

Astrofotografia com camera fixa Astrofotografia com camera fixa José Carlos Diniz - dinizfam@uninet.com.br Ao escrever sobre este tema pretendemos estimular o uso da astrofotografia, desmistificando e apresentando de forma simples e

Leia mais

Relatório de Palestra Técnica

Relatório de Palestra Técnica Relatório de Palestra Técnica Ewaldo Luiz de Mattos Mehl Universidade Federal do Paraná Departamento de Engenharia Elétrica mehl@ufpr.br Relatório de Palestra Técnica Atividade prática Definição Objetivos

Leia mais

A árvore das árvores

A árvore das árvores A árvore das árvores Resumo O documentário apresenta os múltiplos usos do carvalho para as sociedades, desde tempos remotos até os dias de hoje; além de retratar lendas e histórias sobre essas árvores

Leia mais

METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ

METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ SEMINÁRIO SEMINÁRIO Seminário é o lugar onde germinam as idéias lançadas. (MINICUCCI, 1987, p.221) Consiste em buscar informações, por meio de pesquisa bibliográfica

Leia mais

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 1 PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 Juliana Gulka Biblioteca Central da UFSC juliana.gulka@ufsc.br PREZI X POWER POINT Quando falamos em slide hoje, lembramos de powerpoint. O prezi não vai matar

Leia mais

TEMA LIVRE: ORAL / POSTER:

TEMA LIVRE: ORAL / POSTER: TEMA LIVRE: ORAL / POSTER: Prezados Colegas, Os Temas Livres, entendidos pela Comissão Científica como a demonstração real da prática terapêutica de cada um de nós, terão horário nobre para a sua apresentação.

Leia mais

Educação para o trânsito

Educação para o trânsito Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino Fundamental Publicado em 2011 Projetos temáticos 5 o ANO Data: / / Nível: Escola: Nome: Educação para o trânsito JUSTIFICATIVA O estudo do tema: Educação

Leia mais

COMO ORGANIZAR UM EVENTO VAI ORGANIZAR UM EVENTO? TEMOS DICAS VALIOSAS PARA TE AJUDAR! womoz.mozillabrasil.org.br

COMO ORGANIZAR UM EVENTO VAI ORGANIZAR UM EVENTO? TEMOS DICAS VALIOSAS PARA TE AJUDAR! womoz.mozillabrasil.org.br COMO ORGANIZAR UM EVENTO VAI ORGANIZAR UM EVENTO? TEMOS DICAS VALIOSAS PARA TE AJUDAR! womoz.mozillabrasil.org.br Eventos são um dos melhores modos de fazer com que as pessoas se envolvam. Elas participam

Leia mais

energia que vai longe

energia que vai longe Como melhorar seus Clicks energia que vai longe CLICK 2014 Introdução A fotografia é uma das principais ferramentas de comunicação da atualidade. Com o avanço tecnológico das câmeras fotográficas e celulares,

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

PLANEJAMENTO BIMESTRAL QUARTO BIMESTRE 2012 (01/10 a 20/12)

PLANEJAMENTO BIMESTRAL QUARTO BIMESTRE 2012 (01/10 a 20/12) PLANEJAMENTO BIMESTRAL QUARTO BIMESTRE 2012 (01/10 a 20/12) PROFESSORA: Bianca de Souza 6ª SÉRIE - TURMAS: 61 e 62 ÁREA DE CONHECIMENTO: Geografia SEQUÊNCIA DIDÁTICA: O clima, o relevo, a hidrografia,

Leia mais

Apresentação. Márcio Lopes Cornélio DEINFO - UFRPE marciocornelio@acm.org

Apresentação. Márcio Lopes Cornélio DEINFO - UFRPE marciocornelio@acm.org Apresentação Márcio Lopes Cornélio DEINFO - UFRPE marciocornelio@acm.org Pesquisa é comunicação As melhores idéias são inúteis se forem mantidas só para você Artigos e apresentações Cristalizar idéias

Leia mais

MOSTRA DE CULTURA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA MONTAGEM DO DOSSIÊ

MOSTRA DE CULTURA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA MONTAGEM DO DOSSIÊ MOSTRA DE CULTURA, CIÊNCIA E TECNOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA MONTAGEM DO DOSSIÊ Prezada Equipe, É com grande prazer que recebemos sua proposta de participação na I Mostra de Cultura, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

Plano de aula Objeto de Aprendizagem: É o Bicho

Plano de aula Objeto de Aprendizagem: É o Bicho Plano de aula Objeto de Aprendizagem: É o Bicho Dados de identificação Disciplina: Matemática. Assunto: Adição e subtração. Séries indicadas: 2ª série/ 3º ano do ensino fundamental. Material utilizado:

Leia mais

MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO

MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO 1. Identificação do proponente 1.1. Nome: Moeses Andrigo Danner 1.2. Vínculo com a instituição: Docente permanente 1.3. Coordenação /

Leia mais

Educação a Distância Definições

Educação a Distância Definições Educação a Distância Definições Educação a distância é o processo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente; Visa a interação

Leia mais

ELABORAR UMA APRESENTAÇÃO EM POWERPOINT BIBLIOTECA ESCOLAR "JÚLIO DINIS"

ELABORAR UMA APRESENTAÇÃO EM POWERPOINT BIBLIOTECA ESCOLAR JÚLIO DINIS ELABORAR UMA APRESENTAÇÃO EM POWERPOINT Esquematize o trabalho nas seguintes fases: 1. Elaboração de um resumo 2. Elaboração dos diapositivos 3. Desenvolvimento da apresentação 4. Treino / Ensaio da apresentação

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

Como escrever um artigo científico

Como escrever um artigo científico Como escrever um artigo científico Baseado no texto de C. S. Lyra (2006), Como escrever um Artigo Científico ou Técnico. Infinite Thecnicals Translations http://www.freewebs.com/infinitetrans/artigo.html

Leia mais

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática

Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Pesquisa com Professores de Escolas e com Alunos da Graduação em Matemática Rene Baltazar Introdução Serão abordados, neste trabalho, significados e características de Professor Pesquisador e as conseqüências,

Leia mais

Aula Prática 6 Circuitos Elétricos III Carga e Descarga da Capacitores

Aula Prática 6 Circuitos Elétricos III Carga e Descarga da Capacitores Aula Prática 6 Circuitos Elétricos III Carga e Descarga da Capacitores Disciplinas: Física III (ENG 06034) Fundamentos de Física III (ENG 10079) Física Experimental II ( DQF 10441) Depto Química e Física

Leia mais