Design Web - Percepção. Elisa Maria Pivetta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Design Web - Percepção. Elisa Maria Pivetta"

Transcrição

1 Design Web - Percepção Elisa Maria Pivetta

2 GESTALT Percepção Visual Elisa Maria Pivetta

3 Percepção visual No sentido da psicologia e das ciências cognitivas é uma de várias formas de percepção associadas aos sentidos. É o produto final da visão consistindo na habilidade de detectar a luz e interpretar (ver) as consequências do estímulo luminoso, do ponto de vista estético e lógico.

4 Percepção Visual É a interface entre o mundo físico e o mundo mental. A biologia explica o processo da estimulação da luz sobre os cones e bastonetes mas não pode dizer como essa estimulação leva a formação de imagens. A imagem se forma na mente, que é uma abstração mantida pelo cérebro Ex:

5

6 A percepção pode provocar reações rápidas Digitar (num editor de texto) e de repente ver uma tela toda azul. Não é a cor azul que lhe causa ansiedade, mas sim a ameaça de perder seu trabalho, pois esta tela é completamente diferente da que você estava anteriormente. Após reincidências, sua percepção se acostuma com o estímulo e transforma a ansiedade em raiva pelos autores do software ou num estranho prazer.

7 O que você vê? Resultado da percepção é determinado pelas relações que a pessoa faz entre as imagens e seu contexto Grande possibilidade de ver primeiro um cubo, embora o que esteja desenhado seja uma série de linhas. Estamos acostumados em converter uma imagem bidimensional numa cena tridimensional

8 PERCEPÇÃO VISUAL

9

10

11

12

13

14 Duas escolas da psicologia (1920) tentaram descobrir como absorvemos as mensagens do dia-a-dia: o behaviorismo e a Gestalt. Behaviorismo preocupava com as formas do aprendizado Gestalt focava o estudo da percepção, em especial da percepção visual gerou uma série de conceitos que, se não servem como regras, pelo menos podem nos ajudar a entender o que teoricamente se passa na cabeça de quem consome nossos layouts.

15 Gestalt Gestalt é uma palavra alemã que significa "configuração" - "padrão - forma. As pessoas percebem componentes visuais como padrões organizados ou conjuntos, ao invés de suas partes componentes.

16 Gestalt A Gestalt estuda o motivo pelo qual algumas formas agradam mais que outras. De acordo com essa teoria, há cinco fatores principais que determinam como nós agrupamos coisas de acordo com a percepção visual.

17 Proximidade Os objetos mais próximos entre si são percebidos como grupos independentes dos mais distantes. Na figura abaixo há quatro grupos de círculos, sendo que os três grupos da direita ainda podem ser agrupados entre si, distinguido-se do grupo da esquerda. A proximidade entre objetos, seja temporal ou espacial, faz a mente humana entendê-los com um todo.

18 Proximidade

19 Similaridade ou semelhança Objetos similares em forma ou tamanho ou cor são mais facilmente interpretados como um grupo. Os circulos brancos e pretos parecem se agrupar, mesmo que a distância entre as fileiras sejam iguais.

20 O cérebro humano agrupa imagens e objetos com alguma semelhança ou coletividade.

21 Fechamento Nossos cérebros adicionam componentes que faltam para interpretar uma figura parcial como um todo.

22 Fechamento Está relacionado à tendência que da percepção em completar formas simples.

23

24 Simetria Elementos simétricos são mais facilmente agrupados que os não simétricos. As duas figuras da esquerda, são mais facilmente percebidas como um grupo, que o par da direita, em que uma das figuras não é simétrica.

25 Simetria Objetos simétricos são percebidos, independentemente da distância, coletivamente.

26 Continuidade A mente humana tende a continuar padrões visuais e auditivos. Pau que nasce torto... (nunca se endireita) Casa de ferreiro... (espeto é de pau)

27 Continuidade É o complemento de uma idéia É o estimulo que o cérebro recebe para imaginar como seria completado. Se bem elaborado cria a necessidade do consumidor. Os consumidores tendem a perceber os objetos como o todo e o cérebro da continuidade ao que está incompleto.

28 Uma vez que um padrão é formado, é mais provável que ele se mantenha, mesmo que seus componentes sejam redistribuídos. diferenças individuais, como a acuidade visual ou habilidades espaciais também podem afetar a percepção visual. outros fatores que podem influenciar a interpretação das coisas vistas, como a personalidade, estilos cognitivos, sexo, ocupação, idade, valores, atitudes, motivação, crenças, etc.

29 Destino Comum Elementos que se movem na mesma direção são percebidos coletivamente

30 A percepção é a imagem mental que se forma com a ajuda das experiências e das necessidades. E o resultado de um processo de seleção é interpretação das sensações.

31 Tipos de percepção visual Percepção de formas; Percepção de faces e emoções associadas Percepção de relações espaciais, que envolve profundidade, orientação e movimento; Percepção de cores; (ou visão em preto e branco) Percepção de intensidade luminosa.

32 Percepção Percepção tem a ver com os sentidos O que não é sentido, não é percebido

33

34

35 Outros conceitos da Gestalt (Ex. Imagem James Brow) Emergência: Ao observar a imagem nota-se que primeiramente ela é vista como um todo, para depois olhar suas partes. Reificação: O rosto é construído nessa imagem pelos espaços formados entre as palavras e os traços, como é possível perceber observando o nariz. Percepção Multi-estável: A visão não para enquanto está observando a imagem, ela se alterna entre fundo, rosto, palavras e nome. Invariância: As palavras que estão na composição são reconhecidas, independentemente da sua posição, tamanho ou distorção.

36 Fechamento: Procura-se áreas similares reunindo-as para fechar a figura, como acontece na língua, onde está escrito a palavra Soul. Similaridade: Por mais que se tente evitar, o rosto separa-se do fundo, ainda que ambos sejam da mesma cor. Proximidade: A proximidade das palavras que estão ao fundo permite aceitar que elas fazem parte de um mesmo todo. Simetria: Novamente ao observar o fundo nota-se que simetria reúne as palavras, separando-as do fundo. Continuidade: Como a pele de James Brown, ainda que ela seja formada por palavras e linhas entre elas, é possível enxergar o rosto como algo contíguo. Destino Comum: É o que acontece com as palavras ao fundo, que, ao estarem posicionada numa mesma direção, transmitem a ideia de uma explosão.

37

38 Gestalt YmEsSM&feature=related Sébastien Tellier - look

39 Bibliografia FILHO, João Gomes. Gestalt do Objeto, Sistema de Leitura Visual da Forma. São Paulo: Escrituras, Wikipedia.

40 Exercícios: Escolha na web 6 sites e: Identifique e analise os princípios da gestalt nelas presentes, quais elementos levam a esta compreensão e porque. Como exemplo do que vocês deverão fazer observem o site: Utilize um editor de textos para desenvolver o trabalho Enviar por .

Interface Homem-Computador

Interface Homem-Computador Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão Interface Homem-Computador Aula: Percepção Visual e de Cores - Parte I Professor: M.Sc. Flávio Barros flathbarros@gmail.com Conteúdo Percepção Visual e de

Leia mais

Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC

Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC Turma 1222 Unidade Curricular INTERFACE HOMEM-COMPUTADOR Professor CLÁUDIA SANTOS FERNANDES Aula 4 Abordagens Teóricas em IHC Introdução -Apesar de IHC ser uma área bastante prática, muitos métodos, modelos

Leia mais

Teoria da Gestalt. Teoria da Forma

Teoria da Gestalt. Teoria da Forma Teoria da Gestalt Teoria da Forma O Que é a Gestalt? Trata- se de uma corrente da psicologia que surge na Alemanha no início do século XX. Não existe uma tradução precisa para Gestalt, mas uma das palavras

Leia mais

Nascemos a ver ou aprendemos a ver?

Nascemos a ver ou aprendemos a ver? Nascemos a ver ou aprendemos a ver? A visão é uma função essencialmente aprendida pelos organismos superiores. Podemos dizer que o processo de visão compreende a sensação e a percepção. A sensação consiste

Leia mais

Interação Humano-Computador Teoria Geral da Gestalt PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Teoria Geral da Gestalt PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Teoria Geral da Gestalt PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução Nossa inteligência pode ser caracterizada pela nossa capacidade de identificar padrões, e o sistema visual é o nosso

Leia mais

Gestalt do Objeto. Teoria Geral da Gestalt. Fundamentado Cientificamente na

Gestalt do Objeto. Teoria Geral da Gestalt. Fundamentado Cientificamente na Gestalt do Objeto Sistema de Leitura Visual da Forma Teoria Geral da Gestalt Fundamentado Cientificamente na Psicologia i da Percepção da Forma Prof. Dr. João Gomes Filho... Setembro. 2006 BIBLIOGRAFIA

Leia mais

psicologia da percepção visual

psicologia da percepção visual psicologia da percepção visual 1º Ano, Design de Comunicação 1º Ano, Imagem Animada Psicologia da Gestalt Natureza e conceitos fundamentais Princípios da estruturação perceptiva Pregnância Fechamento Atitude

Leia mais

Teoria de Gestalt aplicada a IHM

Teoria de Gestalt aplicada a IHM Teoria de Gestalt aplicada a IHM José Gustavo de Souza Paiva Introdução [1] Gestalt: teoria de estudo de como os seres humanos percebem as coisas Percepção: visão de TODO, e não de PONTOS ISOLADOS Relações,

Leia mais

Gestalt do Objeto Sistema de Leitura Visual da Forma. Teoria Geral da Gestalt

Gestalt do Objeto Sistema de Leitura Visual da Forma. Teoria Geral da Gestalt Gestalt do Objeto Sistema de Leitura Visual da Forma Fundamentado Cientificamente na Psicologia da Percepção da Forma Teoria Geral da Gestalt Prof. Dr. João Gomes Filho I 2010 BIBLIOGRAFIA mais a do próprio

Leia mais

Análise sobre projeto Passo Certo

Análise sobre projeto Passo Certo UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO UNIVERSIDADE VIRTUAL SISTEMAS E MÍDIAS DIGITAIS Disciplina de Cognição e Tecnologias Digitais Professor Dr. José Aires de Castro Filho Análise sobre projeto Passo

Leia mais

Psicologia Experimental Psicologia Cognitiva Aplicada. Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br

Psicologia Experimental Psicologia Cognitiva Aplicada. Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Interface Homem/Máquina Aula 5 Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2011.1/tcc-00.184 Roteiro da Aula de Hoje

Leia mais

Gestalt. Gestalt é o termo intradutível do alemão utilizado para abarcar a teoria da percepção visual baseada na psicologia da forma.

Gestalt. Gestalt é o termo intradutível do alemão utilizado para abarcar a teoria da percepção visual baseada na psicologia da forma. Gestalt 29 de setembro de 2006 Gestalt é o termo intradutível do alemão utilizado para abarcar a teoria da percepção visual baseada na psicologia da forma. '''ORIGEM DA PSICOLOGIA DA FORMA''' Durante o

Leia mais

PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL

PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL F PIXEL - DO DESENHO À PINTURA DIGITAL Carga Horária: 96 horas/aulas Módulo 01: Desenho de observação DESCRIÇÃO: Neste módulo o você irá praticar sua percepção de linhas e formas, bem como a relação entre

Leia mais

CONTEXTUALIZAÇÃO. Surge na Alemanha por entre 1910-1920 KURT KOFFKA (1886 1941) WOLFGANG KÖHLER (1887 1967) MAX WERTHEIMER (1880 1943)

CONTEXTUALIZAÇÃO. Surge na Alemanha por entre 1910-1920 KURT KOFFKA (1886 1941) WOLFGANG KÖHLER (1887 1967) MAX WERTHEIMER (1880 1943) GESTALT CONTEXTUALIZAÇÃO Surge na Alemanha por entre 1910-1920 MAX WERTHEIMER (1880 1943) KURT KOFFKA (1886 1941) WOLFGANG KÖHLER (1887 1967) Eu faço as minhas coisas Você faz as suas. Não estou neste

Leia mais

Sistema Visual Humano. Carlos Alexandre Mello. Pós-Graduação em Ciência da Computação. Carlos Alexandre Mello cabm@cin.ufpe.br 1

Sistema Visual Humano. Carlos Alexandre Mello. Pós-Graduação em Ciência da Computação. Carlos Alexandre Mello cabm@cin.ufpe.br 1 Carlos Alexandre Mello Pós-Graduação em Ciência da Computação Carlos Alexandre Mello cabm@cin.ufpe.br 1 Nós somos criaturas visuais A maior parte das informações que adquirimos vem dos nossos olhos Cerca

Leia mais

BASES PSICOLÓGICAS DO PACTO SOCIAL

BASES PSICOLÓGICAS DO PACTO SOCIAL BASES PSICOLÓGICAS DO PACTO SOCIAL GESTALT Max WERTHEIMER (1880 1943) Kurt KOFFKA (1886 1941) Wolfgang KÖHLER (1887 1967) Alemanha, 1912 O TERMO ALEMÃO QUER DIZER FORMA OU CONFIGURAÇÃO. Os gestaltistas

Leia mais

Luz, olho humano e óculos Capítulo 12 (pág. 219)

Luz, olho humano e óculos Capítulo 12 (pág. 219) Luz, olho humano e óculos Capítulo 12 (pág. 219) Raios de Luz - Alguns filósofos gregos pensavam que nossos olhos emitiam raios que permitiam enxergar os objetos; - Só nos é possível ver quando há luz

Leia mais

A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram

A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram A Psicologia de Vendas: Por Que as Pessoas Compram Esquema de Palestra I. Por Que As Pessoas Compram A Abordagem da Caixa Preta A. Caixa preta os processos mentais internos que atravessamos ao tomar uma

Leia mais

MATEGOGIA ENSINANDO O CÉREBRO A PENSAR MATEMATICAMENTE

MATEGOGIA ENSINANDO O CÉREBRO A PENSAR MATEMATICAMENTE MATEGOGIA ENSINANDO O CÉREBRO A PENSAR MATEMATICAMENTE 1 Rasângela Rosa Martins 2 Sandra Brenner Oesterreich 3 Jeferson Fernando de Souza Wolff RESUMO Este trabalho busca descrever oficinas de matemática

Leia mais

13. A Gestalt e o Ensino de Geometria

13. A Gestalt e o Ensino de Geometria 13. A Gestalt e o Ensino de Geometria Claudia Georgia Sabba Introdução Cada vez mais os professores buscam em outras áreas recursos que os auxiliem na construção do conhecimento de seus aprendizes. Utilizar

Leia mais

REVISÃO GESTALT. Viviane Aiex

REVISÃO GESTALT. Viviane Aiex REVISÃO GESTALT Viviane Aiex 1. Leitura Visual do Objeto pelas Leis da Gestalt 1) Unidades: que são os elementos que configuram a forma; 2) Segregação: que é o ato se separar, perceber ou identificar as

Leia mais

Como Configurar Caixas de Entradas Separadas.

Como Configurar Caixas de Entradas Separadas. Como Configurar Caixas de Entradas Separadas. 1 Passo: Clique em Ferramentas. Selecione Regras para mensagens. Selecione E-mail. 2 Passo: Na janela Regras para mensagens. Clique em Nova.. 3 Passo: Na tela

Leia mais

PNL Tecnologia, Metodologia e Atitude

PNL Tecnologia, Metodologia e Atitude 1 Dossiê Gilberto C. Cury Presidente da SBPNL - Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística Responsável por trazer a PNL ao Brasil, em 1981 gilberto@pnl.com.br PNL Tecnologia, Metodologia e Atitude

Leia mais

IMAGENS NO ENSINO DE MATEMÁTICA

IMAGENS NO ENSINO DE MATEMÁTICA IMAGENS NO ENSINO DE MATEMÁTICA Simone da Silva Soria Medina, Ana Maria Petraitis Liblik, Zuleica Faria de Medeiros moni@ufpr.br, ampliblik@gmail.com, zmedeiro@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil

Leia mais

Apresentando o GNOME. Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br

Apresentando o GNOME. Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br Apresentando o GNOME Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br O que é o GNOME? GNOME é um ambiente desktop - a interface gráfica de usuário que roda sobre um sistema operacional - composta inteiramente

Leia mais

Qual a diferença entre ver e perceber? Percepção Visual. Gestalt 02/04/2014. Prof. José Wilker. Prof. José Wilker. Prof.

Qual a diferença entre ver e perceber? Percepção Visual. Gestalt 02/04/2014. Prof. José Wilker. Prof. José Wilker. Prof. Percepção Visual conceitos iniciais Qual a diferença entre ver e perceber? Prof. José Wilker Prof. José Wilker 1 2 A percepção da obra de arte Campo visual humano padrão A percepção da obra de arte e sua

Leia mais

Grupo de Aplicações para a Web Pet Ciência da Computação

Grupo de Aplicações para a Web Pet Ciência da Computação Universidade Federal de Santa Maria UFSM Departamento de Eletrônica e Computação Alunos: Cássio Forgiarini Martins Leandro Ramos de Oliveira Marília Guterres Ferreira Patrick Pivotto Viera Disciplina:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA CURSO DE DESIGN

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA CURSO DE DESIGN UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÃO GRÁFICA CURSO DE DESIGN TEORIA DA FORMA Prof. Dr. Isaac A. Camargo INTRODUÇÃO À TEORIA DA GESTALT 1 A

Leia mais

Copiright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total desta aula só é permitida através de autorização por escrito de

Copiright de todos artigos, textos, desenhos e lições. A reprodução parcial ou total desta aula só é permitida através de autorização por escrito de 1 O olho é com certeza o ponto de maior destaque no mangá e por isso requer maior atenção. Nesta aula focaremos na estrutura dos olhos. Bom estudos! (Mateus Machado) COMO DESENHAR MANGÁ - OLHOS 1. A BASE

Leia mais

Funções de Posicionamento para Controle de Eixos

Funções de Posicionamento para Controle de Eixos Funções de Posicionamento para Controle de Eixos Resumo Atualmente muitos Controladores Programáveis (CPs) classificados como de pequeno porte possuem, integrados em um único invólucro, uma densidade significativa

Leia mais

Gestalt do Objeto Sistema de Leitura Visual da Forma

Gestalt do Objeto Sistema de Leitura Visual da Forma Gestalt do Objeto Sistema de Leitura Visual da Forma Fundamentado Cientificamente na Psicologia da Percepção da Forma Prof. Dr. João Gomes Filho I 2010 BIBLIOGRAFIA João Gomes Filho Escrituras Editora.

Leia mais

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013.

Curso de atualização Educação Integral e Integrada. Tutorial Moodle. Belo Horizonte, 2013. Curso de atualização Educação Integral e Integrada Tutorial Moodle Belo Horizonte, 2013. 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACESSANDO O AMBIENTE... 4 3. CONHECENDO O AMBIENTE... 5 3.1. CAIXAS DE UTILIDADES... 5 4.

Leia mais

Unidade 4: Contextualização de Objetos de Aprendizagem

Unidade 4: Contextualização de Objetos de Aprendizagem Coordenação: Juliana Cristina Braga Autoria: Rita Ponchio Você aprendeu na unidade anterior a importância da adoção de uma metodologia para a construção de OA., e também uma descrição geral da metodologia

Leia mais

ENDOMARKETING DESIGN DE INFORMAÇÃO

ENDOMARKETING DESIGN DE INFORMAÇÃO A Píbola Comunicação é uma empresa jovem, conectada com as tendências atuais da comunicação com algumas habilidades especiais em foco: Branding Endomarketing esign de Informação Ilustração e esign Gráfico

Leia mais

RESPOSTA FÍSICA TOTAL

RESPOSTA FÍSICA TOTAL RESPOSTA FÍSICA TOTAL Valdelice Prudêncio Lima UEMS João Fábio Sanches Silva UEMS O método apresentado é baseado na coordenação da fala e da ação, desenvolvido por James Asher, professor de psicologia

Leia mais

composição :: princípios do agrupamento visual IPB. ESE. Dep. ARTES VISUAIS :: MARCO COSTA

composição :: princípios do agrupamento visual IPB. ESE. Dep. ARTES VISUAIS :: MARCO COSTA composição :: princípios do agrupamento visual IPB. ESE. Dep. ARTES VISUAIS :: MARCO COSTA Quando se fala em composição sem quaisquer preconceitos, apenas como acto de reunião, acumulação ou organização

Leia mais

Raciocínio Lógico e Erro

Raciocínio Lógico e Erro Raciocínio Lógico e Erro Definições de erro: Estar errado é acreditar que algo é verdadeiro quando é falso ou, de modo inverso, acreditar que algo é falso quando é verdadeiro. (Sócrates, 469 399 a. C.).

Leia mais

Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo. Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia. Relatório. Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita

Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo. Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia. Relatório. Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo Curso de Tecnologia da Comunicação Multimédia Relatório Aluno: Pedro Filipe Brito Xavier De Mesquita Docente: Leonel Cunha Rui Espírito Santo Laboratório

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web Web Design

Tópicos de Ambiente Web Web Design Tópicos de Ambiente Web Web Design Professora: Sheila Cáceres Historia As primeiras formas comunicativas foram mediante elementos visuais. Embora o surgimento da linguagem falada, a linguagem visual continuou

Leia mais

CONCURSO DE WEBSITES DE RAMOS ESTUDIANTIS DO IEEE. Traduzido por: Adjamilton Junior Equipe de Tradução Região 9

CONCURSO DE WEBSITES DE RAMOS ESTUDIANTIS DO IEEE. Traduzido por: Adjamilton Junior Equipe de Tradução Região 9 CONCURSO DE WEBSITES DE RAMOS ESTUDIANTIS DO IEEE Traduzido por: Adjamilton Junior Equipe de Tradução Região 9 Regras e instruções O objetivo de uma página web é transmitir informação de uma maneira útil

Leia mais

DIFERENTES PERCEPÇÕES

DIFERENTES PERCEPÇÕES 1 RESUMO DO TRABALHO DIFERENTES PERCEPÇÕES Colégio Londrinense Alunas: Isadora Ferreira Pelisson Raquel Maria de Barros Orientadora: Wiviane Knott Sá Oliveira Silva Os olhos são considerados uns dos principais

Leia mais

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br

Projeto de Análise de Site Educacional www.diabetesnoscuidamos.com.br Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP Instituto de Artes Pós Graduação em Multimeios 1º sem/2002 Disciplina: Multimeios e Educação Ministrada por: José Armando Valente Aluno: Álvaro E.M. Marinho

Leia mais

Interface Usuário Máquina. Aula 06

Interface Usuário Máquina. Aula 06 Interface Usuário Máquina Aula 06 Conteúdo Qualidade do Design Acessibilidade Comunicabilidade Usabilidade Experiência do Usuário Usabilidade em Sistemas Computacionais Usabilidade O que você entende por

Leia mais

I SILE-Seminário Integrado de Letras Espanhol a Distância /UFSC

I SILE-Seminário Integrado de Letras Espanhol a Distância /UFSC A história da construção do conhecimento pessoal é a história da vida de cada um de nós, pois construímos esse conhecimento de uma maneira específica e individual. A teoria a respeito dos Mapas Conceituais

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2302N - Bacharelado em Design. Ênfase. Disciplina 0003607B - Desenho de Observação I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2302N - Bacharelado em Design. Ênfase. Disciplina 0003607B - Desenho de Observação I Curso 2302N - Bacharelado em Design Ênfase Identificação Disciplina 0003607B - Desenho de Observação I Docente(s) Milton Koji Nakata Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento Departamento

Leia mais

Adapti - Technology Solutions www.adapti.net Leonor cardoso nº 331 Fone : (041) 8844-7805 81240-380 Curitiba - PR MANUAL DO USUÁRIO

Adapti - Technology Solutions www.adapti.net Leonor cardoso nº 331 Fone : (041) 8844-7805 81240-380 Curitiba - PR MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO 1 Índice Administração de Documentos...2 Lista de documentos criados...3 Criando um novo documento...3 Barra de ferramentas do editor...4 Editando um documento...7 Administrando suas

Leia mais

Manual de utilização do Zimbra

Manual de utilização do Zimbra Manual de utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web ( Firefox, Chrome e Internet Explorer ) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário,

Leia mais

GASweb - Usabilidade Parte 1-3

GASweb - Usabilidade Parte 1-3 GASweb - Usabilidade Parte 1-3 Nível Básico Por: Lucas Bruno O GASweb - Application Generator é um produto que oferece aos seus usuários o grande aumento de produtividade. Entretanto, assim como as demais

Leia mais

A Temperatura de cor - Texto extraído de:

A Temperatura de cor - Texto extraído de: 77 A Temperatura de cor - Texto extraído de: BALAN, W.C. A iluminação em programas de TV: arte e técnica em harmonia. Bauru, 1997. 137f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Poéticas Visuais) Faculdade

Leia mais

Sumário. Computação Gráfica Illustrator

Sumário. Computação Gráfica Illustrator 1 Sumário Área de trabalho... 2 Barra de tarefas... 5 Menu ajuda... 6 Menu janela... 7 Menu exibir... 8 Menu efeito... 9 Menu selecionar... 10 Menu tipo... 10 Menu objeto... 12 Menu editar... 13 Menu arquivo...

Leia mais

Psicologia Cognitiva Imagem Mental Ergonomia 1º Ano

Psicologia Cognitiva Imagem Mental Ergonomia 1º Ano Psicologia Cognitiva Imagem Mental Ergonomia 1º Ano A imagem mental é extraordinariamente capaz de se substituir à percepção... foi sendo incorporada na nossa maquinaria perceptiva por eternidades de evolução

Leia mais

11 Resultados obtidos: discussões

11 Resultados obtidos: discussões 11 Resultados obtidos: discussões Através da tabulação dos dados, foi possível constatar que os participantes não prestaram atenção no banner, pelo fato de estarem navegando de acordo com um interesse

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

A imagem do corpo e o brincar virtual: perspectivas sobre a infância contemporânea

A imagem do corpo e o brincar virtual: perspectivas sobre a infância contemporânea A imagem do corpo e o brincar virtual: perspectivas sobre a infância contemporânea Érica Fróis O objetivo deste trabalho é discutir o brincar na internet e a construção da Imagem do corpo na criança a

Leia mais

Caso você possua cadastro no Twitter, selecione a opção Logar com meu usuário, e insira seu nome de usuário e senha do serviço:

Caso você possua cadastro no Twitter, selecione a opção Logar com meu usuário, e insira seu nome de usuário e senha do serviço: Tópicos 1. Efetuando login 2. Componentes da tela principal 2.1. Barra de ferramentas 2.2. Painel de atualizações 2.3. Rede de contatos do usuário 2.3.1. Controles de mouse e teclado 2.3.2. Entendendo

Leia mais

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens Para pensar o livro de imagens ROTEIROS PARA LEITURA LITERÁRIA Ligia Cademartori Para pensar o Livro de imagens 1 1 Texto visual Há livros compostos predominantemente por imagens que, postas em relação,

Leia mais

TUTORIAL: Criando e animando sprites no Inkscape

TUTORIAL: Criando e animando sprites no Inkscape TUTORIAL: Criando e animando sprites no Inkscape Pra quem não sabe, o Inkscape é um programa de desenho vetorial, assim como o Illustrator da Adobe, porém é software livre. Atualmente encontra-se na versão

Leia mais

Marta Kohl de Oliveira Algumas Contribuições da Psicologia Cognitiva

Marta Kohl de Oliveira Algumas Contribuições da Psicologia Cognitiva Marta Kohl de Oliveira Algumas Contribuições da Psicologia Cognitiva A criança que chega à escola é um indivíduo que sabe coisas e que opera intelectualmente de acordo com os mecanismos de funcionamento

Leia mais

AULA 2: BrOffice Writer Trabalhando com imagem, bordas e cores. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA 2: BrOffice Writer Trabalhando com imagem, bordas e cores. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA 2: BrOffice Writer Trabalhando com imagem, bordas e cores Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Aprender a inserir e formatar figura no texto; Aprender a trabalhar com cor ou marca

Leia mais

O maior ângulo entre os espelhos, para que se possam enxergar onze imagens inteiras desse objeto, será de: a) 20 b) 30 c) 45 d) 60 e) 120

O maior ângulo entre os espelhos, para que se possam enxergar onze imagens inteiras desse objeto, será de: a) 20 b) 30 c) 45 d) 60 e) 120 Colégio Jesus Adolescente Ensino Médio 1º Bimestre Disciplina Física Setor B Turma 1º ANO Professor Gnomo Lista de Exercício Bimestral Aulas 6 a 8 1) A figura a seguir representa um raio de luz incidindo

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line)

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Criamos, desenvolvemos e aperfeiçoamos ferramentas que tragam a nossos parceiros e clientes grandes oportunidades

Leia mais

Manual de Identidade Corporativa

Manual de Identidade Corporativa Manual de Identidade Corporativa Identidade Corporativa O que é Identidade Corporativa Identidade Corporativa é o conjunto de imagens, símbolos, logotipos, cores, fontes e padrões gráficos que são definidos

Leia mais

Passo 3: Posicionando a Câmera na Prova Didática Teórica ou na Prova de Defesa da Produção Intelectual

Passo 3: Posicionando a Câmera na Prova Didática Teórica ou na Prova de Defesa da Produção Intelectual Este manual descreve um procedimento para o registro de Concursos Públicos por meio de áudio e vídeo utilizando-se recursos tecnológicos básicos i. A gravação segue o disposto na Resolução 020/09 da UFSM

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Programação de

Leia mais

ANÁLISE DE TAREFAS MATEMÁTICAS DOS ALUNOS DO 4 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I

ANÁLISE DE TAREFAS MATEMÁTICAS DOS ALUNOS DO 4 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I ANÁLISE DE TAREFAS MATEMÁTICAS DOS ALUNOS DO 4 o ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I Diego Barboza Prestes 1 Universidade Estadual de Londrina diego_led@hotmail.com Tallys Yuri de Almeida Kanno 2 Universidade

Leia mais

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Trabalho Prático 2. Disciplina: Prof. Dr. João Gomes Filho

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Trabalho Prático 2. Disciplina: Prof. Dr. João Gomes Filho DESIGN INDUSTRIAL Disciplina: ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico Trabalho Prático 1 Trabalho Prático 2 Prof. Dr. João Gomes Filho METODOLOGIA Leitura Ergonômica Análise do Produto Trabalho Prático Design

Leia mais

Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido neste volume:

Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido neste volume: Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido www.psicotecnicos.navig8.to www.psicotecnicos.prv.co.il www.psicotecnicos.ezdn.cc www.psicotecnicos.135.it www.psicotecnicos.has.it www.psicotecnicos.hit.to

Leia mais

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual Ajustando a Resolução de Tela ===== Manual. Ajustando a Resolução de Tela

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual Ajustando a Resolução de Tela ===== Manual. Ajustando a Resolução de Tela 1 Manual Ajustando a Resolução de Tela 01 Introdução: U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares 2 O ajuste correto da resolução de tela do seu computador é muito importante, pois dependendo do

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Observe esta estrada. Seguindo por ela você vai encontrar uma subida ou uma descida? (ilusão de Marcelo Kothe, 2001)

Observe esta estrada. Seguindo por ela você vai encontrar uma subida ou uma descida? (ilusão de Marcelo Kothe, 2001) Ilusão de Óptica Imagens Reversíveis Qual seta está apontando a entrada da figura? A laranja ou a azul? Para ver a entrada reverter fixe seus olhos no lado contrário ao que você viu como a entrada. Talvez

Leia mais

Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo

Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo Fotografe Curitiba - Uma Campanha de Incentivo ao Turismo Daniel de Castro Brainer Pereira PIRES 1 Thatiane Oliveira de ALENCAR 2 Alessandra Oliveira ARAÚJO 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE RESUMO

Leia mais

Notas sobre o curso Information Architecture www.webmonkey.com --- 08/98

Notas sobre o curso Information Architecture www.webmonkey.com --- 08/98 Notas sobre o curso Information Architecture www.webmonkey.com --- 08/98 1. Arquitetura da Informação 1_1. Importância da Arquitetura da Informação AI: Arquitetura da Informação / Information Architecture.

Leia mais

O CÉREBRO DA CRIANÇA

O CÉREBRO DA CRIANÇA O CÉREBRO DA CRIANÇA Documentário da série A vida secreta do cérebro SINOPSE Uma professora de psicologia discute e apresenta uma proposta de atividade sobre o documentário Com a sílaba do som o cérebro

Leia mais

INTERFACE USUÁRIO MÁQUINA. Prof. Carlos Marques

INTERFACE USUÁRIO MÁQUINA. Prof. Carlos Marques INTERFACE USUÁRIO MÁQUINA Prof. Carlos Marques Dicionário Michaelis Interface Superfície, plana ou não, que forma um limite comum de dois corpos ou espaços. Ponto no qual um sistema de computação termina

Leia mais

Guia do Usuário. Introdução

Guia do Usuário. Introdução Guia do Usuário Introdução Nosso objetivo ao criar o Auditorbook foi valorizar o tempo de profissionais que realizam auditorias, verificações ou inspeções. Com este aplicativo desenvolvido pela VL Corrêa

Leia mais

Princípios de Design TRADUÇÃO DE TATIANE CRISTINE ARNOLD, DO ARTIGO IBM DESIGN: DESIGN PRINCIPLES CHECKLIST.

Princípios de Design TRADUÇÃO DE TATIANE CRISTINE ARNOLD, DO ARTIGO IBM DESIGN: DESIGN PRINCIPLES CHECKLIST. Princípios de Design TRADUÇÃO DE TATIANE CRISTINE ARNOLD, DO ARTIGO IBM DESIGN: DESIGN PRINCIPLES CHECKLIST. Um software deve ser projetado para simplificar tarefas e criar experiências positivas para

Leia mais

12 Teoria de Vigotsky - Conteúdo

12 Teoria de Vigotsky - Conteúdo Introdução Funções psicológicas superiores Pilares da teoria de Vigotsky Mediação Desenvolvimento e aprendizagem Processo de internalização Níveis de desenvolvimento Esquema da aprendizagem na teoria de

Leia mais

Construção Geométrica com Espelhos Esféricos

Construção Geométrica com Espelhos Esféricos Construção Geométrica com Espelhos Esféricos 1. (Ufsm 2012) A figura de Escher, Mão com uma esfera espelhada, apresentada a seguir, foi usada para revisar propriedades dos espelhos esféricos. Então, preencha

Leia mais

Todo o conjunto que compõe a visão humana é chamado globo ocular.

Todo o conjunto que compõe a visão humana é chamado globo ocular. Olho humano O olho humano é um sistema óptico complexo, formado por vários meios transparentes além de um sistema fisiológico com inúmeros componentes. Olho humano Todo o conjunto que compõe a visão humana

Leia mais

3 - Projeto de Site:

3 - Projeto de Site: 3 - Projeto de Site: O site de uma empresa é como um cartão de visita que apresenta sua área de negócios e sua identidade no mercado, ou ainda, como uma vitrine virtual em que é possível, em muitos casos,

Leia mais

DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS. Maio/2005 216-TC-C3

DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS. Maio/2005 216-TC-C3 1 DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS Maio/2005 216-TC-C3 José Antonio Gameiro Salles UNISUAM / CCET / Desenv. de Softwares & UNISUAM/LAPEAD - antoniosalles@gmail.com

Leia mais

PESQUISAS NA WEB. 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br

PESQUISAS NA WEB. 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br PESQUISAS NA WEB 1. Para pesquisas na Internet www.google.com.br www.yahoo.com.br www.altavista.com.br No Laboratório do Paraná Digital o Google está configurado no sistema como buscador padrão. Para acessá-lo,

Leia mais

Unificação Fechamento Continuidade

Unificação Fechamento Continuidade UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ Curso: 1081 - COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA Matriz: 421 - COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA Componente Curricular: EXPRESSÃO GRÁFICA

Leia mais

Brasil. Características da Look 312P. Instalação da Look 312P

Brasil. Características da Look 312P. Instalação da Look 312P Características da Look 312P 1 2 3 Lente Foco manual pelo ajuste da lente. Bolso Você pode colocar o cabo no bolso. Corpo dobrável Ajuste a Look 312P em diferentes posições. Instalação da Look 312P 1.

Leia mais

Daniela Albano 1 ; Larissa Leite 1 ; Antônio José Pereira 2

Daniela Albano 1 ; Larissa Leite 1 ; Antônio José Pereira 2 A CONTRIBUIÇÃO DO USO CONSCIENTE DOS MOVIMENTOS OCULARES LATERAIS PARA A MELHORIA DO RENDIMENTO ESCOLAR DE ALUNOS DO ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO ENSINO PROFISSIONALIZANTE Daniela Albano 1 ; Larissa Leite

Leia mais

Interface Homem- Computador

Interface Homem- Computador Interface Homem- Computador (IHC) Profª. Leticia Lopes Leite Software Educacional I Interface Deve ser entendida como sendo a parte de um sistema computacional com a qual uma pessoa entra em contato física,

Leia mais

Interface Humano-Computador IHC Paradigmas de IHC

Interface Humano-Computador IHC Paradigmas de IHC Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Campus Formosa Interface Humano-Computador IHC Paradigmas de IHC Prof. M.Sc. Victor Hugo Lázaro Lopes IHC Paradigmas de IHC AGENDA Engenharia Cognitiva

Leia mais

A Marca Carrefour e A percepção de Simbologias regionais NOS MERCADOS INTERNACIONAIS

A Marca Carrefour e A percepção de Simbologias regionais NOS MERCADOS INTERNACIONAIS A Marca Carrefour e A percepção de Simbologias regionais NOS MERCADOS INTERNACIONAIS Edson Scarani Pagnota, Karen Cristina Kraemer Abreu UNISINOS/FACVEST Índice Resumo Este trabalho busca verificar a aplicação

Leia mais

Design Web Introduçao

Design Web Introduçao Design Web Introduçao TSI Elisa Maria Pivetta elisapivetta@hotmail.com Sinto, penso, logo desenho Comunicação olfato, paladar, tato, visão e audição, Geralmente lembramos: 10% do que lemos 20% do que ouvimos

Leia mais

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia.

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia. Tecnologias da Educação Marco Antônio Tecnologias e mídias Comunicar não é de modo algum transmitir uma mensagem ou receber uma mensagem. Isso é a condição física da comunicação, mas não é comunicação.

Leia mais

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 CURITIBA 2015 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007... 3 JANELA PRINCIPAL... 3 1 - BOTÃO OFFICE... 4 2 - FERRAMENTAS DE ACESSO

Leia mais

Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido neste volume:

Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido neste volume: Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido www.psicotecnicos.navig8.to www.psicotecnicos.prv.co.il www.psicotecnicos.ezdn.cc www.psicotecnicos.135.it www.psicotecnicos.has.it www.psicotecnicos.hit.to

Leia mais

Criando um website - Guia do Cliente. QCI - Quantum Consultoria da Informação - www.qci.com.br

Criando um website - Guia do Cliente. QCI - Quantum Consultoria da Informação - www.qci.com.br Criando um website - Guia do Cliente QCI - Quantum Consultoria da Informação - www.qci.com.br Obrigado por escolher a QCI para apoiar o seu projeto. Nosso foco é o seu sucesso. Este guia foi desenvolvido

Leia mais

Guia de auxílio aos responsáveis

Guia de auxílio aos responsáveis Guia de auxílio aos responsáveis SUMÁRIO FEED DE NOTÍCIAS... 3 DOWNLOAD DE IMAGENS... 4 PENDÊNCIA:... 5 EDIÇÃO DE DADOS PESSOAIS... 6 ALTERAÇÃO DE SENHA... 7 ESQUECEU SUA SENHA?... 7 AGENDA... 8 2 FEED

Leia mais

Eu não nasci de óculos!

Eu não nasci de óculos! A U A UL LA Eu não nasci de óculos! Enquanto Roberto conversa com Gaspar, Ernesto coloca os óculos de Roberto e exclama: - Puxa, estou enxergando tudo embaralhado. Tudo meio turvo! - É como você tivesse

Leia mais

Entendendo o Astigmatismo. Introdução. Lentes especiais sem astigmatismo MAS450/854. 9 de março de 2003

Entendendo o Astigmatismo. Introdução. Lentes especiais sem astigmatismo MAS450/854. 9 de março de 2003 Entendendo o Astigmatismo MAS450/854 Primavera 2003 9 de março de 2003 Introdução Lentes especiais sem astigmatismo Lentes cilíndricas cruzadas com astigmatismo o Foco horizontal o Foco vertical o Plano

Leia mais

VCA Treinamento em Algoritmo

VCA Treinamento em Algoritmo Conteúdo VCA Treinamento em Algoritmo VCA Treinamento em Algoritmo Conteúdo Algoritmos Rastreador (tracker) Monitoramento Objeto Abandonado/Removido Pessoas Calibração Classificação Linha de contagem Auto

Leia mais

Interface Homem-Computador

Interface Homem-Computador Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão Interface Homem-Computador Aula: Engenharia Cognitiva e Semiótica Professor: M.Sc. Flávio Barros flathbarros@gmail.com Conteúdo Engenharia Cognitiva Fundamentos

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais