Como fazer uma apresentação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Como fazer uma apresentação"

Transcrição

1 Como fazer uma apresentação

2 Etapas para fazer uma apresentação Definição dos 1 objectivos da apresentação de acordo com as necessidades e o perfil da audiência Preparação de uma linha de trabalho de um script e de um storyboard 2 3 Utilização de um programa para elaboração dos slides que sustentam o (Powerpoint) Preparar o 2

3 Etapa 1 Definição dos objectivos da apresentação de acordo com as necessidades e o perfil da audiência 1 Objectivos A primeira coisa a fazer para planear é definir o objectivo principal, na forma duma frase simples. Isto é muito importante, pois a escolha de vários objectivos não leva a nada, acabando por não se concretizar nenhum deles. A chave é focar-se no objectivo escolhido, porque se quem apresenta não se focar nele, a audiência muito menos. Audiência O seguinte passo é identificar a audiência para que, com base nos seus objectivos e necessidades, seja possível personalizar a apresentação. O ideal é conseguir convencer as pessoas para quem se está a falar de que a solução que se está apresentar é aquela com a qual irão atingir os seus objectivos. Deste modo são igualmente atingidos os de quem apresenta. 3

4 Etapa 2 Preparação de uma linha de trabalho de um script e de um storyboard 2 Storyboard Colecção de pequenos croquis que servem de guia para o desenvolvimento dos seus diapositivos finais, preparando uma linha de trabalho (outline): Enriquecer as mensagens formuladas com factos, figuras, gráficos e notas. Estabelecer prioridades e sequência para os elementos da apresentação. Desenvolver um fluxo de informação, como uma história. Script Utilize o seu estilo pessoal. O melhor caminho para preparar um não é escrever um texto utilize um gravador, para gravar o que pretende dizer e escreva o seu script. Mostre o seu script a outras pessoas.

5 Etapa 3 Utilização de um programa para elaboração dos slides que sustentam o (Powerpoint) Layouts Coerência no design o Títulos o Cores 3 o Tipo e tamanho de letras o Bullets o Posicionamento dos vários elementos Não abreviar palavras Tentar associar uma imagem ao assunto do slide - uma imagem vale mais que mil palavras Conteúdos Um título (e no máximo um sub-título) e um conceito por slide Utilizar separadores entre os diversos assuntos Não usar demasiada informação num só slide (apenas tópicos) Fontes Mínimo tamanho 20 Utilizar tipos de letras mais comuns (Arial, Times New Roman,Trebuchet, Verdana) se fizer a apresentação noutra computador que não o seu Cores Utilizar o mesmo esquema de cores em todos os slides Usar contraste entre o fundo e o texto Conte com um factor incerto: a qualidade do projector 5

6 Etapa Preparar o 3. Apresentar a estrutura Se o apresentador indicar a forma como vai abordar/apresentar o tema, a audiência já tem antecipadamente uma ideia mais concreta sobre o que se vai passar. Esta situação pode ajudar a estabelecer o tema e, em último caso... assegurar que há um fim.. Estabelecer a comunicação Se o apresentador captar a atenção da audiência nos primeiros momentos, esta estará atenta até ao fim. É pois necessário que ele estabeleça desde o início a forma como se vai apresentar frente ao público: como amigo, como perito, como colega,... O início Existem elementos principais no planeamento do começo de uma apresentação: 1. Captar a atenção da audiência Os primeiros minutos das apresentações são geralmente perdidos porque as pessoas levam um certo período de tempo a estabilizar (acabam a conversa com o colega do lado, acabam de digerir o café, etc). Como o tempo do apresentador é limitado, cada minuto é precioso: há que captar a atenção do público desde o início. 2. Estabelecer o tema É necessário que a audiência comece desde o início a pensar no assunto da apresentação, e isso pode ser feito indicando qual o objectivo principal. As pessoas terão certamente opiniões sobre o assunto ou experiências já passadas nesse campo que convém serem trazidas à memória. Torna-se muito mais fácil abordar um tema quando já existem referências ou bases sobre ele. 6

7 Etapa Preparar o Mensagens figuradas Usar metáforas e analogias para entregar uma mensagem é uma boa maneira de torná-la memorizável, uma vez que o cérebro humano está habituado a trabalhar com imagens. As piadas O apresentador deve ter consciência de que há piadas sem piada. Os momentos humorísticos são sempre bem-vindos porque não só ajudam a audiência a estar atenta (se estes momentos humorísticos forem humorísticos!) como também ajudam a criar um ambiente de descontracção. Técnicas de Causar boa impressão A audiência é composta por pessoas geralmente muito ocupadas, com problemas diversos para resolver. Por mais concentradas e dispostas a escutar que estejam, na sua cabeça estarão sempre outros pensamentos: é preciso fazer algo para chamar a sua atenção e deixar uma lembrança positiva e duradoura. Uma ideia é planear o, isolando as partes mais importantes e depois arranjar um método eficaz de as fazer "colar". 007: Ordem para Repetir A audiência é composta por pessoas geralmente muito ocupadas, com problemas diversos para resolver, o que significa que há uma certa probabilidade de estarem distraídas durante a parte mais importante da mensagem. A solução dada é... repetir. Esta repetição da parte principal da mensagem deve ser feita de variadas maneiras e através de explicações diferentes. 7

8 Etapa Preparar o Técnicas de Uma boa história Transmitir uma mensagem usando uma história é sempre uma boa ideia, porque as pessoas gostam e são óptimos veículos para transmitir mensagens e fazê-las durar. A Descontracção Há duas maneiras de controlar o nervosismo que surge antes do começo da apresentação: ou controlando a respiração ou aceitando de bom grado toda a adrenalina extra! Sem descontracção os pensamentos não se tornam fluídos e objectivos, a voz treme e não transmite tanta confiança, etc. O Ensaio É essencial! Seja feito onde for, quer numa sala vazia ou em frente a um espelho, o corpo e a voz devem ser treinados para que o apresentador se habitue à sua própria imagem, ou seja, que esteja à vontade com a sua maneira de estar "em palco". Apesar de tudo, deve tentar sempre não cair no vício da sistematização. Uma vez conseguido esse "à vontade", é muito mais fácil libertar-se de factores negativos para a apresentação, como o nervosismo e a timidez. 8

9 Etapa Preparar o Conclusão E isto é como se faz uma boa apresentação... Como Acabar Tal como ao começar, é preciso captar a atenção. A última impressão que se dá à audiência, é aquilo de que se vão lembrar melhor. Portanto vale a pena despender mais algum tempo para planear as últimas frases com cuidado, pois são elas que irão ficar na cabeça dos ouvintes. Um grande erro, que normalmente se comete, é acabar com uma conclusão dando a entender à audiência que se está a acabar. A partir desse momento a audiência simplesmente "desliga. Deve tentar-se acabar, deixando uma frase importante no ar, criando alguma expectativa e deixando as pessoas a pensar no assunto. 9

10 Está farto das apresentações em Powerpoint? O PowerPoint tem sido utilizado como a principal ferramenta para realizar apresentações nos últimos anos. As apresentações PowerPoint são fáceis de criar e podem ter um bom efeito visual. Mas porque não levar as suas apresentações até ao próximo nível, transformando-as em apresentações multimédia interactivas? Maximize o impacto das suas apresentações em congressos, seminários, palestras, reuniões de ciclo, reuniões internacionais ou mesmo reuniões internas, utilizando as nossas apresentações elaboradas à medida para si, em Flash. Numa apresentação multimédia poderá conjugar animação 2D e 3D, vídeo, áudio e navegação estilo web, num resultado que irá impactar a sua audiência. 10

11 Obrigado Central Park Rua Alexandre Herculano, Edf. 1 - ºC Linda-a-Velha Portugal tel / fax

Comunicação Integrada em Vendas

Comunicação Integrada em Vendas Comunicação Integrada em Vendas Hélio Azevedo helio.azevedo@salestalent.com.br Agenda Percepção Objetivos de uma apresentação O orador Os tipos de público Os tipos de discurso O medo de falar Preparando

Leia mais

Profa. Yanna C. F. Teles. União de Ensino Superior de Campina Grande Curso Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Metodologia da pesquisa

Profa. Yanna C. F. Teles. União de Ensino Superior de Campina Grande Curso Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Metodologia da pesquisa Profa. Yanna C. F. Teles União de Ensino Superior de Campina Grande Curso Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Metodologia da pesquisa Trabalhos na graduação (seminários, tcc...) Apresentações em congressos

Leia mais

APRESENTAÇÃO: SLIDE. 2. Conte uma história

APRESENTAÇÃO: SLIDE. 2. Conte uma história APRESENTAÇÃO: SLIDE 1. Apresentação primeiro, PowerPoint segundo O maior erro que as pessoas cometem ao criar uma apresentação em PowerPoint é quefazem dela o foco da apresentação. O foco deveria ser a

Leia mais

PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT

PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT Universidade do Estado da Bahia Monitoria de Física Geral e Experimental I PRINCÍPIOS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS COM AUXÍLIO DO POWERPOINT Victor Mendes Lopes 1.0 Design Simples, moderno ou

Leia mais

Aprender a Estudar. Imagem de http://www.culturamix.com/cultura/livros/fotos-livros

Aprender a Estudar. Imagem de http://www.culturamix.com/cultura/livros/fotos-livros Aprender a Estudar Imagem de http://www.culturamix.com/cultura/livros/fotos-livros Cada pessoa tem dentro dele um fragmento de boas notícias. A boa notícia é que cada um de nós não sabe o quão extraordinário

Leia mais

Regulamento do TCC APRESENTAÇÃO ORAL DE TRABALHOS CIENTÍFICOS. Resolução TCC. Apresentação oral de trabalhos 03/11/2011 FALAR EM PUBLICO É UM DESAFIO?

Regulamento do TCC APRESENTAÇÃO ORAL DE TRABALHOS CIENTÍFICOS. Resolução TCC. Apresentação oral de trabalhos 03/11/2011 FALAR EM PUBLICO É UM DESAFIO? Regulamento do TCC Para a defesa do TCC, o trabalho deverá ser apresentado oralmente perante comissão julgadora em sessão pública. Para a apresentação, o aluno terá mínimo de 15 e APRESENTAÇÃO ORAL DE

Leia mais

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) USO DO POWERPOINT

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) USO DO POWERPOINT NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) USO DO POWERPOINT ACRESCENTANDO IMAGENS A APRESENTAÇÃO Algumas igrejas preferem o uso do multimídia para suas apresentações. Oferecendo a esses pastores uma apresentação

Leia mais

Microsoft Office 2010

Microsoft Office 2010 Microsoft Office 2010 Passo-a-passo para Professores Criar uma Apresentação com o PowerPoint 2010 Defina um tema Abra o PowerPoint. No separador Estrutura, no grupo Temas, clique em Mais para ver a galeria

Leia mais

Como Preparar Apresentações. Tipos de apresentação Cuidados com o apresentador Cuidados com o conteúdo

Como Preparar Apresentações. Tipos de apresentação Cuidados com o apresentador Cuidados com o conteúdo Como Preparar Apresentações Tipos de apresentação Cuidados com o apresentador Cuidados com o conteúdo Tipos de Apresentação Tipos de apresentação de trabalho acadêmico/técnico/científico: Aula Palestra

Leia mais

Microsoft Powerpoint - Apresentações acessíveis

Microsoft Powerpoint - Apresentações acessíveis Microsoft Powerpoint - Apresentações acessíveis O Microsoft PowerPoint é uma ferramenta muito utilizada na Universidade por docentes, funcionários e estudantes para fazerem apresentações. Este documento

Leia mais

Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal. Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339

Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal. Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339 Rua Cidade Rabat, 29A/B 1250-159 LISBOA Portugal Tel. +351 213 102 330/4 Fax +351 213 102 339 Contacto Geral: inf@acinet.pt Dep. Comercial: comercial@acinet.pt Dep. Formação: formacao@acinet.pt Dep. Multimedia:

Leia mais

10 MAUS HÁBITOS DE ORADORES. Ficha #03. 10 maus hábitos a evitar. 10 conselhos práticos para se tornar num orador de sucesso

10 MAUS HÁBITOS DE ORADORES. Ficha #03. 10 maus hábitos a evitar. 10 conselhos práticos para se tornar num orador de sucesso Ficha #03 10 MAUS HÁBITOS DE ORADORES 10 maus hábitos a evitar. 10 conselhos práticos para se tornar num orador de sucesso R. Castilho n. 63-6 1250-068 Lisboa Portugal tel. +351 21 387 0563 fax +351 21

Leia mais

Normas para Elaboração e Apresentação dos Seminários. Psicologia Clínica. Título do Trabalho. Título do Trabalho 27/04/2015

Normas para Elaboração e Apresentação dos Seminários. Psicologia Clínica. Título do Trabalho. Título do Trabalho 27/04/2015 Estruruta do Slide: Otília Loth PUC Goiás A fonte da letra deve ser Arial ou Times New Roman. O tamanho da fonte deve ser 44 para o título e, no mínimo, 28 para o texto. Esta mesma regra vale para a capa

Leia mais

Competências em Literacia da Informação. Saber comunicar a informação Apresentações orais

Competências em Literacia da Informação. Saber comunicar a informação Apresentações orais Competências em Literacia da Informação Saber comunicar a informação Apresentações orais Ana Isabel Roxo 2009 Apresentações orais Em algum momento da tua vida terás de fazer uma apresentação oral que poderá

Leia mais

MICROSOFT POWERPOINT

MICROSOFT POWERPOINT MICROSOFT POWERPOINT CRIAÇÃO DE APRESENTAÇÕES. O QUE É O POWERPOINT? O Microsoft PowerPoint é uma aplicação que permite a criação de slides de ecrã, com cores, imagens, e objectos de outras aplicações,

Leia mais

ELABORAR APRESENTAÇÕES NO POWERPOINT

ELABORAR APRESENTAÇÕES NO POWERPOINT ELABORAR APRESENTAÇÕES NO POWERPOINT Carlos Fernandes MCT 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 Planejamento Storyboard Dividir para conquistar Domínio do assunto Storyboard Apoia o planejamento.

Leia mais

Dicas para melhorar sua apresentação de slides

Dicas para melhorar sua apresentação de slides 1 Dicas para melhorar sua apresentação de slides Prof. Giseli Trento Andrade e Silva 1. Regra de 3 Normalmente as pessoas tem facilidade de assimilar até três itens de uma lista. Quer ver? Pai, Filho e

Leia mais

Técnicas de Memorização.

Técnicas de Memorização. Como Estudar? Técnicas de Memorização. Aprendizagem: dreamstime As estratégias de estudo que adquiriste no ensino secundário devem ser adaptadas ao ensino superior. Existem disciplinas com forte componente

Leia mais

tem como objetivo informar os destinatários sobre determinado tema, para que fiquem com conhecimento global sobre o que é exposto

tem como objetivo informar os destinatários sobre determinado tema, para que fiquem com conhecimento global sobre o que é exposto Exposições Orais Todos os anos, todos os cursos tem como objetivo informar os destinatários sobre determinado tema, para que fiquem com conhecimento global sobre o que é exposto Numa exposição oral existem

Leia mais

PROGRAMA APRENDER A LER PARA APRENDER A FALAR A leitura como estratégia de ensino da linguagem

PROGRAMA APRENDER A LER PARA APRENDER A FALAR A leitura como estratégia de ensino da linguagem PROGRAMA APRENDER A LER PARA APRENDER A FALAR A leitura como estratégia de ensino da linguagem Como é que o PALAF se compara com outros programas? O PALAF foi traçado por duas psicólogas educacionais,

Leia mais

Orientações para organização de eventos de Videoconferência

Orientações para organização de eventos de Videoconferência 01 Orientações para organização de eventos de Videoconferência É imprescindível o recebimento do formulário de solicitação de videoconferência até, no máximo, na segunda-feira da semana anterior ao evento.

Leia mais

Como...fazer o pré-teste de materiais de extensão rural com pequenos agricultores

Como...fazer o pré-teste de materiais de extensão rural com pequenos agricultores Como...fazer o pré-teste de materiais de extensão rural com pequenos agricultores A realização de pré-testes antes da distribuição dos materiais de extensão rural é um processo importante no desenvolvimento

Leia mais

APRESENTANDO TRABALHOS NA JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA Unifebe. Profª Heloisa Helena

APRESENTANDO TRABALHOS NA JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA Unifebe. Profª Heloisa Helena APRESENTANDO TRABALHOS NA JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA Unifebe Profª Heloisa Helena SOBRE A JORNADA A Jornada de Iniciação Científica é um evento permanente da Unifebe e se constitui em uma ação

Leia mais

Demonstração de uma idéia, assunto, produto, serviço e etc; Podendo ser uma palestra, reunião, workshop entre outros eventos.

Demonstração de uma idéia, assunto, produto, serviço e etc; Podendo ser uma palestra, reunião, workshop entre outros eventos. Demonstração de uma idéia, assunto, produto, serviço e etc; Para duas ou mais pessoas; Podendo ser uma palestra, reunião, workshop entre outros eventos. Planejar Sempre! Para transmitir segurança você

Leia mais

Microsoft Power Point 2007

Microsoft Power Point 2007 Microsoft Power Point 2007 Sumário Layout e Design 4 Formatação de Textos 8 Salvando um arquivo do PowerPoint 15 Plano de Fundo 16 Marcadores 18 Réguas e grade 19 Tabelas 20 Gráficos 21 Imagens 22 Smart

Leia mais

Adaptação de materiais digitais. Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com

Adaptação de materiais digitais. Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com Adaptação de materiais digitais Manuela Francisco manuela.amado@gmail.com Plano da sessão Tópicos Duração Documentos acessíveis: porquê e para quem. Diretrizes de acessibilidade Navegabilidade, legibilidade

Leia mais

Ferramenta de Testagem IECL Orientações para o Aluno (PT)

Ferramenta de Testagem IECL Orientações para o Aluno (PT) Ferramenta de Testagem IECL Orientações para o Aluno (PT) Índice 1 INTRODUÇÃO 3 2 REALIZAÇÃO DOS TESTES 3 2.1 Login 3 2.2 Verificação do áudio para o teste de Audição 5 2.3 Realização de um teste 5 3 Informação

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA PALESTRANTE E COORDENADOR DE WEBCAST

RECOMENDAÇÕES PARA PALESTRANTE E COORDENADOR DE WEBCAST RECOMENDAÇÕES PARA PALESTRANTE E COORDENADOR DE WEBCAST ORIENTAÇÕES PARA COORDENADORES DO WEBCAST WEBCAST SEM PLATÉIA: O papel do coordenador de mesa é o de conduzir e orientar o andamento da WEBCast.

Leia mais

ELEMENTOS DE APOIO À APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES

ELEMENTOS DE APOIO À APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES ELEMENTOS DE APOIO À APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES O objectivo destes elementos é o de auxiliar os autores que vão apresentar as suas comunicações durante o 8º Congresso Nacional de Geotecnia. Após a preparação

Leia mais

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia.

23/09/2011. Tecnologias da Educação. Tecnologias e mídias. Diferença entre tecnologia e mídia. Diferença entre tecnologia e mídia. Tecnologias da Educação Marco Antônio Tecnologias e mídias Comunicar não é de modo algum transmitir uma mensagem ou receber uma mensagem. Isso é a condição física da comunicação, mas não é comunicação.

Leia mais

Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender?

Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Porquê Ensinar a Estudar e a Aprender? Quando nos envolvemos na realização de diferentes tarefas, é importante avaliar os procedimentos e os meios de aprendizagem que adoptamos s face a essas tarefas:

Leia mais

Asdasd asdasdasdas sadasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasdasdasd. 4. Componentes Multimédia

Asdasd asdasdasdas sadasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasdasdasd. 4. Componentes Multimédia Asdasd asdasdasdas sadasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasd asdasdasdasdasdasd 4. Componentes Multimédia 4 4 Componentes Multimédia 4.1 - Apresentação e Objectivos

Leia mais

Curso Técnicas de Apresentação

Curso Técnicas de Apresentação Curso Técnicas de Apresentação Autor Marcos Sêmola marcos@semola.com.br 2003 1 Agenda Visão Geral Dicas de Postura Dicas de Planejamento Dicas de Material Dicas de Exploração Dicas de Diferenciação Dica

Leia mais

Guia Plano de E-Marketing

Guia Plano de E-Marketing Guia Plano de E-Marketing FONTE: Greb Babayans e Maria Manuel Busto. Estratégias de e-marketing. Matosinhos: E&D Data - Sistemas de Informação e Assessoria Empresarial, Lda; 2005: 368 4 passos essenciais

Leia mais

Introdução Apresentações

Introdução Apresentações Introdução à Criação de 12-20072007 Professora: Marta 1 Exercí Comunicação de ideias a outras pessoas Principal problema: estruturar o nosso discurso Criar uma linha de raciocínio Como fazer para não nos

Leia mais

Técnicas e dicas para falar em público

Técnicas e dicas para falar em público TRAINING SESSION FOR EU PORTUGUESE OFFICIALS IN PREPARATION OF THE "BACK TO SCHOOL" DAY IN PORTUGAL (9 OCTOBER 2007) Técnicas e dicas para falar em público Anne Marie Desai Gonçalves, Tea Cegos Created

Leia mais

LED. Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA

LED. Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA LED Laboratório de Educação a Distância ORIENTAÇÕES PARA VIDEOAULA Videoaula Visite o Portfólio do LED Professor A aula inicial é o primeiro contato do aluno com você e sua disciplina. Por isso, é importante

Leia mais

Introdução ao MS PowerPoint

Introdução ao MS PowerPoint Introdução ao MS PowerPoint Pré-requisitos: Windows e Word Software utilizado: Windows xp, PowerPoint 2003 O PowerPoint é um software utilizado para criar apresentações multimédia sobre vários temas ou

Leia mais

Criar Newsletters. Guia rápido sobre...

Criar Newsletters. Guia rápido sobre... Guia rápido sobre... Criar Newsletters Neste guia... Saiba como criar atrativas newsletters em texto simples ou HTML para captar a atenção de seus contatos e ir ao encontro de seus interesses e expectativas.

Leia mais

Objetivo desta Aula. Um tópico a cada vez. Roteiro apresentar tópicos gerais

Objetivo desta Aula. Um tópico a cada vez. Roteiro apresentar tópicos gerais Objetivo desta Aula Apresentar dicas de como preparar apresentações Ronaldo Lopes Oliveira Especialização em Produção de Bovinos DPA/MEV/UFBA 2007 Apresentar dicas de como fazer a apresentação Apresentar

Leia mais

08/11/2012. Palestrante: Jéssica Pereira Costa Mais frequente na população universitária

08/11/2012. Palestrante: Jéssica Pereira Costa Mais frequente na população universitária A arte da apresentação oral de trabalhos científicos Como se comportar durante a apresentação de um pôster em um evento científico? Fobia Social ou Timidez??? (Medo excessivo contato ou exposição social)

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

Introdução ao GetResponse

Introdução ao GetResponse Guia rápido sobre... Introdução ao GetResponse Neste guia... Aprenda a construir sua lista, a criar envolventes e-mails e a converter contatos em clientes em GetResponse, com acesso aos melhores recursos

Leia mais

PÁGINAS WEB. António Ginja Carmo

PÁGINAS WEB. António Ginja Carmo PÁGINAS WEB António Ginja Carmo Índice 1 - Titulo 2 2 Enquadramento 2 3 - Descrição 3 4 - Objectivos 3 5 Público-Alvo 3 6 - Conteúdos 4 7 - Calendário das Actividades 5 8 - Estratégias Pedagógicas 8 9

Leia mais

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT

ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT ALBUM DE FOTOGRAFIAS NO POWER POINT O PowerPoint é uma poderosa ferramenta que faz parte do pacote Office da Microsoft. O principal uso desse programa é a criação de apresentação de slides, para mostrar

Leia mais

Professora: Yandra Mello

Professora: Yandra Mello Professora: Yandra Mello Se você precisa realizar um trabalho, de qual matéria for, lembre-se que você não deve realizá-lo de qualquer maneira, entrar em qualquer site, colocar o texto no Word, e sem ler

Leia mais

POWERPOINT BÁSICO. Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br

POWERPOINT BÁSICO. Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br POWERPOINT BÁSICO Facilitador Alisson Cleiton dos Santos Analista Programador / Professor contato@alissoncleiton.com.br POWER POINT INICIANDO O POWERPOINT 2000 Para iniciar o PowerPoint 2000. A partir

Leia mais

Introdução à Arte da Ciência da Computação

Introdução à Arte da Ciência da Computação 1 NOME DA AULA Introdução à Arte da Ciência da Computação Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 15 minutos Principal objetivo: deixar claro para os alunos o que é a ciência da computação e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS. Índice

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS. Índice Índice Capítulo 7 - Formatando os slides... 2 Inserindo Números de Páginas... 2 Criando e Alterando Esquemas de Cores... 2 Adicionando um Fundo Colorido aos Slides... 3 Efeitos de Preenchimento... 4 1

Leia mais

Como fazer uma apresentação. Prof. Jorge Nhambiu Faculdade de Engenharia UEM

Como fazer uma apresentação. Prof. Jorge Nhambiu Faculdade de Engenharia UEM Como fazer uma apresentação Prof. Jorge Nhambiu Faculdade de Engenharia UEM 2012 Baseado em: Garson Jr A et al. The 10-minute talk: Organizatin, slides, writing, and delivery American Heart Journal 1986;

Leia mais

Aula: BrOffice Impress primeira parte

Aula: BrOffice Impress primeira parte Aula: BrOffice Impress primeira parte Objetivos Conhecer as características de um software de apresentação; Saber criar uma apresentação rápida com os recursos de imagem e texto; Saber salvar a apresentação;

Leia mais

27. Organize o seu Espaço de Trabalho: Ficheiros Electrónicos... 46 28. Organize o seu Espaço de Trabalho: Contactos 47 29. Organize o seu Espaço de

27. Organize o seu Espaço de Trabalho: Ficheiros Electrónicos... 46 28. Organize o seu Espaço de Trabalho: Contactos 47 29. Organize o seu Espaço de ÍNDICE Como usar este livro 13 Introdução: Este livro pode poupar-lhe tempo! 15 l. O Difícil É Começar 17 2. Elabore um Estudo do Tempo 18 3. Defina as Áreas Problemáticas... 19 4. Estabeleça Objectivos

Leia mais

COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO. Curso: Segurança da Informação Disciplina:TEORIA E PRÁTICA EM PESQUISA Profa. : Kátia Lopes Silva

COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO. Curso: Segurança da Informação Disciplina:TEORIA E PRÁTICA EM PESQUISA Profa. : Kátia Lopes Silva COMO FAZER UMA APRESENTAÇÃO Curso: Segurança da Informação Disciplina:TEORIA E PRÁTICA EM PESQUISA Profa. : Kátia Lopes Silva Tipos de Apresentação Tipos de apresentação de trabalho acadêmico/técnico/científico:

Leia mais

Table of Contents. PowerPoint XP

Table of Contents. PowerPoint XP Table of Contents Finalizando a apresentação...1 Usando anotações...1 Desfazer e repetir...1 Localizar e substituir...2 Substituir...2 Efeitos de transição...3 Esquema de animação...6 Controlando os tempos

Leia mais

Microsoft PowerPoint 2003

Microsoft PowerPoint 2003 Página 1 de 36 Índice Conteúdo Nº de página Introdução 3 Área de Trabalho 5 Criando uma nova apresentação 7 Guardar Apresentação 8 Inserir Diapositivos 10 Fechar Apresentação 12 Abrindo Documentos 13 Configurar

Leia mais

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 CURITIBA 2015 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007... 3 JANELA PRINCIPAL... 3 1 - BOTÃO OFFICE... 4 2 - FERRAMENTAS DE ACESSO

Leia mais

Como fazer uma página WEB

Como fazer uma página WEB Como fazer uma página WEB Pontos a ter em conta na criação de uma página web. 1. O posicionamento 2. O crescimento 3. O ponto de vista do cliente 4. As operações mais frequentes 5. A análise da concorrência

Leia mais

Corpo e Fala EMPRESAS

Corpo e Fala EMPRESAS Corpo e Fala EMPRESAS A Corpo e Fala Empresas é o braço de serviços voltado para o desenvolvimento das pessoas dentro das organizações. Embasado nos pilares institucionais do negócio, ele está estruturado

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

Dicas para uso do PowerPoint

Dicas para uso do PowerPoint Dicas para uso do Power Point? 1 Dicas para uso do PowerPoint Dois sites dão dicas e curiosidades sobre o PowerPoint. Vejam a seguir. 1. Faça a sua parte usando material cativante. De certa forma, a facilidade

Leia mais

Motivar os Professores

Motivar os Professores Motivar os Professores Ramiro Marques Conferência Realizada no Dia da Escola Escola Superior de Educação de Santarém 11 de Novembro de 2003 Uma das formas de motivar o jovem professor é: Ouvi-lo com atenção

Leia mais

Grupo de Aplicações para a Web Pet Ciência da Computação

Grupo de Aplicações para a Web Pet Ciência da Computação Universidade Federal de Santa Maria UFSM Departamento de Eletrônica e Computação Alunos: Cássio Forgiarini Martins Leandro Ramos de Oliveira Marília Guterres Ferreira Patrick Pivotto Viera Disciplina:

Leia mais

16/05/2013. Apresentação de artigo científico Como e o que fazer? Artigo Científico

16/05/2013. Apresentação de artigo científico Como e o que fazer? Artigo Científico UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA Desafios em Comunicação da Ciência II O que tenho que abordar? Apresentação de artigo científico Como e o que fazer? Profª M.Sc

Leia mais

, Todos os programas, Microsoft Office PowerPoint. Através de um atalho que poderá estar no Ambiente de Trabalho

, Todos os programas, Microsoft Office PowerPoint. Através de um atalho que poderá estar no Ambiente de Trabalho SESSÃO DE TRABALHO Objectivos: Cuidados a ter na criação de Apresentações Formatar texto Inserir imagens Inserir sons Aplicar Movimentos: Transição entre diapositivos Animação personalizada Alterar o modelo

Leia mais

O professor Reinaldo Polito fala sobre a importância da comunicação no dia-a-dia do trabalho.

O professor Reinaldo Polito fala sobre a importância da comunicação no dia-a-dia do trabalho. O professor Reinaldo Polito fala sobre a importância da comunicação no dia-a-dia do trabalho. - Por que uma boa comunicação é importante para os profissionais? Quanto mais o profissional sobe na hierarquia

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE MARKETING

COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO DE MARKETING COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING Meio através do qual a empresa informa, persuadi e lembra os consumidores sobre o seu produto, serviço e marcas que comercializa. Funções: Informação

Leia mais

MULTIMÉDIA. Aprendizagem Multimédia. Luís Manuel Borges Gouveia. IM - Instituto Multimédia Porto, 9 de Maio de 1994. Luis Gouveia

MULTIMÉDIA. Aprendizagem Multimédia. Luís Manuel Borges Gouveia. IM - Instituto Multimédia Porto, 9 de Maio de 1994. Luis Gouveia MULTIMÉDIA Aprendizagem Multimédia Luís Manuel Borges Gouveia IM - Instituto Multimédia Porto, 9 de Maio de 1994 Introdução Q Aprendizagem multimédia X Onde a realizar? X Como a concretizar? Q Luís Manuel

Leia mais

RELATÓRIO DO GOMOMETER

RELATÓRIO DO GOMOMETER RELATÓRIO DO GOMOMETER Análise e conselhos personalizados para criar sites mais otimizados para celular Inclui: Como os clientes de celular veem seu site atual Verificação da velocidade de carregamento

Leia mais

A figura abaixo, à direita, mostra uma apresentação gerada no MS PowerPoint. Uma apresentação desse tipo é útil para:

A figura abaixo, à direita, mostra uma apresentação gerada no MS PowerPoint. Uma apresentação desse tipo é útil para: INTRODUÇÃO AO POWERPOINT 16.1 Objetivo Apresentar o PowerPoint, o software para montar apresentações na forma de slides da Microsoft. Isso será feito obedecendo-se a uma seqüência que demonstre como montar

Leia mais

40 dicas para tornar seu site mais eficiente e funcional

40 dicas para tornar seu site mais eficiente e funcional 40 dicas para tornar seu site mais eficiente e funcional Essas 40 dicas são ótimas e assino embaixo. Foram passadas para mim pelo amigo Luiz Rodrigues, aluno também do Curso Online de Design Web. A fonte

Leia mais

Metodos de Programação

Metodos de Programação Metodos de Programação Métodos de Programação Introdução Informática, Computador, Algoritmo Informática: Ciência do processamento da informação Computador: Máquina que serve para processar informação Algoritmo:

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2003

Microsoft Office PowerPoint 2003 Instituto Politécnico de Tomar Escola Microsoft Superior de Gestão Office PowerPoint 00 Área Interdepartamental de Tecnologias de Informação e Comunicação Microsoft Office PowerPoint 00 Introdução ao PowerPoint

Leia mais

Como fazer apresentações em público

Como fazer apresentações em público Como fazer apresentações em público Mais do que uma questão de talento natural, a arte de apresentar uma comunicação em público obedece a técnicas que podem ser aprendidas, treinadas e apoiadas por meios

Leia mais

PRIMEIRA COISA QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE RELATÓRIOS:

PRIMEIRA COISA QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE RELATÓRIOS: RELATÓRIOS RELATÓRIOS RELATÓRIOS PRIMEIRA COISA QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE RELATÓRIOS: EXISTEM CERTAS COISAS QUE SÓ APRENDENDEMOS FAZENDO, TESTANDO E FAZENDO DE NOVO. POR SORTE, NÃO APRENDEMOS NUNCA

Leia mais

Pesquisas e seminários Como fazer?

Pesquisas e seminários Como fazer? +++ + COLÉGIO DOS SANTOS ANJOS Avenida Iraí, 1330 - Planalto Paulista - Telefax: 5055.0744 04082-003 - São Paulo - e-mail: colsantosanjos@colegiosantosanjos.g12.br Site: www.colegiosantosanjos.g12.br Q

Leia mais

14 dicas para construir uma boa apresentação em PowerPoint

14 dicas para construir uma boa apresentação em PowerPoint 14 dicas para construir uma boa apresentação em PowerPoint Nando Rodrigues, editor da PC World 28-08-2008 Um PPT bem estruturado é o primeiro passo para uma ótima apresentação bem sucedida. Saiba o que

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Cargo: AGENTE DE TELECOMUNICAÇÕES PC Polícia Civil do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. 3º Caderno.

Apostilas OBJETIVA Cargo: AGENTE DE TELECOMUNICAÇÕES PC Polícia Civil do Estado de São Paulo - Concurso Público 2015. 3º Caderno. 3º Caderno Índice Pg. Editor de Apresentações MS-PowerPoint 2010... Exercícios pertinentes... Edição de textos, planilhas e apresentações BROffice... Exercícios pertinentes... Conceitos, ferramentas, aplicativos

Leia mais

SEQUÊNCIA N.º 1 TEXTOS DOS DOMÍNIOS TRANSACIONAL E EDUCATIVO O ESSENCIAL. 1. Artigos científicos e técnicos

SEQUÊNCIA N.º 1 TEXTOS DOS DOMÍNIOS TRANSACIONAL E EDUCATIVO O ESSENCIAL. 1. Artigos científicos e técnicos SEQUÊNCIA N.º 1 TEXTOS DOS DOMÍNIOS TRANSACIONAL E EDUCATIVO O ESSENCIAL 1. Artigos científicos e técnicos Textos que tratam áreas específicas do saber, sendo normalmente escritos por especialistas, o

Leia mais

Construção de um WebSite. Luís Ceia

Construção de um WebSite. Luís Ceia Construção de um WebSite Para a construção de um WebSite convém ter-se uma planificação cuidada. Para tal podemos considerar seis etapas fundamentais: 1. Planeamento 2. Desenvolvimento de Conteúdos 3.

Leia mais

3.º e 4.º Anos de Escolaridade Competências Conteúdos Sugestões metodológicas Articulações

3.º e 4.º Anos de Escolaridade Competências Conteúdos Sugestões metodológicas Articulações Introdução ao Ambiente de Trabalho 3.º e 4.º Anos de Escolaridade Distinguir hardware de software; Identificar os principais componentes físicos de um computador e as suas funções; Reconhecer os principais

Leia mais

Oficina de Multimédia B. ESEQ 12º i 2009/2010

Oficina de Multimédia B. ESEQ 12º i 2009/2010 Oficina de Multimédia B ESEQ 12º i 2009/2010 Conceitos gerais Multimédia Hipertexto Hipermédia Texto Tipografia Vídeo Áudio Animação Interface Interacção Multimédia: É uma tecnologia digital de comunicação,

Leia mais

Professor Paulo Lorini Najar

Professor Paulo Lorini Najar Microsoft PowerPoint O Microsoft PowerPoint é uma ferramenta ou gerador de apresentações, palestras, workshops, campanhas publicitárias, utilizados por vários profissionais, entre eles executivos, publicitários,

Leia mais

Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO?

Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO? Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO? Saber se o email é mais ou menos apropriado para o seu negócio depende do tipo de produto ou serviço que vende,

Leia mais

UFCD 0152 Estrutura de um sítio para Internet

UFCD 0152 Estrutura de um sítio para Internet INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, IP DELEGAÇÃO REGIONAL DO NORTE CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE VIANA DO CASTELO-SERVIÇO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL UFCD 0152 Estrutura de um sítio

Leia mais

GetResponse para usuários internacionais

GetResponse para usuários internacionais Guia rápido sobre... GetResponse para usuários internacionais Neste guia... GetResponse facilita a comunicação internacional. Saiba como criar mensagens em vários idiomas usando caracteres internacionais.

Leia mais

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação

Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 - Informática Aula 5 Microsoft PowerPoint 2003: Criando uma Apresentação 1 Introdução ao Microsoft PowerPoint

Leia mais

LEONARDO DA VINCI PROGRAMME

LEONARDO DA VINCI PROGRAMME Anexo C ao Módulo C3 MANUAL DO FORMANDO Página 1 de 13 PLANEAMENTO DE RECURSOS PARA A ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS DESCRIÇÃO GERAL DO MÓDULO Para produzir um evento, os organizadores contam com a utilização

Leia mais

Relatório Final sobre a disciplina de Inteligência Artificial

Relatório Final sobre a disciplina de Inteligência Artificial Relatório Final sobre a disciplina de Inteligência Artificial Curso: Engenharia Informática UNTL Disciplina: Inteligência Artificial Ano: 2005 Trimestre: Janeiro- Março Docente: Eugénio Oliveira 1. Introdução

Leia mais

3 Acrescentar Recursos

3 Acrescentar Recursos 2010 1 publicar o nome, sua descrição, a data de publicação, a duração e sua repetição. Funcionará como a agenda do professor, a qual os estudantes não terão acesso. Para finalizar, selecione o Tipo de

Leia mais

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil Richard Uchôa C. Vasconcelos CEO LEO Brasil O tema hoje é engajamento, vamos falar de dez maneiras de engajar o público em treinamentos a distância. Como vocês podem ver, toda a minha apresentação está

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

Objectivos. Conteúdos. Criar documentos em hipertexto. Desenvolver e alojar um site na Internet.

Objectivos. Conteúdos. Criar documentos em hipertexto. Desenvolver e alojar um site na Internet. CÓDIGO UFCD: 0768 Criação de Sites Web (50h) Objectivos Criar documentos em hipertexto. Desenvolver e alojar um site na Internet. Conteúdos Introdução à Hyper Text Markup Language Elaboração de documentos

Leia mais

A Internet 7 Criação de Páginas Web

A Internet 7 Criação de Páginas Web 7 - Criação de Páginas Web A Internet A Internet Empresas, instituições e pessoas individuais estão cada vez mais interessadas não só em aceder ao imenso manancial de informação disponibilizado pela Internet

Leia mais

O jardim de infância. Informações destinadas aos pais. na região de língua alemã do cantão de Berna. Direcção da Instrução Pública do Cantão de Berna

O jardim de infância. Informações destinadas aos pais. na região de língua alemã do cantão de Berna. Direcção da Instrução Pública do Cantão de Berna O jardim de infância na região de língua alemã do cantão de Berna Informações destinadas aos pais Direcção da Instrução Pública do Cantão de Berna Ficha técnica: Edição e Copyright: Direcção da Instrução

Leia mais

A primeira impressão é a que fica

A primeira impressão é a que fica A primeira impressão é a que fica Cartão de Visita Prof. Maikon Malaquias Cartão de Visitas Imprima na gráfica. Ninguém com mais de 13 anos deve usar cartões impressos em casa, a não ser que seja um profissional

Leia mais

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugerimos, para elaborar a monografia de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que o aluno leia atentamente essas instruções. Fundamentalmente,

Leia mais

Universidade Federal da Grande Dourados COIN Coordenadoria de Informática DSI - Divisão de Sistemas da Informação. Manual de atendimento ao usuário

Universidade Federal da Grande Dourados COIN Coordenadoria de Informática DSI - Divisão de Sistemas da Informação. Manual de atendimento ao usuário Universidade Federal da Grande Dourados COIN Coordenadoria de Informática DSI - Divisão de Sistemas da Informação Manual de atendimento ao usuário 1. Introdução e objetivos Este documento em forma de manual

Leia mais

Microsoft PowerPoint. Prof. Rafael Vieira

Microsoft PowerPoint. Prof. Rafael Vieira Microsoft PowerPoint Prof. Rafael Vieira Características do Microsoft PowerPoint O que é? Éuma aplicação utilizada sobretudo para criar apresentações Permite utilizar animação, efeitos de transição entre

Leia mais

Rápidos e eficazes para criar conteúdo de apresentações

Rápidos e eficazes para criar conteúdo de apresentações Rápidos e eficazes para criar conteúdo de apresentações Diagnóstico Qual seu real objetivo com a apresentação? Ou seja, o que você quer que sua audiência pense, sinta e faça ao final da sua apresentação?

Leia mais

METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ

METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ METODOLOGIA CIENTÍFICA PATRÍCIA ALVAREZ RUIZ SEMINÁRIO SEMINÁRIO Seminário é o lugar onde germinam as idéias lançadas. (MINICUCCI, 1987, p.221) Consiste em buscar informações, por meio de pesquisa bibliográfica

Leia mais