Subtítulo da Apresentação

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Subtítulo da Apresentação"

Transcrição

1 Subtítulo da Apresentação

2 MOTIVAÇÃO

3 METODOLOGIA 15 cidades analisadas Análise do valor médio dos imóveis cadastrados no VivaReal 15 cidades + 1,8 mi Maior Base de imóveis entre os portais Análise de Intenção de Compra e Aluguel com base nos contatos realizados no Portal 3

4 METODOLOGIA + 10 milhões de visitas mensais + 15 mil anunciantes milhões de contatos mensais 15 escritórios 4

5 DADOS MACRO

6 Dados Macro PIB Crescimento do PIB (%) Brasil 7,5 6,1 5,2 2,7 2,5-0, Previsão 2015 Fonte: World Bank e FMI 1,0 0,2-1,5 O crescimento ocorrido em 2013 (de 2,5%) não se manteve em 2014 e será negativo em Dezembro de

7 Dados Macro INFLAÇÃO E JUROS % Inflação IPCA Nacional % Taxa Selic Anual ,60% ,00% ,40% ,25% ,20% ,00% ,40% ,75% 2015* 8,97% 2015* 14,25% Fonte: World Bank Fonte: Banco Central 2015*: Previsão até Dezembro de 2015; IPCA em 22/07/2015: 13,75% Houve aumento da taxa de inflação, assim como da taxa Selic em O mesmo aumento ocorrerá até Dezembro de

8 Dados Macro NÚMERO DE FINANCIAMENTOS Nº FINANCIAMENTOS (.000) R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 nov/14 dez/14 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 mai/15 Unidades Valores (R$ Milhões) Após as mudanças na regra de financiamento entre Abril e Maio de 2015, houve queda nas unidades e valores de financiamento Ao comparar Maio de 2014 com o mesmo mês em 2015, houve queda de 56% nas unidades e 42,3% nos valores Fonte: Abecip 8

9 INDICADORES QUE IMPACTAM POSITIVAMENTE A DEMANDA POR IMÓVEIS NO PAÍS

10 Dados Macro POPULAÇÃO POR CLASSES % 10% 41% 15% 30% 38% 54% 49% 55% D/E C A/B Aumento da renda da população, que causa o crescimento das classes A/B e também da classe C. Fonte: IBGE 10

11 Dados Macro FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS Financiamento de imóveis (% PIB) % % % % % % % 2015 (Até Abr) 10% Alguns fatores ajudaram na expansão do financiamento imobiliário no país, entre eles a ascensão da Classe C, o aumento do percentual de empregos formais e a estratégia de expansão das principais instituições financeiras do país. Fonte: Secovi 11

12 Crédito imobiliário no PIB (%) Por País Reino Unido ,6% EUA ,1% Alemanha ,2% África do Sul 2013 Chile ,0% 18,9% México 2013 Brasil 2014 Rússia ,8% 9,8% 9,0% Porém, apesar do crescimento nos últimos anos, o crédito imobiliário é relativamente baixo quando comparado ao PIB do país. Fonte: Abecip 12

13 MERCADO IMOBILIÁRIO 2015

14 Mercado PREÇO DE VENDA BRASIL Var %: +5,83% IPCA NAC: 8,64% ,40% 5,83% ,0% 6,0% 5,0% 4,0% 2,16% 1,63% 2,85% 1,91% 2,90% 1,28% 3,0% 2,0% 1,0% -0,94% -0,37% 0,0% -1,0% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT Valor m² Venda Var% -2,0% Apesar da valorização de preços por m², houve queda de variação percentual desde o terceiro trimestre de Já em 2015, houve aumento na valorização durante o primeiro trimestre e nova queda no último período. 14

15 20,5 0 20,0 0 19,5 0 19,0 0 18,5 0 18,0 0 17,5 0 3,5 % 3,0 % 2,5 % 2,0 % 1,5 % 1,0 % 0,5 % 0,0 % -0,5% -1,0% -1,5% -2,0% Mercado PREÇO DE ALUGUEL BRASIL Var %: +1,93% IGP-M NAC: 5,58% 18,43 2,12% 18,82 18,57 1,72% 18,89 2,91% 19,44 19,67 1,18% 19,97 1,53% 1,93% 19,86 20,00 20,05 0,70% 0,25% -0,55% -1,33% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT Valor m² Aluguel Var%...O mesmo aconteceu com imóveis para aluguel no país, com queda na variação percentual no último trimestre de 2014 e recuperação em 2015, porém abaixo do IGP-M no período. 15

16 Preço médio por cidade Venda 2ºT15 Brasília Rio de Janeiro São Paulo Recife Vitória Santos RM São Paulo* Média Brasil Salvador Florianópolis Porto Alegre Campinas Curitiba Belo Horizonte Fortaleza Goiânia Ribeirão Preto R$7.125 R$6.885 R$6.029 R$5.304 R$4.982 R$4.862 R$4.810 R$4.789 R$4.714 R$4.605 R$4.531 R$4.470 R$4.400 R$4.135 R$3.839 R$3.648 R$8.274 Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo são as cidades com valor de venda mais alto do país. *RM SÃO PAULO: ABC, Barueri, Guarulhos e Osasco 16

17 Preço médio por cidade Aluguel 2ºT 2015 Rio de Janeiro São Paulo Brasília Santos Recife Salvador RM São Paulo* Porto Alegre Média Brasil Campinas Florianópolis Vitória Belo Horizonte Ribeirão Preto Curitiba Goiânia Fortaleza R$29,17 R$26,32 R$24,07 R$22,47 R$21,86 R$20,05 R$20,00 R$18,95 R$18,66 R$17,14 R$16,67 R$16,21 R$15,55 R$13,33 R$36,84 R$34,40 R$41,30 A ordem destas três cidades é invertida no preço de aluguel, por m², onde Rio de Janeiro é a cidade mais cara e Brasília a terceira. *RM SÃO PAULO: ABC, Barueri, Guarulhos e Osasco 17

18 Mercado TEMPO DE COMPRA / ALUGUEL Cidade Venda por m² (R$) Aluguel por m² (R$) Tempo para aluguel equivalente à compra do imóvel (anos) Taxa de Compra- Aluguel de Imóveis Santos R$ R$ 29, ,0% Rio de Janeiro R$ R$ 41, ,0% São Paulo R$ R$ 36, ,4% Salvador R$ R$ 24, ,0% Porto Alegre R$ R$ 21, ,7% RM São Paulo* R$ R$ 22, ,5% Ribeirão Preto R$ R$ 16, ,5% Campinas R$ R$ 20, ,3% Recife R$ R$ 26, ,2% Média Brasil R$ R$ 20, ,0% Brasília R$ R$ 34, ,0% Goiânia R$ R$ 15, ,9% Florianópolis R$ R$ 18, ,8% Belo Horizonte R$ R$ 17, ,7% Curitiba R$ R$ 16, ,4% Vitória R$ R$ 18, ,2% Fortaleza R$ R$ 13, ,9% 18

19 2,12% 1,98% 1,54% 1,30% 1,28% Mercado VA R I A Ç Ã O D E P R E Ç O V E N D A X I N F L A Ç Ã O N A C I O N A L 1 º T r i x 2 º T r i ,24% IPCA 2T15 Acumulado: 2,29% 0,98% 0,90% 0,88% 0,82% 0,70% 0,44% 0,09% -0,18% -0,74% -1,50% -3,64% Somente Fortaleza valorizou mais de 2,29% no segundo trimestre, acima de inflação IPCA. Já a cidade de São Paulo ficou 1,39 p.p abaixo da inflação e a RM São Paulo 1,47 p.p. *RM SÃO PAULO: ABC, Barueri, Guarulhos e Osasco 19

20 6,81% 6,18% 5,83% 5,79% 5,35% 5,02% Mercado VA R I A Ç Ã O D E P R E Ç O V E N D A X I N F L A Ç Ã O N A C I O N A L 2 º T r i x 2 º T r i ,93% 12,72% 12,23% 9,77% IPCA 2T14 a 2T15 Acumulado: 8,89% 4,23% 4,21% 3,88% 2,84% 2,02% 1,30% 0,60% Vitória, Curitiba, Goiânia e Florianópolis valorizaram mais de 8,89% entre o segundo trimestre de 2014 e o mesmo período de Já a cidade de São Paulo ficou 2,71 p.p abaixo da inflação do período e a RM São Paulo 3,87 p.p 20

21 ,5 % 4,0 % 3,5 % 3,0 % 2,5 % 2,0 % 1,5 % 1,0 % 0,5 % 0,0 % Mercado VA R I A Ç Ã O D E V E N D A S Ã O PA U L O Var %: +6,18% IPCA NAC: 8,89% ,97% ,18% 6,18% ,81% 1,92% 2,16% 0,62% 1,00% 1,34% 0,90% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT A instabilidade na variação dos preços em 2014 e 2015 fez São Paulo ser a 6º maior valorização do país no período. Sua valorização se manteve abaixo do índice de inflação nacional. 21

22 ,0 0% 2,5 0% 2,0 0% 1,5 0% 1,0 0% 0,5 0% 0,0 0% Mercado VA R I A Ç Ã O D E V E N D A R M S Ã O PA U L O Var %: +5,02% IPCA NAC: 8,89% 2,72% 5,02% ,54% 1,58% ,00% 0,82% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT Valor m² Venda Var% A baixa valorização trimestral dos preços fez a RM São Paulo valorizar 5,02% no último ano, abaixo do IPCA no período. 22

23 Mercado VA R I A Ç Ã O D E P R E Ç O A L U G U E L X I N F L A Ç Ã O 1 º Tr i x 2 º Tr i ,68% 3,66% 2,12% 2,04% 1,78% IGP-M 2T15 Acumulado: 1,91% 0,88% 0,69% 0,25% 0,22% 0,00% -0,02% -0,11% -1,31%-1,42% -2,04% -2,29% -3,64% Em aluguéis, somente 4 cidades valorizaram acima da inflação no último trimestre. São Paulo cresceu muito abaixo da inflação e a RM São Paulo desvalorizou no período. *RM SÃO PAULO: ABC, Barueri, Guarulhos e Osasco 23

24 Mercado VA R I A Ç Ã O D E P R E Ç O A L U G U E L X I N F L A Ç Ã O 2 º Tr i x 2 º Tr i ,68% 9,30% 6,67% 6,40% 5,82% 5,27% 3,72% 3,61% IPCA 2T14 a 2T15 Acumulado: 5,58% 2,08% 1,93% 1,67% 1,67% 0,89% 0,46% -3,70% -4,76% -7,43% 5 cidades valorizaram mais de 5,58% entre o segundo trimestre de 2014 e o mesmo período de 2015, entre elas São Paulo. Já a RM São Paulo foi a oitava maior valorização das cidades analisadas. *RM SÃO PAULO: ABC, Barueri, Guarulhos e Osasco 24

25 38,0 0 37,0 0 36,0 0 35,0 0 34,0 0 33,0 0 32,0 0 31,0 0 30,0 0 29,0 0 4,0 % 3,5 % 3,0 % 2,5 % 2,0 % 1,5 % 1,0 % 0,5 % 0,0 % -0,5% Mercado VA R I A Ç Ã O D E A L U G U E L S Ã O PA U L O 5,82% Var %: +5,82% IGP-M: 5,58% 3,45% 35,71 35,90 36,76 36,84 31,82 2,62% 32,65 2,08% 33,33 34,48 34,85 34,81 1,06% 2,58% 2,42% -0,10% 0,51% 0,21% 1ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT Valor m² Aluguel Var% São Paulo apresentou instabilidades nas variações entre os períodos, porém sempre com variações positivas. 25

26 23,0 0 22,5 0 22,0 0 21,5 0 21,0 0 20,5 0 20,0 0 3,0 0% 2,5 0% 2,0 0% 1,5 0% 1,0 0% 0,5 0% 0,0 0% -0,50% Mercado VA R I A Ç Ã O D E A L U G U E L R M S Ã O PA U L O 3,61% Var %: +3,61% IGP-M: 5,58% 21,68 2,45% 22,21 22,37 22,49 22,47 20,95 21,01 0,29% 21,25 1,16% 21,53 1,31% 0,70% 0,73% 0,52% -0,11% 2ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT ºT Valor m² Aluguel Var% A baixa valorização entre o quarto trimestre de 2014 e o primeiro trimestre de 2015, além da desvalorização no segundo trimestre de 2015 fez com que a RM São Paulo fosse a oitava maior valorização das cidades analisadas. 26

27 ,5 0% 3,0 0% 2,5 0% 2,0 0% 1,5 0% 1,0 0% 0,5 0% 0,0 0% -0,50% -1,00% -1,50% -2,00% Mercado B A I R R O S M A I S C A R O S D E S Ã O PA U L O ,17% 1,54% 2,28% ,57% 0,50% -0,16% -0,42% -1,10% -1,30% -1,02% Vila Nova Conceição Jardim Europa Vila Gertrudes Jardim Luzitânia Cidade Monções Jardim Paulistano Itaim Bibi Jardim América Vila Olímpia Vila Uberabinha Valor Venda m² - Bairro Variação 2T15 x 1T15 Os 10 bairros mais caros de São Paulo estão concentrados nas Zonas Sul e Oeste 29

28 ,0 0% 2,0 0% 0,0 0% -2,00% -4,00% -6,00% -8,00% Mercado B A I R R O S M A I S C A R O S D A R M S Ã O PA U L O ,35% 2,47% 0,23% 0,08% ,15% ,38% 0,66% ,32% ,75% Jardim Zaira- Guarulhos Alphaville Conde II-Barueri Alphaville Industrial-Barueri Boa Vista-São Caetano do Sul Valor Venda m² - Bairro Tamboré-Barueri Centro-Osasco Jardim São Caetano-São Caetano do Sul Variação 2T15 x 1T15 Vila Boa Vista- Santo André Jardim-Santo André Dos 10 bairros mais caros da RM São Paulo, 3 são de Barueri. *RM SÃO PAULO: ABC, Barueri, Guarulhos e Osasco 31

29 25, 00% 20, 00% 15, 00% 10, 00% 5,0 0% 0,0 0% R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ 0 Mercado B A I R R O S M A I S VA L O R I Z A D O S D E S Ã O PA U L O 19,11% 17,96% 15,24% 14,13% 12,53% 10,41% 9,04% 7,56% 7,55% 7,46% R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ Itaim Paulista ZL Vila Invernada ZL Jardim Arpoador ZO Vila Cordeiro ZO Jardim Três Marias ZL Jardim Das Acácias ZS Jardim Virginia Bianca ZN Jardim Aeroporto ZS Vila Maria ZN Vila Independência ZL 4 dos 10 bairros que mais valorizaram na cidade, são da Zona Leste da cidade de São Paulo. 33

30 25, 00% 20, 00% 15, 00% 10, 00% 5,0 0% 0,0 0% R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ 0 Mercado B A I R R O S M A I S VA L O R I Z A D O S D A R M S Ã O PA U L O 21,02% 14,51% 12,98% 12,43% 12,19% 11,85% 10,20% 10,06% 9,04% R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ Vila Junqueira Santo André Padroeira Osasco Jardim Santo Alberto Santo André Vila Milton Guarulhos Vila Moreira Guarulhos Jardim Vila Galvao Guarulhos Santa Maria Santo André Jardim Santo Ignacio São Bernardo Continental Osasco Das cidades da RM São Paulo, Barueri não teve nenhum bairro que valorizou mais de 9% no período. *RM SÃO PAULO: ABC, Barueri, Guarulhos e Osasco 34

31 Mercado B A I R R O S M A I S P R O C U R A D O S D E S Ã O PA U L O ZONA VENDA ZONA ALUGUEL Zona Leste Zona Leste Zona Sul Centro Zona Sul Zona Leste Zona Norte Zona Oeste Zona Sul Zona Sul Itaquera Tatuapé Vila Mariana Bela Vista Morumbi Mooca Pirituba Butantã Ipiranga Saúde Centro Zona Sul Zona Oeste Zona Leste Zona Leste Zona Norte Zona Oeste Zona Sul Zona Oeste Zona Leste Bela Vista Vila Mariana Butantã Mooca Tatuapé Casa Verde Pinheiros Moema Pirituba Itaquera 35

32 Mercado B A I R R O S M A I S P R O C U R A D O S D A R M B R A S I L CIDADE VENDA CIDADE ALUGUEL Barueri Alphaville Barueri Alphaville São Bernardo do Campo Rudge Ramos Osasco Quitauna Santo André Campestre Osasco Bela Vista São Bernardo do Campo Baeta Neves São Bernardo do Campo Assunção Barueri Jardim Tupanci Barueri Jardim Tupanci Guarulhos Vila Augusta São Bernardo do Campo Pauliceia São Caetano do Sul Santa Paula São Caetano do Sul Santa Paula São Bernardo do Campo Centro São Bernardo do Campo Assunção São Bernardo do Campo Nova Petrópolis Guarulhos Guarulhos Osasco Centro Ponte Grande Veloso *RM SÃO PAULO: ABC, Barueri, Guarulhos e Osasco 36

33 OFERTA VS DEMANDA

34 Mercado O F E R TA e D E M A N D A - B R A S I L Metragem Venda No país, 63% das pessoas procuram por imóveis até 100 m², enquanto sua oferta é de 49%. 38

35 Mercado O F E R TA e D E M A N D A S Ã O PA U L O Metragem Venda Em São Paulo, 58% das pessoas procuram por imóveis até 100 m², enquanto 54% do mercado oferta imóveis acima de 101 m². 39

36 Mercado O F E R TA e D E M A N D A R M S Ã O PA U L O Metragem Venda Já na Região Metropolitana de São Paulo, 67% das pessoas procuram por imóveis até 100 m², enquanto sua oferta é de 55%. 40

37 Mercado O F E R TA e D E M A N D A - B R A S I L Nº Dormitórios Venda Em número de quartos, 53% das pessoas procuram imóveis de 1 e 2 dormitórios, enquanto 60% da oferta é de imóveis acima de 3 dormitórios. 41

38 Mercado O F E R TA e D E M A N D A S Ã O PA U L O Nº Dormitórios Venda Em São Paulo, 59% das pessoas procuram imóveis de 1 e 2 dormitórios, enquanto 63% da oferta é de imóveis acima de 3 dormitórios. 42

39 Mercado O F E R TA e D E M A N D A R M S Ã O PA U L O Nº Dormitórios Venda Já na RM São Paulo 56% das pessoas procuram imóveis de 1 e 2 dormitórios, enquanto 54% da oferta é de imóveis acima de 3 dormitórios. 43

40 Mercado O F E R TA e D E M A N D A - B R A S I L Faixa de Preço Venda 65% das pessoas procuram por imóveis até R$ 350 mil......porém 70% da oferta é de imóveis acima de R$ 351 mil. 44

41 Mercado O F E R TA e D E M A N D A S Ã O PA U L O Faixa de Preço Venda Em São Paulo, o mesmo movimento acontece, já que 49% das pessoas procuram por imóveis até R$ 350 mil e 87% da oferta é de imóveis acima de R$ 351 mil. 45

42 Mercado O F E R TA e D E M A N D A R M S Ã O PA U L O Faixa de Preço Venda Assim como RM São Paulo, 58% das pessoas procurando por imóveis até R$ 350 mil e 61% da oferta de imóveis acima de R$ 351 mil. 46

43 Mercado O F E R TA e D E M A N D A - B R A S I L Metragem Aluguel Em aluguel no país, 81% das pessoas procuram imóveis até 100 m² enquanto sua oferta é de 62%... 47

44 Mercado O F E R TA e D E M A N D A S Ã O PA U L O Metragem Aluguel Em São Paulo, 87% das pessoas procuram imóveis até 100 m² enquanto sua oferta é de 63%. 48

45 Mercado O F E R TA e D E M A N D A R M S Ã O PA U L O Metragem Aluguel Assim como na RM São Paulo, com 87% da demanda em imóveis até 100 m² enquanto sua oferta é de 69%. 49

46 Mercado O F E R TA e D E M A N D A - B R A S I L Nº Dormitórios Aluguel Em número de quartos, o percentual de oferta e demanda de imóveis de 1 quarto aumenta significativamente de 6% em venda para 21% e 26% em aluguel, respectivamente... 50

47 Mercado O F E R TA e D E M A N D A S Ã O PA U L O Nº Dormitórios Aluguel Em São Paulo, 80% das pessoas procuram alugar imóveis de até 2 dormitórios, enquanto sua oferta representa 58%. 51

48 Mercado O F E R TA e D E M A N D A R M S Ã O PA U L O Nº Dormitórios Aluguel Na RM São Paulo, 78% das pessoas procuram imóveis de até 2 dormitórios, enquanto sua oferta é de 57%. 52

49 PERSPECTIVAS DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM 2015

50 Pesquisa P E R S P E C T I VA S PA R A M E R C A D O F E V E R E I R O D E Comparado a 2014, em 2015 como você acredita que se comportará o preço dos imóveis residenciais? Venda Aluguel 54

51 MUDANÇA NO FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS DESDE ABRIL DE 2015 Fonte: Folha de São Paulo 55

52 Pesquisa F I N A N C I A M E N T O D E I M Ó V E I S Como mudança na regra de financiamento impactou a busca por imóvel do consumidor? Depois da mudança no financiamento, busco imóveis mais baratos 45% Mesmo com a mudança no financiamento, continuo buscando imóveis com a mesma faixa de preço 25% Depois da mudança no financiamento, parei de procurar imóveis 22% Depois da mudança no financiamento, pretendo pagá-lo durante mais tempo, comparado com antes Depois da mudança no financiamento, procuro imóveis somente para aluguel 3% 5% 56

53 CONCLUSÕES

54 CONCLUSÕES Expectativa de desaceleração dos preços, mas com grande variação regional. A demanda por imóveis depende de indicadores macroeconômicos, como aumento de renda no país. Mudança de regras no financiamento impactará na participação do financiamento imobiliário (%) no PIB, assim como a demanda por imóveis Desalinhamento entre oferta e demanda tende a se reduzir em longo prazo. Continuação dos investimento governamentais em habitação. 58

55 PERGUNTAS?

Índice DMI-VivaReal aponta Curitiba e Florianópolis como capitais com maior alta no valor do m² para compra de imóvel

Índice DMI-VivaReal aponta Curitiba e Florianópolis como capitais com maior alta no valor do m² para compra de imóvel Índice DMI-VivaReal aponta Curitiba e Florianópolis como capitais com maior alta no valor do m² para compra de imóvel Análise realizada em 15 cidades mostra que em nove delas houve variação de preços acima

Leia mais

Subtítulo da Apresentação

Subtítulo da Apresentação Subtítulo da Apresentação MOTIVAÇÃO METODOLOGIA 15 cidades analisadas Análise do valor médio dos imóveis cadastrados no VivaReal 15 cidades + 1,8 mi Maior Base de imóveis entre os portais Análise de Intenção

Leia mais

30 cidades analisadas

30 cidades analisadas MOTIVAÇÃO Metodologia 30 cidades analisadas Análise do valor médio dos imóveis cadastrados no VivaReal + 2 mi Maior Base de imóveis entre os portais Análise de Intenção de Compra e Aluguel com base nos

Leia mais

Agenda. Mapa de Preços do ZAP. Índice FipeZap novos dados do mercado. painel.fipezap.com.br

Agenda. Mapa de Preços do ZAP. Índice FipeZap novos dados do mercado. painel.fipezap.com.br Agenda painel.fipezap.com.br Agenda Mapa de Preços do ZAP Índice FipeZap novos dados do mercado Mapa de Preços Índice FipeZap Novos dados Agenda 1 2 3 4 5 Introdução Índice FipeZap: novas cidades Evolução

Leia mais

DMI-VivaReal. Dados do Mercado Imobiliário 2013

DMI-VivaReal. Dados do Mercado Imobiliário 2013 DMI-VivaReal Dados do Mercado Imobiliário 2013 Dados do Mercado Imobiliário 2013 Sumário Metodologia 7 Contexto da Macroeconomia Brasileira 10 Dados do Mercado Imobiliário no Brasil em 2013 12 São Paulo

Leia mais

Preço dos imóveis mantém trajetória de queda em abril

Preço dos imóveis mantém trajetória de queda em abril Preço dos imóveis mantém trajetória de queda em abril Índice FipeZap Ampliado tem nova queda real O Índice FipeZap, que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20 cidades brasileiras, registrou aumento

Leia mais

Barômetro do Mercado Imobiliário. Preço dos imóveis em São Paulo desacelera no primeiro semestre

Barômetro do Mercado Imobiliário. Preço dos imóveis em São Paulo desacelera no primeiro semestre Barômetro do Mercado Imobiliário - São Paulo, Junho 2013 O Barômetro do Mercado Imobiliário em São Paulo é o mais ágil e confiável indicador do mercado imobiliário que acompanha a evolução dos preços de

Leia mais

Índice FipeZap de Preços de Imóveis Anunciados - Março/2011 http://www.zap.com.br/imoveis/fipe-zap http://www.fipe.org.br/web/indices/fipezap

Índice FipeZap de Preços de Imóveis Anunciados - Março/2011 http://www.zap.com.br/imoveis/fipe-zap http://www.fipe.org.br/web/indices/fipezap Índice FipeZap registra variação de 2,4% em março e 6,4% no primeiro trimestre; Preço do m 2 anunciado em São Paulo ultrapassa R$ 5.000 pela primeira vez A variação do Índice FipeZap Composto em março/2011

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO MAIO DE 2015

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO MAIO DE 2015 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO MAIO DE 2015 Os aluguéis das casas e apartamentos no mês de maio permaneceram estáveis em relação aos valores de abril. Em relação

Leia mais

Barômetro do Mercado Imobiliário

Barômetro do Mercado Imobiliário Barômetro do Mercado Imobiliário - São Paulo, Janeiro 2013 - Agente Imóvel apresenta o Barômetro de Mercado Imobiliário em São Paulo. Este relatório tem o objetivo de exibir o overview do mercado imobiliário

Leia mais

A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo. Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP

A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo. Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP Momento Econômico Atual Indicadores Econômicos Taxa de Desemprego (média) Medo Desemprego 11,5% 97,50

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014.

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014. PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014. O mercado de contratos novos de locação residencial realizados em junho na cidade de São Paulo registrou variação de

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2014

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2014 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2014 Os contratos novos de aluguéis de casas e de apartamentos na capital paulista subiram em média 0,6% em novembro relativamente

Leia mais

Aumento do preço dos imóveis perdeu força novamente em agosto

Aumento do preço dos imóveis perdeu força novamente em agosto Aumento do preço dos imóveis perdeu força novamente em agosto Variação do preço anunciado do m 2 é de 4,8% em 2014 na média de 20 cidades, ligeiramente acima da inflação O Índice FipeZap Ampliado, que

Leia mais

Tendências e Perspectivas Painel FipeZAP 2015

Tendências e Perspectivas Painel FipeZAP 2015 MERCADO IMOBILIÁRIO BRASILEIRO Tendências e Perspectivas Painel FipeZAP 2015 VARIAÇÃO EM 12 MESES REGIÃO ABC 30% 25% 20% IPCA (IBGE) Índice FipeZap Ampliado (20 cidades) Santo André São Bernardo do Campo

Leia mais

DMI-VivaReal. Dados do Mercado Imobiliário 2013

DMI-VivaReal. Dados do Mercado Imobiliário 2013 DMI-VivaReal Dados do Mercado Imobiliário 2013 Dados do Mercado Imobiliário 2013 Metodologia Este é o primeiro relatório sobre o mercado imobiliário produzido pelo VivaReal. O objetivo deste relatório

Leia mais

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário

Boletim Econômico e do Setor Portuário. Sumário Boletim Econômico e do Setor Portuário Junho de 2014 Sumário Indicadores da Economia Nacional... 2 O Produto Interno Bruto PIB no primeiro trimestre de 2014... 2 Os Índices de Inflação... 3 O Mercado de

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JANEIRO DE 2015 5,3 3,8 3,5

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JANEIRO DE 2015 5,3 3,8 3,5 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JANEIRO DE 2015 No primeiro mês de 2015, os aluguéis registraram alta de 0,4%, comparado com o mês anterior. Considerando o comportamento

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015 No mês de novembro, os valores médios observados caíram 0,1%, em relação ao mês anterior. No acumulado de 12 meses,

Leia mais

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014

Nota de Crédito PJ. Janeiro 2015. Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 Nota de Crédito PJ Janeiro 2015 Fonte: BACEN Base: Novembro de 2014 mai/11 mai/11 Carteira de Crédito PJ não sustenta recuperação Após a aceleração verificada em outubro, a carteira de crédito pessoa jurídica

Leia mais

Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP

Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015 Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Mercado Imobiliário Brasileiro - VGL 2011-7% 2012 13% 2013 R$ 85,6 bilhões R$ 79,7 bilhões R$ 90,4 bilhões

Leia mais

Preço médio de imóveis residenciais em São Paulo Agosto 2015

Preço médio de imóveis residenciais em São Paulo Agosto 2015 Preço médio de imóveis residenciais em São Paulo Agosto 2015 Crédito foto: Lucas B. Salles, 2008, Wikipedia (https://en.wikipedia.org/wiki/file:edif%c3%adcio_copan,_sp.jpg) Introdução Cenário macro econômico

Leia mais

Barômetro do Mercado Imobiliário. Valorização dos preços dos imóveis é de 6,8% no 1º trimestre de 2013

Barômetro do Mercado Imobiliário. Valorização dos preços dos imóveis é de 6,8% no 1º trimestre de 2013 Barômetro do Mercado Imobiliário - São Paulo, Março 2013 O Barômetro do Mercado Imobiliário em São Paulo é o mais novo, ágil e confiável indicador do mercado imobiliário que acompanha a evolução dos preços

Leia mais

Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de até 269,09%

Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de até 269,09% Balanço 2010 - CRECISP Aluguel/Venda residencial Imóveis usados Cidade de São Paulo Aluguel residencial aumenta até 146,43% Vendas crescem 29,26% em dezembro e imóvel usado fecha 2010 com valorização de

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO AGOSTO DE 2013

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO AGOSTO DE 2013 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO AGOSTO DE 2013 As pessoas que procuraram moradias para alugar em agosto de 2013 encontraram locações com valores mais altos em relação

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL

RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL ANÁLISE COMPARATIVA RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2012 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica

Leia mais

Panorama do Mercado Imobiliário. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP

Panorama do Mercado Imobiliário. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Panorama do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Município de São Paulo Lançamentos Residenciais Mun. de São Paulo Mil Unidades Média = 31,7 22,6 24,9 25,7 39,0 34,5 31,6 38,2

Leia mais

Situação da economia e perspectivas. Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC)

Situação da economia e perspectivas. Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC) Situação da economia e perspectivas Gerência-Executiva de Política Econômica (PEC) Recessão se aprofunda e situação fiscal é cada vez mais grave Quadro geral PIB brasileiro deve cair 2,9% em 2015 e aumentam

Leia mais

Tabela 1 - OPERACOES DE CREDITO (milhões de R$) Ano I Nov/13. Fonte: ESTBAN, Banco Central do Brasil

Tabela 1 - OPERACOES DE CREDITO (milhões de R$) Ano I Nov/13. Fonte: ESTBAN, Banco Central do Brasil De acordo com a Estatística Bancária por Município (ESTBAN), divulgada pelo Banco Central, o saldo das operações de crédito, em agosto desse ano, chegou a R$ 2,320 trilhões no país, um crescimento de 10,9%

Leia mais

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria de Programas Habitacionais da Nossa Caixa/Nosso Banco;

Leia mais

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010 Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL Outubro de 2010 Aviso Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas

Leia mais

Região Metropolitana de S. Paulo

Região Metropolitana de S. Paulo Pauta Quais são os imóveis mais desejados para compra? Região RMSP (Região Metropolitana de São Paulo) Solicitante (empresa) ZAP Fonte Inteligência de Mercado ZAP Data 28/07/2017 A. Objetivo da pesquisa

Leia mais

ANÁLISE. Oferta cai para imóveis residenciais e comerciais

ANÁLISE. Oferta cai para imóveis residenciais e comerciais PESQUISA ALUGUÉIS Belo Horizonte Outubro de 2009 A Pesquisa ALUGUÉIS levanta as características determinantes dos imóveis disponíveis para alugar em Belo Horizonte a partir de uma amostra das principais

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC abril 2014

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC abril 2014 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC abril 2014 Rio de Janeiro, 09 de maio de 2014 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Abril 2014 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS

Leia mais

Comércio Exterior BOLETIM. Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Luciano Nakabashi Marcos Hitoshi Endo e Marina Cassiano Ribeiro

Comércio Exterior BOLETIM. Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Luciano Nakabashi Marcos Hitoshi Endo e Marina Cassiano Ribeiro Em fevereiro de 215, o Brasil apresentou um déficit na balança comercial de, aproximadamente, US$ 2,8 bilhões. No acumulado dos últimos 12 meses, o montante é um déficit de US$ 3,8 bilhões (Figura 1),

Leia mais

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 SUMÁRIO Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita de

Leia mais

Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV

Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV Bolha imobiliária: realidade ou ficção? Marcelo Barros, economista, professor da FBV Antônio Pessoa, economista, professor da FBV Las Vegas - EUA Barro Recife/PE Qual é o imóvel mais caro? Fonte: Blog

Leia mais

PESQUISA ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - DEZEMBRO DE 2013 -

PESQUISA ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - DEZEMBRO DE 2013 - PESQUISA DE ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - - Pesquisa de Aluguéis de Imóveis em Goiânia Índice Apresentação... pág. 02 Objetivo... pág. 02 Metodologia... pág. 02 Contratos reajustados e indicadores econômicos...

Leia mais

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 DEZEMBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS DEZEMBRO 20 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

PESQUISA ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - MARÇO DE 2013 -

PESQUISA ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - MARÇO DE 2013 - PESQUISA DE ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - - Pesquisa de Aluguéis de Imóveis em Goiânia Índice Apresentação... pág. 02 Objetivo... pág. 02 Metodologia... pág. 02 Contratos reajustados e indicadores econômicos...

Leia mais

PESQUISA ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - AGOSTO DE 2013 -

PESQUISA ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - AGOSTO DE 2013 - PESQUISA DE ALUGUÉIS DE IMÓVEIS EM GOIÂNIA - - Pesquisa de Aluguéis de Imóveis em Goiânia Índice Apresentação... pág. 02 Objetivo... pág. 02 Metodologia... pág. 02 Contratos reajustados e indicadores econômicos...

Leia mais

O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander.

O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander. ANÁLISE COMPARATIVA RELATÓRIO ANUAL DE TAXAS DE JUROS / 2013 EMPRÉSTIMO PESSOAL E CHEQUE ESPECIAL O levantamento anual envolveu sete instituições financeiras: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 A exportação se consolida como perspectiva positiva para os próximos meses A Sondagem industrial, realizada junto a 162 indústrias catarinenses no mês de março, mostrou

Leia mais

Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis tem nova queda

Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis tem nova queda São Paulo, dezembro de 2004 Pesquisa CRECI-SP Imóveis usados/aluguel residencial Estado de São Paulo Outubro de 2004 Vendas de imóveis usados crescem no Estado pelo 3º mês consecutivo; aluguel de imóveis

Leia mais

Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais

Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais 1 São Paulo, 06 de julho de 2009. NOTA À IMPRENSA Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais Em junho, a Pesquisa Nacional da Cesta Básica, realizada pelo DIEESE - Departamento Intersindical

Leia mais

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999

O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 14 de maio de 2014 Indicador IFO/FGV de Clima Econômico da América Latina¹ O indicador do clima econômico piorou na América Latina e o Brasil registrou o indicador mais baixo desde janeiro de 1999 O indicador

Leia mais

Preço do imóvel continua valorizado no primeiro semestre do Rio e Zona Norte acompanha crescimento

Preço do imóvel continua valorizado no primeiro semestre do Rio e Zona Norte acompanha crescimento Barômetro do Mercado Imobiliário - Rio de Janeiro, Junho 2013 O Barômetro do Mercado Imobiliário no Rio de Janeiro é o mais ágil e confiável indicador do mercado imobiliário que acompanha a evolução dos

Leia mais

Indicadores SEBRAE-SP

Indicadores SEBRAE-SP Indicadores SEBRAE-SP Pesquisa de Conjuntura (resultados de julho de 2008) setembro/08 1 Principais destaques Em julho/08 as micro e pequenas empresas (MPEs) apresentaram queda de 3% no faturamento real

Leia mais

Cenários para mitigar riscos do mercado imobiliário baseados em estudo de demandas

Cenários para mitigar riscos do mercado imobiliário baseados em estudo de demandas Cenários para mitigar riscos do mercado imobiliário baseados em estudo de demandas Eng. Emmanuel Braz braz.emmanuel@gmail.com (61)8128-5709 Qual é a realidade do Mercado Imobiliário Brasileiro? Mercado

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2014

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2014 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2014 Rio de Janeiro, 08 de agosto de 2014 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Julho 2014 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Julho de 2015 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

Portal de Informações FEBRABAN. Módulo I Crédito

Portal de Informações FEBRABAN. Módulo I Crédito Portal de Informações FEBRABAN Módulo I Crédito Módulo de dados I: Crédito Sumário Este módulo de dados abrange as operações de crédito com recursos livres e direcionados (taxas de juros administradas)

Leia mais

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (INPC) E A CESTA BÁSICA JANEIRO/2011

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (INPC) E A CESTA BÁSICA JANEIRO/2011 1. INTRODUÇÃO O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) apresenta os resultados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor e a Cesta Básica para a Região Metropolitana de Fortaleza.

Leia mais

APRESENTAÇÃO NO INSTITUTO DO VAREJO

APRESENTAÇÃO NO INSTITUTO DO VAREJO APRESENTAÇÃO NO INSTITUTO DO VAREJO 18 de Agosto de 2006 Demian Fiocca Presidente do BNDES www.bndes.gov.br 1 BRASIL: NOVO CICLO DE DESENVOLVIMENTO Um novo ciclo de desenvolvimento teve início em 2004.

Leia mais

Matemática Financeira. Aula 03 Taxa Real de Juros

Matemática Financeira. Aula 03 Taxa Real de Juros Matemática Financeira Aula 03 Taxa Real de Juros Inflação É o fenômeno conhecido como o aumento persistente dos preços de bens e serviços Fatores: Escassez de produtos, déficit orçamentário, emissão descontrolada

Leia mais

Índice fipezap de preços de imóveis anunciados

Índice fipezap de preços de imóveis anunciados Preço médio de locação teve queda nominal de 3,34% em 2015 No mesmo período a inflação foi de 10,67%. Dessa maneira o preço médio de locação caiu 12,66% em termos reais no ano passado O Índice FipeZap

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Índice FipeZap amplia cobertura e passa a monitorar preços em 16 cidades; Seis delas tiveram queda real de preços em janeiro

Índice FipeZap amplia cobertura e passa a monitorar preços em 16 cidades; Seis delas tiveram queda real de preços em janeiro Índice FipeZap amplia cobertura e passa a monitorar preços em 16 cidades; Seis delas tiveram queda real de preços em janeiro A partir do mês de janeiro de 2013, o Índice FipeZap Ampliado passa a ser divulgado

Leia mais

Imovelweb Index SÃO PAULO RELATÓRIO MENSAL DEZEMBRO 2016

Imovelweb Index SÃO PAULO RELATÓRIO MENSAL DEZEMBRO 2016 Imovelweb Index SÃO PAULO RELATÓRIO MENSAL DEZEMBRO 2016 RESUMO 2016 PREÇO DE VENDA dos imóveis em São Paulo se manteve estável (+1.1%) em termos nominais. Em termos reais (contemplando a inflação) caiu

Leia mais

SONDAGEM ECONÔMICA DA AMÉRICA LATINA. Sondagem da América Latina

SONDAGEM ECONÔMICA DA AMÉRICA LATINA. Sondagem da América Latina SONDAGEM ECONÔMICA DA AMÉRICA LATINA Novembro, 2013 O QUE É A SONDAGEM IFO/FGV? Decisões econômicas são pautadas por avaliações a respeito da situação atual e na expectativa de comportamento futuro das

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2012

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2012 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2012 Rio de Janeiro, 08 de agosto de 2012 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR julho de 2012 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Agosto de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

TC BTOWERS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO CNPJ: 20.132.453/0001-89 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR

TC BTOWERS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO CNPJ: 20.132.453/0001-89 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR TC BTOWERS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO CNPJ: 20.132.453/0001-89 Ref.: Semestre Junho a Dezembro/2014 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR Em conformidade com o Art. 39 da Instrução CVM 472, de 31 de maio de

Leia mais

(com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009

(com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009 Relatório Febraban - Evolução do Crédito do Sistema Financeiro (com base na Nota do Banco Central do Brasil de 27-05-2009) Edição de 27 de Maio de 2009 Em Abril de 2009, operações de crédito atingiram

Leia mais

&(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6

&(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6 São Paulo, 02 de maio de 2005. &(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6 Apenas uma das 16 capitais onde o DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos realiza mensalmente a Pesquisa Nacional

Leia mais

OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS

OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS OS IMPACTOS MACROECONÔMICOS NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO: O QUE APRENDEMOS NAS DUAS ÚLTIMAS DÉCADAS José Aguiar Superintendente - Abecip Rio de Janeiro, 18 de Setembro de 2014 AGENDA: Overview Pilares do crescimento

Leia mais

Índice Ademi-ES - VivaReal Análise do Mercado Imobiliário Janeiro /2018

Índice Ademi-ES - VivaReal Análise do Mercado Imobiliário Janeiro /2018 Jan/ 2018 Índice Ademi-ES - VivaReal Análise do Mercado Imobiliário Janeiro /2018 Núcleo de Inteligência e Pesquisas ADEMI-ES Charles Bitencourt Gustavo Figueiredo Herman Scheneider Rachel Menezes Gava

Leia mais

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio

Panorama Econômico. Principais Fatos da Semana. 04 de Maio de 2015. Sumário. Acompanhamento De 27 de Abril a 01 de Maio Panorama Econômico 04 de Maio de 2015 Sumário Principais Fatos da Semana 1 Economia EUA 2 Economia Brasileira 3 Índices de Mercado 5 Calendário Semanal 5 Acompanhamento Principais Fatos da Semana Nos Estados

Leia mais

IMOVELWEB INDEX RELATÓRIO DE MERCADO SÃO PAULO. ABRIL 2019

IMOVELWEB INDEX RELATÓRIO DE MERCADO SÃO PAULO. ABRIL 2019 IMOVELWEB INDEX RELATÓRIO DE MERCADO SÃO PAULO. ABRIL 2019 RESUMO TENDÊNCIAS DESTACADAS VENDA PREÇOS ESTÁVEIS Os preços da cidade registraram uma média de R$5.997/m2, com baixa de 0.1% no mês. Em 2019

Leia mais

Aumento do preço dos imóveis desacelera pelo oitavo mês consecutivo

Aumento do preço dos imóveis desacelera pelo oitavo mês consecutivo Aumento do preço dos imóveis desacelera pelo oitavo mês consecutivo Variação acumulada em doze meses no preço do m 2 é a menor desde 2011; Em metade das cidades pesquisadas, aumento perde para a inflação

Leia mais

A Crise Internacional e os Desafios para o Brasil

A Crise Internacional e os Desafios para o Brasil 1 A Crise Internacional e os Desafios para o Brasil Guido Mantega Outubro de 2008 1 2 Gravidade da Crise Crise mais forte desde 1929 Crise mais grave do que as ocorridas nos anos 1990 (crise de US$ bilhões

Leia mais

Preço do m 2 perde para a inflação na maioria das cidades em novembro

Preço do m 2 perde para a inflação na maioria das cidades em novembro Preço do m 2 perde para a inflação na maioria das cidades em novembro Apenas 9 das 20 cidades pesquisadas têm aumento mensal superior ao esperado para a inflação O Índice FipeZap Ampliado, que acompanha

Leia mais

Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do SECOVI-SP. Coletiva de Imprensa 20/02/2018

Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do SECOVI-SP. Coletiva de Imprensa 20/02/2018 Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do SECOVI-SP Coletiva de Imprensa 20/02/2018 1 Economia 2 Principais indicadores econômicos PIB do Brasil - Taxa de crescimento no ano 7,5% 5,8% 6,1%

Leia mais

Índice Ademi-ES - VivaReal Análise do Mercado Imobiliário Outubro /2017

Índice Ademi-ES - VivaReal Análise do Mercado Imobiliário Outubro /2017 Índice Ademi-ES - VivaReal Análise do Mercado Imobiliário Outubro /2017 Núcleo de Inteligência e Pesquisas ADEMI-ES Charles Bitencourt Gustavo Figueiredo Herman Scheneider Rachel Menezes Gava Metodologia

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Outubro 008 PIB avança e cresce 6% Avanço do PIB no segundo trimestre foi o maior desde 00 A economia brasileira cresceu mais que o esperado no segundo trimestre, impulsionada

Leia mais

Cenário Econômico para 2014

Cenário Econômico para 2014 Cenário Econômico para 2014 Silvia Matos 18 de Novembro de 2013 Novembro de 2013 Cenário Externo As incertezas com relação ao cenário externo em 2014 são muito elevadas Do ponto de vista de crescimento,

Leia mais

SINCOR-SP 2016 ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS ABRIL 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

ETR PROPERTIES FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIARIO FII CNPJ 18.259.637/0001-62 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR

ETR PROPERTIES FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIARIO FII CNPJ 18.259.637/0001-62 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR ETR PROPERTIES FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIARIO FII CNPJ 18.259.637/0001-62 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR 1º SEMESTRE/2014 1 SUMÁRIO I. DESCRIÇÃO DOS NEGÓCIOS REALIZADOS NO SEMESTRE... 3 II. PROGRAMA DE

Leia mais

Dificuldade no acesso ao crédito é disseminada na construção

Dificuldade no acesso ao crédito é disseminada na construção SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Informativo da Confederação Nacional da Indústria Ano 5 Número 6 Junho de 2014 www.cni.org.br ISSN 2317-7322 Destaques ANÁLISE ECONÔMICA Falta de crédito dificulta recuperação

Leia mais

As mudanças estruturais da economia brasileira. Henrique de Campos Meirelles

As mudanças estruturais da economia brasileira. Henrique de Campos Meirelles As mudanças estruturais da economia brasileira Henrique de Campos Meirelles Julho de 20 Inflação 18 16 14 12 8 6 4 2 IPCA (acumulado em doze meses) projeção de mercado 0 03 06 11 Fontes: IBGE e Banco Central

Leia mais

Indústria. Prof. Dr. Rudinei Toneto Júnior Renata de Lacerda Antunes Borges

Indústria. Prof. Dr. Rudinei Toneto Júnior Renata de Lacerda Antunes Borges A Sondagem Industrial (SI) e o Índice de Confiança (ICEI) são elaborados pela unidade de Política Econômica da Confederação Nacional das s (CNI) em conjunto com as Federações das s dos 23 estados brasileiros

Leia mais

Veículo: Jornal da Tarde Data: 11/07/09. Boa hora para comprar

Veículo: Jornal da Tarde Data: 11/07/09. Boa hora para comprar Veículo: Jornal da Tarde Data: 11/07/09 Boa hora para comprar A dificuldade de alugar um imóvel pode ser a oportunidade para se tentar comprar a casa própria. A afirmação é de Alcides Leite, professor

Leia mais

Realidade hoje. Ascensão Social. Cerca de 31 milhões de brasileiros subiram de classe social entre os anos de 2003 e 2008.

Realidade hoje. Ascensão Social. Cerca de 31 milhões de brasileiros subiram de classe social entre os anos de 2003 e 2008. Realidade hoje Ascensão Social Cerca de 31 milhões de brasileiros subiram de classe social entre os anos de 2003 e 2008. Entre eles, 19,4 milhões deixaram a classe E, que traça a linha da pobreza no país,

Leia mais

Índice. Novembro/2016

Índice. Novembro/2016 Índice Destaques do mês Preço dos imóveis continuam a não conseguir acompanhar a inflação Sete das vinte cidades pesquisadas tiveram variação negativa nos preços em novembro O Índice FipeZap que acompanha

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Crise Mundo Os EUA e a Europa passam por um forte processo de desaceleração economica com indicios de recessão e deflação um claro sinal de que a crise chegou

Leia mais

Apartamentos econômicos são destaque em Bauru

Apartamentos econômicos são destaque em Bauru Apartamentos econômicos são destaque em Bauru Localizada em posição estratégica, no coração do Estado de São Paulo, a cidade de Bauru tem passado por grande desenvolvimento nos últimos anos. Para o setor

Leia mais

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação O que é Inflação? Inflação É a elevação generalizada dos preços de uma economia O que é deflação? E a baixa predominante de preços de bens

Leia mais

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS OUTUBRO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

SECOVI/DF debate a lei do corretor associado

SECOVI/DF debate a lei do corretor associado + Boletim de Conjuntura Imobiliária 56ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

BANCA GRANDE SÃO PAULO VESTIBULAR 2015

BANCA GRANDE SÃO PAULO VESTIBULAR 2015 BANCA GRANDE SÃO PAULO VESTIBULAR 2015 A ASR Mídia entende a mídia exterior como uma poderosa ferramenta de comunicação, fundamental para construção de uma imagem positiva para sua marca. Roteiros especiais

Leia mais

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS

PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Janeiro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Leia mais

BRASIL: SUPERANDO A CRISE

BRASIL: SUPERANDO A CRISE BRASIL: SUPERANDO A CRISE Min. GUIDO MANTEGA Setembro de 2009 1 DEIXANDO A CRISE PARA TRÁS A quebra do Lehman Brothers explicitava a maior crise dos últimos 80 anos Um ano depois o Brasil é um dos primeiros

Leia mais

Facilidade de entendimento do mercado imobiliário, leva esse tipo de investimento ainda ser muito procurado.

Facilidade de entendimento do mercado imobiliário, leva esse tipo de investimento ainda ser muito procurado. Brasília, 10 de Dezembro de 2012 NOTA À IMPRENSA Facilidade de entendimento do mercado imobiliário, leva esse tipo de investimento ainda ser muito procurado. Por: (*) Rafhael Carvalho Marinho O índice

Leia mais

Destaques do mês. Agosto/2016

Destaques do mês. Agosto/2016 Destaques do mês Em 2016, preço médio do m2 perde da inflação em todas as cidades pesquisadas Crescimento do m2 no ano foi de apenas 0,14%. No mesmo período, inflação esperada atinge 5,40% O Índice FipeZap

Leia mais

Balanço do Mercado Imobiliário - Primeiro Semestre 2011. Mercado de Imóveis Novos Residenciais no Primeiro Semestre 2011

Balanço do Mercado Imobiliário - Primeiro Semestre 2011. Mercado de Imóveis Novos Residenciais no Primeiro Semestre 2011 Balanço do Mercado Imobiliário - Primeiro Semestre 2011 Mercado de Imóveis Novos Residenciais no Primeiro Semestre 2011 1 DIRETORIA Presidente João Crestana Economista-chefe Celso Petrucci Mercado de Imóveis

Leia mais

Agenda. 1. Conjuntura econômica internacional 2. Conjuntura nacional 3. Construção Civil Geral Imobiliário

Agenda. 1. Conjuntura econômica internacional 2. Conjuntura nacional 3. Construção Civil Geral Imobiliário Agenda 1. Conjuntura econômica internacional 2. Conjuntura nacional 3. Construção Civil Geral Imobiliário Cenário Internacional Cenário Internacional Mundo cresce, mas pouco. Preocupação com China 4 EUA

Leia mais

Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa

Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa Encontro de Bancos Centrais de países de língua portuguesa Antônio Gustavo Matos do Vale Diretor de Liquidações e Desestatização 4 de outubro de 2010 1 Evolução recente da economia brasileira O momento

Leia mais

C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA

C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA HENRIQUE MARINHO MAIO DE 2013 Economia Internacional Atividade Econômica A divulgação dos resultados do crescimento econômico dos

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego

Pesquisa Mensal de Emprego Pesquisa Mensal de Emprego Rio de Janeiro, 28 de janeiro de 2016. PME Retrospectiva 2003-2015 13 anos Diretoria de Pesquisas Coordenação de Trabalho e Rendimento 1 (IBGE / DPE / COREN) 1 Rio de Janeiro,

Leia mais