Manual para a aplicação. Open Data Kit

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual para a aplicação. Open Data Kit"

Transcrição

1 Manual para a aplicação Open Data Kit

2 MANUAL PARA A APLICAÇÃO ODK Edita: ONGAWA C/ Vizconde de Matamala, Madrid Tfno.: (+34) Coordenador: Rudy Martínez Autor: Catalina Madrid Imagens: ODK Design e layout: MAIO 2015 Este trabalho está sujeito à licença Reconocimiento-NoComercial-SinObra Derivada 2.5 España de Creative Commons. Para ver uma cópia desta licença visite licenses/by-nc-nd/2.5/es/ Indice O que é ODK e para qué é utilizado?... 3 Aplicações típicas... 3 Componentes gerais... 3 Componentes básicas... 4 Experiência piloto... 6 Elaboração do formulário... 6 Criar uma instância de App Engine Preparação dispositivo Android Visualização em ODK Aggregate Descarregamento de formulários no ODK Briefcase Recomendações Bibliografía... 27

3 O que é ODK e para qué é utilizado? ODK é uma aplicação, desenvolvida por investigadores do Departamento de Ciência da Computação e Engenharia da Universidade de Washington, utilizada para a recolha de informação através de telefones móveis (ou tablet) com sistema operativo Android. A informação recolhida com os dispositivos móveis é enviada a um sistema centralizado que permite realizar relatórios com os dados agregados. ODK permite gerar um formulário adaptado que facilite a tomada de dados duma forma itinerante. Além disso, permite anexar fotografías realizadas com o mesmo dispositivo bem como a informação referente à localização fazendo uso do GPS. Para a recolha de dados não é necessário dispor de conectividade no terminal, pode-se ir ao terreno, recolher a informação e processá-la no regresso ao escritório. Aplicações típicas As aplicações que podem-se desenvolver em base à recolha itinerante de dados são muito variadas. Por exemplo, para mapear o estado das infraestruturas, pontos de abastecimento de água, acesso e estado dos sistemas de saneamento,etc. No ámbito da saúde tem sido utilizado, por exemplo, na realização de estudos epidemiológicos. No sector agropecuário têm sido desenvolvidas muitas aplicações para a tomada de dados sobre explorações agrícolas e pecuárias. Componentes gerais 1. ODK Build o XLSForm, para o desenho dos formulários. 2. ODK Collect, para a recolha de dados através dum dispositivo Android. 3. ODK Aggregate, para armazenar os formulários uma vez preenchidos e recolher os resultados dos formulários. 4. ODK Form Uploader, para carregar os formulários em branco ao ODK Aggregate sempre que seu tamanho seja superior aos 10 MB. Caso contrário, pode-se carregar directamente ao ODK Aggregate. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 3

4 5. ODK Briefcase, como alternativa ao Aggregate para o armazenamento dos formulários quando não existe ligação a Internet. Também, pode-se fazer o descarregamento de dados desde o Aggregate ao Briefcase para evitar problemas de compatibilidade. 6. ODK Validate, para comprovar se o formulário originado no ODK Build é válido. 7. ODK Sensor, para simplificar o desenvolvimento das aplicações móveis baseadas nos sensores através da criação duma abstração comum que permita o acesso a todos os sensores através duma detecção unificada. Componentes básicas Para a entrada em funcionamento do ODK são precisas 3 componentes básicas das 7 explicadas anteriormente. ODK BUILD, PARA O DESENHO DOS FORMULÁRIOS Para facilitar o processo de elaboração do formulário dispõe-se duma ferramenta on line (http://build.opendatakit.org) a qual gera um arquivo com o formulário em branco que depois vai-se carregar ao dispositivo móvil. A ferramenta build.opendatakit.org é útil para gerar formulários de pequeno tamanho. No entanto, se os formulários são grandes é preferível utilizar outro método que consiste em compor uma planilha de cálculo (por exemplo, Excel) na qual estão definidos todos os campos. Posteriormente será utilizada outra aplicação (http://opendatakit.org/xiframe/) a qual processa o arquivo no formato.xls(formato de Excel) e o converte num arquivo de formato.xlm. No desenho do formulario é definido o conjunto de variáveis (ou características) que vão se tomar em cada amostra. Estas variáveis podem ser textos, campos a selecionar de uma lista, dados numéricos, datas... Para além, o formulário pode-se complementar com fotografías e detalhe da localização geográfica do lugar onde são tomados os dados. ODK COLLECT, PARA A RECOLHA DE DADOS Para a recolha de dados é preciso um dispositivo móvil com sistema operativo Android. Através do Google Play faz-se o descarregamento da aplicação ODK Collect (https://play.google.com/store/apps/details?id=org.odk.collect.android). Uma vez instalada a aplicação, podem-se carregar um ou vários formulários (em branco) dos criados anteriormente.. 4 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

5 Para o proceso de tomada de dados não é preciso dispor de acesso a internt já que os dados ficam armazenados no dispositivo. Isto permite deslocarmos aos diferentes pontos de recolha de informação, preencher os formulários e, quando voltarmos ao escritório, procede-se ao envio dos dados recolhidos para sua agregação e processamento. Se ficar alguma informação pendente de preencher por desconhecimento, o formulário pode ser armazenado SEM FINALIZAR e finalizá-lo quando soubermos a informação. ODK AGGREGATE, PARA A AGREGAÇÃO DA INFORMAÇÃO Quando quisermos armazenar os formulários no computador existem duas alternativas, local instance ou cloud instance. A opção local instance é a mais complicada, já que exige ter um servidor no qual serão instaladas as aplicações às que serão ligados depois os dispositivos utilizados para a recolha de informação. Nos dispositivos móveis deverá-se configurar a URL 1 deste servidor. A opção cloud instance não requer de um servidor e, portanto, é mais simples de implementar. Faz-se uso da Google App Engine (https://appengine.google.com/). Os dispositivos móveis ligarão-se à URL https://xxxx.appspot.com onde XXXXé o nome da aplicação criada através da App Engine. Assim que o servidor estiver configurado correctamente desde os termináis móveis e preciso carregar no servidor (desde o computador) os formulários em branco (.xml). Depois disto tudo está pronto para poder ver e preencher os formulários e, depois de recolher os dados, enviar os formulários preenchidos desde o terminal. (Este processo explica-se mais detalhadamente no caso prático). Se tiver sido escolhida a opção cloud instance poderão-se ver os dados no servidor (https://xxxxxx.appspot.com). A visulização de dados pode-se realizar bem numa tabela, exportar os dados a um arquivo.csv, mostrar gráficos ou localizar a informação em um mapa (.kml). 1 URL é o endereço de um recurso disponível em uma rede, seja a rede internet ou intranet, e significa em inglês Uniform Resource Locator, e em português é conhecido por Localizador Padrão de Recursos.Em outras palavras, URL é um endereço virtual com um caminho que indica onde está o que o usuário procura, e pode ser tanto um arquivo, como uma máquina, uma página, um site, uma pasta etc. URL também pode ser o link ou endereço de um site. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 5

6 Experiência piloto Com o fim de mostrar um exemplo de aplicação prática expõe-se a continuação a Experiência Piloto levada a cabo no Municipio da Manhiça (Moçambique). 1. ELABORAÇÃO DO FORMULÁRIO Tem sido elaborado fazendo uso duma planilha de cálculo Excel. Para maior facilidade recomenda-se descarregar o exemplo fornecido pela web oficial de ODK: https://opendatakit.org/use/xlsform/ (sample Excel file). Ilustração1: Interfaceda web de Open Data Kit (ODK), parágrafo doxlsform. Ilustração 2: ArquivoExcel modelo para a elaboração do formulário. 6 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

7 Este exemplo mostra 3 entradas (tabs): SURVEY, CHOICES e SETTINGS. SURVEY Survey é a tab correspondente às perguntas que vão compor o formulário. Hà 3 colunas principais: type (tipo de campo: se é texto, número inteiro, número decimal, coordenadas,...todos os tipos possíveis estão na primeira coluna da tab survey do arquivo exemplo), name é o nome que terá o campo na base de dados futura uma vez seja feito o descarregamento de dados; os nomes não podem levar espaços e têm que ser simples, que identifiquem a informação desse campo com 2 ou 3 palavras máximo. Se for possível deveriam evitarse os sinais de pontuação e qualquer outra sinal que não seja _. A terceira coluna é label, que é a pergunta tal como a gente quer que apareça no formulário final. Para ver o resto das funções das colunas recomenda-se visitar o seguinte link: embora seja explicado o usa das utilizadas na presente experiência piloto. Ilustração3: Interfaz do tutorial para a elaboração do formulário. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 7

8 CHOICES Há perguntas cuja resposta será um número, um texto, etc., mas a vantagem do ODK é a rapidez na recolha de dados e para isso, normalmente, as perguntas terão respostas já estipuladas e serão de escolha única ou múltipla. Na tab choices escrevem-se todas as possíveis respostas e relacionam-se com as perguntas na coluna type da tab survey, escrevendo select_one XXXX ou select_multiple XXXX e depois na tab choices, na coluna list_ name, escreve-se a palavra escrita depois de select_one ou select_multiple (XXXX). A coluna name dá o nome às respostas tal como aparecerão no armazenamento de dados (ODK Aggregate) e na coluna label escreve-se a resposta tal como nós queremos que apareça no formulário. Ver o exemplo (ilustrações 4 e 5): Ilustração4: Tab survey. Ilustração5: Tab choices. 8 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

9 Se o objetivo é criar uma base de dados nova é preciso definir bem a informação que queremos armazenar em cada campo e o tipo de resposta (se será escolha única, múltipla, número inteiro, decimal,...). Nesta experiência o objetivo é actualizar uma BDD existente na qual há campos nos que podemse escolher várias respostas. Pretendeu-se fazer mais simples escrevendo no formulário a opção duma pergunta com escolha múltipla (select_multiple), masno momento de fazer o descarregamento de dados no Aggregate, estes campos agrupam numa célula da tabela todas as respostas marcadas, facto que complica o tratamento posterior dos resultados. (Ver o exemplo na ilustração 6). Ilustração6: Agrupamento das respostasno descarregamento de dados de uma pergunta de escolha múltipla. Coluna AC, campo WP_seasonality_months. Para a solução deste problema tem se recorrido a uma das opções oferecidas nas diferentes colunas da tab survey (opção appearance ). A explicação da função de Appearance está na página a seguir, no parágrafo Appearance. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 9

10 SETTINGS Nesta tab escreve-se o nome do formulário para sua identificação quer no dispositivo Android quer no ODK Aggregate. Como tem sido comentado anteriormente, vão-se explicar as colunas da tab survey usadas nesta experiência prática: Required : para marcar uma pregunta com resposta obrigatória e que não passe à seguinte. Só é preciso escrever yes no caso seja uma resposta obrigatória. Appearance : usa-se para que no formulário a preencher apareça uma pergunta que possa ter várias respostas, mas não queremos que todas estejam agrupadas na mesma célula na tabela final quando a gente descarrega os dados (problema explicado anteriormente). O objetivo é que no output apareçam em campos diferentes. Para fazer isto cria-se um grupo de respostas que contenha todos os campos das possíveis respostas, e a pergunta será de escolha única sim/ não (select one) (yes/no). É preciso aplicar ao grupo, abaixo da coluna appearance, a função table-list, dessa maneira no output seriam obtidas quatro colunas com as respostas sim ou não. Com esta função também conseguimos que este grupo apareça numa sola ecrã no momento de preencher o formulário no dispositivo Android. Para criar um grupo escreve-se na coluna type da tab survey as palavras begin group e na coluna name o nome do grupo, que será o nome do campo na tabela futura da BDD. Na coluna label escreve-se a pergunta. Abaixo de begin group escrevem-se o tipo de pergunta (neste caso de escolha única (select_one)) e a referência para a posterior identificação (recordar que é a mesma que vamos ter que escrever na coluna list name da tab choices, select_one XXXX). ATENÇÃO! Os nomes dos campos (na coluna name ) têm que ser diferentes, mas na coluna type tem que aparecer select_one XXXX) EM TODAS AS CÉLULAS DO GRUPO! 10 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

11 Na coluna appearance, na mesma linha de begin group temos que escrever table-list. Ver o exemplo (ilustrações 7 e 8): Ilustração 7: Criação de um grupo, primeira captura de imagem. Ilustração8:Criação de um grupo, segunda captura de iamgem. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 11

12 Na tab choices é preciso escrever na primeira coluna a referência escrita como identificação na primeira coluna de survey e na segunda coluna yes e no, pois é de escolha única. Na terceira coluna label a gente tem que escrever o que quera que apareça no formulário. Ilustração 9: Tab choices, definição das respostas de um grupo. Relevant : usa-se para enlaçar perguntas relacionadas que dependem da resposta anterior. Por exemplo, na captura de imagem seguinte temos a pergunta C2. Quém faz a gestão do sistema? Com as respostas: não há gestão, Comité de Gestão, Individual/Privado, Municipio/Governo, Instituição, Outro. Se a resposta é Comité de Gestão continua-se com as perguntas C3 a C7, se não, automáticamente pulará à C8. 12 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

13 Isto consegue-se escrevendo um comando na coluna relevant, com a seguinte estrutura: selected (${ nome do campo da pergunta da qual depende o resto tal como está escrito na coluna name }, Resposta que enlaça ao resto de perguntas tal como está escrito na columna name da tab choices ). Exemplo: selected(${wp_manager}, C_Comité_de_Gestão ) Ilustração10: Cadeia de perguntas ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 13

14 Depois de ter o formulário pronto, o seguinte passo é converter o arquivo.xls ao formato.xml qué é o aceitado pelo ODK. Para isso temos que abrir a página: https://opendatakit.org/use/xlsform/ clicar no ponto 2 do parágrafo Using the application e aparece esta página: O seguinte passo é selecionar o Excel onde temos feito o formulário e clicar em submit. Se tudo for escrito correctamente não dará nenhum erro, se há alguma coisa que temos escrito mal, dará erro, e temos que olhar onde é que está o erro e tentar solucioná-lo. Uma vez esteja tuodo correto, podemos descarregar o arquivo.xml clicando em Download. Ilustração11: Conversão de.xls a.xml, ilustração 1. Ilustração 12: Conversão de.xls a.xml, ilustração MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

15 2. CRIAR UMA INSTÂNCIA DE APP ENGINE O seguinte passo é criar uma instância de App Engine, que é o servidor online, para o descarregamento dos formulários quando estiverem preenchidos. Neste caso, tem sido criada já, URL://waterpointongawa2.appspot.com. Mesmo assim explica-se no presente manual cómo fazé-lo. CÓMO CRIAR UMA INSTANCIA DE APP ENGINE 1. Em primeiro lugar, será preciso configurar uma conta de Google App Engine (https://appengine.google.com/start). 2. Após o login, clicar em Create an Application (Criar uma aplicação). Ilustração 13: Interface da criaçãoda Google App engine. 3. Atribuir um identificador à aplicação. Este identificador formará parte da URL da instância da App Engine (por exemplo, myurl.appspot.com ). 4. Descarregar a versão mais recente de ODK Aggregate na página de descarregamentos de ODK. 5. Descomprimir o arquivo (clicar no arquivo incluido na pasta Downloads do computador ou fazer right click e descomprimí-lo no PC). O arquivo ficará descomprimido como uma pasta nomeada ODKAggregateversión-SO-installer. 6. Fazer duplo click para executar a aplicação. Aparecerá no assistente de configuração de ODK Aggregate. Clicar em Next (Seguinte). 7. Aceitar o acordo de licença de ODK Aggregate. A continuação, selecionar a localização no computador onde queremos armazenar os arquivos do programa de instalação do software que será executado na Google App Engine. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 15

16 8. Executar o assistente de configuração. Introduzir o nome da instância de ODK (por exemplo, odktutorial para odktutorial.appspot.com) e a conta de Google associada a essa instância. 9. Quando o assistente de configuração tenha finalizado a configuração do ODK Aggregate, será pedida a execução da seqüência de comandos da instalação. 10. Voltar a introduzir a conta de Google e a senha asociadas à instância de App Engine. 11. A seqüência de comandos pode demorar na sua execução entre 3 e 10 minutos. Quando tenha finalizado, aparecerá uma messagem que confirmará a correta instalação. Se tem havido um erro na introdução da informação no assitente de configuração, para voltar a executar o assistente de configuração, voltar à pasta em que esteja instalado ODK Aggregate e clicar duas vezes no programa de instalação para voltar a executá-lo. 12. Quando a seqüência de comandos fique executada, aceder à URL de App Engine para comprovar que a configuração foi correta. 16 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

17 3. PREPARAÇÃO DISPOSITIVO ANDROID O seguinte passo é preparar o dispositivo para utilizá-lo na recolha de informação. Para isso é preciso seguir 4 passos: 1. Descarregar a aplicação na Google Play: https://play.google.com/store/apps/details?id=org.odk.collect.android 2. Transferir o arquivo.xml na pasta odk/forms do cartão SD do dispositivo (quando instalarmos o ODK Collect esta pasta é criada automáticamente). 3. Configurar no ODK Collect do terminal os parâmetros da Google App Engine na opção Configurações da Plataforma de ODK Collect no dispositivo. A App Engine criada tem os seguintes dados: URL://waterpointongawa2.appspot.com Nome de Usuário: ongawa Password: ongawa Ilustração14: Configuração do dispositivo Android com os dados do servidor. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 17

18 4. Ir ao menú principal de ODK, seleccionar Preencher Novo Formulário. Quando estejam os formulários preenchidos na sua totalidade podem-se enviar ao servidor online (App Engine) e verão-se neste link: Ilustração 15: Exemplos das perguntas do formulário carregado na aplicação do dispositivo Android. Ilustração16: Quando finalizarmos, se ainda fica algum dado por preencher NÃO se marca o formulario como finalizado, e será armazenado automáticamente na tab Editar Formulário Guardado. Ilustração 17: Quando tenha-se finalizado o formulário, marcase a janela Marcar formulário como finalizado e armazenará-se automáticamente em Enviar Formulário Finalizado. Uma vez marcada esta tab não pode-se editar de novo o formulário. 18 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

19 4. VISUALIZAÇÃO EM ODK AGGREGATE CARREGAR OS FORMULÁRIOS À INSTANCIA DE APP ENGINE Este é o último passo antes de começar a recopilação de dados no terreno. A interface de ODK Aggregate tem 3 tabs principais: Submissions (Envíos), Form Management (Gestão de formulários) e Site Admin (Administrador do campo ). Para carregar formulários: 1. Aceder a 2. Clicar na tab Form Management (Gestão de formulários) Ilustração18: Carregar formulários na App Engine. 3. Seleccionar o formulario (en.xml) que quer-se carregar no servidor e clicar em Upload (Carregar)). 4. Se o formulário tem-se carregado corretamente, é preciso fechar a janela Upload Forms (carregar formulários). Os formulários aparecerão agora na tab Form Management (Gestão de formulários) e o servidor aceitará os envios feitos desde ODK Collect no dispositivo Android. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 19

20 Quando estiverem os formulários enviados, aparecem da seguinte forma (ver ilustração 19). Se tiver sido carregado mais de um modelo de formulário, é preciso escolher na tab Form (em vermelho) o formulário que precisemos. Desde aqui podem-se visualizar e exportar dados clicando nas tabs correspondentes. (Estão asinaladas em vermelho na seguinte ilustração). Ilustração 19: Interfacetab Submissions da App Engine. 20 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

21 5. DESCARREGAMENTO DE FORMULÁRIOS NO ODK BRIEFCASE Desde o ODK Aggregate podem-se exportar os resultados a um arquivo em formato.csv mas este facto causa problemas de compatibilidade em alguns tipos de campos como datas, coordenadas, imagens, etc. Para solucionar o problema recomenda-se o uso de ODK Briefcase. Para a sua utilização o primeiro passo é fazer a descarga do ODK Briefcase e instalá-lo no computador: https://opendatakit.org/downloads/download-category/briefcase É preciso ter JAVA JRE 1.7 instalado no computador: https://java.com/en/download/ CONFIGURAÇÃO DE ODK BRIEFCASE 1. Abrir o ODK Briefcase. 2. Escolher o diretório dentro do computador onde serão armazenados os dados tratados no ODK Briefcase. Neste diretório, ODK Briefcase, criará automáticamente uma pasta nomeada ODK Briefcase Storage. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 21

22 EXTRAÇÃO DOS RESULTADOS DOS FORMULÁRIOS DESDE O SERVIDOR 1. No ODK Briefcase, ir a tab Pull. 2. Clicar na flecha situada à dereita de Pull data from: e escolher Aggregate Clicar no botão Connect para inserir as configurações do nosso servidor. 4. Introduzir os dados do servidor, neste caso: URL://waterpointongawa2.appspot.com Nome de Usuário: ongawa Password: ongawa 5. Clicar no botão Connect para conectar com o servidor e ver a lista com os formulários disponíveis. 22 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

23 6. Selecionar o formulário do qual querermos obter os resultados e clicar em Pull, na parte de abaixo da ecrã. 7. Esperar até aparecer a messagem SUCCESS na applicação. (Isto pode demorar uns minutos se estão a serem carregados muitos formulários). 8. Agora os dados estão já no ODK Briefcase Storage dentro do PC. O arquivo de armazenamento está no formato.xml pelo que o seguinte passo é exportá-lo a.csv ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 23

24 EXPORTAR DESDE.XML A.CSV DESDE ODK BRIEFCASE 1. Ir à tab Export no ODK Briefcase. 2. Expandir a barra de Form e escolher o formulário a converter em.csv 3. No Export Directory escolher a pasta onde serão armazenados os arquivos exportados. Recomenda-se criar uma pasta com o nome output no mesmo directório no qual tenha sido criada a ODK Briefcase Storage. 24 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

25 4. Clicar em Export na parte de abaixo à dereita. 5. Aparecerá a messagem SUCCEEDED! 6. Os dados exportados estarão na pasta de ODK Output. ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 25

26 Recomendações Antes de exportar os dados de.xml a.csv quando o ODK Briefcase é usado, recomenda-se mudar a configuração de Região no Painel de Controle. Na tab Formatos > Congifuração Adicional > Escolher como Símbolo decimal o ponto (. ) e como Símbolo de separação de milhares a vírgula (, ). Se tiver problemas de compatibilidade de caracteres ao pasar os resultadosde.xml a.csv (por exemplo, não reconoce a ç, nem os acentos,...) para mudar a codificação há uma ferramenta na página de ODK que permite a transformação de.csv à codificação que seja selecionada (ODK CsvConverter v1.4.5 Production.jar). Antes de passar os dados a uma Base de Dados, por exemplo, Access, é preciso elaborar uma planilha Excel com os títulos ( headings ) da tabela da BDD e copiar abaixo dos títulos os dados da planilha.csv obtidos. Se aoenviar os formulários a partir do telefone aparece o seguinte erro: Bad Request (400) at https://waterpointongawa2.appspot.com/submissi on?deviceid=imei% A Pode ser por: > Problema com a configuração do servidor no telephone, às vezes por padrão vem https:// e o servidor usa > Problemas com a Internet. Com um mau sinal de wifi não funciona bem, pelo que é recomendado o uso de dados móveis. 26 MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT - ONGAWA

27 Bibliografía https://opendatakit.org/ https://www.google.es/intl/es/earth/outreach/tutorials/odk_gettingstarted.html ACF-E%20ODK%20Briefcase%20INTERNET.pdf ONGAWA - MANUAL PARA A APLICAÇÃO OPEN DATA KIT 27

28 Esta guia é parte do projeto que ONGAWA esta a realizar em Manhiça (Moçambique) para melhorar o acesso a água e ao saneamento a traves do fortalecimento da gestão municipal e da concertação de agentes públicos e privados. O projeto integra-se no programa Compromisso e Desenvolvimento de ONGAWA que conta com o financiamento da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) e da Agência de Extremadura de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AEXCID). Com financiamento do:

Open Data Kit: O Que Aprendemos? Francis Smart

Open Data Kit: O Que Aprendemos? Francis Smart Open Data Kit: O Que Aprendemos? Francis Smart Introdução Vídeo Ver vídeos de 5 Minutos Encontrado no https://opendatakit.org/ Benefícios do Uso de Coleta de Dados Móvel Os dados podem ser carregados e

Leia mais

TUTORIAL. Como criar um blogue/página pessoal no WordPress

TUTORIAL. Como criar um blogue/página pessoal no WordPress TUTORIAL Como criar um blogue/página pessoal no WordPress Índice Criar o blogue... 3 Alterar as definições gerais... 4 Alterar tema... 6 Criar Páginas... 7 Colocar Posts (citações)... 9 Upload de ficheiros...

Leia mais

Utilização do aplicativo ODK como suporte na inspeção de Via Permanente

Utilização do aplicativo ODK como suporte na inspeção de Via Permanente Utilização do aplicativo ODK como suporte na inspeção de Via Permanente Eric Pretti Serafim 1 * 1 VALES/A. Rod. BR155, s/n, Pátio Ferroviário de Marabá, 68508-970, Marabá - Pará e-mail: eric.pretti@vale.com

Leia mais

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8

ÍNDICE. Acesso para agências...3. Organização por pastas...4. Download das facturas a partir do site...5. Pesquisa de facturas...8 2 ÍNDICE Acesso para agências...3 Organização por pastas...4 Download das facturas a partir do site...5 Pesquisa de facturas...8 Configurar notificações por email...11 3 Bem-vindo ao manual de uso do novo

Leia mais

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Trabalho de Programação para Dispositivos Móveis Turma: 1011 Camila Botelho camilacunhabotelho@gmail.com Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Introdução O Android é uma ferramenta

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive Google Drive um sistema de armazenagem de arquivos ligado à sua conta Google e acessível via Internet, desta forma você pode acessar seus arquivos a partir de qualquer dispositivo que tenha acesso à Internet.

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH!

TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH! UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP) ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES (EACH) TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH! Autoria e revisão por: PET Sistemas

Leia mais

Manual de instalação y guia de usuário de FrontlineSMS. (versão 2.6.0)

Manual de instalação y guia de usuário de FrontlineSMS. (versão 2.6.0) Manual de instalação y guia de usuário de FrontlineSMS (versão 2.6.0) Manual de instalação y guia de usuário de FrontlineSMS (versão 2.6.0) Edita: ONGAWA C/ Vizconde de Matamala, 15 28028 Madrid Tfno.:

Leia mais

MANUAL PLATAFORMA WEB DE ENVIO EM MASSA SMS WEB

MANUAL PLATAFORMA WEB DE ENVIO EM MASSA SMS WEB MANUAL PLATAFORMA WEB DE ENVIO EM MASSA SMS WEB Para conseguir um correto funcionamento da aplicação web, por favor, leia com atenção o seguinte instrutivo. Igualmente, recomendamos ter uma cópia impressa

Leia mais

Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV)

Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV) Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV) Versão: 2.0.6 Data: 27/6/2013 Site do IPTV 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 4 3. Instalação do Flash Media Encorder... 5 4. Procedimento

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz

Como criar e editar Blogs. Manual Básico do. Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz Como criar e editar Blogs Manual Básico do Mario Roberto Barro Jerino Queiroz Ferreira Profª Drª Salete Linhares Queiroz São Carlos Setembro / 2008 Sumário Introdução...3 Criando um Blog no Edublogs...4

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre.

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre. Manual de Utilizador Caderno Recursos da Unidade Curricular Gabinete de Ensino à Distância do IPP http://eweb.ipportalegre.pt ged@ipportalegre.pt Índice RECURSOS... 1 ADICIONAR E CONFIGURAR RECURSOS...

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

Manual Captura S_Line

Manual Captura S_Line Sumário 1. Introdução... 2 2. Configuração Inicial... 2 2.1. Requisitos... 2 2.2. Downloads... 2 2.3. Instalação/Abrir... 3 3. Sistema... 4 3.1. Abrir Usuário... 4 3.2. Nova Senha... 4 3.3. Propriedades

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Como colocar material no blog da turma?

Como colocar material no blog da turma? Como colocar material no blog da turma? O que é um blog? CICLO A palavra blog é uma abreviação de weblog um log na web. Um notebook online ou uma log de viagem. Um blog pode ser descrito como um fluxo

Leia mais

Guia do Usuário do Avigilon Control Center Server

Guia do Usuário do Avigilon Control Center Server Guia do Usuário do Avigilon Control Center Server Versão 4.10 PDF-SERVER-D-Rev1_PT Copyright 2011 Avigilon. Todos os direitos reservados. As informações apresentadas estão sujeitas a modificação sem aviso

Leia mais

Guia de transmissão IPTV 2012 (Nova versão do IPTV)

Guia de transmissão IPTV 2012 (Nova versão do IPTV) Guia de transmissão IPTV 2012 (Nova versão do IPTV) Versão: 1.1 Data: 02/10/2012 Site do IPTV: http://www.iptv.usp.br Sumário: 1. Introdução 2. Instalação do Flash Media Encoder 3. Criando uma transmissão

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

Manual - Gemelo Backup Online WEB

Manual - Gemelo Backup Online WEB Manual - Gemelo Backup Online WEB É um disco virtual que permite acessar seus dados de qualquer lugar através da Internet. Acesso A Gemelo Storage Solutions e enviará um e-mail confirmando que você é usuário

Leia mais

Manual de Utilizador Documentos de Transporte. TOConline. Suporte. Página - 1

Manual de Utilizador Documentos de Transporte. TOConline. Suporte. Página - 1 TOConline Suporte Página - 1 Documentos de Transporte Manual de Utilizador Página - 2 Índice Criação de um documento de transporte... 4 Definições de empresa- Criação de moradas adicionais... 9 Comunicação

Leia mais

Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010

Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010 Manual de Instalação do Servidor Orion Phoenix Versão 1.0 - Novembro/2010 Manual de Instalação do Sistema Orion Phoenix 1.0 - Novembro/2010 Página 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. VISÃO GERAL...3 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática

Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática Manual de utilização Inventários Inventários Manual GMI-Gabinete de Manutenção Informática Rua Rui de Pina, 1B 2805-241 Almada Tel. 21 274 34 41 * Fax. 21 274 34 43 Geral: geral@gmi.mail.pt Assistência:

Leia mais

Manual de utilizador CRM

Manual de utilizador CRM Manual de utilizador CRM Formulário de Login Personalizado de acordo com a sua empresa mantendo a sua imagem corporativa. Utilizador: Admin Password: 123 1 Formulário Principal Este formulário está dividido

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT Estudo sobre a integração de ferramentas digitais no currículo da disciplina de Educação Visual e Tecnológica PILOT Handwriting Manual e Guia de exploração do PILOT Handwriting para utilização em contexto

Leia mais

RENT versão desktop Manual de Utilizador para empresa

RENT versão desktop Manual de Utilizador para empresa RENT versão desktop Manual de Utilizador para empresa @ Copyright 2015 Desenvolvido pela Dória Software versão manual 1.3 Última atualização 23.03.2015 Sobre o RENT I. O que é o RENT? RENT- Registo Nominal

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line)

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Criamos, desenvolvemos e aperfeiçoamos ferramentas que tragam a nossos parceiros e clientes grandes oportunidades

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

PROGRAMANDO ANDROID NA IDE ECLIPSE GABRIEL NUNES, JEAN CARVALHO TURMA TI7

PROGRAMANDO ANDROID NA IDE ECLIPSE GABRIEL NUNES, JEAN CARVALHO TURMA TI7 Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Rio Grande do Sul Informação e Comunicação: Habilitação Técnica de Nível Médio Técnico em Informática Programação Android na IDE Eclipse PROGRAMANDO ANDROID

Leia mais

RASTREIE SEU NOTEBOOK (FURTADO OU ROUBADO) INTERNET

RASTREIE SEU NOTEBOOK (FURTADO OU ROUBADO) INTERNET Veja nesse tutorial vamos aprender como instalar o aplicativo gratuito Prey e como realizar o rastreamento de seu computador (netbook, notebook, desktop). Prey é uma aplicativo que você instala em sua

Leia mais

Para começarmos as configurações, primeiramente vamos habilitar o DVR Veicular para o acesso. Clique em Menu e depois entre em Geral.

Para começarmos as configurações, primeiramente vamos habilitar o DVR Veicular para o acesso. Clique em Menu e depois entre em Geral. DVR Veicular Para começarmos as configurações, primeiramente vamos habilitar o DVR Veicular para o acesso. Clique em Menu e depois entre em Geral. Dentro do menu Geral, clique em rede, como mostra a figura.

Leia mais

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012 Para WebReporter 2012 Última revisão: 09/13/2012 Índice Instalando componentes de pré-requisito... 1 Visão geral... 1 Etapa 1: Ative os Serviços de Informações da Internet... 1 Etapa 2: Execute o Setup.exe

Leia mais

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 1 PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 Juliana Gulka Biblioteca Central da UFSC juliana.gulka@ufsc.br PREZI X POWER POINT Quando falamos em slide hoje, lembramos de powerpoint. O prezi não vai matar

Leia mais

PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto

PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto PRIMAVERA EXPRESS: Funcionalidades do Produto Como efetuo a mudança de ano do Ponto de Venda? No Programa Express aceda a Tabelas Pontos de Venda Postos de Venda abrir o separador Movimentos Caixa e: -

Leia mais

ÍNDICE 1.CONHECENDO OS APLICATIVOS NECESSÁRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA URANO INTEGRA...

ÍNDICE 1.CONHECENDO OS APLICATIVOS NECESSÁRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA URANO INTEGRA... Instalação do Sistema Urano Integra em Sistema Operacional Windows 1 ÍNDICE 1.CONHECENDO OS APLICATIVOS NECESSÁRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA URANO INTEGRA.... 3 1.1 URANO INTEGRA... 3 1.2 JAVA RUNTIME

Leia mais

Qlik Sense Cloud. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Cloud. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Cloud Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo MANUAL o Este documento definirá como é feita a instalação e utilização de clientes VoIP na plataforma PC, operando sobre Windows e Linux, e em dispositivos móveis funcionando sobre a plataforma Android

Leia mais

Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença será

Leia mais

Seagate Access for Personal Cloud Manual do us uário

Seagate Access for Personal Cloud Manual do us uário Seagate Access for Personal Cloud Manual do us uário 2015 Seagate Technology LLC. Todos os direitos reservados. Seagate, Seagate Technology, o logotipo Wave e FreeAgent são marcas comerciais ou marcas

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

Witbox. Manual de Repetier-Host. Witbox

Witbox. Manual de Repetier-Host. Witbox Manual de Repetier-Host Manual de Repetier-Host Português CONTEÚDO 3 Instalação e configuração do programa Repetier-Host 4 Instalação 4 Instalação em Linux 5 Instalação em MacOS 5 Instalação em Windows

Leia mais

http://www.uarte.mct.pt

http://www.uarte.mct.pt ws-ftp 1 sobre o programa...... pag.. 2 descarregar o programa a partir do site da uarte... pag.. 3 instalar o programa...... pag.. 4 a 6 iniciar o programa...... pag.. 7 interface dpo programa... pag..

Leia mais

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO. Rua Maestro Cardim, 354 - cj. 121 CEP 01323-001 - São Paulo - SP (11) 3266-2096

TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO. Rua Maestro Cardim, 354 - cj. 121 CEP 01323-001 - São Paulo - SP (11) 3266-2096 TUTORIAL DE UTILIZAÇÃO Índice Geral Antes de Começar 2 Procedimento de Instalação 3 Exportar dados para o 8 Acesso ao 10 Ordens de Serviço no 11 Solicitações de Serviço no 17 Folhas de Inspeção no 19 Importar

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

[GESTÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS COM O ENDNOTE]

[GESTÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS COM O ENDNOTE] 2015 FEP Centro de Documentação, Informação e Arquivo (CDIA) [GESTÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS COM O ENDNOTE] Documento de apoio na utilização do Endnote. ÍNDICE ÍNDICE... 1 BREVE INTRODUÇÃO... 2 O

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2

Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2 Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center Versão 5.4.2 2006-2014 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedido por escrito, nenhuma licença é

Leia mais

Configurando DDNS no Stand Alone

Configurando DDNS no Stand Alone Configurando DDNS no Stand Alone Abra o seu navegador de internet e acesse o endereço http://www.advr.com.tw(ou, http://59.124.143.151 ). Clique em Register para efetuar o cadastro de um novo grupo.(foto

Leia mais

Manual Email marketing v.240215

Manual Email marketing v.240215 1º Passo Acessar a página www.marketing.vardigital.com.br e fazer login com os seguintes dados: Usuário: email@dominio Senha: var@emkt 2º Passo A página seguinte é o painel geral de administração, sendo

Leia mais

TUTORIAL WEEBLY. 2-Crie um cadastro (lembrando que palavra passe é a senha). Após preencher o formulário, clique em Sign Up. It s Free!

TUTORIAL WEEBLY. 2-Crie um cadastro (lembrando que palavra passe é a senha). Após preencher o formulário, clique em Sign Up. It s Free! TUTORIAL WEEBLY 1- Entre no site do Weebly: www.weebly.com 2-Crie um cadastro (lembrando que palavra passe é a senha). Após preencher o formulário, clique em Sign Up. It s Free! 3- Irão aparecer algumas

Leia mais

Manual do utilizador. Aplicação de agente

Manual do utilizador. Aplicação de agente Manual do utilizador Aplicação de agente Versão 8.0 - Otubro 2010 Aviso legal: A Alcatel, a Lucent, a Alcatel-Lucent e o logótipo Alcatel-Lucent são marcas comerciais da Alcatel-Lucent. Todas as outras

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE A EQUIPA DO PTE 2009/2010 Índice 1. Entrar na plataforma Moodle 3 2. Editar o Perfil 3 3. Configurar disciplina 4 3.1. Alterar definições 4 3.2. Inscrever alunos

Leia mais

Manual de Instalação EDIÇÃO 1.0

Manual de Instalação EDIÇÃO 1.0 Editor Rápido ipldk Manual de Instalação EDIÇÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Edição Data Descrição das Alterações Versão S/W Versão MPB Edição 1 Out/2006 Lançamento Inicial C.7Aa ~ C.7Aa - i - Conteúdo 1.

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO -ZIMBRA- Ajuda na configuração e utilização do cliente de correio eletrónico

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO -ZIMBRA- Ajuda na configuração e utilização do cliente de correio eletrónico MANUAL DE CONFIGURAÇÃO -ZIMBRA- Ajuda na configuração e utilização do cliente de correio eletrónico Índice Autenticação Pela Primeira Vez... 3 Utilização do Zimbra... 4 Como Aceder... 4 Como fazer Download

Leia mais

www.enviarsms.smsvianetportugal.com Descrição de Como Utilizar

www.enviarsms.smsvianetportugal.com Descrição de Como Utilizar www.enviarsms.smsvianetportugal.com Descrição de Como Utilizar Este interface de utilizador, do serviço www.smsvianetportugal.com, permite a ceder à mesma conta de cliente, que através do interface simplesms.smsvianetportugal.

Leia mais

Pingwin Android Como instalar

Pingwin Android Como instalar Pingwin Android Como instalar 1. Fazer o download do Pingwin.apk; 2. Autorizar instalações de fornecedores desconhecidos no Android; 3. Licenciar o Pingwin Android; 4. Como configurar o Pingwin Android

Leia mais

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi)

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Este módulo irá ensinar-lhe como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica usando o programa Prezi. A produção de uma apresentação

Leia mais

GUIA DE MANUTENÇÃO DO CERTIFICADO PÚBLICO NA NFSe Versão 0.1

GUIA DE MANUTENÇÃO DO CERTIFICADO PÚBLICO NA NFSe Versão 0.1 GUIA DE MANUTENÇÃO DO CERTIFICADO PÚBLICO NA NFSe Versão 0.1 Sumário Introdução... 3 1. Pré-requisitos... 4 2. Instalação do Java... 5 3. Encontrando o Projeto Servidor NFE... 11 4. Manutenção do arquivo.keystore

Leia mais

Status Enterprise Guia do Usuário. Parte 12 Serviço de conector de Dados

Status Enterprise Guia do Usuário. Parte 12 Serviço de conector de Dados Guia do Usuário Parte 12 Serviço de conector de Dados Conteúdos 1 INTRODUÇÃO... 4 1.1 Descrição do Serviço conector de Dados ou Data com nector... 4 2 CRIAR UMA CONFIGURAÇÃO DE ENLACE DE DADOS... 5 2.1

Leia mais

Área de Administração

Área de Administração Área de Administração versão 1.1 Partir de 2012/01/14 aplica-se para a versão phpcontact 1.2.x www.phpcontact.net Geral A área de administração é utilizado para uma fácil configuração do software elaboraçao

Leia mais

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador Acronis Servidor de Licença Manual do Utilizador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Descrição geral... 3 1.2 Política de licenças... 3 2. SISTEMAS OPERATIVOS SUPORTADOS... 4 3. INSTALAR O SERVIDOR DE LICENÇA

Leia mais

TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS

TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS TUTORIAL AUTODESK 360 COLABORAÇÃO E ARMAZENAMENTO DE ARQUIVOS Autodesk 360 é a nuvem da Autodesk, podendo ser acessada pela sua conta da Autodesk Education Community (estudantes) ou Autodesk Academic Resource

Leia mais

Guia de instalação e Activação

Guia de instalação e Activação Guia de instalação e Activação Obrigado por ter escolhido o memoq 5, o melhor ambiente de tradução para tradutores freelancer, companhias de tradução e empresas. Este guia encaminha-o através do processo

Leia mais

Instalação de Moodle 1

Instalação de Moodle 1 Instalação de Moodle (local em Windows XP) 1. Introdução...2 2. Instalação de XAMPP...3 3. Instalação de Moodle...9 3.1. Download de Moodle...9 3.2. Criar uma Base de Dados...10 3.3. Instalação de Moodle...11

Leia mais

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com Servidor IIS Servidor IIS IIS Serviço de informação de Internet; É um servidor que permite hospedar um ou vários sites web no mesmo computador e cria uma distribuição de arquivos utilizando o protocolo

Leia mais

Projeto Competências em informação on line Tutoriais em Tecnologias Intelectuais

Projeto Competências em informação on line Tutoriais em Tecnologias Intelectuais Rede de projetos do Laboratório de Tecnologias Intelectuais Lti Projeto Competências em informação on line Tutoriais em Tecnologias Intelectuais TUTORIAL GOOGLE DOCS PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS

Leia mais

HOME. Guia de Usuário

HOME. Guia de Usuário HOME Guia de Usuário Contenido Introdução a SYNCING.NET... 3 Bem-vindo a SYNCING.NET... 3 Utilizando SYNCING.NET... 3 Como funciona SYNCING.NET?... 3 Requisitos Técnicos... 5 Instalação... 6 Registro...

Leia mais

GABARITO - B. manuel@carioca.br

GABARITO - B. manuel@carioca.br NOÇÕES DE INFORMÁTICA EDITORA FERREIRA PROVA MPRJ -TÉCNICO ADMINISTRATIVO - TADM NCE-UFRJ CORREÇÃO - GABARITO COMENTADO Considere que as questões a seguir referem-se a computadores com uma instalação padrão

Leia mais

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA:

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA: Este tutorial parte do princípio que seu usuário já possua conhecimentos básicos sobre hardware, sistema operacional Windows XP ou superior, firewall, protocolo de rede TCP/IP e instalação de software.

Leia mais

Equipa PTE. Janeiro 2012

Equipa PTE. Janeiro 2012 Janeiro 2012 Equipa PTE Índice Introdução... 3 Registo Online... 3 Instalação... 6 Dropbox Online... 9 Separador Files (Ficheiros)... 10 Restaurar arquivos... 11 Recuperar arquivos... 11 Separador "Events"...

Leia mais

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft O OneDrive é um serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft que oferece a opção de guardar até 7 GB de arquivos grátis na rede. Ou seja, o usuário pode

Leia mais

Manual Carteiro Virtual

Manual Carteiro Virtual Manual Carteiro Virtual CONFIGURAÇÕES INICIAIS Introdução...3 Como acessar o Carteiro Virtual...4 Personalizando seus dados de acesso...6 LISTAS DE CONTATOS Criando Lista de Contatos...8 Inserindo contatos

Leia mais

ÍNDICE. GUIa DE UtIlIzaÇÃo

ÍNDICE. GUIa DE UtIlIzaÇÃo Motorola i1 ÍNDICE Introdução... 03 Instalação através do Quick Office do aplicativo assinado...04 Instalação através do Quick Office do aplicativo não-assinado...08 Instalação através do Assistente de

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

Como funciona a MEO Cloud?

Como funciona a MEO Cloud? Boas-vindas O que é a MEO Cloud? A MEO Cloud é um serviço da Portugal Telecom, lançado a 10 de Dezembro de 2012, de alojamento e sincronização de ficheiros. Ao criar uma conta na MEO Cloud fica com 16

Leia mais

Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc.

Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc. CRIANDO UMA CAMPANHA Esta é a tela inicia, aqui podemos visualizer os relatórios de envio, gráficos de inscrições,cancelamentos, etc. O primeiro passo é adicionar uma lista, as lista basicamente são grupos

Leia mais

AVG Admin 2012 SQL Server 2005 Express

AVG Admin 2012 SQL Server 2005 Express AVG Admin 2012 SQL Server 2005 Express Conteúdo: 1. INSTALAÇÃO DO SQL SERVER 2005 EXPRESS... 3 1.1. Microsoft.Net Framework 2.0... 3 1.2. Microsoft SQL Server 2005 Express... 3 2. INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

Como criar uma APP (Mobincube)

Como criar uma APP (Mobincube) Como criar uma APP (Mobincube) Este módulo irá ensinar-lhe como criar e disponibilizar uma APP (Aplicação) usando o programa Mobincube. A produção de uma APP constitui uma competência informática avançada.

Leia mais

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização

Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Sistema de Registro das Atividades do RT - Tutorial de utilização Acesso WEB 1. Primeiro acesso Para acessar o sistema, abra seu navegador de internet e vá até o site http://sistemart.crmv pr.org.br. Você

Leia mais

SMS App Desktop. Manual Plataforma Desktop de Envio em Massa

SMS App Desktop. Manual Plataforma Desktop de Envio em Massa SMS App Desktop Manual Plataforma Desktop de Envio em Massa Para conseguir um correto funcionamento da aplicação web, por favor, leia com atenção o seguinte instrutivo. Igualmente, recomendamos ter uma

Leia mais

Manual Integra S_Line

Manual Integra S_Line 1 Introdução O é uma ferramenta que permite a transmissão Eletrônica de Resultado de Exames, possibilitando aos Prestadores de Serviços (Rede Credenciada), integrarem seus sistemas com os das Operadoras

Leia mais

VISTORIA DO SISTEMA REGIN PREFEITURAS

VISTORIA DO SISTEMA REGIN PREFEITURAS Página 1 / 29 ÍNDICE ÍNDICE... 2 APRESENTAÇÃO... 3 MÓDULO DE ACESSO... 3 CONFIGURAÇÃO MÓDULO VISTORIA... 4 ANÁLISE DOS PROTOCOLOS... 5 CONTROLE DE EXPORTAÇÃO MÓDULO VISTORIA... 8 DISPOSITIVO REGIN PREFEITURA...

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 4 2 Nextel Cloud Web... 5 2.1 Página Inicial... 6 2.1.1 Meu Perfil... 7 2.1.2 Meu Dispositivo...

Leia mais

Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas

Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GERÊNCIA DE CONTROLE E INFORMAÇÕES Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas Jabber & Exodus Jabber é um protocolo aberto, baseado em XML para troca de mensagens instantâneas.

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais