índice Prefácio... 9 Capítulo I - CONFIGURAÇÃO DA PROPRIEDADE IMÓVEL COMO DIREITO REAL E NECESSIDADE DA FORMAçÃO DE UM REGIME REGISTRÁRIO...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "índice Prefácio... 9 Capítulo I - CONFIGURAÇÃO DA PROPRIEDADE IMÓVEL COMO DIREITO REAL E NECESSIDADE DA FORMAçÃO DE UM REGIME REGISTRÁRIO..."

Transcrição

1

2 índice Prefácio Capítulo I - CONFIGURAÇÃO DA PROPRIEDADE IMÓVEL COMO DIREITO REAL E NECESSIDADE DA FORMAçÃO DE UM REGIME REGISTRÁRIO Capítulo II - REGISTRO COMO PRINCIPAL MODO DE AQUI- SIÇÃO DA PROPRIEDADE IMOBILIÁRIA A - Conceito de registro de imóveis e de direito registral imobiliário B - Etiologia histórico-legal do registro de imóveis no Brasil.. 50 C - Finalidades do registro imobiliário D - Modalidades de sistemas registrários de propriedade imóvel E - Efeitos do registro imobiliário F - Dados jurisprudenciais f.i. Prova do domínio \ f.2. Efeito da transcrição na reivindi. ação f.3. Registro paroquial não confere,çlireito real fa. Subordinação do registro à coexistência de todos os requisitos legais f.5. Matrícula e registro anterior como condições para a segurança do assento f.6. Menção do número da matrícula ou do registro anterior como requisito legal f.7. Falta de encadeamento subjetivo e objetivo entre o ato pretendido e o conteúdo da transcrição anterior constitui violação ao princípio da continuidade f.8. Respeito à circunscrição judiciária ou administrativa da legislação local como garantia da continuidade registrária f.9. Individuação do imóvel como requisito indispensável para assegurar a continuidade dos registros

3 f.1o. Princípios informativos do sistema de registro imobiliário f Importância de seu conhecimento f Princípio da continuidade f Princípio da especialidade f.10a. Princípio da prioridade Capítulo III - NOVO SISTEMA COMUM DE REGISTRO DE IMÓVEIS A - B - Presunção "juris tantum" de domínio como efeito primordial do registro imobiliário comum Evolução terminológica e conceituação técnico-jurídica dos atos do sistema registrário comum C - Matrícula... :; c.1. Finalidaqe da matrícula como peça fundamental do novo sist~a registrário imobiliário c.2. Princípio da correspondência entre a unitariedade da matrícula e a unidade físico-jurídica do imóvel c.3. Consequências jurídicas decorrentes das normas relativas à matrícula ca. Modelo de matrícula c.s. Textos jurisprudenciais alusivos à matrícula c.s.1. Abertura de matrícula c.s.2. Matrícula e título anterior c.s.3. Exigência de perfeita identificação do imóvel.. 99 c.sa. Princípio da unitariedade da matrícula c.s.s. Inadmissibilidade de abertura de matrícula de simples parte ideal c.s.6. Unificação de imóveis e fusão de matrícula c.s.7. Omissão de requisito essencial e retificação da falha c.s.8. Cancelamento da matrícula D - Registro "stricto sensu" d.1. Obrigatoriedade e local do registro d.2. Atos sujeitos a registro d.2.1. Classificação científico-jurídica d.2.2. Atos para obtenção de declaração ou aquisição de propriedade imobiliária d Compra e venda pura ou condicional.. 107

4 d Troca ou permuta d Doação d Dação em pagamento d Transferência de imóvel à sociedade, quando integrar quota social d Divisão e demarcação do imóvel d Renúncia d Usucapião d Desapropriação administrativa e judicial d.2.2.1o. Incorporação imobiliária e instituição de condomínio d Desmembramento e loteamento urbano e rural d Contrato de aquisição de casa própria pelo Sistema Financeiro da Habitação d Incorporação de bens imóveis do patrimônio público para formação do capital de sociedade de economia mista e empresa pública d Acessão d Escritura pública de separação extrajudicial consensual e de divórcio extrajudicial consensual d Escritura pública\ de inventário e de partilha extrajudidais d.2.3. Atos relativos à constituiçãb oe um direito real sobre imóvel alheio d Enfiteuse d Servidão predial d Usufruto, uso e habitação d Renda constituída sobre imóvel d Hipoteca d Anticrese d Penhor rural e industrial d Alienação fiduciária em garantia d Compromisso irretratável de compra e venda de imóvel e sua cessão d superfície

5 d.2.4. Atos atinentes à fonnação do patrimônio familiar d.2.4.l. Instituição do bem de família d Convenção antenupcial d Dote d.2.5. Atos provenientes de decisões judiciais d.2.5.l. Penhora, arresto e sequestro de imóvel d Citação de ação real ou pessoal reipersecutória relativa a imóvel d Arrematação e adjudicação em hasta pública d Carta de alienação de bem imóvel penhorado d Sentença que adjudicar bens de raiz em '11 pagamento dos débitos da herança d:'q.5.6. Ato de entrega de legado de imóvel, ~, formal de partilha e sentença de adjudicação em inventário ou arrolamento quando não houver partilha d Imissão provisória na posse e respectiva cessão e promessa de cessão d.2.6. Atos alusivos a direitos pessoais relativos a imóveis d Contrato de locação predial com cláusula de vigência em caso de alienação d Empréstimos por obrigações ao portador ou debêntures d.2.7. Atos oriundos de limitações constitucional-administrativas a imóveis d.2.7.l. Tombamento d Participação do proprietário do solo quanto à lavra d Tenno de responsabilidade pela preservação de florestas d Termos administrativos, sentenças declaratórias da concessão de uso es~ pecial para fins de moradia e contrato de concessão de direito real de uso de imóvel público

6 d Imprescindibilidade da matrícula d Viabilidade jurídica do registro dos termos administrativos, das sentenças declaratórias da concessão de uso especial para fins de moradia e do contrato de concessão de direito real de uso de imóvel público d Registros dos termos administrativos ou das sentenças declaratórias da concessão de uso especial para fins de moradia e do contrato de concessão de direito real de uso de imóvel público d Registro de parcelamento resultante de regularização fundiária d Registro de regularização fundiária de ocupação de áreas urbanas da União, no âmbito da Amazônia Legal, resultante de..doação, e concessão de direito real de uso 310 d Registro da legitimação da posse d.3. Atos não registráveis da. Procedimento do registro d.5. Processo administrativo da dúvida d.6. Retificação do registro imobiliário d.6.1. Noção d.6.2. Modalidades de retificação admitidas em direito d.6.3. Modelos textuais d Requerimento para retificação de registro de imóveis d Mandado de averbação para retificação de área

7 d.7. Decisões jurisprudenciais relativas ao registro "stricto sensu" d.7.1. Presunção ')uris tantum" de propriedade decorrente do sistema comum d.7.2. Registro de atos relativos à via férrea d.7.3. Contratos registráveis d.7 A. Registro de compra e venda d.7a.1. Requisitos d.7a.2. Registro de venda do mesmo imóvel a pessoas diferentes d.7a.3. Assento de compra e venda de área desmembrada de outra maior d.7aa. Questão da disponibilidade dos alienantes em caso de escrituras de venda "ad corpus" e "ad mensuram" d.7 ~4. 5. Notificação impeditiva de registro d.7.~.6. Ineficácia de registro de escritura de compra e venda posterior à falência em relação à massa d Duplicidade de registro d.7a.8. Necessidade de se perquirir se os caracteres e confrontações precedentes possibilitam a reconstituição da área d.7a.9. Apresentação de certificado de quitação de débitos previdenciais pelo alienante comerciante d.7a.1o. Nulidade de registro de compra e venda d Vendedor casado com título aquisitivo do imóvel onde figura como solteiro; necessidade de averbação do casamento mesmo se o casal for estrangeiro d.7.5. Permuta d.7.6. Dação em pagamento d.7.7. Doação d Aceitação do comprador das condições impostas pelo doador permite o registro

8 d Estipulação de prazo para aceitação expressa é inócua para o registro de doação pura e simples d Reserva de usufruto na doação constitui termo suspensivo d Registro do imóvel em nome do doador é condição para a matrícula em nome do donatário d Retificação judicial do registro em caso de o assento ser omisso em relação à área do imóvel doado d Lei n /73, art. 225, e identificação de imóvel doado à Prefeitura Municipal d Procedimento de dúvida e doação d.7.8. Usucapião d Sentença declaratória de usucapião é título hábil para o registro do imóvel usucapido d Arruamento na gleba usucapienda não constitui óbice ao registro d Deferimento de registro em instância administrativa d Apresentação de certidões de registros anteriores para apurar legititrpdade, da aquisição..... ~ d.7.9. Desapropriação d Sentença de desapropriação como título hábil para o assento imobiliário d Casos de impossibilidade de registro de desapropriação d.7.1o. Incorporação imobiliária d.7.1o.1. Inexistência de incorporação por falta de registro d Exigência de arquivamento de documentos arrolados em lei para que a incorporadora possa negociar fração ideal de terreno e unidade autônoma

9 d.7.1o.3. Cartas-propostas em incorporação imobiliária registradas conferem direito real d Inviabilidade de registro de incorporação imobiliária d Dispensa de apresentação pela incorporação de certificado de quitação d Condomínio d Requisitos para assento de Convenção de Condomínio d Condomínio como grupo despersonalizado d Identificação dos comunheiros como exigência para matrícula de imó- vel em que há comunhão "pro indiviso"..... dv I 1.4. Registro de parte ideal de imóvel em, ~ condomínio..... d Registro de compra e venda de terreno onde se erigiu edifício em condomínio, havendo assentos de promessas de cessão de frações ideais do imóvel... d Alienação de parte certa de imóvel indiviso d Denegação de registro de escritura pública de divisão d Caso de desnecessidade de descrição pelos condôminos da área maior, em escritura pública de compra e venda de parte da mesma d Condomínio e mudança de destinação da área d o. Registro de compra e venda de vaga de garagem em condomínio com unidades autônomas d Assento de alienação de imóvel aprovada por condômino por escritura pública de ratificação da compra e venda

10 d Condomínio e assento de fonnal de partilha d Impossibilidade de registro de arrematação se o executado era um dos condôminos d Desmembramento d Desmembramento e loteamento d Hipóteses de impossibilidade de registro de desmembramento d Protesto contra alienação de bens não impede registro de desmembramento d Averbação de desmembramento d Cálculo de emolumentos em caso de registro de desmembramento d Assentamento do loteamento d Aprovação do loteamento pela Prefeitura d Requisitos para registro de loteamento d Causas impeditivas de recusa ao registro do loteamento d Casos de inviabilidade de assento de loteamento... \ d Consequências jurldicas de loteamento não registrado d Registro de loteamento não constitui meio regular para permissão de divisão dos lotes d Loteamento registrado autoriza registro de escrituras individuais d Imissão de posse obtida em ação de desapropriação confere legitimidade para requerer o registro do loteamento projetado d Impugnação por terceiro de registro relacionado com imóvel loteado.. 384' d o. Loteamento e notificação para pagamento de prestação em atraso

11 d Certificado de Cadastro no INCRA não constitui autorização para loteamento d Loteamento anterior à Lei n n9 385 d Propriedade pública dos espaços livres do loteamento d Averbação de loteamento d Averbação de plano de arruamento e loteamento d Questões sobre assento de subdivisão de lote ou desdobro d Formação do capital social pela incorporação de bens do patrimônio público d Servidão de passagem d Servidão administrativa d.7.18:jiipoteca '{ Necessidade de registro e especiali-, zação da hipoteca d Registro de carta de adjudicação em favor do credor hipotecário legitima a ação de imissão de posse d Anuência do credor hipotecário para substituição e redução da hipoteca inscrita d Hipoteca de área loteada d Hipoteca e procedimento de dúvida. 391 d Cancelamento de hipoteca e averbação de perempção d Cédulas de crédito rural, industrial, à exportação e comercial d Normas para seu registro d Registro nos Livros n. 2 e 3 da cédula de crédito industrial d Anuência do credor para venda de imóvel hipotecado em cédula rural hipotecária d Cobrança das custas d Registro imobiliário de penhor rural

12 d Compromisso de compra e venda e seu registro d Abertura de matrícula no registro do compromisso de compra e venda d Efeitos do registro do compromisso de compra e venda no Registro Imobiliário d Hipóteses em que há inadmissibilidade de registro do compromisso de compra e venda d.7.20a. Compromisso de compra e venda e certidão do registro anteriof d Impossibilidade de registro de compromisso de compra e venda tendo por objeto quinhão oriundo de divisão não registrada d Inadmissibilidade do pretendido registro da transmissão da fração ideal do terreno compromissado d Compromisso de compra e venda e cessão d Impossibilidade de reivindicação fundada em compromisso de compra e venda não reg ~strado d Desnecessidade de intervenção da Curadoria de Registros Públicos em ação anulatória de compromisso de compra e venda de parte ideal do imóvel d o. Direito do compromitente-comprador de resgatar débito hipotecário d Registro de rescisão de compromisso de compra e venda d Retificação em compromisso de compra e venda d Adjudicação compulsória e seu assento no Registro Imobiliário d Averbação de caução de promessa de compra e venda

13 d Compromisso de compra e venda e cancelamento d Nulidade de registro de compromisso de compra e venda d Inadmissibilidade de pedido de registro de compromisso de compra e venda de imóvel hipotecado e arrecadado pela massa falida de promitente-alienante d Registro de instrumento de cessão de direitos de promessa de cessão d Ausência de registro da convenção antenupcial não anula o ato d.7.23 :,Penhora \: Registro de penhora de compromis- ~, so de compra e venda d Registro de alienação de imóvel penhorado d Registro de imóvel gravado com penhora anterior d Casos de impossibilidade de registro de penhora d Cessão de direitos penhorados d Direito de preferência de quem primeiro realizou a conversão do arresto em penhora d Carta de arrematação d Impossibilidade de registro de carta de arrematação se o devedor executado é titular de metade ideal d Descabimento de decisão que impede o registro em razão de ônus real recaindo sobre o imóvel arrematado 408 d Apresentação de certificado de quitação de débito previdencial para assento de carta de arrematação passada em execução extrajudicial d Inexigibilidade de certificado de quitação do lapas (hoje INSS) para 22

14 registro de carta de arrematação passada em execução judicial d Assento de cédula de crédito industrial não obsta o registro de carta de arrematação.... d Carta de adjudicação.... d Princípios básicos do registro de carta de adjudicação.... d Carta de adjudicação e omissão de característica e aditamento.... d Carta de adjudicação registrada legitima ação de imissão de posse.... d Possibilidade de registro inaugural de carta de adjudicação se inexistir registro anterior..... d Hipótese de registro negado de carta de adjudicação.... d Desnecessidade de apresentação de prova de quitação de débito fiscal para assentamento de carta de adjudicação d Exigência descabida de certificado de quitação de débitos previdenciais para registro de carta pe adjudicação. d'. I ' JU ICla d Formal de partilha d Formal de partilha não registrado e violação do princípio da continuidade d Necessidade de apresentação do formal de partilha.... d Eficácia de partilha não registrada entre os herdeiros d Impossibilidade de registro de formal de partilha.... d Partilha anterior ao Código Civil.... d Locação.... d Registro do contrato de locação

15 24 d Casos de recusa de registro de locação pelo oficial do Cartório competente d Direito do locatário pelas benfeitorias depende de averbação da estipulação contratual d Impossibilidade de averbação de prorrogação de locação não registrada. 418 d Atos insuscetíveis de serem registrados d.7.28.i. Cessão de direitos hereditários d Instrumento particular de promessa de cessão e transferência de direitos hereditários d Ocupação de terreno de marinha d Escritura pública sem efeito ~ d Instrumento particular anterior ao \ Código Civil d Proposta de aquisição de imóvel d Contrato preliminar d Protesto contra alienação de bens d Ofício expedido em execução fiscal d o. "Leasing" d i. Usufruto sucessivo d Prenotação d Princípio "tempus regit actum" d Impossibilidade de recusa à medida da prenotação d Instrumento devolvido sem prenotação se apresentado para exame e cálculo de emolumentos d Prenotação de títulos sobre o mesmo imóvel, expressando direitos reais contraditórios d Efeitos da prenotação d Caducidade da prenotação d Exigibilidade de apresentação da via original para assento d.7.3i. Inadmissibilidade de cópia reprográfica d Registro de documentos de procedência estrangeira

16 d Exame formal dos títulos pelo serventuário d Obrigação do oficial de receber título apresentado em Cartório d Insustentabilidade da recusa do serventuário em registrar título que encerra a terceira alienação do imóvel sem apresentação do certificado de quitação previdencial d Impossibilidade de registro de imóvel com localização imprecisa d Procedimento de dúvida d Natureza administrativa do procedimento da dúvida d Objeto da suscitação da dúvida d Possibilidade de o suscitante apontar "a posteriori" os fatos impeditivos do registro d Legitimidade para suscitar dúvida. 438 d Questão da dúvida inversa d Assistência ou intervenção de terceiros no processo de dúvida d Ciência da suscitação da dúvida d Impugnação da dúvida d Suscitação de dúvida de títulosjudiciais... ) d o. Dúvida e pedidd,de, duplicidade de registro...,.., d Dúvida suscitada em razão de apresentação de título contraditório d Dúvida levantada sobre compromisso de compra e venda d Dúvida e mandato d Dúvidas atinentes à doação d Reconhecimento de inanidade de interpelação edital em resolução contratual no procedimento da dúvida d Exequibilidade de cindibilidade de título determinada em processo de dúvida

17 d Produção de provas d Descabimento de prova técnico-pericial d Competência para julgamento da dúvida d Arquivamento sem julgamento do processo da dúvida d Legitimação ativa para interpor recurso d Competência recursal d Apelação no processo de dúvida d Inexistência de recurso de agravo retido no procedimento de dúvida. 448 d Impossibilidade de uso de embargos infringentes q Inviabilidade de recurso extraordi- ~ '. nário d Procedimento de dúvida e custas d Cartório de protestos e dúvida d Dúvida e retificação d Pretensão de nulidade do registro imobiliário e processo de dúvida d Dúvida sobre registro de convenção condominial d Dúvida e desapropriação d Processo de dúvida e os princípios da continuidade e da especialidade d Procedimento de dúvida e retrovenda d Processo de dúvida e registro de loteamento d Ação de retificação do registro de imóveis d Prazo prescricional d Legitimidade para requerer a retificação d Recebimento do pedido como dúvida reversa para retificar o próprio registro

18 d Improcedência de retificação por falta de especificação do imóvel ou da prévia unificação d Inadmissibilidade de retificação baseada em título irregular d Descabimento de retificação para legitimar posse litigiosa d Retificação de área no registro de imóveis e carência da ação de retificação proposta para obter acréscimo de área possuída mas não titulada. 457 d Retificação não é modo aquisitivo de propriedade imobiliária d Pedido de retificação cumulado com fusão de matrículas d o. Retificação cumulada com anulação de divisão d Ação de retificação e reivindicatória d Desapropriação parcial do imóvel, dando origem a frações distintas, é hipótese de desmembramento e não de retificação d Inadmissibilidade d~ retificação baseada em titularidad~ duvidosa em face de demanda anterior d Descabimento do processo sumaríssimo (hoje sumário) d Questão do erro evidente d Ação retificatória que afeta terra pública e posse de terceiro d Retificação de número de prédios d Ação de retificação envolvendo matéria dominial d Retificação e condomínio d Processo retificatório em caso de dupla denominação de imóvel rural d Retificação em razão de cancelamento de servidão

19 \, c d Formal de partilha e ação retificatória d Retificação efetivada por sentença em sobrepartilha d Necessidade de prévia retificação na hipótese de divergência entre o título apresentado e o registro quanto à identidade do transmitente d Ação de retificação de erro na qualificação de um dos adquirentes d Atualização nominal de confrontantes e retificação d Retificabilidade "ex officio" de erro gráfico de nome d Processo retificatório para substituição do nome do proprietário d Pedido de retificação do nome do adquirente d Possibilidade de retificação por simples erro do estado civil d Pressupostos de cabimento de retificação de área d Retificação de escritura d Procedimento retificatório de registro d Retificação de registro conflitante. 474 d Obtenção de retificação por meio de processo contencioso d Impugnação fundamentada d Obrigatoriedade de citação dos interessados d Intervenção do Ministério Público. 485 d Possibilidade de pedido reconvencional d Necessidade de prova pericial d Descabimento de produção de prova orientada a demonstrar prescrição aquisitiva

20 d Competência para decidir questão retificatória d Inexistência de coisa julgada material d Possibilidade de extinção de processo de retificação sem julgamento do mérito d Competência para julgar pedido recursai d Impossibilidade de revisão de decisão sem interposição de recurso d Ação anulatória de sentença que julga procedente a retificação d Descabimento de arguição de nulidade se a retificação for deferida por simples despacho d Legitimidade de dúvida suscitada pelo oficial sobre conteúdo de título judicial retificatório d Averbação retificatória d Averbação de retificação por vistoria judicial d Pedido de cancelamento de averbação pode ser decidido como retificação de registro ou como declaração de nulidade...:.;..., 488 E - Averbação !' e.l. Importância da averbação e.2. Legitimação para requerer a averbação e.3. Atos suscetíveis de averbação eo4. Forma de lançamento da averbação e.5. Jurisprudência alusiva à averbação e.5.1. Legitimidade para requerer averbação e.5.2. Averbação em caso de registro em outracircunscrição e.5.3. Questão da enumeração do art. 167, II, da Lei n n e.504. Averbação de usufruto e.5.5. Averbação de hipoteca

21 e.5.6. Averbação de cédula de crédito industrial e.5.7. Averbação de caução de direitos relativos ao compromisso irretratável de compra e venda. 522 e.5.8. Averbação de caução judicial e.5.9. Averbação de planta diversa da anterior arquivada em Cartório e.5.1o.averbação de retificação de área e Averbação de benfeitorias de imóvel e Averbação de alteração de nome de rua e.5.l3. Averbação de abertura de via pública e Averbação de construção de prédio e.5.15.averbação de edificação e.5.16.averbação de demolição e Averbação de termo de responsabilidade pela preservação de floresta e de reserva florestal e.5.18'.., Averbação de recursos e '{\verbação de cláusulas e.5.20, Àverbação de sub-rogação e Averbação de pacto antenupcial e Averbação da alteração de estado civil e.5,23, Averbação de fusão, cisão e incorporação de sociedades...,..., e Hipóteses de inadmissibilidade de averbação e Averbação irregular e Conflito entre averbação e transcrição e Competência recursal F - Nulidade do registro de imóveis f.1. Conceito e classificação de nulidade f.2. Casos de invalidação do registro por nulidade absoluta. 534 f.3. Declaração de invalidade do registro por nulidade relativa fa. Julgados atinentes à nulidade ou anulabilidade do registro imobiliário...,...,..., f Vinculação da validade do registro à do negócio jurídico f.4.2. Anulação de registro imobiliário por sentença em processo contencioso f.4.3. Inadmissibilidade de nulidade de matrícula imobiliária por via administrativa

22 faa. Intervenção obrigatória do Ministério Público na ação de anulação de registro de imóveis fa.5. Cumulação da reivindicação com o pedido de nulidade ou anulação de registro imobiliário fa.6. Cancelamento de registro por nulidade de título 539 G - Cancelamento do registro imobiliário g.l. Hipóteses legais de sua admissibilidade g.2. Cancelamento contencioso, voluntário e legal g.3. Relação entre a eficácia do registro e o cancelamento. 544 ga. Cancelamento na jurisprudência ga.l. Legitimidade para cancelar ga.2. Curadoria de Registros Públicos e cancelamento. 545 ga.3. Instrumento hábil para cancelamento de registro. 546 gaa. Cancelamento de registro de bem de farru1ia ga.5. Cancelamento por nulidade ou anulabilidade do título causal ga.6. Cancelamento de registro fundado em falsidade de título causal ga.7. Cancelamento em razão de escritura lavrada com procuração falsa ga.8. Cancelamento de registro por erro na individuação do imóvel ga.9. Cancelamento de enfiteuse ga.lo. Cancelamento de hipoteca ga.ll. Cancelamento de registro de imóvel rural por inobservância do módu o mínimo de parcelamento ga.12. Cancelamento de segundo registro em razão de duplicidade de registros de um mesmo imóvel ga.13. Cancelamento de averbação ga.14. Nulidade do cancelamento da averbação ga.15. Efeito do cancelamento Capítulo IV - REGISTRO TORRENS COMO UM SISTE- MA REGISTRÁRIO ESPECIAL A - Conceituação e breve notícia histórica do Registro Torrens B - Suas vantagens

23 c - Principais caracteres desse procedimento registrário D - Exceções ao princípio da fé pública E - Possíveis casos de matrícula fraudulenta no Registro Torrens F - Ação de Registro Torrens f.l. Natureza jurídica f.2. Procedimento G - Adendo jurisprudencial g.l. Sistema Torrens e presunção "juris et de jure" de domínio g.2. Inadmissibilidade de Registro Torrens em caso de litígio pendente de decisão judicial g.3. Ação de Registro Torrens como processo expurgativo 573 ga. Cabimento de ação rescisória contra sentença ordenatóri", da matrícula de imóvel rural no Registro Torrens l.: g.5. Efeito da falta de contestação ou impugnação do Registro Torrens Capítulo V - SISTEMA DE REGISTRO CADASTRAL DE IMÓVEIS RURAIS A - Noções genéricas relativas ao imóvel rural B - Conceito e histórico do cadastro imobiliário rural C - Objetivos da elaboração do cadastro de imóveis rurais D - Dados necessários à efetivação do cadastro imobiliário rural E - Revisão cadastral F - G - Cadastro de beneficiário de regularização fundiária de área rural situada em terras da União arrecadada pelo INCRA no âmbito da Amazônia Legal Cadastro de beneficiário de regularização fundiária de ocupações incidentes em terras situadas em áreas rurais da União, no âmbito da Amazônia Legal, mediante alienação e concessão de direito real de uso de imóveis H - Dados jurisprudenciais

24 h.1. Obrigatoriedade da observância da fração mínima de parcelamento h.2. Coincidência de caracterização do imóvel no título e na certidão do INCRA h.3. Condição para que imóvel rural possa se submeter ao regime jurídico do urbano ha. Retificação de área de imóvel rural h.5. Formal de partilha que tem por objeto imóvel rural I - Modelo do boletim para atualização cadastral J - Modelos de Documento de Informação e Atualização Cadastral do ITR j.1. Diac - Inscrição j.2. Diac - Cancelamento j.3. Diac - Comunicação de alienação j.4. Formulário de Atualização Cadastral do Imóvel Rural Capítulo VI - SISTEMA DE CADASTRO ESPECIAL DE IMÓVEL RURAL ADQUIRIDO POR PESSOA FÍSICA OU JURÍDICA ESTRANGEIRA A - Considerações preliminares B - C - D - E - F - Aquisição de área rural por pessoa física estrangeira residente no Brasil Limitações legais à aquisição da propriedad~ imobiliária rural por pessoa jurídica estrangeira autoriza~a a funcionar no território brasileiro Restrições à aquisição por estrangeiro de imóvel situado em área considerada indispensável à segurança nacional Transmissão "causa mortis" de propriedade rural a estrangeiro Cadastro especial de imóvel rural adquirido por pessoa física ou jurídica estrangeira G - Subsídios jurisprudenciais g.1. Aquisição de loteamento urbano por estrangeiro g.2. Exigência de autorização para registro Capítulo VII - SISTEMA REGISTRÁRIO DE IMÓVEIS DE PROPRIEDADE PÚBLICA

25 A - Generalidades B - C - Procedimento para registro de propriedade de bem imóvel discriminado administrativamente ou possuído pela União Processo discriminatório administrativo e judicial de terras devolutas como condição prévia do Registro Imobiliário D - Cadastro de terras públicas E - F - Cadastramento e inscrição de bens imóveis da União ocupados por população carente para moradia Demarcação de terrenos da União para regularização fundiária de interesse social, e seu registro G - Jurisprudência g.l. Inexistência da presunção de serem públicas as terras não registradas g.2.\alienação de terras públicas Capítulo VIII - ESCRITURAÇÃO A - Definição e finalidade da escrituração B - Técnicas de escrituração b.i. Modalidades de escrituração b.2. Técnica da ficha real como nova sistemática de escrituração b.3. Livros de registro imobiliário C - Livro de Recepção de Títulos D - Livro n. 1 - "Protocolo" E - Livro n. 2 - "Registro Geral" F - Livro n. 3 - "Registro Auxiliar" G - Livro n. 4 - "Indicador Real" H - Livro n. 5 - "Indicador Pessoal" I - J - Livro de Registro de Aquisição de Imóveis Rurais por Estrangeiros Livro para Registro das Comunicações Relativas a Diretores e Ex-Administradores de Sociedades em Regime de Intervenção e Liquidação Extrajudicial K - Livro de Registro de Indisponibilidades

26 L - Encerramento e aproveitamento de livros em uso M - Modelo de matrícula, registro e averbação por ficha Capítulo IX - REGIME JURÍDICO DOS CARTÓRIOS DE RE- GISTRO DE IMÓVEIS A - Cartório de Registro de Imóveis a.i. Cartório Imobiliário como órgão público a.2. Horário de funcionamento do Cartório a.3. Sistema de publicidade registral aa. Conservação dos papéis no Cartório de Registro de Imóveis como condição para o cumprimento da sua função de repositório de documentos de interesse público a.5. Sistema de arquivamento B - Serventuário de ofício b.1. Conceituação b.2. Funções do oficial titular b.3. Dever de informar e de certificar ba. Direitos aos emolumentos C - Alguns textos jurisprudenciais c.i. Função pública do serventuário c.2. Problema decorrente de lavratura de duas escrituras de transmissão do mesmo imóvel no mesmo dia c.3. Lavratura de certidão , ) ca. Comprovação do valor tributário do imóvtv como base para o cálculo das custas e emolumentos c.5. Gratuidade requerida em ato notarial Capítulo X - QUESTÃO DA RESPONSABILIDADE NA SER- VENTIA IMOBILIÁRIA A - Conceito de responsabilidade B - Responsabilidade civil C - Responsabilidade penal D - Responsabilidade fiscal E - Responsabilidade disciplinar F - Função correcional G - Apêndice jurisprudencial

27 g.l. Submissão do Serventuário ao Juízo Corregedor Permanente e ao Corregedor-Geral da Justiça g.2. Pena disciplinar por registro de usufruto sem anuência da esposa do proprietário g.3. Suspensão por cobrança abusiva de custas e emolumentos ga. Falta caracterizada de escrevente por manter em seu poder impressos da serventia g.5. Afastamento preventivo do indiciado das funções cartorárias Capítulo XI - CONCLUSÕES FINAIS Referências bibliográficas ,,, 36

3 O INSTRUMENTO PARTICULAR NO REGISTRO DE IMÓVEIS A PARTIR DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO DE 1916... 85 3.1 Evolução histórica... 85 3.1.

3 O INSTRUMENTO PARTICULAR NO REGISTRO DE IMÓVEIS A PARTIR DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO DE 1916... 85 3.1 Evolução histórica... 85 3.1. SUMÁRIO RESUMO... 13 PREFÁCIO... 15 INTRODUÇÃO... 19 1 CONTRATOS... 23 1.1 Noções gerais... 23 1.2 Conceito... 25 1.3 Elementos do contrato... 26 1.3.1 Elementos essenciais... 26 1.3.1.1 Agente capaz...

Leia mais

Sumário Introdução 1. Escorço histórico 2. Condomínio edilício 3. Direitos e deveres no condomínio edilício

Sumário Introdução 1. Escorço histórico 2. Condomínio edilício 3. Direitos e deveres no condomínio edilício Sumário Introdução 13 1. Escorço histórico 15 1.1. O surgimento da propriedade horizontal no mundo 16 1.2. Condomínio edilício no Brasil 17 2. Condomínio edilício 20 2.1. A questão do nome do instituto

Leia mais

Válida até 30/03/2011

Válida até 30/03/2011 Tabela de Emolumentos / 2011 (1) Válida até 30/03/2011 Anexo da Portaria nº 1448 /CGJ/2010 (a que se refere o 1º do artigo 2º da Lei n.º 15.424, de 30 de dezembro de 2004, atualizado nos termos do artigo

Leia mais

Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS I - DEPÓSITO PRÉVIO

Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS I - DEPÓSITO PRÉVIO Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) I - DEPÓSITO PRÉVIO ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS 1. Nas causas de valor até R$ 3.000,00 ou inestimável R$ 70,28 R$ 14,06 R$ 84,34

Leia mais

TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS

TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS 1 - Registro, por todos os atos: I - com valor, inclusive certidão: de acordo com o ANEXO 3; II - sem valor (pactos antenupciais, citação, etc.): R$ 21,70

Leia mais

P O R T A R I A N 770/2006 PGJ. O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições legais e,

P O R T A R I A N 770/2006 PGJ. O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições legais e, MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA P O R T A R I A N 770/2006 PGJ O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições

Leia mais

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$ PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO Outros Procedimentos Atos e expedientes Habilitação para Casamento 2 214 23 239 Art. 20, II Lei 9.94/13 ISENTO Instrução de Rescisória 240 SEM CUSTAS - Já abrangidas nas custas

Leia mais

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$ PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO Outros Procedimentos Atos e expedientes Habilitação para Casamento 2 214 237 239 Art. 20, II Lei 9.974/13 ISENTO Instrução de Rescisória 240 Já abrangidas nas custas da ação

Leia mais

1 de 8 23/12/2011 23:24

1 de 8 23/12/2011 23:24 1 de 8 23/12/2011 23:24 TABELA 4 (R$) ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS Emolumentos Taxa de Fiscalização Judiciária Valor Final ao Usuário 1 Averbação (com todas as anotações e referências a outros

Leia mais

DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total

DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. FINALIDADE. DOS TÍTULOS REGISTRÁVEIS: ESCRITURA

Leia mais

ANEXO II - Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro

ANEXO II - Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro ANEXO II - s dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS TABELA 1 (R$) Valor Final ao Usuário 1 Aprovação de testamento cerrado 139,36 43,83 183,19 1101-5 2 Ata

Leia mais

Direito Notarial: O Direito Notarial como ciência, síntese histórica, organização do notariado, conceito e definição dos atos notariais SUMÁRIO

Direito Notarial: O Direito Notarial como ciência, síntese histórica, organização do notariado, conceito e definição dos atos notariais SUMÁRIO Direito Notarial: O Direito Notarial como ciência, síntese histórica, organização do notariado, conceito e definição dos atos notariais SUMÁRIO CAPÍTULO I: O Direito Notarial como objeto científico 1.

Leia mais

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo ARISP. Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2014. Lei 11.331,

Leia mais

PLANILHA DE QUALIFICAÇÃO COMPRA E VENDA *

PLANILHA DE QUALIFICAÇÃO COMPRA E VENDA * PLANILHA DE QUALIFICAÇÃO COMPRA E VENDA * PROTOCOLO n o MATRÍCULA (S) n o S = Sim N = Não NA = Não se aplica ANÁLISE DA MATRÍCULA 1 Proceda a uma análise da matrícula e faça um resumo de todos os atospositivos

Leia mais

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010:

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010: DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: Extinção de dívidas do contrato Compra do imóvel com base no art. 12 da Lei nº 11.483/2007 Substituição do beneficiário do contrato de compra e venda ou cessão de direitos Emissão

Leia mais

Tabela de Custas TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo ARI. Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2015.

Leia mais

O 10. QUADROS DA NBR 12.721/2006, COM ART O 11. ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO O 12. ATESTADO DE IDONEIDADE FINANCEIRA O 13. CONTRATO-PADRÃO

O 10. QUADROS DA NBR 12.721/2006, COM ART O 11. ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO O 12. ATESTADO DE IDONEIDADE FINANCEIRA O 13. CONTRATO-PADRÃO LISTA DE DOCUMENTOS 1 Lei 4.591/64, Provimento nº 260/CGJ/2013. O incorporador deverá apresentar, no Ofício de Registro de Imóveis, os seguintes documentos, organizados nesta ordem. CHECK LIST O 1. MEMORIAL

Leia mais

1. INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS COISAS

1. INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS COISAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS COISAS Conceitos iniciais 1.1 Conceito de direito das coisas. A questão terminológica 1.2 Conceito de direitos reais. Teorias justificadoras e caracteres. Análise preliminar

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39 SUMÁRIO Apresentação da Coleção...15 CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 1. Antecedentes históricos da função de advogado...19 2. O advogado na Constituição Federal...20 3. Lei de regência da

Leia mais

Código de Processo Civil, encontramos regras nesse sentido nos artigos 1003 e seguintes, 1022 e seguintes, artigo 1026.

Código de Processo Civil, encontramos regras nesse sentido nos artigos 1003 e seguintes, 1022 e seguintes, artigo 1026. Escritura pública de inventário e partilha Documentos Necessários A relação de documentos necessários para uma escritura pública de inventário e partilha, especialmente quando contemplam bens imóveis,

Leia mais

Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia

Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia Publicado no D.O.E. de 17 de maio de 2005. Orienta os órgãos da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, quanto à incorporação de imóveis

Leia mais

14/06/2013. Andréa Baêta Santos

14/06/2013. Andréa Baêta Santos Tema: DIREITO REGISTRAL IMOBILIÁRIO Questões de Registro de Imóveis 14/06/2013 1. Na certidão em relatório Oficial deve sempre se ater ao quesito requerente? formulado o pelo Não, pois sempre que houver

Leia mais

REGISTRO DE LOTEAMENTO / DESMEMBRAMENTO

REGISTRO DE LOTEAMENTO / DESMEMBRAMENTO REGISTRO DE LOTEAMENTO / DESMEMBRAMENTO (Lei 6.766/79 alterada pela Lei 9.785/99 e Lei Estadual 7.943/2004) Lei 6.766/1979 - Art. 2º.: 1º - Considera-se loteamento a subdivisão de gleba em lotes destinados

Leia mais

Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989

Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989 Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989 C:\SiteMogi_2009\Manual para preenchimento da Guia2.doc 1 Instruções

Leia mais

TABELA A ATOS DOS TABELIÃES. 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60

TABELA A ATOS DOS TABELIÃES. 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60 TABELA A ATOS DOS TABELIÃES 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60 02 ATAS NOTARIAIS (pela lavratura e registro, conforme a complexidade do fato observado a ser transformado em ato jurídico

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS (Check list) Modalidade: AQUISIÇÃO À VISTA (DAMP 1)

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS (Check list) Modalidade: AQUISIÇÃO À VISTA (DAMP 1) (I) DO COMPRADOR ( ) Ficha Cadastral do Proponente (Original, preenchida, datada e assinada) ( ) Documento de Identidade de todos os compradores e seus respectivos cônjuges, se for o caso ( ) CPF de todos

Leia mais

T A B E L A 4-2015 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa de Valor Final Código. (Fundo de Compensação)

T A B E L A 4-2015 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa de Valor Final Código. (Fundo de Compensação) T A B E L A 4-2015 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa Valor Final Código Brutos (B/C do Recompe-MG) (Fundo Compensação) Líquidos (Recompe-MG já duzidos) Fiscalização

Leia mais

SUMÁRIO PREFÁCIO ABREVIATURAS ABREVIATURAS INTRODUÇÃO

SUMÁRIO PREFÁCIO ABREVIATURAS ABREVIATURAS INTRODUÇÃO SUMÁRIO ABREVIATURAS CAT Certidão Autorizativa de Transferência CC - Código Civil CF - Constituição Federal CGC Corregedoria Geral de Justiça CPC Código de Processo Civil CSM Conselho Superior de Magistratura

Leia mais

DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL

DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL Professor Luiz Egon Richter 1. DA DISTINÇÃO ENTRE A

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ PROVIMENTO Nº 0060/97 O Desembargador GILBERTO DE PAULA PINHEIRO, Vice- Presidente/Corregedor-Geral da Justiça do Estado do Amapá, no uso de suas atribuições legais, Considerando que a Lei Federal nº 6.766,

Leia mais

SUMÁRIO NOTA DO AUTOR À TERCEIRA EDIÇÃO

SUMÁRIO NOTA DO AUTOR À TERCEIRA EDIÇÃO SUMÁRIO NOTA DO AUTOR À TERCEIRA EDIÇÃO... 15 PREFÁCIO... 17 INTRODUÇÃO... 19 Capítulo I FLEXIBILIZAÇÃO... 21 1.1. Definição... 21 1.2. Flexibilização da norma... 23 1.3. Flexibilizar a interpretação e

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS DOS SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTROS / 2009

TABELA DE EMOLUMENTOS DOS SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTROS / 2009 TABELA DE EMOLUMENTOS DOS SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTROS / 2009 TABELA I ATOS DOS OFÍCIOS DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS E DE INTERDIÇÕES E TUTELAS I - CASAMENTO - HABILITAÇÃO PARA CASAMENTO

Leia mais

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o 5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS AVENÇAS PARTES CONTRATANTES COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o n.... e no RG sob o n...., residente

Leia mais

EMOLUMENTOS Prazo recursal previsto na Lei Estadual nº 11.331/02 Recurso intempestivo Não conhecimento. Proc. CG nº 97.256/2009

EMOLUMENTOS Prazo recursal previsto na Lei Estadual nº 11.331/02 Recurso intempestivo Não conhecimento. Proc. CG nº 97.256/2009 CONSULTA ARPEN/SP Suposta contradição entre o que dispõem os itens 63.2 do Capítulo II e 54 do Capítulo IV, ambos das Normas de Serviço da Corregedoria Geral da Justiça Inexistência Regra especial, prevista

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL RESIDENCIAL

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL RESIDENCIAL RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL RESIDENCIAL Nota: Os documentos abaixo relacionados deverão ser apresentados na forma original ou por cópia autenticada em cartório. DOCUMENTOS DO COMPRADOR

Leia mais

Área Falência e Recuperação Judicial/Extrajudicial

Área Falência e Recuperação Judicial/Extrajudicial Área Falência e Judicial/Extrajudicial ÁREA FALÊNCIA E RECUPERAÇÃO JUDICIAL/EXTRAJUDICIAL Descrição da Classe Ação Civil Pública 65 judicial e Falência Empresas 9616 Alienação Judicial de Bens 52 Alienação

Leia mais

PORTARIA Nº 1.470/2015-TJ, DE 27 DE AGOSTO DE 2015

PORTARIA Nº 1.470/2015-TJ, DE 27 DE AGOSTO DE 2015 PORTARIA Nº 1.470/2015-TJ, DE 27 DE AGOSTO DE 2015 O PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: Art. 1 Tornar

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CODÓ ESTADO DO MARANHÃO LEI Nº 1552, DE 18 DE AGOSTO DE 2011. Disciplina a dação em pagamento de obras, serviços e bem móvel como forma de extinção da obrigação tributária no Município de Codó, prevista no inciso XI do artigo

Leia mais

PROMESSA DE COMPRA E VENDA E PARCELAMENTO DO SOLO URBANO

PROMESSA DE COMPRA E VENDA E PARCELAMENTO DO SOLO URBANO ARNALDO RIZZARDO PROMESSA DE COMPRA E VENDA E PARCELAMENTO DO SOLO URBANO Leis 6.766/79 e 9.785/99 8. a edição revista e atualizada 5 EDITORAm REVISTA DOS TRIBUNAIS STF00090971 SUMÁRIO OBRAS DO AUTOR.

Leia mais

TABELA DE CUSTAS E EMOLUMENTOS DE ATOS FORENSES JUDICIAIS E DOS NOTÁRIOS E REGISTRADORES DO ESTADO DE ALAGOAS

TABELA DE CUSTAS E EMOLUMENTOS DE ATOS FORENSES JUDICIAIS E DOS NOTÁRIOS E REGISTRADORES DO ESTADO DE ALAGOAS "A" ATOS DOS TABELIÃES I- Escrituras Até o valor de R$ 6,40 R$ 10,87 Até o valor de R$ 12,80 R$ 16,28 Até o valor de R$ 38,39 R$ 27,17 Até o valor de R$ 95,96 R$ 37,90 Até o valor de R$ 159,93 R$ 48,68

Leia mais

SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO

SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO TABELIÃO (PRESTADOR DE SERVIÇO PÚBLICO EM CARÁTER PRIVADO)... 5 1.3 NOVA LEI HOMENAGEIA

Leia mais

1º A gestão do Programa cabe ao Ministério das Cidades e sua operacionalização à Caixa Econômica Federal CEF.

1º A gestão do Programa cabe ao Ministério das Cidades e sua operacionalização à Caixa Econômica Federal CEF. LEI 10.188, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2001 Cria o Programa de Arrendamento Residencial, institui o arrendamento residencial com opção de compra e dá outras providências. Faço saber que o Presidente da República

Leia mais

Edição nº 51/2015 Brasília - DF, quinta-feira, 19 de março de 2015. Corregedoria PROVIMENTO Nº 44, DE 18 DE MARÇO DE 2015. Seção I Disposições Gerais

Edição nº 51/2015 Brasília - DF, quinta-feira, 19 de março de 2015. Corregedoria PROVIMENTO Nº 44, DE 18 DE MARÇO DE 2015. Seção I Disposições Gerais Corregedoria PROVIMENTO Nº 44, DE 18 DE MARÇO DE 2015 Estabelece normas gerais para o registro da regularização fundiária urbana. Seção I Disposições Gerais Art. 1º. O processo e os atos de registro da

Leia mais

APRESENTAÇÃO... 13. Condomínio Ação de Anulação de Assembleia Geral- Ação Ordinária Petição Inicial...16

APRESENTAÇÃO... 13. Condomínio Ação de Anulação de Assembleia Geral- Ação Ordinária Petição Inicial...16 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO................ 13 PETIÇÕES EM MATÉRIA IMOBllIÁRIA...15 Condomínio Ação de Anulação de Assembleia Geral- Ação Ordinária Petição Inicial......16 Condomínio Ação de Anulação de Assembleio

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.619, DE 10 DE MAIO DE 2012.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.619, DE 10 DE MAIO DE 2012. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.619, DE 10 DE MAIO DE 2012. Altera a Lei n.º 9.278, de 30 de dezembro de 2009, que dispõe sobre as Custas Processuais, Emolumentos, Fundo de Compensação dos Registradores Civis

Leia mais

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV,

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV, DECRETO Nº 5218 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011. EMENTA: Regulamenta os procedimentos de declaração, avaliação, emissão de guias de recolhimento, processo de arbitramento e a instauração do contencioso fiscal

Leia mais

OBRAS DO AUTOR... NOTA EXPLICATIVA... XVII

OBRAS DO AUTOR... NOTA EXPLICATIVA... XVII ÍNDICE SISTEMÁTICO OBRAS DO AUTOR... XV NOTA EXPLICATIVA... XVII CAPÍTULO I TEORIA GERAL DOS TÍTULOS DE CRÉDITO 1. A regulamentação dos títulos de crédito pelo Código Civil e por leis especiais 2. Aplicação

Leia mais

LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA

LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA SUCESSÕES: LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA DOCUMENTOS ROTEIRO INTRODUÇÃO DOCUMENTOS NECESSÁRIOS ...una mala política legislativa, consagrada a través del tiempo, no se sabe

Leia mais

S UMÁRIO LOCAÇÕES E DESPEJO DOUTRINA CAPÍTULO I TEORIA GERAL DAS LOCAÇÕES IMOBILIÁRIAS

S UMÁRIO LOCAÇÕES E DESPEJO DOUTRINA CAPÍTULO I TEORIA GERAL DAS LOCAÇÕES IMOBILIÁRIAS S UMÁRIO LOCAÇÕES E DESPEJO DOUTRINA CAPÍTULO I TEORIA GERAL DAS LOCAÇÕES IMOBILIÁRIAS 1.1. Generalidades... 17 1.2. Conceito, requisitos e características... 37 1.3. Natureza jurídica do contrato de locação...

Leia mais

Incorporação Imobiliária

Incorporação Imobiliária Incorporação Imobiliária Lei nº 4.591, de 16 de dezembro de 1964 Incorporação Imobiliária Incorporação imobiliária é a atividade exercida pela pessoa física ou jurídica, empresário ou não que se compromete

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN PORTARIA N.º 3 DE 22 /11 /2005 Dispõe sobre a prova de regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA

Leia mais

a) conjunto de atos administrativos tendentes ao reconhecimento de uma situação jurídica pertinente à relação entre o Fisco e o contribuinte

a) conjunto de atos administrativos tendentes ao reconhecimento de uma situação jurídica pertinente à relação entre o Fisco e o contribuinte Unidade VIII I. PROCESSO ADMINISTRATIVO TRIBUTÁRIO 1. Acepções e espécies a) conjunto de atos administrativos tendentes ao reconhecimento de uma situação jurídica pertinente à relação entre o Fisco e o

Leia mais

SUCESSÃO HEREDITÁRIA. fases práticas do inventário e partilha

SUCESSÃO HEREDITÁRIA. fases práticas do inventário e partilha EDUARDO MACHADO ROCHA Juiz de Direito da Vara de Família e Sucessões da Comarca de Dourados (MS). Pós-graduado - Especialização em Direito Processual Civil. Professor de Direito Civil na Unigran - Universidade

Leia mais

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL. O que são, como cria-las e como negocia-las

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL. O que são, como cria-las e como negocia-las COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são, como cria-las e como negocia-las COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são, como cria-las e como negocia-las! 3 Olá! Você já ouviu falar das Cotas de Reserva Ambiental

Leia mais

1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1

1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1 1. COMPRA E VENDA OBJETO DE DIREITO CIVIL 1 1.1 COMPROMISSO PARTICULAR DE COMPRA E VENDA (Modelo 1) Pelo presente instrumento particular, entre partes, como promitentes vendedores, doravante denominados

Leia mais

TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 de 10/05/2012

TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 de 10/05/2012 TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 10/05/2012 DISCRIMINAÇÃO EMOLUMENTOS FDJ FRMP FCRCPN TOTAL PROTESTO DE TÍTULOS E OUTROS DOCUMENTOS Título apresentado

Leia mais

INVESTIMENTO NO BRASIL: ESPECIFICIDADES DOS MODELOS CONTRATUAIS

INVESTIMENTO NO BRASIL: ESPECIFICIDADES DOS MODELOS CONTRATUAIS INVESTIR NO BRASIL INVESTIMENTO NO BRASIL: ESPECIFICIDADES DOS MODELOS CONTRATUAIS Cristina Bogado Menezes Advogada RSA Advogados 12 de Abril de 2012 INVESTIMENTO NO BRASIL: ESPECIFICIDADES DOS MODELOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA SIG-EX Sistema de Informações Gerenciais Extrajudicial Layout Interface para Coleta de Atos Este arquivo de interface permitirá a comunicação entre o sistema utilizado pelo cartório e o módulo de importação

Leia mais

CONCEITOS DE IMÓVEL RURAL: aplicações na Certificação e no Registro de Imóveis

CONCEITOS DE IMÓVEL RURAL: aplicações na Certificação e no Registro de Imóveis CONCEITOS DE IMÓVEL RURAL: aplicações na Certificação e no Registro de Imóveis RIDALVO MACHADO DE ARRUDA PROCURADOR FEDERAL (PFE-INCRA/PB) ESPECIALISTA EM DIREITO REGISTRAL IMOBILIÁRIO NO DIREITO AGRÁRIO

Leia mais

Bradesco Administradora de Consórcios Ltda.

Bradesco Administradora de Consórcios Ltda. Prezado(a) Consorciado(a), Para melhor atendê-lo, elaboramos este Guia Prático de Contratação de Imóvel destacando as modalidades de aquisição, fases do processo, documentos necessários, emissão e registro

Leia mais

PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Civil Parte Geral e Contratos Professor: Marcu Antonio Gonçalves

PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Civil Parte Geral e Contratos Professor: Marcu Antonio Gonçalves PREPARATÓRIO 2ª ETAPA Direito Civil Parte Geral e Contratos Professor: Marcu Antonio Gonçalves QUESTÃO 01 Partindo-se da premissa da instrumentalidade do processo, há diferença ontológica entre a jurisdição

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR-PROCON Rua Álvaro Mendes, 2294, Centro Teresina PI, CEP: 64000-060 Fones: (86)3221-5848 (86) 3216-4550 TERMO DE AJUSTAMENTO

Leia mais

PROVIMENTO N. 38, DE 1º DE JULHO DE 2010

PROVIMENTO N. 38, DE 1º DE JULHO DE 2010 PROVIMENTO N. 38, DE 1º DE JULHO DE 2010 Dispõe sobre atualização das tabelas dos emolumentos extrajudiciais anexas a Lei Estadual n. 3.003 de 07 de junho de 2005. O DESEMBARGADOR JOSUÉ DE OLIVEIRA, CORREGEDOR-GERAL

Leia mais

DIREITO CIVIL DIREITO DAS COISAS PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I

DIREITO CIVIL DIREITO DAS COISAS PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I DIREITO CIVIL DIREITO DAS COISAS PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I Direito das Coisas; Introdução; Conceito e Distinção entre Direitos Reais e Pessoais; Conteúdo; Regime Constitucional dos Direitos

Leia mais

Chave de Correção Registro de Imóveis Professora: Andréa Baêta

Chave de Correção Registro de Imóveis Professora: Andréa Baêta 1. O que é qualificação registral? Chave de Correção Registro de Imóveis Professora: Andréa Baêta A qualificação registral imobiliária é o juízo prudencial, positivo ou negativo, da potência de um título

Leia mais

DOI Declaração sobre Operações Imobiliárias. Perguntas e Respostas. Aditivo ao contrato de compra e venda 1. Adjudicação 2

DOI Declaração sobre Operações Imobiliárias. Perguntas e Respostas. Aditivo ao contrato de compra e venda 1. Adjudicação 2 DOI Declaração sobre Operações Imobiliárias Perguntas e Respostas Dúvida sobre Número da Pergunta Aditivo ao contrato de compra e venda 1 Adjudicação 2 Alienação de imóvel hipotecado 3 Alienação fiduciária

Leia mais

SUMÁRIO. Introdução... 27

SUMÁRIO. Introdução... 27 SUMÁRIO Introdução...................................................... 27 Siglas e abreviaturas................................................ 29 1. INFORMAÇÕES GERAIS......................................

Leia mais

LEI Nº 02/89. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, decretou e

LEI Nº 02/89. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, decretou e LEI Nº 02/89 Institui o Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis e dá outras providências. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, decretou e eu, Prefeito Municipal sanciono a

Leia mais

Desse modo, esse adquirente

Desse modo, esse adquirente 1-(FCC - 2012 - Prefeitura de São Paulo - SP - Auditor Fiscal do Município) Uma pessoa adquiriu bem imóvel, localizado em área urbana de município paulista, sem exigir que o vendedor lhe exibisse ou entregasse

Leia mais

PROVIMENTO Nº 12/2012 - CGJ

PROVIMENTO Nº 12/2012 - CGJ PROVIMENTO Nº 12/2012 - CGJ O Excelentíssimo Senhor Corregedor Geral da Justiça do Estado de Mato Grosso no uso de suas atribuições legais previstas nos artigos 31 e 39, alínea c, do Código de Organização

Leia mais

COMPRA E VENDA DE MOVEIS E IMÓVEIS Modelo 02

COMPRA E VENDA DE MOVEIS E IMÓVEIS Modelo 02 ANUÊNCIA PARA DOAÇÃO OU VENDA DE IMÓVEL ENTRE ASCENDENTE E DESCENDENTES Modelo 01 a quem confere poderes para o fim especial de, como interveniente na escritura de (doação, venda ) que seu(sua)(s) ( pai,

Leia mais

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL. O que são e como criá-las

COTAS DE RESERVA AMBIENTAL. O que são e como criá-las COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são e como criá-las COTAS DE RESERVA AMBIENTAL O que são e como criá-las! Olá! Você já ouviu falar das Cotas de Reserva Ambiental (CRAs)? O que são Cotas de Reserva Ambiental?

Leia mais

1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA

1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA 1º ENCONTRO REGINAL DO CORI/MG EM VARGINHA DAS CÉDULAS DE CRÉDITO HUMBERTO GOMES DO AMARAL RI MUZAMBINHO rimuzambinho@yahoo.com.br Telefone: 035-3571-5041 1- Cédula de Crédito Bancário Alienação Fiduciária

Leia mais

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador.

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador. SEGURO-GARANTIA - CONDIÇÕES GERAIS Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador no contrato principal, firmado com o segurado, conforme os termos da apólice. I. Seguro-Garantia:

Leia mais

INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS. Uma análise sob a ótica contratual

INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS. Uma análise sob a ótica contratual INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS Uma análise sob a ótica contratual LEI ESPECIAL LEI Nº. 4.591, de 16 de dezembro de 1964 (com alterações da Lei nº. 10.931/04) Dispõe sobre o condomínio em edificações e as incorporações

Leia mais

MANUAL - SERVIÇOS REGISTRAIS

MANUAL - SERVIÇOS REGISTRAIS 1ª Zona de Porto Alegre MANUAL - SERVIÇOS REGISTRAIS João Pedro Lamana Paiva Registrador Vinícius Teófilo Lottici Pereira Organização 1 2 CONSTITUIÇÃO FEDERAL Art. 236. Os serviços notariais e de registro

Leia mais

Corregedoria Nacional de Justiça - Tabela de Temporalidade de Documentos

Corregedoria Nacional de Justiça - Tabela de Temporalidade de Documentos N/A 3-0 N/A 3-1 SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTRO PROCESSOS E DOCUMENTOS REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS N/A 3-1-1 LIVROS N/A 3-1-1-1 Livro tombo N/A 3-1-1-2 Livro de editais e proclamas N/A 3-1-1-3

Leia mais

Encontro Regional de Ipatinga - MG. 24/25.abril.2009. Títulos Judiciais

Encontro Regional de Ipatinga - MG. 24/25.abril.2009. Títulos Judiciais Encontro Regional de Ipatinga - MG 24/25.abril.2009 Títulos Judiciais Francisco José Rezende dos Santos "A origem do título t tulo judicial não o isenta do exame de qualificação registrária ria,, cabendo

Leia mais

Documentação Necessária para Certificação e Registro de Imóveis Rurais

Documentação Necessária para Certificação e Registro de Imóveis Rurais Documentação Necessária para Certificação e Registro de Imóveis Rurais Diferença entre Registro, Certidão e Matrícula Diferenças entre Averbar e Registrar Necessidade de Retificar um Registro ( retificação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 35, DE 24 DE ABRIL DE 2007

RESOLUÇÃO Nº 35, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Texto compilado a partir da redação dada pelas Resoluções nºs 143/2011 e 179/2013 RESOLUÇÃO Nº 35, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Disciplina a aplicação da Lei nº 11.441/07 pelos serviços notariais e de registro

Leia mais

Os recursos da conta vinculada do FGTS podem ser utilizados pelos Consorciados nas seguintes operações:

Os recursos da conta vinculada do FGTS podem ser utilizados pelos Consorciados nas seguintes operações: REGRAS DE UTILIZAÇÃO DO FGTS Utilização O Consorciado e o Imóvel devem atender a todas as condições normativas previstas no Manual do FGTS instituído pela Caixa Econômica Federal, na qualidade de Agente

Leia mais

ÍNDICE SUMÁRIO PARTE I DOUTRINA. Capítulo I Títulos de Crédito... 27

ÍNDICE SUMÁRIO PARTE I DOUTRINA. Capítulo I Títulos de Crédito... 27 Títulos de Crédito, Aval, Endosso, Cessão e Fiança 11 ÍNDICE SUMÁRIO PARTE I DOUTRINA Capítulo I Títulos de Crédito..................................................... 27 Ação regressiva no título de

Leia mais

DIREITO CIVIL. 5. A simples interpretação de cláusula contratual não enseja recurso especial.

DIREITO CIVIL. 5. A simples interpretação de cláusula contratual não enseja recurso especial. SÚMULAS DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA - STJ DIREITO CIVIL 5. A simples interpretação de cláusula contratual não enseja recurso especial. c Art. 105, III, da CF. c Art. 257 do RISTJ. 16. A legislação

Leia mais

Tabela de Emolumentos / 2014

Tabela de Emolumentos / 2014 Tabela de / 2014 Anexo Único da Portaria nº 2.992/CGJ/2013 (a que se refere o 1º do art. 2º da Lei Estadual nº 15.424, de 30 de dezembro de 2004, com alterações posteriores, atualizado nos termos do artigo

Leia mais

UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras. 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo segundo)

UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras. 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo segundo) UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras 1. Imposto sobre a transmissão de bens imóveis 1.1. Legislação 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo

Leia mais

TABELA DE ATOS E EVENTOS

TABELA DE ATOS E EVENTOS TABELA DE ATOS E EVENTOS CÓDIGO DESCRIÇÃO DO ATO (O ATO CORRESPONDE AO DOCUMENTO A SER ARQUIVADO) DO ATO CÓDIGO DESCRIÇÃO DO EVENTO (O EVENTO CORRESPONDE A FATO QUE REQUER DO TRATAMENTO PARTICULARIZADO

Leia mais

ANEXO DA LEI Nº 12.373 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011

ANEXO DA LEI Nº 12.373 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011 Publicada D.O.E. Em 24.12.2011 ANEXO DA LEI Nº 12.373 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011 ANEXO ÚNICO TABELA I - DOS PROCESSOS EM GERAL I - Das Causas em Geral, inclusive Execução e Reconvenção; das Ações Cautelares;

Leia mais

A afetação do acervo nas incorporações imobiliárias, 17

A afetação do acervo nas incorporações imobiliárias, 17 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 A afetação do acervo nas incorporações imobiliárias, 17 MELHIM NAlVlEM CHALHUB 1.1. Introdução 18 1.2. Contrato de incorporação: caracterização geral.. 19 1.3. Notas sobre a aplicação

Leia mais

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA

ESCRITURA DE COMPRA E VENDA RGI N: ESCRITURA DE COMPRA E VENDA VENDEDOR: COMPRADORA: IMÓVEL: VALOR DA VENDA E COMPRA: R$ VALOR VENAL DE REFERÊNCIA: R$ INSCRIÇÃO CADASTRAL: S A I B A M quantos esta pública escritura virem aos ----

Leia mais

TABELA 1 (R$) Taxa de Fiscalização Judiciária. Valor Final ao Usuário ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS. Código

TABELA 1 (R$) Taxa de Fiscalização Judiciária. Valor Final ao Usuário ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS. Código ANEXO II Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro (a que se refere o art. 8º, inciso I, da Portaria-Conjunta nº 03/2005/TJMG/CGJ/SEF-MG, de 30 de março de 2005, com valores constantes

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURANDA Estado do Paraná

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURANDA Estado do Paraná LEI Nº 872/2009 Disciplina a dação de bens imóveis como forma de extinção da obrigação tributária no município de Juranda,, prevista no inciso XI do artigo 156 do Código Tributário Nacional, acrescido

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA

ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA ITCMD Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de quaisquer Bens ou Direitos MANUAL DO USUÁRIO 2012 O ITCMD tem como fato gerador a transmissão de bens e direitos

Leia mais

VALOR ATUAL IGPM ACUMULADO CORREÇÃO PARTE GERAL: 1 - Ações de Jurisdição Contenciosa ou que assumam este caráter: 2.084,74 3,8476 80,21 2.

VALOR ATUAL IGPM ACUMULADO CORREÇÃO PARTE GERAL: 1 - Ações de Jurisdição Contenciosa ou que assumam este caráter: 2.084,74 3,8476 80,21 2. 2 0 0 7 PARTE GERAL: 1 - Ações de Jurisdição Contenciosa ou que assumam este caráter: 2.084,74 3,8476 80,21 2.164,95 2 - Recursos: A) interposição de qualquer recurso 1.042,37 3,8476 40,11 1.082,47 B)

Leia mais

PROVIMENTO N. 98, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2014.

PROVIMENTO N. 98, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2014. PROVIMENTO N. 98, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2014. Dispõe sobre a atualização das tabelas contidas no Anexo da Lei n. 3.003, de 7 de junho de 2005 e dá outras providências. A Corregedora-Geral de Justiça do

Leia mais

6 Inventários e arrolamentos. Processo. Petição de herança, 83

6 Inventários e arrolamentos. Processo. Petição de herança, 83 1 Noções introdutórias, 1 1.1 Sucessão. Compreensão do vocábulo. O direito das sucessões, 1 1.2 Direito das sucessões no direito romano, 2 1.3 Ideia central do direito das sucessões, 4 1.4 Noção de herança,

Leia mais

Portaria CAT 29, de 4.3.2011.

Portaria CAT 29, de 4.3.2011. Portaria CAT 29, de 4.3.2011. LEGISLAÇÃO ESTADUAL (Diário Oficial do Estado de São Paulo) Portaria COORDENAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CAT/SP nº 29, de 04.03.2011 D.O.E.: 05.03.2011.

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br Reforma Agrária Marceloednilson Marins* CONCEITO Considera-se Reforma Agrária o conjunto de medidas que visem a promover, melhor distribuição da terra, mediante modificações do regime

Leia mais

INSTITUI IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO "INTERVIVOS" E DIREITOS A ELES RELATIVOS.

INSTITUI IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO INTERVIVOS E DIREITOS A ELES RELATIVOS. LEI Nº 1449/88 INSTITUI IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO "INTERVIVOS" E DIREITOS A ELES RELATIVOS. Eu, Paulo Alberto Duarte, Prefeito do Município de Lages, comunico a todos os habitantes deste Município, que

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL

INSTRUMENTO PARTICULAR DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL INSTRUMENTO PARTICULAR DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL Por meio deste instrumento de contrato particular pelo qual: De um lado NOME PROPRIETÁRIO(OS), brasileiro, comerciário, solteiro, RG SSP/SP, CPF,

Leia mais

PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013.

PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013. PORTARIA GSF N 38/2013 Teresina (PI), 10 de junho de 2013. Publicado no DOM n 1.528, de 14.06.2013 Dispõe sobre procedimentos para solicitações referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU,

Leia mais