Direito Notarial: O Direito Notarial como ciência, síntese histórica, organização do notariado, conceito e definição dos atos notariais SUMÁRIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Direito Notarial: O Direito Notarial como ciência, síntese histórica, organização do notariado, conceito e definição dos atos notariais SUMÁRIO"

Transcrição

1 Direito Notarial: O Direito Notarial como ciência, síntese histórica, organização do notariado, conceito e definição dos atos notariais SUMÁRIO CAPÍTULO I: O Direito Notarial como objeto científico 1. Direito Notarial Da compreensão do objeto científico do direito notarial Da hermenêutica notarial Dos métodos de abordagem científica Método dedutivo Método indutivo Método hipotético-dedutivo Método dialético Método sistêmico Do Direito Notarial como ramo autônomo do Direito CAPÍTULO II: Conceito e objeto do Direito Notarial 1. Conceito de Direito Notarial Objeto do Direito Notarial Objeto e ciência Objeto da ciência do Direito Objeto do Direito Notarial O ato notarial como objeto científico do Direito Notarial CAPÍTULO III: História do notariado 1. Primitivismo e origem do notariado Principais antecedentes Notariado do século VI à modernidade Notariado moderno CAPÍTULO IV: Organização notarial 1. Organização e normas reguladoras Constituição da República Federativa do Brasil Lei federal nº 8.935, de 18 de novembro de Normas complementares nos Estados Lei Estadual nº , de 29 de junho de

2 2. Estrutura orgânica notarial No Brasil Nos demais países Função notarial Função pública Função jurídica Função independente e imparcial Função unitária Função conservadora Função autenticadora Função preventiva Função social Questões extrínsecas à atividade notarial Da não incidência do Código de Defesa do Consumidor respectivamente aos efeitos dos atos notariais praticados Da não ocorrência de sucessão trabalhista na defluência de titularidade na serventia notarial CAPÍTULO V: Ato notarial 1. Conceito Classificação dos atos notariais I Quanto ao seu objetivo II Quanto ao exercício da função notarial Atos constitutivos Escritura pública Conceito Histórico Exigência, conteúdo, requisitos e formalidades Classificação Conclusão Ata notarial Breve comentário Competência notarial Ata notarial como documento I Conceito II Objeto III Requisitos e forma IV Das classificações Dos tipos de atas notariais Da classificação das atas notariais

3 Direito Notarial: O Direito Notarial como ciência, síntese histórica, organização do notariado, conceito e definição dos atos notariais 1. Segundo sua natureza jurídica Segundo sua finalidade específica Segundo a temporalidade do fato ou ato Das espécies de ata notarial a) Ata de comparecimento ou de presença b) Ata de controle e percepção c) Ata de fatos próprios do notário d) Ata de certificação notarial e) Ata de manifestação f) Ata de referência g) Ata de notoriedade h) Ata de protocolização i) Ata de depósito j) Ata de protesto k) Ata de notificação ou de interpelação l) Ata de subsanação m) Ata de retificação de registro Do projeto More Legal IV Gleba legal A ata notarial e o reconhecimento de usucapião extrajudicial no novo Código de Processo Civil CAPÍTULO VI: Registros 1. Registro por arquivamento, registros de documentos e registros de fatos História, conceito e finalidade Registro de fatos Registro por arquivamento Registro de documentos Registro de títulos e documentos Registro imobiliário Dos princípios gerais do registro de imóveis e sua relação com o Direito Notarial Tabelionato de notas Princípio da continuidade registral Princípio da obrigatoriedade do registro Princípio da rogação ou instância Princípio da legalidade ou do controle da legalidade Princípio da fé pública

4 - Princípio da presunção de veracidade ou da legitimidade Princípio da especialidade Princípio da parcelaridade ou cindibilidade do título Princípio da prioridade Atos declarativos de autenticação Autenticação de fatos Atos declarativos de autenticação Autenticação de documento avulso Autenticação de fotocópia Autenticação de microfilmes Reconhecimento de letras e firmas I Forma II Espécies III Exigibilidade IV Finalidade V Responsabilidade Reconhecimento de chancelas CAPÍTULO VII: Testamento 1. Conceito Natureza jurídica Espécies e requisitos Formas de testamento Formas ordinárias de testamento Testamento público Testamento cerrado Testamento particular Dos codicilos Das diretivas antecipadas de vontade Testamentos especiais Capacidade testamentária Capacidade testamentária ativa Capacidade testamentária passiva Deserdação Breve comentário sobre disposições testamentárias CAPÍTULO VIII: União Estável 1. Introdução União Estável

5 Direito Notarial: O Direito Notarial como ciência, síntese histórica, organização do notariado, conceito e definição dos atos notariais 2.1 Conceito Pressupostos para a constituição Convivência pública Convivência contínua Convivência duradoura União estabelecida com o objetivo de constituição de família União estável paralela ao casamento e uniões estáveis paralelas (plúrimas): (im)possibilidade jurídica? Forma Jurídica Quanto ao instrumento Particular Público Quanto ao objeto Com convenção sobre bens Sem convenção sobre bens Quanto à extensão do objeto Declaratório de união estável preexistente Unilateral Bilateral Constitutivo de união estável O Provimento nº 37/2014 do Conselho Nacional de Justiça Conclusão ANEXOS I (Minutas de atos notariais) Apresentação Auto de aprovação de testamento cerrado Compra e venda com alvará de autorização Contrato particular de confissão de dívida com garantia real Dissolução de união estável Doação de imóvel - parte disponível Doação em adiantamento de legítima com reserva de usufruto Escritura de transmissão de bem imóvel por aditamento à compra e venda e permuta Escritura pública dação em pagamento com pacto de retrovenda Escritura pública de compra e venda Imóvel Rural Escritura pública de compra e venda imóvel Urbano Inventário - adjudicação de bens Inventário e partilha

6 13. Pacto antenupcial Procuração compra e venda Procuração mediante instrumento público Restabelecimento de sociedade conjugal Sobrepartilha separação Testamento público Testamento vital - declarações antecipadas de vontade União homoafetiva Lei - Plano Diretor de Estrela ANEXOS II (Exemplos de consultas formuladas ao juízo da Vara de Registros Públicos) 1. Legitimidade para Suscitar Dúvida CND - INSS - Caráter Normativo da Inexigibilidade Contrato com Pessoa a Declarar ANEXOS III (Seleção de Legislação Pertinente à Atividade Notarial) 1. Constituição da República Federativa do Brasil de Lei N.º 8.935, de 18 de Novembro De Lei N.º , de 29 de Dezembro De Lei N.º , de 29 de Junho De Lei N.º , de 29 de Dezembro De Consolidação Normativa Notarial e Registral Lei Nº 6.015, de 31 de Dezembro De BIBLIOGRAFIA

P O R T A R I A N 770/2006 PGJ. O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições legais e,

P O R T A R I A N 770/2006 PGJ. O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições legais e, MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA P O R T A R I A N 770/2006 PGJ O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições

Leia mais

3 O INSTRUMENTO PARTICULAR NO REGISTRO DE IMÓVEIS A PARTIR DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO DE 1916... 85 3.1 Evolução histórica... 85 3.1.

3 O INSTRUMENTO PARTICULAR NO REGISTRO DE IMÓVEIS A PARTIR DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO DE 1916... 85 3.1 Evolução histórica... 85 3.1. SUMÁRIO RESUMO... 13 PREFÁCIO... 15 INTRODUÇÃO... 19 1 CONTRATOS... 23 1.1 Noções gerais... 23 1.2 Conceito... 25 1.3 Elementos do contrato... 26 1.3.1 Elementos essenciais... 26 1.3.1.1 Agente capaz...

Leia mais

Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS I - DEPÓSITO PRÉVIO

Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS I - DEPÓSITO PRÉVIO Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) I - DEPÓSITO PRÉVIO ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS 1. Nas causas de valor até R$ 3.000,00 ou inestimável R$ 70,28 R$ 14,06 R$ 84,34

Leia mais

6Estabilidade. 7Justiça. 8Independência. 9Confidencialidade

6Estabilidade. 7Justiça. 8Independência. 9Confidencialidade Fazer um testamento público 1Harmonia O testamento evita brigas de família e disputas patrimoniais entre os herdeiros acerca dos bens deixados pelo falecido. 2Tranquilidade O testamento pode ser utilizado

Leia mais

SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO

SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO TABELIÃO (PRESTADOR DE SERVIÇO PÚBLICO EM CARÁTER PRIVADO)... 5 1.3 NOVA LEI HOMENAGEIA

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.035, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2015.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.035, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2015. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.035, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2015. Dispõe sobre a complementação da receita a ser destinada as serventias extrajudicias deficitárias, altera a alíquota do Fundo de Compensação

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA ANEXO I EMOLUMENTOS EXTRAJUDICIAIS (EM VIGOR A PARTIR DE 01.01.2013) TABELA "B" (Item IV) - ATOS DOS OFICIAIS DE DISTRIBUIÇÃO I - Pelo registro

Leia mais

TABELA 1 (R$) Taxa de Fiscalização Judiciária. Valor Final ao Usuário ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS. Código

TABELA 1 (R$) Taxa de Fiscalização Judiciária. Valor Final ao Usuário ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS. Código ANEXO II Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro (a que se refere o art. 8º, inciso I, da Portaria-Conjunta nº 03/2005/TJMG/CGJ/SEF-MG, de 30 de março de 2005, com valores constantes

Leia mais

Tabela de Emolumentos / 2014

Tabela de Emolumentos / 2014 Tabela de / 2014 Anexo Único da Portaria nº 2.992/CGJ/2013 (a que se refere o 1º do art. 2º da Lei Estadual nº 15.424, de 30 de dezembro de 2004, com alterações posteriores, atualizado nos termos do artigo

Leia mais

Código de Processo Civil, encontramos regras nesse sentido nos artigos 1003 e seguintes, 1022 e seguintes, artigo 1026.

Código de Processo Civil, encontramos regras nesse sentido nos artigos 1003 e seguintes, 1022 e seguintes, artigo 1026. Escritura pública de inventário e partilha Documentos Necessários A relação de documentos necessários para uma escritura pública de inventário e partilha, especialmente quando contemplam bens imóveis,

Leia mais

No Tabelionato de Notas são lavradas escrituras públicas em geral, como inventários, divórcios, declaratórias de união estável, procurações,

No Tabelionato de Notas são lavradas escrituras públicas em geral, como inventários, divórcios, declaratórias de união estável, procurações, No Tabelionato de Notas são lavradas escrituras públicas em geral, como inventários, divórcios, declaratórias de união estável, procurações, testamentos, entre outras. Também são lavradas atas notariais,

Leia mais

TABELA A ATOS DOS TABELIÃES. 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60

TABELA A ATOS DOS TABELIÃES. 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60 TABELA A ATOS DOS TABELIÃES 01 ABERTURA DE FIRMA (ficha de autógrafos)... R$ 4,60 02 ATAS NOTARIAIS (pela lavratura e registro, conforme a complexidade do fato observado a ser transformado em ato jurídico

Leia mais

Válida até 30/03/2011

Válida até 30/03/2011 Tabela de Emolumentos / 2011 (1) Válida até 30/03/2011 Anexo da Portaria nº 1448 /CGJ/2010 (a que se refere o 1º do artigo 2º da Lei n.º 15.424, de 30 de dezembro de 2004, atualizado nos termos do artigo

Leia mais

PORTARIA Nº 1.470/2015-TJ, DE 27 DE AGOSTO DE 2015

PORTARIA Nº 1.470/2015-TJ, DE 27 DE AGOSTO DE 2015 PORTARIA Nº 1.470/2015-TJ, DE 27 DE AGOSTO DE 2015 O PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: Art. 1 Tornar

Leia mais

6Estabilidade. 7Justiça. 8Independência. 9Confidencialidade

6Estabilidade. 7Justiça. 8Independência. 9Confidencialidade Fazer um testamento público 1Harmonia O testamento evita brigas de família e disputas patrimoniais entre os herdeiros acerca dos bens deixados pelo falecido. 2Tranquilidade O testamento pode ser utilizado

Leia mais

TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 de 10/05/2012

TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 de 10/05/2012 TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 10/05/2012 DISCRIMINAÇÃO EMOLUMENTOS FDJ FRMP FCRCPN TOTAL PROTESTO DE TÍTULOS E OUTROS DOCUMENTOS Título apresentado

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.619, DE 10 DE MAIO DE 2012.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.619, DE 10 DE MAIO DE 2012. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.619, DE 10 DE MAIO DE 2012. Altera a Lei n.º 9.278, de 30 de dezembro de 2009, que dispõe sobre as Custas Processuais, Emolumentos, Fundo de Compensação dos Registradores Civis

Leia mais

PROVIMENTO Nº 12/2012 - CGJ

PROVIMENTO Nº 12/2012 - CGJ PROVIMENTO Nº 12/2012 - CGJ O Excelentíssimo Senhor Corregedor Geral da Justiça do Estado de Mato Grosso no uso de suas atribuições legais previstas nos artigos 31 e 39, alínea c, do Código de Organização

Leia mais

ANEXO II - Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro

ANEXO II - Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro ANEXO II - s dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS TABELA 1 (R$) Valor Final ao Usuário 1 Aprovação de testamento cerrado 139,36 43,83 183,19 1101-5 2 Ata

Leia mais

Grupo de Estudos de Empresas Familiares GVlaw/ Direito GV. Reflexos Familiares e Sucessórios na Empresa Familiar. Apresentação 10.08.

Grupo de Estudos de Empresas Familiares GVlaw/ Direito GV. Reflexos Familiares e Sucessórios na Empresa Familiar. Apresentação 10.08. Grupo de Estudos de Empresas Familiares GVlaw/ Direito GV Reflexos Familiares e Sucessórios na Empresa Familiar Apresentação 10.08.10 Luiz Kignel Karime Costalunga F 1 F 2 F 3 F 1 F 2 F 3 F 4 Fundador

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 35, DE 24 DE ABRIL DE 2007

RESOLUÇÃO Nº 35, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Texto compilado a partir da redação dada pelas Resoluções nºs 143/2011 e 179/2013 RESOLUÇÃO Nº 35, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Disciplina a aplicação da Lei nº 11.441/07 pelos serviços notariais e de registro

Leia mais

CESDI Central de Escrituras de Separações, Divórcios e Inventários e Partilhas 2. CEP Central de Escrituras, Procurações e Substabelecimentos 5

CESDI Central de Escrituras de Separações, Divórcios e Inventários e Partilhas 2. CEP Central de Escrituras, Procurações e Substabelecimentos 5 Caros Colaboradores, Pedimos que leiam o texto abaixo para o correto cadastro dos atos notariais a serem informados ao Colégio Notarial do Brasil, de modo a minimizar os erros no envio das informações

Leia mais

Declaração sobre Operações Imobiliárias - DOI. O usufruto e a divisão amigável no contexto da disciplina em vigor

Declaração sobre Operações Imobiliárias - DOI. O usufruto e a divisão amigável no contexto da disciplina em vigor Declaração sobre Operações Imobiliárias - DOI O usufruto e a divisão amigável no contexto da disciplina em vigor Antonio Herance Filho INR INFORMATIVO NOTARIAL E REGISTRAL Publicações, Consultoria e Cursos

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 12,74%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2016. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 12,74%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2016. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 TABELA DE EMOLUMENTOS Índice de reajuste 12,74%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2016. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 EMOLUMENTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS DE TABELIONATO DE NOTAS 1- Escritura pública,

Leia mais

LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA

LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA SUCESSÕES: LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA DOCUMENTOS ROTEIRO INTRODUÇÃO DOCUMENTOS NECESSÁRIOS ...una mala política legislativa, consagrada a través del tiempo, no se sabe

Leia mais

Faculdade de Direito da Alta Paulista

Faculdade de Direito da Alta Paulista PLANO DE ENSINO DISCIPLINA SÉRIE PERÍODO LETIVO CARGA HORÁRIA DIREITO CIVIL V (Direitos de família e das sucessões) QUINTA 2015 136 I EMENTA Direito de Família. Casamento. Efeitos jurídicos do casamento.

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 6,75%, conforme IPC/IEPE. VIGÊNCIA 01.01.2012.

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 6,75%, conforme IPC/IEPE. VIGÊNCIA 01.01.2012. TABELA DE EMOLUMENTOS Índice de reajuste 6,75%, conforme IPC/IEPE. VIGÊNCIA 01.01.2012. ANEXO (LEI ESTADUAL 12.692/06) EMOLUMENTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS DE TABELIONATO DE NOTAS 1- Escritura pública, incluído

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS

TABELA DE EMOLUMENTOS TABELA DE EMOLUMENTOS Índice de reajuste 6,73%, conforme IPC/IEPE. VIGÊNCIA 01.01.2013. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 EMOLUMENTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS DE TABELIONATO DE NOTAS 1- Escritura pública, incluído

Leia mais

SUCESSÃO HEREDITÁRIA. fases práticas do inventário e partilha

SUCESSÃO HEREDITÁRIA. fases práticas do inventário e partilha EDUARDO MACHADO ROCHA Juiz de Direito da Vara de Família e Sucessões da Comarca de Dourados (MS). Pós-graduado - Especialização em Direito Processual Civil. Professor de Direito Civil na Unigran - Universidade

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 8,37%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2014. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 8,37%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2014. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 TABELA DE EMOLUMENTOS Índice de reajuste 8,37%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2014. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 EMOLUMENTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS DE TABELIONATO DE NOTAS 1- Escritura pública,

Leia mais

Sumário Introdução 1. Escorço histórico 2. Condomínio edilício 3. Direitos e deveres no condomínio edilício

Sumário Introdução 1. Escorço histórico 2. Condomínio edilício 3. Direitos e deveres no condomínio edilício Sumário Introdução 13 1. Escorço histórico 15 1.1. O surgimento da propriedade horizontal no mundo 16 1.2. Condomínio edilício no Brasil 17 2. Condomínio edilício 20 2.1. A questão do nome do instituto

Leia mais

FUNDAÇÃO ESCOLA NORTARIAL E REGISTRAL DO RIO GRANDE DO SUL FUNDAÇÃO ENORE EDITAL

FUNDAÇÃO ESCOLA NORTARIAL E REGISTRAL DO RIO GRANDE DO SUL FUNDAÇÃO ENORE EDITAL FUNDAÇÃO ESCOLA NORTARIAL E REGISTRAL DO RIO GRANDE DO SUL FUNDAÇÃO ENORE EDITAL O Presidente da FUNDAÇÃO ENORE, no uso de suas atribuições, TORNA PÚBLICO que se encontram abertas as inscrições para docência

Leia mais

6 Inventários e arrolamentos. Processo. Petição de herança, 83

6 Inventários e arrolamentos. Processo. Petição de herança, 83 1 Noções introdutórias, 1 1.1 Sucessão. Compreensão do vocábulo. O direito das sucessões, 1 1.2 Direito das sucessões no direito romano, 2 1.3 Ideia central do direito das sucessões, 4 1.4 Noção de herança,

Leia mais

LEI Nº 11.441/07: SEPARAÇÃO, DIVÓRCIO, INVENTÁRIO E PARTILHA EXTRAJUDICIAIS.

LEI Nº 11.441/07: SEPARAÇÃO, DIVÓRCIO, INVENTÁRIO E PARTILHA EXTRAJUDICIAIS. LEI Nº 11.441/07: SEPARAÇÃO, DIVÓRCIO, INVENTÁRIO E PARTILHA EXTRAJUDICIAIS. 1 Cíntia Cecília Pellegrini Graduanda do 9º semestre matutino do curso de Direito do CEUNSP Salto. Artigo elaborado no curso

Leia mais

Corregedoria Geral de Justiça

Corregedoria Geral de Justiça Corregedoria Geral de Justiça Ronaldo Claret de Moraes Juiz Auxiliar da Corregedoria Superintendente dos Serviços Notariais e de Registro do Estado de Minas Geras SIMPÓSIO Aplicabilidade da Lei 11.441/2007

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 006 / 2007

ESTADO DO PIAUÍ PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 006 / 2007 ESTADO DO PIAUÍ PODER JUDICIÁRIO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 006 / 2007 institui as normas a serem observadas para lavratura de escrituras públicas de separação, divórcio, inventário e

Leia mais

DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado;

DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA. Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; DOCUMENTOS DO VENDEDOR PESSOA FÍSICA Cópia da Carteira de Identidade com o nome correto, conforme comprovante de estado civil atualizado; Nota: caso o proponente for casado(a), enviar também os documentos/certidões

Leia mais

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO

ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO ULISSES VIEIRA MOREIRA PEIXOTO 2015 EDITORA S UMÁRIO CAPÍTULO 1 FAMÍLIA DIREITO DE FAMÍLIA DIREITO PESSOAL... 33 1. Casamento... 33 2. Capacidade para o casamento... 35 3. Impedimentos... 37 4. Causas

Leia mais

PROVIMENTO Nº 248/2013-CGJ

PROVIMENTO Nº 248/2013-CGJ PROVIMENTO Nº 248/2013-CGJ Dispõe sobre a atualização monetária dos valores das custas judiciais e dos emolumentos dos serviços notariais e de registros públicos no Estado do Amapá, nos termos da Lei Estadual

Leia mais

Regime de Bens no Casamento. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Regime de Bens no Casamento. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Regime de Bens no Casamento Regime de Bens no Casamento Regime de bens é o conjunto de determinações legais ou convencionais, obrigatórios e alteráveis, que regem as relações patrimoniais entre o casal,

Leia mais

Traslados e Certidões.

Traslados e Certidões. Traslados e Certidões. Ementa: Noções sobre traslados e certidões, suas distinções, possibilidades, capacidade para expedição, finalidades, validade jurídica e efeitos. Noções Gerais Nesta aula abordaremos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA SIG-EX Sistema de Informações Gerenciais Extrajudicial Layout Interface para Coleta de Atos Este arquivo de interface permitirá a comunicação entre o sistema utilizado pelo cartório e o módulo de importação

Leia mais

OFÍCIO m 3869/2015-DOF (ID.0162509-07.2014.8.11.0000) Favor mencionar este número Cuiabá, 29 de julho de 2015. Senhora Presidente:

OFÍCIO m 3869/2015-DOF (ID.0162509-07.2014.8.11.0000) Favor mencionar este número Cuiabá, 29 de julho de 2015. Senhora Presidente: DA JUSTIÇA DEBATO GI^SSO CREOlBIi.lOADE CÍILERIOADE-CIDADANIA OFÍCIO m 3869/2015-DOF (ID.0162509-07.2014.8.11.0000) Favor mencionar este número Cuiabá, 29 de julho de 2015 Senhora Presidente: Por ordem

Leia mais

DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total

DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. FINALIDADE. DOS TÍTULOS REGISTRÁVEIS: ESCRITURA

Leia mais

CHECKLIST DETALHADO PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL PESSOA JURÍDICA 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE DE CRÉDITO

CHECKLIST DETALHADO PARA AQUISIÇÃO DE IMÓVEL PESSOA JURÍDICA 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE DE CRÉDITO Após a aprovação do crédito e a avaliação do imóvel, retorne à sua Agência com a relação completa dos documentos descritos nos itens abaixo, para a efetivação de seu financiamento. 1. DOCUMENTOS DE ANÁLISE

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 6,56%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2015. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 6,56%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2015. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 TABELA DE EMOLUMENTOS Índice de reajuste 6,56%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2015. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 EMOLUMENTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS DE TABELIONATO DE NOTAS 1- Escritura pública,

Leia mais

I ESCRITURAS 1.1 ESCRITURAS PÚBLICAS SEM CONTEÚDO FINANCEIRO

I ESCRITURAS 1.1 ESCRITURAS PÚBLICAS SEM CONTEÚDO FINANCEIRO I ESCRITURAS 1.1 ESCRITURAS PÚBLICAS SEM CONTEÚDO FINANCEIRO Qualquer escritura sem conteúdo financeiro, ou de constituição gratuita de servidão, renúncia de herança ou cessão gratuita de direitos hereditários

Leia mais

CADERNO DE RESPOSTAS

CADERNO DE RESPOSTAS P O D E R J U D I C I Á R I O TRIBUNAL DE JUSTIÇA SECRETARIA DA COMISSÃO DE CONCURSO CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NA ATIVIDADE NOTARIAL E DE REGISTRO CAPA SEGUNDA PROVA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROVA

Leia mais

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE SANTA CATARINA NÚCLEO IV - SERVENTIAS EXTRAJUDICIAIS RELATÓRIO DE INSPEÇÃO VIRTUAL N.

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE SANTA CATARINA NÚCLEO IV - SERVENTIAS EXTRAJUDICIAIS RELATÓRIO DE INSPEÇÃO VIRTUAL N. RELATÓRIO DE INSPEÇÃO VIRTUAL N. 862/24 SERVENTIA: Rio do Sul - 3º. TABELIONATO DE NOTAS E DE PROTESTOS DE TITULOS COMARCA: Rio do Sul RESPONSÁVEL: SÉRGIO JULIAN ZANELLA MARTINEZ CARO (TITULAR) VICE-CORREGEDOR:

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN) Nº 013 / 2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA (IN) Nº 013 / 2013 O CONSELHO DIRETOR DO FUNARPEN - FUNDO DE APOIO AO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS NOS TERMOS DA LEI Nº 13.228 DE 18 DE JULHO DE 2001: CONSIDERANDO A NECESSIDADE

Leia mais

Simpósio sobre a Aplicabilidade da Lei 11.441, de 04.01.2007

Simpósio sobre a Aplicabilidade da Lei 11.441, de 04.01.2007 Simpósio sobre a Aplicabilidade da Lei 11.441, de 04.01.2007 (Escrituras de Inventário, Separação e Divórcio) Antonio Carlos Parreira Juiz de Direito da Vara de Família e Sucessões de Varginha MG Art.

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS EXTRAJUDICIAIS LEI ESTADUAL 5.672, de 17/11/1992 Em Vigor a partir de 01/01/2014 Atualizada pelo Provimento CGJ N *

TABELA DE EMOLUMENTOS EXTRAJUDICIAIS LEI ESTADUAL 5.672, de 17/11/1992 Em Vigor a partir de 01/01/2014 Atualizada pelo Provimento CGJ N * TABELA "B" (Item IV) - ATOS DOS OFICIAIS DE DISTRIBUIÇÃO I - Pela Comunicação de Escrituras (Resolução 11/97 TJPB):... 37,46 II - Pela distribuição de títulos para protesto: 1) Valor até 72,74 0,52 2)

Leia mais

Republicado por haver incorreção no Diário de Justiça Eletrônico - DJe do dia 23/12/2014, páginas 20 a 32.

Republicado por haver incorreção no Diário de Justiça Eletrônico - DJe do dia 23/12/2014, páginas 20 a 32. PODER JUDICIÁRIO Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco Gabinete da Presidência TABELA DE CUSTAS E EMOLUMENTOS N.º 1469 /2014 DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

Leia mais

Apresentação. O Cartório de Notas

Apresentação. O Cartório de Notas Apresentação O Cartório de Notas A Corregedoria da Justiça apresenta aos cidadãos do Distrito Federal a série Conversando Sobre Cartórios, onde as dúvidas mais freqüentes são respondidas em linguagem clara

Leia mais

Índice Sistemático do Código Civil

Índice Sistemático do Código Civil 9 Índice Sistemático do Código Civil P A R T E G E R A L LIVRO I DAS PESSOAS Das Pessoas Naturais CAPÍTULO I - Da Personalidade e da Capacidade (arts. 1º ao 10) CAPÍTULO II - Dos Direitos da Personalidade

Leia mais

Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia

Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia Publicado no D.O.E. de 17 de maio de 2005. Orienta os órgãos da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, quanto à incorporação de imóveis

Leia mais

Concursos de. cartório. 2 a edição 2.000. questões 18 disciplinas

Concursos de. cartório. 2 a edição 2.000. questões 18 disciplinas Concursos de cartório 2.000 questões 18 disciplinas 2 a edição 3 Sumário 1. Língua Portuguesa 11 1. Interpretação de textos... 11 2. Redação... 25 3. Semântica / ortogra fia / acentuação gráfica...35 4.

Leia mais

TABELA DE CUSTAS E EMOLUMENTOS DE ATOS FORENSES JUDICIAIS E DOS NOTÁRIOS E REGISTRADORES DO ESTADO DE ALAGOAS

TABELA DE CUSTAS E EMOLUMENTOS DE ATOS FORENSES JUDICIAIS E DOS NOTÁRIOS E REGISTRADORES DO ESTADO DE ALAGOAS "A" ATOS DOS TABELIÃES I- Escrituras Até o valor de R$ 6,40 R$ 10,87 Até o valor de R$ 12,80 R$ 16,28 Até o valor de R$ 38,39 R$ 27,17 Até o valor de R$ 95,96 R$ 37,90 Até o valor de R$ 159,93 R$ 48,68

Leia mais

16.7.1 Execução de alimentos. Prisão do devedor, 394

16.7.1 Execução de alimentos. Prisão do devedor, 394 1 Introdução ao Direito de Família, 1 1.1 Compreensão, 1 1.2 Lineamentos históricos, 3 1.3 Família moderna. Novos fenômenos sociais, 5 1.4 Natureza jurídica da família, 7 1.5 Direito de família, 9 1.5.1

Leia mais

TABELA I. Tabela Tabelionato de Notas

TABELA I. Tabela Tabelionato de Notas TABELA I Tabela Tabelionato de Notas Tabela elaborada sob responsabilidade do Colégio Notarial do Brasil Seção de São Paulo. Em vigor a partir de 7 de janeiro de 2011. Lei 11.331, de 26 de dezembro de

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS (Check list) Modalidade: AQUISIÇÃO À VISTA (DAMP 1)

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS (Check list) Modalidade: AQUISIÇÃO À VISTA (DAMP 1) (I) DO COMPRADOR ( ) Ficha Cadastral do Proponente (Original, preenchida, datada e assinada) ( ) Documento de Identidade de todos os compradores e seus respectivos cônjuges, se for o caso ( ) CPF de todos

Leia mais

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO REVISAÇO... 13 CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE DIREITO CIVIL... 15

Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO REVISAÇO... 13 CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE DIREITO CIVIL... 15 Sumário 5 Sumário APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO REVISAÇO... 13 CAPÍTULO I NOÇÕES GERAIS DE DIREITO CIVIL... 15 QUESTÕES... 15 1. Aspectos das Codificações de 1916 e 2002... 15 2. Estrutura Organizacional do

Leia mais

Documentação Necessária para Certificação e Registro de Imóveis Rurais

Documentação Necessária para Certificação e Registro de Imóveis Rurais Documentação Necessária para Certificação e Registro de Imóveis Rurais Diferença entre Registro, Certidão e Matrícula Diferenças entre Averbar e Registrar Necessidade de Retificar um Registro ( retificação

Leia mais

Art. 22 NCPC. Compete, ainda, à autoridade judiciária brasileira processar e julgar as ações:

Art. 22 NCPC. Compete, ainda, à autoridade judiciária brasileira processar e julgar as ações: 1. Jurisdição internacional concorrente Art. 22 NCPC. Compete, ainda, à autoridade judiciária brasileira processar e julgar as ações: I de alimentos, quando: a) o credor tiver domicílio ou residência no

Leia mais

Corregedoria Nacional de Justiça - Tabela de Temporalidade de Documentos

Corregedoria Nacional de Justiça - Tabela de Temporalidade de Documentos N/A 3-0 N/A 3-1 SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTRO PROCESSOS E DOCUMENTOS REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS N/A 3-1-1 LIVROS N/A 3-1-1-1 Livro tombo N/A 3-1-1-2 Livro de editais e proclamas N/A 3-1-1-3

Leia mais

Inventário e Partilha

Inventário e Partilha 108 Inventário e Partilha Flávia de Azevedo Faria Rezende Chagas 1 O palestrante, Dr. Sérgio Ricardo de Arruda Fernandes, iniciou sua explanação abordando a abertura da via extrajudicial, prevista na Resolução

Leia mais

O 10. QUADROS DA NBR 12.721/2006, COM ART O 11. ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO O 12. ATESTADO DE IDONEIDADE FINANCEIRA O 13. CONTRATO-PADRÃO

O 10. QUADROS DA NBR 12.721/2006, COM ART O 11. ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO O 12. ATESTADO DE IDONEIDADE FINANCEIRA O 13. CONTRATO-PADRÃO LISTA DE DOCUMENTOS 1 Lei 4.591/64, Provimento nº 260/CGJ/2013. O incorporador deverá apresentar, no Ofício de Registro de Imóveis, os seguintes documentos, organizados nesta ordem. CHECK LIST O 1. MEMORIAL

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesucol@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

SUMÁRIO PARTE TEÓRICA

SUMÁRIO PARTE TEÓRICA SUMÁRIO Lista de abreviaturas INTRODUÇÃO REGIME JURÍDICO DOS NOTÁRIOS E REGISTRADORES 1. A atividade notarial e de registros 1.1 A independência dos notários e registradores 1.2 O princípio da territorialidade

Leia mais

A UNIÃO ESTÁVEL NO NOVO CÓDIGO CIVIL

A UNIÃO ESTÁVEL NO NOVO CÓDIGO CIVIL 76 A UNIÃO ESTÁVEL NO NOVO CÓDIGO CIVIL CLAUDIA NASCIMENTO VIEIRA¹ O artigo 226 da Constituição Federal equiparou a união estável entre homem e mulher ao casamento, dispondo em seu parágrafo 3º que é reconhecida

Leia mais

PROVIMENTO N. 38, DE 1º DE JULHO DE 2010

PROVIMENTO N. 38, DE 1º DE JULHO DE 2010 PROVIMENTO N. 38, DE 1º DE JULHO DE 2010 Dispõe sobre atualização das tabelas dos emolumentos extrajudiciais anexas a Lei Estadual n. 3.003 de 07 de junho de 2005. O DESEMBARGADOR JOSUÉ DE OLIVEIRA, CORREGEDOR-GERAL

Leia mais

FLAUZILINO ARAÚJO DOS SANTOS Primeiro Oficial de Registro de Imóveis da Comarca de São Paulo, Capital

FLAUZILINO ARAÚJO DOS SANTOS Primeiro Oficial de Registro de Imóveis da Comarca de São Paulo, Capital ADEMAR FIORANELLI Oficial do 7º Registro de Imóveis da Capital de São Paulo. Integra o Conselho de Ética e na Coordenação de Jurisprudência do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil IRIB FLAUZILINO

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PODER JUDICIÁRIO

ESTADO DO MARANHÃO PODER JUDICIÁRIO ESTADO DO MARANHÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ATO DA PRESIDÊNCIA Nº. 1226/2011 O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO MARANHÃO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o disposto

Leia mais

CAPITULO I DOS EMOLUMENTOS

CAPITULO I DOS EMOLUMENTOS O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço saber, em cumprimento ao disposto no artigo 82, inciso IV, da Constituição do Estado, que a Assembléia Legislativa aprovou e eu sanciono e promulgo a Lei

Leia mais

O Desembargador Fernando Luiz Ximenes Rocha, Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, no exercício de suas atribuições legais, etc.

O Desembargador Fernando Luiz Ximenes Rocha, Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, no exercício de suas atribuições legais, etc. ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO Nº.../2008 Dispõe sobre a implantação do controle dos selos de autenticidade pelo novo Sistema de Impressão de Guia Extrajudicial Online

Leia mais

4.5 Oposição das causas suspensivas. 5 Do processo de habilitação para o casamento. 5.1 Documentos exigidos. 5.2 Do processo de habilitação. 5.

4.5 Oposição das causas suspensivas. 5 Do processo de habilitação para o casamento. 5.1 Documentos exigidos. 5.2 Do processo de habilitação. 5. Disciplina: Direito Civil V Departamento: Direito Privado FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2014 Docente Responsável: William Bedone Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual 5º ano Objetivos: Finalizar

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO Art 1 - Antes da lavratura de escritura pública, nas hipóteses previstas nos artigos 982 e 1.124-A do Código de Processo Civil, na redação dada pela Lei federal

Leia mais

CARTILHA JUSTIÇA E FAMÍLIA

CARTILHA JUSTIÇA E FAMÍLIA CARTILHA JUSTIÇA E FAMÍLIA Orientação aos acadêmicos que atuarão em ações comunitárias relacionadas ao Direito da Família. Em caso de dúvida sobre a orientação jurídica e ser repassada, o aluno deverá

Leia mais

PROVIMENTO Nº 34. O CORREGEDOR NACIONAL DE JUSTIÇA em substituição, no uso de suas atribuições legais e constitucionais;

PROVIMENTO Nº 34. O CORREGEDOR NACIONAL DE JUSTIÇA em substituição, no uso de suas atribuições legais e constitucionais; PROVIMENTO Nº 34 Disciplina a manutenção e escrituração de Livro Diário Auxiliar pelos titulares de delegações e pelos responsáveis interinamente por delegações vagas do serviço extrajudicial de notas

Leia mais

IR/ PESSOAS FÍSICAS GANHO DE CAPITAL NA ALIENAÇÃO DE BENS OU DIRIEITOS

IR/ PESSOAS FÍSICAS GANHO DE CAPITAL NA ALIENAÇÃO DE BENS OU DIRIEITOS IR/ PESSOAS FÍSICAS GANHO DE CAPITAL NA ALIENAÇÃO DE BENS OU DIRIEITOS Nesta edição, a Asscontas traz esclarecimentos acerca do cálculo e da incidência do Imposto de Renda sobre o ganho de capital auferido

Leia mais

TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS

TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS 1 - Registro, por todos os atos: I - com valor, inclusive certidão: de acordo com o ANEXO 3; II - sem valor (pactos antenupciais, citação, etc.): R$ 21,70

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS DOS SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTROS / 2009

TABELA DE EMOLUMENTOS DOS SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTROS / 2009 TABELA DE EMOLUMENTOS DOS SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTROS / 2009 TABELA I ATOS DOS OFÍCIOS DE REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS E DE INTERDIÇÕES E TUTELAS I - CASAMENTO - HABILITAÇÃO PARA CASAMENTO

Leia mais

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$ PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO Outros Procedimentos Atos e expedientes Habilitação para Casamento 2 214 23 239 Art. 20, II Lei 9.94/13 ISENTO Instrução de Rescisória 240 SEM CUSTAS - Já abrangidas nas custas

Leia mais

ATA NOTARIAL - USUCAPIÃO

ATA NOTARIAL - USUCAPIÃO ATA NOTARIAL - USUCAPIÃO 1 Finalidade: Atestar a posse e outros requisitos para a usucapião extrajudicial 2 Local: República Federativa do Brasil, SP, São Paulo, Praça João Mendes, nº 42, 1º andar, no

Leia mais

ORIENTAÇÕES DIREITO CIVIL ORIENTAÇÕES CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO

ORIENTAÇÕES DIREITO CIVIL ORIENTAÇÕES CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO ORIENTAÇÕES DIREITO CIVIL ORIENTAÇÕES CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO IGUALDADE ENTRE SEXOS - Em conformidade com a Constituição Federal de 1988, ao estabelecer que "homens e mulheres são iguais em direitos e

Leia mais

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$ PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO Outros Procedimentos Atos e expedientes Habilitação para Casamento 2 214 237 239 Art. 20, II Lei 9.974/13 ISENTO Instrução de Rescisória 240 Já abrangidas nas custas da ação

Leia mais

Relação de Documentos para a Concessão do Financiamento

Relação de Documentos para a Concessão do Financiamento 1 Prezado(a) Cliente, Estamos felizes em receber sua Proposta de Financiamento Imobiliário. Sabemos que é um importante momento de sua vida e nos sentimos orgulhosos de fazer parte dele. Para que tudo

Leia mais

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO DA PESSOA FÍSICA. José Henrique Longo. IBCPF Março, 2015 LEGITIMIDADE DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO:

PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO DA PESSOA FÍSICA. José Henrique Longo. IBCPF Março, 2015 LEGITIMIDADE DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO: PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO DA PESSOA FÍSICA José Henrique Longo IBCPF Março, 2015 LEGITIMIDADE DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO: Capacidade Contributiva & Solidariedade Direito de Auto Organização Planejamento

Leia mais

Da dissolução da sociedade e do vínculo conjugal

Da dissolução da sociedade e do vínculo conjugal Da dissolução da sociedade e do vínculo conjugal Capítulo 3 Da dissolução da sociedade e do vínculo conjugal Leia a lei: arts. 1.571 a 1.582 CC. Como se trata de uma relação de base contratual, o casamento

Leia mais

Treinamento da CENSEC 24 de novembro de 2012. A empresa Sky Informática CENSEC 22/11/2012

Treinamento da CENSEC 24 de novembro de 2012. A empresa Sky Informática CENSEC 22/11/2012 Treinamento da CENSEC 24 de novembro de 2012 A empresa Sky Informática 3 22 anos de experiência, atuando única e exclusivamente neste segmento. mais de 6.600 usuários. mais de 950 sistemas instalados em

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 17 DE SETEMBRO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 17 DE SETEMBRO DE 2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 24, DE 17 DE SETEMBRO DE 2007 Publicada no DOE(Pa) de 19.09.07. Retificação no DOE(Pa) de 25.09.07. Institui a Declaração de Bens e Direitos, relativa ao Imposto sobre Transmissão

Leia mais

Introdução... 11 PARTE 1 DOUTRINA

Introdução... 11 PARTE 1 DOUTRINA S umário Introdução... 11 PARTE 1 DOUTRINA CAPÍTULO 1 O AGRONEGÓCIO E A LEI N. 8.929, DE 22 DE AGOSTO DE 1994 1.1. Considerações iniciais sobre o agronegócio... 17 1.2. A importância do agronegócio para

Leia mais

PROVIMENTO CONJUNTO N.º CGJ/CCI - 12/2012

PROVIMENTO CONJUNTO N.º CGJ/CCI - 12/2012 PROVIMENTO CONJUNTO N.º CGJ/CCI - 12/2012 Reedita, com alterações, o Provimento n.º 04/2007, para viger em todo o Estado, revogando o Provimento CCI 06/2010 e introduzindo capítulo de regras para a lavratura

Leia mais

Estatuto das Familias

Estatuto das Familias Estatuto das Familias Princípios: a dignidade da pessoa humana, a solidariedade familiar, a igualdade de gêneros, de filhos e das entidades familiares, a convivência familiar, o melhor interesse da criança

Leia mais

TRASLADO DE CERTIDÕES DE REGISTRO CIVIL EMITIDAS NO EXTERIOR

TRASLADO DE CERTIDÕES DE REGISTRO CIVIL EMITIDAS NO EXTERIOR TRASLADO DE CERTIDÕES DE REGISTRO CIVIL EMITIDAS NO EXTERIOR DISPOSIÇÕES GERAIS Édison Renato Kirsten Registrador Santo Antônio da Patrulha/RS Conforme artigo 32 da Lei 6015/73, os assentos de nascimento,

Leia mais

TEORIA E PRÁTICA DO INVENTÁRIO JUDICIAL E EXTRAJ U DICIAL

TEORIA E PRÁTICA DO INVENTÁRIO JUDICIAL E EXTRAJ U DICIAL JOÃO ROBERTO PARIZATTO TEORIA E PRÁTICA DO INVENTÁRIO JUDICIAL E EXTRAJ U DICIAL 5. a Edição EDITORA PARIZATTO Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio eletrônico, mecânico ou xerográfico,

Leia mais

UFRJ/FND Monitoria 2013/2014 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DE DISCIPLINAS DO DEPARTAMENTO DE DIREITO CIVIL. Direito Internacional Privado I

UFRJ/FND Monitoria 2013/2014 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DE DISCIPLINAS DO DEPARTAMENTO DE DIREITO CIVIL. Direito Internacional Privado I UFRJ/FND Monitoria 2013/2014 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DE DISCIPLINAS DO DEPARTAMENTO DE DIREITO CIVIL Direito Internacional Privado I PONTOS: 1. Introdução ao direito internacional privado: objeto, denominação

Leia mais

Expediente do Gabinete dos Juízes Corregedores na Corregedoria Geral da Justiça

Expediente do Gabinete dos Juízes Corregedores na Corregedoria Geral da Justiça Provimentos 33/2007 Expediente do Gabinete dos Juízes Corregedores na Corregedoria Geral da Justiça Provimento nº 33/2007-17/12/2007 (Diário da Justiça Eletrônico) Data inclusão: 19/12/2007 PROVIMENTO

Leia mais

SUMÁRIO PREFÁCIO ABREVIATURAS ABREVIATURAS INTRODUÇÃO

SUMÁRIO PREFÁCIO ABREVIATURAS ABREVIATURAS INTRODUÇÃO SUMÁRIO ABREVIATURAS CAT Certidão Autorizativa de Transferência CC - Código Civil CF - Constituição Federal CGC Corregedoria Geral de Justiça CPC Código de Processo Civil CSM Conselho Superior de Magistratura

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39 SUMÁRIO Apresentação da Coleção...15 CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 1. Antecedentes históricos da função de advogado...19 2. O advogado na Constituição Federal...20 3. Lei de regência da

Leia mais