SUMÁRIO PREFÁCIO ABREVIATURAS ABREVIATURAS INTRODUÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO PREFÁCIO ABREVIATURAS ABREVIATURAS INTRODUÇÃO"

Transcrição

1 SUMÁRIO ABREVIATURAS CAT Certidão Autorizativa de Transferência CC - Código Civil CF - Constituição Federal CGC Corregedoria Geral de Justiça CPC Código de Processo Civil CSM Conselho Superior de Magistratura DARF - Documento de Arrecadação Federal DAU Dívida Ativa da União LICC Lei de Introdução ao Código Civil LRP Lei dos Registros Públicos MP Medida Provisória PFN Procuradoria da Fazenda Nacional PGFN Procuradoria Geral da Fazenda Nacional RE Recurso Extraordinário RI Registro de Imóveis RIP - Registro Imobiliário Patrimonial SPU - Secretaria do Patrimônio da União SPU/SP - Superintendência do Patrimônio da União no Estado de São Paulo STF - Supremo Tribunal Federal STJ - Superior Tribunal de Justiça PREFÁCIO... 7 ABREVIATURAS INTRODUÇÃO TÍTULO I ORIGEM HISTÓRICA DOS TERRENOS DE MARINHA E SEUS ACRESCIDOS CAPÍTULO I DIREITO ROMANO Direito Romano CAPÍTULO II BRASIL COLÔNIA A divisão do Brasil em capitanias hereditárias O Foral Sesmarias CAPÍTULO III BRASIL IMPÉRIO Primeiro imóvel aforado no Brasil Lei de 15 de novembro de P P Transferência do direito de aforar e obter renda aos Municípios CAPÍTULO IV BRASIL REPÚBLICA (ANTERIOR AO DECRETO-LEI Nº 9.760/1946) Decreto nº , de 31 de dezembro de Decreto nº , de 31 de maio de Código de Águas Decreto n / Decreto-lei nº 710, de 17 de setembro de Decreto-lei n / XI

2 6. Decreto-lei n / Decreto-lei n / Decreto-lei de 15 de julho de TÍTULO II ENFITEUSE CAPITULO I ORIGEM HISTÓRICA Em Roma Na Idade Média No Brasil Terreno de marinha CAPÍTULO II ENFITEUSE CONTEMPORÂNEA Conceito Constituição Usucapião Registro Transmissão Alienação/venda Laudêmio Responsabilidade pelo pagamento Doação Sucessão causa mortis Outras espécies Extinção Comisso sem deixar herdeiros Deterioração do prédio aforado ou abandono do imóvel Resgate Inadimplemento de cláusula contratual Por interesse público, mediante prévia indenização Exercício do direito de preferência Analogia com outros institutos Usufruto Arrendamento Superfície CAPÍTULO III ENFITEUSE APLICADA AOS BENS PARTICULARES Instituto de Direito Civil Aplicabilidade Bens públicos regidos pelo Direito Civil CAPÍTULO IV ENFITEUSE APLICADA AOS BENS PÚBLICOS Aplicabilidade civil e a administrativa TÍTULO III BENS DA UNIÃO CAPÍTULO I PREVISÃO CONSTITUCIONAL Constituição de XII XIII

3 2. Constituição de Constituição de Constituição de Constituição de Constituição de Emenda Constitucional nº 46/ CAPÍTULO II CLASSIFICAÇÃO DOS BENS PÚBLICOS De uso comum Praias De uso especial Dominiais ou dominicais terrenos de marinha e seus acrescidos CAPÍTULO III ADMINISTRAÇÃO DOS BENS DA UNIÃO Secretaria do Patrimônio da União (SPU) Atribuições Convênios e contratos CAPÍTULO IV TERRENOS DE MARINHA E SEUS ACRESCIDOS Conceituação in loco Demarcação dos terrenos de marinha Instituto peculiar do Direito Brasileiro CAPÍTULO V OUTRAS ESPÉCIES DE BENS DA UNIÃO Ilhas marítimas Ex-aldeamentos indígenas Mangues TÍTULO IV CONTRATOS ENTRE O PODER PÚBLICO E O PARTICULAR E OUTROS INSTRUMENTOS JURÍDICOS CAPÍTULO I CONTRATO DE AFORAMENTO Contrato Partes Domínio útil Assento no Registro Imobiliário CAPÍTULO II INSCRIÇÃO DE OCUPAÇÃO Autorização Partes Ocupação precária Ocupação com preferência ao aforamento Assento no Registro Imobiliário Imóvel integralmente localizado em terreno de marinha Imóvel parcialmente localizado em terreno de marinha CAPÍTULO III OUTROS TIPOS LEGAIS Permissão de uso Cessão de uso Concessão de uso especial para XIV XV

4 4. Concessão de direito real de uso Locação TÍTULO V TRANSFERÊNCIA DO DOMÍNIO ÚTIL (AFORAMENTO) OU DOS DIREITOS SOBRE BENFEI- TORIAS (OCUPAÇÃO) CAPÍTULO I COMPROMISSO DE COMPRA E VENDA Caracteres do contrato Público ou particular Responsabilidade pelo pagamento do(s) laudêmio(s) Pagamento de eventual diferença de laudêmio Pagamento da taxa de ocupação e do foro Nomenclatura Efeito Registro CAPÍTULO II AUTORIZAÇÃO DA UNIÃO Certidão Autorizativa de Transferência (CAT) Requisitos Transações onerosas Laudêmio Não é tributo Isenção do pagamento Transações não onerosas CAPÍTULO III ESCRITURA PÚBLICA Requisitos Bens da União terrenos de marinha e seus acrescidos Escritura de Venda e Compra com Cessão de Direitos de Ocupação Regime de ocupação Integralmente localizado em terreno de marinha Parcialmente localizado em terreno de marinha Escritura de Venda e Compra com Alienação do Domínio Útil Regime de aforamento Integralmente localizado em terreno de marinha Parcialmente localizado em terreno de marinha Quando houver cessões intermediárias Adjudicação e partilha em inventário extrajudicial Mandato em Causa Própria Aditamento para adequação à legislação de terrenos de marinha CAPÍTULO IV REGISTRO DE IMÓVEIS VS. SPU No Direito Brasileiro Registro de Imóveis vs. SPU Prática XVI XVII

5 Rodrigo Marcos Antonio Rodrigues CAPÍTULO V AVERBAÇÃO DE TRANSFERÊNCIA Apresentação de escritura na SPU A averbação de transferência TÍTULO VI COBRANÇA DA SPU CAPÍTULO I RECEITAS PATRIMONIAIS Conceito Do laudêmio Do foro Da taxa de ocupação Da multa por atraso na apresentação da escritura Da multa pelo aterro ilegal Da isenção das receitas patrimoniais Da defesa administrativa CAPÍTULO II INSCRIÇÃO NA DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO (DAU) Competência: Procuradoria da Fazenda Nacional Débitos que podem ser inscritos Momento da inscrição Certidão da Dívida Ativa (CDA) Consequências Capítulo III Prescrição e Decadência Como opera nas receitas patrimoniais Antes da entrada em vigor da Lei 9.636/ TÍTULO VII O INSTITUTO NA ATUALIDADE: TERRENOS DE MARINHA E SEUS ACRESCIDOS REFERÊNCIAS INTRODUÇÃO Os terrenos de marinha e seus acrescidos per- do direito. Ora tratam as receitas patrimoniais da União equivocadamente como tributos, aplicando o Código Tri- legislação administrativa própria, inclusive equiparando imóveis em regime de ocupação com imóveis em regime de aforamento, quando não tratam outras espécies de bens públicos da União como terrenos de marinha. Nas transações imobiliárias há desinformação entre os interessados e a própria mídia sofre com a falta de informações sobre o assunto: basta acompanhar as notícias que chegam a tratar os terrenos de marinha como propriedade da Marinha do Brasil. Há, ainda, os que reclamam pelo suposto fato da antiga família real estar auferindo renda com os impostos cobrados. Nesse mar de desinformação, navegam os defensores que apresentam teses sobre a desnecessidade da manutenção dessa espécie de bem público. O objetivo desta obra não é apoiar ou deixar de apoiar a extinção dos terrenos de marinha; também não é provar que as demarcações feitas pela União carecem ou não de legitimidade. O objetivo precípuo do livro é elucidar o Instituto dos Terrenos de Marinha e seus Acrescidos, trazendo balhar com essa espécie de bem público, pois são milha- XVIII 19

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria do Patrimônio da União Gerência Regional de Patrimônio da União no Rio Grande do Sul

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria do Patrimônio da União Gerência Regional de Patrimônio da União no Rio Grande do Sul MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria do Patrimônio da União Gerência Regional de Patrimônio da União no Rio Grande do Sul RELATÓRIO DE GESTÃO DA UNIDADE JURISDICIONADA 1. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 342, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 342, DE 2015 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 342, DE 2015 Altera o Decreto-Lei nº 1.876, de 15 de julho de 1981, e o Decreto-Lei nº 2.398, de 21 de dezembro de 1987, para isentar da cobrança de laudêmio, foro e taxa de

Leia mais

ITBI - Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis Direito Tributário

ITBI - Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis Direito Tributário 1 ITBI - Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis Direito Tributário Posição histórica Também conhecido como sisa, até 1988 era da competência dos Estados. A partir da Constituição Federal de 1988, passou

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DO PATRIMÔNIO DA UNIÃO DOMÍNIO PÚBLICO SOBRE A ORLA MARÍTIMA

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DO PATRIMÔNIO DA UNIÃO DOMÍNIO PÚBLICO SOBRE A ORLA MARÍTIMA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO DOMÍNIO PÚBLICO SOBRE A ORLA MARÍTIMA TERRENOS DE MARINHA TERRENOS ALODIAIS TERRENOS DE MARINHA ACRESCIDOS DE MARINHA PRAIA LLTM LPM TERRENOS DE MARINHA DL

Leia mais

Gestão do Patrimônio Imobiliário Brasília, Setembro/2015

Gestão do Patrimônio Imobiliário Brasília, Setembro/2015 Gestão do Patrimônio Imobiliário Brasília, Setembro/2015 Pontos abordados: 1. CONCEITUAÇÃO E FUNÇÃO DOS TERRENOS DE MARINHA 2. CUMPRIMENTO DA FUNÇÃO SOCIAL 3. APERFEIÇOAMENTO DO MARCO LEGAL LEI 13.139/2015

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 23 DE JULHO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 23 DE JULHO DE 2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1, DE 23 DE JULHO DE 2007 Dispõe sobre o lançamento e a cobrança de créditos originados em Receitas Patrimoniais. A SECRETÁRIA DO PATRIMÔNIO DA UNIÃO, no uso de suas atribuições

Leia mais

SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO

SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO SUMÁRIO PREFÁCIO... 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 3 1.2 AS ATUAÇÕES DO MAGISTRADO (ESTADO-JUIZ) E DO TABELIÃO (PRESTADOR DE SERVIÇO PÚBLICO EM CARÁTER PRIVADO)... 5 1.3 NOVA LEI HOMENAGEIA

Leia mais

Código de Processo Civil, encontramos regras nesse sentido nos artigos 1003 e seguintes, 1022 e seguintes, artigo 1026.

Código de Processo Civil, encontramos regras nesse sentido nos artigos 1003 e seguintes, 1022 e seguintes, artigo 1026. Escritura pública de inventário e partilha Documentos Necessários A relação de documentos necessários para uma escritura pública de inventário e partilha, especialmente quando contemplam bens imóveis,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 022/15 DE 14 DE MAIO DE 2015. AUTORIA DO PODER EXECUTIVO

PROJETO DE LEI Nº 022/15 DE 14 DE MAIO DE 2015. AUTORIA DO PODER EXECUTIVO PROJETO DE LEI Nº 022/15 DE 14 DE MAIO DE 2015. AUTORIA DO PODER EXECUTIVO CUMPRE O DISPOSTO NO PARAGRAFO ÚNICO, DO ART. 256, DO CTM NO QUE TRATA DO IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO INTER VIVOS, POR ATO ONEROSO

Leia mais

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2015 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015

RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2015 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 RESUMO DA TABELA DE EMOLUMENTOS E TFJ DE 2015 EM VIGOR PARA ATOS PRATICADOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 1- ATOS DO REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS VALORES EM R$ ATO VALORES TOTAL BUSCA (POR PERÍODO

Leia mais

Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989

Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989 Manual para preenchimento da Guia de ITBI Lei Municipal 3.398, de 22 de fevereiro de 1.989 e alterações, Decreto 069 de 03 de março de 1989 C:\SiteMogi_2009\Manual para preenchimento da Guia2.doc 1 Instruções

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE Cidade Monumento da História Pátria Cellula Mater da Nacionalidade

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE Cidade Monumento da História Pátria Cellula Mater da Nacionalidade Institui o imposto sobre transmissão intervivos, a qualquer título, por ato oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão física e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de garantia, bem como cessão

Leia mais

Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas

Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas Registros em terras de fronteiras, margens de rio e terras devolutas Josely Trevisan Massuquetto Procuradora do INCRA no Paraná. Francisco José Rezende dos Santos Oficial do 4º Reg. Imóveis de Bhte e Presidente

Leia mais

! " # $ $ % & $ $ ' (#! ) * + ),! -+!, #. + ) + / -+ /, 0

!  # $ $ % & $ $ ' (#! ) * + ),! -+!, #. + ) + / -+ /, 0 Durante dezenas de anos, os proprietários de imóveis na Barra da Tijuca (Jardim Oceânico e Tijucamar), tiveram seus imóveis devidamente registrados no 9º Ofício de Imóveis como alodiais ou seja livres

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO Autor: Poder executivo. LEI COMPLEMENTAR Nº. 083/2013. Dispõe sobre a instituição e a cobrança do ITBI Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis no Município de Aripuanã e dá outras providências. EDNILSON

Leia mais

Questões Controvertidas do ITBI.

Questões Controvertidas do ITBI. FESDT Fundação Escola Superior de Direito Tributário 2011 X Congresso Direito Tributário em Questão Questões Controvertidas do ITBI. Ígor Danilevicz 1 /07/2011 (8h) ITBI ou ITIV? EC 1/69 Art. 23. Compete

Leia mais

Ordenamento da ocupação do espaço litorâneo em áreas da União

Ordenamento da ocupação do espaço litorâneo em áreas da União Ordenamento da ocupação do espaço litorâneo em áreas da União Seminário Nacional de Gerenciamento Costeiro Brasília, 4 de novembro de 2014 Reinaldo Redorat A área pública não é do Estado e sim, de todos!

Leia mais

O terreno de marinha, conforme se verá, é de propriedade da União por força da Constituição Federal de 1988 e de Leis infraconstitucionais.

O terreno de marinha, conforme se verá, é de propriedade da União por força da Constituição Federal de 1988 e de Leis infraconstitucionais. União pode dispor do domínio útil de terreno da marinha Por Rodrigo Passos Pinheiro Fonte: Consultor Jurídico 18/06/12 A questão apresentada envolve conhecimento específico da legislação sobre terrenos

Leia mais

IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS: ITBI E ITCMD UM ESTUDO COMPARATIVO

IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO DE BENS: ITBI E ITCMD UM ESTUDO COMPARATIVO Artigo apresentado no I ENCONTRO DE ESTUDOS TRIBUTÁRIOS ENET promovido pelo Instituto de Direito Tributário de Londrina de 30/08 a 02/09/06 (Selecionado pela Comissão Organizadora). IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÃO

Leia mais

DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total

DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS Curso de Técnico em Transações Imobiliárias Curso Total DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS. FINALIDADE. DOS TÍTULOS REGISTRÁVEIS: ESCRITURA

Leia mais

P O R T A R I A N 770/2006 PGJ. O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições legais e,

P O R T A R I A N 770/2006 PGJ. O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições legais e, MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA P O R T A R I A N 770/2006 PGJ O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das suas atribuições

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN

PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PGFN PORTARIA N.º 3 DE 22 /11 /2005 Dispõe sobre a prova de regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional e dá outras providências. O PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA

Leia mais

1º A gestão do Programa cabe ao Ministério das Cidades e sua operacionalização à Caixa Econômica Federal CEF.

1º A gestão do Programa cabe ao Ministério das Cidades e sua operacionalização à Caixa Econômica Federal CEF. LEI 10.188, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2001 Cria o Programa de Arrendamento Residencial, institui o arrendamento residencial com opção de compra e dá outras providências. Faço saber que o Presidente da República

Leia mais

UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras. 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo segundo)

UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras. 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo segundo) UNIDADE VI Tributação sobre a transmissão de bens e direitos e operações financeiras 1. Imposto sobre a transmissão de bens imóveis 1.1. Legislação 1.1.1. Constituição (art. 156, inciso II e parágrafo

Leia mais

O Prefeito Municipal de vitória, Capital do Estado do Espírito Santo, faço saber que a Câmara Municipal decretou e eu sanciono a seguinte lei:

O Prefeito Municipal de vitória, Capital do Estado do Espírito Santo, faço saber que a Câmara Municipal decretou e eu sanciono a seguinte lei: Lei nº 3.571/89 (com alterações das Leis 3.701/90, 4.165/94, 4.476/97e 4.735/98) Dispõe sobre o Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis Inter-Vivos e sobre a Venda a Varejo de combustíveis Líquidos e

Leia mais

LEI ORDINÁRIA Nº 4871, DE 23 DE JANEIRO DE 1989.

LEI ORDINÁRIA Nº 4871, DE 23 DE JANEIRO DE 1989. 1 LEI ORDINÁRIA Nº 4871, DE 23 DE JANEIRO DE 1989. DISPÕE SOBRE TRANSMISSÃO INTER VIVOS, A QUALQUER TÍTULO, POR ATO ONEROSO, DE BENS IMÓVEIS, POR NATUREZA OU ACESSÃO FÍSICA, E DE DIREITOS REAIS SOBRE IMÓVEIS,

Leia mais

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010:

Para extinção das dívidas e/ou saldos devedores do contrato com fundamento no art. 7º da MP nº 496/2010: DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: Extinção de dívidas do contrato Compra do imóvel com base no art. 12 da Lei nº 11.483/2007 Substituição do beneficiário do contrato de compra e venda ou cessão de direitos Emissão

Leia mais

3 O INSTRUMENTO PARTICULAR NO REGISTRO DE IMÓVEIS A PARTIR DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO DE 1916... 85 3.1 Evolução histórica... 85 3.1.

3 O INSTRUMENTO PARTICULAR NO REGISTRO DE IMÓVEIS A PARTIR DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO DE 1916... 85 3.1 Evolução histórica... 85 3.1. SUMÁRIO RESUMO... 13 PREFÁCIO... 15 INTRODUÇÃO... 19 1 CONTRATOS... 23 1.1 Noções gerais... 23 1.2 Conceito... 25 1.3 Elementos do contrato... 26 1.3.1 Elementos essenciais... 26 1.3.1.1 Agente capaz...

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO MUNICIPIO DE ITIQUIRA PODER EXECUTIVO

ESTADO DE MATO GROSSO MUNICIPIO DE ITIQUIRA PODER EXECUTIVO LEI N 198 DE 10 DE MARÇO DE 1.989. INSTITUI O IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO DE BENS IMOVEIS E DÁ OUTRAS PROVIDENCAS. Pedro Gil do amaral, Prefeito Municipal de Itiquira, Estado de Mato Grosso, no uso de

Leia mais

DIREITO CIVIL DIREITO DAS COISAS PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I

DIREITO CIVIL DIREITO DAS COISAS PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I DIREITO CIVIL DIREITO DAS COISAS PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I Direito das Coisas; Introdução; Conceito e Distinção entre Direitos Reais e Pessoais; Conteúdo; Regime Constitucional dos Direitos

Leia mais

INSTITUI IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO "INTERVIVOS" E DIREITOS A ELES RELATIVOS.

INSTITUI IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO INTERVIVOS E DIREITOS A ELES RELATIVOS. LEI Nº 1449/88 INSTITUI IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO "INTERVIVOS" E DIREITOS A ELES RELATIVOS. Eu, Paulo Alberto Duarte, Prefeito do Município de Lages, comunico a todos os habitantes deste Município, que

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA Nº 496, DE 19 DE JULHO DE 2010. Dispõe sobre o limite de endividamento de Municípios em operações de crédito destinadas

Leia mais

NOTAS SOBRE O PROJETO DE LEI Nº 5.627/2013

NOTAS SOBRE O PROJETO DE LEI Nº 5.627/2013 DANILO OLIVEIRA RODRIGUES DE LIMA Advogado especialista em Direito Portuário e Terrenos de Marinha. danilooliveira@advogadosamc.com / Fone: 3213-0549 NOTAS SOBRE O PROJETO DE LEI Nº 5.627/2013 Alterações

Leia mais

LEI Nº 02/89. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, decretou e

LEI Nº 02/89. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, decretou e LEI Nº 02/89 Institui o Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis e dá outras providências. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, decretou e eu, Prefeito Municipal sanciono a

Leia mais

Procuradoria Geral da Fazenda Nacional. Dívida Ativa. Cartilha aos Órgãos de Origem 8/3/2013

Procuradoria Geral da Fazenda Nacional. Dívida Ativa. Cartilha aos Órgãos de Origem 8/3/2013 2013 Procuradoria Geral da Fazenda Nacional Dívida Ativa Cartilha aos Órgãos de Origem Esta cartilha tem por fim informar e explicar o que é a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional PGFN, quais créditos

Leia mais

CARTILHA DO CONTRIBUINTE

CARTILHA DO CONTRIBUINTE CARTILHA DO CONTRIBUINTE André Emmanuel Batista Barreto Campello Procurador da Fazenda Nacional Luiz Mário Nascimento Nogueira Chefe da Dívida Ativa da União/PFN/MA Introdução Trata-se de um pequeno guia

Leia mais

1. INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS COISAS

1. INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS COISAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS COISAS Conceitos iniciais 1.1 Conceito de direito das coisas. A questão terminológica 1.2 Conceito de direitos reais. Teorias justificadoras e caracteres. Análise preliminar

Leia mais

Lei Estadual nº. 12.216/98

Lei Estadual nº. 12.216/98 Lei Estadual nº. 12.216/98 Texto atualizado pelas Leis Estaduais n. os 12.604 de 02/07/99; 12.821 de 27/12/99; 12.827 de 06/01/00; 13.611 de 04/06/02; 14.595 de 28/12/04; 14.596 de 27/12/04 e 15.338 de

Leia mais

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV,

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV, DECRETO Nº 5218 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011. EMENTA: Regulamenta os procedimentos de declaração, avaliação, emissão de guias de recolhimento, processo de arbitramento e a instauração do contencioso fiscal

Leia mais

Portaria SPU nº 215, de 25 de novembro de 2015. enquadrem na Lei n o 12.101, de 27 de novembro de 2009.

Portaria SPU nº 215, de 25 de novembro de 2015. enquadrem na Lei n o 12.101, de 27 de novembro de 2009. Portaria SPU nº 215, de 25 de novembro de 2015 Estabelece procedimentos para concessão de anistia de débitos patrimoniais e de isenção do pagamento de taxas de ocupação, de foros ou de laudêmios para as

Leia mais

Objeto: O direito real de uso pode recair sobre bens móveis ou imóveis.

Objeto: O direito real de uso pode recair sobre bens móveis ou imóveis. Turma e Ano: Turma Regular Master A Matéria / Aula: Direito Civil Aula 23 Professor: Rafael da Mota Mendonça Monitora: Fernanda Manso de Carvalho Silva DIREITO DAS COISAS (continuação) (IV) Direitos Reais

Leia mais

Legislação Territorial Constituição Federal de 1988. Camila Cavichiolo Helton Douglas Kravicz Luiz Guilherme do Nascimento Rodrigues Samara Pinheiro

Legislação Territorial Constituição Federal de 1988. Camila Cavichiolo Helton Douglas Kravicz Luiz Guilherme do Nascimento Rodrigues Samara Pinheiro Legislação Territorial Constituição Federal de 1988 Camila Cavichiolo Helton Douglas Kravicz Luiz Guilherme do Nascimento Rodrigues Samara Pinheiro 01. Como a propriedade é tratada pela constituição brasileira?

Leia mais

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 11

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 11 Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 11 CAPÍTULO I DIREITO TRIBUTÁRIO, TRIBUTO E SUAS ESPÉCIES... 13 1. Breve introdução ao Direito Tributário...13 2. Tributo...14 3. Espécies

Leia mais

ITBI Imposto sobre a transmissão inter vivos de bens imóveis

ITBI Imposto sobre a transmissão inter vivos de bens imóveis ITBI Imposto sobre a transmissão inter vivos de bens imóveis 1 Incidência O imposto sobre transmissão inter vivos de bens imóveis e de direitos reais sobre eles tem como fato gerador: 1 - a transmissão

Leia mais

ANEXO INSTRUÇÃO NORMATIVA SPU - 001

ANEXO INSTRUÇÃO NORMATIVA SPU - 001 ANEXO INSTRUÇÃO NORMATIVA SPU - 001 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL A presente Instrução Normativa obedece ao disposto no 3º, art. 3º do Decreto Lei nº 2.398, de 21 de dezembro de 1987, Lei nº 5.194, de 24 de dezembro

Leia mais

PARECER Nº, DE 2008. RELATORA: Senadora MARINA SILVA RELATOR ad hoc: Senador ANTONIO CARLOS JÚNIOR

PARECER Nº, DE 2008. RELATORA: Senadora MARINA SILVA RELATOR ad hoc: Senador ANTONIO CARLOS JÚNIOR PARECER Nº, DE 2008 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em decisão terminativa, ao Projeto de Lei do Senado nº 238, de 2007, que transfere ao domínio do Estado do Amapá terras pertencentes

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI N. 728, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1980 Consolida a legislação do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis e de Direitos a eles Relativos ITBI, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 11.481, DE 31 DE MAIO DE 2007. Mensagem de Veto Conversão da Mpv nº 335, de 2006 Dá nova redação a dispositivos das Leis n os 9.636, de 15 de maio de 1998, 8.666, de 21 de junho de 1993, 11.124,

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Seção I Das Definições

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Seção I Das Definições DECRETO Nº 2.807, de 9 de dezembro de 2009. Dispõe sobre o controle e os registros dos bens imóveis no âmbito dos órgãos da Administração Pública Estadual Direta, Autárquica e Fundacional, e estabelece

Leia mais

JOSÉ MARIA ARAGÃO Doutor em Direito, pós-graduado em Economia

JOSÉ MARIA ARAGÃO Doutor em Direito, pós-graduado em Economia JOSÉ MARIA ARAGÃO Doutor em Direito, pós-graduado em Economia Sistema Financeiro da Habitação Uma análise sociojurídica da gênese, desenvolvimento e crise do Sistema 3ª edição Revista e Atualizada Com

Leia mais

Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2012.

Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2012. ;/ / -/ Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2012. Ref.: Indicação 094/2011, sobre Projeto de Lei Complementar n 116/2007 de autoria da Deputada Elcione Barbalho que "Desonera do Imposto sobre a Propriedade

Leia mais

CONCEITO DE RENDA DO PONTO DE VISTA JURÍDICO-TRIBUTÁRIO, PRESSUPÕE SER RENDA;

CONCEITO DE RENDA DO PONTO DE VISTA JURÍDICO-TRIBUTÁRIO, PRESSUPÕE SER RENDA; DOS IMPOSTOS (CONTINUAÇÃO) IMPOSTO SOBRE RENDA E PROVENTOS DE QUALQUER NATUREZA ENCONTRA-SE PREVISTO NO ARTIGO 153, INCISO III, DA C.F.. CONCEITO DE RENDA DO PONTO DE VISTA JURÍDICO-TRIBUTÁRIO, PRESSUPÕE

Leia mais

Diretoria de Patrimônio - DPA

Diretoria de Patrimônio - DPA Diretoria de Patrimônio - DPA Diretoria de Patrimônio - DPA Finalidade Coordenar, supervisionar, controlar e executar as atividades relativas a administração patrimonial do Estado. (Decreto Estadual nº

Leia mais

DECRETO N º 24.058, de 16 de julho de 2013

DECRETO N º 24.058, de 16 de julho de 2013 DOM DE 17/07/2013 DECRETO N º 24.058, de 16 de julho de 2013 Regulamenta dispositivos da Lei nº 7.186, de 27 de dezembro de 2006 Código Tributário e de Rendas do Município do Salvador, e suas alterações,

Leia mais

O Novo Código de Processo Civil e a Cobrança dos rateios em Condomínios

O Novo Código de Processo Civil e a Cobrança dos rateios em Condomínios O Novo Código de Processo Civil e a Cobrança dos rateios em Condomínios Jaques Bushatsky Setembro de 2015 Rateio das despesas: O Decreto nº 5.481, de 25/06/1928 possibilitou a alienação parcial dos edifícios

Leia mais

LEI N.º 1.427 DE 13 DE FEVEREIRO DE 1989. Alterações posteriores Lei n.º 2.052/92, Lei n.º 2.821/97, Lei n.º 3.515/00, Lei n.º 3.

LEI N.º 1.427 DE 13 DE FEVEREIRO DE 1989. Alterações posteriores Lei n.º 2.052/92, Lei n.º 2.821/97, Lei n.º 3.515/00, Lei n.º 3. Publicada no D.O.E. em 14.02.1989 LEI N.º 1.427 DE 13 DE FEVEREIRO DE 1989 Alterações posteriores Lei n.º 2.052/92, Lei n.º 2.821/97, Lei n.º 3.515/00, Lei n.º 3.663/2001 Institui o Imposto sobre Transmissão

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DO SETOR IMOBILIÁRIO E DA CONSTRUÇÃO CIVIL. Martelene Carvalhaes

TRIBUTAÇÃO DO SETOR IMOBILIÁRIO E DA CONSTRUÇÃO CIVIL. Martelene Carvalhaes TRIBUTAÇÃO DO SETOR IMOBILIÁRIO E DA CONSTRUÇÃO CIVIL Martelene Carvalhaes GESTÃO DE RISCOS O mercado de empreendimentos imobiliários é onde as empresas operam com maior nível de riscos devido às particularidades

Leia mais

Declaração sobre Operações Imobiliárias - DOI. O usufruto e a divisão amigável no contexto da disciplina em vigor

Declaração sobre Operações Imobiliárias - DOI. O usufruto e a divisão amigável no contexto da disciplina em vigor Declaração sobre Operações Imobiliárias - DOI O usufruto e a divisão amigável no contexto da disciplina em vigor Antonio Herance Filho INR INFORMATIVO NOTARIAL E REGISTRAL Publicações, Consultoria e Cursos

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... XV CAPÍTULO I INTRODUÇÃO AO DIREITO TRIBUTÁRIO

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... XV CAPÍTULO I INTRODUÇÃO AO DIREITO TRIBUTÁRIO SUMÁRIO INTRODUÇÃO... XV CAPÍTULO I INTRODUÇÃO AO DIREITO TRIBUTÁRIO 1 NOÇÕES PROPEDÊUTICAS: TRIBUTAÇÃO E DI- REITO TRIBUTÁRIO... 1 2 ATIVIDADE FINANCEIRA DO ESTADO E SUA RE- LAÇÃO INTERDISCIPLINAR COM

Leia mais

Medida Provisória nº 691/2015

Medida Provisória nº 691/2015 Medida Provisória nº 691/2015 Brasília, Setembro/2015 AUDIÊNCIA PÚBLICA SENADO GESTÃO DE IMÓVEIS DA UNIÃO APERFEIÇOAMENTO DO MARCO LEGAL- MP 691/2015 Alienação de terrenos em áreas urbanas consolidadas

Leia mais

SISTEMA DE SUPORTE A DECISÃO DA SPU METADADOS

SISTEMA DE SUPORTE A DECISÃO DA SPU METADADOS SISTEMA DE SUPORTE A DECISÃO DA SPU METADADOS OBJETIVOS DO SISTEMA DE SUPORTE À DECISÃO DA SPU O Sistema de Suporte à Decisão da SPU visa dotar a Secretaria de Patrimônio da União de informações de caráter

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Página 1 de 16 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 9.636, DE 15 DE MAIO DE 1998. Regulamentação Mensagem de veto Conversão da MPv nº 1.647-15, de 1998 Dispõe sobre

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE: LEI COMPLEMENTAR Nº 21, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1988 Institui o Imposto sobre a Transmissão causa mortis e Doação de Bens ou Direitos. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE: seguinte Lei: FAÇO SABER que o Poder

Leia mais

LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA

LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA SUCESSÕES: LEI Nº 11.441/2007 ESCRITURA PÚBLICA DE INVENTÁRIO E PARTILHA DOCUMENTOS ROTEIRO INTRODUÇÃO DOCUMENTOS NECESSÁRIOS ...una mala política legislativa, consagrada a través del tiempo, no se sabe

Leia mais

FLAUZILINO ARAÚJO DOS SANTOS Primeiro Oficial de Registro de Imóveis da Comarca de São Paulo, Capital

FLAUZILINO ARAÚJO DOS SANTOS Primeiro Oficial de Registro de Imóveis da Comarca de São Paulo, Capital ADEMAR FIORANELLI Oficial do 7º Registro de Imóveis da Capital de São Paulo. Integra o Conselho de Ética e na Coordenação de Jurisprudência do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil IRIB FLAUZILINO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 17 06/07/2012 01:40 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 9.636, DE 15 DE MAIO DE 1998. Regulamentação Mensagem de veto Conversão da MPv nº 1.647-15, de 1998

Leia mais

O Prefeito Municipal de Canoas, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte LEI:

O Prefeito Municipal de Canoas, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte LEI: LEI Nº 5503, DE 13 DE MAIO DE 2010. INSTITUI E DISCIPLINA O IMPOSTO SOBRE A TRANSMISSÃO INTER VIVOS, POR ATO ONEROSO, DE BENS IMÓVEIS E DE DIREITOS REAIS A ELES RELATIVOS. O Prefeito Municipal de Canoas,

Leia mais

REPARTIÇÃO DE COMPETÊNCIAS E NORMAS GERAIS DE DIREITO URBANÍSTICO

REPARTIÇÃO DE COMPETÊNCIAS E NORMAS GERAIS DE DIREITO URBANÍSTICO REPARTIÇÃO DE COMPETÊNCIAS E NORMAS GERAIS DE DIREITO URBANÍSTICO O Desenvolvimento Urbano e a Constituição Federal AS COMPETÊNCIAS DA UNIÃO Art. 21. Compete à União: XX - instituir diretrizes para o desenvolvimento

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 2, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2007 Dispõe sobre o procedimento para a Concessão de Uso Especial para fins de Moradia - CUEM e da Autorização de Uso em imóveis da União. O SECRETÁRIO DO

Leia mais

ÍNDICE. Esta oportunidade... Prefácio... PARTE I LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO: CONCEITO, CARACTERES GERAIS E ELEMENTOS ESSEN CIA IS...

ÍNDICE. Esta oportunidade... Prefácio... PARTE I LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO: CONCEITO, CARACTERES GERAIS E ELEMENTOS ESSEN CIA IS... ÍNDICE Esta oportunidade... Prefácio... PARTE I LOCAÇÃO DE IMÓVEL URBANO: CONCEITO, CARACTERES GERAIS E ELEMENTOS ESSEN CIA IS... XXI XXV I PARTE II CO M EN TÁ RIO S À L E I N. 8.245, DE 18 DE OUTUBRO

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988...

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988... CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO VII DA ORDEM SOCIAL CAPÍTULO VIII DOS ÍNDIOS Art. 231. São reconhecidos aos índios sua organização social, costumes, línguas, crenças e tradições,

Leia mais

ITBI - recepção parcial dos dispositivos do CTN Kiyoshi Harada*

ITBI - recepção parcial dos dispositivos do CTN Kiyoshi Harada* ITBI - recepção parcial dos dispositivos do CTN Kiyoshi Harada* Como se sabe, em decorrência das disputas entre Estados e Municípios na partilha de impostos, o legislador constituinte de 1988 cindiu o

Leia mais

Sumário Introdução 1. Escorço histórico 2. Condomínio edilício 3. Direitos e deveres no condomínio edilício

Sumário Introdução 1. Escorço histórico 2. Condomínio edilício 3. Direitos e deveres no condomínio edilício Sumário Introdução 13 1. Escorço histórico 15 1.1. O surgimento da propriedade horizontal no mundo 16 1.2. Condomínio edilício no Brasil 17 2. Condomínio edilício 20 2.1. A questão do nome do instituto

Leia mais

ENFITEUSE. Histórico:

ENFITEUSE. Histórico: ENFITEUSE Histórico: A enfiteuse teve sua origem na Grécia, por volta do século V a.c., onde foi absorvido pelo direito romano, formada da junção de duas palavras uma grega e a outra romana. Esta fusão

Leia mais

IR/ PESSOAS FÍSICAS GANHO DE CAPITAL NA ALIENAÇÃO DE BENS OU DIRIEITOS

IR/ PESSOAS FÍSICAS GANHO DE CAPITAL NA ALIENAÇÃO DE BENS OU DIRIEITOS IR/ PESSOAS FÍSICAS GANHO DE CAPITAL NA ALIENAÇÃO DE BENS OU DIRIEITOS Nesta edição, a Asscontas traz esclarecimentos acerca do cálculo e da incidência do Imposto de Renda sobre o ganho de capital auferido

Leia mais

ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS

ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás TCE/GO Auditor de Controle Externo Área Controle Externo ÍNDICE Volume 1 CONHECIMENTOS GERAIS Língua Portuguesa Ortografia oficial... 01 Acentuação

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO Art 1 - Antes da lavratura de escritura pública, nas hipóteses previstas nos artigos 982 e 1.124-A do Código de Processo Civil, na redação dada pela Lei federal

Leia mais

CURSO SOBRE TRIBUTAÇÃO MUNICIPAL PANORAMA DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL

CURSO SOBRE TRIBUTAÇÃO MUNICIPAL PANORAMA DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL CURSO SOBRE TRIBUTAÇÃO MUNICIPAL PANORAMA DO SISTEMA TRIBUTÁRIO MUNICIPAL FUNÇÃO DOS TRIBUTOS FUNÇÃO FISCAL OU ARRECADATÓRIA; FUNÇÃO EXTRAFISCAL OU REGULATÓRIA NECESSIDADE ARRECADATÓRIA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS

Leia mais

Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS I - DEPÓSITO PRÉVIO

Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS I - DEPÓSITO PRÉVIO Tabela reajustada com índice de 23,67% - INPC (NOV/2004 FEV/2009) I - DEPÓSITO PRÉVIO ANEXO I TABELA I - CUSTAS PROCESSUAIS 1. Nas causas de valor até R$ 3.000,00 ou inestimável R$ 70,28 R$ 14,06 R$ 84,34

Leia mais

Válida até 30/03/2011

Válida até 30/03/2011 Tabela de Emolumentos / 2011 (1) Válida até 30/03/2011 Anexo da Portaria nº 1448 /CGJ/2010 (a que se refere o 1º do artigo 2º da Lei n.º 15.424, de 30 de dezembro de 2004, atualizado nos termos do artigo

Leia mais

RELATÓRIO DE GESTÃO 2013

RELATÓRIO DE GESTÃO 2013 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria Patrimônio da União SPU Superintendência do Patrimônio da União em São Paulo RELATÓRIO DE GESTÃO 2013 São Paulo, SP, 2014 Ministério do Planejamento,

Leia mais

LEI Nº 111/88. O PREFEITO MUNICIPAL DE COLÍDER. Faz saber que a Câmara Municipal decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 111/88. O PREFEITO MUNICIPAL DE COLÍDER. Faz saber que a Câmara Municipal decretou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 111/88. INSTITUI O IMPOSTO SOBRE TRANSMISÃO, INTER-VIVOS, DE BENS IMÓVEIS E DE DIREITOS A ELES RELATIVOS ITBI. O PREFEITO MUNICIPAL DE COLÍDER. Faz saber que a Câmara Municipal decretou e eu sanciono

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA DECRETO Nº 13.346, DE 24 DE JUNHO DE 2013. Regulamenta a Lei Complementar nº 4.403, de 5 de junho de 2013, que Estabelece obrigação de uso do sistema ITBI

Leia mais

OBRAS DO AUTOR... NOTA EXPLICATIVA... XVII

OBRAS DO AUTOR... NOTA EXPLICATIVA... XVII ÍNDICE SISTEMÁTICO OBRAS DO AUTOR... XV NOTA EXPLICATIVA... XVII CAPÍTULO I TEORIA GERAL DOS TÍTULOS DE CRÉDITO 1. A regulamentação dos títulos de crédito pelo Código Civil e por leis especiais 2. Aplicação

Leia mais

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4

Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Turma TCMRJ Técnico de Controle Externo 123 Módulo 1 4 Banca: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO/RJ Edital SMA Nº 84/2010 (data da publicação: 27/09/2010) Carga horária (aulas presenciais): 126 horas

Leia mais

Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia

Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia Instrução Normativa 004 de 16 de maio de 2005 da Bahia Publicado no D.O.E. de 17 de maio de 2005. Orienta os órgãos da Administração Pública do Poder Executivo Estadual, quanto à incorporação de imóveis

Leia mais

DE MOSSORÓ COMBATE DE JUSTIÇA DA COMARCA À SONEGAÇÃO RECOMENDAÇÃO Nº 002/2011 4ª PJ

DE MOSSORÓ COMBATE DE JUSTIÇA DA COMARCA À SONEGAÇÃO RECOMENDAÇÃO Nº 002/2011 4ª PJ MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE 4ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MOSSORÓ COMBATE À SONEGAÇÃO FISCAL RECOMENDAÇÃO Nº 002/2011 4ª PJ O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE

Leia mais

ENCERRAMENTO DE MANDATO. Heraldo da Costa Reis Professor da ENSUR/IBAM e do Departamento de Contabilidade da UFRJ.

ENCERRAMENTO DE MANDATO. Heraldo da Costa Reis Professor da ENSUR/IBAM e do Departamento de Contabilidade da UFRJ. ENCERRAMENTO DE MANDATO Professor da ENSUR/IBAM e do Departamento de Contabilidade da UFRJ. No ano em curso de 2008, dois fatos ocuparão as nossas atenções: O encerramento dos mandatos dos atuais prefeitos,

Leia mais

Maratona Fiscal ISS Direito tributário

Maratona Fiscal ISS Direito tributário Maratona Fiscal ISS Direito tributário 1. São tributos de competência municipal: (A) imposto sobre a transmissão causa mortis de bens imóveis, imposto sobre a prestação de serviço de comunicação e imposto

Leia mais

CERTIDÃO CONJUNTA NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO

CERTIDÃO CONJUNTA NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional Secretaria da Receita Federal do Brasil CERTIDÃO CONJUNTA NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO Nome:

Leia mais

Coordenação Geral de Tributação

Coordenação Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação Geral de Tributação Solução de Consulta nº 98 Data 3 de abril de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: IMPOSTO SOBRE A RENDA DE PESSOA FÍSICA IRPF DANO MORAL. PESSOA FÍSICA.

Leia mais

TRIBUTACÃO RENDA IMOBILIARIA LATIN

TRIBUTACÃO RENDA IMOBILIARIA LATIN TRIBUTACÃO." RENDA T IMOBILIARIA LATIN SUMÁRIO Agradecimentos........................ 13 Prefácio... 15 PARTE GERAL, 21 Capítulo I Introdução, 23 1.1. Relevância do tema proposto... 24 1.2. Considerações

Leia mais

Índice Sistemático do Código Civil

Índice Sistemático do Código Civil 9 Índice Sistemático do Código Civil P A R T E G E R A L LIVRO I DAS PESSOAS Das Pessoas Naturais CAPÍTULO I - Da Personalidade e da Capacidade (arts. 1º ao 10) CAPÍTULO II - Dos Direitos da Personalidade

Leia mais

ÍNDICE. Alguns estudos do autor... Prefácio...

ÍNDICE. Alguns estudos do autor... Prefácio... ÍNDICE Alguns estudos do autor................... Prefácio..................................... 5 11 Capítulo I - CONCEITO DE DIREITO TRIBUTÁRIO 1. Direito financeiro e direito tributário........ 23 2.

Leia mais

ÍNDICE. Introdução que também muito importa ler... XVII. Tributos Federais. Tema XIII... 5

ÍNDICE. Introdução que também muito importa ler... XVII. Tributos Federais. Tema XIII... 5 ÍNDICE Introdução que também muito importa ler... XVII Tributos Federais Tema XIII... 5 AS OPERAÇÕES DE FACTORING E O IMPOSTO SOBRE OPERAÇÕES FINANCEIRAS Sumário: 1. Metodologia de aproximação. 2. Operações

Leia mais

PORTFÓLIO CURSOS 2015

PORTFÓLIO CURSOS 2015 PORTFÓLIO CURSOS 2015 MARÇO Professor: Edemar Zimmermann (Curitiba) Data: 24, 25 e 26/03 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O Corretor no papel de demonstrador de imóveis; Características básicas do demonstrador de

Leia mais

Coordenação Geral de Tributação

Coordenação Geral de Tributação Fl. 14 Fls. 1 Coordenação Geral de Tributação Solução de Consulta Interna nº 19 Data 12 de setembro de 2012 Origem COORDENAÇÃO GERAL DE GESTÃO DE CADASTRO (COCAD) Assunto: Imposto sobre a Propriedade Territorial

Leia mais