CURSO EFA 2012 / 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO EFA 2012 / 2013"

Transcrição

1 Avaliação CURSO EFA 2012 / 2013 Formando: Data: / / ÁREA/Assunto: Formando Formador / Mediador: Formador FICHA INFORMATIVA E DE TRABALHO MÓDULO: 0774 INSTALAÇÃO DE SOFTWARE BASE CONTEÚDOS Segurança no Windows Server 2003: Cópias de segurança; Recuperação de dados; Conversão e criação de volumes; Recuperação do sistema; Desfragmentação do disco. INFORMAÇÃO Para prevenir acidentes e manter os servidores seguros, convém: manter múltiplas cópias de dados importantes e dos servidores mais importantes, como os controladores de domínio; garantir fisicamente a segurança da rede; proteger os dados dos utilizadores e do sistema de rede com uma boa estratégia de backup (cópia de segurança); estar preparado para o pior, com um plano de recuperação de desastre, de modo que uma grande parte do pessoal da organização o possa seguir (o funcionamento da rede não deverá depender de uma só pessoa). compreender como funciona o servidor, para saber como resolver alguns problemas e talvez até evitar outros no futuro; instalar as atualizações (service packs) que a Microsoft lança, para resolver algumas das falhas que vêm com os produtos da Microsoft. Para ajudar na proteção de dados, o Windows Server 2003 vem com uma versão do Windows backup (Cópia de segurança do Windows) que permite fazer cópias de segurança. Formadora Vitória Fernandes 1

2 CÓPIAS DE SEGURANÇA ATIVIDADE 1. Efetuar uma cópia de segurança no Windows Server PASSOS A SEGUIR Menu Iniciar Todos os Programas Acessórios Ferramentas do Sistema Cópias de segurança ou na linha de comandos escrever o comando ntbackup Assistente de restauro ou de cópia de segurança Seguinte Selecionar o que se pretende, se cópia de segurança ou restauro de ficheiros e definições (escolha a primeira) Seguinte. Escolher os dados dos quais se quer fazer backups. São apresentadas duas opções: Fazer cópias de segurança de todas as informações neste computador; Escolher quais os elementos para efetuar a cópia. Escolha a 2º opção, e seleccione agora, os ficheiros e diretórios dos quais se pretende fazer cópias de segurança Seguinte Escolher uma localização para a cópia de segurança (escolher uma localização para o ficheiro de backup (.BKF). Seguinte Aqui pode optar-se por fazer Concluir e começar o Backup ou, pode-se ainda, fazer algumas configurações mais avançadas clicando no botão Avançadas. Selecionando a opção avançadas: Escolher o tipo de cópia de segurança (escolher normal) Seguinte Aqui, selecionar, caso se pretenda, opções de verificação, compressão e de cópias sombra Seguinte Aqui, pode-se definir se quer substituir ou adicionar a cópia às existentes Se o dispositivo de backup já contiver um backup, tem-se a opção de substituir aquele backup por um novo ou de acrescentar o backup atual ao catálogo. A opção que se toma depende do que é mais importante para nós. Formadora Vitória Fernandes 2

3 Sugere-se: a substituição de backups completos embora se deva guardar sempre, pelo menos, um backup completo, no caso de algo poder acontecer ao actual e se se necessitar dele para recuperar a totalidade da informação do disco; e um acrescento em caso de backups incrementais e diferenciais. Seguinte definir quando realizar o backup Esta opção permite definir se pretendemos correr o backup agora ou se preferimos escolher um tempo (data/hora) em que este deve ser efetuado. Se estivermos a fazer uma cópia de segurança de um servidor, então, com certeza, iremos querer agendar o backup para uma hora em que ninguém esteja a usar os dados do servidor. Também é possível, através da selecção do botão Definir Agendamento, pedir ao programa de backup para este fazer, autonomamente e de forma periódica, uma cópia de segurança de tanto em tanto tempo e a iniciar a uma determinada hora. Realizar o backup iniciar o backup Visualizar o relatório do backup. Clique com o rato do lado direito no backup efetuado e selecione a opção Abrir. Surge um menu com o título Utilitário de cópia de segurança. RECUPERAÇÃO DE DADOS (REPOR CÓPIAS) ATIVIDADE 2. Efetuar uma recuperação de dados PASSOS A SEGUIR Abrir o Utilitário de Cópia de Segurança opção Assistente de restauro (avançado) Seguinte Selecionar o dispositivo de onde se quer fazer a recuperação de dados Seguinte. Formadora Vitória Fernandes 3

4 Atenção: As opções disponibilizadas irão depender do tipo de dispositivo para onde se fez a cópia de segurança Lista das opções tornadas em relação à recuperação de diretórios/ficheiros. Aqui pode-se: Em caso de engano, clicar em Voltar e alterar as opções/seleções feitas. Para especificar uma nova localização (novo destino) para a recuperação de dados ou para alterar as opções de configuração de recuperação de ficheiros, deve pressionar-se o botão Avançadas. Concluir. Opções avançadas de restauro Selecionar localização para os ficheiros a restaurar (escolher a localização original) (A Localização alternativa - os ficheiros e os diretórios serão restaurados, com a estrutura de diretórios intacta, para a localização especificada; A Pasta única, um diretório a designar - os ficheiros serão todos colocados dentro de um único diretório para um diretório a designar e perde-se a estrutura original de diretórios). - Indicar o que se pretende restaurar e Concluir Restauro. DISCOS BÁSICOS E DINÂMICOS INFORMAÇÃO O Windows Server 2003 suporta duas variantes na gestão de discos: Disco básico Disco dinâmico. Disco Básico Um disco básico pode ter o seu espaço livre dividido em várias partições, que podem ser: primárias ou estendidas desde que não ultrapasse um máximo de quatro partições primárias ou uma estendida (no máximo) e três primárias. No caso de se ter uma partição estendida, ela pode ser dividida em várias unidades lógicas. Formadora Vitória Fernandes 4

5 Disco Dinâmico Quando se faz um disco dinâmico, estão a substituir-se os conteúdos da tabela de partições - ou seja, toda aquela informação crítica do disco sobre o disco e as partições - com uma única entrada, que basicamente significa "vai ler a base de dados do disco dinâmico para obter a minha informação de partição, porque eu sou um disco dinâmico". Ao criar um disco dinâmico está-se a escrever 1 MB de base de dados de informação no final daquele volume de disco. A BD: - contém toda a informação da partição para cada um dos discos dinâmicos no servidor; - essa informação é replicada para todos os outros discos dinâmicos no sistema. - e os conteúdos em cada disco são idênticos. Tipo de volumes Quando se converte um disco de básico para dinâmico, as partes do mesmo deixam de se chamar partições e passam a chamar-se volumes. Existem vários tipos de volume: Volume simples - muito parecido com a partição, distinguindo-se dela por poder ser formado por partes não contíguas do disco, ou seja, o volume pode ser repartido por partes espalhadas pelo disco. Volume expandido (Spanned volume)- trata-se de um volume feito por partes (não necessariamente do mesmo tamanho) de vários discos e que pode ser expandido. Volume stripe ou strípe set sem paridade (RAID 0) - é um volume estabelecido por partes iguais de diversos discos e que não pode ser expandido. Volume mirrored ou espelhado (RAID 1) - é um volume formado por dois discos ou duas partes de discos iguais, sendo uma parte (ou um disco) a réplica exacta da outra. Este volume implementa tolerância a falhas. Formadora Vitória Fernandes 5

6 Volume RAID 5 (strípe set com paridade) - muito semelhante ao volume RAID 0 mas distinguindo - se deste por ser tolerante a falhas. Este volume necessita, no mínimo, de três discos físicos (enquanto que o RAID l só precisa de dois). CONVERSÃO DE UM DISCO BÁSICO EM DINÂMICO ATIVIDADE 3. Conversão em disco dinâmico criação de volumes. PASSOS A SEGUIR Converter o disco em dinâmico 1. Menu Iniciar Ferramentas Administrativas Gestão de Computadores Seleccionar gestão de Discos Seleccionar disco lado direito do rato Converter em disco dinâmico. Criar volumes Qualquer criação de volumes segue praticamente os mesmos passos e é feita através de um assistente. 1. No menu de Gestão de discos clicar no botão direito do rato sobre a representação do espaço livre do disco com tamanho igual ou superior ao tamanho do volume que se pretende criar seleciona-se Novo volume Seguinte 2. Selecionar o tipo de volume que se pretende criar (simples, espelhado, RAID 0, expandido ou RAID 5) Seguinte e selecionar o(s) disco(s) e definir o tamanho do(s) volume(s) Seguinte. Atenção: Se, previamente, não se tiverem convertido, no mínimo, três discos para formato dinâmico, a opção Volume RAID 5 não estará disponível No caso de só se ter convertido um disco, então a opção Volume Mirror também não se encontrará disponível, visto, neste caso, a única opção disponível ser a de um volume simples. 3. Formatação do volume - preencher os campos Seguinte Formadora Vitória Fernandes 6

7 INFORMAÇÃO Para criação de outros tipos de volume ter em atenção: Mirrares Volume (Volume espelhado) Primeiro há que verificar a existência de espaço livre em, pelo menos, dois discos. Na selecção de discos, seleccionar os dois discos que farão parte do volume e o tamanho do volume, tendo em conta que, visto o volume de armazenamento disponibilizado por cada disco ser igual, o disco com menor espaço será o que limitará tamanho do volume. Striped Volume sem paridade RAID 0 Primeiro há que verificar a existência de espaço livre em, pelo menos, dois discos. Cada stripe terá o mesmo tamanho. Ou seja, se a maior área de espaço livre no disco 0 é de 50 MB, então o maior stripe set que se pode criar em três discos é de 150 MB, mesmo que o disco 1 e o disco 2 tenham, cada um, 200 MB de espaço livre; Spanned Volume (Volume expandido) o volume expandido é formado pela junção das áreas de dois ou mais discos e o tamanho disponibilizado por cada disco para o volume pode ter dimensões diferentes, onde o tamanho máximo vai ser calculado pela soma do espaço disponível nos discos assim sendo, na escolha do tamanho reservado em cada disco, pelo menos dois têm de ter espaço livre disponível. Volume RAID 5 (Stripe set com paridade) Tem de ser formado por espaços de três ou mais discos livres convertidos para dinâmicos que funcionam como se fossem um só. Na escolha do tamanho do volume a ocupar em cada disco, ter em atenção que o tamanho ocupado em cada disco tem de ser de valor igual. Formadora Vitória Fernandes 7

8 RECUPERAÇÃO DO SISTEMA INFORMAÇÃO Caso se trate da recuperação de uma falha num disco de dados num volume tolerante a falhas - por exemplo, um volume espelhado (mirror set) ou volume RAID 5 -, é possível regenerar os dados em falta e voltar a tornar o volume tolerante a falhas. Antes de qualquer recuperação: 1. Clicar com o botão direito sobre o ícone das ferramentas de Gestão de discos no painel esquerdo escolher Voltar a analisar discos; 2. Aparecerá uma caixa de diálogo a informar que a ferramenta da Gestão de discos está a fazer a análise aos discos; 3. Terminada a análise clicar com o botão direito sobre o volume que falhou e escolher Voltar a activar o volume 4. O Windows Server 2003 irá alertar para a necessidade de correr o CHKDSK no volume clicar em OK e o disco aparecerá como estava antes, e o volume irá de novo ter uma letra da drive e estar operacional. Recuperação do sistema ao falhar um disco com volume RAID 5: Os volumes com paridade, como é o caso deste, são fault tolerant, o que significa que, se falhar um disco do volume, é possível recuperá-lo. Como é detetada a falha? O sistema deteta a falha de modo automático e o acesso ao volume continua garantido, visto ser possível, a partir da informação de paridade, reconstruir o conteúdo do disco danificado. É preciso fazer alguma coisa? Deve-se substituir o disco em falha por um novo, não esquecendo que o espaço livre do novo disco terá de ser igual ao usado em cada um dos restantes discos que fazem parte do volume. O disco é adicionado ao clicar com o botão direito do rato sobre a porção danificada do volume e selecionar Reparar Volume, indicando a localização do novo disco que irá substituir o danificado. Formadora Vitória Fernandes 8

9 Recuperação do sistema ao falhar um disco em mirroring: Para recuperar um espelho no caso de um dos discos que o constituem falhar, deve-se: partir o espelho instalar um novo disco para substituição do danificado recriar o espelho com o novo disco, como se o estivéssemos a fazer pela primeira vez. Para tal: 1. Gestão de discos clicar com o botão direito sobre uma das áreas do espelho escolher Remover espelho. 2. Escolher o disco em que se pretende remover a imagem reflectida clicar em Remover 3. Para terminar, é necessário substituir o disco danificado e criar um novo volume espelhado. DESFRAGMENTAÇÃO DE DISCOS ATIVIDADE 4. Simular uma desfragmentação do disco PASSOS A SEGUIR Menu Iniciar Todos as programas Acessórios Ferramentas de sistema Desfragmentar de disco ai, com o botão direito do rato sobre os disco seleccionar Analisar ou Desfragmentar. Relatório de uma análise para ver se o disco precisa ou não de ser desfragmentado Volume: tamanho do volume é o tamanho da partição, tamanho do cluster é o tamanho de cada unidade lógica de armazenamento na drive e o resto da secção descreve quanto espaço no disco está presentemente a ser utilizado, quanto se encontra livre e qual a percentagem de espaço livre. Fragmentação do volume: Informação sobre o volume descreve o estado dos ficheiros. Formadora Vitória Fernandes 9

10 Formadora Vitória Fernandes 10

Apresentação de SISTEMAS OPERATIVOS

Apresentação de SISTEMAS OPERATIVOS Apresentação de SISTEMAS OPERATIVOS Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO III Sistema Operativo Servidor Duração: 52 tempos Conteúdos (1) Efectuar o levantamento

Leia mais

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

UNIDADE 2: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Ambiente Gráfico Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e que comunique com o exterior. Actualmente o Windows é

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo Conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior; Windows: sistema operativo mais utilizado nos

Leia mais

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios

Ambiente de trabalho. Configurações. Acessórios Ambiente de trabalho Configurações Acessórios O Sistema Operativo (SO) é o conjunto de programas fundamentais que permitem que o computador funcione e comunique com o exterior. Actualmente, o Windows é

Leia mais

Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI)

Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI) Instalação e Manutenção de Microcomputadores (COI) 4. Montagem do Computador Disco rígido limpeza; Disco rígido verificação de erros (modo gráfico); Disco rígido verificação de erros (linha de comandos;

Leia mais

Fazer backup de arquivos em um arquivo ou fita

Fazer backup de arquivos em um arquivo ou fita Fazer backup de arquivos em um arquivo ou fita Usando a interface do Windows 1.Abra o Backup. O Assistente de backup ou restauração é iniciado por padrão, a menos que ele esteja desativado. Você pode usar

Leia mais

Manual de backup SigemLoja 2.0 (firebird)

Manual de backup SigemLoja 2.0 (firebird) Manual de backup SigemLoja 2.0 (firebird) 1 Manual Backup SigemLoja 2.0 (Firebird) 1. Sumário 2. Apresentação... 3 2.1. Qual a importância do backup?... 3 2.1. Com que frequência realizar o backup?...

Leia mais

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

Prof. Eduardo Ferramenta de Backup do Windows XP Fazendo backups de arquivos específicos: Ferramentas de Sistema Avançar

Prof. Eduardo Ferramenta de Backup do Windows XP Fazendo backups de arquivos específicos: Ferramentas de Sistema Avançar Ferramenta de Backup do Windows XP O Windows XP vem com uma gama muito variada de utilitários que auxiliam muitos usuários em tarefas corriqueiras. Neste tutorial eu vou falar de um utilitário pouco conhecido:

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES OBRIGADO por ter adquirido a aplicação ClickFree Backup. Estas instruções foram reunidas para o ajudar a utilizar o produto, mas de um modo geral esperamos que

Leia mais

My Storage para Microsoft Windows* XP

My Storage para Microsoft Windows* XP A Intel e o respectivo logótipo são marcas ou marcas registadas da Intel Corporation ou das respectivas subsidiárias nos Estados Unidos e noutros países. *Outros nomes e marcas podem ser reivindicados

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SAGE 2008 NO WINDOWS XP

INSTALAÇÃO DO SAGE 2008 NO WINDOWS XP INSTALAÇÃO DO SAGE 2008 NO WINDOWS XP Inserir o cd de instalação do programa e executar a opção Next ERP Clicar em instalar Alguns instantes depois aparecerá a mensagem: o Sage Next utiliza o Microsoft

Leia mais

Relatório de Instalação do Windows 2003 Server

Relatório de Instalação do Windows 2003 Server Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Relatório de Instalação do Windows 2003 Server Instalação do Windows 2003 Server quarta-feira, 3 de dezembro de 2013 Índice Introdução...

Leia mais

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA 2.1 Desfragmentador de Disco (DFRG.MSC): Examina unidades de disco para efetuar a desfragmentação. Quando uma unidade está fragmentada, arquivos grandes

Leia mais

Considerações sobre o Disaster Recovery

Considerações sobre o Disaster Recovery Considerações sobre o Disaster Recovery I M P O R T A N T E O backup completo para Disaster Recovery não dispensa o uso de outros tipos de trabalhos de backup para garantir a integridadedo sistema. No

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

Procedimentos para Instalação do SISLOC

Procedimentos para Instalação do SISLOC Procedimentos para Instalação do SISLOC Sumário 1. Informações Gerais...3 2. Instalação do SISLOC...3 Passo a passo...3 3. Instalação da Base de Dados SISLOC... 11 Passo a passo... 11 4. Instalação de

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO UTILIZAÇÃO

DOCUMENTAÇÃO UTILIZAÇÃO DOCUMENTAÇÃO DE UTILIZAÇÃO Importar/exportar o correio electrónico do Microsoft Outlook SERVIÇOS DE INFORMÁTICA DATA: Outubro de 2005 VERSÃO: 1.0 AUTOR: Rui Brás GESTOR: Unidade de Planeamento e Controlo

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Agendar uma tarefa Você deve estar com logon de administrador para executar essas etapas. Se não tiver efetuado logon como administrador, você só poderá alterar as configurações

Leia mais

Seu manual do usuário ACRONIS ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 ADVANCED SERVER VIRTUAL EDITION http://pt.yourpdfguides.

Seu manual do usuário ACRONIS ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 ADVANCED SERVER VIRTUAL EDITION http://pt.yourpdfguides. Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para ACRONIS ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas

Leia mais

Backup Premium Guia Rápido de Introdução do Utilizador

Backup Premium Guia Rápido de Introdução do Utilizador Acerca O Memeo Backup Premium é uma solução de cópias de segurança simples para um mundo digital complexo. Ao efectuar cópias de segurança automáticas dos seus documentos importantes e preferidos, o Memeo

Leia mais

EW7033 caixa para discos rígidos SATA de 2,5 USB 3.0

EW7033 caixa para discos rígidos SATA de 2,5 USB 3.0 EW7033 caixa para discos rígidos SATA de 2,5 USB 3.0 2 PORTUGUÊS EW7033 Caixa para discos rígidos SATA de 2,5" USB 3.0 Índice 1.0 Introdução... 2 1.1 Funções e funcionalidades... 2 1.2 Conteúdo da embalagem...

Leia mais

Manual de instalação do NVIDIA RAID

Manual de instalação do NVIDIA RAID Manual de instalação do NVIDIA RAID 1. Manual de instalação do NVIDIA BIOS RAID... 2 1.1 Introdução ao RAID... 2 1.2 Precauções a ter com as configurações do RAID... 3 1.3 Criar o disposição de um disco...

Leia mais

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27

CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 CADERNOS DE SOCIOMUSEOLOGIA Nº 14 1999 27 3 - MANUAL DO UTILIZADOR Diogo Mateus 3.1. REQUISITOS MÍNIMOS * Computador Pessoal com os seguintes Programas * Microsoft Windows 95 * Microsoft Access 97 A InfoMusa

Leia mais

Importância do Backup

Importância do Backup Importância do Backup Qual é a importância do Backup? Qual é a importância dos dados para a empresa? O que aconteceria se a empresa perdesse todas as informações? Estas perguntas transmitem um sentido

Leia mais

ZSRest e ZSPos Multiposto

ZSRest e ZSPos Multiposto ZSRest e ZSPos Multiposto 1 2 Este manual serve para o ajudar na configuração multiposto do ZSRest e ZSPos. Após a Instalação do ZSRest e ZSPos, é necessário configurar uma porta estática no SQL Server.

Leia mais

Seu manual do usuário LENOVO RESCUE AND RECOVERY http://pt.yourpdfguides.com/dref/2426302

Seu manual do usuário LENOVO RESCUE AND RECOVERY http://pt.yourpdfguides.com/dref/2426302 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para LENOVO RESCUE AND RECOVERY. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no

Leia mais

ISCAP. Pág. 1. Ana Paula Teixeira

ISCAP. Pág. 1. Ana Paula Teixeira Pág. 1 Noções Introdutórias Um Sistema Operativo (SO) é conjunto de programas que comandam e controlam o funcionamento do CPU (Unidade Central de Processamento) e periféricos além de supervisionar a execução

Leia mais

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 Sumário CONFIGURANDO BACKUP... 2 ESCOLHENDO O TAMANHO DO ARQUIVO DE BACKUP... 4 CONFIGURANDO HORÁRIO DE INÍCIO DO BACKUP... 5 CONFIGURANDO BACKUP AO INICIAR O SISTEMA XDENTAL...

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

Processos de Backup Sistemas Cali

Processos de Backup Sistemas Cali Processos de Backup Sistemas Cali 2 Processos de Backup ÍNDICE O QUE É BACKUP?... 3 INSTALAÇÃO COBIAN BACKUP 9... 5 AGENDANDO TAREFAS (COBIAN BACKUP 9)... 10 BACKUP MANUAL DO MICROSOFT SQL 2005 EXPRESS...

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 3 Elementos necessários 4 Descrição geral da instalação 4 Passo 1: Verificar se existem actualizações 4 Passo 2: Preparar o computador

Leia mais

AULA 5 Sistemas Operacionais

AULA 5 Sistemas Operacionais AULA 5 Sistemas Operacionais Disciplina: Introdução à Informática Professora: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Sistemas Operacionais Conteúdo: Partições Formatação Fragmentação Gerenciamento

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

EW7011 Estação de ancoragem USB 3.0 para discos rígidos SATA de 2,5" e 3,5"

EW7011 Estação de ancoragem USB 3.0 para discos rígidos SATA de 2,5 e 3,5 EW7011 Estação de ancoragem USB 3.0 para discos rígidos SATA de 2,5" e 3,5" 2 PORTUGUÊS Estação de Ancoragem USB 3.0 EW7011 para discos rígidos SATA de 2,5" e 3,5" Índice 1.0 Introdução... 2 1.1 Funções

Leia mais

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Unidade 2 Utilização do ambiente operativo Windows Aplicações Sistema Operativo ROM BIOS Processador+memória+... Software aplicacional

Leia mais

TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO UNIDADE 2 Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1 CONTEÚDOS Ambiente gráfico Operações básicas do sistema operativo Definição de sistema operativo Obtenção de ajuda

Leia mais

AULA 4 Sistemas Operacionais

AULA 4 Sistemas Operacionais AULA 4 Sistemas Operacionais Disciplina: Introdução à Informática Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Sistemas Operacionais Conteúdo: Continuação S.O Funções Básicas Sistema de

Leia mais

Como fazer Backup. Previna-se contra acidentes no disco rígido

Como fazer Backup. Previna-se contra acidentes no disco rígido Como fazer Backup Previna-se contra acidentes no disco rígido Vocês já imaginaram se, de uma hora para outra, todo o conteúdo do disco rígido desaparecer? Parece pesadelo? Pois isso não é uma coisa tão

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E ARQUITETURA DE COMPUTADORES ATIVIDADE 10 RAID /VIA SOFTWARE Gil Eduardo de Andrade

ORGANIZAÇÃO E ARQUITETURA DE COMPUTADORES ATIVIDADE 10 RAID /VIA SOFTWARE Gil Eduardo de Andrade ORGANIZAÇÃO E ARQUITETURA DE COMPUTADORES ATIVIDADE 10 RAID /VIA SOFTWARE Gil Eduardo de Andrade Esta a tividade deve ser efetuada no sistema operacional Windows XP, os passos efetuados possibilitam verificar

Leia mais

Memeo Instant Backup Guia Rápido de Introdução

Memeo Instant Backup Guia Rápido de Introdução Introdução O Memeo Instant Backup é uma solução de cópias de segurança simples para um mundo digital complexo. O Memeo Instant Backup protege os seus dados, realizando automática e continuamente uma cópia

Leia mais

Guia de instalação e Activação

Guia de instalação e Activação Guia de instalação e Activação Obrigado por ter escolhido o memoq 5, o melhor ambiente de tradução para tradutores freelancer, companhias de tradução e empresas. Este guia encaminha-o através do processo

Leia mais

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração

Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Boot Camp Manual de Instalação e Configuração Contéudo 3 Introdução 4 Elementos necessários 5 Descrição geral da instalação 5 Passo 1: Verificar se existem actualizações 5 Passo 2: Preparar o computador

Leia mais

INTRODUÇÃO AO WINDOWS

INTRODUÇÃO AO WINDOWS INTRODUÇÃO AO WINDOWS Paulo José De Fazzio Júnior 1 Noções de Windows INICIANDO O WINDOWS...3 ÍCONES...4 BARRA DE TAREFAS...5 BOTÃO...5 ÁREA DE NOTIFICAÇÃO...5 BOTÃO INICIAR...6 INICIANDO PROGRAMAS...7

Leia mais

Manual AGENDA DE BACKUP

Manual AGENDA DE BACKUP Gemelo Backup Online DESKTOP Manual AGENDA DE BACKUP Realiza seus backups de maneira automática. Você só programa os dias e horas em que serão efetuados. A única coisa que você deve fazer é manter seu

Leia mais

Pesquisa e organização de informação

Pesquisa e organização de informação Pesquisa e organização de informação Capítulo 3 A capacidade e a variedade de dispositivos de armazenamento que qualquer computador atual possui, tornam a pesquisa de informação um desafio cada vez maior

Leia mais

Instalação do utilitário de migração DBF SQL

Instalação do utilitário de migração DBF SQL Migração da base de dados Folhamatic Linha Office para SQL Considerações: Os sistemas Folhamatic Linha Office e os Arquivos Essenciais devem estar atualizados com a última versão disponível no site, quando

Leia mais

Microsoft Windows. Aspectos gerais

Microsoft Windows. Aspectos gerais Aspectos gerais É um sistema operativo desenvolvido pela Microsoft Foi desenhado de modo a ser fundamentalmente utilizado em computadores pessoais Veio substituir o sistema operativo MS-DOS e as anteriores

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP SISTEMA DE AUTOMAÇÃO COMERCIAL MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO BACKUP Apresentação Após o término da instalação você deverá configurar o Backup para que você tenha sempre uma cópia de segurança dos seus dados

Leia mais

Conceitos importantes

Conceitos importantes Conceitos importantes Informática Informação + Automática Tratamento ou processamento da informação, utilizando meios automáticos. Computador (Provem da palavra latina: computare, que significa contar)

Leia mais

Leandro Ramos RAID. www.professorramos.com

Leandro Ramos RAID. www.professorramos.com Leandro Ramos RAID www.professorramos.com RAID RAID significa Redundant Array of Independent Disks. Em bom português, significa Matriz Redundante de Discos Independentes. Apesar do nome ser complicado,

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

Manual AGENDA DE BACKUP

Manual AGENDA DE BACKUP Gemelo Backup Online DESKTOP Manual AGENDA DE BACKUP Realiza seus backups de maneira automática. Você só programa os dias e horas em que serão efetuados. A única coisa que você deve fazer é manter seu

Leia mais

5 - Se o documento estiver completo, com os campos totalmente inseridos e com o aspecto que pretende, poderá guardá-lo.

5 - Se o documento estiver completo, com os campos totalmente inseridos e com o aspecto que pretende, poderá guardá-lo. Impressão em série de cartas de formulário e mailings em grande número Intercalação de correio Base de Dados em Excel Comece por planear o aspecto da sua página final - é uma carta, uma página de etiquetas

Leia mais

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN O programa TabWin pode ser utilizado para calcular indicadores epidemiológicos e operacionais da tuberculose bem como para análise da qualidade da base de dados do Sinan. O usuário deve ter a versão atualizada

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Tecnologias da Informação e Comunicação UNIDADE 1 Tecnologias da Informação e Comunicação: Sistema Operativo em Ambiente Gráfico 1º Período Elementos básicos da interface gráfica do Windows (continuação).

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Configuração do computador com o sistema operativo de interface gráfico O Windows permite configurar o computador de várias maneiras, quer através do Painel de controlo

Leia mais

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração

Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração Mac OS X 10.6 Snow Leopard Manual de Instalação e Configuração Leia este documento antes de instalar o Mac OS X. Ele inclui informações importantes acerca da instalação do Mac OS X. Requisitos de sistema

Leia mais

Aleph 18.01 Manual de utilização do Módulo de Catalogação

Aleph 18.01 Manual de utilização do Módulo de Catalogação Aleph 18.01 Manual de utilização do Módulo de Catalogação Elaborado por: Amélia Janeiro e Ana Cosmelli SDUL 2008 Índice Apresentação... 3 1. Criar novos registos... 4 1.1 Abrir Template... 4 1.2 Usar Registo

Leia mais

Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux)

Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux) Manual de Preparação do Computador para Sistema Dual Boot (Windows e Linux) Autores: Hugo Manuel Santos (1040711) Maria João Viamonte (MJV) Berta Batista (BPP) Nota introdutória Devem seguir este manual,

Leia mais

MANUAL BACKUP CTE. Ao clicar no mencionado botão, aguarde o fim do progresso (que aparece na parte inferior esquerda da tela) conforme figura abaixo:

MANUAL BACKUP CTE. Ao clicar no mencionado botão, aguarde o fim do progresso (que aparece na parte inferior esquerda da tela) conforme figura abaixo: MANUAL BACKUP CTE Na tela inicial do sistema CTE, clique no (penúltimo) botão, Cópia de Segurança. Esta tela também pode ser acessada durante a utilização do sistema através do menu ARQUIVO/GERENCIAR PROJETO

Leia mais

LACIE PRIVATE/PUBLIC MANUAL DO UTILIZADOR

LACIE PRIVATE/PUBLIC MANUAL DO UTILIZADOR LACIE PRIVATE/PUBLIC MANUAL DO UTILIZADOR CLIQUE AQUI PARA ACEDER A UMA VERSÃO ONLINE ACTUALIZADA deste documento, bem como para obter os conteúdos mais recentes e funcionalidades tais como ilustrações

Leia mais

Guia de Rede MediCap USB300

Guia de Rede MediCap USB300 Guia de Rede MediCap USB300 Aplica-se às versões de firmware 110701 e mais recentes 1 Introdução... 2 Instruções Preliminares... 2 Como Configurar o Acesso Através da Rede ao Disco Rígido do USB300...

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Índice 3 Introdução 4 Requisitos Necessários 5 Visão Geral da Instalação 5 Passo 1: Buscar atualizações 5 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 5 Passo 3: Instalar

Leia mais

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador.

WINDOWS. O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Conteúdo Programático! Introdução ao Active Directory (AD)! Definições! Estrutura Lógica! Estrutura Física! Instalação do Active Directory (AD)!

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE DESASTRES INTELIGENTE DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC

RECUPERAÇÃO DE DESASTRES INTELIGENTE DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC RECUPERAÇÃO DE DESASTRES INTELIGENTE DELL POWERVAULT DL 2000 BASEADO EM TECNOLOGIA SYMANTEC O PowerVault DL2000, baseado na tecnologia Symantec Backup Exec, oferece a única solução de backup em disco totalmente

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS

O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O AMBIENTE DE TRABALHO DO WINDOWS O Windows funciona como um Sistema Operativo, responsável pelo arranque do computador. Um computador que tenha o Windows instalado, quando arranca, entra directamente

Leia mais

Acronis Backup & Recovery 10 Advanced Server Virtual Edition

Acronis Backup & Recovery 10 Advanced Server Virtual Edition Acronis Backup & Recovery 10 Advanced Server Virtual Edition Manual de introdução rápido Este documento descreve a forma de instalar e começar a utilizar o Acronis Backup & Recovery 10 Advanced Server

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Conteúdos Gestão de ficheiros Explorador do Windows Modos de visualização Operações com pastas, ficheiros

Leia mais

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO DOMINE A 110% ACCESS 2010 A VISTA BACKSTAGE Assim que é activado o Access, é visualizado o ecrã principal de acesso na nova vista Backstage. Após aceder ao Access 2010, no canto superior esquerdo do Friso,

Leia mais

Seu manual do usuário ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 SERVER FOR WINDOWS http://pt.yourpdfguides.com/dref/3184445

Seu manual do usuário ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 SERVER FOR WINDOWS http://pt.yourpdfguides.com/dref/3184445 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 SERVER FOR WINDOWS. Você vai encontrar as respostas a todas suas

Leia mais

Guia de boas práticas para realização de Backup

Guia de boas práticas para realização de Backup Objetivo Quando o assunto é backup de dados, uma proposição de atividades e procedimentos como sendo a melhor prática pode ser bastante controversa. O que permanece verdadeiro, porém, é que seguir algumas

Leia mais

MANUAL Finame Bradesco Off-line

MANUAL Finame Bradesco Off-line MANUAL Finame Bradesco Off-line Módulo U - Versão: FEV/2013 1 Sumário 1. INTRODUÇÃO...3 1.1 OBJETIVO...3 1.2 CONCEITUAÇÃO...3 1.3 ÁREAS ENVOLVIDAS...3 2. PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS...3 Backups Promotores...3

Leia mais

Fox Gerenciador de Sistemas

Fox Gerenciador de Sistemas Fox Gerenciador de Sistemas Índice 1. FOX GERENCIADOR DE SISTEMAS... 4 2. ACESSO AO SISTEMA... 5 3. TELA PRINCIPAL... 6 4. MENU SISTEMAS... 7 5. MENU SERVIÇOS... 8 5.1. Ativação Fox... 8 5.2. Atualização

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

Acer erecovery Management

Acer erecovery Management 1 Acer erecovery Management Desenvolvido pela equipa de software da Acer, o Acer erecovery Management é uma ferramenta que lhe permite de forma fácil, fiável e segura restaurar o seu computador para o

Leia mais

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard

TABELA 3.1 Requisitos do Windows Server 2008 Standard 3 3INSTALAÇÃO DE UM SERVIDOR 2008 Feita a apresentação das funcionalidades do Windows Server 2008, eis que chega a hora mais desejada: a da implementação do nosso servidor. No entanto não é de todo recomendável

Leia mais

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Sistema Operativo em Ambiente Gráfico Criação e eliminação de atalhos Para criar atalhos, escolher um dos seguintes procedimentos: 1. Clicar no ambiente de trabalho com o botão secundário (direito) do

Leia mais

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração

Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Boot Camp Guia de Instalação e Configuração Conteúdo 3 Introdução 4 Visão geral da instalação 4 Passo 1: Buscar atualizações 4 Passo 2: Preparar o Mac para Windows 4 Passo 3: Instalar o Windows no seu

Leia mais

O Acer erecovery Management

O Acer erecovery Management O Acer erecovery Management O Acer erecovery Management constitui uma forma rápida, fiável e segura de restaurar o seu computador para as predefinições de fábrica ou para a configuração do sistema definida

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto

MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto MANUAL DE OPERAÇÃO do aremoto V1.00 UTILIZAÇÃO DO PROGRAMA Outubro 30, 2004 www.imsi.pt Código #MOaR01 EMPRESA Código Documento MOAR01 Sobre a utilização do programa de assistência remota Versão Elaborado

Leia mais

ArcSoft MediaConverter

ArcSoft MediaConverter ArcSoft MediaConverter User Manual Português 1 201004 Índice Índice... 2 1. Índice... 3 1.1 Requisitos do sistema... 4 1.2 Extras... 4 2. Convertendo arquivos... 7 2.1 Passo1: Selecionar mídia... 7 2.1.1

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho

1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho 1. Ligar o Computador Ambiente de Trabalho O Ambiente de trabalho é a imagem que nos aparece no ecrã quando ligamos o computador. As imagens e as cores no ambiente de trabalho variam, mudam de computador

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇO DE BACKUP. Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇO DE BACKUP. Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS O que é o Backup do Windows Server? O recurso Backup do Windows Server no Windows Server 2008 consiste em um snap-in do Console de Gerenciamento Microsoft (MMC) e

Leia mais

5.2.3.4 Lab - Backup e Recuperação de Registro no Windows XP

5.2.3.4 Lab - Backup e Recuperação de Registro no Windows XP 5.0 5.2.3.4 Lab - Backup e Recuperação de Registro no Windows XP Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você vai fazer backup de um registro do computador. Você também vai realizar

Leia mais

Instalação de máquina virtual em Linux e MAC OSX. Serviços Informáticos. Unidade de Microinformática e Suporte ao Utilizador

Instalação de máquina virtual em Linux e MAC OSX. Serviços Informáticos. Unidade de Microinformática e Suporte ao Utilizador Instalação de máquina virtual em Linux e MAC OSX Serviços Informáticos Unidade de Microinformática e Suporte ao Utilizador Instituto Politécnico de Leiria Versão: 1.0 08-03-2011 Controlo do Documento Autor

Leia mais

Introdução ao Microsoft Windows

Introdução ao Microsoft Windows Introdução ao Microsoft Windows Interface e Sistema de Ficheiros Disciplina de Informática PEUS, 2006 - U.Porto Iniciar uma Sessão A interacção dos utilizadores com o computador é feita através de sessões.

Leia mais

Windows Explorer. Prof. Valdir

Windows Explorer. Prof. Valdir Do Inglês Explorador de Janelas, o é o programa para gerenciamento de discos, pastas e arquivos no ambiente Windows. É utilizado para a cópia, exclusão, organização e movimentação de arquivos além de criação,

Leia mais

1. Introdução. 2. A área de trabalho

1. Introdução. 2. A área de trabalho Curso Criiar web siites com o Dreamweaver Parrttee II 1. Introdução O Macromedia DreamWeaver é um editor de HTML profissional para desenhar, codificar e desenvolver sites, páginas e aplicativos para a

Leia mais

EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA

EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA EM398X-R1 - UPS 600-1000-1600VA 2 PORTUGUÊS Índice 1.0 Introdução... 2 1.1 Funções e funcionalidades... 2 1.2 Conteúdo da embalagem... 3 1.3 Ligar a UPS... 3 2.0 Software

Leia mais

Manual de Instalação e OPERAÇÃO

Manual de Instalação e OPERAÇÃO FlexBackup DESCRIÇÃO O FlexBackup é um programa criado para efetuar o backup (cópia de segurança) dos bancos de dados, dos sistemas desenvolvidos pela Devices Informática. INSTALANDO O FlexBackup O FlexBackup

Leia mais

Manual do Nero ControlCenter

Manual do Nero ControlCenter Manual do Nero ControlCenter Nero AG Informações sobre direitos de autor e marcas O manual do Nero ControlCenter e todo o seu conteúdo estão protegidos pelos direitos de autor e são propriedade da Nero

Leia mais

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011

ZS Rest. Manual Avançado. Instalação em Rede. v2011 Manual Avançado Instalação em Rede v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Hardware... 3 b) Servidor:... 3 c) Rede:... 3 d) Pontos de Venda... 4 4. SQL Server... 5 e) Configurar porta estática:... 5 5.

Leia mais

GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO

GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO Curso: Instalação e Operação de Sistemas Informáticos Janeiro de 2012 Formador: Cosmin Constantinescu Conteúdos Tratamento da informação e processos associados Dados

Leia mais