Programas de Gestão e Manutenção

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programas de Gestão e Manutenção"

Transcrição

1 LDO2015, Anexo I, Inciso XIV Programa: 0781 Infraestrutura de Instituições Financeiras Oficiais do Programa Constante da LOA: Ministério da Fazenda 3252 Instalação de Pontos de Atendimento Bancário Banco da Amazônia S.A Banco do Nordeste do Brasil S.A. BNB Caixa Econômica Federal Banco do Brasil S.A. BB Manutenção da Infraestrutura de Atendimento Banco da Amazônia S.A Banco do Nordeste do Brasil S.A. BNB Caixa Econômica Federal Banco do Brasil S.A. BB Programa: 0807 do Programa Constante da LOA: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 4105 Manutenção e Adequação da Infraestrutura Operacional Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Ministério da Fazenda Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A. CEASAMINAS Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais CASEMG CEAGESP Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A. CEASAMINAS Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais CASEMG CEAGESP Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A. CEASAMINAS Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais CASEMG CEAGESP Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo Financiadora de Estudos e Projetos FINEP Financiadora de Estudos e Projetos FINEP Financiadora de Estudos e Projetos FINEP U Instalação do Complexo Datacenter Consórcio BB (DF) Banco do Brasil S.A. BB Adequação e Modernização do Parque Industrial Instalação de Bens Imóveis Casa da Moeda do Brasil CMB Caixa Econômica Federal Banco do Brasil S.A. BB

2 LDO2015, Anexo I, Inciso XIV Programa:0807 do Programa Constante da LOA: Ministério da Fazenda Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior 3286 Instalação de Bens Imóveis Banco da Amazônia S.A Serviço Federal de Processamento de Dados SERPRO Banco do Nordeste do Brasil S.A. BNB Casa da Moeda do Brasil CMB Caixa Econômica Federal COBRA Tecnologia S.A Banco do Brasil S.A. BB Empresa Gestora de Ativos EMGEA ATIVOS S.A. Securitizadora de Créditos Financeiros Banco da Amazônia S.A Serviço Federal de Processamento de Dados SERPRO Banco do Nordeste do Brasil S.A. BNB Casa da Moeda do Brasil CMB Caixa Econômica Federal COBRA Tecnologia S.A Banco do Brasil S.A. BB BBTUR Viagens e Turismo Ltda. BB TURISMO Empresa Gestora de Ativos EMGEA ATIVOS S.A. Securitizadora de Créditos Financeiros Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias S.A. ABGF Banco da Amazônia S.A Serviço Federal de Processamento de Dados SERPRO Banco do Nordeste do Brasil S.A. BNB Casa da Moeda do Brasil CMB Caixa Econômica Federal COBRA Tecnologia S.A Banco do Brasil S.A. BB BBTUR Viagens e Turismo Ltda. BB TURISMO Empresa Gestora de Ativos EMGEA ATIVOS S.A. Securitizadora de Créditos Financeiros Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias S.A. ABGF Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES

3 LDO2015, Anexo I, Inciso XIV Programa:0807 do Programa Constante da LOA: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Ministério de Minas e Energia 111G Instalação de EdifícioSede 14N9 Aquisição de Imóvel Regional de Santa Catarina (SC) 3390 Irrigação de Lotes na Área do Reassentamento, com ha, na Usina de Itaparica (BA e PE) Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A ELETROSUL Centrais Companhia Hidro Elétrica do São Francisco CHESF Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A ELETROSUL Centrais Companhia Hidro Elétrica do São Francisco CHESF FURNAS Centrais Petróleo Brasileiro S.A. PETROBRAS Petrobras Distribuidora S.A. BR Companhia de Eletricidade do Acre ELETROACRE Companhia Energética de Alagoas CEAL Companhia Energética do Piauí CEPISA Centrais Elétricas de Rondônia S.A. CERON Boa Vista Energia S.A. BVENERGIA Amazonas Distribuidora de Energia S.A. AmE Petrobras Transporte S.A. TRANSPETRO Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica CGTEE Eletrobras Termonuclear S.A. ELETRONUCLEAR Centrais Elétricas Brasileiras S.A. ELETROBRAS Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A ELETROSUL Centrais Companhia Hidro Elétrica do São Francisco CHESF FURNAS Centrais Petróleo Brasileiro S.A. PETROBRAS Petrobras Distribuidora S.A. BR Eletrobras Participações S.A. ELETROPAR Companhia de Eletricidade do Acre ELETROACRE Companhia Energética de Alagoas CEAL Companhia Energética do Piauí CEPISA Centrais Elétricas de Rondônia S.A. CERON Boa Vista Energia S.A. BVENERGIA Amazonas Distribuidora de Energia S.A. AmE Petrobras Transporte S.A. TRANSPETRO Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica CGTEE Petrobras Logística de Exploração e Produção S.A. PBLOG Petrobras International Braspetro B.V. PIB BV Liquigás Distribuidora S.A. LIQUIGÁS Stratura Asfaltos S.A

4 LDO2015, Anexo I, Inciso XIV Programa:0807 do Programa Constante da LOA: Ministério de Minas e Energia Ministério da Previdência Social Manutenção e Adequação da Infraestrutura de Tecnologia da Informação para a Previdência Social Petrobras Biocombustível S.A. PBIO Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco CITEPE Uirapuru Transmissora de Energia S.A Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A. Pré Sal Petróleo S.A. PPSA Eletrobras Termonuclear S.A. ELETRONUCLEAR Centrais Elétricas Brasileiras S.A. ELETROBRAS Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A ELETROSUL Centrais Companhia Hidro Elétrica do São Francisco CHESF FURNAS Centrais Petróleo Brasileiro S.A. PETROBRAS Petrobras Distribuidora S.A. BR Eletrobras Participações S.A. ELETROPAR Companhia de Eletricidade do Acre ELETROACRE Companhia Energética de Alagoas CEAL Companhia Energética do Piauí CEPISA Centrais Elétricas de Rondônia S.A. CERON Boa Vista Energia S.A. BVENERGIA Amazonas Distribuidora de Energia S.A. AmE Petrobras Transporte S.A. TRANSPETRO Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica CGTEE Petrobras Logística de Exploração e Produção S.A. PBLOG Petrobras International Braspetro B.V. PIB BV Transportadora Associada de Gás S.A. TAG Liquigás Distribuidora S.A. LIQUIGÁS Stratura Asfaltos S.A Petrobras Biocombustível S.A. PBIO Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco CITEPE Companhia Petroquímica de Pernambuco PETROQUÍMICASUAPE Innova S.A Uirapuru Transmissora de Energia S.A Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A. Pré Sal Petróleo S.A. PPSA Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social DATAPREV Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social DATAPREV

5 LDO2015, Anexo I, Inciso XIV Programa:0807 do Programa Constante da LOA: Ministério da Previdência Social Instalação de Bens Imóveis 20PU Manutenção da Infraestrutura Operacional Manutenção e Adequação da Infraestrutura de Tecnologia da Informação para a Previdência Social Ministério da Saúde Ministério dos Transportes Ministério das Comunicações Ministério da Defesa Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social DATAPREV Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia HEMOBRÁS Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia HEMOBRÁS Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia HEMOBRÁS Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia HEMOBRÁS Companhia Docas do Maranhão CODOMAR Companhia Docas do Maranhão CODOMAR Companhia Docas do Maranhão CODOMAR Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT Telecomunicações Brasileiras S.A. TELEBRÁS Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT Telecomunicações Brasileiras S.A. TELEBRÁS Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT Telecomunicações Brasileiras S.A. TELEBRÁS BJ 15BK 15BL 153N Implantação de Automação e Melhoria no Processo de Deformação Implantação da Logística de Movimentação de Forjados e Granadas Implantação de uma Linha de Tratamento Superficial de Aplicação de CromoDuro Implantação de Anexo no Edifício da Sede da EMGEPRON Empresa Gerencial de Projetos Navais EMGEPRON Empresa Gerencial de Projetos Navais EMGEPRON Empresa Gerencial de Projetos Navais EMGEPRON Empresa Gerencial de Projetos Navais EMGEPRON

6 LDO2015, Anexo I, Inciso XIV Programa: 0807 do Programa Constante da LOA: Ministério da Defesa 153O 3286 Instalação de Bens Imóveis Implantação de Área para Atendimento à Catalogação de Materiais de Empresas Brasileiras para Atendimento à Demanda das Forças Armadas Secretaria de Aviação Civil Secretaria de Portos Empresa Gerencial de Projetos Navais EMGEPRON Empresa Gerencial de Projetos Navais EMGEPRON Empresa Gerencial de Projetos Navais EMGEPRON Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária INFRAERO Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária INFRAERO Companhia Docas do Pará CDP Companhia Docas do Ceará CDC Companhia Docas do Espírito Santo CODESA Companhia das Docas do Estado da Bahia CODEBA Companhia Docas do Rio de Janeiro CDRJ Companhia Docas do Ceará CDC Companhia Docas do Espírito Santo CODESA Companhia das Docas do Estado da Bahia CODEBA Companhia Docas do Estado de São Paulo CODESP Companhia Docas do Pará CDP Companhia Docas do Rio de Janeiro CDRJ Companhia Docas do Rio Grande do Norte CODERN Companhia Docas do Ceará CDC Companhia Docas do Espírito Santo CODESA Companhia das Docas do Estado da Bahia CODEBA Companhia Docas do Estado de São Paulo CODESP Companhia Docas do Pará CDP Companhia Docas do Rio de Janeiro CDRJ Companhia Docas do Rio Grande do Norte CODERN Programa: 2119 Programa de Gestão e Manutenção do Ministério de Minas e Energia do Programa Constante da LOA: Ministério de Minas e Energia 20PM 212W 8549 Preservação e Conservação Ambiental em Empreendimentos de Distribuição de Energia Elétrica (AM) Preservação e Conservação Ambiental em Empreendimentos de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (AM) Preservação e Conservação Ambiental em Empreendimentos de Geração e Transmissão de Energia Elétrica Amazonas Distribuidora de Energia S.A. AmE Amazonas Distribuidora de Energia S.A. AmE

7 LDO2015, Anexo I, Inciso XIV Programa:2119 Programa de Gestão e Manutenção do Ministério de Minas e Energia do Programa Constante da LOA: Ministério de Minas e Energia 8549 Preservação e Conservação Ambiental em Empreendimentos de Geração e Transmissão de Energia Elétrica Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A FURNAS Centrais

8 32

ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS. Empresas do Setor Produtivo. Empresas do Setor Financeiro

ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS. Empresas do Setor Produtivo. Empresas do Setor Financeiro ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS Empresas do Setor Produtivo Empresas do Setor Financeiro EMPRESA DO SETOR PRODUTIVO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA

Leia mais

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA 2007 ANEXO III RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA 2007

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA 2007 ANEXO III RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA 2007 LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA 2007 ANEXO III RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA 2007 XIX - Orçamento de Investimento, indicando, por empresa, as fontes de financiamento,

Leia mais

Programas de Gestão e Manutenção

Programas de Gestão e Manutenção LDO2014, Anexo I, Inciso XIV Programa: 0781 Infraestrutura de Instituições Financeiras Oficiais do Programa Constante da LOA: 3.267.720.947 25000 Ministério da Fazenda 3252 Instalação de Pontos de Atendimento

Leia mais

ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS. Empresa do Setor Produtivo Empresa do Setor Financeiro

ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS. Empresa do Setor Produtivo Empresa do Setor Financeiro ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS Empresa do Setor Produtivo Empresa do Setor Financeiro EMPRESA DO SETOR PRODUTIVO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 2016 22000

Leia mais

Promessa: Fortalecer as Empresas Estatais

Promessa: Fortalecer as Empresas Estatais Promessa: Fortalecer as Empresas Estatais A presente metodologia de avaliação considera que fortalecer uma empresa estatal significa elevar progressivamente seu valor de mercado. Esse cenário positivo

Leia mais

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA INVESTIMENTOS CONSOLIDADOS POR ORGÃO/UNIDADES. 1990 a 2014

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA INVESTIMENTOS CONSOLIDADOS POR ORGÃO/UNIDADES. 1990 a 2014 S ESTATAIS FEDERAIS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA INVESTIMENTOS CONSOLIDADOS POR ORGÃO/UNIDADES 1990 a 2014 FEVEREIRO/2015 S ESTATAIS FEDERAIS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

ANEXO I SECRETARIA EXECUTIVA REPROGRAMAÇAO 2009

ANEXO I SECRETARIA EXECUTIVA REPROGRAMAÇAO 2009 ANEXO I EMPRESA : COBRA TECNOLOGIA S.A. DISPENDIOS DE CAPITAL 73.410.000 R E C E I TA S 550.887.000 I N V E S T I M E N TO S 21.000.000 RECEITA OPERACIONAL 500.000.000 AMORTIZACOES OPER.CRED. LP 50.000.000

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO - Exercício 2004 - Fontes de financiamento dos investimentos, por empresa... Página 1 de 9

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO - Exercício 2004 - Fontes de financiamento dos investimentos, por empresa... Página 1 de 9 Departamento de Coordenação e Controle das 22208 Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A. 6.0.0.0.00.00 Recursos de Capital - Orçamento de Investimento 9.547 6.1.0.0.00.00 Recursos Próprios 9.547

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS Por Orgão e Unidade Subordinada 1990 a 2012

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS Por Orgão e Unidade Subordinada 1990 a 2012 DECON APEOP/SP ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS 1990 a 2012 ANO INVESTIMENTOS PREVISTOS (A) ÍNDICE INVESTIMENTOS REALIZADOS (B) valores em R$ mil (corrigidos (2) ) ÍNDICE2 DESEMPE NHO (B/A)

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 09 PREVIDÊNCIA SOCIAL 20.000.000 20 AGRICULTURA 2.118.000 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 867.840 25 ENERGIA 707.561.300 26 TRANSPORTE 112.420.091

Leia mais

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº..., DE 2005 (Do Sr. Dep. Júlio Cesar)

REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº..., DE 2005 (Do Sr. Dep. Júlio Cesar) REQUERIMENTO DE INFORMAÇÃO Nº..., DE 2005 (Do Sr. Dep. Júlio Cesar) Senhor Presidente, Solicita informações ao Sr. Ministro-Chefe da Casa Civil a respeito da remuneração e das vantagens dos Presidentes

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 20 AGRICULTURA 58.000 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 5.450.000 25 ENERGIA 288.428.769 26 TRANSPORTE 400.712.362 TOTAL - GERAL 694.649.131

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS - 2006. Principais Grupos

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS - 2006. Principais Grupos Principais Grupos Empresas correntes 2003 2004 2005 2006 Realizado Realizado Realizado LOA Setor Produtivo Estatal 17.301 18.285 20.554 31.404 - Grupo PETROBRAS (No País) 13.839 14.960 16571 24.095 - Grupo

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 2007 Execução Orçamentária das Empresas Estatais Balanço Geral da União

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 2007 Execução Orçamentária das Empresas Estatais Balanço Geral da União Ó R G Ã O Presidência da República 601.547.473 106.178.397 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 5.328.300 4.594.775 Ministério da Ciência e Tecnologia 7.973.888 466.460 Ministério da Defesa

Leia mais

28/03/2014 a 27/03/2015 28/03/2015 a 27/03/2016. 24/07/2014 a 23/07/2015 24/07/2014 a 23/07/2015. 17/03/2011 a 16/03/2012 17/03/2015 a 17/03/2016

28/03/2014 a 27/03/2015 28/03/2015 a 27/03/2016. 24/07/2014 a 23/07/2015 24/07/2014 a 23/07/2015. 17/03/2011 a 16/03/2012 17/03/2015 a 17/03/2016 C O N T R A T O S DE I N T E G R A N T E S DO S I C O M COM A G Ê N C I A S DE P R O P A G A N D A 15.000.000,00 AGÊNCIA NACIONAL DE CINEMA - ANCINE DDB Brasil Publicidade Ltda 27/12/2013 a 26/12/2014

Leia mais

Anexo. Demonstrativo Sintético do Programa de Dispêndios Globais das Empresas Estatais

Anexo. Demonstrativo Sintético do Programa de Dispêndios Globais das Empresas Estatais Anexo Demonstrativo Sintético do Programa de Dispêndios Globais das Empresas Estatais Empresas do Setor Produtivo Anexo 175 20000 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA 20205 COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ - CDC DISPENDIOS

Leia mais

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2016

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2016 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE ORÇAMENTO FEDERAL ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2016 PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA VOLUME VI Orçamento

Leia mais

ANEXO I SECRETARIA EXECUTIVA PROGRAMAÇÃO 2014

ANEXO I SECRETARIA EXECUTIVA PROGRAMAÇÃO 2014 ANEXO I EMPRESA : CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE MINAS GERAIS S.A. - CEASAMINAS Dispêndios de Capital 1.877.007 Receitas 41.476.566 Investimentos 1.300.000 Receita Operacional 38.074.566 Amortizações Operações

Leia mais

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2015

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE ORÇAMENTO FEDERAL ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2015 PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA VOLUME VI Orçamento

Leia mais

Ministério da Fazenda

Ministério da Fazenda Órgão: 5 Quadro Síntese R$, Poder Executivo Código/Especificação Valor TOTAL 6.53.7.85 Programa 78 Programa de Gestão e Manutenção de nfraestrutura de nstituições Financeiras Oficiais Federais 87 Programa

Leia mais

Empresas participantes do Programa Pró-equidade de Gênero e Raça 5ª edição

Empresas participantes do Programa Pró-equidade de Gênero e Raça 5ª edição Empresas participantes do Programa Pró-equidade de Gênero e Raça 5ª edição 1 AC Eletrobrás Distribuição Acre - Pública (Empresa de Economia Mista) 2 AL Eletrobrás Distribuição Alagoas Economia Mista 3

Leia mais

Perfil das Empresas Estatais Federais Ano-base 2010

Perfil das Empresas Estatais Federais Ano-base 2010 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria Executiva Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais DEST Perfil das Empresas Estatais Federais Ano-base Brasília 2011 PRESIDÊNCIA

Leia mais

PROGRAMA DE DISPENDIOS GLOBAIS - PDG SECRETARIA EXECUTIVA REPROGRAMAÇAO 2007

PROGRAMA DE DISPENDIOS GLOBAIS - PDG SECRETARIA EXECUTIVA REPROGRAMAÇAO 2007 EMPRESA : COBRA TECNOLOGIA S.A. DISPENDIOS DE CAPITAL 16000000 R E C E I TA S 446000000 I N V E S T I M E N TO S 16000000 RECEITA OPERACIONAL 433000000 DISPENDIOS CORRENTES 459100000 RECEITA NAO OPERACIONAL

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS ORÇAMENTO DA UNÃO EXERCÍCO FNANCERO DE 13 ORÇAMENTO DE NVESTMENTOS VOLUME V VOLUME V Resumo das Fontes de Financiamento e da Despesa do Orçamento de nvestimento Programas Temáticos 1 5 15 17 5 33 53 55

Leia mais

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO - 2006

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO - 2006 Discriminação por Função PLOA Participação % Energia 37.212 89,2 Comércio e Serviços 2.969 7,1 Comunicações 632 1,5 Transporte 453 1,1 Indústria 269 0,6 Previdência Social 150 0,4 Agricultura 11 0,0 Total

Leia mais

Perfil das Empresas Estatais Federais Ano-base 2012

Perfil das Empresas Estatais Federais Ano-base 2012 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria Executiva Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais - DEST Perfil das Empresas Estatais Federais Ano-base Brasília 2013 PRESIDÊNCIA

Leia mais

TOTAL DO ORGAO : R$ 780.749.368 QUADRO SINTESE POR FUNCOES QUADRO SINTESE POR SUBFUNCOES

TOTAL DO ORGAO : R$ 780.749.368 QUADRO SINTESE POR FUNCOES QUADRO SINTESE POR SUBFUNCOES QUADRO SINTESE POR ORGAO 32000 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA 780.749.368 6.0.0.0.00.00 RECURSOS DE CAPITAL - ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 677.449.495 6.1.0.0.00.00 RECURSOS PRÓPRIOS 167.672.207 6.1.1.0.00.00

Leia mais

Programas Temáticos. Programa: 2017. R$ 1,00 Recursos de todas as Fontes. LDO-2014, Anexo I, Inciso XIV

Programas Temáticos. Programa: 2017. R$ 1,00 Recursos de todas as Fontes. LDO-2014, Anexo I, Inciso XIV Programa: 2015 Aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (SUS) do Programa Constante da LOA: 55.583.145 0726 Garantir assistência farmacêutica no âmbito do SUS. 36000 Ministério da Saúde 02SQ Fornecimento

Leia mais

Empresas participantes da 6ª Edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça:

Empresas participantes da 6ª Edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça: Empresas participantes da 6ª Edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça: 1. AC Eletrobras Distribuição Acre 2. AL Eletrobras Distribuição Alagoas 3. AL Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Orçamento Federal. Orçamentos da União exercício financeiro 2016:

Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Orçamento Federal. Orçamentos da União exercício financeiro 2016: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal - SOF SEPN 516, Bloco "D" Lote 08 70770-524 - Brasília, DF Telefone: (61) 2020 2000 Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento

Leia mais

Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais - CASEMG; Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo - CEAGESP;

Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais - CASEMG; Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo - CEAGESP; A N E X O I - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A. - CEASA/MG; Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais - CASEMG; Companhia

Leia mais

PERFIL DAS EMPRESAS ESTATAIS

PERFIL DAS EMPRESAS ESTATAIS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA EXECUTIVA Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais PERFIL DAS EMPRESAS ESTATAIS Exercício de Brasília, Setembro de 2008 PRESIDÊNCIA

Leia mais

VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO

VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO I - QUADROS ORÇAMENTÁRIOS CONSOLIDADOS Quadro Síntese do Orçamento de Investimento LDO - 2007, Anexo II, Inciso XIII. Código / Especificação VALOR Total da Despesa

Leia mais

ANEXOS DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA - OI

ANEXOS DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA - OI ANEXOS DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA - OI Demonstrativo Consolidado por Função Demonstrativo Consolidado por Subfunção Demonstrativo Consolidado por Função/Subfunção Demonstrativo Consolidado por Programa Demonstrativo

Leia mais

HAVERES MOBILIÁRIOS TABELA PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA DA UNIÃO EM SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA (1) % CAPITAL EMPRESA

HAVERES MOBILIÁRIOS TABELA PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA DA UNIÃO EM SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA (1) % CAPITAL EMPRESA HAVERES MOBILIÁRIOS Ao final do exercício de 2011, a União possuía participação societária majoritária em 46 empresas (23 sociedades de economia mista e 23 empresas públicas) e minoritária em 55 empresas,

Leia mais

Empresas Certificadas

Empresas Certificadas Empresas Certificadas 2014 2 Alianças Armazéns Gerais Afluente Geração de Energia Elétrica S.A. Agência de Fomento do Estado do Rio de janeiro S.A. Amazonas Distribuidora de Energia S.A. Associação de

Leia mais

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012

Tabela 4 - Participação das atividades econômicas no valor adicionado bruto a preços básicos, por Unidades da Federação - 2012 Contas Regionais do Brasil 2012 (continua) Brasil Agropecuária 5,3 Indústria 26,0 Indústria extrativa 4,3 Indústria de transformação 13,0 Construção civil 5,7 Produção e distribuição de eletricidade e

Leia mais

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS DIRIGENTES / ENDEREÇOS

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS DIRIGENTES / ENDEREÇOS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA EXECUTIVA Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS DIRIGENTES / ENDEREÇOS Brasília - DF Março/2015

Leia mais

15.000.000,00. DDB Brasil Publicidade Ltda 27/12/2013 a 26/12/2014 27/12/2015 a 26/12/2016. 4.200.000,00 Popcorn Comunicação Ltda - EPP

15.000.000,00. DDB Brasil Publicidade Ltda 27/12/2013 a 26/12/2014 27/12/2015 a 26/12/2016. 4.200.000,00 Popcorn Comunicação Ltda - EPP C O N T R A T O S DE I N T E G R A N T E S DO S I C O M COM A G Ê N C I A S DE P R O P A G A N D A 15.000.000,00 AGÊNCIA NACIONAL DE CINEMA - ANCINE DDB Brasil Publicidade Ltda 27/12/2013 a 26/12/2014

Leia mais

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão

FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão FÓRUM DAS ESTATAIS PELA EDUCAÇÃO Diálogo para a Cidadania e Inclusão 1. OBJETIVO DO FÓRUM O Fórum das Estatais pela Educação tem a coordenação geral do Ministro Chefe da Casa Civil, com a coordenação executiva

Leia mais

DEPENDÊNCIA OU MORTE: O FINANCIAMENTO DAS

DEPENDÊNCIA OU MORTE: O FINANCIAMENTO DAS Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 25, 26 e 27 de março de 2014 DEPENDÊNCIA OU MORTE: O FINANCIAMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS E SUAS IMPLICAÇÕES PARA O DEBATE SOBRE FORMAS ORGANIZACIONAIS

Leia mais

ELETROBRAS Investimentos 1º bimestre

ELETROBRAS Investimentos 1º bimestre ELETROBRAS Investimentos 1º bimestre Ação Autorizado Realizado IMPLANTAÇÃO DA USINA TERMONUCLEAR DE ANGRA III, COM 1.309 MW (RJ) 2.110.817.554,00 78.423.005,00 DE ENERGIA ELÉTRICA NA REGIÃO NORDESTE 629.144.814,00

Leia mais

4.3 - CRÉDITOS ADICIONAIS AO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO

4.3 - CRÉDITOS ADICIONAIS AO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 4.3 - CRÉDITOS ADICIONAIS AO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO Fatores diversos verificados no decorrer do processo de execução do Orçamento de Investimento de 2009, como mudanças das condicionantes macroeconômicas,

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 2.760.000 25 ENERGIA 178. 311. 716 26 TRANSPORTE 76.096.395 TOTAL GERAL 257. 168. 111 752 ENERGIA ELÉTRICA

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Empresas Certificadas

Empresas Certificadas Empresas Certificadas 2013 Agência de Fomento do Estado do Rio de janeiro S.A. Amazonas Distribuidora de Energia Associação Balbina Fonseca Associação de Mantenedores e Beneficiários da Petros Banco da

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 027.911/2010-1

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 027.911/2010-1 GRUPO I CLASSE V Plenário TC 027.911/2010-1 [Apenso: TC 030.703/2011-5] Natureza: Monitoramento. Órgão: Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais MP. Advogados constituídos nos autos:

Leia mais

ÍNDICE ANEXOS. 3.2 - Caracterização do Empreendedor... 1/4. a. Identificação do Empreendedor... 1/4. b. Informações sobre o Empreendedor...

ÍNDICE ANEXOS. 3.2 - Caracterização do Empreendedor... 1/4. a. Identificação do Empreendedor... 1/4. b. Informações sobre o Empreendedor... 2517-00-EIA-RL-0001-02 Março de 2014 Rev. nº 01 LT 500 KV MANAUS BOA VISTA E SUBESTAÇÕES ASSOCIADAS ÍNDICE 3.2 - Caracterização do Empreendedor... 1/4 a. Identificação do Empreendedor... 1/4 b. Informações

Leia mais

Governança em Gestão de Pessoas

Governança em Gestão de Pessoas Governança em Gestão de Pessoas Práticas e Propostas Seminário Melhores Práticas Governança em Gestão de Pessoas 25 FEV 2014 DIRETRIZES de GOVERNANÇA em GESTÃO DE PESSOAS Plano de Trabalho DEST OBJETIVO

Leia mais

TOTAL DA UNIDADE : R$ 10.182.580 QUADRO SINTESE POR PROGRAMAS ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA

TOTAL DA UNIDADE : R$ 10.182.580 QUADRO SINTESE POR PROGRAMAS ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA 495 RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 11. 3 8 2. 5 8 0 TO TA L 11. 3 8 2. 5 8 0 QUADRO SINTESE POR RECEITA 6.0.0.0.00.00 RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO 1.200.000 6.1.0.0.00.00 RECURSOS

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais. IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11

Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais. IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11 Energia para Novos Tempos Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11 Sinval Zaidan Gama Superintendente de Operações no Exterior Atuacão

Leia mais

Empresas Certificadas

Empresas Certificadas Empresas Certificadas 2012 Amazonas Distribuidora de Energia Associação de Mantenedores e Beneficiários da Petros Associação Franciscana da Divina Providência Banco Bradesco S.A. Banco do Brasil S.A. Banco

Leia mais

QUANTITATIVO DE INSCRITOS

QUANTITATIVO DE INSCRITOS ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR NACIONAL 38532 ADVOGADO(A) JÚNIOR NACIONAL 17543 ANALISTA AMBIENTAL JÚNIOR - BIOLOGIA NACIONAL 6370 ANALISTA DE COMERCIALIZACAO E LOGÍSTICA JÚNIOR - COMÉRCIO E SUPRIMENTO NACIONAL

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA

NÚMERO DE ACIDENTES POR DIA DA SEMANA RODOVIÁRIAS Quadro 13 - UF: ACRE Ano de 211 82 5 6 8 9 5 3 14 4 11 9 4 4 63 2 4 7 6 6 9 4 8 4 4 3 6 68 4 2 8 3 1 8 4 9 2 6 7 5 63 3 6 3 2 13 9 8 7 5 1 5 1 67 4 2 9 6 8 5 5 7 6 6 4 5 85 3 7 1 1 4 7 9 6

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS ORÇAMENTO DA UNÃO EXERCÍCO FNANCERO DE 13 ORÇAMENTO DE NVESTMENTOS VOLUME V Quadro Síntese do Orçamento de nvestimento LDO-13, Anexo, nciso XX R$ 1, Código/Especificação VALOR Total da Despesa 11.65.735.863

Leia mais

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos Unidades da Federação 1980 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS TOMADA DE PREÇOS N 01/2010 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 2 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA...3 3. CONTEXTO...4

Leia mais

PETROBRAS 01/2010 - PROVA 16/05/2010 - QUANTITATIVO DE INSCRITOS

PETROBRAS 01/2010 - PROVA 16/05/2010 - QUANTITATIVO DE INSCRITOS ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR ESTADO DA BAHIA 973 ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR ESTADO DE SÃO PAULO 643 ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR ESTADO DO AMAZONAS 256 ADMINISTRADOR(A) JÚNIOR ESTADO DO ESPÍRITO SANTO 565 ADMINISTRADOR(A)

Leia mais

Orçamento ANEXO III ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS CONTROLADAS PELO ESTADO

Orçamento ANEXO III ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS CONTROLADAS PELO ESTADO Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária

Leia mais

Concessões de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica: Perguntas e Respostas

Concessões de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica: Perguntas e Respostas Concessões de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica: Perguntas e Respostas Perguntas mais frequentes sobre o marco institucional das Concessões Vincendas de Energia Elétrica Setembro

Leia mais

Boletim Informativo* Agosto de 2015

Boletim Informativo* Agosto de 2015 Boletim Informativo* Agosto de 2015 *Documento atualizado em 15/09/2015 (Erratas páginas 2, 3, 4 e 9) EXTRATO GERAL BRASIL 1 EXTRATO BRASIL 396.399.248 ha 233.712.312 ha 58,96% Número de Imóveis Cadastrados²:

Leia mais

I 4 - INV 4 90 0 495 110.099.314

I 4 - INV 4 90 0 495 110.099.314 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 256.092.869 26 TRANSPORTE 468.989.333 TOTAL - GERAL 725.082.202 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 21.077.996 126 TECNOLOGIA

Leia mais

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009)

RANKING NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) NACIONAL DO TRABALHO INFANTIL (5 a 17 ANOS) QUADRO COMPARATIVO DOS DADOS DA PNAD (2008 e 2009) População Ocupada 5 a 17 anos 2008 Taxa de Ocupação 2008 Posição no Ranking 2008 População Ocupada 5 a 17

Leia mais

Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15

Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15 Setores indutriais com maior demanda por formação segundo UF (todas as ocupações) - Média anual 2014/15 Estado Rondônia Acre Amazonas Roraima Pará Amapá Tocantins Maranhão Piauí Ceará Rio Grande do Norte

Leia mais

Boletim Informativo. Junho de 2015

Boletim Informativo. Junho de 2015 Boletim Informativo Junho de 2015 Extrato Geral Brasil 1 EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 227.679.854 ha 57,27% Número de Imóveis cadastrados: 1.727.660 Observações: Dados obtidos do Sistema de Cadastro

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO

Leia mais

pagamentos de jetons do governo federal maio de 2016

pagamentos de jetons do governo federal maio de 2016 1 ADAO GERALDO DULCE INDÚSTRIAS NUCLEARES DO BRASIL S.A. - INB 3376,3 2 ADRIANO DE CAMARGO OLIVEIRA COMPANHIA DE ARMAZÉNS E SILOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS - CASEMG 1350,05 3 ADRIANO PEREIRA DE PAULA COMPANHIA

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 7.938 0,37 0 0,00-7.938 0,37

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 5

Tabelas anexas Capítulo 5 Tabelas anexas Capítulo 5 Tabela anexa 5.1 Patentes concedidas pelo USPTO para residentes nos Estados Unidos, segundo subdomínios tecnológicos do OST 1974-2006 (anos selecionados) 5-3 Tabela anexa 5.2

Leia mais

CONSIGNADO PÚBLICO ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO AGENCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA ABIN AGENCIA NACIONAL DE ÁGUAS ANA AGENCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL

CONSIGNADO PÚBLICO ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO AGENCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA ABIN AGENCIA NACIONAL DE ÁGUAS ANA AGENCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL CONSIGNADO PÚBLICO ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO AGENCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA ABIN AGENCIA NACIONAL DE ÁGUAS ANA AGENCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL AGENCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA AGENCIA NACIONAL

Leia mais

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Boletim Informativo Maio de 2015 * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Extrato Geral Brasil EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 212.920.419 ha 53,56 % Número de Imóveis cadastrados: 1.530.443

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL EDIÇÃO EXTRA ISSN 1677-7042... Sumário Seção 1 Seção 1 Atos do Poder Legislativo LEI N o 13.053, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014 Ano CLI N o - 242-A Brasília - DF, segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 Altera

Leia mais

CAIXA ao Setor Elétrico. Case: Energia Fotovoltaica

CAIXA ao Setor Elétrico. Case: Energia Fotovoltaica 5º Congresso Ecoenergy Julho 2015 Opções de Financiamento da CAIXA ao Setor Elétrico Case: Energia Fotovoltaica FERNANDO CIOTTI Gerente Regional Superintendência de Grandes Empresas Infraestrutura, Energia

Leia mais

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados

Leia mais

pagamentos de jetons do governo federal junho de 2016

pagamentos de jetons do governo federal junho de 2016 1 SERGIO FRANCA DANESE ITAIPU BINACIONAL 27639,95 2 ESTHER DWECK AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL - FINAME 24275,79 3 FERNANDO DE MAGALHAES FURLAN BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

pagamentos de jetons do governo federal abril de 2016

pagamentos de jetons do governo federal abril de 2016 1 MARCIO LEAO COELHO AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL - FINAME 29538,39 2 JOSE EDUARDO MARTINS CARDOZO BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES 29538,39 3 JOAO ALBERTO DE

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2010

Contas Regionais do Brasil 2010 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2010 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio, 23/11/2012 Contas Regionais do Brasil Projeto de Contas

Leia mais

Atuação do Banco do Nordeste

Atuação do Banco do Nordeste São Luis MA Novembro de 2012 Atuação do Banco do Nordeste O Banco do Nordeste tem como área básica de atuação os nove Estados da região Nordeste, o norte e os Vales do Mucuri e do Jequitinhonha do Estado

Leia mais

"XI - custo médio por beneficiário, por unidade orçamentária, por órgão e por Poder, dos gastos com: a) assistência médica e odontológica;"

XI - custo médio por beneficiário, por unidade orçamentária, por órgão e por Poder, dos gastos com: a) assistência médica e odontológica; Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal ASSISTÊNCIA MÉDICA E ODONTOLÓGICA AOS SERVIDORES, EMPREGADOS E SEUS DEPENDENTES Lei nº 10.707, de 30 de julho de 2003, Inciso

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO NACIONAL referente ao biênio 2016/2018 que entre si firmam, de um lado, Centrais Elétricas Brasileiras S/A ELETROBRAS, Companhia Hidro Elétrica do São Francisco

Leia mais

Figura 1: Distribuição de CAPS no Brasil, 25. RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO NORTE PAIUÍ PERNAMBUCO ACRE ALAGOAS SERGIPE TOCANTINS RONDÔNIA PARAÍBA BAHIA MATO GROSSO DISTRITO

Leia mais

e renda Superintendência Nacional Estratégia Competitividade das MPE Associação e a cooperação Micro e Pequeno Empreendedorismo

e renda Superintendência Nacional Estratégia Competitividade das MPE Associação e a cooperação Micro e Pequeno Empreendedorismo e renda Superintendência Nacional Estratégia Competitividade das MPE Micro e Pequeno Empreendedorismo e renda Superintendência Nacional Estratégia Competitividade das MPE Micro e Pequeno Empreendedorismo

Leia mais

INSCRITOS II CONCURSO DE BOAS PRÁTICAS DA CGU PRÉ-AVALIAÇÃO - COMISSÃO ORGANIZADORA. - Categoria Diminuição no tempo de apuração disciplinar :

INSCRITOS II CONCURSO DE BOAS PRÁTICAS DA CGU PRÉ-AVALIAÇÃO - COMISSÃO ORGANIZADORA. - Categoria Diminuição no tempo de apuração disciplinar : INSCRITOS II CONCURSO DE BOAS PRÁTICAS DA CGU PRÉ-AVALIAÇÃO - COMISSÃO ORGANIZADORA - Categoria Diminuição no tempo de apuração disciplinar : NACIONAL DA TRANSPARÊNCIA ATIVA EM MATÉRIA CORRECIONAL NACIONAL

Leia mais

Política Integrada de Tecnologia da Informação, Automação e Telecomunicação do Sistema Eletrobras

Política Integrada de Tecnologia da Informação, Automação e Telecomunicação do Sistema Eletrobras Política Integrada de Tecnologia da Informação, Automação e Telecomunicação do Sistema Eletrobras Versão 2.0 Março/2010 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Princípios... 3 3. Diretrizes Gerais... 3 4. Responsabilidades...

Leia mais

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS DIRIGENTES / ENDEREÇOS

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS DIRIGENTES / ENDEREÇOS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA EXECUTIVA Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS DIRIGENTES / ENDEREÇOS Brasília - DF Março/2013

Leia mais

Pesquisa e Desenvolvimento que geram avanços

Pesquisa e Desenvolvimento que geram avanços P&D O compromisso das empresas com o desenvolvimento sustentável por meio da energia limpa e renovável será demonstrado nesta seção do relatório. Nela são disponibilizados dados sobre a Pesquisa, Desenvolvimento

Leia mais

Relatório Gerencial TECNOVA

Relatório Gerencial TECNOVA Relatório Gerencial TECNOVA Departamento de Produtos Financeiros Descentralizados - DPDE Área de Apoio à Ciência, Inovação, Infraestrutura e Tecnologia - ACIT Fevereiro de 2015 Marcelo Nicolas Camargo

Leia mais

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal

PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados. PROGRAMA: 0551 - Atuação Legislativa do Senado Federal PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados 3.172.280 9.772.013 Despesas Correntes 2.964.653 9.031.347 Despesas de Capital 207.627 740.666 3.172.280 12.944.292 9.772.013 PROGRAMA: 0551

Leia mais

Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado

Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado Anexo II - Programas de Gestão, Manutenção e Serviços ao Estado PROGRAMA: 0553 - Atuação Legislativa da Câmara dos Deputados 3.185.780 9.806.513 Despesas Correntes 2.978.153 9.065.847 Despesas de Capital

Leia mais

20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Iniciativas Válidas

20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Iniciativas Válidas 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Iniciativas Válidas Nº Título da Iniciativa Instituição Cidade UF 5 Sistema computacional de coleta de dados e avaliação institucional para apoio à tomada

Leia mais

Política Integrada de Tecnologia da Informação, Automação e Telecomunicação

Política Integrada de Tecnologia da Informação, Automação e Telecomunicação Política Integrada de Tecnologia da Informação, Automação e Telecomunicação março 2010 Política Integrada de Tecnologia da Informação, Automação e Telecomunicação Política Integrada da Tecnologia da

Leia mais