TOTAL DO ORGAO : R$ QUADRO SINTESE POR FUNCOES QUADRO SINTESE POR SUBFUNCOES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TOTAL DO ORGAO : R$ 780.749.368 QUADRO SINTESE POR FUNCOES QUADRO SINTESE POR SUBFUNCOES"

Transcrição

1 QUADRO SINTESE POR ORGAO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA RECURSOS DE CAPITAL - ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PRÓPRIOS GERAÇÃO PRÓPRIA OPERAÇÕES DE CRÉDITO DE LONGO PRAZO INTERNAS OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA OUTRAS FONTES TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL TOTAL DO ORGAO : R$ ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA LUZ PARA TODOS GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA ENERGIA NA REGIÃO NORDESTE ENERGIA NA REGIÃO SUL ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS QUADRO SINTESE POR UNIDADES ORCAMENTARIAS ELETROBRAS TERMONUCLEAR S.A. - ELETRONUCLEAR CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS CENTRAIS ELETRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. - ELETRONORTE ELETROSUL CENTRAIS ELETRICAS S.A FURNAS - CENTRAIS ELETRICAS S.A COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ACRE - ELETROACRE COMPANHIA ENERGETICA DE ALAGOAS - CEAL COMPANHIA ENERGETICA DO PIAUI - CEPISA CENTRAIS ELETRICAS DE RONDONIA S.A. - CERON COMPANHIA DE GERACAO TERMICA DE ENERGIA ELETRICA - CGTEE RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA OPERACOES DE CREDITO DE LONGO PRAZO INTERNAS OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA OUTRAS FONTES TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL UNIDADE : ELETROBRAS TERMONUCLEAR S.A. - ELETRONUCLEAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 25 ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA /SUBFUNCOES 25 ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA LUZ PARA TODOS GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA ENERGIA NA REGIÃO NORDESTE ENERGIA NA REGIÃO SUL ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL

2 1042 ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE MANUTENCAO DO SISTEMA DE GERACAO DE ENERGIA TERMONUCLEAR DE ANGRA I E II (RJ) MANUTENCAO DO SISTEMA DE GERA- CAO DE ENERGIA TERMONUCLEAR DE ANGRA I E II (RJ) - NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO I 4 - INV F43 IMPLANTACAO DE REDE DE RAMAIS TER- MELETRICOS (GASODUTO) PARA ATENDI- MENTO DE PRODUTORES INDEPENDENTES DE ENERGIA TERMELETRICA, EM MANAUS (AM) F IMPLANTACAO DE REDE DE RAMAIS TERMELETRICOS (GASODUTO) PARA ATENDIMENTO DE PRODUTORES INDE- PENDENTES DE ENERGIA TERMELETRICA, EM MANAUS (AM) - NO ESTADO DO AMAZONAS GASODUTO IMPLANTADO (% DE EXECUCAO FISICA) I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. - ELETRONORTE SUBSTITUICAO DE GRUPO DE GERADORES DE VAPOR DA USINA DE ANGRA I (RJ) SUBSTITUICAO DE GRUPO DE GERADO- RES DE VAPOR DA USINA DE ANGRA I (RJ) - NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO GERADOR SUBSTITUIDO (% DE EXE- CUCAO FISICA) I 4 - INV TOTAL DA UNIDADE : R$ 25 ENERGIA 752 ENERGIA ELÉTRICA TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS 495 RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. - ELETRONORTE 1042 ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL 0 UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRAS Z AMPLIACAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DE RORAIMA (RR) Z 0014 AMPLIACAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DE RORAIMA (RR) - NO ESTADO DE RO- RAIMA CAO FISICA) I 4 - INV INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : ELETROSUL CENTRAIS ELETRICAS S.A. TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS PAMENTOS - NACIONAL MANUTENCAO E ADEQUACAO DE ATIVOS PROCESSAMENTO - NACIONAL I 4 - INV I 4 - INV ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA ENERGIA NA REGIÃO SUL INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L

3 RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO OPERACOES DE CREDITO DE LONGO PRAZO INTERNAS OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES 0 RECEITAS DE CAPITAL UNIDADE : ELETROSUL CENTRAIS ELETRICAS S.A. CAO FISICA) DQ IMPLANTACAO DO COMPLEXO HIDRELE- TRICO SAO BERNARDO COM 53 MW E SIS- TEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 34 E 69 KV, COM 43 KM DE EXTENSAO (SC) DQ 0040 IMPLANTACAO DO COMPLEXO HIDRELE- TRICO SAO BERNARDO COM 53 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 34 E 69 KV, COM 43 KM DE EXTEN- SAO (SC) - NA REGIAO SUL CAO FISICA) 6 I 4 - INV I 4 - INV INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA ESTUDOS DE VIABILIDADE PARA AMPLIA CAO DA GERACAO DE ENERGIA ELETRICA ESTUDOS DE VIABILIDADE PARA AM PLIACAO DA GERACAO DE ENERGIA ELE- TRICA - NACIONAL I 4 - INV ENERGIA NA REGIÃO SUL MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS IMOVEIS MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS IMOVEIS - NA REGIAO SUL MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS PAMENTOS - NA REGIAO SUL MANUTENCAO E ADEQUACAO DE ATIVOS PROCESSAMENTO - NA REGIAO SUL I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO D94 REFORCOS E MELHORIAS DO SISTEMA DE TRANSMISSAO DE ENERGIA NA REGIAO SUL E MATO GROSSO DO SUL D REFORCOS E MELHORIAS DO SISTEMA DE TRANSMISSAO DE ENERGIA NA RE- GIAO SUL E MATO GROSSO DO SUL - NA- CIONAL I 4 - INV MANUTENCAO DO SISTEMA DE TRANSMIS SAO DE ENERGIA ELETRICA MANUTENCAO DO SISTEMA DE TRANS MISSAO DE ENERGIA ELETRICA - NACIO- NAL I 4 - INV F91 IMPLANTACAO DA USINA HIDRELETRICA PASSO SAO JOAO COM 77 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 69 KV, COM 30 KM DE EXTENSAO (RS) F IMPLANTACAO DA USINA HIDRELETRICA PASSO SAO JOAO COM 77 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 69 KV, COM 30 KM DE EXTENSAO (RS) - NO ES- TADO DO RIO GRANDE DO SUL CAO FISICA) D6 IMPLANTACAO DA USINA HIDRELETRICA SAO DOMINGOS COM 48 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 138 KV, COM 40 KM DE EXTENSAO (MS) D IMPLANTACAO DA USINA HIDRELETRICA SAO DOMINGOS COM 48 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 138 KV, COM 40 KM DE EXTENSAO (MS) - NO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL CAO FISICA) I 4 - INV I 4 - INV UNIDADE : FURNAS - CENTRAIS ELETRICAS S.A. TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL ENERGIA ELÉTRICA GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA OPERACOES DE CREDITO DE LONGO PRAZO INTERNAS TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL UNIDADE : FURNAS - CENTRAIS ELETRICAS S.A D7 IMPLANTACAO DO COMPLEXO HIDRELE- TRICO ALTO DA SERRA COM 37,0 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 138KV, COM 54 KM DE EXTENSAO (SC) D IMPLANTACAO DO COMPLEXO HIDRELE- TRICO ALTO DA SERRA COM 37,0 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 138KV, COM 54 KM DE EXTENSAO (SC) - NO ESTADO DE SANTA CATARINA CAO FISICA) K AMPLIACAO DE SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NA REGIAO SUL (REALIZACAO DE 38 KM E REFORCOS EM 9 SUBESTACOES) K 0040 AMPLIACAO DE SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NA REGIAO SUL (REALIZACAO DE 38 KM E REFOR- COS EM 9 SUBESTACOES) - NA REGIAO SUL I 4 - INV GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA ESTUDOS DE VIABILIDADE PARA AMPLIA CAO DA GERACAO DE ENERGIA ELETRICA ESTUDOS DE VIABILIDADE PARA AM PLIACAO DA GERACAO DE ENERGIA ELE- TRICA - NACIONAL I 4 - INV ESTUDOS DE VIABILIDADE PARA AMPLIA- CAO DA TRANSMISSAO DE ENERGIA ELE- TRICA

4 ESTUDOS DE VIABILIDADE PARA AM- PLIACAO DA TRANSMISSAO DE ENERGIA ELETRICA - NACIONAL I 4 - INV ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE REFORCOS NAS TORRES DA LT 750 KV FOZ - IVAIPORA, LT IVAIPORA - ITABERA I E II E NA LT ITABERA - TIJUCO PRETO I E II, DO SISTEMA DE TRANSMISSAO DE ITAIPU REFORCOS NAS TORRES DA LT 750 KV FOZ - IVAIPORA, LT IVAIPORA - ITABERA I E II E NA LT ITABERA - TIJUCO PRETO I E II, DO SISTEMA DE TRANSMISSAO DE ITAIPU - NACIONAL CAO FISICA) I 4 - INV REFORCOS E MELHORIAS NO SISTEMA DE TRANSMISSAO NA AREA DOS ESTADOS DO RIO DE JANEIRO E DO ESPIRITO SANTO REFORCOS E MELHORIAS NO SISTEMA DE TRANSMISSAO NA AREA DOS ESTA- DOS DO RIO DE JANEIRO E DO ESPIRITO SANTO - NA REGIAO SUDESTE REFORCOS E MELHORIAS NO SISTEMA DE TRANSMISSAO NA AREA DOS ESTADOS DE GOIAS, MATO GROSSO E DO DISTRITO FE- DERAL REFORCOS E MELHORIAS NO SISTEMA DE TRANSMISSAO NA AREA DOS ESTA- DOS DE GOIAS, MATO GROSSO E DO DIS- TRITO FEDERAL - NA REGIAO CENTRO- OESTE MANUTENCAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NAS REGIOES SUDESTE E CENTRO-OESTE MANUTENCAO DO SISTEMA DE TRANS- MISSAO DE ENERGIA ELETRICA NAS RE- GIOES SUDESTE E CENTRO-OESTE - NA- CIONAL PRESERVACAO E CONSERVACAO AMBIEN- TAL DE EMPREENDIMENTOS DE GERACAO E TRANSMISSAO DE ENERGIA ELETRICA PRESERVACAO E CONSERVACAO AMBIEN- TAL DE EMPREENDIMENTOS DE GERA- CAO E TRANSMISSAO DE ENERGIA ELE- TRICA - NACIONAL A01 IMPLANTACAO DA LINHA DE TRANSMIS- SAO MACAE (RJ) - CAMPOS (RJ) E SUBES- TACOES ASSOCIADAS, 3 CIRCUITO (345 KV - 92 KM) A IMPLANTACAO DA LINHA DE TRANSMIS- SAO MACAE (RJ) - CAMPOS (RJ) E SUBES- TACOES ASSOCIADAS, 3 CIRCUITO (345 KV - 92 KM) - NO ESTADO DO RIO DE JA- NEIRO LINHA IMPLANTADA (% DE EXECU- CAO FISICA) G96 IMPLANTACAO DA USINA HIDRELETRICA BATALHA, COM 52,5 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 138 KV, COM 75 KM DE EXTENSAO - (MG/GO) G IMPLANTACAO DA USINA HIDRELETRICA BATALHA, COM 52,5 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSOCIADO EM 138 KV, COM 75 KM DE EXTENSAO - (MG/GO) - NACIONAL CAO FISICA) I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS IMOVEIS MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS IMOVEIS - NACIONAL MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS PAMENTOS - NACIONAL I 4 - INV I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ACRE - ELETROACRE TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA LUZ PARA TODOS ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL 0 UNIDADE : COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ACRE - ELETROACRE 0273 LUZ PARA TODOS G98 IMPLANTACAO DA USINA HIDRELETRICA SIMPLICIO COM 305,7 MW, PCH ANTA COM 28 MW E SISTEMA DE TRANSMISSAO ASSO- CIADO EM 138 KV, COM 120 KM DE EXTEN- SAO (MG/RJ) G IMPLANTACAO DA USINA HIDRELETRICA SIMPLICIO COM 305,7 MW, PCH ANTA COM 28 MW E SISTEMA DE TRANSMIS- SAO ASSOCIADO EM 138 KV, COM 120 KM DE EXTENSAO (MG/RJ) - NA REGIAO SU- DESTE CAO FISICA) MODERNIZACAO DA USINA HIDRELETRICA MASCARENHAS DE MORAES COM 476 MW (MG) MODERNIZACAO DA USINA HIDRELETRI- CA MASCARENHAS DE MORAES COM 476 MW (MG) - NO ESTADO DE MINAS GE- RAIS USINA MODERNIZADA (% DE EXE- CUCAO FISICA) I 4 - INV I 4 - INV X8 AMPLIACAO DA REDE RURAL DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA - LUZ PA- RA TODOS (ACRE) X AMPLIACAO DA REDE RURAL DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA - LUZ PARA TODOS (ACRE) - NO ESTADO DO ACRE UNIDADE CONSUMIDORA ATENDIDA (UNIDADE) I 4 - INV ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS AMPLIACAO DA REDE URBANA DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ACRE

5 AMPLIACAO DA REDE URBANA DE DIS- TRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ACRE - NO ESTADO DO ACRE REDE AMPLIADA (% DE EXECUCAO FISICA) I 4 - INV UNIDADE : COMPANHIA ENERGETICA DO PIAUI - CEPISA TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : COMPANHIA ENERGETICA DE ALAGOAS - CEAL TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA NA REGIÃO NORDESTE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L LUZ PARA TODOS ENERGIA NA REGIÃO NORDESTE RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA OUTRAS FONTES TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL UNIDADE : COMPANHIA ENERGETICA DE ALAGOAS - CEAL 0273 LUZ PARA TODOS XE AMPLIACAO DA REDE RURAL DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA - LUZ PA- RA TODOS (ALAGOAS) XE 0027 AMPLIACAO DA REDE RURAL DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA - LUZ PARA TODOS (ALAGOAS) - NO ESTADO DE ALAGOAS UNIDADE CONSUMIDORA ATENDIDA (UNIDADE) I 4 - INV ENERGIA NA REGIÃO NORDESTE AMPLIACAO DA REDE URBANA DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTA- DO DE ALAGOAS AMPLIACAO DA REDE URBANA DE DIS- TRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DE ALAGOAS - NO ESTADO DE ALAGOAS REDE AMPLIADA (% DE EXECUCAO FISICA) MANUTENCAO DA REDE URBANA DE DIS- TRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ES- TADO DE ALAGOAS MANUTENCAO DA REDE URBANA DE DISTRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DE ALAGOAS - NO ESTADO DE ALAGOAS I 4 - INV I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : COMPANHIA ENERGETICA DO PIAUI - CEPISA 0294 ENERGIA NA REGIÃO NORDESTE D89 REFORCOS E MELHORIAS NO SISTEMA DE TRANSMISSAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DO PIAUI D REFORCOS E MELHORIAS NO SISTEMA DE TRANSMISSAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DO PIAUI - NO ESTADO DO PIAUI D91 MANUTENCAO DA REDE URBANA DE DIS- TRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ES- TADO DO PIAUI D MANUTENCAO DA REDE URBANA DE DISTRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DO PIAUI - NO ESTADO DO PIAUI AMPLIACAO DA REDE URBANA DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTA- DO DO PIAUI AMPLIACAO DA REDE URBANA DE DIS- TRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DO PIAUI - NO ESTADO DO PIAUI REDE AMPLIADA (% DE EXECUCAO FISICA) NT MODERNIZACAO E ADEQUACAO DE SISTE- MA DE COMERCIALIZACAO E DISTRIBUI- CAO - REDUCAO DE PERDAS TECNICAS E COMERCIAIS NA AREA DE CONCESSAO DA CEPISA NT 0022 MODERNIZACAO E ADEQUACAO DE SIS- TEMA DE COMERCIALIZACAO E DISTRI- BUICAO - REDUCAO DE PERDAS TECNI- CAS E COMERCIAIS NA AREA DE CON- CESSAO DA CEPISA - NO ESTADO DO PIAUI CONSUMIDOR REGULARIZADO (UNI- DADE) AMPLIACAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DO PIAUI AMPLIACAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DO PIAUI - NO ESTADO DO PIAUI CAO FISICA) I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS IMOVEIS MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS IMOVEIS - NO ESTADO DO PIAUI I 4 - INV

6 MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS PAMENTOS - NO ESTADO DO PIAUI I 4 - INV UNIDADE : COMPANHIA DE GERACAO TERMICA DE ENERGIA ELETRICA - CGTEE MANUTENCAO E ADEQUACAO DE ATIVOS PROCESSAMENTO - NO ESTADO DO PIAUI I 4 - INV ENERGIA NA REGIÃO SUL TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS DE RONDONIA S.A. - CERON TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS DE RONDONIA S.A. - CERON 1042 ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS MANUTENCAO DO SISTEMA DE DISTRIBUI- CAO DE ENERGIA ELETRICA EM RONDO- NIA MANUTENCAO DO SISTEMA DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA EM RON- DONIA - NO ESTADO DE RONDONIA AMPLIACAO DA REDE URBANA DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA EM RON- DONIA AMPLIACAO DA REDE URBANA DE DIS- TRIBUICAO DE ENERGIA ELETRICA EM RONDONIA - NO ESTADO DE RONDONIA REDE AMPLIADA (% DE EXECUCAO FISICA) I 4 - INV I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : COMPANHIA DE GERACAO TERMICA DE ENERGIA ELETRICA - CGTEE TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA NA REGIÃO SUL RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES 0 RECEITAS DE CAPITAL IMPLANTACAO DA USINA TERMELETRICA CANDIOTA III, FASE C, COM 350 MW (RS) IMPLANTACAO DA USINA TERMELETRICA CANDIOTA III, FASE C, COM 350 MW (RS) - NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CAO FISICA) I 4 - INV I TOTAL - INVESTIMENTO PROGRAMA DE TRABALHO (CANCELAMENTO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 25 ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA /SUBFUNCOES 25 ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA LUZ PARA TODOS GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA ENERGIA NA REGIÃO NORDESTE ENERGIA NA REGIÃO SUL ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE ENERGIA NA REGIÃO NORTE 0807 INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS QUADRO SINTESE POR ORGAO MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA RECURSOS DE CAPITAL - ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PRÓPRIOS GERAÇÃO PRÓPRIA OPERAÇÕES DE CRÉDITO DE LONGO PRAZO INTERNAS OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL I TOTAL DO ORGAO : R$ ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA LUZ PARA TODOS GESTÃO DA POLÍTICA DE ENERGIA ENERGIA NA REGIÃO NORDESTE ENERGIA NA REGIÃO SUL ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE ENERGIA NA REGIÃO NORTE 0807 INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS QUADRO SINTESE POR UNIDADES ORCAMENTARIAS ELETROBRAS TERMONUCLEAR S.A. - ELETRONUCLEAR CENTRAIS ELETRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. - ELETRONORTE ELETROSUL CENTRAIS ELETRICAS S.A COMPANHIA HIDRO ELETRICA DO SAO FRANCISCO - CHESF FURNAS - CENTRAIS ELETRICAS S.A

7 32267 COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ACRE - ELETROACRE COMPANHIA ENERGETICA DO PIAUI - CEPISA CENTRAIS ELETRICAS DE RONDONIA S.A. - CERON COMPANHIA DE GERACAO TERMICA DE ENERGIA ELETRICA - CGTEE RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA OPERACOES DE CREDITO DE LONGO PRAZO INTERNAS OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL UNIDADE : ELETROBRAS TERMONUCLEAR S.A. - ELETRONUCLEAR I UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. - ELETRONORTE I 0297 ENERGIA NA REGIÃO NORTE C47 REFORCOS E MELHORIAS NO SISTEMA DE TRANSMISSAO DA REGIAO NORTE C REFORCOS E MELHORIAS NO SISTEMA DE TRANSMISSAO DA REGIAO NORTE - NA REGIAO NORTE I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO OPERACOES DE CREDITO DE LONGO PRAZO INTERNAS TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES 0 RECEITAS DE CAPITAL UNIDADE : ELETROBRAS TERMONUCLEAR S.A. - ELETRONUCLEAR I 0296 ENERGIA NAS REGIÕES SUDESTE E CENTRO-OESTE UNIDADE : ELETROSUL CENTRAIS ELETRICAS S.A. I TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA NA REGIÃO SUL RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL 0 UNIDADE : ELETROSUL CENTRAIS ELETRICAS S.A. I E88 IMPLANTACAO DA USINA TERMONUCLEAR DE ANGRA III COM MW (RJ) E IMPLANTACAO DA USINA TERMONU CLEAR DE ANGRA III COM MW (RJ) - NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CAO FISICA) I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS DO NORTE DO BRASIL S.A. - ELETRONORTE 0295 ENERGIA NA REGIÃO SUL O50 AMPLIACAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NA REGIAO SUL E MATO GROSSO DO SUL O AMPLIACAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA NA REGIAO SUL E MATO GROSSO DO SUL - NA RE- GIAO SUL CAO FISICA) I 4 - INV I TOTAL DA UNIDADE : R$ 25 ENERGIA 752 ENERGIA ELÉTRICA 0297 ENERGIA NA REGIÃO NORTE 495 RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : COMPANHIA HIDRO ELETRICA DO SAO FRANCISCO - CHESF I TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA

8 MODERNIZACAO DA USINA HIDRELETRICA LUIZ CARLOS BARRETO DE CARVALHO COM MW (MG) MODERNIZACAO DA USINA HIDRELETRI- CA LUIZ CARLOS BARRETO DE CARVA- LHO COM MW (MG) - NO ESTADO DE MINAS GERAIS USINA MODERNIZADA (% DE EXE- CUCAO FISICA) I 4 - INV INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO CAO FISICA) INTERLIGACAO DOS SISTEMAS ISOLADOS DE DISTRIBUICAO (SUBESTACOES DE 34,5/13,8 KV) AO SISTEMA RIO BRANCO (AC) INTERLIGACAO DOS SISTEMAS ISOLADOS DE DISTRIBUICAO (SUBESTACOES DE 34,5/13,8 KV) AO SISTEMA RIO BRANCO (AC) - NO ESTADO DO ACRE SISTEMA INTERLIGADO (% DE EXE- CUCAO FISICA) 26 I 4 - INV I 4 - INV MANUTENCAO E ADEQUACAO DE ATIVOS PROCESSAMENTO - NACIONAL I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ACRE - ELETROACRE I TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L UNIDADE : COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ACRE - ELETROACRE I 0807 INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS PAMENTOS - NO ESTADO DO ACRE MANUTENCAO E ADEQUACAO DE ATIVOS PROCESSAMENTO - NO ESTADO DO ACRE I 4 - INV I 4 - INV ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : COMPANHIA ENERGETICA DO PIAUI - CEPISA I TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA LUZ PARA TODOS RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL UNIDADE : COMPANHIA ENERGETICA DO PIAUI - CEPISA I 0273 LUZ PARA TODOS YL AMPLIACAO DA REDE RURAL DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA - LUZ PA- RA TODOS (PIAUI) YL 0022 AMPLIACAO DA REDE RURAL DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA - LUZ PARA TODOS (PIAUI) - NO ESTADO DO PIAUI UNIDADE CONSUMIDORA ATENDIDA (UNIDADE) I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS DE RONDONIA S.A. - CERON MANUTENCAO DE SISTEMA DE DISTRIBUI- CAO DE ENERGIA ELETRICA NO ESTADO DO ACRE MANUTENCAO DE SISTEMA DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA NO ES- TADO DO ACRE - NO ESTADO DO ACRE D IMPLANTACAO DA SUBESTACAO TAQUARI COM 69/138 KV (AC) D 0012 IMPLANTACAO DA SUBESTACAO TAQUA- RI COM 69/138 KV (AC) - NO ESTADO DO ACRE I 4 - INV I TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA LUZ PARA TODOS ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS

9 495 RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO UNIDADE : COMPANHIA DE GERACAO TERMICA DE ENERGIA ELETRICA - CGTEE TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA OUTROS RECURSOS DE LONGO PRAZO CONTROLADORA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL UNIDADE : CENTRAIS ELETRICAS DE RONDONIA S.A. - CERON I 0273 LUZ PARA TODOS I TOTAL DA UNIDADE : R$ ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA NA REGIÃO SUL INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO TO TA L RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO RECURSOS PROPRIOS GERACAO PROPRIA TOTAL DA RECEITA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL 0 UNIDADE : COMPANHIA DE GERACAO TERMICA DE ENERGIA ELETRICA - CGTEE XI AMPLIACAO DA REDE RURAL DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA - LUZ PA- RA TODOS (RONDONIA) XI 0011 AMPLIACAO DA REDE RURAL DE DISTRI- BUICAO DE ENERGIA ELETRICA - LUZ PARA TODOS (RONDONIA) - NO ESTADO DE RONDONIA UNIDADE CONSUMIDORA ATENDIDA (UNIDADE) I 4 - INV I 0295 ENERGIA NA REGIÃO SUL ENERGIA NOS SISTEMAS ISOLADOS MANUTENCAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO EM RONDONIA MANUTENCAO DO SISTEMA DE TRANS- MISSAO EM RONDONIA - NO ESTADO DE RONDONIA I 4 - INV ADEQUACAO AMBIENTAL DA USINA TER- MELETRICA PRESIDENTE MEDICI, FASES A E B, EM CANDIOTA (RS) ADEQUACAO AMBIENTAL DA USINA TER- MELETRICA PRESIDENTE MEDICI, FASES A E B, EM CANDIOTA (RS) - NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CAO FISICA) I 4 - INV INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS EM INFRA-ESTRUTURA DE APOIO O6 MODERNIZACAO E ADEQUACAO DE SISTE- MA DE COMERCIALIZACAO E DISTRIBUI- CAO - REDUCAO DE PERDAS TECNICAS E COMERCIAIS NA AREA DE CONCESSAO DA CERON (RO) O MODERNIZACAO E ADEQUACAO DE SIS- TEMA DE COMERCIALIZACAO E DISTRI- BUICAO - REDUCAO DE PERDAS TECNI- CAS E COMERCIAIS NA AREA DE CON- CESSAO DA CERON (RO) - NO ESTADO DE RONDONIA CONSUMIDOR REGULARIZADO (UNI- DADE) AMPLIACAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA EM RONDO- NIA AMPLIACAO DO SISTEMA DE TRANSMIS- SAO DE ENERGIA ELETRICA EM RONDO- NIA - NO ESTADO DE RONDONIA CAO FISICA) 24 I 4 - INV I 4 - INV MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS IMOVEIS MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS IMOVEIS - NA REGIAO SUL MANUTENCAO E ADEQUACAO DE BENS PAMENTOS - NA REGIAO SUL MANUTENCAO E ADEQUACAO DE ATIVOS PROCESSAMENTO - NA REGIAO SUL I 4 - INV I 4 - INV I 4 - INV TOTAL - INVESTIMENTO TOTAL - INVESTIMENTO

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 09 PREVIDÊNCIA SOCIAL 20.000.000 20 AGRICULTURA 2.118.000 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 867.840 25 ENERGIA 707.561.300 26 TRANSPORTE 112.420.091

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 20 AGRICULTURA 58.000 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 5.450.000 25 ENERGIA 288.428.769 26 TRANSPORTE 400.712.362 TOTAL - GERAL 694.649.131

Leia mais

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 2.760.000 25 ENERGIA 178. 311. 716 26 TRANSPORTE 76.096.395 TOTAL GERAL 257. 168. 111 752 ENERGIA ELÉTRICA

Leia mais

ELETROBRAS Investimentos 1º bimestre

ELETROBRAS Investimentos 1º bimestre ELETROBRAS Investimentos 1º bimestre Ação Autorizado Realizado IMPLANTAÇÃO DA USINA TERMONUCLEAR DE ANGRA III, COM 1.309 MW (RJ) 2.110.817.554,00 78.423.005,00 DE ENERGIA ELÉTRICA NA REGIÃO NORDESTE 629.144.814,00

Leia mais

QUADRO SINTESE POR FUNCOES 3000000 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 31527800 694 SERVIÇOS FINANCEIROS 31527800 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 3000000

QUADRO SINTESE POR FUNCOES 3000000 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 31527800 694 SERVIÇOS FINANCEIROS 31527800 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 3000000 FONTES R$ 1,00 FUNCOES 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 25 ENERGIA 694 SERVIÇOS FINANCEIROS 752 ENERGIA ELÉTRICA FUNCOES/ 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 694 SERVIÇOS FINANCEIROS 25 ENERGIA 752 ENERGIA ELÉTRICA 0295 ENERGIA

Leia mais

TOTAL DA UNIDADE : R$ 10.182.580 QUADRO SINTESE POR PROGRAMAS ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA

TOTAL DA UNIDADE : R$ 10.182.580 QUADRO SINTESE POR PROGRAMAS ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA ORGAO : 25000 - MINISTERIO DA FAZENDA 495 RECURSOS DO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 11. 3 8 2. 5 8 0 TO TA L 11. 3 8 2. 5 8 0 QUADRO SINTESE POR RECEITA 6.0.0.0.00.00 RECURSOS DE CAPITAL - ORCAMENTO DE INVESTIMENTO 1.200.000 6.1.0.0.00.00 RECURSOS

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS - 2006. Principais Grupos

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS - 2006. Principais Grupos Principais Grupos Empresas correntes 2003 2004 2005 2006 Realizado Realizado Realizado LOA Setor Produtivo Estatal 17.301 18.285 20.554 31.404 - Grupo PETROBRAS (No País) 13.839 14.960 16571 24.095 - Grupo

Leia mais

I 4 - INV 4 90 0 495 110.099.314

I 4 - INV 4 90 0 495 110.099.314 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 256.092.869 26 TRANSPORTE 468.989.333 TOTAL - GERAL 725.082.202 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 21.077.996 126 TECNOLOGIA

Leia mais

32228 - Furnas Centrais Elétricas S.A.

32228 - Furnas Centrais Elétricas S.A. Quadro Síntese - Função, Subfunção e Programa Total Órgão Total Unidade Função Total Subfunção Total Programa Total 25. Energia 752. Energia Elétrica 0292. Energia nos Eixos do Centro-oeste 17.976.432

Leia mais

ÍNDICE ANEXOS. 3.2 - Caracterização do Empreendedor... 1/4. a. Identificação do Empreendedor... 1/4. b. Informações sobre o Empreendedor...

ÍNDICE ANEXOS. 3.2 - Caracterização do Empreendedor... 1/4. a. Identificação do Empreendedor... 1/4. b. Informações sobre o Empreendedor... 2517-00-EIA-RL-0001-02 Março de 2014 Rev. nº 01 LT 500 KV MANAUS BOA VISTA E SUBESTAÇÕES ASSOCIADAS ÍNDICE 3.2 - Caracterização do Empreendedor... 1/4 a. Identificação do Empreendedor... 1/4 b. Informações

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS TOMADA DE PREÇOS N 01/2010 ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 2 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA...3 3. CONTEXTO...4

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 7.938 0,37 0 0,00-7.938 0,37

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E RELACIONADOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA 2007 ANEXO III RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA 2007

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA 2007 ANEXO III RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA 2007 LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA 2007 ANEXO III RELAÇÃO DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES AO PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA 2007 XIX - Orçamento de Investimento, indicando, por empresa, as fontes de financiamento,

Leia mais

Programas de Gestão e Manutenção

Programas de Gestão e Manutenção LDO2015, Anexo I, Inciso XIV Programa: 0781 Infraestrutura de Instituições Financeiras Oficiais do Programa Constante da LOA: 2.742.392.868 25000 Ministério da Fazenda 3252 Instalação de Pontos de Atendimento

Leia mais

Concessões de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica: Perguntas e Respostas

Concessões de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica: Perguntas e Respostas Concessões de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica: Perguntas e Respostas Perguntas mais frequentes sobre o marco institucional das Concessões Vincendas de Energia Elétrica Setembro

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DOS SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

16.000.000 16.000.000 F 5 2 90 0 3 11 16.000.000

16.000.000 16.000.000 F 5 2 90 0 3 11 16.000.000 0233 CORREDOR MERCOSUL 12.000.000 26 782 0233 111T CONSTRUCAO DE TRECHO RODOVIARIO - SAO MIGUEL DO OESTE - FRONTEIRA BRASIL/ARGENTINA - NA BR- 282 - NO ESTADO DE SANTA CATARINA 26 782 0233 111T 0101 CONSTRUCAO

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS E DE CONSULTORIA EM GESTÃO EMPRESARIAL POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO ATIVIDADES DE SEDES DE EMPRESAS

Leia mais

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados Norte 0 0,00 0 0 0 0,00 Rondônia

Leia mais

Energia Elétrica Investimentos e Oportunidades. Junho 2011

Energia Elétrica Investimentos e Oportunidades. Junho 2011 Energia Elétrica Investimentos e Oportunidades Junho 2011 Agenda 1. O Sistema Eletrobras 2. Oportunidades no Brasil 3. Oportunidades no Exterior S/A A Eletrobras Maior empresa de energia elétrica da América

Leia mais

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DE ATIVIDADES DE PRESTAÇÃO DE DE INFORMAÇÃO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA -

Leia mais

Socioambiental. Socioambiental

Socioambiental. Socioambiental Relatório 2007 2007 Relatório Socioambiental Socioambiental Mensagem do Presidente Relatório Socioambiental do Mensagem do Presidente 4 José Antonio Muniz Presidente da Eletrobrás A Eletrobrás vive um

Leia mais

ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS. Empresa do Setor Produtivo Empresa do Setor Financeiro

ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS. Empresa do Setor Produtivo Empresa do Setor Financeiro ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS Empresa do Setor Produtivo Empresa do Setor Financeiro EMPRESA DO SETOR PRODUTIVO ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO 2016 22000

Leia mais

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos

Grandes Regiões e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos e Unidades da Federação: Esperança de vida ao nascer segundo projeção populacional: 1980, 1991-2030 - Ambos os sexos Unidades da Federação 1980 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002

Leia mais

ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 UNIDADE : 36201 - FUNDACAO OSWALDO CRUZ ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) 1201 CIENCIA, TECNOLOGIA E INOVACAO EM SAUDE 17602000 P R O J E TO S 489000 10 571 1201 11PJ ESTRUTURACAO

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO - Exercício 2004 - Fontes de financiamento dos investimentos, por empresa... Página 1 de 9

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO - Exercício 2004 - Fontes de financiamento dos investimentos, por empresa... Página 1 de 9 Departamento de Coordenação e Controle das 22208 Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S.A. 6.0.0.0.00.00 Recursos de Capital - Orçamento de Investimento 9.547 6.1.0.0.00.00 Recursos Próprios 9.547

Leia mais

FLUXO MANUTENÇÃO, REPARAÇÃO E INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO MANUTENÇÃO, REPARAÇÃO E INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO MANUTENÇÃO, REPARAÇÃO E INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO MANUTENÇÃO, REPARAÇÃO E INSTALAÇÃO

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ENERGIA EÓLICA NA OFERTA DE ENERGIA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL

A IMPORTÂNCIA DA ENERGIA EÓLICA NA OFERTA DE ENERGIA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL A IMPORTÂNCIA DA ENERGIA EÓLICA NA OFERTA DE ENERGIA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL São Paulo, 03 de junho de 2008 Sistema Elétrico Brasileiro e o Sistema ELETROBRÁS Linhas de Transmissão SIN Capacidade

Leia mais

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX

LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX LEVANTAMENTO FISCAL SITE KADOX SUMÁRIO 1 ICMS 1.1 CONTRIBUINTE 1.2 FATO GERADOR DO IMPOSTO 1.3 BASE DE CÁLCULO DO IMPOSTO 1.4 REDUÇÃO DA BASE DE CÁLCULO 1.5 CARTA DE CORREÇÃO 1.6 CÓDIGO DA SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

FLUXO TELECOMINICAÇÕES COM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TELECOMINICAÇÕES COM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES COM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES COM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, REBOQUES E CARROCERIAS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO

Leia mais

Ministério de Minas e Energia Consultoria Jurídica

Ministério de Minas e Energia Consultoria Jurídica Ministério de Minas e Energia Consultoria Jurídica LEI N o 5.899, DE 5 DE JULHO DE 1973. Dispõe sobre a aquisição dos serviços de eletricidade da ITAIPU e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA,

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL 11/1/2010

ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL 11/1/2010 ANÁLISE COMPARATIVA SALARIAL PROFESSORES DAS REDES ESTADUAIS NO BRASIL A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO SINDICATO APEOC DE CONSTRUIR A ADEQUAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS TRABALHADORES

Leia mais

Boletim Informativo. Junho de 2015

Boletim Informativo. Junho de 2015 Boletim Informativo Junho de 2015 Extrato Geral Brasil 1 EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 227.679.854 ha 57,27% Número de Imóveis cadastrados: 1.727.660 Observações: Dados obtidos do Sistema de Cadastro

Leia mais

Levantamento Nacional do Transporte Escolar Dados por Região: NORTE

Levantamento Nacional do Transporte Escolar Dados por Região: NORTE Levantamento Nacional do Transporte Escolar Dados por Região: NORTE Um total de 131 municípios da região Norte participou do Levantamento Nacional do Transporte Escolar. No Acre, 36% dos municípios responderam

Leia mais

ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES ENERGIAS ALTERNATIVAS E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO LIMPAS: DESAFIOS E OPORTUNIDADES FONTES DE ENERGIA Hídrica Eólica Biomassa Solar POTENCIAL HÍDRICO Fonte: Eletrobras, 2011. APROVEITAMENTO DO POTENCIAL HIDRELÉTRICO

Leia mais

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008

Tabela 1 - Conta de produção por operações e saldos, segundo as Grandes Regiões e as Unidades da Federação - 2004-2008 (continua) Produção 5 308 622 4 624 012 4 122 416 3 786 683 3 432 735 1 766 477 1 944 430 2 087 995 2 336 154 2 728 512 Consumo intermediário produtos 451 754 373 487 335 063 304 986 275 240 1 941 498

Leia mais

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado

Boletim Informativo. Maio de 2015. * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Boletim Informativo Maio de 2015 * Errata: Tabela Fonte de Dados - Por Estado Extrato Geral Brasil EXTRATO BRASIL ÁREA ** 397.562.970 ha 212.920.419 ha 53,56 % Número de Imóveis cadastrados: 1.530.443

Leia mais

Empresas participantes do Programa Pró-equidade de Gênero e Raça 5ª edição

Empresas participantes do Programa Pró-equidade de Gênero e Raça 5ª edição Empresas participantes do Programa Pró-equidade de Gênero e Raça 5ª edição 1 AC Eletrobrás Distribuição Acre - Pública (Empresa de Economia Mista) 2 AL Eletrobrás Distribuição Alagoas Economia Mista 3

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR E G R M I F FUNC PROGRAMATICA PROGRAMA/ACAO/SUBTITULO/PRODUTO S N P O U T VALOR F D D E 0083 PREVIDENCIA SOCIAL BASICA 48553400

CREDITO SUPLEMENTAR E G R M I F FUNC PROGRAMATICA PROGRAMA/ACAO/SUBTITULO/PRODUTO S N P O U T VALOR F D D E 0083 PREVIDENCIA SOCIAL BASICA 48553400 ORGAO : 33000 - MINISTERIO DA PREVIDENCIA SOCIAL UNIDADE : 33201 - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL ANEXO CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,

Leia mais

Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais. IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11

Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais. IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11 Energia para Novos Tempos Ambiente Regulatório e Atração de Recursos Internacionais IV Conferência Anual da RELOP Brasília DF 30/06/11 Sinval Zaidan Gama Superintendente de Operações no Exterior Atuacão

Leia mais

FLUXO FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS, APARELHOS E MATERIAIS ELÉTRICOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS, APARELHOS E MATERIAIS ELÉTRICOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO FABRICAÇÃO DE MÁQUINAS, APARELHOS E MATERIAIS ELÉTRICOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DAPARAÍBA

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 26 TRANSPORTE 116. 408. 996

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 26 TRANSPORTE 116. 408. 996 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 26 TRANSPORTE 11 6. 4 0 8. 9 9 6 784 TRANSPORTE HIDROVIÁRIO 11 6. 4 0 8. 9 9 6 /SUBFUNCOES 26 TRANSPORTE 116. 408. 996 784 TRANSPORTE

Leia mais

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E COMPLEMENTARES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

Leia mais

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015. Perspectivas da economia / Comprometimento de renda. Novembro/2015. Copyright Boa Vista SCPC 1

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015. Perspectivas da economia / Comprometimento de renda. Novembro/2015. Copyright Boa Vista SCPC 1 Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Perspectivas da economia / Comprometimento de renda Novembro/2015 Copyright Boa Vista SCPC 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: Pesquisa para

Leia mais

Contas Regionais do Brasil 2010

Contas Regionais do Brasil 2010 Diretoria de Pesquisas Contas Regionais do Brasil 2010 Coordenação de Contas Nacionais frederico.cunha@ibge.gov.br alessandra.poca@ibge.gov.br Rio, 23/11/2012 Contas Regionais do Brasil Projeto de Contas

Leia mais

As empresas Eletrobras

As empresas Eletrobras Perfil da empresa As empresas Eletrobras atuam na geração, transmissão e distribuição de energia elétrica no território brasileiro. São apresentadas nesta seção as organizações que compõem o conjunto empresarial,

Leia mais

Relação, por lote, das empresas e dos consórcios interessados na préqualificação. Interligação Acre Rondônia Mato Grosso 230 kv, constituído por:

Relação, por lote, das empresas e dos consórcios interessados na préqualificação. Interligação Acre Rondônia Mato Grosso 230 kv, constituído por: Relação, por lote, das empresas e dos consórcios interessados na préqualificação ao leilão de transmissão LOTE A Interligação Acre Rondônia Mato Grosso 230 kv, constituído por: LT Jauru (MT) Vilhena (RO)

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 UNIDADE : 26101 - MINISTERIO DA EDUCACAO 0681 GESTAO DA PARTICIPACAO EM ORGANISMOS INTERNACIONAIS 4.200.000 12 212 0681 0057 CONTRIBUICAO A ORGANIZACAO DOS ESTADOS IBERO- AMERICANOS PARA A EDUCACAO, A

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 ORGAO : 36000 - MINISTERIO DA SAUDE UNIDADE : 36211 - FUNDACAO NACIONAL DE SAUDE ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 E G R M I F FUNC.

Leia mais

ASPECTOS LEGAIS E CONSTITUCIONAIS ACERCA DAS CONCESSÕES DE ENERGIA ELÉTRICA A VENCER EM 2015

ASPECTOS LEGAIS E CONSTITUCIONAIS ACERCA DAS CONCESSÕES DE ENERGIA ELÉTRICA A VENCER EM 2015 ESTUDO ASPECTOS LEGAIS E CONSTITUCIONAIS ACERCA DAS CONCESSÕES DE ENERGIA ELÉTRICA A VENCER EM 2015 Wagner Marques Tavares Consultor Legislativo da Área XII Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos ESTUDO

Leia mais

ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS. Empresas do Setor Produtivo. Empresas do Setor Financeiro

ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS. Empresas do Setor Produtivo. Empresas do Setor Financeiro ANEXO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA DE DISPÊNDIOS GLOBAIS DAS EMPRESAS ESTATAIS Empresas do Setor Produtivo Empresas do Setor Financeiro EMPRESA DO SETOR PRODUTIVO DEMONSTRATIVO SINTÉTICO DO PROGRAMA

Leia mais

VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO

VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO VOLUME VI ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO I - QUADROS ORÇAMENTÁRIOS CONSOLIDADOS Quadro Síntese do Orçamento de Investimento LDO - 2007, Anexo II, Inciso XIII. Código / Especificação VALOR Total da Despesa

Leia mais

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO - 2006

EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO - 2006 Discriminação por Função PLOA Participação % Energia 37.212 89,2 Comércio e Serviços 2.969 7,1 Comunicações 632 1,5 Transporte 453 1,1 Indústria 269 0,6 Previdência Social 150 0,4 Agricultura 11 0,0 Total

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTOS ORÇAMENTO DA UNÃO EXERCÍCO FNANCERO DE 13 ORÇAMENTO DE NVESTMENTOS VOLUME V Quadro Síntese do Orçamento de nvestimento LDO-13, Anexo, nciso XX R$ 1, Código/Especificação VALOR Total da Despesa 11.65.735.863

Leia mais

1º Encontro de Fornecedores da Eletrosul. Novembro/2010 Diretoria de Gestão Administrativa e Financeira - DG

1º Encontro de Fornecedores da Eletrosul. Novembro/2010 Diretoria de Gestão Administrativa e Financeira - DG 1º Encontro de Fornecedores da Eletrosul Novembro/2010 Diretoria de Gestão Administrativa e Financeira - DG Eletronorte Ceron Eletroacre Amazonas Energia Distribuição Roraima Chesf Cepisa Ceal Sistema

Leia mais

46.051 46.051 S 3 1 90 0 100 46.051

46.051 46.051 S 3 1 90 0 100 46.051 UNIDADE : 14102 - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ACRE UNIDADE : 14105 - TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA BAHIA 0570 GESTAO DO PROCESSO ELEITORAL 50.468 0570 GESTAO DO PROCESSO ELEITORAL 107.350 50.468 RES,

Leia mais

FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS TRANSPORTES POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO DO ARMAZENAMENTO E ATIVIDADES AUXILIARES DOS POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

28/03/2014 a 27/03/2015 28/03/2015 a 27/03/2016. 24/07/2014 a 23/07/2015 24/07/2014 a 23/07/2015. 17/03/2011 a 16/03/2012 17/03/2015 a 17/03/2016

28/03/2014 a 27/03/2015 28/03/2015 a 27/03/2016. 24/07/2014 a 23/07/2015 24/07/2014 a 23/07/2015. 17/03/2011 a 16/03/2012 17/03/2015 a 17/03/2016 C O N T R A T O S DE I N T E G R A N T E S DO S I C O M COM A G Ê N C I A S DE P R O P A G A N D A 15.000.000,00 AGÊNCIA NACIONAL DE CINEMA - ANCINE DDB Brasil Publicidade Ltda 27/12/2013 a 26/12/2014

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 ORGAO : 36000 - MINISTERIO DA SAUDE UNIDADE : 36211 - FUNDACAO NACIONAL DE SAUDE ANEXO I CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 E G R M I F FUNC.

Leia mais

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO TELECOMINICAÇÕES SEM FIO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

Empresas participantes da 6ª Edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça:

Empresas participantes da 6ª Edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça: Empresas participantes da 6ª Edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça: 1. AC Eletrobras Distribuição Acre 2. AL Eletrobras Distribuição Alagoas 3. AL Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009

FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE TRANSPORTES TERRESTRE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA

Leia mais

ORGAO : 36000 - MINISTERIO DA SAUDE UNIDADE : 36211 - FUNDACAO NACIONAL DE SAUDE 1036 INTEGRACAO DE BACIAS HIDROGRAFICAS 17.280.

ORGAO : 36000 - MINISTERIO DA SAUDE UNIDADE : 36211 - FUNDACAO NACIONAL DE SAUDE 1036 INTEGRACAO DE BACIAS HIDROGRAFICAS 17.280. ORGAO : 36000 - MINISTERIO DA SAUDE UNIDADE : 36211 - FUNDACAO NACIONAL DE SAUDE 1036 INTEGRACAO DE BACIAS HIDROGRAFICAS 17.280.000 ANEXO I 0122 SERVICOS URBANOS DE AGUA E ESGOTO 151.620.000 10 512 0122

Leia mais

Plano de Expansão e Melhorias do Setor Elétrico do Estado do Amazonas MME. Ministério de Minas e Energia. Ministro Eduardo Braga 10 de Abril de 2015

Plano de Expansão e Melhorias do Setor Elétrico do Estado do Amazonas MME. Ministério de Minas e Energia. Ministro Eduardo Braga 10 de Abril de 2015 MME Ministério de Minas e Energia Plano de Expansão e Melhorias do Setor Elétrico do Estado do Amazonas Ministro Eduardo Braga 10 de Abril de 2015 Objetivo do Plano 1 1 2 3 Melhorar o suprimento de energia

Leia mais

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2016

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2016 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE ORÇAMENTO FEDERAL ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2016 PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA VOLUME VI Orçamento

Leia mais

Energia para Novos Tempos. O papel da Eletrobras no Setor Elétrico

Energia para Novos Tempos. O papel da Eletrobras no Setor Elétrico Energia para Novos Tempos O papel da Eletrobras no Setor Elétrico MAIO 2011 Disclaimer Esta apresentação pode conter certas estimativas e projeções. Tais estimativas e projeções não são declarações de

Leia mais

O QUE É. Uma política de governo para redução da pobreza e da fome utilizando a energia como vetor de desenvolvimento. Eletrobrás

O QUE É. Uma política de governo para redução da pobreza e da fome utilizando a energia como vetor de desenvolvimento. Eletrobrás O QUE É Uma política de governo para redução da pobreza e da fome utilizando a energia como vetor de desenvolvimento 1 QUEM SÃO Total de Pessoas: 12.023.703 84% Rural 16% Urbano Total: 10.091.409 Total:

Leia mais

PROPOSTA I - PLR 2014

PROPOSTA I - PLR 2014 PROPOSTA A presente proposta, de acordo com o parágrafo 3º do artigo 614 da CLT, está estruturada em três módulos (i) PLR 2014; (ii) PLR 2015 e 2016; e (iii) Termo de Compromisso com Premissas Orientativas

Leia mais

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009

FLUXO CONSTRUÇÃO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUÇÃO, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 FLUXO - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS PARA, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA 2009 Entradas e Saídas de Mercadorias Base 2009 FLUXO DE, POR UNIDADE DA FEDERAÇÃO NO ESTADO DA PARAÍBA - 2009 Estados

Leia mais

FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing

FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing FACULDADE BOA VIAGEM (FBV) Gestão de Marketing Edson José de Lemos Júnior Ermeson Gomes da Silva Jardson Prado Coriolano da Silva Marcos Antonio Santos Marinho Rosinaldo Ferreira da Cunha RELATÓRIO GERENCIAL

Leia mais

Boletim Informativo* Agosto de 2015

Boletim Informativo* Agosto de 2015 Boletim Informativo* Agosto de 2015 *Documento atualizado em 15/09/2015 (Erratas páginas 2, 3, 4 e 9) EXTRATO GERAL BRASIL 1 EXTRATO BRASIL 396.399.248 ha 233.712.312 ha 58,96% Número de Imóveis Cadastrados²:

Leia mais

Número 24. Carga horária de trabalho: evolução e principais mudanças no Brasil

Número 24. Carga horária de trabalho: evolução e principais mudanças no Brasil Número 24 Carga horária de trabalho: evolução e principais mudanças no 29 de julho de 2009 COMUNICADO DA PRESIDÊNCIA Carga horária de trabalho: evolução e principais mudanças no 2 1. Apresentação Este

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO TERMO ADITIVO AO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO NACIONAL referente ao biênio 2016/2018 que entre si firmam, de um lado, Centrais Elétricas Brasileiras S/A ELETROBRAS, Companhia Hidro Elétrica do São Francisco

Leia mais

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015

Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015 Hábitos de Consumo e Compras Fim de ano e Natal 2015 Novembro/2015 Copyright Boa Vista SCPC 1 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: Pesquisa para mapear os hábitos de consumo e compras para época

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR 0083 PREVIDENCIA SOCIAL BASICA 68.062.776 AT I V I D A D E S

CREDITO SUPLEMENTAR 0083 PREVIDENCIA SOCIAL BASICA 68.062.776 AT I V I D A D E S ORGAO : 33000 - MINISTERIO DA PREVIDENCIA SOCIAL UNIDADE : 33201 - INSTITUTO NACIO DO SEGURO SOCIAL 0083 PREVIDENCIA SOCIAL BASICA 68.062.776 09 271 0083 2A57 REMUNERACAO DOS SERVICOS POSTAIS 38.000.000

Leia mais

Comentários sobre os Indicadores de Mortalidade

Comentários sobre os Indicadores de Mortalidade C.1 Taxa de mortalidade infantil O indicador estima o risco de morte dos nascidos vivos durante o seu primeiro ano de vida e consiste em relacionar o número de óbitos de menores de um ano de idade, por

Leia mais

Ano CXLII N o - 143 Brasília - DF, quarta-feira, 27 de julho de 2005

Ano CXLII N o - 143 Brasília - DF, quarta-feira, 27 de julho de 2005 LEI LEI ISSN 677-7042 Ano CXLII 43 Brasília - DF, quarta-feira, 27 de julho de 2005. Sumário PÁGINA Atos do Poder Legislativo... Atos do Congresso Nacional... 9 Atos do Poder

Leia mais

Figura 1: Distribuição de CAPS no Brasil, 25. RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO NORTE PAIUÍ PERNAMBUCO ACRE ALAGOAS SERGIPE TOCANTINS RONDÔNIA PARAÍBA BAHIA MATO GROSSO DISTRITO

Leia mais

Emissão de Nota Fiscal Eletrônica

Emissão de Nota Fiscal Eletrônica Emissão de Nota Fiscal Eletrônica DANFE - Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica. É um documento que serve para acobertar a circulação da mercadoria. Impresso em via única; Validade em meio digital

Leia mais

Inventar com a diferenca,

Inventar com a diferenca, Inventar com a diferenca, cinema e direitos humanos PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO Fundação Euclides da Cunha O que é Inventar com a diferença: cinema e direitos humanos O projeto visa oferecer formação e

Leia mais

ANEXO I SECRETARIA EXECUTIVA REPROGRAMAÇAO 2009

ANEXO I SECRETARIA EXECUTIVA REPROGRAMAÇAO 2009 ANEXO I EMPRESA : COBRA TECNOLOGIA S.A. DISPENDIOS DE CAPITAL 73.410.000 R E C E I TA S 550.887.000 I N V E S T I M E N TO S 21.000.000 RECEITA OPERACIONAL 500.000.000 AMORTIZACOES OPER.CRED. LP 50.000.000

Leia mais

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015

MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 MICROCEFALIA DENGUE CHIKUNGUNYA ZIKA NOVEMBRO DE 2015 Situação da microcefalia no Brasil Até 21 de novembro, foram notificados 739 casos suspeitos de microcefalia, identificados em 160 municípios de nove

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (Setembro/14) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

O PROGRAMA LUZ PARA TODOS FOI CRIADO EM NOVEMBRO DE 2003 PARA LEVAR ENERGIA ELÉTRICA A 10 MILHÕES DE

O PROGRAMA LUZ PARA TODOS FOI CRIADO EM NOVEMBRO DE 2003 PARA LEVAR ENERGIA ELÉTRICA A 10 MILHÕES DE O MAIOR PROGRAMA SOCIAL DE ELETRIFICAÇÃO RURAL DO MUNDO O PROGRAMA LUZ PARA TODOS FOI CRIADO EM NOVEMBRO DE 2003 PARA LEVAR ENERGIA ELÉTRICA A 10 MILHÕES DE BRASILEIROS RESIDENTES NO MEIO RURAL ATÉ O ANO

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 ORGAO : 36000 - MINISTERIO DA SAUDE UNIDADE : 36201 - FUNDACAO OSWALDO CRUZ ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 1201 CIENCIA, TECNOLOGIA E INOVACAO NO COMPLEXO

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (dezembro/13) Janeiro de 2014 Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (Junho/14) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE?

O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE? O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE? Instrumento que permite o financiamento, por meio de incentivos fiscais, de projetos esportivos aprovados pelo Ministério do Esporte. BASE LEGAL: Lei 11.438/06 -

Leia mais

Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C. 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1

Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C. 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Pesquisa Hábitos do Consumidor da Classe C 2014 Copyright Boa Vista Serviços 1 Índice Objetivo, metodologia e amostra... 03 Perfil dos Respondentes... 04 Principais constatações sobre os hábitos de consumo

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (julho/2015) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2015

ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE ORÇAMENTO FEDERAL ORÇAMENTOS DA UNIÃO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2015 PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA VOLUME VI Orçamento

Leia mais

CIRCULOU EM 27/1/2010 A EDIÇÃO EXTRA Nº 18 -A. Sumário. Atos do Poder Executivo

CIRCULOU EM 27/1/2010 A EDIÇÃO EXTRA Nº 18 -A. Sumário. Atos do Poder Executivo ISSN 677-7042 Ano CXLVII N o - 9 Brasília - DF, quinta-feira, 28 de janeiro de 200. Sumário PÁGINA Atos do Poder Executivo... Presidência da República... 5 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento...

Leia mais

Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil

Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil Impactos da Lei Geral (LG) nas Micro e Pequenas Empresas no Brasil Observatório das MPEs SEBRAE-SP Março/2008 1 Características da pesquisa Objetivos: Identificar o grau de conhecimento e a opinião dos

Leia mais

Negociação Coletiva de. Eletrobras. Diretoria de Administração Assessoria de Relações Trabalhistas e Sindicais

Negociação Coletiva de. Eletrobras. Diretoria de Administração Assessoria de Relações Trabalhistas e Sindicais Negociação Coletiva de Trabalho no Sistema Eletrobras Diretoria de Administração Assessoria de Relações Trabalhistas e Sindicais Brasília, 13 de dezembro de 2011 Apresentação Institucional Estrutura dos

Leia mais

PROGRAMAS HABITACIONAIS DESENVOLVIMENTO PARA OS MUNICIPIOS. Moradia para as famílias Renda para os trabalhadores Desenvolvimento para Alagoas

PROGRAMAS HABITACIONAIS DESENVOLVIMENTO PARA OS MUNICIPIOS. Moradia para as famílias Renda para os trabalhadores Desenvolvimento para Alagoas Superintendência Regional Alagoas PROGRAMAS HABITACIONAIS DESENVOLVIMENTO PARA OS MUNICIPIOS Moradia para as famílias Renda para os trabalhadores Desenvolvimento para Alagoas ALTERNATIVAS DE SOLUÇÕES PARA

Leia mais