Orçamento ANEXO III ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS CONTROLADAS PELO ESTADO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Orçamento ANEXO III ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS CONTROLADAS PELO ESTADO"

Transcrição

1

2 Governo do Estado de Minas Gerais Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Qualidade do Gasto Superintendência Central de Planejamento e Programação Orçamentária Orçamento 215 ANEXO III ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS CONTROLADAS PELO ESTADO

3 ***

4 SUMÁRIO QUADROS CONSOLIDADOS 5 Investimentos por Empresa Segundo Fontes de Recurso Investimentos por Empresa Segundo o Detalhamento dos Investimentos Investimentos segundo Funções, Subfunções e Programas por Projetos e Atividades RELATÓRIOS POR EMPRESA BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A. - BDMG CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CEMIG DISTRIBUIDORA CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. - CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS - CODEMIG COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - COHAB COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PRODEMGE COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG HOLDING COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES - PROMINAS COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A - COPASA IRRIGAÇÃO COPASA - SERVIÇOS DE SANEAMENTO INTEGRADO DO NORTE E NORDESTE DE MINAS GERAIS S/A - COPANOR COPASA - ÁGUAS MINERAIS DE MINAS S/A - COPASA - ÁGUAS MINERAIS INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE MINAS GERAIS - INDI MINAS GERAIS ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS S.A. - MGS MINAS GERAIS PARTICIPAÇÕES S.A. - MGI TREM METROPOLITANO DE BELO HORIZONTE S.A. - TREM METROPOLITANO Origem de Recursos para Investimento e Detalhamento dos Investimentos Origem de Recursos para Investimento Detalhamento dos Investimentos

5 ***

6 QUADROS CONSOLIDADOS

7

8 INVESTIMENTOS POR EMPRESA SEGUNDO FONTES DE RECURSO 215 R$ 1, ÓRGÃOS / ENTIDADES AUMENTO DE CAPITAL OUTROS Total TESOURO ORDINÁRIO TESOURO VINCULADO OUTRAS ENTIDADES OPERAÇÃO DE CRÉDITO RECURSOS PRÓPRIOS BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES COPASA - ÁGUAS MINERAIS DE MINAS S/A

9 INVESTIMENTOS POR EMPRESA SEGUNDO FONTES DE RECURSO 215 R$ 1, ÓRGÃOS / ENTIDADES AUMENTO DE CAPITAL OUTROS Total TESOURO ORDINÁRIO TESOURO VINCULADO OUTRAS ENTIDADES OPERAÇÃO DE CRÉDITO RECURSOS PRÓPRIOS COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A COPASA - SERVIÇOS DE SANEAMENTO INTEGRADO DO NORTE E NORDESTE DE MINAS GERAIS S/A INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE MINAS GERAIS MINAS GERAIS ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS S.A MINAS GERAIS PARTICIPAÇÕES S.A TREM METROPOLITANO DE BELO HORIZONTE S.A Total

10 INVESTIMENTOS POR EMPRESA SEGUNDO O DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, EMPRESAS PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA IMOBILIZAÇÕES AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDAS OUTRAS APLICAÇÕES Total BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES COPASA - ÁGUAS MINERAIS DE MINAS S/A COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A COPASA - SERVIÇOS DE SANEAMENTO INTEGRADO DO NORTE E NORDESTE DE MINAS GERAIS S/A INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE MINAS GERAIS MINAS GERAIS ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS S.A MINAS GERAIS PARTICIPAÇÕES S.A TREM METROPOLITANO DE BELO HORIZONTE S.A Total

11 INVESTIMENTOS SEGUNDO FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES E PROGRAMAS POR PROJETOS E ATIVIDADES 215 R$ 1, FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES E PROGRAMAS CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO Projeto Atividade Total 4.. ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO GERAL GOVERNO EFICIENTE APOIO PARA O DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL GESTÃO E TRANSFERÊNCIAS DE RECURSOS APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SOLUÇÕES EM SERVIÇOS DE APOIO TÉCNICO-OPERACIONAL ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA APORTE DE CAPITAL - MGI TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PROMOÇÃO COMERCIAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CULTURA DIFUSÃO CULTURAL CIRCUITOS CULTURAIS DE MINAS GERAIS HABITAÇÃO ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SANEAMENTO ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

12 INVESTIMENTOS SEGUNDO FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES E PROGRAMAS POR PROJETOS E ATIVIDADES 215 R$ 1, FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES E PROGRAMAS CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO Projeto Atividade Total OBRIGAÇÕES ESPECIAIS SANEAMENTO BÁSICO URBANO SANEAMENTO PARA TODOS AGRICULTURA ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA INDÚSTRIA ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PRODUÇÃO INDUSTRIAL GESTÃO DE NEGÓCIOS MINERAÇÃO GESTÃO DE NEGÓCIOS TURISMO GESTÃO DE NEGÓCIOS COMÉRCIO E SERVIÇOS ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA CAPITALIZAÇÃO DO BDMG PROMOÇÃO COMERCIAL GESTÃO DE NEGÓCIOS

13 INVESTIMENTOS SEGUNDO FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES E PROGRAMAS POR PROJETOS E ATIVIDADES 215 R$ 1, FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES E PROGRAMAS CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO Projeto Atividade Total COMERCIALIZAÇÃO EXPLORAÇÃO ECONÔMICA DE RECURSOS HÍDRICOS ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MINERAÇÃO GESTÃO DE NEGÓCIOS ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NOVOS INVESTIMENTOS EM USINAS, SUBESTAÇÕES E LINHAS DE TRANSMISSÃO APORTE DE CAPITAL - CEMIG UNIVERSALIZAÇÃO DO ACESSO À ENERGIA ELÉTRICA NO CAMPO COMBUSTÍVEIS MINERAIS ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO EXPANSÃO DO MERCADO DA GASMIG EM MINAS GERAIS TRANSPORTE TRANSPORTE FERROVIÁRIO APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ENCARGOS ESPECIAIS

14 INVESTIMENTOS SEGUNDO FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES E PROGRAMAS POR PROJETOS E ATIVIDADES 215 R$ 1, FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES E PROGRAMAS CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO Projeto Atividade Total SERVIÇO DA DÍVIDA INTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS SERVIÇO DA DÍVIDA EXTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS Total

15 *** 14

16 *** RELATÓRIOS POR EMPRESA

17 ***

18 *** BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A.- BDMG

19 ***

20 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A. - BDMG CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - BDMG MANTER A ADEQUADA ESTRUTURA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DO BDMG AÇÃO DE APOIO À GESTÃO INSTITUCIONAL REALIZADA AÇÃO ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA CAPITALIZAÇÃO DO BDMG CAPITALIZAÇÃO DO BDMG AUMENTAR O PATRIMÔNIO LÍQUIDO DO BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS - BDMG, ATRAVÉS DA INTEGRALIZAÇÃO DE CAPITAL SOCIAL APORTE REALIZADO R$ MIL 44 GERAL

21 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A. - BDMG ESPECIFICAÇÃO VALOR AUMENTO DE CAPITAL RECURSOS DO ESTADO 44. TESOURO VINCULADO 44. FUNDESE 44. OUTRAS ENTIDADES BDMG

22 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A. - BDMG R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO SOCIEDADES CONTROLADAS EQUIPAMENTOS E SOFTWARE Total TESOURO VINCULADO - FUNDESE OUTRAS ENTIDADES - BDMG Total

23 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A. - BDMG ESPECIFICAÇÃO VALOR PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA 44. SOCIEDADES CONTROLADAS 44. OUTRAS APLICAÇÕES EQUIPAMENTOS E SOFTWARE

24 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS S.A. - BDMG CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES RECURSOS VALOR MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - BDMG EQUIPAMENTOS E SOFTWARE OUTRAS ENTIDADES - BDMG CAPITALIZAÇÃO DO BDMG 44. SOCIEDADES CONTROLADAS 44. TESOURO VINCULADO - FUNDESE

25 *** 24

26 *** CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A.- CEMIG DISTRIBUIDORA

27 ***

28 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CEMIG DISTRIBUIDORA CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 25 ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA DISTRIBUIDORA INCREMENTAR A DISPONIBILIDADE DE ENERGIA ELÉTRICA DE FORMA CONTÍNUA, COM QUALIDADE, COM SEGURANÇA E NA QUANTIDADE REQUERIDA PELOS CLIENTES, PROMOVENDO DESENVOLVIMENTO SOCIAL, INDUSTRIAL E COMERCIAL MVA INSTALADO MEGA VOLT AMPERE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE APOIO DA DISTRIBUIÇÃO PRESTAR SERVIÇOS DE APOIO GERAL, AUTOMAÇÃO, TELECOMUNICAÇÃO, INSTALAÇÕES GERAIS, MAPEAMENTO E CADASTRO ASSOCIADOS À DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA INFRAESTRUTURA MELHORADA UNIDADE UNIVERSALIZAÇÃO DO ACESSO À ENERGIA ELÉTRICA NO CAMPO CONSTRUÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA PROVER ACESSO A REDE DE ENERGIA ELÉTRICA ÀS UNIDADES CONSUMIDORAS RURAIS MAPEADAS PELA CEMIG QUE COMPÕEM O MERCADO POTENCIAL, OBJETIVANDO MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO ATENDIDA UNIDADE CONSUMIDORA ATENDIDA UNIDADE CONSUMIDORA 1 28 ENCARGOS ESPECIAIS SERVIÇO DA DÍVIDA INTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA - CEMIG DISTRIBUIÇÃO AMORTIZAR PARCELA DA DÍVIDA INTERNA CONTRATADA PELA CEMIG DISTRIBUIÇÃO JUNTO A AGENTES FINANCEIROS INTERNOS VALOR PAGO R$ MIL SERVIÇO DA DÍVIDA EXTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA EXTERNA - CEMIG DISTRIBUIÇÃO AMORTIZAR PARCELA DA DÍVIDA EXTERNA CONTRATADA PELA CEMIG DISTRIBUIÇÃO JUNTO A AGENTES FINANCEIROS EXTERNOS VALOR PAGO R$ MIL 2.84 GERAL

29 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CEMIG DISTRIBUIDORA ESPECIFICAÇÃO VALOR OPERAÇÃO DE CRÉDITO CONTRATADA INTERNA OUTRAS RECURSOS PRÓPRIOS RECURSOS PRÓPRIOS

30 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CEMIG DISTRIBUIDORA R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO OBRAS E INSTALAÇÕES EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS Total OP CRÉD CONTRAT INTERNA - OUTRAS RECURSOS PRÓPRIOS Total

31 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CEMIG DISTRIBUIDORA ESPECIFICAÇÃO VALOR IMOBILIZAÇÕES OBRAS E INSTALAÇÕES AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDAS EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA OUTRAS APLICAÇÕES INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS

32 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A. - CEMIG DISTRIBUIDORA CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES RECURSOS VALOR PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA DISTRIBUIDORA OBRAS E INSTALAÇÕES RECURSOS PRÓPRIOS MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE APOIO DA DISTRIBUIÇÃO INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS CONSTRUÇÃO DA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA 1. OBRAS E INSTALAÇÕES 1. RECURSOS PRÓPRIOS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA - CEMIG DISTRIBUIÇÃO EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL OP CRÉD CONTRAT INTERNA - OUTRAS RECURSOS PRÓPRIOS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA EXTERNA - CEMIG DISTRIBUIÇÃO EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA RECURSOS PRÓPRIOS

33 ***

34 *** CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A.- CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO

35 ***

36 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. - CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 25 ENERGIA ENERGIA ELÉTRICA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA CONSTRUÇÃO E AQUISIÇÃO DE USINAS HIDRELÉTRICAS E/OU TÉRMICAS CONSTRUIR E ADQUIRIR USINA HIDRELÉTRICA E/OU TÉRMICA COM A PARTICIPAÇÃO DA INICIATIVA PRIVADA POR MEIO DE CONSÓRCIO USINA CONSTRUÍDA USINA REFORMAS E MELHORIAS DE USINAS EXECUTAR SERVIÇOS DE REFORMAS E MELHORIAS NAS USINAS EM OPERAÇÃO, VISANDO MANTER A EFICIÊNCIA DO PARQUE GERADOR INSTALADO, ALÉM DE ESTUDOS E PROJETOS PARA NOVAS USINAS REFORMA REALIZADA REFORMA ESTUDOS DE VIABILIDADE REALIZAR ESTUDOS DE VIABILIDADE DE EMPREENDIMENTOS DE EXPANSÃO DA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO VISANDO TORNAR A CEMIG GT MAIS COMPETITIVA ESTUDO REALIZADO. UNIDADE MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA DAS USINAS HIDRELÉTRICAS OU TÉRMICAS PRESTAR SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES, MEIO AMBIENTE E AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS, APOIO GERAL, ASSOCIADOS À GERAÇÃO DE ENERGIA INFRAESTRUTURA MELHORADA UNIDADE TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA REFORMAS DE SUBESTAÇÕES E LINHAS DE TRANSMISSÃO EXECUTAR SERVIÇOS DE REFORMAS E MELHORIAS NAS LINHAS DE TRANSMISSÃO E SUBESTAÇÕES REFORMA/MELHORIA REALIZADA UNIDADE EXPANSÃO E AQUISIÇÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO EXPANDIR O SISTEMA DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA POR MEIO DA AMPLIAÇÃO DAS LINHAS DE TRANSMISSÃO E AUMENTO DA CAPACIDADE EM MVA MVA INSTALADO MEGA VOLT AMPERE MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE TRANSMISSÃO PRESTAR SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÃO, OPERAÇÃO DO SISTEMA E APOIO GERAL ASSOCIADOS À TRANSMISSÃO DE ENERGIA INFRAESTRUTURA MELHORADA UNIDADE 1 28 ENCARGOS ESPECIAIS SERVIÇO DA DÍVIDA INTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA AMORTIZAR PARCELA DA DÍVIDA INTERNA CONTRATADA PELA CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO JUNTO A AGENTES FINANCEIROS INTERNOS VALOR PAGO R$ MIL SERVIÇO DA DÍVIDA EXTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA EXTERNA AMORTIZAR PARCELA DA DÍVIDA EXTERNA CONTRATADA PELA CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO JUNTO A AGENTES FINANCEIROS EXTERNOS VALOR PAGO R$ MIL 547 GERAL

37 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. - CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO ESPECIFICAÇÃO VALOR OPERAÇÃO DE CRÉDITO CONTRATADA INTERNA OUTRAS RECURSOS PRÓPRIOS RECURSOS PRÓPRIOS

38 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. - CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO OBRAS E INSTALAÇÕES EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS Total OP CRÉD CONTRAT INTERNA - OUTRAS RECURSOS PRÓPRIOS Total

39 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. - CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO ESPECIFICAÇÃO VALOR IMOBILIZAÇÕES OBRAS E INSTALAÇÕES AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDAS EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA OUTRAS APLICAÇÕES INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS

40 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. - CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES RECURSOS VALOR CONSTRUÇÃO E AQUISIÇÃO DE USINAS HIDRELÉTRICAS E/OU TÉRMICAS OBRAS E INSTALAÇÕES RECURSOS PRÓPRIOS REFORMAS E MELHORIAS DE USINAS INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS ESTUDOS DE VIABILIDADE INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA DAS USINAS HIDRELÉTRICAS OU TÉRMICAS INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS REFORMAS DE SUBESTAÇÕES E LINHAS DE TRANSMISSÃO INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS EXPANSÃO E AQUISIÇÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO OBRAS E INSTALAÇÕES RECURSOS PRÓPRIOS MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA DE TRANSMISSÃO INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL OP CRÉD CONTRAT INTERNA - OUTRAS RECURSOS PRÓPRIOS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA EXTERNA EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA RECURSOS PRÓPRIOS

41 ***

42 *** COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS- CODEMIG

43 ***

44 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS - CODEMIG CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 4 ADMINISTRAÇÃO ADMINISTRAÇÃO GERAL GOVERNO EFICIENTE EXECUÇÃO DE OBRAS COMPLEMENTARES DA CIDADE ADMINISTRATIVA CONCLUIR OBRAS QUE COMPÕEM O COMPLEXO DE EDIFÍCIOS DA CIDADE ADMINISTRATIVA, BEM COMO A ESTRUTURAÇÃO DE INFRAESTRUTURA E AÇÕES CORRETIVAS PRÉDIO DE SERVIÇOS CONSTRUÍDO % DE EXECUÇÃO FÍSICA APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL DA CODEMIG MANTER, ADEQUAR E DESENVOLVER A ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL DA CODEMIG PARA MELHORIA CONTÍNUA DO SERVIÇO PRESTADO E MAIOR SINERGIA, PROXIMIDADE E ATENDIMENTO AOS OBJETIVOS ESTRATÉGICOS, ESTABELECIDOS PELO GOVERNO DE MINAS GERAIS AÇÃO DE APOIO À GESTÃO INSTITUCIONAL REALIZADA AÇÃO PROMOÇÃO COMERCIAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO OPERACIONAL DAS UNIDADES EXPOMINAS NO ESTADO DE MINAS GERAIS REALIZAR MANUTENÇÕES PREVENTIVAS, CORRETIVAS, PROJETOS DE MODIFICAÇÃO OU EXPANSÃO DE ESPAÇO PARA EVENTOS, BEM COMO VINCULAR AS DESPESAS DE CUSTEIO, PARA O FUNCIONAMENTO DAS UNIDADES ESTRATÉGICAS DE NEGÓCIOS, DESTINADAS AOS CENTROS DE FEIRAS E EVENTOS EXPOMINAS, NO ESTADO DE MINAS GERAIS CENTRO MANTIDO CENTRO 4 13 CULTURA DIFUSÃO CULTURAL CIRCUITOS CULTURAIS DE MINAS GERAIS CONSTRUÇÃO DA ESTAÇÃO DA CULTURA PRESIDENTE ITAMAR FRANCO CRIAR UM CENTRO ARTÍSTICO/ CULTURAL PARA ABRIGAR A REDEMINAS, A RÁDIO INCONFIDÊNCIA E A ORQUESTRA FILAMÔNICA DE MINAS GERAIS OBRA CONCLUÍDA OBRA 2 22 INDÚSTRIA PRODUÇÃO INDUSTRIAL GESTÃO DE NEGÓCIOS IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA PARA ÁREAS INDUSTRIAIS CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DO ESTADO APROVEITANDO OPORTUNIDADES LOCACIONAIS E ASSESSORAR OS MUNICÍPIOS PARA GARANTIR A SUSTENTABILIDADE NA GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA À POPULAÇÃO, AUMENTANDO O PIB MUNICIPAL E CRIANDO VANTAGENS COMPETITIVAS REGIONAIS EMPREENDIMENTO APOIADO EMPREENDIMENTO MINERAÇÃO GESTÃO DE NEGÓCIOS GESTÃO AMBIENTAL EM ÁREAS DE ATUAÇÃO DA CODEMIG ATENDER À POLÍTICA AMBIENTAL VIABILIZANDO A IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS EXECUTIVOS DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL NAS ÁREAS DE ATUAÇÃO DA CODEMIG, ELIMINANDO O PASSIVO E PROMOVENDO A SUSTENTABILIDADE ECOLÓGICA COM A MINIMIZAÇÃO DOS IMPACTOS E A DEGRADAÇÃO DO AMBIENTE ORIUNDAS DO DESENVOLVIMENTO AÇÃO AMBIENTAL APOIADA AÇÃO TURISMO GESTÃO DE NEGÓCIOS CONSTRUÇÃO, REFORMA E RESTAURAÇÃO DOS IMÓVEIS DA CODEMIG PROPICIAR O INCREMENTO NO NÍVEL DA RENDA, EM MUNICÍPIOS MINEIROS, FOMENTADOS POR UNIDADES ESTRATÉGICAS DE NEGÓCIOS, ADVINDAS DA CONSTRUÇÃO, REFORMA OU RESTAURAÇÃO DE CENTROS DE FEIRAS E EXPOSIÇÕES - EXPOMINAS, DOS IMÓVEIS DA CODEMIG SITUADOS EM ESTÂNCIAS HIDROMINERAIS, PROPICIANDO O AUMENTO DO FLUXO DE TURISTAS E INGRESSO DE EMPRESÁRIOS, EM VÁRIAS ATIVIDADES ECONÔMICAS, ALAVANCANDO O TURISMO DE NEGÓCIOS, A OCUPAÇÃO HOTELEIRA, ALÉM DA RECUPERAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE PATRIMÔNIO HISTÓRICO OBRA EXECUTADA OBRA 13 43

45 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS - CODEMIG CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 25 ENERGIA MINERAÇÃO GESTÃO DE NEGÓCIOS PROJETO ÓLEO E GÁS NATURAL REALIZAR PESQUISAS E EXPLORAÇÃO DE ÓLEO E GÁS NATURAL EM ÁREAS SELECIONADAS E PREDEFINIDAS, PARA CONCESSÃO, PELA ANP - AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO PROJETO E PESQUISA CONCLUÍDO PROJETO / PESQUISA 1 GERAL

46 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS - CODEMIG ESPECIFICAÇÃO VALOR AUMENTO DE CAPITAL 1. RECURSOS DO ESTADO 1. TESOURO ORDINÁRIO 1. APLICAÇÃO LIVRE 1. RECURSOS PRÓPRIOS RECURSOS PRÓPRIOS

47 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS - CODEMIG R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO IMÓVEIS OBRAS E INSTALAÇÕES FLORESTAMENT O E REFLORESTAME NTO PESQUISA MINERAL Total TESOURO ORDINÁRIO - APLICAÇÃO LIVRE RECURSOS PRÓPRIOS Total

48 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS - CODEMIG ESPECIFICAÇÃO VALOR IMOBILIZAÇÕES IMÓVEIS OBRAS E INSTALAÇÕES FLORESTAMENTO E REFLORESTAMENTO OUTRAS APLICAÇÕES PESQUISA MINERAL

49 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS - CODEMIG CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES RECURSOS VALOR EXECUÇÃO DE OBRAS COMPLEMENTARES DA CIDADE ADMINISTRATIVA 1.. OBRAS E INSTALAÇÕES 1.. RECURSOS PRÓPRIOS MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL DA CODEMIG 65. IMÓVEIS 65. RECURSOS PRÓPRIOS MANUTENÇÃO OPERACIONAL DAS UNIDADES EXPOMINAS NO ESTADO DE MINAS GERAIS IMÓVEIS RECURSOS PRÓPRIOS CONSTRUÇÃO DA ESTAÇÃO DA CULTURA PRESIDENTE ITAMAR FRANCO 5.. OBRAS E INSTALAÇÕES 5.. RECURSOS PRÓPRIOS IMPLANTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA PARA ÁREAS INDUSTRIAIS 2.8. OBRAS E INSTALAÇÕES 2.8. TESOURO ORDINÁRIO - APLICAÇÃO LIVRE 1. RECURSOS PRÓPRIOS GESTÃO AMBIENTAL EM ÁREAS DE ATUAÇÃO DA CODEMIG FLORESTAMENTO E REFLORESTAMENTO RECURSOS PRÓPRIOS CONSTRUÇÃO, REFORMA E RESTAURAÇÃO DOS IMÓVEIS DA CODEMIG OBRAS E INSTALAÇÕES RECURSOS PRÓPRIOS PROJETO ÓLEO E GÁS NATURAL PESQUISA MINERAL RECURSOS PRÓPRIOS

50 *** COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS- GASMIG

51 ***

52 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 25 ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRAESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - GASMIG ADEQUAR, MANTER E DESENVOLVER A ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL NECESSÁRIA PARA GARANTIR O BOM FUNCIONAMENTO DA GASMIG, TANTO NA CONSTRUÇÃO, COMO NA AMPLIAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE GÁS AÇÃO DE APOIO À GESTÃO INSTITUCIONAL REALIZADA AÇÃO COMBUSTÍVEIS MINERAIS ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO INTERIORIZAÇÃO DA OFERTA DE GÁS NATURAL EXPANDIR A OFERTA DE GÁS NATURAL NO INTERIOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS ATENDENDO 1% DA DEMANDA DE GÁS NATURAL GERADORA DE EMPREGO EM NOSSO ESTADO CLIENTE ATENDIDO CLIENTE EXPANSÃO DO MERCADO DA GASMIG EM MINAS GERAIS ATENDIMENTO AO SEGMENTO RESIDENCIAL - GÁS NATURAL EM CASA ATENDER AO MERCADO RESIDENCIAL E A PEQUENOS COMÉRCIOS EM REGIÕES DE GRANDE CONCENTRAÇÃO VERTICALIZADA E EM ÁREAS DE INFLUÊNCIA DAS REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS-NATURAL JÁ EXISTENTES REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS CONSTRUÍDA QUILÔMETRO 12 GERAL

53 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG ESPECIFICAÇÃO VALOR RECURSOS PRÓPRIOS RECURSOS PRÓPRIOS

54 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO OBRAS E INSTALAÇÕES MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS Total RECURSOS PRÓPRIOS Total

55 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG ESPECIFICAÇÃO VALOR IMOBILIZAÇÕES OBRAS E INSTALAÇÕES MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS

56 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA DE GÁS DE MINAS GERAIS - GASMIG CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES RECURSOS VALOR MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRAESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - GASMIG MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS INTERIORIZAÇÃO DA OFERTA DE GÁS NATURAL OBRAS E INSTALAÇÕES RECURSOS PRÓPRIOS ATENDIMENTO AO SEGMENTO RESIDENCIAL - GÁS NATURAL EM CASA OBRAS E INSTALAÇÕES RECURSOS PRÓPRIOS

57 *** 56

58 *** COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS- COHAB

59 ***

60 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - COHAB CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 16 HABITAÇÃO ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA - COHAB ADEQUAR, MANTER E DESENVOLVER A ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL PARA GARANTIR O BOM FUNCIONAMENTO DA EMPRESA AÇÃO DE APOIO À GESTÃO INSTITUCIONAL REALIZADA AÇÃO 1 28 ENCARGOS ESPECIAIS SERVIÇO DA DÍVIDA INTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDA INTERNA - COHAB AMORTIZAR PARCELA DA DÍVIDA CONTRATADA PELA COHAB A AGENTES FINANCEIROS INTERNOS, POR MEIO DE PAGAMENTO DE PRESTAÇÕES DE RETORNO VALOR PAGO R$ MIL 1 GERAL

61 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - COHAB ESPECIFICAÇÃO VALOR AUMENTO DE CAPITAL 1. RECURSOS DO ESTADO 1. TESOURO ORDINÁRIO 1. APLICAÇÃO LIVRE 1. RECURSOS PRÓPRIOS 2. RECURSOS PRÓPRIOS

62 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - COHAB R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO Total TESOURO ORDINÁRIO - APLICAÇÃO LIVRE RECURSOS PRÓPRIOS Total

63 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - COHAB ESPECIFICAÇÃO VALOR IMOBILIZAÇÕES 2. MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS 2. OUTRAS APLICAÇÕES 1. AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO

64 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE HABITAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - COHAB RECURSOS CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES VALOR MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA - COHAB MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDA INTERNA - COHAB AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO TESOURO ORDINÁRIO - APLICAÇÃO LIVRE

65 *** 64

66 *** COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS- COPASA

67 ***

68 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 17 SANEAMENTO ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - COPASA ADEQUAR, MANTER E DESENVOLVER A ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL NECESSÁRIA PARA GARANTIR O BOM FUNCIONAMENTO DA COPASA, TANTO NO TRATAMENTO DE ÁGUA E ESGOTAMENTO SANITÁRIO COMO JUNTO AOS SEUS CLIENTES AÇÃO DE APOIO À GESTÃO INSTITUCIONAL REALIZADA AÇÃO ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS APORTE DE CAPITAL EM SUBSIDIÁRIAS APORTAR RECURSOS FINANCEIROS NAS SUBSIDIÁRIAS DO SISTEMA COPASA APORTE REALIZADO R$ MIL SANEAMENTO BÁSICO URBANO SANEAMENTO PARA TODOS SANEAMENTO BÁSICO - COPASA CONTRIBUIR PARA UNIVERSALIZAR O ACESSO DA POPULAÇÃO DE MINAS GERAIS AOS SERVIÇOS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E ESGOTAMENTO SANITÁRIO (ALÉM DA COLETA, INCLUEM O TRATAMENTO) ECONOMIA RESIDENCIAL ATENDIDA COM ABASTECIMENTO DE ÁGUA ECONOMIA RESIDENCIAL ENCARGOS ESPECIAIS SERVIÇO DA DÍVIDA INTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA - COPASA AMORTIZAR PARCELA DA DÍVIDA CONTRATADA, PELA EMPRESA, JUNTO A AGENTES FINANCEIROS INTERNOS VALOR PAGO R$ MIL SERVIÇO DA DÍVIDA EXTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA EXTERNA - COPASA AMORTIZAR PARCELA DA DÍVIDA CONTRATADA, PELA EMPRESA, JUNTO A AGENTES FINANCEIROS EXTERNOS VALOR PAGO R$ MIL GERAL

69 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA ESPECIFICAÇÃO VALOR AUMENTO DE CAPITAL 43. RECURSOS DO ESTADO 1. TESOURO ORDINÁRIO 1. APLICAÇÃO LIVRE 1. OUTRAS ENTIDADES 42. COPASA 42. OPERAÇÃO DE CRÉDITO CONTRATADA INTERNA OUTRAS EXTERNA 87.. KFW 87.. RECURSOS PRÓPRIOS RECURSOS PRÓPRIOS

70 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO SOCIEDADES CONTROLADAS TERRENOS OBRAS E INSTALAÇÕES MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO Total TESOURO ORDINÁRIO - APLICAÇÃO LIVRE OUTRAS ENTIDADES - COPASA OP CRÉD CONTRAT INTERNA - OUTRAS OP CRÉD CONTRAT EXTERNA - KFW RECURSOS PRÓPRIOS Total

71 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA ESPECIFICAÇÃO VALOR PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA 42. SOCIEDADES CONTROLADAS 42. IMOBILIZAÇÕES TERRENOS 15.. OBRAS E INSTALAÇÕES MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS 23.. AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDAS EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA OUTRAS APLICAÇÕES 1. AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO

72 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA RECURSOS CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES VALOR MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - COPASA MÁQUINAS, APARELHOS E EQUIPAMENTOS OP CRÉD CONTRAT INTERNA - OUTRAS 7.. RECURSOS PRÓPRIOS APORTE DE CAPITAL EM SUBSIDIÁRIAS AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO SOCIEDADES CONTROLADAS TESOURO ORDINÁRIO - APLICAÇÃO LIVRE OUTRAS ENTIDADES - COPASA SANEAMENTO BÁSICO - COPASA TERRENOS 15.. RECURSOS PRÓPRIOS 15.. OBRAS E INSTALAÇÕES OP CRÉD CONTRAT INTERNA - OUTRAS OP CRÉD CONTRAT EXTERNA - KFW RECURSOS PRÓPRIOS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA - COPASA EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL RECURSOS PRÓPRIOS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA EXTERNA - COPASA EMPR. FINANC. MOEDA ESTRANGEIRA RECURSOS PRÓPRIOS

73 ***

74 *** COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS- PRODEMGE

75 ***

76 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO - SEPLAG COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PRODEMGE CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 4 ADMINISTRAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DESENVOLVER E APLICAR SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO, BUSCANDO A INFORMATIZAÇÃO, A RACIONALIZAÇÃO E A MODERNIZAÇÃO DA MÁQUINA PÚBLICA E A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA DO CIDADÃO, APOIANDO TECNICAMENTE OS DIVERSOS ÓRGÃOS/ENTIDADES NA OBTENÇÃO DE MAIOR EFICIÊNCIA, AGILIDADE, CONTROLE E SEGURANÇA NA GESTÃO DE SERVIÇOS E INFORMAÇÕES PRESTAÇÃO DE SERVIÇO REALIZADA SERVIÇO REFORMA UNIDADE RUA DA BAHIA PROPICIAR MELHORIA NAS INSTALAÇÕES DA UNIDADE, MELHORANDO AS CONDIÇÕES DO AMBIENTE DE TRABALHO, LEVANDO A UMA MELHOR PRESTAÇÃO DO SERVIÇO PROJETO IMPLANTADO (%) PERCENTUAL 1 GERAL

77 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO - SEPLAG COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PRODEMGE ESPECIFICAÇÃO VALOR AUMENTO DE CAPITAL 1. RECURSOS DO ESTADO 1. TESOURO ORDINÁRIO 1. APLICAÇÃO LIVRE 1. RECURSOS PRÓPRIOS RECURSOS PRÓPRIOS

78 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO - SEPLAG COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PRODEMGE R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO OBRAS E INSTALAÇÕES AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO EQUIPAMENTOS E SOFTWARE Total TESOURO ORDINÁRIO - APLICAÇÃO LIVRE RECURSOS PRÓPRIOS Total

79 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO - SEPLAG COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PRODEMGE ESPECIFICAÇÃO VALOR IMOBILIZAÇÕES 1.5. OBRAS E INSTALAÇÕES 1.5. OUTRAS APLICAÇÕES AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO 1. EQUIPAMENTOS E SOFTWARE

80 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO - SEPLAG COMPANHIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - PRODEMGE RECURSOS CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES VALOR PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO EQUIPAMENTOS E SOFTWARE TESOURO ORDINÁRIO - APLICAÇÃO LIVRE 1. RECURSOS PRÓPRIOS REFORMA UNIDADE RUA DA BAHIA 1.5. OBRAS E INSTALAÇÕES 1.5. RECURSOS PRÓPRIOS

81 ***

82 *** COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS- CEMIG HOLDING

83 ***

84 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG HOLDING CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 25 ENERGIA ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - CEMIG VIABILIZAR A MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL DA CEMIG, VISANDO AO CUMPRIMENTO DE SUAS ATRIBUIÇÕES INSTITUCIONAIS AÇÃO DE APOIO À GESTÃO INSTITUCIONAL REALIZADA AÇÃO ENERGIA ELÉTRICA NOVOS INVESTIMENTOS EM USINAS, SUBESTAÇÕES E LINHAS DE TRANSMISSÃO AQUISIÇÃO DE ATIVOS AUMENTAR A CAPACIDADE INSTALADA DE GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA APORTE REALIZADO R$ MIL APORTE DE CAPITAL - CEMIG APORTE DE CAPITAL - PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS APORTAR RECURSOS EM OUTRAS EMPRESAS DO GRUPO CEMIG POR MEIO DAS PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS APORTE REALIZADO R$ MIL DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS APORTAR RECURSOS PARA PROPICIAR O PAGAMENTO AOS ACIONISTAS QUE NÃO REINVERTERÃO SEUS DIVIDENDOS NA EMPRESA VALOR PAGO R$ MIL 1 28 ENCARGOS ESPECIAIS SERVIÇO DA DÍVIDA INTERNA OBRIGAÇÕES ESPECIAIS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA - CEMIG AMORTIZAR PARCELA DA DÍVIDA CONTRATADA, PELA CEMIG, JUNTO A AGENTES FINANCEIROS INTERNOS, ATRAVÉS DO PAGAMENTO DAS PRESTAÇÕES DE RETORNO VALOR PAGO R$ MIL 3.36 GERAL

85 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG HOLDING ESPECIFICAÇÃO VALOR RECURSOS PRÓPRIOS RECURSOS PRÓPRIOS

86 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG HOLDING R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS Total RECURSOS PRÓPRIOS Total

87 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG HOLDING ESPECIFICAÇÃO VALOR AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDAS EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL OUTRAS APLICAÇÕES INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS

88 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - SEDE COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS - CEMIG HOLDING CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES RECURSOS VALOR MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - CEMIG INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS AQUISIÇÃO DE ATIVOS INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS APORTE DE CAPITAL - PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS INTANGÍVEIS E OUTROS INVESTIMENTOS RECURSOS PRÓPRIOS DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS DISTRIBUIÇÃO DE DIVIDENDOS RECURSOS PRÓPRIOS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA - CEMIG EMPR. FINANC. MOEDA NACIONAL RECURSOS PRÓPRIOS

89 ***

90 *** COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES- PROMINAS

91 ***

92 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO E ESPORTES - SETES COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES - PROMINAS CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS PROMOÇÃO COMERCIAL GESTÃO DE NEGÓCIOS GERENCIAMENTO DOS ESPAÇOS MINASCENTRO E EXPOMINAS/BH GERENCIAMENTO DOS ESPAÇOS MINASCENTRO E EXPOMINAS/BH, OBJETIVANDO O INCREMENTO DO TURISMO DE NEGÓCIOS E DOTAR O ESTADO DE MINAS GERAIS DA MELHOR INFRAESTRUTURA POSSÍVEL PARA A REALIZAÇÃO DE EVENTOS DE GRANDE PORTE EVENTO REALIZADO EVENTO 6 GERAL

93 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO E ESPORTES - SETES COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES - PROMINAS ESPECIFICAÇÃO VALOR RECURSOS PRÓPRIOS RECURSOS PRÓPRIOS

94 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO E ESPORTES - SETES COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES - PROMINAS R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO SOCIEDADES CONTROLADAS Total RECURSOS PRÓPRIOS Total

95 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO E ESPORTES - SETES COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES - PROMINAS ESPECIFICAÇÃO VALOR PARTICIPAÇÃO SOCIETÁRIA SOCIEDADES CONTROLADAS

96 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO E ESPORTES - SETES COMPANHIA MINEIRA DE PROMOÇÕES - PROMINAS CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES RECURSOS VALOR GERENCIAMENTO DOS ESPAÇOS MINASCENTRO E EXPOMINAS/BH SOCIEDADES CONTROLADAS RECURSOS PRÓPRIOS

97 ***

98 *** COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A- COPASA IRRIGAÇÃO

99 ***

100 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A - COPASA IRRIGAÇÃO CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 2 AGRICULTURA ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO SA ADEQUAR, MANTER E DESENVOLVER A ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL NECESSÁRIA PARA GARANTIR O BOM FUNCIONAMENTO DA COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO SA AÇÃO DE APOIO À GESTÃO INSTITUCIONAL REALIZADA AÇÃO 1 GERAL 1. 99

101 ORIGENS DE RECURSOS PARA INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A - COPASA IRRIGAÇÃO ESPECIFICAÇÃO VALOR AUMENTO DE CAPITAL 1. OUTRAS ENTIDADES 1. COPASA

102 RECURSOS FINANCEIROS FONTE DE RECURSOS E APLICAÇÃO - INVESTIMENTO ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A - COPASA IRRIGAÇÃO R$ 1, FONTE / DETALHAMENTO INVESTIMENTO AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO Total OUTRAS ENTIDADES - COPASA Total

103 DETALHAMENTO DOS INVESTIMENTOS 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A - COPASA IRRIGAÇÃO ESPECIFICAÇÃO VALOR OUTRAS APLICAÇÕES 1. AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO

104 QUADRO DE DETALHAMENTO DE INVESTIMENTO 2.15 R$ 1, ORGÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO S/A - COPASA IRRIGAÇÃO RECURSOS CÓDIGO IPG ESPECIFICAÇÃO DETALHAMENTO FONTES VALOR MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - COPASA - SERVIÇOS DE IRRIGAÇÃO SA AUMENTO DE CAPITAL DE GIRO LÍQUIDO OUTRAS ENTIDADES - COPASA

105 ***

106 *** COPASA - SERVIÇOS DE SANEAMENTO INTEGRADO DO NORTE E NORDESTE DE MINAS GERAIS S/A- COPANOR

107 ***

108 PROGRAMA DE INVESTIMENTO RECURSOS DE TODAS AS FONTES 215 R$ 1, ÓRGÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA - SEDRU COPASA - SERVIÇOS DE SANEAMENTO INTEGRADO DO NORTE E NORDESTE DE MINAS GERAIS S/A - COPANOR CÓDIGO FUNF SUBF PROG ID PROJ/A IPG ESPECIFICAÇÃO 17 SANEAMENTO ADMINISTRAÇÃO GERAL APOIO À ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MANUTENÇÃO E ADEQUAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL - COPANOR ADEQUAR, MANTER E DESENVOLVER A ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL NECESSÁRIA PARA GARANTIR O BOM FUNCIONAMENTO DA COPASA - COPANOR AÇÃO DE APOIO À GESTÃO INSTITUCIONAL REALIZADA AÇÃO 1 GERAL 1. 17

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí S.A PIAUÍ FOMENTO Águas e Esgotos do Piauí S/A AGESPISA Companhia Administradora da Zona de Processamento

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Programa de Trabalho dos Investimentos

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Programa de Trabalho dos Investimentos dos Investimentos 19203 - Agência de Fomento 19203 - Agência de Fomento do RN 04 - Administração 3.000 123 - Administração Financeira 3.000 0088 - Promoção do Desenvolvimento Econômico e Social 3.000 1451

Leia mais

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Apresentação A Companhia de Saneamento de Minas Gerais, COPASA, criada em 1963, é uma empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Regional e Política

Leia mais

FUNDOS DO SETOR ELÉTRICO ADMINISTRADOS PELA ELETROBRÁS 2009

FUNDOS DO SETOR ELÉTRICO ADMINISTRADOS PELA ELETROBRÁS 2009 4.7 - FUNDOS DO SETOR ELÉTRICO A Centrais Elétricas Brasileiras S.A. - Eletrobrás é a responsável pela gestão de recursos setoriais que atendem às diversas áreas do Setor Elétrico, representados pelos

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Anexo de Metas e Prioridades

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Sistema Integrado para Administração Financeira Anexo de Metas e Prioridades Programa 1704 - APOIO À AGRICULTURA FAMILIAR 17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca Fortalecer a agricultura familiar, através de um conjunto de ações implementadas em parceria

Leia mais

ANEXOS DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA - OI

ANEXOS DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA - OI ANEXOS DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA - OI Demonstrativo Consolidado por Função Demonstrativo Consolidado por Subfunção Demonstrativo Consolidado por Função/Subfunção Demonstrativo Consolidado por Programa Demonstrativo

Leia mais

ASSESSORIA ADJUNTA DE. Gerência de Propriedade Intelectual Gerência de Inovação

ASSESSORIA ADJUNTA DE. Gerência de Propriedade Intelectual Gerência de Inovação ASSESSORIA ADJUNTA DE INOVAÇÃO Gerência de Propriedade Intelectual Gerência de Inovação Estruturar o ambiente de inovação - Como ampliar o papel das universidades (instituições de pesquisa) no desenvolvimento

Leia mais

EDUARDO TADEU SAGGIORATO Gerente de Negócios e Operações NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público 21.02.2013

EDUARDO TADEU SAGGIORATO Gerente de Negócios e Operações NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público 21.02.2013 EDUARDO TADEU SAGGIORATO Gerente de Negócios e Operações NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público 21.02.2013 QUEM SOMOS Legal Instituição Financeira do Estado de São Paulo, vinculada a Secretaria

Leia mais

Região Metropolitana de Belo Horizonte e Norte de Minas receberão novos investimentos em abastecimento de água

Região Metropolitana de Belo Horizonte e Norte de Minas receberão novos investimentos em abastecimento de água Região Metropolitana de Belo Horizonte e Norte de Minas receberão novos investimentos em abastecimento de água Governador Antonio Anastasia preside solenidade na qual foi assinado contrato para a implantação

Leia mais

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS - 2006. Principais Grupos

ORÇAMENTO DE INVESTIMENTO DAS EMPRESAS ESTATAIS - 2006. Principais Grupos Principais Grupos Empresas correntes 2003 2004 2005 2006 Realizado Realizado Realizado LOA Setor Produtivo Estatal 17.301 18.285 20.554 31.404 - Grupo PETROBRAS (No País) 13.839 14.960 16571 24.095 - Grupo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL PPA 2010/2013 CLASSIFICAÇÃO DOS PROGRAMAS E AÇÕES POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO SUBFUNÇÃO PROGRAMA AÇÃO FUNÇÃO: 01 - LEGISLATIVA 031 Ação Legislativa 0001 - Execução da Ação Legislativa Manutenção das Atividades Legislativas FUNÇÃO: 02 - JUDICIÁRIA 122 Administração Geral 0006 - Defesa Jurídica do Município

Leia mais

BDMG. Semana Mineira de Redução de Resíduos. Instrumentos Financeiros para Redução de Resíduos

BDMG. Semana Mineira de Redução de Resíduos. Instrumentos Financeiros para Redução de Resíduos BDMG Semana Mineira de Redução de Resíduos Instrumentos Financeiros para Redução de Resíduos Novembro de 2010 BDMG Desenvolvimento, inclusão social e sustentabilidade Perfil do BDMG Fundação: Lei Estadual

Leia mais

Linha Economia Verde

Linha Economia Verde Linha Economia Verde QUEM SOMOS Instituição Financeira do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009 Instrumento institucional de apoio àexecução de políticas

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA DE APROPRIAÇÃO DE DESPESA

ESPELHO DE EMENDA DE APROPRIAÇÃO DE DESPESA PLN 6 / 9 - LOA Apoio a estudos de viabilidade e projetos de pesquisas em energia hidrelétrica e outras energias renováveis Aprop.- Inclusão Data: 18/11/9 Página: 1 de 6 ÁREA DE GOVERNO Minas e Energia

Leia mais

Apresentação CEI. Perspectivas no mercado de energia fotovoltaica

Apresentação CEI. Perspectivas no mercado de energia fotovoltaica Apresentação CEI Perspectivas no mercado de energia fotovoltaica A CEI é produtora independente de energia em MG, com 9 usinas em operação, 15 empreendimentos hidrelétricos em desenvolvimento (130MW) e

Leia mais

Usina Hidrelétrica de Belo Monte

Usina Hidrelétrica de Belo Monte Usina Hidrelétrica de Belo Monte PA Ao dar continuidade ao maior programa de infraestrutura do Brasil desde a redemocratização, o Governo Federal assumiu o compromisso de implantar um novo modelo de desenvolvimento

Leia mais

Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife.

Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife. Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife. Data: dia 29 de abril de 2009 Local: sede da ONG Etapas no Recife PROGRAMA REABILITAÇÃO

Leia mais

Agenda. A Companhia. Nossa Operação. 3 Nossa Performance Financeira

Agenda. A Companhia. Nossa Operação. 3 Nossa Performance Financeira APIMEC RIO Resultados do 1T12 Diretoria Econômico-Financeira e de Relações com Investidores Aviso Esta apresentação pode conter considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas

Leia mais

Oportunidade de Investimento no Pará. Principais linhas de financiamento do Banco da Amazônia

Oportunidade de Investimento no Pará. Principais linhas de financiamento do Banco da Amazônia Seminário: Oportunidade de Investimento no Pará Palestra: Principais linhas de financiamento do Banco da Amazônia Palestrante: Valmir Pedro Rossi - Presidente São Paulo, 02 de dezembro de 2013 Pauta da

Leia mais

PREFEITURA DE XINGUARA

PREFEITURA DE XINGUARA 50/000-20 Anexo IV - Programas, Metas e Ações - (PPA Inicial) Página de 5 Programa: 000 AÇÃO LEGISLATIVA Manutenção da CMX através do apoio financeiro às atividades legislativas, custeio de despesas administrativas,

Leia mais

No presente estudo foram consideradas as seguintes premissas:

No presente estudo foram consideradas as seguintes premissas: 11. ANÁLISE DE VIABILIDADE ECONÔMICA O presente capítulo consiste da avaliação econômica do Plano Estadual de Recursos Hídricos. Esta avaliação objetiva quantificar e demonstrar os impactos da implementação

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

PORTARIA N o 42, DE 14 DE ABRIL DE 1999 (ATUALIZADA) (*) (Publicada no D.O.U. de 15.04.99)

PORTARIA N o 42, DE 14 DE ABRIL DE 1999 (ATUALIZADA) (*) (Publicada no D.O.U. de 15.04.99) PORTARIA N o 42, DE 14 DE ABRIL DE 1999 (ATUALIZADA) (*) (Publicada no D.O.U. de 15.04.99) Atualiza a discriminação da despesa por funções de que tratam o inciso I do 1 o do art. 2 o e 2 o do art. 8 o,

Leia mais

VESTIBULAR 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS

VESTIBULAR 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS VESTIBULAR 2015/1 SELEÇÃO PARA CURSOS TECNICOS SUBSEQUENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2015/1 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS CURSO TÉCNICO EM AGRIMENSURA Aprovado

Leia mais

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now.

Easy PDF Creator is professional software to create PDF. If you wish to remove this line, buy it now. PROGRAMA : ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVO : Manter as atividades administrativas e operacionais dos órgãos para melhoria da prestação de serviços ao público Valores (R$ 1,00) 2006 11.700,000 Manutenção das

Leia mais

POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO POTENCIAL DE PPPs NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RILEY RODRIGUES Conselho Empresarial de Infraestrutura Sistema FIRJAN Principais desafios Os programas precisam ser estruturados, dentro de seus setores, como

Leia mais

Programa 2014 Agropecuária Sustentável, Abastecimento e Comercialização

Programa 2014 Agropecuária Sustentável, Abastecimento e Comercialização 0299 - Equalização de Preços nas Aquisições do Governo Federal e na Formação de Estoques Reguladores e Estratégicos AGF 1. Descrição: O AGF (Aquisições do Governo Federal) é o instrumento tradicional da

Leia mais

Pesquisa e Desenvolvimento que geram avanços

Pesquisa e Desenvolvimento que geram avanços P&D O compromisso das empresas com o desenvolvimento sustentável por meio da energia limpa e renovável será demonstrado nesta seção do relatório. Nela são disponibilizados dados sobre a Pesquisa, Desenvolvimento

Leia mais

VESTIBULAR 2015 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS

VESTIBULAR 2015 INFORMAÇÕES SOBRE OS CURSOS VESTIBULAR 2015 SELEÇÃO PARA ENSINO PROFISSIONAL INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO, EM REGIME INTEGRAL COM DURAÇÃO DE 3 ANOS, DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS 2015 INFORMAÇÕES

Leia mais

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014 BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada Outubro de 2014 Agenda 1. Aspectos Institucionais 2. Formas de Atuação 3. Indústria de Base Florestal Plantada 1. Aspectos Institucionais Linha

Leia mais

O PAPEL DOS AGENTES FINANCIADORES NO APOIO AOS PROJETOS DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS

O PAPEL DOS AGENTES FINANCIADORES NO APOIO AOS PROJETOS DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS O PAPEL DOS AGENTES FINANCIADORES NO APOIO AOS PROJETOS DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS AGENDA 1. PERFIL OPERACIONAL DO BANCO DO NORDESTE DO BRASIL 2. PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS NO BNB Principais Atividades

Leia mais

II) FAT INFRA-ESTRUTURA INSUMOS BÁSICOS E BENS DE CAPITAL SOB ENCOMENDA.

II) FAT INFRA-ESTRUTURA INSUMOS BÁSICOS E BENS DE CAPITAL SOB ENCOMENDA. RESOLUÇÃO Nº 438, DE 2 DE JUNHO DE 2005 Institui o Programa de Apoio a Projetos de Infra-Estrutura - FAT INFRA-ESTRUTURA, cujos recursos serão destinados a financiamentos de projetos de infra-estrutura

Leia mais

Financiamento no Âmbito do Programa de Incentivo à Implementação de Projetos de Interesse Social - PIPS (Lei nº 10.735, de 2003)

Financiamento no Âmbito do Programa de Incentivo à Implementação de Projetos de Interesse Social - PIPS (Lei nº 10.735, de 2003) Programa 0902 Operações Especiais: Financiamentos com Retorno Justificativa Operações Especiais: Financiamentos com Retorno Público Alvo Operações Especiais: Financiamentos com Retorno Ações Orçamentárias

Leia mais

Light Serviços de Eletricidade S.A. Demonstrações contábeis regulatórias referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013

Light Serviços de Eletricidade S.A. Demonstrações contábeis regulatórias referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013 Light Serviços de Eletricidade S.A. Demonstrações contábeis regulatórias referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013 Balanços Patrimoniais Regulatório e Societário Nota Societário Ajustes CPCs

Leia mais

Ministério do Esporte e Turismo EMBRATUR Instituto Brasileiro de Turismo. Deliberação Normativa nº 419, de 15 de março de 2001

Ministério do Esporte e Turismo EMBRATUR Instituto Brasileiro de Turismo. Deliberação Normativa nº 419, de 15 de março de 2001 Ministério do Esporte e Turismo EMBRATUR Instituto Brasileiro de Turismo Deliberação Normativa nº 419, de 15 de março de 2001 A Diretoria da EMBRATUR Instituto Brasileiro de Turismo, no uso de suas atribuições

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS ESTADO DA BAHIA _ LEI Nº 429/07 Cria a Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Teixeira de Freitas, Estado da Bahia. Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

Engenharia Gerencial. A cogeração como alternativa aos desafios energéticos

Engenharia Gerencial. A cogeração como alternativa aos desafios energéticos A cogeração como alternativa aos desafios energéticos A visão corrente de que o Brasil possui um dos maiores parques de energia hidrelétrica do mundo, nos afasta de uma realidade um pouco distante disto.

Leia mais

JULIO THEMES NETO Diretor de Fomento e Crédito 01.06.2015

JULIO THEMES NETO Diretor de Fomento e Crédito 01.06.2015 JULIO THEMES NETO Diretor de Fomento e Crédito 01.06.2015 Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente

Leia mais

BNDES Prosoft. Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação

BNDES Prosoft. Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação BNDES Prosoft Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação Objetivo - Contribuir para o desenvolvimento da indústria nacional de software

Leia mais

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Curso de Prefeitos Eleitos 2013 a 2016 ARDOCE Missão Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública

Leia mais

Curso: Administração Disciplina: Administração Pública Prof: Carlos Henrique CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL -PROGRAMÁTICA

Curso: Administração Disciplina: Administração Pública Prof: Carlos Henrique CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL -PROGRAMÁTICA 1 Curso: Administração Disciplina: Administração Pública 6º Semestre Prof: Carlos Henrique CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL -PROGRAMÁTICA Na verdade, o que existe é a junção de duas classificações distintas: a

Leia mais

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil

Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Rio de Janeiro: o melhor lugar para a sua empresa no Brasil Thayne Garcia, Assessora-Chefe de Comércio e Investimentos (tgarcia@casacivil.rj.gov.br) Luciana Benamor, Assessora de Comércio e Investimentos

Leia mais

Energia Competitiva para o Nordeste: Energia Limpa e Renovável

Energia Competitiva para o Nordeste: Energia Limpa e Renovável MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA Energia Competitiva para o Nordeste: Energia Limpa e Renovável Gilberto Hollauer Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético Abril de 2015 1 Sumário Política Energética

Leia mais

Esfera Fiscal. Subfunção Administração Geral

Esfera Fiscal. Subfunção Administração Geral Governo do do Amazonas Secretaria de de Planejamento e Desenvolvimento Econômico SEPLAN Sistema de Planejamento, Orçamento e Gestão do do Amazonas SPLAM Pág. 3 de 2001 - da 25000 - Secretaria de de Infraestrutura

Leia mais

Galvão Energia Evolução das Fontes de Energia Renováveis no Brasil. V Conferência Anual da RELOP

Galvão Energia Evolução das Fontes de Energia Renováveis no Brasil. V Conferência Anual da RELOP Galvão Energia Evolução das Fontes de Energia Renováveis no Brasil V Conferência Anual da RELOP Lisboa, 01.Jun.2012 Agenda O Acionista Grupo Galvão 03 A Empresa Galvão Energia 04 A evolução das fontes

Leia mais

Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá

Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá Compromissos com o Meio Ambiente e a Qualidade de Vida Agenda Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável do Amapá Eu, ( ) (sigla do partido) me comprometo a promover os itens selecionados abaixo

Leia mais

Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA

Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA Gestão Pública: Plano Palhoça 2030 Prefeito Municipal de Palhoça Comitê Executivo de Acompanhamento e Implantação Avaliação de Desempenho

Leia mais

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 1. Patrocínios 1.1 Patrocínio a Eventos e Publicações Data limite: 60 dias de antecedência da data de início do evento

Leia mais

Novas Políticas Operacionais BNDES. Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 2006

Novas Políticas Operacionais BNDES. Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 2006 Novas Políticas Operacionais BNDES Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 2006 Preparação do Banco para as novas Políticas Operacionais Aumento da eficiência e agilização dos procedimentos do banco, através

Leia mais

REVISTA JURÍDICA CONSULEX ONLINE Destaque

REVISTA JURÍDICA CONSULEX ONLINE Destaque REVISTA JURÍDICA CONSULEX ONLINE Destaque Walter Douglas Stuber e Adriana Maria Gödel Stuber WALTER DOUGLAS STUBER é sócio fundador de Amaro, Stuber e Advogados Associados, e ADRIANA MARIA GÖDEL é advogada

Leia mais

CAIXA ao Setor Elétrico. Case: Energia Fotovoltaica

CAIXA ao Setor Elétrico. Case: Energia Fotovoltaica 5º Congresso Ecoenergy Julho 2015 Opções de Financiamento da CAIXA ao Setor Elétrico Case: Energia Fotovoltaica FERNANDO CIOTTI Gerente Regional Superintendência de Grandes Empresas Infraestrutura, Energia

Leia mais

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste

Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste O que é FCO? O Fundo de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) é um fundo de crédito criado pela Constituição Federal de 1988 com o objetivo de promover

Leia mais

GUIA 2013 PARA PREFEITOS E PREFEITAS MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL

GUIA 2013 PARA PREFEITOS E PREFEITAS MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL GUIA 2013 PARA PREFEITOS E PREFEITAS MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL Principais competências do Ministério da Integração Nacional: Ministro de Estado Formulação e condução da Política Nacional de Desenvolvimento

Leia mais

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013

Apimec Florianópolis. Dezembro 2013 Apimec Florianópolis Dezembro 2013 Exoneração de Responsabilidades Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Versão : 2. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Versão : 2. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Programa de Reabilitação de Áreas Urbanas Centrais. Secretaria Nacional de Programas Urbanos

Programa de Reabilitação de Áreas Urbanas Centrais. Secretaria Nacional de Programas Urbanos Programa de Reabilitação de Áreas Urbanas Centrais Secretaria Nacional de Programas Urbanos CONCEITOS Área Urbana Central Bairro ou um conjunto de bairros consolidados com significativo acervo edificado

Leia mais

MINAS GERAIS, SEU MELHOR INVESTIMENTO. Seminário LIDE Abril de 2012

MINAS GERAIS, SEU MELHOR INVESTIMENTO. Seminário LIDE Abril de 2012 MINAS GERAIS, SEU MELHOR INVESTIMENTO Seminário LIDE Abril de 2012 A NOSSA MINAS GERAIS MINAS EM NÚMEROS América do Sul 588.000 KM² DE TERRITÓRIO. Brasil MAIOR DO QUE PAÍSES COMO A FRANÇA, SUÉCIA E ESPANHA.

Leia mais

Investimentos da AES Brasil crescem 32% e atingem R$ 641 milhões nos primeiros nove meses do ano

Investimentos da AES Brasil crescem 32% e atingem R$ 641 milhões nos primeiros nove meses do ano Investimentos da AES Brasil crescem 32% e atingem R$ 641 milhões nos primeiros nove meses do ano Valor faz parte de plano de investimentos crescentes focado em manutenção, modernização e expansão das operações

Leia mais

Linhas de financiamento para apoio a Eficiência Energética e utilização de fontes de energia limpa nos diversos setores da sociedade

Linhas de financiamento para apoio a Eficiência Energética e utilização de fontes de energia limpa nos diversos setores da sociedade Soluções em Eficiência Energética e Energia Renovável Aplicáveis a Edificações Residenciais e Comerciais de Pernambuco Linhas de financiamento para apoio a Eficiência Energética e utilização de fontes

Leia mais

Medida Provisória nº 691/2015

Medida Provisória nº 691/2015 Medida Provisória nº 691/2015 Brasília, Setembro/2015 AUDIÊNCIA PÚBLICA SENADO GESTÃO DE IMÓVEIS DA UNIÃO APERFEIÇOAMENTO DO MARCO LEGAL- MP 691/2015 Alienação de terrenos em áreas urbanas consolidadas

Leia mais

ENTENDENDO A FATURA DE ENERGIA ENTENDA COMO É FORMADA A FATURA DE ENERGIA ELÉTRICA E DESCUBRA POR QUE VOCÊ PAGA TÃO CARO

ENTENDENDO A FATURA DE ENERGIA ENTENDA COMO É FORMADA A FATURA DE ENERGIA ELÉTRICA E DESCUBRA POR QUE VOCÊ PAGA TÃO CARO ENTENDENDO A FATURA DE ENERGIA ENTENDA COMO É FORMADA A FATURA DE ENERGIA ELÉTRICA E DESCUBRA POR QUE VOCÊ PAGA TÃO CARO 1. APRESENTAÇÃO O Grupo Genergia, em total sinergia com o pensamento mundial, aliando

Leia mais

Administrando o Fluxo de Caixa

Administrando o Fluxo de Caixa Administrando o Fluxo de Caixa O contexto econômico do momento interfere no cotidiano das empresas, independente do seu tamanho mercadológico e, principalmente nas questões que afetam diretamente o Fluxo

Leia mais

SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV

SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV Realizar projetos para destinação de resíduos sólidos * Meio Ambiente Desenvolver programas de educação ambiental Apresentar pequenos e médios projetos de recuperação (seqüestro

Leia mais

MENSAGEM 055/2015. Senhor Presidente, Senhores Vereadores,

MENSAGEM 055/2015. Senhor Presidente, Senhores Vereadores, MENSAGEM 055/2015 Senhor Presidente, Senhores Vereadores, É com elevada honra que submeto à apreciação de Vossas Excelências e à superior deliberação do Plenário dessa Augusta Casa Legislativa, o Projeto

Leia mais

Apresentação A Investe Rio é uma instituição financeira não bancária, sociedade de economia mista com personalidade jurídica de direito privado, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE KUBITSCHEK Estado de Minas Gerais MENSAGEM Nº

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE KUBITSCHEK Estado de Minas Gerais MENSAGEM Nº MENSAGEM Nº Senhores membros da Câmara Municipal, Submeto à elevada deliberação de V. Exªs. o texto do projeto de lei que institui o Plano Plurianual para o período de 2002 a 2005. Este projeto foi elaborado

Leia mais

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA. D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC)

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA. D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC) EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC) Professor: Pedro Antônio Bertone Ataíde 23 a 27 de março

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Prioridades BNDES Infraestrutura logística e energética Infraestrutura urbana de saneamento e mobilidade. Modernização da

Leia mais

10122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 252.311,25 101220001 SUSTENTAÇÃO ADMINISTRATIVA 252.311,25 Total Unidade: 252.311,25

10122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 252.311,25 101220001 SUSTENTAÇÃO ADMINISTRATIVA 252.311,25 Total Unidade: 252.311,25 2-0216 - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE 10 SAÚDE 10122 ADMINISTRAÇÃO GERAL 101220001 SUSTENTAÇÃO ADMINISTRATIVA Total : 04 ADMINISTRAÇÃO 0217 - SECRETARIA MUNICIPAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 04122 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Dispõe sobre o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico FNDCT, e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º O Fundo Nacional de Desenvolvimento

Leia mais

INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA ÁREA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Oportunidades para o desenvolvimento urbano sustentável GESTÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA

INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA ÁREA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Oportunidades para o desenvolvimento urbano sustentável GESTÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA INOVAÇÕES METODOLÓGICAS NA ÁREA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Oportunidades para o desenvolvimento urbano sustentável GESTÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Premissas para lidar com a iluminação urbana 1. Aspirações da

Leia mais

- ATENÇÃO PESQUISADORES -

- ATENÇÃO PESQUISADORES - - ATENÇÃO PESQUISADORES - Informamos abaixo os últimos editais para fomento à pesquisa divulgados pela FAPESB e CNPQ, para conhecimento e possível envio de propostas de projetos: Órgão Responsável: FAPESP

Leia mais

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007

PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007 Secretaria de Orçamento Federal - SOF Assessoria de Consolidação - ASCON PROJETO DE LEI ORÇAMENTÁRIA PARA 2007 No Estado do Rio de (RJ) Ministério da Ciência e Tecnologia 0 23.384 23.384 Implantação de

Leia mais

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00

CREDITO SUPLEMENTAR PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1,00 PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTACAO) RECURSOS DE TODAS AS FONTES R$ 1,00 20 AGRICULTURA 58.000 23 COMÉRCIO E SERVIÇOS 5.450.000 25 ENERGIA 288.428.769 26 TRANSPORTE 400.712.362 TOTAL - GERAL 694.649.131

Leia mais

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes

O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes O passo a passo da participação popular Metodologia e diretrizes Com o objetivo de garantir a presença da população na construção e no planejamento de políticas públicas, o Governo de Minas Gerais instituiu

Leia mais

O Mercado de Energia Eólica E e no Mundo

O Mercado de Energia Eólica E e no Mundo O Mercado de Energia Eólica E no Brasil e no Mundo Audiência Pública P - Senado Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle Brasília/DF 19 de junho de 2008 Energia: importância

Leia mais

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES O Brasil ingressa em um novo ciclo de desenvolvimento A economia brasileira continuarácrescendo firmemente nos

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE URUSSANGA - PREFEITURA

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE URUSSANGA - PREFEITURA Página: 1 02 GABINETE DO PREFEITO 02.01 GABINETE DO PREFEITO 235.500,00 13.904,00 47.188,90 188.311,10 13.904,00 47.188,90 0,00 235.500,00 13.904,00 47.188,90 188.311,10 13.904,00 47.188,90 0,00 0201.04

Leia mais

Inclusão Socioeconômica

Inclusão Socioeconômica PPA 2004-2007 Bahia que Faz SECRETARIAS ENVOLVIDAS OBJETIVO RECURSOS SEAGRI, SEC, SEFAZ, SICM, SEPLAN, SETRAS, SCT, SEINFRA, SECOMP, EGERAIS Desenvolver políticas de incentivo à inserção econômica das

Leia mais

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro:

As mensagens de erro são representadas por um código seguido da descrição do erro encontrado. Abaixo segue a estrutura do código de erro: Anexo I - Regras de Validação DCA 2014 O presente anexo possui o objetivo de apresentar a estrutura das mensagens de erros emitidas quando o sistema encontra alguma inconsistência na validação das fórmulas

Leia mais

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 8ª. EMISSÃO PRIVADA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 8ª. EMISSÃO PRIVADA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012 LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 8ª. EMISSÃO PRIVADA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2012 Rio de Janeiro, 30 de Abril, 2013. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL

OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL OBRAS DE INFRAESTRUTURA NO BRASIL Estudo realizado com 259 empresas; Faturamento das empresas pesquisadas representando mais de 30% do PIB brasileiro; O objetivo principal é mapear e avaliar a importância

Leia mais

APRESENTAÇÃO 21.07.2011

APRESENTAÇÃO 21.07.2011 APRESENTAÇÃO 21.07.2011 QUEM SOMOS Instituição Financeira do Estado de São Paulo, regulada pelo Banco Central, com inicio de atividades em Março/2009 Instrumento institucional de apoio à execução de políticas

Leia mais

O Novo Modelo do Setor Elétrico, a ANEEL e a Geração Distribuída

O Novo Modelo do Setor Elétrico, a ANEEL e a Geração Distribuída Geração Distribuída 2002 INEE O Novo Modelo do Setor Elétrico, a ANEEL e a Geração Distribuída Junho de 2002 - São Paulo - SP Paulo Pedrosa Diretor Ouvidor Sumário I II III o modelo competitivo o papel

Leia mais

XVIII Congresso Brasileiro de Recursos Hídricos

XVIII Congresso Brasileiro de Recursos Hídricos SECRETARIA DE SANEAMENTO E ENERGIA XVIII Congresso Brasileiro de Recursos Hídricos Mesa redonda: Marco Regulatório do Setor Saneamento Desafios do Saneamento e Regulação dos Serviços no Estado de São Paulo

Leia mais

Planejamento e gestão da expansão urbana

Planejamento e gestão da expansão urbana CURSO GESTÃO DA VALORIZAÇÃO IMOBILIÁRIA: Contribuição de Melhoria, Reajuste de Terrenos e Redesenvolvimento Belo Horizonte, 24 a 26 de outubro de 2012 Planejamento e gestão da expansão urbana Daniel Todtmann

Leia mais

Potencialidades da Cogeração nos Segmentos Industrial e Comercial. Leonardo Caio Filho COGEN leonardo@cogen.com.br (11) 3815-4887

Potencialidades da Cogeração nos Segmentos Industrial e Comercial. Leonardo Caio Filho COGEN leonardo@cogen.com.br (11) 3815-4887 Potencialidades da Cogeração nos Segmentos Industrial e Comercial Leonardo Caio Filho COGEN leonardo@cogen.com.br (11) 3815-4887 COGEN Associação da Indústria de Cogeração de Energia A COGEN Associação

Leia mais

GESTÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA: AÇÕES IMEDIATAS APÓS A TRANSFERÊNCIA DOS ATIVOS

GESTÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA: AÇÕES IMEDIATAS APÓS A TRANSFERÊNCIA DOS ATIVOS GESTÃO DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA: AÇÕES IMEDIATAS APÓS A TRANSFERÊNCIA DOS ATIVOS ILUMEXPO 2015 4ª Exposição e Fórum de Gestão de Iluminação Pública Luciana Hamada / Junho 2015 IBAM, MUNICÍPIO E

Leia mais

PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS ENERGIA NUCLEAR

PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS ENERGIA NUCLEAR Programas mobilizadores em áreas estratégicas PROGRAMAS MOBILIZADORES EM ÁREAS ESTRATÉGICAS ENERGIA NUCLEAR Legenda: branco = PDP original Amarelo = modificação posterior ao lançamento da PDP Vermelho

Leia mais

APRESENTAÇÃO BDMG. I Encontro COMTUR. Sete Lagoas - 25/02/2010

APRESENTAÇÃO BDMG. I Encontro COMTUR. Sete Lagoas - 25/02/2010 APRESENTAÇÃO BDMG I Encontro COMTUR Sete Lagoas - 25/02/2010 SOLUÇÕES DE FINANCIAMENTO PARA EMPREENDIMENTOS QUE INTEGRAM O SETOR DE TURISMO: GERAMINAS OBJETIVO Conceder financiamentos a microempresas e

Leia mais

Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC

Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Notas sobre o balanço de um ano do PAC Brasília, 22 de janeiro de 2008 NOTAS SOBRE O BALANÇO DE UM ANO DO PAC AVALIAÇÃO GERAL Pontos positivos e destaques: 1)

Leia mais

Ação do BNB no Crédito para Energias Renováveis. Fortaleza(CE), 10 a 12/06/2015

Ação do BNB no Crédito para Energias Renováveis. Fortaleza(CE), 10 a 12/06/2015 Ação do BNB no Crédito para Energias Renováveis Fortaleza(CE), 10 a 12/06/2015 Tópicos 1. Sobre o Banco do Nordeste 2. Histórico do crédito para energias renováveis 3. Financiamento para a mini e microgeração

Leia mais

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA O TURISMO LINHAS DE CRÉDITO PARA MICRO, PEQUENA E MÉDIA EMPRESAS Novembro 2008 FUNGETUR Fundo Geral de Turismo Fomentar e prover recursos para o financiamento de atividades

Leia mais

S O C I O A M B I E N TA L

S O C I O A M B I E N TA L Apresentação Todas as ações desenvolvidas pelo Banrisul estão comprometidas em preservar o meio ambiente, seja no momento de realizar um contrato de financiamento agrícola, investimento em projeto, seja

Leia mais

BANCO DE PROJETOS. A infra-estrutura dos Estados e Municípios necessita ser planejada;

BANCO DE PROJETOS. A infra-estrutura dos Estados e Municípios necessita ser planejada; BANCO DE PROJETOS É O ACERVO DE PROJETOS EXECUTADOS COM ANTERIORIDADE PARA DAR SUPORTE A UM PROGRAMA DE OBRAS, ESPECIALMENTE DE MÉDIO E LONGO PRAZO, COM VISTAS A UM EFICIENTE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE

Leia mais

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Atração de Investimentos, Promoção Comercial e Projeção Internacional Eduardo Bernis Secretaria Municipal de Desenvolvimento Belo Horizonte

Leia mais

Curso de Gestão de Águas Pluviais

Curso de Gestão de Águas Pluviais Curso de Gestão de Águas Pluviais Capítulo 4 Prof. Carlos E. M. Tucci Prof. Dr. Carlos E. M. Tucci Ministério das Cidades 1 Capítulo 4 Gestão Integrada Conceito Marcos Mundiais, Tendência e Estágio Institucional

Leia mais

REFORMA ELÉTRICA A Experiência Brasileira

REFORMA ELÉTRICA A Experiência Brasileira REFORMA ELÉTRICA A Experiência Brasileira Professor Adilson de Oliveira Instituto de Economia Universidade Federal do Rio de Janeiro/Brasil Por que Reformar? Depois de um longo período de expansão (1945-1985),

Leia mais

WORKSHOP PERSPECTIVAS E DESAFIOS DA ENERGIA NUCLEAR NA MATRIZ ELÉTRICA DO BRASIL

WORKSHOP PERSPECTIVAS E DESAFIOS DA ENERGIA NUCLEAR NA MATRIZ ELÉTRICA DO BRASIL WORKSHOP PERSPECTIVAS E DESAFIOS DA ENERGIA NUCLEAR NA MATRIZ ELÉTRICA DO BRASIL GESEL / SINERGIA / EDF A OPÇÃO NUCLEAR PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL Altino Ventura Filho Secretário de Planejamento

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS PODER EXECUTIVO

ESTADO DO AMAZONAS PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS PODER EXECUTIVO QUADRO I - RECEITA ORÇAMENTÁRIA POR CATEGORIA E FONTE 1. RECEITAS CORRENTES 3.770.007.000 Receita Tributária 976.512.000 Receita de Contribuições 251.081.000 Receita Patrimonial 76.136.000 Receita de Serviços

Leia mais