BTG Pactual Relatório de Atualização

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BTG Pactual Relatório de Atualização"

Transcrição

1 Segregação de ações BBTG11 Conforme o fato relevante divulgado pela companhia, após aprovação pela maioria dos acionistas da segregação de ações, os detentores de participação no BTG Pactual, através das units BBTG11, poderão (caso queiram) aderir ao novo programa de ações da companhia, através do qual o acionista poderá converter cada unit BBTG11 que detenha em duas novas units, sendo uma representativa do Banco BTG Pactual (BPAC11) e outra representativa do segmento de participações em empresas, o BTG Pactual Participations (BBTG12). Para os atuais acionistas da companhia, recomendamos realizar a operação e converter as ações BBTG11 em BPAC11 e BBTG12. Acreditamos que, devido à significativa aprovação dos acionistas, boa parte das units BBTG11 deve ser convertida nas units segregadas, o que traz grande risco de liquidez para os acionistas que decidirem não realizar a conversão e continuar com BBTG11. Além disso, acreditamos que a operação tem potencial de trazer importantes destraves de valor, principalmente para as ações representativas do Banco BTG Pactual (BPAC11), uma vez que, em nossa opinião, o nível de rentabilidade do banco sustenta uma precificação bastante superior à atual, que é justificada por: (i) menor liquidez quando comparado com os outros bancos negociados em bolsa; (ii) ausência de participação nos principais índices de ações; e (iii) impossibilidade de compra das ações por fundos de pensão brasileiros, devido à existência de BDRs do BTG Participations nas units BBTG11. O racional da operação é: (i) permitir melhor visibilidade dos negócios do banco e do veículo de investimentos em private equity de forma segregada e mais transparente; (ii) possibilitar uma melhor precificação das ações representativas do negócio bancário, por meio da entrada em índices de negociação, além de aumentar o espectro de investidores/acionistas (como fundos de pensão); e (iii) simplificar e tornar mais flexível a estrutura de capital que, hoje, é considerada mais complexa devido à existência de estruturas offshore do BTG Participations, além de segregar de forma mais ampla os negócios, permitindo, dessa forma, que as administrações, tanto do banco como da empresa de participação, foquem em seus respectivos negócios. O banco BTG Pactual, diferentemente dos bancos de varejo, que têm mais presença em atividades de crédito e serviços, é um banco de investimentos e sua geração de receitas vem da operação em quatro principais áreas de negócios, sendo elas: Investment Banking, Corporate Lending, Sales & Trading, Asset Management, Wealth Management. Já o BTG Pactual Participations tem como foco o investimento em empresas e títulos de dívida, como: Lojas Leader, BR Pharma, BR Pec Agropecuária, Empréstimos para sócios e Bonds (do Banco BTG Pactual). Recomendamos aos detentores das units BBTG11 aderir ao programa de conversão. Finalizada a operação, sendo agora acionistas dos dois negócios de forma independente (importante lembrar que a operação não causará nenhuma diluição do investidor), podem optar em continuar com ambas as units (banco e empresa de participações) ou vendê-las as units de maneira independente. Nossa opinião é de que, apesar da volatilidade que um banco de investimentos pode apresentar em seus resultados, devido a menor visibilidade e resiliência, inerentes do negócio, quando comparado com às atividade de varejo de outros bancos (crédito e serviços), acreditamos que os níveis de rentabilidade das operações do banco são mais do que suficientes para suportar um valuation bastante superior ao que é visto hoje, o que pode se caracterizar como uma boa oportunidade de investimento de longo prazo. No caso do BTG Pactual Participations, acreditamos que as condições atuais dos investimentos, principalmente Lojas Leader e BR Pharma, tornam a manutenção das units BBTG12 consideravelmente arriscada, uma vez que os negócios se encontram em condição bastante deteriorada e preocupante. 1

2 2

3 3

4 4

5 Analista(s) emissor(es) do Relatório Samuel Torres, CNPI-P Equipe de Análise Marcio Gomes, CNPI-T Vitor Mizumoto, CNPI Este Relatório foi preparado pela Spinelli S.A. CVMC para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este a qualquer pessoa sem expressa autorização da Corretora. Este Relatório é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro, assim como representa, tão somente, a(s) opinião (ões) do (s) analista (s) emissor (es) do referido relatório. As informações contidas neste Relatório foram elaboradas a partir de fontes que consideramos fidedignas, mas sua exatidão não está garantida, quais sejam as de conhecimento público e de serviços que, por ventura, a Spinelli S.A. CVMC venha a terceirizar. Entretanto, as informações aqui contidas não representam por parte da Spinelli garantia de exatidão das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas, e não devem ser consideradas como tais. As opiniões contidas neste Relatório são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças. Além disso, as informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança e, caso seja considerado o "RATING, vale destacar que se trata de uma opinião sobre os fundamentos econômico-financeiros e diversos riscos a que uma empresa, instituição financeira ou captação de recursos de terceiros, possa estar sujeita dentro de um contexto específico, que pode ser modificada conforme estes riscos se alterem. O investidor não deve considerar em hipótese alguma o RATING como recomendação de Investimento. Sem prejuízo do disclaimer acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483, o(s) analista(s) de investimento(s) responsável (is) pela elaboração deste relatório declara(m) que: 1. é (são) credenciado(s) pela APIMEC. 2. as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, as quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Spinelli. 3. Assim como seu cônjuge ou companheiro, pode ser titular,diretamente ou indiretamente, de ações e/ou outros valores mobiliários de emissão da companhia objeto da análise deste Relatório, mantendo sua imparcialidade na elaboração de documentos. 4. assim como seu cônjuge ou companheiro, pode possuir, diretamente ou indiretamente, interesse financeiro em relação ao emissor objeto deste Relatório, situação esta em que permanecerá a imparcialidade de suas manifestações; 5. sua remuneração é fixa e não está, diretamente ou indiretamente, relacionada à recomendação específica ou atrelada à precificação de quaisquer dos valores mobiliários de emissão da companhia objeto de análise neste Relatório. Ademais, o(s) analista(s) que se encontra(m) na(s) seguinte(s) situação (ões) assinala(m) que: ( ) O(s) analista(s) de investimentos, seus cônjuges ou companheiros, detêm, direta ou indiretamente, em nome próprio ou de terceiros, ações e/ou outros valores mobiliários de emissão das companhias objeto de sua análise. ( ) Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, estão direta ou indiretamente envolvidos na aquisição, alienação ou intermediação dos valores mobiliários objeto deste relatório. ( ) Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, possuem, direta ou indiretamente, qualquer interesse financeiro em relação à companhia emissora dos valores mobiliários analisados neste relatório. (X) O(s) analista(s) de investimento não tem vínculo com pessoa natural que trabalha para o emissor objeto do relatório de análise. Informações adicionais sobre quaisquer companhias objeto de análise e recomendação podem ser obtidas diretamente, por , com o(s) analista(s) responsável (eis) pela análise. 5

Lojas Americanas Relatório de Atualização

Lojas Americanas Relatório de Atualização Recomendação LAME4 Compra Preço em 19/07/17 (R$) 14,88 Ações (MM) 1.043 Valor Mercado (R$ MM) 22.150 Mín. 52 semanas (R$) 13,20 Máx. 52 semanas (R$) 21,64 Variação 1 Semana (2,6%) Variação 1 Mês 7,2% Variação

Leia mais

Iochpe-Maxion Relatório de Atualização

Iochpe-Maxion Relatório de Atualização jan-16 mar-16 mai-16 jul-16 set-16 nov-16 Iochpe-Maxion Recomendação Neutro MYPK3 Preço em 04/01/17 (R$) 12,59 Ações (MM) 95 Valor Mercado (R$ MM) 1.187 Mín. 52 semanas (R$) 8,34 Máx. 52 semanas (R$) 20,31

Leia mais

Panorama Econômico 2017 Relatório de Atualização

Panorama Econômico 2017 Relatório de Atualização Economia em 2017 EUA Durante o ano de 2016, observou-se uma continuação da gradual recuperação da economia americana e do seu mercado de trabalho, apesar da piora das perspectivas do cenário global. Crescimento

Leia mais

Cemig Relatório de Atualização

Cemig Relatório de Atualização set-15 nov-15 jan-16 mar-16 mai-16 jul-16 Cemig Recomendação CMIG4 Neutra Preço em 13/09/16 (R$) 8,89 Ações (MM) 1.259 Valor Mercado (R$ MM) 11.129 Mín. 52 semanas (R$) 3,89 Máx. 52 semanas (R$) 9,97 Variação

Leia mais

Carteira Recomendada. 02 de janeiro de Carteira recomendada para janeiro de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 02 de janeiro de Carteira recomendada para janeiro de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para janeiro de 2017 Fech. 29/12/16 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Bradesco BBDC4 29,00 15,39 33,60 10,0% Itaú Unibanco ITUB4 33,85 20,74 38,84

Leia mais

Abril. Stock Guide CONTEÚDO. 02 Neutras / Não Atrativas 03 Análise de empresas. Atrativas

Abril. Stock Guide CONTEÚDO. 02 Neutras / Não Atrativas 03 Análise de empresas. Atrativas Stock Guide 04 de abril de 2017 Abril CONTEÚDO Guia técnico do mercado brasileiro voltado para investidores de longo prazo. 01 s 02 Neutras / Não s 03 Análise de empresas Analista responsável Victor Benndorf

Leia mais

MERCADO FUTURO BOI GORDO BM&F. BGIV16 OUTUBRO 16 (BM&F) Análise Técnica

MERCADO FUTURO BOI GORDO BM&F. BGIV16 OUTUBRO 16 (BM&F) Análise Técnica MERCADO FUTURO BOI GORDO BM&F BGIV16 OUTUBRO 16 (BM&F) Análise Técnica O contrato futuro de Boi Gordo V16 saiu do canal de acumulação de curtíssimo prazo e perdeu Suporte em 166,00, fortalecendo as vendas

Leia mais

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS Este documento vem em atendimento a Instrução CVM 483, de 06 de Julho de 2010, que dispõe sobre a atividade do profissional de Análise de Valores Mobiliários.

Leia mais

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS Atualizado em: Jan/12 Última atualização em: Out/13 Este documento rege as atividades desemprenhas pelos Analistas de Valores Mobiliários vinculados a Um Investimentos,

Leia mais

PETROBRÁS S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão: - Refino, Transporte e Comercialização (44%)

PETROBRÁS S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão: - Refino, Transporte e Comercialização (44%) PETROBRÁS S/A Empresa: É uma companhia que atua na exploração, produção e distribuição de petróleo e derivados. A Petrobrás possui atividades operacionais em 25 países, estando presente em todos os continentes.

Leia mais

Eletrobras Relatório de Atualização

Eletrobras Relatório de Atualização Recomendação ELET3 Compra Preço em 31/08/17 (R$) 18,00 Ações (MM) 1.087 Valor Mercado (R$ MM) 25.137 Enterprise Value (R$ MM) 63.514 Mín. 52 semanas (R$) 11,61 Máx. 52 semanas (R$) 26,15 Variação 1 Semana

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de fevereiro de Carteira recomendada para fevereiro de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 01 de fevereiro de Carteira recomendada para fevereiro de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para fevereiro de 2017 Fech. 31/01/17 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Bradesco BBDC4 32,70 16,16 33,60 10,0% Itaú Unibanco ITUB4 37,24 21,14

Leia mais

Sonae Sierra Brasil. A receita líquida da companhia tem a seguinte composição:

Sonae Sierra Brasil. A receita líquida da companhia tem a seguinte composição: Sonae Sierra Brasil Empresa: A Sonae Sierra Brasil é uma das principais incorporadoras, proprietárias e operadoras de shopping centers no Brasil, tendo em seu portfólio a participação de onze shoppings

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de março de Carteira recomendada para março de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 01 de março de Carteira recomendada para março de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para março de 2017 Fech. 24/02/17 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Bradesco BBDC4 33,42 18,21 34,53 12,0% Itaú Unibanco ITUB4 40,03 21,96 42,00

Leia mais

Ajuste Diário Boi Gordo. 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ ,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ ,00. Ajuste Diário Milho. Dia 1-09:00 Dia 1-15:30

Ajuste Diário Boi Gordo. 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ ,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ ,00. Ajuste Diário Milho. Dia 1-09:00 Dia 1-15:30 XP - Análise Cálculo de Diário BM&F Diário Boi Gordo Dia 1-09:00 Dia 1-16:00 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ 49.500,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ 50.160,00 R$ 152,00 - R$150,00 = R$ 2,00 diário R$ 2,00 x 330 =

Leia mais

Sexta-feira, 28 de Agosto de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário

Sexta-feira, 28 de Agosto de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário Sexta-feira, 28 de Agosto de 2015 Panorama do Mercado Análise Ibovespa #IBOV Diário O Ibovespa segue em forte tendência de baixa mostrando forte rally dos compradores x vendedores no suporte em 44.000

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de novembro de Carteira recomendada para novembro de Principais drivers das recomendações

Carteira Recomendada. 01 de novembro de Carteira recomendada para novembro de Principais drivers das recomendações Carteira recomendada para novembro de 2016 Fech. 31/10/16 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Braskem BRKM5 28,27 17,13 28,83 10,0% Embraer EMBR3 17,15 13,81 30,60 10,0%

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de dezembro de Carteira recomendada para dezembro de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 01 de dezembro de Carteira recomendada para dezembro de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para dezembro de 2016 Fech. 30/11/16 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Bradesco BBDC4 29,75 15,39 33,60 12,5% Itaú Unibanco ITUB4 35,42 20,74 38,84

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 11 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 11 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em alta, acompanhando o movimento de valorização das bolsas de países da América Latina, impulsionado pela valorização dos preços do minério de ferro e de commodities

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 23 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 23 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em alta, seguindo a valorização das bolsas dos EUA, após discurso do presidente dos EUA, Donald Trump, não trazer novidades. Os destaques do dia foram: (i) RUMO3 (5,2%),

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 10 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 10 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em leve alta, impulsionado pela valorização das ações de empresas dos setores de siderurgia, mineração e consumo, em meio a valorização dos preços do minério de ferro

Leia mais

Ibovespa encerra o dia com alta de 0,49%

Ibovespa encerra o dia com alta de 0,49% DICA DO ANALISTA Com a chegada do final de ano, é hora de readequar sua carteira de investimentos conforme as novas premissas do mercado. É importante aplicar em ativos que possam beneficiar-se do aumento

Leia mais

Terça-feira, 06 de Outubro de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário. #IBOV Semanal. # DÓLAR FUTURO Diário

Terça-feira, 06 de Outubro de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário. #IBOV Semanal. # DÓLAR FUTURO Diário Terça-feira, 06 de Outubro de 2015 Panorama do Mercado Análise Ibovespa #IBOV Diário O índice continua em forte recuperação técnica. As fortes resistências estão na Linha de Tendência de Baixa e na média

Leia mais

Quinta-feira, 15 de Outubro de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário. #IBOV Semanal. # DÓLAR FUTURO Diário

Quinta-feira, 15 de Outubro de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário. #IBOV Semanal. # DÓLAR FUTURO Diário Quinta-feira, 15 de Outubro de 2015 Panorama do Mercado Análise Ibovespa #IBOV Diário A sinalização do índice segue sem uma definição nesse momento, voltando para as médias móveis. A resistência está em

Leia mais

CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO. Credit Suisse Hedging-Griffo Asset Management Partners Gestão de Recursos S.A.

CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO. Credit Suisse Hedging-Griffo Asset Management Partners Gestão de Recursos S.A. 10 CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO Credit Suisse Hedging-Griffo Asset Management Partners Gestão de Recursos S.A. Política de Exercício de Direito de Voto em Assembleias Gerais relativas a ativos detidos

Leia mais

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE Estácio Participações

Leia mais

O QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO NA ESCOLHA DE UMA CORRETORA

O QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO NA ESCOLHA DE UMA CORRETORA O QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO NA ESCOLHA DE UMA CORRETORA Como escolher uma boa corretora. Por que fazemos isso? Você já deve ter percebido, por meio de nossos conteúdos, que o incentivamos a investir diretamente

Leia mais

RESEARCH 17 DE MAIO DE 2017

RESEARCH 17 DE MAIO DE 2017 Agenda do dia Agenda do Próximo Dia MACROECONOMIA Brasil Fluxo cambial semanal Zona do Euro - CPI Alemanha PPI Zona do Euro Confiança do consumidor Estados Unidos Pedidos de auxílio desemprego Rentabilidade

Leia mais

Long & Short Fundamentalista

Long & Short Fundamentalista Razão de COMPRAR RADL3 Preço de Entrada R$ 57,65 troca Preço atual R$ 57,65 (entrada) Razão de troca (atual) RESULTADO VENDER QUAL3 Preço de Entrada R$ 18,90 3,050 Preço atual R$ 18,90 3,050 0,0% Long

Leia mais

PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS. 2ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS. 2ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS 2ª SÉRIE da 3ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de

Leia mais

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 4 DE MAIO DE 2017

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 4 DE MAIO DE 2017 Agenda do dia Agenda do Próximo Dia MACROECONOMIA Brasil PMI composto Zona do Euro PMI, vendas no varejo. Estados Unidos Pedidos de auxílio desemprego. Brasil Produção e venda de veículos Zona do euro

Leia mais

Produção, Divulgação e Distribuição de Relatórios por Analistas de Valores Mobiliários

Produção, Divulgação e Distribuição de Relatórios por Analistas de Valores Mobiliários Produção, Divulgação e Distribuição de Relatórios por Analistas de Valores Mobiliários Introdução Em cumprimento à Instrução nº 483 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), de 6 de julho de 2010, e, ainda,

Leia mais

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 16 DE MAIO DE 2017

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 16 DE MAIO DE 2017 Agenda do dia Agenda do Próximo Dia MACROECONOMIA Alemanha Índice ZEW Zona do Euro PIB Brasil Fluxo cambial semanal Zona do Euro - CPI Estados Unidos Produção Industrial Rentabilidade mensal Carteiras

Leia mais

semana mês ano 12 meses -1,31% +0,26% -9,72% +0,81%

semana mês ano 12 meses -1,31% +0,26% -9,72% +0,81% Índice Bovespa BOVESPA Fechamento: 62.565 SU: 60.558 Tendência de C/M/L prazos IFR Volume IBOV Variação: -0,75% RE: 63.745 Lateral / Baixa / Baixa 53,71% R$ 4,73 bi -1,31% +0,26% -9,72% +0,81% O IBOV fechou

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 13 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 13 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em alta, em dia de queda das bolsas dos EUA, impulsionado pelo corte maior do que o esperado da taxa de juros no Brasil. Os destaques do dia foram: (i) BRML3 (8,5%),

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 19 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 19 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em leve queda, impactado negativamente pela queda das ações de Petrobras. Os destaques do dia foram: (i) VALE3 (5,0%), impulsionada pela alta dos preços do minério de

Leia mais

RESEARCH 28 DE ABRIL DE 2017

RESEARCH 28 DE ABRIL DE 2017 Agenda do dia Agenda do Próximo Dia MACROECONOMIA Brasil Taxa de desemprego Estados Unidos - PIB Japão Taxa de desemprego, produção industrial. Brasil PMI Industrial,. Zona do Euro PMI Industrial Alemanha

Leia mais

Long & Short Fundamentalista

Long & Short Fundamentalista Razão de COMPRAR ITSA4 Preço de Entrada R$ 9,68 troca Preço atual R$ 9,68 (entrada) Razão de troca (atual) RESULTADO VENDER ITUB4 Preço de Entrada R$ 39,96 0,242 Preço atual R$ 39,96 0,242 0,0% Long ITSA4

Leia mais

APRENDA A INVESTIR EM RENDA FIXA

APRENDA A INVESTIR EM RENDA FIXA APRENDA A INVESTIR EM RENDA FIXA Vinicio Almeida almeida.vinicio@gmail.com www.quantabr.com.br 2016 2 Vinicio Doutor em Administração pelo Coppead/UFRJ e Pós- Doutorado na UCLA Anderson School of Management

Leia mais

Técnico Diário I 9 de agosto de 2017 I Citi Corretora

Técnico Diário I 9 de agosto de 2017 I Citi Corretora Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa SP500 LAME4 ITUB4 TAEE11 R4 3.455 73.509 73.920-18.30 - - R3 3.375 72.330 71.990-17.50 41.40 - R2 3.349 70.325 70.100-16.60 40.39 - R1 3.261 66.225 69.500 2.484 16.18

Leia mais

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE

Leia mais

Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de 2013

Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de 2013 Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de Apresentação da Teleconferência 19 de fevereiro de 2014 Favor ler cuidadosamente o aviso no início desta apresentação. Aviso Legal Esta apresentação foi preparada

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 20 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 20 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em baixa, em dia de queda das bolsas dos EUA e do falecimento de Teori Zavascki, influenciado, principalmente, pelo movimento de desvalorização de ações dos setores

Leia mais

Credit Suisse (Brasil) Procedimentos específicos à atividade de Equity Research realizada pelo Credit Suisse no Brasil

Credit Suisse (Brasil) Procedimentos específicos à atividade de Equity Research realizada pelo Credit Suisse no Brasil Credit Suisse (Brasil) Procedimentos específicos à atividade de Equity Research realizada pelo Credit Suisse no Brasil Dezembro de 2013 Índice 1. Organização... 2 2. Independência da análise... 2 3. Identificação

Leia mais

Técnico Diário I 10 de janeiro de 2017 I Citi Corretora

Técnico Diário I 10 de janeiro de 2017 I Citi Corretora Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa SP500 ECOR3 ITUB4 TAEE11 R4 3.823 72.195 68.970-13.03 - - R3 3.753 71.685 65.300-10.83 - - R2 3.582 67.527 63.473-9.97 38.31 24.95 R1 3.502 64.563 62.400 2.280 9.42

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 3 de fevereiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 3 de fevereiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em baixa, acompanhando o movimento de leve queda das bolsas dos EUA e impactado pela queda de ações do setor financeiro. Os destaques do dia foram: (i) BBDC4 (-3,7%),

Leia mais

Carteira Recomendada. 02 de maio de Carteira recomendada para maio de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 02 de maio de Carteira recomendada para maio de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para maio de 2017 Fech. 28/04/17 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Petrobras PETR4 13,97 7,86 18,49 7,5% Braskem BRKM5 34,14 18,00 36,99 7,0% BTG

Leia mais

Técnico Diário I 13 de fevereiro de 2017 I Citi Corretora

Técnico Diário I 13 de fevereiro de 2017 I Citi Corretora Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa SP500 ECOR3 ITUB4 TAEE11 R4 3.610 81.420 - - 10.83 - - R3 3.481 72.195 73.920-9.97 - - R2 3.372 71.685 71.990-9.42-24.95 R1 3.286 67.527 68.970 2.319 9.06 40.49 22.62

Leia mais

SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS SCCI SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS S.A. 2ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de

Leia mais

Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de 2016

Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de 2016 Divulgação de Resultados Quarto Trimestre de 2016 Apresentação da Teleconferência 15 de fevereiro de 2017 For additional information, please read carefully the notice at the end of this presentation. Divulgação

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. 4ª Emissão de Debêntures. 2ª Série. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

LOJAS RENNER S.A. 4ª Emissão de Debêntures. 2ª Série. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 LOJAS RENNER S.A. 4ª Emissão de Debêntures 2ª Série Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE LOJAS RENNER

Leia mais

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão Kinea Rendimentos Imobiliários - FII Relatório de Gestão Dezembro de 2012 Palavra do Gestor Prezado investidor, O Kinea Rendimentos Imobiliários FII ( Fundo ) iniciou suas atividades no mês de novembro

Leia mais

RESULTADOS 1T14 RESULTADOS 1T14

RESULTADOS 1T14 RESULTADOS 1T14 DESTAQUES DO Receita Bruta Lucro Bruto SG&A Crescimento de 14,1% no, atingindo R$ 82,6 m. Atingiu R$ 36,8 m no, representando aumento de 15,0% e margem de 54,6% aumento de 0,6 p.p. Atingiu R$ 32,9 m no,

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 24 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 24 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em alta, em dia de valorização das bolsas da América Latina, impulsionado pela valorização das ações de siderúrgicas, mineradoras e bancos. Os destaques do dia foram:

Leia mais

ÁPICE SECURITIZADORA S.A. 1ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários. 65ª Série

ÁPICE SECURITIZADORA S.A. 1ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários. 65ª Série ÁPICE SECURITIZADORA S.A. 1ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários 65ª Série Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA INSTITUIÇÃO

Leia mais

Técnico Diário I 10 de fevereiro de 2017 I Citi Corretora

Técnico Diário I 10 de fevereiro de 2017 I Citi Corretora Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa SP500 ECOR3 ITUB4 TAEE11 R4 3.610 81.420 - - 10.83 - - R3 3.481 72.195 73.920-9.97 - - R2 3.372 71.685 71.990-9.42-24.95 R1 3.286 67.527 68.970 2.300 9.06 40.49 22.62

Leia mais

Reorganização do Grupo Telemar

Reorganização do Grupo Telemar A Reorganização do 03/06/2011 A Oi, empresa que será resultantee da consolidação societária das empresas do, compostas pela Tele Norte Leste Participações (TNLP), Telemar Norte Leste (TMAR), Brasil Telecom

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 1 de fevereiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 1 de fevereiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em alta, apesar do movimento de baixa das bolsas internacionais, impulsionado pela valorização das ações da Petrobras. Os destaques do dia foram: (i) PETR4 (1,2%), acompanhando

Leia mais

RIO DE JANEIRO - CENTRO

RIO DE JANEIRO - CENTRO MACRO EUA: Nonfarm Payrolls Jan 11h30 180k 156k Taxa de Desemprego Jan 11h30 4,7% 4,7% ISM de Serviços Jan 13h00 57,0 57,2 Pedido às Fábricas Dez 13h00 0,5% -2,4% Pedidos de Bens Duráveis Dez 13h00 --

Leia mais

BANCO PINE S.A. EXERCÍCIO DE 2013

BANCO PINE S.A. EXERCÍCIO DE 2013 BANCO PINE S.A. 2ª. EMISSÃO PÚBLICA DAS LETRAS FINANCEIRAS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Credores das Letras Financeiras, Na qualidade

Leia mais

Booster. Participação Dobrada na Alta

Booster. Participação Dobrada na Alta Perfil: Moderado Agressivo e Agressivo Booster Participação Dobrada na Alta O Booster é uma estrutura utilizada para dobrar a participação na alta de um ativo, porém com um limitador de lucro máximo. Na

Leia mais

15/12/2016. Metodologia:

15/12/2016. Metodologia: O TRADEBOOK apresenta neste relatório as análises gráficas dos principais ativos do IBX-100, do índice, dólar e juros futuros da BMF e ainda a análise do mercado dos EUA, Dólar comercial e Euro/Dólar.

Leia mais

Formulário de Informações Complementares

Formulário de Informações Complementares Formulário de Informações Complementares BTG PACTUAL ABSOLUTO FIQ FIA 09.120.774/0001-20 Outubro 2015 A PRESENTE INSTITUIÇÃO ADERIU AO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA OS FUNDOS DE INVESTIMENTO.

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN BC: Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) registra alta de 0,3% em novembro e retração de 2,3% em 12 meses O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados

Leia mais

Açúcar/Etanol: Impostos para que te quero! 25 de julho de 2017

Açúcar/Etanol: Impostos para que te quero! 25 de julho de 2017 Açúcar/Etanol: Impostos para que te quero! 25 de julho de 2017 Na semana passada, o governo federal elevou a cobrança do PIS/Pasep e Cofins sobre os combustíveis no Brasil. A elevação atingiu todos os

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de junho de Carteira recomendada para junho de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 01 de junho de Carteira recomendada para junho de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para junho de 2017 Fech. 31/05/17 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Petrobras PETR4 12,96 7,86 18,49 8,5% Braskem BRKM5 33,13 18,00 36,99 8,0%

Leia mais

Fence. Participação na alta com Proteção Parcial

Fence. Participação na alta com Proteção Parcial Perfil: Moderado Agressivo e Agressivo Fence Participação na alta com Proteção Parcial A Fence é uma estrutura utilizada como proteção para o investidor que já possui um ativo, ou deseja comprá-lo com

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA PARA OS ANALISTAS DE INVESTIMENTOS DA SOLIDUS S.A. CCVM

NORMAS DE CONDUTA PARA OS ANALISTAS DE INVESTIMENTOS DA SOLIDUS S.A. CCVM NORMAS DE CONDUTA PARA OS ANALISTAS DE INVESTIMENTOS DA SOLIDUS S.A. CCVM 1. OBJETIVOS O objetivo das Normas de Conduta é estabelecer os procedimentos necessários para o exercício das atividades dos Analistas

Leia mais

COMPANHIA DE PROJETOS AMBIENTAIS 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2016

COMPANHIA DE PROJETOS AMBIENTAIS 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2016 COMPANHIA DE PROJETOS AMBIENTAIS 1ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2016 Rio de Janeiro, 28 de Abril de 2017. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade de Agente

Leia mais

Crescimento de 2,7p.p. na margem bruta versus o 2T16. SG&A atingiu R$38,2 milhões no 2T17, redução de 3,5% no QoQ

Crescimento de 2,7p.p. na margem bruta versus o 2T16. SG&A atingiu R$38,2 milhões no 2T17, redução de 3,5% no QoQ Receita Líquida No 2T17 tivemos queda de 4,2% na receita líquida, uma queda bem menor que a observada no YTD Margem Bruta Crescimento de 2,7p.p. na margem bruta versus o 2T16 Despesas SG&A atingiu R$38,2

Leia mais

BRINOX METALÚRGICA S/A 1ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

BRINOX METALÚRGICA S/A 1ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 BRINOX METALÚRGICA S/A 1ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE BRINOX

Leia mais

GUARUPART PARTICIPAÇÕES LTDA. 1ª Emissão de Notas Promissórias. Série Única

GUARUPART PARTICIPAÇÕES LTDA. 1ª Emissão de Notas Promissórias. Série Única GUARUPART PARTICIPAÇÕES LTDA. 1ª Emissão de Notas Promissórias Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE

Leia mais

Compilação Sistemática das Pesquisas Eleitorais 2014.

Compilação Sistemática das Pesquisas Eleitorais 2014. Sumário Executivo: Novo relatório Depto. Econômico; IBOPE: Dilma ainda pode vencer no 1º turno. Tendência é de estabilidade nas próximas pesquisas; Mercado está sensível demais a pesquisas. André Perfeito

Leia mais

RODOVIA DAS CATARATAS S.A. - ECOCATARATAS 1ª Emissão de Notas Promissórias. Série Única

RODOVIA DAS CATARATAS S.A. - ECOCATARATAS 1ª Emissão de Notas Promissórias. Série Única RODOVIA DAS CATARATAS S.A. - ECOCATARATAS 1ª Emissão de Notas Promissórias Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES)

Leia mais

17/11/2016. Metodologia:

17/11/2016. Metodologia: O TRADEBOOK apresenta neste relatório as análises gráficas dos principais ativos do IBX-100, do índice, dólar e juros futuros da BMF e ainda a análise do mercado dos EUA, Dólar comercial e Euro/Dólar.

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. 20ª Emissão de Debêntures. Série Única

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. 20ª Emissão de Debêntures. Série Única COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO 20ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES)

Leia mais

P3 Código MANUAL DE CONTROLES INTERNOS FATOR CORRETORA COR-MOC.013. Atividade de Analista de Valores Mobiliários - Inst.

P3 Código MANUAL DE CONTROLES INTERNOS FATOR CORRETORA COR-MOC.013. Atividade de Analista de Valores Mobiliários - Inst. de Analista de Valores Mobiliários - Inst. CVM nº 483 1. CONTEÚDO DESTE DOCUMENTO MANUAL DE CONTROLES INTERNOS Contêm os requisitos e diretrizes básicas para o credenciamento e as responsabilidades de

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Dezembro. Carteira Sugerida de Novembro

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Dezembro. Carteira Sugerida de Novembro A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

Divulgação de Resultados Terceiro Trimestre de 2016

Divulgação de Resultados Terceiro Trimestre de 2016 Divulgação de Resultados Terceiro Trimestre de 2016 Apresentação da Teleconferência 09 de novembro de 2016 For additional information, please read carefully the notice at the end of this presentation.

Leia mais

TOTVS S/A 1ª Emissão de Debêntures. 1ª e 2ª Séries. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

TOTVS S/A 1ª Emissão de Debêntures. 1ª e 2ª Séries. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 TOTVS S/A 1ª Emissão de Debêntures 1ª e 2ª Séries Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE TOTVS S/A Banco

Leia mais

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados

Leia mais

Step-up. Proteção com ganho mínimo

Step-up. Proteção com ganho mínimo Perfil: Moderado-Agressivo e Agressivo Step-up Proteção com ganho mínimo A Step-up é uma estrutura semelhante à fence, utilizada como proteção parcial para o investidor que já possui um ativo ou deseja

Leia mais

Ibovespa encerra o dia com alta de 2,62%

Ibovespa encerra o dia com alta de 2,62% DICA DO ANALISTA Neste início de ano, passado os temores frente ao abismo fiscal nos EUA, é hora do investidor posicionar-se para o primeiro mês de 2013. Continua valendo a dica de aplicar em ativos que

Leia mais

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 6ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 6ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 6ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE VOTORANTIM CIMENTOS

Leia mais

Análise de Empresas. JSL: Encontrando valor 10/10/2016 JSLG3

Análise de Empresas. JSL: Encontrando valor 10/10/2016 JSLG3 JSL: Encontrando valor A JSL está em uma nova fase de geração de valor e esperamos que a melhoria de rentabilidade continue no 2S16, ganhando maior vigor no período entre 2017 e 2020. A geração caixa a

Leia mais

CARTA INVA CAPITAL Janeiro/2012 Raphael Cordeiro, CNPI

CARTA INVA CAPITAL Janeiro/2012 Raphael Cordeiro, CNPI CARTA INVA CAPITAL Janeiro/2012 Raphael Cordeiro, CNPI RETROSPECTIVA 2011 2011 foi um ano ímpar! Vimos a Europa entrar em uma crise sem precedentes e o crescimento econômico brasileiro desapontou os investidores.

Leia mais

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 3ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE VOTORANTIM CIMENTOS

Leia mais

Dólar Futuro S S Fluxo de Investimentos. Dolar Futuro

Dólar Futuro S S Fluxo de Investimentos. Dolar Futuro Panorama Gráfico 5 de setembro de 211 Tendência do Mercado Suportes e Resistências DI Jan/12 Pág 2 Dólar Futuro Pág 3 Índice Futuro Pág 4 Ibovespa Pág 5 SP5 Futuro Pág 6 DI Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa

Leia mais

ODEBRECHT REALIZAÇÕES IMOBILIÁRIAS E PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2016

ODEBRECHT REALIZAÇÕES IMOBILIÁRIAS E PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2016 ODEBRECHT REALIZAÇÕES IMOBILIÁRIAS E PARTICIPAÇÕES S.A. 2ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2016 Rio de Janeiro, 28 de Abril de 2017. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

Soja: muito grão e pouco óleo 22 de novembro de 2016

Soja: muito grão e pouco óleo 22 de novembro de 2016 Soja: muito grão e pouco óleo 22 de novembro de 2016 Nos últimos dias, apareceram notícias sobre a volta de algumas unidades esmagadoras às atividades. Há alguns meses, muitas unidades encerraram suas

Leia mais

POLÍTICA DE VOTO I APLICAÇÃO, OBJETO E PRINCÍPIOS GERAIS

POLÍTICA DE VOTO I APLICAÇÃO, OBJETO E PRINCÍPIOS GERAIS POLÍTICA DE VOTO I APLICAÇÃO, OBJETO E PRINCÍPIOS GERAIS 1.1. O Modal Asset Management Ltda. ( Gestor ), em conformidade ao Código de Auto- Regulação da ANBIMA para os Fundos de Investimento, vem, através

Leia mais

Açúcar: Próxima safra de C-S Brasil em 2017/18 1º de novembro de 2016

Açúcar: Próxima safra de C-S Brasil em 2017/18 1º de novembro de 2016 Açúcar: Próxima safra de C-S Brasil em 2017/18 1º de novembro de 2016 Estamos nos encaminhando para reta final da safra brasileira e, assim, ajustamos nossas projeções da safra atual e começamos a estimar

Leia mais

ÁPICE SECURITIZADORA IMOBILIÁRIA S.A. 13ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

ÁPICE SECURITIZADORA IMOBILIÁRIA S.A. 13ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO ÁPICE SECURITIZADORA IMOBILIÁRIA S.A. 13ª. SÉRIE da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados

Leia mais

RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO EXERCÍCIO DE 2015

RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO EXERCÍCIO DE 2015 RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAÇÃO (atual denominação da RB CAPITAL SECURITIZADORA RESIDENCIAL S.A.) 62ª SÉRIE da 1ª EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

Leia mais

ELETROPAULO 11ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

ELETROPAULO 11ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 ELETROPAULO 11ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE ELETROPAULO

Leia mais

CCR S.A. 8ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

CCR S.A. 8ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 CCR S.A. 8ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE CCR S.A. BANCO SANTANDER

Leia mais

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016

VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 VOTORANTIM CIMENTOS S.A. 8ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2016 Data Base 31/12/2016 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE VOTORANTIM CIMENTOS

Leia mais

TPI TRIUNFO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

TPI TRIUNFO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 TPI TRIUNFO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A. 3ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. (antiga ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A.) 1ª Emissão de Debêntures. Série Única

ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. (antiga ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A.) 1ª Emissão de Debêntures. Série Única ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A. (antiga ALOG DATA CENTERS DO BRASIL S.A.) 1ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES

Leia mais

POLÍTICA DE VOTO MARÇO 2017

POLÍTICA DE VOTO MARÇO 2017 POLÍTICA DE VOTO MARÇO 2017 Esta Política é propriedade da Canvas Capital S.A. e não está autorizada a cópia, uso ou distribuição deste documento e seu conteúdo, sob nenhuma hipótese. Rua Professor Atílio

Leia mais