Cemig Relatório de Atualização

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cemig Relatório de Atualização"

Transcrição

1 set-15 nov-15 jan-16 mar-16 mai-16 jul-16 Cemig Recomendação CMIG4 Neutra Preço em 13/09/16 (R$) 8,89 Ações (MM) Valor Mercado (R$ MM) Mín. 52 semanas (R$) 3,89 Máx. 52 semanas (R$) 9,97 Variação 1 Semana (7,3%) Variação 1 Mês (7,4%) Variação 1 Ano 29,9% Indicadores 13/9 2016E 2017E P/L 16,5x 11,3x 8,2x EV/EBITDA 9,8x 7,1x 6,7x P/VPA 0,8x 0,8x 0,8x Dív. Líq./ EBITDA 5,3x 4,5x 4,4x Div. Yield 5,7% 4,0% 4,7% Fonte: Thomson Reuters Ação vs. Ibovespa (base 100) CMIG4 Ibov Deterioração do resultado decorrente de queda de receita e aumento de gastos No 2T16, a Cemig apresentou retração de 11,8% A/A da receita líquida, impactada negativamente pelas quedas de: (i) 3,5% A/A da receita bruta de fornecimento de energia (principalmente no segmento industrial); (ii) 17,9% A/A da receita bruta de distribuição, influenciada por definição de novas tarifas pela ANEEL; (iii) 25,0% A/A da receita bruta de fornecimento de gás, decorrente de retração da demanda dos setores industrial e térmico (termelétricas), principalmente; e (iv) 93,0% A/A da receita bruta de transações na CCEE, devido à redução de 82,5% A/A do PLD no período e ao menor volume de energia vendida no mercado livre. O recuo dessas linhas foi parcialmente compensado pela contabilização de R$ 561,0 milhões referentes a indenizações dos ativos de transmissão (portaria n o 120 do Ministério de Minas e Energia). O EBITDA recuou 45,1% em relação ao 2T15, em decorrência, principalmente, de: (i) menor diluição de gastos fixos, devido à queda da receita; (ii) aumento de 29,1% A/A de gastos com pessoal, devido a dissídio e reconhecimento de despesas com programa de desligamento voluntário; e (iii) provisionamento de R$ 355,0 milhões referentes às opções de venda da Parati, sociedade através da qual a Cemig detém parte de sua participação na Light. O lucro líquido caiu 62,2% A/A, em maior ritmo que o EBITDA, devido a menor diluição do resultado financeiro negativo e das despesas de IR/CSLL, apesar de essas linhas terem recuado 15,7% e 76,3%, respectivamente, em relação ao 2T15. A dívida líquida/ebitda chegou a 5,3x, em função do aumento da dívida líquida e da retração do EBITDA. DRE (R$ MM) 2T16 2T15 2T16 /2T15 1T16 2T16 /1T16 2T15 a 1T16 2T14 a 1T15 Receita Líquida (11,8%) ,8% (9,5%) EBITDA (45,1%) 643 5,2% (62,1%) Margem EBITDA 14,2% 22,9% -8,6 p.p. 14,5% -0,2 p.p. 12,8% 30,6% -17,8 p.p. Lucro Líquido (62,2%) 5 n.a (78,5%) ROE 6,0% 15,9% -9,9 p.p. 0,2% 5,9 p.p. 4,9% 23,5% -18,6 p.p. Ação bem precificada, porém triggers podem ser positivos Apesar da piora do resultado da companhia, em nossa visão, as principais questões a influenciarem o preço da ação no curto prazo são: (i) definição quanto às concessões das usinas de Jaguara, São Simão e Miranda; e (ii) execução de desinvestimentos. A MP 579, em 2012, definiu a prorrogação antecipada, por 30 anos, de determinadas concessões, concomitantemente, reduzindo suas taxa de retorno. A Cemig, visando a geração de valor ao acionista, decidiu não renovar as concessões de 18 usinas hidrelétricas, uma vez que entendia não fazer mais sentido econômico, dadas as alterações contratuais. Todavia, em relação a três usinas, Jaguara, São Simão e Miranda, responsáveis por 32,9% da capacidade de geração da Cemig, a companhia entende que seus contratos de concessão permitem sua prorrogação por mais 20 anos sem a aplicação de qualquer restrição. Assim, a empresa, através de disputas judiciais, pleiteia a renovação automática das concessões dessas usinas. Acreditamos, entretanto, que dificilmente a Cemig conseguirá renovar essas concessões sem a 1

2 set-11 nov-11 jan-12 mar-12 mai-12 jul-12 set-12 nov-12 jan-13 mar-13 mai-13 jul-13 set-13 nov-13 jan-14 mar-14 mai-14 jul-14 set-14 nov-14 jan-15 mar-15 mai-15 jul-15 set-15 nov-15 jan-16 mar-16 mai-16 jul-16 set-16 Cemig necessidade de efetuação de algum pagamento em contrapartida; dependendo das condições de pagamento, a renovação das concessões pode adicionar de R$ 1,00 a R$ 8,00 por ação, aproximadamente. O limite inferior seria um acordo similar ao de renovações recentes de outras concessões e o limite superior seria o cenário sem necessidade de desembolso pela Cemig. Ressaltamos, entretanto, que a atual alavancagem da empresa pode ser um impedimento à renovação, caso haja a necessidade de desembolso relevante. A Cemig apresenta hoje dívida líquida/ebitda de 5,4x, com vencimento de principal no montante de R$ 4,6 bilhões nos próximos 12 meses. Para contornar a situação, a companhia está rolando parte de sua dívida (pagando aproximadamente 130% do CDI de juros nas novas emissões) e estudando a alienação de ativos não estratégicos usina Santo Antônio, Gasmig, Cemig Telecom e parte da participação na Taesa, principalmente, segundo fontes do setor; especula-se também a possibilidade de venda de parte da participação na Light também. A alta do preço da ação nesse ano, entretanto, ocorreu em função, principalmente, do aumento de expectativas quanto às possíveis alienações e consequente melhora da alavancagem da empresa, já precificando, pelo menos em parte, tal evento. Apesar de vermos potencial de geração de valor (e consequente valorização da ação) decorrente dos dois pontos supracitados, acreditamos que: (i) é pouco provável que o governo aceite renovar as concessões a termos muito favoráveis à Cemig; e (ii) o mercado já precificou, em grande parte, as potenciais vendas de ativos, existindo, portanto, maior risco de downside, a depender de quais ativos serão alienados e a qual valuation. Adicionalmente, conforme gráficos a seguir, em termos de múltiplos, a empresa está sendo negociada próxima de suas médias históricas e de seus peers. Assim, temos recomendação neutra para CMIG4 e recomendamos maior exposição ao papel apenas para os investidores que desejem apostar na possível valorização decorrente da conclusão ou progressão dos eventos comentados acima. 12,0x 10,0x 8,0x 6,0x P/L forward histórico 4,0x 12M forward P/L Média 2

3 set-11 nov-11 jan-12 mar-12 mai-12 jul-12 set-12 nov-12 jan-13 mar-13 mai-13 jul-13 set-13 nov-13 jan-14 mar-14 mai-14 jul-14 set-14 nov-14 jan-15 mar-15 mai-15 jul-15 set-15 nov-15 jan-16 mar-16 mai-16 jul-16 set-16 Cemig 8,0x EV/EBITDA forward histórico 7,0x 6,0x 5,0x 4,0x 3,0x Fonte: Thomson Reuters 12M forward EV/EBITDA Média Múltiplos Hoje 2016E 2017E P/L Cemig 3,3x 4,3x 4,8x 2,9x 16,5x 11,3x 8,2x Pares 1 11,9x 8,4x 7,6x 12,3x 11,9x 13,0x 12,4x -8,6x -4,1x -2,8x -9,4x 4,6x -1,7x -4,2x EV/EBITDA Cemig 5,7x 4,7x 4,5x 5,0x 9,8x 7,1x 6,7x Pares 1 6,0x 5,6x 6,2x 7,1x 8,0x 6,9x 6,2x -0,4x -0,9x -1,7x -2,1x 1,8x 0,2x 0,6x P/VPA Cemig 1,1x 1,1x 1,3x 0,6x 0,8x 0,8x 0,8x Pares 1 1,2x 1,0x 0,9x 0,9x 0,9x 1,1x 1,0x -0,1x 0,0x 0,4x -0,4x -0,1x -0,2x -0,2x Dividend Yield Cemig 15,1% 4,0% 24,0% 8,8% 5,7% 4,0% 4,7% Pares 1 4,8% 6,9% 3,6% 3,4% 3,7% 3,8% 4,4% 10,3 p.p. -3,0 p.p. 20,4 p.p. 5,4 p.p. 1,9 p.p. 0,2 p.p. 0,3 p.p. Dív. Líq./EBITDA Cemig 2,8x 1,7x 1,5x 3,1x 5,3x 4,5x 4,4x Pares 1 2,5x 2,4x 2,8x 3,2x 3,3x 3,5x 3,2x 0,3x -0,7x -1,2x -0,1x 2,0x 1,0x 1,2x Fonte: Thomson Reuters 1. Alupar, Copel, CPFL, Energias do Brasil e Light 3

4 Cemig Estrutura Acionária Ativos de Geração 4

5 Cemig Composição do Resultado Resultados UDM (R$ MM) Geração Transmissão Distribuição Outros Total Receita líquida % do total 28% 5% 60% 7% 100% EBITDA (1.322) % do total 66% 46% 42% (54%) 100% Lucro líquido (886) 680 % do total 53% 143% 34% (130%) 100% Margem EBITDA 1 29,8% 109,6% 9,0% (99,8%) 12,8% Margem líquida 6,7% 93,7% 2,0% (66,9%) 3,5% 1. Inclui resultado de equivalência patrimonial Endividamento Perfil da dívida por vencimento (R$ MM) Após 2019 Total Dívida Perfil da dívida por categoria/financiador (R$ MM) Dívida líquida (R$ MM) Circulante Não circulante Total Total Dívida bruta Caixa e equivalentes Moeda Nacional Circulante Não circulante Total Dívida líquida Debêntures EBITDA Banco do Brasil Dív. Líq./EBITDA 5,3x Notas Promissórias Outros BNDES Total Moeda Estrangeira Circulante Não circulante Total Banco do Brasil KFW Total

6 Cemig Analista(s) emissor(es) do Relatório Samuel Torres, CNPI Vitor Mizumoto, CNPI Equipe de Análise Túlio Galvão Villalta, CNPI-T Este Relatório foi preparado pela Spinelli S.A. CVMC para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este a qualquer pessoa sem expressa autorização da Corretora. Este Relatório é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro, assim como representa, tão somente, a(s) opinião (ões) do (s) analista (s) emissor (es) do referido relatório. As informações contidas neste Relatório foram elaboradas a partir de fontes que consideramos fidedignas, mas sua exatidão não está garantida, quais sejam as de conhecimento público e de serviços que, por ventura, a Spinelli S.A. CVMC venha a terceirizar. Entretanto, as informações aqui contidas não representam por parte da Spinelli garantia de exatidão das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas, e não devem ser consideradas como tais. As opiniões contidas neste Relatório são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças. Além disso, as informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança e, caso seja considerado o "RATING, vale destacar que se trata de uma opinião sobre os fundamentos econômico-financeiros e diversos riscos a que uma empresa, instituição financeira ou captação de recursos de terceiros, possa estar sujeita dentro de um contexto específico, que pode ser modificada conforme estes riscos se alterem. O investidor não deve considerar em hipótese alguma o RATING como recomendação de Investimento. Sem prejuízo do disclaimer acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483, o(s) analista(s) de investimento(s) responsável (is) pela elaboração deste relatório declara(m) que: 1. é (são) credenciado(s) pela APIMEC. 2. as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, as quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Spinelli. 3. Assim como seu cônjuge ou companheiro, pode ser titular,diretamente ou indiretamente, de ações e/ou outros valores mobiliários de emissão da companhia objeto da análise deste Relatório, mantendo sua imparcialidade na elaboração de documentos. 4. assim como seu cônjuge ou companheiro, pode possuir, diretamente ou indiretamente, interesse financeiro em relação ao emissor objeto deste Relatório, situação esta em que permanecerá a imparcialidade de suas manifestações; 5. sua remuneração é fixa e não está, diretamente ou indiretamente, relacionada à recomendação específica ou atrelada à precificação de quaisquer dos valores mobiliários de emissão da companhia objeto de análise neste Relatório. Ademais, o(s) analista(s) que se encontra(m) na(s) seguinte(s) situação (ões) assinala(m) que: ( ) O(s) analista(s) de investimentos, seus cônjuges ou companheiros, detêm, direta ou indiretamente, em nome próprio ou de terceiros, ações e/ou outros valores mobiliários de emissão das companhias objeto de sua análise. ( ) Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, estão direta ou indiretamente envolvidos na aquisição, alienação ou intermediação dos valores mobiliários objeto deste relatório. ( ) Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, possuem, direta ou indiretamente, qualquer interesse financeiro em relação à companhia emissora dos valores mobiliários analisados neste relatório. (X) O(s) analista(s) de investimento não tem vínculo com pessoa natural que trabalha para o emissor objeto do relatório de análise. Informações adicionais sobre quaisquer companhias objeto de análise e recomendação podem ser obtidas diretamente, por , com o(s) analista(s) responsável (eis) pela análise. 6

Iochpe-Maxion Relatório de Atualização

Iochpe-Maxion Relatório de Atualização jan-16 mar-16 mai-16 jul-16 set-16 nov-16 Iochpe-Maxion Recomendação Neutro MYPK3 Preço em 04/01/17 (R$) 12,59 Ações (MM) 95 Valor Mercado (R$ MM) 1.187 Mín. 52 semanas (R$) 8,34 Máx. 52 semanas (R$) 20,31

Leia mais

Panorama Econômico 2017 Relatório de Atualização

Panorama Econômico 2017 Relatório de Atualização Economia em 2017 EUA Durante o ano de 2016, observou-se uma continuação da gradual recuperação da economia americana e do seu mercado de trabalho, apesar da piora das perspectivas do cenário global. Crescimento

Leia mais

Os Valores financeiros estão em R$ Milhões, a menos que indicado de outra forma. Dados financeiros refletem a adoção do IFRS.

Os Valores financeiros estão em R$ Milhões, a menos que indicado de outra forma. Dados financeiros refletem a adoção do IFRS. Algumas declarações e estimativas contidas neste material podem representar expectativas sobre eventos ou resultados futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas ambos conhecidos e desconhecidos. Não

Leia mais

PETROBRÁS S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão: - Refino, Transporte e Comercialização (44%)

PETROBRÁS S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão: - Refino, Transporte e Comercialização (44%) PETROBRÁS S/A Empresa: É uma companhia que atua na exploração, produção e distribuição de petróleo e derivados. A Petrobrás possui atividades operacionais em 25 países, estando presente em todos os continentes.

Leia mais

Sonae Sierra Brasil. A receita líquida da companhia tem a seguinte composição:

Sonae Sierra Brasil. A receita líquida da companhia tem a seguinte composição: Sonae Sierra Brasil Empresa: A Sonae Sierra Brasil é uma das principais incorporadoras, proprietárias e operadoras de shopping centers no Brasil, tendo em seu portfólio a participação de onze shoppings

Leia mais

Carteira Recomendada. 02 de janeiro de Carteira recomendada para janeiro de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 02 de janeiro de Carteira recomendada para janeiro de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para janeiro de 2017 Fech. 29/12/16 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Bradesco BBDC4 29,00 15,39 33,60 10,0% Itaú Unibanco ITUB4 33,85 20,74 38,84

Leia mais

31 de outubro de OdontoPrev Bom resultado no 3T13, em linha com as expectativas

31 de outubro de OdontoPrev Bom resultado no 3T13, em linha com as expectativas Bom resultado no 3T13, em linha com as expectativas Após a divulgação dos resultados do 3T13 e da teleconferência realizada pela, iniciamos nosso preço justo de R$ 11,00 por ação ODPV3, com base em modelos

Leia mais

VALE RIO DOCE S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão:

VALE RIO DOCE S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão: VALE RIO DOCE S/A Empresa: A companhia é uma das maiores mineradoras do mundo, sendo a maior das Américas, baseada na capitalização de mercado. É a maior produtora mundial de minério de ferro e pelotas

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de novembro de Carteira recomendada para novembro de Principais drivers das recomendações

Carteira Recomendada. 01 de novembro de Carteira recomendada para novembro de Principais drivers das recomendações Carteira recomendada para novembro de 2016 Fech. 31/10/16 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Braskem BRKM5 28,27 17,13 28,83 10,0% Embraer EMBR3 17,15 13,81 30,60 10,0%

Leia mais

MERCADO FUTURO BOI GORDO BM&F. BGIV16 OUTUBRO 16 (BM&F) Análise Técnica

MERCADO FUTURO BOI GORDO BM&F. BGIV16 OUTUBRO 16 (BM&F) Análise Técnica MERCADO FUTURO BOI GORDO BM&F BGIV16 OUTUBRO 16 (BM&F) Análise Técnica O contrato futuro de Boi Gordo V16 saiu do canal de acumulação de curtíssimo prazo e perdeu Suporte em 166,00, fortalecendo as vendas

Leia mais

Destaques Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões

Destaques Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões Reunião Pública com APIMEC - SP Resultados 2010 e 4T10 06 de Abril de 2011 Destaques 2010 Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões Receita Bruta

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 10 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 10 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em leve alta, impulsionado pela valorização das ações de empresas dos setores de siderurgia, mineração e consumo, em meio a valorização dos preços do minério de ferro

Leia mais

Sexta-feira, 28 de Agosto de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário

Sexta-feira, 28 de Agosto de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário Sexta-feira, 28 de Agosto de 2015 Panorama do Mercado Análise Ibovespa #IBOV Diário O Ibovespa segue em forte tendência de baixa mostrando forte rally dos compradores x vendedores no suporte em 44.000

Leia mais

Operações Crédito do SFN

Operações Crédito do SFN BC: Operações de Crédito do Sistema Financeiro Nacional (SFN) registra alta de 0,3% em novembro e retração de 2,3% em 12 meses O crédito total do SFN incluindo as operações com recursos livres e direcionados

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de dezembro de Carteira recomendada para dezembro de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 01 de dezembro de Carteira recomendada para dezembro de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para dezembro de 2016 Fech. 30/11/16 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Bradesco BBDC4 29,75 15,39 33,60 12,5% Itaú Unibanco ITUB4 35,42 20,74 38,84

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 11 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 11 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em alta, acompanhando o movimento de valorização das bolsas de países da América Latina, impulsionado pela valorização dos preços do minério de ferro e de commodities

Leia mais

Preço: R$18,85 grupos privados do setor de transmissão de energia elétrica no Brasil. A. possui 100% dos ativos de treze concessões.

Preço: R$18,85 grupos privados do setor de transmissão de energia elétrica no Brasil. A. possui 100% dos ativos de treze concessões. TAESA Código: DADOS DETAEE11 MERCADO / VALUATION PERSPECTIVA: POSITIVA A Transmissora Aliança de Energia Elétricas (Taesa) é um dos maiores Preço: R$18,85 grupos privados do setor de transmissão de energia

Leia mais

Terça-feira, 06 de Outubro de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário. #IBOV Semanal. # DÓLAR FUTURO Diário

Terça-feira, 06 de Outubro de Panorama do Mercado Análise Ibovespa. #IBOV Diário. #IBOV Semanal. # DÓLAR FUTURO Diário Terça-feira, 06 de Outubro de 2015 Panorama do Mercado Análise Ibovespa #IBOV Diário O índice continua em forte recuperação técnica. As fortes resistências estão na Linha de Tendência de Baixa e na média

Leia mais

Destaques 1S15 e Eventos Subsequentes

Destaques 1S15 e Eventos Subsequentes Resultados 2T15 Aviso Legal As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, as quais abrangem a legislação societária, os

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T de Novembro de 2016 Relações com Investidores

Teleconferência de Resultados 3T de Novembro de 2016 Relações com Investidores Teleconferência de Resultados 11 de Novembro de 2016 Relações com Investidores 1 Disclaimer Este material constitui uma apresentação de informações gerais sobre a Marfrig Global Foods S.A. e suas controladas

Leia mais

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de fevereiro de Carteira recomendada para fevereiro de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 01 de fevereiro de Carteira recomendada para fevereiro de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para fevereiro de 2017 Fech. 31/01/17 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Bradesco BBDC4 32,70 16,16 33,60 10,0% Itaú Unibanco ITUB4 37,24 21,14

Leia mais

Ajuste Diário Boi Gordo. 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ ,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ ,00. Ajuste Diário Milho. Dia 1-09:00 Dia 1-15:30

Ajuste Diário Boi Gordo. 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ ,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ ,00. Ajuste Diário Milho. Dia 1-09:00 Dia 1-15:30 XP - Análise Cálculo de Diário BM&F Diário Boi Gordo Dia 1-09:00 Dia 1-16:00 1 x R$ 150,00 x 330 = R$ 49.500,00 1 x R$ 152,00 x 330 = R$ 50.160,00 R$ 152,00 - R$150,00 = R$ 2,00 diário R$ 2,00 x 330 =

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE Análise de Resultados CPFL Energia (Controladora) Neste trimestre, o Lucro Líquido foi de R$ 229.334, sendo 20,3% (R$ 58.596) inferior ao mesmo trimestre

Leia mais

Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. BTG Pactual Brazil Utilities Day. 17 de outubro de 2012 São Paulo - SP

Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. BTG Pactual Brazil Utilities Day. 17 de outubro de 2012 São Paulo - SP 1 Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. BTG Pactual Brazil Utilities Day 17 de outubro de 2012 São Paulo - SP Disclaimer 2 As informações contidas nesta apresentação poderão incluir declarações que

Leia mais

Resultados do 2T15 Agosto, 2015

Resultados do 2T15 Agosto, 2015 Resultados do Agosto, 2015 Destaques Operacional Redução de 0,61 p.p. nas perdas totais no vs., totalizando 9,3% FEC de 3,50 vezes, 14,6% menor do que no ; DEC de 9,97 horas, 22,2% maior do que Investimentos

Leia mais

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS Atualizado em: Jan/12 Última atualização em: Out/13 Este documento rege as atividades desemprenhas pelos Analistas de Valores Mobiliários vinculados a Um Investimentos,

Leia mais

semana mês ano 12 meses -1,31% +0,26% -9,72% +0,81%

semana mês ano 12 meses -1,31% +0,26% -9,72% +0,81% Índice Bovespa BOVESPA Fechamento: 62.565 SU: 60.558 Tendência de C/M/L prazos IFR Volume IBOV Variação: -0,75% RE: 63.745 Lateral / Baixa / Baixa 53,71% R$ 4,73 bi -1,31% +0,26% -9,72% +0,81% O IBOV fechou

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 13 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 13 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em alta, em dia de queda das bolsas dos EUA, impulsionado pelo corte maior do que o esperado da taxa de juros no Brasil. Os destaques do dia foram: (i) BRML3 (8,5%),

Leia mais

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A 9ª Emissão de Debêntures. 1ª e 2ª Séries

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A 9ª Emissão de Debêntures. 1ª e 2ª Séries LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A 9ª Emissão de Debêntures 1ª e 2ª Séries Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 1º Trimestre 2016 Coletiva de Imprensa 12 de Maio de 2016 Avisos Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas

Leia mais

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 Brasil Pharma Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 2 Destaques 2T16 Destaques: Margem Bruta Margem bruta de 30,0%, com crescimento de 1,6 p.p. em relação ao 1T16 e 2,4 p.p. em relação ao

Leia mais

RENDA FIXA TESOURO DIRETO

RENDA FIXA TESOURO DIRETO DESTAQUES DO RELATÓRIO Carteira Recomendada Nossa Carteira Recomendada do Tesouro Direto para os próximos 30 dias continua considerando principalmente o desafio fiscal nos próximos anos como principal

Leia mais

Carteira de Dividendos Abr/15

Carteira de Dividendos Abr/15 A Carteira Dividendos Planner encerrou março com valorização de 0,55% ante uma queda de 0,84% do Ibovespa A Carteira de Dividendos leva em consideração os seguintes itens na escolha das ações: i) forte

Leia mais

Técnico Diário I 10 de janeiro de 2017 I Citi Corretora

Técnico Diário I 10 de janeiro de 2017 I Citi Corretora Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa SP500 ECOR3 ITUB4 TAEE11 R4 3.823 72.195 68.970-13.03 - - R3 3.753 71.685 65.300-10.83 - - R2 3.582 67.527 63.473-9.97 38.31 24.95 R1 3.502 64.563 62.400 2.280 9.42

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T16 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T16 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS São Paulo, 12 de Maio de 2016 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2 DESTAQUES CONSOLIDADOS DO RECEITA LÍQUIDA (R$ MILHÕES) LUCRO BRUTO (R$ MILHÕES)

Leia mais

Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16

Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16 Conference Call de Resultado OPÇÕES 1T16 Agenda Destaques do 1T16 Inaugurações e Eventos Relevantes Projetos em Andamento Resultados Destaques do 1T16 (1/2) EBITDA atingiu R$ 129 milhões no 1T16, crescimento

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 23 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 23 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em alta, seguindo a valorização das bolsas dos EUA, após discurso do presidente dos EUA, Donald Trump, não trazer novidades. Os destaques do dia foram: (i) RUMO3 (5,2%),

Leia mais

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS Este documento vem em atendimento a Instrução CVM 483, de 06 de Julho de 2010, que dispõe sobre a atividade do profissional de Análise de Valores Mobiliários.

Leia mais

FATO RELEVANTE CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S/A CNPJ: / COMPANHIA ABERTA

FATO RELEVANTE CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S/A CNPJ: / COMPANHIA ABERTA CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S/A CNPJ: 00.001.180/0001-26 COMPANHIA ABERTA Centrais Elétricas Brasileiras S/A ( Companhia ou Eletrobras ) esclarece aos seus acionistas e ao mercado em geral que, conforme

Leia mais

Dólar Futuro S S Fluxo de Investimentos. Dolar Futuro

Dólar Futuro S S Fluxo de Investimentos. Dolar Futuro Panorama Gráfico 5 de setembro de 211 Tendência do Mercado Suportes e Resistências DI Jan/12 Pág 2 Dólar Futuro Pág 3 Índice Futuro Pág 4 Ibovespa Pág 5 SP5 Futuro Pág 6 DI Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa

Leia mais

Banco do Brasil. Banco do Brasil: Busca por um melhor retorno. Análise de Investimentos Relatório de Análise

Banco do Brasil. Banco do Brasil: Busca por um melhor retorno. Análise de Investimentos Relatório de Análise : Busca por um melhor retorno O BB registrou no 2T16 um lucro líquido ajustado de R$ 1,8 bilhão, com queda de 40,8% em relação ao mesmo período do ano passado, e ROAE ajustado de 7,7% ante o retorno de

Leia mais

COMPANHIA ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO - CELPE. 4ª Emissão Pública de Debêntures

COMPANHIA ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO - CELPE. 4ª Emissão Pública de Debêntures COMPANHIA ENERGÉTICA DE PERNAMBUCO - CELPE 4ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2014 Companhia Energética de Pernambuco - CELPE 4ª Emissão Pública de Debêntures

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 19 de janeiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 19 de janeiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em leve queda, impactado negativamente pela queda das ações de Petrobras. Os destaques do dia foram: (i) VALE3 (5,0%), impulsionada pela alta dos preços do minério de

Leia mais

Carteira Recomendada. 01 de março de Carteira recomendada para março de Principais drivers das recomendações.

Carteira Recomendada. 01 de março de Carteira recomendada para março de Principais drivers das recomendações. Carteira recomendada para março de 2017 Fech. 24/02/17 Preço 52 semanas (R$/ação) Empresa Código (R$/ação) Mínimo Máximo Peso Bradesco BBDC4 33,42 18,21 34,53 12,0% Itaú Unibanco ITUB4 40,03 21,96 42,00

Leia mais

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 1 DE FEVEREIRO DE 2017

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 1 DE FEVEREIRO DE 2017 dez-08 mar-09 jun-09 set-09 dez-09 mar-10 jun-10 set-10 dez-10 mar-11 jun-11 set-11 dez-11 mar-12 jun-12 set-12 dez-12 mar-13 jun-13 set-13 dez-13 mar-14 jun-14 set-14 dez-14 mar-15 jun-15 set-15 dez-15

Leia mais

RIO DE JANEIRO - CENTRO

RIO DE JANEIRO - CENTRO MACRO EUA: Nonfarm Payrolls Jan 11h30 180k 156k Taxa de Desemprego Jan 11h30 4,7% 4,7% ISM de Serviços Jan 13h00 57,0 57,2 Pedido às Fábricas Dez 13h00 0,5% -2,4% Pedidos de Bens Duráveis Dez 13h00 --

Leia mais

A Carteira de Dividendos valorizou 7,78% ante uma alta de

A Carteira de Dividendos valorizou 7,78% ante uma alta de A Dividendos valorizou 7,78% ante uma alta de 6,30% do Ibovespa A Dividendos leva em consideração os seguintes itens na escolha das ações: i) forte e estável geração de caixa; ii) baixo endividamento;

Leia mais

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 24 DE JANEIRO DE 2017

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 24 DE JANEIRO DE 2017 dez-08 mar-09 jun-09 set-09 dez-09 mar-10 jun-10 set-10 dez-10 mar-11 jun-11 set-11 dez-11 mar-12 jun-12 set-12 dez-12 mar-13 jun-13 set-13 dez-13 mar-14 jun-14 set-14 dez-14 mar-15 jun-15 set-15 dez-15

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

Técnico Diário I 10 de fevereiro de 2017 I Citi Corretora

Técnico Diário I 10 de fevereiro de 2017 I Citi Corretora Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa SP500 ECOR3 ITUB4 TAEE11 R4 3.610 81.420 - - 10.83 - - R3 3.481 72.195 73.920-9.97 - - R2 3.372 71.685 71.990-9.42-24.95 R1 3.286 67.527 68.970 2.300 9.06 40.49 22.62

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. 20ª Emissão de Debêntures. Série Única

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. 20ª Emissão de Debêntures. Série Única COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO 20ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES)

Leia mais

Gerdau. Gerdau: Tempos difíceis. Análise de Investimentos Relatório de Análise. 21 de Agosto de 2015

Gerdau. Gerdau: Tempos difíceis. Análise de Investimentos Relatório de Análise. 21 de Agosto de 2015 ago-14 set-14 set-14 out-14 nov-14 nov-14 dez-14 jan-15 jan-15 fev-15 mar-15 mar-15 abr-15 abr-15 mai-15 jun-15 jun-15 jul-15 jul-15 ago-15 21 de Agosto de 2015 : Tempos difíceis Atualizamos nossas projeções

Leia mais

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 2 DE FEVEREIRO DE 2017

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 2 DE FEVEREIRO DE 2017 dez-08 mar-09 jun-09 set-09 dez-09 mar-10 jun-10 set-10 dez-10 mar-11 jun-11 set-11 dez-11 mar-12 jun-12 set-12 dez-12 mar-13 jun-13 set-13 dez-13 mar-14 jun-14 set-14 dez-14 mar-15 jun-15 set-15 dez-15

Leia mais

Apresentação Apimec São Paulo EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Março de 2015

Apresentação Apimec São Paulo EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Março de 2015 Apresentação Apimec São Paulo EcoRodovias Infraestrutura e Logística S.A. Março de 2015 ESTRUTURA SOCIETÁRIA E ATIVOS ATUAIS DESEMPENHO FINANCEIRO CONSOLIDADO OPORTUNIDADES DE CRESCIMENTO DESEMPENHO ACIONÁRIO

Leia mais

5º Seminário Anbima de Renda Fixa e Derivativos de Balcão Investimento e Financiamento de Longo Prazo no Brasil

5º Seminário Anbima de Renda Fixa e Derivativos de Balcão Investimento e Financiamento de Longo Prazo no Brasil 5º Seminário Anbima de Renda Fixa e Derivativos de Balcão Investimento e Financiamento de Longo Prazo no Brasil Dyogo Henrique de Oliveira Secretário Executivo Ministério da Fazenda 1 Expansão do investimento

Leia mais

Informações Consolidadas

Informações Consolidadas METALÚRGICA GERDAU S.A. e empresas controladas Desempenho da Gerdau no 2 o trimestre As Demonstrações Financeiras Consolidadas da Metalúrgica Gerdau S.A. são apresentadas em conformidade com as normas

Leia mais

A transação. Preço. Estrutura do Pagamento. Fonte de Recursos. Múltiplo Implícito

A transação. Preço. Estrutura do Pagamento. Fonte de Recursos. Múltiplo Implícito A transação Preço Aquisição de 95,8% do Grupo Dumont Saab ( Dumont ) pela subsidiária integral Technos da Amazônia Indústria e Comércio S.A. ( TASA ) Desembolso de R$182,1 milhões, valor implícito de 100%

Leia mais

ÁPICE SECURITIZADORA S.A. 1ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários. 65ª Série

ÁPICE SECURITIZADORA S.A. 1ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários. 65ª Série ÁPICE SECURITIZADORA S.A. 1ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários 65ª Série Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA INSTITUIÇÃO

Leia mais

CARTA INVA CAPITAL Janeiro/2012 Raphael Cordeiro, CNPI

CARTA INVA CAPITAL Janeiro/2012 Raphael Cordeiro, CNPI CARTA INVA CAPITAL Janeiro/2012 Raphael Cordeiro, CNPI RETROSPECTIVA 2011 2011 foi um ano ímpar! Vimos a Europa entrar em uma crise sem precedentes e o crescimento econômico brasileiro desapontou os investidores.

Leia mais

CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014

CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A. 3ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Dezembro. Carteira Sugerida de Novembro

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Dezembro. Carteira Sugerida de Novembro A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

NUTRIPLANT ON (NUTR3M)

NUTRIPLANT ON (NUTR3M) NUTRIPLANT ON (NUTR3M) Cotação: R$ 1,79 (18/06/2014) Preço-Alvo (12m): R$ 2,10 Potencial de Valorização: 18% 4º. Relatório de Análise de Resultados (1T14) Recomendação: COMPRA P/L 14: 8,0 Min-Máx 52s:

Leia mais

19 de novembro de 2015

19 de novembro de 2015 O bom momento do setor deve continuar O setor de papel e celulose, que já experimentou um momento bastante positivo em 2015, poderá continuar se beneficiando também no próximo ano. Esta perspectiva tem

Leia mais

APIMEC COPASA Divulgação 1T08

APIMEC COPASA Divulgação 1T08 APIMEC COPASA 2008 Highlights 1T08 A Receita Líquida no 1T08 foi de R$ 467 milhões um crescimento de 8,4% em relação ao 1T07. O EBITDA no trimestre atingiu R$ 191 milhões ante R$ 174 milhões no 1T07. Reajuste

Leia mais

Relatório Diário. Destaques. 3 de fevereiro de 2017

Relatório Diário. Destaques. 3 de fevereiro de 2017 Destaques Mercado O Ibovespa fechou em baixa, acompanhando o movimento de leve queda das bolsas dos EUA e impactado pela queda de ações do setor financeiro. Os destaques do dia foram: (i) BBDC4 (-3,7%),

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T16

Apresentação de Resultados 3T16 Estação de Tratamento de Esgoto Arrudas Apresentação de Resultados 3T16 11 de Novembro de 2016 AVISO Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação, relativas às perspectivas de

Leia mais

RESULTADOS 1T14 RESULTADOS 1T14

RESULTADOS 1T14 RESULTADOS 1T14 DESTAQUES DO Receita Bruta Lucro Bruto SG&A Crescimento de 14,1% no, atingindo R$ 82,6 m. Atingiu R$ 36,8 m no, representando aumento de 15,0% e margem de 54,6% aumento de 0,6 p.p. Atingiu R$ 32,9 m no,

Leia mais

Relatório Analítico 30 de abril de 2012

Relatório Analítico 30 de abril de 2012 MANUTENÇÃO Código de Negociação Bovespa ALPA4 Segmento de Atuação Principal Têxtil e Vestuário Categoria segundo a Liquidez 2 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 15,55 Valor Econômico por Ação (R$) 18,67

Leia mais

Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015

Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015 Resultados do 2T15 Teleconferência 13/08/2015 Aviso legal O presente material foi elaborado pela Senior Solution S.A. ( Companhia ) e pode conter certas declarações que expressam expectativas, crenças

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Exercício de de Abril de 2015

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Exercício de de Abril de 2015 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Exercício de 2014 22 de Abril de 2015 AVISOS Estas apresentações podem conter previsões acerca de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores

Leia mais

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 31 DE JANEIRO DE 2017

DESTAQUES DIÁRIOS RESEARCH 31 DE JANEIRO DE 2017 dez-08 mar-09 jun-09 set-09 dez-09 mar-10 jun-10 set-10 dez-10 mar-11 jun-11 set-11 dez-11 mar-12 jun-12 set-12 dez-12 mar-13 jun-13 set-13 dez-13 mar-14 jun-14 set-14 dez-14 mar-15 jun-15 set-15 dez-15

Leia mais

Comercializamos 55 unidades de implementos rodoviários no 1T11 Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 1T08 1T09 1T10 1T11

Comercializamos 55 unidades de implementos rodoviários no 1T11 Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 1T08 1T09 1T10 1T11 Comercializamos 55 unidades de implementos rodoviários no 1T11 Vendas Recrusul de Implementos Rodoviários (em unidades) 116 33 40 55 Nosso desempenho comercial no 1T11 foi aquém do esperado. O faturamento

Leia mais

CONCESSIONÁRIA ECOVIAS DOS IMIGRANTES S/A. 1ª Emissão Pública de Debêntures

CONCESSIONÁRIA ECOVIAS DOS IMIGRANTES S/A. 1ª Emissão Pública de Debêntures CONCESSIONÁRIA ECOVIAS DOS IMIGRANTES S/A 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 Concessionária Ecovias dos Imigrantes S/A 1ª Emissão Pública de Debêntures

Leia mais

TCU - Aula 03 C. Geral III

TCU - Aula 03 C. Geral III Sumário 1 TC RO Contador CESPE 2013 - Questão 051 Critérios de avaliação de ativos... 2 2 TC RO Contador CESPE 2013 - Questão 052 Critérios de Avaliação de Ativos... 2 3 TC RO Contador CESPE 2013 - Questão

Leia mais

15/12/2016. Metodologia:

15/12/2016. Metodologia: O TRADEBOOK apresenta neste relatório as análises gráficas dos principais ativos do IBX-100, do índice, dólar e juros futuros da BMF e ainda a análise do mercado dos EUA, Dólar comercial e Euro/Dólar.

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Abril. Carteira Sugerida de Março

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Abril. Carteira Sugerida de Março A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

Técnico Diário I 13 de fevereiro de 2017 I Citi Corretora

Técnico Diário I 13 de fevereiro de 2017 I Citi Corretora Dólar Futuro Índice Futuro Ibovespa SP500 ECOR3 ITUB4 TAEE11 R4 3.610 81.420 - - 10.83 - - R3 3.481 72.195 73.920-9.97 - - R2 3.372 71.685 71.990-9.42-24.95 R1 3.286 67.527 68.970 2.319 9.06 40.49 22.62

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Março. Carteira Sugerida de Fevereiro

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Março. Carteira Sugerida de Fevereiro A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

FACULDADE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE Rua Professor Pedreira de Freitas, 401/415 Fone: Tatuapé

FACULDADE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE Rua Professor Pedreira de Freitas, 401/415 Fone: Tatuapé de Oliveira 1.(Analista de Gestão Corporativa-Contabilidade-Empresa de Pesquisa Energética-2010-Cesgranrio) Considere a operação a seguir. A Cia. Ordem e Progresso, após a apuração do seu resultado, efetuou

Leia mais

Cielo. Cielo: Resultado do 3T16 em linha com o esperado. Análise de Investimentos Relatório de Análise. 10 de novembro de 2016

Cielo. Cielo: Resultado do 3T16 em linha com o esperado. Análise de Investimentos Relatório de Análise. 10 de novembro de 2016 : Resultado do 3T16 em linha com o esperado A companhia registrou no 3T16 um lucro líquido de R$ 1,0 bilhão, com crescimento de 15,0% em relação ao 3T15, resultando numa margem líquida de 32,9% com incremento

Leia mais

Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 02 São Paulo, 24 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros RESUMO Maior empresa de telecomunicações no segmento de telefonia móvel pré-paga no Brasil, e segundo lugar no mercado

Leia mais

Vale ressaltar que os resultados Regulatório (sem IFRS) não são auditados.

Vale ressaltar que os resultados Regulatório (sem IFRS) não são auditados. APIMEC 2013 Aviso Legal As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, as quais abrangem a legislação societária, os Pronunciamentos,

Leia mais

FIQUE RICO COM DIVIDENDOS Modelo de Gordon, o que é um bom payout? e quem ganha quando há queda na taxa de juros?

FIQUE RICO COM DIVIDENDOS Modelo de Gordon, o que é um bom payout? e quem ganha quando há queda na taxa de juros? CHANCE BANKS PAYS YOU DIVIDEND OF $ 100 FIQUE RICO COM DIVIDENDOS Modelo de Gordon, o que é um bom payout? e quem ganha quando há queda na taxa de juros? No texto de hoje abordaremos o Modelo de Gordon,

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Novembro. Carteira Sugerida de Outubro

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Novembro. Carteira Sugerida de Outubro A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais

SMILES S.A. APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS 3T de novembro de 2016

SMILES S.A. APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS 3T de novembro de 2016 SMILES S.A. APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS 3T16 01 de novembro de 2016 Aviso Importante O material divulgado pela Companhia reflete as expectativas dos administradores e poderá conter estimativas sobre eventos

Leia mais

Divulgação dos Resultados do 1T13

Divulgação dos Resultados do 1T13 Divulgação dos Resultados do 1T13 José Rubens de la Rosa CEO Apresentação: Carlos Zignani Diretor de Relações com Investidores José Antonio Valiati Diretor de Controladoria e Finanças Thiago A. Deiro Gerente

Leia mais

RESEARCH 28 DE ABRIL DE 2017

RESEARCH 28 DE ABRIL DE 2017 Agenda do dia Agenda do Próximo Dia MACROECONOMIA Brasil Taxa de desemprego Estados Unidos - PIB Japão Taxa de desemprego, produção industrial. Brasil PMI Industrial,. Zona do Euro PMI Industrial Alemanha

Leia mais

CONFERENCE CALL Resultados 2T16

CONFERENCE CALL Resultados 2T16 CONFERENCE CALL Resultados 2T16 Aviso Importante Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. ( Restoque ou Companhia ) Esta apresentação pode conter certas declarações e informações prospectivas a respeito

Leia mais

PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS

PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS 2ª Emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários Série: 1ª Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 PÁTRIA COMPANHIA SECURITIZADORA

Leia mais

Soja: muito grão e pouco óleo 22 de novembro de 2016

Soja: muito grão e pouco óleo 22 de novembro de 2016 Soja: muito grão e pouco óleo 22 de novembro de 2016 Nos últimos dias, apareceram notícias sobre a volta de algumas unidades esmagadoras às atividades. Há alguns meses, muitas unidades encerraram suas

Leia mais

MENDES JUNIOR ENGENHARIA S/A 8ª Emissão de Debêntures. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

MENDES JUNIOR ENGENHARIA S/A 8ª Emissão de Debêntures. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 MENDES JUNIOR ENGENHARIA S/A 8ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE MENDES JUNIOR

Leia mais

Resultado Consolidado Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso

Resultado Consolidado Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso Resultado Consolidado 2010 Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso Aviso Legal As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com as práticas

Leia mais

CPC 18 INVESTIMENTO EM CONTROLADA E COLIGADA. Prof. Mauricio Pocopetz

CPC 18 INVESTIMENTO EM CONTROLADA E COLIGADA. Prof. Mauricio Pocopetz CPC 18 INVESTIMENTO EM CONTROLADA E COLIGADA Prof. Mauricio Pocopetz OBJETIVOS O objetivo deste Pronunciamento é estabelecer: a contabilização de investimentos em coligadas e em controladas; e definir

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011 Teleconferência Resultados do 2T11 1 12 de Agosto de 2011 AVISO LEGAL Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Açúcar: Próxima safra de C-S Brasil em 2017/18 1º de novembro de 2016

Açúcar: Próxima safra de C-S Brasil em 2017/18 1º de novembro de 2016 Açúcar: Próxima safra de C-S Brasil em 2017/18 1º de novembro de 2016 Estamos nos encaminhando para reta final da safra brasileira e, assim, ajustamos nossas projeções da safra atual e começamos a estimar

Leia mais

Santos Brasil (STBP11) ::: Resultados do 4T12: Alta de 28% A/A no Lucro Líquido ajustado

Santos Brasil (STBP11) ::: Resultados do 4T12: Alta de 28% A/A no Lucro Líquido ajustado São Paulo, 05 de fevereiro de 2013 Resultados do 4T12 Petrobras (PETR3) ::: Resultado do 4T12: Fraco; Anúncio de Corte de Dividendos ON, Previsto Anteriormente, Deve Ajudar a Frágil Geração de FC Localiza

Leia mais

LOCALIZA RENT A CAR S.A.

LOCALIZA RENT A CAR S.A. LOCALIZA RENT A CAR S.A. Conference call 1º de Outubro de 2008 As informações financeiras a seguir são preliminares, ainda não revisadas pelos auditores independentes e apresentadas em Reais. Dívida em

Leia mais

4T14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS

4T14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS 4T14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS 29 de Janeiro de 2014 AVISO LEGAL A COMPANHIA FAZ DECLARAÇÕES SOBRE EVENTOS FUTUROS QUE ESTÃO SUJEITAS A RISCOS E INCERTEZAS Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Agosto. Carteira Sugerida de Julho

Carteira Top Pick. Comentário. Carteira Sugerida para Agosto. Carteira Sugerida de Julho A carteira direcional recomendada pela equipe de analistas da Socopa Corretora é mensalmente avaliada buscando relacionar as cinco melhores opções de investimento para o mês subseqüente dentro dos ativos

Leia mais