CONFIANÇA DO COMÉRCIO AUMENTA PELA SÉTIMA VEZ NAS VÉSPERAS DO NATAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONFIANÇA DO COMÉRCIO AUMENTA PELA SÉTIMA VEZ NAS VÉSPERAS DO NATAL"

Transcrição

1 CONFIANÇA DO COMÉRCIO AUMENTA PELA SÉTIMA VEZ NAS VÉSPERAS DO NATAL O de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu 98,9 pontos em novembro, ante os 97,3 pontos observados em outubro. Na série com ajuste sazonal, o índice aumentou 1,2%, sétimo aumento consecutivo, influenciado pela melhora na avaliação das condições correntes (+3,2%), nas expectativas de curto prazo (+0,8%) e nas intenções de investimentos (+0,3%). Em relação a novembro de 2015, o Icec aumentou 23,5%, quinta taxa positiva nesta base de comparação desde julho de 2013 e a maior já registrada. O índice, no entanto, ainda se encontra na zona negativa, abaixo do nível de indiferença (100 pontos), reflexo da contínua redução das vendas do varejo, além da dificuldade de recuperação da atividade no setor, no curto prazo. Evolução do de Confiança do Empresário do Comércio (0-200) ICEC ICEC com ajuste sazonal Confiança do Empresário do Comércio e Subíndices Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC) 58,5 +3,2% +50,0% Expectativas do Empresário do Comércio (IEEC) 150,3 +0,8% +24,3% Investimentos do Empresário do Comércio (IIEC) 87,9 +0,3% +9,4% ICEC 98,9 +1,2% +23,5% 1

2 Icaec: avaliação das condições correntes segue melhorando. O subíndice que mede as condições correntes (Icaec) do Icec alcançou 58,5 pontos (+3,2%) na passagem de outubro para novembro, na série que considera os ajustes sazonais. Após consecutivas e expressivas quedas, a avaliação das condições correntes vem melhorando desde fevereiro deste ano. Apesar disso, o índice continua em patamar baixo. No ano, o Icaec teve a quarta variação positiva (+50%), a maior da série histórica iniciada em março de 2011, a despeito de o índice base de comparação (novembro de 2015) ter sido também muito baixo. ICAEC 58,5 +3,2% +50,0% Economia 44,8 +4,6% +138,2% Setor 57,8 +2,2% +48,7% Empresa 72,9 +2,3% +22,8% A percepção dos varejistas quanto às condições atuais melhorou novamente em novembro em relação à economia, em relação ao desempenho do setor do comércio e em relação ao desempenho da empresa. A proporção de comerciantes que avaliam as condições atuais da economia como piores é menor (e vem diminuindo), mas se mantém elevada: para 80,4% dos varejistas, a economia piorou em novembro. Este percentual é mais baixo do que o observado em outubro (81,9%) e em dezembro de 2015 (95,7%) até então a taxa mais elevada da série histórica do indicador. A avaliação dos comerciantes relativa às condições atuais da economia brasileira influenciou positivamente o Icaec nos três trimestres deste ano. O item vem apresentando variações positivas desde janeiro, após atingir a mínima histórica também em dezembro de 2015 (17,9 pontos). Entretanto, o índice, que em novembro chegou a 44,7 pontos, ainda se encontra em patamar negativo, bem abaixo do nível de indiferença (100 pontos). Embora haja a percepção de que a crise econômica esteja lentamente perdendo força, a recuperação da atividade do comércio não deverá acontecer em breve. O volume de vendas do varejo restrito recuou novamente em setembro, -1,0%, e acumula queda de -6,5% no ano, de acordo com o IBGE. No conceito ampliado, as reduções foram de -0,1%, oitava taxa negativa no ano, e de -9,2%. Em ambas as comparações, as perdas registradas estão perdendo o fôlego, mas 2

3 ainda superam os ritmos médios verificados ao longo de todo o ano de 2015 (-4,3% e -8,6%, respectivamente). IEEC: expectativas para os próximos meses são melhores, mas menos expressivas. O de Expectativas do Empresário do Comércio (IEEC) alcançou 150,3 pontos em novembro, único subíndice do Icec acima do nível de indiferença (100 pontos). Na passagem mensal, as expectativas melhoraram novamente (+0,8%), o que também se repetiu na comparação anual, com a sexta taxa positiva no ano (+24,3%), o maior crescimento da série histórica do indicador nesta base de comparação. Variações positivas na comparação anual não ocorriam desde julho de IEEC 150,3 +0,8% +24,3% Economia 144,7 +1,1% +43,5% Setor 150,2 +0,9% +22,2% Empresa 156,0 +0,5% +12,3% A evolução do IEEC entre outubro e novembro foi determinada pelo aumento nas perspectivas de curto prazo relativas aos três itens que compõem o subíndice: aumentaram as expectativas quanto ao desempenho da economia nos próximos meses (+1,1%), ao desempenho do comércio (+0,9%) e ao da empresa (+0,5%). Na comparação com novembro de 2015, as perspectivas para a economia apresentaram novo aumento (+43,5%), o oitavo na base de comparação anual. Cresceram as expectativas em relação ao desempenho do setor do comércio (+22,2%), e também melhorou o otimismo dos comerciantes no curto prazo em relação ao desempenho da própria empresa (+12,3%). Na avaliação de 82,9% dos entrevistados, a economia vai melhorar nos meses à frente, percentual acima dos 80,9 registrados em outubro e dos 76,4% observados em setembro. No curto prazo, porém, ainda seguem ausentes fatores que indicam retomada da atividade do comércio, a despeito do crescimento das expectativas nos últimos meses, ainda que menos expressivo, e do arrefecimento no ritmo de queda do volume de vendas do varejo. 3

4 A confiança dos consumidores parou de piorar, mas as condições do mercado de trabalho seguem desfavoráveis (desemprego médio elevado e fechamento líquido de postos de trabalho). Associam-se a isso o crédito caro e a restrição da renda das famílias (endividamento elevado), o que mantêm a demanda em níveis baixos, dificultando a recuperação mais rápida do varejo. Por outro lado, a desaceleração da inflação influencia positivamente o comércio. As expectativas têm puxado a confiança dos varejistas para cima nos últimos meses, após o indicador ter atingido a mínima histórica no fim do ano passado. Entretanto, a evolução positiva não se traduz na recuperação do setor. Considerando o desempenho do comércio varejista apontado na Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, as estimativas da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) para o volume de vendas do comércio em 2016 são de -6,0% no conceito restrito e de -9,0% no conceito ampliado. IIEC: percepção sobre os estoques melhora nas vésperas do Natal. Em novembro, o subíndice que mede as condições de investimentos (IIEC) registrou 87,9 pontos (+0,3%), influenciado por novo aumento nas intenções de contratação de funcionários (+0,4%) e pela melhora na avaliação dos estoques diante da programação das vendas (+0,7%). Por outro lado, são menores as intenções de investimentos na empresa (-0,4%). O IIEC cresceu 9,4% em relação a novembro de 2015, quarto aumento anual desde janeiro de IIEC 87,9 +0,3% +9,4% Funcionários 110,8 +0,4% +25,6% Investimentos 68,8-0,4% +3,2% Estoques 84,0 +0,7% -2,4% Em novembro deste ano comparativamente a novembro de 2015, a intenção dos comerciantes em contratar funcionários está maior (+25,6%), quinta variação anual positiva também desde janeiro de O resultado favorável continua capturando a contratação de funcionários temporários para as festas de fim de ano (movimento que costuma ter início entre setembro e outubro). Apesar da estimativa de o volume de vendas ser menor neste Natal (a CNC projeta queda de -3,5% no volume de vendas), o maior fluxo de clientes nas lojas no período festivo induz o comerciante a contratar temporários. 4

5 Na passagem mensal, houve retração no índice que avalia as intenções de investimentos na empresa, o que mostra que o custo de captação de recursos no mercado de crédito continua elevado. Na comparação anual, porém, o aumento de +3,2% pode indicar perspectiva positiva dos comerciantes quanto à trajetória de redução das taxas de juros iniciada pelo Copom. O início do ciclo de cortes na Selic favorece as intenções de investimentos no comércio, mas o alto spread, por outro lado, ainda mantém o custo elevado. Para 70,5% dos empresários consultados em novembro, as intenções de investimento no capital social das empresas são menores, resultado melhor do que o de outubro, quando 71,5% responderam que reduziriam seus investimentos. A percepção dos comerciantes sobre os estoques diante da programação das vendas está melhor (+0,7%) nas vésperas da principal data para o varejo. Os comerciantes têm promovido o ajuste dos estoques nos meses recentes, observando com cautela a rotatividade dos produtos nas prateleiras. Os varejistas consideram que estão menos estocados em novembro comparativamente a outubro, mas não em comparação a novembro de 2015 (-2,4%). Predomina a dificuldade na retomada das vendas, e as perspectivas são negativas para este Natal, quando o volume de vendas do varejo deverá ser menor do que no Natal passado. Para 30,4% dos comerciantes consultados, os estoques estão acima do adequado em novembro. Esse percentual segue expressivo, mas vem em queda desde abril, quando atingiu 34,4%, o maior da série histórica. Conclusão: A confiança do empresário do comércio aumentou novamente em novembro. O resultado positivo do Icec nas vésperas do Natal deveu-se ao incremento dos três subíndices que compõem a confiança dos comerciantes. Melhoraram as avaliações da situação atual tanto da economia quanto do setor do comércio, quanto em relação ao desempenho da própria empresa. Variações positivas nesses dois primeiros itens têm sido observadas desde o início do ano, depois de seguidas quedas registradas desde meados de Na comparação com novembro do ano passado, as avaliações desses componentes do Icaec também evoluíram positivamente, sendo expressiva a 5

6 melhora da avaliação quanto ao desempenho da economia brasileira, a despeito de o índice estar situado em patamar baixo. As expectativas dos comerciantes para os próximos meses também evoluíram positivamente em novembro, mas as taxas são menos expressivas. Os três itens cresceram na passagem mensal e na comparação anual, além de estarem situados na zona positiva, acima dos 100 pontos. As intenções de investimentos aumentaram neste mês e mostram aumento também na comparação interanual. Estão maiores as intenções de contratar funcionários, e melhorou a avaliação dos estoques diante da programação das vendas, ao passo que diminuiu o intuito de investir na empresa. A atividade do comércio ainda não mostra perspectiva de recuperação no curto prazo, embora se verifique diminuição no ritmo de queda das vendas. As condições do mercado de trabalho (desemprego e elevado comprometimento da renda dos consumidores) continuam influenciando o consumo de forma negativa. Entretanto, a confiança dos varejistas tem evoluído positivamente após o indicador ter atingido a mínima histórica no fim do ano passado. Sobre a pesquisa: O de confiança do empresário do comércio (Icec) é indicador antecedente apurado exclusivamente entre os tomadores de decisão das empresas do varejo, cujo objetivo é detectar as tendências das ações empresárias do setor do ponto de vista do empresário. A amostra é composta por aproximadamente empresas situadas em todas as capitais do País; e os índices, apurados mensalmente, apresentam dispersões que variam de zero a duzentos pontos. O índice é construído a partir de nove questões. As três primeiras, que constituem o de condições atuais do empresário do comércio (Icaec), comparam a situação econômica do País, do setor de atuação e da própria empresa, em relação ao mesmo período do ano anterior. As três perguntas seguintes avaliam os mesmos aspectos, porém em relação ao futuro no curto prazo, e formam o de expectativas do empresário do comércio (IEEC). Em todas as seis primeiras perguntas, as opções de resposta são as seguintes: (i) Melhorou/Melhorará muito; (ii) Melhorou/Melhorará um pouco; (iii) Piorou/Piorará muito; e (iv) Piorou/Piorará um pouco. Além dos dados 6

7 nacionais, os nove componentes do Icec também são divulgados segundo as cinco regiões geográficas do Brasil. As últimas três perguntas que compõem o de investimento do empresário do comércio (IIEC) abordam questões mais específicas, relativas aos seguintes temas: (i) Expectativa de contratação de funcionários para os próximos meses (aumentar muito, aumentar pouco, reduzir pouco ou reduzir muito); (ii) Nível de investimentos em relação ao mesmo período do ano anterior (muito maior, um pouco maior, um pouco menor ou muito menor); e (iii) Nível atual dos estoques diante da programação de vendas (abaixo do adequado, adequado ou acima do adequado). Ajuste sazonal: Sujeitas ao comportamento sazonal do nível de atividade do comércio e da atividade econômica em geral, a partir de fevereiro de 2014 as séries passaram a ser dessazonalizadas através do método X-12 aditivo, permitindo a comparação mensal (mês sobre o mês anterior) dos componentes do Icec. 7

CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO

CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO (0-200) CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO O de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu 99,1 pontos em dezembro, ante os 98,9 pontos observados

Leia mais

EXPECTATIVAS DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO MELHORAM EM DEZEMBRO

EXPECTATIVAS DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO MELHORAM EM DEZEMBRO (0-200) EXPECTATIVAS DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO MELHORAM EM DEZEMBRO O de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu 79,9 pontos em dezembro, com queda de 1,4% em relação a novembro, descontados

Leia mais

COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017

COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017 Divisão Econômica COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017 Parcela significativa dos varejistas de produtos semiduráveis (25%) e pequenos comerciantes (29,8%) consideram

Leia mais

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Índice de Confiança do Empresário do Comércio Catarinense de setembro de 2014 Otimismo do empresário do comércio catarinense sobe na comparação mensal

Leia mais

CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO CAI 2,3% NO TRIMESTRE

CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO CAI 2,3% NO TRIMESTRE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO CAI 2,3% NO TRIMESTRE O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) apresentou queda de 2,3% no trimestre finalizado em julho, em relação ao mesmo período do ano passado.

Leia mais

Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense

Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) catarinense

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICEC. Índice de Confiança do Empresário do Comércio

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICEC. Índice de Confiança do Empresário do Comércio Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICEC Índice de Confiança do Empresário do Comércio Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Agosto de 2016 SUMÁRIO CON DIÇÕES ATUAIS

Leia mais

O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016

O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016 O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016 A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor mostra que em 2016 houve redução de 3,9% no número médio de famílias com dívidas, com

Leia mais

Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário

Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário Junho - 2016 INDICADOR DE CONFIANÇA DO MICRO E PEQUENO EMPRESÁRIO DE VAREJO E SERVIÇOS Em junho de 2016, o Indicador de Confiança do Micro e Pequeno

Leia mais

Impactos do Endividamento, Inadimplência e Confiança Sobre as Vendas do Comércio (PEIC, IFC, ICEC)

Impactos do Endividamento, Inadimplência e Confiança Sobre as Vendas do Comércio (PEIC, IFC, ICEC) Impactos do Endividamento, Inadimplência e Confiança Sobre as Vendas do Comércio (PEIC, IFC, ICEC) Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) Avaliação dos resultados 2016 e influências

Leia mais

Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP

Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP Varejo Estado de SP- 1 Semestre Em junho, o comércio varejista do estado de São Paulo registrou expressiva queda de 7,2% em comparação ao

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Março de 2016 SUMÁRIO EMPREGO, REN DA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

REVISÃO DE EXPECTATIVAS

REVISÃO DE EXPECTATIVAS 16 CONJUNTURA CONJUNTURA DA CONSTRUÇÃO SETEMBRO 213 REVISÃO DE EXPECTATIVAS O processo de retomada da atividade na construção está sendo mais demorado do que se esperava Ana Maria Castelo e Robson Gonçalves

Leia mais

Sondagem Industrial do Estado de São Paulo

Sondagem Industrial do Estado de São Paulo Sondagem Industrial do Estado de São Paulo Fevereiro/14 Indústria segue com baixa produção e utilização de sua capacidade A indústria registrou forte avanço da produção em janeiro. Apesar de parte dessa

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC)

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) CAMPO GRANDE - MS FEVEREIRO/2015 SUMÁRIO Histórico do ICEC... 3 Tabela 1 - Evolução mensal dos resultados... 3 Tabela 2 - Síntese dos Resultados...

Leia mais

ATIVIDADE ECONÔMICA. Junho de 2009

ATIVIDADE ECONÔMICA. Junho de 2009 Principais pontos Relatório de Inflação Banco Central ATIVIDADE ECONÔMICA As medidas anticíclicas vêm se traduzindo em melhoras recentes. A economia brasileira apresenta sinais de gradual recuperação.

Leia mais

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Diretoria Adjunta de Análise e Disseminação de Informações Gerência de Indicadores Econômicos Em fevereiro de 2016, no acumulado de 12 meses,

Leia mais

Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário

Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário Novembro - 2016 MPE MANTÉM CONFIANÇA, MAS SITUAÇÃO ATUAL AINDA É TIDA COMO DESFAVORÁVEL Em novembro de 2016, o Indicador de Confiança do Micro e Pequeno

Leia mais

Nova queda do PIB não surpreende mercado

Nova queda do PIB não surpreende mercado Nova queda do PIB não surpreende mercado Os dados do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) nesta primeira semana de março mostram a tendência

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC)

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) PORTO ALEGRE - RS JULHO/2013 SUMÁRIO Histórico do ICEC... 3 Tabela 1 - Evolução mensal dos resultados... 3 Tabela 2 - Síntese dos Resultados... 4 Tabela

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - PMC

ANÁLISE MENSAL - PMC ANÁLISE MENSAL - PMC Outubro/ 2015 Comércio tem crescimento após 8 meses de quedas consecutivas O comércio varejista nacional registrou crescimento nas vendas de 0,6% em outubro frente ao mês imediatamente

Leia mais

Elevação na taxa de juros média

Elevação na taxa de juros média Elevação na taxa de juros média Carteira de Crédito no SFN Apesar da projeção de um crescimento nominal de 2,0% em 2017 pelo Banco Central, o ritmo de queda do estoque de crédito intensificou-se em janeiro.

Leia mais

PERÍODO DE COMPARAÇÃO PIB AGROPEC INDUS SERV FBCF CONS. FAM CONS. GOV

PERÍODO DE COMPARAÇÃO PIB AGROPEC INDUS SERV FBCF CONS. FAM CONS. GOV ECONÔMICA Conjuntura Economia brasileira encolhe 5,4 % e 0,3% no primeiro trimestre de 2016 no comparativo com o mesmo período do ano anterior e no confronto com o semestre anterior respectivamente PRIMEIRO

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Junho de 2016 SUMÁRIO EMPREGO, RENDA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL AGOSTO DE 2011 Novo crescimento não altera o quadro desfavorável Agosto de 2011 www.fiergs.org.br Os resultados dos Indicadores Industriais do RS referentes ao

Leia mais

Í NDÍCE DE CONFÍANÇA DO EMPRESA RÍO DO COME RCÍO (ÍCEC)

Í NDÍCE DE CONFÍANÇA DO EMPRESA RÍO DO COME RCÍO (ÍCEC) Í NDÍCE DE CONFÍANÇA DO EMPRESA RÍO DO COME RCÍO (ÍCEC) CAMPO GRANDE - MS MAIO/2017 SUMÁRIO Histórico do ICEC... 3 Tabela 1 - Evolução mensal dos resultados... 3 Tabela 2 - Síntese dos Resultados... 4

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro 16 Dezembro/2012

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro 16 Dezembro/2012 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro 16 Dezembro/2012 (0-200) (0-200) ÍNDICE DE NFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO MÉRCIO Composição do Nacional Condições Atuais do Empresário do Comércio 58,5 3,2% +,0%

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Agosto 17 Dezembro/2012

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Agosto 17 Dezembro/2012 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Agosto 17 Dezembro/2012 (0-200) (0-200) ÍNDICE DE NFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO MÉRCIO Composição do Nacional Condições Atuais do Empresário do Comércio 74,2 +1,1% +57,1%

Leia mais

Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia

Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia Os dados de março de 2016 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) reafirmam a desaceleração do mercado de trabalho.

Leia mais

Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro

Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro Boletim 1112/2016 Ano VIII 01/12/2016 Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro Nível de ocupação melhorou porque foram gerados 111 mil postos de trabalho

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL. Expectativas continuam melhorando. Índices de expectativas Índices de difusão (0 a 100)*

SONDAGEM INDUSTRIAL. Expectativas continuam melhorando. Índices de expectativas Índices de difusão (0 a 100)* Indicadores CNI ISSN 1676-0212 Ano 19 Número 7 julho de SONDAGEM INDUSTRIAL Expectativas continuam melhorando O desempenho da indústria em julho pouco se alterou na comparação com os meses anteriores.

Leia mais

Monitoramento dos Indicadores das MPEs do Comércio do Estado do Maranhão

Monitoramento dos Indicadores das MPEs do Comércio do Estado do Maranhão Monitoramento dos Indicadores das MPEs do Comércio do Estado do Maranhão Baixa atividade econômica leva desempenho interanual do comércio para o menor patamar desde 2003 Segundo o IBGE, o volume de vendas

Leia mais

VAREJO FECHOU 108,7 MIL LOJAS EM 2016

VAREJO FECHOU 108,7 MIL LOJAS EM 2016 VAREJO FECHOU 108,7 MIL LOJAS EM 2016 Apesar do ritmo menos intenso no segundo semestre, fragilidade das condições de consumo não evitou fechamento recorde de estabelecimentos comerciais com vínculo empregatício

Leia mais

Receita nominal. Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1 1,1 0,5 Setembro 2015 / Setembro 2014

Receita nominal. Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1 1,1 0,5 Setembro 2015 / Setembro 2014 Vendas no varejo variam 0,5% em setembro Período Volume de vendas Varejo Receita nominal Varejo Ampliado Volume de vendas Receita nominal Setembro/Agosto 0,5 0,1 1,5 1,2 Média móvel trimestral 1,0 0,1

Leia mais

Sondagem Industrial do Estado de São Paulo

Sondagem Industrial do Estado de São Paulo Sondagem Industrial do Estado de São Paulo Produção atinge pior resultado da série histórica no mês de dezembro Janeiro/2014 Indicador nov/14 dez/14 O que representa Produção 42.9 30.5 Número de Empregados

Leia mais

Carteira do SFN recua 3,5% em 2016

Carteira do SFN recua 3,5% em 2016 Carteira do SFN recua 3,5% em 2016 Carteira de Crédito no SFN Em 2016, o mercado de crédito fechou com retração de 3,5%. Esta performance frustrante reflete o processo de desalavancagem das famílias e

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Janeiro de 2017 SUMÁRIO EMPREGO, RENDA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

Disputa por vagas de emprego atinge pior nível em quase 10 anos

Disputa por vagas de emprego atinge pior nível em quase 10 anos Indicadores do Mercado de Trabalho Catho-Fipe / Informe Setembro de Disputa por vagas de emprego atinge pior nível em quase 10 anos Os indicadores Catho-Fipe de agosto mostram mais uma vez um cenário ruim

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Set/16

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Set/16 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Set/16 SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) 1. Indicador de Demanda por Crédito Em setembro de

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - PMC

ANÁLISE MENSAL - PMC ANÁLISE MENSAL - PMC Setembro/ 2015 Comércio apresenta em setembro 8º recuo mensal consecutivo O comércio varejista brasileiro registrou queda de 0,5% no mês de setembro de 2015 em relação ao mês anterior,

Leia mais

ICEICON-MG. Sondagem da Indústria da Construção de Minas Gerais ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO DE MINAS GERAIS SONDAGEM

ICEICON-MG. Sondagem da Indústria da Construção de Minas Gerais ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO DE MINAS GERAIS SONDAGEM ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO DE MINAS GERAIS Sondagem da Indústria da Construção de Minas Gerais 1 2 3 4 5 ICEICON - MG SONDAGEM SONDAGEM SONDAGEM SONDAGEM ATIVIDADE EXPECTATIVAS

Leia mais

Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário

Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário Fevereiro 2017 Indicador de Confiança do MPE alcança o maior resultado desde maio de 2015 INDICADOR DE CONFIANÇA 50,2 50,6 50,2 48,9 51,0 52,5 36,6

Leia mais

Sondagem Industrial do RN: Indústrias Extrativas e de Transformação

Sondagem Industrial do RN: Indústrias Extrativas e de Transformação Atividade industrial potiguar volta a crescer em maio RESUMO E COMENTÁRIOS A Sondagem das indústrias Extrativas e de do Rio Grande do Norte, elaborada pela FIERN, mostra que, em maio, o nível de produção

Leia mais

SINCOR-SP 2016 JULHO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 JULHO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

Economia Brasileira em Perspectiva

Economia Brasileira em Perspectiva 13 de agosto - 2010 O relatório é publicado bimestralmente pelo Ministério da Fazenda Essa versão do Relatório correspondente ao bimestre junho/julho foi divulgada no dia 10/08. Seu objetivo é apresentar

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16 SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) INDICADOR DE DEMANDA POR CRÉDITO O indicador de Demanda

Leia mais

COMENTÁRIOS comércio varejista comércio varejista ampliado

COMENTÁRIOS comércio varejista comércio varejista ampliado COMENTÁRIOS Em junho de 2015, o comércio varejista nacional registrou variação de -0,4% no volume de vendas frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, quinta taxa negativa

Leia mais

CENÁRIO ECONÔMICO 2017:

CENÁRIO ECONÔMICO 2017: CENÁRIO ECONÔMICO 2017: Lenta recuperação após um longo período de recessão Dezembro 2016 AVALIAÇÃO CORRENTE DA ATIVIDADE ECONÔMICA A RECUPERAÇÃO DA CONFIANÇA DO EMPRESARIADO E DO CONSUMIDOR MOSTRAM ACOMODAÇÃO

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Novembro de 2016 SUMÁRIO EMPREGO, RENDA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

Volume de Vendas do Varejo Ampliado Acumulado em 12 meses em relação aos 12 meses anteriores. dez/14. set/16. mar/14. dez/13.

Volume de Vendas do Varejo Ampliado Acumulado em 12 meses em relação aos 12 meses anteriores. dez/14. set/16. mar/14. dez/13. dez/11 mar/12 jun/12 set/12 dez/12 mar/13 jun/13 set/13 mar/14 set/14 mar/15 set/15 mar/16 set/16 Monitor Econômico ASSESSORIA ECONÔMICA Dados divulgados entre 09 e 13 de janeiro Comércio (PMC) Entre outubro

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Setembro/15

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Setembro/15 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Setembro/15 SPC Brasil e Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) INDICADOR DE DEMANDA POR CRÉDITO Em setembro

Leia mais

Setor de Serviços tem o melhor desempenho na RARP

Setor de Serviços tem o melhor desempenho na RARP Brasil e estado de São Paulo criam vagas pelo quarto mês consecutivo em Julho de 2017 Os dados de Julho de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam destruição líquida de vagas

Leia mais

A produção industrial caiu 1,6% em junho: Quatorze meses de estagnação

A produção industrial caiu 1,6% em junho: Quatorze meses de estagnação A produção industrial caiu 1,6% em junho: Quatorze meses de estagnação Resumo * A produção industrial voltou a registrar fraco desempenho em junho. * Com o resultado de junho, completam-se quatorze meses

Leia mais

Fevereiro Divulgado em 15 de março de 2016.

Fevereiro Divulgado em 15 de março de 2016. Fevereiro - 2016 Divulgado em 15 de março de 2016. ICVA: BENEFICIADO PELO CALENDÁRIO, VAREJO AMPLIADO REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,4% EM FEVEREIRO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo

Leia mais

VAREJO PERDE 68 MIL ESTABELECIMENTOS NO PRIMEIRO SEMESTRE

VAREJO PERDE 68 MIL ESTABELECIMENTOS NO PRIMEIRO SEMESTRE VAREJO PERDE 68 MIL ESTABELECIMENTOS NO PRIMEIRO SEMESTRE Apesar do fechamento menor nos seis últimos meses, a crise no setor vitimou 168 mil estabelecimentos comerciais em um ano e meio. Entre aberturas

Leia mais

Setor de Serviços cria postos de trabalho em Fevereiro de 2016

Setor de Serviços cria postos de trabalho em Fevereiro de 2016 Brasil e estado de São Paulo contratam após 22 meses consecutivos de demissões Os dados de Fevereiro de 2017 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) sinalizam um cenário mais otimista para

Leia mais

O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011

O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011 O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011 Resumo * Em maio com relação a abril a produção industrial cresceu 1,3%, livre de efeitos

Leia mais

VENDAS NO VAREJO DEIXAM DE CAIR PELA PRIMEIRA VEZ EM DOIS ANOS

VENDAS NO VAREJO DEIXAM DE CAIR PELA PRIMEIRA VEZ EM DOIS ANOS I C V A J U L H O D E 2 0 1 7 CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado VENDAS NO VAREJO DEIXAM DE CAIR PELA PRIMEIRA VEZ EM DOIS ANOS Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) não apontou

Leia mais

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007 NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA A evolução dos principais indicadores econômicos do Brasil em 2007 Guilherme R. S. Souza e Silva * Introdução Este artigo pretende apresentar e discutir

Leia mais

Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico

Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico Resumo Regiões Norte e Sudeste apresentam aumento expressivo de dívidas atrasadas e menor crescimento econômico A alta do número de dívidas em atraso em fevereiro no Brasil (0,80% na comparação com janeiro)

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - PMC

ANÁLISE MENSAL - PMC ANÁLISE MENSAL - PMC Janeiro/ 2016 Varejo inicia o ano com recuo de -1,5% O Varejo brasileiro inicia o ano de 2016 dando continuidade à tendência de queda no volume de vendas com o primeiro mês do ano

Leia mais

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Neste edição especial do boletim Mercado de trabalho do CEPER-FUNDACE, serão comparados dados do Cadastro Geral de Empregados e

Leia mais

SET/16 AGO/16. 52,9 43,9 48,4 Queda da produção. 47,1 46,0 47,4 Queda no número de empregados 67,0 66,0 71,2 Redução no uso da capacidade

SET/16 AGO/16. 52,9 43,9 48,4 Queda da produção. 47,1 46,0 47,4 Queda no número de empregados 67,0 66,0 71,2 Redução no uso da capacidade Indicador PRODUÇÃO NÚMERO DE EMPREGADOS UTILIZ. DA CAPACIDADE INSTALADA (UCI) - % UCI EFETIVA- USUAL EVOLUÇÃO DOS ESTOQUES ESTOQUE EFETIVO- PLANEJADO MÉDIA HIST. Setembro e 3º trimestre de 2016 Produção

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Maio 2017 mai/15 jun/15 jul/15 ago/15 set/15 out/15 nov/15 dez/15 jan/16 fev/16 mar/16 abr/16 mai/16 jun/16 jul/16 ago/16 set/16

Leia mais

Março Divulgado em 14 de abril de 2015.

Março Divulgado em 14 de abril de 2015. Março - 2015 Divulgado em 14 de abril de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 3,3% EM MARÇO, APONTA ICVA O comércio varejista brasileiro apresentou alta de 3,3% em março em relação ao mesmo período do ano passado,

Leia mais

Workshop IBBA : Classe C

Workshop IBBA : Classe C (*) Veja última página para informações de investidor e completa listagem da equipe. Workshop IBBA : Classe C Ilan Goldfajn Economista-chefe Itaú Unibanco Roteiro Cenário internacional de ajuste de transações

Leia mais

Agosto/2014. Cenário Econômico: Mais um Ano de Baixo Crescimento. Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

Agosto/2014. Cenário Econômico: Mais um Ano de Baixo Crescimento. Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos Agosto/2014 Cenário Econômico: Mais um Ano de Baixo Crescimento Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos 1 Diversos Indicadores mostram uma Piora da Atividade Econômica no 2º Trimestre 2 A produção

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Março de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

ECONOMIA. Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Nº40. Associação Brasileira de Supermercados. Renda e emprego mantêm crescimento do setor

ECONOMIA. Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Nº40. Associação Brasileira de Supermercados. Renda e emprego mantêm crescimento do setor Associação Brasileira de Supermercados Nº40 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2014 Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Em abril, as vendas reais

Leia mais

1 a 15 de janeiro de 2015

1 a 15 de janeiro de 2015 1 a 15 de janeiro de 2015 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana INTRODUÇÃO Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas

Leia mais

Maio Divulgado em 16 de junho de 2015.

Maio Divulgado em 16 de junho de 2015. Maio - 2015 Divulgado em 16 de junho de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 0,4% EM MAIO, APONTA ICVA Percentual é calculado a partir da receita de vendas deflacionada pelo IPCA em comparação com maio de 2014;

Leia mais

PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO

PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO PESQUISA FEBRABAN DE PROJEÇÕES MACROECONÔMICAS E EXPECTATIVAS DE MERCADO Realizada entre os dias 28 de janeiro e 02 de fevereiro de 2016 Analistas consultados: 25 PROJEÇÕES E EXPECTATIVAS DE MERCADO FEBRABAN

Leia mais

Outubro Divulgado em 16 de novembro de 2015.

Outubro Divulgado em 16 de novembro de 2015. Outubro - 2015 Divulgado em 16 de novembro de 2015. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,3% NO VAREJO EM OUTUBRO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em relação a outubro de

Leia mais

CONSTRUÇÃO. boletim. Trabalho e APESAR DO DESAQUECIMENTO DA ECONOMIA, GERAÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL MANTÉM CRESCIMENTO

CONSTRUÇÃO. boletim. Trabalho e APESAR DO DESAQUECIMENTO DA ECONOMIA, GERAÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL MANTÉM CRESCIMENTO boletim Trabalho e Ano 1 - nº 2 - Setembro 2009 APESAR DO DESAQUECIMENTO DA ECONOMIA, GERAÇÃO DE POSTOS DE TRABALHO NA CIVIL MANTÉM CRESCIMENTO O recrudescimento da crise econômico-financeira no centro

Leia mais

S O N D A G E M I N D U S T R I A L R S. FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Janeiro 2008.

S O N D A G E M I N D U S T R I A L R S. FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Janeiro 2008. S O N D A G E M I N D U S T R I A L / R S FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Janeiro 8. Expectativas positivas A Sondagem Industrial do RS é uma pesquisa

Leia mais

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015 ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015 O COMÉRCIO VAREJISTA NO BRASIL CONTINUA EM QUEDA A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Maio de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

Agosto Divulgado em 15 de setembro de 2015.

Agosto Divulgado em 15 de setembro de 2015. Agosto - 2015 Divulgado em 15 de setembro de 2015. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 2,8% PARA O VAREJO EM AGOSTO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em comparação com agosto

Leia mais

Setembro Divulgado em 15 de outubro de 2015.

Setembro Divulgado em 15 de outubro de 2015. Setembro - 2015 Divulgado em 15 de outubro de 2015. ICVA APONTA RETRAÇÃO DE 3,4% PARA O VAREJO EM SETEMBRO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em comparação com setembro

Leia mais

Análise Mensal - PMC

Análise Mensal - PMC Análise Mensal - PMC Julho / 2016 Varejo tem pior julho da série histórica Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, o volume das vendas do Varejo brasileiro voltou a ficar no negativo no mês

Leia mais

A semana em revista. Relatório Semanal 08/06/2015

A semana em revista. Relatório Semanal 08/06/2015 Relatório Semanal 08/06/2015 A semana em revista No cenário doméstico, os principais destaques da semana foram os dados da Pesquisa Industrial Mensal e o resultado da reunião do COPOM. A produção industrial

Leia mais

SINCOR-SP 2016 SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 6 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

Expectativa de empregadores brasileiros continua a cair

Expectativa de empregadores brasileiros continua a cair EMBARGADO ATÉ 14 DE JUNHO DE 2016 0.01 EST Expectativa de empregadores brasileiros continua a cair A estimativa de emprego para o próximo trimestre é de -15%, o mais fraco patamar registrado desde que

Leia mais

Clima econômico na América Latina piora. No Brasil, expectativas seguem melhorando

Clima econômico na América Latina piora. No Brasil, expectativas seguem melhorando out/06 abr/07 out/07 abr/08 out/08 abr/09 out/09 abr/10 out/10 abr/11 out/11 abr/12 out/12 abr/13 out/13 abr/14 out/14 abr/15 out/15 abr/16 out/16 16 de novembro de 2016 Indicador IFO/FGV de Clima Econômico

Leia mais

Concorrência por vagas de emprego é a maior em 7 anos

Concorrência por vagas de emprego é a maior em 7 anos Indicadores do Mercado de Trabalho Catho-Fipe / Informe Julho de Concorrência por vagas de emprego é a maior em 7 anos Os indicadores Catho-Fipe mostraram um cenário bastante desafiador para o mercado

Leia mais

SINCOR-SP 2017 FEVEREIRO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2017 FEVEREIRO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS FEVEREIRO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte - ICC Abril de 2017 Desenvolvido pela Fundação IPEAD, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) de Belo Horizonte é o único indicador, calculado mensalmente,

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Novembro/16

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Novembro/16 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Novembro/16 SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) 1. Indicador de Demanda por Crédito A demanda

Leia mais

APÓS 2 ANOS DE RETRAÇÃO, VAREJO APRESENTA CRESCIMENTO REAL EM AGOSTO

APÓS 2 ANOS DE RETRAÇÃO, VAREJO APRESENTA CRESCIMENTO REAL EM AGOSTO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado APÓS 2 ANOS DE RETRAÇÃO, VAREJO APRESENTA CRESCIMENTO REAL EM AGOSTO Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) apresentou crescimento de sobre o

Leia mais

Redução no Endividamento das famílias evidencia a queda nas vendas do varejo e reflexo da instabilidade econômica e política no País.

Redução no Endividamento das famílias evidencia a queda nas vendas do varejo e reflexo da instabilidade econômica e política no País. Redução no Endividamento das famílias evidencia a queda nas vendas do varejo e reflexo da instabilidade econômica e política no País. Lúcia Cristina de Andrade Lisboa Assessora Econômica / Fecomércio-PA

Leia mais

Índice Catho-Fipe de novas vagas de emprego mostra crescimento de 7,5% entre setembro e outubro

Índice Catho-Fipe de novas vagas de emprego mostra crescimento de 7,5% entre setembro e outubro Indicadores do Mercado de Trabalho Catho-Fipe / Informe Outubro de Índice Catho-Fipe de novas vagas de emprego mostra crescimento de 7,5% entre setembro e outubro Em outubro, o Índice Catho-Fipe de novas

Leia mais

INDX apresenta alta de 2,67% em março

INDX apresenta alta de 2,67% em março INDX apresenta alta de 2,67% em março Dados de Março/11 Número 51 São Paulo O Índice do Setor Industrial (INDX), composto pelas ações mais representativas do segmento, encerrou o mês de março de 2010,

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Agosto de 2015 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar ago/14 63,6% 19,2%

Leia mais

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA.

NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA. NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA. Marcelo Curado * I. Atividade Econômica A análise dos indicadores macroeconômicos sobre a evolução recente da atividade econômica corrobora a noção de

Leia mais

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Indicadores CNI ISSN 2317-7322 Ano 5 Número 12 Dezembro de SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Dificuldades da construção se ampliam no fim de O quadro de desaquecimento na indústria da construção, que já

Leia mais

Carta Econômica Trimestral

Carta Econômica Trimestral CARTA ECONÔMICA Nº 10/2016 Senhores Conselheiros, Gestores e Membros do Comitê de Investimentos, Outubro 2016 Neste final de outubro os gestores de recursos dos RPPSs, notadamente aqueles que fazem um

Leia mais

Criação de novas vagas de emprego mostra estabilidade em outubro

Criação de novas vagas de emprego mostra estabilidade em outubro Indicadores do Mercado de Trabalho Catho-Fipe / Informe Outubro de Criação de novas vagas de emprego mostra estabilidade em outubro Os indicadores Catho-Fipe de outubro mostram um quadro de relativa estabilidade

Leia mais

Análise de Conjuntura do Sector da Construção 1º trimestre 2014

Análise de Conjuntura do Sector da Construção 1º trimestre 2014 Análise de Conjuntura do Sector da Construção 1º trimestre 2014 Apreciação Global A análise dos diversos indicadores relativos ao primeiro trimestre de 2014, para além de confirmar a tendência de abrandamento

Leia mais

Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL

Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL Dados referentes a junho de 2016 RELEASE DE IMPRENSA RESUMO ANÁLISE ECONÔMICA METODOLOGIA DOS INDICADORES INFORMAÇÕES RELEVANTES Presidentes

Leia mais

Fonte(s): Boa Vista Serviços/CDL POA.

Fonte(s): Boa Vista Serviços/CDL POA. Os Registros de Inadimplência no SCPC apresentaram comportamento dissonante entre RS e Porto Alegre em outubro. Os indicadores medem o crescimento da entrada (Inclusões) e saída (Exclusões) de registros

Leia mais