COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017"

Transcrição

1 Divisão Econômica COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017 Parcela significativa dos varejistas de produtos semiduráveis (25%) e pequenos comerciantes (29,8%) consideram os estoques acima do adequado. O ano de 2017 começou com estoques mais elevados no varejo: a situação dos estoques diante da programação das vendas está pior na avaliação dos comerciantes brasileiros. O índice de intenção de investimentos em estoques atingiu 85,2 pontos, redução de -1,7%, em relação a janeiro de 2016, e de -0,7% em relação a dezembro, indicando que os empresários do comércio não conseguiram reduzir seus excessos de produtos com as vendas no período das festas de fim de ano. Grafico 1. Situação dos estoques intenção de investimentos em estoques índice 105,00 100,00 95,00 90,00 85,00 80,00 75,00 70,00 jan/14 mar/14 mai/14 jul/14 set/14 nov/14 jan/15 mar/15 mai/15 Situação dos estoques jul/15 set/15 nov/15 jan/16 mar/16 mai/16 jul/16 Situação dos estoques* set/16 nov/16 jan/17 *com ajuste sazonal

2 2 O percentual de comerciantes com estoques acima do adequado segue elevado: para 29,5% dos lojistas consultados, o nível dos estoques está acima da programação das vendas. Gráfico 2. Composição do índice nacional de estoques janeiro ,5% Adequada Acima da Adequada 55,1% 14,7% Abaixo do Adequada Não Sabe / Não Respondeu 0,7% Lojas de roupas, calçados e acessórios são as mais estocadas Os comerciantes de produtos semiduráveis (lojas de vestuário e acessórios, lojas de calçados, lojas de tecidos) compõem o grupo que se considerou mais estocado nesse início de ano, sinalizando que as prateleiras estão mais cheias do que estavam no início de O índice que representa o nível dos estoques diante da programação de vendas em janeiro relativamente a janeiro de 2016 caiu 7% para esse grupo.

3 3 Tabela 1. Estoques grupos de atividade 1 Composição das respostas (%) Fonte: CNC jan/17 Var. % jan 17/jan 16 Não Não Semiduráveis Duráveis Semiduráveis duráveis duráveis Duráveis ICEC BR 101,8 96,9 91,7 15,7% 18,0% 21,8% Situação Atual dos Estoques* 95,5 83,4 81,2-7,0% 0,9% 1,1% Adequada 53,9 61,1 51,4 4,0 1,9 11,2 Acima da Adequada 25,0 27,4 33,4 10,6-4,0-8,3 Abaixo do Adequada 20,5 10,8 14,6-18,9-3,2-12,9 Não Sabe / Não Respondeu 0,6 0,7 0,7 83,5 94,8 0,2 * O item avalia a situação atual dos estoques diante da programação de vendas. Quanto maior o índice, mais satisfeito o comerciante se declarou com o nível dos seus estoques, portanto, menor o nível dos estoques. O ramo de vestuário, calçados e acessórios é historicamente o mais impactado pelas vendas natalinas. O faturamento do setor costuma aumentar perto de 90% em relação ao mês anterior, em razão do fator sazonal. As vendas menores no Natal passado 2 possivelmente frustraram os lojistas do segmento, que entraram 2017 reportando nível de estoques maior do que esperavam e, com isso, menores intenções de investimentos em renovação dos produtos. No que diz respeito à composição das respostas que qualificam o nível dos estoques (abaixo do adequado, adequado, acima do adequado), houve aumento da proporção de lojistas de semiduráveis que neste início de ano consideram os estoques acima do adequado: +10,6 pontos percentuais em relação a janeiro de Na avaliação dos lojistas dos grupos de duráveis (lojas de eletrônicos, lojas de eletrodomésticos, lojas de móveis e decorações, lojas de cine/foto/som e óticas, lojas de materiais de construção, concessionárias de veículos) e não 1 Descrição dos grupos de atividade: 1. Duráveis: 1.1 Lojas de Eletrônicos; 1.2 Lojas de Eletrodomésticos; 1.3 Lojas de Móveis e Decorações; 1.4 Lojas de Cine Foto Som e Óticas; 1.5 Lojas de Materiais de Construção; 1.6 Concessionárias de Veículos. 2. Semiduráveis: 2.1 Lojas de Vestuário e Acessórios; 2.2 Lojas de Calçados e Acessórios; 2.3 Lojas de Tecidos. 3. Não duráveis: 3.1 Supermercados; 3.2 Farmácias, Drogarias, Perfumarias e Cosméticos. 2 A CNC estima que houve queda de cerca de 4% no volume de vendas do varejo no Natal de 2016 comparativamente ao período do Natal de 2015.

4 4 duráveis (supermercados, farmácias, drogarias, perfumarias e cosméticos), os estoques estão um pouco mais adequados às vendas neste primeiro mês do ano relativamente ao mesmo período de Diminuíram os percentuais de comerciantes que consideram os estoques acima do adequado neste início de ano para os dois grupos (-4,0 pontos percentuais e -8,3 pontos percentuais, respectivamente). Apesar das avaliações melhores (+0,9% e +1,1%, respectivamente) neste janeiro, os índices estão na zona negativa, abaixo dos 100 pontos (nível de indiferença). Pequenos comerciantes não conseguiram enxugar os excessos de produtos com as vendas natalinas Para os comerciantes que possuem entre 0 e 50 funcionários, as intenções de investimentos em renovação dos produtos nas prateleiras estão menores. Com a redução do volume das vendas no fim do ano passado, as lojas de menor porte começaram este ano mais estocadas do que estavam no início de 2016: o índice de estoques caiu 1,8%. Tabela 2. Estoques porte da empresa Composição das respostas (%) Fonte: CNC jan/17 Var. % jan 17/jan ICEC BR 95,4 111,0 18,0% 37,4% Situação Atual dos Estoques* 84,8 105,0-1,8% 1,6% Adequada 54,9 64,4 5,3 17,9 Acima da Adequada 29,8 15,0-2,4-27,6 Abaixo do Adequada 14,6 20,1-13,3-16,8 Não Sabe / Não Respondeu 0,7 0,6 44,3 1,8 * O item avalia a situação atual dos estoques diante da programação de vendas. Quanto maior o índice, mais satisfeito o comerciante se declarou com o nível dos seus estoques, portanto, menor o nível dos estoques. Já para os lojistas que possuem mais de 50 funcionários, a situação dos estoques diante da programação das vendas está melhor neste janeiro do que em janeiro de 2016 (+1,6%), estando o índice para esse grupo de comerciantes, inclusive, na zona positiva (105,0 pontos).

5 5 As lojas maiores, em geral, conseguem operar com condições diferenciadas no mercado, dentre elas maior margem de negociação com fornecedores e maior liquidez. Tal fato, juntamente com outras ações, facilita o ajuste do nível dos estoques. Para 15% dos comerciantes consultados que possuem mais de 50 funcionários, os estoques estão acima do adequado, proporção 27,6 pontos percentuais menor do que em janeiro de Enquanto isso, para 29,8% dos lojistas com até 50 empregados, os estoques estão acima do que esperavam. Destaca-se que, no levantamento, a representatividade das lojas de pequeno porte (0-50 funcionários) é significativamente superior às de maior porte (+ de 50 funcionários). Cerca de 95% da amostra de comerciantes consultados é composta por lojas que empregam até 50 funcionários. Os comerciantes fizeram ajustes nos estoques ao longo do ano passado, acompanhando a evolução negativa das vendas e a redução na atividade do comércio. Este movimento continua nesse início de 2017, após a principal data para o varejo, uma vez que predomina a dificuldade na retomada das vendas. As incertezas quanto à recuperação do mercado de trabalho e da atividade econômica têm injetado cautela nos tomadores de decisão do comércio e do setor produtivo como um todo. Mas a redução da inflação e o avanço das reformas e medidas de ajuste no Congresso propiciam um ambiente um pouco mais favorável aos investimentos e ao crescimento. Sobre o levantamento de estoques A avaliação dos estoques é um dos itens que compõem o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), indicador antecedente apurado exclusivamente entre os tomadores de decisão das empresas do varejo, cujo objetivo é detectar as tendências das ações dos empresários do setor. A amostra é composta por aproximadamente empresas situadas em todas as capitais do País, e os índices apresentam dispersões que variam de zero a duzentos pontos. O índice de situação dos estoques avalia o nível atual dos estoques diante da programação de vendas, em que os comerciantes respondem se os estoques encontram-se abaixo do adequado, adequado ou acima do adequado.

CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO

CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO (0-200) CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO O de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu 99,1 pontos em dezembro, ante os 98,9 pontos observados

Leia mais

Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP

Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP Varejo Estado de SP- 1 Semestre Em junho, o comércio varejista do estado de São Paulo registrou expressiva queda de 7,2% em comparação ao

Leia mais

EXPECTATIVAS DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO MELHORAM EM DEZEMBRO

EXPECTATIVAS DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO MELHORAM EM DEZEMBRO (0-200) EXPECTATIVAS DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO MELHORAM EM DEZEMBRO O de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu 79,9 pontos em dezembro, com queda de 1,4% em relação a novembro, descontados

Leia mais

ÍNDICE. 1. Desempenho Estadual Desempenho por Atividade Desempenho por Região Melhores e Piores Regiões...

ÍNDICE. 1. Desempenho Estadual Desempenho por Atividade Desempenho por Região Melhores e Piores Regiões... OUTUBRO DE 2016 ÍNDICE 1. Desempenho Estadual... 3 2. Desempenho por Atividade... 7 3. Desempenho por Região... 10 3.1. Melhores e Piores Regiões... 13 4. Conclusão... 15 5. Nota Metodológica... 16 1.

Leia mais

ÍNDICE 1. ANÁLISE DAS VENDAS EM DEZEMBRO NO ESTADO DE SÃO PAULO ANÁLISE DAS VENDAS NA CAPITAL PAULISTA... 8

ÍNDICE 1. ANÁLISE DAS VENDAS EM DEZEMBRO NO ESTADO DE SÃO PAULO ANÁLISE DAS VENDAS NA CAPITAL PAULISTA... 8 DEZEMBRO DE 2016 ÍNDICE 1. ANÁLISE DAS VENDAS EM DEZEMBRO NO ESTADO DE SÃO PAULO... 3 2. ANÁLISE DAS VENDAS NA CAPITAL PAULISTA... 8 3. REGIÕES DO ESTADO EM DESTAQUE (Exceto Capital)... 11 3.1. REGIÕES

Leia mais

Comércio registra bom desempenho em agosto

Comércio registra bom desempenho em agosto Pesquisa Conjuntural do COMÉRCIO Nº 149 ANO 13 SETEMBRO - mês base AGOSTO 2013 CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA, LONDRINA, MARINGÁ, REGIÃO OESTE, FOZ DO IGUAÇU, PONTA GROSSA, REGIÃO SUDOESTE, PARANAGUÁ

Leia mais

ÍNDICE. 1. Desempenho Estadual Desempenho por Atividade Desempenho por Região Melhores e Piores Regiões...

ÍNDICE. 1. Desempenho Estadual Desempenho por Atividade Desempenho por Região Melhores e Piores Regiões... SETEMBRO DE 2016 ÍNDICE 1. Desempenho Estadual... 3 2. Desempenho por Atividade... 7 3. Desempenho por Região... 9 3.1. Melhores e Piores Regiões... 10 4. Conclusão... 13 5. Nota Metodológica... 14 1.

Leia mais

Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS

Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS Expectativa Dia das Mães 2017 A estimativa da CDL/BH é de crescimento de 1,25%nas vendas do Dia das Mães de 2017, em relação ao mesmo período do ano

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE JANEIRO DE 2013 PONTA GROSSA Este relatório, referente ao mês de JANEIRO de 2013, da Pesquisa Conjuntural

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista A Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte, realizada pela área de do Sistema Fecomércio MG mostra o desempenho dos negócios do comércio varejista no mês anterior e identifica a percepção

Leia mais

ÍNDICE 1. ANÁLISE DAS VENDAS EM JUNHO NO ESTADO DE SÃO PAULO ANÁLISE DAS VENDAS NA CAPITAL PAULISTA... 9

ÍNDICE 1. ANÁLISE DAS VENDAS EM JUNHO NO ESTADO DE SÃO PAULO ANÁLISE DAS VENDAS NA CAPITAL PAULISTA... 9 JUNHO DE 2016 ÍNDICE 1. ANÁLISE DAS VENDAS EM JUNHO NO ESTADO DE SÃO PAULO... 3 2. ANÁLISE DAS VENDAS NA CAPITAL PAULISTA... 9 3. REGIÕES DO ESTADO EM DESTAQUE (Exceto Capital)... 12 3.1. REGIÕES COM RESULTADOS

Leia mais

VAREJO FECHOU 108,7 MIL LOJAS EM 2016

VAREJO FECHOU 108,7 MIL LOJAS EM 2016 VAREJO FECHOU 108,7 MIL LOJAS EM 2016 Apesar do ritmo menos intenso no segundo semestre, fragilidade das condições de consumo não evitou fechamento recorde de estabelecimentos comerciais com vínculo empregatício

Leia mais

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - JULHO

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - JULHO PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - JULHO 2014 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico Coordenação de Campo: Roberto Guerra SUMÁRIO

Leia mais

Pesquisa Conjuntural. Comércio Varejista do Distrito Federal

Pesquisa Conjuntural. Comércio Varejista do Distrito Federal Pesquisa Conjuntural Comércio Varejista do Distrito Federal Junho 2011 Aderente a Metodologia Nacional CNC/IBGE SCS Qd. 06 Ed. Jessé Freire, 5º Andar CEP: 70306-911 Brasília-DF - Fone: (61) 3962-2011 Fax:

Leia mais

Expectativa de Vendas 2 Sem/2016

Expectativa de Vendas 2 Sem/2016 Observar e entender como foram as vendas no início do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento para o 2 semestre, que terá três datas comemorativas importantes, o Dia dos Pais, o Dia das Crianças

Leia mais

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016 Observar e entender como foram às vendas no segundo semestre do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento o próximo semestre, que contempla uma das mais importantes datas comemorativas para o

Leia mais

Confiança do consumidor brasileiro tem melhora em setembro

Confiança do consumidor brasileiro tem melhora em setembro NATAL 2016 Confiança do consumidor brasileiro tem melhora em setembro Com alta de 1,3 pontos, Índice de Confiança do Consumidor chegou a 80,6 pontos em setembro, nível mais alto desde janeiro de 2015

Leia mais

Fevereiro Divulgado em 15 de março de 2016.

Fevereiro Divulgado em 15 de março de 2016. Fevereiro - 2016 Divulgado em 15 de março de 2016. ICVA: BENEFICIADO PELO CALENDÁRIO, VAREJO AMPLIADO REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,4% EM FEVEREIRO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo

Leia mais

Expectativa de Vendas para o Natal 2011

Expectativa de Vendas para o Natal 2011 Expectativa de Vendas para o Natal 2011 Brasília, Outubro de 2011. 1. ÍNDICE Apresentação...4 A expectativa de vendas para o Natal 2010...5 Tabela 1 Estimativa de variação no faturamento de vendas para

Leia mais

PIB BRASILEIRO (variação anual, %)

PIB BRASILEIRO (variação anual, %) PIB PIB BRASILEIRO (variação anual, %) 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 4.0 1.9 3.0

Leia mais

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%)

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) PIB 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) 9.0 8.0 7.6 7.0 6.0 5.0 4.0 3.0 2.0 1.0-1.0 4.4 1.3 3.1 1.2 5.7 3.1 4.0 6.0

Leia mais

PARÂMETROS ECONÔMICOS NAS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS M A R Ç O /

PARÂMETROS ECONÔMICOS NAS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS M A R Ç O / PARÂMETROS ECONÔMICOS NAS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS M A R Ç O / 2 0 1 5 N EGOCIAÇ ÃO C O L E T I VA : "... u m pro c e s s o dinâmico de busca do ponto d e e q u i l í b r i o e ntre i nte r e s s e s d i

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - PMC

ANÁLISE MENSAL - PMC ANÁLISE MENSAL - PMC Setembro/ 2015 Comércio apresenta em setembro 8º recuo mensal consecutivo O comércio varejista brasileiro registrou queda de 0,5% no mês de setembro de 2015 em relação ao mês anterior,

Leia mais

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS A pesquisa foi realizada no período de 03 a 07 de abril de, com uma amostra de 500 questionários. Utilizou-se o dimensionamento da pesquisa probabilística com p=0,50 e q=0,50, confiabilidade 95%, margem

Leia mais

Agosto Divulgado em 15 de setembro de 2015.

Agosto Divulgado em 15 de setembro de 2015. Agosto - 2015 Divulgado em 15 de setembro de 2015. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 2,8% PARA O VAREJO EM AGOSTO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em comparação com agosto

Leia mais

PESP PESQUISA DE EMPREGO NO COMÉRCIO VAREJISTA DE SÃO PAULO

PESP PESQUISA DE EMPREGO NO COMÉRCIO VAREJISTA DE SÃO PAULO PESP PESQUISA DE EMPREGO NO COMÉRCIO VAREJISTA DE SÃO PAULO JULHO DE 2016 ÍNDICE 1. Desempenho Estadual... 3 2. Desempenho por Atividade... 7 3. Desempenho por Região... 9 3.1. Melhores e Piores Regiões...

Leia mais

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%)

VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) PIB 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 VARIAÇÃO ANUAL DO PIB BRASILEIRO (%) 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 3.9 1.9 3.0

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro 16 Dezembro/2012

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro 16 Dezembro/2012 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro 16 Dezembro/2012 (0-200) (0-200) ÍNDICE DE NFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO MÉRCIO Composição do Nacional Condições Atuais do Empresário do Comércio 58,5 3,2% +,0%

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Agosto 17 Dezembro/2012

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Agosto 17 Dezembro/2012 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Agosto 17 Dezembro/2012 (0-200) (0-200) ÍNDICE DE NFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO MÉRCIO Composição do Nacional Condições Atuais do Empresário do Comércio 74,2 +1,1% +57,1%

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO LONDRINA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO LONDRINA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE JANEIRO DE 2014 LONDRINA Este relatório, referente ao mês de Janeiro de 2014, da Pesquisa Conjuntural do Comércio

Leia mais

Relatório Resultado de vendas Páscoa

Relatório Resultado de vendas Páscoa Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório Resultado de vendas Páscoa Panorama do movimento na economia durante a Páscoa 2010 Divisão de Planejamento Núcleo de Pesquisa FECOMÉRCIO SC PESQUISA

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte - ICC Outubro de 2016 Desenvolvido pela Fundação IPEAD, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) de Belo Horizonte é o único indicador, calculado mensalmente,

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016 Expectativa de vendas O Natal é a melhor data de vendas para o comércio varejista. É período de confraternizações, mundialmente

Leia mais

Pesquisa de. Temporários ASSESSORIA ECONÔMICA

Pesquisa de. Temporários ASSESSORIA ECONÔMICA ASSESSORIA ECONÔMICA Pesquisa de Temporários 2013 Pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisa - IFEP Relatório elaborado pela Assessoria Econômica Fecomércio-RS PESQUISA TEMPORÁRIOS 2013

Leia mais

Análise Mensal - PMC

Análise Mensal - PMC Análise Mensal - PMC Julho / 2016 Varejo tem pior julho da série histórica Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, o volume das vendas do Varejo brasileiro voltou a ficar no negativo no mês

Leia mais

Empresários esperam queda de cerca de 10% no valor do presente para o Dia das Crianças

Empresários esperam queda de cerca de 10% no valor do presente para o Dia das Crianças PRESS-RELEASE Empresários esperam queda de cerca de 10% no valor do presente para o Dia das Crianças Expectativa é reflexo do atual cenário macroeconômico de deterioração da renda das famílias. Para atrair

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar Mai/11 64,2% 24,4% 8,6% Abr/12 56,8%

Leia mais

Pesquisa sobre o Dia dos Namorados Expectativa dos lojistas

Pesquisa sobre o Dia dos Namorados Expectativa dos lojistas Pesquisa sobre o Dia dos Namorados 2017 Expectativa dos lojistas Expectativa Dia dos Namorados 2017 Expectativa dos lojistas para as vendas do Dia dos Namorados de 2017 AssimcomonoDiadasMães,esteanooslojistasestãomaisotimistascomrelaçãoaoDiadosNamorados.

Leia mais

Dia das mães influencia positivamente o comércio no mês de maio

Dia das mães influencia positivamente o comércio no mês de maio Pesquisa Conjuntural do COMÉRCIO Nº 146 ANO 13 JUNHO - mês base MAIO 2013 CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA, LONDRINA, MARINGÁ, REGIÃO OESTE, FOZ DO IGUAÇU, PONTA GROSSA, REGIÃO SUDOESTE, PARANAGUÁ E REGIÃO

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Setembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Setembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Setembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar set/15 63,5% 23,1%

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017 Expectativa de vendas O Dia dos Pais é mais uma data comemorativa que movimenta positivamente o comércio varejista de todas

Leia mais

abril/13 CNC -Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro/2012

abril/13 CNC -Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro/2012 abril/13 CNC -Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro/2012 ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO Índice 127,6 126,9 126,5 Condições Atuais do Empresário do Comércio 102,2-1,1% -3,9% Economia

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Setembro/15

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Setembro/15 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Setembro/15 SPC Brasil e Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) INDICADOR DE DEMANDA POR CRÉDITO Em setembro

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativa de vendas 1 semestre de 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativa de vendas 1 semestre de 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativa de vendas 1 semestre de 2017 Expectativa de vendas - 1 semestre de 2017 Observar e entender como foram as vendas no segundo semestre de 2016 é fundamental para auxiliar

Leia mais

Pesquisa de Empregos Temporários

Pesquisa de Empregos Temporários ASSESSORIA ECONÔMICA Pesquisa de Empregos Temporários 2012 Pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisa - IFEP Relatório elaborado pela Assessoria Econômica Fecomércio-RS PESQUISA EMPREGOS

Leia mais

Junho Divulgado em 15 de julho de 2015.

Junho Divulgado em 15 de julho de 2015. Junho - 2015 Divulgado em 15 de julho de 2015. ICVA REGISTRA CRESCIMENTO DE 1,9% PARA O VAREJO EM JUNHO O indicador é calculado a partir da receita de vendas do comércio varejista deflacionada pelo IPCA

Leia mais

Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016

Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016 Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016 http://www.istockphoto.com/br/foto/m%c3%a3e-e-duas-filhas-het-embalagem-de-presente-gm506826628-84402067 Área de Estudos Econômicos Expectativa

Leia mais

Março Divulgado em 14 de abril de 2015.

Março Divulgado em 14 de abril de 2015. Março - 2015 Divulgado em 14 de abril de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 3,3% EM MARÇO, APONTA ICVA O comércio varejista brasileiro apresentou alta de 3,3% em março em relação ao mesmo período do ano passado,

Leia mais

Pesquisa de Resultado de Vendas do Natal 2016

Pesquisa de Resultado de Vendas do Natal 2016 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Pesquisa de Resultado de Vendas do Natal 2016 O perfil do empresário e

Leia mais

Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015

Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015 O perfil do empresário e resultado de vendas para o período de Natal em Santa Catarina

Leia mais

Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) NOVEMBRO/2013

Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) NOVEMBRO/2013 16 de dezembro de 2013 Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) NOVEMBRO/2013 O ICEC é um indicador da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) que visa medir o nível

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia das Mães 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia das Mães 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista - Dia das Mães 2017 Expectativa de vendas O Dia das Mães, comemorado no segundo domingo de maio, consiste na segunda melhor data comemorativa

Leia mais

Setembro Divulgado em 15 de outubro de 2015.

Setembro Divulgado em 15 de outubro de 2015. Setembro - 2015 Divulgado em 15 de outubro de 2015. ICVA APONTA RETRAÇÃO DE 3,4% PARA O VAREJO EM SETEMBRO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em comparação com setembro

Leia mais

Economia brasileira: situação atual e desafios ao crescimento da indústria

Economia brasileira: situação atual e desafios ao crescimento da indústria Rede Setorial da Indústria Os desafios setoriais à competitividade da indústria brasileira Economia brasileira: situação atual e desafios ao crescimento da indústria São Paulo, 10 de setembro de 2013 ROTEIRO

Leia mais

CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO CAI 2,3% NO TRIMESTRE

CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO CAI 2,3% NO TRIMESTRE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO CAI 2,3% NO TRIMESTRE O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) apresentou queda de 2,3% no trimestre finalizado em julho, em relação ao mesmo período do ano passado.

Leia mais

Avaliação de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis

Avaliação de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis Avaliação de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis 1 ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR.

Leia mais

Expectativa de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis

Expectativa de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis Expectativa de Vendas NATAL 2016 IPA - Instituto de Pesquisa ACIR ACIR - Associação Comercial, Industrial Empresarial de Rondonópolis 1 ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR.

Leia mais

BOLETIM AC-VAREJO RA 08

BOLETIM AC-VAREJO RA 08 BOLETIM AC-VAREJO RA 08 O Instituto de Economia Gastão Vidigal (IEGV) da ACSP passará a divulgar mensalmente índices de faturamento (receita nominal) e de volume de vendas (receita real, deflacionada pelo

Leia mais

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Diretoria Adjunta de Análise e Disseminação de Informações Gerência de Indicadores Econômicos Em fevereiro de 2016, no acumulado de 12 meses,

Leia mais

Maio Divulgado em 16 de junho de 2015.

Maio Divulgado em 16 de junho de 2015. Maio - 2015 Divulgado em 16 de junho de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 0,4% EM MAIO, APONTA ICVA Percentual é calculado a partir da receita de vendas deflacionada pelo IPCA em comparação com maio de 2014;

Leia mais

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento

Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento Janeiro de 2008 Apresentado por Fernando Chacon Diretor de Marketing de Cartões do Banco Itaú 1 Mercado de Cartões Faturamento anual: R$ bilhões

Leia mais

EXPEDIENTE 3 1. APRESENTAÇÃO 4 2. AMOSTRA Distribuição Amostral por Setor X Segmento 5 3. RESUMO DOS INDICADORES 7

EXPEDIENTE 3 1. APRESENTAÇÃO 4 2. AMOSTRA Distribuição Amostral por Setor X Segmento 5 3. RESUMO DOS INDICADORES 7 SUMÁRIO EXPEDIENTE 3 1. APRESENTAÇÃO 4 2. AMOSTRA 5 2.1 Distribuição Amostral por Setor X Segmento 5 3. RESUMO DOS INDICADORES 7 3.1 Resumo dos Indicadores - Vendas X Emprego 8 3.2 Resumo dos Indicadores

Leia mais

Relatório de Resultado de vendas para o Natal 2010

Relatório de Resultado de vendas para o Natal 2010 Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório de Resultado de vendas para o Natal 2010 O perfil do consumidor e sua expectativa de compra na data comemorativa mais rentável do ano em Blumenau.

Leia mais

Carta de Conjuntura do Setor de Seguros

Carta de Conjuntura do Setor de Seguros Carta de Conjuntura do Setor de Seguros Número 11, Fevereiro/2015 www.ratingdeseguros.com.br 1 Objetivo: O objetivo desta é ser uma avaliação mensal desse segmento e seus setores relacionados (resseguro,

Leia mais

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte A saúde do fluxo de caixa em julho piorou para 60,2% dos empresários. No que se refere aos estoques 60,4% conseguiram fechar o mês no ponto ideal. Já os números de pedidos, 49,1% dos empresários mantiveram

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Set/16

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Set/16 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Set/16 SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) 1. Indicador de Demanda por Crédito Em setembro de

Leia mais

Relatório de Resultado de vendas de Natal 2010

Relatório de Resultado de vendas de Natal 2010 Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório de Resultado de vendas de Natal 2010 Resultado das vendas referente ao Natal 2010 no município de Lages. Divisão de Planejamento Núcleo de Pesquisas

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de janeiro PEIC Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atrasos Não Terão Condições de Pagar mar/10 63,0% 27,3% 8,7% fev/11 65,3%

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Maio 2017 mai/15 jun/15 jul/15 ago/15 set/15 out/15 nov/15 dez/15 jan/16 fev/16 mar/16 abr/16 mai/16 jun/16 jul/16 ago/16 set/16

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Namorados 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Namorados 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Namorados 2017 Expectativa de vendas O Dia dos Namorados destaca-se no calendário de negócios do comércio varejista pelo apelo emocional

Leia mais

Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense

Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense Aprofundamento da crise mundial e seus impactos na economia brasileira afetam negativamente a confiança do empresário do comércio catarinense O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) catarinense

Leia mais

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU FECOMÉRCIO SC SUMÁRIO Endividamento em Blumenau 7 Considerações

Leia mais

Promoções para alavancar as vendas de Natal

Promoções para alavancar as vendas de Natal Promoções para alavancar as vendas de Natal OBJETIVOS DO ESTUDO Compreender a opinião dos micro e pequenos empresários no que diz respeito à intenção de oferecer promoções em seu negócio para alavancar

Leia mais

População do Amazonas acredita na recuperação da economia do Brasil

População do Amazonas acredita na recuperação da economia do Brasil Meio: Portal Amazônia Editoria: Economia Hora: 08:43h Data: 07/08/ 15 População do Amazonas acredita na recuperação da economia do Brasil Pesquisa do Instituto Fecomércio mostra que 36,2% acreditam que

Leia mais

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,6% PARA O VAREJO EM NOVEMBRO

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,6% PARA O VAREJO EM NOVEMBRO I C V A N O V E M BRO D E 2 0 1 6 CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,6% PARA O VAREJO EM NOVEMBRO Indicador considera a receita deflacionada de vendas

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Dezembro/16

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Dezembro/16 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Dezembro/16 SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) 1. Indicador de Demanda por Crédito O Indicador

Leia mais

Abril Divulgado em 16 de maio de 2016.

Abril Divulgado em 16 de maio de 2016. Abril - 2016 Divulgado em 16 de maio de 2016. VAREJO REGISTRA RETRAÇÃO DE 5,2% EM ABRIL, APONTA ICVA Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação a abril de 2015. Descontados

Leia mais

Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro

Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro Julho 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Comércio Varejista de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 605 casos, gerando um

Leia mais

Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário

Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário Indicador de Confiança do Micro e Pequeno Empresário Junho - 2016 INDICADOR DE CONFIANÇA DO MICRO E PEQUENO EMPRESÁRIO DE VAREJO E SERVIÇOS Em junho de 2016, o Indicador de Confiança do Micro e Pequeno

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte - ICC Abril de 2017 Desenvolvido pela Fundação IPEAD, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) de Belo Horizonte é o único indicador, calculado mensalmente,

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC)

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) PORTO ALEGRE - RS JULHO/2013 SUMÁRIO Histórico do ICEC... 3 Tabela 1 - Evolução mensal dos resultados... 3 Tabela 2 - Síntese dos Resultados... 4 Tabela

Leia mais

A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio.

A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio. Comércio Varejista Características A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio. O primeiro bloco é chamado, simplesmente, de Comércio

Leia mais

APRESENTAÇÃO... 3 CONJUNTURA ECONÔMICA NACIONAL...

APRESENTAÇÃO... 3 CONJUNTURA ECONÔMICA NACIONAL... Maio de 2017 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CONJUNTURA ECONÔMICA NACIONAL... 4 EVOLUÇÃO DA TAXA DE CÂMBIO DE MARÇO A MAIO DE 2017... 4 CONJUNTURA ECONÔMICA: X BRASIL... 5 INTENÇÃO DE CONSUMO DAS FAMÍLIAS (ICF)

Leia mais

COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016

COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 6,2% PARA O VAREJO EM AGOSTO

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 6,2% PARA O VAREJO EM AGOSTO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 6,2% PARA O VAREJO EM AGOSTO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação ao mesmo mês

Leia mais

TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016

TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016 TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016 Elaborado: Economia - Pesquisa & Mercado Equipe Técnica: Economista Ana Pala Bastos Estatística - Sarah Ribeiro Analista André Fernandes Técnico em Pesquisa - Amanda Santos

Leia mais

S O N D A G E M I N D U S T R I A L. R S FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Outubro de 2006.

S O N D A G E M I N D U S T R I A L. R S FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Outubro de 2006. S O N D A G E M I N D U S T R I A L / R S FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Outubro de 26. SONDAGEM INDUSTRIAL DO RIO GRANDE DO SUL III TRIMESTRE - 26

Leia mais

Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015

Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015 O perfil do empresário e

Leia mais

VAREJO AMPLIADO CRESCE 1,1% EM ABRIL, APONTA ICVA

VAREJO AMPLIADO CRESCE 1,1% EM ABRIL, APONTA ICVA CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado VAREJO AMPLIADO CRESCE 1,1% EM ABRIL, APONTA ICVA Indicador considera a receita de vendas deflacionada pelo IPCA em comparação com abril de 2014;

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Contratação de Temporários

Área de Estudos Econômicos. Contratação de Temporários Área de Estudos Econômicos Contratação de Temporários - 2016 Contratação de temporários para o fim de ano O fim de ano aquece o comércio varejista. É período de confraternizações e ainda abrange a melhor

Leia mais

SINCOR-SP 2016 SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2016 SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS SETEMBRO 2016 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 6 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.1/mar. 2010

Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.1/mar. 2010 Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.1/mar. 2010 1 Na primeira edição do Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás serão apresentadas análises de quatro índices que retratam a dinâmica da economia

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO LONDRINA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO LONDRINA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE NOVEMBRO DE 2013 LONDRINA Este relatório, referente ao mês de Novembro de 2013, da Pesquisa Conjuntural do

Leia mais

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Índice de Confiança do Empresário do Comércio Catarinense de setembro de 2014 Otimismo do empresário do comércio catarinense sobe na comparação mensal

Leia mais

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC)

ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) ÍNDICE DE CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO (ICEC) CAMPO GRANDE - MS FEVEREIRO/2015 SUMÁRIO Histórico do ICEC... 3 Tabela 1 - Evolução mensal dos resultados... 3 Tabela 2 - Síntese dos Resultados...

Leia mais

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E EMPRESARIAL DE RONDONÓPOLIS ACIR Presidente José Luiz Gonçales Ferreira Vice Presidente Armando Pereira Chaves Diretor Tesoureiro - Sérgio José Pradela EQUIPE DE PESQUISA

Leia mais

Pesquisa mensal de comércio Junho de 2012 IBGE

Pesquisa mensal de comércio Junho de 2012 IBGE Pesquisa mensal de comércio Junho de 212 IBGE PMC Varejo restrito e ampliado Sumário Varejo Restrito - Receita nominal - Volume de vendas (Deflação da receita bruta com o IPCA e SINAPI) Varejo Ampliado

Leia mais

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 SUMÁRIO Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita de

Leia mais

CIELO S.A. CNPJ/MF / Comunicado ao Mercado

CIELO S.A. CNPJ/MF / Comunicado ao Mercado CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA CRESCIMENTO DE 1,9% PARA O VAREJO EM JUNHO O indicador é calculado a partir da receita de vendas do comércio varejista deflacionada

Leia mais

O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011

O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011 O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011 Resumo * Em maio com relação a abril a produção industrial cresceu 1,3%, livre de efeitos

Leia mais