VENDAS NO VAREJO DEIXAM DE CAIR PELA PRIMEIRA VEZ EM DOIS ANOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VENDAS NO VAREJO DEIXAM DE CAIR PELA PRIMEIRA VEZ EM DOIS ANOS"

Transcrição

1 I C V A J U L H O D E CIELO S.A. CNPJ/MF / Comunicado ao Mercado VENDAS NO VAREJO DEIXAM DE CAIR PELA PRIMEIRA VEZ EM DOIS ANOS Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) não apontou variação em julho sobre o mesmo mês do ano passado, após descontada a inflação 5,2% 5,0% fev-17-3,8% - 4,9% 3,7% -6,2% -4,9% 2,1% -6,0% c/ ajuste calendário 3,3% -4,9% - -5,6% -3,7% -4,3% 3,2% 0,6% - -2,2% 3,3% 2,4% 0,3% 0,7% 0,9% - -1,6% BRASIL 1,5% A receita de vendas do comércio varejista brasileiro não apresentou variação em julho na comparação com o mesmo período do ano passado, descontada a inflação aplicada aos setores do varejo ampliado, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) divulgado nesta terça-feira (15). O resultado quebra uma série negativa de 23 meses consecutivos o varejo vinha apresentando retração desde agosto de 2015 nesta base de comparação. Em junho, o índice havia registrado queda de. O desempenho de julho foi puxado pelo setor de Vestuário e Artigos Esportivos, que 1

2 I C V A J U L H O D E começou o ano muito bem, desacelerou em maio e junho e agora teve um novo salto em julho, afirma Gabriel Mariotto, gerente da área de inteligência da Cielo. O resultado apurado em julho seria ainda melhor não fosse o impacto negativo do calendário em relação ao mesmo mês do ano passado, com uma segunda-feira a mais e uma sexta-feira a menos esta última tradicionalmente mais benéfica para o movimento do varejo. Ajustados os impactos de calendário, o índice ficaria em, patamar que indica uma aceleração do varejo em 1,4 p.p. quando comparado ao desempenho do mês de junho () nesse mesmo conceito também o melhor resultado do índice deflacionado ajustado desde março de Em termos nominais, o indicador revela alta de em julho contra um ano antes. Isolados os efeitos de calendário, o índice nominal também mostra aceleração na passagem de junho para julho, de para 1,5%. INFLAÇÃO O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) apurado em julho pelo IBGE apontou alta de 2,7% no acumulado dos últimos 12 meses, enquanto junho havia registrado 3,0%. Ponderando o IPCA pelos setores e pesos que compõem o varejo ampliado, também houve desaceleração da inflação no varejo, de em junho para em julho, no acumulado dos últimos 12 meses. A inflação no varejo já está no nível mais baixo da série histórica do ICVA, iniciada em fevereiro de 2014, e ainda desacelerou em julho, comenta Mariotto. SETORES Em julho, todos os blocos de setores aceleraram na passagem mensal quando descontados os efeitos de calendário, contribuindo positivamente para o resultado do ICVA geral. Aqueles que comercializam Bens Não Duráveis tiveram, em média, a melhor performance do mês, registrando crescimento sobre um ano antes. O bloco foi impulsionado por Supermercados e Hipermercados, que mostra fôlego em sua recuperação no segundo semestre, após um início de ano fraco. O bloco de Bens Duráveis e Semiduráveis, apesar de ainda ter apresentado retração no mês, foi influenciado positivamente pelo desempenho de Vestuário e Artigos Esportivos, que foi o destaque do mês, computando um dos maiores crescimentos na comparação ano contra ano e a maior aceleração em relação a junho. Por fim, os setores ligados a Serviços, embora ainda apresentem retração no resultado do mês, aceleraram de junho para julho puxados principalmente por Alimentação em Bares e Restaurantes, após o setor ter tido um mês de junho mais fraco. REGIÕES Em termos regionais, Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do país registraram quedas na receita de vendas do varejo em julho. Nordeste () e Centro-Oeste (-) voltaram a computar retração no índice deflacionado após ambas terem sinalizado uma recuperação em junho (+0,9% e +, respectivamente). Vale observar que o Sudeste, apesar da retração (-), também teve a menor 2

3 I C V A J U L H O D E queda desde julho de 2015, quando o ICVA deflacionado da região apontou baixa de. O estado do Rio de Janeiro apresenta o pior desempenho do país e tem puxado o desempenho do Sudeste para baixo. As regiões Sul e Norte subiram, respectivamente, e 1,3% no mês, nesta mesma base de comparação. Pelo ICVA nominal, que não desconta a inflação, a região Sul também fica na liderança, com alta de 2,8%. Nordeste, Norte e Sudeste cresceram 0,9%, e, respectivamente. Já o Centro-Oeste ficou estável na comparação com julho de

4 4,5% 4,3% fev ,4% -6,1% 3,5% -4,7% 2,7% -4,8% -5,6% c/ ajuste calendário 2,7% ,6% -4,3% - -3,3% - -2,2% 2,2% 1,7% ,1% - SUDESTE - 7,8% SUL 7,2% -2,1% -2,7% 6,3% 4,7% 6,6% 6,4% -2,9% - 5,1% 5,2% 4,0% ,1% - -3,0% 4,4% fev-17-2,4% 2,8% 6,6% 4,3% 3,8% 6,1% 1,5% 3,7% 2,8% -4,5% c/ ajuste calendário -4,0% 4

5 5,9% 6,0% 3,3% 3,8% 5,1% 4,0% fev-17 4,3% -0,7% NORDESTE 2,3% 1,7% 0,9% 0,9% 0,6% 0,7% - -3,3% -1,7% -2,9% - -3,8% -4,0% -6,0% -5,3% -5,5% -6,3% -6,8% c/ ajuste calendário 5,9% CENTRO-OESTE 5,9% 3,8% -2,9% 2,7% 2,2% -2,3% fev ,1% -0,9% -0,7% - 1,6% 1,3% 0,3% - -2,8% -5,3% -4,6% -4,8% -4,8% - -4,2% -2,7% -6,0% -6,3% c/ ajuste calendário -5,8% 5

6 8,1% NORTE 5,5% 2,8% 0,7% ,0% -0,7% -5,2% 4,0% -0,7% fev-17-2,8% 1,7% - - 5,2% 3,0% 2,4% 1,3% -7,0% -7,2% -8,3% -9,1% -9,4% -9,7% -9,5% -9,6% c/ ajuste calendário -6,7% -8,5% -6,5% -6,2% SOBRE O ICVA O Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) acompanha mensalmente a evolução do varejo brasileiro de acordo com a sua receita de vendas, com base em um grupo de mais de 20 setores mapeados pela Cielo, de pequenos lojistas a grandes varejistas. O peso de cada setor dentro do resultado geral do indicador é definido pelo seu desempenho no mês. O ICVA foi desenvolvido pela área de Inteligência da Cielo com base nas vendas realizadas nos mais de 1,6 milhão de pontos de vendas ativos credenciados à companhia. A proposta do Índice é oferecer mensalmente uma fotografia do desempenho do comércio varejista do país a partir de informações reais. COMO É CALCULADO A gerência de Inteligência da Cielo desenvolveu modelos matemáticos e estatísticos que foram aplicados à base da companhia com o objetivo de isolar os efeitos do comportamento competitivo do mercado de credenciamento, como a variação de market share, bem como isolar 6

7 os efeitos da substituição de cheque e dinheiro no consumo dessa forma, o indicador não reflete somente a atividade do comércio pelo movimento com cartões, mas, sim, a real dinâmica de consumo no ponto de venda. Esse índice não é de forma alguma a prévia dos resultados da Cielo, que é impactado por uma série de outras alavancas, tanto de receitas quanto de custos e despesas. ENTENDA O ÍNDICE Indica o crescimento da receita nominal de vendas no varejo ampliado do período, comparando com o mesmo período do ano anterior. Reflete o que o varejista de fato observa nas suas vendas. ICVA Deflacionado descontado da inflação. Para isso, é utilizado um deflator que é calculado a partir do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), apurado pelo IBGE, ajustado ao mix e pesos dos setores contidos no ICVA. Reflete o crescimento real do varejo, sem a contribuição do aumento de preços. /Deflacionado com ajuste calendário ICVA sem os efeitos de calendário que impactam determinado mês/período, quando comparado com o mesmo mês/período do ano anterior. Reflete como está o ritmo do crescimento, permitindo observar acelerações e desacelerações do índice. Barueri, 15 de agosto de CLOVIS POGGETTI JUNIOR Vice-presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com Investidores 7

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,1% PARA O VAREJO EM JUNHO

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,1% PARA O VAREJO EM JUNHO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,1% PARA O VAREJO EM JUNHO Indicador considera a receita deflacionada de vendas do varejo em relação a junho de 2015

Leia mais

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,3% NO VAREJO EM OUTUBRO

ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,3% NO VAREJO EM OUTUBRO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 3,3% NO VAREJO EM OUTUBRO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em relação a outubro

Leia mais

VAREJO AMPLIADO CRESCE 0,4% EM MAIO, APONTA ICVA

VAREJO AMPLIADO CRESCE 0,4% EM MAIO, APONTA ICVA CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado VAREJO AMPLIADO CRESCE 0,4% EM MAIO, APONTA ICVA Percentual é calculado a partir da receita de vendas deflacionada pelo IPCA em comparação com

Leia mais

Junho Divulgado em 15 de julho de 2015.

Junho Divulgado em 15 de julho de 2015. Junho - 2015 Divulgado em 15 de julho de 2015. ICVA REGISTRA CRESCIMENTO DE 1,9% PARA O VAREJO EM JUNHO O indicador é calculado a partir da receita de vendas do comércio varejista deflacionada pelo IPCA

Leia mais

COM IMPACTO DO CARNAVAL, VAREJO TEM RETRAÇÃO DE 2,4% EM FEVEREIRO, APONTA ICVA

COM IMPACTO DO CARNAVAL, VAREJO TEM RETRAÇÃO DE 2,4% EM FEVEREIRO, APONTA ICVA CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado COM IMPACTO DO CARNAVAL, VAREJO TEM RETRAÇÃO DE 2,4% EM FEVEREIRO, APONTA ICVA O desempenho das vendas do comércio varejista brasileiro, medido

Leia mais

CIELO S.A. CNPJ/MF / Comunicado ao Mercado

CIELO S.A. CNPJ/MF / Comunicado ao Mercado CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado ICVA REGISTRA CRESCIMENTO DE 1,9% PARA O VAREJO EM JUNHO O indicador é calculado a partir da receita de vendas do comércio varejista deflacionada

Leia mais

INDICADOR APONTA ALTA DE 2,1% PARA O VAREJO EM JANEIRO

INDICADOR APONTA ALTA DE 2,1% PARA O VAREJO EM JANEIRO CIELO S.A. CNPJ/MF 01.027.058/0001-91 Comunicado ao Mercado INDICADOR APONTA ALTA DE 2,1% PARA O VAREJO EM JANEIRO O comércio varejista brasileiro, medido pelo Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), registrou

Leia mais

Abril - 2015. Divulgado em 14 de maio de 2015.

Abril - 2015. Divulgado em 14 de maio de 2015. Abril - 2015 Divulgado em 14 de maio de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 1,1% EM ABRIL, APONTA ICVA Indicador considera a receita de vendas deflacionada pelo IPCA em comparação com abril de 2014; no índice

Leia mais

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015

ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015 ANÁLISE DO VOLUME DE VENDAS DO COMÉRCIO VAREJISTA - JULHO/2015 O COMÉRCIO VAREJISTA NO BRASIL CONTINUA EM QUEDA A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

Fevereiro - 2015. Divulgado em 16 de março de 2015.

Fevereiro - 2015. Divulgado em 16 de março de 2015. Fevereiro - 2015 Divulgado em 16 de março de 2015. I C V A F E V E R E I R O D E 2 0 1 5 COM IMPACTO DO CARNAVAL, VAREJO TEM RETRAÇÃO DE 2,4% EM FEVEREIRO, APONTA ICVA O desempenho das vendas do comércio

Leia mais

COMENTÁRIOS comércio varejista comércio varejista ampliado

COMENTÁRIOS comércio varejista comércio varejista ampliado COMENTÁRIOS Em junho de 2015, o comércio varejista nacional registrou variação de -0,4% no volume de vendas frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, quinta taxa negativa

Leia mais

ÍNDICE CIELO APONTA CRESCIMENTO TÍMIDO DE 0,5% DO VAREJO EM JUNHO

ÍNDICE CIELO APONTA CRESCIMENTO TÍMIDO DE 0,5% DO VAREJO EM JUNHO ÍNDICE CIELO APONTA CRESCIMENTO TÍMIDO DE 0,5% DO VAREJO EM JUNHO Número refere-se ao aumento da receita de vendas deflacionada pelo IPCA em relação a junho de 2013; com os ajustes dos efeitos de calendário,

Leia mais

Análise Mensal - PMC

Análise Mensal - PMC Análise Mensal - PMC Julho / 2016 Varejo tem pior julho da série histórica Segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, o volume das vendas do Varejo brasileiro voltou a ficar no negativo no mês

Leia mais

Pesquisa mensal de comércio Junho de 2012 IBGE

Pesquisa mensal de comércio Junho de 2012 IBGE Pesquisa mensal de comércio Junho de 212 IBGE PMC Varejo restrito e ampliado Sumário Varejo Restrito - Receita nominal - Volume de vendas (Deflação da receita bruta com o IPCA e SINAPI) Varejo Ampliado

Leia mais

Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP

Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP Desempenho das Vendas e o Impacto na geração de emprego na RMSP Varejo Estado de SP- 1 Semestre Em junho, o comércio varejista do estado de São Paulo registrou expressiva queda de 7,2% em comparação ao

Leia mais

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015 Resultados 1º Trimestre de 2015 8 de Maio de 2015 Receita líquida avança 14,8%, com sólido crescimento orgânico Cnova Receita líquida: +14,8% Vendas mesmas lojas: +4,0% EBITDA (1) : R$ 1,057 bilhão Margem

Leia mais

Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015

Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Relatório de Resultado de Vendas do Natal 2015 O perfil do empresário e resultado de vendas para o período de Natal em Santa Catarina

Leia mais

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Diretoria Adjunta de Análise e Disseminação de Informações Gerência de Indicadores Econômicos Em fevereiro de 2016, no acumulado de 12 meses,

Leia mais

Maior desaceleração e alerta para inadimplência

Maior desaceleração e alerta para inadimplência jan/11 jul/11 jan/11 jul/11 Maior desaceleração e alerta para inadimplência O crescimento do crédito total do SFN em 12 meses desacelerou 0,7 p.p. em abril, fechando em 10,, totalizando R$ 3,1 trilhões,

Leia mais

Indicador Trimestral de PIB do Espírito Santo

Indicador Trimestral de PIB do Espírito Santo SUMÁRIO EXECUTIVO O Produto Interno Bruto (PIB) do estado do Espírito Santo é calculado anualmente pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) em parceria com o Instituto eiro de Geografia e Estatística

Leia mais

Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia

Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia Os dados de março de 2016 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) reafirmam a desaceleração do mercado de trabalho.

Leia mais

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Neste edição especial do boletim Mercado de trabalho do CEPER-FUNDACE, serão comparados dados do Cadastro Geral de Empregados e

Leia mais

A semana em revista. Relatório Semanal 08/06/2015

A semana em revista. Relatório Semanal 08/06/2015 Relatório Semanal 08/06/2015 A semana em revista No cenário doméstico, os principais destaques da semana foram os dados da Pesquisa Industrial Mensal e o resultado da reunião do COPOM. A produção industrial

Leia mais

Carta Econômica Trimestral

Carta Econômica Trimestral CARTA ECONÔMICA Nº 10/2016 Senhores Conselheiros, Gestores e Membros do Comitê de Investimentos, Outubro 2016 Neste final de outubro os gestores de recursos dos RPPSs, notadamente aqueles que fazem um

Leia mais

CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO

CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO (0-200) CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO O de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu 99,1 pontos em dezembro, ante os 98,9 pontos observados

Leia mais

ECONOMIA A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2015

ECONOMIA  A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2015 Associação Brasileira de Supermercados Nº52 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2015 Vendas recuam em abril, mas ficam positivas em 2015 Setor sente as consêquencias

Leia mais

Carteira do SFN recua 3,5% em 2016

Carteira do SFN recua 3,5% em 2016 Carteira do SFN recua 3,5% em 2016 Carteira de Crédito no SFN Em 2016, o mercado de crédito fechou com retração de 3,5%. Esta performance frustrante reflete o processo de desalavancagem das famílias e

Leia mais

TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016

TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016 TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016 Elaborado: Economia - Pesquisa & Mercado Equipe Técnica: Economista Ana Pala Bastos Estatística - Sarah Ribeiro Analista André Fernandes Técnico em Pesquisa - Amanda Santos

Leia mais

GRÁFICOS DE CONJUNTURA Volume I. Por João Sicsú e Ernesto Salles

GRÁFICOS DE CONJUNTURA Volume I. Por João Sicsú e Ernesto Salles GRÁFICOS DE CONJUNTURA Volume I Por João Sicsú e Ernesto Salles 1. O trabalhador perdeu rendimento porque houve inflação? É possível aferir o valor do ganho médio (ou habitual) de um trabalhador. A Pesquisa

Leia mais

Trabalho. Mercado BOLETIM. Ribeirão Preto/SP. Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai Gabriel Tamancoldi Couto e Jenifer Barbosa

Trabalho. Mercado BOLETIM. Ribeirão Preto/SP. Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai Gabriel Tamancoldi Couto e Jenifer Barbosa Ano III Mai/ Criação líquida empregos é positiva em março, mas mercado trabalho segue frágil Os dados março do Cadastro Geral Empregados e Desempregados (CAGED) mostram um mercado trabalho ainda com sinais

Leia mais

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista Ampliado

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista Ampliado COMENTÁRIOS Em fevereiro de 2015, o Comércio Varejista do País registrou variação de -0,1%, para o volume de vendas e de 0,7% para a receita nominal, ambas as variações com relação ao mês anterior, ajustadas

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Conjuntura - Saúde Suplementar 31º Edição - Junho de 2016 Sumário Conjuntura da Saúde Suplementar 1) Emprego e Planos coletivos 3 2) Renda e Planos individuais 4 3) PIB e Receita/Despesa das operadoras

Leia mais

IPES Índice de Preços ao Consumidor

IPES Índice de Preços ao Consumidor IPES Índice de Preços ao Consumidor Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPC-IPES Índice de Preços ao Consumidor de Caxias do Sul Agosto de 2016 Agosto de 2016 UNIVERSIDADE

Leia mais

Índice de atividade econômica - IBC-Br (%):

Índice de atividade econômica - IBC-Br (%): SIM SEBRAE Inteligência de Mercados Edição n - Fev/6 Índice de atividade econômica - IBC-Br (%) A produção industrial brasileira apresentou leve recuperação no período de novembro a dezembro de 25. pg

Leia mais

Ano IV Out./2016. Construção Civil tem o pior desempenho entre os setores em Agosto de 2016

Ano IV Out./2016. Construção Civil tem o pior desempenho entre os setores em Agosto de 2016 Construção Civil tem o pior desempenho entre os setores em Agosto de 2016 Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam destruição de postos de trabalho em nível nacional e estadual

Leia mais

Alexsandre Lira Cavalcante *

Alexsandre Lira Cavalcante * 1. Volume de vendas do comércio varejista Alexsandre Lira Cavalcante * De acordo com dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), realizada pelo IBGE, o volume de vendas do comércio varejista comum cearense

Leia mais

Indicador Trimestral de PIB do Espírito Santo

Indicador Trimestral de PIB do Espírito Santo SUMÁRIO EXECUTIVO O Produto Interno Bruto do estado do Espírito Santo é calculado anualmente pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho.

PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho. PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho. Segundo apuração da PME (Pesquisa Mensal do Emprego), realizada pelo IBGE,

Leia mais

Disputa por vagas de emprego atinge pior nível em quase 10 anos

Disputa por vagas de emprego atinge pior nível em quase 10 anos Indicadores do Mercado de Trabalho Catho-Fipe / Informe Setembro de Disputa por vagas de emprego atinge pior nível em quase 10 anos Os indicadores Catho-Fipe de agosto mostram mais uma vez um cenário ruim

Leia mais

Índices de Preços ao Consumidor IPC

Índices de Preços ao Consumidor IPC Índices de Preços ao Consumidor IPC Apesar da desaceleração, inflação em fevereiro permanece muito acima da meta ANDRÉ LUIS SQUARIZE CHAGAS (*) Em fevereiro, o IPC-Fipe registrou alta de 1,22%, com desaceleração

Leia mais

Comércio cria postos de trabalho no estado de SP, RARP e município de RP

Comércio cria postos de trabalho no estado de SP, RARP e município de RP Serviços foi o setor com o pior desempenho em Julho de 2016 Os dados de Julho de 2016 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) continuam indicando baixo desempenho do mercado de trabalho.

Leia mais

ECONOMIA. Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Nº40. Associação Brasileira de Supermercados. Renda e emprego mantêm crescimento do setor

ECONOMIA. Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Nº40. Associação Brasileira de Supermercados. Renda e emprego mantêm crescimento do setor Associação Brasileira de Supermercados Nº40 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Maio de 2014 Vendas do setor acumulam crescimento de 2,05% Em abril, as vendas reais

Leia mais

VAREJO PERDE 68 MIL ESTABELECIMENTOS NO PRIMEIRO SEMESTRE

VAREJO PERDE 68 MIL ESTABELECIMENTOS NO PRIMEIRO SEMESTRE VAREJO PERDE 68 MIL ESTABELECIMENTOS NO PRIMEIRO SEMESTRE Apesar do fechamento menor nos seis últimos meses, a crise no setor vitimou 168 mil estabelecimentos comerciais em um ano e meio. Entre aberturas

Leia mais

Pesquisa de Resultado de Vendas do Natal 2016

Pesquisa de Resultado de Vendas do Natal 2016 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Pesquisa de Resultado de Vendas do Natal 2016 O perfil do empresário e

Leia mais

PAIC confirma que 2005 não foi um ano bom para grande parte das empresas da construção

PAIC confirma que 2005 não foi um ano bom para grande parte das empresas da construção PAIC confirma que 2005 não foi um ano bom para grande parte das empresas da construção O balanço de final do ano de 2005 já mostrará que se não foi um ano perdido, os resultados frustraram as expectativas

Leia mais

Cenário Macro Semanal

Cenário Macro Semanal Resultado positivo do IBC-Br em outubro possivelmente elevará as expectativas de crescimento para o ano O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), o qual representa uma proxy mensal do

Leia mais

Com inadimplência e provisões sob controle, Santander Brasil alcança lucro líquido de R$ 1,7 bilhão NOTA DE IMPRENSA

Com inadimplência e provisões sob controle, Santander Brasil alcança lucro líquido de R$ 1,7 bilhão NOTA DE IMPRENSA NOTA DE IMPRENSA RESULTADOS 1º TRIMESTRE 2016 Com inadimplência e provisões sob controle, Santander Brasil alcança lucro líquido de R$ 1,7 bilhão Os bancos, no atual momento da economia, têm um papel fundamental,

Leia mais

No comparativo Dez.13/ Dez.12 o setor têxtil apresentou crescimento de 2,49% e o vestuário apresentou queda de 4,9%.

No comparativo Dez.13/ Dez.12 o setor têxtil apresentou crescimento de 2,49% e o vestuário apresentou queda de 4,9%. 1- Comércio Exterior As Importações de têxteis e confeccionados em 2013 cresceram, em valor (US$), 2,4%, as exportações caíram 1,4%, enquanto o crescimento do déficit na Balança Comercial foi de 3,4% em

Leia mais

Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro

Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro Boletim 1112/2016 Ano VIII 01/12/2016 Desemprego em São Paulo tem leve recuo e passa de 17,5% em setembro para 17,2% em outubro Nível de ocupação melhorou porque foram gerados 111 mil postos de trabalho

Leia mais

MONITORAMENTO DE MERCADO ABRASCE Índices de Variação em Shoppings Centers

MONITORAMENTO DE MERCADO ABRASCE Índices de Variação em Shoppings Centers Índices de Variação em Shoppings Centers 2016 1 JOB: A1811001 Índices de Variação em Shoppings Centers Sobre O Monitoramento de Mercado da Abrasce consolida indicadores de variação em shopping centers

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - IPCA

ANÁLISE MENSAL - IPCA ANÁLISE MENSAL - IPCA Fevereiro/ 2015 O índice de fevereiro seguiu a tendência do mês anterior e apresentou crescimento bastante significativo nos preços. Com variação de 1,22%, a taxa supera a expectativa

Leia mais

EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS

EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS Em dezembro, a pesquisa de emprego do IBGE registrou uma taxa de desocupação de 10,9%. Como é normal

Leia mais

VCMH/IESS. Variação de Custos Médico-Hospitalares. Edição: Janeiro de 2016 Data-base: Junho de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO

VCMH/IESS. Variação de Custos Médico-Hospitalares. Edição: Janeiro de 2016 Data-base: Junho de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO Variação de Custos Médico-Hospitalares Edição: Janeiro de 2016 Data-base: Junho de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO O VCMH/IESS O índice VCMH/IESS para planos individuais atingiu 17,1% no período de 12 meses terminados

Leia mais

BOLETIM AC-VAREJO RA 08

BOLETIM AC-VAREJO RA 08 BOLETIM AC-VAREJO RA 08 O Instituto de Economia Gastão Vidigal (IEGV) da ACSP passará a divulgar mensalmente índices de faturamento (receita nominal) e de volume de vendas (receita real, deflacionada pelo

Leia mais

INDX apresenta alta de 2,67% em março

INDX apresenta alta de 2,67% em março INDX apresenta alta de 2,67% em março Dados de Março/11 Número 51 São Paulo O Índice do Setor Industrial (INDX), composto pelas ações mais representativas do segmento, encerrou o mês de março de 2010,

Leia mais

COMENTÁRIOS. O emprego industrial, que ficou praticamente estável nos últimos três. meses, recuou 0,6% em novembro frente a outubro, na série livre de

COMENTÁRIOS. O emprego industrial, que ficou praticamente estável nos últimos três. meses, recuou 0,6% em novembro frente a outubro, na série livre de COMENTÁRIOS PESSOAL OCUPADO ASSALARIADO O emprego industrial, que ficou praticamente estável nos últimos três meses, recuou 0,6% em novembro frente a outubro, na série livre de influências sazonais. Esta

Leia mais

Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais

Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPES Índice de Preços ao Consumidor Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPC-IPES Índice de Preços ao Consumidor de Caxias do Sul NOVEMBRO de 2011 Novembro de 2011 UNIVERSIDADE

Leia mais

Índice fipezap de preços de imóveis anunciados

Índice fipezap de preços de imóveis anunciados Preço médio de locação mostra queda nominal pelo sétimo mês consecutivo Das 9 cidades pesquisadas, 7 mostraram queda nominal na passagem entre outubro e novembro O Índice FipeZap de Locação, que acompanha

Leia mais

ECONOMIA A informação que fala direto ao seu bolso 29 de Junho de 2015

ECONOMIA  A informação que fala direto ao seu bolso 29 de Junho de 2015 Associação Brasileira de Supermercados Nº53 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 29 de Junho de 2015 Estáveis, vendas crescem 0,34% na comparação anual Vendas do setor mantêm

Leia mais

5. NÍVEL DE ATIVIDADE ECONÔMICA. Álvaro Alves de Moura Jr.

5. NÍVEL DE ATIVIDADE ECONÔMICA. Álvaro Alves de Moura Jr. 98 5. NÍVEL DE ATIVIDADE ECONÔMICA Álvaro Alves de Moura Jr. O principal destaque na análise do nível de atividade econômica se refere à mudança na metodologia do cálculo do PIB, que passou a incluir informações

Leia mais

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Indicadores CNI ISSN 2317-7322 Ano 5 Número 12 Dezembro de SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Dificuldades da construção se ampliam no fim de O quadro de desaquecimento na indústria da construção, que já

Leia mais

Cesta básica mais barata em 14 cidades

Cesta básica mais barata em 14 cidades 1 São Paulo, 03 de outubro de 2013 NOTA À IMPRENSA Cesta básica mais barata em 14 cidades Em setembro, 14 das 18 capitais onde o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos)

Leia mais

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 Os sérios desafios da economia Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 1 Os números da economia brasileira que o novo governo precisa enfrentar 11,089 milhões Número de desempregados no Brasil,

Leia mais

A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio.

A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio. Comércio Varejista Características A Pesquisa Mensal do Comércio, realizada pelo IBGE, apresenta dois blocos de atividades relacionadas ao comércio. O primeiro bloco é chamado, simplesmente, de Comércio

Leia mais

IBGE DIVULGA ATUALIZAÇÃO DO RETRATO DO COMÉRCIO BRASILEIRO

IBGE DIVULGA ATUALIZAÇÃO DO RETRATO DO COMÉRCIO BRASILEIRO IBGE DIVULGA ATUALIZAÇÃO DO RETRATO DO COMÉRCIO BRASILEIRO Pesquisa Anual de Comércio radiografou as principais variáveis do comércio no Brasil ao fim do ciclo de forte expansão do setor. Entre 2007 e

Leia mais

Diretoria/Responsáveis: Superintendente ABRAS Tiaraju Pires Presidente ABRAS Sussumu Honda Nº 18

Diretoria/Responsáveis: Superintendente ABRAS Tiaraju Pires Presidente ABRAS Sussumu Honda Nº 18 Diretoria/Responsáveis: Superintendente ABRAS Tiaraju Pires Presidente ABRAS Sussumu Honda Nº 18 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 31 de Julho de 2012 Vendas crescem 6,68%

Leia mais

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL

INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL INDICADORES INDUSTRIAIS RIO GRANDE DO SUL AGOSTO DE 2011 Novo crescimento não altera o quadro desfavorável Agosto de 2011 www.fiergs.org.br Os resultados dos Indicadores Industriais do RS referentes ao

Leia mais

Preço da cesta sobe em 14 capitais

Preço da cesta sobe em 14 capitais 1 São Paulo, 01 de novembro de 2006 NOTA À IMPRENSA Preço da cesta sobe em 14 capitais Quatorze capitais registraram aumento no preço da cesta básica, em outubro, de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta

Leia mais

1 a 15 de janeiro de 2015

1 a 15 de janeiro de 2015 1 a 15 de janeiro de 2015 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana INTRODUÇÃO Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas

Leia mais

Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL

Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL Indicador de inadimplência de Pessoas Jurídicas SPC Brasil e CNDL Dados referentes a junho de 2016 RELEASE DE IMPRENSA RESUMO ANÁLISE ECONÔMICA METODOLOGIA DOS INDICADORES INFORMAÇÕES RELEVANTES Presidentes

Leia mais

Volume de Vendas do Varejo Ampliado Acumulado em 12 meses em relação aos 12 meses anteriores. dez/14. set/16. mar/14. dez/13.

Volume de Vendas do Varejo Ampliado Acumulado em 12 meses em relação aos 12 meses anteriores. dez/14. set/16. mar/14. dez/13. dez/11 mar/12 jun/12 set/12 dez/12 mar/13 jun/13 set/13 mar/14 set/14 mar/15 set/15 mar/16 set/16 Monitor Econômico ASSESSORIA ECONÔMICA Dados divulgados entre 09 e 13 de janeiro Comércio (PMC) Entre outubro

Leia mais

Cesta básica volta a subir na maior parte das capitais

Cesta básica volta a subir na maior parte das capitais 1 São Paulo, 02 de setembro de 2011 Cesta básica volta a subir na maior parte das capitais NOTA À IMPRENSA Ao contrário do que ocorreu em julho, quando 14 cidades registraram queda no preço dos gêneros

Leia mais

Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março

Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março Índice FipeZap mostra aumento de apenas 0,53% nos últimos 12 meses O Índice FipeZap que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20

Leia mais

Criação de emprego - Brasil

Criação de emprego - Brasil Ano III Mar/ Dados janeiro reforçam fraqueza do mercado trabalho De acordo com os dados do Cadastro Geral Empregados e Desempregados (CAGED), o Brasil apresentou um cenário marcado por struição vagas no

Leia mais

COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017

COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017 Divisão Econômica COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017 Parcela significativa dos varejistas de produtos semiduráveis (25%) e pequenos comerciantes (29,8%) consideram

Leia mais

A Construção Civil destrói postos de trabalho em Setembro de 2016

A Construção Civil destrói postos de trabalho em Setembro de 2016 A Construção Civil destrói postos de trabalho em Setembro de 2016 Os dados de Setembro de 2016 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) indicam destruição de vagas nas regiões analisadas,

Leia mais

Custo de Vida. Copyright 2004 South-Western

Custo de Vida. Copyright 2004 South-Western Custo de Vida 16 Custo de Vida Inflação é o aumento do nível de preços geral da economia. A taxa de inflação é a mudança percentual do nível de preço em relação ao período anterior. Índice de Preço ao

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF. Intenção de Consumo das Famílias Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina ICF Intenção de Consumo das Famílias Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Junho de 2016 SUMÁRIO EMPREGO, RENDA E CONSUMO ATUAIS...

Leia mais

Resultado Agregado. ASSESSORIA ECONÔMICA DO SISTEMA FECOMÉRCIO-RS - Fone: (51) de Junho de 2015

Resultado Agregado. ASSESSORIA ECONÔMICA DO SISTEMA FECOMÉRCIO-RS - Fone: (51) de Junho de 2015 01 de Junho de 2015 Resultado Agregado Índice de Vendas do Comércio Abril 2015 IVC IVA IVV Real Nominal Real Nominal Real Nominal Mensal -7,2-3,0-7,4-5,0-7,0-0,8 Acumulado no Ano -5,8-0,8-5,3-1,7-6,3 0,1

Leia mais

Lucro líquido da BRF cresce 109,4% e chega aos R$2,2 bilhões em 2014

Lucro líquido da BRF cresce 109,4% e chega aos R$2,2 bilhões em 2014 Lucro líquido da BRF cresce 109,4% e chega aos R$2,2 bilhões em 2014 Aumento da eficiência operacional resultou em EBITDA de R$4,9 bilhões no acumulado do ano, 56,4% superior ao de 2013 São Paulo, 26 de

Leia mais

Medindo o Custo de Vida. 23. Medindo o Custo de Vida. Medindo o Custo de Vida. O Que é Um Índice? Calculando o Índice e a Inflação

Medindo o Custo de Vida. 23. Medindo o Custo de Vida. Medindo o Custo de Vida. O Que é Um Índice? Calculando o Índice e a Inflação 23. Medindo o Custo de Vida Medindo o Custo de Vida Para determinar o custo de vida, o governo ou os institutos definem uma cesta de bens e serviços que um consumidor típico adquire Anualmente essas instituições

Leia mais

Resultado de Vendas do período de volta às aulas 2016

Resultado de Vendas do período de volta às aulas 2016 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Resultado de Vendas do período de volta às aulas 2016 O perfil do empresário

Leia mais

Cesta básica de Porto Alegre registra variação de 1,43% em abril de 2016

Cesta básica de Porto Alegre registra variação de 1,43% em abril de 2016 1 Cesta básica de Porto Alegre registra variação de 1,43% em abril de 2016 Porto Alegre, 11 de maio de 2016. NOTA À IMPRENSA Em abril de 2016, a Cesta Básica de Porto Alegre calculada pelo DIEESE registrou

Leia mais

Páscoa Fevereiro de 2013 Brasília/DF

Páscoa Fevereiro de 2013 Brasília/DF Páscoa 2013 Expectativa de Vendas do Comércio de Varejo do Distrito Federal Fevereiro de 2013 Brasília/DF ÍNDICE Apresentação... 4 Expectativa de Vendas... 5 Variação nos Estoques... 6 Variação nos Preços...

Leia mais

ANO 3 NÚMERO 22 NOVEMBRO 2013 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 3 NÚMERO 22 NOVEMBRO 2013 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 3 NÚMERO 22 NOVEMBRO 2013 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS Prof. Flávio Riani O descalabro do quadro político brasileiro associado às recentes informações

Leia mais

Ano IV Nov/2016. Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai Matheus Anthony de Melo e Jaqueline Rossali

Ano IV Nov/2016. Prof. Dr. Sergio Naruhiko Sakurai Matheus Anthony de Melo e Jaqueline Rossali Esta é a décima primeira edição do ano de 2016 do boletim Termômetro Tributário do CEPER- FUNDACE. Na última edição, lançada em outubro, foram analisados os principais impostos federais no mês de agosto

Leia mais

No mês de junho em 2015 a Produção Física do setor têxtil caiu 1,1% e o vestuário apresentou recuo de 0,4%. (Comparando Jun/15 com Maio/15).

No mês de junho em 2015 a Produção Física do setor têxtil caiu 1,1% e o vestuário apresentou recuo de 0,4%. (Comparando Jun/15 com Maio/15). 1- Comércio Exterior As Importações de têxteis e confeccionados em jan-jul.15 caíram, em valor (US$), 5,93%, as exportações caíram 8,66%, enquanto a queda do déficit na Balança Comercial foi de 5,38% em

Leia mais

MAIORIA DAS CAPITAIS TEM REDUÇÃO NO CUSTO DA CESTA BÁSICA

MAIORIA DAS CAPITAIS TEM REDUÇÃO NO CUSTO DA CESTA BÁSICA NOTA À IMPRENSA São Paulo, 04 de julho de 2005. MAIORIA DAS CAPITAIS TEM REDUÇÃO NO CUSTO DA CESTA BÁSICA Diferentemente de maio, quando todas as 16 capitais onde o DIEESE Departamento Intersindical de

Leia mais

Cresce número de acordos salariais com aumento real para trabalhador - 21/08/ Mercado - Folh...

Cresce número de acordos salariais com aumento real para trabalhador - 21/08/ Mercado - Folh... 1 de 5 25/08/2014 09:31 Cresce número de acordos salariais com aumento real para trabalhador CLAUDIA ROLLI DE SÃO PAULO 21/08/2014 09h40 O número de acordos salariais que terminaram com reajuste acima

Leia mais

FECHAMENTO DE ESTABELECIMENTOS DO VAREJO DE ALIMENTOS SE ACENTUA EM 2016

FECHAMENTO DE ESTABELECIMENTOS DO VAREJO DE ALIMENTOS SE ACENTUA EM 2016 FECHAMENTO DE ESTABELECIMENTOS DO VAREJO DE ALIMENTOS SE ACENTUA EM 2016 Redução no número de lojas no maior empregador do varejo ganhou força com a crise. De janeiro a abril, foram fechados 14,3 mil estabelecimentos

Leia mais

Boletim Mensal de Emprego Formal do Estado de São Paulo Fevereiro de 2016

Boletim Mensal de Emprego Formal do Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 2016 Boletim Mensal de Emprego Formal do Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Balanço do trabalho formal para o Mês de Fevereiro de 2016 Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo.

Leia mais

Fonte: Elaboração Própria com base nos dados do Alice Web / MDIC.

Fonte: Elaboração Própria com base nos dados do Alice Web / MDIC. O Gráfico 1 nos mostra a evolução das exportações do Brasil, estado de São Paulo e estado de São Paulo sem região metropolitana. O número 1 (um) após o nome de cada região na legenda da Figura 1 indica

Leia mais

Cesta básica mais barata em 10 capitais

Cesta básica mais barata em 10 capitais 1 São Paulo, 04 de julho 2013. NOTA À IMPRENSA Cesta básica mais barata em 10 capitais Pelo segundo mês consecutivo, houve predomínio de retração nos preços dos produtos alimentícios essenciais nas capitais

Leia mais

Alexsandre Lira Cavalcante *

Alexsandre Lira Cavalcante * 1. Volume de vendas do comércio varejista Alexsandre Lira Cavalcante * Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do mês de setembro de 2010, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e

Leia mais

Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008

Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008 Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008 Nos últimos 12 meses, preço médio anunciado caiu 8,85% em termos reais O Índice FipeZap que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20 cidades brasileiras

Leia mais

PIB apresentou estabilidade em relação a 2013 (+0,1%).

PIB apresentou estabilidade em relação a 2013 (+0,1%). PIB apresentou estabilidade em relação a 2013 (+0,1%). O PIB encerrou o ano de 2014 com variação de 0,1%. Nessa comparação, a Agropecuária (0,4%) e os Serviços (0,7%) cresceram e a Indústria caiu (- 1,2%).

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P A G O S T O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 3,5 bilhões Saldo: R$ 495,4 bilhões Financiamentos

Leia mais

Resultado de Vendas do Dia das Crianças 2016

Resultado de Vendas do Dia das Crianças 2016 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Resultado de Vendas do Dia das Crianças 2016 O perfil do empresário e

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P J U N H O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: - R$ 2,79 bilhões Saldo: R$ 493,3 bilhões Financiamentos

Leia mais

Produto Interno Bruto por setor de atividade

Produto Interno Bruto por setor de atividade Dezembro de 2011 Um ano de crescimento em meio a uma nova crise internacional A economia brasileira fechou o terceiro trimestre com crescimento acumulado no ano de 10,6%. Isso equivale a uma taxa de expansão

Leia mais