Seguro de Acidente de Trabalho. Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Seguro de Acidente de Trabalho. Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010"

Transcrição

1 Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010

2 Cálculo do Seguro de Acidente de Trabalho até 2009 Para 2010 Surge o FAP! "! #$% &!'( )*+,-./,

3 Previdência divulgou que 92% das empresas serão bonificadas no SAT em FAP 1 0, Na Agência Estado (23/09/2009) O ministro da Previdência, José Pimentel, anunciou hoje que 1,005 milhão de empresas, de um total de 1,083 milhão que pagam o seguro, estão em setores de atividade que diminuíram o número de acidentes de trabalho e, por isso, serão beneficiadas com a redução do encargo. "A nossa intenção é ter um mecanismo para premiar as empresas que estão investindo em segurança do trabalho e saúde do trabalhador", afirmou o ministro.

4 Em setembro, a Previdência divulgou : O FAP das empresas A nova classificação que reenquadra as atividades econômicas (1301 subclasses), nas alíquotas do SAT Para entrar em vigor a partir de 2010??

5 Enquadramento do SAT (1%, 2% ou 3%)

6 SAT Valor atribuído a partir da Atividade Econômica (subclasse) da empresa Calculado com base em estatísticas, considerando: Frequência de Acidentes de Trabalho; Gravidade dos Acidentes Custos para Previdência Riscos do Ambiente de Trabalho RAT 1% - Leve 2% - Médio 3% - Grave

7 Governo reclassificou os graus de risco que definem o enquadramento nas alíquotas do SAT de 1301 subclasses (atividade econômica).

8 Reenquadramento de Alíquota SAT - Majoração Deslocamentos derivados de reenquadramentos na alíquota do SAT 866 (67%) 379 (29%) Majoração pós-reenquadramento na alíquota do SAT das Subclasses CNAE (44%) 247 (29%) 236 (27%) 55 (4%) redução constante aumento número de subclasses Subclasses (CNAE dígitos) 2 para 3 1 para 2 1 para 3 número de subclasses metade dobro triplo 50% 100% 200% Como os acidentes diminuíram em 92% das empresas e aumentaram em 67% das atividades econômicas?

9 Reenquadramento do SAT (1%, 2% ou 3%) Qual o Critério? (frequência, gravidade e custo?) Valores médios divulgados Frequência (56,14%) Gravidade (56,11%) Custo (55,95%) F 26,89 G 28,24 C 30,25 F 49,77 G 53,25 C 82,23 F 11,03 G 11,20 C 11,57 F 55,87 G 56,87 C 67,94 Comércio atacadista de produtos odontológicos 1% - 2% (100%) Caixas Econômicas 3% - 2% (-33%) Tinturarias 1% - 3% (200%) Transmissão de energia elétrica 2% - 3% (50%)?? F 11,03 G 11,20 C 11,57 F 11,03 G 11,20 C 11,57 Fabricação de roupas de proteção Facção de roupas profissionais 1% - 3% (200%) 2% - 2% (0%) F 11,03 G 11,20 C 11,57 Produção teatral 3% - 1% (-67%)

10 Reenquadramento de Alíquota SAT Exemplos de Subclasses com majoração de 200% CLAS Comércio varejista de combustíveis para veículos automotores CLAS Comércio varejista de materiais de construção em geral CLAS Lojas de departamentos ou magazines CLAS Comércio atacadista de produtos alimentícios em geral CLAS Padaria e confeitaria com predominância de produção própria CLAS Comércio varejista de bebidas CLAS Comércio varejista de gás liqüefeito de petróleo (GLP) CLAS Atividades de organizações associativas profissionais CLAS Fabricação de componentes eletrônicos CLAS Atividades de organizações associativas patronais e empresariais CLAS Fabricação de caminhões e ônibus CLAS Fabricação de motocicletas, peças e acessórios CLAS Manutenção e reparação de máquinas e equipamentos para uso geral não especificados anteriormente CLAS Fabricação de outros brinquedos e jogos recreativos não especificados anteriormente

11 As variações do SAT 2005 a % de Despesas +69% de Receitas Para 2010, mais 50% de receitas?

12 O que é o Fator Acidentário de Prevenção (FAP)? (0,5 a 2)

13 FAP Valor atribuído à empresa em função de seu desempenho. Calculado com base em estatísticas, considerando: Frequência de Acidentes de Trabalho; Gravidade dos Acidentes Custos para Previdência Bonus X Malus Mais Acidentes paga mais

14 Regulamentação do FAP (0,5 a 2) Clareza das Premissas Não aumento de arrecadação Deve punir quem não investe e beneficiar quem investe em SST Deve evitar distorções pela metodologia Cálculo do FAP das empresas deve ser transparente Não pode conter ilegalidades na metodologia e na base de dados Deve possibilitar a ampla defesa das empresas

15

16 Empresa B Dados do Extrato 0 -$ &)1!% &) $ #6 &)1 - &) # FREQUÊNCIA Número de Registros de Acidentes + Registros de Doenças Média de vínculos no período X ,33 X = 8,9823 GRAVIDADE (B91x0,1)+(B92x0,3)+(B93x0,5)+(B94x0,1) Média de vínculos no período X ,33 X = 0 CUSTO Valor total dos benefícios valor total da remuneração paga pela empresa X ,57 X = 0

17 Empresa B Número de Ordem :; < #(;7 5(;= -9 # Indicadores da Empresa 30/9! :1(! < #7;1! 57;7 Percentil 92,25 FREQUÊNCIA (1) 1220 Empresas Percentil 46,19 GRAVIDADE Empresas 564 (0) CUSTO 0 Percentil 46, (0) 1220 Empresas

18 Empresa B Número de Ordem Indicadores da Empresa 30/9 :; < #(;7 5(;= -9 #! :1(! < #7;1! 57;7 Percentil de Frequência 100 x (N.º ordem - 1) (N - 1) Percentil de Gravidade 100 x (1126-1) (1220-1) = 92, x (N.º ordem - 1) (N - 1) Percentil de Custo 100 x (N.º ordem - 1) (N - 1) 100 x (564-1) (1220-1) 100 x (567-1) (1220-1) = 46,19 = 46,43

19 Fórmula do FAP Empresa B FAP = ( 0,50 x percentil da G )+( 0,35 x percentil da F )+( 0,15X percentil do C ) x 0,02 FAP = ( 0,50 x 46,18 )+( 0,35 x 92,28 )+( 0,15X 46,43 ) x 0,02 = 1,2471 1º Ano (2010) Desconto de 25% do Malus (acima de 1) FAP = 1,1852 = 46,43 (1,2471 1) x 0,75 + 1

20 Empresa B Índices (conforme Resolução 1308) : < #' 5' Indicadores da Empresa 28/10! :1(! < #'>7;1! 5'>7;7? Mudou Informação do Extrato FREQUÊNCIA 0 10 (1) Percentil 92,25? 1220 Empresas Não é mais Número de Ordem GRAVIDADE 0 1 (0) Percentil Empresas CUSTO 0 1 (0) Percentil Empresas

21 Fórmula do FAP Empresa B FAP = ( 0,50 x percentil da G )+( 0,35 x percentil da F )+( 0,15X percentil do C ) x 0,02 FAP = ( 0,50 x 0 )+( 0,35 x 92,25 )+( 0,15X 0 ) x 0,02 = 0,6457 FAP Divulgado 1º Ano Desconto de 25% do Malus FAP = 1,1852 Vale observar que o próprio percentil 92,25 para 1 CAT parece estranho = 46,43 FAP Recalculado 28/10 FAP = 0,6457

22 Fator Acidentário de Prevenção (FAP) - Problemas 1. CAT 0 B-91 B-92 B-93 B Benefício do INSS R$ 0, média funcionários/ano FAP 1,7357 CNAE 127 empresas 2. 8 Grupos representam 90% empregos 8 Grupos - FAP maior que 1, 45

23 Fator Acidentário de Prevenção (FAP) - Problemas CNAE 27 empresas 3. 1 Empresa representa 95% dos empregos FAP - 1,6 4. CNAE 21 grandes empresas Apenas uma com FAP menor que 1

24 Simulação de Variações A única ressalva é que o FAP máximo em 2010 será de 1,75, e assim o aumento máximo será de 425%. Benefícios Pagos pela Previdência X Recolhimento de SAT Alguns números de exemplo 1,5%; <1%; 0%; 3%; entre outros

25 Conclusões SAT FAP - Mudanças Absurdas e Injustificáveis - Enquadramento arbitrário e não transparente - Não razoável e inconsistente - Sem critério claro e transparente - Valores não razoáveis e inconsistentes - Metodologia ruim com graves distorções setoriais - Adota critérios ilegais (acidente de trajeto) - Estimula Subnotificação (CATs) - Possui duas travas sem bom senso e sem fundamento Legal

26 Defesa da Previdência (Política e com informações equivocadas) A REALIDADE É: - Confederações NÃO aprovaram tudo no CNPS Todos aprovaram a filosofia e a direção dos cálculos do FAP, mas ninguém do CNPS (a exceção do MPS) poderia dimensionar os problemas, nem a quantidade de erros que a própria Previdência cometeria Os cálculos apresentados diziam respeito apenas a quantidade de empresas bonificadas (mais de 90%) e de punidas (menos de 10%) Ninguém foi informado que haveria reenquadramento do SAT, e muito menos, de se haveria critério e quais seriam - Confederações NÃO discutiram profundamente no CT-SST O CT-SST é um grupo com delegação para discutir outras questões (conforme regimento e atas) e não discutiu reenquadramento de SAT, nem FAP

27 Propostas CNI Seguro de Acidente de Trabalho Revogação do Decreto do FAP com o Reenquadramento de Alíquotas (suspensão do FAP e retorno provisório ao enquadramento anterior) Transparência no Enquadramento do SAT, com base em estatísticas bem calculadas a partir de negociação, sem aumento de arrecadação Mudanças na forma de Cálculo do FAP para atingir objetivos e corrigir distorções Retirada do cálculo todas as CATs sem afastamentos e dos Acidentes de Trajeto Transparência nos Cálculos do FAP (muitos erros!) Condições para empresa acessar informações e resolver dúvidas sobre registros e cálculos Preparação do INSS para procedimentos e ampla publicização Fim das travas ilegais (rotatividade e mortes) Proporcionalidade entre custos de benefícios e tributos pagos Atuarial Política Pública mais completa e inteligente contra os acidentes de trabalho

28 ACIDENTES DE TRABALHO REGISTRADOS ANO MOTIVO TÍPICO TRAJETO DOENÇA DO TRABALHO SEM CAT REGISTRADAS TOTAL

29 Ações da CNI Divulgação para Sociedade Mobilização Empresarial Negociação Política Ações Administrativas e Jurídicas (própria e apoio a milhares de Empresas)

30 Ação de Mobilização Internet e Comunicação Enviar no site Fale conosco ; Fale com o Presidente ; Passar cópia para Enviar casos para para servir de base à imprensa Comunicar à imprensa nos estados Mais informações no blog relacoesdotrabalho.ning.com (sem www)

Seguro de Acidente de Trabalho. Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010

Seguro de Acidente de Trabalho. Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010 Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010 Cálculo do Seguro de Acidente de Trabalho até 2009 Valor do Seguro = Folha de Pagamentos X Alíquota SAT SAT - Seguro de Acidente de Trabalho -

Leia mais

Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010 (e uma metodologia com erros impressionantes)

Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010 (e uma metodologia com erros impressionantes) Seguro de Acidente de Trabalho (SAT) Mais encargos em 2010 (e uma metodologia com erros impressionantes) Governo divulgou em setembro : O FAP das empresas A nova classificação de risco das atividades econômicas

Leia mais

Confederação Nacional da Indústria

Confederação Nacional da Indústria Março/2010 Nota Técnica Impacto das Mudanças no Seguro Acidente de Trabalho - SAT Unidade de Relações do Trabalho e Desenvolvimento Associativo Confederação Nacional da Indústria Resumo Executivo O ano

Leia mais

Nota Técnica Mudanças no SAT Propostas Negociadas

Nota Técnica Mudanças no SAT Propostas Negociadas Nota Técnica Mudanças no SAT Propostas Negociadas Nas últimas semanas, Governo e entidades de empregadores e de trabalhadores dialogaram em torno das possibilidades de aperfeiçoamentos no Seguro Acidente

Leia mais

LIMA ADVOGADOS ASSOCIADOS ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA. Porto Alegre, 07 de novembro de 2009.

LIMA ADVOGADOS ASSOCIADOS ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA. Porto Alegre, 07 de novembro de 2009. LIMA ADVOGADOS ASSOCIADOS ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA Porto Alegre, 07 de novembro de 2009. Prezados Senhores, Oferecemos aos nossos clientes alguns dados e sugestões que reputamos importantes para

Leia mais

Fator Acidentário de Prevenção FAP

Fator Acidentário de Prevenção FAP Fator Acidentário de Prevenção FAP Nova metodologia Resolução 1308 de 27/05/09 DOU 05/06/09 e Res. 1309 de 24/06/09 Decreto 6.957-09/09/09. FIESP 14.09.09 Fundamentos Constitucionais quanto à redução de

Leia mais

Considerações acerca do Fator Acidentário de Prevenção - FAP

Considerações acerca do Fator Acidentário de Prevenção - FAP Considerações acerca do Fator Acidentário de Prevenção - FAP 1. Introdução O Fator Acidentário de Prevenção FAP - foi instituído pela Lei nº 10.666/2003 (Aposentadoria Especial ao Cooperado de Cooperativa

Leia mais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL - MPS. Novo FAP Setor Financeiro

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL - MPS. Novo FAP Setor Financeiro Novo FAP Setor Financeiro 1. Fortalecimento da Cultura de Prevenção na Seguridade Social: Proteção constit. e legal: Valor social do Trabalho. Fortalecer a ação da melhoria ambiental no trabalho: maior

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ARTIGOS

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ARTIGOS TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Orientador Empresarial ARTIGOS FAP: AS MUDANÇAS PARA AS EMPRESAS COM A FLEXIBILIZAÇÃO DAS ALÍQUOTAS PARA O CUSTEIO DOS RISCOS AMBIENTAIS DO TRABALHO

Leia mais

Fator Acidentário de Prevenção - FAP

Fator Acidentário de Prevenção - FAP Fator Acidentário de Prevenção - FAP Lei nº 10.666 De 8 de maio de 2003. quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010 Constituição Federal Direitos e Garantias Fundamentais (Título II) Direitos Sociais (Capítulo

Leia mais

Fator Acidentário de Prevenção

Fator Acidentário de Prevenção Fator Acidentário de Prevenção (O presente texto não tem outra pretensão senão trazer informações sobre o novo FAP, sua construção, aplicação e conseqüências no custo das empresas. Obviamente, está longe

Leia mais

5 0 ENCONTRO TÉCNICO JURÍDICO CONTÁBIL Manaus, 1 de julho de 2010

5 0 ENCONTRO TÉCNICO JURÍDICO CONTÁBIL Manaus, 1 de julho de 2010 5 0 ENCONTRO TÉCNICO JURÍDICO CONTÁBIL Manaus, 1 de julho de 2010 Impactos do NTEP FAP SAT/RAT no setor elétrico Luiz Carlos de Miranda Júnior Gerente de Segurança, Saúde e Qualidade de Vida NTEP - FAP

Leia mais

Gestão de Risco e Saúde NTEP FAP & GESTÃO DE AFASTAMENTO

Gestão de Risco e Saúde NTEP FAP & GESTÃO DE AFASTAMENTO Gestão de Risco e Saúde NTEP FAP & GESTÃO DE AFASTAMENTO Fator Acidentário de Prevenção FAP Resolução1.308 e 1309 CNPS (27/05 e 24/06 2009 ) Regras e Cálculo Seguro Acidente de Trabalho SAT Fator Acidentário

Leia mais

Atuais regras do FAP valem por mais um ano

Atuais regras do FAP valem por mais um ano Page 1 of 5 Texto publicado segunda, dia 26 de setembro de 2011 NOTÍCIAS Atuais regras do FAP valem por mais um ano POR MARÍLIA SCRIBONI As atuais regras do Fator Previdenciário de Proteção vão valer por

Leia mais

AS REPERCUSSÕES DO FAP / NTEP

AS REPERCUSSÕES DO FAP / NTEP AS REPERCUSSÕES DO FAP / NTEP FAP/NTEP FAP - Fator Acidentário de Prevenção NTEP-Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário FAP/NTEP FAP - é um multiplicador a ser aplicado às alíquotas de 1%, 2% ou 3%

Leia mais

Cálculo do SAT por Atividade Econômica (CNAE Subclasse)

Cálculo do SAT por Atividade Econômica (CNAE Subclasse) Cálculo do SAT por Atividade Econômica (CNAE Subclasse) 1. Índice de Frequência 2. Índice de Gravidade 3. Índice de Custo 4. Taxa de Mortalidade 5. Taxa de Rotatividade 6. Toxicidade / Agentes Cancerígenos

Leia mais

Cálculos e implicações

Cálculos e implicações Elementos técnicos no cálculo do para contestação judicial - caso de empresas com indicadores de freqüência, de gravidade e de custo iguais a Zero. Tendo como referência o marco legal que determina o índice

Leia mais

O IMPACTO DO SAT E FAP NAS EMPRESAS

O IMPACTO DO SAT E FAP NAS EMPRESAS O IMPACTO DO SAT E FAP NAS EMPRESAS DEZEMBRO 2009 O IMPACTO DO SAT E FAP NAS EMPRESAS O CHAMADO SAT SEGURO ACIDENTE DE TRABALHO O CHAMADO SAT Aspectos gerais Previsão legal: art. 195, I, a da Constituição

Leia mais

FAP FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO

FAP FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO FAP FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO PERGUNTAS FREQÜENTES 1. Qual é a fonte dos dados que foram utilizados no processamento do FAP? O Processamento do FAP 2009 ocorreu no ambiente Dataprev e teve como ponto

Leia mais

DISCUSSÃO DE PROPOSTAS DE ALTERAÇÕES DO FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP

DISCUSSÃO DE PROPOSTAS DE ALTERAÇÕES DO FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP DISCUSSÃO DE PROPOSTAS DE ALTERAÇÕES DO FATOR ACIDENTÁRIO DE PREVENÇÃO - FAP Bonus x Malus Lei nº 10.666, de 2003 Art. 10. A alíquota de contribuição de um, dois ou três por cento, destinada ao financiamento

Leia mais

Saúde, Processo de Habilitação e Questões Socioeducativas

Saúde, Processo de Habilitação e Questões Socioeducativas Seminário de Políticas para o Trânsito Seguro de Motos Saúde, Processo de Habilitação e Questões Socioeducativas Luiz Eduardo Alcântara de Melo Depto. de Políticas de Saúde e Segurança Ocupacional - DPSSO/SPPS

Leia mais

O Seguro contra Acidentes de Trabalho no Brasil: RAT e FAP

O Seguro contra Acidentes de Trabalho no Brasil: RAT e FAP O Seguro contra Acidentes de Trabalho no Brasil: RAT e FAP Seguro Contra Acidentes de Trabalho - SAT Constituição da República Brasil 1988 CAPÍTULO II DIREITOS SOCIAIS Art. 7º São direitos dos trabalhadores

Leia mais

Impactos dos Acidentes do Trabalho e Afastamentos Previdenciários

Impactos dos Acidentes do Trabalho e Afastamentos Previdenciários Impactos dos Acidentes do Trabalho e Afastamentos Previdenciários Gustavo Nicolai Gerente de Saúde e Medicina Ocupacional 1. Sistema de Gestão Integrada de QMSR Ciência 2. Política de QMSR 3. Estrutura

Leia mais

AUMENTO NA TRIBUTAÇÃO E OUTRAS DISTORÇÕES PROVOCADAS PELAS MODIFICAÇÕES NO SEGURO ACIDENTE DE TRABALHO (SAT)

AUMENTO NA TRIBUTAÇÃO E OUTRAS DISTORÇÕES PROVOCADAS PELAS MODIFICAÇÕES NO SEGURO ACIDENTE DE TRABALHO (SAT) Equipe Ernesto Moreira Guedes Filho Carla Rossi Carolina Guerra Andrea Curi AUMENTO NA TRIBUTAÇÃO E OUTRAS DISTORÇÕES PROVOCADAS PELAS MODIFICAÇÕES NO SEGURO ACIDENTE DE TRABALHO (SAT) JANEIRO/2010 1 AUMENTO

Leia mais

Perfil Econômico Municipal

Perfil Econômico Municipal indústria Extração de carvão mineral Extração de petróleo e gás natural Extração de minerais metálicos Extração de minerais não-metálicos Fabricação de alimentos e bebidas Fabricação de produtos do fumo

Leia mais

Comentários gerais. desta publicação. 5 O âmbito de atividades da pesquisa está descrito com maior detalhamento nas Notas técnicas

Comentários gerais. desta publicação. 5 O âmbito de atividades da pesquisa está descrito com maior detalhamento nas Notas técnicas Comentários gerais Pesquisa Anual de Comércio - PAC investiga a estrutura produtiva do A segmento empresarial do comércio brasileiro, sendo os resultados referentes a 2012 divulgados neste volume. A pesquisa

Leia mais

Perguntas Freqüentes

Perguntas Freqüentes Perguntas Freqüentes 1. Qual é a fonte dos dados que foram utilizados no processamento do FAP? 2. Onde encontro a descrição do processo metodológico do cálculo do FAP de minha empresa? 3. Onde se encontra

Leia mais

Palestra: FAP NTEP SAT Decreto nº 6945 Expositor: Dr. Thadeu Thomazelli. 18/11/09 - Horário: 20h às 21h30

Palestra: FAP NTEP SAT Decreto nº 6945 Expositor: Dr. Thadeu Thomazelli. 18/11/09 - Horário: 20h às 21h30 Divisão Técnica de Segurança no Trabalho Coordenador: Eng. Jefferson D. Teixeira da Costa Vice-Coord.: Eng. Antônio Magela Martins Secretária: Engª Priscila Thomazelli Palestra: FAP NTEP SAT Decreto nº

Leia mais

ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000

ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000 ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000 Comércio Varejista 2000 Comércio a Varejo e por Atacado de VeículosAutomotores 50 Manutenção e Reparação de VeículosAutomotores

Leia mais

Constituição da República Brasil 1988

Constituição da República Brasil 1988 Seguro Acidente do Trabalho - SAT Constituição da República Brasil 1988 CAPÍTULO II DIREITOS SOCIAIS Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua

Leia mais

REDE TEMÁTICA FAP e RAT. Adaptada das apresentações do Dr. Paulo Reis

REDE TEMÁTICA FAP e RAT. Adaptada das apresentações do Dr. Paulo Reis REDE TEMÁTICA FAP e RAT Adaptada das apresentações do Dr. Paulo Reis e da CGSAT/DPSSO/SPPS/MPS 2 Ementa RAT (SAT ou GIL-RAT) FAP RAT AJUSTADO NTEP 3 Risco de Acidente de Trabalho RAT 4 RAT (SAT) É a contribuição

Leia mais

Relatório Trabalhista

Relatório Trabalhista Rotinas de Pessoal & Recursos Humanos www.sato.adm.br - sato@sato.adm.br - fone (11) 4742-6674 Desde 1987 Legislação Consultoria Assessoria Informativos Treinamento Auditoria Pesquisa Qualidade Relatório

Leia mais

ILEGALIDADES E IRREGULARIDADES

ILEGALIDADES E IRREGULARIDADES Melissa Folmann melissa@vvf.adv.br INCONSTITUCIONALIDADES, ILEGALIDADES E IRREGULARIDADES DO FAP COMO PROCEDER? Melissa Folmann Breve histórico do SAT CF/88, art. 7: Art. 7º - São direitos dos trabalhadores

Leia mais

Dr. José Carlos Steola

Dr. José Carlos Steola n t e p f a p r a t (s a t) Dr. José Carlos Steola Médico do Trabalho Coordenador do Depto de Proteção no Trabalho ( UNIMED de Araras) Médico do Trabalho da Usina Sta Lúcia Araras Médico Coordenador de

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO POR ESTABELECIMENTO

TRIBUTAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO POR ESTABELECIMENTO TRIBUTAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO POR ESTABELECIMENTO A lei 8.212, de 199,1 dispõe que a contribuição do SAT é a cargo da empresa e que o grau de risco para a definição da alíquota será atribuído

Leia mais

b) agrupados, por categoria, os segurados empregado, trabalhador avulso e contribuinte individual;

b) agrupados, por categoria, os segurados empregado, trabalhador avulso e contribuinte individual; Instrução Normativa RFB nº 971, de 13 de novembro de 2009 DOU de 17.11.2009 O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL, no uso da atribuição que lhe confere o inciso III do art. 261 do Regimento Interno

Leia mais

Desoneração da Folha de Pagamentos

Desoneração da Folha de Pagamentos Desoneração da Folha de Pagamentos janeiro/2013 Vicente Sevilha Junior Forma de tributação do INSS Tradicional: No modelo tradicional de tributação do INSS, as empresas (exceto SIMPLES) recolhem 20% do

Leia mais

NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP

NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP NORMAS REGULAMENTADORAS FAP E NTEP LEGISLAÇÃO A Portaria n 3214, de 08/06/1978, aprovou as normas regulamentadoras NR do capítulo V, Título II, da CLT, relativas a segurança e medicina do trabalho. Atualmente

Leia mais

SIGOWeb Informática Ltda CONTESTAÇÃO ADMINISTRATIVA À CONCESSÃO DO BENEFÍCIO ACIDENTÁRIO

SIGOWeb Informática Ltda CONTESTAÇÃO ADMINISTRATIVA À CONCESSÃO DO BENEFÍCIO ACIDENTÁRIO CONTESTAÇÃO ADMINISTRATIVA À CONCESSÃO DO BENEFÍCIO ACIDENTÁRIO Dr. Airton Kwitko: kwitko@sigoweb.com.br A partir de 2010 o País convive com o Fator Acidentário de Prevenção (FAP). O FAP é calculado através

Leia mais

Seminário NTEP Nexo Epidemiológico Previdenciário e a Segurança e Saúde dos Trabalhadores. A Aplicação do NTEP 27/11/2009

Seminário NTEP Nexo Epidemiológico Previdenciário e a Segurança e Saúde dos Trabalhadores. A Aplicação do NTEP 27/11/2009 Seminário NTEP Nexo Epidemiológico Previdenciário e a Segurança e Saúde dos Trabalhadores A Aplicação do NTEP 27/11/2009 SAT X FAP X NTEP Acidentalidade no Trabalho S A T Seguro Acidente do Trabalho SAT

Leia mais

A importância do RH no processo de contestação do FAP. WOLNEI TADEU FERREIRA Outubro 2014 FIESP

A importância do RH no processo de contestação do FAP. WOLNEI TADEU FERREIRA Outubro 2014 FIESP A importância do RH no processo de contestação do FAP WOLNEI TADEU FERREIRA Outubro 2014 FIESP Como é definido o FAP? Como é calculado: o FAP anual reflete a aferição da acidentalidade nas empresas relativa

Leia mais

FAP2 ROTEIRO PRÁTICO PARA CONTESTAÇÃO DO FAP 2014 P2014

FAP2 ROTEIRO PRÁTICO PARA CONTESTAÇÃO DO FAP 2014 P2014 FAP2 AP201 FAP ROTEIRO PRÁTICO P2014 FAP 2014 O Fator Acidentário de Prevenção (FAP) altera o Risco Ambiental do Trabalho (RAT), podendo majorar ou reduzir a alíquota de tarifação individual da empresa

Leia mais

Relatório Trabalhista

Relatório Trabalhista Rotinas de Pessoal & Recursos Humanos www.sato.adm.br - sato@sato.adm.br - fone (11) 4742-6674 Desde 1987 Legislação Consultoria Assessoria Informativos Treinamento Auditoria Pesquisa Qualidade Relatório

Leia mais

O fator acidentário previdenciário (FAP) e o nexo técnico epidemiológico (NTE)

O fator acidentário previdenciário (FAP) e o nexo técnico epidemiológico (NTE) Página 1 de 5 O fator acidentário previdenciário (FAP) e o nexo técnico epidemiológico (NTE) Texto extraído do Jus Navigandi http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=10065 Leonardo Bianchini Morais

Leia mais

01. esocial confirma fiscalização trabalhista total em 2016

01. esocial confirma fiscalização trabalhista total em 2016 BOLETIM INFORMATIVO Nº 28/2015 ANO XII (13 de agosto de 2015) 01. esocial confirma fiscalização trabalhista total em 2016 Embora o esocial passe efetivamente a ser obrigatório a partir de setembro de 2016,

Leia mais

63 ESPECIAL SONDAGEM

63 ESPECIAL SONDAGEM Indicadores CNI SONDAGEM 63 ESPECIAL Tributação Indústria reprova sistema tributário brasileiro Número elevado de tributos, complexidade e instabilidade de regras lideram as avaliações negativas A tributação

Leia mais

Apresentação Nota Fiscal Paulista 29/10/08

Apresentação Nota Fiscal Paulista 29/10/08 Apresentação Nota Fiscal Paulista 29/10/08 OBJETIVO Incentivar os adquirentes de mercadorias, bens e serviços de transporte interestadual e intermunicipal a exigir do fornecedor a entrega de documento

Leia mais

O Fator Acidentário Previdenciário (FAP) e o Nexo Técnico Epidemiológico (NTE) - Leonardo Bianchini Morais

O Fator Acidentário Previdenciário (FAP) e o Nexo Técnico Epidemiológico (NTE) - Leonardo Bianchini Morais O Fator Acidentário Previdenciário (FAP) e o Nexo Técnico Epidemiológico (NTE) - Leonardo Bianchini Morais MORAIS, Leonardo Bianchini. O Fator Acidentário Previdenciário (FAP) e o Nexo Técnico Epidemiológico

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012 Publicada no DOE(Pa) de 14.08.12. Vide IN 16/12, que trata do registro eletrônico de documentos fiscais. Alterada pelas IN 17/12, 03/14, 23/14. Vide

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS

INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS INSS/FGTS/IRRF TABELA DE INCIDÊNCIAS Abonos de qualquer natureza Evento Descrição INSS FGTS IRRF Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença Laboral Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS O COMÉRCIO RESPONDE POR 12,7% DO PIB BRASILEIRO O COMÉRCIO VAREJISTA É RESPONSÁVEL POR 42% DO COMÉRCIO

Leia mais

alterações antes da execução de qualquer cálculo no SAP. Atenção especial deve ser dada a casos

alterações antes da execução de qualquer cálculo no SAP. Atenção especial deve ser dada a casos ALTERAÇÃO NAS TABELAS DE CALCULO PARA 2015 Considerando as alterações publicadas pelos órgãos competentes em relação às alíquotas e bases de cálculo do IRRF e INSS, novo valor do salário-mínimo e cotas

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 0 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 54 - Data 20 de fevereiro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: NORMAS GERAIS DE DIREITO TRIBUTÁRIO INDÚSTRIA DE CONFECÇÕES COM

Leia mais

IV REUNIÃO CIENTÍFICA APAMT IV REUNIÃO CIENTÍFICA APAMT IV REUNIÃO CIENTÍFICA APAMT Impacto Percentual do Adoecimento nos Custos da Folha de Pagamento Folha de Pagamento Líquido - 80,6% RAT - 3,00% FAP

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências

INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências INSS/FGTS/IRRF - TABELA DE INCIDÊNCIAS Tabela de incidências Evento Descrição INSS FGTS IRRF Abonos de qualquer natureza Acidente de Trabalho - Típico - Trajeto - Doença Laboral Acidente de Trabalho -

Leia mais

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011

Apoio às MPMEs. Sorocaba/SP. 30 de novembro de 2011 Apoio às MPMEs Sorocaba/SP 30 de novembro de 2011 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das desigualdades sociais e regionais Áreas de atuação Inovação Infra-estrutura

Leia mais

www.isegnet.com.br.com.br

www.isegnet.com.br.com.br RAT - Riscos Ambientais de Trabalho Periodicidade, Manutenção e Geração dos Demonstrativos LTCAT e o PPP Parecer Preliminar - Educativo (publicado na íntegra - 15 páginas) Introdução O objetivo das avaliações

Leia mais

VIDEOCONFERENCIA NACIONAL SESI-CNI FAP BONUS x MALUS

VIDEOCONFERENCIA NACIONAL SESI-CNI FAP BONUS x MALUS MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA PREVIDENCIA SOCIAL VIDEOCONFERENCIA NACIONAL SESI-CNI FAP BONUS x MALUS Proposta de Hoje DISCUTIR O FAP - FATOR ACIDENTARIO PREVIDENCIARIO PPP Perguntas Condutoras

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 39/2012-BNDES Rio de Janeiro, 05 de junho de 2012. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da

Leia mais

Gestão da Carga Tributária. Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015

Gestão da Carga Tributária. Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015 Gestão da Carga Tributária Clube de Empresários CIESP Leste 14/10/2015 Âmbitos: Federal Estadual Municipal Previdenciário e Trabalhista A Carga Tributária Brasileira Produção Normativa Nos últimos 25 anos,

Leia mais

Desoneração sobre folha de pagamento

Desoneração sobre folha de pagamento Desoneração sobre folha de pagamento Luciana Lupinucci Agosto/2015 Qual o conceito de contribuição patronal? Em regra, as empresas possuem os seguintes encargos previdenciários (INSS patronal), incidentes

Leia mais

Distrito Federal > Novembro/2015

Distrito Federal > Novembro/2015 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Distrito Federal

Leia mais

Previdência Social. Previdência Social

Previdência Social. Previdência Social Estímulo ao trabalho decente Novo SAT e novo FAP São Paulo, 14 de setembro de 2009 Legislação Ministério Constituição de 1988 - Art. 7º - Direitos Sociais: - XXII Redução dos riscos inerentes ao trabalho

Leia mais

RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014*

RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014* RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014* Estabelece parâmetros para o Licenciamento Ambiental das atividades de comércio atacadista e de confecção e fabricação de produtos têxteis. O SECRETÁRIO

Leia mais

NOTA TÉCNICA TERCEIRIZAÇÃO

NOTA TÉCNICA TERCEIRIZAÇÃO NOTA TÉCNICA TERCEIRIZAÇÃO Abril de 2015 1 Sumário Executivo O trabalho utiliza a mesma base de dados e metodologia que o elaborado pela CUT/DIEESE, ou seja, agregações de setores terceirizados e contratantes

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE www.departamentopessoalonline.com - 3 -

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE www.departamentopessoalonline.com - 3 - ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO...

Leia mais

E o pior temos ciência de empresas de consultoria que conseguiram este acesso junto a Previdência e estão "vendendo o serviço".

E o pior temos ciência de empresas de consultoria que conseguiram este acesso junto a Previdência e estão vendendo o serviço. Consultoria Virtual Pergunta Bom Dia! Sou representante da Empresa junto ao INSS - sistema de convenio. Entendendo que é um direito da empresa obter todo conhecimento necessário referente aos eventos previdenciários

Leia mais

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Robson Braga de Andrade Presidente

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Robson Braga de Andrade Presidente CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Robson Braga de Andrade Presidente DIRETORIA EXECUTIVA DIREX José Augusto Coelho Fernandes Diretor Carlos Eduardo Abijaodi Diretor de Operações Mônica Messenberg

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DAS EMPRESAS NA. Formas de Redução Marco Aurélio Carvalho Gomes

TRIBUTAÇÃO DAS EMPRESAS NA. Formas de Redução Marco Aurélio Carvalho Gomes TRIBUTAÇÃO DAS EMPRESAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL Formas de Redução Marco Aurélio Carvalho Gomes I Da Exclusão do ISSQN da Base de Cálculo do PIS/COFINS Conforme prescrito nas Leis Complementares nº`s 07/70

Leia mais

O QUE É A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO?

O QUE É A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO? O QUE É A DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO? É a substituição da contribuição previdenciária patronal de 20% sobre o salário de contribuição dos empregados, trabalhadores avulsos e contribuintes individuais.

Leia mais

Abril - 2015. Divulgado em 14 de maio de 2015.

Abril - 2015. Divulgado em 14 de maio de 2015. Abril - 2015 Divulgado em 14 de maio de 2015. VAREJO AMPLIADO CRESCE 1,1% EM ABRIL, APONTA ICVA Indicador considera a receita de vendas deflacionada pelo IPCA em comparação com abril de 2014; no índice

Leia mais

ARQUITETURA TRIBUTÁRIA DA LOGÍSTICA NO BRASIL DESAFIOS E OPORTUNIDADES. Alessandro Dessimoni

ARQUITETURA TRIBUTÁRIA DA LOGÍSTICA NO BRASIL DESAFIOS E OPORTUNIDADES. Alessandro Dessimoni ARQUITETURA TRIBUTÁRIA DA LOGÍSTICA NO BRASIL DESAFIOS E OPORTUNIDADES Alessandro Dessimoni Temas abordados 1. CENÁRIO ATUAL DA TRIBUTAÇÃO NO BRASIL; 2. ENTRAVES E PROBLEMAS DO SISTEMA TRIBUTÁRIO RELACIONADOS

Leia mais

ACIDENTES DO TRABALHO. Caracterização administrativa e repercussões previdenciárias e trabalhistas. Cláudia Salles Vilela Vianna claudia@vvf.adv.

ACIDENTES DO TRABALHO. Caracterização administrativa e repercussões previdenciárias e trabalhistas. Cláudia Salles Vilela Vianna claudia@vvf.adv. ACIDENTES DO TRABALHO Caracterização administrativa e repercussões previdenciárias e trabalhistas Cláudia Salles Vilela Vianna claudia@vvf.adv.br Acidente do Trabalho Lei 8.213/91, art. 19: Ocorre pelo

Leia mais

27 A Desoneração da Folha de Pagamento

27 A Desoneração da Folha de Pagamento Caros alunos, disponibilizo para vocês o capítulo do meu livro Curso Prático de Direito Previdenciário, Editora JusPodivm, sobre a desoneração da folha de pagamento.. Bons estudos! Ivan Kertzman 27 A Desoneração

Leia mais

GESTÃO DO NTEP E DO FAP NA ÁREA DA SAÚDE

GESTÃO DO NTEP E DO FAP NA ÁREA DA SAÚDE GESTÃO DO NTEP E DO FAP NA ÁREA DA SAÚDE 3ª JORNADA DE SAÚDE OCUPACIONAL EM HOSPITAS E DEMAIS SERVIÇOS DE SAÚDE FAP - Fator Acidentário de Prevenção NTEP - Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário Nexo

Leia mais

FAP E NTEP: ATUALIZANDO.

FAP E NTEP: ATUALIZANDO. FAP E NTEP: ATUALIZANDO. Dr. Airton Kwitko: kwitko@seguir.com.br Publicado no DOU de 13.02.2007, o Decreto nº 6042 de 12.02.2007 alterou o Regulamento da Previdência Social (Dec. 3048/99), disciplinando

Leia mais

Conceitos. Empreendedor M E T O D O L O G I A. Atividade Empreendedora. Empreendedorismo. * Fonte: OCDE

Conceitos. Empreendedor M E T O D O L O G I A. Atividade Empreendedora. Empreendedorismo. * Fonte: OCDE METODOLOGIA M E T O D O L O G I A Conceitos Empreendedor Atividade Empreendedora Empreendedorismo * Fonte: OCDE M E T O D O L O G I A Conceitos Empreendedor Indivíduo que tenciona gerar valor através da

Leia mais

Desoneração da Folha de Pagamento Estimativa de Renúncia e Metodologia de Cálculo.

Desoneração da Folha de Pagamento Estimativa de Renúncia e Metodologia de Cálculo. SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Carlos Alberto Freitas Barreto CHEFE DO CENTRO DE ESTUDOS TRIBUTÁRIOS E ADUANEIROS Claudemir Rodrigues Malaquias COORDENADOR DE PREVISÃO E ANÁLISE Raimundo Eloi

Leia mais

Ministério da Previdência Social Secretaria de Políticas de Previdência Social Departamento de Políticas de Saúde e Segurança Ocupacional

Ministério da Previdência Social Secretaria de Políticas de Previdência Social Departamento de Políticas de Saúde e Segurança Ocupacional Nexo Técnico T Epidemiológico Previdenciário rio NTEP Preâmbulo: 1)Vocabulário adequado 2) Autoria do material 3) Perguntas difíceis 4) Cumprimento do tempo Antecipando : 1) Não discutiremos casos pontuais

Leia mais

imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT

imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT O que é CF-e-SAT? O SAT-CF-e (Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos) tem por objetivo documentar, de forma eletrônica, as operações comerciais

Leia mais

imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT

imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT imagem ilustrativa Cartilha DIMEP D-SAT O que é CF-e-SAT? O SAT-CF-e (Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos) tem por objetivo documentar, de forma eletrônica, as operações comerciais

Leia mais

NOTAS FISCAL PAULISTA

NOTAS FISCAL PAULISTA NOTAS FISCAL PAULISTA 1. O que é Nota Fiscal Paulista? É um projeto de estimulo à cidadania fiscal no Estado de São Paulo, que tem por objetivo estimular os consumidores a exigirem a entrega do documento

Leia mais

ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118)

ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118) ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118) Nota: A redação atual do Anexo 96 foi dada pela Alteração nº 84 (Decreto nº 10.223, de 02/02/07,

Leia mais

Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos Clientes Localização

Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos Clientes Localização 1º FORUM LISTER DE SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO GESTÃO DE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO Antônio Sampaio Diretor Técnico INTRODUÇÃO Institucional Serviços Especialidades Laboratórios Conveniados Treinamentos

Leia mais

CARGA TRIBUTÁRIA SOBRE OS SERVIÇOS E OS EFEITOS MACROECONÔMICOS DA SUBSTITUIÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO PATRONAL AO INSS POR UMA CMF

CARGA TRIBUTÁRIA SOBRE OS SERVIÇOS E OS EFEITOS MACROECONÔMICOS DA SUBSTITUIÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO PATRONAL AO INSS POR UMA CMF CARGA TRIBUTÁRIA SOBRE OS SERVIÇOS E OS EFEITOS MACROECONÔMICOS DA SUBSTITUIÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO PATRONAL AO INSS POR UMA CMF CNS/FESESP RELATÓRIO - ANO 2004 São Paulo, 4 de setembro de 2007 EQUIPE Diretor

Leia mais

Uma rápida abordagem sobre os riscos e soluções, visando estimular a tomada de decisões.

Uma rápida abordagem sobre os riscos e soluções, visando estimular a tomada de decisões. A CONSTRUÇÃO CIVIL FRENTE AOS DESAFIOS DO TRABALHISMO BRASILEIRO Uma rápida abordagem sobre os riscos e soluções, visando estimular a tomada de decisões. evento: Por Marcos Alencar ROTEIRO QUE IREMOS SEGUIR

Leia mais

Marcelo Fernandez CEAGESP 14/08/2009

Marcelo Fernandez CEAGESP 14/08/2009 Projeto Nota Fiscal Eletrônica Marcelo Fernandez CEAGESP 14/08/2009 Agenda Conceitos da NF-e Histórico Modelo Operacional Cancelamento Contingência Consulta Legislação Massificação da NF-e Obrigatoriedade

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 167 - Data 25 de junho de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: SIMPLES NACIONAL SIMPLES NACIONAL. SERVIÇO DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL SRF

SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL SRF SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL SRF INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 539 DE 25 /04 /2005 Altera a Instrução Normativa SRF nº 480, de 15 de dezembro de 2004, que dispõe sobre a retenção de tributos e contribuições

Leia mais

SAT, NTEP E FAP. Decreto Nº 6.042: NTEP & FAP - Como se Preparar e Atuar Frente à Nova Legislação

SAT, NTEP E FAP. Decreto Nº 6.042: NTEP & FAP - Como se Preparar e Atuar Frente à Nova Legislação SAT, NTEP E FAP Decreto Nº 6.042: NTEP & FAP - Como se Preparar e Atuar Frente à Nova Legislação SAT, NTEP E FAP Airton Kwitko: Médico. Consultor de Empresas. Colunista da Revista CIPA (Coluna "O Ruído

Leia mais

FAP-RAT-NTEP EFEITOS NA GESTÃO EMPRESARIAL

FAP-RAT-NTEP EFEITOS NA GESTÃO EMPRESARIAL FAP-RAT-NTEP EFEITOS NA GESTÃO EMPRESARIAL 2 FAP-RAT-NTEP EFEITOS NA GESTÃO EMPRESARIAL Carta do Presidente Benjamin Steinbruch As crescentes dificuldades e as barreiras enfrentadas pelo setor produtivo

Leia mais

Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo

Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo 25/08/08 OBJETIVO Incentivar os adquirentes de mercadorias, bens e serviços de transporte interestadual e intermunicipal a exigir do fornecedor

Leia mais

GRANDES NÚMEROS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

GRANDES NÚMEROS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL uytyy APRESENTAÇÃO O Boletim Estatístico Regional da Previdência Social é uma publicação trimestral, a partir dessa edição, da Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência

Leia mais

SEÇÃO II DAS VEDAÇOES AO INGRESSO AO SIMPLES NACIONAL DAS ATIVIDADES PERMITIDAS A ADESÃO AO SIMPLES NACIONAL

SEÇÃO II DAS VEDAÇOES AO INGRESSO AO SIMPLES NACIONAL DAS ATIVIDADES PERMITIDAS A ADESÃO AO SIMPLES NACIONAL SEÇÃO II DAS VEDAÇOES AO INGRESSO AO NACIONAL DAS ATIVIDADES PERMITIDAS A ADESÃO AO NACIONAL ART. 17 Parágrafo 1º - As vedações relativas a exercício das atividades previstas no caput não se aplica as

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Dados complementares para composição dos custos referente à mãodeobra 1.742,57 Supervisor Administrativo (Protocolo e Diretoria 1 Salário 100,00% 1.742,57 2 Hora Extra 3 Adicional noturno 4 Adicionais

Leia mais

esocial e as boas práticas de Segurança e Saúde do Trabalho

esocial e as boas práticas de Segurança e Saúde do Trabalho CURSO esocial e as boas práticas de Segurança e Saúde do Trabalho Orientador Rogério Andrade Henriques Advogado, especialista em Direito do Trabalho e Previdenciário, instrutor de cursos empresariais na

Leia mais

LTCAT Laudo Técnico de Condições do Ambiente de Trabalho

LTCAT Laudo Técnico de Condições do Ambiente de Trabalho LTCAT Laudo Técnico de Condições do Ambiente de Trabalho VIGÊNCIA: MAIO DE 2015 à MAIO DE 2016. Empresa: LOIO SORVETES LTDA (MATRIZ) Responsável Técnico: REGINALDO BESERRA ALVES Eng de Segurança no Trabalho

Leia mais

Seminário Mensal do Departamento Pessoal 11 de Outubro de 2013. Fábio A. Gomes Fábio Momberg Luciana E. Buganza

Seminário Mensal do Departamento Pessoal 11 de Outubro de 2013. Fábio A. Gomes Fábio Momberg Luciana E. Buganza Seminário Mensal do Departamento Pessoal Apresentação: Érica Nakamura Fábio A. Gomes Fábio Momberg Luciana E. Buganza esocial Informações que devem ser apresentadas Ato Declaratório Executivo (RFB) n 5

Leia mais

Relatório Trabalhista

Relatório Trabalhista Rotinas de Pessoal & Recursos Humanos www.sato.adm.br - sato@sato.adm.br - fone (11) 4742-6674 Desde 1987 Legislação Consultoria Assessoria Informativos Treinamento Auditoria Pesquisa Qualidade Relatório

Leia mais