O USO DO CRÉDITO NAS COMPRAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O USO DO CRÉDITO NAS COMPRAS"

Transcrição

1 O USO DO CRÉDITO NAS COMPRAS Maio 2016

2 O USO DO CRÉDITO NAS COMPRAS 35,0% 31,3% 22,5% Dizem que o crédito é uma ajuda em momentos difíceis Falam em uma forma de viabilizar necessidades de compra rapidamente, sem precisar juntar o dinheiro para comprar Mencionam a alegria, pois só assim podem comprar as coisas que precisam sem ter o dinheiro disponível Formas de pagamento preferidas para compras e despesas: 42,6% 25,1% 15,2% Dinheiro Cartão de débito Cartão de crédito em duas ou mais parcelas Ao receberem ligações de bancos, lojas ou financeiras oferecendo mais cartões, aumento do limite do cheque especial ou crédito extra, 36,3% escutam a proposta e avaliam de acordo com o seu orçamento Estabelecimentos que mais facilitam o crédito, estimulando a compra: Produtos que desejam comprar de forma parcelada em 2016: 23,8% Roupas 21,4% Calçados 15,9% Celular/ smartphone 26,5% Lojas virtuais 21,8% Lojas de departamento 13,3% Lojas de rua ,3% Eletrodomésticos 19,7% Não pretendem realizar compras parceladas em ,9% avaliam que as taxas de juros cobradas em empréstimos, rotativo do cartão de crédito e cheque especial estão maiores do que em ,3% acreditam que está mais difícil conseguir crédito em 2016, na comparação com ,1% admitem não saber qual é a diferença de valor entre um item adquirido em prestações e outro comprado à vista 51,3% Garantem que no mês anterior à pesquisa receberam oferta de descontos para pagar as compras à vista, em dinheiro 50,1% Afirmam dificuldade por parte das lojas para aceitar algumas formas de pagamento, principalmente no caso do cheque pré-datado (27,4%) e do crediário (22,5%) No momento em que encontra esse tipo de obstáculo, a maior parte compra à vista (32,5%). 27,1% desistem da compra e 21,5% tentam outra modalidade de compra parcelada 62,4% alteraram a forma de agir em relação aos meios de pagamento nos últimos 3 meses: 26,2% evitam a compra por cartão de crédito parcelado, 19,3% com o cheque pré-datado e 19,1% com o cartão de crédito à vista

3 INTRODUÇÃO Três em cada dez brasileiros recorrem ao parcelamento no cartão de crédito para pagar despesas e compras Comprar aquilo que precisam e pagar à vista ainda é o desejo da maioria dos brasileiros, mas poder contar com as facilidades do crédito também é muito importante, não apenas para poder concretizar desejos de consumo, mas também para lidar com os gastos e os imprevistos do cotidiano. A pesquisa O Uso do crédito nas compras, conduzida pela SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), busca compreender as diversas representações do crédito na vida dos brasileiros. São investigados os aspectos positivos e negativos associados a ele, assim como os hábitos de consumo e o processo decisório dos consumidores em relação ao uso das diversas modalidades de crédito existentes no momento da compra. O estudo também estabelece quais são as modalidades de parcelamento preferidas, a média de prestações a pagar nos próximos meses e os produtos mais comumente adquiridos desta forma, além da percepção dos brasileiros sobre o custo e o acesso ao crédito em 2016, na comparação com o ano passado. 3

4 Brasileiro vê crédito como ajuda em tempos difíceis e meio de viabilizar compras De modo geral, a maior parte dos consumidores brasileiros vê o crédito como um aliado, associando-o a aspectos positivos: seja como ponte para viabilizar a realização de desejos de consumo, seja para auxiliá-lo a superar situações desfavoráveis: 35,0% argumentam que o crédito é uma ajuda em momentos difíceis (aumentando para 42,1% entre as mulheres), enquanto 31,3% falam em uma forma de viabilizar necessidades de compra rapidamente, sem precisar juntar o dinheiro para comprar e 22,5% mencionam a alegria, pois só assim podem comprar as coisas que precisam sem ter o dinheiro disponível (aumentando para 29,1% entre os homens). Em contrapartida, uma pequena parte dos respondentes relaciona o crédito a algo prejudicial: 5,7% da amostra citam o descontrole, pois gastam mais do que deveriam (aumentando para 10,0% entre aqueles com idade entre 18 e 34 anos). A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, lembra que o crédito faz do consumo um ato instantâneo, exigindo cuidado por parte do consumidor, a fim de não gerar problemas financeiros: O crédito possibilita a realização imediata do desejo de compra, o que é algo positivo, desde que o consumidor aja com sabedoria e esteja consciente de suas limitações orçamentárias. Do contrário, o perigo é exagerar nas despesas, endividar-se e ficar inadimplente. Ainda que o crédito seja visto predominantemente como algo positivo, a maior parte dos entrevistados entende que é preciso tomar cuidado com os gastos em excesso: ao receberem ligações de bancos, lojas ou financeiras oferecendo mais cartões, aumento do limite do cheque especial ou crédito extra, 42,7% nem escutam a proposta, pois sabem que o orçamento não permite mais gastos - principalmente as mulheres (52,6%). Por outro lado, 36,3% escutam a proposta e avaliam de acordo com o seu orçamento (aumentando para 44,3% entre os homens), enquanto 8,9% escutam a proposta e avaliam de acordo com a vontade de fazer mais compras. 4

5 30% fazem uso do crédito para pagar compras e despesas Praticamente três em cada dez consumidores ouvidos (28,6%) costumam pagar compras e despesas com o cartão de crédito, na maioria das vezes seja em uma parcela (13,4%) ou em duas ou mais prestações (15,2%). Em contrapartida, quatro em cada dez (42,6%) preferem pagar em dinheiro, sobretudo entre os pertencentes às Classes C/D/E (47,3%), aqueles com idade entre 18 e 34 anos (58,8%) e os que residem no interior (47,5%, contra 35,8% na capital). Em seguida é mencionado o cartão de débito (25,1%, aumentando para 41,6% entre os mais velhos com 55 anos ou mais e 34,6% entre os que moram na capital). Possibilidade de pagar à vista ou a prazo: 44,2% 20,1% 13,5% Optam pelo valor à vista, desde que a diferença do preço seja muito inferior ao parcelado Se a diferença do preço à vista não for muito menor ao do parcelado, preferem dividir para poder comprar mais coisas se necessário Analisam apenas o valor das parcelas do pagamento parcelado e verificam se têm condições de pagar No momento em que defrontam com a possibilidade de pagar à vista ou a prazo, quatro em cada dez entrevistados (44,2%) dizem optar pelo valor à vista, desde que a diferença seja muito inferior ao parcelado, principalmente entre os pertencentes à Classe A/B (53,3%). Ao mesmo tempo, 20,1% garantem que se a diferença do preço à vista não for muito menor ao do parcelado, preferem dividir para poder comprar mais coisas se necessário, enquanto 13,5% analisam apenas o valor das parcelas do pagamento parcelado e verificam se têm condições de pagar, principalmente os pertencentes das classes C/D/E (15,0%). O educador financeiro do SPC Brasil e do Portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli, lembra que a compra à vista deve ser sempre a primeira opção entre os consumidores: O ideal é pagar sempre à vista, evitando ao máximo o endividamento, ainda mais quando a compra for de valores mais baixos e houver desconto sobre o preço inicial. Mas sabemos que muitos consumidores não possuem recursos para pagar integralmente por aquilo que estão adquirindo, ainda mais quando se trata de um item mais caro. Neste caso, é preciso que a pessoa verifique se o valor da dívida é compatível com seu orçamento mensal, ou seja: não adianta saber somente se a parcela cabe no bolso, o que importar é avaliar o impacto total que o compromisso assumido provocará nas finanças. Além disso, é preciso controlar as compras parceladas, não deixando que elas venham a desequilibrar o orçamento. 5

6 Cartão de crédito é modalidade de parcelamento preferida. Maior parte dos entrevistados acredita que o acesso ao crédito está mais difícil em 2016 Considerando apenas os consumidores que pretendem adquirir algum produto de forma parcelada no próximo mês, sete em cada dez (72,2%) mencionam o cartão de crédito como a principal modalidade de crédito escolhida, sendo que na sequência, e com grande distância em relação ao primeiro colocado, são mencionados o crediário/carnê (11,9%) e o cartão de lojas (8,3%). No momento de definir a quantidade de prestações a pagar, as opiniões estão bastante divididas: 37,1% optam pelo menor número possível de parcelas (aumentando para 46,1% entre os homens e 46,3% entre os que residem nas capitais), enquanto 33,4% escolhem o número máximo de parcelas sem juros, independente do valor da compra (aumentando para 39,8% entre as mulheres e 37,3% entre os moradores do interior) e 25,3% dizem que quanto maior o valor da compra, maior o número de parcelas pedidas. No mês anterior à pesquisa, os respondentes que se recordam do número total de prestações/parcelamentos de compras que foram pagos, quitaram em média três parcelas, com resultados mais expressivos observados entre os pertencentes à Classe A/B (3,7), de 35 a 54 anos (3,6) e residentes do interior (3,4). Além disso, aqueles que se recordam afirmam que precisarão de quase seis meses, em média (5,5), para quitar todas as dívidas feitas em parcelamentos. Todavia, vale destacar que 30,5% disseram não saber ou preferiram não responder a essa pergunta. Os entrevistados que se recordam do número de prestações pendentes precisarão de quase seis meses, em média (5,5), para quitar todas as dívidas feitas 6

7 47,3% acreditam que está mais difícil conseguir crédito em 2016, na comparação com o ano passado 65,9% avaliam que as taxas de juros cobradas em empréstimos, rotativo do cartão de crédito e cheque especial estão maiores A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, alerta sobre os riscos da falta de controle sobre as compras parceladas: O fato de ignorar quantas prestações foram pagas demonstra que o consumidor não está organizando suas finanças adequadamente, o que aumenta bastante o risco de inadimplência. É fundamental manter informações atualizadas sobre as dívidas assumidas, de forma que o consumidor saiba dizer exatamente qual é o percentual de suas receitas que já está comprometido. Considerando o acesso e o custo do crédito, percebe-se que boa parte dos consumidores já sente os efeitos do desempenho ruim da economia brasileira, desde o ano passado. Com a deterioração da conjuntura econômica, os bancos tomam medidas extras de precaução e se tornam ainda mais seletivos para as concessões. Nesse sentido, a pesquisa indica que 47,3% dos respondentes acreditam que está mais difícil conseguir crédito em 2016, na comparação com o ano passado principalmente os homens (55,3%), os que pertencem à Classe A/B (55,9%) e os residentes do interior (50,5%) enquanto 30,5% julgam que o acesso permanece igual e 14,0% dizem que está mais fácil. Ao mesmo tempo, 65,9% dos entrevistados avaliam que as taxas de juros cobradas em empréstimos, rotativo do cartão de crédito e cheque especial estão maiores do que em 2015 sobretudo os homens (70,2%), os pertencentes à Classe A/B (76,8%) e os que residem na capital (71,4%). 7

8 34% não sabem diferenciar o valor total de itens comprados parcelados dos à vista. Facilidade do crédito leva 39% às compras não planejadas A pesquisa mostra que nem sempre o consumidor consegue avaliar adequadamente qual é a diferença de valor entre um item adquirido em prestações e outro comprado à vista: três em cada quatro 34,1% admitem essa dificuldade, enquanto 65,9% garantem saber a diferença. O educador financeiro do SPC Brasil e do Portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli, lembra que essa é uma informação fundamental para a condução das finanças pessoais: Quando o consumidor não tem conhecimento para avaliar as possíveis vantagens da compra à vista e compará-las com as condições do parcelamento ele pode acabar fazendo um mau negócio, em decorrência do pagamento de juros desnecessários. É importante que ele sempre contabilize as taxas de juros das prestações, a fim de saber exatamente qual será o valor final da compra parcelada para, então, entender que modalidade vale mais à pena. A maioria dos entrevistados (53,4%) afirma que não compraram mais do que o planejado por conta da facilidade de crédito. Por outro lado, 20,7% adquiriram roupas (aumentando para 27,2% entre as mulheres e 28,2% entre os mais jovens) e 7,8% mencionam a compra de calçados (aumentando para 10,7% entre as mulheres). Na opinião da maior parte dos entrevistados, os estabelecimentos que mais facilitam o crédito, estimulando a compra, são as lojas virtuais (26,5%), sobretudo entre os respondentes de 35 a 54 anos (37,4%) e os residentes do interior (32,0%). Em seguida são mencionadas as lojas de departamento (21,8%, aumentando para 26,2% entre as mulheres) e as lojas de rua (13,3%, aumentando para 14,9% na Classe C/D/E, 19,1% entre os mais jovens e 16,0% no interior). Quando o consumidor não tem conhecimento para avaliar as possíveis vantagens da compra à vista e compará-las com as condições do parcelamento ele pode acabar fazendo um mau negócio, em decorrência do pagamento de juros desnecessários 8

9 Roupas e calçados lideram intenção de compras parceladas ao longo de ,7% garantem que não pretendem realizar compras parceladas em 2016 Com exceção dos mantimentos, os itens que os consumidores mais pretendem adquirir no próximo mês, independente da forma de pagamento, são roupas (31,8%, aumentando para 37,5% entre as mulheres, 34,0% entre os pertencentes à Classe C/D/E e 42,6% entre os mais jovens) e calçados (25,2%). Vale observar que um em cada cinco consumidores ouvidos (20,5%) não pretende comprar nada. No que diz respeito às compras parceladas a serem feitas no próximo mês, a pesquisa indica que os mesmos produtos mantêm a liderança: 22,4% para as roupas (aumentando para 30,7% entre as mulheres e nas classes C/D/E) e 17,2% para os calçados (aumentando para 22,1% entre os que residem no interior). Completando esta lista estão itens de maior valor, como móveis para casa (10,2%), eletrodomésticos (8,0%) e celular/ smartphone (7,9%). Finalmente, ao responderem sobre os produtos que desejam comprar de forma parcelada em 2016, observase que não há mudanças nas primeiras posições: 23,8% para as roupas (aumentando para 27,5% entre as mulheres) e 21,4% para os calçados, seguidos de celular/smartphone (15,9%) e eletrodomésticos (13,3%). Itens de consumo mais citados dentre aqueles que não puderam ser adquiridos em 2015 e ficaram para 2016: 13,3% Automóvel/moto 12,8% Eletrodomésticos 12,7% Computador/notebook Em contrapartida, 19,7% garantem que não pretendem realizar compras parceladas em 2016, sobretudo as mulheres (22,9%). No caso dessas pessoas, a escolha pode estar relacionada ao cenário econômico ruim, sobretudo em relação à queda nos níveis de emprego, alta dos preços e diminuição do poder de compra. A esse respeito, percebe-se que os itens de consumo mais citados - dentre aqueles que não puderam ser adquiridos em 2015 e ficaram para este ano - estão o automóvel/moto (13,3%), os eletrodomésticos (12,8%) e o computador/notebook (12,7%). Ao mesmo tempo, 18,3% afirmam que não tinham planos de realizar sonhos de consumo em 2015 principalmente os pertencentes à Classe A/B (24,5%) e aqueles com 55 anos ou mais (25,9%). 9

10 No mês anterior à pesquisa, 51% receberam oferta de descontos para pagar as compras à vista, em dinheiro A maioria dos consumidores ouvidos (51,3%) garante que no mês anterior à pesquisa recebeu oferta de descontos para pagar as compras à vista, em dinheiro, principalmente os homens (55,2%). Além disso, uma proporção similar (51,1%) afirma que tem sentido dificuldade por parte das lojas para aceitar algumas formas de pagamento, principalmente no caso do cheque pré-datado (27,4%) e do crediário (22,5%). No momento em que encontram esse tipo de obstáculo, os consumidores ficam divididos: a maior parte resolve comprar à vista (32,5%, aumentando para 35,9% na Classe C/D/E), enquanto 27,1% acabam desistindo da compra (aumentando para 37,7% na Classe A/B) e 21,5% tentam outra modalidade de compra parcelada. 50,1% afirmam que têm sentido dificuldade por parte das lojas para aceitar algumas formas de pagamento, principalmente no caso do cheque pré-datado e do crediário No mês anterior ao levantamento, um em cada cinco consumidores ouvidos (21,9%) teve o crédito negado em alguma loja onde geralmente compra, principalmente em razão da inadimplência/nome inserido em entidades de proteção ao crédito (5,6%), crédito excedido (5,6%) e falta de comprovação de renda (5,2%). Os sentimentos mais associados a essa situação, por sua vez, são o constrangimento (34,5%), a chateação (24,9%) e a humilhação (10,0%). Considerando os últimos três meses, a pesquisa indica que parte dos consumidores (62,4%) alterou a forma de agir em relação aos meios de pagamento: 26,2% têm evitado a compra por cartão de crédito parcelado, sendo que 19,3% fizeram o mesmo com o cheque pré-datado, ambas atitudes mais presente entre os homens; e o cartão de crédito à vista (19,1% - principalmente entre os mais jovens e os pertencentes as classes C/D/E). Por outro lado, três em cada quatro entrevistados garante que não mudaram o comportamento (34,9%), sobretudo as mulheres. Os dados da pesquisa exemplificam o que os dados oficiais a respeito de crédito têm mostrado de forma recorrente. O Banco Central, por exemplo, mostra que as concessões de crédito para a pessoa física já caem a uma taxa de 1,6% no acumulado em 12 meses até março. Tal cenário reflete o maior risco de inadimplência, fazendo com que as instituições que oferecem financiamentos apertem as condições para concessão, dificultando o acesso do consumidor. Também reflexo disso, é a taxa de juros que não para de crescer nas modalidades de crédito em geral. Neste caso o destaque mais expressivo é o cartão de crédito, cujas taxas de juros já se aproxima dos 450% ao ano. 10

11 CONCLUSÕES 35,0% dizem que o crédito é uma ajuda em momentos difíceis, enquanto 31,3% falam em uma forma de viabilizar necessidades de compra rapidamente, sem precisar juntar o dinheiro para comprar e 22,5% mencionam a alegria, pois só assim podem comprar as coisas que precisam sem ter o dinheiro disponível. 5,7% da amostra citam o descontrole ao falar do significado do crédito, pois gastam mais do que deveriam. Ao receberem ligações de bancos, lojas ou financeiras oferecendo mais cartões, aumento do limite do cheque especial ou crédito extra, 42,7% nem escutam a proposta, pois sabem que o orçamento não permite mais gastos. 36,3% escutam a proposta e avaliam de acordo com o seu orçamento, enquanto 8,9% escutam a proposta e avaliam de acordo com a vontade de fazer mais compras. Quatro em cada dez consumidores (42,6%) preferem pagar suas compras e despesas em dinheiro. Em seguida são mencionados o cartão de débito (25,1%) e o cartão de crédito em duas ou mais parcelas (15,2%). No momento em que defrontam com a possibilidade de pagar à vista ou a prazo, quatro em cada dez entrevistados (44,2%) dizem optar pelo valor à vista, desde que a diferença seja muito inferior ao parcelado. 20,1% garantem que se a diferença do preço à vista não for muito menor ao do parcelado, preferem dividir para poder comprar mais coisas se necessário, enquanto 13,5% analisam apenas o valor das parcelas do pagamento parcelado e verificam se têm condições de pagar. Considerando os consumidores que pretendem adquirir algum produto de forma parcelada no próximo mês, sete em cada dez (72,2%) mencionam o cartão de crédito como meio escolhido; também são mencionados o crediário/carnê (11,9%) e o cartão de lojas (8,3%). No momento de definir a quantidade de prestações a pagar, 37,1% optam pelo menor número possível de parcelas, enquanto 33,4% escolhem o número máximo de parcelas sem juros, independente do valor da compra e 25,3% dizem que quanto maior o valor da compra, maior o número de parcelas pedidas. No mês anterior à pesquisa os respondentes que se recordam de quantas prestações foram pagas, quitaram, em média, três parcelas/prestações de compras feitas. Aqueles que se recordam afirmam que precisarão de quase seis meses, em média (5,5), para quitar todas as dívidas feitas em parcelamentos. 39,9% disseram não saber ou preferiram não responder a essa pergunta. Seis em cada dez entrevistados (65,9%) avaliam que as taxas de juros cobradas em empréstimos, rotativo do cartão de crédito e cheque especial estão maiores do que em ,3% acreditam que está mais difícil conseguir crédito em 2016, na comparação com o ano passado. 30,5% julgam que o acesso permanece igual e 14,0% dizem que está mais fácil. 11

12 Nem sempre o consumidor consegue avaliar adequadamente qual é a diferença de valor entre um item adquirido em prestações e outro comprado à vista: três em cada quatro 34,1% admitem essa dificuldade, enquanto 65,9% garantem saber a diferença. 53,4% garantem que não compraram nada de que não precisassem no mês anterior à pesquisa. Dentre os que cederam ao consumo impulsivo, 20,7% adquiriram roupas e 7,8% mencionam a compra de calçados. Com exceção dos mantimentos, os itens que os consumidores mais pretendem adquirir no próximo mês, independente da forma de pagamento, são roupas (31,8%) e calçados (25,2%). Um em cada cinco consumidores ouvidos (20,5%) não pretende comprar nada. Compras parceladas a ser feitas no próximo mês: 22,4% mencionam as roupas e 17,2% os calçados. Completando esta lista estão itens de maior valor, como móveis para casa (10,2%), eletrodomésticos (8,0%) e celular/smartphone (7,9%). Produtos que desejam comprar de forma parcelada em 2016: 23,8% mencionam as roupas e 21,4% os calçados, seguidos de celular/smartphone (15,9%) e eletrodomésticos (13,3%). 19,7% garantem que não pretendem realizar compras parceladas em Os itens de consumo mais citados dentre aqueles que não puderam ser adquiridos em 2015 e ficaram para este ano estão o automóvel/moto (13,3%), os eletrodomésticos (12,8%) e o computador/notebook (12,8%). 18,3% afirmam que nenhum sonho de consumo precisou ser adiado em Os estabelecimentos que mais facilitam o crédito, estimulando a compra, são as lojas virtuais (26,5%). Em seguida são mencionadas as lojas de departamento (21,8%) e as lojas de rua (13,3%). 51,3% garantem que no mês anterior à pesquisa receberam oferta de descontos para pagar as compras à vista, em dinheiro. Com similar proporção, 51,1% afirmam que tem sentido dificuldade por parte das lojas para aceitar algumas formas de pagamento, principalmente no caso do cheque pré-datado (27,4%) e do crediário (22,5%). No momento em que encontra esse tipo de obstáculo, a maior parte resolve comprar à vista (32,5%), enquanto 27,1% acabam desistindo da compra e 21,5% tentam outra modalidade de compra parcelada. No mês anterior ao levantamento, um em cada cinco consumidores ouvidos (21,9%) teve o crédito negado em alguma loja onde geralmente compra, principalmente em razão da inadimplência/nome inserido em entidades de proteção ao crédito (5,6%), crédito excedido (5,6%) e falta de comprovação de renda (5,2%). Os sentimentos mais associados a essa situação são o constrangimento (34,5%), a chateação (24,9%) e a humilhação (10,0%). Considerando os últimos três meses, 62,4% alteraram a forma de agir em relação aos meios de pagamento: 26,2% têm evitado a compra por cartão de crédito parcelado, sendo que 19,3% fizeram o mesmo com o cheque pré-datado e o cartão de crédito à vista (19,1%). Três em cada quatro (34,9%) entrevistados garantem que não mudaram o comportamento. 12

13 METODOLOGIA Público-alvo: Consumidores de todas as regiões brasileiras, homens e mulheres, com idade igual ou maior a 18 anos, de todas as classes econômicas. Os dados foram pós-ponderados para ficarem representativos do universo estudado. Método de coleta: pesquisa realizada pela web. Tamanho amostral da Pesquisa: 674 casos, gerando margem de erro no geral de 3,8 p.p para um intervalo de confiança a 95%. Data de coleta dos dados: segunda quinzena de março de

14

Consumidor escolhe modalidade de crédito considerando a menor taxa de juros disponível

Consumidor escolhe modalidade de crédito considerando a menor taxa de juros disponível Uso do Crédito 2015 Uso do Crédito 2015 Introdução A pesquisa Modalidades do Crédito, conduzida pelo SPC Brasil e Meu Bolso Feliz, busca compreender de que maneira ocorre o processo de escolha entre as

Leia mais

CENÁRIO DO EMPRÉSTIMO NO BRASIL: Aquisição, Finalidade e Critérios de Escolha

CENÁRIO DO EMPRÉSTIMO NO BRASIL: Aquisição, Finalidade e Critérios de Escolha CENÁRIO DO EMPRÉSTIMO NO BRASIL: Aquisição, Finalidade e Critérios de Escolha Maio 2016 Três em cada dez brasileiros possuem empréstimo de bancos e financeiras O empréstimo pode ser um meio eficiente para

Leia mais

HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL

HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL HABILIDADES FINANCEIRAS E RESTRIÇÕES AO CONSUMO DOS INADIMPLENTES NO BRASIL Setembro 2016 INTRODUÇÃO Boa parte dos inadimplentes não tem conhecimento de aspectos importantes da sua situação financeira.

Leia mais

CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017

CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017 CRÉDITO PARA NEGATIVADOS MARÇO 2017 APENAS 55% DOS NEGATIVADOS PESQUISAM TAXAS DE JUROS E DEMAIS CARACTERÍSTICAS DAS LINHAS DE CRÉDITO ANTES DE OPTAR PELO EMPRÉSTIMO Para quem está endividado e não tem

Leia mais

O Financiamento no Brasil

O Financiamento no Brasil O Financiamento no Brasil Aquisição da casa própria e do automóvel são as principais finalidades dos financiamentos Adquirir um automóvel ou a casa própria, para a grande maioria dos brasileiros, é um

Leia mais

USO DO NOME DE TERCEIROS JUNHO 2017

USO DO NOME DE TERCEIROS JUNHO 2017 USO DO NOME DE TERCEIROS JUNHO 2017 QUATRO EM CADA DEZ CONSUMIDORES JÁ FIZERAM COMPRAS A CRÉDITO UTILIZANDO O NOME DE TERCEIROS. IMPREVISTOS E NOME SUJO SÃO JUSTIFICATIVAS MAIS CITADAS Todo consumidor

Leia mais

USO DO CHEQUE ESPECIAL JULHO 2017

USO DO CHEQUE ESPECIAL JULHO 2017 USO DO CHEQUE ESPECIAL JULHO 2017 USO DO CHEQUE ESPECIAL 26% 37% Possuem cheque especial disponível para uso no banco Fazem uso ao menos três vezes por ano Principais motivos para utilizar: 31% Imprevistos

Leia mais

57% dos usuários de cartão de crédito não fazem controle efetivo dos gastos, aponta estudo do SPC Brasil e CNDL

57% dos usuários de cartão de crédito não fazem controle efetivo dos gastos, aponta estudo do SPC Brasil e CNDL 57% dos usuários de cartão de crédito não fazem controle efetivo dos gastos, aponta estudo do SPC Brasil e CNDL Número de consumidores brasileiros que usam cartão cai de 70% para 61% em um ano; 59% desconhecem

Leia mais

O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA

O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA Fevereiro 2016 INTRODUÇÃO 79,0% dos brasileiros têm concepção equivocada sobre o que é estar endividado 20,2% Compreende o significado real

Leia mais

O CENÁRIO ECÔNOMICO ATUAL NA VISÃO DOS CONSUMIDORES

O CENÁRIO ECÔNOMICO ATUAL NA VISÃO DOS CONSUMIDORES O CENÁRIO ECÔNOMICO ATUAL NA VISÃO DOS CONSUMIDORES Agosto 2015 INTRODUÇÃO Mais da metade dos brasileiros acredita que o cenário econômico do país no segundo semestre de 2015 será pior que em 2014 O estudo

Leia mais

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VIDA FINANCEIRA

FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VIDA FINANCEIRA FACETAS DA MULHER BRASILEIRA: VIDA FINANCEIRA Abril 2016 INTRODUÇÃO Maioria das brasileiras tem acesso aos principais serviços financeiros, mas relacionamento com bancos e instituições é insatisfatório

Leia mais

USO DO CARTÃO DE CRÉDITO JUNHO 2017

USO DO CARTÃO DE CRÉDITO JUNHO 2017 USO DO CARTÃO DE CRÉDITO JUNHO 2017 NECESSIDADE E IMPREVISTOS SÃO MOTIVO PRINCIPAL PARA TER UM CARTÃO DE CRÉDITO. PODER PARCELAR COMPRAS É MAIOR VANTAGEM PERCEBIDA Dividir a compra em parcelas, não precisar

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS UTILIZADOS PARA AS COMPRAS DE NATAL 2016

RECURSOS FINANCEIROS UTILIZADOS PARA AS COMPRAS DE NATAL 2016 RECURSOS FINANCEIROS UTILIZADOS PARA AS COMPRAS DE NATAL 2016 Novembro 2016 81% possuem expectativas de que 2017 será um ano financeiramente melhor O ano de 2016 não tem sido fácil para boa parte dos brasileiros.

Leia mais

Brasileiros não fazem controle do orçamento pessoal, diz pesquisa

Brasileiros não fazem controle do orçamento pessoal, diz pesquisa Seis em cada dez consumidores têm dificuldades para fazer o controle de ganhos e gastos mensais. 49% pagam todas as contas com sobra de dinheiro mês, mas 33% usam empréstimos, cheque especial e cartão

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E O IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NAS FINANÇAS PESSOAIS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO E O IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NAS FINANÇAS PESSOAIS PLANEJAMENTO FINANCEIRO E O IMPACTO DAS COMPRAS DE FIM DE ANO NAS FINANÇAS PESSOAIS Novembro 2016 36% dos que vão presentear este ano possuem contas em atraso e 19% ficaram com o nome sujo pelas dívidas

Leia mais

USOS DO CARTÃO DE LOJA, CREDIÁRIO, CARNÊ E CHEQUE PRÉ-DATADO JULHO 2017

USOS DO CARTÃO DE LOJA, CREDIÁRIO, CARNÊ E CHEQUE PRÉ-DATADO JULHO 2017 USOS DO CARTÃO DE LOJA, CREDIÁRIO, CARNÊ E CHEQUE PRÉ-DATADO JULHO 2017 PODER COMPRAR MAIS É MOTIVAÇÃO PRINCIPAL DO BRASILEIRO PARA TER CARTÃO DE LOJA, CREDIÁRIO E CARNÊ Na hora de ir às compras, nem só

Leia mais

ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANCAS DO CONSUMIDOR

ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANCAS DO CONSUMIDOR ENDIVIDAMENTO E IMPACTOS NAS FINANCAS DO CONSUMIDOR Fevereiro 2017 Oito em cada dez pessoas têm a percepção errada do significado de estar endividado, 33% acreditam que estão endividados Embora mais de

Leia mais

USO DO CARTÃO DE CRÉDITO

USO DO CARTÃO DE CRÉDITO USO DO CARTÃO DE CRÉDITO Maio 2016 USO DO CARTÃO DE CRÉDITO 69,9% possuem cartão de crédito Número médio de cartões por pessoa: 1,9 Para 76,2% dos entrevistados, o cartão de crédito desempenha um papel

Leia mais

COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO MARÇO 2017

COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO MARÇO 2017 COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO MARÇO 2017 NOVE EM CADA DEZ COBRANÇAS DE CONTAS EM ATRASO SÃO, DE FATO, DEVIDAS Lidar com dívidas em atraso não é nada simples: de um lado, as empresas que forneceram

Leia mais

MESADA COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA DOS FILHOS

MESADA COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA DOS FILHOS MESADA COMO INSTRUMENTO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA DOS FILHOS Novembro 2015 INTRODUÇÃO A mesada pode ser um aliado na educação financeira, se utilizada adequadamente. Por meio da remuneração regular as crianças

Leia mais

46% dos inadimplentes não têm condições financeiras de pagar as dívidas em atraso nos próximos três meses, mostra SPC Brasil

46% dos inadimplentes não têm condições financeiras de pagar as dívidas em atraso nos próximos três meses, mostra SPC Brasil 46% dos inadimplentes não têm condições financeiras de pagar as dívidas em atraso nos próximos três meses, mostra SPC Brasil Em um ano, valor total das pendências diminuiu 34% e chega a R$ 3.544 mil. Perda

Leia mais

OS IMPACTOS DO CONSUMO DE BELEZA NAS FINANÇAS

OS IMPACTOS DO CONSUMO DE BELEZA NAS FINANÇAS OS IMPACTOS DO CONSUMO DE BELEZA NAS FINANÇAS Agosto 2016 OS IMPACTOS DO CONSUMO DE BELEZA NAS FINANÇAS 43,7% Admitem o hábito de gastar mais do que costumam com cuidados de beleza para se sentirem melhor,

Leia mais

Quatro em cada dez brasileiros que tiveram nome sujo atribuem negativação ao desemprego, mostra SPC Brasil e CNDL

Quatro em cada dez brasileiros que tiveram nome sujo atribuem negativação ao desemprego, mostra SPC Brasil e CNDL Quatro em cada dez brasileiros que tiveram nome sujo atribuem negativação ao desemprego, mostra SPC Brasil e CNDL Cartão de crédito é o motivo da inadimplência de metade daqueles que foram negativados.

Leia mais

COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO

COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO Março 2016 COBRANÇA E NOTIFICAÇÃO DE DÍVIDAS EM ATRASO Meios de cobrança mais utilizados: Carta 58,3% Conversa por telefone 47,5% Mensagem gravada por telefone

Leia mais

USO DOS RECURSOS FINANCEIROS DOS BRASILEIROS NO DIA A DIA

USO DOS RECURSOS FINANCEIROS DOS BRASILEIROS NO DIA A DIA USO DOS RECURSOS FINANCEIROS DOS BRASILEIROS NO DIA A DIA Março 2017 USO DOS RECURSOS FINANCEIROS DOS BRASILEIROS NO DIA A DIA 78,0% fazem em casa muitos serviços que poderiam ser contratados fora, como

Leia mais

COMPRAS PARCELADAS Maio 2015

COMPRAS PARCELADAS Maio 2015 COMPRAS PARCELADAS Maio 2015 INTRODUÇÃO 79% dos consumidores costumam parcelar compras, sobretudo roupas e eletrônicos Pesquisa do SPC Brasil e Meu Bolso Feliz revela que 79% dos entrevistados fazem compras

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS NAMORADOS

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS NAMORADOS SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DOS NAMORADOS Junho 2016 INTENÇÃO DE PRESENTEAR NO DIA DOS NAMORADOS 57,4% Têm a intenção de presentear 28,0% Não darão presentes Principal justificativa dos que não presentearão:

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL AUTOPRESENTE

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL AUTOPRESENTE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2016 - AUTOPRESENTE Novembro 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS DE PRESENTES PARA SI MESMO NATAL 2016 Principais justificativas: 40,8% 39,1% 50,0% Vão presentear a si mesmos Em média os

Leia mais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA INVESTIMENTOS

EDUCAÇÃO FINANCEIRA INVESTIMENTOS EDUCAÇÃO FINANCEIRA INVESTIMENTOS Fevereiro 2017 Investidor brasileiro faz reserva financeira para lidar com imprevistos. Modalidade mais comum ainda é a poupança Aversão a riscos de perdas, desinformação,

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS Outubro 2016 INTRODUÇÃO O SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) realizam sondagens de vendas para as datas comemorativas com

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES Maio 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES Pessoa presenteada: 71,6% A própria mãe 25,7% Esposa 17,8% Sogra 54,2% Pretendem comprar somente um presente

Leia mais

CENÁRIO DO EMPRÉSTIMO NO BRASIL JUNHO 2017

CENÁRIO DO EMPRÉSTIMO NO BRASIL JUNHO 2017 CENÁRIO DO EMPRÉSTIMO NO BRASIL JUNHO 2017 PRINCIPAL FINALIDADE DE EMPRÉSTIMO AINDA É O PAGAMENTO DE DÍVIDAS Empréstimos podem ser uma estratégia para concretizar grandes planos ou um valioso auxílio quando

Leia mais

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Agosto 2017 Indicador de Uso do Crédito marca 27,4 pontos em junho Em julho de 2017, o Indicador de Uso do Crédito registrou 27,4 pontos. O resultado

Leia mais

INTENÇÃO DE PARTICIPAÇÃO EM AMIGO SECRETO 2016

INTENÇÃO DE PARTICIPAÇÃO EM AMIGO SECRETO 2016 INTENÇÃO DE PARTICIPAÇÃO EM AMIGO SECRETO 2016 Novembro 2016 AMIGO SECRETO 57,2% Dos que têm a intenção de presentear no Natal também pretendem participar do amigo secreto 42,8% Não pretendem participar

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA LIMPAR O NOME

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA LIMPAR O NOME RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA LIMPAR O NOME Março 2016 Metade das pessoas que contratam empresas para limpar o nome não obtém sucesso O argumento utilizado por muitas empresas que,

Leia mais

VIDA FINANCEIRA DAS PESSOAS QUE MORAM SOZINHAS MAIO 2017

VIDA FINANCEIRA DAS PESSOAS QUE MORAM SOZINHAS MAIO 2017 VIDA FINANCEIRA DAS PESSOAS QUE MORAM SOZINHAS MAIO 2017 INTRODUÇÃO UMA EM CADA QUATRO PESSOAS QUE MORAM SOZINHAS ESTÁ COM CONTAS EM ATRASO. 66% NÃO FAZEM O CONTROLE SISTEMÁTICO DOS GASTOS Se o fato de

Leia mais

Retrato do Consumo Impulsivo no Brasil Agosto/2015

Retrato do Consumo Impulsivo no Brasil Agosto/2015 Retrato do Consumo Impulsivo no Brasil Agosto/2015 Estudo do SPC Brasil e Meu Bolso Feliz identifica motivos, sentimentos gerados e fatores de influência mais comuns nas compras por impulso Por que algumas

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017 SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017 INTENÇÃO DE COMPRAS PÁSCOA 2017 57% Pretendem presentear Produtos mais procurados: OVOS DE CHOCOLATE, BOMBONS e OVOS INFANTIS Principais presenteados: 58%

Leia mais

Indicador de Reserva Financeira

Indicador de Reserva Financeira Indicador de Reserva Financeira Maio de 2017 65% dos brasileiros não possuem reserva financeira, sobretudo as classes C, D e E Em março de 2017, 75,6% dos consumidores não conseguiram poupar. É o que mostra

Leia mais

IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO

IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO Fevereiro 2016 IMPACTO DA CRISE ECONÔMICA NA GESTÃO DAS FINANÇAS PESSOAIS DO BRASILEIRO 53,3% Não tiveram sobras financeiras no

Leia mais

Usos do Crédito - Empréstimos. Junho de 2016

Usos do Crédito - Empréstimos. Junho de 2016 Usos do Crédito - Empréstimos Junho de 2016 OBJETIVOS DO ESTUDO Investigar o comportamento relacionado ao pedido de empréstimo pessoal ou consignado em bancos ou financeiras. METODOLOGIA Público alvo:

Leia mais

POUPANÇA E INVESTIMENTOS NA TERCEIRA IDADE

POUPANÇA E INVESTIMENTOS NA TERCEIRA IDADE POUPANÇA E INVESTIMENTOS NA TERCEIRA IDADE Setembro 2016 58% possuem ao menos um tipo de investimento, sendo o tempo médio de quase 15 anos A população brasileira está envelhecendo. Dados recentes do IBGE

Leia mais

Usos do nome de terceiros. Abril de 2016

Usos do nome de terceiros. Abril de 2016 Usos do nome de terceiros Abril de 2016 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear o perfil e investigar o comportamento relacionado ao pedido de empréstimo de nome de terceiros para fazer compras parceladas. METODOLOGIA

Leia mais

INFLUÊNCIA DOS FILHOS SOBRE OS PAIS NAS COMPRAS DO NATAL 2016

INFLUÊNCIA DOS FILHOS SOBRE OS PAIS NAS COMPRAS DO NATAL 2016 INFLUÊNCIA DOS FILHOS SOBRE OS PAIS NAS COMPRAS DO NATAL 2016 Novembro 2016 Filhos participam de 54% das decisões de compra dos presentes de Natal. 6,1% dos pais admitem que deixarão de pagar alguma conta

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS - DIA DOS PAIS

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS - DIA DOS PAIS SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS - DIA DOS PAIS Agosto 2015 INTRODUÇÃO O SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) desenvolveram uma sondagem para as datas comemorativas com o objetivo

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRAS PARA A BLACK FRIDAY 2016

INTENÇÃO DE COMPRAS PARA A BLACK FRIDAY 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS PARA A BLACK FRIDAY 2016 Novembro 2016 INTENÇÃO DE COMPRA, GASTOS E FORMA DE PAGAMENTO 69% Pretendem comprar 28% Comprarão caso encontrem um bom produto e/ou um bom preço serão comprados,

Leia mais

A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor

A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor Otimismo e autoconfiança são marcas do jovem empreendedor no Brasil. Percepção da crise é menor quando empresários olham para o próprio negócio A pesquisa

Leia mais

SITES E APLICATIVOS DE OFERTAS E DESCONTOS JULHO 2017

SITES E APLICATIVOS DE OFERTAS E DESCONTOS JULHO 2017 SITES E APLICATIVOS DE OFERTAS E DESCONTOS JULHO 2017 22% DOS INTERNAUTAS JÁ FIZERAM COMPRAS POR MEIO DE SITES DE OFERTAS E DESCONTOS, 78% ESTÃO SATISFEITOS COM A EXPERIÊNCIA DE COMPRA Cada vez mais comuns

Leia mais

Indicador de Reserva Financeira

Indicador de Reserva Financeira Indicador de Reserva Financeira Agosto 2017 75% dos brasileiros não conseguiram poupar nenhuma parte dos seus ganhos em agosto O Indicador de Reserva Financeira, apurado pelo SPC Brasil e pela Confederação

Leia mais

PESQUISA INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O NATAL

PESQUISA INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O NATAL PESQUISA INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O NATAL Novembro 2014 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 INTENÇÃO DE PRESENTEAR AUMENTA 20 PONTOS PERCENTUAIS 2014 5 MÉDIA DE PRESENTES COMPRADOS POR CONSUMIDOR DEVE FICAR EM 4 6 TICKET

Leia mais

COMPARATIVO DO CONSUMO EM LOJAS FÍSICAS X LOJAS VIRTUAIS

COMPARATIVO DO CONSUMO EM LOJAS FÍSICAS X LOJAS VIRTUAIS COMPARATIVO DO CONSUMO EM LOJAS FÍSICAS X LOJAS VIRTUAIS 45% DOS CONSUMIDORES VIRTUAIS JÁ PREFEREM COMPRAR PELA INTERNET 90% fazem pesquisa virtual, antes de comprar em loja física O estudo do SPC Brasil

Leia mais

PERFIL DO INADIMPLENTE E DAS DÍVIDAS NO BRASIL

PERFIL DO INADIMPLENTE E DAS DÍVIDAS NO BRASIL PERFIL DO INADIMPLENTE E DAS DÍVIDAS NO BRASIL Agosto 2016 PERFIL DO INADIMPLENTE 56,3% Mulheres 43,7% Homens 64,1% Possuem 25 a 49 anos 92,2% São da Classe C/D/E 58,8% Possuem o segundo grau completo

Leia mais

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Abril 2017 58% dos consumidores não tomaram crédito em março. Quatro em cada dez que utilizaram o cartão de crédito não se lembram dos seus gastos O Indicador

Leia mais

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Março 2017 Consumidores mantém intenção de reduzir gastos O Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo visa acompanhar a evolução dessas duas

Leia mais

Orçamento familiar é discutido sistematicamente por apenas 31% dos consumidores

Orçamento familiar é discutido sistematicamente por apenas 31% dos consumidores Orçamento familiar é discutido sistematicamente por apenas 31% dos consumidores A pesquisa do SPC Brasil e Meu Bolso Feliz sobre Educação Financeira revela que apenas um terço dos consumidores ouvidos

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO: DÍVIDAS E NEGOCIAÇÃO

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO: DÍVIDAS E NEGOCIAÇÃO RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO: DÍVIDAS E NEGOCIAÇÃO Março 2016 RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO: DÍVIDAS E NEGOCIAÇÃO Na média, os devedores têm ou tinham contas Tempo em atraso com 2,1 médio para o empresas pagamento

Leia mais

41% dos brasileiros que compram por impulso estão inadimplentes, diz SPC Brasil

41% dos brasileiros que compram por impulso estão inadimplentes, diz SPC Brasil 41% dos brasileiros que compram por impulso estão inadimplentes, diz SPC Brasil Pesquisa mostra que alimentos e bebidas são os produtos mais comprados por impulso. Promoções e preços atrativos são os fatores

Leia mais

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo

Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Indicador de Uso do Crédito e Propensão ao Consumo Junho, 2017 Demanda do consumidor por crédito segue baixa e indicador marca 27,5 pontos em maio; 58% não tomaram crédito Em maio de 2017, o Indicador

Leia mais

Indicador de Reserva Financeira

Indicador de Reserva Financeira Indicador de Reserva Financeira Maio 2017 76% dos brasileiros não conseguiram poupar em abril; principal motivo é a renda, considerada baixa por quase metade desses consumidores Em meio à severa recessão

Leia mais

Principal meta dos brasileiros para 2016 é sair do vermelho, mostra SPC Brasil

Principal meta dos brasileiros para 2016 é sair do vermelho, mostra SPC Brasil Principal meta dos brasileiros para 2016 é sair do vermelho, mostra SPC Brasil 37% dos consumidores pretendem pagar todas as contas atrasadas em 2015. Valor médio dessas dívidas, incluindo juros e multas,

Leia mais

Indicador de Reserva Financeira

Indicador de Reserva Financeira Indicador de Reserva Financeira Julho - 2017 Em julho, 72% dos brasileiros não conseguiram poupar nenhuma parte dos seus ganhos Percentual de poupadores e não poupadores no mês anterior à pesquisa 74,8%

Leia mais

46% dos brasileiros não controlam seu orçamento, revela pesquisa do SPC Brasil

46% dos brasileiros não controlam seu orçamento, revela pesquisa do SPC Brasil 46% dos brasileiros não controlam seu orçamento, revela pesquisa do SPC Brasil Falta de disciplina, esquecimento e não ter tempo são as principais justificativas dos entrevistados. Em um ano, cai de 61%

Leia mais

O cenário econômico atual na visão dos consumidores

O cenário econômico atual na visão dos consumidores O cenário econômico atual na visão dos consumidores Abril de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Avaliação das expectativas dos consumidores do Cenário Econômico de 2015 comparado à 2014; Percepções sobre

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA LIMPAR O NOME ABRIL 2017

CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA LIMPAR O NOME ABRIL 2017 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA LIMPAR O NOME ABRIL 2017 APENAS QUATRO EM CADA DEZ INADIMPLENTES QUE CONTRATAM EMPRESAS PARA LIMPAR O NOME SÃO RETIRADOS DOS CADASTROS DE DEVEDORES A restrição ao crédito torna

Leia mais

CONSUMO E USO DO CRÉDITO NA TERCEIRA IDADE

CONSUMO E USO DO CRÉDITO NA TERCEIRA IDADE CONSUMO E USO DO CRÉDITO NA TERCEIRA IDADE Outubro 2016 INTRODUÇÃO Protagonistas de seu consumo, idosos brasileiros são os principais decisores de suas compras e pretendem gastar mais consigo mesmos Nem

Leia mais

Empréstimos. Abril de 2017

Empréstimos. Abril de 2017 Empréstimos Abril de 2017 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear a posse e uso dos diversos tipos de empréstimo pelos brasileiros, considerando aquisição, posse, quantidade, formas de solicitação, finalidade, parcelamento,

Leia mais

MOTIVAÇÕES E CONSEQUÊNCIAS DO EMPRÉSTIMO DO NOME A TERCEIROS ABRIL 2017

MOTIVAÇÕES E CONSEQUÊNCIAS DO EMPRÉSTIMO DO NOME A TERCEIROS ABRIL 2017 MOTIVAÇÕES E CONSEQUÊNCIAS DO EMPRÉSTIMO DO NOME A TERCEIROS ABRIL 2017 17% DOS INADIMPLENTES JÁ FORAM NEGATIVADOS POR EMPRESTAR O NOME A TERCEIROS. QUATRO EM CADA DEZ CONSUMIDORES ACABAM ARCANDO COM O

Leia mais

52% dos brasileiros fizeram alguma compra por impulso nos últimos três meses, revela SPC Brasil

52% dos brasileiros fizeram alguma compra por impulso nos últimos três meses, revela SPC Brasil 52% dos brasileiros fizeram alguma compra por impulso nos últimos três meses, revela SPC Brasil Roupas e calçados atraem mais as mulheres, e eletrônicos, os homens. Seis em cada dez consumidores preferem

Leia mais

CONSUMO DE ITENS DE FUTEBOL OFICIAIS X FALSIFICADOS: CRITÉRIOS DE ESCOLHA DO TORCEDOR BRASILEIRO

CONSUMO DE ITENS DE FUTEBOL OFICIAIS X FALSIFICADOS: CRITÉRIOS DE ESCOLHA DO TORCEDOR BRASILEIRO CONSUMO DE ITENS DE FUTEBOL OFICIAIS X FALSIFICADOS: CRITÉRIOS DE ESCOLHA DO TORCEDOR BRASILEIRO Outubro 2016 CONSUMO DE ITENS DE FUTEBOL OFICIAIS X FALSIFICADOS 53,0% Adquirem sempre produtos oficiais

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES 2017

INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES 2017 SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES 2017 MAIO 2017 DIA DAS MÃES 73% Pretendem COMPRAR PRESENTES Quase 109 MILHÕES de pessoas devem ir às compras para presentear neste dia

Leia mais

93% dos brasileiros pretendem presentear neste Natal, mas gasto médio por presente deve cair 22%, aponta SPC Brasil

93% dos brasileiros pretendem presentear neste Natal, mas gasto médio por presente deve cair 22%, aponta SPC Brasil 93% dos brasileiros pretendem presentear neste Natal, mas gasto médio por presente deve cair 22%, aponta SPC Brasil Consumidores atribuem diminuição de gastos à alta da inflação. Neste ano, brasileiro

Leia mais

RECURSOS FINANCEIROS PARA AS COMPRAS DE NATAL NOVEMBRO 2017

RECURSOS FINANCEIROS PARA AS COMPRAS DE NATAL NOVEMBRO 2017 RECURSOS FINANCEIROS PARA AS COMPRAS DE NATAL NOVEMBRO 2017 49% DOS CONSUMIDORES QUE VÃO COMPRAR PRESENTES DE NATAL FARÃO USO DO 13º SALÁRIO O 13º salário é recebido por milhões de trabalhadores do mercado

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2016

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2016 Novembro 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS DE PRESENTES PARA O NATAL 2016 72,2% Pretendem comprar presentes, representando 107,6 milhões de consumidores indo às compras Cada pessoa

Leia mais

USO DE CRÉDITO BLOCO 1 COMPORTAMENTO

USO DE CRÉDITO BLOCO 1 COMPORTAMENTO USO DE CRÉDITO BLOCO 1 COMPORTAMENTO Abril 2014 SEIS A CADA DEZ CONSUMIDORES BRASILEIROS ADMITEM REALIZAR COMPRAS POR IMPULSO. Os números impressionam: 52% dos brasileiros afirmaram ter comprado por impulso

Leia mais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA E A GESTÃO DO ORÇAMENTO FAMILIAR

EDUCAÇÃO FINANCEIRA E A GESTÃO DO ORÇAMENTO FAMILIAR EDUCAÇÃO FINANCEIRA E A GESTÃO DO ORÇAMENTO FAMILIAR Abril 2016 GESTÃO DO ORÇAMENTO ENTRE OS CASAIS Transparência das informações relativa aos ganhos O cônjuge sabe quanto o entrevistado ganha: 67,6% Exatamente

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS CRIANÇAS Outubro 2015 O SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) desenvolveram uma sondagem para as datas comemorativas com o objetivo de

Leia mais

75% dos brasileiros devem ir às compras no Dia das Crianças; gasto médio será de R$ 194, aponta pesquisa do SPC Brasil e CNDL

75% dos brasileiros devem ir às compras no Dia das Crianças; gasto médio será de R$ 194, aponta pesquisa do SPC Brasil e CNDL 75% dos brasileiros devem ir às compras no Dia das Crianças; gasto médio será de R$ 194, aponta pesquisa do SPC Brasil e CNDL Data deve movimentar R$ 9,7 bilhões no comércio; 25% vão fazer compras mesmo

Leia mais

Oito em cada dez inadimplentes conseguem quitar as dívidas renegociando com os bancos

Oito em cada dez inadimplentes conseguem quitar as dívidas renegociando com os bancos Oito em cada dez inadimplentes conseguem quitar as dívidas renegociando com os bancos Segundo pesquisa do SPC Brasil, 46% das pessoas com nome sujo admitem que a dívida poderia ter sido evitada caso fizessem

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2015

INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2015 INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2015 Novembro 2015 INTRODUÇÃO O Natal é a festa mais importante do ano para a maioria dos brasileiros. Nem mesmo o agravamento da conjuntura econômica, a alta da inflação e a

Leia mais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA E A GESTÃO DO ORÇAMENTO FAMILIAR

EDUCAÇÃO FINANCEIRA E A GESTÃO DO ORÇAMENTO FAMILIAR EDUCAÇÃO FINANCEIRA E A GESTÃO DO ORÇAMENTO FAMILIAR Fevereiro 2017 Quatro em cada dez casados admitem brigar em casa por assuntos ligados ao dinheiro Numa mesma família estão concentrados os sonhos, as

Leia mais

VILÕES DA INADIMPLÊNCIA Setembro/15

VILÕES DA INADIMPLÊNCIA Setembro/15 VILÕES DA INADIMPLÊNCIA Setembro/15 Empréstimo e cartão de loja são os principais instrumentos financeiros que levam à inadimplência O estudo conduzido pelo SPC Brasil e Meu Bolso Feliz, tem como objetivo

Leia mais

VIVENDO ALÉM DO PADRÃO DE VIDA: CONTAS EM DIA X CONTAS NO VERMELHO

VIVENDO ALÉM DO PADRÃO DE VIDA: CONTAS EM DIA X CONTAS NO VERMELHO VIVENDO ALÉM DO PADRÃO DE VIDA: CONTAS EM DIA X CONTAS NO VERMELHO Novembro 2015 PERCEPÇÃO DO PADRÃO DE VIDA Para elevar o padrão de vida, consumidores que estão no vermelho ou no zero a zero recorrem

Leia mais

MEIOS DE PAGAMENTOS NO VAREJO E SERVIÇOS

MEIOS DE PAGAMENTOS NO VAREJO E SERVIÇOS MEIOS DE PAGAMENTOS NO VAREJO E SERVIÇOS Dezembro 2016 Cartões fazem parte da realidade da grande maioria do varejo e serviços Crédito ou débito? É cada vez mais comum para o consumidor ouvir esta pergunta

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO Empréstimo de nome Março de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Investigar o comportamento de pessoas que emprestam o nome para terceiros, delimitando: Perfil dos entrevistados que

Leia mais

HABILIDADES FINANCEIRAS DOS BRASILEIROS

HABILIDADES FINANCEIRAS DOS BRASILEIROS HABILIDADES FINANCEIRAS DOS BRASILEIROS Abril 2016 INTRODUÇÃO Consumidor brasileiro ainda faz escolhas financeiras equivocadas, seja por inabilidade ou desconhecimento Manter as contas em dia, empregar

Leia mais

Roupas, conta de celular/internet e calçados lideram ranking de produtos e serviços de maiores gastos pelos brasileiros

Roupas, conta de celular/internet e calçados lideram ranking de produtos e serviços de maiores gastos pelos brasileiros 1. INTRODUÇÃO Roupas, conta de celular/internet e calçados lideram ranking de produtos e serviços de maiores gastos pelos brasileiros 87% dos que consomem celular e internet, consideram esta despesa necessária

Leia mais

PANORAMA DA RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO NO BRASIL

PANORAMA DA RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO NO BRASIL PANORAMA DA RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO NO BRASIL Março 2015 VALOR DA DÍVIDA ATUAL COMPROMETE ATÉ 453% DA RENDA FAMILIAR MENSAL DOS INADIMPLENTES O estudo do SPC Brasil e Meu Bolso Feliz sobre Recuperação de

Leia mais

73% dos brasileiros devem ir às compras no Natal; data vai movimentar R$ 51,2 bi na economia, projetam SPC Brasil e CNDL

73% dos brasileiros devem ir às compras no Natal; data vai movimentar R$ 51,2 bi na economia, projetam SPC Brasil e CNDL 73% dos brasileiros devem ir às compras no Natal; data vai movimentar R$ 51,2 bi na economia, projetam SPC Brasil e CNDL Neste ano, brasileiro vai desembolsar, em média, R$104 por presente. Lojas online

Leia mais

HÁBITOS, COMPORTAMENTOS E EXPECTATIVAS DA 3ª IDADE Bloco Vida Financeira

HÁBITOS, COMPORTAMENTOS E EXPECTATIVAS DA 3ª IDADE Bloco Vida Financeira HÁBITOS, COMPORTAMENTOS E EXPECTATIVAS DA 3ª IDADE Bloco Vida Financeira Outubro 2014 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 SITUAÇÃO FINANCEIRA 4 ENDIVIDAMENTO 7 CONCLUSÃO 10 METODOLOGIA 13 INTRODUÇÃO SETE EM CADA DEZ CONSUMIDORES

Leia mais

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015

Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Consumo como alcance da felicidade Julho/2015 Seis em cada dez consumidores consideram-se felizes O estudo O consumo como alcance da felicidade, conduzido pelo SPC Brasil e Meu Bolso feliz, busca compreender

Leia mais

A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS CONSUMIDORES

A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS CONSUMIDORES A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS CONSUMIDORES Abril 2016 87% dos brasileiros consideram grave a crise econômica Depois da euforia que marcou a primeira década dos anos 2000, o pessimismo toma conta dos brasileiros.

Leia mais

CREDIÁRIO, CARNÊ E CARTÃO DE LOJA: Processo Decisório e Hábitos de Compra

CREDIÁRIO, CARNÊ E CARTÃO DE LOJA: Processo Decisório e Hábitos de Compra CREDIÁRIO, CARNÊ E CARTÃO DE LOJA: Processo Decisório e Hábitos de Compra Junho 2016 INTRODUÇÃO 19% dos brasileiros possuem cartão de loja, carnê ou crediário. Para 67% estas modalidades de crédito possuem

Leia mais

PREPARO PARA APOSENTADORIA E A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

PREPARO PARA APOSENTADORIA E A REFORMA DA PREVIDÊNCIA PREPARO PARA APOSENTADORIA E A REFORMA DA PREVIDÊNCIA Janeiro 2017 INTRODUÇÃO Brasileiro reconhece a importância de pensar sobre aposentadoria, mas quatro em cada dez não se preparam. Maioria desaprova

Leia mais

Um terço dos aposentados acima de 60 anos ainda trabalha, revela pesquisa do SPC Brasil

Um terço dos aposentados acima de 60 anos ainda trabalha, revela pesquisa do SPC Brasil Um terço dos aposentados acima de 60 anos ainda trabalha, revela pesquisa do SPC Brasil Três em cada dez idosos chegaram a essa fase da vida sem terem se preparado para a aposentadoria; pesquisa mostra

Leia mais

Gastos com futebol desequilibram orçamento de dois em cada dez torcedores, mostra estudo do SPC Brasil

Gastos com futebol desequilibram orçamento de dois em cada dez torcedores, mostra estudo do SPC Brasil Gastos com futebol desequilibram orçamento de dois em cada dez torcedores, mostra estudo do SPC Brasil Torcedor gastou em média R$ 256 no último mês com produtos e serviços ligados ao futebol; 44% não

Leia mais

Usos do Cartão de Crédito

Usos do Cartão de Crédito Usos do Cartão de Crédito OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear a posse e uso do cartão de crédito pelos brasileiros, considerando aquisição, posse, quantidade, formas de solicitação, finalidade, parcelamento, inadimplência,

Leia mais

IMPACTOS DO ENDIVIDAMENTO NO ESTADO EMOCIONAL DO BRASILEIRO

IMPACTOS DO ENDIVIDAMENTO NO ESTADO EMOCIONAL DO BRASILEIRO IMPACTOS DO ENDIVIDAMENTO NO ESTADO EMOCIONAL DO BRASILEIRO Agosto 2015 1. INTRODUÇÃO Termômetro inédito indica que endividamento traz desconforto para quatro em cada dez consumidores inadimplentes Os

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Novembro de 2017 SUMÁRIO ANÁLISE

Leia mais

A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS

A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS Abril 2016 9 em cada 10 empresários acreditam que a crise tem afetado seus negócios O país vem enfrentando, desde o ano passado, uma crise econômica de grandes

Leia mais

108 milhões de consumidores vão às compras no Natal, mas gasto médio deve cair 5,3%, apontam SPC Brasil e CNDL

108 milhões de consumidores vão às compras no Natal, mas gasto médio deve cair 5,3%, apontam SPC Brasil e CNDL 108 milhões de consumidores vão às compras no Natal, mas gasto médio deve cair 5,3%, apontam SPC Brasil e CNDL 40% dos consumidores que vão comprar presentes pretendem gastar menos; pagamentos à vista

Leia mais