Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 02/02/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 02/02/2014"

Transcrição

1 Questão 1 Conhecimentos Específicos Produtor Cultural Indústria cultural é um termo cunhado pelos estudiosos Theodor Adorno e Max Horkheimer ao estabelecer uma crítica à apropriação da cultura pelo modo de produção capitalista. É incorreto afirmar: A. Existe indústria cultural quando o artista plástico vende sua obra ao colecionador. B. A indústria cultural induz a produção, reprodução, conservação e difusão dos bens e serviços culturais conforme critérios industriais e comerciais. C. O mercado fonográfico está inserido na dinâmica econômica da indústria cultural. D. Há indústria cultural sempre que uma obra é transmitida ou reproduzida por técnicas industriais. Questão 2 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Sobre patrimônio cultural é correto afirmar: A. Os sítios históricos são tombados pela beleza arquitetônica. B. Os rituais e festas que marcam a vivência coletiva do trabalho, da religiosidade, do entretenimento e de outras práticas da vida social podem ser registrados como patrimônio cultural imaterial. C. As formas de expressão, tais como manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas não podem ser consideradas como patrimônio cultural imaterial. D. Os conhecimentos e modos de fazer enraizados no cotidiano das comunidades podem ser tombados como patrimônio imaterial por constituírem saberes dos povos. Questão 3 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Conforme o Art. 216 da Constituição Federal, constituem patrimônio cultural brasileiro, exceto: A. as formas de expressão e as criações científicas, artísticas e tecnológicas. B. as obras, objetos, documentos, edificações e demais espaços destinados às manifestações artístico-culturais. C. os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico. D. as políticas públicas para o desenvolvimento cultural do país. Questão 4 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Os direitos autorais são assegurados pela Lei de 19 de fevereiro de Geram direitos autorais: A. as ideias, procedimentos normativos, sistemas, métodos, projetos ou conceitos matemáticos como tais. B. os esquemas, planos ou regras para realizar atos mentais, jogos ou negócios. C. os projetos, esboços e obras plásticas concernentes à geografia, engenharia, topografia, arquitetura, paisagismo, cenografia e ciência. D. os textos de tratados ou convenções, leis, decretos, regulamentos, decisões judiciais e demais atos oficiais. Questão 5 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Questão 6 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Questão 7 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural A criação de uma cooperativa de empreendimentos culturais em ambiente universitário caracteriza uma ação, fundamentalmente, em sintonia com: A. economia da cultura e economia criativa. B. cooperativismo e participação popular. C. associativismo e protagonismo social. D. função social da universidade e produção cultural. Questão 8 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Segundo a UNESCO (2002), a diversidade cultural constitui o patrimônio comum da humanidade e deve ser reconhecida e consolidada em benefício das gerações presentes e futuras. Em relação à diversidade cultural, é correto afirmar que: A. ações efetivas para diminuir os investimentos na música erudita e transferi-los para a cultura popular constituem apoio à diversidade cultural brasileira. B. a sobreposição do artesanato indígena em relação às expressões afro-brasileiras caracteriza preocupação com a diversidade cultural no Brasil. C. editais de incentivo a expressões culturais, tais como artesanato rural, culturas indígenas e ciganas são formas de promover a diversidade cultural no Brasil. D. a diversidade cultural é imperiosa no país; portanto, todas as manifestações culturais possuem oportunidades iguais de difusão. 1

2 Questão 9 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural O Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura, formula políticas públicas para cultura. Entre essas políticas públicas, destacam-se as ações direcionadas à economia criativa. Considere as afirmações. I. As políticas públicas para economia criativa são norteadas pela diversidade cultural, inovação, sustentabilidade e inclusão social. II. A economia criativa inibe a atuação individual ao empreendedorismo, pois favorece as associações e as cooperativas. III. A dimensão simbólica da cultura é relegada ao segundo plano com a economia criativa. IV. Com a economia criativa é possível obtenção de renda por meio do artesanato e pela produção cultural. V. As produções audiovisuais, a moda e o design estão inseridos nos setores criativos brasileiros. Estão corretas as afirmações: A. I, IV e V B. II, III e IV C. I, II e V D. III, IV e V Questão 10 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural A Fundação Nacional de Arte (FUNARTE) e a Agência Nacional do Cinema (ANCINE) são órgãos governamentais criados em momentos específicos da política brasileira. Essas entidades foram criadas, respectivamente, durante os seguintes governos: A. governo José Sarney e governo Lula. B. governo Fernando Henrique Cardoso e governo Lula. C. ditadura Militar e governo José Sarney. D. ditadura Militar e governo Fernando Henrique Cardoso. Questão 11 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Questão 12 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural A Assessoria de Imprensa assume papel institucional estratégico em um projeto cultural. É atividade estratégica do assessor de imprensa: A. Prospecção de oportunidades de obtenção de mídia espontânea para o projeto. B. Assessoramento dos artistas programados para o evento. C. Redação de press-release para publicação em site oficial e em jornais locais. D. Assessoramento particular ao diretor executivo do projeto. Questão 13 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural As redes sociais contribuem para divulgação de qualquer projeto cultural, principalmente aqueles de alcance local e regional. Sobre esse assunto, considere as afirmações: I. O Youtube substitui as mídias televisivas ao veicular vídeos institucionais e promocionais de um projeto superando o impacto de anúncios pagos na televisão. II. O Facebook deve ser a principal estratégia comunicacional para atingir os stakeholders do projeto cultural. III. As redes sociais podem ser utilizadas, mas os anúncios em jornais e revistas de circulação nacional devem ser priorizados, pois atingem maior público. IV. Todas as formas de mídia podem ser utilizadas e as redes sociais contribuem de forma efetiva por estabelecer um contato direto com alguns dos públicos-alvo do projeto. São falsas as alternativas: A. I, II e III B. I, III e IV C. II, III e IV D. I, II, III e IV Questão 14 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural O clipping é a sistematização do conteúdo publicado na imprensa sobre o projeto cultural. Qual a principal função do clipping em relação ao processo de prestação de contas junto aos patrocinadores e órgãos de fomento? Escolha a alternativa correta. A. Monitoramento da imagem institucional do projeto na imprensa. B. Constituição de um arquivo com as matérias publicadas na imprensa. C. Comprovação da realização do projeto conforme proposto. D. Apresentação das possibilidades de mídia espontânea geradas pelo projeto. 2

3 Questão 15 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural São ações de marketing cultural desenvolvido por grandes empresas, exceto: A. vinculação de nome da empresa a casas de espetáculos e centros culturais. B. concessão de patrocínios a empreendedores culturais mediante editais. C. doação de ingressos de espetáculos culturais para a diretoria administrativa. D. criação de institutos culturais e fundações de cultura. Questão 16 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Questão 17 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Com base na Lei 8.313/91 é possível repassar percentuais do imposto de renda devido para projetos culturais e, posteriormente, abater os valores incentivados no pagamento desse imposto. Portanto, é correto afirmar: A. Pessoas jurídicas podem utilizar até 10% do valor devido do imposto de renda para incentivar projetos culturais aprovados no Artigo 26 da Lei 8.313/91. B. Às empresas pagadoras de imposto de renda é permitida a utilização de até 8% independente da natureza e do enquadramento do projeto incentivado. C. As pessoas físicas podem utilizar 10% do imposto de renda devido para projetos culturais de música popular brasileira. D. Pessoas físicas podem dispor de até 6% do imposto de renda devido para projetos culturais enquadrados no artigo 18 da Lei 8.313/91. Questão 18 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural São documentos do proponente pessoa jurídica, exigidos para inscrição do projeto cultural no Salic Web: A. Contrato social, declaração nada-consta dos sócios e certidão negativa de débitos do INSS. B. Cópia do registro no CNPJ, relatório de atividades artísticas e declaração de imposto de renda. C. Certificado de utilidade pública, balanço contábil e contrato social. D. Relatório de atividades artísticas, certidão negativa de débitos do FGTS e contrato social. Questão 19 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Os incentivadores de projetos culturais aprovados na Lei Rouanet podem deduzir do imposto de renda valores repassados aos proponentes. Dessa forma, é correto afirmar: A. Os circos, recitais de música erudita e reformas de prédios históricos são contemplados com 100% de renúncia fiscal sobre o valor incentivado. B. As exposições de artes visuais, música instrumental e doações de acervos para bibliotecas públicas permitem renúncia de 100% do valor incentivado no imposto de renda. C. Pode-se abater 60% do valor incentivado em caso de incentivo a projetos culturais direcionados à música erudita. D. Todos os projetos culturais aprovados permitem renúncia de 100% do valor investido como apoio cultural. Questão 20 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Para aprovação do projeto cultural na Lei 8.313/91 é obrigatória a inscrição do projeto na plataforma Salic Web, do Ministério da Cultura. É necessário considerar no preenchimento: I. No plano de distribuição deve constar a área cultural do projeto e a posição da logomarca do Ministério da Cultura no material de divulgação. II. A remuneração para captação de recursos deve ser no máximo 10%, independente do valor total do projeto. III. Lançamento de todos os deslocamentos intermunicipais, interestaduais e internacionais previstos. IV. Orçamento de, no máximo, 20% do valor total do projeto para divulgação. V. As despesas com pré-produção e execução não devem ser lançadas separadamente. VI. Não é permitido alocar recurso para pagamento da elaboração do projeto. Assinale a opção que apresenta as considerações verdadeiras: A. I, III, IV e VI B. I, III, IV e V. C. I, II, III e V. D. II, III, IV e V. 3

4 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Sobre a Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, marque V para verdadeiro ou F para falso e, em seguida, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. ( ) Não há diferenciação de percentuais de renúncia fiscal entre áreas culturais. ( ) A equipe de produção divide a responsabilidade legal do projeto com o empreendedor cultural. ( ) Empresas incluídas na dívida ativa não podem ser incentivadoras de projetos culturais. ( ) O elaborador do projeto pode ser remunerado pela prestação de serviços de elaboração. A. F, V, V, F B. V, V, F, V C. V, F, F, V D. V, F, V, F Questão 22 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, os limites de dedução no ICMS estão diretamente ligados ao faturamento das empresas. Assim é correto afirmar, exceto: A. As empresas com receita bruta anual acima de R$ 28,8 milhões podem abater 95% do incentivo cultural no ICMS. B. As empresas com receita brutal anual de até R$ 14,4 milhões podem deduzir 99% do valor do incentivo no ICMS. C. As empresas com receita bruta anual de até R$ 28,8 milhões podem descontar 97% do valor investido no projeto cultural. D. Todas as empresas podem deduzir 80% do valor investido em projetos culturais no ICMS. Questão 23 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Constitui objeto do Sistema de Informação e Gestão de Projetos (SIGProj): A. Projetos culturais desenvolvidos por entidades do terceiro setor. B. Projetos de extensão, pesquisa, ensino e assuntos estudantis desenvolvidos pelas universidades brasileiras. C. Projetos desenvolvidos entre as fundações de apoio das universidades federais e empresas privadas. D. Projetos de manutenção de cursos de graduação na área cultural. Questão 24 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural O Rock In Rio é um projeto aprovado pela Lei Rouanet, assim como o Natal no Campus da Universidade Federal de Itajubá e a Orquestra Sinfônica Brasileira. Diante disso, é correto afirmar: A. Todas as manifestações culturais podem utilizar a Lei Rouanet e seus incentivadores deduzem 100% do valor investido no imposto de renda. B. Qualquer manifestação cultural pode ser beneficiada pela Lei Rouanet, mas os incentivadores estão sujeitos a uma diferenciação no percentual de dedução do incentivo no imposto de renda. C. Os incentivadores de festivais com artistas do porte de Ivete Sangalo, Iron Maiden e Bruce Springsteen podem obter 100% de isenção devido ao alto custo de produção desses eventos. D. Projetos realizados em âmbito universitário possuem prioridade de aprovação e permitem dedução de 100% do valor investido no imposto de renda aos incentivadores. Questão 25 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural No processo de captação de recursos, é pertinente ao proponente do projeto cultural: A. retornar o valor referente ao serviço de captação de recurso para o incentivador. B. adequar o projeto às necessidades do incentivador, garantindo assim o incentivo cultural. C. apresentar ao potencial incentivador os benefícios do investimento em cultura e possibilidades de retorno institucional. D. conceder ingressos gratuitos para as apresentações culturais previstas no projeto para todos os funcionários do potencial incentivador. Questão 26 Conhecimentos Específicos Produtor Cultural Em projetos culturais é de praxe oferecer como contrapartida institucional ao incentivador, a figuração da logomarca da empresa nos materiais de divulgação. São ações previstas no plano básico de divulgação da plataforma Salic Web, exceto: A. Envelopamento de ônibus. B. Adesivos de chão. C. Folder institucional do patrocinador. D. Anúncio de página dupla em revistas. Questão 27 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural 4

5 Questão 28 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Assinale a alternativa em que todas as ações descritas integram a pré-produção de um festival de artes integradas. A. Contratação de artistas, reserva de espaços e negociação com prestadores de serviço. B. Assinatura de contratos de prestação de serviços, montagem de camarins para artistas e recepção de público. C. Decoração do local, pagamentos a fornecedores e cobertura fotográfica. D. Captação de recursos, balanço financeiro e elaboração de relatório. Questão 29 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural São profissionais fundamentais para atuação em um festival universitário de música: A. Decorador, cinegrafista e diretor de cena. B. Advogado, captador de recursos e diretor artístico. C. Manobrista, recepcionista e diretor de palco. D. Técnico de sonorização, iluminador e diretor de produção. Questão 30 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Questão 31 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural São medidas necessárias para realização de um espetáculo de dança contemporânea, a serem tomadas pelo contratante: A. Locação de linóleo, adequação de coxias e limpeza do palco. B. Aluguéis de ciclorama, climatizador e figurinos. C. Contratações de orquestra, fotógrafo e coreógrafo. D. Pagamento de direitos autorais, ensaísta e contrarregra. Questão 32 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Determinado grupo musical estabelece algumas exigências no rider técnico enviado ao contratante. Configuram como equipamentos e recursos de iluminação cênica: A. Filtros coloridos, potência e elipsoidal. B. Moving heads, mesa DMX e refletores PAR. C. Canhão seguidor, direct box, dimerizador. D. Ribalta, gate compressor e painel de LED. Questão 33 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural A exposição itinerante de um pintor famoso chegará à cidade e a universidade será sede dessa exposição. São ações a serem tomadas pela produção local: A. divulgar na imprensa local e elaborar proposta museográfica. B. selecionar as obras a serem expostas e promover um vernissage. C. contratar seguranças e alugar painéis de sustentação para os quadros a serem expostos. D. contratar um curador e oferecer espaço físico para exposição. Questão 34 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Na realização de um evento cultural de grande porte em praça pública são necessárias algumas providências para a minimização de impactos ambientais. Nesse sentido, são providências essenciais em produções ao ar livre em áreas públicas: A. parceria com entidades de segurança pública, colocação de cones e palco coberto. B. parceria com associação de catadores de materiais recicláveis, autorização da prefeitura e montagens de tendas. C. proibição do consumo de bebidas alcoólicas, interrupção de tráfego urbano e poda de árvores. D. sinalização informativa, instalação de banheiros químicos e lixeiras para coleta seletiva. Questão 35 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural O acidente acontecido na Boate Kiss, em Santa Maria, motivou a discussão acerca da segurança nas casas noturnas no Brasil. Nesse sentido, é preciso considerar na locação de espaço para realização de evento musical: I. Proximidade de hospitais. II. Saídas de emergência. III. Extintores de incêndio. IV. Menor valor de aluguel. V. Alvará de funcionamento. VI. Posto médico próprio. Estão corretas as afirmações: A. II, III e V. B. I, IV e VI. C. II, IV e V. D. I, III e VI. 5

6 Questão 36 - Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Em relação à concepção de um projeto cultural para atendimento da comunidade local, é correto afirmar que: A. os projetos culturais devem priorizar a música erudita devido à falta de apelo popular desse segmento musical. B. os projetos culturais devem atender às necessidades sociais da comunidade. C. os projetos culturais devem contemplar expressões artísticas diversas reforçando a vocação brasileira para a diversidade. D. os projetos culturais devem rechaçar o cosmopolitismo em relação ao tradicionalismo. Questão 37 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural São cuidados que devem ser tomados durante as contratações e pagamentos de prestadores de serviços: A. Efetuar registro em carteira de trabalho de todos os profissionais contratados e exigir recibos de pagamento. B. Contratar prestadores de serviços mediante contrato formal e efetuar pagamentos de pessoas jurídicas mediante nota fiscal. C. Elaborar termo de cooperação com prestadores de serviços e efetuar pagamentos vai depósito bancário. D. Celebrar contratos formais e realizar pagamentos das empresas mediante RPA. Questão 38 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural Antes da contratação de determinado artista para apresentação em festival musical promovido pela universidade, é preciso analisar a viabilidade financeira dessa contratação. São formas de análise de viabilidade: A. preço do ingresso, reconhecimento do artista e repertório. B. valor do cachê, exigências de camarim e de hospedagem. C. orçamento, rider técnico e logística de transporte. D. orçamento, valor de direitos autorais e pesquisa de mercado. Questão 39 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural São objetivos do Plano Nacional de Cultura estabelecido pela Lei , de 2 de dezembro de 2010, exceto: A. reconhecer e valorizar a diversidade cultural, étnica e regional brasileira. B. conceder incentivos financeiros à produção cultural brasileira. C. profissionalizar e especializar os agentes e gestores culturais. D. descentralizar a implementação das políticas públicas de cultura. Questão 40 Conhecimentos Específicos - Produtor Cultural O Programa Mais Cultura nas Universidades, lançado pelo Ministério da Cultura e Ministério da Educação, no mês de dezembro de 2013, objetiva apoiar os projetos e ações culturais em ambiente universitário. Quais instituições poderão ser beneficiadas pelo programa? Assinale a alternativa correta. A. Universidades Federais e Universidades Estaduais. B. Universidades Federais e universidades particulares. C. Universidades Federais e Institutos Federais de Educação. D. Todas as instituições públicas de ensino superior brasileiras. As questões 41 e 42 usam como referência o texto a seguir. DAHMER, André. Malvados. Ilustrada. Folha de S. Paulo. 03/01/

7 Questão 41 Conhecimentos Específicos Língua Portuguesa Assinale a alternativa que não se aplica à compreensão da tirinha: A. Os elementos não verbais são imprescindíveis para a produção de sentido. B. O diálogo estabelecido na tirinha revela antagonismo na visão de mundo das personagens. C. É perceptível nessa tirinha a característica desse gênero textual de trazer somente no último quadro a marca de humor. D. A ausência da imagem de uma das personagens no último quadro colabora para reforçar a descrença dessa personagem em um futuro melhor. Questão 42 - Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa Assinale a alternativa em que se observa a mesma situação de uso de por que conforme na tirinha: A. Você se lembra dos problemas por que passou? B. Por que caminhos você andou? C. Por que as escolhas são difíceis? D. Eis o motivo por que estou pessimista. As questões 43 a 45 usam como referência o texto a seguir. Com as manifestações que começaram em protesto contra o aumento do preço da tarifa de ônibus em São Paulo, algum repórter ou comentarista usou todos os dias a partir da primeira delas, em meados de junho, a expressão mobilidade urbana para referir-se ao transporte coletivo na cidade. A bela e antiga expressão caiu no gosto de explicadores papagaiosos. O que é mobilidade? Basicamente, qualidade do que é móvel ou capaz de se mover. E urbano? Relativo à cidade. Mobilidade urbana, portanto, abrange todo movimento que se registra na cidade, da superfície ao subsolo: de trens, metrô, ônibus, caminhões, automóveis, motos, bicicletas, esqueites, velocípedes, patins, carrinhos de supermercados, escadas rolantes, cadeiras de rodas e até o andar aflito dos pedestres. Sem contar o movimento sorrateiro de baratas e ratos. Os de quatro patas. Tudo isso compõe a mobilidade urbana. Pode abranger até a mobilidade da própria cidade, se isso fosse possível. (MACHADO, J. A mobilidade urbana. Revista Língua. ano 8, nº 94, agosto de 2013, p. 21) Questão 43 - Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa O sentido do vocábulo papagaiosos é construído por um processo: A. pleonástico, pois explicadores já remete à noção de pessoas que falam muito. B. metafórico, pois há uma comparação mental entre pessoas que falam muito e uma ave tropical. C. de personificação, pois atribui uma característica de ser inanimado a ser humano. D. sinestésico, já que se confundem diferentes impressões sensoriais. Questão 44 - Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa É incorreto afirmar sobre o seguinte fragmento Sem contar o movimento sorrateiro de baratas e ratos. Os de quatro patas. : A. O pronome demonstrativo os retoma o substantivo ratos. B. A expressão os de quatro patas delimita o significado do substantivo ratos em relação a outro sentido possível. C. O vocábulo quadrúpedes poderia sintetizar a expressão de quatro patas. D. Apenas ratos de quatro patas movimentam-se furtivamente pelas cidades. Questão 45 Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa A técnica utilizada para elaboração do segundo parágrafo, mais especificamente nos excertos qualidade do que é móvel ou capaz de se mover e relativo à cidade, remete à forma de apresentação de: A. verbetes de dicionário. B. hiperlinks de texto eletrônico. C. notas de rodapé. D. notas explicativas de especificação técnica. As questões 46 e 47 usam como referência o texto a seguir. A legislação brasileira prevê que qualquer pessoa, no exercício de seus direitos, pode, em vida, doar seu corpo para fins científicos e/ou pedagógicos. O código assegura ainda, que tal ato não seja irreversível, já que, a qualquer momento caso mude de opinião, o doador tem o direito de refazer sua opção. Bastante simples, o procedimento varia, na verdade, segundo a instituição de ensino a ser beneficiada. Como regra os cidadãos precisam declarar, formalmente, sua intenção de doar o próprio corpo. Por meio desse documento, a universidade ou faculdade passa a ter o direito de recebê-lo após o falecimento do indivíduo. (SILVA JUNIOR, M. G. Corpos em evidência. Revista Minas faz ciência, nº 53, Março a Maio de 2013, p. 7) 7

8 Questão 46 Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa O tema central do parágrafo transcrito pode ser resumido na seguinte expressão: A. Importância da doação do corpo para estudos científicos. B. Importância de estudos científicos sobre o corpo humano. C. Regras para doação de corpos a instituições de ensino. D. Procedimentos das instituições de ensino para recepção de doações de corpos. Questão 47 Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa Das expressões transcritas abaixo, a única que não remete à ideia de obviedade, pois traz uma informação nova e específica, é: A. em vida. B. caso mude de opinião. C. na verdade. D. no exercício de seus direitos. As questões 48 a 50 usam como referência o texto a seguir. O Brasil possui cerca de 5,2 milhões de estabelecimentos agropecuários, que ocupam 36,75% do território nacional, conforme apontou o último censo agropecuário divulgado pelo IBGE (2006). Se comparado com o recenseamento anterior (1995), esse número mostra uma queda de 6,7% na área total de propriedades. A redução tem, entre seus possíveis fatores, a criação de novas unidades de conservação ambiental e a demarcação de terras indígenas. Somadas a isso, a automatização das lavouras e a mudança no perfil econômico e populacional no país de agrário para industrial, de rural para urbano deixaram para trás a imagem bucólica da vida no campo e tornaram a atividade agropecuária um negócio conectado a uma gama intrincada de fatores. (FONSECA, V. Quem implanta, colhe. Revista Minas faz ciência, nº 53, Março a Maio de 2013, p. 30) Questão 48 - Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa Os travessões no trecho de agrário para industrial, de rural para urbano são empregados para: A. restringir o perfil econômico da população. B. detalhar o significado de mudança. C. justificar a mudança no perfil econômico da população. D. explicar a mudança citada. Questão 49 Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa No texto, a presença de dados quantitativos caracteriza: A. sua estrutura dissertativa. B. seu aspecto informacional. C. a subjetividade do autor ao escolher os dados a serem apresentados. D. o posicionamento do narrador diante dos fatos. Questão 50 - Conhecimentos Específicos - Língua Portuguesa O título da matéria Quem implanta, colhe é formado a partir do dito popular Quem planta, colhe. A alteração realizada é um indício, no campo da agropecuária, de: A. inovação nos processos e nas técnicas de automatização do setor agropecuário. B. adequação a novas legislações para criação de estabelecimentos agropecuários. C. permanência da imagem bucólica que se formou sobre a vida no campo. D. redução populacional apontada pelo censo do IBGE. 8

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 02/02/2014

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 02/02/2014 Questão 1 Conhecimentos Específicos Arquivista A análise e a seleção de um determinado documento para fixar prazos de guarda ou eliminação denominam-se: A. descrição. B. destinação. C. avaliação. D. transferência.

Leia mais

Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS

Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS Soluções Culturais INCENTIVO FISCAL POR DENTRO DAS LEIS LEI ROUANET LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA LEI Nº 8131/91; LEI 9.874/99 E A MEDIDA PROVISÓRIA Nº 2228-1/2001 Soluções Culturais O que é? Neste

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações Importantes para o Empresário Patrocinador

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações Importantes para o Empresário Patrocinador Informações Importantes para o Empresário Patrocinador Se sua empresa deseja Patrocinar um dos projeto culturais, aprovados pelo Ministério da Cultura por meio por da Lei Rouanet. Isso significa que como

Leia mais

MANUAL DO PATROCINADOR

MANUAL DO PATROCINADOR MANUAL DO PATROCINADOR Neste manual você irá encontrar informações sobre os serviços que o trevo criativo oferece aos patrocinadores, além de informações sobre o funcionamento e benefícios das leis de

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas Programa 0166 Música e Artes Cênicas Objetivo Aumentar a produção e a difusão da música e das artes cênicas. Público Alvo Sociedade em geral Ações Orçamentárias Indicador(es) Número de Ações 7 Taxa de

Leia mais

Guia para Boas Práticas

Guia para Boas Práticas Responsabilidade Social Guia para Boas Práticas O destino certo para seu imposto Leis de Incentivo Fiscal As Leis de Incentivo Fiscal são fruto da renúncia fiscal das autoridades públicas federais, estaduais

Leia mais

COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? Junte-se a nós!

COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? Junte-se a nós! COMO SE TORNAR UM PARCEIRO DO CORPO CIDADÃO? O Corpo Cidadão utiliza diversos mecanismos de incentivo fiscal, fontes de financiamento, parcerias, doações, programas de voluntariado e cria ações de marketing

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO

APRESENTAÇÃO DO PROJETO PRONAC N. 148285 APRESENTAÇÃO DO PROJETO Anjos da Noite Teatro (18 anos); apresenta o projeto Cadê a água!? com a montagem do Espetáculo Teatral Cadê a água!? e sua Circulação por 07 cidades de Santa

Leia mais

INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS

INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS INCENTIVOS FISCAIS PARA PROJETOS SOCIAIS, CULTURAIS E ESPORTIVOS MARCONDES WITT Auditor-Fiscal e Delegado-Adjunto da Receita Federal do Brasil em Joinville I like to pay taxes, with them I buy civilization.

Leia mais

DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL

DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL DIRETRIZES PARA O PATROCÍNIO CULTURAL A Brookfield Incorporações é hoje uma das maiores incorporadoras do país. Resultado da integração de três reconhecidas empresas do mercado imobiliário Brascan Residential,

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS

CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS CAPTAÇÃO DE RECURSOS POR MEIO DE INCENTIVOS FISCAIS FEDERAIS Comissão de Direito do Terceiro Setor Danilo Brandani Tiisel danilo@socialprofit.com.br INCENTIVOS FISCAIS Contexto MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações importantes para o Contador da Empresa

PROGRAMA DE APOIO AO INCENTIVO: P.A.I ( Lei Rouanet) Informações importantes para o Contador da Empresa Informações importantes para o Contador da Empresa É a lei que institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura PRONAC, visando à captação de recursos para investimentos em projetos culturais. As pessoas

Leia mais

PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL

PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL PROAC PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL Permite o apoio financeiro a projetos culturais credenciados pela Secretaria de Cultura de São Paulo, alcançando todo o estado. Segundo a Secretaria, o Proac visa a: Apoiar

Leia mais

CARTILHA PROGRAMA MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA

CARTILHA PROGRAMA MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA DEPARTAMENTO DE CULTURA CARTILHA PROGRAMA MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA SUMÁRIO 1 Sobre a cartilha... 03 2 O que é o Programa Municipal de Incentivo à Cultura... 04 3 Finalidades do programa... 04 4

Leia mais

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão

Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Projetos culturais: desenvolvimento, captação e gestão Módulo 2: Leis de incentivo André Fonseca Santo André / maio 2009 Pronac Programa Nacional de Apoio à Cultura (1991) estabeleceu três mecanismos de

Leia mais

TERCEIRO SETOR. Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado

TERCEIRO SETOR. Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado TERCEIRO SETOR Financiamento com recursos do orçamento público e ou do setor privado Modalidade de apoio e financiamento por parte do Estado ESPÉCIE Auxílios Contribuições Subvenções PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

Leia mais

NBC T 10.16. Entidades que recebem subvenções, contribuições, auxílios e doações AUDIT

NBC T 10.16. Entidades que recebem subvenções, contribuições, auxílios e doações AUDIT NBC T 10.16 Entidades que recebem subvenções, contribuições, auxílios e doações AUDIT NBC T 10.16 - Entidades que recebem subvenções, contribuições, auxílios e doações Foco do seminário em: Conceito (conceituando

Leia mais

INCENTIVOS FISCAIS, UMA VISÃO GERAL

INCENTIVOS FISCAIS, UMA VISÃO GERAL INCENTIVOS FISCAIS, UMA VISÃO GERAL Danilo Brandani Tiisel danilo@socialprofit.com.br MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS Características da Atividade Atividade planejada e complexa: envolve marketing, comunicação,

Leia mais

MINIFÓRUM CULTURA 10. Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA

MINIFÓRUM CULTURA 10. Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA MINIFÓRUM CULTURA 10 Fórum Permanente para Elaboração do Plano Municipal de Cultura 2012 a 2022 RELATÓRIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA Orientação aprovada: Que a elaboração do Plano Municipal de Cultura considere

Leia mais

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo.

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo. ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO CULTURAIS A Fundação Cultural do Estado da Bahia tem como missão fomentar o desenvolvimento das Artes Visuais, Dança, Música, Teatro, Circo, Audiovisual, Culturas

Leia mais

Projeto Verão Para Todos

Projeto Verão Para Todos Projeto à Projeto Verão Para Todos O Verão Para Todos visa ser o maior torneio de São Paulo de esportes de praia incluindo modalidades de paradesporto. Levaremos ao litoral diversas competições em um mês

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS DA VOLVO DO BRASIL...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3 3. Foco de Atuação...4

Leia mais

CONEXÃO CULTURAL. Projeto Itinerante de Teatro

CONEXÃO CULTURAL. Projeto Itinerante de Teatro CONEXÃO CULTURAL Projeto Itinerante de Teatro O teatro reflete a cultura da população. Ele permite que a sociedade tenha a possibilidade de apreciar a realidade em mudança por meio da exploração de idiomas

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais

Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais A B B C Projetos Culturais, Esportivos e Sociais: como aproveitar melhor os incentivos fiscais MARCELO DE AGUIAR COIMBRA Graduado e Mestre em Direito pela USP/Doutorando pela Universidade de Colônia, Alemanha.

Leia mais

Projeto Futuros Craques São Paulo

Projeto Futuros Craques São Paulo Projeto Futuros Craques São Paulo O Projeto Futuros Craques é considerado o carro chefe da B16 em São Paulo, a sua programação destina-se à oferecer esportes de maneira saudável para crianças da rede pública

Leia mais

PARECER Nº, DE 2012. RELATOR: Senador MOZARILDO CAVALCANTI I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2012. RELATOR: Senador MOZARILDO CAVALCANTI I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2012 Da COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 65, de 2012 (Projeto de Lei nº 1.263, de 2003, na origem), de autoria do Deputado Leonardo Monteiro,

Leia mais

PROGRAMA IAB UM PATRIMÔNIO DE TODOS FICHA DE CADASTRO DE AMIGO DO IAB 1. DADOS PESSOAIS / EMPRESA 2. CATEGORIAS DE AMIGO C)PARCEIRO DE SERVIÇOS ( )

PROGRAMA IAB UM PATRIMÔNIO DE TODOS FICHA DE CADASTRO DE AMIGO DO IAB 1. DADOS PESSOAIS / EMPRESA 2. CATEGORIAS DE AMIGO C)PARCEIRO DE SERVIÇOS ( ) INSTITUTO DE ARQUEOLOGIA BRASILEIRA Estrada da Cruz Vermelha 45, Vila Santa Tereza, Belford Roxo, RJ. CEP: 26193-415. Tel/Fax: (21) 31358117 www.arqueologia-iab.com.br iab@arqueologia-iab.com.br NOME PROGRAMA

Leia mais

Lei do ICMS São Paulo Lei 12.268 de 2006

Lei do ICMS São Paulo Lei 12.268 de 2006 Governo do Estado Institui o Programa de Ação Cultural - PAC, e dá providências correlatas. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte

Leia mais

APRESENTAÇÃO O CURSO

APRESENTAÇÃO O CURSO APRESENTAÇÃO A realização de shows e festivais tem crescido consideravelmente nos últimos anos, aproveitando este bom momento da economia e do real valorizado. Mesmo em crescimento, este mercado está cada

Leia mais

Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Regimento Interno CAPÍTULO PRIMEIRO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º As atividades culturais e artísticas desenvolvidas pela POIESIS reger-se-ão pelas normas deste Regimento Interno e pelas demais disposições

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I. Formulário para Solicitação de Patrocínio CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 ANEXO I Formulário para Solicitação de Patrocínio Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/GO: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio

Leia mais

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS POR DISCIPLINA / FORMAÇÃO. a) Administração

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS POR DISCIPLINA / FORMAÇÃO. a) Administração Anexo II a que se refere o artigo 2º da Lei nº xxxxx, de xx de xxxx de 2014 Quadro de Analistas da Administração Pública Municipal Atribuições Específicas DENOMINAÇÃO DO CARGO: DEFINIÇÃO: ABRANGÊNCIA:

Leia mais

Lei Rouanet. Informações importantes para o Patrocinador

Lei Rouanet. Informações importantes para o Patrocinador Lei Rouanet Informações importantes para o Patrocinador Lei Rouanet Se você ou sua empresa deseja patrocinar um projeto cultural aprovado pelo Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, isso significa

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. DA ATUAÇÃO

1. APRESENTAÇÃO 2. DA ATUAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Cooperativa é uma sociedade de pessoas, com forma e caráter jurídico próprio, de natureza civil, constituídas para prestar serviços aos cooperados. Sua missão é promover a qualidade de

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2015 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para seleção de projetos que contribuam para o empoderamento das mulheres

Leia mais

planejamento de comunicação 2011 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO

planejamento de comunicação 2011 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO 1 Nome da Organização: Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé 2 Data da Fundação: 15 de novembro de 1992 3 Localização: R. D. Pedro II 1892, sala 7 - Bairro Nossa Sra.

Leia mais

LEI Nº 8478, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2010.

LEI Nº 8478, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2010. LEI Nº 8478, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2010. CRIA O FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA DE FLORIANÓPOLIS (FMCF), VINCULADO À FUNDAÇÃO CULTURAL DE FLORIANÓPOLIS FRANKLIN CASCAES E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS Faço saber a

Leia mais

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido.

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Criar novos mecanismos de intercâmbio e fortalecer os programas de intercâmbio já existentes,

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA PETROBRAS CULTURAL MINAS GERAIS EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO GERAL

SELEÇÃO PÚBLICA PETROBRAS CULTURAL MINAS GERAIS EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO GERAL SELEÇÃO PÚBLICA PETROBRAS CULTURAL MINAS GERAIS EDIÇÃO 2014 REGULAMENTO GERAL 1. OBJETO Este regulamento estabelece as regras gerais da Seleção Pública Petrobras Cultural Minas Gerais Edição 2014. São

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS OS INCENTIVOS FISCAIS

CAPTAÇÃO DE RECURSOS OS INCENTIVOS FISCAIS CAPTAÇÃO DE RECURSOS OS INCENTIVOS FISCAIS OS INCENTIVOS FISCAIS Incentivos fiscais são instrumentos utilizados pelo governo para estimular atividades específicas, por prazo determinado (projetos). Existem

Leia mais

Cultura Oficina Litoral Sustentável

Cultura Oficina Litoral Sustentável Cultura Oficina Litoral Sustentável 1 ESTRUTURA DA AGENDA REGIONAL E MUNICIPAIS 1. Princípios 2. Eixos 3. Diretrizes 4. Ações 4.1 Natureza das ações (planos, projetos, avaliação) 4.2 Mapeamento de Atores

Leia mais

A Ricardo Maia Produções Artísticas apresenta a seguir uma seleção de projetos culturais que têm como tema principal a sustentabilidade.

A Ricardo Maia Produções Artísticas apresenta a seguir uma seleção de projetos culturais que têm como tema principal a sustentabilidade. A Ricardo Maia Produções Artísticas apresenta a seguir uma seleção de projetos culturais que têm como tema principal a sustentabilidade. Considerando o crescente interesse geral de mobilização sobre o

Leia mais

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais!

Captação de Recursos. Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013. Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Captação de Recursos Fernando Cavalcanti 04.Jun.2013 Encontro de Capacitação sobre Projetos Sociais Capacitado, você pode mais! Como Captar Recursos? Existem diversas maneiras das organizações conseguirem

Leia mais

Introdução... 3 Certificações da FFM... 4

Introdução... 3 Certificações da FFM... 4 MANUAL DE BENEFÍCIOS FISCAIS DOAÇÕES EFETUADAS À FFM São Paulo SP 2014 Índice Introdução... 3 Certificações da FFM... 4 1. Doações a Entidades sem Fins Lucrativos... 5 1.1. Imposto de Renda e Contribuições

Leia mais

SEC Que Cultura é essa? Balanço de Gestão 2007/2010

SEC Que Cultura é essa? Balanço de Gestão 2007/2010 SEC Que Cultura é essa? Balanço de Gestão 2007/2010 1 ATRAÇÃO DE RECURSOS ATRAÇÃO DE RECURSOS TRANSFORMAR DESPESA EM INVESTIMENTO A LEI DO ICMS ESTRUTURAÇÃO Superintendência específica Parceria SEFAZ

Leia mais

LEI Nº 17.615, DE 4 DE JULHO DE 2008. (MG de 05/07/2008)

LEI Nº 17.615, DE 4 DE JULHO DE 2008. (MG de 05/07/2008) LEI Nº 17.615, DE 4 DE JULHO DE 2008. (MG de 05/07/2008) O GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, Dispõe sobre a concessão de incentivo fiscal com o objetivo de estimular a realização de projetos culturais

Leia mais

Incentivos Fiscais: Cultura. Marcelo de Aguiar Coimbra mcoimbra@cfaadvogados.com.br

Incentivos Fiscais: Cultura. Marcelo de Aguiar Coimbra mcoimbra@cfaadvogados.com.br Incentivos Fiscais: Cultura Marcelo de Aguiar Coimbra mcoimbra@cfaadvogados.com.br Data 28 de Outubro de 2008 Curriculum Vitae Graduado e Mestre em Direito pela USP/Doutorando pela Universidade de Colônia,

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PROGRAMA CAIXA DE APOIO A FESTIVAIS DE TEATRO E DANÇA PATROCÍNIO 2013 REGULAMENTO

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PROGRAMA CAIXA DE APOIO A FESTIVAIS DE TEATRO E DANÇA PATROCÍNIO 2013 REGULAMENTO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PROGRAMA CAIXA DE APOIO A FESTIVAIS DE TEATRO E DANÇA PATROCÍNIO 2013 REGULAMENTO 1. OBJETO 1.1 O presente Regulamento tem por objeto a seleção para patrocínio de projetos de festivais

Leia mais

SOBRE O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES ARTÍSTICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS NO PROCESSO DA 3ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE

SOBRE O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES ARTÍSTICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS NO PROCESSO DA 3ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE RESOLUÇÃO 08/2015, DA COMISSÃO ORGANIZADORA NACIONAL A Comissão Organizadora da 3ª Conferência Nacional de Juventude, no uso de suas atribuições regimentais, em conformidade com o artigo 6º, objetivo específico

Leia mais

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I.

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I. PROPOSTA DE EDITAL O Instituto de Compromisso com o Desenvolvimento Humano, fundado aos 09 (nove) dias do mês de Maio de 2007, tendo como objetivo promover o desenvolvimento humano em diversos âmbitos,

Leia mais

Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões

Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões Curadoria e montagem de exposições de arte: um campo de diversas profissões As oportunidades de trabalho e as novas profissões ligadas à arte contemporânea têm crescido muito nos últimos anos, impulsionadas

Leia mais

(Favor digitar ou preencher com letra de forma.) Como soube deste programa de assistência?... ... ... (1) Nome da organização:... (2) Endereço:...

(Favor digitar ou preencher com letra de forma.) Como soube deste programa de assistência?... ... ... (1) Nome da organização:... (2) Endereço:... ASSISTÊNCIA A PROJETOS COMUNITÁRIOS E DE SEGURANÇA HUMANA FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO (Favor digitar ou preencher com letra de forma.) SOBRE O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA DO GOVERNO DO JAPÃO Como soube deste

Leia mais

Mais Cultura nas Escolas

Mais Cultura nas Escolas Mais Cultura nas Escolas O que é o Programa Mais Cultura nas Escolas? Projeto Andarilha das Letras, Circulação Literária/ FUNARTE É o encontro de projetos pedagógicos de escolas da rede pública com experiências

Leia mais

DIREITO Lei Estadual nº. 1954/92

DIREITO Lei Estadual nº. 1954/92 Os Direitos Sociais relacionados à cultura e ao desporto estão disciplinados em nossa Carta Magna no título Da Ordem Social em conjunto aos temas da educação, ciência, saúde e meio ambiente dentre outros,

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS

POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS sicoobcentro.com.br POLÍTICA DE APOIO A PROJETOS SOCIAIS Cooperativa de Crédito *Esta Política de Apoio a Projetos Sociais é baseada no projeto da Cooperativa Sicoob Credip* ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO...3

Leia mais

O que é o Projeto Cine Gira Brasil

O que é o Projeto Cine Gira Brasil O que é o Projeto Cine Gira Brasil O Cine Gira Brasil é um projeto de cinema itinerante aprovado pelo Ministério da Cultura via artigo n o 18 da Lei Rouanet, que permite que empresas deduzam o valor investido

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL FESTIVAIS E DIFUSÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL FESTIVAIS E DIFUSÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA PETROBRAS CULTURAL FESTIVAIS E DIFUSÃO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Este documento contém um pequeno descritivo do conteúdo que deve ser inserido em cada um dos campos do formulário de

Leia mais

Incentivo à Cultura. Investir em Cultura é um Bom Negócio

Incentivo à Cultura. Investir em Cultura é um Bom Negócio Incentivo à Cultura Investir em Cultura é um Bom Negócio O que é Incentivo Cultural? Trata-se de um instrumento complementar, que dinamiza e impulsiona o fazer cultural, ao envolver o conjunto da sociedade,

Leia mais

Surge então dentro desse contexto:

Surge então dentro desse contexto: Hoje no Brasil projetos literários representam menos de 1% dos projetos culturais que são realizados no País. E os projetos literários existentes são em sua maioria feiras de livros. A nossa ideia surgiu

Leia mais

A contrapartida social deverá ser apresentada no item 5 do formulário, sendo um ítem de valoração e não de eliminação

A contrapartida social deverá ser apresentada no item 5 do formulário, sendo um ítem de valoração e não de eliminação Informações Edital de Cultura Itens 2.1.1 até 2.1.8 - A classificação será por segmento/modalidade; - É obrigatória a apresentação do valor do projeto. Item 4.4 - A contrapartida social deverá ser apresentada

Leia mais

II Encontro Regional de Cultura/ Pontão Rede Fluminense de Cultura / COMCULTURA-RJ Araruama, RJ 1º de julho de 2009. Palestrante: Joana Corrêa

II Encontro Regional de Cultura/ Pontão Rede Fluminense de Cultura / COMCULTURA-RJ Araruama, RJ 1º de julho de 2009. Palestrante: Joana Corrêa Planejamento e Elaboração de Projetos Culturais... II Encontro Regional de Cultura/ Pontão Rede Fluminense de Cultura / COMCULTURA-RJ Araruama, RJ 1º de julho de 2009... Palestrante: Joana Corrêa... Especialista

Leia mais

Programa de Reabilitação de Áreas Urbanas Centrais. Secretaria Nacional de Programas Urbanos

Programa de Reabilitação de Áreas Urbanas Centrais. Secretaria Nacional de Programas Urbanos Programa de Reabilitação de Áreas Urbanas Centrais Secretaria Nacional de Programas Urbanos CONCEITOS Área Urbana Central Bairro ou um conjunto de bairros consolidados com significativo acervo edificado

Leia mais

Manutenção, por 01 (um) ano, das atividades de bandas de música com histórico de 1. atividades comprovadas há, pelo menos, 01 (um) ano.

Manutenção, por 01 (um) ano, das atividades de bandas de música com histórico de 1. atividades comprovadas há, pelo menos, 01 (um) ano. Artistas, bandas de música, produtores culturais, arte-educadores, pesquisadores e demais interessados podem apresentar propostas de projetos de música dentro das linhas de ação abaixo, conforme Resolução

Leia mais

O PROCULTURA. O Texto Substitutivo, aprovado na Comissão de Finanças e Tributação, foi organizado em 10 capítulos, comentados a seguir:

O PROCULTURA. O Texto Substitutivo, aprovado na Comissão de Finanças e Tributação, foi organizado em 10 capítulos, comentados a seguir: O PROCULTURA O Texto Substitutivo, aprovado na Comissão de Finanças e Tributação, foi organizado em 10 capítulos, comentados a seguir: CAPÍTULO I DO PROCULTURA Dividido em duas seções, esse capítulo cria

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultor para a elaboração e execução do Projeto Conceitual e do Planejamento

Leia mais

Política de Patrocínio Cultural

Política de Patrocínio Cultural I. DEFINIÇÃO A Política de Patrocínio Cultural B. Braun foi elaborada com base nas estratégias corporativas definidas em seu Plano Estratégico, que vem a ressaltar seu compromisso com a responsabilidade

Leia mais

10/2011 750364/2010 SDH/PR

10/2011 750364/2010 SDH/PR Cotação Prévia de Preço n 10/2011 Convênio nº 750364/2010 SDH/PR Projeto: Desenvolver processos de educação popular, visando a garantia dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania, na perspectiva

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURANDA

PREFEITURA MUNICIPAL DE JURANDA LEI Nº 931/2010 Dispõe sobre incentivo fiscal para a realização de projetos culturais no Município de Juranda, Estado do Paraná, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE JURANDA, ESTADO DO PARANÁ,

Leia mais

Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil

Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil Política de Patrocínios e Doações da Volvo do Brasil Data de publicação: 10/07/2007 Última atualização: 10/07/2007 APRESENTAÇÃO Os patrocínios exercem um importante papel na estratégia de comunicação e

Leia mais

UNIMED NATAL CULTURAL 2014

UNIMED NATAL CULTURAL 2014 UNIMED NATAL CULTURAL 2014 APRESENTAÇÃO: A Unimed Natal Sociedade Cooperativa de Trabalho Médico abre seleção para inscrições de projetos culturais incentivados pela Lei de Incentivo à Cultura Djalma Maranhão

Leia mais

PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL

PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL Os Centros Culturais Banco do Brasil estão localizados nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Qualquer pessoa física

Leia mais

Sheet1. Criação de uma rede formada por tvs e rádios comunitárias, para acesso aos conteúdos

Sheet1. Criação de uma rede formada por tvs e rádios comunitárias, para acesso aos conteúdos Criação de um canal de atendimento específico ao público dedicado ao suporte de tecnologias livres. Formação de comitês indicados por representantes da sociedade civil para fomentar para a ocupação dos

Leia mais

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR

PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR PROJETO BÁSICO GRAMADOTUR Projeto Básico da Contratação de Serviços: Contratação de empresa para prestação de serviços de consultoria, análise e mapeamento em gestão comercial para a Gramadotur. Dos Fatos:

Leia mais

Pronac Nº 1111032 Você em Cenna é um concurso cultural que irá eleger atores e atrizes amadores de todo o país, que enviarão vídeos de suas performances para votação popular e de júri especializado. Os

Leia mais

Política de doação de Mídia Social

Política de doação de Mídia Social Política de doação de Mídia Social 1.Objetivo A presente política tem como objetivo definir critérios institucionais para cada modalidade de parceria em Mídia Social estabelecida pela Rede Gazeta e adotada

Leia mais

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA JORNALISMO

Leia mais

1º Edital Petrobras de Festivais de Música

1º Edital Petrobras de Festivais de Música 1º Edital Petrobras de Festivais de Música REGULAMENTO OBJETIVOS DO EDITAL O apoio previsto neste regulamento tem como objetivos promover: 01. a formação de público para os diversos segmentos da música

Leia mais

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 1. Patrocínios 1.1 Patrocínio a Eventos e Publicações Data limite: 60 dias de antecedência da data de início do evento

Leia mais

O MANUAL DO PRODUTOR DA ANCINE, publicado em 2005, sofreu algumas alterações em função de novas Instruções Normativas editadas nos últimos meses.

O MANUAL DO PRODUTOR DA ANCINE, publicado em 2005, sofreu algumas alterações em função de novas Instruções Normativas editadas nos últimos meses. O MANUAL DO PRODUTOR DA ANCINE, publicado em 2005, sofreu algumas alterações em função de novas Instruções Normativas editadas nos últimos meses. Estamos preparando a reedição do manual com as alterações.

Leia mais

Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015

Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015 ANEXO II Formulário para Solicitação de Patrocínio Edital 001/2015 Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/MS: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio ao CAU/MS, confira os itens

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

Incentivo Fiscal Imposto de Renda sobre Pessoa Física IMPOSTO DE RENDA

Incentivo Fiscal Imposto de Renda sobre Pessoa Física IMPOSTO DE RENDA Incentivo Fiscal Imposto de Renda sobre Pessoa Física IMPOSTO DE RENDA O Imposto de Renda sobre Pessoa Física - IRPF é um tributo federal obrigatório a todos os trabalhadores brasileiros que obtiveram

Leia mais

CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS

CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS CURRÍCULO DA EMPRESA. MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA ATIVIDADES DESEMPENHADAS A MILLENNIUM BRASIL EVENTOS LTDA, é empresa de entretenimento recentemente fundada para execução de shows e concertos ao vivo

Leia mais

Plataforma dos Consumidores para as Eleições Municipais 2012

Plataforma dos Consumidores para as Eleições Municipais 2012 Plataforma dos Consumidores para as Eleições Municipais 2012 Plataforma dos Consumidores para as Eleições 2012 1 O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) é uma associação de consumidores sem

Leia mais

PROGRAMA TRILHA SETRE NA TRILHA DAS ARTES CURSOS DE 400 HORAS. 1. Qualificação Social 100 horas

PROGRAMA TRILHA SETRE NA TRILHA DAS ARTES CURSOS DE 400 HORAS. 1. Qualificação Social 100 horas PROGRAMA TRILHA SETRE NA TRILHA DAS ARTES CURSOS DE 400 HORAS 1. Qualificação Social 100 horas INCLUSÃO DIGITAL - 30 horas (15 h de prática) Ementa: Introdução à informática, hardware e software. Descrição

Leia mais

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 20, DE 26 DE MAIO DE 2015.

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 20, DE 26 DE MAIO DE 2015. DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 20, DE 26 DE MAIO DE 2015. Regulamenta a concessão de apoio institucional pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU/GO), caracteriza as suas modalidades e dá outras

Leia mais

08 a 11 de outubro de 2014. 08 a 11 de outubro de 2014

08 a 11 de outubro de 2014. 08 a 11 de outubro de 2014 Como Organizar Eventos 08 a 11 de outubro de 2014 08 a 11 de outubro de 2014 PLANEJAMENTO O que é? Para que serve? PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA EVENTOS É um dos primeiros grandes passos para a produção

Leia mais

O Projeto O projeto consiste em um espetáculo de Teatro, cênico/ musical com foco nas questões de sustentabilidade e meio ambiente destinado ao público infantil entre 06 e 12 anos. O projeto teatral proporcionará,

Leia mais

Estruturas institucionais esfera federal

Estruturas institucionais esfera federal Estruturas institucionais esfera federal Departamento do Patrimônio Imaterial Princípio de atuação: respeito à diversidade cultural e valorização da diferença são os princípios organizadores da atuação

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS ATRAVÉS DE PROJETOS SOCIAIS. Luis Stephanou Fundação Luterana de Diaconia fld@fld.com.br

CAPTAÇÃO DE RECURSOS ATRAVÉS DE PROJETOS SOCIAIS. Luis Stephanou Fundação Luterana de Diaconia fld@fld.com.br CAPTAÇÃO DE RECURSOS ATRAVÉS DE PROJETOS SOCIAIS Luis Stephanou Fundação Luterana de Diaconia fld@fld.com.br Apresentação preparada para: I Congresso de Captação de Recursos e Sustentabilidade. Promovido

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014

PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014 PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL 05/2014 Atualizado em 10/11/2014 Esta nota tem o objetivo de esclarecer as instituições que pretendam apresentar propostas de projetos ao Edital 05/2014. 1. No que se refere

Leia mais

Congresso Ministério Público e Terceiro Setor Atuação Institucional na Proteção dos Direitos Sociais. Painel: Formas de Fomento ao Terceiro Setor

Congresso Ministério Público e Terceiro Setor Atuação Institucional na Proteção dos Direitos Sociais. Painel: Formas de Fomento ao Terceiro Setor Congresso Ministério Público e Terceiro Setor Atuação Institucional na Proteção dos Direitos Sociais Painel: Formas de Fomento ao Terceiro Setor Outubro-2010 ESTADO BRASILEIRO SUBSIDIÁRIO COM A PARTICIPAÇÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS 1. Objeto: 1.1.1. Contratação de empresa para prestação, sob demanda, de serviços de planejamento, organização, coordenação, execução, fiscalização e avaliação de eventos com a viabilização de infra-estrutura

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

POLÍTICA DE PATROCÍNIO DA ELETROBRÁS

POLÍTICA DE PATROCÍNIO DA ELETROBRÁS POLÍTICA DE PATROCÍNIO DA ELETROBRÁS agosto de 2009 Eletrobrás Política de Patrocínio da Eletrobrás A Eletrobrás, alinhada a sua missão de criar, ofertar e implementar soluções que atendam aos mercados

Leia mais

EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult

EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult JUSTIFICATIVA O estatuto da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) no Capítulo 1, artigo 3º. define como finalidade

Leia mais