Processando Big Data com Java: Receitas para resolver problemas comuns. Fabiane Bizinella Nardon

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Processando Big Data com Java: Receitas para resolver problemas comuns. Fabiane Bizinella Nardon (@fabianenardon)"

Transcrição

1 Processando Big Data com Java: Receitas para resolver problemas comuns Fabiane Bizinella Nardon

2 The best minds of my genera3on are thinking about how to make people click ads. That sucks. Jeff Hammerbacher

3 Big Data em Publicidade Nossos Números Dados imensos Métricas para medir eficiência 1.5 bilhões novos registros/dia 50% aumento de CTR Resposta rápida RTB precisa retorno em 100ms

4 BIG DATA em Java HADOOP HDFS SPARK STORM

5 PROCESSAMENTO PARALELO E DISTRIBUÍDO INPUT M1 M2 M3 M4 M5 OUTPUT

6 Mais paralelismo pode deixar sua aplicação mais lenta

7 UID:1 = FUTEBOL, CINEMA, TECNOLOGIA UID2 = MODA, TECNOLOGIA M1 M2 M3 M4 M5 FUTEBOL: 1 CINEMA: 1 TECNOLOGIA: 2 MODA: 1

8 UID:1 = FUTEBOL, CINEMA, TECNOLOGIA UID2 = MODA, TECNOLOGIA M1 M2 M3 M4 M5 M6 M7 M8 M9 M10 FUTEBOL: 1 CINEMA: 1 TECNOLOGIA: 2 MODA: 1 ~10h

9 UID:1 = FUTEBOL, CINEMA, TECNOLOGIA UID2 = MODA, TECNOLOGIA M1 M2 M3 M4 M5 M6 M7 M8 M9 M10 M11 M12 M13 M14 M15 M16 M17 M18 M19 M20 M21 M22 M23 M24 M25 M26 M27 M28 M29 M30 FUTEBOL: 1 CINEMA: 1 TECNOLOGIA: 2 MODA: 1 ~36h

10 UID:1 = FUTEBOL, CINEMA, TECNOLOGIA UID2 = MODA, TECNOLOGIA M1 M2 M3 M4 M5 M6 M7 M8 M9 M10 M11 M12 M13 M14 M15 M16 M17 M18 M19 M20 M21 M22 M23 M24 M25 M26 M27 M28 M29 M30 FUTEBOL: 1 CINEMA: 1 TECNOLOGIA: 2 MODA: 1 ~36h

11 Hadoop Fair Scheduler conf/mapred- site.xml <property> <name>mapred.jobtracker.taskscheduler</name> <value>org.apache.hadoop.mapred.fairscheduler</value> </property> <alloca^ons>... <pool name="smallpool"> <maxmaps>10</maxmaps> </pool>... </alloca^ons> conf/fair- scheduler.xml Código config.set("mapred.fairscheduler.pool", "smallpool");

12 PROCESSAMENTO PARALELO E DISTRIBUÍDO DADOS M1 M2 M3 M4 M5

13 PROCESSAMENTO PARALELO E DISTRIBUÍDO DADOS CACHE CACHE CACHE M1 M2 M3 M4 M5

14 Cache distribuído tem que ser bem distribuído

15 SHARDING CACHE C A CACHE C H E CACHE CLIENTE CLIENTE CLIENTE

16 SHARDING Com Hashing (Ex: Murmur) CACHE 5 1 a1d1c1 a2b2c3 a2b2c4 CLIENTE CACHE 2 a2b2c4 CLIENTE CACHE 3 4 a2f2c4 b2f2c4 CLIENTE

17 SHARDING Escalando CACHE CACHE CLIENTE CACHE CACHE CLIENTE CACHE CACHE CLIENTE

18 SHARDING Escalando CACHE CACHE CLIENTE CACHE CLIENTE CACHE CACHE CLIENTE CACHE

19 PIPELINES Processo 1 Processo 2 Processo 3 Saída 1 Saída 2

20 Às vezes, a inteligência do seu framework não vai te dar o melhor pipeline

21 BANCO DE DADOS CONTA NÚMERO DE USUÁRIOS POR INTERESSES CONTA NÚMERO DE USUÁRIOS POR PAÍS CONTA NÚMERO DE USUÁRIOS POR IDADE GRAVA TOTAL NO BD GRAVA TOTAL NO BD GRAVA TOTAL NO BD

22

23 Cache Intermediário PCollection<RedisRecord> users = pipeline.read(source); PCollection<Tuple3<String, String, Integer>> globalstats = users.paralleldo("count global cookies", new CountCookies(properties), Writables.triples(Writables.strings(), Writables.strings(), Writables.ints())); pipeline.cache(globalstats, CachingOptions.builder().useDisk(true).useMemory(false).replicas(1).deserialized(true).build()); pipeline.run(); PTable<String, Integer> statsbyinterest = globalstats.paralleldo( "Cookies by interest", new CountCookiesByInterest(), Writables.tableOf(Writables.strings(), Writables.ints())); PGroupedTable<String, Integer> groupedbyinterest = statsbyinterest.groupbykey(1);

24

25 QUE TAMANHO É BIG DATA? * Tamanho default to bloco do HDFS é 64MB * Se o arquivo é muito pequeno, o tempo para iniciar/terminar um job será maior que o job em si * Se os dados cabem em memória, fazer um POJP vai ser muito mais rápido

26 É melhor processar um arquivo grande. E isso é um problema.

27 Arquivos Pequenos: Se puder evitar, não processe Alterna^va: Concatene no HDFS Se puder concatenar no file system e depois mandar para o HDFS, melhor ainda!

28 Mandando arquivão para o HDFS hadoop fs put /arq.log /hdfsfolder Isso não é atômico! Use: hadoop fs put /arq.log /hdfsfolder/.arq.log hadoop fs -mv /hdfsfolder/.arq.log /hdfsfolder/arq.log

29 Quando processar um arquivo grande é um problema ARQUIVO ENTRADA Contador Contador Contador Contador Total

30 Quando processar um arquivo grande é um problema 500 GB Contador Contador Contador Maps Total

31 Quando processar um arquivo grande é um problema 500 GB config.setlong( RuntimeParameters.COMBINE_FILE_BLOCK_SIZE, 6_710_886_400L); Contador Contador Contador Maps Total

32 Muitas vezes, se você não processar todos os dados, dá na mesma

33 Usuários por Interesse (TODOS) FUTEBOL EMPREGO FINANÇAS POLÍTICA

34 Usuários por Interesse (1%) FUTEBOL EMPREGO FINANÇAS POLÍTICA

35 Usuários por Interesse TODOS 1%

36 Como fazer uma boa amostra Tamanho tem que ser representa^vo Distribuição tem que ser homogênea

37 Tamanho da Amostra MAIOR AMOSTRA = MAIS ACURÁCIA

38 Tamanho da Amostra Defina tamanho mínimo da amostra. Se a base ^ver menos que isso, use a base toda

39 Distribuição da Amostra (Ex: Redis) SHARDING 1 SHARDING 2 SHARDING 3 RANDOMKEYs RANDOMKEYs RANDOMKEYs ITEMS POR SHARDING = TAMANHO DA AMOSTRA / NÚMERO DE SHARDINGS

40 Distribuição da Amostra (Ex: Redis) Ta = Tamanho da Amostra SHARDING 1 SHARDING 2 SHARDING 3 Tt = Tamanho Total Na = Número de Itens na Amostra Nt = Número de Itens Total Nt = Na * Tt / Ta RANDOMKEYs Exemplo: RANDOMKEYs RANDOMKEYs Ta = 1000 ITEMS POR SHARDING = TAMANHO Tt DA = AMOSTRA / NÚMERO DE SHARDINGS Na = 400 Mulheres Nt = 400 * / 1000 =

41 E quando não se sabe o tamanho total? Reservoir Sampling A B C D E F Random (0..1): 0.7 K = Ta / i K = 5 / 6 = 0.83 Se K > Random => TROCA!

42 Reservoir Sampling Distribuído A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Y W Z

43 Reservoir Sampling Distribuído A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Y W Z

44 Reservoir Sampling Distribuído A:0.1 B:0.3 C:0.2 D:0.7 E:0.9 F:0.11 G:0.4 H:0.6 I:0.76 J:0.8 K:0.2 L:0.54 M:0.4 N:0.21 O:0.33 P:0.56 Q:0.32 R:0.23 S:0.21 T:0.32 U:0.22 V:0.7 X:0.12 Y: 0.23 W:0.3 Z:0.76 private SortedMap<Double, MyObject> reservoir;... if (reservoir.size() < SAMPLE_SIZE) { reservoir.put(score, myobject); } else if (score > reservoir.firstkey()) { reservoir.remove(reservoir.firstkey()); reservoir.put(score, myobject); }

45 Reservoir Sampling Distribuído A:0.1 B:0.3 C:0.2 D:0.7 E:0.9 F:0.11 G:0.4 H:0.6 I:0.76 J:0.8 K:0.2 L:0.54 M:0.4 N:0.21 O:0.33 P:0.56 Q:0.32 R:0.23 S:0.21 T:0.32 U:0.22 V:0.7 X:0.12 Y: 0.23 W:0.3 Z:0.76 H:0.6 D:0.7 E:0.9 F:0.11 I:0.76 R:0.23 Q:0.32 O:0.33 L:0.54 P:0.56 S:0.21 U:0.22 Y:0.23 T:0.32 Z:0.76 COMBINER O L P I Z

46 Reservoir Sampling Distribuído Apache Crunch: import org.apache.crunch.lib.sample; Sample.reservoirSample(PCollection<T> input, int samplesize)

47 Processando Big Data com Java: Receitas para resolver problemas comuns Fabiane Bizinella Nardon h}p://www.tailtarget.com/vagas/

Processamento de Big Data com bancos de dados NoSQL para desenvolvedores Java. Fernando Babadopulos (@babadopulos)

Processamento de Big Data com bancos de dados NoSQL para desenvolvedores Java. Fernando Babadopulos (@babadopulos) Processamento de Big Data com bancos de dados NoSQL para desenvolvedores Java Fernando Babadopulos (@babadopulos) Eu tenho um Big Data? Ok, tenho um Big Data, e agora? Mas como funciona o hadoop? fapa

Leia mais

Fazendo Data Science em Tempo Real. Fabiane Bizinella Nardon @fabianenardon

Fazendo Data Science em Tempo Real. Fabiane Bizinella Nardon @fabianenardon Fazendo Data Science em Tempo Real Fabiane Bizinella Nardon @fabianenardon BIG DATA + ESTATÍSTICA + = DATA SCIENCE PROGRAMAÇÃO Data Science na era do batch Dados do Passado Processador Batch (Ex: Hadoop)

Leia mais

Arquiteturas Java Pragmá1cas para usar Big Data na Nuvem. Fabiane Bizinella Nardon (@fabianenardon) Fernando Babadopulos (@babadopulos)

Arquiteturas Java Pragmá1cas para usar Big Data na Nuvem. Fabiane Bizinella Nardon (@fabianenardon) Fernando Babadopulos (@babadopulos) Arquiteturas Java Pragmá1cas para usar Big Data na Nuvem Fabiane Bizinella Nardon (@fabianenardon) Fernando Babadopulos (@babadopulos) Nós e Big Data BigDataTailTargetDataScienceMachineLearningHiveHadoopCrunchMongoDBRedisAWS

Leia mais

Lab 2 MapReduce e o Console Web

Lab 2 MapReduce e o Console Web Lab 2 MapReduce e o Console Web Objetivos do Laboratório Neste laboratório você irá praticar o que você aprendeu nesta lição, mais especificamente você ira praticar as operações de MapReduce e aprender

Leia mais

Hadoop - HDFS. Universidade Federal de Goiás Ciência da Computação

Hadoop - HDFS. Universidade Federal de Goiás Ciência da Computação Hadoop - HDFS Universidade Federal de Goiás Ciência da Computação O que é Hadoop? Um framework para lidar com aplicações distribuídas que fazem uso massivo de dados Originalmente construído para a distribuição

Leia mais

NoSQL como suporte à análise de dados nãonormalizados. volume

NoSQL como suporte à análise de dados nãonormalizados. volume NoSQL como suporte à análise de dados nãonormalizados e de grande volume Joel Alexandre Orientador: Professor Luís Cavique Motivação Grande quantidade de registos Tudo é registado Internet of things tudo

Leia mais

Análises Geração RI (representação intermediária) Código Intermediário

Análises Geração RI (representação intermediária) Código Intermediário Front-end Análises Geração RI (representação intermediária) Código Intermediário Back-End Geração de código de máquina Sistema Operacional? Conjunto de Instruções do processador? Ambiente de Execução O

Leia mais

BIG DATA: UTILIZANDO A INTERNET PARA TOMADA DE DECISÕES

BIG DATA: UTILIZANDO A INTERNET PARA TOMADA DE DECISÕES BIG DATA: UTILIZANDO A INTERNET PARA TOMADA DE DECISÕES Alex Travagin Chatalov¹, Ricardo Ribeiro Rufino ¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil alex_tr1992@hotmail.com ricardo@unipar.br

Leia mais

Armazenamento Secundário. SCE-183 Algoritmos e Estruturas de Dados II

Armazenamento Secundário. SCE-183 Algoritmos e Estruturas de Dados II Armazenamento Secundário SCE-183 Algoritmos e Estruturas de Dados II 1 Armazenamento secundário Primeiro tipo de armazenamento secundário: papel! Cartões perfurados HDs, CD-ROM, floppy disks, memórias

Leia mais

2 echo "PHP e outros.";

2 echo PHP e outros.; PHP (Hypertext Preprocessor) Antes de qualquer coisa, precisamos entender o que é o PHP: O PHP(Hypertext Preprocessor) é uma linguagem interpretada gratuita, usada originalmente apenas para o desenvolvimento

Leia mais

Arquiteturas escaláveis utilizando ferramentas Shared Nothing. Victor Canô

Arquiteturas escaláveis utilizando ferramentas Shared Nothing. Victor Canô Arquiteturas escaláveis utilizando ferramentas Shared Nothing Victor Canô Victor Canô - Founder / CTO @ Cazamba - Founder @ Troz.io /victoracano Conteúdo O que esperamos de uma aplicação? Cloud, benefícios

Leia mais

Programação Concorrente Processos e Threads

Programação Concorrente Processos e Threads Programação Concorrente Processos e Threads Prof. Eduardo Alchieri Processos O conceito mais central em qualquer sistema operacional é o processo Uma abstração de um programa em execução Um programa por

Leia mais

Tabela de símbolos: tabelas de espalhamento

Tabela de símbolos: tabelas de espalhamento Tabela de símbolos: tabelas de espalhamento Marcelo K. Albertini 14 de Janeiro de 2014 2/28 Resumo de complexidades Análises para operação efetuada após N inserções pior caso caso médio keys chave get

Leia mais

ESTRUTURA INTERNA DO SISTEMA ESTRUTURA GERAL DO SGBD. Desempenho do BD ÙSatisfação do usuário. A performance do sistema depende:

ESTRUTURA INTERNA DO SISTEMA ESTRUTURA GERAL DO SGBD. Desempenho do BD ÙSatisfação do usuário. A performance do sistema depende: ESTRUTURA INTERNA DO SISTEMA ESTRUTURA GERAL DO SGBD Desempenho do BD ÙSatisfação do usuário USUÁRIO A performance do sistema depende: da eficiência das estruturas de dados utilizadas; como o sistema opera

Leia mais

Armazenando grandes quantidades de dados

Armazenando grandes quantidades de dados Armazenando grandes quantidades de dados Universidade Federal de Campina Grande UFCG Centro de Engenharia Elétrica e Informática CEEI Departamento de Sistemas e Computação DSC Disciplina: TECC Analise

Leia mais

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE CODIFICAÇÃO PHP CODING STANDARDS

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE CODIFICAÇÃO PHP CODING STANDARDS MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE CODIFICAÇÃO PHP CODING STANDARDS versão 1.0 W7BR Soluções e Tecnologia contato@w7br.com Sumário INTRODUÇÃO... 3 Observação... 3 FORMATO DO ARQUIVO PHP... 4 Identação... 4 Codificação

Leia mais

3 0 ENCONTRO DE USUÁRIOS DE BI

3 0 ENCONTRO DE USUÁRIOS DE BI 3 0 ENCONTRO DE USUÁRIOS DE BI Contextualizando Durante o segundo encontro de usuários de BI, o tema Big Data surgiu várias vezes durante as discussões e prometemos que seria assunto de um próximo evento.

Leia mais

Orientação a Objetos. Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java. Gil Eduardo de Andrade

Orientação a Objetos. Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java. Gil Eduardo de Andrade Orientação a Objetos Conceitos Iniciais Introdução a Linguagem Java Gil Eduardo de Andrade Conceitos: Orientação a Objeto Introdução Abordagem típica no desenvolvimento de sistemas complexos; Consiste

Leia mais

Fundamentos de Sistemas Operacionais

Fundamentos de Sistemas Operacionais Fundamentos de Sistemas Operacionais Sistema de Arquivos - II Prof. Galvez Implementação de Arquivos Arquivos são implementados através da criação, para cada arquivo no sistema, de uma estrutura de dados

Leia mais

São Paulo. Maio/2015

São Paulo. Maio/2015 São Paulo Maio/2015 Padrões de Arquitetura para Big Data Hélio Silva Sr. Big Data Analytics Consultant Professional Services AWS Summit São Paulo Maio/2015 Henrique Souza Especialista de Cloud e Big Data

Leia mais

Adicionando Propriedades e Funcionalidades aos Componentes Parte II

Adicionando Propriedades e Funcionalidades aos Componentes Parte II Adicionando Propriedades e Funcionalidades aos Componentes Parte II Quantas vezes eu não lamentei por este componente não ter uma propriedade que guardasse uma lista paralela a lista que é mostrada em

Leia mais

Programação Paralela e Distribuída (DCC/UFRJ)

Programação Paralela e Distribuída (DCC/UFRJ) Programação Paralela e Distribuída (DCC/UFRJ) Aula 7: Programação com memória compartilhada usando OpenMP 1, 8, 10 e 15 de abril de 2015 OpenMP (Open MultiProcessing) Projetado para sistemas de memória

Leia mais

*O RDBMS Oracle é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional.

*O RDBMS Oracle é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional. Arquitetura Oracle e seus componentes Hoje irei explicar de uma forma geral a arquitetura oracle e seus componentes. Algo que todos os DBA s, obrigatoriamente, devem saber de cabo a rabo. Vamos lá, e boa

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais 7 Sistemas Operacionais 7.1 Fundamentos da ciência da computação Cengage Learning Objetivos 7.2 Compreender o papel do sistema operacional. Compreender o processo de inicialização para carregar o sistema

Leia mais

Desenvolvimento de aplicações Web. Java Server Pages

Desenvolvimento de aplicações Web. Java Server Pages Desenvolvimento de aplicações Web Java Server Pages Hamilton Lima - athanazio@pobox.com 2003 Como funciona? Servidor web 2 Internet 1 Browser 3 Arquivo jsp 4 JSP Compilado 2 Passo a passo 1 browser envia

Leia mais

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10 1. TIPOS DE DADOS... 3 1.1 DEFINIÇÃO DE DADOS... 3 1.2 - DEFINIÇÃO DE VARIÁVEIS... 3 1.3 - VARIÁVEIS EM C... 3 1.3.1. NOME DAS VARIÁVEIS... 3 1.3.2 - TIPOS BÁSICOS... 3 1.3.3 DECLARAÇÃO DE VARIÁVEIS...

Leia mais

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 2 DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Todo o processamento que um programa Java faz está definido dentro dos

Leia mais

UFRJ IM - DCC. Sistemas Operacionais I. Unidade I Introdução. 11/02/2014 Prof. Valeria M. Bastos

UFRJ IM - DCC. Sistemas Operacionais I. Unidade I Introdução. 11/02/2014 Prof. Valeria M. Bastos UFRJ IM - DCC Sistemas Operacionais I Unidade I Introdução 11/02/2014 Prof. Valeria M. Bastos 1 ORGANIZAÇÃO DA UNIDADE Introdução Conceituação de SO Funções Básicas Breve Histórico Tipos de SO Fundamentos

Leia mais

Linguagem de Programação III Aula 2 Revisão Parte II

Linguagem de Programação III Aula 2 Revisão Parte II Linguagem de Programação III Aula 2 Revisão Parte II Prof. Moser Fagundes Curso Técnico em Informática (Modalidade Integrada) Instituto Federal Sul-Rio-Grandense (IFSul) Campus Charqueadas Revisão de PHP

Leia mais

EKM Visão Geral. Vinicius Strugata João Aguirre Ricardo Damian

EKM Visão Geral. Vinicius Strugata João Aguirre Ricardo Damian EKM Visão Geral Vinicius Strugata João Aguirre Ricardo Damian EKM 2.0 Desafios na Simulação de Engenharia PAGE 2? Cenário 1: Colaboração Cenário 2: Reutilização Vários analistas trabalhando no mesmo Projeto

Leia mais

PERFORMANCE EVALUATION OF A MONGODB AND HADOOP PLATFORM FOR SCIENTIFIC DATA ANALYSIS M.Govindaraju and L. Ramakrishnan

PERFORMANCE EVALUATION OF A MONGODB AND HADOOP PLATFORM FOR SCIENTIFIC DATA ANALYSIS M.Govindaraju and L. Ramakrishnan PERFORMANCE EVALUATION OF A MONGODB AND HADOOP PLATFORM FOR SCIENTIFIC DATA ANALYSIS M.Govindaraju and L. Ramakrishnan Alfredo Fernandes / José Fernandes 6. Avaliação Nesta secção é apresentada as avaliações

Leia mais

http://blogging.avnet.com/weblog/cioinsights/tag/big-data/ Storm Processamento e análise real time para Big Data 7/24/12 Fabio Velloso

http://blogging.avnet.com/weblog/cioinsights/tag/big-data/ Storm Processamento e análise real time para Big Data 7/24/12 Fabio Velloso http://blogging.avnet.com/weblog/cioinsights/tag/big-data/ Storm Processamento e análise real time para Big Data Fabio Velloso Fabio Velloso Bio Bacharel em Ciência da Computação - UFSCar MBA FGV Desenvolvedor

Leia mais

AULA APLICAÇÕES PARA WEB SESSÕES E LOGIN E SENHA

AULA APLICAÇÕES PARA WEB SESSÕES E LOGIN E SENHA Sumário Construção de sistema Administrativo... 1 Sistema de Login... 2 SQL INJECTION... 2 Técnicas para Evitar Ataques... 2 Formulário de Login e Senha fará parte do DEFAULT... 5 LOGAR... 5 boas... 6

Leia mais

UFRJ IM - DCC. Sistemas Operacionais I

UFRJ IM - DCC. Sistemas Operacionais I UFRJ IM - DCC Sistemas Operacionais I Unidade I 18/9/2009 Prof. Antonio Carlos Gay Thomé Prof. Aux. Simone Markenson Pech 1 ORGANIZAÇÃO DA UNIDADE Conceituação de SO Funções Básicas Breve Histórico Tipos

Leia mais

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

LSOF - LiSt Open Files

LSOF - LiSt Open Files LSOF - LiSt Open Files Descrição Como o nome indica, LSOF lida com arquivos abertos em um sistema UNIX. Um arquivo aberto pode ser um arquivo comum, um diretório, uma biblioteca, um stream, ou um soquete

Leia mais

Por dentro do Windows: Gerenciamento de Memória

Por dentro do Windows: Gerenciamento de Memória Por dentro do Windows: Gerenciamento de Memória Rodrigo Strauss http://www.1bit.com. ://www.1bit.com.brbr 1 Definindo Windows Falaremos somente sobre Windows NT NT 3.51 NT 4 Windows 2000 (NT5) Windows

Leia mais

Fundamentos de Arquivos. SCC203 Algoritmos e Estruturas de Dados II

Fundamentos de Arquivos. SCC203 Algoritmos e Estruturas de Dados II Fundamentos de Arquivos SCC203 Algoritmos e Estruturas de Dados II Arquivos Informação mantida em memória secundária HD Disquetes Fitas magnéticas CD DVD 2 Discos X Memória Principal Tempo de acesso HD:

Leia mais

Processamento de Dados

Processamento de Dados Processamento de Dados Execução de Programas Os computadores não entendem nada além de comandos, dados e endereços escritos em linguagem binária, também chamada de linguagem de baixo nível. Ela utiliza

Leia mais

Python: Comandos Básicos. Claudio Esperança

Python: Comandos Básicos. Claudio Esperança Python: Comandos Básicos Claudio Esperança Primeiros passos em programação Até agora só vimos como computar algumas expressões simples Expressões são escritas e computadas imediatamente Variáveis podem

Leia mais

Algoritmos e Programação Estruturada

Algoritmos e Programação Estruturada Algoritmos e Programação Estruturada Virgínia M. Cardoso Linguagem C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no Laboratório Bell em 1972. A Linguagem C foi baseada na Linguagem B criada por Thompson.

Leia mais

Introdução a conceitos e a prática de programação

Introdução a conceitos e a prática de programação Instituto de Informática - UFG Disciplina: Introdução à Computação Introdução a conceitos e a prática de programação Autores: Marcelo Akira e Anderson Soares Fevereiro de 2011 Alguns direitos autorais

Leia mais

Python Condicionais e Loops. Introdução à Programação SI1

Python Condicionais e Loops. Introdução à Programação SI1 Python Condicionais e Loops Introdução à Programação SI1 Conteúdo Comando de Decisão Comandos de Repetição Exercícios 13/06/2013 2 Condicional Controle de fluxo É muito comum em um programa que certos

Leia mais

Integração contínua com Hudson - Configuração, Extensão e Diversão! Fabiane Bizinella Nardon fabiane.nardon@zilics.com.br Zilics

Integração contínua com Hudson - Configuração, Extensão e Diversão! Fabiane Bizinella Nardon fabiane.nardon@zilics.com.br Zilics Integração contínua com Hudson - Configuração, Extensão e Diversão! Fabiane Bizinella Nardon fabiane.nardon@zilics.com.br Zilics Objetivo Mostrar como você pode implantar integração contínua usando o Hudson

Leia mais

Memória. Introdução. Unidades de medida de capacidade Tipos:

Memória. Introdução. Unidades de medida de capacidade Tipos: Memória Memória Introdução Motivação para ser um Sub-sistema Operações Representação da informação Princípios da organização da memória Hierarquia da memória Critérios de comparação entre memórias Unidades

Leia mais

Exercícios de revisão V2. FAT: 300 GB / 2KB = 150MB X 8 bytes (64 bits / 8) = 1.2GB

Exercícios de revisão V2. FAT: 300 GB / 2KB = 150MB X 8 bytes (64 bits / 8) = 1.2GB Exercícios de revisão V2 1 Uma empresa que possui partições FAT em seus servidores, estava impressionada com um processo em específico na memória, onde o mesmo ocupava um espaço grande. Este servidor dedicado

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 2.1 CONCEITO DE BIT O computador só pode identificar a informação através de sua elementar e restrita capacidade de distinguir entre dois estados: 0

Leia mais

Aula 4: adivinhe o número

Aula 4: adivinhe o número Aula 4: adivinhe o número Kaya Sumire Abe kaya.sumire@gmail.com Diego de Faria do Nascimento df.nascimento93@gmail.com Fabian Czajkowski fabiancza22@gmail.com 05/09/2012 Resumo Através do que já vimos,

Leia mais

Problemas de Performance Rio. Parte 1 - Agosto/2013

Problemas de Performance Rio. Parte 1 - Agosto/2013 !!!!! Problemas de Performance Rio Parte 1 - Agosto/2013 Geral Magistrados 1º Grau 2.1 mil Magistrados 2º Grau 1 mil Servidores 22 mil Processos 560 mil Advogados 170 mil Rio Magistrados 1º Grau 211 Magistrados!

Leia mais

Capítulo 1. Introdução

Capítulo 1. Introdução Capítulo 1 Introdução 1.1 O que é um sistema operacional 1.2 História dos sistemas operacionais 1.3 O zoológico de sistemas operacionais 1.4 Revisão sobre hardware de computadores 1.5 Conceitos sobre sistemas

Leia mais

Laboratório de Programação. Aula 13 Java 5COP088. Aula 13 Genéricos e Conjuntos Java Prof. Dr. Sylvio Barbon Junior. Sylvio Barbon Jr barbon@uel.

Laboratório de Programação. Aula 13 Java 5COP088. Aula 13 Genéricos e Conjuntos Java Prof. Dr. Sylvio Barbon Junior. Sylvio Barbon Jr barbon@uel. 5COP088 Laboratório de Programação Aula 13 Genéricos e Conjuntos Java Prof. Dr. Sylvio Barbon Junior 1 Sumário: 1) Métodos hashcode(), equals() e tostring(); 2) Conjuntos; 3) Genéricos; 4) Resumo. 2 1)

Leia mais

Infra-Estrutura de Software. Introdução. (cont.)

Infra-Estrutura de Software. Introdução. (cont.) Infra-Estrutura de Software Introdução (cont.) O que vimos Complexidade do computador moderno, do ponto de vista do hardware Necessidade de abstrações software Sistema computacional em camadas SO como

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Sistemas Operacionais Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Introdução Um sistema operacional é um programa que atua como intermediário entre o usuário e o hardware de um computador. O propósito

Leia mais

Tempo de Resposta em Sub-Segundos com o novo MicroStrategy 10 In-Memory Analytics. Anderson Santos, Sales Engineer Brazil

Tempo de Resposta em Sub-Segundos com o novo MicroStrategy 10 In-Memory Analytics. Anderson Santos, Sales Engineer Brazil Tempo de Resposta em Sub-Segundos com o novo MicroStrategy 10 In-Memory Analytics Anderson Santos, Sales Engineer Brazil Alta Performance não é mais Desejável em uma Aplicação Analítica Expectativa dos

Leia mais

5. Generics, Iterators e Comparable em Java. Tipos de Dados Abstractos Generics em Java

5. Generics, Iterators e Comparable em Java. Tipos de Dados Abstractos Generics em Java 5. Generics, Iterators e Comparable em Java Fernando Silva DCC-FCUP Estruturas de Dados Fernando Silva (DCC-FCUP) 5. Generics, Iterators e Comparable em Java Estruturas de Dados 1 / 12 Tipos de Dados Abstractos

Leia mais

WEBDESIGN. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

WEBDESIGN. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira WEBDESIGN Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira Formulários e JavaScript Como visto anteriormente, JavaScript pode ser usada para

Leia mais

Sistemas de Informação. Sistemas Operacionais 4º Período

Sistemas de Informação. Sistemas Operacionais 4º Período Sistemas de Informação Sistemas Operacionais 4º Período SISTEMA DE ARQUIVOS SUMÁRIO 7. SISTEMA DE ARQUIVOS: 7.1 Introdução; 7.2 s; 7.3 Diretórios; 7.4 Gerência de Espaço Livre em Disco; 7.5 Gerência de

Leia mais

Sistemas Operacionais Aula 06: Threads. Ezequiel R. Zorzal ezorzal@unifesp.br www.ezequielzorzal.com

Sistemas Operacionais Aula 06: Threads. Ezequiel R. Zorzal ezorzal@unifesp.br www.ezequielzorzal.com Sistemas Operacionais Aula 06: Threads Ezequiel R. Zorzal ezorzal@unifesp.br www.ezequielzorzal.com Objetivos Introduzir o conceito de thread Discutir as APIs das bibliotecas de threads Pthreads, Win32

Leia mais

Balanceamento de Carga

Balanceamento de Carga 40 4. Balanceamento de Carga Pode-se entender por balanceamento de carga uma política a ser adotada para minimizar tanto a ociosidade de utilização de alguns equipamentos quanto a super utilização de outros,

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais FATEC-PB Professor: Gustavo Wagner gugawag@gmail.com 1 Capítulo 6 Sistemas de Arquivos 6.1 Arquivos 6.2 Diretórios 6.3 Implementação do sistema de arquivos 6.4 Exemplos de sistemas

Leia mais

O comando switch. c Professores de ALPRO I 04/2012. Faculdade de Informática PUCRS. ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31

O comando switch. c Professores de ALPRO I 04/2012. Faculdade de Informática PUCRS. ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31 O comando switch c Professores de ALPRO I Faculdade de Informática PUCRS 04/2012 ALPRO I (FACIN) O comando switch 04/2012 1 / 31 Sumário 1 Relembrando... 2 Comando de Seleção (Parte III) Menus e o comando

Leia mais

Weather Search System

Weather Search System Weather Search System PROJECTO DE COMPUTAÇÃO EM NUVEM RELATÓRIO Grupo 2 Gonçalo Carito - Nº57701 Bernardo Simões - Nº63503 Guilherme Vale - Nº64029 Índice Weather Search System...1 1. A Solução Implementada...3

Leia mais

Organização de músicas do Apple itunes: simulação através de técnicas de hashing

Organização de músicas do Apple itunes: simulação através de técnicas de hashing Estrutura de Dados II Universidade Federal de Juiz de Fora 2014.1 Trabalho Prof. Jairo Francisco de Souza Organização de músicas do Apple itunes: simulação através de técnicas de hashing 1. Introdução

Leia mais

Mini Curso DESCOMPLICANDO C# Professor Hélio

Mini Curso DESCOMPLICANDO C# Professor Hélio Mini Curso DESCOMPLICANDO C# Professor Hélio Requisitos Para o Curso Não é necessário conhecimentos prévios em programação Matemática Básica Nível básico de operador Bom senso Objetivos do Curso Esse curso

Leia mais

Capítulo 4. Programação em ASP

Capítulo 4. Programação em ASP Índice: CAPÍTULO 4. PROGRAMAÇÃO EM ASP...2 4.1 REGISTRAR...2 4.1.1 Códigos para configuração do objeto...2 4.1.2 Formulário para transferir dados da impressão digital...3 4.1.3 Código Javascript para registro

Leia mais

Organização e Arquitetura de Computadores

Organização e Arquitetura de Computadores Organização e Arquitetura de Computadores Memória Cache: Mapeamento Direto Alexandre Amory Edson Moreno Na Aula Anterior Vimos que existem memórias De rápido acesso mas pouca capacidade de armazenamento.

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Oracle Grid Engine. Thiago Marques Soares. Pós-Graduação em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora. 8 de abril de 2015

Oracle Grid Engine. Thiago Marques Soares. Pós-Graduação em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora. 8 de abril de 2015 Oracle Grid Engine Thiago Marques Soares Pós-Graduação em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora 8 de abril de 2015 Thiago Marques Soares Algoritmos e E.D. 8 de abril de 2015 1 /

Leia mais

INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C

INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB INTRODUÇÃO AO JAVA PARA PROGRAMADORES C Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar a grande semelhança entre Java e C Apresentar a organização diferenciada

Leia mais

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Colegiado de Engenharia de Computação Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Aulas 10 (semestre 2011.2) Prof. Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto, M.Sc. rosalvo.oliveira@univasf.edu.br 2 Hardware

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Sistemas e Tecnologias da Informação-IESTI PCO203 Tópicos Especiais em Programação

Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Sistemas e Tecnologias da Informação-IESTI PCO203 Tópicos Especiais em Programação UNIFEI Disciplina Professor Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Sistemas e Tecnologias da Informação-IESTI PCO203 Tópicos Especiais em Programação Enzo Seraphim 1 Padrões de Operação

Leia mais

SparkleShare. Arthur Henrique Danilo Inácio Luíla Oliveira Paulo Junior

SparkleShare. Arthur Henrique Danilo Inácio Luíla Oliveira Paulo Junior SparkleShare Arthur Henrique Danilo Inácio Luíla Oliveira Paulo Junior Principal Motivação Durante a UX HackFest em 2010, um grupo de OSS designers chegou a conclusão que não tinham uma boa ferrramenta

Leia mais

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE CODIFICAÇÃO PHP CODING STANDARDS

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE CODIFICAÇÃO PHP CODING STANDARDS MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE CODIFICAÇÃO v0.1 1 MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE CODIFICAÇÃO PHP CODING STANDARDS versão 0.1 SkySoft - Silas Ribas Martins silasrm@gmail.com Walker de Alencar Oliverira contato@walkeralencar.com

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Ricardo Ribeiro dos Santos ricrs@ec.ucdb.br

Sistemas Distribuídos. Ricardo Ribeiro dos Santos ricrs@ec.ucdb.br Sistemas Distribuídos Ricardo Ribeiro dos Santos ricrs@ec.ucdb.br Curso de Engenharia de Computação UCDB Agosto/2003 Tópicos Conceitos de HW em SD Multiprocessadores e Multicomputadores Conceitos de SW

Leia mais

Sistemas Operativos. Threads. 3º ano - ESI e IGE (2011/2012) Engenheiro Anilton Silva Fernandes (afernandes@unipiaget.cv)

Sistemas Operativos. Threads. 3º ano - ESI e IGE (2011/2012) Engenheiro Anilton Silva Fernandes (afernandes@unipiaget.cv) Sistemas Operativos Threads 3º ano - ESI e IGE (2011/2012) Engenheiro Anilton Silva Fernandes (afernandes@unipiaget.cv) Dos Processos para os Threads O conceito de thread foi introduzido na tentativa de

Leia mais

Usando o Nmap. A instalação do Nmap é bem simples. Após obter o código fonte execute os comandos abaixo: tar xjvpf nmap-3.48.tar.bz2 cd nmap-3.

Usando o Nmap. A instalação do Nmap é bem simples. Após obter o código fonte execute os comandos abaixo: tar xjvpf nmap-3.48.tar.bz2 cd nmap-3. Usando o Nmap Este artigo irá explicar como instalar e utilizar algumas funções do Nmap. Todos os comandos foram testados com a versão 3.48 do Nmap. É bem provável que alguns comandos não funcionem em

Leia mais

Roteiro do Programa e Entrada/Saída

Roteiro do Programa e Entrada/Saída Roteiro do Programa e Entrada/Saída c Professores de ALPRO I Faculdade de Informática PUCRS 03/2012 ALPRO I (FACIN) Roteiro do Programa e E/S 03/2012 1 / 32 Sumário 1 Relembrando 2 Programa Definição de

Leia mais

Introdução ao PHP. Prof. Késsia Marchi

Introdução ao PHP. Prof. Késsia Marchi Introdução ao PHP Prof. Késsia Marchi PHP Originalmente PHP era um assíncrono para Personal Home Page. De acordo com convenções para atribuições de nomes recursivas do GNU foi alterado para PHP Hypertext

Leia mais

Login. Criar um novo website File > New > WebSite Framework 4.5 Visual C# ASP.NET Empty Web Site Nome do projeto: WebLogin

Login. Criar um novo website File > New > WebSite Framework 4.5 Visual C# ASP.NET Empty Web Site Nome do projeto: WebLogin Login Criar um novo website File > New > WebSite Framework 4.5 Visual C# ASP.NET Empty Web Site Nome do projeto: WebLogin Estrutura do projeto Criar pastas e deixar a estrutura do projeto conforme a figura.

Leia mais

Sistemas Operacionais. Conceitos de um Sistema Operacional

Sistemas Operacionais. Conceitos de um Sistema Operacional Sistemas Operacionais Conceitos de um Sistema Operacional Modo usuário e Modo Kernel Como já vimos são ambientes de execução diferentes no processador Há um conjunto de funções privilegiadas acessadas

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais

Comandos de repetição while

Comandos de repetição while Programação de Computadores I UFOP DECOM 2014 2 Aula prática 6 Comandos de repetição while Resumo Nesta aula vamos trabalhar com problemas cuja solução envolve realizar um cálculo ou tarefa repetidas vezes,

Leia mais

(HDFS) Usando o. hadoop_

(HDFS) Usando o. hadoop_ hadoop_ Usando o Hadoop Distributed File System (HDFS) Hadoop File System (HDFS) é o componente do O Hadoop responsável pela persistência de dados de forma distribuída, constituindo a principal funcionalidade

Leia mais

Fundamentos de Banco de Dados

Fundamentos de Banco de Dados Fundamentos de Banco de Dados SISTEMAS BASEADOS NO PROCESSAMENTO DE ARQUIVOS Sistema A Funcionário Pagamento Cargo Sistema B Funcionário Projeto SISTEMAS GERENCIADORES DE BANCO DE DADOS (SGBD) Sistema

Leia mais

Manual de Transferência de Arquivos

Manual de Transferência de Arquivos O Manual de Transferência de Arquivos apresenta a ferramenta WebEDI que será utilizada entre FGC/IMS e as Instituições Financeiras para troca de arquivos. Manual de Transferência de Arquivos WebEDI Versão

Leia mais

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES II

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES II MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES II Introdução Muitos itens de hardware possuem ferramentas de manutenção que podem ser acionadas via software Ações comuns que um software pode executar para melhorar o desempenho

Leia mais

Avaliação do Controle de Acesso de Múltiplos Usuários a Múltiplos Arquivos em um Ambiente Hadoop

Avaliação do Controle de Acesso de Múltiplos Usuários a Múltiplos Arquivos em um Ambiente Hadoop Avaliação do Controle de Acesso de Múltiplos Usuários a Múltiplos Arquivos em um Ambiente Hadoop Eduardo Scuzziato 1, João E. Marynowski 1,2, Altair O. Santin 1 1 Escola Politécnica Ciência da Computação

Leia mais

Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal. Memória principal

Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal. Memória principal Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal Organização Operações de leitura e escrita Capacidade http://www.ic.uff.br/~debora/fac! 1 2 Componente de um sistema

Leia mais

Apostila 03 Conceito de Filas

Apostila 03 Conceito de Filas Curso: Bacharelado em Ciência da Computação - BCC Disciplina: (1479A) Estruturas de Dados I ED1 Professora: Simone das Graças Domingues Prado e-mail: simonedp@fc.unesp.br home-page: wwwp.fc.unesp.br/~simonedp/ed1bcc.htm

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais. Sistemas Operacionais. Aula 23. Sistemas Operacionais Distribuídos

Universidade Federal de Minas Gerais. Sistemas Operacionais. Aula 23. Sistemas Operacionais Distribuídos Aula 23 Distribuídos SOs de Rede Em sistemas operacionais de rede você sabe quando é local e quando é remoto. Assim, o trabalho não muda, com exceção de comandos para acesso remoto: - telnet - ftp - etc.

Leia mais

Banco de Dados. 13 - Arquiteturas para SGBDs

Banco de Dados. 13 - Arquiteturas para SGBDs Banco de Dados 13 - Arquiteturas para SGBDs 1 Tópicos Caracterização de SGBDs SGBDs Centralizados SGBDs Cliente-Servidor SGBDs Distribuídos Homogêneos Multi-SGBDs Heterogêneos SGBDs Paralelos SGBDs e a

Leia mais

AULA 5 Sistemas Operacionais

AULA 5 Sistemas Operacionais AULA 5 Sistemas Operacionais Disciplina: Introdução à Informática Professora: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Sistemas Operacionais Conteúdo: Partições Formatação Fragmentação Gerenciamento

Leia mais

Módulo 06 Desenho de Classes

Módulo 06 Desenho de Classes Módulo 06 Desenho de Classes Última Atualização: 13/06/2010 1 Objetivos Definir os conceitos de herança, polimorfismo, sobrecarga (overloading), sobreescrita(overriding) e invocação virtual de métodos.

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java Linguagem Java Objetivos Compreender como desenvolver algoritmos básicos em JAVA Aprender como escrever programas na Linguagem JAVA baseando-se na Linguagem Portugol aprender as sintaxes equivalentes entre

Leia mais

Projeto Simple Maps. Quarto semestre de ADS. Professor: Fabrício J. Barth fabricio.barth@bandtec.com.br

Projeto Simple Maps. Quarto semestre de ADS. Professor: Fabrício J. Barth fabricio.barth@bandtec.com.br Projeto Simple Maps Quarto semestre de ADS Professor: Fabrício J. Barth fabricio.barth@bandtec.com.br Sumário Proposta do projeto Função pedagógica do projeto Desenvolvimento do projeto Avaliação qualitativa

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL MATERIAL CONFIDENCIAL

APRESENTAÇÃO COMERCIAL MATERIAL CONFIDENCIAL APRESENTAÇÃO COMERCIAL MATERIAL CONFIDENCIAL BUSINESS / PRESENCE TIMELINE 2000 2006 MEDIA RESPONSE GROUP MEDIA RESPONSE GROUP WEBZODES EFFICIENT TARGET MEDIA RESPONSE GROUP WEBZODES EFFICIENT TARGET EFFICIENT

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR MIDDLEWARE JDBC: USANDO O JAVA DB EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR MIDDLEWARE JDBC: USANDO O JAVA DB EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB MIDDLEWARE JDBC: USANDO O JAVA DB Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender o conceito do Middleware JDBC Capacitar para a criação de bancos de dados JavaDB

Leia mais