Psicologia B Ano(s) de Escolaridade: 12º Época: Novembro Duração da Prova :

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Psicologia B Ano(s) de Escolaridade: 12º Época: Novembro Duração da Prova :"

Transcrição

1 Disciplina: Psicologia B Ano(s) de Escolaridade: 12º Época: Novembro Duração da Prova : MINUTOS I Este grupo é constituído por dez questões de escolha múltipla. Na sua folha de respostas indique o número do item a que está a responder e a letra da alternativa que considera correcta. Será atribuída a cotação de zero aos itens em que apresente: - mais do que uma opção (ainda que nelas esteja incluída a opção correcta); - o número e/ou a letra ilegíveis. Em caso de engano, este deverá ser riscado e corrigido, à frente, de modo bem legível 1.1. Os indivíduos que pertencem a determinada espécie apresentam características comuns. Ao património genético que lhes é comum, que determina a sua constituição e alguns dos seus comportamentos chama-se: A. genótipo. B. fenótipo. C. hereditariedade específica. D. hereditariedade individual As funções mentais e comportamentais complexas têm por suporte no sistema nervoso: A. o tronco cerebral. B. o córtex cerebral. C. o tálamo e o hipotálamo. D. a espinal medula e o bolbo raquidiano Identifique os tipos de memória. 1 Retém a informação durante um período limitado de tempo. 2 Armazena os materiais durante horas, meses ou toda a vida. 3 Inclui a memória declarativa e a memória não declarativa. 4 Tem uma capacidade limitada a cerca de sete unidades de informação. A. 1 e 3 memória a curto prazo; 2 e 4 memória a longo prazo. B. 2, 3 e 4 memória a longo prazo; 1 memória a curto prazo. C. 1 e 4 memória a curto prazo; 2 e 3 memória a longo prazo. D. 1, 3 e 4 memória a curto prazo; 2 memória a longo prazo. Página 1 de 5

2 2.2. O conceito de aprendizagem diz respeito à: A. aquisição de conhecimentos em contexto escolar. B. mudança estável de comportamento resultante da experiência. C. capacidade da memória para registar os dados mais significativos da experiência. D. alteração relativamente estável do conhecimento resultante da maturação Em Psicologia Social o conceito de atitude diz respeito: A. à predisposição mental adquirida para responder de forma favorável ou desfavorável a um estímulo social. B. aos comportamentos aprendidos em contexto grupal que revelam expectativas sociais. C. aos preconceitos e comportamentos observáveis nos grupos socialmente favorecidos. D. aos gestos e comportamentos intencionalmente dirigidos aos outros em situações de interacção social As competências básicas do bebé para comunicar são: A. a linguagem verbal e o gesto simbólico. B. o choro, o sorriso e as expressões faciais. C. o choro e a linguagem gestual. D. a vocalização e a linguagem simbólica e abstracta O sistema constituído pelos valores, normas, costumes, padrões culturais, instituições políticas e sociais vigentes na sociedade em que o indivíduo se encontra inserido designa-se por: A. cronossistema. B. exossistema. C. macrosistema. D. mesossistema O microssistema envolve actividades, papéis e relações existentes entre o sujeito e o seu ambiente vivenciados num contexto imediato. Esta afirmação é: A. falsa, porque o microssistema tem a ver com as interacções entre contextos em que o indivíduo participa activamente. B. verdadeira, porque o microssistema implica que o sujeito tenha um relacionamento directo com a família e os amigos, e indirecto como a escola ou local de trabalho, mass media, vizinhança, e diversos serviços sociais. C. falsa, porque o microssistema diz respeito a um ou mais contextos que não implicam a participação activa do sujeito. D. verdadeira, porque o microssistema envolve interacções face a face num contexto directamente vivenciado. Página 2 de 5

3 5.1. A Psicologia na actualidade consiste no estudo: A. da mente e dos processos da consciência através do método introspectivo. B. dos processos comportamentais observáveis através do método experimental. C. do comportamento humano e animal através da observação científica. D. do comportamento e dos processos mentais através de vários métodos e técnicas Identifique as correntes históricas da Psicologia a que se referem as seguintes afirmações. 1 A Psicologia deve estudar os processos inconscientes da mente. 2 O objecto da Psicologia são os comportamentos observáveis dos seres humanos e dos animais. 3 A unidade básica da experiência consciente é a sensação. A. 1 Behaviorismo; 2 Associacionismo; 3 Cognitivismo. B. 1 Psicanálise; 2 Behaviorismo; 3 Associacionismo. C. 1 Cognitivismo; 2 Psicanálise; 3 Behaviorismo. D. 1 e 2 Behaviorismo; 3 Psicanálise. II 1. Distinga e relacione os conceitos de genótipo e fenótipo. 2. Explique a diferença entre reforço e castigo. 3. Explique o conceito de vinculação no contexto das relações precoces. 4. Mostre em que consiste o modelo ecológico do desenvolvimento do ser humano. 5. Segundo Freud a sexualidade tem um papel central na dinâmica do comportamento. Explique esta perspectiva. Página 3 de 5

4 III Dos três temas que se seguem escolha apenas um. TEMA A: O papel da hereditariedade e do meio no comportamento humano. Desenvolva o tema tendo em conta: - os conceitos de genótipo e fenótipo; - o programa genético do ser humano. TEMA B: Conformismo e obediência como processos de influência social Desenvolva o tema: - caracterizando os processos de conformismo e obediência; - referindo resultados de estudos sobre estes processos de influência social. TEMA C: A organização funcional do cérebro humano Desenvolva o tema tendo em conta: - a estrutura do cérebro humano; - o funcionamento sistémico do cérebro. Página 4 de 5

5 Cotações: I II III 10 X 4 pontos 5 X 20 pontos 1 X 60 pontos Página 5 de 5

Ψ AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA

Ψ AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA Ψ AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA DE FRADES PSICOLOGIA B 12º ANO 1º Teste Turmas A e B Ano lectivo 2010/2011 A prova é constituída por três grupos de itens: - O Grupo I testa objectivos de conhecimento,

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS n.º 1 de GONDOMAR

AGRUPAMENTO de ESCOLAS n.º 1 de GONDOMAR AGRUPAMENTO de ESCOLAS n.º 1 de GONDOMAR PLANIFICAÇÃO ANUAL 2014/2015 PSICOLOGIA B 12.º ANO COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS Desenvolve a consciência, o respeito e a valorização da

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) PROVA 140/C/5 Págs. Duração da prova: 120 minutos 2007 1.ª FASE PROVA ESCRITA DE PSICOLOGIA 1. CRITÉRIOS

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA Ano letivo de 2014/2015 Disciplina: PSICOLOGIA B 12º ANO Ensino Regular (Diurno) Planificação de Médio e Longo Prazo

ESCOLA SECUNDÁRIA DE AMORA Ano letivo de 2014/2015 Disciplina: PSICOLOGIA B 12º ANO Ensino Regular (Diurno) Planificação de Médio e Longo Prazo Problemas da Psicologia Conteúdos Conceitos fundamentais Objectivos Capacidades Tempos 1. Como interagem os planos do biológico e do cultural para a constituição do ser humano? Unidade 1 A ENTRADA NA VIDA

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO. 12.º Ano de Escolaridade. (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) Duração da prova: 120 minutos 2007

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO. 12.º Ano de Escolaridade. (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) Duração da prova: 120 minutos 2007 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) PROVA 140/11 Págs. Duração da prova: 120 minutos 2007 1.ª FASE PROVA ESCRITA DE PSICOLOGIA VERSÃO

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO. 12.º Ano de Escolaridade. (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) Duração da prova: 120 minutos 2007

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO. 12.º Ano de Escolaridade. (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) Duração da prova: 120 minutos 2007 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) PROVA 140/11 Págs. Duração da prova: 120 minutos 2007 2.ª FASE PROVA ESCRITA DE PSICOLOGIA VERSÃO

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS-2º CICLO maio 2016

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS-2º CICLO maio 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS-2º CICLO maio 2016 PROVA 06 2016 Modalidade ESCRITA /ORAL -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Prova escrita de Psicologia Acesso ao Ensino Superior dos Maiores de 23 Anos 21 de Maio de Duração da Prova 120 minutos

Prova escrita de Psicologia Acesso ao Ensino Superior dos Maiores de 23 Anos 21 de Maio de Duração da Prova 120 minutos Prova escrita de Psicologia Acesso ao Ensino Superior dos Maiores de 23 Anos 21 de Maio de 2015 Duração da Prova 120 minutos Nome: Classificação: Assinaturas dos Docentes: Notas Importantes: A prova de

Leia mais

TEMA 5 PROBLEMAS E CONCEITOS TEÓRICOS ESTRUTURADORES DA PSICOLOGIA

TEMA 5 PROBLEMAS E CONCEITOS TEÓRICOS ESTRUTURADORES DA PSICOLOGIA TEMA 5 PROBLEMAS E CONCEITOS TEÓRICOS ESTRUTURADORES DA PSICOLOGIA CONTEÚDOS OBJETIVOS GERAIS COMPETÊNCIAS RECURSOS AULAS 5.1. DO MENTALISMO DO SÉCULO XIX AO MENTALISMO DO SÉCULO XXI 5.1.1. As grandes

Leia mais

Aspectos de conteúdo. A Psicologia Social é a ciência dos fenómenos do comportamento inter-pessoal e inter-grupal

Aspectos de conteúdo. A Psicologia Social é a ciência dos fenómenos do comportamento inter-pessoal e inter-grupal Aspectos introdutórios rios Aspectos de conteúdo Copyright, 2005 José Farinha Natureza, objecto e âmbito da Psicologia Social Natureza A Psicologia Social é a ciência dos fenómenos do comportamento inter-pessoal

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA. (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) OBJETO DE AVALIAÇÃO

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA. (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) OBJETO DE AVALIAÇÃO INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) CÓDIGO 302 OBJETO DE AVALIAÇÃO 12º ANO A prova é concebida de acordo com o currículo de referência e com

Leia mais

A Perspectiva Ecológica do Desenvolvimento Humano de

A Perspectiva Ecológica do Desenvolvimento Humano de A Perspectiva Ecológica do Desenvolvimento Humano de Urie Bronfenbrenner A Ecologia do Desenvolvimento Humano O Microsistema O Mesosistema O Exosistema O Macrosistema Copyright, 2008 José Farinha, Prof.

Leia mais

PROVA DE AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS CANDIDATOS AO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS DISCIPLINA DE PSICOLOGIA

PROVA DE AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS CANDIDATOS AO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS DISCIPLINA DE PSICOLOGIA PROVA DE AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTOS E COMPETÊNCIAS CANDIDATOS AO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS DISCIPLINA DE PSICOLOGIA 16 de Junho de 2016 Tempo de realização da prova: 1h00 Nome completo: Nº

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Ciências Naturais 2016 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do 3.º Ciclo

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ANO LETIVO 2013/2014

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ANO LETIVO 2013/2014 INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ANO LETIVO 2013/2014 Regime Especial de Acesso ao Ensino Superior para Maiores de 23 Anos Prova Específica de Psicologia 15 de junho de 2013 Informações e Instruções para

Leia mais

INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA

INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA Objetivos Definir Psicologia Descrever a trajetória historica da psicologia para a compreensão de sua utilização no contexto atual Definir Psicologia Organizacional A relacão da

Leia mais

Ano letivo de 2014/2015. Psicologia B 12º ano PLANIFICAÇÃO

Ano letivo de 2014/2015. Psicologia B 12º ano PLANIFICAÇÃO Direcção Regional de Educação do Norte Centro de Área Educativa de Bragança ESCOLA E B 2, 3 / S DE VILA FLOR 346 184 Ano letivo de 2014/2015 Psicologia B 12º ano PLANIFICAÇÃO Psicologia B - 12º ano TEMA

Leia mais

A prova integra itens que permitem avaliar a aprendizagem relativa aos conteúdos das unidades 1 e 2 do programa, nomeadamente:

A prova integra itens que permitem avaliar a aprendizagem relativa aos conteúdos das unidades 1 e 2 do programa, nomeadamente: AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA ESCOLA SECUNDÁRIA DE VERGÍLIO FERREIRA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PSICOLOGIA B Prova 340 2014 1ª e 2ª Fases Tipo de prova: Escrita Ensino Secundário

Leia mais

COTAÇÕES. I pontos pontos pontos pontos pontos pontos pontos

COTAÇÕES. I pontos pontos pontos pontos pontos pontos pontos COTAÇÕES I 1.... 9 pontos 2.... 6 pontos 3.... 6 pontos 4.... 6 pontos 5.... 5 pontos 6.... 13 pontos 7.... 13 pontos Subtotal... 58 pontos II 1.... 6 pontos 2.... 6 pontos 3.... 6 pontos 4.... 6 pontos

Leia mais

Escola Secundária com 3º Ciclo de Manuel da Fonseca

Escola Secundária com 3º Ciclo de Manuel da Fonseca Escola Secundária com 3º Ciclo de Manuel da Fonseca PROVA DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA (Decreto-Lei nº 357/2007) (DURAÇÃO: 90 minutos + 30 minutos de tolerância) PORTUGUÊS 11.º / 12.º Anos Cursos Científico-Humanísticos

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 10.º/11.º ou 11.º/12.º Anos de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto Programas novos e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 712/12 Págs. Duração

Leia mais

Prova º Ano de escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Prova º Ano de escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) INFORMAÇÃO-PROVA BIOLOGIA 2016 Prova 302 12º Ano de escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento visa divulgar as características da Prova de Equivalência à Frequência, do

Leia mais

VERSÃO A. Grupo I ( 10 x 6 = 60 pontos ) Seleciona a alternativa correta

VERSÃO A. Grupo I ( 10 x 6 = 60 pontos ) Seleciona a alternativa correta VERSÃO A Grupo I ( 10 x 6 = 60 pontos ) Seleciona a alternativa correta 1. A hereditariedade específica garante que os indivíduos: a) Apresentam características que os tornam diferentes dos outros indivíduos

Leia mais

Biologia. Objeto de Avaliação. Ensino Secundário. Prova

Biologia. Objeto de Avaliação. Ensino Secundário. Prova INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUENCIA Biologia 2015 Ensino Secundário O presente documento divulga informação relativa à PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUENCIA do ensino secundário da disciplina de

Leia mais

A identidade como fator distintivo entre os seres humanos

A identidade como fator distintivo entre os seres humanos A identidade como fator distintivo entre os seres humanos Homem Unidade Diversidade Espécie humana Património genético único; tempo, sociedade e cultura diferentes Eu sou único Eu sou eu, diferente de

Leia mais

Ecologia do desenvolvimento humano

Ecologia do desenvolvimento humano Ecologia do desenvolvimento humano U. Bronfenbrenner 1 A abordagem sistêmica de Bronfenbrenner: modelo bioecológico Ecologia do Desenvolvimento Humano Estudo científico da acomodação progressiva, mútua,

Leia mais

Curso Científico-Humanístico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Curso Científico-Humanístico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Escola Secundária da Amadora INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova Escrita/Prática 2015/2016 12º Ano BIOLOGIA CÓD.302 Curso Científico-Humanístico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Informação - Prova de Equivalência à Frequência ENSINO SECUNDÁRIO Prova de Equivalência à Frequência de 302 - BIOLOGIA (ter como referência o Desp.Norm. nº 1-G/2016) Ano letivo 2015/2016 I. INTRODUÇÃO

Leia mais

Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, Despacho Normativo n.º 24 A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, Despacho Normativo n.º 24 A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. INFORMAÇÃO DE PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Psicologia B ANO LETIVO 2012/2013 TIPO DE PROVA: Escrita CÓDIGO DA PROVA: 240 ANO: 12º Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho, Despacho Normativo n.º 24

Leia mais

Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático 2012/2013

Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático 2012/2013 Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático Língua Portuguesa 2012/2013 ATITUDES Formação para a cidadania. Apresentação dos materiais necessários, cumprimento de tarefas propostas, assiduidade,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS. Discussão / debate. Análise de textos

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS. Discussão / debate. Análise de textos ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Psicologia B ANO:12 ANO 2010/2011 COMPETÊNCIAS UNIDADE 1: A Entrada na Vida Tema 1. Antes de Mim - Mostrar compreender o processo de

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 11.º ou 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 715/C/10 Págs. Duração da prova: 120 minutos 2007 1.ª FASE PROVA ESCRITA DE FÍSICA E

Leia mais

NER - Plano de PSICOLOGIA B - 12º ano Ano letivo de 2015/2016

NER - Plano de PSICOLOGIA B - 12º ano Ano letivo de 2015/2016 MÓDULO 1 (1º Período) NER - Plano de PSICOLOGIA B - 12º ano Tema 1. EU NOS CONTEXTOS O modelo ecológico do desenvolvimento Compreender as capacidades do ser humano de relação com os contextos Caracterizar

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO 1. INTRODUÇÃO Físico-Química Prova 11 O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2016 pelos alunos que se encontram abrangidos

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência

Informação Prova de equivalência à frequência 1. INTRODUÇÃO O presente documento publicita a informação relativa à prova de equivalência à frequência do Ensino Secundário da disciplina de Psicologia B, a realizar em 2016, a nível de escola, de acordo

Leia mais

Faculdade Pernambucana de Saúde PSICOLOGIA. Detalhamento da Matriz Curricular

Faculdade Pernambucana de Saúde PSICOLOGIA. Detalhamento da Matriz Curricular Faculdade Pernambucana de Saúde PSICOLOGIA Detalhamento da Matriz Curricular Eixo Temático Módulo Carga Horária Código subjetividade: o sujeito o seu meio e a cultura O Homem como ser Social 70 PSI01-01

Leia mais

DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO

DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO DAP DINÂMICAS DE ACÇÃO-PREVENÇÃO Apresentação do Projecto Escola E.B 2,3 Passos José OBJECTIVOS GERAIS Fomentar a integração dos alunos no contexto escolar, promovendo o sucesso educativo Agir preventiva

Leia mais

Informação-Prova de Biologia Código

Informação-Prova de Biologia Código Agrupamento de Escolas n.º 1 de Gondomar Informação-Prova de Biologia Código 302 2016 Disciplina (cód.): Biologia (302) Duração da Prova (min.): 90 (escrita); 90 + 30 (prática) Tipo de Prova: escrita +

Leia mais

Sistema neuro-hormonal

Sistema neuro-hormonal Unidade 4 Sistema neuro-hormonal O que é o sistema neuro-hormonal? + Sistema nervoso Sistema hormonal O que é o sistema neuro-hormonal? Qualquer alteração no exterior ou no interior do corpo! corresponde

Leia mais

CURSO LIVRE DE ECONOMIA

CURSO LIVRE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia CURSO LIVRE DE ECONOMIA Preços e Mercados Exercícios 1. Indique se as seguintes afirmações são verdadeiras ou falsas, justificando os casos em

Leia mais

O QUE É A DISLEXIA? DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM ESPECÍFICA DA LEITURA

O QUE É A DISLEXIA? DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM ESPECÍFICA DA LEITURA O QUE É A DISLEXIA? DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM ESPECÍFICA DA LEITURA A origem da Dislexia tem por base alterações genéticas, neurológicas e neurolinguísticas. Cerca de 2 a 10% da população tem Dislexia,

Leia mais

COTAÇÕES. I pontos pontos. 46 pontos pontos pontos. II pontos pontos pontos

COTAÇÕES. I pontos pontos. 46 pontos pontos pontos. II pontos pontos pontos COTAÇÕES I 1.... 6 pontos 2.... 6 pontos.... 6 pontos 4.... 8 pontos 5.... 10 pontos Subtotal... 6 pontos II 1.... 9 pontos 2.... 10 pontos.... 6 pontos 4.... 6 pontos 5.... 6 pontos 6.... 6 pontos 7....

Leia mais

Para: Psicologia B. Escolas João de Araújo Correia. Objeto da Avaliação. Caraterização da Prova. Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Para: Psicologia B. Escolas João de Araújo Correia. Objeto da Avaliação. Caraterização da Prova. Informação - Prova de Equivalência à Frequência Psicologia B Prova 340 2015 Tipo de Prova Escrita Secundário Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Despacho Normativo n.º 6-A/2015, de 5 de março Para: Reprografias Portal do Agrupamento Diretores de

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO BIOLOGIA Prova 302 2015 12 º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1. Introdução O presente documento divulga

Leia mais

25/03/2013. Larus argentatus. Fonte: Ridley, M. Animal Behaviour Leucophaeus atricilla

25/03/2013. Larus argentatus. Fonte: Ridley, M. Animal Behaviour Leucophaeus atricilla Larus argentatus Fonte: Ridley, M. Animal Behaviour. 1995. Leucophaeus atricilla 1 Experiência x Maturação Fonte: Ridley, M. Animal Behaviour. 1995. Mudança no comportamento de um indivíduo como resultado

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães Departamento Curricular do 1º Ciclo Ano Letivo 2015/2016 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Avaliação das Atitudes/Comportamentos

Leia mais

RELACIONAMENTO INTERPESSOAL. Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Sejam Bem-Vindos!

RELACIONAMENTO INTERPESSOAL. Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Sejam Bem-Vindos! RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Sejam Bem-Vindos! ACORDO DE TRABALHO Motivação Disposição para aprendizagem xícara de chá Comprometimento com os resultados Trazer o Vinho

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Porto de Mós

Agrupamento de Escolas de Porto de Mós Prova de Equivalência à Frequência Educação Física Prova Código 26-2015 3º Ciclo do Ensino Básico 9º Ano de Escolaridade 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da Prova de

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO PROVA 602/C/12 Págs. EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto) Curso Geral Programa novo implementado em 2005 / 2006 Duração da prova: 120 minutos

Leia mais

Prova Escrita e Prática de Biologia

Prova Escrita e Prática de Biologia INFORMAÇÃO ------------------------------------------------------------------------------------------------------- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita e Prática de Biologia

Leia mais

Conhecimento explícito da língua LEITURA

Conhecimento explícito da língua LEITURA Compreensão do oral/expressão oral Leitura Conhecimento explícito da língua Escrita LEITURA 1 Apresentação 1. Nome da Sequência: 2. Contexto/projecto: Conhecimento explícito da língua 3. Ano de escolaridade:

Leia mais

2. Eu. A mente e a integração das dimensões cognitiva, emocional e conativa.

2. Eu. A mente e a integração das dimensões cognitiva, emocional e conativa. Escola Secundária Dr. José Afonso Informação-Prova de Equivalência à Frequência Psicologia B Prova 340 2015 12 º ano de escolaridade Objeto de avaliação A prova a que esta informação se refere incide nos

Leia mais

A valorização relativa dos conteúdos da prova teórica apresenta-se no Quadro 1 e da... prova prática no Quadro 2.

A valorização relativa dos conteúdos da prova teórica apresenta-se no Quadro 1 e da... prova prática no Quadro 2. INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA GEOLOGIA 2016 Prova 320 Ensino Secundário - 12º. Ano de Escolaridade (Despacho normativo n.º 1-D/2016, de 4 de março) OBJETO DE AVALIAÇÃO A prova de exame

Leia mais

Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Filosofia Teste Intermédio Filosofia Duração do Teste: 90 minutos 22.02.2011 10.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Utilize apenas caneta ou esferográfica

Leia mais

Prova Escrita de Economia A

Prova Escrita de Economia A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Economia A.º ou 2.º Anos de Escolaridade Prova 72/2.ª Fase 0 Páginas Duração da Prova: 20 minutos. Tolerância:

Leia mais

Ferramenta anki na formação de memória

Ferramenta anki na formação de memória Ferramenta anki na formação de memória Jorge M. A. Magalhães 20 de fevereiro de 2016 O que é aprender? Processo de formação de novas memórias e de aquisição de novas competências "skills" Dicas para melhorar

Leia mais

O desenvolvimento neurológico é o processo cerebral básico necessário para a aprendizagem e a produtividade.

O desenvolvimento neurológico é o processo cerebral básico necessário para a aprendizagem e a produtividade. O desenvolvimento neurológico é o processo cerebral básico necessário para a aprendizagem e a produtividade. O processo evolutivo depende de três etapas distintas: 1. Desenvolvimento cerebral antes do

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular NEUROPSICOLOGIA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular NEUROPSICOLOGIA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular NEUROPSICOLOGIA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular NEUROPSICOLOGIA

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova de Equivalência à Frequência FRANCÊS L.E II Prova 16 2013 Prova escrita 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência

Leia mais

Crescimento, Desenvolvimento e Aprendizagem Motora. Profº Gil Oliveira

Crescimento, Desenvolvimento e Aprendizagem Motora. Profº Gil Oliveira Crescimento, Desenvolvimento e Aprendizagem Motora CONTEXTUALIZAÇÃO E TERMOS Comportamento Motor Comportamento Motor Para Go Tani: Estuda processos neuropsicológicos de organização motora em termos de

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. EDUCAÇÃO MUSICAL Prova 12 2016 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do 2.º ciclo do ensino básico da disciplina

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS DA VIDA Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS DA VIDA Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS DA VIDA Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Psicologia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Biologia. (Prova Escrita e Prática) Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho

Biologia. (Prova Escrita e Prática) Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Informação-Prova de Equivalência à Frequência Biologia (Prova Escrita e Prática) Prova 302 2015 12.º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 180 minutos (+ 30 minutos de tolerância): (90 minutos na componente

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Porto de Mós

Agrupamento de Escolas de Porto de Mós Prova de Equivalência à Frequência Educação Física Prova Código 28-2016 2º Ciclo do Ensino Básico 6º Ano de Escolaridade 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da Prova de

Leia mais

30 de setembro de 2015

30 de setembro de 2015 Página 1 / 6 Ficha de Avaliação Sumativa de Matemática A Colégio ACR de Fornelos - Ensino Secundário - 10.º Ano 6 Páginas Duração da Prova: 90 minutos 30 de setembro de 2015 Indique de forma legível a

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril)

2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS 2016 Prova 02 / 2016 1ª e 2ª fase 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril) O presente documento divulga informação

Leia mais

EBI/JI FIALHO DE ALMEIDA, CUBA

EBI/JI FIALHO DE ALMEIDA, CUBA EBI/JI FIALHO DE ALMEIDA, CUBA DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXACTAS E DA NATUREZA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ANO LECTIVO 2007/2008 INTRODUÇÃO A avaliação é um processo contínuo que implica uma recolha sistemática

Leia mais

COTAÇÕES GRUPO I pontos pontos pontos pontos GRUPO II

COTAÇÕES GRUPO I pontos pontos pontos pontos GRUPO II Teste Intermédio Biologia e Geologia Teste Intermédio Biologia e Geologia Duração do Teste: 90 minutos 15.02.2008 11.º ou 12.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março COTAÇÕES GRUPO

Leia mais

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto - Lei nº 17/2016, de 4 de abril)

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto - Lei nº 17/2016, de 4 de abril) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História 2016 Prova 19 / 2016 1ª e 2ª Fase 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto - Lei nº 17/2016, de 4 de abril) O presente documento divulga informações relativas

Leia mais

DISCIPLINA: Expressões Artísticas CÓDIGO DA PROVA: 23. CICLO: 1º Ciclo ANO DE ESCOLARIDADE: 4º

DISCIPLINA: Expressões Artísticas CÓDIGO DA PROVA: 23. CICLO: 1º Ciclo ANO DE ESCOLARIDADE: 4º DISCIPLINA: Expressões Artísticas CÓDIGO DA PROVA: 23 CICLO: 1º Ciclo ANO DE ESCOLARIDADE: 4º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova final de equivalência a frequência

Leia mais

CURSO LIVRE DE ECONOMIA

CURSO LIVRE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia CURSO LIVRE DE ECONOMIA A actividade económica e a Ciência Económica Exercícios 1. Indique se as seguintes afirmações são verdadeiras ou falsas,

Leia mais

Psicologia da Educação Curso de Professores do Ensino Básico 1º Ciclo 2º Ano

Psicologia da Educação Curso de Professores do Ensino Básico 1º Ciclo 2º Ano Psicologia da Educação Curso de Professores do Ensino Básico 1º Ciclo 2º Ano Ano lectivo 2007/2008 Copyright, 2008 José Farinha, Prof. Adjunto Sumário da aula de hoje: Apresentação: Da equipa pedagógica

Leia mais

INFORMAÇÃO- PROVA COMUM

INFORMAÇÃO- PROVA COMUM INFORMAÇÃO- PROVA COMUM 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova comum, do ensino secundário, da disciplina de, a realizar em 2015, conforme decisão do Conselho Pedagógico

Leia mais

Escola Secundária com 3º Ciclo D. Manuel I de Beja

Escola Secundária com 3º Ciclo D. Manuel I de Beja Escola Secundária com 3º Ciclo D. Manuel I de Beja Psicologia B 12º ano Ano lectivo 2011/2012 Critérios de avaliação Competências: Equacionar a Psicologia no panorama geral das ciências; Capacidades de

Leia mais

1- Objeto de Avaliação

1- Objeto de Avaliação Informação - Prova de Equivalência à Frequência Ciências Naturais 3º ciclo do Ensino Básico (código:10) 2016 1- Objeto de Avaliação As Orientações Curriculares para o 3º ciclo do ensino básico da disciplina

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência de Matemática

Informação - Prova de Equivalência à Frequência de Matemática Informação - Prova de Equivalência à Frequência de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei nº139 /2012, de 5 de junho, alterado pelo Despacho Normativo n.º1-g/2016 Prova 62 (2016) Duração da

Leia mais

NÚCLEO GERADOR7 SABERES FUNDAMENTAIS CONTEXTO PROFISSIONAL (DR2): PROCESSOS E MÉTODOS CIENTÍFICOS

NÚCLEO GERADOR7 SABERES FUNDAMENTAIS CONTEXTO PROFISSIONAL (DR2): PROCESSOS E MÉTODOS CIENTÍFICOS NÚCLEO GERADOR7 SABERES FUNDAMENTAIS CONTEXTO PROFISSIONAL (DR2): PROCESSOS E MÉTODOS CIENTÍFICOS Competência: Recorrer a processos e métodos científicos para actuação em diferentes domínios da vida social

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO PROVA 715/C/11 Págs. EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) Curso Científico-Humanístico de Ciências e Tecnologias Duração da prova: 120

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina ENSINO SECUNDÁRIO PSICOLOGIA B 12º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

Fisiologia de Sistemas Cérebro IV: Cognição, memória e aprendizagem

Fisiologia de Sistemas Cérebro IV: Cognição, memória e aprendizagem Fisiologia de Sistemas Cérebro IV: Cognição, memória e aprendizagem Tiago V. Maia Combinar horário de dúvidas para o teste Fixar este número... Qual era 347219 o número? 347219 Fazer estas contas mentalmente...

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE Informação Prova de Equivalência à Frequência 2º Ciclo do Ensino Básico 2014/2015 Alunos com Necessidades Educativas Especiais Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 julho Aprovado

Leia mais

1º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril)

1º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA MATEMÁTICA 2016 Prova 42 2016 1º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril) O presente documento divulga informação relativa à prova de

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 12.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 706/7 Págs. Duração da prova: 150 minutos 2007 1.ª FASE PROVA PRÁTICA DE DESENHO A V.S.F.F.

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico (Despacho normativo n.º 1-G/2016, de 6 de abril)

2.º Ciclo do Ensino Básico (Despacho normativo n.º 1-G/2016, de 6 de abril) INFORMAÇÃO-PROVA CIÊNCIAS NATURAIS 2ºciclo 2016 Prova: Código 02 2.º Ciclo do Ensino Básico (Despacho normativo n.º 1-G/2016, de 6 de abril) O presente documento divulga informação relativa à prova de

Leia mais

A contribuição do movimento humano para a ampliação das linguagens

A contribuição do movimento humano para a ampliação das linguagens A contribuição do movimento humano para a ampliação das linguagens Movimento humano e linguagens A linguagem está envolvida em tudo o que fazemos, ela é peça fundamental para a expressão humana. Na Educação

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10. Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º

DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10. Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º DISCIPLINA: Ciências Naturais CÓDIGO DA PROVA: 10 Ensino Básico: 3.º CICLO ANO DE ESCOLARIDADE: 9.º O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à frequência do 3.º Ciclo da

Leia mais

Escola Secundária de Valongo

Escola Secundária de Valongo Escola Secundária de Valongo PLANIFICAÇÃO DE CIÊNCIAS NATURAIS 7º ANO Ano lectivo 2010/2011 TERRA NO ESPAÇO 1º PERÍODO ESCOLA SECUNDÁRIA DE VALONGO PROPOSTA DE PLANIFICAÇÃO ANO LECTIVO DE 2010/2011 CIÊNCIAS

Leia mais

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA PROVA 344 INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 12º Ano de Escolaridade CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS SOCIOLOGIA ANO LECTIVO 2011/2012 Tipo de prova: Escrita Duração (em minutos): 90 TEMAS CONTEÚDOS

Leia mais

1. Objeto de avaliação

1. Objeto de avaliação INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Biologia Maio de 2015 Prova 302 Escrita e Prática Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1. Objeto de avaliação A prova de equivalência

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. JOÃO V ESCOLA SECUNDÁRIA c/ 2º e 3º CICLOS D. JOÃO V Ensino Básico 2º Ciclo CIÊNCIAS NATURAIS Peso na Avaliação Final Testes de avaliação e/ou outros trabalhos escritos; Aquisição de conhecimentos; Domínio da Língua Portuguesa ao nível da expressão oral

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA Abril 2016 Prova 302 2016 12º Ano de escolaridade (Decreto-Lei nº 139/2012, de 05 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova

Leia mais

Prova Escrita de Biologia e Geologia

Prova Escrita de Biologia e Geologia EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Biologia e Geologia 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 702/2.ª Fase Critérios de Classificação 12 Páginas

Leia mais

Teorias Motivacionais

Teorias Motivacionais Teorias Motivacionais A perspectiva biológica A perspectiva Biológica da Motivação pode subdividir-se em 3 categorias: As contribuições genéticas para o comportamento motivado A Motivação como estimulação

Leia mais

Cultura Organizacional

Cultura Organizacional Cultura Organizacional Curso de Especialização em Gestão da Comunicação Organizacional e Relações Públicas ECA/USP A tradição antropológica Sistemas Simbólicos Antropologia Social Antropologia Cultural

Leia mais

UM COTIDIANO DE EXPERIÊNCIAS NO JAPÃO.

UM COTIDIANO DE EXPERIÊNCIAS NO JAPÃO. UM COTIDIANO DE EXPERIÊNCIAS NO JAPÃO. Relato de Experiências de atividades desenvolvidas pelo Programa de Intercâmbio entre Governos Locais Japão-Brasil, 2013. Por ETHNA THAISE UNBEHAUN. Psicóloga Este

Leia mais

Conceitos Básicos e História

Conceitos Básicos e História Psicologia na Educação Aula 1 Conceitos Básicos e História Profa. Adriana Straube Nesta aula discutiremos sobre o conceito de psicologia. As origens da psicologia como ciência nascendo na Alemanha. História

Leia mais

A disciplina apresenta as principais teorias do desenvolvimento biopsicossocial infantil, com ênfase na abordagem psicanalítica.

A disciplina apresenta as principais teorias do desenvolvimento biopsicossocial infantil, com ênfase na abordagem psicanalítica. Unidade Universitária Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - 040 Curso Psicologia Disciplina Psicologia do Desenvolvimento Infantil Professor(es) e DRTs Priscila Palermo Felipini 113088-8 Santuza Fernandes

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA 2016

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA 2016 Prova 302 2016 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 12.º Ano

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência 11º Ano Inglês - Ano letivo 2014/ 2015

Informação Prova de Equivalência à Frequência 11º Ano Inglês - Ano letivo 2014/ 2015 Informação Prova de Equivalência à Frequência 11º Ano Inglês - Ano letivo 2014/ 2015 O presente documento divulga informação relativa ao Exame de Equivalência à Frequência do 11º ano do ensino secundário,

Leia mais

PROGRAMA. Curso: Administração 2012/1 Disciplina: Psicologia Aplicada a Administração. Carga Horária: 60 horas

PROGRAMA. Curso: Administração 2012/1 Disciplina: Psicologia Aplicada a Administração. Carga Horária: 60 horas UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 - Campus Universitário - Goiabeiras CEP. 29075.910 -ES Brasil- Tel.

Leia mais