Inquérito por questionário Alunos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inquérito por questionário Alunos"

Transcrição

1 Inquérito por questionário Alunos INSTRUÇÕES A seguir apresentamos-te um conjunto de perguntas sobre as tuas aulas. Não há respostas certas nem erradas, por isso pedimos-te que respondas com verdade. Obrigado pelas tuas respostas. A DADOS PESSOAIS I Sexo: 1: Masculino 2: Feminino II Idade: 1: 6 ou menos anos 4: 9 anos 2: 7 anos 5: 10 anos 3: 8 anos 6: 11 ou mais anos III Ano de Escolaridade: 1: 1º ano 2: 2º ano 3: 3º ano 4: 4º ano IV Número de retenções: 1: Zero 2: Uma 3: Duas ou mais B PERCEPÇÃO DO CLIMA DE SALA DE AULA Assinala com uma cruz (x) a tua opinião (Sim ou Não) em relação às afirmações abaixo. 1. Os meus colegas de turma gostam dos trabalhos escolares 2. Alguns colegas não se sentem satisfeitos nas aulas B - ii

2 3. Os alunos parecem gostar das aulas 4. Alguns colegas não gostam da turma 5. As aulas são interessantes 6. Na minha turma todos os colegas são meus amigos 7. Nem todos os alunos são amigos 8. Há colegas com quem nunca fiz trabalhos 9. Todos os alunos da minha turma gostam uns dos outros 10. Na turma há grupos de colegas que se dão bem 11. Os alunos, muitas vezes andam a correr para ver quem faz primeiro os trabalhos da aula 12. Alguns colegas desejam que o trabalho deles seja melhor que o dos amigos 13. A maioria dos alunos não se preocupa em ser o melhor 14. A maioria dos alunos ajuda os colegas 15. Os alunos da nossa turma zangam-se quando não são os melhores B - iii

3 16. Nas aulas os trabalhos são difíceis de fazer 17. Muitos colegas podem fazer os trabalhos da escola sem ajuda de ninguém 18. Só os alunos inteligentes é que podem fazer bem os trabalhos escolares 19. Os trabalhos escolares são difíceis de fazer 20. Alguns colegas gostam de ser sempre os primeiros 21. Os alunos andam sempre a lutar uns com os outros 22. Alguns colegas da minha turma são maus colegas 23. Os alunos respeitam-se uns aos outros 24. Certos colegas desejam fazer sempre as coisas à sua maneira 25. Os colegas da minha turma ajudam-se muito uns aos outros C PERCEPÇÃO DAS RELAÇÕES INTER PESSOAIS (ALUNO-ALUNO) Assinala com uma cruz (x) a tua opinião (Sim ou Não) em relação às afirmações abaixo. 1. Durante as aulas esforças-te para que os teus colegas aprendam B - iv

4 2. Ajudas os teus colegas a aprender 3. Não te preocupas com o bem-estar dos teus colegas 4. Ficas contente quando o teu colega aprende 5. Não gostas de partilhar o material, os espaços e as aprendizagens 6. Conversas com os teus colegas para os ajudar a fazer os trabalhos 7. Não falas com os teus colegas e professor (a) porque tens vergonha 8. Conversas com o teu (ua) professor (a) para te ajudar a fazer os trabalhos 9. Participas nas discussões que surgem na turma 10. Todos os alunos participam no conselho de turma 11. Antes de votarem tentam chegar a uma decisão/ideia 12. É mais fácil votar para decidir qualquer coisa 13. Alguns colegas têm mais peso nas decisões do que outros 14. Alguns colegas impõem a sua vontade 15. Ouves com atenção a opinião dos teus colegas e professor (a) B - v

5 16. Esperas a tua vez de falar 17. Teimas com os teus colegas quando têm ideias diferentes das tuas 18. É difícil estar atento às comunicações dos colegas D PERCEPÇÃO DAS RELAÇÕES INTRA PESSOAIS (ALUNO) Assinala com uma cruz (x) a tua opinião (Sim ou Não) em relação às afirmações abaixo. 1. Esqueces-te muitas vezes do material necessário para as aulas 2. Fazes os TPC só quando te pedem 3. Estudas porque queres aprender mais 4. Quando começas uma tarefa gostas de termina-la 5. Gostas de fazer bem as tarefas 6. Gostas pouco da matéria ensinada 7. Aprendes coisas que realmente gostas 8. Os trabalhos que fazes são divertidos B - vi

6 9. Só estudas porque os (as) professores (as) mandam 10. Organizas, com os teus colegas e professor (a), a planificação da semana de trabalho 11. Organizas, com os teus colegas e professor (a), a planificação do dia de trabalho 12. Costumas trabalhar em grupo 13. Aprendes mais quando trabalhas em grupo 14. Quando tens dúvidas pedes ajuda aos teus colegas 15. Quando tens dúvidas pedes ajuda ao teu (ua) professor (a) 16. Dedicas mais tempo às tarefas que são mais fáceis 17. Quando não consegues fazer uma tarefa desistes e escolhes outra 18. As aulas ajudam-te a ser mais empenhado 19. Fazes as tarefas o melhor que podes 20. Sabes preencher a tua agenda semanal 21. Sabes preencher o teu plano diário B - vii

7 22. As aulas ajudam-te a ser mais organizado 23. A tua mesa está limpa e arrumada 24. Arrumas o material que utilizas 25. Gostas de saber mais sobre as coisas 26. Gostas de estudar novos assuntos 27. Quando queres saber sobre qualquer assunto fazes pesquisa 28. Fazes perguntas ao (à) professor (a) sobre diferentes assuntos 29. Gostas de comunicar o que aprendeste aos outros colegas 30. Sentes vergonha em comunicar as tuas aprendizagens 31. Não te importas de emprestar o material aos teus colegas 32. Gostas de estar rodeado de colegas E AUTONOMIA Assinala com uma cruz (x) a tua opinião (Sim ou Não) em relação às afirmações abaixo. B - viii

8 1. Escolhes o que queres fazer 2. Escolhes como queres fazer 3. Escolhes como vais apresentar 4. Quando há conflitos esperas que o (a) professor (a) decida como resolver 5. Preferes que seja o (a)professor (a) a decidir o que vais fazer durante o dia 6. Quando não entendes qualquer coisa lês outra vez com mais calma 7. Quando não entendes qualquer coisa chamas logo o (a) professor (a) 8. Quando não entendes qualquer coisa pedes ajuda a um colega 9. Quando não entendes qualquer coisa deixas a tarefa por fazer 10. Não gostas de sugerir temas 11. Dás ideias de assuntos a estudar 12. Ajudas a fazer os planos de trabalho 13. Preferes que seja o (a) professor (a) a definir as actividades B - ix

9 14. Deixas os colegas e professor (a) organizarem as tarefas e só fazes o que te pedem 15. Dás ideias de como fazer o trabalho 16. Esperas que os colegas façam o trabalho 17. Todos os colegas ajudam a fazer o trabalho 18. É importante participar na organização de actividades 19. Procuras saber mais sobre os assuntos que gostas mesmo sem o (a) professor (a) pedir 20. Fazes os TPC só quando os adultos te recordam 21. Pesquisas em livros, enciclopédias e internet quando queres saber algo 22. Decidir o que queres fazer é complicado 23. Dás as tuas ideias e não ouves mais ninguém 24. Dás as tuas ideias e dizes por que achas uma boa ideia 25. Tentas perceber para que serve aprender isto ou aquilo 26. Tentas perceber como deves de aprender isto ou aquilo B - x

10 27. Tens medo de fazer mal as tarefas 28. Sabes que o (a) professor (a) e os colegas te podem sempre apoiar 29. Quando erras sabes que podes repetir para melhorar 30. Sabes o que podes e não podes fazer nas aulas 31. Procuras fazer as tarefas de maneiras diferentes 32. Arranjas soluções para resolver os problemas da sala B - xi

Inquérito por Questionário - Professores

Inquérito por Questionário - Professores Inquérito por Questionário - Professores INSTRUÇÕES Este questionário destina-se a recolher informação para um projecto de investigação sobre "Gestão Cooperada do Currículo como mecanismo de desenvolvimento

Leia mais

QUESTIONÁRIO 1º CICLO

QUESTIONÁRIO 1º CICLO QUESTIONÁRIO 1º CICLO Numeração do Questionário Caro(a) aluno(a) Venho convidar-te a participar num estudo sobre Gestão de tempo e Desempenho escolar no Ensino Básico. Peço-te por este motivo, que respondas

Leia mais

Anexo A Escala de Autoconceito

Anexo A Escala de Autoconceito Anexo A Escala de Autoconceito - Piers-Harris Children s Self-Concept Scale - Orientações para Administração ESCALA DE AUTO-CONCEITO (Piers-Harris Children s Self-Concept Scale 2) Nome: Idade: Data de

Leia mais

Questionário da Investigação

Questionário da Investigação ANEXO 3 Tema: Percepções dos Pais e Professores face à problemática da criança com Perturbação Espectro Autista a criação de uma Unidade Ensino Estruturado Questionário da Investigação 161 Apresentação

Leia mais

Equipa de Avaliação Interna da Escola Secundária de Lousada

Equipa de Avaliação Interna da Escola Secundária de Lousada A equipa de avaliação interna preparou um questionário on-line para ser feito aos alunos e aos professores sobre a INDISCIPLINA na escola. O trabalho apresentado baseou-se no tratamento estatístico das

Leia mais

TÉCNICA S. para um estudo eficaz

TÉCNICA S. para um estudo eficaz TÉCNICA S para um estudo eficaz Planeamento e organização do estudo O aluno capaz de estabelecer horários adequados e de organizar os seus estudos obterá melhores resultados escolares, terá tempo para

Leia mais

QUESTIONARIO. Há quantos anos o/a seu/sua educando/a frequenta esta escola?

QUESTIONARIO. Há quantos anos o/a seu/sua educando/a frequenta esta escola? QUESTIONARIO FAMILIAS Justificação A escola está a participar num projeto europeu cujo tema é combater o abandono escolar, melhorar a convivência e o rendimento escolar. O que se pretende é conhecer como

Leia mais

Avalie o seu perfil empreendedor

Avalie o seu perfil empreendedor Notícias Idegi n⁰6 Avalie o seu perfil empreendedor Você possui perfil empreendedor? O próprio negócio é o desejo de muitos profissionais, independente da faixa etária. Obter a independência profissional,

Leia mais

BULLYING: DOMÍNIO PELO MEDO

BULLYING: DOMÍNIO PELO MEDO BULLYING: DOMÍNIO PELO MEDO O bullying é o responsável pelo estabelecimento de um clima de medo e perplexidade em torno das vítimas, bem como dos demais membros da comunidade educativa que, indiretamente,

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DISCIPLINA DE FRANCÊS 3º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DISCIPLINA DE FRANCÊS 3º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DISCIPLINA DE FRANCÊS 3º CICLO Competências Específicas Instrumentos de Avaliação Pesos percentuais Compreender (ouvir / ver) Testes de Avaliação 3 DOMÍNIO COGNITIVO (ler) Fichas

Leia mais

José Luís Ramos CIEP/CC TIC da Universidade de Évora

José Luís Ramos CIEP/CC TIC da Universidade de Évora José Luís Ramos jlramos@uevora.pt CIEP/CC TIC da Universidade de Évora Comunidades Escolares de Aprendizagem Gulbenkian XXI Apoio: Comunidades Escolares de Aprendizagem Gulbenkian XXI Comunidades Escolares

Leia mais

RESULTADOS RELATIVOS A GONDOMAR INDICADORES DO «CIDADES»

RESULTADOS RELATIVOS A GONDOMAR INDICADORES DO «CIDADES» RESULTADOS RELATIVOS A GONDOMAR INDICADORES DO «CIDADES» INDICADOR TOTAL QUE ASSINALA O ITEM (N) % NO TOTAL DE INQUIRIDOS Os espaços públicos estão limpos? 28 46% Os espaços públicos são agradáveis? 31

Leia mais

Dicas EPIS ALUNOS. Balanço e Resultados Escolares Dica 1/3

Dicas EPIS ALUNOS. Balanço e Resultados Escolares Dica 1/3 Janeiro Balanço e Resultados Escolares Balanço e Resultados Escolares Dica 1/3 Aproveita o início deste período para fazeres um balanço do teu comportamento e dos teus resultados escolares no 1º Período.

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

CURSOS CIENTÍFICO HUMANÍSTICOS DE LÍNGUAS E HUMANIDADES Planificação anual de ESPANHOL 10.º ano (iniciação) Turmas: E Professora: Cecília Marinho

CURSOS CIENTÍFICO HUMANÍSTICOS DE LÍNGUAS E HUMANIDADES Planificação anual de ESPANHOL 10.º ano (iniciação) Turmas: E Professora: Cecília Marinho CURSOS CIENTÍFICO HUMANÍSTICOS DE LÍNGUAS E HUMANIDADES Planificação anual de ESPANHOL 10.º ano (iniciação) Turmas: E Professora: Cecília Marinho 1 - Estrutura e Finalidades da disciplina A disciplina

Leia mais

INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA. TIPOS DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS -Introdução -Trabalho Sistemático -Consolidação -Avaliação -Retomada

INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA. TIPOS DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS -Introdução -Trabalho Sistemático -Consolidação -Avaliação -Retomada INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA TIPOS DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS -Introdução -Trabalho Sistemático -Consolidação -Avaliação -Retomada O aprendizado e a progressão da criança dependerão do processo por ela desenvolvido,

Leia mais

PROJETO PROLICEN INFORMÁTICA NA ESCOLA : A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA E O ENSINO MÉDIO PÚBLICO

PROJETO PROLICEN INFORMÁTICA NA ESCOLA : A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA E O ENSINO MÉDIO PÚBLICO PROJETO PROLICEN INFORMÁTICA NA ESCOLA : A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA E O ENSINO MÉDIO PÚBLICO Formação de Professores e Educação Matemática (FPM) GT 08 RESUMO Melquisedec Anselmo da Costa AZEVEDO

Leia mais

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS. A Motivação no Ensino Aprendizagem. Questionário sobre as aulas de Inglês

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS. A Motivação no Ensino Aprendizagem. Questionário sobre as aulas de Inglês Anexo 2 INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS A Motivação no Ensino Aprendizagem Questionário sobre as aulas de Inglês O objectivo deste questionário é ajudar-te a teres um conhecimento melhor de ti próprio

Leia mais

IV. Questionário aos professores e outros funcionários da escola.

IV. Questionário aos professores e outros funcionários da escola. IV. Questionário aos professores e outros funcionários da escola. Ex.mo/a Senhores/as Este questionário faz parte dum estudo que pretendemos realizar no âmbito da conclusão da etapa de Licenciatura, do

Leia mais

Treinamento sobre Progress Report.

Treinamento sobre Progress Report. Treinamento sobre Progress Report. Objetivo O foco aqui é trabalhar o desenvolvimento pessoal de cada aluno. O instrutor irá analisar cada um e pensar em suas dificuldades e barreiras de aprendizado e,

Leia mais

A Leitura a par Criar um relacionamento positivo

A Leitura a par Criar um relacionamento positivo A Leitura a Par A Leitura a par Criar um relacionamento positivo - Apresente-se. Fale um pouco de si. Se quiser pode falar do seu gosto pelos livros e pela leitura. - Procure conhecer a criança fazendo

Leia mais

TESTES SOCIOMÉTRICOS

TESTES SOCIOMÉTRICOS TESTES SOCIOMÉTRICOS Docente: Mestre Mª João Marques da Silva Picão Oliveira TESTES SOCIOMÉTRICOS * O Teste Sociométrico ajuda-nos a avaliar o grau de integração duma criança/jovem no grupo; a descobrir

Leia mais

CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia

CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO Pais/Encarregados de Educação CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia Agrupamento de Escolas de Arganil 2º/3º CEB e Secundário

Leia mais

Portfolio: uma ferramenta pedagógica para aprender. Lurdes Gonçalves

Portfolio: uma ferramenta pedagógica para aprender. Lurdes Gonçalves Portfolio: uma ferramenta pedagógica para aprender Lurdes Gonçalves mgoncalves@dte.ua.pt www.portfolio.alfarod.net Tópicos da apresentação 4. Conceito 5. Percurso individual 6. Notas de experiência 7.

Leia mais

Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático 2012/2013

Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático 2012/2013 Critérios de Avaliação dos CEF Curso de Operador Informático Língua Portuguesa 2012/2013 ATITUDES Formação para a cidadania. Apresentação dos materiais necessários, cumprimento de tarefas propostas, assiduidade,

Leia mais

Guião de Entrevista Semi-Estruturada A crianças/jovens sobredotados

Guião de Entrevista Semi-Estruturada A crianças/jovens sobredotados Guião de Entrevista Semi-Estruturada A crianças/jovens sobredotados Entrevista nº Data: / / Código: 1. Nome: 2. Idade: 1ª PARTE Questionário Caracterização do Percurso Individual Os dados recolhidos contribuirão

Leia mais

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do ensino secundário Quem orienta este programa na Escola?

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Direcção Regional de Educação do Centro CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Domínios Capacidade/Conhecimentos (70%) Critérios Aquisição, compreensão e aplicação Expressão Progressão na aprendizagem Atitudes

Leia mais

Ao longo deste ano, fizeram-me muitas perguntas sobre temas variados relacionados com a sexualidade, perguntas essas feitas em diferentes contextos,

Ao longo deste ano, fizeram-me muitas perguntas sobre temas variados relacionados com a sexualidade, perguntas essas feitas em diferentes contextos, INTRODUÇÃO Falemos de Sexo sem Tabus, de uma forma simples, directa e de fácil compreensão, a todos os portugueses, homens e mulheres, curiosos e interessados em melhorar a sua sexualidade. Falar sobre

Leia mais

Ana Gonçalves. Curso: TSHT- Técnico de Segurança e Higiene no trabalho. CP: Cidadania e Profissionalidade. Formadora: Ana Gonçalves

Ana Gonçalves. Curso: TSHT- Técnico de Segurança e Higiene no trabalho. CP: Cidadania e Profissionalidade. Formadora: Ana Gonçalves Descrição: Direitos e deveres adquiridos em cada fase da vida - criança, adulto e na velhice Objectivo: Cidadão/ Estado Critérios de Evidência; Reconhecer as responsabilidades inerentes à liberdade pessoal

Leia mais

Anexo 3. ANEXO 3 Questionário distribuído aos alunos

Anexo 3. ANEXO 3 Questionário distribuído aos alunos ANEXO 3 Questionário distribuído aos alunos 1 Instruções Este questionário é realizado no âmbito de um estudo que pretende caracterizar o envolvimento dos alunos do ensino superior com a Internet. Este

Leia mais

CENTRO DE BEM ESTAR INFANTIL NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ANO LECTIVO 2007/2008

CENTRO DE BEM ESTAR INFANTIL NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ANO LECTIVO 2007/2008 CASCD DE FARO CENTRO DE BEM ESTAR INFANTIL NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ANO LECTIVO 2007/2008 PROJECTO PEDAGÓGICO ATL Tarde Os bons filhos têm sonhos ou disciplina, os filhos brilhantes têm sonhos e disciplina.

Leia mais

Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas

Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas Parabéns por você ter chegado até aqui isso mostra o seu real interesse em aprender como se ganhar dinheiro na internet logo abaixo te darei algumas dicas! Dica 1 para Ganhar Dinheiro na Internet Com Crie

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo A avaliação, como parte integrante do processo de ensino/ aprendizagem, deverá ter em conta: Os programas e as metas curriculares em vigor para o 1º ciclo;

Leia mais

RESULTADOS RELATIVOS A ALFÂNDEGA DA FÉ INDICADORES DO «CIDADES» (N = 314)

RESULTADOS RELATIVOS A ALFÂNDEGA DA FÉ INDICADORES DO «CIDADES» (N = 314) RESULTADOS RELATIVOS A ALFÂNDEGA DA FÉ INDICADORES DO «CIDADES» (N = 314) INDICADORES N % do total Os espaços públicos estão limpos? 240 77,92% Os espaços públicos são agradáveis? 256 83,12% Os espaços

Leia mais

Disciplinar na Adolescência: Onde está o manual de instruções?

Disciplinar na Adolescência: Onde está o manual de instruções? Disciplinar na Adolescência: Onde está o manual de instruções? Disciplinar na Adolescência: Onde está o manual de instruções? Na adolescência (autonomia, responsabilidade, relação pais filhos, regras e

Leia mais

M U L H E R E S D O B R A S I L. Setembro2015

M U L H E R E S D O B R A S I L. Setembro2015 M U L H E R E S D O B R A S I L Setembro2015 COMITÊ SOCIAL A Voz das Mulheres Palestra Andrea Chamma Cristina Schulman Maria Elisa Curcio Inegociáveis Não advogamos em causa própria; Todo o trabalho deve

Leia mais

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros:

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros: 3º ciclo Oferta Complementar: Apoio ao estudo da disciplina de Português Domínios Ponderação Componente cognitiva (capacidades e conhecimentos) Oralidade Leitura Escrita Gramática 80% Componente socioafetiva

Leia mais

M U L H E R E S D O B R A S I L

M U L H E R E S D O B R A S I L M U L H E R E S D O B R A S I L 2016 COMITÊ SOCIAL Vozes das Mulheres Palestras Andrea Chamma Cristina Schulman Inegociáveis Não advogamos em causa própria; Todo o trabalho deve ser coordenado nas ações

Leia mais

Neste inicio de ano letivo, pedimos que leia este documento com a devida atenção! Muito obrigado desde já, e bem vindos ao novo ano letivo.

Neste inicio de ano letivo, pedimos que leia este documento com a devida atenção! Muito obrigado desde já, e bem vindos ao novo ano letivo. Neste inicio de ano letivo, pedimos que leia este documento com a devida atenção! Muito obrigado desde já, e bem vindos ao novo ano letivo. Adaptação dos pais Para melhor informar o seu filho, ajudá-lo

Leia mais

PROCEDIMENTOS UTILIZADOS NA REALIZAÇÃO DA PESQUISA:

PROCEDIMENTOS UTILIZADOS NA REALIZAÇÃO DA PESQUISA: Curitiba, 24 de outubro de 2016. Apresentamos a seguir os resultados da pesquisa de opinião pública realizada no município de Belo Horizonte, com o objetivo de consulta à população sobre situação eleitoral

Leia mais

A Leitura em Voz Alta

A Leitura em Voz Alta A Leitura em Voz Alta A Leitura em voz alta Escolher bem os livros As listas de livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura para os diferentes anos de escolaridade podem apoiar a selecção de obras

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

Dislexia. Dificuldade na área da leitura, gerando a troca de linhas, palavras, letras, sílabas e fonemas.

Dislexia. Dificuldade na área da leitura, gerando a troca de linhas, palavras, letras, sílabas e fonemas. Dislexia (BARROS, 2010; SILVA, 2009) Dificuldade na área da leitura, gerando a troca de linhas, palavras, letras, sílabas e fonemas. A troca de letras ocorre especialmente naquelas com diferenças sutis

Leia mais

Líderes em Gestão Escolar 2º seminário Currículo, padrões educacionais e legislação. Paula Louzano 06 de outubro de 2009

Líderes em Gestão Escolar 2º seminário Currículo, padrões educacionais e legislação. Paula Louzano 06 de outubro de 2009 Líderes em Gestão Escolar 2º seminário Currículo, padrões educacionais e legislação Paula Louzano 06 de outubro de 2009 Por que um seminário sobre currículo, padrões e lesgislação educacional? Demanda

Leia mais

Inventário de habilidades escolares. Comunicação Oral

Inventário de habilidades escolares. Comunicação Oral Inventário de habilidades escolares Nome Idade Tempo na Escola Razões para a Indicação Grupo Aprendizagens Consolidadas (Currículo Escolar) Habilidades Realiza sem necessidade de suporte Realiza com ajuda

Leia mais

Questionário de Satisfação do Sócio

Questionário de Satisfação do Sócio Capítulo 7 Questionário de Satisfação do Sócio Sócios que não estejam satisfeitos com certos aspectos do clube poderão se desvincular. Um levantamento anual poderá ajudar a obter sugestões de melhorias,

Leia mais

Entrevista ao Professor

Entrevista ao Professor Entrevista ao Professor Grupo Disciplinar de Matemática Escola Secundária Francisco Franco - Funchal Professor, agradecemos o tempo que nos concedeu para esta entrevista e a abertura que demonstrou ao

Leia mais

Resultados da Pesquisa do Programa Internacional

Resultados da Pesquisa do Programa Internacional Resultados da Pesquisa do Programa Internacional Ano Acadêmico de / Conclusões Finais O resultado geral da pesquisa foi muito favorável, com apenas algumas áreas de melhoria. Porém, a equipe de liderança

Leia mais

Departamento de 2.º Ciclo Disciplina de Inglês

Departamento de 2.º Ciclo Disciplina de Inglês Aprender a ser / Aprender a viver com os outros Pilar de Aprendizagem Aprender a conhecer / Aprender a fazer CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento de 2.º Ciclo ED. SETEMBRO DE 2016 DOMÍNIOS DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Transcrição da Entrevista

Transcrição da Entrevista Transcrição da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Praticante Fabrício Local: Núcleo de Arte do Neblon Data: 26.11.2013 Horário: 14h30 Duração da entrevista: 20min COR PRETA

Leia mais

No banco do motorista Você já dirigiu um carro?

No banco do motorista Você já dirigiu um carro? CAPÍTULO UM No banco do motorista Você já dirigiu um carro? Se sua resposta for sim, espero que tenha sido um carro de brinquedo em um parque de diversões ou, então, um carro movido por controle remoto,

Leia mais

Classifique-se conforme a seguinte escala, respondendo com números de 1 a 10. Nunca Às vezes Com frequência. 1. Não consigo decidir o que quero fazer?

Classifique-se conforme a seguinte escala, respondendo com números de 1 a 10. Nunca Às vezes Com frequência. 1. Não consigo decidir o que quero fazer? 1. Não consigo decidir o que quero fazer? 2. Tenho dificuldades de me manter concentrado numa tarefa? 3. Sou hiperativo? 4. Sinto dificuldade de desacelerar? 5. Logo perco o interesse em muitas atividades

Leia mais

aprendizes no Estado de São Paulo 1.296

aprendizes no Estado de São Paulo 1.296 CAMP SBC e COLMEIA RESULTADOS DA PESQUISA Aspectos Gerais Números de questionários respondidos e enviados por aprendizes no Estado de São Paulo 1.296 Foram compilados: 1.000 Abrangência do questionário

Leia mais

Escala de Autodeterminação (versão para adolescentes e adultos)

Escala de Autodeterminação (versão para adolescentes e adultos) Escala de Autodeterminação (versão para adolescentes e adultos) Original de Wehmeyer & Kelchner (1995) e adaptado por Torres e Santos (2014) Nome: Género: F M Data de nascimento: / / Idade: anos Data de

Leia mais

1. ASSINALE QUAIS DOS APARELHOS NESTA LISTA VOCE USOU PELO MENOS UMA VEZ NOS ULTIMOS 30 DIAS: Telefone celular Computador Televisão Radio

1. ASSINALE QUAIS DOS APARELHOS NESTA LISTA VOCE USOU PELO MENOS UMA VEZ NOS ULTIMOS 30 DIAS: Telefone celular Computador Televisão Radio Iniciais do/a pesquisador/a Participante numero 1. ASSINALE QUAIS DOS APARELHOS NESTA LISTA VOCE USOU PELO MENOS UMA VEZ NOS ULTIMOS 30 DIAS: Telefone celular Computador Televisão Radio 2. DURANTE OS ULTIMOS

Leia mais

Mais informações e marcações Elisa Aragão servicoeducativo@zeroemcomportamento.org 213 160 057 www.zeroemcomportamento.org

Mais informações e marcações Elisa Aragão servicoeducativo@zeroemcomportamento.org 213 160 057 www.zeroemcomportamento.org Apresentamos de seguida várias sessões temáticas compostas por curtas-metragens de animação, às quais chamamos de Filminhos Infantis. Estas propostas são complementadas com uma oficina com uma duração

Leia mais

Melhorar as aprendizagens e consolidar conhecimentos. Colmatar as dificuldades ao nível da compreensão oral e escrita.

Melhorar as aprendizagens e consolidar conhecimentos. Colmatar as dificuldades ao nível da compreensão oral e escrita. Escola Secundária Abel Salazar Sala de Estudo DEFINIÇÃO Pretende-se que a Sala de Estudo seja um espaço com um ambiente educativo diferente daquele a que o aluno está habituado a vivenciar nas áreas curriculares

Leia mais

NOVIDADES MULHERES EM ACÇÃO - CABINDA

NOVIDADES MULHERES EM ACÇÃO - CABINDA NOVIDADES MULHERES EM ACÇÃO - CABINDA JANEIRO 2011 - DEZEMBRO 2012 GOVERNO PROVINCIAL DE CABINDA INTRODUÇAO Financiado pela União Europeia Implementado pela ADPP Angola com o apoio do Governo Provincial

Leia mais

À CONVERSA COM UMA PROFISSIONAL

À CONVERSA COM UMA PROFISSIONAL À CONVERSA COM UMA PROFISSIONAL A 27 de abril de 2012, os alunos do 2º F do curso profissional de Técnico de Turismo, realizaram uma entrevista, a uma profissional da área. A entrevista foi previamente

Leia mais

Questionário Grau de Satisfação dos Docentes 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e Secundário

Questionário Grau de Satisfação dos Docentes 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e Secundário 93 Questionário Grau de Satisfação dos Docentes 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e Secundário Pretende-se, com este questionário, fazer o levantamento de alguns aspetos que o GAP considera relevantes para

Leia mais

Questionário Nórdico sobre clima de Segurança Ocupacional

Questionário Nórdico sobre clima de Segurança Ocupacional NOSACQ-50- Portuguese Questionário Nórdico sobre clima de Segurança Ocupacional O objetivo desse questionário é obter sua opinião sobre a segurança nesse local de trabalho. Sua será computada e tratada

Leia mais

PROCEDIMENTOS UTILIZADOS NA REALIZAÇÃO DA PESQUISA:

PROCEDIMENTOS UTILIZADOS NA REALIZAÇÃO DA PESQUISA: Curitiba, 17 de outubro de 2016. Apresentamos a seguir os resultados da pesquisa de opinião pública realizada no município de Belo Horizonte, com o objetivo de consulta à população sobre situação eleitoral

Leia mais

MATEMÁTICA. 8.º Ano. Prof. Nuno Marreiros. Apresentação

MATEMÁTICA. 8.º Ano. Prof. Nuno Marreiros. Apresentação MATEMÁTICA 8.º Ano Prof. Nuno Marreiros Apresentação 1 Definição de normas de funcionamento das aulas Chegar a horas (não há tolerância) depois do professor entrar e fechar a porta, acabaram-se as entradas

Leia mais

Sara Borges. Ilustrado por: João Horta

Sara Borges. Ilustrado por: João Horta Sara Borges Ilustrado por: João Horta Título: Dislexia Autor: Sara Borges Ilustração: João Horta 1º Edição: Novembro 2012 ISNB: 978-3-16-148410-0 Porto Editora Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto Eu

Leia mais

7. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras)

7. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras) QA Questionário aos alunos 17 Escola: 1 Identificação: Data: Masculino 2 Frequentas o Feminino Ensino Básico: 3.º 4.º 5.º 6.º 7.º Outros cursos Ensino Secundário: 10.º 11.º 12.º Curso profissional Outros

Leia mais

Agrupamento Vertical de Escolas João da Rosa

Agrupamento Vertical de Escolas João da Rosa Agrupamento Vertical de Escolas João da Rosa PLANO DE AULA (aula assistida) Professor: Cristina dos Ramos Simão Godinho Grupo de recrutamento: 500 Disciplina: Matemática Turma: A Ano: 9º Data: 03/02/2012

Leia mais

Manual. Representantes dos pais e encarregados de educação da turma e da sala

Manual. Representantes dos pais e encarregados de educação da turma e da sala Manual Representantes dos pais e encarregados de educação da turma e da sala Reuniões de Turma As reuniões com os diretores de turma (no 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e no ensino secundário) ou com

Leia mais

Como fazer boas perguntas?

Como fazer boas perguntas? Adaptação do ensino aos vários estilos de aprendizagem 1 Por que fazer perguntas? Como fazer boas perguntas? Para testar a memória ou o entendimento dos alunos Para motivar os alunos a ouvir e prestar

Leia mais

Objectivo: estimular um diálogo em grupo sobre a qualidade do docente, utilizando uma ficha com questões e conceitos

Objectivo: estimular um diálogo em grupo sobre a qualidade do docente, utilizando uma ficha com questões e conceitos FICHA DE DIÁLOGO Objectivo: estimular um diálogo em grupo sobre a qualidade do docente, utilizando uma ficha com questões e conceitos Dimensão do grupo: 6 ou mais participantes Objectivos da Toolbox: Reflectir

Leia mais

Centro de Intervenção Comunitária Boavista Olheiros Plano de Acção -Departamento de Formação 2014/2015

Centro de Intervenção Comunitária Boavista Olheiros Plano de Acção -Departamento de Formação 2014/2015 Departamento de Formação Clube Pais & Filhos Escola de Pais Projecto + Recreio Partilha de Saberes; Encontro Intergeracional; Fortalecimento das Relações Interpessoais. Desafios/Medos dos Pais; Relações

Leia mais

Programa de Matemática 1.º ano

Programa de Matemática 1.º ano Programa de Matemática 1.º ano Introdução A Matemática é uma das ciências mais antigas e é igualmente das mais antigas disciplinas escolares, tendo sempre ocupado, ao longo dos tempos, um lugar de relevo

Leia mais

Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar da Nazaré. Atividade de Enriquecimento Curricular TIC. Pré-Escolar Nenúfares

Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar da Nazaré. Atividade de Enriquecimento Curricular TIC. Pré-Escolar Nenúfares Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar da Nazaré Atividade de Enriquecimento Curricular TIC Pré-Escolar Nenúfares Docente: Telma Sá Ano Letivo: 2015/2016 1 O saber é um processo, não é um produto. Jerome

Leia mais

Curso: Educação de Infância. Tema: Ida à livraria / Planetas Data : 3/ Objectivos Específicos. Actividade proposta 2/3/4/5 anos

Curso: Educação de Infância. Tema: Ida à livraria / Planetas Data : 3/ Objectivos Específicos. Actividade proposta 2/3/4/5 anos Ano lectivo: 2005/2006 Estagiária: Curso: Educação de Infância 4º Ano Educadora Cooperante: Tema: Ida à livraria / Planetas Data : 3/4.04.06 Áreas Domínios Objectivos Gerais Objectivos Específicos Actividade

Leia mais

Competências Digitais para Professores. 3ª Edição. Ana Reto

Competências Digitais para Professores. 3ª Edição. Ana Reto Competências Digitais para Professores 3ª Edição Ana Reto Artefacto 2 Resolução de situações Problemáticas aplicadas ao dia-a-dia. PROBLEMA DO MÊS Resolução de situações Problemáticas na disciplina de

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CURSO DE LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA

AVALIAÇÃO DO CURSO DE LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA AVALIAÇÃO DO CURSO DE LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA Setembro 2009 ÍNDICE 1. Introdução 3 2. População e Amostra 3 3. Apresentação de Resultados 4 3.1. Opinião dos alunos de Língua Gestual Portuguesa sobre

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE ESPANHOL FORMAÇÃO ESPECIFICA

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE ESPANHOL FORMAÇÃO ESPECIFICA Manual adoptado: Es-pa-ñol 3 pasos 10º - Identificar informações - Educação para a cidadania - Alfabeto; - Manual; globais e específicas em 1º Período mensagens orais, sobre temas - Aspectos sociais e

Leia mais

AFINAL, O QUE É SITUAÇÃO DIDÁTICA?

AFINAL, O QUE É SITUAÇÃO DIDÁTICA? AFINAL, O QUE É SITUAÇÃO DIDÁTICA? O planejamento consiste em sistematizar o trabalho docente na intenção de ajudar o aluno a desenvolver competências e habilidades que deem significação para efetivação

Leia mais

Agrupamento de Escolas do Fundão

Agrupamento de Escolas do Fundão Agrupamento de Escolas do Fundão MATEMÁTICA P GPI 13 12º Ano CURRÍCULO DA DISCIPLINA E Nº DE AULAS PREVISTAS Período PLANIFICAÇÃO ANUAL Módulos a leccionar + Conteúdos Programáticos Módulo A6- Taxa de

Leia mais

CARTA DE COMPORTAMENTOS

CARTA DE COMPORTAMENTOS STOP BULLYING! Uma abordagem baseada nos direitos humanos para combater o bullying e a discriminação CARTA DE COMPORTAMENTOS Projeto Co- Projeto Stop Bullying: Uma abordagem baseada nos direitos humanos

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome Nº 6º Ano Data: Professor(a): Nota: (valor 1,0) 1 o.bimestre Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos mínimos necessários.

Leia mais

OFICINA COM OS DISCENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DOCENTE PELO DISCENTE- CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO

OFICINA COM OS DISCENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DOCENTE PELO DISCENTE- CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO OFICINA COM OS DISCENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DOCENTE PELO DISCENTE- CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO UNIR, 2016 OFICINA COM OS DISCENTES SOBRE A AVALIAÇÃO DOCENTE PELO DISCENTE- CAMPUS PORTO VELHO RELATÓRIO

Leia mais

OS OBJETIVOS TORNAR A EDUCAÇÃO A GRANDE PAUTA NACIONAL

OS OBJETIVOS TORNAR A EDUCAÇÃO A GRANDE PAUTA NACIONAL OS OBJETIVOS TORNAR A EDUCAÇÃO A GRANDE PAUTA NACIONAL Aumentar a consciência da sociedade de que Educação é a chave para o crescimento pessoal e do país Ampliar o conhecimento da população sobre as principais

Leia mais

ABC das Festas Infantis Planejamento de A a Z

ABC das Festas Infantis Planejamento de A a Z Você vai descobrir... Problemas que a maioria dos profissionais de festa enfrentam. Porque muitas pessoas que começam a trabalhar nesse mercado falham com cerca de 2 anos de atuação. A solução! Como implementar

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE FILOSOFIA Nome: Nº 9 a. Série Data: / /2016 Professor: ALESSANDRO Nota: (valor: 1,0) 2º semestre A - Introdução Neste semestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou

Leia mais

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º 1.º CEB Agrupamento de Escolas Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º Saber escutar para reproduzir pequenas mensagens e Compreensão do oral Leitura Escrita para cumprir ordens e pedidos Prestar

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia INTRODUÇÃO O projeto foi organizado por acreditarmos que o papel da escola e sua função

Leia mais

PROJETO DE APRENDIZAGEM

PROJETO DE APRENDIZAGEM PROJETO DE APRENDIZAGEM CENTRO DE ENSINO MÉDIO ANTÔNIO PÓVOA PROJETO DE APRENDIZAGEM ANO: 2016 SÉRIE: 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - TURMA: 01 PROFESSORAS ORIENTADORAS: Firminízia Alves e Graziela Rocha Assunto:

Leia mais

Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR)

Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID. Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR) Edital Pibid n 11 /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID Plano de Atividades (PIBID/UNESPAR) Tipo do produto: Plano de aula 1 IDENTIFICAÇÃO SUBPROJETO MATEMÁTICA/FECEA:

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Alhandra, Sobralinho e São João dos Montes. BECRE Soeiro Pereira Gomes

Agrupamento de Escolas de Alhandra, Sobralinho e São João dos Montes. BECRE Soeiro Pereira Gomes Após teres lido a obra de António Mota, Pedro Alecrim, assinala com uma cruz X, de acordo com a referida obra, a opção correta em cada uma das seguintes afirmações. 1 Pedro e alguns colegas fazem parte

Leia mais

questionários de avaliação da satisfação

questionários de avaliação da satisfação questionários de avaliação da satisfação Introdução Tendo como referência o Modelo de Avaliação da Qualidade, o desenvolvimento de um Sistema de Gestão da Qualidade aplicado aos serviços prestados pelas

Leia mais

Instrumento de Auto-avaliação

Instrumento de Auto-avaliação Instrumento de Auto-avaliação Questionário para os pais e responsáveis Data de hoje Favor preencher. Formulário n.º A preencher pela escola. Caros pais e responsáveis de educação, Pretende-se com o presente

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Pampilhosa Plano de Actividades do Núcleo de Estágio de Matemática Ano lectivo 2006 / 2007

Agrupamento de Escolas de Pampilhosa Plano de Actividades do Núcleo de Estágio de Matemática Ano lectivo 2006 / 2007 Agrupamento de Escolas de Pampilhosa Plano de Actividades do Núcleo de Estágio de Matemática Ano lectivo 2006 / 2007 Actividades Objectivos Descrição Dinamizadores Intervenientes Cartas Tio Papel Palestra

Leia mais

A A ES E C S O C L O A A PÚBL B IC I A A DE E SÃ S O Ã O PAU A LO, O, SE S G E UNDO O A A OP O IN I IÃ I O Ã O DOS O S PAI A S I Novembro / 2007

A A ES E C S O C L O A A PÚBL B IC I A A DE E SÃ S O Ã O PAU A LO, O, SE S G E UNDO O A A OP O IN I IÃ I O Ã O DOS O S PAI A S I Novembro / 2007 A ESCOLA PÚBLICA DE SÃO PAULO, SEGUNDO A OPINIÃO DOS PAIS Novembro / 2007 METODOLOGIA E TÉCNICA DE INVESTIGAÇÃO ETAPA 1 Tipo de Pesquisa: Qualitativa. Forma de Abordagem: Entrevista em Profundidade. Número

Leia mais

MATEMÁTICA. 8.º Ano. Prof. Nuno Marreiros. Apresentação

MATEMÁTICA. 8.º Ano. Prof. Nuno Marreiros. Apresentação MATEMÁTICA 8.º Ano Prof. Nuno Marreiros Apresentação 1 Definição de normas de funcionamento das aulas Chegar a horas (não há tolerância) depois do professor entrar, acabaram-se as entradas sem falta; Entrar

Leia mais

Cursos Profissionais Disciplina: PORTUGUÊS Anos: 10º; 11º e 12º

Cursos Profissionais Disciplina: PORTUGUÊS Anos: 10º; 11º e 12º PARÂMETROS GERAIS DE AVALIAÇÃO Integração escolar e profissionalizante Intervenções e Atividades na sala de aula: PESOS PARÂMETROS ESPECÍFICOS INSTRUMENTOS Peso 2 Peso 5 Comportamento-assiduidade-pontualidadecumprimento

Leia mais

AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL

AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL AVALIAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL Outubro 2009 ÍNDICE 1. Introdução 3 2. População e Amostra 3 3. Apresentação de Resultados 4 3.1. Opinião dos alunos de Comunicação Organizacional sobre

Leia mais

Como se escreve? Expectativas de aprendizagem. Recursos e materiais necessários. Público-alvo: 3º ano. Duração: 4 aulas

Como se escreve? Expectativas de aprendizagem. Recursos e materiais necessários. Público-alvo: 3º ano. Duração: 4 aulas Como se escreve? nós na sala de aula - módulo: língua portuguesa 1º ao 3º ano - unidade 10 Antigamente a ortografia era vista apenas como um monte de regras que deviam ser decoradas, mas os estudos atuais

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 11

Transcrição de Entrevista nº 11 Transcrição de Entrevista nº 11 E Entrevistador E11 Entrevistado 11 Sexo Masculino Idade 25anos Área de Formação Engenharia Informática E - Acredita que a educação de uma criança é diferente perante o

Leia mais

UM OLHAR SOBRE O USO DA ROBÓTICA EDUCACIONAL NO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMATICA DA UEPB

UM OLHAR SOBRE O USO DA ROBÓTICA EDUCACIONAL NO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMATICA DA UEPB UM OLHAR SOBRE O USO DA ROBÓTICA EDUCACIONAL NO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMATICA DA UEPB Introdução Victor Batista de Lima victorvbl@hotmail.com Edvanilson Santos de Oliveira Universidade Estadual

Leia mais