Benefícios da Leitura

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Benefícios da Leitura"

Transcrição

1 Ler a par

2 Benefícios da Leitura Proporciona à criança informação e conhecimento sobre o mundo. Apresenta à criança situações e ideias novas Estimulando a curiosidade, o pensamento crítico, e ainda a consciência de si própria e dos seus interesses pessoais. Desenvolve a atenção, a capacidade de concentração e a capacidade de compreender o que ouve. Activa a imaginação, pois ajuda a criança a usar o pensamento na ausência de situações reais. Ajuda a identificar e usar conceitos familiares e conceitos novos. Estimula as capacidades de expressão, pois a criança adquire vocabulário novo e novas formas de exprimir ideias e sentimentos.

3 Leitura a par A realizar com crianças do J.I./1ºCiclo Recomendações Criar um relacionamento positivo Escolher bem os livros Preparar a leitura Apresentar o livro Realizar as sessões de leitura a par Estar atento ao comportamento da criança Prolongar o prazer do livro

4 Ler a par Criar um relacionamento positivo Apresente-se. Fale um pouco de si. Se quiser pode falar do seu gosto pelos livros e pela leitura. Procure conhecer a criança fazendo perguntas fáceis de responder. Converse um pouco em cada sessão, ouvindo as suas opiniões, valorizando o que ela disser. Adapte-se ao seu ritmo, aceitando os seus interesses e não forçando. Procure agir como amigo e treinador de leitura, mas evitando actuar como professor. Tente informar-se sobre a criança junto do seu professor.

5 Ler a Par Escolher bem os livros Escolher nas Bibliotecas Escolares e Públicas/Consultar as listas PNL Averiguar alguns interesses da criança e escolher livros que lhe possam agradar e lhe agradem igualmente a si. Pedir à criança que escolha na biblioteca escolar livros que lhe interessem, para lerem em conjunto. Para quem está a começar, os livros melhores são os que têm apenas legendas ou uma frase por página e que, de página para página, apresentam textos com palavras fáceis, repetições e rimas. De uma maneira geral, é mais adequado escolher livros com poucas páginas, que possam ser lidos numa única sessão, ou em duas sessões. Para ampliar e desenvolver a competência de quem já vai conseguindo ler, devem escolher-se livros com textos mais longos. Saber quais são os livros lidos na aula, para evitar releituras fastidiosas ou reforçar o prazer de ler um livro que a criança já conhece e lhe agradou.

6 Ler a par Preparar a leitura É indispensável dedicar algum tempo antes da sessão a ler o livro procurar identificar palavras que as crianças possam não conhecer para explicar o significado. Também é bom pensar em assuntos que o livro possa suscitar e abordá-los antes ou depois da leitura. Deve identificar as palavras mais difíceis para ajudar a criança durante a leitura. O local onde as sessões decorrem, na biblioteca ou em outro local, deve ser confortável para ambos.

7 Ler a par Apresentar o livro Antes de começar a leitura é aconselhável apresentar o livro. Deve começar-se por mostrar a capa, ler o título do livro, falar um pouco da ilustração. A criança pode folhear e tentar descobrir qual é o assunto da história, observando as ilustrações e eventualmente relacionando as imagens com experiências da criança ou assuntos que lhe interessem. Pode falar-se um pouco dos assuntos que vão ser abordados, para despertar o interesse pelo livro, mas sem revelar tudo. A introdução não deve contudo demorar muito, pois o importante é a leitura.

8 Ler em voz alta Encorajar a criança a participar, lendo o que já consegue e conversando sobre a história Pode recorrer-se a várias modalidades de leitura na mesma sessão, ou em sessões sucessivas, para tornar a actividade mais fácil e divertida

9 Ler em voz alta Modalidades de leitura a par Leitura independente: a criança lê um livro que está ao seu alcance, com a ajuda do voluntário. Leitura alternada: a criança lê palavras ou passagens ao seu alcance e o voluntário lê as mais difíceis. Leitura a par: a criança e o voluntário lêem em coro. Geralmente, a criança espera que o voluntário leia as palavras mais difíceis para as repetir como se fosse um eco. Leitura em voz alta: Quando a criança ainda não consegue ler, ou luta com dificuldades, pode lerlhe livros em voz alta para despertar o interesse pelos livros e motivar para aprender.

10 Ler em voz alta Realizar as sessões de leitura a par Seja qual for a modalidade, é importante dar ênfase à leitura, ir apontando as ilustrações e conversando sobre o significado das palavras e das frases. À medida que a leitura avança deve-se ajudar e encorajar Durante a leitura, se a criança quiser, pode conversar-se sobre as peripécias da história, verificando se correspondem às ideias que ela tinha quando tentou adivinhar pelas ilustrações. No final da leitura é bom elogiar o esforço.

11 Ler em voz alta Manter a atenção dos ouvintes Por vezes, os voluntários leitura receiam não conseguir manter a atenção e a disciplina. Na verdade, é muito importante que todos estejam calados antes de começar e, se alguém interromper, chamar a atenção para que todos possam ouvir. O professor da turma pode estar presente e dar apoio, pelo menos até se conseguir assegurar um bom clima de leitura. Alguns voluntários atribuem diplomas de Bons ouvintes em cada sessão para premiar as crianças mais atentas, mas tendo o cuidado de assegurar que no final das sessões todas tenham recebido pelo menos um diploma.

12 Etapas do planeamento Estar atento ao comportamento das crianças Se a criança não adere e não participa podem fazer-se perguntas para espicaçar a curiosidade pela história, ou escolher outro livro para ver se lhe interessa mais. Quando os problemas se mantêm o melhor é pedir a ajuda do professor. Mesmo quando o comportamento da criança não é agradável, a atitude do voluntário deve ser firme mas positiva, pois as crianças apercebemse dos sentimentos negativos e torna-se difícil prosseguir. É importante que o voluntário se esforce sempre por manter a calma, mesmo quando interrompe para chamar a atenção e que elogie os esforços e sucessos.

13 Quem podem ser os voluntários Prolongar o prazer do livro No final podem fazer-se perguntas sobre a história, deixando que a criança diga qual foi a parte de que mais gostou, que reconte a história, ou que dê a sua opinião sobre o que aconteceu. Se o voluntário achar útil e a criança aceitar, é bom reler partes que foram mal lidas ou que, por serem difíceis, se deixaram para depois. Se a criança quiser, pode reler o livro todo. A repetição dá confiança, aumenta a possibilidade de reconhecimento de palavras difíceis e permite que a criança tenha consciência de que progrediu em pouco tempo. Podem ler-se e reler-se várias vezes os livros de que a criança mais gosta, ou outro livro da mesma coleção. Deve aconselhar a crianças a requisitar na biblioteca livros de que goste, para ler em casa, sozinha ou com a família.

A Leitura a par Criar um relacionamento positivo

A Leitura a par Criar um relacionamento positivo A Leitura a Par A Leitura a par Criar um relacionamento positivo - Apresente-se. Fale um pouco de si. Se quiser pode falar do seu gosto pelos livros e pela leitura. - Procure conhecer a criança fazendo

Leia mais

A Leitura em Voz Alta

A Leitura em Voz Alta A Leitura em Voz Alta A Leitura em voz alta Escolher bem os livros As listas de livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura para os diferentes anos de escolaridade podem apoiar a selecção de obras

Leia mais

Leitura em Vai e Vem. Projecto de promoção de leitura em família. Apresentação do projecto reunião de pais. Educação Pré-Escolar.

Leitura em Vai e Vem. Projecto de promoção de leitura em família. Apresentação do projecto reunião de pais. Educação Pré-Escolar. Projecto de promoção de leitura em família Apresentação do projecto reunião de pais 1 Colégio Santiago 2 A Leitura em Família e o Plano Nacional de Leitura O Plano Nacional de Leitura (PNL) tem como missão

Leia mais

Benefícios da leitura em voz alta

Benefícios da leitura em voz alta Ler em voz alta Ler em voz alta Benefícios da leitura em voz alta Ajuda a criança a adquirir informação e a desenvolver vários tipos de competências: Memorizar relações entre som e grafia, nas palavras

Leia mais

Potenciar o desenvolvimento de uma rede nacional de volutariado na área da leitura. Apoiar iniciativas; Estimular a adesão de voluntários:

Potenciar o desenvolvimento de uma rede nacional de volutariado na área da leitura. Apoiar iniciativas; Estimular a adesão de voluntários: O Projeto Um projeto de cidadania Missão Potenciar o desenvolvimento de uma rede nacional de volutariado na área da leitura. Objetivos Apoiar iniciativas; Estimular a adesão de voluntários: Disponibilizar

Leia mais

Benefícios da leitura

Benefícios da leitura A importância da Parceria Família e Escola da Formação de Cidadãos Leitores Júlio Furtado www.juliofurtado.com.br Benefícios da leitura Quem lê adquire cultura, passa a escrever melhor, tem mais senso

Leia mais

TÉCNICA S. para um estudo eficaz

TÉCNICA S. para um estudo eficaz TÉCNICA S para um estudo eficaz Planeamento e organização do estudo O aluno capaz de estabelecer horários adequados e de organizar os seus estudos obterá melhores resultados escolares, terá tempo para

Leia mais

Para te acolher no meu abraço

Para te acolher no meu abraço financiado por: Biblioteca Municipal da Chamusca Ruy Gomes da Silva Largo Vasco da Gama 2140-079 Chamusca Telf: 249 768 244 bib-chamusca@sapo.pt http://rcbp.dglb.pt/pt/bibliotecas/sites/bm_chamusca (A)Braços

Leia mais

Ficha de Apoio Ser um Aluno Exemplar. Disciplina de Formação Pessoal e Social (FPS)

Ficha de Apoio Ser um Aluno Exemplar. Disciplina de Formação Pessoal e Social (FPS) Ficha de Apoio Ser um Aluno Exemplar Disciplina de Formação Pessoal e Social (FPS) Professor Humberto Santos Ano-lectivo 2007/08 Escola Secundária de Achada Grande Praia/Cabo Verde Atitudes e comportamentos

Leia mais

Você não precisa decorar nada

Você não precisa decorar nada Que aprender inglês é importante e vai mudar a sua vida você já sabe, mas como aprender inglês e como fazer isso por conta própria? Nós separamos abaixo algumas dicas inéditas e que sem dúvida vão fazer

Leia mais

Anexo E Plano da Sessão n.º2

Anexo E Plano da Sessão n.º2 Anexo E Plano da Sessão n.º2 PLANO DA SESSÃO N.º2 Nome da Sessão: O envolvimento parental a leitura conjunta entre mãe/pai e filho. Data: 10 de outubro 2014. Destinatários: Pais de bebés. O Formador: Rosário

Leia mais

1-A introdução. Ela deve ser breve. Apenas para despertar a atenção e o interesse dos ouvintes. Assim como:

1-A introdução. Ela deve ser breve. Apenas para despertar a atenção e o interesse dos ouvintes. Assim como: TREINAMENTO E TÉCNICAS DE ORATÓRIA Proferir um discurso na reunião sacramental ou em qualquer de nossas reuniões da Igreja é uma oportunidade que dever ser reconhecida por todos como sendo especial. Todo

Leia mais

PROGRAMA QPP - QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA LIVROS NAS CRECHES

PROGRAMA QPP - QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA LIVROS NAS CRECHES PROGRAMA QPP - QUALIDADE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA Ana Paula Dias Torres Maria Lucia de A. Machado São Paulo dezembro 2015 1 LIVRO É OBJETO PORTADOR DE CULTURA Dentre os diversos instrumentos do homem, o livro

Leia mais

6 Dicas para Ter uma Conversa Interessante Em Encontros

6 Dicas para Ter uma Conversa Interessante Em Encontros 6 Dicas para Ter uma Conversa Interessante Em Encontros Saiba como ter uma conversa agradável que conquiste o homem Eu imagino que você possa provavelmente estar rindo e pensando, Eu nunca tive problemas

Leia mais

Dicas para uma boa apresentação

Dicas para uma boa apresentação Dicas para uma boa apresentação Profa. Angela M Belloni Cuenca Faculdade de Saúde Pública da USP 2016 Conteúdo Como se preparar para uma apresentação Como preparar o material Como preparar a apresentação

Leia mais

Inquérito por questionário Alunos

Inquérito por questionário Alunos Inquérito por questionário Alunos INSTRUÇÕES A seguir apresentamos-te um conjunto de perguntas sobre as tuas aulas. Não há respostas certas nem erradas, por isso pedimos-te que respondas com verdade. Obrigado

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem COMPREENSÃO (principal) Tenho a habilidade de juntar informações soltas e formular ideias que fazem sentido. Frequentemente

Leia mais

Sumário. Organizar 1 Motivar alunos sem hábitos de leitura 3 Discutir à volta das leituras realizadas 5 Sessões de leitura 7 Saber mais 8

Sumário. Organizar 1 Motivar alunos sem hábitos de leitura 3 Discutir à volta das leituras realizadas 5 Sessões de leitura 7 Saber mais 8 Clube de leitura Sumário Clube de leitura Editor Design gráfico Autor fevereiro de 2015 CDU 027.8 028 Rede de Bibliotecas Escolares Travessa Terras de Sant Ana, 15 1250-269 Lisboa http://www.rbe.mec.pt

Leia mais

Comunicação e Relacionamento Interpessoal

Comunicação e Relacionamento Interpessoal Comunicação e Relacionamento Interpessoal Prof. José Junio Lopes Prof. Roberto César Ferreira Comunicação e Relacionamento Interpessoal A beleza de um trabalho em equipe se dá através de um elemento muito

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR Ensine aos seus alunos a importância de poupar e a diferença entre querer e precisar, com este divertido gibi da Visa e da Marvel.

MANUAL DO PROFESSOR Ensine aos seus alunos a importância de poupar e a diferença entre querer e precisar, com este divertido gibi da Visa e da Marvel. MANUAL DO PROFESSOR Ensine aos seus alunos a importância de poupar e a diferença entre querer e precisar, com este divertido gibi da Visa e da Marvel. VISÃO GERAL Aula baseada no gibi O Poderoso Plano

Leia mais

1ª edição Projeto Timóteo Como Pregar Mensagens Bíblicas Apostila do Orientador

1ª edição Projeto Timóteo Como Pregar Mensagens Bíblicas Apostila do Orientador Como Pregar Mensagens Bíblicas Projeto Timóteo Apostila do Orientador Como Pregar Mensagens Bíblicas Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

Ler além da sala de aula. Prof.ª Marcia Regina Malfatti Pedro Emeief Carlos Drummond de Andrade

Ler além da sala de aula. Prof.ª Marcia Regina Malfatti Pedro Emeief Carlos Drummond de Andrade Ler além da sala de aula Prof.ª Marcia Regina Malfatti Pedro Emeief Carlos Drummond de Andrade Nossa conversa de hoje... Para que serve o Livro e a Leitura Ampliando e Aprendendo Organizando Ideias, superando

Leia mais

Bullying. Psiquilíbrios

Bullying. Psiquilíbrios Psiquilíbrios Bullying Cada vez mais conhecido entre crianças e adultos, o bullying é um fenómeno que merece especial atenção. Muitos alunos já estiveram envolvidos em incidentes de bullying, quer como

Leia mais

CONTAR UMA HISTÓRIA É DAR UM PRESENTE DE AMOR.

CONTAR UMA HISTÓRIA É DAR UM PRESENTE DE AMOR. CONTAR UMA HISTÓRIA É DAR UM PRESENTE DE AMOR. LEWIS CARROL Elaborado pelas assessoras Patrícia Ribeiro e Rosinara Nascimento, em 2011, nas oficinas pedagógicas para as educadoras, ocorridas nas Livrarias

Leia mais

QUESTIONÁRIO 1º CICLO

QUESTIONÁRIO 1º CICLO QUESTIONÁRIO 1º CICLO Numeração do Questionário Caro(a) aluno(a) Venho convidar-te a participar num estudo sobre Gestão de tempo e Desempenho escolar no Ensino Básico. Peço-te por este motivo, que respondas

Leia mais

Dicas sobre produção mediática: A produção de uma entrevista para o média escolar

Dicas sobre produção mediática: A produção de uma entrevista para o média escolar Sobre este documento Este documento tem por objetivo dar algumas sugestões e dicas acerca da produção de um trabalho jornalístico, nas suas diferentes fases, tendo em conta o contexto educativo e o enquadramento

Leia mais

Questionário. 1. Tem algum projeto pedagógico escrito? Sim: Não: Se não em que documento baseia o seu trabalho:

Questionário. 1. Tem algum projeto pedagógico escrito? Sim: Não: Se não em que documento baseia o seu trabalho: Questionário Projeto pedagógico 1. Tem algum projeto pedagógico escrito? Sim: Não: Se não em que documento baseia o seu trabalho: 2. O projeto pedagógico inclui objetivos para o domínio da linguagem oral

Leia mais

Dicas para melhor desempenho escolar do aluno e do ambiente familiar. CENTRO EDUCACIONAL STELLA MARIS CONGREGAÇÃO CLARETIANA

Dicas para melhor desempenho escolar do aluno e do ambiente familiar. CENTRO EDUCACIONAL STELLA MARIS CONGREGAÇÃO CLARETIANA CENTRO EDUCACIONAL STELLA MARIS CONGREGAÇÃO CLARETIANA Dicas para melhor desempenho escolar do aluno e do ambiente familiar. Conversar com os seus filhos é um bom começo. Ouvir o problema é meio caminho

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DE COMPETÊNCIAS PESSOAIS E SOCIAIS

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DE COMPETÊNCIAS PESSOAIS E SOCIAIS PROGRAMA DE PROMOÇÃO DE COMPETÊNCIAS PESSOAIS E SOCIAIS Margarida Gaspar de Matos Celeste Simões csimoes@fmh.utl.pt PROGRAMA DE PROMOÇÃO DE COMPETÊNCIAS PESSOAIS E SOCIAIS... ajudar as crianças e adolescentes

Leia mais

FAÇA CONTATO E CONVITE

FAÇA CONTATO E CONVITE FAÇA CONTATO E CONVITE Concentra-se em criar um relacionamento e descobrir em que ponto da vida dessa pessoa o negócio pode ajudar. Seja simpático, atento e ouça as necessidades das pessoas e muitas portas

Leia mais

Departamento Curricular de Línguas

Departamento Curricular de Línguas Escola Básica Integrada c/ji Fialho de Almeida- Cuba Departamento Curricular de Línguas Ano Lectivo de 2007/2008 Critérios de avaliação Em reunião de Departamento Curricular de Línguas e de acordo com

Leia mais

Triplique suas vendas e seus inícios!!!!

Triplique suas vendas e seus inícios!!!! Triplique suas vendas e seus inícios!!!! Lembretes ( Campanha Maio) Inicie 2 consultores no seu time até o dia 19 de Maio com 200 pontos e você também ativo com 200 pontos e ganhe ( 1 Fragrância e 1 Relógio);

Leia mais

Dicas Crie um estilo pessoal

Dicas Crie um estilo pessoal Introdução Esse mini ebook foi feito especialmente para você que deseja conquistar lindas mulheres. Nas próximas páginas será compartilhado dicas práticas para que você conquiste mulheres de forma mais

Leia mais

- Cada professor poderá organizar a participação de sua turma em função de suas prioridades curriculares.

- Cada professor poderá organizar a participação de sua turma em função de suas prioridades curriculares. ETAPA 1 ESCOLHA DO PERSONAGEM HISTÓRICO Na primeira etapa do projeto, o objetivo é simples: a turma deverá escolher e indicar um personagem histórico cujo papel irá assumir, na rede social criada exclusivamente

Leia mais

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º 1.º CEB Agrupamento de Escolas Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º Saber escutar para reproduzir pequenas mensagens e Compreensão do oral Leitura Escrita para cumprir ordens e pedidos Prestar

Leia mais

Especial Formação. Professor

Especial Formação. Professor Especial Formação Professor Especial Formação de Professor Por Beatriz Tavares de Souza* Como ser amigo Um livro sobre amizade Autor: Molly Wigand Ilustrações: Anne FitzGerald Elaboração do Projeto: Beatriz

Leia mais

A porta e o zíper. Meu desejo: AMOR VERDADEIRO

A porta e o zíper. Meu desejo: AMOR VERDADEIRO UNIDADE 6: A porta e o zíper. Meu desejo: AMOR VERDADEIRO 1ºESO 4º ESO O amor é um caminho. Cada etapa é importante. Não tem que queimar etapas. Estar noivos: conhecer-nos e conhecer juntos o amor verdadeiro

Leia mais

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL)

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) Professor (a): NOME DO LIVRO: O MUNDINHO DE BOAS ATITUDES AUTOR:INGRID BIESEMEYER BELLINGHAUSEN Competências Perceber a importância do auto respeito. Desenvolver o senso critico.

Leia mais

Entrevista de Início. Diretora Sênior de Vendas Independente Mary Kay Débora Azevedo

Entrevista de Início. Diretora Sênior de Vendas Independente Mary Kay Débora Azevedo Entrevista de Início Diretora Sênior de Vendas Independente Mary Kay Débora Azevedo Agendei uma entrevista e agora???????? Prepare seu material de maneira organizada, eficaz, objetiva e simples; Esteja

Leia mais

COMO MONTAR MEU HORÁRIO DE ESTUDO? O meu horário ATUAL de estudo

COMO MONTAR MEU HORÁRIO DE ESTUDO? O meu horário ATUAL de estudo COMO MONTAR MEU HORÁRIO DE ESTUDO? O meu horário ATUAL de estudo Preencha este horário segundo a distribuição de tempo que você tem a intenção de fazer: Pinte de vermelho o tempo ocupado em aulas; Pinte

Leia mais

Profª Daniela Cartoni

Profª Daniela Cartoni Etapa da Negociação Planejamento, estratégias e táticas Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br Etapas da negociação Uma negociação é um processo de comunicação interativa que pode ocorrer quando

Leia mais

PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL...

PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... 5º CONGRESSO CERCILEI HUMANIZAR PARA INTEGRAR A IMPORTÂNCIA DA DIFERENÇA A NO PROJECTO SER PESSOA PROGRAMA DE SOCIAIS PROGRAMA DE SOCIAIS Celeste Simões DEER / FMH / UTL o O que é a competência social

Leia mais

O canteiro dos livros

O canteiro dos livros LER a partir dos 6 anos GUIA DE LEITURA MARIAALZIRACABRAL O canteiro dos livros JOSÉ JORGE LETRIA Ilustrações de Carla Nazareth Apresentação da obra A história d O Canteiro dos Livros começa com um facto

Leia mais

Atividade 1. Objetivos: Planificação: Etapa 1. Debata: Tempo: 3 horas. Disciplinas: Ciências Naturais, Ciências Sociais, Inglês.

Atividade 1. Objetivos: Planificação: Etapa 1. Debata: Tempo: 3 horas. Disciplinas: Ciências Naturais, Ciências Sociais, Inglês. Atividade 1 Tempo: 3 horas Disciplinas: Ciências Naturais, Ciências Sociais, Inglês. Ciclo de ensino: Ensino secundário da área das ciências. Objetivos: Conseguir decifrar e compreender um artigo científico

Leia mais

Criar ambientes festivos em que se celebra a leitura, os livros, a solidariedade e a cooperação;

Criar ambientes festivos em que se celebra a leitura, os livros, a solidariedade e a cooperação; Introdução O Homem, desde sempre, utilizou a palavra para transmitir conhecimento, informação e experiências, fosse por meio verbal, fosse por meio escrito. Como a transmissão da informação por meio verbal

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem SENTIDOS Gosto de informações que eu posso verificar. Não há nada melhor para mim do que aprender junto com a prática.

Leia mais

Roda de biblioteca Marcos Panontin

Roda de biblioteca Marcos Panontin Roda de biblioteca Marcos Panontin biblioteca@escolasanti.com.br Múltiplas frentes da formação do leitor literário Leitura compartilhada Leitura em sala de aula em momentos diversos Momentos livres de

Leia mais

! Tipos de Entrevistas e Tipos de Questões. ! Técnicas de Entrevista! Aspectos Práticos

! Tipos de Entrevistas e Tipos de Questões. ! Técnicas de Entrevista! Aspectos Práticos Agenda! Tipos de Entrevistas e Tipos de Questões Entrevistas! Técnicas de Entrevista! Aspectos Práticos Cleidson de Souza Departamento de Informática Universidade Federal do Pará Entrevistas! Abordagem

Leia mais

RITA RAPOSO - PSICÓLOGA EDUCACIONAL

RITA RAPOSO - PSICÓLOGA EDUCACIONAL RITA RAPOSO - PSICÓLOGA EDUCACIONAL índice 1. Causas do insucesso 2. Boas práticas parentais 3. Criar uma rotina de estudo 4. Gestão do tempo de estudo 5. Regras na planificação do estudo 6. Regras para

Leia mais

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

RECRUTAMENTO E SELEÇÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO O SUCESSO DA SUA FUTURA UNIDADE COMEÇA EM RECRUTAR AS PESSOAS CERTAS INTRODUÇÃO A entrevista não é uma prova de força ou um exercício para o ego. É uma chance para que você encontre

Leia mais

Seminários - tomar apontamentos. Seminários de Engenharia Física 2008/9

Seminários - tomar apontamentos. Seminários de Engenharia Física 2008/9 Seminários - tomar apontamentos Seminários de Engenharia Física 2008/9 Engenharia e Comunicação Comunicar é também ouvir receber mensagens (informação) e compreender Responsabilidades dos dois lados A

Leia mais

COMO AJUDAR A PESSOA COM DEFICIÊNCIA MENTAL:

COMO AJUDAR A PESSOA COM DEFICIÊNCIA MENTAL: COMO AJUDAR A PESSOA COM DEFICIÊNCIA MENTAL: UM GUIA PARA TODOS E. PUPULIN Folhetos SNR nº 5 SECRETARIADO NACIONAL DE REABILITAÇÃO LISBOA 1995 1 O porquê deste Manual? A informação contida neste manual

Leia mais

Hábitos de Estudo. 1. Onde estudar?

Hábitos de Estudo. 1. Onde estudar? Hábitos de Estudo Queridos alunos, Você sabe estudar? Estudar deve ser um hábito como escovar os dentes, comer e dormir? Qual o lugar apropriado para estudar? É adequado estudar da mesma forma para as

Leia mais

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Acompanhe o leitor competente em ação. Leio o titulo: A moringa, a geladeira e a roupa no varal. São três coisas

Leia mais

Obrigada pela presença. Bem-vindas!

Obrigada pela presença. Bem-vindas! Obrigada pela presença Bem-vindas! Conquistando TUDO com inícios qualificados constantes! Primeiro me responda: Você está feliz na Mary Kay? Você está sempre em dia com as novidades que a empresa lança?

Leia mais

A importância de recomendar a leitura para crianças de 0 a 6 anos

A importância de recomendar a leitura para crianças de 0 a 6 anos A importância de recomendar a leitura para crianças de 0 a 6 anos AF357-15FIS_CampanhaPrescrevaumLivroItauCrianca_FOLHETO_19x23_V6.indd 1 29/09/15 01:22 2 Receite um livro A importância de recomendar a

Leia mais

SESSÃO 1 - CONTRATO CONTRATO

SESSÃO 1 - CONTRATO CONTRATO SESSÃO 1 - CONTRATO CONTRATO Porque acho importante aprender a dar-me melhor com os outros e aprender a resolver os meus problemas, vou participar neste programa. O/A professor/a, através da realização

Leia mais

1 PC.DP A E.D. DIR/O REV. 1 / 9

1 PC.DP A E.D. DIR/O REV. 1 / 9 PROJETO DE EDUCAÇÃO LITERÁRIA PRÉ-ESCOLAR/1º CICLO ANO LETIVO: 2015 / 2016 Enquadramento Em conformidade com o Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho, na sua redação atual, as escolas devem desenvolver

Leia mais

Abordagem e Agendamento. Futura Diretora Executiva Daniela Alessi

Abordagem e Agendamento. Futura Diretora Executiva Daniela Alessi Abordagem e Agendamento Futura Diretora Executiva Daniela Alessi Abordagem Saia de casa pronta... Imagem Profissional A primeira impressão é a que fica! Apresente-se na sua melhor forma! 1. Comportamentos,

Leia mais

Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS. Planificação Anual / Mensal 2º ANO

Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS. Planificação Anual / Mensal 2º ANO Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS Planificação Anual / Mensal 2º ANO 2014/2015 Agrupamento PARA O de Escolas Piscinas - Olivais PLANIFICAÇÃO ANUAL / MENSAL DE PORTUGUÊS 2º ANO 1.º PERÍODO

Leia mais

Grelha de Avaliação Oral (a preencher pelo professor)

Grelha de Avaliação Oral (a preencher pelo professor) 1 Grelha de Avaliação Oral (a preencher pelo professor) Compreende as instruções do professor Compreende enunciados orais simples Compreende enunciados orais complexos Escuta atentamente COMPREENSÃO O

Leia mais

PENSAMENTOS LEITORES Pensamentos leitores JUNTOS PELA LEITURA. Pensamentos Leitores

PENSAMENTOS LEITORES Pensamentos leitores JUNTOS PELA LEITURA. Pensamentos Leitores Pensamentos leitores JUNTOS PELA LEITURA Pensamentos Leitores 3 Pensamentos leitores EDIÇÃO BRASILEIRA SÃO PAULO, JUNHO DE 2016. AUTORAS Alda Beraldo Lucinha Magalhães Marília Novaes Sandra M. M. Medrano

Leia mais

Curso: 1ºciclo Disciplina: Inglês Ano(s): 4º

Curso: 1ºciclo Disciplina: Inglês Ano(s): 4º Domínios Objetivos Instrumentos de avaliação Peso Domínio Intercultural Compreensão / Listening Interação Leitura / Reading e Escrita / Writing - Conhecer-se a si e ao outro. - Conhecer o dia a dia na

Leia mais

Técnicas de Memorização para A Bíblia e Qualquer Assunto

Técnicas de Memorização para A Bíblia e Qualquer Assunto Técnicas de Memorização para A Bíblia e Qualquer Assunto VERSICULODODIA.COM Introdução Neste simples e-book você terá acesso à 5 técnicas infalíveis de memorização que podem ser aplicadas para memorizar

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO

LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO Escutar para aprender e construir conhecimentos LÍNGUA PORTUGUESA 1º ANO COMPREENSÂO DO ORAL Prestar atenção ao que ouve de modo a tornar possível: -apropriar-se de padrões de entoação e ritmo; - memorizar

Leia mais

Quem é Mortimer J. Adler?

Quem é Mortimer J. Adler? 1 A Arte de Ler Quem é Mortimer J. Adler? Por que falar disso? Ler é obter significado da página escrita Muitos não conseguem obter nada além de palavras Todos podem ler ficção simples Poucos podem ler

Leia mais

VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS?

VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS? VOCÊ ESTÁ REALMENTE EVOLUINDO NO INGLÊS PARA NEGÓCIOS? Você sente que está patinando em seu conhecimento de inglês? Essa sensação é bastante comum. Na verdade, no começo do curso sentimos que estamos tendo

Leia mais

Cursos Recomendados TOPIC: COMMUNICATION SKILLS MANAGEMENT AND LEADERSHIP TIME MANAGEMENT

Cursos Recomendados TOPIC: COMMUNICATION SKILLS MANAGEMENT AND LEADERSHIP TIME MANAGEMENT Cursos Recomendados TOPICS: COMMUNICATION SKILLS MANAGEMENT AND LEADERSHIP TIME MANAGEMENT TOPIC: COMMUNICATION SKILLS Módulo: Competências relacionais do gestor M144 Duração 30 min. Adquirir as competências-base

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO EVANGE GUALBERTO

INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO EVANGE GUALBERTO Plano de Aula INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO EVANGE GUALBERTO PLANO DE AULA: ALFABETIZANDO E LETRANDO ATRAVÉS DE CONTOS

Leia mais

Avaliação da Biblioteca Escolar- Questionário aos alunos

Avaliação da Biblioteca Escolar- Questionário aos alunos 1 de 5 Avaliação da Biblioteca Escolar- Questionário aos alunos Este modelo de avaliação tem por principal finalidade proporcionar à Biblioteca da Escola Secundária de Lousada (BE) um instrumento regulador

Leia mais

O LIVRO DAS ADIVINHAÇÕES

O LIVRO DAS ADIVINHAÇÕES TEXTO RENATA PALLOTTINI ILUSTRAÇÕES WALTER ONO O LIVRO DAS ADIVINHAÇÕES SUGESTÕES PARA O PROFESSOR USO EXCLUSIVO DO PROFESSOR. VENDA PROIBIDA. ELABORAÇÃO: ANA PAULA DIAS TORRES NEUZA SANCHEZ GUELLI 1 ANTES

Leia mais

Como fazer boas perguntas?

Como fazer boas perguntas? Adaptação do ensino aos vários estilos de aprendizagem 1 Por que fazer perguntas? Como fazer boas perguntas? Para testar a memória ou o entendimento dos alunos Para motivar os alunos a ouvir e prestar

Leia mais

A NOVELA DA PANELA UM DRAMA QUASE COMPLETO, QUASE TOTALMENTE ESCRITO E DESENHADO POR

A NOVELA DA PANELA UM DRAMA QUASE COMPLETO, QUASE TOTALMENTE ESCRITO E DESENHADO POR TEXTO E ILUSTRAÇÕES ANGELA LAGO A NOVELA DA PANELA UM DRAMA QUASE COMPLETO, QUASE TOTALMENTE ESCRITO E DESENHADO POR ANGELA LAGO SUGESTÕES PARA O PROFESSOR ELABORAÇÃO: ANA PAULA TORRES LAROCA NEUZA SANCHEZ

Leia mais

MESTRADO DE QUALIFICAÇÃO PARA A DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Planificação Curricular Anual

MESTRADO DE QUALIFICAÇÃO PARA A DOCÊNCIA EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Planificação Curricular Anual Identificação do Estagiário: Ana Catarina Tarré Simões Pedro Ano lectivo 2013/2014 Tema do PCT: Do bairro ao espaço, um mundo por descobrir Nº de crianças 15 Idades 3/4/5/6 anos PROBLEMÁTICA/CAMPO DE AÇÃO

Leia mais

Não Fale com Estranhos

Não Fale com Estranhos Não Fale com Estranhos Texto por: Aline Santos Sanches PERSONAGENS Cachorro, Gato, Lobo, Professora, Coelho SINOPSE Cachorro e Gato são colegas de classe, mas Gato é arisco e resolve falar com um estranho.

Leia mais

E.E. TENENTE JOSÉ LUCIANO PROJETO:PASSAPORTE DA LEITURA 2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO LIVRO 2º ANO

E.E. TENENTE JOSÉ LUCIANO PROJETO:PASSAPORTE DA LEITURA 2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO LIVRO 2º ANO E.E. TENENTE JOSÉ LUCIANO PROJETO:PASSAPORTE DA LEITURA 2015 REPÚBLICA FEDERATIVA DO LIVRO 2º ANO ESCOLA ESTADUAL TENENTE JOSÉ LUCIANO PROJETO:PASSAPORTE DA LEITURA-2015 Um livro tem asas longas e leves,

Leia mais

Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa:

Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa: Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa: Sabendo que o aluno tem pouco contato com a leitura em seu ambiente familiar, apresentando na escola dificuldades de aprendizagem, decorrentes dessa

Leia mais

A rua é cor de rosa!!! As paredes da sua casa não usam Mary Kay!

A rua é cor de rosa!!! As paredes da sua casa não usam Mary Kay! ABORDAGEM A rua é cor de rosa!!! As paredes da sua casa não usam Mary Kay! Afaste o medo! Aguce sua percepção Torne-se uma expert! Treine diariamente! Dedique-se para ser natural! Uma forma de abordagem

Leia mais

69) Acrescentar uma mensagem de VALOR INVÁLIDO no exercício [68], caso o segundo valor informado seja ZERO.

69) Acrescentar uma mensagem de VALOR INVÁLIDO no exercício [68], caso o segundo valor informado seja ZERO. Exercícios 65 ao 72 - Estrutura de Repetição: Enquanto 65) Escreva um algoritmo para ler um valor entre 1 (inclusive) e 10 (inclusive). Se o valor lido não estiver entre 1 (inclusive) e 10 (inclusive),

Leia mais

Capítulo 1 1ª Fase Objectivos e Conteúdos

Capítulo 1 1ª Fase Objectivos e Conteúdos Capítulo 1 1ª Fase Objectivos e Conteúdos 1.1 Objectivos Após a primeira fase do ICCLE (sigla inglesa para Curriculum Internacional para o Ensino da Língua Chinesa) os estudantes compreendem definições

Leia mais

CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA. Autoestima.

CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA. Autoestima. CARLA EGÍDIO LEMOS PSICÓLOGA Autoestima Autoestima A baixa autoestima é, infelizmente, um estado muito comum. As pessoas geralmente se sentem inseguras, inadequadas, com dúvidas constantes, não têm certeza

Leia mais

RESUMÃO VOLUME 1 - MOTIVAÇÃO E PROSPECÇÃO

RESUMÃO VOLUME 1 - MOTIVAÇÃO E PROSPECÇÃO RESUMÃO VOLUME 1 - MOTIVAÇÃO E PROSPECÇÃO O que você vai encontrar neste ebook Passo 1 - Motivação Passo 2 - Prospecção INTRODUÇÃO Este E-book foi escrito com a intenção de facilitar as vendas e negociações

Leia mais

Aula 6 APRESENTAÇÃO ORAL DA PESQUISA. Assicleide da Silva Brito Hélio Magno Nascimento dos Santos

Aula 6 APRESENTAÇÃO ORAL DA PESQUISA. Assicleide da Silva Brito Hélio Magno Nascimento dos Santos Aula 6 APRESENTAÇÃO ORAL DA PESQUISA META Explicitar as principais orientações para apresentação oral do projeto de pesquisa. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Apresentar a organização dos

Leia mais

Manual da Conversa. Nesse ebook você irá aprender algumas estratégias para manter sua conversa rolando e evitar aquele temido "branco".

Manual da Conversa. Nesse ebook você irá aprender algumas estratégias para manter sua conversa rolando e evitar aquele temido branco. Manual da Conversa Nesse ebook você irá aprender algumas estratégias para manter sua conversa rolando e evitar aquele temido "branco". www.setimoamoroficial.com.br Evite o Questionário Um erro muito comum

Leia mais

Como criar a minha base de contactos?

Como criar a minha base de contactos? Como criar a minha base de contactos? Introdução Quando se fala em geração de leads, existe uma dúvida que é: Como construir a minha base de contactos? O objetivo deste ebook é mostrar-lhe estratégias

Leia mais

É NECESSÁRIO PREPARAR A MUDANÇA. ALTERANDO COMPORTAMENTOS E MODOS DE

É NECESSÁRIO PREPARAR A MUDANÇA. ALTERANDO COMPORTAMENTOS E MODOS DE É NECESSÁRIO PREPARAR A MUDANÇA. ALTERANDO MODOS DE COMPORTAMENTOS E PENSAR ATENÇÃO!! Isto não podes esquecer! Negativasno9ºanopodem representar negativas no Ensino Secundário Porque não começar a recuperá-las,

Leia mais

2º ano Planificação do 1º período Português

2º ano Planificação do 1º período Português Unidade 1 - Setembro 2º ano Planificação do 1º período Português Domínio Objetivos Descritores de desempenho Conteúdos Leitura 1. Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos. Conhecer

Leia mais

1.1. Creche Objectivos gerais

1.1. Creche Objectivos gerais 1.1. Creche 1.1.1. Objectivos gerais Os processos de ensino e aprendizagem deverão contribuir nesta primeira etapa da Educação para a Infância, para que as crianças alcancem os seguintes objectivos: -

Leia mais

Centro de Ocupação de Tempos Livres de Santo Tirso Ano Letivo 2015/2016

Centro de Ocupação de Tempos Livres de Santo Tirso Ano Letivo 2015/2016 Ano Letivo 2015/2016 SETEMBRO Início do ano letivo Acolhimento das Jogos de interação Visita pelas instalações do ATL Conhecimento dos transportes e das pessoas e regras que os acompanham Proporcionar

Leia mais

Porque crescer na carreira?

Porque crescer na carreira? Porque crescer na carreira? PODER VERMELHO NOITE DO PIJAMA Crédito Mary Kay Você VIP no VIVA 2018 Bônu$ Lifestyle Reconhecimentos SEUS SONHOS NOSSA MISSÃO Encontre suas novas consultoras...... em suas

Leia mais

Atendimento e Venda. Cátia Oliveira

Atendimento e Venda. Cátia Oliveira Atendimento e Venda Cátia Oliveira Índice Atendimento e Venda... 1 Introdução:... 3 Identidade Corporativa:... 4 Atendimento ao cliente:... 5 Empatia:... 6 Outras competências do atendedor:... 6 Atitude

Leia mais

Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível?

Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível? Claris D i 100/D80 Você gostaria de ouvir melhor com uma solução auditiva invisível? Claris D i, invisível A perda auditiva é uma parte natural da vida A solução está aqui Você não está sozinho. Milhões

Leia mais

Escola: Nome: Nº: Turma:

Escola: Nome: Nº: Turma: Escola: Nome: Nº: Turma: Skimming e scanning Skimming e scanning são duas técnicas de leitura de textos. Utilizamos frequentemente estas duas técnicas em conjunto para poupar tempo na identificação, localização

Leia mais

PERFIL DE DESEMPENHO. PRÉ-ESCOLAR 4 anos

PERFIL DE DESEMPENHO. PRÉ-ESCOLAR 4 anos PRÉ-ESCOLAR 4 anos O aluno deverá ser capaz de: ÁREAS DE CONTEÚDO DOMÍNIO/COMPONENTES DESCRITOR Construção da identidade e autoestima - Saber dizer o seu nome próprio e a sua idade - Verbalizar as necessidades

Leia mais

SARAU CURUMIM DESENVOLVIMENTO DA FLUÊNCIA LEITORA. E.E. Profª Maria Jannuzzi Mascari

SARAU CURUMIM DESENVOLVIMENTO DA FLUÊNCIA LEITORA. E.E. Profª Maria Jannuzzi Mascari SARAU CURUMIM DESENVOLVIMENTO DA FLUÊNCIA LEITORA E.E. Profª Maria Jannuzzi Mascari Professor(es) Apresentador(es): Ewelyn Lawrence da Silva Fernanda Ambrosio Machado Realização: Foco do Projeto Nosso

Leia mais

Critérios de Avaliação 2011/2012 3º Ano

Critérios de Avaliação 2011/2012 3º Ano 1 Capacidade de Expressão Oral e Escrita Expressa-se com Clareza e Correcção ao Nível Capacidade de Compreensão Língua Portuguesa Interpreta Responde Relata Aplica Oral Caligráfico Ortográfico Não interpreta

Leia mais

Todo aquele material me pareceu inútil, posso garantir que não me ajudou em absolutamente nada, muito menos no

Todo aquele material me pareceu inútil, posso garantir que não me ajudou em absolutamente nada, muito menos no 1 Introdução Quando eu virei corretor de imóveis, tive a falsa impressão que se tratava de uma profissão fácil. Passei rapidamente nos testes do curso de formação, em apenas dez dias recebi a minha carteira

Leia mais

Como posso ter mais sucesso nas minhas vendas e na minha carreira Mary Kay? Gioconda Morais Diretora Sênior Mary Kay

Como posso ter mais sucesso nas minhas vendas e na minha carreira Mary Kay? Gioconda Morais Diretora Sênior Mary Kay + Como posso ter mais sucesso nas minhas vendas e na minha carreira Mary Kay? Gioconda Morais Diretora Sênior Mary Kay A FELICIDADE NÃO CAI DO CÉU Suas atitudes, seus valores e suas escolhas irão aumentar

Leia mais

Programa de Idiomas Inglês. Proposta: O programa de idiomas em Língua Inglesa adota um modelo sequencial de ensino e uma abordagem comunicativa

Programa de Idiomas Inglês. Proposta: O programa de idiomas em Língua Inglesa adota um modelo sequencial de ensino e uma abordagem comunicativa Programa de Idiomas Inglês Proposta: O programa de idiomas em Língua Inglesa adota um modelo sequencial de ensino e uma abordagem comunicativa visando a compreensão do idioma nas quatro habilidades básicas

Leia mais