Ficha de Apoio Ser um Aluno Exemplar. Disciplina de Formação Pessoal e Social (FPS)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ficha de Apoio Ser um Aluno Exemplar. Disciplina de Formação Pessoal e Social (FPS)"

Transcrição

1 Ficha de Apoio Ser um Aluno Exemplar Disciplina de Formação Pessoal e Social (FPS) Professor Humberto Santos Ano-lectivo 2007/08 Escola Secundária de Achada Grande Praia/Cabo Verde Atitudes e comportamentos de um aluno exemplar. Conheça alguns comportamentos e atitudes que te vão ajudar a ter um melhor desempenho nas aulas e ser o aluno sucesso da turma e da escola. O aluno que todos os professores gostariam de ter. 1. Sê ordeiro! a) Ao tocar o 1º sino, dirige-te à sala de aula. b) Entra na sala sem distúrbio e ocupa o teu devido lugar de acordo com o teu n.º. c) Se pretenderes levantar do teu lugar, levanta a mão para pedir licença. Movimenta em silêncio sem perturbar o trabalho e a atenção dos colegas. 2. Sê Participativo! Estou atento e gosto de participar, mas ponho o dedo no ar quando quero falar. Faço logo, com calma, mas sem perder tempo, todas as tarefas que o professar me indica a) Durante a aula esteja sempre atento às explicações e orientações do professor. b) Tenta sempre participar nos debates. No entanto, deves usar a palavra para marcar a diferença, tentando ajudar no desenvolvimento da aula e não para dizer disparate. c) Se pretendes usar a palavra, levante o braço para pedir permissão. Nunca deves interromper bruscamente o professor ou o colega que esta a falar. d) Para seres um aluno bem comportado, não precisas estar sempre calado e quieto. Todos os professores querem um aluno vivo, activo e participativo, mas que participa com civismo. e) Faz todos os trabalhos propostos pelo professor, fá-los de boa vontade, com alegria. f) Tenha o teu caderno sempre organizado, limpo e completo. 1 de 5

2 3. Sê Autónomo e Activo! a) Tenha uma atitude activa, procura sempre esclarecer as tuas dúvidas, procura sempre saber mais por ti próprio, investigando. b) Seja autónomo na construção da tua aprendizagem, tenta resolver os problemas por ti próprio antes de perguntar ao professor. Usa as fontes que o professor te der para pesquisares mais informações, mas tenta encontrar as tuas próprias fontes. c) Seja criativo utilizando imagens, textos, sons e vídeo se possível, para expressares as tuas ideias. d) Cria pastas no computador para guardares as tuas pesquisas. 4. Sê Reflexivo, Sê um Pensador! a) Aprenda a aprender reflectindo sobre a forma como aprendes. Descubra os teus pontos fortes e fracos. Usa os pontos fortes ao teu favor. d) Reflicta sobre a tua aprendizagem, sobre o que aprendeste, sobre o que fizeste bem, o que fizeste mal e o que poderias fazer melhor. Corrija sempre os teus erros. e) Cria o hábito de pensar nas coisas e nas suas consequências. Ouve várias opiniões ou consulta várias fontes para te ajudar a tomar a melhor decisão. f) Utiliza o teu conhecimento para aprenderes mais. O que aprendes na escola tem vida e utilidade no dia a dia. g) Não seja arrogante, seja modesto. Utiliza a tua esperteza para aprenderes com as pessoas. Lembra-te que estamos sempre a aprender e há sempre coisas novas para aprendermos. Podemos aprender até com um mendigo, uma vez que ele tem uma experiência de vida que não temos. Aprenda com teus familiares mais velhos. 5. Sê Colaborativo! trabalhar em grupo Sobre a pesquisa para um trabalho, é preciso algum cuidado: de toda a informação que recolho na Internet devo ler e escolher bem o que interessa para o meu tema. Só depois organizo o trabalho com a informação que seleccionei. Trabalhar em grupo é muito bom porque aprendes com os colegas, podem fazer melhores trabalhos juntando os vossos pontos fortes. Podem conversar sobre os temas e planear o que vão fazer, mas para isso deves: 2 de 5

3 a) Prestar atenção (olhar nos olhos) no colega que discursa, escutar com atenção, esperar a tua vez para opinar. b) Respeitar e valorizar a ideia dos teus colegas c) Apresentar com calma as tuas ideias, explicar claramente as tuas opiniões. d) Partilhar com os colegas as tuas pesquisas e teus materiais. e) Colaborar em todas as tarefas e cumprir tentar fazer uma conclusão das discussões e negociar com os colegas as ideias finais para o trabalho. f) Preparar com os colegas, o melhor possível, a apresentação do vosso trabalho que pode ser um cartaz, um desdobrável, um filme, uma trabalho escrito, uma dramatização. g) Tentar avaliar com justeza o teu desempenho e o desempenho dos colegas. h) Comentar o trabalho dos outros grupos. Trabalho escrito (relatório) Gosto de trabalhar em grupo. Podemos conversar sobre os temas e planear o que vamos fazer. Seja em grupo ou individualmente, por vezes, tens de realizar um trabalho sobre um tema. Não podes esquecer que um trabalho deve estar bem apresentado, possuindo: Capa, que deve incluir o título e a identificação do (s) aluno (s); Índice, com os títulos e os respectivos números de página; Introdução, onde se faz a apresentação do tema; Desenvolvimento, com os conteúdos do trabalho, que podem ser divididos em capítulos; Conclusão, onde se pode incluir uma opinião pessoal sobre o trabalho desenvolvido; Bibliografia, na qual devem ser indicadas todas as fontes de informação utilizadas (livros, revistas, Internet, etc.). 3 de 5

4 6. Sê Estudioso! É mais fácil acompanhar o que deste nas aulas se estudares um pouco todos os dias e fizeres os TPC. Para isso: Manual Terra Viva 6º ano Ciências da Natureza Lê tudo sobre o assunto que estudaste na aula; Sublinha ou copia as ideias mais importantes; Procura as palavras no dicionário quando não as conheces; Faz as actividades, para veres se sabes; Realiza o TPC que o professor indicou; Conversa com os teus pais, avós e irmãos sobre o que aprendeste: às vezes ficas a saber mais, outras vezes és tu que lhes ensina qualquer coisa! 7. Sê Respeitador! Um bom aluno deve também respeitar as regras, o professor, os colegas e de todas as pessoas que trabalham na escola. Proibiç roibições na Sala de Aula a) Não é permitido comer, beber ou mascar pastília elástica. b) Não é permitido o uso de chapéus ou bonés. c) Não é permitido ter o telemóvel ligado Comportamento na Escola Cá estou eu sentado à mesa onde estudo. Já desliguei a televisão e verifico se tenho boa luz. Também já pus aqui tudo aquilo de que preciso: o estojo, o livro e o caderno de Ciências, bem como o caderno de actividades. a) Respeitar as regras estabelecidas na escola. b) Respeitar os colegas, não usando o insulto e a agressão como forma de resolver os problemas. c) Recorrer a um adulto, professor ou funcionário, sempre que estiver envolvido ou a presenciar uma cena de agressão. d) Auxiliar e proteger os colegas de turma sempre que estiverem a ser alvo de agressão ou insulto. e) Respeitar os professores e funcionários, seguindo as suas instruções e tratando-os com cordialidade. f) Respeitar as zonas verdes, as instalações e o material escolar, porque a escola também é a nossa casa. 4 de 5

5 Bibliografia Caladas, Isabel & Pestana, Maria Isabel Manual Terra Viva 6º ano Ciências da Natureza Editora Santillana, Portugal As Regras da Turma disponível on-line em consultado em 3/08/ de 5

Inquérito por questionário Alunos

Inquérito por questionário Alunos Inquérito por questionário Alunos INSTRUÇÕES A seguir apresentamos-te um conjunto de perguntas sobre as tuas aulas. Não há respostas certas nem erradas, por isso pedimos-te que respondas com verdade. Obrigado

Leia mais

Normas de funcionamento das disciplinas de História e Geografia

Normas de funcionamento das disciplinas de História e Geografia Direcção Regional de Educação do Centro MATERIAL NECESSÁRIO PARA A AULA Manual Escolar Caderno Diário Contrato Pedagógico Plano Individual de Trabalho ( PIT) Fichas de avaliação Caderneta escolar Outro

Leia mais

Benefícios da Leitura

Benefícios da Leitura Ler a par Benefícios da Leitura Proporciona à criança informação e conhecimento sobre o mundo. Apresenta à criança situações e ideias novas Estimulando a curiosidade, o pensamento crítico, e ainda a consciência

Leia mais

QUESTIONÁRIO 1º CICLO

QUESTIONÁRIO 1º CICLO QUESTIONÁRIO 1º CICLO Numeração do Questionário Caro(a) aluno(a) Venho convidar-te a participar num estudo sobre Gestão de tempo e Desempenho escolar no Ensino Básico. Peço-te por este motivo, que respondas

Leia mais

Conhecer algumas características dos colegas e professor. Conhecer e compreender as principais regras de bom funcionamento na sala de aula.

Conhecer algumas características dos colegas e professor. Conhecer e compreender as principais regras de bom funcionamento na sala de aula. Conhecer algumas características dos colegas e professor. Conhecer e compreender as principais regras de bom funcionamento na sala de aula. Conhecer o material necessário para as aulas de Ciências Naturais.

Leia mais

First Night Questions

First Night Questions 1 de 6 05/07/2017 10:00 First Night Questions Portuguese-Portugal PERGUNTAS PARA FAZER À FAMÍLIA ANFITRIÃ NA PRIMEIRA NOITE. Estas perguntas são apenas sugestões. Conversa com a tua família anfitriã sobre

Leia mais

Metodologia de Avaliação

Metodologia de Avaliação Metodologia de Avaliação Disciplina de Formação Pessoal e Social (FPS) Professor Humberto Santos Ano-Lectivo 27/8 Escola Secundária de Achada Grande Praia/Cabo Verde Com o objectivo de responsabilizar

Leia mais

TÉCNICA S. para um estudo eficaz

TÉCNICA S. para um estudo eficaz TÉCNICA S para um estudo eficaz Planeamento e organização do estudo O aluno capaz de estabelecer horários adequados e de organizar os seus estudos obterá melhores resultados escolares, terá tempo para

Leia mais

COMO MONTAR MEU HORÁRIO DE ESTUDO? O meu horário ATUAL de estudo

COMO MONTAR MEU HORÁRIO DE ESTUDO? O meu horário ATUAL de estudo COMO MONTAR MEU HORÁRIO DE ESTUDO? O meu horário ATUAL de estudo Preencha este horário segundo a distribuição de tempo que você tem a intenção de fazer: Pinte de vermelho o tempo ocupado em aulas; Pinte

Leia mais

MATEMÁTICA. 8.º Ano. Prof. Nuno Marreiros. Apresentação

MATEMÁTICA. 8.º Ano. Prof. Nuno Marreiros. Apresentação MATEMÁTICA 8.º Ano Prof. Nuno Marreiros Apresentação 1 Definição de normas de funcionamento das aulas Chegar a horas (não há tolerância) depois do professor entrar, acabaram-se as entradas sem falta; Entrar

Leia mais

Fui à biblioteca tentar escolher. Um bom livro para ler. Mas era difícil descobrir. Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar

Fui à biblioteca tentar escolher. Um bom livro para ler. Mas era difícil descobrir. Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar Fui à biblioteca tentar escolher Um bom livro para ler Mas era difícil descobrir Aquele que me ia surpreender! Desisti da ideia de procurar E vim cá para fora brincar. Os meus amigos riam-se de mim E eu

Leia mais

REGIMENTO. Sala de Clube de Grupo Disciplinar. Escolas EBSF / EBL

REGIMENTO. Sala de Clube de Grupo Disciplinar. Escolas EBSF / EBL REGIMENTO Sala de Clube de Grupo Disciplinar Escolas EBSF / EBL ANO LETIVO 2016/2017 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVOS... 4 ATIVIDADES... 4 LOCALIZAÇÃO... 5 HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO (anexo1)... 5 CALENDARIZAÇÃO...

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS MACS 10.º

MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS MACS 10.º MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS MACS 10.º Ano Prof. Nuno Marreiros Apresentação 1 Definição de normas de funcionamento das aulas Chegar a horas (não há tolerância) depois do professor entrar e

Leia mais

BE/CRE do Centro Escolar

BE/CRE do Centro Escolar Olá! Cá estou eu de volta. Lembram-se de mim? Sou o BIBLIOKID. Habitualmente, encontram-me na biblioteca da EB1 n.º2 Adoro livros e computadores!!!.. Sabem!!! Estou muito feliz, porque agora tenho uma

Leia mais

Hábitos de Estudo. 1. Onde estudar?

Hábitos de Estudo. 1. Onde estudar? Hábitos de Estudo Queridos alunos, Você sabe estudar? Estudar deve ser um hábito como escovar os dentes, comer e dormir? Qual o lugar apropriado para estudar? É adequado estudar da mesma forma para as

Leia mais

Dicas EPIS ALUNOS. A Importância do Sono Dica 1/2

Dicas EPIS ALUNOS. A Importância do Sono Dica 1/2 SETEMBRO Regresso às Aulas A Importância do Sono Dica 1/2 Agora que as férias estão a acabar, é importante que tenhas um ritmo de sono adequado. Deves dormir entre 7 e 8 horas por noite. A falta de horas

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE ESPANHOL FORMAÇÃO ESPECIFICA

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE ESPANHOL FORMAÇÃO ESPECIFICA Manual adoptado: Es-pa-ñol 3 pasos 10º - Identificar informações - Educação para a cidadania - Alfabeto; - Manual; globais e específicas em 1º Período mensagens orais, sobre temas - Aspectos sociais e

Leia mais

UNIDADE 3. Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias. Educação à distância: conceitos básicos. Olá turma! Bem-vindos de volta.

UNIDADE 3. Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias. Educação à distância: conceitos básicos. Olá turma! Bem-vindos de volta. Olá turma! Bem-vindos de volta. UNIDADE 3 Educação à distância: conceitos básicos Ensino/aprendizagem e Novas tecnologias Você sabe o que são NTICs? Como elas poderiam auxiliar no seu processo de aprendizagem?

Leia mais

13. Já tiveste de ir a Conselho de Turma por teres tido mau comportamento? Não

13. Já tiveste de ir a Conselho de Turma por teres tido mau comportamento? Não (não preencher) N.º DO QUESTIONÁRIO 1. Escola 5º ano 6º ano Turma 2. N.º do aluno 3. Rapaz Rapariga 4. Ano de nascimento 5. Nasceste em Portugal? Sim Não Em que país nasceste? Vivo em Portugal há anos

Leia mais

MATEMÁTICA. 8.º Ano. Prof. Nuno Marreiros. Apresentação

MATEMÁTICA. 8.º Ano. Prof. Nuno Marreiros. Apresentação MATEMÁTICA 8.º Ano Prof. Nuno Marreiros Apresentação 1 Definição de normas de funcionamento das aulas Chegar a horas (não há tolerância) depois do professor entrar e fechar a porta, acabaram-se as entradas

Leia mais

Tabela comparativa. Aprendizagens Essenciais vs Metas Curriculares INGLÊS, 7.º ANO

Tabela comparativa. Aprendizagens Essenciais vs Metas Curriculares INGLÊS, 7.º ANO Tabela comparativa vs INGLÊS, 7.º ANO / Inglês, 7.º ano Compreensão Oral Compreensão Oral Seguir instruções detalhadas dadas pelo professor (L8.1); identificar o conteúdo principal do que se ouve e vê

Leia mais

Para que serve abordagem fria? Realizar uma nova venda; Fidelizar cliente; Novos inícios.

Para que serve abordagem fria? Realizar uma nova venda; Fidelizar cliente; Novos inícios. ABORDAGEM FRIA Receita do sucesso Para que serve abordagem fria? Realizar uma nova venda; Fidelizar cliente; Novos inícios. Abordagem fria E agora? Como fazer? Para quem não sabe o que é, significa você

Leia mais

DISCIPLINA DE ÁREA PROJECTO

DISCIPLINA DE ÁREA PROJECTO DISCIPLINA DE ÁREA PROJECTO 3º Ciclo TEMA Metodologia de trabalho projecto Trabalho em grupo e trabalho individual Nome: Nº Turma: Metodologia de Trabalho Projecto Trabalho de projecto é uma metodologia

Leia mais

Melhorar as aprendizagens e consolidar conhecimentos. Colmatar as dificuldades ao nível da compreensão oral e escrita.

Melhorar as aprendizagens e consolidar conhecimentos. Colmatar as dificuldades ao nível da compreensão oral e escrita. Escola Secundária Abel Salazar Sala de Estudo DEFINIÇÃO Pretende-se que a Sala de Estudo seja um espaço com um ambiente educativo diferente daquele a que o aluno está habituado a vivenciar nas áreas curriculares

Leia mais

Escola Básica 1º Ciclo com Pré-Escolar das Figueirinhas 26 Set h30

Escola Básica 1º Ciclo com Pré-Escolar das Figueirinhas 26 Set h30 Escola Básica 1º Ciclo com Pré-Escolar das Figueirinhas 26 Set. 2016 18h30 Margarida Pocinho mpocinho@uma.pt Como identificar qual é a maior dificuldade de aprendizagem da criança? É fundamental a participação

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SAMPAIO Ano Lectivo 2008/ Planificação a Longo Prazo ESPANHOL L/E (Iniciação nível I) 10ºAno Formação Específica

ESCOLA SECUNDÁRIA DE SAMPAIO Ano Lectivo 2008/ Planificação a Longo Prazo ESPANHOL L/E (Iniciação nível I) 10ºAno Formação Específica ESCOLA SECUNDÁRIA DE SAMPAIO Ano Lectivo 2008/ 2009 Planificação a Longo Prazo ESPANHOL L/E (Iniciação nível I) 10ºAno Formação Específica Objectivos de aprendizagem Competências comunicativas Conteúdos

Leia mais

Biblioteca Escolar ESMAX. Formação de Utilizador 2011/2012

Biblioteca Escolar ESMAX. Formação de Utilizador 2011/2012 Biblioteca Escolar ESMAX Formação de Utilizador 2011/2012 BE: Espaço educativo Consulta e produção de documentos Diferentes suportes Livre acesso Espaço próprio Equipamento específico Fundo documental

Leia mais

FITNESSGRAM MENSAGENS ACTIVIDADE APTIDÃO AERÓBIA FORÇA MUSCULAR, RESISTÊNCIA, FLEXIBILIDADE COMP. CORPORAL NÚCLEO DE EXERCÍCIO E SAÚDE

FITNESSGRAM MENSAGENS ACTIVIDADE APTIDÃO AERÓBIA FORÇA MUSCULAR, RESISTÊNCIA, FLEXIBILIDADE COMP. CORPORAL NÚCLEO DE EXERCÍCIO E SAÚDE Manual de Aplicação de Testes 35 APTIDÃO AERÓBIA FORÇA MUSCULAR, RESISTÊNCIA, FLEXIBILIDADE COMP. CORPORAL ACTIVIDADE ZONA SAUDÁVEL Precisa Bom Óptimo Os meus Melhorar resultados Vaivém Nº Voltas Actual

Leia mais

2ª Etapa 3ª Etapa 4ª Etapa. 1ª Etapa. 6ª Etapa. 7ª Etapa. 5ª Etapa GUIÃO DE PESQUISA

2ª Etapa 3ª Etapa 4ª Etapa. 1ª Etapa. 6ª Etapa. 7ª Etapa. 5ª Etapa GUIÃO DE PESQUISA 1ª Etapa 2ª Etapa 3ª Etapa 4ª Etapa 5ª Etapa 6ª Etapa 7ª Etapa GUIÃO DE PESQUISA 1ª etapa Penso sobre o tema 1. Qual o objectivo do meu trabalho? Defino e registo qual é o objectivo do meu trabalho. Exemplos

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA CÓDIGO DE CONDUTA. Por uma escola com valores. Equipa Promotora da disciplina

CÓDIGO DE CONDUTA CÓDIGO DE CONDUTA. Por uma escola com valores. Equipa Promotora da disciplina CÓDIGO DE CONDUTA Por uma escola com valores Equipa Promotora da disciplina 2012-2013 1 Índice Introdução Pág.3 Código de conduta dos alunos... Pág.4 Código de conduta de docentes e não docentes Pág.6

Leia mais

Guia de pesquisa para resolução de problemas de informação

Guia de pesquisa para resolução de problemas de informação Guia de pesquisa para resolução de problemas de informação Guia de pesquisa para resolução de problemas de informação Biblioteca da Escola Secundária 2, 3 Oliveira Júnior Biblioteca da Escola Secundária

Leia mais

PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL...

PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... COMPETÊNCIA SOCIAL... 5º CONGRESSO CERCILEI HUMANIZAR PARA INTEGRAR A IMPORTÂNCIA DA DIFERENÇA A NO PROJECTO SER PESSOA PROGRAMA DE SOCIAIS PROGRAMA DE SOCIAIS Celeste Simões DEER / FMH / UTL o O que é a competência social

Leia mais

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real

Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Mestrado: 2º Ciclo em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário Disciplina: Psicologia Educacional Docente: Doutor Nuno Corte Real Tema: Elaboração de uma peça de teatro - Promoção da Saúde,

Leia mais

Departamento Curricular de Línguas

Departamento Curricular de Línguas Escola Básica Integrada c/ji Fialho de Almeida- Cuba Departamento Curricular de Línguas Ano Lectivo de 2007/2008 Critérios de avaliação Em reunião de Departamento Curricular de Línguas e de acordo com

Leia mais

RF-PR09-01/V04 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

RF-PR09-01/V04 REGULAMENTO DA BIBLIOTECA As Bibliotecas não se fazem: CRESCEM Augustine Birrel 1. DEFINIÇÃO A Biblioteca/Centro de Recursos é um meio de promover o desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem dos seus utilizadores, proporcionando-lhes

Leia mais

Preocupação com a alimentação saudável

Preocupação com a alimentação saudável Preocupação com a alimentação saudável Projeto: Nossa alimentação nossa vida Você cuida da sua alimentação? Nosso objetivo é conhecer os alimentos e incentivar as pessoas a comerem alimentos mais saudáveis.

Leia mais

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros:

Os conteúdos programáticos serão trabalhados de acordo com os seguintes parâmetros: 3º ciclo Oferta Complementar: Apoio ao estudo da disciplina de Português Domínios Ponderação Componente cognitiva (capacidades e conhecimentos) Oralidade Leitura Escrita Gramática 80% Componente socioafetiva

Leia mais

Prefácio. Educar é provocar a inteligência, é a arte do desafio. (Cury, 2004: 126).

Prefácio. Educar é provocar a inteligência, é a arte do desafio. (Cury, 2004: 126). 1 Prefácio O livro presente é um conjunto de textos, ilustrações e fotografias que surgiram da necessidade de se trabalhar cooperativamente, de modo a aprofundar-se melhor o tema do nosso Projecto Educativo

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE LOUSADA OESTE 2016/2017

CÓDIGO DE CONDUTA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE LOUSADA OESTE 2016/2017 CÓDIGO DE CONDUTA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE LOUSADA OESTE 2016/2017 1 CÓDIGO DE CONDUTA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE LOUSADA OESTE Código aprovado, por unanimidade, na Assembleia Geral de Delegados,

Leia mais

Nada disto. Sintomas característicos:

Nada disto. Sintomas característicos: Nada disto. Sabemos hoje que a Perturbação de Hiperactividade com Défice da Atenção tem uma base essencialmente neuropsicológica. Assim, compreendemos que o comportamento destas crianças resulta das suas

Leia mais

TÉCNICAS DE APRENDIZADO WWW.QUEROSERPOLICIAL.COM.BR 1 Sumário TÉCNICAS DE APRENDIZADO - Faça um bom plano de estudo...03 - Motivação nos estudos...04 - Organização nos estudos...04 2 Técnicas de Aprendizado

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA CÓDIGO DE CONDUTA. A disciplina é a mãe do sucesso. Ésquilo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SANCHES E SÃO VICENTE DA BEIRA

CÓDIGO DE CONDUTA CÓDIGO DE CONDUTA. A disciplina é a mãe do sucesso. Ésquilo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SANCHES E SÃO VICENTE DA BEIRA CÓDIGO DE CONDUTA CÓDIGO DE CONDUTA. A disciplina é a mãe do sucesso Ésquilo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ SANCHES E SÃO VICENTE DA BEIRA Índice Código de conduta dos alunos Pág.3 digo de conduta de docentes

Leia mais

Estimado(a) professor(a),

Estimado(a) professor(a), Anexo I 165 166 Estimado(a) professor(a), Venho solicitar-lhe que responda ao presente questionário, que se destina a efectuar um trabalho de investigação que me propus realizar no âmbito da minha dissertação

Leia mais

Leitura em Vai e Vem. Projecto de promoção de leitura em família. Apresentação do projecto reunião de pais. Educação Pré-Escolar.

Leitura em Vai e Vem. Projecto de promoção de leitura em família. Apresentação do projecto reunião de pais. Educação Pré-Escolar. Projecto de promoção de leitura em família Apresentação do projecto reunião de pais 1 Colégio Santiago 2 A Leitura em Família e o Plano Nacional de Leitura O Plano Nacional de Leitura (PNL) tem como missão

Leia mais

BANCO DE ATIVIDADES Presente Geografia 2 ano - 1 bimestre Avaliação

BANCO DE ATIVIDADES Presente Geografia 2 ano - 1 bimestre Avaliação Geografia 2 ano - 1 bimestre Unidade 1 1. Você conheceu algumas crianças como Maíra e Mayumi. Observe novamente a paisagem do lugar onde elas vivem. Geografia 2 ano - 1 bimestre a) Na paisagem do lugar

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem COMPREENSÃO (principal) Tenho a habilidade de juntar informações soltas e formular ideias que fazem sentido. Frequentemente

Leia mais

A Poesia na sala de aula

A Poesia na sala de aula A Poesia na sala de aula O minuto da poesia Na transição entre duas atividades diferentes, pode facilmente incluir-se um minuto dedicado à poesia, utilizando livros de poesia, instrumentos musicais e eventualmente

Leia mais

Apresentação. Tenha uma nota no Enem pelo menos 72 pontos maior do que você teria no início do ano!

Apresentação. Tenha uma nota no Enem pelo menos 72 pontos maior do que você teria no início do ano! Parte 1 Apresentação O Enem 2017 mudou, e a gente sabe que isso traz insegurança na hora de se preparar! Nesta primeira parte, vamos explicar todas as novidades no Exame e técnicas infalíveis para você

Leia mais

Apresentação. Tenha uma nota no Enem pelo menos 72 pontos maior do que você teria no início do ano!

Apresentação. Tenha uma nota no Enem pelo menos 72 pontos maior do que você teria no início do ano! Parte Apresentação O Enem 2017 mudou, e a gente sabe que isso traz insegurança na hora de se preparar! Nesta primeira parte, vamos explicar todas as novidades no Exame e técnicas infalíveis para você estudar

Leia mais

Momento com Deus Crianças de 07 a 08 anos NOME: DATA: 12/11/2017 PROVÉRBIOS PARTE 01. Versículos para Decorar:

Momento com Deus Crianças de 07 a 08 anos NOME: DATA: 12/11/2017 PROVÉRBIOS PARTE 01. Versículos para Decorar: Momento com Deus Crianças de 07 a 08 anos NOME: DATA: 12/11/2017 PROVÉRBIOS PARTE 01 Versículos para Decorar: 1 - Quem confia em si mesmo é insensato, mas quem anda segundo a sabedoria não corre perigo.

Leia mais

Neste inicio de ano letivo, pedimos que leia este documento com a devida atenção! Muito obrigado desde já, e bem vindos ao novo ano letivo.

Neste inicio de ano letivo, pedimos que leia este documento com a devida atenção! Muito obrigado desde já, e bem vindos ao novo ano letivo. Neste inicio de ano letivo, pedimos que leia este documento com a devida atenção! Muito obrigado desde já, e bem vindos ao novo ano letivo. Adaptação dos pais Para melhor informar o seu filho, ajudá-lo

Leia mais

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal

Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Descrição de Um Leitor Ativo Leitura do texto: A moringa, a geladeira e a roupa no varal Acompanhe o leitor competente em ação. Leio o titulo: A moringa, a geladeira e a roupa no varal. São três coisas

Leia mais

Microsoft OneNote para Professores

Microsoft OneNote para Professores Microsoft OneNote para Professores Plano de Aula Construir uma história A arte de Contar Histórias é uma forma intrínseca e fundamental da comunicação humana. É o melhor caminho para a transmissão de conhecimento.

Leia mais

PERFIL DE DESEMPENHO. PRÉ-ESCOLAR 4 anos

PERFIL DE DESEMPENHO. PRÉ-ESCOLAR 4 anos PRÉ-ESCOLAR 4 anos O aluno deverá ser capaz de: ÁREAS DE CONTEÚDO DOMÍNIO/COMPONENTES DESCRITOR Construção da identidade e autoestima - Saber dizer o seu nome próprio e a sua idade - Verbalizar as necessidades

Leia mais

Associação de Pais, Encarregados de Educação e Amigos dos Alunos da EB1/JI de Pinhal de Frades. Plano de Actividades 2012/2013

Associação de Pais, Encarregados de Educação e Amigos dos Alunos da EB1/JI de Pinhal de Frades. Plano de Actividades 2012/2013 Setembro Recepção dos alunos (dias 03 a 07) Promover a integração/adaptação das crianças Desenvolver atitudes de auto-estima e auto-confiança Conhecer os colegas e a escola Conhecer as regras da sala Recepção

Leia mais

Título do Cenário: Trabalho Colaborativo -

Título do Cenário: Trabalho Colaborativo - Título do Cenário: Trabalho Colaborativo - Atividades de Tempo (Horas\semanas) Normalmente 2 Normal 3/4 Normal 1/2 Normal 3/4 Normal 1 Normal 1 Normal 1 Objetivo (Resultados de, correspondem às especificações)

Leia mais

um monstro veio a ` escola! Atividade para ensinar regras e expectativas durante os primeiros dias de aulas Ideia retirada do site:

um monstro veio a ` escola! Atividade para ensinar regras e expectativas durante os primeiros dias de aulas Ideia retirada do site: O dia em que um monstro veio a ` escola! Atividade para ensinar regras e expectativas durante os primeiros dias de aulas Ideia retirada do site: @Cantinho do 1º Ciclo ! O dia em que um monstro veio à escola

Leia mais

QUIZ EMPREENDEDOR ENSINO SECUNDÁRIO / PROFISSIONAL

QUIZ EMPREENDEDOR ENSINO SECUNDÁRIO / PROFISSIONAL QUIZ EMPREENDEDOR ENSINO SECUNDÁRIO / PROFISSIONAL Ensino Secundário / Profissional Breve descrição Esta atividade apresenta um questionário com o intuito de perceber se o aluno é ou não muito empreendedor

Leia mais

Trabalho 3: Visionamento de uma sessão no Webinars

Trabalho 3: Visionamento de uma sessão no Webinars Departamento de Matemática Mestrado em Ensino de Matemática no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário Trabalho 3: Visionamento de uma sessão no Webinars Meios Computacionais no Ensino Professor:

Leia mais

Educação Mundial Para a Paz

Educação Mundial Para a Paz Educação Mundial Para a Paz Guia de aulas destinado aos alunos do 1.ª ao 8.º Ano Sri Chinmoy Fundador da Sri Chinmoy Oneness-Home Peace Run 1º Dia O que é a Corrida Mundial da Paz? O objetivo da Corrida

Leia mais

KIT CICLO PEDAGÓGICO ESTUDO DO MEIO. Propostas de investigação sobre o ambiente natural. Pedro Reis ISBN 978-111-11-2499-1

KIT CICLO PEDAGÓGICO ESTUDO DO MEIO. Propostas de investigação sobre o ambiente natural. Pedro Reis ISBN 978-111-11-2499-1 1. o CICLO KIT PEDAGÓGICO Pedro Reis ESTUDO DO MEIO 2 Propostas de investigação sobre o ambiente natural ISBN 978-111-11-2499-1 9 781111 124991 Introdução Num mundo caracterizado por uma exploração descontrolada

Leia mais

KIDSCREEN-52. Questionário de Saúde para Crianças e Adolescentes. Versão para Crianças e Adolescentes Dos 8 aos 18 anos

KIDSCREEN-52. Questionário de Saúde para Crianças e Adolescentes. Versão para Crianças e Adolescentes Dos 8 aos 18 anos KIDSCREEN-52 Questionário de Saúde para Crianças e Adolescentes Versão para Crianças e Adolescentes Dos 8 aos 18 anos Page 1 of 8 Olá, Data: mês ano Como és? Como te sentes? É isso que queremos que tu

Leia mais

Grelha de Avaliação Oral (a preencher pelo professor)

Grelha de Avaliação Oral (a preencher pelo professor) 1 Grelha de Avaliação Oral (a preencher pelo professor) Compreende as instruções do professor Compreende enunciados orais simples Compreende enunciados orais complexos Escuta atentamente COMPREENSÃO O

Leia mais

Ano Letivo 2016/

Ano Letivo 2016/ Critérios de avaliação das disciplinas do grupo de Física e Química Ano Letivo 2016/2017 1-11 GRUPO DISCIPLINAR DE FÍSICA E QUÍMICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ANO LETIVO 2015-2016 FÍSICO-QUÍMICA 3.º CICLO

Leia mais

Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa:

Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa: Título: Viajando pelo Universo da Leitura Justificativa: Sabendo que o aluno tem pouco contato com a leitura em seu ambiente familiar, apresentando na escola dificuldades de aprendizagem, decorrentes dessa

Leia mais

Plano de Formação da Biblioteca Escolar

Plano de Formação da Biblioteca Escolar Agrupamento de Escolas de Santo António Plano de Formação da Biblioteca Escolar Literacias da Informação e Tecnológica Contextualização Perante as necessidades de um contexto informativo mais complexo,

Leia mais

O aprendiz de investigador

O aprendiz de investigador O aprendiz de investigador Encontrar informação Livro ensino básico 1.º ciclo L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a sumário Encontrar informação

Leia mais

GUIÃO DE PESQUISA DA INFORMAÇÃO BIG6

GUIÃO DE PESQUISA DA INFORMAÇÃO BIG6 GUIÃO DE PESQUISA DA INFORMAÇÃO BIG6 BIG6 O QUE É? Um guia que te ensina a resolveres os problemas de pesquisa de informação, em seis etapas. BIG6 O QUE PRECISO FAZER? PENSA! BIG6 O QUE PRECISO FAZER?

Leia mais

PROJETO REGRINHAS DA ESCOLA E AS PALAVRAS MÁGICAS

PROJETO REGRINHAS DA ESCOLA E AS PALAVRAS MÁGICAS PROJETO REGRINHAS DA ESCOLA E AS PALAVRAS MÁGICAS SITUAÇÃO PROBLEMA 0Alunos de uma mesma sala que NÃO respeitam as regras escolares e NÃO atendem as solicitações dos adultos (professora, gestores, funcionários

Leia mais

O meu horário de estudo

O meu horário de estudo www.livrosdefisica-jc.com.br O meu horário de estudo Preenche este horário segundo a distribuição de tempo que tencionas fazer: Pinta de vermelho o tempo ocupado em aulas; Pinta de cor de laranja o tempo

Leia mais

Programa de Português Nível A1 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP

Programa de Português Nível A1 Ensino Português no Estrangeiro. Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Programa de Português Nível A1 Ensino Português no Estrangeiro Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, IP Direção de Serviços de Língua e Cultura Composição Gráfica: Centro Virtual Camões Ilustrações:

Leia mais

Modelo PLUS: uma estratégia para a pesquisa e uso da informação.

Modelo PLUS: uma estratégia para a pesquisa e uso da informação. Modelo PLUS: uma estratégia para a pesquisa e uso da informação. PLANIFICAR o trabalho LOCALIZAR a melhor informação USAR com eficácia a informação AUTO-AVALIAR o trabalho PLANIFICAR: 1ª parte, o que pretendo?

Leia mais

TEXTO DE APOIO INTRODUTÓRIO À TAREFA: "TRABALHAR COM A FACTURA DA LUZ (DE ENERGIA ELÉCTRICA)"

TEXTO DE APOIO INTRODUTÓRIO À TAREFA: TRABALHAR COM A FACTURA DA LUZ (DE ENERGIA ELÉCTRICA) Exemplo retirado e adaptado da Sequência Didáctica 3 (pp. 41 a 43) de Carzola, Irene M e Santana, Eurivalda R. S. (2006). Tratamento da Informação para o Ensino Fundamental e Médio. Série Alfabetização

Leia mais

Aprender por projectos

Aprender por projectos Aprender por projectos 77 Páginas da Terra Aprender por projectos Segundo Jacques Delors, as componentes da educação para a cidadania abrangem aprendizagens fundamentais como: aprender a conhecer; aprender

Leia mais

Utilização de blogues em contexto educativo

Utilização de blogues em contexto educativo Utilização de blogues em contexto educativo Vamos ver: O que éum blogue? Características dos blogues Blogue como actividade de ensino-aprendizagem Tipos de Blogues Exemplos de blogues Palavras relacionadas:

Leia mais

Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva 11º

Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva 11º DISCIPLINA: Gestão de Instalações Desportivas Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva 11º COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS Promoção da educação para a cidadania Promover:

Leia mais

Pequeno compêndio. Conversa espiritual

Pequeno compêndio. Conversa espiritual Pequeno compêndio Conversa espiritual A conversa espiritual é uma maneira de partilhar em grupo partir uma experiência de oração pessoal. É uma forma importante de orar em grupo. " Assim falava os que

Leia mais

Guião de pesquisa de. informação

Guião de pesquisa de. informação Volume 2 LITERACIA DE INFORMAÇÃO Guião de pesquisa de informação PLUS 1 Guião de pesquisa de informação. Modelo PLUS: uma estratégia para a pesquisa e uso da informação. PLANIFICAR o trabalho LOCALIZAR

Leia mais

1 ESCOLHA O AMBIENTE 2 PLANEJE O ESTUDO

1 ESCOLHA O AMBIENTE 2 PLANEJE O ESTUDO 1 ESCOLHA O AMBIENTE Escolha um local com boas condições gerais: bem iluminado, limpo, organizado, ventilação, sem ruídos, sem distrações; Escolha um cantinho do estudo : lugar que possa ser utilizado

Leia mais

Dicas EPIS ALUNOS. Balanço e Resultados Escolares Dica 1/3

Dicas EPIS ALUNOS. Balanço e Resultados Escolares Dica 1/3 Janeiro Balanço e Resultados Escolares Balanço e Resultados Escolares Dica 1/3 Aproveita o início deste período para fazeres um balanço do teu comportamento e dos teus resultados escolares no 1º Período.

Leia mais

REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS DADOS DOS QUESTIONÁRIOS DA IGEC RELATÓRIO IGEC - TRABALHADORES DOCENTES I

REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS DADOS DOS QUESTIONÁRIOS DA IGEC RELATÓRIO IGEC - TRABALHADORES DOCENTES I REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS DADOS DOS QUESTIONÁRIOS DA IGEC A - TRABALHADORES DOCENTES RELATÓRIO IGEC - TRABALHADORES DOCENTES I 1. O ensino nesta escola é exigente 17,3 19,6 58,3 2. A escola é aberta ao

Leia mais

É NECESSÁRIO PREPARAR A MUDANÇA. ALTERANDO COMPORTAMENTOS E MODOS DE

É NECESSÁRIO PREPARAR A MUDANÇA. ALTERANDO COMPORTAMENTOS E MODOS DE É NECESSÁRIO PREPARAR A MUDANÇA. ALTERANDO MODOS DE COMPORTAMENTOS E PENSAR ATENÇÃO!! Isto não podes esquecer! Negativasno9ºanopodem representar negativas no Ensino Secundário Porque não começar a recuperá-las,

Leia mais

ADULTOS COM DIFICULDADES DE EXPRESSÃO ESCRITA

ADULTOS COM DIFICULDADES DE EXPRESSÃO ESCRITA ADULTOS COM DIFICULDADES DE EXPRESSÃO ESCRITA I. INTRODUÇÃO: Dado que a equipa se tem deparado com formandos que evidenciam dificuldades a nível de escrita, tais como: LÉXICO Vocabulário reduzido Vocabulário

Leia mais

Antes de iniciares, lembra-te que um trabalho não é:

Antes de iniciares, lembra-te que um trabalho não é: Como posso fazer um trabalho com qualidade? Antes de iniciares, lembra-te que um trabalho não é: Copiar textos de um livro ou da Internet; Apresentar fotocópias de um livro ou texto retirado da Internet;

Leia mais

Gosto muito do pequeno-almoço!

Gosto muito do pequeno-almoço! Gosto muito do pequeno-almoço! Débora Cláudio, Nuno Pereira de Sousa, Rui Tinoco, Ângela Menezes Gosto muito do pequeno-almoço! Débora Cláudio, Nuno Pereira de Sousa, Rui Tinoco, Ângela Menezes Hoje, o

Leia mais

TAREFA 1 (INTERAÇÃO) - FICHA 1A

TAREFA 1 (INTERAÇÃO) - FICHA 1A TAREFA 1 (INTERAÇÃO) - FICHA 1A Tempo de preparação: 1 minuto Tempo de intervenção conjunta: de 4 a 5 minutos PESSOA CANDIDATA A FIM DE SEMANA Mora com o seu colega e no próximo fim de semana vão receber

Leia mais

Nº 14 B - Domingo VII do Tempo Comum Levanta-te e anda

Nº 14 B - Domingo VII do Tempo Comum Levanta-te e anda Nº 14 B - Domingo VII do Tempo Comum -19.2.2012 Levanta-te e anda No Evangelho de hoje ouvimos como os amigos de um paralítico tiveram que esforçar-se muito para pedir a Jesus que curasse o seu amigo,

Leia mais

Manual de Atendimento Faça a Diferença

Manual de Atendimento Faça a Diferença Manual de Atendimento Faça a Diferença Sempre consigo, a cuidar de si Apresentação e Imagem 1 - Regras de Apresentação Pessoal 1.1 - Higiene Pessoal: Cumprimento de regras básicas de higiene; Cabelo limpo

Leia mais

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES OBJETIVO Empregar técnicas de entrevistas, sabendo fazer perguntas abertas e fechadas para descobrir as necessidades do cliente e oferecer soluções que satisfaçam estas necessidades. VISÃO GERAL Saber

Leia mais

Reference to English Interconnections Lesson Changes at School p. 14 Social Studies Standard(s): Standard 1, Objective 1

Reference to English Interconnections Lesson Changes at School p. 14 Social Studies Standard(s): Standard 1, Objective 1 1ª Série Lição: As mudanças na escola - Igual e diferente Reference to English Interconnections Lesson Changes at School p. 14 Social Studies Standard(s): Standard 1, Objective 1 Objetivo(s) do Conteúdo

Leia mais

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos Tema 1 - A importância das Artes na Infância Para início de Conversa Objetivos Conhecer a importância do ensino das artes na educação infantil. Compreender a diferença das abordagens inatista e pragmática

Leia mais

Novo Programa de Português do Ensino Básico SD2_ANOS1/2. Quando for grande quero ser... 1.º ano

Novo Programa de Português do Ensino Básico SD2_ANOS1/2. Quando for grande quero ser... 1.º ano Quando for grande quero ser... 1.º ano 1 Apresentação 1. Nome da sequência: Quando for grande quero ser... 2. Ano de escolaridade: 1.º ano/ 2.º ano 3. Duração estimada: 1 semana 4. Competências: (Cf. Roteiro)

Leia mais

O Encantado Mundo das Histórias

O Encantado Mundo das Histórias O Encantado Mundo das Histórias E.E. Professor Luiz Cintra do Prado Sala 10 - Sessão 2 Professora Apresentadora: Cristina Rossetto Realização: Foco Projeto de Contação de Histórias para auxílio da aprendizagem

Leia mais

Seminários - tomar apontamentos. Seminários de Engenharia Física 2008/9

Seminários - tomar apontamentos. Seminários de Engenharia Física 2008/9 Seminários - tomar apontamentos Seminários de Engenharia Física 2008/9 Engenharia e Comunicação Comunicar é também ouvir receber mensagens (informação) e compreender Responsabilidades dos dois lados A

Leia mais

Disciplina. Me Ajuda a. Crescer. Vocês gostariam de fazer uns biscoitos?

Disciplina. Me Ajuda a. Crescer. Vocês gostariam de fazer uns biscoitos? 11 10 9 8 7 Disciplina Me Ajuda a Crescer 5 Vocês gostariam de fazer uns biscoitos? Gostaria! E é minha vez de escolher a receita. Não é não! É a minha. Claro que não, Tina! Você escolheu por último. Ai,

Leia mais

PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I

PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I PLANEJAMENTO 2º ANO ENSINO FUNDAMENTAL I MÓDULO TEMAS CONTEÚDO CONCEITUAL QUANTIDADE DE AULAS DESCOBRINDO A SI MESMO A importância dos nomes Estou mudando Em prosa e verso Descobrir a si mesmo e compreender

Leia mais

Escola EB1/PE da Nazaré

Escola EB1/PE da Nazaré Escola EB1/PE da Nazaré Projeto Clube da Matemática Atividade de Enriquecimento Curricular Docentes: Adelaide Dória Carla Sofia Oliveira Ano lectivo 2011/2012 A escola pode e deve proporcionar aos alunos

Leia mais

Duração da Prova: 135 minutos. Tolerância: 30 minutos. EXEMPLO

Duração da Prova: 135 minutos. Tolerância: 30 minutos. EXEMPLO Prova de Aferição de Expressões Artísticas Prova 27 2.º Ano de Escolaridade 2017 Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril Guião da Prova Duração da Prova: 135 minutos. Tolerância: 30 minutos. 5 Páginas Parte

Leia mais

AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESAS 2017:

AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESAS 2017: AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESAS 2017: QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS https://docs.google.com/forms/d/1um-3xm3acntwhbjnokxvarqdgbnmsivhclqa1md2qh8/closedform 1 2 3 4 5 6 tivesse mais computadores (5) tivesse mais

Leia mais