Guia para Formadores de Pessoas à Procura de Emprego. Julho 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia para Formadores de Pessoas à Procura de Emprego. Julho 2013"

Transcrição

1 Guia para Formadores de Pessoas à Procura de Emprego 1 Julho 2013

2 Guia do Formadores de Pessoas à Procura de Emprego INDÍCE Page INSIGHT 3 1. ENQUADRAMENTO 4 2. GRUPOS ALVO 6 3. VISÃO GERAL 7 4. O ITINERÁRIO DE APRENDIZAGEM 9 5. ACONSELHAMENTO Sessões em grupo: Orientação e Fase de Monitorização 5.2- Sessão Individual: Fase de Implementação 6. PROGRAMA DE FORMAÇÃO PASSO 1: Ando à procura de emprego 6.2-PASSO 2: Estou a preparar-me para a entrevista 6.3-PASSO 3: Tenho uma entrevista 6.4-PASSO 4: Primeiros dias no emprego ANEXOS 117 VERSÃO FINAL Julho

3 INSIGHT A palavra inglesa INSIGHT significa literalmente compreensão ou conhecimento. Neste projecto INSIGHT refer-se a uma formação individualizada para adquirir novas habilidades e competências para o emprego. É um projeto de inovação social que se enquadra no Programa Aprendizagem ao Longo da Vida (Lifelong Learning Programme) - Leonardo da Vinci Transferência de Inovação, financiado pela Comissão Europeia. A parceria INSIGHT engloba sete organizações oriundas de sete países Europeus: Bulgária, França, Hungria, Islândia, Lituânia, Portugal e o Reino Unido. Esta parceria inclui universidades internacionais, centros de investigação e organizações e formação e aconselhamento. O objectivo principal do INSIGHT é dar apoio integrado e personalizado aos grupos de pessoas desempregadas mais desfavorecidas no contexto da crise económica global, através do desenvolvimento de uma ferramenta de formação integrada e inovadora, que permite aumentar a motivação e autoconhecimento, criar incentivos para adquirir as novas competências exigidas no mercado de trabalho, melhorar as competências na procura de emprego e, assim, promover a eficiente reintegração de desempregados no mercado de trabalho. O INSIGHT dirige-se especificamente a pessoas mais desfavorecidas: os desempregados jovens e os mais velhos, emigrantes e seus filhos, pessoas com dificuldades socioeconómicas e, também, a conselheiros profissionais e trabalhadores sociais. O INSIGHT é uma ferramenta que transfere o conhecimento mais atual da investigação para a prática, através duma metodologia de formação que combina o processo de aconselhamento, a formação e a procura de emprego num só método integrado. A ferramenta INSIGHT e outras informações relevantes estão disponíveis no sítio: 3

4 1. ENQUADRAMENTO Num contexto em que se procura cada vez mais mão-de-obra qualificada e competitiva, a aquisição de conhecimentos e habilidades para vários aspetos da procura de emprego é essencial. A economia global encontra-se no meio da pior crise financeira e económica dos últimos 50 anos, levando milhões de pessoas ao desemprego. O desemprego, em muitos casos, corre o risco de se tornar estrutural, com muitos a ficarem sem emprego a longo prazo. Outro risco, é o aumento da distância entre oferta e procura no mercado de trabalho. Segundo relatórios da Comissão Europeia e outros estudos, os que mais sofrem as consequências da crise continuam a ser os grupos mais desfavorecidos do mercado de trabalho os jovens, trabalhadores mais velhos e emigrantes, que enfrentam problemas complexos de (re)integração no mercado laboral, ligados principalmente a: falta de auto-conhecimento, auto-confiança, motivação e persistência para melhorar as competências; competências e qualificações insuficientes ou demasiado específicas; competências insuficientes para procurar de emprego, ir a entrevistas e apresentar candidaturas a empregos. Estes problemas estão interligados e pedem uma resposta holística para se resolverem. Uma das chaves encontra-se no desenvolvimento das competências exigidas pelo mercado de trabalho. Conforme nos dizem as últimas previsões de CEDEFOP, cerca de 80 milhões de empregos serão criados na próxima década, das quais quase 7 milhões serão novos e exigirão mão-de-obra mais qualificada. O relatório da Comissão Europeia "Novas habilidades para novos empregos: agir agora" sublinha a necessidade de evitar a coexistência de desemprego e falta de mão-de-obra. Um dos aspetos em que se pede ação é o de encontrar os incentivos certos para que os indivíduos melhorem as suas habilidades e antecipem melhor as competências que serão necessárias no futuro. Por outro lado, os grupos mais vulneráveis do mercado raramente participam em programas de formação e a eficiência do trabalho social com conselheiros profissionais e cursos ministrados é pouca. Atualmente, não existem soluções integradas resolvam os problemas complexos com que estes candidatos a emprego se deparam e promovam uma inclusão no mercado de trabalho com mais êxito, acabando com o desperdício de talento, de competências e de capital humano que o desemprego representa. 4

5 Visto que a relação entre formação e emprego é complexa e que o acesso à formação, por si só, não contribui para um rápida reintegração no mercado de trabalho, fatores de sucesso como formação para a procura de emprego e o acesso a qualificações foram identificados, a nível internacional, como sendo elementos chave para um programa de formação de sucesso. Foram identificados três tipos de formação para desempregados em países da UE, que se inserem como medidas ativas de emprego: formação básica que visa dar qualificações básicas a desempregados sem qualificações em competências gerais; apoio geral para procurar emprego; formação para qualificação ou pré-qualificação A metodologia mais comum é formação presencial em cursos de variada duração e intensidade. Muitas entidades de emprego contratam conselheiros externos para ajudarem no ensino de competências e conhecimentos dos vários aspetos ligados ao processo de procura de emprego. Algumas entidades utilizam programas de aprendizagem à distância. O desenvolvimento contemporâneo de metodologias modernas baseia sua investigação nos resultados de aprendizagem e numa abordagem que enfatiza as competências. O QEQ-Quadro Europeu de Qualificações define learning outcomes ou resultados de aprendizagem - como sendo "a constatação daquilo que o formando sabe, entende e é capaz de fazer ao terminar o processo de aprendizagem". O ponto de referência a destacar são os tipos de competências que serão precisos para uma integração de sucesso na vida de quem trabalha. Com base nesta nisto, o projeto INSIGHT utiliza uma metodologia de ensino misto, que pode ser considerada numa fase intermédia entre a formação tradicional presencial e o ensino à distância, porque utiliza o presencial e o ensino por via informática. Assim, aumentam-se as opções para conseguir mais quantidade e mais qualidade de interação em ambiente de aprendizagem, fornecendo uma mistura equilibrada entre tecnologia e interação, resultando numa experiência socialmente apoiada e construtiva. Isto é de grande importância,tendo em conta as necessidade do grupo alvo e o tempo limitado que os conselheiros de orientação profissional têm para realizar o seu trabalho. 5

6 2.GRUPOS-ALVO O INSIGHT tem como alvo pessoas desempregadas, desfavorecidas que encaram dificuldades para entrarem ou re-entrarem no mercado de trabalho, e que não têm qualificações profissionais adequadas. É uma ferramenta feita à medida de cada um, capaz de apoiar estas pessoas no processo de procurar emprego, através de um itinerário de aprendizagem misto e aconselhamento, com o apoio de trabalhadores socias e/ou conselheiros profissionais. Os grupos alvo de INSIGHT são: Candidatos a empregos com menos de 25 anos, Candidatos a empregos com mais de 45 anos, Emigrantes e seus filhos, Os que encaram dificuldades socioeconómicas, Trabalhadores sociais em agências de trabalho, Formadores que ministram formação aos desempregados. 6

7 3. VISÃO GERAL A ferramenta INSIGHT inclui: Um manual para pessoas à procura de emprego e Um guia para formadores de pessoas à procura de emprego. Esta ferramenta é uma solução integrada que combina os processos de aconselhamento e procura de emprego numa só abordagem, incorporando ensino presencial com alguns fatores do e-learning. Os materiais estão organizados de acordo com o passo que cada formando está a tomar: 1. Procurar emprego e candidatar-se, 2. Preparação para a entrevista, 3. A entrevista, e 4. Os primeiros dias no emprego. Temos identificado e descrito as competências essenciais que o marcado de trabalho exige hoje em dia. Em cada passo, há conteúdos que tanto formando como formador devem saber para conseguirem cumprir o passo, informação sobre cada passo em si e exercícios práticos para realizar. Também, dadas as necessidades específicas dos grupos identificados anteriormente, há conteúdos específicos sobre normas laborais, deveres e direitos, segundo a legislação de cada país parceiro. As novas exigências do mercado laboral são identificadas numa lista das 14 competências mais procuradas nos sectores de trabalho social, negócios e serviços administrativos (os sectores que mais procuram mão de obra, na opinião dos parceiros) após uma investigação conduzida nos 7 países parceiros, em colaboração com os partidos envolvidos, tais como: organizações de investigação, parceiros sociais e económicas, empresas, centros de emprego, especialistas em recursos humanos e autoridades públicas. São estas as competências: 7

8 1. CRIATIVIDADE; 2. COMPETÊNCIAS PESSOAIS; 3. SOCIAL; 4. INICIATIVA; 5. GESTÃO DE INFORMAÇÃO; 6. REPRESENTAÇÃO; 7. COMPETÊNCIA COMUNICATIVA; 8. AUTO-ANALISE; 9. PROFISSIONAL; 10. CAPACIDADE DE APRENDER; 11. GESTÃO DE DOCUMENTOS; 12. ANÁLISE SWOT DE CARREIRA PROFISSIONAL; 13. LÍNGUAS ESTRANGEIRAS; 14. INTERCULTURAL. A plataforma eletrónica da INSIGHT inclui várias atividades interativas práticas e um fórum, que irá expandir a sustentabilidade de contactos e redes dos grupos alvo envolvidos. Todos os materiais e o fórum se encontram disponíveis no site: 8

9 4. O ITINERÁRIO DE APRENDIZAGEM Como já foi referida anteriormente, a ferramenta INSIGHT é uma solução integrada que combina os processos de aconselhamento, formação e procura de emprego numa só abordagem integrada, tendo em conta o facto que os conselheiros têm recursos limitados em termos do tempo que dispõem para formação presencial. Por essa razão e por razões de metodologia, o programa utiliza uma abordagem de aprendizagem mista, que incorpora o ensino presencial com certos aspetos do e-learning, orientado por um itinerário de aprendizagem especificamente preparado. Exercícios de solução de problemas e materiais de estudo individual são uma parte integral da formação. Os marcos importantes no caminho de aprendizagem são: 1. O caminho individual, que inclui um plano de ação individual, com sessões de aconselhamentos e formação ao ritmo do individual, utilizando os elementos do e- learning; 2. Caminho em grupo, que inclui reuniões em grupo e formação em grupo; A combinação destes dois planos forma um caminho de aprendizagem completo para cada participante. Cada passo integra os conteúdos que o formador e o formando têm que saber para cumprirem o passo, informação sobre o passo e exercícios práticos. Síntese do itinerário de aprendizagem: Integra os quatro passos para sair do desemprego e encontrar emprego: procurar emprego e candidatar-se, preparação para a entrevista, entrevista os primeiros dias no emprego; Refere-se as competências mais relevantes e procurados atualmente no mercado de trabalho, destacados segundo as necessidade de cada passo na procura de emprego; inclui, em cada passo, conteúdos com conhecimentos para serem explorados e exercícios práticos para realizar; combina trabalho individual e em grupo, com sessões de aconselhamento individuais, reuniões em grupo e ensino presencial e à distancia. O caminho de aprendizagem INSIGHT permite e simplifica a adaptação da formação ao ritmo individual do formando, fornecendo uma estrutura para progredir com tempo. 9

10 Resumo do itinerário de aprendizagem INSIGHT FASE DE IMPLEMENTAÇÃO FASES & ACTIVIDADES FASE DE ORIENTAÇÃO PASSO 1-14H PROCURAR E APRESENTAR CANDIDATURAS A EMPREGO PASSO 2-3,5H PREPARAR A ENTREVISTA PASSO 3-3,5H PARTICIPAR EM ENTREVISTA PASSO 4-7H OS PRIMEIROS DIAS DE TRABALHO FASE DE MONITORIZAÇÃO SESSÕES DE FORMAÇÃO PRESENCIAIS 1ª Sessão (3,5h) - PASSO 1: Procurar emprego Candidatar-se 2ª Sessão (3,5h) - Explicação dos EXERCÍCIOS na plataforma on line de auto-formação - Experimentar a plataforma INSIGHT 3ª Sessão (3,5h) - Exercícios de grupo n.º 1, 2 e 3 - Debate sobre os exercícios do PASSO 1 - EXERCÍCIO 1 a 8 4ª Sessão (3,5h) - Exercícios de grupo 4, 5 e 6 - Debate sobre os exercícios do PASSO 1 - EXERCÍCIOS 9 a 16 5ª Sessão (3,5h) - PASSO 2: Preparar a entrevista - PASSO 3: A entrevista - Exercício de grupo n.º 7 6ª Sessão (3,5h) - Debate sobre os exercícios dos PASSOS 2 e 3 - EXERCÍCIOS 17 a 22 7ª Sessão (3,5h) - PASSO 4: Os primeiros dias de trabalho - Regras laborais, direitos e deveres 8ª Sessão (3,5h) - Debate sobre os exercícios do PASSO 4 - EXERCÍCIOS 23 a 29 - Fim da formação SESSÕES DE FORMAÇÃO À DISTANCIA EXERCÍCIOS DO PASSO 1: EXERCÍCIOS 1 a 16 EXERCÍCIOS DOS PASSOS 2 e 3: EXERCÍCIOS 17 a 22 EXERCÍCIOS DO PASSO 4: EXERCÍCIOS 23 a 29 SESSÕES DE ACONSELHAM -ENTO EM GRUPO 1ªSessão 2h - Apresentação INSIGHT aos interessados sobre as novas competências procuradas 2 ª Sessão 2h - Apresentação INSIGHT para participante selecionados sobre Kit e Caminho de aprendizagem, 3ª Sessão 2h - Monitorizar a situação dos formandos 1 ou 2 meses depois de terminar o caminho de aprendizagem INSIGHT SSESSÕES ACONSELHAM -ENTO INDIVIDUAL Objetivo principal: definir, implementar e monitorizar o plano individual de ação; apoiar cada participante, passo a passo Mínimo de 4 sessões (mínimo 1h/cada), uma em cada passo por participante 10

11 5. ACONSELHAMENTO 5.1- SESSÕES EM GRUPO: FASE DE ORIENTAÇÃO E FASE DE MONITORIZAÇÃO I. FASE DE ORIENTAÇÃO SESSÃO 1: 2 H PASSOS PARA PROCURAR EMPREGO & COMPETÊNCIAS PARA CONSEGUIR EMPREGO > OBJETIVO: Promover o Kit INSIGHT e atrair pessoas desempregadas a participarem e integrarem o caminho de aprendizagem INSIGHT. > CONTEUDOS: Os passos para procurar emprego e as competências mais relevantes e procurados atualmente no mercado de trabalho. > METODOLOGIA: O Conselheiro deve usar métodos dinâmicos para conduzir a sessão, dar exemplos, fazer exercícios práticos e envolver os participantes nume debate sobre as competências que precisam de ter no mercado de trabalho e como desenvolvê-las. A tabela seguinte mostra os passos para procurar emprego, sair do desemprego e encontrar emprego em relação com as competências mais relevantes e valorizadas no mercado de trabalho atual. Todas estas competências são importantes, mas em cada passo de procurar emprego algumas são mais relevantes do que outras. Esta relação foi estabelecida com base na investigação desenvolvida nos 7 países Europeu envolvidos no projeto INSIGHT. 11

12 PASSOS PARA PROCURAR EMPREGO PROCURAR COMPETÊNCIAS DE PREPARAÇÃO PRIMEIROS EMPREGO E EMPREGABILIDADE PARA A ENTREVISTA DIAS NO CANDIDATAR- ENTREVISTA EMPREGO SE 1. Criatividade X X X 2. Competências Pessoais X X 3. Social X X 4. Iniciativa X X X 5. Gestão de Informação X X 6. Representação X X X 7. Competência Comunicativa X 8. Autoanálise X X 9. Profissional X X X 10. Capacidade de aprender X X 11. Gestão de Documentos X X X 12. Análise SWOT de carreira X profissional 13. Língua(s) Estrangeira(s) X X X 14. Intercultural X X Existem várias definições teóricas para cada uma destas competências, mas nós preferimos usar uma definição baseada na investigação, e que reflete os aspetos e dimensões que o mercado mais valoriza. 1. Criatividade: reagir aos desafios, resolver problemas com criatividade, ser inovador ao dar novas ideias, encontrar novos caminhos para resolver problemas, reagir e adaptarse perante as dificuldades e a situações inesperadas. 2. Pessoal: colaborar com os outros, ter compromisso, ser independente e eficiente. 3. Social: comunicar de maneira adequada, tomar decisões, resolver problemas, interagir positivamente com outros. 4. Iniciativa: demostrar um comportamento proactivo; sugerir soluções diferentes para resolver os problemas e tomadas de decisão; orientar-se rapidamente perante uma situação particular; assumir responsabilidade em situações difíceis. 5. Gestão de Informação: juntar, selecionar, justificar e utilizar informação de modo 12

13 adequado e eficiente. 6. Representação: falar, mover-se e dar apresentações de acordo com as normas de protocolo e do contexto. 7. Comunicação: comunicar adequadamente, expressão oral e escrita correta. 8. Autoanálise: ser capaz de analisar a próprias características (atitudes, capacidades, conhecimentos, pontos fortes e fraquezas). 9. Profissional: demonstrar adequada experiência profissional de acordo com a posição de trabalho em questão. 10. Aprendizagem: analisar as próprias necessidades de aprendizagem e estabelecer um processo de aprendizagem; ter vontade de melhorar e adaptar-se às mudanças e processos novos; aprender e lembrar coisas novas; atualizar-se. 11. Gestão de Documentos: preparar/enviar CVs, escrever/enviar cartas de apresentação, dar referências; usar ferramentas adequadas para pesquisar e enviar um documento; saber usar a internet ferramentas digitais. 12. Análise SWOT de caminhos de carreira profissional: identificar e diferenciar entre possíveis caminhos de carreira profissional, analisar as vantagens, desvantagens oportunidades e ameaças de cada caminho. 13. Línguas Estrangeiras: compreender, falar e escrever uma ou mais línguas estrangeiras. 14. Intercultural: orientar-se em situações interculturais, tais como trabalhar numa equipa/num ambiente/num contexto/numa comunidade intercultural. Resumindo e cruzando os passos de procurar emprego com as competências de empregabilidade, quando se procura emprego e se candidata, as competências mais relevantes são: criatividade, iniciativa, gestão de informação, autoanálise, gestão de documentos, análise SWOT e conhecimento de línguas.... se prepara para entrevista, as competências mais relevantes são: criatividade, gestão de informação, representação, autoanálise, profissional, gestão de documentos.... na entrevista, as competências mais relevantes são: social, pessoal, iniciativa, representação, comunicação, profissional, capacidade de aprendizagem, línguas e capacidade intercultural. 13

14 ... nos primeiros dias no emprego, as competências essenciais são: pessoal, social, iniciativa, representação, profissional, aprender, gestão de documentos, línguas e capacidade intercultural. SESSÃO 2: 2 H O Kit INSIGHT e o Caminho de aprendizagem INSIGHT > OBJETIVO: Apresentar em pormenor o kit INSIGHT e o caminho de aprendizagem INSIGHT. > CONTEÚDO: Apresentação INSIGHT, caminho de aprendizagem e panorama dos exercícios online. > METODOLOGIA: O Conselheiro deve usar métodos dinâmicos e métodos de exposição, e envolver os participantes num debate, esclarecer as dúvidas. II. FASE DE MONITORIZAÇÃO SESSÃO 3: 2 H Monitorizar o Caminho de aprendizagem > OBJETIVO: monitorizar a situação dos formandos, 1 a 2 meses depois de concluir o caminho de aprendizagem INSIGHT. > CONTEÚDO: apresentação INSIGHT e instrumento de avaliação do caminho de aprendizagem. > METODOLOGIA: O Conselheiro deve usar métodos dinâmicos e métodos de exposição, e envolver os participantes num debate na avaliação do caminho de aprendizagem e dar sugestões para melhoramento. 14

15 5.2 SESSÕES INDIVIDUAIS: FASE DE IMPLEMENTAÇÃO Estão previstas um mínimo de 4 sessões individuais de aconselhamento, mas o conselheiro e o participante podem decidir fazer mais, de acordo com as necessidades do participante e a disponibilidade do conselheiro. Para registar e monitorizar este trabalho, o documento a ser usado pelo conselheiro será o Plano Individual de Ação (em Anexo). SESSÃO 1: 1 H (mínimo) Procurar emprego e candidatar-se > OBJETIVO: Definir o Plano de Ação Individual e apoiar a procura de emprego ativa e processo de candidatura ao emprego > CONTEÚDOS: Conteúdos e exercícios do passo 1 > METODOLOGIA: O Conselheiro deve interagir diretamente com o participante promovendo as competências individuais de acordo com as mais procuradas no mercado de trabalho, para definir o Plano de Ação Individual e apoiar a procura de emprego ativa e o processo de candidatura ao emprego. SESSÃO 2: 1 H (mínimo) Preparação para entrevista > OBJETIVO: Monitorizar o Plano de Ação Individual e dar apoio na preparação da entrevista. > CONTEÚDOS: Conteúdos e exercícios do passo 2. > METODOLOGIA: O Conselheiro deve interagir diretamente com o participante promovendo as competências individuais de acordo com as mais procuradas no mercado de trabalho para definir o Plano de Ação Individual e apoiar na preparação da entrevista. 15

16 SESSÃO 3: 1 H (mínimo) A Entrevista > OBJETIVO: Monitorizar o Plano de Ação Individual e dar apoio para a entrevista > CONTEÚDOS: Conteúdos e exercícios do passo 3. > METODOLOGIA: O Conselheiro deve interagir diretamente com o participante promovendo as competências individuais de acordo com as mais procuradas no mercado de trabalho para definir o Plano de Ação Individual e apoiar a preparação do participante para a entrevista SESSÃO 4: 1 H (mínimo) Os meus primeiros dias no emprego > OBJETIVO: Monitorizar o Plano de Ação Individual e apoiar os primeiros dias no emprego > CONTEÚDOS: Conteúdos e exercícios do passo 4. > METODOLOGIA: O Conselheiro deve interagir diretamente com o participante promovendo as competências individuais de acordo com as mais procuradas no mercado de trabalho para definir o Plano de Ação Individual e apoiar o participante nos seus primeiros dias no emprego. 16

17 6. PROGRAMA DE FORMAÇÃO 6.1-PASSO 1: ANDO À PROCURA DE EMPREGO E ESTOU A CANDIDATAR-ME A UM EMPREGO I) SESSÕES DE FORMAÇÃO PRESENCIAL SESSÃO 1: 3,5H OBJECTIVO: Procura Activa de Emprego e Candidatura CONTEÚDOS: I. O que devo saber e fazer? Refletir. Fazer autoavaliação. Conhecer-se a si próprio! Refletir, fazer uma autoavaliação e conhecer-se a si próprio, são os primeiros e mais importantes passos ao escolher uma profissão, ou melhor, ao planear uma carreira e ao começar a procurar emprego. Comunicar e saber articular os seus interesses, habilidades, competências, experiências e valores a uma entidade patronal, é crucial numa procura de emprego de sucesso, quer por escrito (num CV), quer oralmente (durante uma entrevista). 1 Interesses, Experiências e Auto-reflexão Reflete sobre todas as atividades em que tens participado nos últimos 5 anos, incluindo na escola, no trabalho, voluntariado e lazer. Isto ajuda-te a começares a ver o padrão dos teus interesses e definir uma visão para teu futuro. Responde às seguintes perguntas e procura encontrar um tema ou padrão nas respostas (p.ex. preferes atividades manuais?): O que gostaste e não gostaste em cada atividade? O que aprendeste com cada atividade? Em que aspetos da atividade gostarias de permanecer envolvido? 2 Agora pergunta-te qual é a tua visão do futuro? O que estás a fazer para chegares mais perto 1http://www.mcgill.ca/caps/students/job-search/self-assessment/ 2 17

18 da tua visão? Uma visão dá-te um alvo, um rumo. Leva tempo para termos uma visão clara. Reflexão, ajuda a criar uma visão para o futuro. Reflete sobre os teus estados de espírito, atitudes, sobre o que te motiva, teus medos, o que te deixa stressado e sobre como comunicas. O que te torna feliz? Tu és responsável pelos teus humores e atitudes. Sabes mesmo o que te faz feliz? Dás conta quando estás mal-humorado e tens alguma estratégia para mudar o teu humor? Enquanto se vai desenvolvendo a tua capacidade de te conheceres a ti próprio, darás conta que depende de ti manteres-te positivo e bem-humorado. O que te motiva? Nem tudo que fazemos no trabalho ou na vida particular é divertido e interessante. Como consegues motivar-te para fazer as coisas mais enfadonhas? Algumas pessoas precisam de ajuda para se motivarem em tudo. O que te faz funcionar? O que mais temes na vida? Conhecer os teus medos e como ultrapassá-los, ou viver com eles, ajuda-te a avançar para a tua visão. Se ficares paralisado pelo medo não conseguirás avançar nem no trabalho nem na vida. O que te causa stresse? Algum stresse é necessário para crescermos. Demasiado stress nos cansa. Algumas pessoas mudam o seu comportamento debaixo da pressão. Como é que os outros te vêm quando estás stressado? Como comunicas com as pessoas? Como gostas que os outros comuniquem contigo? A maioria das pessoas comunica na mesma maneira que gostam que os outros comuniquem com elas. Uma pessoa que é muito simpática e fala muito, pode dar-se mal com alguém que só quer tratar de assuntos importantes

19 Capacidades e Experiências TODOS temos capacidades! As competências são as capacidades e habilidades que temos para conseguirmos levar a cabo as tarefas e resolver problemas. Adquirimos estas competências para realizar atividades complexas ou funções no emprego, envolvendo ideias (competências cognitivas), coisas (competências técnicas) e /ou pessoas (competências interpessoais). 4 5 Há dois tipos de competências: competências específicas e competências sociais (ou transferíveis). 6 As competências específicas ou hard skills - são facilmente mesuráveis e consistem em conhecimentos que normalmente se aprendem na escola ou na formação formal. Incluem a capacidade técnica, técnicas de laboratório ou de informática e línguas. As competências sociais ou soft skills - são menos palpáveis e podem ser adquiridas em várias áreas da vida, tais como na escola, no trabalho ou em atividades extracurriculares. Estas competências, que podem incluir as capacidades interpessoais e de comunicação, podem ser transferidas dum contexto de trabalho para outro. 7 Considerar as competências que temos ou que nos faltam, é importante para conhecermos os nossos pontos fortes e fracos. Quais são os teus pontos fortes? Quais são os teus pontos fracos? Saber isto pode ajudar-te a identificar o tipo de trabalho em que podes ter sucesso (usa os teus pontos fortes) e o tipo de trabalho que será mais difícil (porque usas os teus pontos fracos). Às vezes, as outras pessoas (amigos, família, colegas) conseguem ver em ti uma competência que não vês em ti próprio. As pessoas tendem a pensar que conseguimos fazer aquilo em que somos naturalmente bons. Do modo contrário, as pessoas podem ver comportamentos que nos são um obstáculo. 8 Uma maneira excelente de identificar os teus pontos fortes, é considerar o que já realizaste na vida. Pensa nos momentos em que reconheceste um problema ou uma situação que poderia

20 ser melhorada e agiste. Estes momentos em que agimos, ilustram bem as nossas capacidades e habilidades, e são indicativos do teu potencial em tomar iniciativas e resolver problemas. Para te ajudar a identificar estes momentos, pensa nas coisas de que tu te orgulhas. As seguintes perguntas podem servir para estimular a tua memória: Recebeste algum tipo de prémio ou recompensa? Agiste numa situação que se teria tornado grave se não te tivesses apercebido do que estava a acontecer? Fizeste alguma sugestão que foi posta em prática pelos teus colegas de trabalho, escola ou na tua equipa? Realizaste uma tarefa com menos recursos que o habitual? Conseguiste satisfazer um cliente particularmente exigente? Iniciaste alguma coisa? Ensinaste ou formaste outras pessoas? 9 Valores Os valores são as crenças que desenvolvemos cedo na vida, são a base das nossas crenças fundamentais acerca do que é certo e errado, bom e mau. São formados pela nossa família, cultura, educação, religião e vários processos sociais. Alguns valores se mantêm ao longo da vida, enquanto outros se modificam e se tornam mais ou menos importantes com a passagem do tempo. 10 Valores são aquelas qualidades que são mais importantes para ti. Algumas pessoas partilharão dos teus valores, outros terão valores diferentes mas respeitarão os teus. Trabalho com significado incorpora os teus valores e deve ser valorizado pela entidade patronal e cliente. Quais são os teus valores? 11 Há inúmeros valores, incluindo ter uma família, estabilidade financeira, boa saúde, seguir crenças religiosas, garantia de emprego, etc. Assim, leva algum tempo para considerares e elaborares uma lista do que é mais importante para ti. Depois, identifica aqueles valores:

21 Que tens que ter no trabalho; Que gostavas de ter no trabalho, mas não são essenciais; e Que são menos importantes para ti. Às vezes tomamos os nossos valores por certo sem estarmos conscientes deles, e, erradamente, esperamos que os outros mantenham os mesmos. Quando eles se comportam de maneira incompatível com os nossos valores, pode levar à frustração e até à depressão. Por isso é importante conhecer os nossos valores e procurar ambientes compatíveis com os mesmos. 12 II. O que preciso fazer? PROCURAR EMPREGO pode ser demorado, mas todos os que procuram emprego passam pelo mesmo processo. Onde começar? 13 Na Internet Um bom ponto de partida é procurar emprego na internet. Cada país tem vários sites a oferecer emprego, atualizados diariamente. Procura on line! Agências de emprego/recrutamento As agências têm interesse em que as entidades patronais escolham um candidato da sua agência. Identifica estes serviços na tua área, inscreve-te e de vez em quando telefona, manda um ou passa na agência para ter a certeza que estás a otimizar as tuas hipótese de encontrar emprego. Explora empregos escondidos Textos extraídos de: 21

O que é a Junior Achievement 4. O que é a Junior Achievement Portugal 4. Bem-vindo ao programa Braço Direito, Um dia no teu Futuro!

O que é a Junior Achievement 4. O que é a Junior Achievement Portugal 4. Bem-vindo ao programa Braço Direito, Um dia no teu Futuro! GUIA DO ALUNO O que é a Junior Achievement 4 O que é a Junior Achievement Portugal 4 Números totais da JAP desde 2005 4 Bem-vindo ao programa Braço Direito, Um dia no teu Futuro! 5 Que benefícios oferece

Leia mais

Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa A Universidade de Lisboa está a fazer um estudo que procura saber como é que as crianças e os jovens portugueses utilizam a internet e o que pensam

Leia mais

CENTRO NACIONAL EUROPASS

CENTRO NACIONAL EUROPASS CENTRO NACIONAL EUROPASS Enviar currículos é, nos dias de hoje, a forma mais comum de nos candidatarmos a uma vaga de emprego. Mas como nós próprios, existem milhões a fazer o mesmo! Como é que pode então

Leia mais

Capítulo 9 Emprego. 9.1 Introdução

Capítulo 9 Emprego. 9.1 Introdução Capítulo 9 Emprego 9.1 Introdução Hoje em dia, as redes sociais são as grandes responsáveis pelas contratações de emprego. Muitos dos responsáveis por recrutamento e recursos humanos das empresas avaliam

Leia mais

Guião para as ferramentas etwinning

Guião para as ferramentas etwinning Guião para as ferramentas etwinning Registo em etwinning Primeiro passo: Dados de quem regista Segundo passo: Preferências de geminação Terceiro passo: Dados da escola Quarto passo: Perfil da escola Ferramenta

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE PROCURA DE

ESTRATÉGIAS DE PROCURA DE Estou a acabar o meu curso, e agora? Estratégias de procura QUASE de emprego A ACABAR O CURSO, E AGORA? ESTRATÉGIAS DE PROCURA DE EMPREGO A conclusão dos estudos e a transição para o mercado de trabalho

Leia mais

Segurança na Internet. Nuno Coelho

Segurança na Internet. Nuno Coelho Nuno Coelho Como Navegar em Segurança Quando navegas na Internet são poucos os salva-vidas e podem estar longe. É por isso que queremos que te tornes o teu próprio "salva-vidas" e fiques atento à tua própria

Leia mais

COMPETÊNCIAS EM LITERACIA DA INFORMAÇÃO

COMPETÊNCIAS EM LITERACIA DA INFORMAÇÃO COMPETÊNCIAS EM LITERACIA DA INFORMAÇÃO SABER USAR A INFORMAÇÃO DE FORMA EFICAZ - CONSTRUIR UM CURRICULUM VITAE CURRICULUM VITAE Segundo o Dicionário da Academia de Ciências de Lisboa, a expressão latina

Leia mais

Define claramente o tema, o seu objectivo e os aspectos a desenvolver. De seguida deves ser capaz de levantar questões sobre o que pretendes

Define claramente o tema, o seu objectivo e os aspectos a desenvolver. De seguida deves ser capaz de levantar questões sobre o que pretendes Como fazes os teus trabalhos escritos? Há dois métodos para fazer trabalhos 1-Vais à Net copias a informação, colas num novo documento, imprimes e já está! 2-Pesquisas informação em fontes diversas, retiras

Leia mais

Guia de Orientação na Procura de Emprego

Guia de Orientação na Procura de Emprego Guia de Orientação na Procura de Emprego Prepare-se para procurar emprego A procura de emprego é um trabalho que exige planeamento, esforço e análise. Onde quero trabalhar? Que tipo de empregos me interessam?

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES:

PERGUNTAS FREQUENTES: PERGUNTAS FREQUENTES: (Para veres as respostas clica na pergunta) 1. O que fazer após a realização da candidatura? 2. Onde posso ver os dados para efectuar o pagamento da candidatura? 3. Como posso actualizar

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

3 - Seleccionar e responder a Anúncios de Emprego ou redigir uma Carta de Candidatura Espontânea.

3 - Seleccionar e responder a Anúncios de Emprego ou redigir uma Carta de Candidatura Espontânea. Mercado de Emprego Etapas a Percorrer 1 - Estabelecer o Perfil Profissional Fazer a avaliação de si mesmo: - Competências - Gostos - Interesses Elaboração de uma lista do tipo de empregos que correspondem

Leia mais

EU Kids Online II (31/3/2010) 9-10 ANOS

EU Kids Online II (31/3/2010) 9-10 ANOS OPIAR Nº DA FOLHA DE ONTATO RESUMO ÓDIGO PAÍS 1 8 Nº PONTO DE AMOSTRAGEM Nº DA MORADA NOME E Nº ENTREVISTADOR MORADA: ÓDIGO REGIÃO ÓDIGO POSTAL NÚMERO DE TELEFONE EU Kids Online II (31/3/2010) 9-10 ANOS

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Docentes Universidade Atlântica 1 Introdução O conceito do Moodle (Modular Object Oriented Dynamic Learning Environment) foi criado em 2001 por Martin Dougiamas, o conceito

Leia mais

Competências em Literacia da Informação. Saber usar a informação de forma eficaz Construir um curriculum vitae

Competências em Literacia da Informação. Saber usar a informação de forma eficaz Construir um curriculum vitae Competências em Literacia da Informação Saber usar a informação de forma eficaz Construir um curriculum vitae Ana Isabel Roxo 2013 CURRICULUM VITAE Segundo o Dicionário da Academia de Ciências de Lisboa,

Leia mais

Como criar um Utilizador no Windows

Como criar um Utilizador no Windows 2013-05-08 11:00:17 Olá, como estás? Hoje vamos falar de um assunto que te vai ajudar a organizar o teu computador, assim como o dos teus pais, se o utilizares para as tuas aventuras informáticas. Muitas

Leia mais

DE ESTAGIÁRIO A CEO. 12 dicas de Marco Costa, CEO da Critical Software

DE ESTAGIÁRIO A CEO. 12 dicas de Marco Costa, CEO da Critical Software DE ESTAGIÁRIO A CEO 12 dicas de Marco Costa, CEO da Critical Software 1. Sê escrupulosamente leal: à tua empresa, ao teu chefe e aos teus colegas por esta ordem. Defende, acima de tudo, os interesses da

Leia mais

Manual da Ferramenta Introdução... 2 1 Gestão da conta pessoal... 4 2 Trabalhar na rede... 10 Mural Amigos Endereços Grupos Administração do grupo

Manual da Ferramenta Introdução... 2 1 Gestão da conta pessoal... 4 2 Trabalhar na rede... 10 Mural Amigos Endereços Grupos Administração do grupo Manual da Ferramenta Introdução... 2 1 Gestão da conta pessoal... 4 Links/Endereços... 6 Actividade... 6 Perfil... 6 Blogs... 6 Mensagens... 6 Amigos... 7 Grupos... 7 Configurações... 9 Sair... 9 2 Trabalhar

Leia mais

O Facebook e a Internet

O Facebook e a Internet O Facebook e a Internet Coordenação do Projecto e Preparação do Texto: Janja Kranjc (Center za avtizem, Slovenia) Desenho: Agency Imelda Ogilvy Ljubljana Autor da Fotografia da Capa de Apresentação: Tomaž

Leia mais

SABER ESTUDAR: Estuda num local que favoreça a concentração e que seja sossegado. Não estudes com televisão ligada.

SABER ESTUDAR: Estuda num local que favoreça a concentração e que seja sossegado. Não estudes com televisão ligada. SABER ESTUDAR: 1. CONDIÇÕES FÍSICAS E PSICOLÓGICAS Estudar é uma actividade que se aprende, tal como se aprende a nadar ou a andar de bicicleta. Claro que nestas situações o treino é fundamental! Existem

Leia mais

Editor Direção-Geral de Educação Direção de Serviços de Educação Especial e de Apoios Socioeducativos

Editor Direção-Geral de Educação Direção de Serviços de Educação Especial e de Apoios Socioeducativos Ficha Técnica Titulo À DESCOBERTA Editor Direção-Geral de Educação Direção de Serviços de Educação Especial e de Apoios Socioeducativos Conceção Direção de Serviços de Educação Especial e de Apoios Socioeducativos

Leia mais

Em Entrevistas Profissionais

Em Entrevistas Profissionais Em Entrevistas Profissionais Amplie a sua performance na valorização das suas competências 2011 Paula Gonçalves [paula.goncalves@amrconsult.com] 1 Gestão de Comunicação e Relações Públicas As Entrevistas

Leia mais

Conteúdo. Como ler artigos científicos... 2

Conteúdo. Como ler artigos científicos... 2 Comol era r t i gos c i ent íc os Conteúdo Como ler artigos científicos... 2 Dicas de como ler o artigo... 4 Guia de como ler um artigo:... 5 Atividade 1... 7 Etapa 1... 7 Etapa 2... 8 Etapa 3... 8 Etapa

Leia mais

COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM

COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM COMO SE PREPARA UMA REPORTAGEM i DICAS PARA PREPARAR UMA REPORTAGEM Ver, ouvir, compreender e contar eis como se descreve a reportagem, nas escolas de Jornalismo. Para haver reportagem, é indispensável

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html 1/8 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Apoio no âmbito do trabalho preparatório de medidas de conceção ecológica

Leia mais

3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais

3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais 3ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Confiança e Compromisso nos Canais Digitais 29 de setembro de 2014 Auditório da BMAG Apoio Patrocinadores Globais APDSI Internet, Negócio e Redes Sociais

Leia mais

Curso de Formação Especializada em BE/CRE Módulo: Software Educativo e aprendizagem com as TIC

Curso de Formação Especializada em BE/CRE Módulo: Software Educativo e aprendizagem com as TIC Módulo: Software Educativo e aprendizagem com as TIC Trabalho realizado pelas professoras: Graça Pedrosa Ivone Pedroso Outubro 2003 Introdução Concordando com Papert, pensamos que a aprendizagem tipo familiar

Leia mais

EURES: uma carreira na Europa

EURES: uma carreira na Europa EURES: uma carreira na Europa Delegação Regional do Algarve do IEFP - EURES Volta de Apoio ao Emprego III AGE - Albufeira,23-10-2014 EURES: encontrar um emprego na Europa Delegação Regional do Algarve

Leia mais

Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária.

Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária. POR ONDE COMEÇAR??? 1. Comece o quanto antes! Logo que receber seu kit Mary Kay, experimente todos os produtos, pratique em você mesma. Inclua tudo na sua rotina diária. Vai ganhar confiança, aprender

Leia mais

Introdução Conselhos para educadores

Introdução Conselhos para educadores Introdução Conselhos para educadores INTRODUÇÃO A utilização da Internet constitui um desafio para a educação dos nossos filhos e dos nossos alunos. Acontece muito frequentemente que os deixamos a navegar

Leia mais

Mãos na massa. com a cabeça a pensar. Actividades para crianças dos 8 aos 12 anos. Encarte NOESIS #66 6/22/06 5:43 PM Page 1. Destacável Noesis n.

Mãos na massa. com a cabeça a pensar. Actividades para crianças dos 8 aos 12 anos. Encarte NOESIS #66 6/22/06 5:43 PM Page 1. Destacável Noesis n. Encarte NOESIS #66 6/22/06 5:43 PM Page 1 Mãos na massa com a cabeça a pensar Actividades para crianças dos 8 aos 12 anos Destacável Noesis n.º 66 Concepção de Odete Valente Faculdade de Ciências, Universidade

Leia mais

Projecto de Desenvolvimento Escolar Comenius Acção Comenius 1 - Parcerias entre escolas

Projecto de Desenvolvimento Escolar Comenius Acção Comenius 1 - Parcerias entre escolas Projecto de Desenvolvimento Escolar Comenius Acção Comenius 1 - Parcerias entre escolas Avaliação: um passo determinante para a implementação da qualidade no ensino O objectivo deste projecto é a compreensão

Leia mais

Dia Europeu da Internet Segura (9 de Fevereiro)

Dia Europeu da Internet Segura (9 de Fevereiro) Dia Europeu da Internet Segura (9 de Fevereiro) Para celebrar o Dia Europeu da Internet Segura, dia 9 de Fevereiro, o SeguraNet propõe que os professores desenvolvam com os seus alunos actividades em sala

Leia mais

This information is OGMA S.A. property and cannot be used or reproduced without written authorization

This information is OGMA S.A. property and cannot be used or reproduced without written authorization O que é o Programa Trainee? Este Programa tem como objetivo atrair e ajudar a desenvolver jovens, como tu, recém licenciados, através de um processo contínuo de aprendizagem em contexto de trabalho, que

Leia mais

Marketing Para Coaches

Marketing Para Coaches Marketing Para Coaches Coaches Com Clientes: Comunicação Joana Areias e José Fonseca WWW.COACHESCOMCLIENTES.COM Introdução Existem um grande problema com o marketing em qualquer área: Toda a gente pensa

Leia mais

Declaração de Privacidade

Declaração de Privacidade Declaração de Privacidade A Kelly Services, Inc. e as suas subsidiárias ("Kelly Services" ou Kelly ) respeitam a sua privacidade e reconhecem que possui determinados direitos relacionados com quaisquer

Leia mais

Tens um Web Site? E agora, trouxe resultados?

Tens um Web Site? E agora, trouxe resultados? Tens um Web Site? E agora, trouxe resultados? Se não trouxe resultados, leia abaixo! Sergio Minozzi Empresário de informática há 20 anos, 14 anos operando no setor de web marketing, dos quais 5 nos Estados

Leia mais

Puzzle de Investigação

Puzzle de Investigação Atividades: Puzzle de Investigação Nivel de ensino: 9º, 10º, 11º e 12º Duração: 30 min de preparação + 30 minutos de atividade Objetivos: Figura 1- Esquema acerca do processo de investigação Compreender

Leia mais

1.1 - Como funciona a campanha? 1.2 - Nesta campanha queremos...

1.1 - Como funciona a campanha? 1.2 - Nesta campanha queremos... Guia de Campanha ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO À CAMPANHA 1.1 - Como funciona a campanha? 1.2 - Nesta campanha queremos... 2 - APENAS QUATRO PASSOS PARA REALIZAR UM TESTE 3 - A CAMPANHA 3.1 - Fase 1 - Oferta e

Leia mais

Manual do Utilizador Aluno

Manual do Utilizador Aluno Manual do Utilizador Aluno Escola Virtual Morada: Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto PORTUGAL Serviço de Apoio ao Cliente: Telefone: (+351) 707 50 52 02 Fax: (+351) 22 608 83 65 Serviço Comercial:

Leia mais

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante

Programa EAD-EJEF. Manual do Estudante Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais - TJMG Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes - EJEF Programa de Educação a Distância do TJMG EAD-EJEF Programa EAD-EJEF Manual do Estudante Versão

Leia mais

PORTO EDITORA AREAL EDITORES LISBOA EDITORA. Manual do Utilizador. Aluno. www.escolavirtual.pt

PORTO EDITORA AREAL EDITORES LISBOA EDITORA. Manual do Utilizador. Aluno. www.escolavirtual.pt PORTO EDITORA AREAL EDITORES LISBOA EDITORA Manual do Utilizador Aluno www.escolavirtual.pt 1 2 www.escolavirtual.pt Índice Escola Virtual Informação para Pais e Educadores 05 Escola Virtual Informação

Leia mais

CARREIRAS NA GLORY GLOBAL SOLUTIONS POLÍTICA DE PRIVACIDADE

CARREIRAS NA GLORY GLOBAL SOLUTIONS POLÍTICA DE PRIVACIDADE SITE DE CARREIRAS NA GLORY GLOBAL SOLUTIONS POLÍTICA DE PRIVACIDADE Bem-vindo à área de Carreiras na Glory Global Solutions, o Web site de recrutamento (o "Site"). Descrevemos a seguir a forma como as

Leia mais

VELHOS MITOS E NOVO MUNDO

VELHOS MITOS E NOVO MUNDO VELHOS MITOS E NOVO MUNDO 2 As mudanças nunca ocorrem sem inconvenientes, até mesmo do pior para o melhor. Richard Hooker WWW.RICARDOPEIXE.COM WWW.CONSEGUIREMPREGO.PT 7 MITOS INTRODUÇAO O Mercado de Trabalho

Leia mais

A Tua Frase Poderosa. Coaches Com Clientes: Carisma. Joana Areias e José Fonseca WWW.COACHESCOMCLIENTES.COM

A Tua Frase Poderosa. Coaches Com Clientes: Carisma. Joana Areias e José Fonseca WWW.COACHESCOMCLIENTES.COM A Tua Frase Poderosa Coaches Com Clientes: Carisma Joana Areias e José Fonseca WWW.COACHESCOMCLIENTES.COM Introdução Neste pequeno texto pretendo partilhar contigo onde os coaches falham ao apresentarem-se

Leia mais

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS. A Motivação no Ensino Aprendizagem. Questionário sobre as aulas de Inglês

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS. A Motivação no Ensino Aprendizagem. Questionário sobre as aulas de Inglês Anexo 2 INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO AOS ALUNOS A Motivação no Ensino Aprendizagem Questionário sobre as aulas de Inglês O objectivo deste questionário é ajudar-te a teres um conhecimento melhor de ti próprio

Leia mais

Aprender a Estudar. Imagem de http://www.culturamix.com/cultura/livros/fotos-livros

Aprender a Estudar. Imagem de http://www.culturamix.com/cultura/livros/fotos-livros Aprender a Estudar Imagem de http://www.culturamix.com/cultura/livros/fotos-livros Cada pessoa tem dentro dele um fragmento de boas notícias. A boa notícia é que cada um de nós não sabe o quão extraordinário

Leia mais

ENTREVISTA AO DR. PEDRO CARAMEZ 3ª PARTE Podcast # 5. As Redes Sociais e as Vendas

ENTREVISTA AO DR. PEDRO CARAMEZ 3ª PARTE Podcast # 5. As Redes Sociais e as Vendas ENTREVISTA AO DR. PEDRO CARAMEZ 3ª PARTE Podcast # 5 As Redes Sociais e as Vendas www.clubedasvendas.com 1 CDV (Clube das Vendas) Podíamos abordar um pouco a questão do recrutamento, pois há muitos ouvintes

Leia mais

Como contratar staff de Projetos...

Como contratar staff de Projetos... Como contratar staff de Projetos... Que qualidades estou buscando no profissional de Projetos, e como identificá-las...? Alguns exemplos do que podemos buscar..! 1. Visão 2. Orientação estratégica 3. Inovação

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

Elaboração do CV. Março de 2011

Elaboração do CV. Março de 2011 Elaboração do CV Março de 2011 Programa de Apresentação 1 2 3 4 5 Informação a constar no CV Aspectos Gerais a ter em conta na elaboração do CV Aspectos a Evitar O que valorizam as Empresas nos Recém-Licenciados

Leia mais

Indicações para o itunes U

Indicações para o itunes U Índice Descrição geral 1 Primeiros passos 2 Definições do curso 3 Editar e organizar conteúdo 5 Adicionar publicações, tarefas e materiais 6 Gerir e colaborar 8 Gerir as inscrições 9 Melhores práticas

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTO E ACESSO AO SIMULADOR

INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTO E ACESSO AO SIMULADOR INSTRUÇÕES DE PROCEDIMENTO E ACESSO AO SIMULADOR 1 A tua equipa foi escolhida para dirigir uma companhia de produtos de cuidado da pele, cujos acionistas estão localizados na Europa. A tua empresa tem

Leia mais

COMO VALIDAR AS COMPETÊNCIAS DOS VOLUNTÁRIOS? Orientação prática

COMO VALIDAR AS COMPETÊNCIAS DOS VOLUNTÁRIOS? Orientação prática COMO VALIDAR AS COMPETÊNCIAS DOS VOLUNTÁRIOS? Orientação prática PROJECT TITLE: VOLUNTEERING VALIDATION HIGHWAY GRANT AGREEMENT: 2013-1-FI1-GRU06-12792 2013-2015 Este projeto foi financiado com o apoio

Leia mais

CURRICULUM VITAE UNIÃO DAS FREGUESIAS DE GONDOMAR (S. COSME), VALBOM E JOVIM

CURRICULUM VITAE UNIÃO DAS FREGUESIAS DE GONDOMAR (S. COSME), VALBOM E JOVIM UNIÃO DAS FREGUESIAS DE GONDOMAR (S. COSME), VALBOM E JOVIM Componentes de um Curriculum Vitae Regras para a elaboração Regras para a utilização Diferentes tipos de Curriculum Vitae Qual o tipo de Curriculum

Leia mais

CITIZENRIGHTS DIREITOSCIDADÃOS. Kit de Ferramentas Volume #1

CITIZENRIGHTS DIREITOSCIDADÃOS. Kit de Ferramentas Volume #1 CITIZENRIGHTS DIREITOSCIDADÃOS Kit de Ferramentas Volume #1 Olá! Módulo 1 SABER O Projeto Direitos-Cidadãos para as escolas Esta é a tua vez! Vocês são apenas alguns por sala de aula, mas no projeto internacional

Leia mais

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE Objectivos gerais do módulo No final do módulo, deverá estar apto a: Definir o conceito de Help Desk; Identificar os diferentes tipos de Help Desk; Diagnosticar

Leia mais

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO DEFINIÇÕES OPERACIONAIS E INDICADORES COMPORTAMENTAIS Pag. 1 Elaborada por Central Business Abril 2006 para o ABRIL/2006 2 COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA CAPTAR CLIENTES COMPANHIA ROBOFOREX

RECOMENDAÇÕES PARA CAPTAR CLIENTES COMPANHIA ROBOFOREX RECOMENDAÇÕES PARA CAPTAR CLIENTES NA O sucesso do Afiliado depende do número de clientes captados e da atividade de comércio desses clientes. E influenciar na atividade do cliente como um afiliado não

Leia mais

Pixel. Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros

Pixel. Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros Certified Quality System in compliance with the standard UNI EN ISO 9001:2000. Certificate n SQ.41823. Pixel Aprenda Italiano em Florença Cursos Individuais para Estrangeiros CURSOS INDIVIDUAIS PARA ESTRANGEIROS

Leia mais

O CONSELHO DA UE E OS REPRESENTANTES DOS GOVERNOS DOS ESTADOS-MEMBROS, REUNIDOS NO CONSELHO,

O CONSELHO DA UE E OS REPRESENTANTES DOS GOVERNOS DOS ESTADOS-MEMBROS, REUNIDOS NO CONSELHO, C 172/8 PT Jornal Oficial da União Europeia 27.5.2015 Conclusões do Conselho sobre a maximização do papel do desporto de base no desenvolvimento de competências transversais, especialmente entre os jovens

Leia mais

COMO SAIR DA CRISE DE FORMAÇÃO DOS ENGENHEIROS NA UEM?

COMO SAIR DA CRISE DE FORMAÇÃO DOS ENGENHEIROS NA UEM? COMO SAIR DA CRISE DE FORMAÇÃO DOS ENGENHEIROS NA UEM? Prof. Doutor Alexandre Kourbatov Faculdade de Engenharia da UEM, Departamento de Engenharia Mecânica Maputo - Moçambique akurmoz@yahoo.com Segundo

Leia mais

COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE

COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE GUIA Inbound Marketing COMO ATRAIR VISITANTES PARA SEU WEBSITE E-BOOK GRÁTIS WWW.FABIODONASCIMENTO.ME Tabela de Conteúdos Introdução... 3 Capítulo 1: Formas de obter Tráfego... 4 Capítulo 2: Como aumentar

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

www.luisgregorio.net

www.luisgregorio.net Trazido até Si por Luis Gregorio www.luisgregorio.net "Como Ter Lucros Com As Redes Sociais nomeadamente a Publicidade No facebook " Introdução À Publicidade Do Facebook O Facebook está em milhares de

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

CONTEÚDOS. Blog REDES SOCIAIS VIDEOS ONLINE PARTILHA DE FOTOGRAFIAS PARTILHA DE APRESENTAÇÕES

CONTEÚDOS. Blog REDES SOCIAIS VIDEOS ONLINE PARTILHA DE FOTOGRAFIAS PARTILHA DE APRESENTAÇÕES CONTEÚDOS ANTES DE INICIAR A SUA AVENTURA NAS REDES, TENHA EM CONTA AS SEGUINTES DICAS: Atribua a administração de cada canal e/ou estratégia a alguém que faça parte da sua empresa; Dê formação à sua equipa

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a

Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a Livro com atividades para colorir, desenhar, construir, e muito mais! Este livro pertence a CENTRO DE PSICOLOGIA APLICADA DO EXÉRCITO NÚCLEO DE APOIO PSICOLÓGICO E INTERVENÇÃO NA CRISE Edição - Julho 2014

Leia mais

Thomas Hub Guia do Utilizador

Thomas Hub Guia do Utilizador Thomas Hub Guia do Utilizador O seu novo e melhorado sistema de apoio à decisão sobre pessoas Descubra a forma simples e rápida de diagnosticar e desenvolver o Capital Humano Acompanhe-nos 1 Guia do Utilizador

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Guia de Utilização da Bolsa de Emprego online da FEP

Guia de Utilização da Bolsa de Emprego online da FEP Guia de Utilização da Bolsa de Emprego online da FEP Candidatos Serviço de Relações Externas e Integração Académica Seja bem-vindo à Bolsa de Emprego da FEP! A Bolsa de Emprego (BE-ON) tem como objetivo

Leia mais

Diretrizes do curso itunes U

Diretrizes do curso itunes U Diretrizes do curso itunes U Índice Novidades no itunes U 1 Visão geral 2 Primeiros passos 3 Definições do curso 4 Editar e organizar conteúdo 6 Adicionar publicações, tarefas e materiais 7 Gerir as inscrições

Leia mais

1. Motivação para o sucesso (Ânsia de trabalhar bem ou de se avaliar por uma norma de excelência)

1. Motivação para o sucesso (Ânsia de trabalhar bem ou de se avaliar por uma norma de excelência) SEREI UM EMPREENDEDOR? Este questionário pretende estimular a sua reflexão sobre a sua chama empreendedora. A seguir encontrará algumas questões que poderão servir de parâmetro para a sua auto avaliação

Leia mais

Transcrição da entrevista aos Stakeholders realizada no dia 16 de junho de 2014 no âmbito do Mestrado em Educação e Comunicação Multimédia.

Transcrição da entrevista aos Stakeholders realizada no dia 16 de junho de 2014 no âmbito do Mestrado em Educação e Comunicação Multimédia. Transcrição da entrevista aos Stakeholders realizada no dia 16 de junho de 2014 no âmbito do Mestrado em Educação e Comunicação Multimédia. Q1. Na sua opinião, quais são as principais motivações que podem

Leia mais

Introdução ao GetResponse

Introdução ao GetResponse Guia rápido sobre... Introdução ao GetResponse Neste guia... Aprenda a construir sua lista, a criar envolventes e-mails e a converter contatos em clientes em GetResponse, com acesso aos melhores recursos

Leia mais

ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO À CAMPANHA 2 - CLUBE SMART 3 - A CAMPANHA. 1.1 - Nesta campanha queremos...

ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO À CAMPANHA 2 - CLUBE SMART 3 - A CAMPANHA. 1.1 - Nesta campanha queremos... GUIA DE CAMPANHA ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO À CAMPANHA 1.1 - Nesta campanha queremos... 2 - CLUBE SMART 3 - A CAMPANHA 3.1 Fase 1 Experimentar 3.2 Fase 2 Avaliar 4.3 Fase 3 Recomendar 3.4 Fase 4 Reportar 3.5

Leia mais

CONQUISTAR A PROCRASTINAÇÃO

CONQUISTAR A PROCRASTINAÇÃO CONQUISTAR A PROCRASTINAÇÃO O que é a procrastinação? Sei que devia trabalhar, mas parece que nunca consigo começar! Que chatice! Quem me dera não ter de fazer este relatório idiota! Só mais um joguinho

Leia mais

Como funciona o Kisom?

Como funciona o Kisom? O que é o Kisom? O Kisom é uma aplicação de música para smartphones que te permite encontrar e ouvires as tuas músicas favoritas de artistas nacionais e internacionais. Guarda e organiza facilmente a tua

Leia mais

FAQ As perguntas mais freqüentes sobre o Incoming (Serviço voluntário na Alemanha)

FAQ As perguntas mais freqüentes sobre o Incoming (Serviço voluntário na Alemanha) 7139 Karlsruhe Tel.: +49 (0)721/ 35480-120, -128 FAQ As perguntas mais freqüentes sobre o Incoming (Serviço voluntário na Alemanha) Perguntas gerais Na verdade eu que eu quero é estudar na Alemanha. O

Leia mais

Integração com a Mídia Social

Integração com a Mídia Social Guia rápido sobre... Integração com a Mídia Social Neste guia... Vamos mostrar como integrar seu marketing com as mídias sociais para você tirar o maior proveito de todo esse burburinho online! Nós ajudamos

Leia mais

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Tem entre 30 e 45 anos? A sua experiência profissional é superior a 5 anos? Encontra-se numa situação de desemprego há pelo menos 6 meses? Está

Leia mais

Orientações de Como Estudar Segmento II

Orientações de Como Estudar Segmento II Orientações de Como Estudar Segmento II Aprender é uma tarefa árdua que exige esforço e método e por isso organizamos algumas dicas para ajudá-lo(la) a aprender Como Estudar! Você verá que as orientações

Leia mais

Relatório Final da Acção de Formação

Relatório Final da Acção de Formação Acção de Formação: Sustentabilidade na Terra e Energia na Didáctica das Ciências Contexto: utilização da Web 2.0 aplicada à didáctica do ensino das Ciências Relatório Final da Acção de Formação Centro

Leia mais

Competências em Literacia da Informação. Saber comunicar a informação Apresentações orais

Competências em Literacia da Informação. Saber comunicar a informação Apresentações orais Competências em Literacia da Informação Saber comunicar a informação Apresentações orais Ana Isabel Roxo 2009 Apresentações orais Em algum momento da tua vida terás de fazer uma apresentação oral que poderá

Leia mais

PLANO DA LIÇÃO Segurança Virtual: Princípios Básicos de Segurança no Correio Electrónico Idade Recomendada: 6-7 anos

PLANO DA LIÇÃO Segurança Virtual: Princípios Básicos de Segurança no Correio Electrónico Idade Recomendada: 6-7 anos PLANO DA LIÇÃO Segurança Virtual: Princípios Básicos de Segurança no Correio Electrónico Idade Recomendada: 6-7 anos Guia da Lição Esta lição introduz o conceito de que manter crianças pequenas seguras

Leia mais

Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis

Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis ta da Autora Olá, Todos nós temos momentos altos, no alto da roda, no cume da montanha. Mas também temos momentos difíceis passados em verdadeiros vales e dias de deserto. Todos os nossos planos se desvanecem

Leia mais

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas

Marketing Digital de resultado para PMEs. Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas Monitoramento na Internet A arma competitiva das pequenas e médias empresas 1 Sumário I II V Porque monitorar? O que monitorar? Onde monitorar? Como engajar? 2 Por que Monitorar? 3 I II V Nas mídias sociais

Leia mais

Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender.

Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender. 2009-2010 Quem ensina aprende ao ensinar e quem aprende ensina ao aprender. Paulo Freire 1 ÍNDICE Introdução... 3 Objectivos... 3 Actividades... 3 Localização... 4 Horário provável de funcionamento...

Leia mais

Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema

Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema Anexos 71 Anexo I Exmo. Sr. Encarregado de Educação Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema Este

Leia mais

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE

COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE COMO CONTRATAR OS MELHORES REPRESENTANTES DE ATENDIMENTO AO CLIENTE Por que se importar 3 O melhor representante de atendimento 4 SUMÁRIO Escrevendo um anúncio de vaga de emprego Carta de apresentação

Leia mais

Orientador. Guia de Funções e Responsabilidades V1

Orientador. Guia de Funções e Responsabilidades V1 Orientador Guia de Funções e Responsabilidades V1 1. Formato Descola CDC - Enquadramento - Horário - Preçário - Especificidades 2. Orientação ao Estudo - CRED - Competências - Pulseiras - Áreas Específicas

Leia mais

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL?

POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? POR QUE OFERECER UM ATENDIMENTO MULTICANAL? Por que oferecer um atendimento multicanal? Este livro reúne em uma única fonte dicas para inovar na experiência com clientes, de um jeito simples e prático;

Leia mais

Livro Guia Ilustrado

Livro Guia Ilustrado Livro Guia Ilustrado 1 coordenação do projeto: Janja Kranjc (Center društvo za avtizem) elaboração do texto: Janja Kranjc, John Lawson, Marianne Kuzemtšenko, Liuba Iacoblev desígnio: Urška Alič za Zlata

Leia mais

Dez Dicas e Truques para o Seu Blogue de Sucesso - http://conselhosfinanceiros.com

Dez Dicas e Truques para o Seu Blogue de Sucesso - http://conselhosfinanceiros.com Trazido Até Si Por Rui Oliveira - Autor do Blogue www.conselhosfinanceiros.com Dez Dicas e Truques para o Seu Blog de Sucesso Termos e Condições Aviso Legal O escritor esforçou-se para ser o tão exacto

Leia mais

Sistema De Entrega Guia Do Usuário

Sistema De Entrega Guia Do Usuário Sistema De Entrega Guia Do Usuário LEONARDO DA VINCI - Transferência de inovação MEDILINGUA - Advancing vocational competences in foreign languages for paramedics MEDILINGUA - Promovendo competências profissionais

Leia mais

Dia + Contigo 2015. Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO!

Dia + Contigo 2015. Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO! Dia + Contigo 2015 Porque a TUA SAÚDE MENTAL importa! Estamos CONTIGO! A Saúde Mental é um estado de bem-estar emocional e psicológico, mediante o qual o indivíduo é capaz de fazer uso das suas capacidades

Leia mais

(RoadMap) Guia de Utilização dos Recursos de Competitividade

(RoadMap) Guia de Utilização dos Recursos de Competitividade (RoadMap) Guia de Utilização dos Recursos de Competitividade Notas de enquadramento O presente Roadmap surge no âmbito do projeto de Recursos de Competitividade, tendo como objectivo a facilitação da utilização

Leia mais