Guião da Atividade Declaração de Compromisso com o Futuro

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guião da Atividade Declaração de Compromisso com o Futuro"

Transcrição

1 Guião da Atividade Declaração de Compromisso com o Futuro

2 1. INTRODUÇÃO No âmbito do projeto Twist A tua energia faz a diferença e com o objetivo de promover a tomada de compromisso individual e coletivo em torno das temáticas Eficiência Energética, Alterações Climáticas e Desenvolvimento Sustentável, todas as equipas de Twisters a concurso têm como missão elaborar uma Declaração de Compromisso com o Futuro. Esta declaração, elaborada pelas equipas de Twisters, consiste num conjunto de princípios em torno dos temas que são abordados no TWIST, aplicados a três dimensões de trabalho A minha Casa, A minha Escola e O meu Mundo. Estes princípios são definidos pelas equipas de Twisters para todo o ano letivo, na medida em que os mesmos irão ser utilizados em atividades posteriores, nomeadamente na atividade trimestral: Marca a Diferença. Após aprovação por parte da equipa de gestão do Twist a tua energia faz a diferença, a equipa deve fazer chegar este conjunto de princípios a todos os elementos da comunidade escolar, familiares, amigos ou concidadãos, incentivando-os a assumi-los individualmente, pedindo que assinem a Declaração como sinal de determinação do seu cumprimento. A Declaração de Compromisso com o Futuro deverá ainda ser partilhada por cada uma das equipas nas redes sociais através de posts, com o objetivo de apelar ao envolvimento para com os princípios definidos, do maior número de pessoas - alunos, professores, família, amigos, entre outros. Este envolvimento deverá também ser transmitido através da subscrição online da Declaração no website do projecto -

3 2. COMO ELABORAR A DECLARAÇÃO DE COMPROMISSO COM O FUTURO A Declaração de Compromisso com o Futuro é constituída por uma parte introdutória onde cada equipa define a sua Política de Compromisso para todo o ano letivo 2014/2015, com base no estabelecimento de responsabilidades individuais, coletivas e sociais, em torno das diferentes temáticas - Eficiência Energética, Alterações Climáticas, Energias Renováveis e Boas Práticas. Deste modo, de acordo com as várias dimensões de trabalho A minha Casa, A minha Escola e O meu Mundo, cada equipa define os seus objetivos ou medidas a implementar (no mínimo 3 e no máximo 10 por dimensão de trabalho) em torno dos temas, com especial destaque para o tema Eficiência Energética e de acordo com cada dimensão ( Casa, Escola e Mundo ). Por exemplo: Dimensão A minha Casa 1) Criar uma lista de comportamentos eficientes em casa e distribuir a todos os colegas para afixar na cozinha. Esta lista terá a possibilidade de anotação de que acções estão ou não a ser praticadas pelos membros da família. 2) 3)..) 10) (no máximo) Em baixo, no ponto 2.1, apresenta-se um resumo dos objetivos pretendidos com esta atividade, bem como um fluxograma de verificação para cada ideia de Compromisso com o Futuro. De modo a estabelecer o compromisso, existe na Declaração de Compromisso com o Futuro um campo de preenchimento e assinatura para o capitão da equipa e restantes membros, com os elementos: Nome, Idade, Ano e Turma. Da mesma forma, existe um campo de preenchimento e assinatura para cada elemento da comunidade escolar - colegas, professores, auxiliares de ação educativa, familiares, fornecedores de produtos ou serviços, entre outros -, que queira subscrever o compromisso definido pela equipa de Twisters. O preenchimento da Declaração de Compromisso com o Futuro será efetuado através de um modelo online que se encontra na área de cada equipa e submetido diretamente para posterior aprovação da equipa de gestão do TWIST.

4 2.1 Tópicos de apoio à elaboração de bons compromissos com o futuro O que se pretende: - Ações com foco na Eficiência Energética, optimização e poupança no consumo de energia elétrica; - As medidas relacionadas com aspetos ambientais, económicos ou sociais não diretamente relacionadas com energia eléctrica, devem ser fundamentadas no modo em como a ação da Equipa de Twisters poderá induzir uma melhor utilização desta; - Iniciativas com qualidade, baseadas em ações bem estruturadas e com objetivos bem definidos; - Planos de implementação objetivos, que possam ser executados pelos Twisters e que estes consigam motivar a restante comunidade a participar com eles. O que NÃO se pretende: - Cópia ou transcrição de medidas difundidas nos Guias de Eficiência Energética ou documentos/websites similares; - Comportamentos que devem ser tomados por alguém ou por todos e para os quais a Equipa de Twisters não tenha como influenciar e/ou perceber se realmente ocorreram melhorias; - Lista extensa de medidas genéricas e/ou sem planos de execução bem fundamentados.

5 Fluxograma de apoio à elaboração de bons compromissos com o futuro «Ideia» de Compromisso com o Futuro! É uma ação objetiva, centrada no que eu posso cumprir e/ou tenho capacidade direta de fazer com que outros a cumpram. É uma ideia algo vaga! Não tenho a certeza se vou conseguir pô-la em prática, nem se consigo que outros também a cumpram. Vou conseguir medir os resultados com alguma precisão. Os resultados não são imediatos nem fáceis de medir... Tu consegues ser mais objetivo! Embora não seja matematicamente exato, tenho um plano de verificação. Não vou conseguir ter noção dos resultados! Garante a promoção de comportamentos energeticamente eficientes? Dá um twist à tua ideia! Torna-a mais concreta ou imagina outra. Sim, sem dúvida! Nem por isso! A Energia está na base de quase todas as nossas ações! De certeza que, no teu dia-a-dia ou no da tua comunidade, há ações relacionadas com o aumento da eficiência no consumo de energia que são importantes melhorar! Impulsiona a utilização de Energias Renováveis? SIM a uma das perguntas. BOM Diminui impactes negativos para as Alterações Climáticas? Promove a interacção entre diferentes membros da tua Comunidade e a integração dos 3 pilares base do Desenvolvimento Sustentável? SIM a duas das perguntas. SIM a três das perguntas. EXCELENTE BINGO

6 3. ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE COMPROMISSO COM O FUTURO Após preenchimento online na área de cada equipa, esta deverá ser submetida para aprovação pela equipa de gestão do TWIST a tua energia faz a diferença. Logo que aprovada, será enviado um para todos os constituintes da equipa e feito um post no grupo de facebook da mesma. A partir desse momento a equipa deve partilhar o post, angariando o máximo de subscrições online no website do projeto e proceder à recolha de assinaturas em papel através da lista modelo também disponível na área da equipa no website. A subscrição online será realizada através de duas opções: - subscrição normal sem qualquer outro requisito. Por cada signatário que a equipa conseguir serão atribuídos pontos (ver Regulamento); - subscrição e criação de um compromisso individual (signatário que não só subscreva a Declaração da equipa, como crie o seu próprio Compromisso Individual). Após aprovação de cada Compromisso Individual pela equipa de gestão TWIST, este ficará registado na respetiva área de equipa e esta receberá uma pontuação adicional superior à da opção de subscrição normal (ver Regulamento). No fim do período desta atividade todas as equipas deverão enviar a listagem de signatários em papel recolhida pela equipa de Twisters, compilando-a e digitalizando-a num único documento em formato.pdf. Este documento deverá ser enviado por para No total, o documento completo não poderá exceder o tamanho de 20 Mb. As folhas de recolha de assinaturas terão de ser reproduções exatas (impressões ou cópias para o efeito) do modelo disponível no website e o seu preenchimento deve respeitar os campos próprios, não podendo ser acrescentadas assinaturas fora dos espaços definidos para tal.

7 4. AVALIAÇÃO A avaliação da Declaração de Compromisso com o Futuro será feita através de vários parâmetros definidos em Regulamento, entre os quais está o feedback obtido nas redes sociais, nomeadamente pelo número de signatários online, número de Compromissos Individuais criados pelos apoiantes da equipa, partilhas e gostos ao post Compromisso com o futuro colocado pelas equipas de Twisters. A pontuação desta atividade é definida da seguinte forma: Quadro 1 Pontuação da Declaração do Compromisso com o Futuro Declaração de Compromisso com o Futuro PARÂMETROS Qualidade global da Declaração de Compromisso com o Futuro - qualidade do texto, pertinência, clareza e objetividade dos princípios definidos. Número de assinaturas, em papel, da Declaração de Compromisso com o Futuro. Número de subscritores online (Com compromisso) Número de subscritores online (Sem compromisso) Número de gostos ao post Compromisso com o Futuro Número de partilhas ao post Compromisso com o futuro PONTOS 0 a pontos 20 pontos por cada assinatura 50 pontos por cada assinatura online com compromisso 20 pontos por cada assinatura online sem compromisso 5 pontos por cada gosto 10 pontos por cada partilha Elabora, Envolve e Partilha. A Tua Energia faz a Diferença!

8 5. DISSEMINAÇÃO NAS REDES SOCIAIS Logo após a equipa de Twisters submeter a Declaração de Compromisso com o Futuro no website e de a equipa de gestão TWIST efetuar a primeira verificação dos critérios essenciais, esta última fará uma publicação no grupo de facebook da equipa com a indicação do link para divulgação da respetiva Declaração. Será esta a publicação que a equipa de Twisters deverá gostar e partilhar pelos seus contatos de facebook, incentivando-os também a gostar, partilhar e seguir o link para a sua subscrição online (obtendo assim a pontuação descrita no ponto anterior). Este link poderá também ser utilizado através de outros meios de comunicação ( , twitter, cartazes, post it pelas salas de aula, entre outros) com o mesmo objetivo de incentivar o maior número de pessoas possível a subscrever o Compromisso. NOTA Este guião não substitui o regulamento do projeto Twist a tua energia faz a diferença, nem a consulta do mesmo para conhecer as regras pelas quais esta iniciativa se rege. É, assim, essencial o cumprimento das diretrizes expostas neste guião bem como a leitura do regulamento disponível em

Guião da Atividade Tendências Globais

Guião da Atividade Tendências Globais Guião da Atividade Tendências Globais 1. INTRODUÇÃO No âmbito do projeto Twist A tua energia faz a diferença e com o objetivo de promover a tomada de compromisso individual e coletivo em torno das temáticas

Leia mais

REGULAMENTO TWIST 2014 2015. 4.ª Edição

REGULAMENTO TWIST 2014 2015. 4.ª Edição REGULAMENTO TWIST 2014 2015 4.ª Edição 1 Artigo 1º Objectivo do Concurso 1. O TWIST, A tua energia faz a diferença (Concurso) é uma iniciativa da EDP Serviço Universal (EDP) no âmbito do PPEC Plano para

Leia mais

Questionário Linha de Base: Educadores Estado: Cidade: Nome Pesquisador: Sala N : Professor N : [Estes dados devem ser preenchidos pelo pesquisador] Boas vindas Caro(a) Educador(a): O objetivo deste questionário

Leia mais

BANCO DE MANUAIS ESCOLARES USADOS DE SÃO PEDRO DO SUL

BANCO DE MANUAIS ESCOLARES USADOS DE SÃO PEDRO DO SUL BANCO DE MANUAIS ESCOLARES USADOS DE SÃO PEDRO DO SUL A União de Freguesias de São Pedro do Sul, Várzea e Baiões, em parceria com a Câmara Municipal de São Pedro do Sul e a Associação de Pais e Encarregados

Leia mais

LIÇÃO Interacção na Internet - Web 2.0

LIÇÃO Interacção na Internet - Web 2.0 LIÇÃO Interacção na Internet - Web 2.0 Idade-alvo recomendada: 11 anos Guia da lição Os alunos irão desenvolver uma compreensão básica das considerações de segurança envolvidas na comunicação online. Objectivos

Leia mais

REGULAMENTO DO BANCO DE LIVROS ESCOLARES DE MIRANDELA

REGULAMENTO DO BANCO DE LIVROS ESCOLARES DE MIRANDELA REGULAMENTO DO BANCO DE LIVROS ESCOLARES DE MIRANDELA Nota Justificativa: O Banco de Livros Escolares de Mirandela tem como propósito o fomento da partilha de livros escolares, maximizando a recuperação

Leia mais

CONCURSOS FOTOGRAFIA E FRASES TEMÁTICAS RESILIÊNCIA URBANA E PROSPERIDADE RENOVÁVEL

CONCURSOS FOTOGRAFIA E FRASES TEMÁTICAS RESILIÊNCIA URBANA E PROSPERIDADE RENOVÁVEL CONCURSOS FOTOGRAFIA E FRASES TEMÁTICAS RESILIÊNCIA URBANA E PROSPERIDADE RENOVÁVEL REGULAMENTO Autor da Fotografia: Miguel Cravo Tirone Nunes REGULAMENTO DOS CONCURSOS DE FOTOGRAFIAS E FRASES TEMÁTICAS

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Comunicar em segurança protecção de menores na utitilização das TIC

Comunicar em segurança protecção de menores na utitilização das TIC Comunicar em segurança protecção de menores na utitilização das TIC Sustentabilidade social This document is intellectual property of PT and its use or dissemination is forbidden without explicit written

Leia mais

Normas do Banco de Manuais Escolares do Município de Ponte de Lima

Normas do Banco de Manuais Escolares do Município de Ponte de Lima Normas do Banco de Manuais Escolares do Município de Ponte de Lima O projeto Banco de Manuais Escolares do Município de Ponte de Lima tem como propósito fomentar a partilha de manuais escolares, mediante

Leia mais

Matrícula: as dúvidas mais frequentes dos alunos da RETEC

Matrícula: as dúvidas mais frequentes dos alunos da RETEC Matrícula: as dúvidas mais frequentes dos alunos da RETEC 1. Qual o período da matrícula? O período de matrícula compreende o período de 23 de julho a 3 de agosto. A partir de 7 de agosto, poderá haver

Leia mais

D6. Documento de suporte à Implementação das Iniciativas Piloto REDE INTERMUNICIPAL DE PARCERIAS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E SOCIAL

D6. Documento de suporte à Implementação das Iniciativas Piloto REDE INTERMUNICIPAL DE PARCERIAS DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E SOCIAL ÍNDICE 1. OBJETIVOS E METODOLOGIA 1.1. Objetivos 1.2. Metodologia de Trabalho 2. IDENTIFICAÇÃO DAS INICIATIVAS PILOTO 3. INICIATIVAS PILOTO 4. IMPLEMENTAÇÃO DE INICIATIVAS PILOTO - MATERIAIS DE SUPORTE

Leia mais

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE)

Gabinete de Apoio ao Aluno e à Comunidade Educativa (GACE) Núcleos de Estudo Caderno de Apoio Núcleos de Estudo 1 Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui? [perguntou a Alice] Isso depende muito de para onde é que queres ir disse o Gato.

Leia mais

24-06-2015. Um programa educativo: Parceiros: A DINÂMICA

24-06-2015. Um programa educativo: Parceiros: A DINÂMICA Um programa educativo: Parceiros: A DINÂMICA 1 COMO PARTICIPAR? APRESENTAÇÃO E INSCRIÇÕES Cada grupo cria a sua página no Facebook Apresentação do Programa Young VolunTeam às escolas no início do ano letivo

Leia mais

Missão UP Unidos pelo Planeta

Missão UP Unidos pelo Planeta Missão UP Unidos pelo Planeta 1 Missão UP Unidos pelo Planeta A Galp Energia pretende contribuir para uma mudança dos comportamentos relacionados com a eficiência no consumo de energia, através de um projeto

Leia mais

Concurso Escolar 2014/2015

Concurso Escolar 2014/2015 Concurso Escolar 2014/2015 Regulamento Concurso Escolar Preâmbulo Einstein, um dos mais célebres cientistas mundiais, costumava dizer que a criatividade é a inteligência a divertir-se. Consciente da importância

Leia mais

II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade. Tema: Uso Sustentável da Água. Regulamento do Concurso de Ideias

II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade. Tema: Uso Sustentável da Água. Regulamento do Concurso de Ideias II Edição do Concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade Tema: Uso Sustentável da Água Regulamento do Concurso de Ideias (Aberto a todos os cidadãos) 1. O que é? O concurso Uma Boa Ideia para a Sustentabilidade

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONDUTORES DA TOCHA OLÍMPICA RIO 2016

PERGUNTAS E RESPOSTAS CONDUTORES DA TOCHA OLÍMPICA RIO 2016 PERGUNTAS E RESPOSTAS CONDUTORES DA TOCHA OLÍMPICA RIO 2016 1. Quando se dará o início da indicação de condutores? O início se dará às 10h00 do dia 10 de setembro de 2015. 2. Posso me indicar para ser

Leia mais

Perguntas e Respostas. Aviso 07 - Promoção da Mobilidade Urbana Sustentável 2014

Perguntas e Respostas. Aviso 07 - Promoção da Mobilidade Urbana Sustentável 2014 Perguntas e Respostas Aviso 7 - Promoção da Mobilidade Urbana Sustentável 14 ÂMBITO GERAL 1. O que é o FEE Fundo de Eficiência Energética? O Fundo de Eficiência Energética (FEE) é um instrumento financeiro

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14 Agrupamento de Escolas da Moita Plano de Melhoria P r o v i s ó r i o P p P r o Ano letivo 2013-14 Moita, 22 de abril de 2015 A COMISSÃO DE AUTOAVALIAÇÃO o Célia Romão o Hélder Fernandes o Ana Bela Rodrigues

Leia mais

Centro de Formação de Escolas Porto Ocidental. Sistema de Avaliação de Formandos. Pessoal Docente

Centro de Formação de Escolas Porto Ocidental. Sistema de Avaliação de Formandos. Pessoal Docente Centro de Formação de Escolas Porto Ocidental Sistema de Avaliação de Formandos Pessoal Docente Página 1 de 12 Introdução Este sistema de avaliação dos formandos docentes insere-se no âmbito da formação

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA UNIVERSIDADE DO PORTO PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA LITERACIA FINANCEIRA DA U.PORTO Outubro de 2012 Enquadramento do programa na Estratégia Nacional de Formação Financeira Plano Nacional de Formação Financeira

Leia mais

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.

AGENDA 21 escolar. Pensar Global, agir Local. Centro de Educação Ambiental. Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89 N 9º15'50. AGENDA 21 escolar Pensar Global, agir Local Centro de Educação Ambiental Parque Verde da Várzea 2560-581 Torres Vedras 39º05'08.89" N 9º15'50.84" O 918 773 342 cea@cm-tvedras.pt Enquadramento A Agenda

Leia mais

Regulamento do Green Project Awards

Regulamento do Green Project Awards Regulamento do Green Project Awards A GCI em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza, institui um Prémio de reconhecimento de boas práticas

Leia mais

Prevenção na Escola. 1. Eu não ajo com violência física ou psicológica (Bullying/Cyberbullying).

Prevenção na Escola. 1. Eu não ajo com violência física ou psicológica (Bullying/Cyberbullying). Prevenção na Escola Na verdade, através da prevenção realizada continuadamente na EAL, cada aluno/a, cada professor/a e cada mãe ou pai (1ª reunião de pais/website/anuário) sabe do que se trata, quando

Leia mais

EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO

EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO Norma I Objetivos 1. No quadro da sua política de Responsabilidade Social, e no cumprimento da sua missão mutualista, o Montepio, através da Fundação Montepio, tem vindo a privilegiar

Leia mais

CÂMARA MU NI CIPAL DE A ZAMBU JA. Centro de Educação Ambiental de Azambuja

CÂMARA MU NI CIPAL DE A ZAMBU JA. Centro de Educação Ambiental de Azambuja CÂMARA MU NI CIPAL DE A ZAMBU JA Centro de Educação Ambiental de Azambuja Página 2 Página 11 Índice Educação Ambiental.. 3 Centro de Educação Ambiental de Azambuja.... 4 Objetivos. 5 Atribuição visitas.

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO CIENTISTAS E ARTISTAS II

REGULAMENTO DO CONCURSO CIENTISTAS E ARTISTAS II REGULAMENTO DO CONCURSO CIENTISTAS E ARTISTAS II 1. CONCURSO O Concurso Cientistas e Artistas II ( Concurso ) é uma iniciativa da TEXAS INSTRUMENTS PORTUGAL ( TI ) e tem como objectivo incentivar os alunos

Leia mais

Banco de Livros Escolares de Azambuja

Banco de Livros Escolares de Azambuja Banco de Livros Escolares de Azambuja Associações de Pais e Encarregados de Educação Município de Azambuja 1 PREÂMBULO O Banco de Livros Escolares de Azambuja, tem como propósito o fomento da partilha

Leia mais

Webnário Ao Vivo. Top Produtor do Hotmart Revela Todos os Segredos Para Atingir o Sucesso Online.

Webnário Ao Vivo. Top Produtor do Hotmart Revela Todos os Segredos Para Atingir o Sucesso Online. Webnário Ao Vivo Top Produtor do Hotmart Revela Todos os Segredos Para Atingir o Sucesso Online. Por que muitos produtores publicam seus produtos no Hotmart mas não conseguem deixa-los entre os mais

Leia mais

Eixo Prioritário V Assistência Técnica

Eixo Prioritário V Assistência Técnica Eixo Prioritário V Assistência Técnica Convite Público à Apresentação de Candidatura no Domínio da Assistência Técnica no Âmbito da Delegação de Competências com os Organismos Intermédios na gestão dos

Leia mais

O que é o Voluntariado? O que é ser Voluntário? Quais são os meus direitos como voluntário? Quais são os meus deveres enquanto voluntário?

O que é o Voluntariado? O que é ser Voluntário? Quais são os meus direitos como voluntário? Quais são os meus deveres enquanto voluntário? Perguntas frequentes sobre o voluntariado e sobre todos os pontos importantes sobre o Festival, de forma a ficares esclarecido com todas as tuas dúvidas. O que é o Voluntariado? Voluntariado é um conjunto

Leia mais

Como ganhar dinheiro online no Youtube: Um guia sem frescuras. Duas formas básicas de ganhar dinheiro com Youtube

Como ganhar dinheiro online no Youtube: Um guia sem frescuras. Duas formas básicas de ganhar dinheiro com Youtube Como ganhar dinheiro online no Youtube: Um guia sem frescuras Se você está procurando por maneiras de ganhar dinheiro online, o Youtube por ser uma verdadeira mina de ouro. Apesar de muitos acharem que

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Canelas (152481) Gestão de Banco de Livros e Manuais Escolares. Recuperação, Reutilização, Doação

Agrupamento de Escolas de Canelas (152481) Gestão de Banco de Livros e Manuais Escolares. Recuperação, Reutilização, Doação Agrupamento de Escolas de Canelas (152481) Gestão de Banco de Livros e Manuais Escolares Recuperação, Reutilização, Doação Introdução Os contextos de dificuldade económica e escassez de recursos tendem

Leia mais

PROGRAMA ESCOLA + Voluntária

PROGRAMA ESCOLA + Voluntária PROGRAMA ESCOLA + Voluntária 1. Apresentação O voluntariado é considerado como uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária para com o próximo, participando de

Leia mais

PROGRAMA DE SENSIBILIZAÇÃO DE CASCAIS

PROGRAMA DE SENSIBILIZAÇÃO DE CASCAIS PROGRAMA DE SENSIBILIZAÇÃO DE CASCAIS Ano letivo 2012/2013 TEMA VAMOS ADOTAR UMA RIBEIRA. ÂMBITO Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 e a Década da Biodiversidade

Leia mais

1.3 Duração: O Passatempo decorrerá entre o dia 8 e as 23h59 do dia 21 de Setembro de 2014.

1.3 Duração: O Passatempo decorrerá entre o dia 8 e as 23h59 do dia 21 de Setembro de 2014. REGULAMENTO PASSATEMPO: A vida são 2 dias Acção promocional Garnier Narta Deocare 1. DEFINIÇÕES 1.1 Passatempo: Este passatempo visa premiar a melhor resposta à pergunta Porque é que mereces ganhar 48h

Leia mais

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas

GUIA DO VOLUNTÁRIO. Sociedade Central de Cervejas GUIA DO VOLUNTÁRIO Sociedade Central de Cervejas ÍNDICE 1. A RESPONSABILIDADE SOCIAL NA SCC: O NOSSO COMPROMISSO... 3 2. O NOSSO COMPROMISSO COM O VOLUNTARIADO... 4 2.1 A ESTRUTURAÇÃO DO VOLUNTARIADO EMPRESARIAL...

Leia mais

SENTE FAZ PARTILHA IMAGINA. Kit do Professor

SENTE FAZ PARTILHA IMAGINA. Kit do Professor Kit do Professor A Associação High Play pretende proporcionar a crianças e jovens um Projecto Educativo preenchido de experiências positivas que permitam o desenvolvimento de competências transversais

Leia mais

Agrupamento de Escolas Alves Redol. Gabinete Do Aluno. Regulamento

Agrupamento de Escolas Alves Redol. Gabinete Do Aluno. Regulamento Gabinete Do Aluno Regulamento 2012-2013 Preâmbulo A disciplina, entendida como a interiorização de um conjunto de regras básicas do saber - estar e ser -, merece particular atenção por parte de todos os

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA Guia Prático Sistema EAD PRO-CREA Educação a Distância (EAD) Conheça a seguir algumas dicas de Netiqueta para uma convivência sociável e boas maneiras na web. Sugerimos fazer um teste para saber como você

Leia mais

AVALIAR PARA MELHORAR AS APRENDIZAGENS E OS RESULTADOS. Isabel Fialho e Helena Parreira

AVALIAR PARA MELHORAR AS APRENDIZAGENS E OS RESULTADOS. Isabel Fialho e Helena Parreira AVALIAR PARA MELHORAR AS APRENDIZAGENS E OS RESULTADOS Isabel Fialho e Helena Parreira Relatório da OCDE Avaliação de Sistemas Educativos (Portugal) Santiago (2012) A avaliação formativa é mais visível

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA 2012-2015 PLANO DE MELHORIA (2012-2015) 1. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROCESSO Decorreu em finais de 2011 o novo processo de Avaliação Externa

Leia mais

RELATÓRIO DA ATIVIDADE POR UMA MOBILIDADE MAIS SUSTENTÁVEL

RELATÓRIO DA ATIVIDADE POR UMA MOBILIDADE MAIS SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DA ATIVIDADE POR UMA MOBILIDADE MAIS SUSTENTÁVEL 1. Dia da atividade 19 de Abril 2. Objetivos / Acções 2.1 Promoção de uma mobilidade mais sustentável, apelando aos alunos que, nesse dia, caso

Leia mais

Oficina do aluno empreendedor

Oficina do aluno empreendedor Agrupamento de Escolas das Taipas Oficina do aluno empreendedor 1. Estrutura organizacional Coordenador: José Alberto Castro Grupo de Recrutamento: EVT (240) Departamento: Expressões Composição do grupo

Leia mais

Programa de Responsabilidade Socioambiental

Programa de Responsabilidade Socioambiental Programa de Responsabilidade Socioambiental Conheça o Programa de Responsabilidade Socioambiental da BAESA e da ENERCAN e saiba como ajudar sua comunidade Você já deve ter ouvido falar da BAESA e da ENERCAN.

Leia mais

ÂMBITO Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 e a Década da Biodiversidade 2011-2020.

ÂMBITO Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 e a Década da Biodiversidade 2011-2020. CONCURSO 1 ESCOLAR REGULAMENTO 2011/2012 Como melhorar a qualidade ambiental da minha escola? TEMA Como Melhorar a Qualidade Ambiental da Minha Escola? ÂMBITO Década das Nações Unidas da Educação para

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL N.º 04 /2014

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL N.º 04 /2014 EDITAL N.º 04 /2014 PROCESSO SIMPLIFICADO DE SELEÇÃO DE TUTORES DO PROGRAMA NACIONAL DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM TECNOLOGIA EDUCACIONAL MEC/PROINFO INTEGRADO/SEED/UNDIME/VÁRZEA GRANDE-MT A Secretaria Municipal

Leia mais

Regulamento da Bolsa de Manuais Escolares do Agrupamento de Escolas de Celeirós

Regulamento da Bolsa de Manuais Escolares do Agrupamento de Escolas de Celeirós Regulamento da Bolsa de Manuais Escolares do Agrupamento de Escolas de Celeirós INTRODUÇÃO A Bolsa de Manuais Escolares do Agrupamento de Escolas de Celeirós tem por base o Despacho n.º 11 886-A/2012,

Leia mais

Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II

Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II Número 7/junho 2013 O PROGRAMA URBACT II PARTILHA DE EXPERIÊNCIAS E APRENDIZAGEM SOBRE O DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL O URBACT permite que as cidades europeias trabalhem em conjunto e desenvolvam

Leia mais

Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada.

Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada. Toque de Mestre 16 Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada. Profa. Júnia Andrade Viana profajunia@gmail.com face: profajunia Autora do livro Redação para Concursos

Leia mais

Centro de Formação de Associação de Escolas dos Concelhos de Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão e Vila Nova de Paiva

Centro de Formação de Associação de Escolas dos Concelhos de Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão e Vila Nova de Paiva Percurso Formativo Acreditado O Diretor de Turma na Escola Atual Jornadas da Coordenação dos Diretores de Turma do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas de Mangualde 30 de setembro, 1 e 8 de outubro

Leia mais

Página. Plano. de Gestão Sustentável do IFDR. Poupança. Boas Práticas. Energia. Reciclagem. Plano de Gestão Sustentável do IFDR

Página. Plano. de Gestão Sustentável do IFDR. Poupança. Boas Práticas. Energia. Reciclagem. Plano de Gestão Sustentável do IFDR Página Plano de Gestão Sustentável do IFDR 2010 Energia Poupança Boas Práticas Reciclagem Dezembro de 2010 Página 2 Energia Poupança Página Reciclagem Boas Práticas Índice 1. Enquadramento 5 2. Objectivos

Leia mais

Sumário executivo. Em conjunto, as empresas que implementaram

Sumário executivo. Em conjunto, as empresas que implementaram 10 Sumário executivo Conclusões coordenadas pela Deloitte, em articulação com os membros do Grupo de Trabalho da AÇÃO 7 Sumário executivo Em conjunto, as empresas que implementaram estes 17 projetos representam

Leia mais

PROJETO PÁGINA WEB GRUPO DISCIPLINAR DE EF

PROJETO PÁGINA WEB GRUPO DISCIPLINAR DE EF UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA MESTRADO EM ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NOS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DE GAMA BARROS ESTÁGIO PEDAGÓGICO 20122013

Leia mais

Antes de tudo... Obrigado!

Antes de tudo... Obrigado! Antes de tudo... Obrigado! Eu, Luiz Felipe S. Cristofari, agradeço por ter baixado esse PDF. Criei esse material para ajudar você a ter mais sucesso com suas ideias na internet e fico muito feliz quando

Leia mais

Mais valias dos Relatórios de Sustentabilidade Um contributo da PT

Mais valias dos Relatórios de Sustentabilidade Um contributo da PT Mais valias dos Relatórios de Sustentabilidade Um contributo da PT A Responsabilidade Social Corporativa no Contexto da Internacionalização Abril, 2014 AGENDA QUEM SOMOS SUSTENTABILIDADE A IMPORTÂNCIA

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line Sistema on-line O Instituto Ethos Organização sem fins lucrativos fundada em 1998 por um grupo de empresários, que tem a missão de mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS

REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS 2015 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian (Fundação), através do Programa Gulbenkian de Língua e Cultura

Leia mais

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)

BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) BIOBANCO IMM PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ) Gostaria de doar sangue para apoiar a investigação médica. Como poderei fazer? Para doar uma amostra pode nos contactar (217999437 ou 965152588) ou visitar nos no

Leia mais

Regulamento. Prémio Eu Reduzo

Regulamento. Prémio Eu Reduzo Regulamento Prémio Eu Reduzo Almada, Portugal 2015 PRÉMIO EU REDUZO Regulamento Artigo 1 (Projeto Missão Reduzir) a) Missão Reduzir é um projeto que visa sensibilizar, mobilizar e capacitar os munícipes

Leia mais

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR)

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Nota Introdutória Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Apoiar e promover os objetivos educativos definidos de acordo com as finalidades e currículo

Leia mais

janeiro.2015 Relatório Intercalar 2014/2015

janeiro.2015 Relatório Intercalar 2014/2015 Relatório Intercalar 2014/2015 Índice Introdução... 2 Aplicação do modelo estatístico VALOR ESPERADO... 3 Quadros relativos à aplicação do modelo estatístico de análise de resultados académicos... 5 Avaliação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO. Indicações para Operacionalização 2012-2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO. Indicações para Operacionalização 2012-2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE REDONDO PROJETO EDUCATIVO Indicações para Operacionalização 2012-2015 O Plano Anual de Atividades do Agrupamento é relevante para toda a Comunidade Educativa. Por ele se operacionalizam

Leia mais

Candidatura, atribuição e pagamento de alojamento. Conselho de Gestão do IPPortalegre 2. Artigo 1º

Candidatura, atribuição e pagamento de alojamento. Conselho de Gestão do IPPortalegre 2. Artigo 1º Candidatura, atribuição e pagamento de alojamento Conselho de Gestão do IPPortalegre 21 07 2014 2 Artigo 1º O presente regulamento define as condições de candidatura, atribuição e pagamento de alojamento,

Leia mais

QUADRO V DÚVIDAS. Rodada do ICMS 2012

QUADRO V DÚVIDAS. Rodada do ICMS 2012 QUADRO V DÚVIDAS 1. Pergunta - Estou escrevendo para esclarecer algumas dúvidas a respeito das comprovações que deverão ser encaminhadas relativas ao Projeto Educar para o próximo exercício do ICMS Patrimônio

Leia mais

Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente

Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente 1 Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente O Corinthia Hotel Lisbon está implementado num edifício com mais de 30 anos em que a

Leia mais

PEÇA TEATRAL TÍTULO: RETRATO DOS FILHOS DAS FAMILIAS QUE ACOMPANHAM E DAS QUE NÃO ACOMPANHAM A VIDA ESCOLAR

PEÇA TEATRAL TÍTULO: RETRATO DOS FILHOS DAS FAMILIAS QUE ACOMPANHAM E DAS QUE NÃO ACOMPANHAM A VIDA ESCOLAR 1 MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO COMITÊ LOCAL DE ICATU Travessa Professor Francisco Castro, Nº 32 - Centro Icatu-MA / Fone (98) 3362-1188 / 88732737 E-mail: lucinhavidal2009@hotmail.com.br PEÇA TEATRAL

Leia mais

Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003. Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via Internet

Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003. Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via Internet Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003 Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via de Índice 1 Introdução... 4 1.1 Objetivo...4 1.2 Funcionalidades...5 1.3 Autenticação...5

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL EDITAL DE ABERTURA DE VAGAS PARA PROFESSOR-MONITOR DO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL, N 2 DE 03 DE SETEMBRO DE 2012. A Coordenação do Projeto Cursinho

Leia mais

Regulamento. 5. O Concurso 50/50, promovido pelo ACM, IP, lançado pela primeira vez em 2015, assume um carácter experimental.

Regulamento. 5. O Concurso 50/50, promovido pelo ACM, IP, lançado pela primeira vez em 2015, assume um carácter experimental. Regulamento PARTE I ENQUADRAMENTO GERAL Artigo 1º Âmbito 1. O Alto Comissariado para as Migrações, I.P. (doravante ACM, I.P.) propõe a dinamização de um concurso de ideias, denominado Concurso 50/50, destinado

Leia mais

7. MANUAIS ESCOLARES

7. MANUAIS ESCOLARES Regimento da Ação Social Escolar 7. MANUAIS ESCOLARES O Agrupamento de Escolas DFMM decidiu criar o Passa a Outro, projeto de doação e empréstimo de manuais escolares e livros de apoio, constituindo-se,

Leia mais

Caixa Mais - Gestão de Atuação Comercial Política de Sustentabilidade

Caixa Mais - Gestão de Atuação Comercial Política de Sustentabilidade Caixa Mais - Gestão de Atuação Comercial Política de Introdução Política de O BI assume o papel importante que desempenha na promoção do desenvolvimento sustentável de Cabo Verde, uma vez que pode contribuir

Leia mais

Turismo e Água Proteger o nosso futuro comum Dia Mundial do Turismo 2013

Turismo e Água Proteger o nosso futuro comum Dia Mundial do Turismo 2013 Turismo e Água Proteger o nosso futuro comum Dia Mundial do Turismo 2013 Caraterização das práticas relacionadas com o consumo de água nas empresas de alojamento turístico de Montemor-o-Novo Anualmente,

Leia mais

REGULAMENTO DO BANCO DE EMPRÉSTIMO DE MANUAIS ESCOLARES

REGULAMENTO DO BANCO DE EMPRÉSTIMO DE MANUAIS ESCOLARES REGULAMENTO DO BANCO DE EMPRÉSTIMO DE MANUAIS ESCOLARES 1 PREÂMBULO Sendo a aposta na educação uma estratégia fundamental para o desenvolvimento do concelho de Vendas Novas, é lançado o Banco de Empréstimo

Leia mais

Política Ambiental janeiro 2010

Política Ambiental janeiro 2010 janeiro 2010 5 Objetivo Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas Eletrobras em consonância com os princípios da sustentabilidade. A Política Ambiental deve: estar em conformidade com

Leia mais

A Construção Sustentável e o Futuro

A Construção Sustentável e o Futuro A Construção Sustentável e o Futuro Victor Ferreira ENERGIA 2020, Lisboa 08/02/2010 Visão e Missão O Cluster Habitat? Matérias primas Transformação Materiais e produtos Construção Equipamentos Outros fornecedores

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e

Leia mais

SESSÃO DE CAPACITAÇÃO

SESSÃO DE CAPACITAÇÃO SESSÃO DE CAPACITAÇÃO Apoios Financeiros para a Área Social 27 de Maio de 2013 MISSÃO ÁREAS ESTATUTÁRIAS ARTE BENEFICÊNCIA EDUCAÇÃO CIÊNCIA Promoção do desenvolvimento individual e apoio à inclusão social

Leia mais

CAMPANHA PAPEL POR ALIMENTOS PROJECTO ESCOLAS 2013/ 2014

CAMPANHA PAPEL POR ALIMENTOS PROJECTO ESCOLAS 2013/ 2014 CAMPANHA PAPEL POR ALIMENTOS PROJECTO ESCOLAS 2013/ 2014 APRESENTAÇÃO Muitos particulares, empresas e instituições já aderiram à Campanha Papel por Alimentos numa importante parceria na luta contra a fome:

Leia mais

Promoção Digital VINHOS DO ALENTEJO

Promoção Digital VINHOS DO ALENTEJO Promoção Digital VINHOS DO ALENTEJO Maio 2014 VINHOS DO ALENTEJO Promoção Digital O conteúdo desta proposta é privilegiado e confidencial e destina-se exclusivamente ao respectivo destinatário. Todos os

Leia mais

II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO -

II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO - II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO - Iniciativa de: Com o apoio de: 1. Apresentação O voluntariado é considerado como uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária

Leia mais

Escola EB 2,3 de António Feijó

Escola EB 2,3 de António Feijó AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ANTÓNIO FEÍJO Escola EB 2,3 de António Feijó 8.º ANO PLANIFICAÇÃO SEMESTRAL Tecnologias de Informação e Comunicação Ano Letivo 2014/2015 INFORMAÇÃO Domínio Conteúdos Objetivos

Leia mais

Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema

Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema Anexos 71 Anexo I Exmo. Sr. Encarregado de Educação Vera L. Cardoso Neto encontra-se a realizar uma Dissertação de Mestrado intitulada ão e Formação: uma Trajetória de Reconciliação com o Sistema Este

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS

PERGUNTAS E RESPOSTAS Fundo de Eficiência Energética PERGUNTAS E RESPOSTAS Aviso 09 - Auditoria Elevadores Edifícios Serviços 2015 Perguntas e Respostas Aviso 09 - Auditoria Elevadores Edifícios Serviços 2015 v0 0 ÍNDICE ÂMBITO

Leia mais

Regulamento Ser Cientista

Regulamento Ser Cientista 1 Regulamento Ser Cientista 1- Objetivos 1.1 - "Ser Cientista" é um programa que tem por objetivo proporcionar aos alunos do ensino secundário uma aproximação à realidade da investigação científica pela

Leia mais

Programa Gulbenkian Inovar em Saúde

Programa Gulbenkian Inovar em Saúde REGULAMENTO DO CONCURSO Concurso para financiamento de projetos em Literacia em Saúde 2013 Artigo 1º Objeto O presente Regulamento estabelece as normas de acesso ao concurso para financiamento de projetos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL COMISSÃO PERMANENTE DO PROCESSO SELETIVO DÚVIDAS FREQUENTES

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL COMISSÃO PERMANENTE DO PROCESSO SELETIVO DÚVIDAS FREQUENTES DÚVIDAS FREQUENTES A UFFS abre mais de um Processo Seletivo no mesmo ano? Não. Há apenas um Processo Seletivo por ano. Nele, você pode optar por cursos que começam no primeiro ou no segundo semestre, mas

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO

REGULAMENTO DO CONCURSO REGULAMENTO DO CONCURSO Turistas... Onde vão? O que fazem? Quanto é que gastam? Monitorização da Mobilidade no Destino Turístico Artigo 1.º Objetivo 1. O concurso organizado pela Associação The Lisbon

Leia mais

Responsabilidade Social Literacia Financeira 11 Maio 2012

Responsabilidade Social Literacia Financeira 11 Maio 2012 Responsabilidade Social Literacia Financeira 11 Maio 2012 Projeto Crédito Responsável Projeto criado em 2009, conta já com 2 edições e visa O reforço da política de responsabilidade social e A promoção

Leia mais

SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO

SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO FAÇA ACONTECER AGORA MISSÃO ESPECIAL SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO RENATA WERNER COACHING PARA MULHERES Página 1 Q ue Maravilha Começar algo novo

Leia mais

FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO FAMEC REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO 1 REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO (Lei Nº 11.788 / 2008) Regulamenta as atividades do Estágio Curricular da FAMEC e estabelece normas

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID EDITAL PIBID 61/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID EDITAL PIBID 61/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID EDITAL PIBID 61/2013 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS/INICIAÇÃO À DOCÊNCIA A Universidade

Leia mais

PASSATEMPO DE FOTOGRAFIA. Algarve, Segredos Patrimoniais - ruelas, becos e travessas com história REGULAMENTO GERAL

PASSATEMPO DE FOTOGRAFIA. Algarve, Segredos Patrimoniais - ruelas, becos e travessas com história REGULAMENTO GERAL PASSATEMPO DE FOTOGRAFIA Algarve, Segredos Patrimoniais - ruelas, becos e travessas com história REGULAMENTO GERAL Artigo 1º - Objectivos O passatempo de fotografia Algarve, Segredos Patrimoniais ruelas,

Leia mais

Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo aos Estudantes dos Cursos do Primeiro Ciclo da Escola Superior de Saúde do Alcoitão

Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo aos Estudantes dos Cursos do Primeiro Ciclo da Escola Superior de Saúde do Alcoitão Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo aos Estudantes dos Cursos do Primeiro Ciclo da Escola Superior de Saúde do Alcoitão (Aprovado por Deliberação de Mesa nº466/14, de 22 de Abril, com as alterações

Leia mais

Oficina de Formação Educação Sexual e Violência (Data de início: 28/011/2015 - Data de fim: 15/04/2015)

Oficina de Formação Educação Sexual e Violência (Data de início: 28/011/2015 - Data de fim: 15/04/2015) Oficina de Formação Educação Sexual e Violência (Data de início: 28/011/2015 - Data de fim: 15/04/2015) I - Autoavaliação (formandos) A- Motivação para a Frequência da Ação 1- Identifique, de 1 (mais importante)

Leia mais