ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB"

Transcrição

1 ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB Rafaelle da Silva Soares 1 ; Leonardo Cury da Silva 2 ; Paulo Vitor Dutra de Souza 3 ; Gilmar Arduino Bettio Marodin 3 ; Sergio Francisco Schwarz³; Precila Zambotto Lopes 4 ; Leo Rufato 5 1 Eng. Agrônoma, Mestranda PPG Fitotecnia Faculdade de Agronomia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Departamento de Horticultura e Silvicultura e- CAPES; 2 Eng. Agrônomo, Mestre em Produção Vegetal, Doutorando PPG Fitotecnia Bolsista CNPQ; 3 Eng. Agrônomo, Doutor, Professor, Departamento de Horticultura e Silvicultura UFRGS, Porto Alegre-RS, 4 Eng. Agrônoma, Doutoranda PPG Fitotecnia UFRGS, 5. Eng. Agrônomo, Doutor, Professor, CAV/UDESC, INTRODUÇÃO A família Myrtaceae possui cerca de 140 gêneros, mais de 3000 espécies e seus dois principais centros de dispersão são América e Austrália Várias espécies dessa família, principalmente as nativas do Brasil têm frutos comestíveis, tais como goiaba, goiaba serrana, araçá, jabuticaba, cabeludinha, guabiroba e cambuci, entre outras. Um dos principais problemas encontrados para a expansão do cultivo da família Myrtaceae é a produção de mudas. A propagação por sementes apresenta como inconvenientes a grande variabilidade genética entre as plantas e a produção e frutificação tardia devido ao longo período de juvenilidade (FACHINELLO et al. 1995). A utilização da estaquia, de acordo com Fachinello et al. (1995), apresenta algumas vantagens, originando plantas com maior uniformidade do que plantas seedlings, baixo custo e fácil manejo e execução. O floroglucinol provavelmente aumenta o enraizamento influenciando no metabolismo da auxina, ou pela manutenção do potencial redox do tecido em seu estado reduzido. Aplicações de auxina exógena através de fitorreguladores proporcionam maior porcentagem, velocidade, qualidade e uniformidade de enraizamento (HARTMANN et al., 2002). O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do antioxidante ácido ascórbico como cofator de enraizamento, do floroglucinol como um segundo cofator e do ácido indolbutírico

2 como fitorregulador sobre o enraizamento de estacas semi-lenhosas de Cerejeira-do-Rio- Grande (Eugenia involucrata DC.). MATERIAL E MÉTODOS O ensaio foi conduzido no viveiro de produção de mudas, com nebulização intermitente na Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS. Foram utilizadas como fontes de propágulos plantas nativas de Cerejeira-do-Rio-Grande adjacentes ao local de condução do ensaio. O experimento foi implantado em 12 de Abril de 2008 sendo utilizadas estacas semi-lenhosas de 7 cm de comprimento, deixando-se quatro gemas axilares e duas folhas cortadas para reduzir a transpiração. Efetuaram-se duas lesões na base das estacas, com aproximadamente 0,5 cm, com o objetivo de expor o câmbio. Para a avaliação do efeito dos cofatores de enraizamento utilizou-se o ácido ascórbico e floroglucinol nas estacas de E. involucrata. Os tratamentos consistiram na utilização de ácido ascórbico nas concentrações de zero e 3000 mg L -1, associados com às concentrações de AIB de zero, 2000 mg L -1 e 4000 mg L -1 ou submetidas às concetrações de floglucinol de zero, 1500 mg L -1 e 3000 mg L -1. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, constituído por três repetições por tratamento e sete estacas por parcela. As variáveis analisadas após 70 dias da implantação foram: percentagem de estacas com a presença de calos, percentagem de estacas com folhas e percentagem de estacas com brotações. Os resultados obtidos foram submetidos ao teste de Tukey (5%) e à análise de regressão realizada sobre as concentrações de AIB e floroglucinol na presença e na ausência do cofator antioxidante. RESULTADOS E DISCUSSÃO Na ausência do cofator de enraizamento, o antioxidante ácido ascórbico, observa-se um acréscimo na porcentagem de calos com a adição de ácido indolbutírico (AIB), quando comparado ao floroglucinol e a testemunha, chegando a 66,67% com 2000 mg L -1 e 57,14 com 4000 mg L -1 (Figura 1). O floroglucinol mostrou-se ineficiente quando aplicado às estacas na ausência da vitamina C, comportando-se da mesma forma que a testemunha (Figura 1). Esta redução no número de calos pode ser atribuída à oxidação dos fenóis presentes na estaca e também do floroglucinol aplicado exogenamente as estacas no início

3 do enraízamento (Figura 1). Observa-se na Figura 01 uma redução no percentual de folhas nos tratamentos com AIB e floroglucinol, quando comparados à testemunha. Quando observado a porcentagem de brotações das estacas de Cerejeira, não tratadas com antioxidante, nota-se que houve um incremento enquanto tratadas com floroglucinol, alcançando 33,33% de estacas brotadas em ambas as concentrações do cofator em relação à testemunha na qual não foram observadas brotações (Figura 1). % a a ab b a c b bc a a c c 9.52 b 4.76 bc 0.00 c 0 ppm vit. C 0 ppm vit. C ppm AIB 0 ppm vit. C ppm AIB Calo % Folhas % Tratamentos Brot % 0 ppm vit. C ppm floroglucinol 0 ppm vit. C ppm floroglucinol FIGURA 1 Porcentagem média de calos, folhas e brotações de estacas de E. involucrata tratadas com diferentes concentrações de ácido indolbutírico (AIB) e floroglucinol, na ausência do antioxidante ácido ascórbico nos 70 dias de ensaio. Médias seguidas de mesma letra, não diferem significativamente entre as concentrações de AIB pelo teste de Tukey (P<0,05) (C.V. (%)= ). Na presença ac. ascórbico como cofator de enraizamento, observa-se um acréscimo na porcentagem de calos tanto com a adição de AIB quanto na adição de floroglucinol, quando comparado à testemunha, chegando a 66,67% e 76,19% com 2000 mg L -1 e 76,19 com 4000 mg L -1 de AIB respectivamente e 71,43% e 95,24% com 1500 mg L -1 e 3000 mg L -1 de floroglucinol respectivamente (Figura 2). O floroglucinol mostrou-se com a mesma eficiência em ambas as concentrações quando comparado à concentração de 4000 mg L -1 de AIB quando aplicado às estacas na presença da vitamina C.(Figura 2). Este aumento foi encontrado por Rufato et al. (1999) que registraram efeitos significativos com administração de floroglucinol e de auxina (AIB). Este aumento no número de calos pode ser atribuído à

4 ação do antioxidante evitando a oxidação dos fenóis presentes na estaca e também do floroglucinol aplicado exogenamente as estacas no início do enraizamento (Figura 2). Observa-se também na Figura 2 redução no percentual de folhas nos tratamentos com AIB e floroglucinol, quando comparados à testemunha. Quando observado a porcentagem de brotações das estacas de E. involucrata, tratadas com antioxidante, nota-se que houve um incremento enquanto tratadas com floroglucinol, alcançando 61,90% de estacas brotadas na concentração de 3000 mg L -1 em se comparando à ação do AIB chegando a 19,05% na concentração de 2000 mg L -1 e à testemunha na qual foi observado 4,76% de brotações na presença da vitamina C (Figura 2). % a a a a b ab b ab b a c b bc 9.52 c 4.76 cd 3000 ppm vit. C 3000 ppm vit. C ppm AIB 3000 ppm vit. C ppm AIB Calos % Folhas % Tratamentos Brotações % 3000 ppm vit. C ppm floroglucinol 3000 ppm vit. C ppm floroglucinol FIGURA 2 Porcentagem média de calos, folhas e brotações de estacas de E. involucrata tratadas com diferentes concentrações de ácido indolbutírico (AIB) e floroglucinol, na presença do antioxidante ácido ascórbico nos 70 dias de ensaio. Médias seguidas de mesma letra, não diferem significativamente entre as concentrações de AIB pelo teste de Tukey (P<0,05) (C.V. (%)= ). CONCLUSÕES A utilização do ácido ascórbico como cofator de enraizamento aumenta a eficiência do cofator de enraizamento floroglucinol e do fitorregulador ácido indolbutírico na formação de calos em estacas.

5 Na ausência do ac. ascórbico o AIB aumenta a porcentagem de calogênese em estacas de E. involucrata em se comparando ao floroglucinol e quando presente o ac. ascórbico o floroglucinol, aumenta a porcentagem de calogênese em estacas de E. involucrata quando comparado ao AIB. REFERÊNCIAS FACHINELLO, J. C.; HOFFMANN, A.; NACHTIGAL, J. C.; KERSTEN, E.; FORTES, G. R. L. Propagação de plantas frutíferas de clima temperado. Pelotas: UFPel, 1995, 178 p. HARTMANN, H. T.; KESTER, D. E.; DAVIES JUNIOR, F. T.; GENEVE, R. L. Plant propagation: principles and practices. 6. ed. New Jersey: Prentice Hall, 2002, 770 p. RUFATO, L.; ROSSI, A.; LOMBARDI, S. R; RIBEIRO, E.; KERTEN, E. Efeito de diferentes concentrações de floroglucinol no enraizamento de estacas lenhosas de duas cultivares de pessegueiro (Prunus pérsica L. Batsch) tratadas com AIB. Revista Brasileira de Fruticultura, Cruz das Almas, v. 21, n. 3, p , _123552

ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL

ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL Daiane Silva Lattuada 1 ; Paulo Vitor Dutra de Souza 2 ; Mateus Pereira Gonzatto 1 ; Sérgio Francisco Schwarz 2 1 Eng. Agrônomo, mestrando no

Leia mais

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Propagação Vegetativa de Piper hispidum Sw.

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1)

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1) PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1) Samar Velho da Silveira(2) Paulo Vítor Dutra de Souza(3) Otto Carlos KoIler(4) (1) Estudo financiado pela FINEP. (2) Eng. Agr., aluno do

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ESTACAS DE DRACENA EM DIFERENTES AMBIENTES COM E SEM HORMÔNIO AIB

AVALIAÇÃO DE ESTACAS DE DRACENA EM DIFERENTES AMBIENTES COM E SEM HORMÔNIO AIB AVALIAÇÃO DE ESTACAS DE DRACENA EM DIFERENTES AMBIENTES COM E SEM HORMÔNIO AIB Bruno F. VIEIRA 1 ; Felipe LONARDONI 2 ; Marcell T. M. da SILVA 3 ; José M. F. CAMILO 4 ; Ariana V. SILVA 5 ; Juliano F. RANGEL

Leia mais

Termos para indexação: Passiflora spp., propagação, produção de mudas, estaquia, hormônio.

Termos para indexação: Passiflora spp., propagação, produção de mudas, estaquia, hormônio. ENRAIZAMENTO DE ESPÉCIES SILVESTRES DE MARACUJÁ UTILIZANDO CINCO DOSES DE REGULADOR DE CRESCIMENTO AIB (ácido indolbutírico). Carolina de Faria Vaz 1 ; Marcelo Fideles Braga 1 ; Nilton Tadeu Vilela Junqueira

Leia mais

ESTUDOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE GOIABEIRA-SERRANA

ESTUDOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE GOIABEIRA-SERRANA ESTUDOS SOBRE A GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE GOIABEIRA-SERRANA Nair Dahmer¹, Divanilde Guerra²; Ingrid Bergman Inchausti De Barros³; Lucia Brandão Franke 4 ; Paulo Vitor Dutra de Souza 3 ; Sergio Francisco

Leia mais

PROPAGAÇÃO DE ESTACAS DE AMOREIRA UTILIZANDO DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO (AIB)

PROPAGAÇÃO DE ESTACAS DE AMOREIRA UTILIZANDO DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO (AIB) ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 PROPAGAÇÃO DE ESTACAS DE AMOREIRA UTILIZANDO DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO

Leia mais

ENXERTIA DE PLANTAS FRUTÍFERAS

ENXERTIA DE PLANTAS FRUTÍFERAS ENXERTIA DE PLANTAS FRUTÍFERAS Prof. Angelo P. Jacomino Fruticultura - LPV 0448 2017 1 - Introdução Multiplicação Sexuada X Assexuada SEXUADA: - Facilidade; - Baixo custo. ASSEXUADA: - Características

Leia mais

SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES DOSES DE AIB PLANTADAS EM TUBETE

SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES DOSES DE AIB PLANTADAS EM TUBETE 5ª Jornada Científica e Tecnológica e 2º Simpósio de Pós-Graduação do IFSULDEMINAS 06 a 09 de novembro de 2013, Inconfidentes/MG SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES

Leia mais

PROPAGAÇÃO DA JABUTICABEIRA (Plinia jaboticaba) PELO MÉTODO DE ALPORQUIA SUBMETIDO A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE AIB

PROPAGAÇÃO DA JABUTICABEIRA (Plinia jaboticaba) PELO MÉTODO DE ALPORQUIA SUBMETIDO A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE AIB PROPAGAÇÃO DA JABUTICABEIRA (Plinia jaboticaba) PELO MÉTODO DE ALPORQUIA SUBMETIDO A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE AIB João H. Trevizani 1, Rogério R. Rodrigues 2, Leonardo V. de Sá 3, Sara M. Andrade Pereira

Leia mais

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il.

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il. F814 Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB966928. Mariana Almeida Franca. Curitiba: 2016. 64 f. il. Orientador: João Carlos Bespalhok Filho Dissertação (Mestrado) Universidade

Leia mais

Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas. Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP

Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas. Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP Introdução o Pequenas frutas e Frutas nativas Alto potencial econômico

Leia mais

AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS

AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS Francisco Pinheiro de Araújo Carlos Antonio F.Santos Everaldo Rocha Porto Embrapa Semi-Árido

Leia mais

CEP: Acadêmico do Curso de Agronomia, Unochapecó, Av. Senador Atílio Fontana, 591 E, Caixa Postal: 1141,

CEP: Acadêmico do Curso de Agronomia, Unochapecó, Av. Senador Atílio Fontana, 591 E, Caixa Postal: 1141, INFLUÊNCIA DE DIFERENTES FITOHORMÔNIOS (AIA, AIB E AUXINA NATURAL) SOBRE O ENRAIZAMENTO DE MINIESTACAS DE EUCALIPTO (Eucalyptus benthamii Maiden & Cambage) Camilla Weber Langhinotti 2, Cristiano Reschke

Leia mais

Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas

Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas Magda Araújo Brito 1 ; Valéria Gomes Momenté²; Ildon Rodrigues do Nascimento 3 1 Aluna do Curso de Engenharia de

Leia mais

DIFERENTES SUBSTRATOS, AMBIENTE E PRESENÇA DA GEMA APICAL NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE FIGUEIRA

DIFERENTES SUBSTRATOS, AMBIENTE E PRESENÇA DA GEMA APICAL NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE FIGUEIRA DIFERENTES SUBSTRATOS, AMBIENTE E PRESENÇA DA GEMA APICAL NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE FIGUEIRA DIFFERENTS SUBSTRATES, ENVIRONMENT AND THE PRESENCE OF APICAL BUD FOR ROOTING OF CUTTINGS FROM FIG TREE

Leia mais

AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS INTRODUÇÃO

AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS INTRODUÇÃO 1 AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS SANDRA RIETH 1, WAGNER SOARES², MARINA BACK 3, GIL VICENTE LOUROSA 3, PAULO VITOR DUTRA

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Paulo Sérgio Gomes da Rocha 1 ; Antonio Sergio do Amaral 1 ; Amito José Teixeira 1, Mayara Luana Coser Zonin 2 ; Sergio Delmar dos Anjos 3. INTRODUÇÃO O estabelecimento

Leia mais

Enraizamiento de estacas de maní forrajero tratadas con AIB

Enraizamiento de estacas de maní forrajero tratadas con AIB Este artigo é apresentado nos idiomas Português, Inglês com resumen em Espanhol. Revista Brasileira de Tecnologia Aplicada nas Ciências Agrárias, Guarapuava-PR, v.4, n.2, p.122 136, 2011. Artigo Científico

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS DE AMOREIRA-PRETA

PRODUÇÃO DE MUDAS DE AMOREIRA-PRETA PRODUÇÃO DE MUDAS DE AMOREIRA-PRETA João Paulo Tadeu Dias 1 ; Elizabeth Orika Ono 2 A cultura da amoreira-preta (Rubus sp.) surge como opção para a diversificação do cultivo de frutas, pois apresenta rusticidade

Leia mais

TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA.

TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA. TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA Adriana Rodrigues Passos 1, Simone Alves Silva 1, Fernando Irajá Félix de Carvalho 2, Irineu Hartwig 2, Maraísa Crestani

Leia mais

Comunicado 133 Técnico ISSN Dezembro, 2005 Pelotas, RS

Comunicado 133 Técnico ISSN Dezembro, 2005 Pelotas, RS Comunicado 33 Técnico ISSN 506-985 Dezembro, 2005 Pelotas, RS Enraizamento de estacas de mirtilo provenientes de ramos lenhosos. Ângela Diniz Campos, Luis Eduardo Corrêa Antunes; Alexandre Couto Rodrigues2;

Leia mais

Tamanho de parcela em nabo forrageiro semeado a lanço e em linha

Tamanho de parcela em nabo forrageiro semeado a lanço e em linha Tamanho de parcela em nabo forrageiro semeado a lanço e em linha Alberto Cargnelutti Filho 1 Cláudia Burin 2 Marcos Toebe 3 André Luis Fick 2 Giovani Facco 4 1 - Introdução O nabo forrageiro (Raphanus

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO. Título do Trabalho: Enraizamento de estacas de frutíferas temperadas e tropicais de interesse econômico.

INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO. Título do Trabalho: Enraizamento de estacas de frutíferas temperadas e tropicais de interesse econômico. INFORMAÇÕES GERAIS DO TRABALHO Título do Trabalho: Enraizamento de estacas de frutíferas temperadas e tropicais de interesse econômico. Autor (es): Bruna de Souza Silveira e Ana Cardoso C. F. F. De Paula

Leia mais

Revista Caatinga ISSN: X Universidade Federal Rural do Semi-Árido Brasil

Revista Caatinga ISSN: X Universidade Federal Rural do Semi-Árido Brasil Revista Caatinga ISSN: 1-316X caatinga@ufersa.edu.br Universidade Federal Rural do Semi-Árido Brasil Ribeiro do Vale, Márcio; Chalfun, Nilton Nagib Jorge; Mendonça, Vander; Spuri de Miranda, Clecius; Vilela

Leia mais

Enraizamento de estacas de oliveira (Olea europaea L.) utilizando diferentes substratos e ácido indolbutírico

Enraizamento de estacas de oliveira (Olea europaea L.) utilizando diferentes substratos e ácido indolbutírico Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Enraizamento de estacas de oliveira (Olea europaea L.) utilizando diferentes substratos e ácido indolbutírico Paula Nogueira Curi

Leia mais

Densidade de brotos e de cachos em cultivares de uvas sem sementes no Submédio do Vale do São Francisco

Densidade de brotos e de cachos em cultivares de uvas sem sementes no Submédio do Vale do São Francisco 171 Densidade de brotos e de cachos em cultivares de uvas sem sementes... Densidade de brotos e de cachos em cultivares de uvas sem sementes no Submédio do Vale do São Francisco Density of shoots and bunches

Leia mais

Efeito do tamanho e do peso específico na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso (Jatropha curcas L.)

Efeito do tamanho e do peso específico na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso (Jatropha curcas L.) Efeito do tamanho e do peso específico na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso (Jatropha curcas L.) Gabriel Moraes Costa (1), Roberto Fontes Araujo (2), Eduardo Fontes Araujo (3), João Batista

Leia mais

Reguladores vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante

Reguladores vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante Regulares vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante Reguladores vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante Plant regulators for rooting

Leia mais

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Karen

Leia mais

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro 20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação ANAIS 21 a 23 de setembro 2016 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária

Leia mais

ESTUDO DE DIFERENTES MÉTODOS NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE EUCALIPTO (Eucalyptus benthamii Maiden & Cambage) VIA PROPAGAÇÃO ASSEXUAL POR ESTAQUIA

ESTUDO DE DIFERENTES MÉTODOS NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE EUCALIPTO (Eucalyptus benthamii Maiden & Cambage) VIA PROPAGAÇÃO ASSEXUAL POR ESTAQUIA ESTUDO DE DIFERENTES MÉTODOS NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE EUCALIPTO (Eucalyptus benthamii Maiden & Cambage) VIA PROPAGAÇÃO ASSEXUAL POR ESTAQUIA Matheus Collet Tambosi 2, Cristiano Reschke Lajús 1, Ernandes

Leia mais

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro 61 Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro Aparecida Gomes de Araujo¹, Milena M. de J. Ribeiro 2, Zilna B. de R. Quirino 3, Ana da S. Lédo 4, Jaci L. Vilanova-Neta

Leia mais

CIRCULAR TÉCNICA N o 18 ISSN Abril, 1988 ESTAQUIA DE ERVA-MATE

CIRCULAR TÉCNICA N o 18 ISSN Abril, 1988 ESTAQUIA DE ERVA-MATE CIRCULAR TÉCNICA N o 18 ISSN 0101-1847 Abril, 1988 ESTAQUIA DE ERVA-MATE Maria Elisa Cortezzi Graça Marcos Antonio Cooper Fernando Rodrigues Tavares Antonio Aparecido Carpanezzi Exemplares desta publicação

Leia mais

Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante

Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante Ciência 1392 Rural, Santa Maria, v.42, n.8, p.1392-1396, ago, 2012 Pasa et al. ISSN 0103-8478 Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante Light

Leia mais

Jana Koefender, Juliane Nicolodi Camera, Diego Pascoal Golle, Roberta Cattaneo Horn, Péricles Dalazeri Junho de 2017.

Jana Koefender, Juliane Nicolodi Camera, Diego Pascoal Golle, Roberta Cattaneo Horn, Péricles Dalazeri Junho de 2017. CIRCULAR TÉCNICA Cultura da mandioca Jana Koefender, Juliane Nicolodi Camera, Diego Pascoal Golle, Roberta Cattaneo Horn, Péricles Dalazeri Junho de 2017. C496 Circular Técnica: propagação rápida de mandioca

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA PROPAGAÇÃO VEGETATIVA Propagação vegetativa em espécies florestais: Enxertia Estaquia Microestaquia Enxertia União de partes de uma planta em outra, de forma que as duas partes de plantas diferentes passem

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS DE IXORA VIA ESTAQUIA

PRODUÇÃO DE MUDAS DE IXORA VIA ESTAQUIA ISSN 0000-0000 Vol. 01 Número - 001 INFORME GOIANO Junho 2016 CIRCULAR DE PESQUISA APLICADA PRODUÇÃO DE MUDAS DE IXORA VIA ESTAQUIA Expediente: Autores: Editor-chefe: Aurélio Rúbio Neto Supervisora editorial:

Leia mais

INFLUÊNCIA DA POSIÇÃO DA ESTACA NO RAMO E DO TIPO DE SUBSTRATO SOBRE O ENRAIZAMENTO DE Alternanthera brasiliana L. (Kuntze) 1

INFLUÊNCIA DA POSIÇÃO DA ESTACA NO RAMO E DO TIPO DE SUBSTRATO SOBRE O ENRAIZAMENTO DE Alternanthera brasiliana L. (Kuntze) 1 INFLUÊNCIA DA POSIÇÃO DA ESTACA NO RAMO E DO TIPO DE SUBSTRATO SOBRE O ENRAIZAMENTO DE Alternanthera brasiliana L. (Kuntze) 1 ROCHA, Bruna N. 3 ; ZULIANI, Alberi J. B. 2 ; LÖBLER, Lisiane 3 ; BERTÊ, Rosiana

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE UMBU-CAJAZEIRA

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE UMBU-CAJAZEIRA PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE UMBU-CAJAZEIRA Lucimário Pereira Bastos 1, Ana Cristina Vello Loyola Dantas 2, Maria Angélica Pereira de Carvalho Costa 2, Maria Josirene Souza Moreira Bastos 3, Vanessa de Oliveira

Leia mais

Área temática: _2_ GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE PINHÃO MANSO (Jatropha curcas L.) SOB DIFERENTES SUBSTRATOS E TEMPERATURAS.

Área temática: _2_ GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE PINHÃO MANSO (Jatropha curcas L.) SOB DIFERENTES SUBSTRATOS E TEMPERATURAS. Área temática: _2_ GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE PINHÃO MANSO (Jatropha curcas L.) SOB DIFERENTES SUBSTRATOS E TEMPERATURAS. Mateus Cassol Tagliani 1, Katia Christina Zuffellato-Ribas 2 RESUMO: Biodiesel é

Leia mais

Características biométricas de cafeeiro intercalado com diferentes sistemas de produção de abacaxizeiro para agricultura familiar do Projeto Jaíba

Características biométricas de cafeeiro intercalado com diferentes sistemas de produção de abacaxizeiro para agricultura familiar do Projeto Jaíba Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 8., 2011, Belo Horizonte Características biométricas de cafeeiro intercalado com diferentes sistemas de produção de abacaxizeiro para agricultura familiar

Leia mais

Cultivar Média Equação r (mg L -1 ) Enraizamento (%) Arlequim

Cultivar Média Equação r (mg L -1 ) Enraizamento (%) Arlequim Efeito do ácido indolbutírico no enraizamento 939 Efeito do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de ramos semilenhosos de pessegueiro (1) Mauro Brasil Dias Tofanelli (2), Nilton Nagib Jorge Chalfun

Leia mais

Seleção de cultivares Bourbon visando à produção de cafés especiais

Seleção de cultivares Bourbon visando à produção de cafés especiais Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 8., 2011, Belo Horizonte Seleção de cultivares Bourbon visando à produção de cafés especiais Antonio Alfredo de Figueiredo Rodrigues (1), Gladyston Rodrigues

Leia mais

CEPEC/Fertilizantes Heringer S/A - Martins Soares - MG

CEPEC/Fertilizantes Heringer S/A - Martins Soares - MG EFEITO DE DIFERENTES FONTES DE FÓSFORO E DE ÉPOCAS DE APLICAÇÃO, NA COVA DE PLANTIO, SOBRE A PRODUTIVIDADE INICIAL DO CAFEEIRO CEPEC/Fertilizantes Heringer S/A - Martins Soares - MG Rosa, G. N. G. P.;

Leia mais

Produção antecipada de mudas de videira Rubi (Vitis vinifera) através de enxertia verde 1

Produção antecipada de mudas de videira Rubi (Vitis vinifera) através de enxertia verde 1 Ciência Rural, Santa Maria, Produção v.34, antecipada n.4, p.1059-1064, de mudas jul-ago, de videira 2004 Rubi (Vitis vinifera) através de enxertia verde. ISSN 0103-8478 1059 Produção antecipada de mudas

Leia mais

Precisão experimental, na avaliação da produtividade de colmos, em ensaios de genótipos de cana-de-açúcar com colheita mecanizada

Precisão experimental, na avaliação da produtividade de colmos, em ensaios de genótipos de cana-de-açúcar com colheita mecanizada Precisão experimental, na avaliação da produtividade de colmos, em ensaios de genótipos de cana-de-açúcar com colheita mecanizada Fernanda Martins Simões 1 Alberto Cargnelutti Filho 2 Letícia Barão Medeiros

Leia mais

CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS NA FRUTICULTURA ATRAVÉS DE PLANTAS DE COBERTURA NO MANEJO DO SOLO

CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS NA FRUTICULTURA ATRAVÉS DE PLANTAS DE COBERTURA NO MANEJO DO SOLO CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS NA FRUTICULTURA ATRAVÉS DE PLANTAS DE COBERTURA NO MANEJO DO SOLO Marciano Balbinot 1, Neuri Feldmann 1, Anderson Rhoden 1, Fabiana Raquel Muhl 1 Palavras-chave: aveia, supressão,

Leia mais

Produção de mudas de mirtilo através de estacas lenhosas, semilenhosas e miniestacas

Produção de mudas de mirtilo através de estacas lenhosas, semilenhosas e miniestacas UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE AGRONOMIA ELISEU MACIEL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO FRUTICULTURA DE CLIMA TEMPERADO Dissertação Produção de mudas de mirtilo

Leia mais

Resposta das bananeiras BRS Platina e PA 9401 à irrigação no segundo ciclo nas condições do Norte de Minas

Resposta das bananeiras BRS Platina e PA 9401 à irrigação no segundo ciclo nas condições do Norte de Minas Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 10., 2013. Belo Horizonte Resposta das bananeiras BRS Platina e PA 9401 à irrigação no segundo ciclo nas condições do Norte de Minas Miquéias Gomes dos

Leia mais

05 AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DOS PRINCIPAIS

05 AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DOS PRINCIPAIS 05 AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DOS PRINCIPAIS FUNGICIDAS PARA O CONTROLE DE DOENÇAS NA CULTURA DA SOJA EM DUAS EPOCAS DE SEMEADURA OBJETIVO Este trabalho tem como objetivo avaliar a eficiência dos principais

Leia mais

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis NOGUEIRA, C. H. P (FCAV - UNESP, Jaboticabal/SP - nogueirachp@gmail.com), CORREIA, N. M. (Embrapa, Brasília/DF

Leia mais

Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius

Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius 17 Workshop de Plantas Medicinais do Mato Grosso do Sul/7º Empório da Agricultura Familiar PPM Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius Felipe Ferreira 1 (IC)*, Fagner

Leia mais

INFLUÊNCIA DO HORÁRIO DE COLETA DE ESTACAS E DA NEBULIZAÇÃO INTERMITENTE NA PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ALECRIM-PIMENTA

INFLUÊNCIA DO HORÁRIO DE COLETA DE ESTACAS E DA NEBULIZAÇÃO INTERMITENTE NA PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ALECRIM-PIMENTA INFLUÊNCIA DO HORÁRIO DE COLETA DE ESTACAS E DA NEBULIZAÇÃO INTERMITENTE NA PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ALECRIM-PIMENTA Wellington Geraldo Oliveira Carvalho Júnior 1* ; Marco Túlio Pinheiro de Melo 1 ; Ernane

Leia mais

Palavras-chave: Fitotecnia, fruticultura, qualidade de frutos.

Palavras-chave: Fitotecnia, fruticultura, qualidade de frutos. AVALIAÇÃO DO POTENCIAL AGRONÔMICO DA ESPÉCIE DE Rubus rosifolius SMITH (AMORA-DO-MATO) Bruna Schmitz 1 ; Daniela Dapont 2 ; Dionatan Gerber 3 ; Mariana Bilck 4 ; Cláudio Keske 5 ; Geovana Garcia Terra

Leia mais

Desenvolvimento e Produção de Sementes de Feijão Adzuki em Função da Adubação Química

Desenvolvimento e Produção de Sementes de Feijão Adzuki em Função da Adubação Química Desenvolvimento e Produção de Sementes de Feijão Adzuki em Função da Adubação Química Flívia Fernandes de Jesus 1, Fabrícia C. Adriano 2, Fabrício de C. Peixoto 3, Adilson Pelá 4, Nei Peixoto 5 1. Bolsista

Leia mais

CALOGÊNESE EM DIFERENTES ESTACAS DE CAQUIZEIRO TRATADAS COM FRIO E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO

CALOGÊNESE EM DIFERENTES ESTACAS DE CAQUIZEIRO TRATADAS COM FRIO E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO CALOGÊNESE EM DIFERENTES ESTACAS DE CAQUIZEIRO TRATADAS COM FRIO E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO CALOGENESIS IN DIFFERENT CUTTINGS OF JAPANESE PERSIMMON TREATED WITH CHILL AND INDOLBUTIRIC ACID Ivo Ditos da SILVA

Leia mais

CLONAGEM DO ABACATEIRO VARIEDADE DUKE 7 (PERSEA AMERICANA MILL.) POR ALPORQUIA INTRODUÇÃO

CLONAGEM DO ABACATEIRO VARIEDADE DUKE 7 (PERSEA AMERICANA MILL.) POR ALPORQUIA INTRODUÇÃO CLONAGEM DO ABACATEIRO VARIEDADE DUKE 7 (PERSEA AMERICANA MILL.) POR ALPORQUIA Inez Vilar de Morais Oliveira 1, Ítalo Herbert Lucena Cavalcante 2, Danilo Franco 3, Antonio Baldo Geraldo Martins 4, Paulo

Leia mais

Autores: considerado como não seletivo, atuando apenas em pósemergência

Autores: considerado como não seletivo, atuando apenas em pósemergência UEM - Universidad e Estadual de Maringá DAG - Departamento de Agronomia PGA - Programa de Pós-graduação em Agronomia ISSN 2 238-2 879 Vol. 02 Número - 001 Jul ho 2013 INFORME TÉCNICO PGA-UEM Programa de

Leia mais

PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE. Palavras-chave: Lolium multiflorum L., Produção de leite, Pastagem de inverno.

PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE. Palavras-chave: Lolium multiflorum L., Produção de leite, Pastagem de inverno. PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE José Tiago Rambo Hoffmann 1 ; Leandro Werlang 1 ; Rogério Klein 1 ; Marcos Paulo Zambiazi 1 ; Fabiana Raquel Mühl 2 ; Neuri Antônio Feldman

Leia mais

EFICIÊNCIA DE INSETICIDAS, EM TRATAMENTO DE SEMENTES, NO CONTROLE DO PULGÃO Aphis gossypii (HOMOPTERA: APHIDIDAE) NA CULTURA DO ALGODOEIRO

EFICIÊNCIA DE INSETICIDAS, EM TRATAMENTO DE SEMENTES, NO CONTROLE DO PULGÃO Aphis gossypii (HOMOPTERA: APHIDIDAE) NA CULTURA DO ALGODOEIRO EFICIÊNCIA DE INSETICIDAS, EM TRATAMENTO DE SEMENTES, NO CONTROLE DO PULGÃO Aphis gossypii (HOMOPTERA: APHIDIDAE) NA CULTURA DO ALGODOEIRO Crébio José Ávila (Embrapa Agropecuária Oeste / crebio@cpao.embrapa.br),

Leia mais

C y = -0,000003x 2 + 0,0037x + 2,89 R 2 = 0,86

C y = -0,000003x 2 + 0,0037x + 2,89 R 2 = 0,86 Original Article PROPAGAÇÃO A IGUEIRA POR ESTAQUIA TRATAAS COM AIB PROPAGATION O IG BY CUTTINGS TREATE WITH IBA João Paulo Campos de ARAÚJO 2 ; Rafael PIO 3 ; João Alexio SCARPARE ILHO 4 ; rancisco de

Leia mais

AVALIAÇÃO DO COMPRIMENTO E NÚMERO DE RAÍZES EM MINI-ESTACAS HERBÁCEAS DE JABUTICABEIRA (Myrciaria cauliflora (DC) Berg).

AVALIAÇÃO DO COMPRIMENTO E NÚMERO DE RAÍZES EM MINI-ESTACAS HERBÁCEAS DE JABUTICABEIRA (Myrciaria cauliflora (DC) Berg). AVALIAÇÃO DO COMPRIMENTO E NÚMERO DE RAÍZES EM MINI-ESTACAS HERBÁCEAS DE JABUTICABEIRA (Myrciaria cauliflora (DC) Berg). Tiago de Souza Marçal 1, Madlles Martins Queiroz 1, Wagner Bastos dos Santos Oliveira

Leia mais

Palavras chave: doses de calcário, ph do solo, formas de manejo, produção.

Palavras chave: doses de calcário, ph do solo, formas de manejo, produção. APLICAÇÃO DE CALCÁRIO EM SUPERFÍCIE E INCORPORADO EM CAMPO NATIVO. Edilceu João da Silva Santos 1,Flávio Moreira Xavier 1, Danilo dos Santos Rheinheimer 1, João Kaminski 1, Dalvan Reinert 1, Antônio Nolla

Leia mais

IBA E CARBOIDRATOS NO ENRAIZAMENTO DE BROTAÇÕES PROCEDENTES DE ESTACAS RADICIAIS DE Rubus spp. 1

IBA E CARBOIDRATOS NO ENRAIZAMENTO DE BROTAÇÕES PROCEDENTES DE ESTACAS RADICIAIS DE Rubus spp. 1 666 IBA E CARBOIDRATOS NO ENRAIZAMENTO DE BROTAÇÕES PROCEDENTES DE ESTACAS RADICIAIS DE Rubus spp. 1 JOÃO PAULO TADEU DIAS 2, ELIZABETH ORIKA ONO 3, JOÃO DOMINGOS RODRIGUES 3 RESUMO - Este trabalho objetivou

Leia mais

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE Passiflora foetida SUBMETIDAS A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO (AIB)

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE Passiflora foetida SUBMETIDAS A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO (AIB) ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE Passiflora foetida SUBMETIDAS A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO (AIB) ROOTING OF Passiflora foetida UNDER DIFFERENT CONCENTRATIONS BUTYRIC ACID (IBA) LAVEZO 1,

Leia mais

A qualidade de mudas clonais de Eucalyptus urophylla x E. grandis impacta o aproveitamento final de mudas, a sobrevivência e o crescimento inicial

A qualidade de mudas clonais de Eucalyptus urophylla x E. grandis impacta o aproveitamento final de mudas, a sobrevivência e o crescimento inicial Anais da 50ª Reunião Técnico-Científica do Programa Cooperativo sobre Silvicultura e Manejo - Dias 12 e 13 de novembro de 2014 33 A qualidade de mudas clonais de Eucalyptus urophylla x E. grandis impacta

Leia mais

Avaliação da altura do Cedro Australiano (Toona ciliata var. australis) após diferentes níveis de adubação de plantio

Avaliação da altura do Cedro Australiano (Toona ciliata var. australis) após diferentes níveis de adubação de plantio Avaliação da altura do Cedro Australiano (Toona ciliata var. australis) após diferentes níveis de adubação de plantio Josimar Rodrigues OLIVEIRA 1** ; Josiane Rodrigues OLIVEIRA²; Urbano Teixeira Guimarães

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata).

AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). AVALIAÇÃO DA APLICAÇÃO TARDIA DE COBALTO, NA ABSCISÃO DE FLORES E COMPONENTES DE PRODUTIVIDADE DO FEIJOEIRO COMUM (Vigna unguiculata). Rezanio Martins Carvalho (bolsista do PIBIC/CNPq), Fabiano André Petter

Leia mais

Propagação vegetativa da corticeira-da-serra (Erythrina falcata Benth.) por estaquia caulinar e foliar

Propagação vegetativa da corticeira-da-serra (Erythrina falcata Benth.) por estaquia caulinar e foliar Propagação vegetativa da corticeira-da-serra (Erythrina falcata Benth.) por estaquia caulinar e foliar Vegetative propagation of the Brazilian coral (Erythrina falcata Benth.) by stem and foliar cutting

Leia mais

DESENVOLVIMENTO FOLIAR, PRODUTIVIDADE E TEOR DE AMIDO EM MANDIOCA SUBMETIDA À DISTINTO MANEJO NUTRICIONAL EM DOIS ANOS AGRÍCOLAS 1

DESENVOLVIMENTO FOLIAR, PRODUTIVIDADE E TEOR DE AMIDO EM MANDIOCA SUBMETIDA À DISTINTO MANEJO NUTRICIONAL EM DOIS ANOS AGRÍCOLAS 1 DESENVOLVIMENTO FOLIAR, PRODUTIVIDADE E TEOR DE AMIDO EM MANDIOCA SUBMETIDA À DISTINTO MANEJO NUTRICIONAL EM DOIS ANOS AGRÍCOLAS 1 Taise Pacheco Paganini 2 ; Janaina Emerim de Souza 3 ; Naracelis Poletto

Leia mais

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 797

8º Congresso Brasileiro de Algodão & I Cotton Expo 2011, São Paulo, SP 2011 Página 797 Página 797 CONTROLE DE CORDA-DE-VIOLA COM AS OPÇÕES DE TRATAMENTOS HERBICIDAS DISPONÍVEIS PARA A CULTURA DO ALGODÃO Jamil Constantin 1 ; Rubem Silvério de Oliveira Jr. 1 ; Eliezer Antonio Gheno 2 ; Guilherme

Leia mais

INFLUÊNCIA DA APLICAÇÃO DE HORMONAS NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE ORNAMENTAIS

INFLUÊNCIA DA APLICAÇÃO DE HORMONAS NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE ORNAMENTAIS INFLUÊNCIA DA APLICAÇÃO DE HORMONAS NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE ORNAMENTAIS M. Regato; V. Carvalho Escola Superior Agrária de Beja Rua Pedro Soares Apartado 158 7801-902-Beja Telefone: 284 314300 e-mail:

Leia mais

Causas de GL IVE TMG PGER IVE TMG PGER

Causas de GL IVE TMG PGER IVE TMG PGER Efeito Alelopático do Óleo Essencial de Citronela (Cymbopogon winterianus) Sobre a Germinação de Sementes de Picão-Preto e de Milho em Diferentes Épocas de Aplicação. MARIA LITA PADINHA CORREA 1, ANA PAULA

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS TEORES DE ÓLEOS ESSENCIAIS PRESENTES EM PLANTAS AROMÁTICAS FRESCAS E DESIDRATADAS

AVALIAÇÃO DOS TEORES DE ÓLEOS ESSENCIAIS PRESENTES EM PLANTAS AROMÁTICAS FRESCAS E DESIDRATADAS AVALIAÇÃO DOS TEORES DE ÓLEOS ESSENCIAIS PRESENTES EM PLANTAS AROMÁTICAS FRESCAS E DESIDRATADAS Valéria Cristina Ramalho 1 Denise Andreo 2 Priscila Milene Angelo 3 Neuza Jorge 4 RESUMO Óleos essenciais

Leia mais

Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso

Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 8., 2011, Belo Horizonte Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso Cézar Augusto Mafia Leal (1), Roberto Fontes Araujo (2),

Leia mais

CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO E ÁREA FOLIAR NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE QUIVIZEIRO `BRUNO

CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO E ÁREA FOLIAR NO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE QUIVIZEIRO `BRUNO Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia CONTECC 2016 Rafain Palace Hotel & Convention Center- Foz do Iguaçu - PR 29 de agosto a 1 de setembro de 2016 CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO

Leia mais

VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR SOB IRRIGAÇÃO NO NORTE DE MINAS GERAIS

VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR SOB IRRIGAÇÃO NO NORTE DE MINAS GERAIS VARIEDADES DE CANA-DE-AÇÚCAR SOB IRRIGAÇÃO NO NORTE DE MINAS GERAIS Geraldo Magela da Silva (1), Geraldo Antônio Resende Macêdo (2), Édio Luiz da Costa (3), Heloísa Mattana Saturnino (3), Fúlvio Rodriguez

Leia mais

GRAFTING METHODS FOR THE PRODUCTION OF SEEDLINGS ACEROLA (Malphigia emarginata D.C)

GRAFTING METHODS FOR THE PRODUCTION OF SEEDLINGS ACEROLA (Malphigia emarginata D.C) MÉTODOS DE ENXERTIA NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE ACEROLA (Malphigia emarginata D.C) Eudes de Almeida Cardoso Professor Dr. Sc. do DCV/UFERSA. Mossoró - RN. E-mail: eudes@ufersa.edu.br Roseano Medeiros da Silva

Leia mais

Origem da estaca, recipiente e composição do substrato na produção de mudas de carqueja [Baccharis trimera (Less.) DC.]

Origem da estaca, recipiente e composição do substrato na produção de mudas de carqueja [Baccharis trimera (Less.) DC.] Origem da estaca, recipiente e composição do substrato na produção de mudas de carqueja [Baccharis trimera (Less.) DC.] 97 BORGES SILVA, A.L.; MURAKAMI, D.M.*; BIZÃO, N. Departamento de Ciências Biológicas

Leia mais

VIABILIDADE DO USO DE ESTACAS E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA PROPAGAÇÃO DE MURICI (Byrsonima cydoniifolia A. Juss.)

VIABILIDADE DO USO DE ESTACAS E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA PROPAGAÇÃO DE MURICI (Byrsonima cydoniifolia A. Juss.) UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE CÁCERES JANE VANINI FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E BIOLÓGICAS - FACAB CURSO DE AGRONOMIA FRANCIELY DA SILVA PONCE VIABILIDADE DO USO DE ESTACAS

Leia mais

Scientia Agraria ISSN: Universidade Federal do Paraná Brasil

Scientia Agraria ISSN: Universidade Federal do Paraná Brasil Scientia Agraria ISSN: 1519-1125 sciagr@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil BORTOLINI, Michele Fernanda; LIMA, Daniela Macedo de; ALCANTARA, Giovana Bomfim de; Pereira FANTI, Fernanda; BIASI,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS DO BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR PARA USO COMO SUBSTRATO PARA PLANTAS

CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS DO BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR PARA USO COMO SUBSTRATO PARA PLANTAS XX Congresso Brasileiro de Fruticultura 54th Annual Meeting of the Interamerican Society for Tropical Horticulture 12 a 17 de Outubro de 2008 - Centro de Convenções Vitória/ES CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS

Leia mais

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010)

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) 5771-5775 AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ARROZ IRRIGADO NO USO DE NITROGÊNIO CARVALHO, Glaucilene Duarte 1 ; DE CAMPOS, Alfredo Borges 2 & FAGERIA,

Leia mais

EFEITO DE CAULIM E ÓLEOS VEGETAIS SOBRE MICROTHECA PUNCTIGERA (ACHARD) (COLEPTERA: CHRYSOMELIDAE) EM COUVE CHINESA (BRASSICA PEKINENSIS)

EFEITO DE CAULIM E ÓLEOS VEGETAIS SOBRE MICROTHECA PUNCTIGERA (ACHARD) (COLEPTERA: CHRYSOMELIDAE) EM COUVE CHINESA (BRASSICA PEKINENSIS) EFEITO DE CAULIM E ÓLEOS VEGETAIS SOBRE MICROTHECA PUNCTIGERA (ACHARD) (COLEPTERA: CHRYSOMELIDAE) EM COUVE CHINESA (BRASSICA PEKINENSIS) Nathalie Kristine Prado Maluta (PIBIC/CNPq-UEL), Maurício Ursi Ventura

Leia mais

GERMINAÇÃO E SOBREVIVÊNCIA DA SOJA EM DIFERENTES MANEJOS DO SOLO

GERMINAÇÃO E SOBREVIVÊNCIA DA SOJA EM DIFERENTES MANEJOS DO SOLO GERMINAÇÃO E SOBREVIVÊNCIA DA SOJA EM DIFERENTES MANEJOS DO SOLO Alberto Kazushi Nagaoka 1 Kleber Pereira Lanças 2 Paulo Roberto Arbex Silva 3 Pedro Castro Neto 4 Antonio Carlos Fraga 5 RESUMO Do ponto

Leia mais

Análise de resíduos e transformação de dados em variáveis de tomateiro

Análise de resíduos e transformação de dados em variáveis de tomateiro Análise de resíduos e transformação de dados em variáveis de tomateiro Diogo Vanderlei Schwertner 1 Rélia Rodrigues Brunes 1 Fernando Machado Haesbaert 1 Daniel Santos 1 Denison Esequiel Schabarum 1 Alessandro

Leia mais

TIPOS DE ENXERTIA EM DIFERENTES IDADES DE PLANTAS DE MARACUJAZEIRO 1

TIPOS DE ENXERTIA EM DIFERENTES IDADES DE PLANTAS DE MARACUJAZEIRO 1 1359 COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA TIPOS DE ENXERTIA EM DIFERENTES IDADES DE PLANTAS DE MARACUJAZEIRO 1 VERÔNICA ANDRADE DOS SANTOS 2, JOSÉ DARLAN RAMOS 3, MARCELO CAETANO DE OLIVEIRA 4, ELISÂNGELA APARECIDA

Leia mais

POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE

POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE Larissa Costa MELLO 1, Maria do Carmo Bassols RASEIRA 2, Marco Antonio DALBÓ 3, Clenilso Sehnen

Leia mais

Engenheiro-agronômo, D.Sc. em Genética e Melhoramento de Plantas, pesquisador da Embrapa Acre, 2

Engenheiro-agronômo, D.Sc. em Genética e Melhoramento de Plantas, pesquisador da Embrapa Acre, 2 Comunicado Técnico Rio 180 ISSN 0100-8668 Fevereiro, 2012 Branco, AC Foto: Jacson Rondinelli da S. Negreiros Produção de Mudas de Pimenta-Longa por meio de Estaquia com Diferentes Concentrações de Hormônio

Leia mais

EFEITO DE BIOESTIMULANTES SOBRE A CONCENTRAÇÃO FOLIAR DE NUTRIENTES EM MUDAS DE VIDEIRA THOMPSON SEEDLESS

EFEITO DE BIOESTIMULANTES SOBRE A CONCENTRAÇÃO FOLIAR DE NUTRIENTES EM MUDAS DE VIDEIRA THOMPSON SEEDLESS EFEITO DE BIOESTIMULANTES SOBRE A CONCENTRAÇÃO FOLIAR DE NUTRIENTES EM MUDAS DE VIDEIRA THOMPSON SEEDLESS LAYANA ALVES DO NASCIMENTO 1, JULIANNA MATOS DA SILVA 1, SAMARA FERREIRA DA SILVA 1, LUIZ FRANCINÉLIO

Leia mais

CONTROLE DA BROCA DO CAFÉ UTILIZANDO DPX- HGW86 10% OD E DPX-HGW86 20% SC EM COMPARAÇÃO AO PADRÃO ENDOSSULFAN.

CONTROLE DA BROCA DO CAFÉ UTILIZANDO DPX- HGW86 10% OD E DPX-HGW86 20% SC EM COMPARAÇÃO AO PADRÃO ENDOSSULFAN. CONTROLE DA BROCA DO CAFÉ UTILIZANDO DPX- HGW86 10% OD E DPX-HGW86 20% SC EM COMPARAÇÃO AO PADRÃO ENDOSSULFAN. SANTINATO, R. Engenheiro Agrônomo, MAPA/Procafé, Campinas SP.; SILVA, V.A. Engenheiro Agrônomo,

Leia mais

Ciência Rural ISSN: Universidade Federal de Santa Maria Brasil

Ciência Rural ISSN: Universidade Federal de Santa Maria Brasil Ciência Rural ISSN: 13-8478 cienciarural@mail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Biasi, Luiz Antônio; Costa, Giampalolo Propagação vegetativa de Lippia alba Ciência Rural, vol. 33, núm.

Leia mais

TRATAMENTO DE SEMENTES COM BIOESTIMULANTES NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLÂNTULAS DE SOJA. Milena Fontenele dos Santos (1)

TRATAMENTO DE SEMENTES COM BIOESTIMULANTES NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLÂNTULAS DE SOJA. Milena Fontenele dos Santos (1) TRATAMENTO DE SEMENTES COM BIOESTIMULANTES NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLÂNTULAS DE SOJA Milena Fontenele dos Santos (1) 1 Aluna de graduação do curso de Agronomia do Centro Universitário de Patos de Minas

Leia mais

INFLUÊNCIA DO ÁCIDO INDOL-3-BUTÍRICO NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE CONFREI (Symphytum officinale L.) 1

INFLUÊNCIA DO ÁCIDO INDOL-3-BUTÍRICO NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE CONFREI (Symphytum officinale L.) 1 INFLUÊNCIA DO ÁCIDO INDOL-3-BUTÍRICO NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE CONFREI (Symphytum officinale L.) 1 RESUMO - Com o objetivo de avaliar a influência do ácido indol-3-butírico (AIB) no crescimento

Leia mais

INFLUÊNCIA DE DIFERENTES MÉTODOS DE SEMEADURA PARA QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE CORIANDRUM SATIVUM L.

INFLUÊNCIA DE DIFERENTES MÉTODOS DE SEMEADURA PARA QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE CORIANDRUM SATIVUM L. INFLUÊNCIA DE DIFERENTES MÉTODOS DE SEMEADURA PARA QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE CORIANDRUM SATIVUM L. Elisiane Martins de Lima 1 ; Milena Maria 2 ; Cosmo Rufino de Lima 3 ; Pablo Radamés Cabral

Leia mais

AULA 2 Propagação assexuada Micropropagação Macropropagação Enxertia Borbulhia Mergulhia Amontoa Alporquia Estaquia Katia Christina Zuffellato-Ribas

AULA 2 Propagação assexuada Micropropagação Macropropagação Enxertia Borbulhia Mergulhia Amontoa Alporquia Estaquia Katia Christina Zuffellato-Ribas AULA 2 Propagação assexuada Micropropagação Macropropagação Enxertia Borbulhia Mergulhia Amontoa Alporquia Estaquia Katia Christina Zuffellato-Ribas PROPAGAÇÃO ASSEXUADA (VEGETATIVA) MICROPROPAGAÇÃO MACROPROPAGAÇÃO

Leia mais

COMUNICAÇÃO. PROPAGAÇÃO DE FIGUEIRA (Ficus carica L.) POR MEIO DE ESTACAS RETIRADAS DURANTE O PERÍODO VEGETATIVO

COMUNICAÇÃO. PROPAGAÇÃO DE FIGUEIRA (Ficus carica L.) POR MEIO DE ESTACAS RETIRADAS DURANTE O PERÍODO VEGETATIVO 914 COMUNICAÇÃO PROPAGAÇÃO DE FIGUEIRA (Ficus carica L.) POR MEIO DE ESTACAS RETIRADAS DURANTE O PERÍODO VEGETATIVO Propagation of fig tree (Ficus carica L.) by cuttings obtained during vegetative period

Leia mais

Desempenho de cultivares de alface em cultivo de verão na região Campo das Vertentes de Minas Gerais

Desempenho de cultivares de alface em cultivo de verão na região Campo das Vertentes de Minas Gerais Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Desempenho de cultivares de alface em cultivo de verão na região Campo das Vertentes de Minas Gerais Suelen Francisca Ribeiro (1),

Leia mais