SUBSTRATOS ALTERNATIVOS AO ÁGAR NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE FRAMBOESEIRA E AMOREIRA-PRETA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUBSTRATOS ALTERNATIVOS AO ÁGAR NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE FRAMBOESEIRA E AMOREIRA-PRETA"

Transcrição

1 SUBSTRATOS ALTERNATIVOS AO ÁGAR NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE FRAMBOESEIRA E AMOREIRA-PRETA Juliana Padilha da Silva 1 ; Mariana Larrondo Bicca 1 ; Laura Reisdörfer Sommer 1 ; Zeni Fonseca Pinto Tomaz 1 ; Adriane Marinho de Assis 1 ; Márcia Wulff Schuch 1 1 Universidade Federal de Pelotas UFPel, Resumo: A amoreira-preta (Rubus spp.) e a framboeseira (Rubus idaeus) pertencem ao grupo das pequenas frutas. A propagação dessas espécies pode ser realizada por micropropagação; entretanto, em função do alto custo dos materiais e equipamentos utilizados, a técnica necessita mais informações quanto aos produtos alternativos que podem ser usados no preparo dos meios de cultura. Assim, a substituição do ágar por substratos alternativos pode ser uma pratica promissora no ponto de vista econômico e funcional. Com base nesses aspectos, objetivou-se avaliar novas alternativas de substratos para o enraizamento in vitro de amoreira-preta e framboeseira. Microestacas foram coletadas de culturas in vitro de amoreira-preta Tupy e framboeseira Fall Gold e foram submetidas ao enraizamento in vitro em substratos alternativos ao ágar, utilizando vermiculita e casca de arroz carbonizada adicionados ao meio de cultura. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 5 repetições. Após 50 dias, as variáveis avaliadas foram: porcentagem de enraizamento (%), número de raízes e comprimento médio de raiz (cm). Não foram constatadas diferenças significativas entre os tratamentos testados para todas as variáveis analisadas, dessa forma os substratos alternativos utilizados nesse experimento podem ser alternativas para redução de custo na fase de enraizamento in vitro. Palavras chave: pequenas frutas; propagação; microestacas INTRODUÇÃO O Brasil é considerado o terceiro maior produtor mundial de frutas. Dentre as frutíferas de clima temperado encontra-se o grupo das pequenas frutas. As pequenas frutas como a amoreira-preta e a framboeseira pertencem à família Rosaceae e ao gênero Rubus, na qual existem outros gêneros (Malus, Prunus, Pyrus) de importância para a fruticultura brasileira (ANTUNES, 2006). A propagação destas espécies é um aspecto relevante a ser considerado, tendo em vista que a utilização de mudas de qualidade é primordial para o sucesso nas áreas de cultivo. A propagação da amora-preta e framboesa pode ser feita por estacas de raízes, estacas aéreas ou rebentos originados de plantas cultivadas (ANTUNES, 1999). A cultura de tecidos, por meio da micropropagação, se torna uma alternativa viável que possibilita a obtenção de plantas idênticas a planta matriz em larga escala e com qualidade fitossanitária em um curto período de tempo, além de 1

2 necessitar pequeno espaço físico (SANTOS & RASEIRA, 1988; FACHINELLO et al., 2005). No método convencional de micropropagação, o enraizamento in vitro de culturas é uma das fases do protocolo; segmentos são enraizados em meio de cultura geleificado com ágar, com a posterior aclimatização e transferência das plantas enraizadas para casa de vegetação. Dentre as fases críticas na micropropagação está o enraizamento e aclimatização das culturas; tendo em vista que grande parte do material utilizado no Brasil é importado, resultando em um alto custo, assim essas etapas devem ser otimizadas visando a produção de mudas micropropagadas de amoreira-preta e framboeseira. (FERRI et al., 1998; LIMA- NISHIMURA et al., 2003). Dessa forma, a substituição do ágar por substratos no meio de cultura poderá ser uma alternativa promissora para reduzir custos na micropropagação. Diante do exposto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de substratos a base de vermiculita e casca de arroz carbonizada, como alternativa ao uso do ágar, na fase de enraizamento in vitro de plantas de amoreira-preta e framboeseira. MATERIAIS E MÉTODOS O experimento foi realizado de março a dezembro de 2015, no Laboratório de Propagação de Plantas Frutíferas da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel (FAEM), da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Para o estudo, foram utilizados segmentos nodais de amoreira-preta 'Tupy' e de framboeseira 'Fall Gold' oriundos de plantas matrizes micropropagadas. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com três tratamentos, constituídos por ágar, vermiculita e casca de arroz carbonizada, com cinco repetições (5 explantes por repetição). Culturas foram seccionadas e os segmentos nodais, de aproximadamente 2,5 cm, foram repicados para frascos de vidro (300 ml), correspondendo a uma repetição, contendo meio de cultura WPM Wood Plant Media (LLOYD & McCOWN, 1980) suplementado com 0,1 g.l -1 de mio-inositol, 30 g.l -1 de sacarose e 3,0 μm L -1 de ácido 3-indolbutírico (AIB), o ph do meio de cultura foi ajustado para 5,8. Após o ajuste do ph, para cada frasco foi adicionado 30 ml de meio de cultura líquido e os respectivos tratamentos, que consistiram no uso de três substratos para o desenvolvimento de raízes, o ágar na concentração de 6 g.l -1 ; 8 g de vermiculita por frasco (granulometria média) e 12 g de casca de arroz carbonizada por frasco (Figura 1). Os substratos utilizados foram previamente autoclavados a 121ºC e 1,5 atm de pressão, por 1 hora. Após a adição dos substratos os meios de enraizamento foram autoclavados a 121ºC e 1,5 atm de pressão por 20 min. Depois dos segmentos nodais repicados para os respectivos meios, os frascos foram vedados na parte superior com papel alumínio e envoltos com filme plástico (PVC) foram cultivados em sala de crescimento, com fotoperíodo de 16 horas, temperatura de 25 ± 2ºC e intensidade luminosa de 27 μmol.m-2s -1. Após 50 dias de cultivo, as culturas foram retiradas dos frascos e foram avaliados os seguintes parâmetros: porcentagem de enraizamento (%), número de raízes e comprimento médio de raízes principais (cm). 2

3 Os resultados foram submetidos à análise de variância e as médias, quando significativas, comparadas entre si pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Fig. 1. Frascos de vidro contendo explantes de framboeseira Fall Gold (A) e amoreira-preta Tupy (B) em meio de cultura contendo ágar, vermiculita e casca de arroz carbonizada, respectivamente, no momento da instalação do experimento. FAEM-UFPel, Pelotas-RS, Foto: Juliana Padilha, RESULTADOS E DISCUSSÃO Para variável porcentagem de enraizamento, número de raízes e comprimento médio de raiz, não houve diferença significativa entre os tratamentos utilizados para a amoreira-preta e framboeseira (Tabela 1). Caldas et al. (1998), mencionaram que, na fase de enraizamento in vitro a vermiculita, umedecida com solução nutritiva pode favorecer a formação de raízes, provavelmente pela maior aeração que possui. De acordo com Hartmann et al. (2002), um substrato adequado para o enraizamento deve ser suficientemente poroso, a fim de permitir trocas gasosas eficientes, o que confirma os resultados obtidos neste experimento. O meio em que a planta irá se desenvolver, seja substrato ou meio de cultura, é muito importante para o crescimento vegetal, a principal característica é suprir as necessidades da planta em nutrientes, permitindo o desenvolvimento e a distribuição das raízes, resultando em plantas mais vigorosas. O efeito dos substratos na qualidade das raízes está relacionado, principalmente, com a porosidade, a qual afeta o teor de água retido e o seu equilíbrio com a aeração (HOFFMANN et al., 1994). 3

4 Tabela 1. Enraizamento (%), número de raízes e comprimento médio de raiz (cm), durante o enraizamento in vitro de amoreira-preta Tupy e framboeseira Fall Gold. Pelotas-RS, Enraizamento (%) Ágar 100,00 ns 92,00 ns Vermiculita 96,00 92,00 Casca de arroz carbonizada 100,00 96,00 Número de raízes Ágar 9,52 ns 4,04 ns Vermiculita 7,56 3,12 Casca de arroz carbonizada 6,08 2,64 Comprimento médio de raiz (cm) Ágar 2,72 ns 3,83 ns Vermiculita 1,41 2,87 Casca de arroz carbonizada 2,55 2,37 ns não significativo. O uso de substratos inertes, como por exemplo a vermiculita, auxiliam na redução dos custos em protocolos de micropropagação (GRATTAPAGLIA & MACHADO, 1998). Resultados similares com o uso de substratos alternativos foram reportados por Damiani e Schuch (2009), observaram que para o uso de substratos alternativos, como a vermiculita e perlita favorecem o desenvolvimento de raízes de cultivares de mirtilo. Assim, a substituição do ágar por outros materiais, pode ser uma alternativa promissora, devendo levar em consideração o menor custo e a disponibilidade desses materiais na região em que a propagação será realizada. CONCLUSÕES A vermiculita e a casca de arroz carbonizada podem ser utilizados em substituição ao ágar no enraizamento in vitro de amoreira-preta Tupy e framboeseira Fall Gold, sem afetar negativamente as taxas de enraizamento. REFERÊNCIAS ANTUNES, L.E.C. Aspectos fenológicos, propagação e conservação póscolheita de frutas de amoreira-preta (Rubus spp.) no sul de Minas Gerais p. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, ANTUNES, L.E.C. Amora-preta (Rubus spp.). In: Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 28, n. 3,

5 CALDAS, L. S.; HARIDASAN, P.; FERREIRA, M. E. Meios nutritivos. In: TORRES, A. C.; CALDAS, L. S.; BUSO, J. A. (Ed.). Cultura de tecidos e transformação genética de plantas. Brasília: Embrapa-SPI/EmbrapaCNPH, p DAMIANI, C.R.; SCHUCH, M.W. Diferentes substratos e ambientes no enraizamento in vitro de mirtilo. Ciência Rural, Santa Maria, v. 39, n.2, p , FACHINELLO, J.C.; HOFFMANN, A.; NACHTIGAL, J.C. (Ed.). Propagação de plantas frutíferas. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, p.221 FERRI, V.C.; CENTELLAS, A.Q.; HELBIG, V.E.; FORTES, G. R. L. Uso de ágar, amido e ácido indolbutírico no enraizamento in vitro do porta-enxerto de macieira MM 111. Ciência Rural, Santa Maria, v.28, n.4, p , GRATTAPAGLIA, D.; MACHADO, M.A. Micropropagação. In: TORRES, A.C. et al. Cultura de tecidos e transformação genética de plantas. Brasília: Embrapa-SPI / Embrapa-CNPH, V.1, p HARTMANN, H.T.; KESTER, D. E.; DAVIES JR, R.T.; GENEVE, R. L. Plant propagation: principles e practices. 7. ed. New Jersey: Prentice Hall, 2002, 880p. HOFFMANN, A. Propagação de mirtilo (Vaccinium ashei Reade) através de estacas f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS. LIMA-NISHIMURA, N.; QUOIRIN, M.; NADDAF, Y.G.; et al. A xyloglucan from seeds of the native Brazilian species Hymenaea courbaril for micropropagation of Marubakaido and Jonagored apples.plant Cell Reports, New York, v.21, p , LLOYD, G.; McMCOWN, Commercially feasible micropropagation of mountain laurel, kalmia latifólia, by use of shoot-tip culture. Journal Combined Proceedings Plant Propagators Society, v. 30, p , SANTOS, A. M.; RASEIRA, M. do C. B. Lançamento de cultivares de amoreirapreta. Pelotas: EMBRAPA-CNPFT, Não paginado (Informativo 23). 5

Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas. Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP

Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas. Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP Tecnologias para produção de mudas de pequenas frutas e frutas nativas Márcia Wulff Schuch Prof Titular Fruticultura FAEM/UFPel P PP Introdução o Pequenas frutas e Frutas nativas Alto potencial econômico

Leia mais

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental

Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Anais do Seminário de Bolsistas de Pós-Graduação da Embrapa Amazônia Ocidental Propagação Vegetativa de Piper hispidum Sw.

Leia mais

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il.

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il. F814 Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB966928. Mariana Almeida Franca. Curitiba: 2016. 64 f. il. Orientador: João Carlos Bespalhok Filho Dissertação (Mestrado) Universidade

Leia mais

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EFEITO DA BENZILAMINOPURINA (BAP) NA MICROPROPAGAÇÃO DA VARIEDADE CURIMENZINHA (BGM 611) DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Karen

Leia mais

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB

ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB ENRAIZAMENTO DE ESTACAS SEMI-LENHOSAS DE CEREJEIRA-DO-RIO- GRANDE (EUGENIA INVOLUCRATA DC.) TRATADAS COM ANTIOXIDANTE, FLOROGLUCINOL E AIB Rafaelle da Silva Soares 1 ; Leonardo Cury da Silva 2 ; Paulo

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Paulo Sérgio Gomes da Rocha 1 ; Antonio Sergio do Amaral 1 ; Amito José Teixeira 1, Mayara Luana Coser Zonin 2 ; Sergio Delmar dos Anjos 3. INTRODUÇÃO O estabelecimento

Leia mais

Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante

Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante Ciência 1392 Rural, Santa Maria, v.42, n.8, p.1392-1396, ago, 2012 Pasa et al. ISSN 0103-8478 Qualidade de luz e fitorreguladores na multiplicação e enraizamento in vitro da amoreira-preta Xavante Light

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO COMO SCHUCH, TÉCNICA M. W. et DE al. REJUVENESCIMENTO EM MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) CULTIVAR CLIMAX

MICROPROPAGAÇÃO COMO SCHUCH, TÉCNICA M. W. et DE al. REJUVENESCIMENTO EM MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) CULTIVAR CLIMAX 814 MICROPROPAGAÇÃO COMO SCHUCH, TÉCNICA M. W. et DE al. REJUVENESCIMENTO EM MIRTILO (Vaccinium ashei Reade) CULTIVAR CLIMAX Micropropagation as a rejuvenation technique in rabbiteye blueberry (Vaccinium

Leia mais

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro

Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro 61 Produção de Mudas de Abacaxizeiro Pérola Utilizando a Técnica do Estiolamento In Vitro Aparecida Gomes de Araujo¹, Milena M. de J. Ribeiro 2, Zilna B. de R. Quirino 3, Ana da S. Lédo 4, Jaci L. Vilanova-Neta

Leia mais

MEIO DE CULTURA, CONCENTRAÇÃO DE AIB E TEMPO DE CULTIVO NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA E FRAMBOESEIRA 1

MEIO DE CULTURA, CONCENTRAÇÃO DE AIB E TEMPO DE CULTIVO NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA E FRAMBOESEIRA 1 582 COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA MEIO DE CULTURA, CONCENTRAÇÃO DE AIB E TEMPO DE CULTIVO NO ENRAIZAMENTO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA E FRAMBOESEIRA 1 LUCIANE NOLASCO LEITZKE 2, CLÁUDIA ROBERTA DAMIANI 3, MÁRCIA

Leia mais

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1)

PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1) PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE ABACATEIRO (Persea sp.), POR ESTAQUIA(1) Samar Velho da Silveira(2) Paulo Vítor Dutra de Souza(3) Otto Carlos KoIler(4) (1) Estudo financiado pela FINEP. (2) Eng. Agr., aluno do

Leia mais

Scientia Agraria ISSN: Universidade Federal do Paraná Brasil

Scientia Agraria ISSN: Universidade Federal do Paraná Brasil Scientia Agraria ISSN: 1519-1125 sciagr@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil Pastorini DONINI, Lorena; Wulff SCHUCH, Márcia; Farias RIBEIRO, Mirian de; Almeida de SOUZA, Joseane; Campos SOARES,

Leia mais

Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo

Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo Indução e crescimento de calos em explantes foliares de hortelã-docampo Priscila P. Botrel ; Juliana F. Sales,2 ; José E. B. P. Pinto ; Fabiano G. Silva,3 ; Vivian E. Nascimento ; Suzan K. V. Bertolucci.

Leia mais

PROPAGAÇÃO DE ESTACAS DE AMOREIRA UTILIZANDO DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO (AIB)

PROPAGAÇÃO DE ESTACAS DE AMOREIRA UTILIZANDO DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO (AIB) ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 PROPAGAÇÃO DE ESTACAS DE AMOREIRA UTILIZANDO DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDOLBUTÍRICO

Leia mais

CRESCIMENTO in vitro DE PLÂNTULAS DE ORQUÍDEAS SUBMETIDAS A DIFERENTES PROFUNDIDADES DE INOCULAÇÃO E CONSISTÊNCIA DO MEIO DE CULTURA

CRESCIMENTO in vitro DE PLÂNTULAS DE ORQUÍDEAS SUBMETIDAS A DIFERENTES PROFUNDIDADES DE INOCULAÇÃO E CONSISTÊNCIA DO MEIO DE CULTURA CRESCIMENTO in vitro DE PLÂNTULAS DE ORQUÍDEAS SUBMETIDAS A DIFERENTES PROFUNDIDADES DE INOCULAÇÃO E CONSISTÊNCIA DO MEIO DE CULTURA Jéssica A. BATISTA 1; Priscila P. BOTREL 2 ; Felipe C. FIGUEIREDO 3

Leia mais

ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL

ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL ENXERTIA HERBÁCEA EM MYRTACEAE NATIVAS DO RIO GRANDE DO SUL Daiane Silva Lattuada 1 ; Paulo Vitor Dutra de Souza 2 ; Mateus Pereira Gonzatto 1 ; Sérgio Francisco Schwarz 2 1 Eng. Agrônomo, mestrando no

Leia mais

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro

20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação da Embrapa Amazônia Oriental ANAIS. 21 a 23 de setembro 20º Seminário de Iniciação Científica e 4º Seminário de Pós-graduação ANAIS 21 a 23 de setembro 2016 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO. Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema. Explante. Mudas sadias.

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO. Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema. Explante. Mudas sadias. MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO Tamires Oviedo 1, Fabiana Raquel Mühl 2, Neuri Antonio Feldmann 3, Anderson Rhoden 3 Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema.

Leia mais

Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido

Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido DOI: 10.5965/223811711532016266 Protocolo para micropropagação de marmeleiro BA29 em meio semissólido Protocol for micropropagation of quince BA29 in semisolid media Fernanda Grimaldi *, Aline Meneguzzi,

Leia mais

PRODUÇÃO DE MUDAS DE AMOREIRA-PRETA

PRODUÇÃO DE MUDAS DE AMOREIRA-PRETA PRODUÇÃO DE MUDAS DE AMOREIRA-PRETA João Paulo Tadeu Dias 1 ; Elizabeth Orika Ono 2 A cultura da amoreira-preta (Rubus sp.) surge como opção para a diversificação do cultivo de frutas, pois apresenta rusticidade

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO

PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO PROGRAMA ANALÍTICO DE DISCIPLINA 15/01/2007 COORDENADORIA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA Km 47 da BR 110 Bairro Presidente Costa e Silva CEP: 59625-900 C. postal 137 Telefone (084)3315.1796

Leia mais

Scientia Agraria ISSN: Universidade Federal do Paraná Brasil

Scientia Agraria ISSN: Universidade Federal do Paraná Brasil Scientia Agraria ISSN: 1519-1125 sciagr@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil ERIG, Alan Cristiano; Wulff SCHUCH, Márcia FATORES QUE AFETAM A MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MIRTILO Scientia Agraria,

Leia mais

Curso de Engenharia Florestal da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil 8

Curso de Engenharia Florestal da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil 8 PROPAGAÇÃO DE DOIS TIPOS DE ESTACAS HERBÁCEAS DO PORTA- ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 SUBMETIDAS A DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE ÁCIDO INDÓLBUTÍRICO. 1 HAMANN, Jonas Janner 2 ; FRONZA, Diniz 3 ; MEYER,

Leia mais

MEIOS DE CULTURA E REGULADORES DE CRESCIMENTO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA

MEIOS DE CULTURA E REGULADORES DE CRESCIMENTO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA Scientia Agraria ISSN 1519-1125 (printed) and 1983-2443 (on-line) VILLA, F. et al. Meio de cultura e reguladores... MEIOS DE CULTURA E REGULADORES DE CRESCIMENTO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA

Leia mais

IN VITRO ESTABLISHMENT OF BLUEBERRY TREES STARTING FROM NODAL SEGMENTS

IN VITRO ESTABLISHMENT OF BLUEBERRY TREES STARTING FROM NODAL SEGMENTS ESTABELECIMENTO IN VITRO DE MIRTILO A PARTIR DE SEGMENTOS NODAIS IN VITRO ESTABLISHMENT OF BLUEBERRY TREES STARTING FROM NODAL SEGMENTS Alan Cristiano ERIG 1 Márcia Wulff SCHUCH 2 RESUMO Com o objetivo

Leia mais

TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA.

TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA. TOLERÂNCIA DE CULTIVARES DE MAMONEIRA À TOXICIDADE DE ALUMÍNIO EM SOLUÇÃO NUTRITIVA Adriana Rodrigues Passos 1, Simone Alves Silva 1, Fernando Irajá Félix de Carvalho 2, Irineu Hartwig 2, Maraísa Crestani

Leia mais

Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho

Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho 303 Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho Germinação in vitro de Sementes de Mandacaruzinho In vitro germination of seeds of mandacaruzinho Amanda Pricilla Batista Santos 1 ; Luma dos Passos

Leia mais

Comunicado 133 Técnico ISSN Dezembro, 2005 Pelotas, RS

Comunicado 133 Técnico ISSN Dezembro, 2005 Pelotas, RS Comunicado 33 Técnico ISSN 506-985 Dezembro, 2005 Pelotas, RS Enraizamento de estacas de mirtilo provenientes de ramos lenhosos. Ângela Diniz Campos, Luis Eduardo Corrêa Antunes; Alexandre Couto Rodrigues2;

Leia mais

ENRAIZAMENTO IN VITRO E ACLIMATIZAÇÃO DE MUDAS DE MARMELEIRO CVS. MC E ADAMS, UTILIZADAS COMO PORTA-ENXERTO PARA A PEREIRA

ENRAIZAMENTO IN VITRO E ACLIMATIZAÇÃO DE MUDAS DE MARMELEIRO CVS. MC E ADAMS, UTILIZADAS COMO PORTA-ENXERTO PARA A PEREIRA ENRAIZAMENTO IN VITRO E ACLIMATIZAÇÃO DE MUDAS DE MARMELEIRO CVS. MC E ADAMS, UTILIZADAS COMO PORTA-ENXERTO PARA A PEREIRA IN VITRO ROOTING AND ACCLIMATIZATION OF QUINCE SCIONS CVS. MC AND ADAMS, USED

Leia mais

Analista da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Caixa Postal 007, , Cruz das Almas, BA. 2

Analista da Embrapa Mandioca e Fruticultura, Caixa Postal 007, , Cruz das Almas, BA.   2 ANÁLISE COMPORTAMENTAL DE UM ACESSO DE MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) EM RELAÇÃO A DOIS TIPOS DE MEIO DE CULTURA E DOSES DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL COMERCIAL Karen Cristina Fialho dos Santos 1, Antônio

Leia mais

ACLIMATIZAÇÃO E CRESCIMENTO DE PLÂNTULAS DE MIRTILEIRO CLIMAX MICROPROPAGADAS EM FUNÇÃO DO SUBSTRATO E DA COBERTURA PLÁSTICA 1

ACLIMATIZAÇÃO E CRESCIMENTO DE PLÂNTULAS DE MIRTILEIRO CLIMAX MICROPROPAGADAS EM FUNÇÃO DO SUBSTRATO E DA COBERTURA PLÁSTICA 1 898 ACLIMATIZAÇÃO E CRESCIMENTO DE PLÂNTULAS DE MIRTILEIRO CLIMAX MICROPROPAGADAS EM FUNÇÃO DO SUBSTRATO E DA COBERTURA PLÁSTICA 1 TÂNIA REGINA PELIZZA 2, CLÁUDIA ROBERTA DAMIANI 3, ANDREA DE ROSSI RUFATO

Leia mais

Reguladores vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante

Reguladores vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante Regulares vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante Reguladores vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante Plant regulators for rooting

Leia mais

Ácido Giberélico na Cultura de Embriões Zigóticos de Coqueiro-anãoverde

Ácido Giberélico na Cultura de Embriões Zigóticos de Coqueiro-anãoverde 90 Ácido Giberélico na Cultura de Embriões Zigóticos de Coqueiro-anãoverde José Edmário dos Santos¹, Ana da S. Lédo 2, Caroline de A. Machado 3, Aparecida G. de Araujo 4, Zilna B. de R. Quirino 5, Jaci

Leia mais

COMUNICAÇÃO EFEITO DE SUBSTRATOS NA ACLIMATIZAÇÃO DE PLANTAS MICROPROPAGADAS DO PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA MARUBAKAIDO 1

COMUNICAÇÃO EFEITO DE SUBSTRATOS NA ACLIMATIZAÇÃO DE PLANTAS MICROPROPAGADAS DO PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA MARUBAKAIDO 1 COMUNICAÇÃO EFEITO DE SUBSTRATOS NA ACLIMATIZAÇÃO DE PLANTAS MICROPROPAGADAS DO PORTA-ENXERTO DE MACIEIRA MARUBAKAIDO 1 ALEXANDRE HOFFMANN 2 MOACIR PASQUAL 3 NILTON NAGIB JORGE CHALFUN 3 CHRYSTIANE BORGES

Leia mais

SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES DOSES DE AIB PLANTADAS EM TUBETE

SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES DOSES DE AIB PLANTADAS EM TUBETE 5ª Jornada Científica e Tecnológica e 2º Simpósio de Pós-Graduação do IFSULDEMINAS 06 a 09 de novembro de 2013, Inconfidentes/MG SOBREVIVÊNCIA DE ESTACAS DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATOS COM DIFERENTES

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 AVALIAÇÃO DE DIFERENTES TEMPOS DE IMERSÃO E S DA SOLUÇÃO DE HIPOCLORITO DE SÓDIO NA ASSEPSIA DE EXPLANTES FOLIARES DE ATROVERAN Ocimum selloi Benth. LUCILA ELIZABETH FRAGOSO MONFORT 1 ; CAROLINA MARIANE

Leia mais

IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY

IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY CLORETO DE Cloreto POTÁSSIO de potássio E e FOSFATO fosfato de sódio DE na multiplicação SÓDIO NA in vitro... MULTIPLICAÇÃO 37 IN VITRO DE AMOREIRA-PRETA CV. TUPY Effect of KCl and NaH 2 O on in vitro

Leia mais

NÍVEIS DE VERMICULITA EM MISTURA DE SUBSTRATO NA ACLIMATIZAÇÃO DE PLANTAS DE AMOREIRA-PRETA 'TUPY'

NÍVEIS DE VERMICULITA EM MISTURA DE SUBSTRATO NA ACLIMATIZAÇÃO DE PLANTAS DE AMOREIRA-PRETA 'TUPY' NÍVEIS DE VERMICULITA EM MISTURA DE SUBSTRATO NA ACLIMATIZAÇÃO DE PLANTAS DE AMOREIRA-PRETA 'TUPY' LEVELS OF VERMICULITE SUBSTRATE MIXTURE IN THE ACCLIMATIZATION OF TUPY BLACKBERRY PLANTS Américo Wagner

Leia mais

Avaliação da velocidade de reação do corretivo líquido na camada superficial de um Latossolo Vermelho distroférrico

Avaliação da velocidade de reação do corretivo líquido na camada superficial de um Latossolo Vermelho distroférrico Avaliação da velocidade de reação do corretivo líquido na camada superficial de um Latossolo Vermelho distroférrico Bruna de Souza SILVEIRA 1 ; André Luís XAVIER 1 ; Sheila Isabel do Carmo PINTO 2 ; Fernando

Leia mais

INFLUÊNCIA DA COMPOSIÇÃO DO MEIO DE CULTIVO E DO TIPO DE EXPLANTE NA MICROPROPAGAÇÃO DO PORTA-ENXERTO DE Prunus sp. GXN-9 1

INFLUÊNCIA DA COMPOSIÇÃO DO MEIO DE CULTIVO E DO TIPO DE EXPLANTE NA MICROPROPAGAÇÃO DO PORTA-ENXERTO DE Prunus sp. GXN-9 1 INFLUÊNCIA DA COMPOSIÇÃO DO MEIO DE CULTIVO E DO TIPO DE EXPLANTE NA MICROPROPAGAÇÃO DO PORTA-ENXERTO DE Prunus sp. GXN-9 INFLUENCE OF CULTURE MEDIUM COMPOSITION AND EXPLANT TYPE ON MICROPROPAGATION OF

Leia mais

ENXERTIA DE PLANTAS FRUTÍFERAS

ENXERTIA DE PLANTAS FRUTÍFERAS ENXERTIA DE PLANTAS FRUTÍFERAS Prof. Angelo P. Jacomino Fruticultura - LPV 0448 2017 1 - Introdução Multiplicação Sexuada X Assexuada SEXUADA: - Facilidade; - Baixo custo. ASSEXUADA: - Características

Leia mais

POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE

POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE POLIPLOIDIA EM AMOREIRA BRANCA NATIVA DO SUL DO BRASIL Rubus imperialis VISA O MELHORAMENTO VEGETAL DA ESPÉCIE Larissa Costa MELLO 1, Maria do Carmo Bassols RASEIRA 2, Marco Antonio DALBÓ 3, Clenilso Sehnen

Leia mais

Formulário para submissão de trabalho

Formulário para submissão de trabalho Dados do Trabalho e do (a) Orientador (a) Formulário para submissão de trabalho Título do Projeto: Avaliação de substratos de germinação de rosa (Rosa sp.) variedade arco-íris Nível de Ensino: Graduação

Leia mais

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz)

INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) INFLUÊNCIA DO MEIO DE CULTURA E DE UM FERTILIZANTE SOLÚVEL NA MICROPROPAGAÇÃO DA MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) Mariane de Jesus da Silva de Carvalho 1, Antônio da Silva Souza 2, Mariana Conceição

Leia mais

Bragantia ISSN: Instituto Agronômico de Campinas Brasil

Bragantia ISSN: Instituto Agronômico de Campinas Brasil Bragantia ISSN: 0006-8705 editor@iac.sp.gov.br Instituto Agronômico de Campinas Brasil Pelizza, Tânia Regina; Damiani, Cláudia Roberta; Rufato, Andrea de Rossi; Kulkamp de Souza, André Luiz; de Farias

Leia mais

AGENTES DESINFESTANTES NO PROCESSO DE MICROPROPAGAÇÃO DA AMORA PRETA (RUBUS SSP)

AGENTES DESINFESTANTES NO PROCESSO DE MICROPROPAGAÇÃO DA AMORA PRETA (RUBUS SSP) AGENTES DESINFESTANTES NO PROCESSO DE MICROPROPAGAÇÃO DA AMORA PRETA (RUBUS SSP) DISINFESTATION AGENTS IN THE MICROPROPAGATION PROCESS OF BLACKBERRY (RUBUS SSP) RAFAELLY CALSAVARA MARTINS Mestranda em

Leia mais

VIII Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG- campus Bambuí VIII Jornada Científica

VIII Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG- campus Bambuí VIII Jornada Científica VIII Semana de Ciência e Tecnologia do IFMG- campus Bambuí VIII Jornada Científica Casca de café carbonizada e vermiculita como substrato alternativo para produção de mudas de alface Jakeline Aparecida

Leia mais

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO.

QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO. QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE MAMONA (Ricinus communis L.) CULTIVAR NORDESTINA, SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE ARMAZENAMENTO. Andréa dos Santos Oliveira, Renata Silva-Mann, Michelle da Fonseca Santos,

Leia mais

AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS INTRODUÇÃO

AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS INTRODUÇÃO 1 AÇÃO DA DESINFESTAÇÃO DE SUBSTRATOS COMERCIAIS SOBRE A EMERGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTOS CÍTRICOS SANDRA RIETH 1, WAGNER SOARES², MARINA BACK 3, GIL VICENTE LOUROSA 3, PAULO VITOR DUTRA

Leia mais

Micropropagação de sucupira preta por meio de gemas axilares

Micropropagação de sucupira preta por meio de gemas axilares Micropropagação de sucupira preta por meio de gemas axilares Luciana Coelho de Moura (1), Miranda Titon (1), José Sebastião Cunha Fernandes (2), Reynaldo Campos Santana (1) e Marcio Leles Romarco de Oliveira

Leia mais

INDUÇÃO IN VITRO DE RAÍZES ADVENTÍCIAS EM EXPLANTES DE SALIX (Salix humboldtiana Willdenow)

INDUÇÃO IN VITRO DE RAÍZES ADVENTÍCIAS EM EXPLANTES DE SALIX (Salix humboldtiana Willdenow) 82 INDUÇÃO IN VITRO DE RAÍZES ADVENTÍCIAS EM EXPLANTES DE SALIX (Salix humboldtiana Willdenow) IN VITRO INDUCTION OF ADVENTICIOUS ROOTS IN SALIX (Salix humboldtiana Willdenow) EXPLANTS Vespasiano Borges

Leia mais

Protocolo de Micropropagação de Cana-de-açúcar

Protocolo de Micropropagação de Cana-de-açúcar ISSN 1516-8832 Protocolo de Micropropagação de Cana-de-açúcar 128 Introdução A cana-de-açúcar (Saccharum officinarum L.) tem grande importância econômica na agricultura no Brasil e, mais recentemente,

Leia mais

Termos para indexação: Passiflora spp., propagação, produção de mudas, estaquia, hormônio.

Termos para indexação: Passiflora spp., propagação, produção de mudas, estaquia, hormônio. ENRAIZAMENTO DE ESPÉCIES SILVESTRES DE MARACUJÁ UTILIZANDO CINCO DOSES DE REGULADOR DE CRESCIMENTO AIB (ácido indolbutírico). Carolina de Faria Vaz 1 ; Marcelo Fideles Braga 1 ; Nilton Tadeu Vilela Junqueira

Leia mais

PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS

PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS PRODUÇÃO HIDROPÔNICA DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATOS À BASE DE RESÍDUOS ORGÂNICOS Fred Carvalho Bezerra 1 ; Tiago da Costa Silva²; Fernando Vasconcellos Meyer Ferreira²; Daniel Barbosa Araújo 3 1 Eng.

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE DUAS VILLA, ESPÉCIES F. et al. FRUTÍFERAS, EM MEIO DE CULTURA DSD1, MODIFICADO COM FONTES DE BORO E ZINCO

MICROPROPAGAÇÃO DE DUAS VILLA, ESPÉCIES F. et al. FRUTÍFERAS, EM MEIO DE CULTURA DSD1, MODIFICADO COM FONTES DE BORO E ZINCO 468 MICROPROPAGAÇÃO DE DUAS VILLA, ESPÉCIES F. et al. FRUTÍFERAS, EM MEIO DE CULTURA DSD1, MODIFICADO COM FONTES DE BORO E ZINCO Micropropagation of two fruit tree species on dsd1 culture medium modified

Leia mais

Substratos, concentrações de ácido indolbutírico e tipos de miniestacas no enraizamento de melaleuca (Melaleuca alternifolia Cheel)

Substratos, concentrações de ácido indolbutírico e tipos de miniestacas no enraizamento de melaleuca (Melaleuca alternifolia Cheel) 611, concentrações de ácido indolbutírico e tipos de miniestacas no enraizamento de melaleuca (Melaleuca alternifolia Cheel) OLIVEIRA, Y. 1 *; ALCANTARA, G.B. 1 ; GUEDES, I. 1 ; PINTO, F. 1 ; QUOIRIN,

Leia mais

Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas

Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas Produção de mudas de hortelã (Mentha arvensis L.) em função de tipos e idade de estacas Magda Araújo Brito 1 ; Valéria Gomes Momenté²; Ildon Rodrigues do Nascimento 3 1 Aluna do Curso de Engenharia de

Leia mais

CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA

CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA EFEITO DE AGENTES Efeito de agentes GELEIFICANTES geleificantes alternativos ALTERNATIVOS no meio de cultura... NO MEIO DE CULTURA NO CULTIVO IN VITRO DE ABACAXIZEIRO E BANANEIRA 4 Effect of alternative

Leia mais

AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA

AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA AÇÃO DA 6-BENZILAMINOPURINA E DA QUALIDADE DA LUZ NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE MACIEIRA (Malus domestica BORKH.) CVS. GALAXY E MASTERGALA ACTION OF THE 6-BENZYLAMINOPURINE AND OF THE LIGHT QUALITY ON THE

Leia mais

fontes e doses de nitrogênio em cobertura na qualidade fisiológica de sementes de trigo

fontes e doses de nitrogênio em cobertura na qualidade fisiológica de sementes de trigo fontes e doses de nitrogênio em cobertura na qualidade fisiológica de sementes de trigo PRANDO, A.M. 1 ; ZUCARELI, C. 1 ; FRONZA, V. 2 ; BASSOI, M.C. 2 ; OLIVEIRA, F.A. 2 1 Universidade Estadual de Londrina

Leia mais

Utilização de diferentes proporções de casca de café carbonizadas para a produção de mudas de tomate (Solanum lycopersicum)

Utilização de diferentes proporções de casca de café carbonizadas para a produção de mudas de tomate (Solanum lycopersicum) VIII Semana de Ciência e Tecnologia IFMG-Campus Bambuí VIII Jornada Científica Utilização de diferentes proporções de casca de café carbonizadas para a produção de mudas de tomate (Solanum lycopersicum)

Leia mais

6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY

6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY Ciência Rural, Santa Maria, v.32, n.5, p.765-770, 2002 ISSN 0103-8478 765 6-BENZILAMINOPURINA E ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DA AMOREIRA PRETA (Rubus idaeus L.), cv. TUPY 6-BENZYLAMINO

Leia mais

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010)

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) 5771-5775 AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ARROZ IRRIGADO NO USO DE NITROGÊNIO CARVALHO, Glaucilene Duarte 1 ; DE CAMPOS, Alfredo Borges 2 & FAGERIA,

Leia mais

INFLUÊNCIA DO ÁCIDO INDOL-3-BUTÍRICO NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE CONFREI (Symphytum officinale L.) 1

INFLUÊNCIA DO ÁCIDO INDOL-3-BUTÍRICO NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE CONFREI (Symphytum officinale L.) 1 INFLUÊNCIA DO ÁCIDO INDOL-3-BUTÍRICO NO CRESCIMENTO INICIAL DE PLANTAS DE CONFREI (Symphytum officinale L.) 1 RESUMO - Com o objetivo de avaliar a influência do ácido indol-3-butírico (AIB) no crescimento

Leia mais

AVALIAÇÃO DE VARIEDADES DE MANGA VISANDO O MERCADO DE CONSUMO IN NATURA LAERTE SCANAVACA JUNIOR 1 ; NELSON FONSECA 2

AVALIAÇÃO DE VARIEDADES DE MANGA VISANDO O MERCADO DE CONSUMO IN NATURA LAERTE SCANAVACA JUNIOR 1 ; NELSON FONSECA 2 AVALIAÇÃO DE VARIEDADES DE MANGA VISANDO O MERCADO DE CONSUMO IN NATURA LAERTE SCANAVACA JUNIOR ; NELSON FONSECA INTRODUÇÃO A seleção de variedades de mangueira para consumo de frutas frescas depende de

Leia mais

EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NO DESENVOLVIMENTO in vitro E in vivo DE Aspergillus niger EM CEBOLA

EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NO DESENVOLVIMENTO in vitro E in vivo DE Aspergillus niger EM CEBOLA EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NO DESENVOLVIMENTO in vitro E in vivo DE Aspergillus niger EM CEBOLA Cargnim, Jaqueline Marques ; Marcuzzo, Leandro Luiz Instituto Federal Catarinense, Rio do Sul/SC

Leia mais

VII Semana de Ciência Tecnologia IFMG campus

VII Semana de Ciência Tecnologia IFMG campus Avaliação do efeito do corretivo líquido sobre o ph, Ca 2+, Mg 2+, porcentagem de saturação por bases (V) e alumínio (m) em um Latossolo Vermelho distroférrico André Luís Xavier Souza 1 ; Fernando Carvalho

Leia mais

Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1

Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1 Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1 Paulo Sérgio Gomes da Rocha 2*, Roberto Pedroso de Oliveira 3, Walkyria Bueno Scivittaro 4 Resumo - O objetivo deste trabalho foi

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATO CONTENDO TORTA DE MAMONA

DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATO CONTENDO TORTA DE MAMONA DESENVOLVIMENTO DE MUDAS DE TOMATE EM SUBSTRATO CONTENDO TORTA DE MAMONA Rafael Garcia Gouzalez 1 Luiz Antônio Augusto Gomes 2 Antônio Carlos Fraga 3 Pedro Castro Neto 4 RESUMO Com o objetivo de avaliar

Leia mais

AVALIAÇÃO DE ESTACAS DE DRACENA EM DIFERENTES AMBIENTES COM E SEM HORMÔNIO AIB

AVALIAÇÃO DE ESTACAS DE DRACENA EM DIFERENTES AMBIENTES COM E SEM HORMÔNIO AIB AVALIAÇÃO DE ESTACAS DE DRACENA EM DIFERENTES AMBIENTES COM E SEM HORMÔNIO AIB Bruno F. VIEIRA 1 ; Felipe LONARDONI 2 ; Marcell T. M. da SILVA 3 ; José M. F. CAMILO 4 ; Ariana V. SILVA 5 ; Juliano F. RANGEL

Leia mais

INFLUÊNCIA DA COBERTURA MORTA NA PRODUÇÃO DA ALFACE VERÔNICA RESUMO

INFLUÊNCIA DA COBERTURA MORTA NA PRODUÇÃO DA ALFACE VERÔNICA RESUMO INFLUÊNCIA DA COBERTURA MORTA NA PRODUÇÃO DA ALFACE VERÔNICA Cyntia S. dos SANTOS 1 ; Cláudio A. dos PASSOS 2 ; Anivaldo B. M. FREITAS 3 ; Darlan P. de AZEVEDO 4 ; Felipe LONARDONI 5 ; Marcell T. M. da

Leia mais

EFEITO DOS DIFERENTES TIPOS DE SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE LACTUCA SATIVA RESUMO

EFEITO DOS DIFERENTES TIPOS DE SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE LACTUCA SATIVA RESUMO Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar II MICTI Camboriú, SC, 17, 18 e 19 de outubro de 2007. EFEITO DOS DIFERENTES TIPOS DE SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE LACTUCA SATIVA

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO DE AROEIRA-VERMELHA EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE BENZILAMINOPURINA E ACIDO NAFTALENO ACÉTICO 1

ESTABELECIMENTO IN VITRO DE AROEIRA-VERMELHA EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE BENZILAMINOPURINA E ACIDO NAFTALENO ACÉTICO 1 ESTABELECIMENTO IN VITRO DE AROEIRA-VERMELHA EM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE BENZILAMINOPURINA E ACIDO NAFTALENO ACÉTICO 1 DE SOUZA, Letiele Bruck 2 ; LUCHO, Simone Ribeiro 2 ; GINDRI, Amanda Leitão 3 ;

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO DE PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 IN VITRO, COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CITOCININA.

MICROPROPAGAÇÃO DE PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 IN VITRO, COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CITOCININA. MICROPROPAGAÇÃO DE PORTA-ENXERTO DE VIDEIRA PAULSEN 1103 IN VITRO, COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES DE CITOCININA. MICROPROPAGATION OF STOCK FOR GRAFTING OF GRAPEVINE PAULSEN 1103 "IN VITRO", WITH DIFFERENT

Leia mais

EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM*

EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM* EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM* SILVEIRA, A.L. 1 ; SANTANA, M.J. ; BARRETO, A.C. ; VIEIRA, T.A. 3 * Projeto com apoio da FAPEMIG. 1 Estudante Agronomia

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO. 1. Título

PROJETO DE EXTENSÃO. 1. Título 1. Título MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Edital Nº 15/2016 Extensão-Superior PROJETO DE EXTENSÃO Unidade Demonstrativa e produção de mudas de videira de qualidade no Alto Vale do Itajaí 2. Resumo dos resultados

Leia mais

Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1. LED - New light source for multiplication and rooting in vitro of raspberry

Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1. LED - New light source for multiplication and rooting in vitro of raspberry PAULO SÉRGIO GOMES DA ROCHA, ROBERTO PEDROSO DE OLIVEIRA, WALKYRIA BUENO SCIVITTARO Uso de LEDs na multiplicação e enraizamento in vitro de framboeseiras 1 Paulo Sérgio Gomes da Rocha 2 *, Roberto Pedroso

Leia mais

EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NA GERMINAÇÃO in vitro DE CONÍDIOS DE Aspergillus niger, AGENTE ETIOLÓGICO DO MOFO PRETO DA CEBOLA

EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NA GERMINAÇÃO in vitro DE CONÍDIOS DE Aspergillus niger, AGENTE ETIOLÓGICO DO MOFO PRETO DA CEBOLA EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NA GERMINAÇÃO in vitro DE CONÍDIOS DE Aspergillus niger, AGENTE ETIOLÓGICO DO MOFO PRETO DA CEBOLA Autores: Jéssica Tainara IGNACZUK 1, Leandro Luiz MARCUZZO 2 Identificação

Leia mais

EFEITO DO TIPO DE SEGMENTO NODAL E TAMANHO DO RECIPIENTE NO CRESCIMENTO DE PLANTAS DE Pfaffia glomerata IN VITRO

EFEITO DO TIPO DE SEGMENTO NODAL E TAMANHO DO RECIPIENTE NO CRESCIMENTO DE PLANTAS DE Pfaffia glomerata IN VITRO EFEITO DO TIPO DE SEGMENTO NODAL E TAMANHO DO RECIPIENTE NO CRESCIMENTO DE PLANTAS DE Pfaffia glomerata IN VITRO FERNANDO TEIXEIRA NICOLOSO 1 ALAN CRISTIANO ERIG 2 RESUMO Pfaffia glomerata (Spreng.) Pedersen

Leia mais

Microjardim clonal de mirtileiro em sistemas de cultivo sem solo 1

Microjardim clonal de mirtileiro em sistemas de cultivo sem solo 1 1037 http://dx.doi.org/10.1590/0100-2945-240/14 Microjardim clonal de mirtileiro em sistemas de cultivo sem solo 1 LUANA BORGES AFFONSO 2, Roberta Marins Nogueira Peil 3, Márcia Wulff Schuch 4, Thaís Helena

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Campus Cariri 3 o Encontro Universitário da UFC no Cariri Juazeiro do Norte-CE, 26 a 28 de Outubro de 2011

Universidade Federal do Ceará Campus Cariri 3 o Encontro Universitário da UFC no Cariri Juazeiro do Norte-CE, 26 a 28 de Outubro de 2011 TESTE DE GERMINAÇÃO PARA AVALIAR A QUALIDADE DA SEMENTE DO MILHO PIPOCA Laianny Morais Maia¹, Silvério de Paiva Freitas Júnior², Mikaelle Cavalcante de Brito¹, Cícero Secifram da Silva¹, Edilza Maria Felipe

Leia mais

AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS

AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS AVALIAÇÃO DE PLANTAS MATRIZES DE UMBUZEIRO EM CONDIÇÕES IRRIGADAS PARA FORNECIMENTO DE PROPÁGULOS VEGETATIVOS Francisco Pinheiro de Araújo Carlos Antonio F.Santos Everaldo Rocha Porto Embrapa Semi-Árido

Leia mais

Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro

Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Índice de clorofila em variedades de cana-de-açúcar tardia, sob condições irrigadas e de sequeiro Thiago Henrique Carvalho de Souza

Leia mais

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis

SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis SELETIVIDADE DOS HERBICIDAS BENTAZON E NICOSULFURON PARA Crotalaria juncea e Crotalaria spectabilis NOGUEIRA, C. H. P (FCAV - UNESP, Jaboticabal/SP - nogueirachp@gmail.com), CORREIA, N. M. (Embrapa, Brasília/DF

Leia mais

POTENCIAL DE MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE CULTIVARES DE FRAMBOESEIRA 1

POTENCIAL DE MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE CULTIVARES DE FRAMBOESEIRA 1 280 COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA POTENCIAL DE MULTIPLICAÇÃO IN VITRO DE CULTIVARES DE FRAMBOESEIRA 1 ROBERTO PEDROSO DE OLIVEIRA 2, ANTONIO FERNANDO PACHECO NINO 3 RESUMO - Objetivou-se avaliar o potencial de

Leia mais

Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius

Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius 17 Workshop de Plantas Medicinais do Mato Grosso do Sul/7º Empório da Agricultura Familiar PPM Tipos e tamanhos de estacas na formação de mudas de Schinus terebinthifolius Felipe Ferreira 1 (IC)*, Fagner

Leia mais

Leonardo Henrique Duarte de Paula 1 ; Rodrigo de Paula Crisóstomo 1 ; Fábio Pereira Dias 2

Leonardo Henrique Duarte de Paula 1 ; Rodrigo de Paula Crisóstomo 1 ; Fábio Pereira Dias 2 Avaliação de diferentes cultivares de milho (Zea mays) para a produção de minimilho na região Bambuí MG Leonardo Henrique Duarte de Paula 1 ; Rodrigo de Paula Crisóstomo 1 ; Fábio Pereira Dias 2 1 Estudante

Leia mais

MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS -

MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS - MOSTRA CIENTÍFICA DAS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS - NORMAS PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS - Data limite para envio: até 08 de junho de 2014 Modalidades de apresentação: Comunicação Oral e Pôster

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOTECNIA COMPONENTES CURRÍCULARES Código Nome Nível de Ensino 1 FTC0001 AGROECOLOGIA STRICTO

Leia mais

PLANTIO CONSORCIADO DE PIMENTA DEDO-DE-MOÇA COM ADUBOS VERDES: PROMOÇÃO DE CRESCIMENTO E OCORRÊNCIA DE PRAGAS PROJETO DE PESQUISA

PLANTIO CONSORCIADO DE PIMENTA DEDO-DE-MOÇA COM ADUBOS VERDES: PROMOÇÃO DE CRESCIMENTO E OCORRÊNCIA DE PRAGAS PROJETO DE PESQUISA PLANTIO CONSORCIADO DE PIMENTA DEDO-DE-MOÇA COM ADUBOS VERDES: PROMOÇÃO DE CRESCIMENTO E OCORRÊNCIA DE PRAGAS PROJETO DE PESQUISA PROFESSOR: MARCELO TAVARES DE CASTRO ALUNO: FABIOLA DOS REIS LIMA CURSO:

Leia mais

TAMANHO DE CLADÓDIOS NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE PITAIA VERMELHA 1

TAMANHO DE CLADÓDIOS NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE PITAIA VERMELHA 1 Universidade Federal Rural do Semiárido Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação http://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/sistema ISSN 1-316X (impresso) ISSN 1983-2125 (online) TAMANHO DE CLADÓDIOS NA

Leia mais

NA PROPAGAÇÃO DA LICHIEIRA

NA PROPAGAÇÃO DA LICHIEIRA TIPO DE ESTACA Tipos E de CONCENTRAÇÃO estaca e concentração de ácido DE indolbutírico... ÁCIDO INDOLBUTÍRICO NA PROPAGAÇÃO DA LICHIEIRA 97 Type of cuttings and concentration of indolbutyric acid on the

Leia mais

FONTES ORGÂNICAS DE NUTRIENTES E SEUS EFEITOS NO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DA MAMONEIRA*

FONTES ORGÂNICAS DE NUTRIENTES E SEUS EFEITOS NO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DA MAMONEIRA* FONTES ORGÂNICAS DE NUTRIENTES E SEUS EFEITOS NO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO DA MAMONEIRA* Márcia Maria Bezerra Guimarães 1 ; Robson César Albuquerque 1 ; Amanda Micheline Amador de Lucena 1 ; Fabiana

Leia mais

EFEITO DA TORTA DE MAMONA SOBRE O CRESCIMENTO DA MAMONEIRA BRS 149 NORDESTINA.

EFEITO DA TORTA DE MAMONA SOBRE O CRESCIMENTO DA MAMONEIRA BRS 149 NORDESTINA. EFEITO DA TORTA DE MAMONA SOBRE O CRESCIMENTO DA MAMONEIRA BRS 149 NORDESTINA Joab Josemar Vitor Ribeiro do Nascimento 1, Maria José Vieira Tavares 2, Liv Soares Severino 3, Valdinei Sofiatti 3 1UFCG,

Leia mais

INTRODUÇÃO. O cultivo de orquídeas tem se destacado de forma rentável no mercado em muitas partes

INTRODUÇÃO. O cultivo de orquídeas tem se destacado de forma rentável no mercado em muitas partes INFLUÊNCIA DA SACAROSE NA ACLIMATIZAÇÃO DE Cattleya labiata L. EM SUBSTRATO COM DIFERENTES PORCENTAGENS DE CASCA DE ARROZ CARBONIZADA E FIBRA DE COCO (Cocus nucifera L.) 1 Rebeca de Araújo Torres 2, Roberto

Leia mais

Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir de Carvalho (Orientador),

Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir de Carvalho (Orientador), OBTENÇÃO DE PLÂNTULAS DO HÍBRIDO DE CATTLEYA LODDIGESII x CATTLEYA FORBESII (ORCHIDACEAE), OBTIDA A PARTIR DE DIFERENTES FONTES E CONCENTRAÇÕES DE CARBONO. Caue de Abreu Alvarez (PIBIC/CNPq), Sandremir

Leia mais

Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas. Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids

Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas. Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids DOI: 10.5433/1679-0359.2014v35n4p1731 Meios de cultura utilizados na micropropagação de híbridos de orquídeas Culture media used in the micropropagation of orchids hybrids Luzia Yuriko Miyata 1 ; Fabíola

Leia mais

Universidade Estadual de Goiás, Unidade Universitária de Ipameri. Rodovia GO 330 Km 241 Anel Viário. CEP Ipameri - GO.

Universidade Estadual de Goiás, Unidade Universitária de Ipameri. Rodovia GO 330 Km 241 Anel Viário. CEP Ipameri - GO. EFEITO DE SUBSTRATO NA GERMINAÇÃO E DESENVOLVIMENTO INICIAL DE MUDAS DE MANGOSTÃO AMARELO Nei Peixoto 1 ; Thiago Cavalcante Gomes Ribeiro de Andrade 2 ; Atalita Francis Cardoso 2 ; Wilson Zorzetti Marques

Leia mais

BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA

BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA BIOCARVÃO COMO COMPLEMENTO NO SUBSTRATO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE TOMATE CEREJA Lucas Gomes de Souza 1, Francisco Lopes Evangelista 2, Gabriel José Lima da Silveira 3, Susana Churka Blum 4 Resumo: O

Leia mais

MICROESTAQUIA SERIADA IN VITRO DE ERVA-MATE 1

MICROESTAQUIA SERIADA IN VITRO DE ERVA-MATE 1 MICROESTAQUIA SERIADA IN VITRO DE ERVA-MATE 1 COMIRAN, Mariane 2 ; QUADROS, Kenia Michele de 3 ;BISOGNIN, Dilson Antônio 4 ; FISCHER, Hardi 5 ;RAUBER, Marcelo 6 ;PIMENTEL, Nathália 7 1 Trabalho de Pesquisa

Leia mais