O USO DA LUZ INTENSA PULSADA (LIP) NO TRATAMENTO DO FOTOENVELHECIMENTO DE DORSO DAS MÃOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O USO DA LUZ INTENSA PULSADA (LIP) NO TRATAMENTO DO FOTOENVELHECIMENTO DE DORSO DAS MÃOS"

Transcrição

1 O USO DA LUZ INTENSA PULSADA (LIP) NO TRATAMENTO DO FOTOENVELHECIMENTO DE DORSO DAS MÃOS AUTORES: Alessandra Grassi Salles* Cristina Pires Camargo** Rodrigo Gimenez*** César Isaac*** Marcus Castro Ferreira**** *Mestre em Cirurgia Plástica pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica ** Membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica *** Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica **** Professor titular da Disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo INSTITUIÇÃO: Disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo ENDEREÇO: GRUPO DE MEDICINA ESTÉTICA E LASER Dra. Alessandra Grassi Salles Av. Dr. Arnaldo, 455 sala

2 RESUMO OBJETIVO:O tratamento para fotoenvelhecimento de dorso das mãos é um desafio na prática clinica, e pode utilizar-se de tratamento tópico, lasers ablativos e peeling com ácido tricloroacético. Neste estudo, a luz intensa pulsada, método não ablativo, foi utilizada no tratamento desta alteração mãos. METODOLOGIA: foram estudados 56 casos, 28 mulheres, fototipo II-IV, idade média 64,5 anos. Os parâmetros da LIP foram: primeira passagem, filtro 640 0nm, energia 20 a 22J, e segunda passagem filtro 520nm e energia de 18 a 20J. Foram realizadas duas sessões com intervalo de 30 dias. Foram fatores de avaliação: documentação iconográfica, satisfação do paciente e de um terceiro observador em relação à qualidade da pele e melhora das manchas, segundo escala analógica visual: 0- sem melhora; 1- pouco resultado; 2- resultado moderado; 3- bom. RESULTADOS: A avaliação das pacientes foi, respectivamente em relação ao clareamento das manchas e melhora da pele como um todo: 4/56 (7,1%) e 4/56 (7,1%) sem resultado; 12/56 (21,4%) e 4/56 (7,1%) resultado pobre; 21/56 (37,5%) e 20/56 (35,7%) resultado moderado; 22/56 (39,3%) e 28/56 (50%) bom resultado. A avaliação pelo observador foi: 4/56 (7,1%) sem resultado; 12/56 (21,4%)

3 resultado pobre; 22/56 (39,2%) resultado moderado; 18/56 (32,12%) bom resultado em relação a manchas, e quanto ao aspecto geral da pele: 2/56 (3,5%) sem melhora; 4/56 (7,1%) pouco resultado; 22/56 (39,2%) resultado moderado; 28/56 (50%) bom resultado. CONCLUSÕES: A LIP mostrou-se eficaz e segura no tratamento do fotoenvelhecimento do dorso das mãos. Estudos a longo prazo devem ser considerados para melhor conhecimento do efeito da LIP no fotoenvelhecimento. DESCRITORES Fotoenvelhecimento mãos luz intensa pulsada laser tratamento

4 SUMMARY OBJECTIVE: photodamaged skin is a challenge in clinical practice. Cosmetic treatment, peeling, laser are used in this change. In this study, the Intense Pulsed Light (IPL), a non ablative procedure, was tested in skin hand. METHODS: 56 cases (28 patients) were assessed in this prospective study. All female, ranging in age from (average 64,5 years); skin type II-IV. The parameters Dermapulse PL Industra) were: first passage 640nm, energy 20 a 22 J. Second passage, 520nm, energy 18-20J. Total: 2 sessions, gap of 30 days. Photo, patient and observer evaluation evaluated general appearance and pigment changes. Complications, as skin lesion, were observed. RESULTS: At the end of two sessions, patient evaluation for pigmentation: 4/56 (7,1%) no results; 12/56 (21,4%) poor; 21/56 (37,5%) moderate; 22/56 (39,3%) good. As general appearance: 4/56 (7,1%) no result; 4/56 (7,1%) poor; 20/56 (35,7%) moderate; 28/56 (50%) good. Observer evaluation for pigmentary changes: 4/56 (7,1%) no result; 12/56 (21,4%) poor; 22/56 (39,2%) moderate; 18/56 (32,12%) good. General skin aspects: 2/56 (3,5%) no result; 4/56 (7,1%) poor; 22/56 (39,2%) moderate; 28/56 (50%) good.

5 CONCLUSION: ILP was a good procedure for skin rejuvenation, with minimal side effects. More prospective study must be done for longer data. O USO DA LUZ INTENSA PULSADA (LIP) NO TRATAMENTO DO FOTOENVELHECIMENTO DE DORSO DAS MÃOS INTRODUÇÃO O tratamento para fotoenvelhecimento de dorso das mãos é um desafio na prática clinica. O uso de lasers ablativos, bem como peelings com ácido tricloroacético são utilizados com freqüência. Neste estudo, o objetivo foi avaliar a efetividade do tratamento com luz intensa pulsada (LIP) no tratamento desta alteração dermoepidérmica em dorso de mãos. O fotoenvelhecimento cutâneo é um processo que compreende múltiplos fatores e se caracteriza pelo aparecimento de alterações pigmentares, perda do brilho (por diminuição da secreção sebácea), diminuição da elasticidade e espessura da pele. (1)

6 O aparecimento de terapias fotocromáticas abriu um novo leque de opções no tratamento do fotoenvelhecimento, não só das mãos como em outros locais do corpo..(2) A emissão de luz intensa pulsada por determinados aparelhos produz um feixe de luz não coerente, cujo espectro de radiação abrange vários comprimentos de onda simultaneamente. São menos específicos que os lasers, e geralmente menos eficientes, porém o menor custo e a diversidade de indicações (epilação, manchas, rejuvenescimento não ablativo) justificam esta popularidade.(3-8)

7 CASUÍSTICA Vinte pacientes do sexo feminino com idade variando de 34 a 76 anos, média de 64,5 anos, foram recrutados neste estudo, realizado entre maio e dezembro de Esse estudo foi realizado segundo as normas de Boas Práticas Clínicas e a Declaração de Helsinki. Todas as pacientes foram informadas sobre as conseqüências e riscos do procedimento em estudo, através de Consentimento Informado assinado. Com vinte e oito pacientes obtivemos 56 casos clínicos. Todas as pacientes nunca haviam realizado qualquer tipo de tratamento para fotoenvelhecimento de dorso das mãos. O fototipo alocado variou de II a IV (Tabela I). Somente com o início do tratamento os pacientes foram orientados a utilizar diariamente protetores solares (fator 30). Os critérios de inclusão foram sinais de fotoenvelhecimento, tais como heliose solar, falta de elasticidade na pele, atrofia da pele, falta de brilho. Os critérios de exclusão foram doenças sistêmicas graves ou que tivessem potencial de prejudicar a cicatrização local (diabetes, doenças esclerosantes ou auto-imunes, hipertensão arterial sistêmica não controlada), lesão cruenta no local de tratamento, incapacidade de seguir as orientações recomendadas, pessoas que

8 se submeteram a outros tratamentos para fotoenvelhecimento de dorso das mãos no último ano.

9 METODOLOGIA No dia do procedimento a área a ser aplicada a Luz Intensa Pulsada (LIP) foi limpa com sabonete comum. Caso houvesse a presença de pêlos no dorso, os mesmos seriam umedecidos com água, a fim de se evitar depilação e alteração da carga energética recebida no local. O aparelho de emissão da LIP utilizado foi o Dermapulse PL Industra. Os parâmetros usados para este protocolo foram: primeira passagem, filtro filtro 640nm, energia J, aplicado em todo o dorso da mão. Segunda passagem: filtro 520nm, energia 18 a 20J, aplicação direcionada nas manchas. Os pacientes foram orientados a aplicar quatro vezes ao dia, ou toda vez que lavassem as mãos, filtro solar fator 30. Ainda, todo contato com produtos químicos (detergentes, desinfetantes) deveria ser evitado por uso de luvas. Uma segunda sessão foi realizada após 30 ± 5 dias da data da primeira sessão, seguindo os mesmo parâmetros anteriormente descritos. Documentação fotográfica foi feita antes do tratamento e após 30 dias da última sessão. As fotografias não identificadas quanto ao pré e pós procedimento foram apresentadas a um terceiro

10 observador para avaliação. Os critérios avaliados foram heliose solar e aparência geral da pele (brilho, presença de manchas, alteração da elasticidade). Foi adotado o seguinte escore para avaliação dos resultados, sendo o mesmo aplicado às pacientes e a um terceiro avaliador frente às fotografias de pré e pós-tratamento: 0- nenhuma melhora ou piora 1- pouco resultado 2- resultado moderado 3- resultado bom COMPLICAÇÕES Foi registrada a freqüência de aparecimento de vesículas, crostas, ou infecção local. A médio prazo, observou-se a ocorrência de ulcerações, discromias, cicatrizes hipertróficas.

11 RESULTADOS Após duas sessões de LIP em mãos, a avaliação dada pelas pacientes em relação ao clareamento das manchas foram: 4/56 (7,1%) piora ou sem resultado; 12/56 (21,4%) resultado pobre; 21/56 (37,5%) resultado moderado; 22/56 (39,3%) bom resultado. Quanto à melhora da pele como um todo (brilho, elasticidade, hidratação, coloração) : 4/56 (7,1%) piora ou sem resultado; 4/56 (7,1%) resultado pobre; 20/56 (35,7%) resultado moderado; 28/56 (50%) bom resultado. A avaliação pelo observador foi: 4/56 (7,1%) apresentaram piora das manchas ou sem resultado; 12/56 (21,4%) resultado pobre; 22/56 (39,2%) resultado moderado; 18/56 (32,12%) bom resultado. Em relação ao critério aspecto geral da pele: 2/56 (3,5%) sem melhora do aspecto; 4/56 (7,1%) pouco resultado; 22/56 (39,2%) resultado moderado; 28/56 (50%) bom resultado. Complicações Desses 56 casos, uma paciente apresentou bolhas imediatamente após o procedimento. Com uso de cremes contendo corticosteróides e filtro solar houve evolução à cura, sem alteração de coloração ou textura da pele.

12 Outra paciente com histórico de alergia de contato e eczema em mãos, aparentemente 1 semana após a aplicação da LIP reativou o processo alérgico bilateralmente. Após uso de corticosteróides tópicos houve regressão completa do quadro, sem seqüela, sendo suspenso o tratamento com LIP. A tabela II apresenta os pacientes tratados e a freqüência de complicações ou intercorrências observadas. Cinco pacientes desenvolveram crostas 24 horas após a LIP. Foram submetidas ao mesmo tratamento acima descrito com reparação total da pele. Foi considerado sob crostas também o escurecimento das manchas, que pode ocorrer logo após o procedimento. Observamos que as manchas que evoluíram com escurecimento temporário (duração média entre duas e três semanas) mais frequentemente apresentaram clareamento ou desaparecimento quando comparadas às manchas que não alteraram sua cor (figs. 1, 2 e 3). Dezesseis pacientes- 32 casos (57,1%) relataram ardência, eritema ou edema local, com duração que variou de 30 minutos a 72h após o tratamento.

13 DISCUSSÃO Este estudo mostrou a eficácia e segurança do uso da Luz Intensa Pulsada no tratamento do fotoenvelhecimento da pele do dorso das mãos. A LIP, assim como os lasers não ablativos, opera com o princípio da fototermólise seletiva. São cada vez mais utilizados como métodos auxiliares (2,7,9). O princípio envolvido é a absorção da radiação com comprimento de onda específico por um determinado cromóforo que esteja situado profundamente na derme, sem lesão (ou com mínima lesão) da epiderme e da derme ao redor da estrutura alvo, que pode ser um pêlo, telangiectasias, o pigmento de uma tatuagem, ou manchas hipercrômicas. Os cromóforos naturais da pele (a água, a hemoglobina e a melanina) têm seus espectros de absorção próprios para cada comprimento de onda. Ao escolher o laser ideal, deve-se optar pelo comprimento de onda no qual o cromóforo-alvo tenha absorção máxima, enquanto os demais cromóforos tenham menor absorção. Também deve-se levar em consideração a profundidade da estrutura-alvo, que deve corresponder à penetração daquele comprimento de onda na pele. A duração do pulso do laser é ajustada de acordo com o tempo de relaxamento térmico da estrutura a ser atingida, pois o aquecimento

14 seletivo do alvo é mais efetivo quando o tempo de fornecimento da energia necessária para sua destruição é menor que a velocidade de resfriamento do mesmo. Assim, evita-se a lesão das estruturas adjacentes. Exemplos de lasers não ablativos bastante utilizados são o diodo (comprimento de onda nm) e o Neodímio-YAG de pulso longo (1064nm) para epilação, o Neodímio-YAG de freqüência dobrada (532nm), o argônio (577nm) e o de corante (dye laser - 585nm) para lesões vasculares. (5,6,7) O chamado "rejuvenescimento não ablativo" tem sido mais realizado recentemente, compreende a utilização de lasers ou luz intensa pulsada visando promover a estimulação da produção de colágeno por fibroblastos dérmicos. O tratamento deve ser repetido mensalmente, no mínimo quatro sessões a fim de obter resultados mais duradouros (5). Neste estudo, o emprego de filtros e energia diferentes a cada passada teve a intenção de numa passagem (filtro 640 nm) estarmos tratando a pele como um todo, estimulando a descamação da epiderme e a remodelação do colágeno, já na segunda passada (filtro 520 nm) obter claremento mais eficiente ou mesmo eliminação das manchas. É importante o paciente ser orientado quanto aos cuidados pós-procedimento, tais como evitar contato direto com

15 agentes químicos, detergentes, desinfetantes; uma vez que a lesão pode ser aprofundada comprometendo o resultado final. (9,10,11) Após duas semanas da primeira sessão a pele já estava regenerada, não havendo qualquer área cruenta, após 30 dias da LIP. Como tratamento coadjuvante e mesmo de manutenção todas as pacientes utilizaram protetores solares associadas a despigmentantes (hidroquinona 4%) em regime diário. Ainda luvas de tecido foram prescritas até um mês após a última sessão nas pacientes que evoluíram com crostas. A segurança foi avaliada pelo aparecimento de vesículas, bolhas, crostas. Imediatamente após o uso da LIP observou-se eritema e ardor local, condizente com dados da literatura (12,13). Embora não há estudos indexados no uso da LIP para o fotorejuvenescimento de dorso de mãos, podemos correlacionar com experimentos da LIP na face. Segundo Hernandez-Peres o uso da LIP, pela sua característica de não ser uma luz coerente, atua em vários cromóforos, dissipando a energia. Assim, o aquecimento é mais superficial e menor quando comparado ao uso de lasers similares, oferecendo maior segurança, principalmente nos fototipos mais elevados. (7,10,13) Os critérios avaliados são subjetivos, porém não houve diferença significativa entre a avaliação da paciente e a do terceiro

16 avaliador. Houve uma tendência a maior satisfação por parte da paciente, provavelmente devido a critérios tais como hidratação e textura. O observador mostrou-se mais satisfeito com os resultados quando houve melhora maior em relação ao aspecto das manchas, melhor avaliadas pelas fotografias. Métodos apropriados para avaliação de resultados são necessários em estudos da pele humana e de tratamentos para situações clínicas como o fotoenvelhecimento. Idealmente deveriam ser quantitativos e padronizados. MARKS; EDWARDS (1992) (14), após revisão dos métodos de avaliação disponíveis, concluem não haver uma única técnica perfeita, sendo os métodos não invasivos preferíveis, apesar da maior dificuldade em torná-los objetivos. Técnicas de pontuação por avaliação clínica, apesar da maior dificuldade de padronização e reprodutibilidade, são as mais frequentemente utilizadas na atualidade. Os autores concluíram que a LIP mostrou-se eficaz e segura no tratamento do fotoenvelhecimento do dorso das mãos, posicionando-se como uma boa opção para esse tipo de alteração na pele. Estudos a longo prazo devem ser considerados para melhor conhecimento do efeito da LIP no fotoenvelhecimento.

17 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1. Rubin Mark G. Manual of chemical peels: superficial and medium depth. p;3. J B Lippincott Company Alster TS. Cutaneous resurfacing with CO2 and Erbium-YAG lasers: preoperative, intraoperative, and postoperative considerations. Plast Reconstr Surg 103 (2): , Alster TS, Bettencout MS. Review of cutaneous lasers and their applications. Southern Med J, 91 (9): , Khatri KA, Ross V, Grevelink JM, Magro CM, Anderson R. Comparison of Erbium-YAG and carbon dioxide lasers in resurfacing of facial rhytides. Arch Dermatol 135: , Soriano TT, Yamauchi PS, Lask GP. Non-ablative lasers for skin rejuvenation. In: LOWE, N.J. Textbook of facial rejuvenation.1 a ed., Martin Dunitz, Londres, cap.12, pp , Stuzin JM, Baker TJ, Baker TM. CO2 and erbium:yag laser resurfacing: current status and personal perspective. Plast Reconstr Surg 103 (2): , Wheeland RG. Cosmetic use of lasers. Dermatologic clinics 13 (2): , 1995

18 8. Weiss RA, Weiss MA, et al. Rejuvenation of photoaged skin: 5 years results with intense pulsed light of face, neck and chest. Dermatol Surg 2002 Dec,28(12): Raulin C, Greve B, Grema H. IPL technology: a review. Lasers Surg ed.2003:32 (2): Laury D. Intense pulsed light technology and its improvement on skin aging from the patient s perspective using photorejuvenation parameters. Dermatol Online J.2003 Feb;9(1): Sadick NS, Weiss R. Intense pulsed-light photorejuvenation. Semin Cutan Med Surg 2002 Dec,21(4): Sadick NS, Weiss R, et al. Photorejuvenation with intense pulsed light:results of a multi-center study. J. Drugs Dermatol 2004 Jan-feb;3(1): Hernandez-Perez E, Ibiett EV. Gross and microscopic findings in patients submitted to nonablative full-face resurfacing using intense pulsed light: A preliminary study. Dermatol Surg, 28:651-55, Marks R, Edwards C. The measurement of photodamage. Br J Dermatol, v. 127, suppl.41, p. 7-13, 1992.

19 TABELA I Distribuição das pacientes conforme a classificação de Fitzpatrick. FOTOTIPO DEFINIÇÃO NÚMERO DE PACIENTES I PELE CLARA. 2 QUEIMA SEMPRE, NUNCA BRONZEIA II PELE CLARA, 7 GERALMENTE QUEIMA, BRONZEIA MUITO POUCO III PELE CLARA, 10 ALGUMAS VEZES QUEIMA, BRONZEIA IV PELE CLARA, RARAMENTE QUEIMA.BOM BRONZEADO 1

20 Tabela II - Pacientes arroladas no estudo e ocorrência de complicações. PACIENTE IDADE HIPEREMIA/ARDOR CROSTAS/BOLHAS ME MRCO (CROSTA) NM (CROSTA) RMRL (CROSTA) SMG SV SV (CROSTA) TG ECB (CROSTA) GCB SGA 34 R. ALÉRGICA - GVM ADBD SPA TFS DDL (BOLHA) RDL RP MJB AB

21 FIGURAS [Fig1A.jpg] [Fig1B.jpg] Figura 1: Mão direita de paciente que evoluiu com crostas, antes e 1 mês após o tratamento. [Fig2A.jpg] [Fig2B.jpg] Figura 2: Mão esquerda da mesma paciente, antes e 1 mês após o tratamento.

22 Fig3A.jpg] [Fig3B.jpg] Figura 3: Mão direita de paciente, antes e após o tratamento.

LUZ INTENSA PULSADA FOTOREJUVENESCIMENTO. Princípios Básicos - P arte II. Dra Dolores Gonzalez Fabra

LUZ INTENSA PULSADA FOTOREJUVENESCIMENTO. Princípios Básicos - P arte II. Dra Dolores Gonzalez Fabra LUZ INTENSA PULSADA Princípios Básicos - P arte II FOTOREJUVENESCIMENTO Dra Dolores Gonzalez Fabra O Que é Fotorejuvescimento? Procedimento não ablativo e não invasivo. Trata simultaneamente hiperpigmentações,

Leia mais

O QUE É REJUVENESCIMENTO A LASER

O QUE É REJUVENESCIMENTO A LASER O QUE É REJUVENESCIMENTO A LASER O TITAN, A LUZ PULSADA e o ND: YAG Clínica Naturale 2008 Autor Prof. Dr. Miguel Francischelli Neto Clínica Naturale Av. Moema, 87 cj 51-52, Moema, São Paulo - SP, Brasil

Leia mais

O que é Depilação com Laser?

O que é Depilação com Laser? O que é Depilação com Laser? Autor Prof. Dr. Miguel Francischelli Neto Clínica Naturale Av. Moema, 87 cj 51-52, Moema, São Paulo - SP, Brasil Fone 11 50511075 Clínica Naturale 2008 Pêlos indesejáveis são

Leia mais

TRABALHO PREMIADO PRÊMIO RAUL COUTO SUCENA 2005 EFEITOS DA LUZ INTENSA PULSADA EM SEQÜELAS CICATRICIAIS HIPERCRÔMICAS PÓS-QUEIMADURA

TRABALHO PREMIADO PRÊMIO RAUL COUTO SUCENA 2005 EFEITOS DA LUZ INTENSA PULSADA EM SEQÜELAS CICATRICIAIS HIPERCRÔMICAS PÓS-QUEIMADURA ARTIGO ORIGINAL A aponeurose Luz epicraniana intensa pulsada no Franco segundo em seqüelas T et tempo al. de da queimaduras TRABALHO PREMIADO PRÊMIO RAUL COUTO SUCENA 2005 EFEITOS DA LUZ INTENSA PULSADA

Leia mais

LUZ INTENSA PULSADA. Princípios Básicos. Dra Dolores Gonzalez Fabra

LUZ INTENSA PULSADA. Princípios Básicos. Dra Dolores Gonzalez Fabra LUZ INTENSA PULSADA Princípios Básicos Dra Dolores Gonzalez Fabra Fazemos o Uso da L.I.P. ( não é laser) e do laser de Nd Yag, conforme a necessidade. * L.I.P. para lesões pigmentares, telangectasias,

Leia mais

Um novo conceito em peeling sequencial. Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista

Um novo conceito em peeling sequencial. Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista Um novo conceito em peeling sequencial Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista O QUE É O PEELING 3D? Método diferenciado e patenteado de peeling superficial sequencial

Leia mais

Laser um aliado na dermatologia. Laser an ally in dermatology

Laser um aliado na dermatologia. Laser an ally in dermatology Seção Aprendendo Rev Med (São Paulo). 2007 abr.-jun.;86(2):64-70. Laser um aliado na dermatologia Laser an ally in dermatology Régia Celli Ribeiro Patriota 1 Patriota RCR. Laser um aliado na dermatologia.

Leia mais

Depilação a Laser da SKIN PLANET Planilha de Fatos Laser Tabela Comparativa de Dispositivos Laser

Depilação a Laser da SKIN PLANET Planilha de Fatos Laser Tabela Comparativa de Dispositivos Laser Depilação a Laser da SKIN PLANET Planilha de Fatos Laser Tabela Comparativa de Dispositivos Laser Baixe a versão em PDF da Tabela comparativa de Dispositivos Laser Dispositivo Descrição Fatos Falácias

Leia mais

Laser de érbio 2940nm fracionado no tratamento do fotoenvelhecimento cutâneo da face - avaliação após 15 meses

Laser de érbio 2940nm fracionado no tratamento do fotoenvelhecimento cutâneo da face - avaliação após 15 meses 34 Artigo Original Laser de érbio 2940nm fracionado no tratamento do fotoenvelhecimento cutâneo da face - avaliação após 15 meses Use of 2,940 erbium fractional laser in the treatment of facial photodamaged

Leia mais

Elight + IPL 01. Fotodepilação Fotorejuvenescimento Tratamento de lesões vasculares Tratamento do acne e pigmentação

Elight + IPL 01. Fotodepilação Fotorejuvenescimento Tratamento de lesões vasculares Tratamento do acne e pigmentação Elight + IPL 01 Fotodepilação Fotorejuvenescimento Tratamento de lesões vasculares Tratamento do acne e pigmentação 1. ELIGHT VS IPL O IPL (Luz Pulsada Intensa) é a última tecnologia desenvolvida após

Leia mais

Peeling Diamante. Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele

Peeling Diamante. Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele Promove o rejuvenescimento da pele Atenua rugas e linhas finas Eficaz no tratamento de estrias Altamente indicado no tratamento de cicatrizes de acne

Leia mais

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado.

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. Histórico A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. A pele bronzeada tornou-se moda, sinal de status e saúde. Histórico

Leia mais

Procedimentos Estéticos

Procedimentos Estéticos Abaixo estão relacionados os procedimentos realizados pelo profissional biomédico habilitado em biomedicina estética de acordo com as resoluções e normativas vigentes do Conselho Federal de Biomedicina

Leia mais

exceto para hipertensão. As pacientes responderam a dois questionários depois de terminado o tratamento. O questionário um perguntava qual q

exceto para hipertensão. As pacientes responderam a dois questionários depois de terminado o tratamento. O questionário um perguntava qual q AVALIAÇÃO DO TRATAMENTO PARA REJUVENESCIMENTO COM O LED (LIGHT EMMITING DIODES) Bhertha M. Tamura (Assistente da Universidade de Santo Amaro, Colaboradora da Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade

Leia mais

Acórdão nº. 293 de 16 de junho de 2012.

Acórdão nº. 293 de 16 de junho de 2012. Imprimir Acórdão nº. 293 de 16 de junho de 2012. D.O.U nº 120, Seção I, em 03/07/2012, páginas 127 e 128. O PLENÁRIO DO CONSELHO FEDERAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL, no uso de suas atribuições

Leia mais

C O F F I T O CONSELHO FEDERAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL

C O F F I T O CONSELHO FEDERAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL PARECER DO GRUPO DE TRABALHO FISIOTERAPIA DERMATOFUNCIONAL LUZ INTENSA PULSADA (IPL ou LIP) Utilizando o princípio da fototermólise seletiva, ganharam popularidade aparelhos de emissão de luz intensa pulsada

Leia mais

ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 04 2. A PELE 06 3. FOTOTIPOS CUTÂNEOS 17 4. DIFERENÇAS ENTRE PELES BRANCAS E NEGRAS 24 5. HIDRATAÇÃO EM PELES BRASILEIRAS 26

ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 04 2. A PELE 06 3. FOTOTIPOS CUTÂNEOS 17 4. DIFERENÇAS ENTRE PELES BRANCAS E NEGRAS 24 5. HIDRATAÇÃO EM PELES BRASILEIRAS 26 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 04 2. A PELE 06 3. FOTOTIPOS CUTÂNEOS 17 4. DIFERENÇAS ENTRE PELES BRANCAS E NEGRAS 24 5. HIDRATAÇÃO EM PELES BRASILEIRAS 26 6. BEM ESTAR E QUALIDADE DE VIDA 32 7. QUESTIONÁRIO 35

Leia mais

Multiplataforma expansível que oferece. a exclusiva tecnologia ELOS. www.skintecmedical.com.br. Sinergia da Luz e Radiofrequência

Multiplataforma expansível que oferece. a exclusiva tecnologia ELOS. www.skintecmedical.com.br. Sinergia da Luz e Radiofrequência Multiplataforma expansível que oferece TM a exclusiva tecnologia ELOS Sinergia da Luz e Radiofrequência Ajuste individual da Energia Óptica e da Energia de RF para alcançar a máxima eficiência. Interface

Leia mais

ALPHA BETA PEEL. Associação única de alfa e beta hidroxiácidos com glicosaminoglicanas

ALPHA BETA PEEL. Associação única de alfa e beta hidroxiácidos com glicosaminoglicanas Informações Técnicas ALPHA BETA PEEL Associação única de alfa e beta hidroxiácidos com glicosaminoglicanas INCI NAME: Water, Salicylic acid, Mandelic acid and Glycosaminoglycans. INTRODUÇÃO O Alpha Beta

Leia mais

REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera

REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera Revisage3D Você verá nesta aula: Definição Envelhecimento; Sistema Tegumentar; Alterações Envelhecimento; Revisage 3D; Indicações e Contra-Indicações;

Leia mais

O EFEITO DA LUZ INTENSA PULSADA EM MANCHAS SENIS: UM RELATO DE CASO.

O EFEITO DA LUZ INTENSA PULSADA EM MANCHAS SENIS: UM RELATO DE CASO. O EFEITO DA LUZ INTENSA PULSADA EM MANCHAS SENIS: UM RELATO DE CASO. Janaína Bastos da Silva¹ Jussara Baronio² Felipe Lacerda³ Vandressa Bueno Resumo: A literatura sugere que a luz intensa pulsada tem

Leia mais

Laser Terapêutico Vermelho (660 nm) Laser Terapêutico Infravermelho (808 nm)

Laser Terapêutico Vermelho (660 nm) Laser Terapêutico Infravermelho (808 nm) 4 Laser Terapêutico Vermelho (660 nm) Laser Terapêutico Infravermelho (808 nm) LED Azul (+/-470 nm) LED Âmbar (+/-590 nm) 4 Laser Terapêutico Vermelho (660 nm) -Absorvido por substâncias presentes na mitocôndria

Leia mais

Artigo Técnico. Tratamento das sardas.

Artigo Técnico. Tratamento das sardas. Artigo Técnico Dermatologia Fevereiro / 2007 Tratamento das sardas. Este artigo avalia evidências clínicas para o uso de terapias físicas, como crioterapia, lasers, luz pulsátil e peeling químico, assim

Leia mais

RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA E CÂNCER DE PELE

RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA E CÂNCER DE PELE UNIFESP UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIRURGIA PLÁSTICA REPARADORA Coordenadora e Professora Titular: Profa.Dra.Lydia Masako Ferreira RADIAÇÃO

Leia mais

PARECER CREMEB 13/11 (Aprovado em Sessão da 3ª Câmara de 28/07/2011)

PARECER CREMEB 13/11 (Aprovado em Sessão da 3ª Câmara de 28/07/2011) PARECER CREMEB 13/11 (Aprovado em Sessão da 3ª Câmara de 28/07/2011) EXPEDIENTE CONSULTA 201.733/11 ASSUNTO: Registros de Empresas no CREMEB que utilizam Depilação a Laser, Peelings Químicos e Carboxiterapia.

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO PARECER COREN-SP 038/2012 CT PRCI n 98.430/2012 Tickets nºs 256.706, 256.845, 259.895, 277.900, 278.088, 280.659, 281.486, 281.868, 283.018, 283.449, 286.285, 287.406, 289.704, 293.250, 293.651, 296.235

Leia mais

Um encontro com o futuro

Um encontro com o futuro Um encontro com o futuro PROTOCOLOS NA ESTÉTICA - Facial 1 2 3 indicação de cada cliente ou resposta ao tratamento. Papel da Luz no Estímulo ao Colágeno Leds Azuis: A absorção da luz pelas células leva

Leia mais

TREINAMENTO TÉCNICO PONTEIRAS DIAMANTADAS

TREINAMENTO TÉCNICO PONTEIRAS DIAMANTADAS TREINAMENTO TÉCNICO PONTEIRAS DIAMANTADAS BIOSET Indústria de Tecnologia Eletrônica Ltda. EPP Av. 55, 1212 -Jardim Kennedy - Rio Claro SP - CEP 13501-540 SAC: (19) 3534-3693 www.bioset.com.br CNPJ: 68.099.431/0001-90

Leia mais

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos A etnia confere características herdadas que devem ser valorizadas na indicação de procedimentos e tratamentos e na avaliação de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 11ª REGIÃO CREFITO 11 DF e GO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 11ª REGIÃO CREFITO 11 DF e GO OFIC/GAPRE/N.738/2012-CREFITO 11 Brasília-DF 6, de Julho de 2012. À Sociedade e aos Fisioterapeutas O USO DO LASER, LUZ INTENSA PULSADA, RADIOFREQUÊNCIA, CARBOXITERAPIA E PEELINGS PELO FISIOTERAPEUTA O

Leia mais

AS 7,5% AS 15% AS 30%

AS 7,5% AS 15% AS 30% PEELING DE ÁCIDO SALICÍLICO EM MACROGOL Promove efeitos dérmicos sem causar inflamação Doutor, o nosso objetivo é divulgar para o senhor uma nova forma de peeling de ácido salicílico em macrogol (PEG),

Leia mais

TRINULOX. hidroquinona, tretinoína e fluocinolona acetonida EMS S/A. Creme dermatológico. 40 mg/g + 0,5 mg/g + 0,1 mg/g

TRINULOX. hidroquinona, tretinoína e fluocinolona acetonida EMS S/A. Creme dermatológico. 40 mg/g + 0,5 mg/g + 0,1 mg/g TRINULOX hidroquinona, tretinoína e fluocinolona acetonida EMS S/A. Creme dermatológico 40 mg/g + 0,5 mg/g + 0,1 mg/g TRINULOX hidroquinona, tretinoína e fluocinolona acetonida APRESENTAÇÕES Creme para

Leia mais

LUZ INTENSA PULSADA. Profile BBL. www.traderm.com.br

LUZ INTENSA PULSADA. Profile BBL. www.traderm.com.br LUZ INTENSA PULSADA 1 Profile BBL A Luz Intensa Pulsada (LIP) veio para ficar. Há cerca de 15 anos, quando foi lançada, havia um descrédito muito grande ao uso da LIP. A idéia inicial seria substituir

Leia mais

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria Acne Como Podemos Tratar em Parceria Ademir Júnior - Médico Fabiana Padovez Esteticista Espaço de Medicina e Saúde Dr Ademir Júnior Universidade Anhembi Morumbi Acne Nome popular: Cravos e Espinhas Doença

Leia mais

APLICAÇÃO DE LASERS NA MEDICINA

APLICAÇÃO DE LASERS NA MEDICINA APLICAÇÃO DE LASERS NA MEDICINA Questões associadas à aplicação dos lasers na Medicina Princípios Físicos e aspectos técnicos do equipamento Interacção da luz laser com os tecidos: fotocoagulação, fotovaporização,

Leia mais

AA 2-G (Vitamina C estabilizada)

AA 2-G (Vitamina C estabilizada) AA 2-G (Vitamina C estabilizada) INCI NAME: Ácido ascórbico-2-glicosilado CAS Number: 129499-78-1 Descrição: O AA2G (Ácido Ascórbico 2-Glicosídeo) é a vitamina C (ácido ascórbico) estabilizada com glicose.

Leia mais

Um encontro com o futuro

Um encontro com o futuro Um encontro com o futuro PROTOCOLOS NA ESTÉTICA - Corporal 1 2 3 Papel da Luz no Estímulo ao Colágeno Leds Azuis: A absorção da luz pelas células leva ao aparecimento de radicais livres de oxigênio (O--)

Leia mais

DICAS E PÉROLAS NA PRÁTICA DERMATOLÓGICA

DICAS E PÉROLAS NA PRÁTICA DERMATOLÓGICA DICAS E PÉROLAS NA PRÁTICA DERMATOLÓGICA LIP E RESURFACING FRACIONADO NÃO ABLATIVO: Efeito sinérgico quando aplicados no mesmo dia Pode maximizar efeitos da LIP Custo reduzido, menor downtime e melhores

Leia mais

Tralen 1% tioconazol. Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas.

Tralen 1% tioconazol. Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas. Tralen 1% tioconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tralen Nome genérico: tioconazol APRESENTAÇÕES Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas. VIA

Leia mais

Laser no rejuvenescimento facial

Laser no rejuvenescimento facial Laser no rejuvenescimento facial Educação Médica Continuada RESuMo Os primeiros lasers usados para o rejuvenescimento foram o CO 2 10.600nm e o Erbium 2.940nm, com resultados surpreendentes pela grande

Leia mais

EFEITOS DA LUZ INTENSA PULSADA EM SEQUELAS CICATRICIAIS HIPERCRÔMICAS PÓS- QUEIMADURA.

EFEITOS DA LUZ INTENSA PULSADA EM SEQUELAS CICATRICIAIS HIPERCRÔMICAS PÓS- QUEIMADURA. EFEITOS DA LUZ INTENSA PULSADA EM SEQUELAS CICATRICIAIS HIPERCRÔMICAS PÓS- QUEIMADURA. Autores: Cesar Isaac *, Alessandra Grassi Salles, Maria Fernanda Dematte Soares, Cristina Pires Camargo, Marcus Castro

Leia mais

5/9/2008. Beleza sob Medida Aliando Tendências, Tecnologia e Bom Senso UNIFESP

5/9/2008. Beleza sob Medida Aliando Tendências, Tecnologia e Bom Senso UNIFESP Beleza sob Medida Aliando Tendências, Tecnologia e Bom Senso UNIFESP 1 Dra. Alessandra Haddad Membro Titular Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP Especialização em Dermatologia pelo Hospital

Leia mais

Despigmentantes ou agentes clareadores:

Despigmentantes ou agentes clareadores: Despigmentantes ou agentes clareadores: Na pele os melanócitos estão presentes na camada basal da epiderme,na junção dermoepiderme e são responsáveis pela produção de melanina. Ocorrem numa taxa de aproximadamente

Leia mais

MICROAGULHAMENTO 03/10/2013 MICROAGULHAMENTO: INDUÇÃO PERCUTANEA DE COLÁGENO ASSOCIADA AOS FATORES DE CRESCIMENTO CELULAR

MICROAGULHAMENTO 03/10/2013 MICROAGULHAMENTO: INDUÇÃO PERCUTANEA DE COLÁGENO ASSOCIADA AOS FATORES DE CRESCIMENTO CELULAR MICROAGULHAMENTO: INDUÇÃO PERCUTANEA DE COLÁGENO ASSOCIADA AOS FATORES DE CRESCIMENTO CELULAR MICROAGULHAMENTO MICROAGULHAMENTO DENOMINAÇÕES É uma técnica utilizada para procedimentos estéticos que consiste

Leia mais

A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo

A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo The Use of Vitamin C and Peeling Diamond in the Treatment of Facial Melasma: a comparative study

Leia mais

Tralen 28% tioconazol. Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml.

Tralen 28% tioconazol. Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml. Tralen 28% tioconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tralen Nome genérico: tioconazol APRESENTAÇÕES Tralen 28% solução para unhas em embalagem contendo 1 frasco com 12 ml. VIA DE ADMINISTRAÇÃO:

Leia mais

24/03/2014. Enzimocosmética, peeling químico e despigmentantes: Clareamento de Pele 100% seguro para todos os fototipos

24/03/2014. Enzimocosmética, peeling químico e despigmentantes: Clareamento de Pele 100% seguro para todos os fototipos Enzimocosmética, peeling químico e despigmentantes: Clareamento de Pele 100% seguro para todos os fototipos Marcela Altvater canaldoprofissional@buonavita.com.br ENZIMOCOSMÉTICA NA RENOVAÇÃO CELULAR Para

Leia mais

D E R M A T I T E S HISTÓRIA

D E R M A T I T E S HISTÓRIA D E R M A T I T E S As dermatoses ocupacionais, conhecidas como dermatites de contato, manifestam-se através de alterações da pele e decorrem direta ou indiretamente de certas atividades profissionais.

Leia mais

LASER histórico e aplicações

LASER histórico e aplicações LASER histórico e aplicações Marina Scheid Matheus Hennemann Biofísica III Prof. Edulfo Diaz Histórico 1905 Albert Einstein, com auxílio de Max Planck Luz: pacotes discretos e bem determinados Fótons Histórico

Leia mais

ESTADO DA ARTE. ALTA FREQUÊNCIA de 4MHz ISO13485 ISO 9001. www.loktal.com

ESTADO DA ARTE. ALTA FREQUÊNCIA de 4MHz ISO13485 ISO 9001. www.loktal.com Qualidade Precisão Segurança Experiência ESTADO DA ARTE ALTA FREQUÊNCIA de 4MHz Wavetronic 5000 Digital, Electrocirurgia de Alta Frequência tecnologia de 4MHz ISO13485 CERTIFIED CERTIFIED ISO 9001 l ta

Leia mais

43 225 321 027 5.000,00 4250-062 PORTO

43 225 321 027 5.000,00 4250-062 PORTO LASER DÍODO 808 nm Tratamento permanente para todos os tipos de cores de pêlo: Buço, barba, pêlos no peito, axilas, pêlos nas costas, pêlos nos braços, pêlos nas pernas e pêlos indesejáveis fora da linha

Leia mais

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções:

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: CUIDADOS COM A PELE A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: Regular a temperatura do nosso corpo; Perceber os estímulos dolorosos e agradáveis; Impedir a entrada

Leia mais

CARBOXITERAPIA E MICROAGULHAMENTO

CARBOXITERAPIA E MICROAGULHAMENTO CARBOXITERAPIA E MICROAGULHAMENTO ESTIMULANDO A REGENERAÇÃO NA PELE Dra. Sandra Barbosa Fisioterapeuta Mestre em Ciências Médicas Especialista em Biomecânica Diretora Técnica do Spaço Dosha DEFINIÇÃO Técnica

Leia mais

PEELING ORAL FOTOENVELHECIMENTO DA PELE EFÉLIDES HIPERCROMIAS 13/3/2014. Cloasma ou Melasma. Efélides ou Sardas

PEELING ORAL FOTOENVELHECIMENTO DA PELE EFÉLIDES HIPERCROMIAS 13/3/2014. Cloasma ou Melasma. Efélides ou Sardas FOTOENVELHECIMENTO DA PELE Mudanças do fotoenvelhecimento da pele incluem pigmentação irregular, rugas e perda de elasticidade. (Rendon et al., 2010) Profª Luisa Amábile Wolpe Simas DISCROMIAS HIPERCROMIAS

Leia mais

Luz intensa pulsada no fotoenvelhecimento: avaliação clínica, histopatológica e imuno-histoquímica *

Luz intensa pulsada no fotoenvelhecimento: avaliação clínica, histopatológica e imuno-histoquímica * INVESTIGAÇÃO 1129 Luz intensa pulsada no fotoenvelhecimento: avaliação clínica, histopatológica e imuno-histoquímica * Intense pulsed light in photoaging: a clinical, histopathological and immunohistochemical

Leia mais

MELANOMA EM CABEÇA E PESCOÇO

MELANOMA EM CABEÇA E PESCOÇO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CIRURGIA DE CABEÇA E PESCOÇO MELANOMA EM CABEÇA E PESCOÇO COMPLICAÇÕES EM ESVAZIAMENTO CERVICAL UBIRANEI O. SILVA INTRODUÇÃO Incidência melanoma cutâneo: 10% a 25% Comportamento

Leia mais

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1

42º Congresso Bras. de Medicina Veterinária e 1º Congresso Sul-Brasileiro da ANCLIVEPA - 31/10 a 02/11 de 2015 - Curitiba - PR 1 1 HIPERPLASIA MAMÁRIA FELINA: CASOS ATENDIDOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DE UBERABA DE 2005 A 1015 DEBORAH VIEIRA DE SOUSA ROSIM 1, ENDRIGO GABELLINI LEONEL ALVES 1, IAN MARTIN 1 ; LARYSSA COSTA REZENDE 1

Leia mais

MITOS E VERDADES RADIOFREQUENCIA TERMOTERAPIA. RF na Medicina (Ablativa) RF na Medicina (Ablativa) 03/05/2013 RADIOFREQUÊNCIA NÃO ABLATIVA

MITOS E VERDADES RADIOFREQUENCIA TERMOTERAPIA. RF na Medicina (Ablativa) RF na Medicina (Ablativa) 03/05/2013 RADIOFREQUÊNCIA NÃO ABLATIVA S E S RADIOFREQUENCIA ESTÉTICA IN RIO 04 A 06 MAIO 2013. RIO DE JANEIRO 7º CONGRESSO CIENTÍFICO BRASILEIRO DE ESTÉTICA Ludmila Bonelli bellebonelli@bellebonelli.com.br TERMOTERAPIA NÃO ABLATIVA RF na Medicina

Leia mais

Pesquisa com células tronco para tratamento de doenças da retina

Pesquisa com células tronco para tratamento de doenças da retina Pesquisa com células tronco para tratamento de doenças da retina O Setor de Retina da Divisão de Oftalmologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto- USP(HCRP-FMRP-USP) está

Leia mais

LASER. Prof. Gabriel Villas-Boas

LASER. Prof. Gabriel Villas-Boas LASER Prof. Gabriel Villas-Boas INTRODUÇÃO O termo Laser constitui-se numa sigla que significa: Amplificação da Luz por Emissão Estimulada da Radiação. Esta radiação é constituída por ondas eletromagnéticas,

Leia mais

ONICOMICOSE (Infecção Fúngica Ungueal) PROTOCOLO DE USO. Compromisso com a inovação. www.lbtlasers.com.br

ONICOMICOSE (Infecção Fúngica Ungueal) PROTOCOLO DE USO. Compromisso com a inovação. www.lbtlasers.com.br ONICOMICOSE (Infecção Fúngica Ungueal) PROTOCOLO DE USO Guia Clínico Módulo de Laser Nd:YAG 1064nm XL O módulo não refrigerado de Laser Nd:YAG 1064nm dos sistemas Harmony e Harmony pode ser usado para:

Leia mais

Nota Técnica 125/2014. Betaterapia para tratamento de queloide

Nota Técnica 125/2014. Betaterapia para tratamento de queloide 05/07/2014 Nota Técnica 125/2014 Betaterapia para tratamento de queloide SOLICITANTE :Dra. Luciene Cristina Marassi Cagnin Juíza de Direito de Itajubá - MG NÚMERO DO PROCESSO: 0324.14.007196-4 SOLICITAÇÃO/

Leia mais

Não utilize POLARAMINE Creme se você já teve alguma reação incomum a qualquer um dos componentes da fórmula do produto.

Não utilize POLARAMINE Creme se você já teve alguma reação incomum a qualquer um dos componentes da fórmula do produto. POLARAMINE Creme maleato de dexclorfeniramina FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES POLARAMINE Creme é indicado para uso na pele. POLARAMINE Creme apresenta-se em bisnagas de 30 g. USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

11/18/2011. ILIB irradiação do laser no sangue.

11/18/2011. ILIB irradiação do laser no sangue. Analisando o significado da terminologia LASER LASER (Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation) ILIB irradiação do laser no sangue. BASES FÍSICAS DA RADIAÇÃO LASER Princípios Elementares

Leia mais

Triderm. fluocinolona acetonida + hidroquinona + tretinoína. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme dermatológico 0,1 mg/g + 40 mg/g + 0,5 mg/g:

Triderm. fluocinolona acetonida + hidroquinona + tretinoína. Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme dermatológico 0,1 mg/g + 40 mg/g + 0,5 mg/g: Triderm fluocinolona acetonida + hidroquinona + tretinoína Medley Indústria Farmacêutica Ltda. Creme dermatológico 0,1 mg/g + 40 mg/g + 0,5 mg/g: Triderm fluocinolona acetonida + hidroquinona + tretinoína

Leia mais

EFEITOS BIOESTIMULADORES DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE E LED TERAPIA NA SAÚDE: UMA AÇÃO INTERDISCIPLINAR E SOCIAL

EFEITOS BIOESTIMULADORES DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE E LED TERAPIA NA SAÚDE: UMA AÇÃO INTERDISCIPLINAR E SOCIAL EFEITOS BIOESTIMULADORES DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE E LED TERAPIA NA SAÚDE: UMA AÇÃO INTERDISCIPLINAR E SOCIAL 1. UFPB- Professora Orientadora 2. COI-PR Extensionista Externo- Consultor 3. Discente

Leia mais

Laser de Erbium 2940 nm fracionado com pulso duplo, para o fotorrejuvenescimento: estudo clínico e histopatológico dos efeitos no tecido cutâneo

Laser de Erbium 2940 nm fracionado com pulso duplo, para o fotorrejuvenescimento: estudo clínico e histopatológico dos efeitos no tecido cutâneo 2009;1(4):163-167 Laser de Erbium 2940 nm fracionado com pulso duplo, para o fotorrejuvenescimento: estudo clínico e histopatológico dos efeitos no tecido cutâneo artigo original 2940-nm Erbium Laser,

Leia mais

Índice Remissivo. Copywrite. Sobre o Autor. Região de Aparecimento das Rugas. Medidas para Auxiliar a Prevenção

Índice Remissivo. Copywrite. Sobre o Autor. Região de Aparecimento das Rugas. Medidas para Auxiliar a Prevenção Índice Remissivo Copywrite Sobre o Autor Região de Aparecimento das Rugas Medidas para Auxiliar a Prevenção Medidas para Prevenção e Tratamento Tópico Medidas para Prevenção e Tratamento Sistêmico Medidas

Leia mais

2. Fundamentos Físicos: Laser e Luz Intensa Pulsada

2. Fundamentos Físicos: Laser e Luz Intensa Pulsada 2. Fundamentos Físicos: Laser e Luz Intensa Pulsada A luz está presente em praticamente todos os momentos de nossas vidas e tem fundamental importância para a sobrevivência da vida no planeta. Atualmente,

Leia mais

Os diferentes tratamentos que ajudam a preparar o bumbum para o verão

Os diferentes tratamentos que ajudam a preparar o bumbum para o verão Data: 14/11/2014 Cliente: THESKIN Site: Veja Rio Online Endereço: http://vejario.abril.com.br/ Assunto: TRATAMENTOS PARA O VERÃO Os diferentes tratamentos que ajudam a preparar o bumbum para o verão Com

Leia mais

1.000.000 de disparos

1.000.000 de disparos Design exclusivo 1.000.000 de disparos Tela touch screen de 8 com seleção dos parâmetros de tratamento: manuseio simples e interface interativa Contador do número de disparos da lâmpada Chave de segurança

Leia mais

LightSheer INFINITYTM

LightSheer INFINITYTM LightSheer INFINITYTM Descubra um mundo de infinitas possibilidades AESTHETIC.LUMENIS.COM Possibilidades infinitas de tratamento 2 2 6 = X X O Lumenis LightSheer INFINITY abre um mundo de possibilidades

Leia mais

Estudo comparativo entre blefaropeeling e laser fracionado de CO2 no tratamento do rejuvenescimento periorbital

Estudo comparativo entre blefaropeeling e laser fracionado de CO2 no tratamento do rejuvenescimento periorbital 93 Estudo comparativo entre blefaropeeling e laser fracionado de CO2 no tratamento do rejuvenescimento periorbital Comparative study between blepharopeeling and fractional CO2 laser in the treatment of

Leia mais

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR INTRODUÇÃO Zeferina Alexandra Trizotti da Silva Talita de Oliveira da Silva A acne é uma das alterações cutâneas mais comuns, sua

Leia mais

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele A cosmetologia atualmente vem ganhando notoriedade,

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73 PARECER DEFISC Nº 05/2012 Porto Alegre, 26 de abril de 2012. Competência Legal do Enfermeiro para Manusear Equipamento de Laser e Luz Intensa Pulsada (LIP). I - Relatório Em países como o Brasil onde a

Leia mais

Recomendações a doentes para evitar Fotodermatite

Recomendações a doentes para evitar Fotodermatite Recomendações a doentes para evitar Fotodermatite 1. Contra-indicação Antes de prescrever produtos tópicos contendo cetoprofeno, reveja o diagrama no Anexo-1 com o doente. Os produtos contendo cetoprofeno

Leia mais

1 - OBJETIVO E PRINCÍPIO DO ESTUDO

1 - OBJETIVO E PRINCÍPIO DO ESTUDO Obs. Esse documento é uma reprodução parcial do relatório original, onde se destacam os principais topicos nele contido. O relatório completo se encontra em nosso arquivos 1 - OBJETIVO E PRINCÍPIO DO ESTUDO

Leia mais

LASERS NA PROMOÇÃO DO REJUVENESCIMENTO FACIAL

LASERS NA PROMOÇÃO DO REJUVENESCIMENTO FACIAL LASERS NA PROMOÇÃO DO REJUVENESCIMENTO FACIAL Ana Paula Serra de Araújo Fisioterapeuta graduada na Universidade Paranaense - UNIPAR; Pós-graduada em Fisioterapia em Terapia Manual e Postural pelo Centro

Leia mais

B BRAUN. Askina Calgitrol Ag. Curativo de Alginato e Prata para Feridas. SHARING EXPERTISE

B BRAUN. Askina Calgitrol Ag. Curativo de Alginato e Prata para Feridas. SHARING EXPERTISE Askina Calgitrol Ag Curativo de Alginato e Prata para Feridas. Askina Calgitrol Ag é um curativo desenvolvido pela tecnologia B. Braun que combina a alta capacidade de absorção do alginato de cálcio e

Leia mais

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Indicadas para modelar o corpo e reduzir medidas; além de ser importante no combate contra a celulite; TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Esta técnica,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA ACEITABILIDADE CUTÂNEA E DA EFICÁCIA NA MELHORA DA HIDRATAÇÃO ATRAVÉS DO USO DE PRODUTO PARA PACIENTES COM PSORÍASE.

AVALIAÇÃO DA ACEITABILIDADE CUTÂNEA E DA EFICÁCIA NA MELHORA DA HIDRATAÇÃO ATRAVÉS DO USO DE PRODUTO PARA PACIENTES COM PSORÍASE. AVALIAÇÃO DA ACEITABILIDADE CUTÂNEA E DA EFICÁCIA NA MELHORA DA HIDRATAÇÃO ATRAVÉS DO USO DE PRODUTO PARA PACIENTES COM PSORÍASE. AVALIAÇÃO INSTRUMENTAL (CORNEOMETRIA) EM 06 HORAS. AVALIAÇÃO DA APRECIABILIDADE

Leia mais

Creme de Ácido Fólico Aumenta Firmeza da Pele

Creme de Ácido Fólico Aumenta Firmeza da Pele Creme de Ácido Fólico Aumenta Firmeza da Pele Creme Firmador Ideal da Pele 45+ Reduz Rugas e Acelera o Turnover Celular Protege o DNA dos Danos UV-Induzidos Resultados Comprovados no Aumento do Metabolismo

Leia mais

Estudo Histológico das Mudanças Estruturais da Pele Fina Palpebral após a Fototermólise Seletiva com Laser de CO 2

Estudo Histológico das Mudanças Estruturais da Pele Fina Palpebral após a Fototermólise Seletiva com Laser de CO 2 Estudo Histológico das Mudanças Estruturais da Pele Fina Palpebral após a Fototermólise Seletiva com Laser de CO 2 Sergio Lessa 1 Roberto Sebastiá? Eduardo Flores 3 1] Professor Assistente do Curso de

Leia mais

MOLIOR TECNOLOGIA MÉDICA LTDA. Manual do Usuário. Versão 1.0

MOLIOR TECNOLOGIA MÉDICA LTDA. Manual do Usuário. Versão 1.0 MOLIOR TECNOLOGIA MÉDICA LTDA Manual do Usuário Versão 1.0 1 Sumário 1. DIREITOS AUTORAIS... 3 2. INTRODUÇÃO... 4 3. TRATAMENTOS... 5 4. UTILIZAÇÃO... 5 5. ESCOLHA DO TAMANHO IDEAL... 6 6. CUIDADOS APÓS

Leia mais

Malformações capilares: resultados preliminares do tratamento associando laser ND:Yag 1064 nm e luz intensa pulsada

Malformações capilares: resultados preliminares do tratamento associando laser ND:Yag 1064 nm e luz intensa pulsada ARTIGO ORIGINAL Vendramin Motta Franco MM T FS et et al. et al. al. Malformações capilares: resultados preliminares do tratamento associando laser ND:Yag 1064 nm e luz intensa pulsada Capillary malformations:

Leia mais

1. Ato de esfoliar ou descamar a pele. 2. Denominada esfoliação ou peeling. 3. Técnica utilizada em adição à limpeza da pele.

1. Ato de esfoliar ou descamar a pele. 2. Denominada esfoliação ou peeling. 3. Técnica utilizada em adição à limpeza da pele. 1. Ato de esfoliar ou descamar a pele. 2. Denominada esfoliação ou peeling. 3. Técnica utilizada em adição à limpeza da pele. 4. São preparações cosméticas que aceleram a descamação natural dos corneócitos

Leia mais

A EFETIVIDADE DA REABILITAÇÃO VESTIBULAR NA SÍNDROME LABIRÍNTICA PERIFÉRICA IRRITATIVA

A EFETIVIDADE DA REABILITAÇÃO VESTIBULAR NA SÍNDROME LABIRÍNTICA PERIFÉRICA IRRITATIVA A EFETIVIDADE DA REABILITAÇÃO VESTIBULAR NA SÍNDROME LABIRÍNTICA PERIFÉRICA IRRITATIVA ZANDOMENIGHI, P. M. C.; LOPES, J. Resumo: A reabilitação vestibular com o uso do protocolo de Cawthorne-Cooksey (PCC)

Leia mais

TEXTO DE BULA. Vitanol-A tretinoína Gel alcoólico a 0,01% - 0,025% - 0,05% Creme a 0,025% - 0,05% - 0,1%

TEXTO DE BULA. Vitanol-A tretinoína Gel alcoólico a 0,01% - 0,025% - 0,05% Creme a 0,025% - 0,05% - 0,1% 1 TEXTO DE BULA Vitanol-A tretinoína Gel alcoólico a 0,01% - 0,025% - 0,05% Creme a 0,025% - 0,05% - 0,1% USO EXTERNO EM ADULTO E EM PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA Apresentação:

Leia mais

Seja muito mais com. Tratamento da celulite e modelação corporal

Seja muito mais com. Tratamento da celulite e modelação corporal Seja muito mais com Tratamento da celulite e modelação corporal o melhor tratamento para celulite do mundo, ficou agora ainda melhor! Mais de 05 anos de experiência clínica Mais de 3,5 milhões de tratamentos

Leia mais

Especial Melanodermias Diversidade de ativos seguros e completos que tratam as hipercromias faciais nos mais diversos estágios

Especial Melanodermias Diversidade de ativos seguros e completos que tratam as hipercromias faciais nos mais diversos estágios Especial Melanodermias Diversidade de ativos seguros e completos que tratam as hipercromias faciais nos mais diversos estágios Bioafinidade dermo epidérmica para o Clareamento & Controle da pele hiperpigmentada.

Leia mais

PARECER CRM/MS N 06/2011 PROCESSO CONSULTA CRM-MS 01/2011 CÂMARA TÉCNICA DE DERMATOLOGIA. Interessado: Dr. M.A.L

PARECER CRM/MS N 06/2011 PROCESSO CONSULTA CRM-MS 01/2011 CÂMARA TÉCNICA DE DERMATOLOGIA. Interessado: Dr. M.A.L PARECER CRM/MS N 06/2011 PROCESSO CONSULTA CRM-MS 01/2011 CÂMARA TÉCNICA DE DERMATOLOGIA Interessado: Dr. M.A.L Parecerista: Câmara Técnica de Dermatologia EMENTA: Uso de sistema a LASER para epilação

Leia mais

Tratamento de sequelas de queimadura de face com laser de CO 2. fracionado em pacientes com fototipos III a VI

Tratamento de sequelas de queimadura de face com laser de CO 2. fracionado em pacientes com fototipos III a VI ARTIGO ORIGINAL Tratamento de sequelas de queimadura de face Vendramin com Franco laser T de FS et CO al. et al. 2 Tratamento de sequelas de queimadura de face com laser de CO 2 fracionado em pacientes

Leia mais

Peróxido de benzoíla

Peróxido de benzoíla Material Técnico Peróxido de benzoíla Identificação Fórmula Molecular: C 14 H 10 O 4 Peso molecular: 242,2 DCB / DCI: 07003 Peróxido de benzoíla CAS 94-36-0 INCI: Benzoyl peroxide Denominação botânica:

Leia mais

MENOPAUSA E PELE. Dra Cintia Lima Procopio

MENOPAUSA E PELE. Dra Cintia Lima Procopio MENOPAUSA E PELE Dra Cintia Lima Procopio Graduação em Medicina pela Universidade de Cuiabá- UNIC. Pós-graduação em Dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro- UFRJ Titulo de Especialista

Leia mais

Daniel Mendes Pinto Angiologia e Cirurgia Vascular. Reunião clínica Hospital Mater Dei - junho-2013

Daniel Mendes Pinto Angiologia e Cirurgia Vascular. Reunião clínica Hospital Mater Dei - junho-2013 Tratamento de varizes com Laser endovenoso Daniel Mendes Pinto Angiologia e Cirurgia Vascular Reunião clínica Hospital Mater Dei - junho-2013 Veias varicosas Prevalência de 20% em homens e até 35% em mulheres

Leia mais

Protocolo Clínico - Versão Integral. P r o t o c o l o C l í n i c o - Versão Integral 9.5

Protocolo Clínico - Versão Integral. P r o t o c o l o C l í n i c o - Versão Integral 9.5 Protocolo Clínico - Versão Integral P r o t o c o l o C l í n i c o - Versão Integral 9.5 2013 Sobre o Protocolo Clínico O presente manual é meramente informativo. Os protocolos descritos são de natureza

Leia mais

Ácido Retinóico (Tretinoina)

Ácido Retinóico (Tretinoina) Material Técnico Ácido Retinóico (Tretinoina) Identificação Fórmula Molecular: C 20 H 28 O 2 Peso molecular: 300,4 DCB / DCI: 08848 Tretinoina CAS: 302-79-4 INCI: Não aplicável Denominação botânica: Não

Leia mais

Um encontro com o futuro

Um encontro com o futuro Um encontro com o futuro Catálogo de Produtos - ESTÉTICA Elite O Elite é a solução mais completa de fototerapia mundial com excelente performance no tratamento de acne, manchas na pele, olheiras, marcas

Leia mais

AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE AUDITIVA SOB A PERSPECTIVA DO USUÁRIO: PROPOSTA DE INSTRUMENTO

AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE AUDITIVA SOB A PERSPECTIVA DO USUÁRIO: PROPOSTA DE INSTRUMENTO AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE AUDITIVA SOB A PERSPECTIVA DO USUÁRIO: PROPOSTA DE INSTRUMENTO Armigliato ME; Prado DAG; Melo TM; Lopes AC; Martinez MANS; Amantini RCB; Bevilacqua MC. Palavras-chaves: Avaliação

Leia mais