Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI Recife, maio de 2012.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI 2012-2013. Recife, maio de 2012."

Transcrição

1 Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI Recife, maio de 2012.

2 Índice 1. Introdução Alinhamento Estratégico Abrangência e Período Equipe de Elaboração Cronograma Documentos de Referência Premissas e Restrições Premissas Restrições Metodologia Aplicada Estrutura Organizacional da TI Missão da TI Visão da TI Análise SWOT da TI Fatores Críticos de Sucesso Inventário de Necessidades Plano de Metas Plano de Ações Plano de Investimento e Custeio Conclusão...37 Anexos...38 Anexo A Relação de Serviços de TI no MPPE...38 Anexo B Avaliação dos Serviços de TI pelas Unidades do MPPE...39 Anexo C Quadro de Alocação de Pessoal Atual x Desejado...41 Plano de Trabalho PDTI

3 Tabelas Tabela 1 Membros da equipe de elaboração do PDTI... 5 Tabela 2 Cronograma de elaboração do PDTI... 6 Tabela 3 Matriz SWOT da CMTI Tabela 4 Critério GRAVIDADE na Matriz GUT Tabela 5 Critério URGÊNCIA na Matriz GUT Tabela 6 Critério TENDÊNCIA na Matriz GUT Tabela 7 Inventário das Necessidades Tabela 8 Legenda do Inventário das Necessidades Tabela 9 Legenda do Plano de Metas Tabela 10 Plano de Metas Tabela 11 Plano de Ações Tabela 12 Legenda do Plano de Ações Tabela 13 Legenda do Plano de Investimento e Custeio Tabela 14 Plano de Investimento e Custeio Plano de Trabalho PDTI

4 Quadro de Figuras Figura 1 Metodologia Aplicada para Elaboração do PDTI... 9 Figura 2 Organograma da CMTI... 9 Figura 3 Missão da TI Figura 4 Visão da TI Plano de Trabalho PDTI

5 1. Introdução O princípio constitucional da eficiência aponta para um processo de planejamento que possibilite o melhor uso dos recursos e o cumprimento dos objetivos institucionais dos órgãos públicos. Esse processo de planejamento, que na área de TI é chamado de Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI), colhe, das estratégias institucionais, as necessidades de informação e serviços de TI, propondo metas, ações e prazos, que com o auxílio dos recursos humanos, materiais e financeiros, possam satisfazer as demandas da Instituição. Uma preocupação constante da alta administração das organizações, é a busca pelo alinhamento estratégico entre a área de Tecnologia da Informação e a área finalística da Instituição, com o objetivo de atender à demanda pela alta qualidade de seus serviços, economia, confiabilidade, flexibilidade, agilidade e racionalização de seus fluxos de trabalho. Assim, um Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) representa um instrumento indispensável para a gestão de TI, principalmente na área pública, onde os recursos, de uma forma geral, são mais limitados do que na área privada. O PDTI do Ministério Público de Pernambuco descrito neste documento será válido para o período de Junho de 2012 até dezembro de 2013 e permitirá a identificação das necessidades de TI do órgão, alinhadas aos seus objetivos estratégicos, com maior aproveitamento dos recursos disponíveis e focando esforços em ações nas quais os benefícios são maiores ou onde há maior necessidade Alinhamento Estratégico Um elemento fundamental para o PDTI é que ele esteja alinhado ao planejamento estratégico e às estratégias de negócio da Instituição. É essa integração que permite à TI a apoiar as estratégias organizacionais mais efetivamente. Assim, esse alinhamento estratégico pode ser definido como a transformação da estratégia do órgão em estratégia de Tecnologia da Informação, a fim de garantir que os objetivos estratégicos sejam apoiados e os recursos investido em Tecnologia da Informação gerem valor à Instituição. O alinhamento com a estratégia do Ministério Público de Pernambuco teve como premissa o Planejamento Estratégico e o Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público, elaborado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Plano de Trabalho PDTI

6 1.2. Abrangência e Período As diretrizes estabelecidas neste PDTI aplicam-se a todas as unidades do Ministério Publico de Pernambuco e este documento deverá ser observado por todos os servidores da Instituição, bem como por quaisquer outros órgãos da Administração Pública de qualquer esfera, instituições de ensino ou empresas privada quando da execução de ações ou serviços de TIC mediante acordo, contrato, convênio ou termo congênere. O PDTI terá validade de dezoito meses, devendo o seu término coincidir com o primeiro ciclo de revisão do Planejamento Estratégico , mas deverá ser revisto a cada seis meses, de modo a atualizar as diretrizes, planos e principalmente consolidar a proposta orçamentária de TI para o semestre seguinte. Seu conteúdo está baseado no Modelo de Referência para Elaboração de PDTI, versão 1.0 de 2010 da SLTI/MPOG e está dividido em 15 tópicos, a saber: Introdução, Documentos de Referencia, Premissas e Restrições, Metodologia Aplicada, Estrutura Organizacional da TI, Missão da TI, Visão da TI, Analise SWOT da TI, Fatores Críticos de Sucesso, Inventário de Necessidades, Plano de Metas, Plano de Ações, Plano de Investimentos e Custeio, Conclusão e Anexos Equipe de Elaboração No Ministério Público de Pernambuco, além Coordenadoria Ministerial de Tecnologia da Informação existe o Comitê Estratégico de Tecnologia da Informação (CETI), criado através da Resolução PGJ nº 008/2011, com a finalidade de planejar, coordenar, promover, orientar e avaliar as atividades relativas as estratégias e linhas de ação de Tecnologia da Informação. A equipe de elaboração do PDTI é composta por dois membros do Comitê Estratégico de Tecnologia da Informação e dois servidores da Assessoria Ministerial de Planejamento e Estratégia Organizacional (AMPEO), indicados na Tabela 1, de forma a atender o cronograma constante na Tabela 2, conforme a seguir: Nome Origem Telefone Antônio Fernandes Oliveira Matos Jr. CETI Carlos Antônio Gadelha de Araújo Jr. AMPEO Eugênio José Batista Antunes CETI/CMTI Ingrid Martorelli Gurgel de Oliveira AMPEO Tabela 1 Membros da equipe de elaboração do PDTI Plano de Trabalho PDTI

7 Além das pessoas citadas acima, todos os gerentes e servidores da CMTI participaram do processo de elaboração nos momentos em que a equipe julgou necessária. O Comitê Estratégico de Tecnologia da Informação (CETI) participou avaliando e aprovando as etapas de concepção do PDTI, bem como o próprio PDTI. 1.4 Cronograma O cronograma consiste de 3 etapas: Preparação, Diagnóstico e Planejamento. Estas etapas são parte do processo de elaboração de PDTI da SLTI/MPOG. Etapa Atividade Data Prevista Responsável Elaborar lista de gerentes com s e telefones 22/03/2012 Eugênio Conclusão do Plano do Trabalho do PDTI 26/03/2012 AMPEO Elaboração Apresentação do Plano de Trabalho e AMPEO material de apoio 30/03/2012 CETI Local: Auditório do Edf. IPSEP 5º andar Diagnóstico Planejamento Reunião interna dos departamentos para elaboração da lista de necessidades, objetivos, metas e indicadores Preparação do Workshop Workshop com as gerências da CMTI para consolidação da lista de necessidades, objetivos, metas e indicadores e análise SWOT Local: Auditório do Edf. 1º de Março 6º andar Reunião interna dos departamentos para consolidar os planos operacionais específicos Workshop com as gerências da CMTI para consolidar os planos operacionais específicos Local: Auditório do Edf. 1º de Março 6º andar Ajustes e redação final do PDTI Apresentação e aprovação do PDTI no CETI Apresentação e aprovação do PDTI ao PGJ Tabela 2 Cronograma de elaboração do PDTI 30/03/2012 a 13/04/ /03/2012 a 13/04/ /04/ /04/2012 a 27/04/ /04/ /04/2012 a 11/05/ /05/ /05/2012 Gerentes de departamento da CMTI AMPEO AMPEO CETI Gerentes de departamento da CMTI AMPEO CETI AMPEO CETI AMPEO CETI AMPEO CETI Plano de Trabalho PDTI

8 2. Documentos de Referência A relação abaixo apresenta os documentos de referência que serviram como material de apoio e consulta na elaboração do PDTI, de acordo com diretrizes, padrões, normas e orientações do governo: Lei Orgânica do MPPE; Plano Estratégico Nacional do Ministério Público CNMP; Resolução 70, de 15/06/2011 do CNMP; Resolução PGJ 008/2011, que institui o Comitê Estratégico de Tecnologia da Informação na estrutura da Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Pernambuco - CETI; Lei /2005, que dispõe sobre a estrutura dos Órgãos de Apoio Técnico e Administrativo e do Plano de Cargos, carreiras e vencimentos do Quadro de Pessoal de Apoio Técnico- Administrativo do Ministério Público do Estado de Pernambuco.; Portaria POR-PGJ 1831/2011, que designa a composição do CETI; Ata de reunião do CETI que aprova a realização do PDTI; Aprovação do Plano de Trabalho, ad referendum; Plano Estratégico do MPPE; Orçamento 2012; Planos Operacionais 2012; PPA ; LDO 2012; PDTI de outros Ministérios Públicos; Guia do Processo de Elaboração de Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação, Departamento de Integração de Sistemas de Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; Pesquisa de Clima Organizacional Comissão de Modernização; Relatório da reunião entre a Comissão de Modernização e a CMTI. 3. Premissas e Restrições A partir dos documentos de referência, elencados no tópico anterior, bem como de reuniões realizadas pela Equipe de elaboração do PDTI, foram estabelecidos Premissas para orientar a Plano de Trabalho PDTI

9 elaboração e execução do PDTI, bem como as possíveis Restrições que podem comprometer a mesma Premissas: Alinhamento com o Planejamento Estratégico Nacional e Local; Apoio da alta administração do MPPE Restrições: Curto prazo para elaboração do PDTI; Dificuldade de conciliação de agenda das gerências técnicas; Impossibilidade de dedicação exclusiva da equipe de elaboração. 4. Metodologia Aplicada A metodologia a ser seguida no processo de elaboração do PDTI é a utilização do modelo de referência de PDTI proposto pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento (SLTI/MPOG) no documento Guia do Processo de Elaboração de Plano Diretor de Tecnologia da Informação. Para sua redação foi utilizado o Modelo de Referência de Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2010, elaborados pela mesma Secretaria, além de PDTIs de outros Órgãos, que foram consultados como fonte de referência. Os trabalhos se iniciam com a análise dos Documentos de Referência, tais como o Planejamento Estratégico do Ministério Público , além do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público, elaborado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). A seguir, foi realizado junto a todos os servidores da CMTI, observadas as sugestões da SLTI no processo de elaboração do PDTI, em que se trabalha com o levantamento de necessidades de informação, infraestrutura, serviços, pessoal e terceirização de TI. A partir das necessidades levantadas, bem como considerando o direcionamento dos documentos de referência, foi estabelecido um plano de metas, com indicadores e prazos definidos para sua consecução. Das metas, elaborou-se o plano de ações, que deu origem a planos específicos, como o de Gestão de Pessoas, Investimentos em Serviços e Equipamentos, Gestão de Riscos, Proposta Orçamentária e Plano de Gestão de Riscos. A lógica de elaboração do PDTI está descrita, para uma melhor compreensão, na figura abaixo: Plano de Trabalho PDTI

10 Figura 1 Metodologia Aplicada para Elaboração do PDTI 5. Estrutura Organizacional da TI No Ministério Público de Pernambuco, a Coordenadoria Ministerial de Tecnologia da Informação subordina-se à Secretaria Geral e apresenta estrutura apresentada na figura abaixo, com as seguintes atribuições: Figura 2 Organograma da CMTI Plano de Trabalho PDTI

11 À Coordenadoria Ministerial de Tecnologia da Informação CMTI - compete coordenar as diversas áreas envolvidas no planejamento, projeto, execução e manutenção de serviços relacionados à Tecnologia da Informação e Comunicação, dando suporte aos órgãos do MPPE. É composta de nove divisões agrupadas em três departamentos cujas competências são abaixo indicadas: Ao Departamento Ministerial de Sistemas de Informações DEMSI - compete o planejamento, especificação, desenvolvimento e implantação de sistemas de informações, realizando ainda manutenções corretivas e evolutivas dos sistemas de informação em produção. Compete ainda a participação na elaboração de termos de referência para subsidiar processos licitatórios, bem como o acompanhamento de contratos, convênios e relacionamentos com terceiros inerentes à área de sistemas de informações. Ao Departamento Ministerial de Produção DEMPRO - compete manter a área de produção da Tecnologia de Informação composta dos equipamentos e softwares para processamento, armazenamento e disponibilização de informações localizados sobretudo no DATACENTER central do MPPE. Compete ainda a manutenção de redes de computadores e de comunicação de dados, a definição e implementação da política de segurança da área de tecnologia da informação, o controle de acesso aos recursos da rede de computadores, e os serviços de e softwares de colaboração. Ao Departamento Ministerial de Suporte ao Usuário DEMSU - compete prestar atendimento aos usuários dos serviços disponibilizados pela área de TI, mantendo uma estrutura de atendimento ao usuário para registro e acompanhamento de chamados técnicos, cadastro de equipamentos de informática, bem como a análise estatísticas de chamados. Compete ainda a prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva, a manutenção e o controle de distribuição de softwares, a participação na elaboração de termos de referência para subsidiar processos licitatórios e o acompanhamento de contratos, convênios e relacionamento com terceiros. O DEMSU também é responsável pela prestação de serviços de elaboração e impressão de material gráfico tais como folders, convites, cartões, cartazes, certificados, dentre outros. 6. Missão da TI Missão é declaração de propósito ampla e duradoura, que individualiza e distingue a razão de ser da unidade, definindo elementos essenciais de sua identidade institucional. Uma declaração de missão bem elaborada deve se propor a responder a algumas perguntas: O que a unidade deve fazer Para quem deve fazer Plano de Trabalho PDTI

12 Para quê deve fazer Como deve fazer Onde deve fazer Figura 3 Missão da TI 7. Visão da TI A Visão refere-se à imagem instigante do futuro desejado para a organização num dado horizonte de tempo, geralmente de longo prazo. É um conjunto compartilhado de intenções estratégicas, desafiantes, porém plausíveis, relativas ao futuro. Figura 4 Visão da TI 8. Análise SWOT da TI A Análise SWOT é uma ferramenta utilizada para fazer análise de cenário interno e externo (ou análise de ambiente), sendo usado como base para gestão e planejamento estratégico de uma organização. O termo SWOT é uma sigla oriunda do inglês, e é um acrônimo de Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats). Tem como objetivos principais efetuar uma síntese das análises internas e externas, identificar elementos chave para a gestão, o Plano de Trabalho PDTI

13 que implica estabelecer prioridades de atuação e preparar opções estratégicas: análise de riscos e identificação de problemas a serem resolvidos. É um método que possibilita verificar e avaliar os fatores intervenientes para um posicionamento estratégico da Unidade de TI no ambiente da organização. Na primeira oficina de elaboração deste PDTI, as unidades da CMTI identificaram as forças e as fraquezas dos processos internos de competência daquela coordenadoria, seguido da identificação das oportunidades decorrentes de fatores favoráveis, bem como as ameaças decorrentes de fatores desfavoráveis e mudanças sazonais ou permanentes do ambiente externo. A tabela a seguir apresenta este resultado: Ambiente Interno Forças Elevado nível de qualificação e especialização da equipe Motivação da equipe Integração da equipe Apoio político da administração superior Existência do CETI Existência do GT do Arquimedes Importância estratégica da TI Elaboração do PDTI Fraquezas Ausência do Plano de Continuidade de Negócio Ausência de infraestrutura adequada de trabalho (espaço físico, mobiliário, salubridade, iluminação, equipamentos) Ausência de transporte para atendimentos das demandas da CMTI Ausência de infraestrutura institucional para prestação de serviços elétricos e de cabeamento Links de internet reduzidos Falta de um programa de treinamento continuado para os usuários de TI Falta de um programa de treinamento continuado para a equipe técnica de TI Ausência de processos formais Insuficiência de pessoal Desconhecimento por parte da instituição das atividades e necessidades da TI Inexistência de um catálogo de serviços Ambiente Externo Oportunidades Surgimento da PE conectada Concurso público iminente possibilitando nomeação de novos servidores Abrangência da rede da PE multidigital Utilização do sistema Arquimedes por 11 estados da federação Apoio por parte do CNMP para o desenvolvimento e implementação de soluções de TI Cooperação de outros órgãos externos ao MP (TJ, SDS, TCE) Possibilidade do aumento do orçamento do órgão Ameaças Possibilidade de não haver integração com o judiciário quando da implantação do processo virtual Perda de pessoal especializado em TI para o mercado externo Problemas freqüentes de energia em todo o Estado Prédio da Rua do Sol sob a administração da PGE Plano de Trabalho PDTI

14 de TI (portfólio, forma de pedido, SLA) Rotatividade de servidores Imprevisibilidade da disponibilidade orçamentária para CMTI Inexistência de uma política de distribuição e substituição de equipamentos Tabela 3 Matriz SWOT da CMTI 9. Fatores Críticos de Sucesso Os Fatores Críticos de Sucesso são as condições que precisam, necessariamente, serem satisfeitas para que o PDTI tenha sucesso, tais como: credibilidade, compromisso e aceitação. Esses fatores precisam ser observados, tornando-se condições fundamentais a serem cumpridas para que a CMTI alcance seus objetivos. Para esse PDTI essas condições são: Participação ativa do Comitê de Tecnologia da Informação; Controle e acompanhamento dos Projetos e Ações derivados do PDTI; Apoio da Alta Administração; Disponibilidade orçamentária e de recursos humanos; Interferência de ações não planejadas; Plena colaboração dos demais envolvidos. 10. Inventário de Necessidades O Inventário de Necessidades apresenta o conjunto de necessidades cujo atendimento efetivamente contribui, direta ou indiretamente, para o alcance dos objetivos de negócio da organização. O levantamento das necessidades de informação e de serviços de TI foi realizado através de questionários enviados às gerências, nos seguintes temas: Serviços de TI, Equipamentos de TI, Contratação de Serviços de TI e Pessoal de TI. Depois de levantadas, cada gerência classificou estas necessidades utilizando-se da matriz de GUT. GUT é a sigla para Gravidade, Urgência e Tendência, e é uma ferramenta utilizada na priorização das estratégias, tomadas de decisão e solução de problemas de organizações/projetos, conforme definições abaixo: Plano de Trabalho PDTI

15 Gravidade: impacto do problema sobre coisas, pessoas, resultados, processos ou organizações e efeitos que surgirão a longo prazo se o problema não for resolvido. Urgência: relação com o tempo disponível ou necessário para resolver o problema. Tendência: potencial de crescimento do problema, avaliação da tendência de crescimento, redução ou desaparecimento do problema. O método utilizado é o seguinte: depois de listadas, todas as necessidades recebem notas, de 1 a 5, em cada um dos critérios (gravidade, urgência, tendência). Depois, os resultados são multiplicados, chegando-se à GUT de cada uma delas. A fim de diminuir o caráter subjetivo de cada pontuação, foi determinado um critério para estabelecimento de notas, conforme listado nas tabelas abaixo: Nota Gravidade 5 Extremamente grave 4 Muito grave 3 Grave 2 Pouco grave 1 Sem gravidade Tabela 4 Critério GRAVIDADE na Matriz GUT Nota Urgência 5 Precisa de ação imediata 4 É urgente 3 O mais rápido possível 2 Pouco urgente 1 Pode esperar Tabela 5 Critério URGÊNCIA na Matriz GUT Nota Tendência* 5...irá piorar rapidamente 4...irá piorar em pouco tempo 3...irá piorar 2...irá piorar a longo prazo 1...não irá mudar Tabela 6 Critério TENDÊNCIA na Matriz GUT * para melhor mensurar esse aspecto, sugere-se pensar "se nada for feito..." Seguem abaixo as necessidades levantadas. Ao final da tabela, apresenta-se uma legenda para explicar a cada campo e seu significado. Plano de Trabalho PDTI

16 Inventário das Necessidades ID Área Necessidade (problema/oportunidade) G U T GUT Tipo N1 Produção Ativos de Redes (switch core e switch de borda) Equipamentos N2 Produção Atualização do Sistema de Backup Serviços N3 Suporte Aumento quantitativo do quadro de servidores da Divisão Pessoal N4 Produção Contratação de serviços de abastecimento do grupo gerador localizado na Suassuna Serviços contratados N5 Produção Contratação de serviços para implementação do plano de continuidade de negócio Serviços contratados N6 Produção É preciso o aumento de mais dois servidores para a Divisão de Banco de Dados, Segurança e Auditoria Pessoal N7 Produção É preciso o aumento de mais dois servidores para a Divisão de Comunicação e Infraestrutura Pessoal N8 Produção É preciso o aumento de mais um servidor para a Divisão de Sistemas Pessoal N9 Produção Energia instalação do grupo gerador do novo Datacenter Serviços N10 Produção Equipamentos de redes sem fio Equipamentos N11 Desenvolvimento Estação gráfica de alto desempenho Equipamentos N12 Produção Execução do projeto de construção do novo Datacenter da Suassuna Equipamentos N13 Suporte Guilhotina Equipamentos N14 Produção Implantação de todos os serviços para funcionamento do site de contingência Serviços N15 Desenvolvimento Implantação de uma infraestrutura de helpdesk Serviços N16 Produção Implantação do novo storage Serviços N17 Produção Implantação dos novos servidores de rede Serviços N18 Produção Implementação da Contingência dos bancos de dados (Oracle, Mysql, PostgreeSql e Microsoft SQL Server) Serviços N19 Produção Implementação das novas ferramentas de virtualização Serviços N20 Produção Implementação do novo firewall, com balanceamento de carga, no Datacenter do MPPE (UTM) Serviços N21 Produção Implementar bolhas de redes sem fio nos principais prédios do MPPE (capital e interior) Serviços N22 Produção Licenciamento do Oracle Equipamentos N23 Suporte Manter um cadastro atualizado do parque de equipamentos Serviços N24 Desenvolvimento Modificação do módulo de comunicação com o TJ Serviços Plano de Trabalho PDTI

17 ID Área Necessidade (problema/oportunidade) G U T GUT Tipo N25 Produção Mudança da plataforma de autenticação dos usuários (implementação do Active Directory) Serviços N26 Produção Mudança da plataforma de compartilhamento de arquivos (implementação do Active Directory) Serviços N27 Produção Necessidade de motorista Pessoal N28 Produção Problemas de eletricidade. O departamento de produção precisa terceirizar serviços de eletricistas para dar celeridade às soluções de problemas na área de TI Serviços contratados N29 Desenvolvimento Reforma da sala do Desenvolvimento Equipamentos N30 Produção Serviços de consultoria para mudança da plataforma de autenticação de usuário e compartilhamento de arquivo Serviços contratados N31 Desenvolvimento Substituição das estações de trabalho Equipamentos N32 Desenvolvimento Substituição de todo o mobiliário do departamento Equipamentos N33 Produção Televisões de monitoramento Equipamentos N34 Produção Adicionar o Centro Logístico de Afogados, Fernandes Vieira e Promotoria de Olinda na rede local do MPPE Serviços N35 Suporte Espaço físico e equipamentos adequados para compor uma área de infraestrutura de manutenção Equipamentos N36 Produção Implantação da nova biblioteca de fitas Serviços N37 Desenvolvimento Implementação de novos relatórios no Arquimedes Serviços N38 Produção Implementação do plano de continuidade de negócio Serviços N39 Desenvolvimento Migração do SIIG para a WEB Serviços N40 Produção Ampliação do cabeamento estruturado de todos os prédios da rede local do MPPE (Suassuna, Rua do Sol, Imperador, 1º de Março e Centro Logístico de Afogados) Serviços N41 Produção Gerenciamento centralizado dos antivírus instalados em todas as Promotorias que possuem um UTM Serviços N42 Suporte Portfólio não documentado Serviços N43 Produção Serviços de consultoria em Banco de Dados Oracle Serviços contratados N44 Suporte Ausëncia de cultura de backup pelos usuários provocando aumento do tempo de reparo devido à necessidade de copiar os dados do usuário e aumentando o risco de Serviços perda de informações N45 Suporte Scanner de produção Equipamentos N46 Suporte Torre de gravação de cd Equipamentos Plano de Trabalho PDTI

18 ID Área Necessidade (problema/oportunidade) G U T GUT Tipo N47 Produção Atualização do Banco de Dados Oracle (nova versão e novo servidor) Serviços N48 Desenvolvimento Câmera de Vídeo Digital com cartão de memória de 32 GB Equipamentos N49 Produção Compra de novos UTM's para instalação em todas as promotorias do MPPE (substituição dos atuais equipamentos OIW) Equipamentos N50 Produção Energia instalar novos nobreaks nas Promotorias do MPPE Serviços N51 Produção Implantação dos UTM's em todas Promotorias do MPPE Serviços N52 Produção Implementação de uma política de senhas fortes para os usuários de rede do MPPE Serviços N53 Suporte Inexistência de acordo de nível de serviço Serviços N54 Suporte Insuficiência de pessoal técnico em função do crescente número de equipamentos e usuários Pessoal N55 Suporte Mapeamento das atividades não documentadas Serviços N56 Suporte Servidor Pessoal N57 Desenvolvimento Telefones Sem Fio Equipamentos N58 Produção Otimizar a rede local das Promotorias localizadas no Fórum de Joana Bezerra Serviços N59 Suporte estrutura deficiente do atendimento de 1º nível Equipamentos N60 Suporte Falta de informação sobre subre os contratos de Equipamentos em Garantia da Instituição Serviços contratados N61 Suporte Falta de normas para execução dos serviços(tipos, prazos, prioridades) Serviços N62 Produção Fibra óptica (interligação Suassuna e Imperador) Equipamentos N63 Produção Implantação do cabeamento estruturado na Fernandes Vieira Serviços Implatanção de uma estratégia ágil de treinamento para os serviços desenvolvidos N64 Desenvolvimento pelo DMSI (videoconferência; distribuição de mídias; manutenção de uma base de Serviços conhencimento ) N65 Suporte Impressora de produção Equipamentos N66 Desenvolvimento Modificações no sistema para virtualização do Extrajudicial Serviços N67 Produção Mudança da plataforma de (Zimbra Ferramenta de Colaboração) Serviços N68 Suporte Necessidade de ampliar o serviço de impressão Serviços N69 Produção PE-MULTIDIGITAL acompanhamento das novas instalações e dos upgrades dos links do novo termo aditivo Serviços N70 Desenvolvimento Reformulação/modernização da interface do Sistema Arquimedes Serviços N71 Desenvolvimento Câmera Fotográfica DLSR 18 Megapixels Equipamentos N72 Suporte Dificuldade de reparo de estabilizadores e nobreaks Serviços Plano de Trabalho PDTI

19 ID Área Necessidade (problema/oportunidade) G U T GUT Tipo N73 Suporte Dificuldade em atividades conjuntas com outros departamentos da CMTI Serviços N74 Desenvolvimento Equipamento de Iluminação Equipamentos N75 Desenvolvimento Fortalecer o quadro de servidores (em todas as divisões) Pessoal N76 Produção Implementação de VLAN's e sub-redes na rede local do MPPE Serviços Incorporação do editor de textos desenvolvido pelo MPAM Editor com assinatura e N77 Desenvolvimento certificação digital Serviços N78 Desenvolvimento Leitores de Código de Barras Equipamentos N79 Desenvolvimento Licença de ferramenta para acesso a banco de dados Equipamentos N80 Suporte Melhorar a integração da coordenadoria Pessoal N81 Desenvolvimento Mesa de Som e Caixas Monitores de Referência Equipamentos N82 Suporte Necessidade de equipamento de backup Equipamentos N83 Suporte Necessidade de treinamento para impedir o defasamento dos conhecimentos em relação à crescente atualização tecnológica Pessoal N84 Desenvolvimento Sala isolada acusticamente Equipamentos N85 Desenvolvimento Tripés Equipamentos N86 Suporte Viatura deficiente para atendimento da demanda atual Equipamentos N87 Suporte Necessidade de ampliar o servico de digitalização de documentos Serviços N88 Suporte Determinar procedimentos para recolhimento e entrega de equipamentos fora da RMR Serviços N89 Produção Inventariar os equipamentos ativos de rede Serviços N90 Produção Inventariar os servidores de rede e equipamentos localizados no Datacenter do MPPE Serviços N91 Desenvolvimento Reformulação da arquitetura do Sistema Arquimedes Serviços N92 Suporte Criação de uma estratégia para terceirização para reparo de estabilizadores e nobreaks, ou locação Serviços contratados N93 Suporte Criação de uma reserva técnica de equipamentos para backup e substituição Equipamentos N94 Suporte Deficiência da interatividade entre coordenações (ausência de SLA entre setores que influenciam diretamente no atendimento) Serviços N95 Suporte Determinação de prazo para renovação do parque de equipamentos Equipamentos N96 Suporte Dificuldade de aquisição de peças Equipamentos N97 Suporte Falta de um cronograma de atividades Serviços Plano de Trabalho PDTI

PDTI - Definição. Instrumento de diagnóstico, planejamento e

PDTI - Definição. Instrumento de diagnóstico, planejamento e PDTI - Definição Instrumento de diagnóstico, planejamento e gestão dos recursos e processos de Tecnologia da Informação que visa atender às necessidades tecnológicas e de informação de um órgão ou entidade

Leia mais

Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2012 2015 Controle de Revisão Ver. Natureza Data Elaborador Revisor

Leia mais

PGJ. Corregedoria. Colégio, Conselho, AMCS, CMTI. PGJ, ESMP, AMCS, Cerimonial. Corregedoria CMTI. Ouvidoria AMPEO. Corregedoria Geral AMCS

PGJ. Corregedoria. Colégio, Conselho, AMCS, CMTI. PGJ, ESMP, AMCS, Cerimonial. Corregedoria CMTI. Ouvidoria AMPEO. Corregedoria Geral AMCS PERSPECTIVA 3 APERFEIÇOAMENTO INSTITUCIONAL Objetivo Estratégico 1: OTIMIZAR OS PROCESSOS ORGANIZACIONAIS Aperfeiçoamento dos processos correicionais Atender em 100% as solicitações do CNMP referente à

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

Modelo de Referência. Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI 2010

Modelo de Referência. Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI 2010 Modelo de Referência Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI 2010 Versão 1.0 Premissas do modelo 1. Este modelo foi extraído do material didático do curso Elaboração do Plano Diretor de Tecnologia

Leia mais

ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL

ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL 1 SUMÁRIO DIAGNÓSTICO GERAL...3 1. PREMISSAS...3 2. CHECKLIST...4 3. ITENS NÃO PREVISTOS NO MODELO DE REFERÊNCIA...11 4. GLOSSÁRIO...13 2 DIAGNÓSTICO GERAL Este diagnóstico é

Leia mais

Planejamento estratégico

Planejamento estratégico Planejamento estratégico Coordenadoria de Tecnologia da Informação 2015-2018 1. Estrutura atual da Coordenadoria de Tecnologia da Informação A coordenadoria é hoje responsável pelos setores de Informática

Leia mais

PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 7.596, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta as atribuições e responsabilidades da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região e dá

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 13/06/2014 14:08:02 Endereço IP: 177.1.81.29 1. Liderança da alta administração 1.1. Com

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 12/06/2014 13:58:56 Endereço IP: 200.252.42.196 1. Liderança da alta administração 1.1. Com

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Reestrutura as unidades vinculadas à Secretaria de Tecnologia da Informação SETIN do Tribunal Superior do Trabalho.

Leia mais

Plano Diretor de Tecnologia

Plano Diretor de Tecnologia Governo Federal Ministério da Cultura Fundação Cultural Palmares Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação 2013 2015 Brasília DF 2013 Presidenta da República Dilma Vana Rousseff Ministério

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação (PETI) Secretaria de Tecnologia da Informação Florianópolis, março de 2010. Apresentação A informatização crescente vem impactando diretamente

Leia mais

Elaborando o PETI utilizando o COBIT 5

Elaborando o PETI utilizando o COBIT 5 IV Mostra de Tecnologia do Ministério Público Brasileiro Elaborando o PETI utilizando o COBIT 5 Roberto Arteiro, MSc, CGEIT, CBCP Escritório de Governança de TI Plano Estratégico de TI? Qual a diferença

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO FL. 25 It Objeto Tipo de contratação 01 Reestruturação de infraestrutura das VTs no interior 1 02 Aquisição de Racks UPS e refrigeração 03 Aquisição de pontos de acesso para rede s fio 04 Aquisição de

Leia mais

Modelo de Referência 2011-2012

Modelo de Referência 2011-2012 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação - SLTI Modelo de Referência 2011-2012 Plano Diretor de Tecnologia de Informação Ministério do Planejamento,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇAO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR DE TI Plano de Trabalho Elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação

Leia mais

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA - 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVOS 2. CENÁRIO ATUAL DE TI 2.1. AVALIAÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CENÁRIO

Leia mais

Necessidade: Readequação do data Center do bloco B Campus Santo André:

Necessidade: Readequação do data Center do bloco B Campus Santo André: Relatório de Resultados do Planejamento de TI 2012/2013 Introdução O objetivo deste relatório é avaliar os resultados alcançados a partir da realização dos projetos e ações do PDTI anterior (2012 2013).

Leia mais

Aprovar Regulamento de Gestão de Utilização de Recursos de TI junto ao COUNI Março 2012

Aprovar Regulamento de Gestão de Utilização de Recursos de TI junto ao COUNI Março 2012 Planejamento 2012 Diretoria de TI DIMENSÃO 01: GESTÃO UNIVERSITÁRIA Objetivo Estratégico 1.3: Aprimorar os mecanismos de gestão da tecnologia de informação Aprovar o Regimento do Comitê Gestor de TI Março

Leia mais

Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho

Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho Versão 1.0 Superintendência da Gestão Técnica da Informação SGI Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Índice INTRODUÇÃO... 3 FINALIDADE...

Leia mais

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS

12.1 AÇÕES E INDICAÇÕES DE PROJETOS 43 Considerando os Objetivos Estratégicos, Indicadores e Metas, foram elaboradas para cada Objetivo, as Ações e indicados Projetos com uma concepção corporativa. O Plano Operacional possui um caráter sistêmico,

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 08/08/2014 19:53:40 Endereço IP: 150.164.72.183 1. Liderança da alta administração 1.1. Com

Leia mais

PDTI UFLA: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Segundo Modelo de Referência da SLTI/MPOG

PDTI UFLA: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Segundo Modelo de Referência da SLTI/MPOG PDTI UFLA: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Segundo Modelo de Referência da SLTI/MPOG Forplad Regional Sudeste 22 de Maio de 2013 Erasmo Evangelista de Oliveira erasmo@dgti.ufla.br Diretor de

Leia mais

AURINA SANTANA Reitora Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

AURINA SANTANA Reitora Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia 00 dd/mm/aaaa 1/19 ORIGEM Instituto Federal da Bahia Comitê de Tecnologia da Informação CAMPO DE APLICAÇÃO Este Plano Diretor de Tecnologia da Informação se aplica no âmbito do IFBA. SUMÁRIO 01. Introdução

Leia mais

Planejamento 2011 Diretoria de TI

Planejamento 2011 Diretoria de TI Planejamento 2011 Diretoria de TI ITIL / COBIT / Definição de Processos Inicio: 01/2011 Prioridade: Alta Repositório Institucional Inicio: 07/2010 UPGRADE Prioridade: Média Política de Utilização de Recursos

Leia mais

Questionário de Governança de TI 2014

Questionário de Governança de TI 2014 Questionário de Governança de TI 2014 De acordo com o Referencial Básico de Governança do Tribunal de Contas da União, a governança no setor público compreende essencialmente os mecanismos de liderança,

Leia mais

Relatório de Consultoria PD.33.10.83A.0080A/RT-05-AA. Levantamento da Gestão de TIC

Relatório de Consultoria PD.33.10.83A.0080A/RT-05-AA. Levantamento da Gestão de TIC Relatório de Consultoria PD.33.10.83A.0080A/RT-05-AA Levantamento da Gestão de TIC Cotação: 23424/09 Cliente: PRODABEL Contato: Carlos Bizzoto E-mail: cbizz@pbh.gov.br Endereço: Avenida Presidente Carlos

Leia mais

Departamento de Tecnologia da Informação

Departamento de Tecnologia da Informação Departamento de Tecnologia da Informação Objetivos O DTI é o departamento responsável por toda a arquitetura tecnológica do CRF- SP, ou seja, compreende todo o conjunto de hardware/software necessário

Leia mais

PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação

PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 1 PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2011-2015 Coordenação Geral de Tecnologia da Informação 2 Controle de Revisão Rev. Natureza da Revisão Data Elaborador Revisor 001 Versão inicial 18/07/11

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009

CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Institui o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação no âmbito do Poder Judiciário. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Pelotas Tecnologia da Informação

Ministério da Educação Universidade Federal de Pelotas Tecnologia da Informação Ministério da Educação Universidade Federal de Pelotas Tecnologia da Informação Relatório de Gestão 2011/2012 Centro de Gerenciamento de Informações e Concursos - CGIC Introdução A principal finalidade

Leia mais

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o Planejamento Estratégico de TIC no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário Planejamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

Objetivos. PDI - Plano Diretor de Informática. O que é? Como é feito? Quanto dura sua elaboração? Impactos da não execução do PDI

Objetivos. PDI - Plano Diretor de Informática. O que é? Como é feito? Quanto dura sua elaboração? Impactos da não execução do PDI Objetivos Assegurar que os esforços despendidos na área de informática sejam consistentes com as estratégias, políticas e objetivos da organização como um todo; Proporcionar uma estrutura de serviços na

Leia mais

Termo de Abertura do Projeto TAP PJSETIN2011076 Aquisição de Switches de Acesso/Distribuição. Versão 1.0

Termo de Abertura do Projeto TAP PJSETIN2011076 Aquisição de Switches de Acesso/Distribuição. Versão 1.0 Versão 1.0 Estado do Ceará Poder Judiciário Tribunal de Justiça Elaborado por: Alexys Ribeiro Negreiros Aprovado por: Dilthey Pontes Forte Data modificação: 26/12/2011 Histórico de Revisões Data Versão

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2014-2016 Versão 1.0 1 APRESENTAÇÃO O Planejamento

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017

Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017 Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017 1. Comunicação Institucional a. Portal UFABC b. Aplicativos para Smartfone c. Eventos d. WEB TV e. Portal do Aluno f. Portal do Professor g. Páginas de

Leia mais

SEPLAN. Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006.

SEPLAN. Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006. DEFINE a Política de Informática do Estado do Amazonas. O PRESIDENTE DO COMITÊ ESTADUAL DE POLÍTICA DE INFORMÁTICA, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

TIControle. Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal. Doris Peixoto Diretora Geral

TIControle. Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal. Doris Peixoto Diretora Geral TIControle Governança Corporativa e Gestão Estratégica no Senado Federal Doris Peixoto Diretora Geral 11/04/2012 Tópicos para nossa conversa de hoje A migração da Governança de TI para o nível corporativo

Leia mais

Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação

Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA Regimento da Superintendência de Tecnologia da Informação DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO DA SUPERINTENDÊNCIA Capítulo I - DA

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE SISTEMAS E INFORMAÇÃO PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO BIÊNIO 2014/2015 DSI/CGU-PR Publicação - Internet Sumário 1. RESULTADOS

Leia mais

Minuta Relatório de resultados do PDTI anterior

Minuta Relatório de resultados do PDTI anterior RELATÓRIO DE RESULTADOS DO PDTI ANTERIOR Outubro de 2011 Elaborado pelo Grupo de Trabalho Intersetorial para elaboração do Plano Diretor de Tecnologia de Informação PDTI, nos termos da Portaria nº 4551,

Leia mais

A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Pablo Sandin Amaral Renato Machado Albert

Leia mais

PJe-Processo Judicial Eletrônico. Gestão 2013/2015. Ministro Carlos Alberto Reis de Paula

PJe-Processo Judicial Eletrônico. Gestão 2013/2015. Ministro Carlos Alberto Reis de Paula PJe-Processo Judicial Eletrônico Gestão 2013/2015. Ministro Carlos Alberto Reis de Paula Agenda 1 O PJe no Brasil 2 Desafios 3 4 Ações Estruturantes Próximos Passos Os números do PJe no Brasil Número de

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (2015-2019)

PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (2015-2019) PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (2015-2019) Aprovado pela Resolução nº 34/2015/CONSUP/IFTO, de 25 de junho de 2015. PALMAS JUNHO 2015 Página 1 de 50 HISTÓRICO DE REVISÃO Versão Data Descrição

Leia mais

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Apresentação Portfólio de Serviços e Produtos da WebMaster Soluções. Com ele colocamos à sua disposição a Tecnologia que podemos implementar em sua empresa.

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PERÍODO 2012 A 2016 MANAUS/AM VERSÃO 1.0 1 Equipe de Elaboração João Luiz Cavalcante Ferreira Representante da Carlos Tiago Garantizado Representante

Leia mais

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA GERENCIAMENTO DE PROJETOS PRONIM, IMPLANTAÇÃO SQL SERVER GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA Cliente GOVBR, UEM-MARINGA / Prefeitura Municipal de PEROLA Data 10/09/2015 Versão 1.0 Objeto:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Relatório de Informações Gerenciais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Relatório de Informações Gerenciais PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Relatório de Informações Gerenciais Setorial do 1º Semestre de 2013 DIRETORIA GERAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÂO DGTEC RELATÓRIO DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS 1º

Leia mais

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ SEÇÃO JUDICIÁRIA DO PARANÁ MISSÃO: Garantir prestação jurisdicional rápida, acessível e efetiva no âmbito da sua competência. DESCRIÇÃO DA MISSÃO: A Justiça Federal no Paraná existe para garantir direitos

Leia mais

PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação

PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 1 PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2011-2015 Revisão 1-2012 Coordenação Geral de Tecnologia da Informação 2 Controle de Revisão Rev. Natureza da Revisão Data Elaborador Revisor 001 Versão

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC

Incentivar a inovação em processos funcionais. Aprimorar a gestão de pessoas de TIC Incentivar a inovação em processos funcionais Aprendizagem e conhecimento Adotar práticas de gestão participativa para garantir maior envolvimento e adoção de soluções de TI e processos funcionais. Promover

Leia mais

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727)

Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Nome do questionário (ID): Levantamento de Governança de TI 2014 (566727) Pergunta: Sua resposta Data de envio: 06/06/2014 18:22:39 Endereço IP: 189.9.1.20 1. Liderança da alta administração 1.1. Com relação

Leia mais

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS

PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME/RS PLANEJAMENTO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA DA JME APRESENTAÇÃO Este projeto trata do Planejamento de Comunicação da Estratégia da Justiça Militar do Estado do

Leia mais

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI TCU - Ciclo de Palestras 2011 Papel da Alta Administração na Governança de TI Missão do CNJ O Conselho Nacional de Justiça tem o propósito de realizar a gestão estratégica e o controle administrativo do

Leia mais

Programa de Reestruturação Organizacional Elaboração e Implantação do Portal de Governança de TI da TERRACAP FASE IV

Programa de Reestruturação Organizacional Elaboração e Implantação do Portal de Governança de TI da TERRACAP FASE IV P D T I Plano Diretor de Tecnologia da Informação Programa de Reestruturação Organizacional Elaboração e Implantação do Portal de Governança de TI da TERRACAP FASE IV EQUIPE DE ELABORAÇÃO Plano Diretor

Leia mais

REGIMENTO INTERNO COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA E INFORMÁTICA EM SAÚDE (CTIS)

REGIMENTO INTERNO COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA E INFORMÁTICA EM SAÚDE (CTIS) Página 1 de 12 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE PÚBLICA COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA E INFORMÁTICA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA E INFORMÁTICA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO PARÁ MPCM CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2015

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DO PARÁ MPCM CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2015 DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO 1 / 5 ANEXO 03 INFORMAÇÕES DOS CARGOS 1. CARGOS DE NÍVEL MÉDIO Cargo 01 Técnico em Administração Realizar atividades que envolvam a aplicação das

Leia mais

PDTI 2012-2015. Plano Diretor de Tecnologia da Informação

PDTI 2012-2015. Plano Diretor de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Viçosa Comissão de Elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação Portaria nº 1094/2011/RTR PDTI 2012-2015 Plano Diretor de Tecnologia da Informação Viçosa MG 2013 Aprovado

Leia mais

DGTEC 2.013 2014 2015 2016 2017 2018 Total Geral

DGTEC 2.013 2014 2015 2016 2017 2018 Total Geral CUSTEIO NOVA AÇÃO - POR CLIENTE - FORNECEDOR /PROGRAMA AÇÃO DESCRIÇÃO JUSTIFICATIVA Aquisição de 650 e-tokens Aquisição de 650 e-tokens A, visando cumprir os atos, normas e o procedimentos do processo

Leia mais

Dados de Identificação. Dirigente máximo da instituição. Nome/Sigla da instituição pública. Nome do dirigente máximo. Nome/Cargo do dirigente de TI

Dados de Identificação. Dirigente máximo da instituição. Nome/Sigla da instituição pública. Nome do dirigente máximo. Nome/Cargo do dirigente de TI Dados de Identificação Dirigente máximo da instituição Nome/Sigla da instituição pública Nome do dirigente máximo Nome/Cargo do dirigente de TI Endereço do setor de TI 1 Apresentação O Tribunal de Contas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº 022/2015 CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM 09 DE OUTUBRO DE 2015 Dispõe sobre o

Leia mais

A Estratégia do Conselho da Justiça Federal 2015/2020 CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015

A Estratégia do Conselho da Justiça Federal 2015/2020 CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015 A Estratégia do Conselho da Justiça Federal CJF-POR-2015/00359, de 26 de agosto de 2015 SUEST/SEG 2015 A estratégia do CJF 3 APRESENTAÇÃO O Plano Estratégico do Conselho da Justiça Federal - CJF resume

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais. Governança de Catálogo de Ativos de TI com AGIL-GPR

Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais. Governança de Catálogo de Ativos de TI com AGIL-GPR Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais Governança de Catálogo de Ativos de TI com AGIL-GPR 1 Sumário 1 Introdução... 03 2 Políticas de Governança de Ativos de TI... 04 3 Área de Governança

Leia mais

Avaliação dos Resultados do Planejamento de TI anterior

Avaliação dos Resultados do Planejamento de TI anterior Avaliação dos Resultados do Planejamento de TI anterior O PDTI 2014 / 2015 contém um conjunto de necessidades, que se desdobram em metas e ações. As necessidades elencadas naquele documento foram agrupadas

Leia mais

ANEXO I. Colegiado Gestor e de Governança

ANEXO I. Colegiado Gestor e de Governança ANEXO I CENTRO DE SERVIÇOS COMPARTILHADOS DO CAU Política de Governança e de Gestão da Tecnologia da Informação do Centro de Serviço Compartilhado do Conselho de Arquitetura e Urbanismo Colegiado Gestor

Leia mais

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplica...

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplica... 1 de 1 19/4/212 17:17 EGTI 211/212 - Autodiagnostico 21 Imprimir Identificação 1. Qual a identificação do órgão? AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS 2. Qual o âmbito de preenchimento do formulário?

Leia mais

DIRETRIZES PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA

DIRETRIZES PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA DIRETRIZES PARA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DA AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA 1 APRESENTAÇÃO Este conjunto de diretrizes foi elaborado para orientar a aquisição de equipamentos

Leia mais

Oficina 1 Análise sobre os PDTI s e alinhamento com Governança de TI (GRG e ATHIVA)

Oficina 1 Análise sobre os PDTI s e alinhamento com Governança de TI (GRG e ATHIVA) Projeto 1: Elaboração dos Planos Diretores de TI da Administração Pública de Pernambuco Projeto 2: Elaboração do Plano de Governo em TI Oficina 1 Análise sobre os PDTI s e alinhamento com Governança de

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA Fabiana Alves de Souza dos Santos Diretora de Gestão Estratégica do TRT 10 1/29 O TRT da 10ª Região Criado em 1982 32 Varas do Trabalho

Leia mais

Acesse: www.eyenet.com.br ou ligue : (11) 5049-0441

Acesse: www.eyenet.com.br ou ligue : (11) 5049-0441 1 2 1) Proposta Comercial 2) Cases 3) Apresentação Eyenet 3 Objetivos do Projeto Construir uma intranet, oferecendo aos gestores, uma ferramenta web de fácil atualização de conteúdos, tornando-o um meio

Leia mais

PDTI 2015 2019 (Versão 1.1)

PDTI 2015 2019 (Versão 1.1) PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MATO GROSSO Data Emissão: 10/12/2014 Elaborado por: Marcelo Gaspar Revisado por: Cintia Aldrighi Data Aprovação: Verificado por: Aprovado por: REGISTRO DE REVISÕES Revisão

Leia mais

Catálogo de Serviços Coordenação Técnica CTE Superintendência de Tecnologia da Informação - STI

Catálogo de Serviços Coordenação Técnica CTE Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Catálogo de Serviços Coordenação Técnica CTE Superintendência de Tecnologia da Informação - STI Pág. 1/10 1. ATENDIMENTO TÉCNICO O objetivo do setor de atendimento técnico é atender solicitações de usuários

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Institui o Programa de Fortalecimento Institucional da ANAC. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício das competências

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/03 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/03 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab TERMO DE REFERÊNCIA Nº 001/2012/03 Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab 1. Função no Projeto: Consultor por Produto 2. Nosso Número: 3.

Leia mais

Planejamento Estratégico de. Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de. Tecnologia da Informação Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação PETI 2012-2014 Coordenadoria de Tecnologia da Informação Pró-reitoria de Planejamento Universidade

Leia mais

Governança de TI no Governo. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Paulo Roberto Pinto

Governança de TI no Governo. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Paulo Roberto Pinto Governança de TI no Governo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Paulo Roberto Pinto Agenda Agenda Contexto SISP IN SLTI 04/2008 EGTI Planejamento

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

Apresentação da Empresa e seus Serviços.

Apresentação da Empresa e seus Serviços. Apresentação da Empresa e seus Serviços. 1 Conteúdo do Documento Sobre a MSCTI... 3 Portfólio de Serviços... 4 O que a consultoria MSCTI faz?... 5 Outros Serviços e Soluções... 6 Certificações... 7 Clientes

Leia mais

Número do Recibo:83500042

Número do Recibo:83500042 1 de 21 06/06/2012 18:25 Número do Recibo:83500042 Data de Preenchimento do Questionário: 06/06/2012. Comitête Gestor de Informática do Judiciário - Recibo de Preenchimento do Questionário: GOVERNANÇA

Leia mais

Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2012-2015

Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2012-2015 Plano Diretor de Tecnologia da Informação 2012-2015 Fundação Nacional do Índio Diretoria de Administração e Gestão Coordenação de Gestão em Tecnologia da Informação Plano Diretor de Tecnologia da Informação

Leia mais

AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DO QUADRO DE SERVIDORES DA COTEC

AVALIAÇÃO QUALITATIVA E QUANTITATIVA DO QUADRO DE SERVIDORES DA COTEC MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA Coordenação-Geral de Administração e Tecnologia da Informação Coordenação

Leia mais

Plano Diretor de Tecnologia da Informação DETIC/DEINT

Plano Diretor de Tecnologia da Informação DETIC/DEINT DIRETORIA DE TECNOLOGIA DITEC Plano Diretor de Tecnologia da Informação DETIC/DEINT 2013-2014 1 CASA DA MOEDA DO BRASIL Francisco de Assis Leme Franco Presidente Marcone da Silva Leal Diretor Vice-Presidente

Leia mais

A Secretaria de Tecnologias da Informação e da Comunicação (STI) foi criada a partir da Resolução do Conselho Diretor nº 44, de 31 de outubro de 2008.

A Secretaria de Tecnologias da Informação e da Comunicação (STI) foi criada a partir da Resolução do Conselho Diretor nº 44, de 31 de outubro de 2008. 1 PLANO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 001/2009 1.0 Introdução A Secretaria de Tecnologias da Informação e da Comunicação (STI) foi criada a partir da Resolução do Conselho Diretor nº 44, de 31

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO Relatório de Gestão 2011 GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA UTFPR A Diretoria de Gestão de Tecnologia da Informação (DIRGTI) é responsável pelas atividades

Leia mais

RESOLUÇÃO - TCU Nº 247, de 7 de dezembro de 2011

RESOLUÇÃO - TCU Nº 247, de 7 de dezembro de 2011 RESOLUÇÃO - TCU Nº 247, de 7 de dezembro de 2011 Dispõe sobre a Política de Governança de Tecnologia da Informação do Tribunal de Contas da União (PGTI/TCU). O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso de suas

Leia mais

A TI E O PPA 2012-2015

A TI E O PPA 2012-2015 Governo do Estado de Mato Grosso Conselho Superior do Sistema Estadual de Informação e Tecnologia da Informação Sistema Estadual de Informação e Tecnologia da Informação WORKSHOP A TI E O PPA 2012-2015

Leia mais

O relacionamento direto com o cliente, respeito mútuo, responsabilidade, flexibilidade e adaptabilidade são os principais valores da Infolux.

O relacionamento direto com o cliente, respeito mútuo, responsabilidade, flexibilidade e adaptabilidade são os principais valores da Infolux. A NOSSA HISTÓRIA A Infolux Informática possui seu foco de atuação voltado para o mercado corporativo, auxiliando micro, pequenas e médias empresas na tarefa de extrair o máximo de benefícios com investimentos

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº XXXXXXX

TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº XXXXXXX < Nome do órgão/entidade> TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº XXXXXXX Página 1 de 6 1. DO OBJETO (Informar o que essencialmente você pretende adquirir. Ainda não é o detalhamento da configuração). Ex.: Aquisição

Leia mais

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal 1. Há planejamento institucional em vigor? Deverá ser respondido SIM caso o Órgão/Entidade possua um planejamento estratégico

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO MARANHÃO PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PDTI - MPMA 2015-2016 VERSÃO 1.0 SÃO LUÍS - MA, 2014 Procuradora-Geral de Justiça Regina Lúcia de Almeida Rocha Procuradora de Justiça Diretor-Geral

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 016/2012/01 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 016/2012/01 Contrato por Produto Nacional. Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab TERMO DE REFERÊNCIA Nº 016/2012/01 Contrato por Produto Nacional Número e Título do Projeto: BRA/03/034 Programa de Revitalização da Conab 1. Função no Projeto: Consultor por Produto 2. Nosso Número: 3.

Leia mais

Tema: Sustentabilidade Financeira Objetivo Estratégico: Gerir Recursos Financeiros de Forma Eficiente

Tema: Sustentabilidade Financeira Objetivo Estratégico: Gerir Recursos Financeiros de Forma Eficiente 1. Escopo ou finalidade do projeto Implantar uma sistemática de gestão de custos, objetivando o fornecimento de informações estratégicas de gastos segmentados por unidades de custos. O sistema deverá permitir

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 017/2014

SUMÁRIO EXECUTIVO RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 017/2014 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO AUDITORIA INTERNA SUMÁRIO EXECUTIVO RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 017/2014 Tema: EXAME DAS ATIVIDADES DE TI SOB A RESPONSABILIDADE DA SUCOM. Tipo de Auditoria:

Leia mais