O ZERO TORNA-SE IMPORTANTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O ZERO TORNA-SE IMPORTANTE"

Transcrição

1 O ZERO TORNA-SE IMPORTANTE Há muito tempo, no País dos Números, só havia os algarismos 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. Nem sempre os números eram muito simpáticos uns com os outros. Os números maiores gostavam de arreliar os menores. Se um 6 encontrava um 2, dizia o 6: Eu sou mais que tu! Ora, agora imaginem como é que o ZERO era tratado. O ZERO era o mais arreliado de todos os números, diziam que o ZERO era nada. Por exemplo, uma manhã, andava o ZERO a passear quando encontrou o número quatro. Logo que o 4 o viu, começou a arreliá-lo. Ah ah, eu sou mais que tu! O ZERO sentiu-se mal e foi-se embora muito triste. O QUATRO tem razão - pensava o ZERO. 4 é mais que 0. O ZERO continuou o seu passeio e encontrou o número 7. O SETE fez-lhe o mesmo que o QUATRO. Disse: Ah ah, eu sou mais que tu.-- e acrescentou, tu és nada!. Então o ZERO viu o 8 e, por momentos, sentiu-se feliz. O OITO parece-se muito com o ZERO... Parece um ZERO com um cinto! Perguntou o ZERO ao OITO: Onde é que arranjaste esse cinto tão giro?. O OITO não percebeu. Nesse dia, o OITO estava bem-disposto e mais amável que os outros números, e só disse: Que tenhas um bom-dia, ZERO!. O ZERO viu, então, o número 9, sozinho, sentado num banco. O NOVE parecia muito preocupado. O ZERO perguntou-lhe se ele estava bem. E o NOVE respondeu que estava preocupado porque conhecia todos os números que vinham antes dele, o 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8, mas não conhecia os que vinham depois. O ZERO não podia ajudá-lo porque também não os conhecia, mas sugeriu-lhe que fossem falar com a Rainha dos Números. Quando lá chegaram a Rainha teve uma grande ideia. Chamou o número 1 e disse-lhes que tinha um trabalho muito importante para ser feito e que só o ZERO o podia fazer. Virou-se para o ZERO e pediu-lhe ajuda. Fazes o favor de te colocares à direita do número UM? Assim, temos o número a seguir ao NOVE, o número DEZ. O ZERO sentiu-se orgulhoso! Os outros números juntaram-se à volta dele e nem acreditaram no que viram!! O ZERO tinha-se tornado alguma coisa. Tinha transformado o 1 em 10 e o 10 era mais do que 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 e 1. A partir desse dia todos os outros números passaram a ter muito respeito pelo ZERO. O ZERO também fez par com o DOIS e criaram o número 20. Vocês podem imaginar que todos os outros números queriam o ZERO como par. E, assim, surgiram os números, 30, 40, 50, 60, 70, 80 e 90, tudo por causa do ZERO! E agora era realmente alguma coisa!

2 A FAMÍLIA DOS ZEROS Um dia o ZERO estava a dar um passeio no País dos Números quando lhe aconteceu uma coisa espantosa: viu outro ZERO. O outro ZERO era mais novo, mas não havia dúvida que era um ZERO. O ZERO nem podia acreditar no que os seus olhos viam, e gaguejou: Q... qu... que... quem... és tu?!. O ZERO mais novo, respondeu: Sou um membro da família dos ZEROS. Podes imaginar a alegria do ZERO. Pegou no ZERO mais novo pela mão e correu à Rainha dos Números. Como a Rainha sabia tudo sobre os números, também sabia que havia muitos ZEROS e também sabia que havia muitas coisas importantes para os ZEROS fazerem no país dos números. Mandou chamar todos os outros números e, mais uma vez, pediu ai número 1 para a ajudar. O número 1 ficou feliz por colaborar e deu um passo em frente. A Rainha tinha o 1, de pé, em frente dela. Depois pediu ao ZERO para se pôr à direita do 1 e, a seguir, pediu ao ZERO mais novo, para se colocar à direita do outro ZERO. Ora, o número que tinham construído era o 100. Espantoso! Tinham crescido das dezenas para os números com três dígitos. As centenas. Este novo número 100 era maior que todos os números de dois dígitos. Os números 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9 estavam espantados e claro que também quiseram ter os dois ZEROS como companheiros. Assim, com a ajuda da Rainha foram capazes de construir os números 200, 300, 400, 500, 600, 700, 800 e 900. O ZERO tornou-se um número ainda mais respeitado e importante e alguns até lhe passaram a chamar: O ZERO herói. Traduzido e adaptado de: Satariano, P.( 1994). Storytime mathtime: math explorations in children's literature, Palo Alto : Dale Seymour Publications.

3 O ZERO TORNA-SE IMPORTANTE Há muito tempo, no País dos Números, só havia os algarismos 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. Nem sempre os números eram muito simpáticos uns com os outros. Os números maiores gostavam de arreliar os menores. Se um 6 encontrava um 2, dizia o 6: Eu sou mais que tu! Ora, agora imaginem como é que o ZERO era tratado. O ZERO era o mais arreliado de todos os números, diziam que o ZERO era nada. Por exemplo, uma manhã, andava o ZERO a passear quando encontrou o número quatro. Logo que o 4 o viu, começou a arreliá-lo. Ah ah, eu sou mais que tu! O ZERO sentiu-se mal e foi-se embora muito triste. O QUATRO tem razão - pensava o ZERO. 4 é mais que 0. O ZERO continuou o seu passeio e encontrou o número 7. O SETE fez-lhe o mesmo que o QUATRO. Disse: Ah ah, eu sou mais que tu.-- e acrescentou, tu és nada!. Então o ZERO viu o 8 e, por momentos, sentiu-se feliz. O OITO parece-se muito com o ZERO... Parece um ZERO com um cinto! Perguntou o ZERO ao OITO: Onde é que arranjaste esse cinto tão giro?. O OITO não percebeu. Nesse dia, o OITO estava bem-disposto e mais amável que os outros números, e só disse: Que tenhas um bom-dia, ZERO!. O ZERO viu, então, o número 9, sozinho, sentado num banco. O NOVE parecia muito preocupado. O ZERO perguntou-lhe se ele estava bem. E o NOVE respondeu que estava preocupado porque conhecia todos os números que vinham antes dele, o 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8, mas não conhecia os que vinham depois. O ZERO não podia ajudá-lo porque também não os conhecia, mas sugeriu-lhe que fossem falar com a Rainha dos Números. Quando lá chegaram a Rainha teve uma grande ideia. Chamou o número 1 e disse-lhes que tinha um trabalho muito importante para ser feito e que só o ZERO o podia fazer. Virou-se para o ZERO e pediu-lhe ajuda. Fazes o favor de te colocares à direita do número UM? Assim, temos o número a seguir ao NOVE, o número DEZ. O ZERO sentiu-se orgulhoso! Os outros números juntaram-se à volta dele e nem acreditaram no que viram!! O ZERO tinha-se tornado alguma coisa. Tinha transformado o 1 em 10 e o 10 era mais do que 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 e 1. A partir desse dia todos os outros números passaram a ter muito respeito pelo ZERO. O ZERO também fez par com o DOIS e criaram o número 20. Vocês podem imaginar que todos os outros números queriam o ZERO como par. E, assim, surgiram os números, 30, 40, 50, 60, 70, 80 e 90, tudo por causa do ZERO! E agora era realmente alguma coisa!

4 A FAMÍLIA DOS ZEROS Um dia o ZERO estava a dar um passeio no País dos Números quando lhe aconteceu uma coisa espantosa: viu outro ZERO. O outro ZERO era mais novo, mas não havia dúvida que era um ZERO. O ZERO nem podia acreditar no que os seus olhos viam, e gaguejou: Q... qu... que... quem... és tu?!. O ZERO mais novo, respondeu: Sou um membro da família dos ZEROS. Podes imaginar a alegria do ZERO. Pegou no ZERO mais novo pela mão e correu à Rainha dos Números. Como a Rainha sabia tudo sobre os números, também sabia que havia muitos ZEROS e também sabia que havia muitas coisas importantes para os ZEROS fazerem no país dos números. Mandou chamar todos os outros números e, mais uma vez, pediu ai número 1 para a ajudar. O número 1 ficou feliz por colaborar e deu um passo em frente. A Rainha tinha o 1, de pé, em frente dela. Depois pediu ao ZERO para se pôr à direita do 1 e, a seguir, pediu ao ZERO mais novo, para se colocar à direita do outro ZERO. Ora, o número que tinham construído era o 100. Espantoso! Tinham crescido das dezenas para os números com três dígitos. As centenas. Este novo número 100 era maior que todos os números de dois dígitos. Os números 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9 estavam espantados e claro que também quiseram ter os dois ZEROS como companheiros. Assim, com a ajuda da Rainha foram capazes de construir os números 200, 300, 400, 500, 600, 700, 800 e 900. O ZERO tornou-se um número ainda mais respeitado e importante e alguns até lhe passaram a chamar: O ZERO herói. Traduzido e adaptado de: Satariano, P.( 1994). Storytime mathtime: math explorations in children's literature, Palo Alto : Dale Seymour Publications.

5 O ZERO TORNA-SE IMPORTANTE Há muito tempo, no País dos Números, só havia os algarismos 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. Nem sempre os números eram muito simpáticos uns com os outros. Os números maiores gostavam de arreliar os menores. Se um 6 encontrava um 2, dizia o 6: Eu sou mais que tu! Ora, agora imaginem como é que o ZERO era tratado. O ZERO era o mais arreliado de todos os números, diziam que o ZERO era nada. Por exemplo, uma manhã, andava o ZERO a passear quando encontrou o número quatro. Logo que o 4 o viu, começou a arreliá-lo. Ah ah, eu sou mais que tu! O ZERO sentiu-se mal e foi-se embora muito triste. O QUATRO tem razão - pensava o ZERO. 4 é mais que 0. O ZERO continuou o seu passeio e encontrou o número 7. O SETE fez-lhe o mesmo que o QUATRO. Disse: Ah ah, eu sou mais que tu.-- e acrescentou, tu és nada!. Então o ZERO viu o 8 e, por momentos, sentiu-se feliz. O OITO parece-se muito com o ZERO... Parece um ZERO com um cinto! Perguntou o ZERO ao OITO: Onde é que arranjaste esse cinto tão giro?. O OITO não percebeu. Nesse dia, o OITO estava bem-disposto e mais amável que os outros números, e só disse: Que tenhas um bom-dia, ZERO!. O ZERO viu, então, o número 9, sozinho, sentado num banco. O NOVE parecia muito preocupado. O ZERO perguntou-lhe se ele estava bem. E o NOVE respondeu que estava preocupado porque conhecia todos os números que vinham antes dele, o 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8, mas não conhecia os que vinham depois. O ZERO não podia ajudá-lo porque também não os conhecia, mas sugeriu-lhe que fossem falar com a Rainha dos Números. Quando lá chegaram a Rainha teve uma grande ideia. Chamou o número 1 e disse-lhes que tinha um trabalho muito importante para ser feito e que só o ZERO o podia fazer. Virou-se para o ZERO e pediu-lhe ajuda. Fazes o favor de te colocares à direita do número UM? Assim, temos o número a seguir ao NOVE, o número DEZ. O ZERO sentiu-se orgulhoso! Os outros números juntaram-se à volta dele e nem acreditaram no que viram!! O ZERO tinha-se tornado alguma coisa. Tinha transformado o 1 em 10 e o 10 era mais do que 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 e 1. A partir desse dia todos os outros números passaram a ter muito respeito pelo ZERO. O ZERO também fez par com o DOIS e criaram o número 20. Vocês podem imaginar que todos os outros números queriam o ZERO como par. E, assim, surgiram os números, 30, 40, 50, 60, 70, 80 e 90, tudo por causa do ZERO! E agora era realmente alguma coisa!

6 A FAMÍLIA DOS ZEROS Um dia o ZERO estava a dar um passeio no País dos Números quando lhe aconteceu uma coisa espantosa: viu outro ZERO. O outro ZERO era mais novo, mas não havia dúvida que era um ZERO. O ZERO nem podia acreditar no que os seus olhos viam, e gaguejou: Q... qu... que... quem... és tu?!. O ZERO mais novo, respondeu: Sou um membro da família dos ZEROS. Podes imaginar a alegria do ZERO. Pegou no ZERO mais novo pela mão e correu à Rainha dos Números. Como a Rainha sabia tudo sobre os números, também sabia que havia muitos ZEROS e também sabia que havia muitas coisas importantes para os ZEROS fazerem no país dos números. Mandou chamar todos os outros números e, mais uma vez, pediu ai número 1 para a ajudar. O número 1 ficou feliz por colaborar e deu um passo em frente. A Rainha tinha o 1, de pé, em frente dela. Depois pediu ao ZERO para se pôr à direita do 1 e, a seguir, pediu ao ZERO mais novo, para se colocar à direita do outro ZERO. Ora, o número que tinham construído era o 100. Espantoso! Tinham crescido das dezenas para os números com três dígitos. As centenas. Este novo número 100 era maior que todos os números de dois dígitos. Os números 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9 estavam espantados e claro que também quiseram ter os dois ZEROS como companheiros. Assim, com a ajuda da Rainha foram capazes de construir os números 200, 300, 400, 500, 600, 700, 800 e 900. O ZERO tornou-se um número ainda mais respeitado e importante e alguns até lhe passaram a chamar: O ZERO herói. Traduzido e adaptado de: Satariano, P.( 1994). Storytime mathtime: math explorations in children's literature, Palo Alto : Dale Seymour Publications.

João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova. A Pequena Diferença

João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova. A Pequena Diferença João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova A Pequena Diferença Era uma vez um menino chamado Afonso que nasceu no primeiro dia do ano de 2000. Era uma criança muito desejada por toda a família, era

Leia mais

O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós.

O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós. O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição 32 1 1. Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós. 2. Lição Bíblica: Mateus 18.21-35 (Leitura bíblica para o professor e base bíblica

Leia mais

Nome: Dariane 4ª Série 2ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. O cachorro e o gato

Nome: Dariane 4ª Série 2ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. O cachorro e o gato Nome: Dariane 4ª Série 2ª O cachorro e o gato Era uma vez um gato e um cão. Um dia, o cachorro comentou com o gato que estava em apuros. O gato falou: O que houve? E o cachorro disse: Nada. Ha! ha! Porém,

Leia mais

Nº19A Domingo IV da Quaresma

Nº19A Domingo IV da Quaresma Nº19A Domingo IV da Quaresma-30.3.2014 Viver na luz! Abri os olhos! Imagina alguém a viver sempre numa casa de janelas fechadas: sem ar, sem luz, sem ver ninguém, fechado em si próprio, impermeável a tudo.

Leia mais

DEUS PROVA ABRAÃO Lição Objetivos: Ensinar que os filhos de Deus tornam-se mais fiéis através de provas de dificuldade.

DEUS PROVA ABRAÃO Lição Objetivos: Ensinar que os filhos de Deus tornam-se mais fiéis através de provas de dificuldade. DEUS PROVA ABRAÃO Lição 11 1 1. Objetivos: Ensinar que os filhos de Deus tornam-se mais fiéis através de provas de dificuldade. 2. Lição Bíblica: Gênesis 21.1-8; 1-19 (Base bíblica para a história e o

Leia mais

Essa história aconteceu há

Essa história aconteceu há O HOMEM DO SACO Essa história aconteceu há mais de vinte anos, num dia nublado. Perfeito para Josué, Mateus, Antonia e Frederico começarem o dia colocando o plano combinado em ação. Estavam de férias,

Leia mais

Que Nevão! Teresa Dangerfield

Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Mamã, Mamã, está tudo branquinho lá fora! gritou o Tomás muito contente assim que se levantou e espreitou pela janela. Mariana, vem ver depressa!

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta DE PERSEGUIDOR A SEGUIDOR

Bíblia para crianças apresenta DE PERSEGUIDOR A SEGUIDOR Bíblia para crianças apresenta DE PERSEGUIDOR A SEGUIDOR Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Rafa olhou para a bola que tinha levado. Ele ainda tinha uma bola novinha em folha em casa. Se desse esta ao Dani e a seus amigos, ele os faria

Rafa olhou para a bola que tinha levado. Ele ainda tinha uma bola novinha em folha em casa. Se desse esta ao Dani e a seus amigos, ele os faria Ame o seu Próximo Parabéns Rafa. Muitas felicidades, muitos anos de vida! Era o aniversário do Rafa, ele estava fazendo seis anos. Há tempos esperava ansioso por esse dia. Dani, seu melhor amigo, tinha

Leia mais

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês...

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês... Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Oi! Eu sou a Giovanna, a Nana! NINA - E eu sou a Nina! NANA - Ah, fala o teu nome inteiro, né, Marina! NINA - Ué, pra quê? Você acabou de dizer! NANA

Leia mais

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI BONS Dias Com Maria Desperta a Luz que há em TI 2ª feira, dia 12 de dezembro de 2016 III Semana (11 de dezembro): ALEGRAR Ontem, a Igreja celebrou o domingo da alegria: Jesus está para chegar e só Ele

Leia mais

1. OUÇAM A PRIMAVERA!

1. OUÇAM A PRIMAVERA! 1. OUÇAM A PRIMAVERA! Na Mata dos Medos há uma pequena clareira dominada por um pinheiro-manso 1 muito alto. É o largo do Pinheiro Grande. Um pássaro que por lá passarou pôs-se a cantar e acordou o Ouriço,

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta ISAÍAS VÊ O FUTURO

Bíblia para crianças. apresenta ISAÍAS VÊ O FUTURO Bíblia para crianças apresenta ISAÍAS VÊ O FUTURO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Jonathan Hay Adaptado por: Mary-Anne S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

1. O rapaz da história faz realmente uma sopa de pedras? Explique.

1. O rapaz da história faz realmente uma sopa de pedras? Explique. Nome: Data: Unidade 1 Leia o texto a seguir e depois responda às questões de 1 a 9. A sopa de pedras Um rapaz pobre e faminto andava pelo campo em busca de alimento. Teve uma ideia e resolveu colocá-la

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Tudo no hospital ia na mais perfeita calma. E o movimento era o de sempre pelos corredores: crianças fazendo exames, mães

Leia mais

Nº36 B - 30º Domingo do Tempo Comum Ter Fé

Nº36 B - 30º Domingo do Tempo Comum Ter Fé Nº36 B - 30º Domingo do Tempo Comum - 25.10.2015 Ter Fé O Evangelho de hoje mostra-nos que devemos ter Fé, uma Fé muito forte, tal como aquele cego que pediu a Jesus que o curasse. O cego acreditava que

Leia mais

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho.

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. ÍTULO 1 Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. Julinho sussurrou. Vou pensar no teu caso respondi -lhe,

Leia mais

TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS 4.º ano

TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS 4.º ano Nome: Turma: Nº Data: / / Apreciação Professor CED TESTE DIAGNÓSTICO DE PORTUGUÊS 4.º ano Lê silenciosamente o texto a seguir. O CAVALO DE ALEXANDRE Passou-se esta história há muitos anos, muitos, numa

Leia mais

DANIEL NA COVA DOS LEÕES

DANIEL NA COVA DOS LEÕES Bíblia para crianças apresenta DANIEL NA COVA DOS LEÕES Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Jonathan Hay Adaptado por: Mary-Anne S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por: Bible for Children

Leia mais

às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany

às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany 1 2 3 ÍNDICE Reunião no pomar...5 a 12 O triste drama de um livrinho...13 a 21 4 5 Em uma tarde bonita e ensolarada, numa época em

Leia mais

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro

Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro Capítulo 1 - Um Novo Herdeiro O Rei de Raiden City vai ter um filho! Todos estão eufóricos, só que o filho mais velho do rei Jonas e a outra esposa do rei que sobretudo e a mãe de Jonas, que se chama Sátina,

Leia mais

Anjo da Guarda e a Luz Noturna

Anjo da Guarda e a Luz Noturna O Anjo da Guarda e a Luz Noturna Papai, tenho mesmo que ir dormir agora? perguntou Telmo. Acho que já teve histórias suficientes por uma noite disse o pai. Por favor, papai. Só mais uma história suplicou

Leia mais

A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO

A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO Bíblia para crianças apresenta A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO POÇO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares

Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares TIPOS DE DISCURSO DISCURSO DIRETO = REPRODUÇÃO O próprio personagem fala. Paulo disse a ele: _ Venha cá. DISCURSO INDIRETO = TRADUÇÃO O autor

Leia mais

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS Livro digital recontando a história A Bonequinha preta da autora Alaíde Lisboa de Oliveira, livro escrito no ano de 1930, porém só foi publicado no ano de 2004 BELO

Leia mais

Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver.

Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver. Fé é colocar seu sonho a prova, e esperar sem garantias. Não há descrença que a fé não faça crer. Não há problema que Deus não possa resolver. Não há ódio que o amor não o faça desaparecer. Nem há tristeza

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO

Bíblia para crianças apresenta A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO Bíblia para crianças apresenta A MULHER QUE ESTAVA PERTO DO POÇO Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

1 von :36

1 von :36 1 von 22 24.05.2006 16:36 2 von 22 24.05.2006 16:36 Era uma vez, numa aldeia pequenina, uma menininha linda como uma flor; sua mãe gostava muito dela, e sua vovozinha ainda mais. 3 von 22 24.05.2006 16:36

Leia mais

A Professora de Horizontologia

A Professora de Horizontologia A Professora de Horizontologia Já tinha parado a chuva e Clara Luz estava louca que a Gota voltasse. Felizmente a Fada-Mãe veio com uma novidade: Minha filha, hoje vem uma professora nova. Você vai ter

Leia mais

A rapariga e o homem da lua

A rapariga e o homem da lua A rapariga e o homem da lua (conto tradicional do povo tchuktchi) Viveu outrora, entre o povo Tchuktchi, um homem que só tinha uma filha. A filha era a melhor das ajudas que o pai podia ter. Passava o

Leia mais

Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael

Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael Anésio Rodrigues Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera nenhum filho. Como tinha uma serva egípcia, chamada Hagar, Gênesis 16:1-15 Disse a Abrão: Já que

Leia mais

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas

Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas Era uma tarde quente de verão e todos obedeciam à rotina diária. O labrador Mozart, chefe da matilha e cão mais velho, descansa suas pernas doloridas, mas permanece atento a tudo o que acontece: ele é

Leia mais

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda Matias Miranda Lilico, Um Coelho Atrapalhado Matias Miranda Dedico este livro a você que esta lendo. Jesus te ama e eu também! Lilico era um coelho muito atrapalhado que vivia com sua mãe, seu pai e seus

Leia mais

Suelen e Sua História

Suelen e Sua História Suelen e Sua História Nasci em Mogi da Cruzes, no maternidade Santa Casa de Misericórdia no dia 23 de outubro de 1992 às 18 horas. Quando eu tinha 3 anos de idade fui adotada pela tia da minha irmã, foi

Leia mais

Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu. Slide 1 - Páscoa

Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu. Slide 1 - Páscoa Em dois mil anos...um dia em que ninguém creu Slide 1 - Páscoa 05.04.2015 Um dia entre os dois mais incríveis dias: Um Sábado de silêncio Slide 2 - Páscoa 05.04.2015 Duas histórias de três dias Abraão

Leia mais

Garoto extraordinário

Garoto extraordinário Garoto extraordinário (adequada para crianças de 6 a 8 anos) Texto: Lucas 2:40-52 Princípio: ser como Jesus Você vai precisar de um fantoche de cara engraçada, um adulto para manipular o fantoche atrás

Leia mais

Nº35 B-Domingo XXX do Tempo Comum O Evangelho de hoje mostra-nos que devemos ter Fé, uma Fé muito forte, tal como aquele cego que pediu a

Nº35 B-Domingo XXX do Tempo Comum O Evangelho de hoje mostra-nos que devemos ter Fé, uma Fé muito forte, tal como aquele cego que pediu a Nº35 B-Domingo XXX do Tempo Comum-28.10.2012 O Evangelho de hoje mostra-nos que devemos ter Fé, uma Fé muito forte, tal como aquele cego que pediu a Jesus que o curasse. O cego acreditava que Jesus o podia

Leia mais

Narrativa visual e escrita LER + MAR. Trabalho realizado pelos alunos do 3º APC partir do livro Búzios

Narrativa visual e escrita LER + MAR. Trabalho realizado pelos alunos do 3º APC partir do livro Búzios Narrativa visual e escrita LER + MAR Trabalho realizado pelos alunos do 3º APC partir do livro Búzios João Maria LER + compor+ narrativa visual Lara Santos LER + compor+ narrativa visual Francisco Dinis

Leia mais

OS FILHOS DE CEVA Lição 66

OS FILHOS DE CEVA Lição 66 OS FILHOS DE CEVA Lição 66 1 1. Objetivos: Ensinar que os feiticeiros, ao verem o poder de Jesus, se arrependeram e queimaram os livros de feitiçaria. Isto queria dizer que nunca mais iam praticar a feitiçaria

Leia mais

QUEBRA-GELO EDIFICAÇÃO

QUEBRA-GELO EDIFICAÇÃO QUEBRA-GELO Sentados em círculo, cada criança deverá falar o nome de uma Uma das crianças deverá ficar sentada no centro do círculo e quando ela falar o nome de uma cidade, a criança que representa aquela

Leia mais

Uma pergunta frequente? Como posso crer em um Deus que se afirma totalmente bom e poderoso diante de tanto sofrimento na história e no mundo?

Uma pergunta frequente? Como posso crer em um Deus que se afirma totalmente bom e poderoso diante de tanto sofrimento na história e no mundo? Uma pergunta frequente? Como posso crer em um Deus que se afirma totalmente bom e poderoso diante de tanto sofrimento na história e no mundo? Onde estava Deus, quando tudo isso aconteceu? Uma pergunta

Leia mais

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389 Deus nos dá amigos Estudos bíblicos Pré-escolar 5anos e6 Ano CIV Nº 389 5107 Um lugar especial Edição do aluno Estamos de volta para mais um trimestre de alegria, aprendizado e muitas descobertas. Você

Leia mais

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras:

Porém este respondeu: Não quero; mais tarde, tocado de arrependimento, foi e fez o que o pai pediu pra ele. BOCA DE FORNO. Regras: BOCA DE FORNO A1 Regras: O professor comanda a brincadeira, e antes de cada tarefa o refrão: Professor: Boca de forno. Todos: Forno Professor : Tudo que eu pedir para fazer, faz? 2 Sugestões de tarefas

Leia mais

Uma Aflição Imperial.

Uma Aflição Imperial. Uma Aflição Imperial. Amanda Silva C. Prefácio Uma aflição Imperial conta a história de uma garota chamada Anna que é diagnosticada com tipo raro de câncer leucemia sua mãe é paisagista e tem apenas um

Leia mais

Vilson Caetano de Sousa Jr. (ORG.) Ilustração: Rodrigo Siqueira

Vilson Caetano de Sousa Jr. (ORG.) Ilustração: Rodrigo Siqueira Vilson Caetano de Sousa Jr. (ORG.) Ilustração: Rodrigo Siqueira 2014 Enseada Indústria Naval S.A Todos os direitos reservados Qualquer parte desta publicação pode ser reproduzida, desde que citada a fonte

Leia mais

O texto 1 Jesus nasceu em Belém, na região da Judeia, no tempo do rei Herodes. Depois do seu nascimento, chegaram uns sábios do Oriente a Jerusalém 2 e perguntaram: «Onde está o rei dos judeus que acaba

Leia mais

Sara Borges. Ilustrado por: João Horta

Sara Borges. Ilustrado por: João Horta Sara Borges Ilustrado por: João Horta Título: Dislexia Autor: Sara Borges Ilustração: João Horta 1º Edição: Novembro 2012 ISNB: 978-3-16-148410-0 Porto Editora Rua da Restauração, 365 4099-023 Porto Eu

Leia mais

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum

Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum Nº 35 C Domingo XXX do Tempo Comum-27.10.13 Se eu for como o fariseu, rezo só a falar em mim: EU...EU...EU... Eu, Senhor, sou o melhor de todos. Eu não sou mentiroso, como os meus colegas. Eu digo bom-dia

Leia mais

Vamos pescar? João 21:1-22

Vamos pescar? João 21:1-22 Vamos pescar? João 21:1-22 Depois disto, tornou Jesus a manifestar-se aos discípulos junto do mar de Tiberíades; e foi assim que ele se manifestou: estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael,

Leia mais

Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 9

Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 9 Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 9 Unidade 9 Compreensão de texto Nome: Data: Leia o conto de fadas a seguir para responder às questões de 1 a 15. Rapunzel Era uma vez um lenhador e sua mulher.

Leia mais

CONTOS TRADICIONAIS. Pedro Malasartes. António Mota Ilustrações de Catarina Correia Marques

CONTOS TRADICIONAIS. Pedro Malasartes. António Mota Ilustrações de Catarina Correia Marques CONTOS TRADICIONAIS Pedro Malasartes António Mota Ilustrações de Catarina Correia Marques PEDRO MALASARTES Texto de António Mota Ilustração e design de Catarina Correia Marques Impressão e acabamentos

Leia mais

Quando Acontece... A Intriga

Quando Acontece... A Intriga A Intriga A Intriga Marcia Pimentel 2 Marcia Pimentel Quando Acontece... A Intriga Marcia Pimentel 3 A Intriga Marcia Pimentel 4 Copyright 2010 By Marcia Pimentel Título: Quando Acontece... A Intriga Todos

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES

A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Bíblia para crianças apresenta A MENINA QUE VIVEU DUAS VEZES Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia

Leia mais

Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção. eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora dizia isso.

Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção. eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora dizia isso. Bruno D. Vieira 8 Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção ao consultório da psicóloga, a única coisa que passava em sua mente eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

SEMANA 18 DESCENDÊNCIA DE ADÃO, NOÉ E A CONSTRUÇÃO DA ARCA

SEMANA 18 DESCENDÊNCIA DE ADÃO, NOÉ E A CONSTRUÇÃO DA ARCA MEDITAÇÃO SALA AMARELA SEMANA 18 DESCENDÊNCIA DE ADÃO, NOÉ E A CONSTRUÇÃO DA ARCA Nome: Professor: Rebanho 1. Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem, sejam fortes. (1 Coríntios

Leia mais

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 28/04/2013 AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Versículos para Decorar 1 Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

O fascínio por histórias

O fascínio por histórias O fascínio por histórias Histórias que Jesus contou... Significado de Parábola: s.f. Comparação desenvolvida em pequeno conto, no qual se encerra uma verdade, um ensinamento. Trata-se de uma história curta,

Leia mais

Anexo I - Modelo de Pólya para a resolução de um problema. 1

Anexo I - Modelo de Pólya para a resolução de um problema. 1 Anexo I - Modelo de Pólya para a resolução de um problema. 1 1 Pólya, G., A arte de resolver problemas (1995) p. xii-xiii. 49 Anexo II - Guião de atuação do professor de matemática elaborado por Lester

Leia mais

O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande

O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande historia de terror O que mais me lembro da minha infância era o grande espelho que havia na sala da casa da minha avó paterna. Estava sempre coberto por um grande lençol negro, o que despertava a minha

Leia mais

a garota dos olhos vermelhos

a garota dos olhos vermelhos a garota dos olhos vermelhos Era uma vez! Uma garota chamada luna ela morava com seus pais rene e cary nos EUA estados unidos, mais os pais de luna brigavam muito e ela só tinha 10 anos e ficava muito

Leia mais

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho A menina Gotinha de Água Papiniano Carlos Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho Fichas de leitura Ficha 1 Lê até ao fim da página 9. Depois da leitura, responde às questões. 1. Qual

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

O COMEÇO TRAAZERGAMES

O COMEÇO TRAAZERGAMES O COMEÇO TRAAZERGAMES Tudo começou no dia 02/02/2015 o dia que o Rafa pensou em criar um canal no youtube após ver muitos videos pensou assim: -Ah, Seria legal ter um canal no youtube. E ele criou esse

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Casa comum, nossa responsabilidade. Disciplina: Língua Portuguesa / ESTUDOS AUTÔNOMOS Série: 5ª - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 14

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: Apoio: Patrocínio: Realização: O Espírito da Luz Copyright 2000, virtualbooks.com.br Todos os direitos reservados a Editora Virtual Books Online M&M Editores Ltda.É proibida a reprodução do conteúdo deste

Leia mais

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência

Identificação. F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de nascimento/residência 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Identificação F03 Duração da entrevista 18:12 Data da entrevista 4-5-2011 Ano de nascimento (Idade) 1974 (36) Local de

Leia mais

Momentos que Transformam Diálogos sobre...

Momentos que Transformam Diálogos sobre... Momentos que Transformam Diálogos sobre... Então chegaram a Jericó. Quando Jesus e seus discípulos, juntamente com uma grande multidão, estavam saindo da cidade, o filho de Timeu, Bartimeu, que era cego,

Leia mais

ENTREGANDO O NOSSO MELHOR A DEUS. Gn.22

ENTREGANDO O NOSSO MELHOR A DEUS. Gn.22 ENTREGANDO O NOSSO MELHOR A DEUS Gn.22 Passado algum tempo, Deus pôs Abraão à prova, dizendolhe: Abraão! Ele respondeu: Eis-me aqui. Então disse Deus: Tome seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você

Leia mais

Uma Aventura Criativa

Uma Aventura Criativa Uma Aventura Criativa Leitura de Imagens no jardim-de-infância Ano letivo 2010-11 Agrupamento de Escolas de Vila Cova Biblioteca Escolar Os pequeninos também lêem Projeto de leitura de imagens dinamizado

Leia mais

O Segredo Do Teu Beijo

O Segredo Do Teu Beijo O Segredo Do Teu Beijo Volume Único Thais Mendonça Copyright 2014 Thais Mendonça All rights reserved. ISBN-13: 978-1500980405 AGRADECIMENTOS Agradeço a Deus porque todos os momentos mesmo difíceis, não

Leia mais

Anexo 2.2- Entrevista G1.2

Anexo 2.2- Entrevista G1.2 Entrevistado: E1.2 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 53 anos Masculino Cabo-Verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: 4ª classe Imigrações prévias : -- Língua materna: Outras línguas: Agregado

Leia mais

ELIAS, UM HOMEM DE FOGO

ELIAS, UM HOMEM DE FOGO Bíblia para crianças apresenta ELIAS, UM HOMEM DE FOGO Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem de Hoje 1998 - Sociedade

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade Plano de Aula 17 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Educadoras: Edma e Priscila Dia: 13/06/2016 Título: Sentimento de Fraternidade

Leia mais

José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA

José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA Copyright 2012 by Padaria de Textos Copyright das ilustrações 2012 by Eduardo Oliveira Todos os direitos desta edição reservados à EDITORA OBJETIVA LTDA. Rua

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DA BONECA

A CONSTRUÇÃO DA BONECA Por Josiene Muniz 1º dia A CONSTRUÇÃO DA BONECA Hoje conversei com as crianças sobre a nossa Mostra de Arte. Perguntei quem já tinha ido a uma exposição, e quase todos disseram que não. Duas crianças disseram

Leia mais

MOISÉS FOGE PARA MIDIÃ Lição 29

MOISÉS FOGE PARA MIDIÃ Lição 29 MOISÉS FOGE PARA MIDIÃ Lição 29 1 1. Objetivos: Ensinar que Moisés defendeu seu povo mesmo com risco de sua própria vida. Ensinar que nós devemos sempre defender o que é certo qualquer que seja o sacrifício.

Leia mais

O Senhor Vento queria organizar uma. festa. Uma festa que ficasse na. memória de todos.

O Senhor Vento queria organizar uma. festa. Uma festa que ficasse na. memória de todos. Um Pé de Vento O Senhor Vento queria organizar uma festa. Uma festa que ficasse na memória de todos. Sabia que não ia ser fácil surpreendê-los. Aquele lugar já não era como antigamente, muito tinha mudado.

Leia mais

O NASCIMENTO DA IGREJA

O NASCIMENTO DA IGREJA Bíblia para crianças apresenta O NASCIMENTO DA IGREJA Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na

Leia mais

Henrique era um menino de oito anos de idade...

Henrique era um menino de oito anos de idade... 1 Henrique era um menino de oito anos de idade... Havia muita tristeza no ar por causa da doença de Henrique. Pessoas iam e vinham trazendo água fresca e toalhas limpas para passarem em seu rosto e corpo

Leia mais

Lucyana Mutarelli. O Livro 3 em 1

Lucyana Mutarelli. O Livro 3 em 1 O Livro 3 em 1 Lucyana Mutarelli O Livro 3 em 1 1 Edição Abril de 2013 Introdução Este livro chama-se 3 em 1, pois é a junção das três primeiras obras já publicadas da autora Lucyana Mutarelli. Ele contém

Leia mais

Ziraldo O SEGREDO DE. (com desenhos especiais de Célio César)

Ziraldo O SEGREDO DE. (com desenhos especiais de Célio César) Ziraldo O SEGREDO DE (com desenhos especiais de Célio César) http://groups.google.com/group/digitalsource Era uma vez uma letra que era muito interessante e que se chamava Úrsula. Parece nome de estrela

Leia mais

História de uma Baleia

História de uma Baleia SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / / 0 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta JESUS CURA UM CEGO

Bíblia para crianças. apresenta JESUS CURA UM CEGO Bíblia para crianças apresenta JESUS CURA UM CEGO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante

A sanita mutante! Coleção. Os Mutantes. Já publicados A sanita mutante. A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante Coleção A sanita mutante! Os Mutantes Já publicados A sanita mutante A publicar Os óculos mutantes A esferográfica mutante O prego mutante Frutas mutantes Estrela mutante A irmã mutante Maio de 2016 20

Leia mais

2. Perguntar se alguém já perdeu uma pessoa querida ou um animal de estimação, como se sentiu e como reagiu. Ouvir e comentar respostas.

2. Perguntar se alguém já perdeu uma pessoa querida ou um animal de estimação, como se sentiu e como reagiu. Ouvir e comentar respostas. AULA DESENCARNAÇÃO by Juliane Objetivos: ajudá-los a perceber que a morte é um fenômeno natural e lhes dar subsídios para conviver com a perda. Contribuir para que tenham posturas equilibradas diante da

Leia mais

O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor.

O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor. 9 O conteúdo desta obra, inclusive revisão ortográfica, é de responsabilidade exclusiva do autor. Dedico esta obra à minha Família, em especial aos meus sobrinhos Gabriel, Lidiane, Flaviane, Viviane, Caroline,

Leia mais

Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua.

Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua. Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua. N a verdade, na escola básica do Vale do Âncora, em Vila Praia de Âncora, podemos usar, e com mais

Leia mais

Como Ajudar o Mundo?

Como Ajudar o Mundo? Como Ajudar o Mundo? Todos dizem como salvar o mundo, mas será mesmo que fazem o que falam? André tem 8 anos. Certo dia estava em uma aula de ciências e sua professora disse que o mundo está sofrendo com

Leia mais

Uma vida que floresce

Uma vida que floresce Uma vida que floresce Um gato, um sapato e um susto Feito por : Haylin Certo dia, ao voltar da escola,(quando eu ainda morava com a minha avó), fui correndo para o banheiro e tomei um banho bem gostoso.

Leia mais

Jacó: o caminho de volta

Jacó: o caminho de volta Jacó: o caminho de volta 1) Nascimento Gênesis 25.21,24-26 Isaque orou ao SENHOR em favor de sua mulher, porque era estéril. O SENHOR respondeu à sua oração, e Rebeca, sua mulher, engravidou [...] Ao chegar

Leia mais

Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa

Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa - 10.4.2016 És o novo Sol que não tem ocaso. És a luz que não se apaga. És vencedor da morte para sempre. És o homem primeiro do mundo novo. És o começo da nova criação. És

Leia mais

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela

1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela anoitecer 1.começo Eu Isabel franca moro com minha mãe chamada Helen,moramos numa cidade chamada nova lux gosto muito de morar com minha mãe mas o marido dela chamado pio,bom o cara e legal mas tem um

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt-

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- Era uma vez um menino chamado Miguel. Num dia sua mãe falou: - Olha, filho, hoje você vai para escola de ônibus. E o Miguel falou: - Mas eu não sou pequeno?

Leia mais

Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira

Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira Arte em movimento - 2.º classificado Daniel Merten Arte em movimento - 1.º classificado Leonor Dantas Pereira O Mundo da Fantasia - 3.º classificado:

Leia mais