Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009"

Transcrição

1 A Família Desaparecida Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009

2 NUMA BELA MANHÃ DE PRIMAVERA, UM MENINO CAMI NHAVA JUNTO A UM RIO E OLHAVA ATENTAMENTE PARA A ÁGUA PARA VER SE ENCONTRAVA UM PEIXE MUITO ESPECIAL. HÁ MUITO TEMPO ATRÁS, UMA BRUXA MALVADA TINHA TRANSFORMADO O SEU IRMÃOZINHO NUM PEIXINHO DOURADO QUE AGORA NADAVA NAQUELAS ÁGUAS. TODAVIA, ENQUANTO PROCURAVA SURGE UM LEÃO E A CRIANÇA CHEIA DE MEDO COMEÇA A GRITAR: - SOCORRO, SOCORRO, PRECISO DE AJUDA! As Nossas Histórias 2

3 NAQUELE MOMENTO, APARECEU UMA FADA QUE FALOU COM O LEÃO E LHE PEDIU PARA DEIXAR A CRIANÇA. O LEÃO TINHA UM SEGREDO PARA CONTAR AO MENINO E À FADA. PORÉM SÓ A FADA O CONSEGUIA PERCEBER E SÓ LHE CONTOU A ELA, DESAPARECENDO EM SEGUIDA. A FADA TAMBÉM VOLTOU PARA A SUA CASA E A CRIANÇA CONTINUAVA À PROCURA DO PEIXE POIS SENTIA FALTA DO SEU IRMÃO. ENQUANTO PROCURAVA APARECEU A BRUXA MAL- VADA QUE LHE PERGUNTOU SE TINHA VISTO UM ANEL E A CRIANÇA RESPONDEU-LHE QUE NÃO. COMO NÃO FICOU CONVENCIDA A RES- POSTA, A BRUXA DECIDIU LEVAR A CRIANÇA PARA O SEU CASTELO A Família Desaparecida 3

4 QUE FICAVA DO OUTRO LADO DO RIO. PARA ATRAVESSAR O RIO, A BRUXA USOU UM BARCO ANCORADO JUNTO À MARGEM. QUANDO CHEGOU AO CASTELO PRENDEU A CRIANÇA NUMA JAULA POIS QUE- RIA QUE A CRIANÇA LHE DISSESSE ONDE ESTAVA O ANEL. MAS A FADA AO SABER QUE A CRIANÇA ESTAVA PRESA FOI ATÉ AO OUTRO LADO DO RIO, ENTROU NO CASTELO PÉ ANTE PÉ, MAS REPAROU QUE A BRUXA ESTAVA LÁ. DECIDIU ENTÃO ESCONDER-SE ATÉ QUE A BRUXA SAÍSSE DO CASTELO. PASSADO ALGUM TEMPO, A BRUXA SAIU PARA IR ÀS COMPRAS E A FADA PODE ENTÃO SALVAR A As Nossas Histórias 4

5 CRIANÇA E LEVÁ-LA PARA UM CAMPO ONDE SABERIA QUE ESTARIA EM SEGURANÇA. ASSIM FEZ! A FADA DEIXOU A CRIANÇA NUM GRANDE CAMPO VERDEJANTE, PERTO DA CASA ONDE ELA VIVIA COM OS PAIS E COM O IRMÃOZINHO DESAPARECIDO. A CRIANÇA AGRA- DECEU À FADA E AO CAMINHAR PELO CAMPO VIU ALGO BRILHANTE NO CHÃO: ERA UM ANEL, AQUELE QUE A BRUXA TANTO PROCURAVA. PENSOU LOGO QUE AQUELE ANEL DEVIA SER MÁGICO E POR ISSO PEGOU NELE E GUARDOU-O NO BOLSO. COMO ESTAVA CANSADO, RESOLVEU SENTAR-SE DE BAIXO DE UMA GRANDE ÁRVORE ONDE ESTEVE DURANTE ALGUM TEMPO A CONTEMPLAR A PAISAGEM. A Família Desaparecida 5

6 COMO TINHA SAUDADES DO LOCAL ONDE VIVERA, DECIDIU IR ATÉ À SUA CASA. E ASSIM FEZ, PÔS-SE A CAMINHO. QUANDO CHEGOU À SUA CASA, PREPAROU ALGO PARA COMER E LEMBROU-SE DO ANEL. PÔS A MÃO NO BOLSO MAS O ANEL TINHA DESAPARECIDO. PENSOU MUITO, E DECIDIU CORRER ATÉ AO LOCAL ONDE TINHA ESTADO. QUANDO LÁ CHEGOU ENCONTROU O ANEL NO CHÃO, TINHA CAÍDO DO SEU BOLSO! PEGOU NELE NOVAMENTE E ELE TRANSFORMOU-SE NUM PEIXE PEQUENINO. MUITO AFLITO, COR- REU PARA CASA O MAIS RÁPIDO QUE PODE E COLOCOU O PEIXINHO NUM POTE COM ÁGUA. MAS QUANDO O COLOCOU NA ÁGUA O As Nossas Histórias 6

7 PEIXINHO TRANSFORMOU-SE EM ANEL NOVAMENTE. TIROU-O ENTÃO DA ÁGUA E PÔ-LO A SECAR. COMO JÁ ERA TARDE, FOI DEI- TAR-SE. NA MANHÃ SEGUINTE, DEPOIS DE MUITO DORMIR E SONHAR, A CRIANÇA PROCUROU O ANEL MAS ELE TINHA DESAPARE- CIDO OUTRA VEZ. COMO FICOU PREOCUPADO, CHAMOU A FADA QUE APARECEU LOGO. A CRIANÇA EXPLICOU-LHE O QUE TINHA ACONTE- CIDO E A FADA DISSE-LHE QUE DEVIA TER SIDO A BRUXA A ROUBAR O ANEL MAS QUE NÃO LHE TINHA ACONTECIDO NADA POIS ELA TINHA O PROTEGIDO COM UM FEITIÇO. FOI NESSA ALTURA QUE OS DOIS DECIDIRAM IR AO CASTELO DA BRUXA POIS A FADA SABIA A Família Desaparecida 7

8 QUE A BRUXA COM AQUELE ANEL FICAVA AINDA MAIS PODEROSA. QUANDO LÁ CHEGARAM VIRAM A BRUXA QUE USAVA O ANEL. COMO SOZINHOS NÃO IAM SER CAPAZES DE LHE TIRAR O ANEL, A FADA LEMBROU-SE DE PEDIR AJUDA AO LEÃO PARA DERROTAREM A BRUXA E REAVEREM O ANEL. FALARAM COM O LEÃO QUE CONCORDOU EM AJUDAR. O LEÃO ERA O PAI DO MENINO QUE TINHA SIDO ENCAN- TADO HÁ ALGUM TEMPO ATRÁS. QUANDO SE APROXIMOU DA CRIANÇA SÓ QUERIA PEDIR-LHE AJUDA PARA SALVAR A MÃE TAM- BÉM ELA TRANSFORMADA EM LEÃO E O SEU IRMÃO, O PEIXINHO. QUANDO O MENINO SOUBE O QUE TINHA ACONTECIDO À FAMÍLIA FICOU MUITO CONTENTE E A FADA DISSE QUE A ÚNICA FORMA DE As Nossas Histórias 8

9 OS LIBERTAR DO FEITIÇO ERA TRANSFORMAR A BRUXA NUMA ROSA BRANCA E GUARDAR PARA SEMPRE O ANEL NO COFRE DA ROSA, MAS PARA ISSO PRECISAVAM DE USAR O ANEL PARA LANÇAR O MAIS PODEROSO FEITIÇO À BRUXA. JUNTOS VOLTARAM AO CASTELO, O LEÃO MORDEU A BRUXA NUM BRAÇO, O ANEL CAIU, O MENINO APA- NHOU-O, DISSE AS PALAVRAS MÁGICAS E A BRUXA TRANSFORMOU- SE NUMA ROSA BRANCA. A FADA PEGOU ENTÃO NO ANEL E FECHOU- O MUITO BEM NO COFRE DA ROSA. O PEIXINHO VOLTOU A SER UMA MENINO, E OS DOIS LEÕES OS PAIS. VOLTARAM PARA A SUA CASA NO PRADO VERDE E VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE. A FADA, BEM, ESSA CONTINUOU A PROTEGER QUEM MAIS PRECISAVA! A Família Desaparecida 9

MARK CARVALHO. Capítulo 1

MARK CARVALHO. Capítulo 1 MARK CARVALHO Capítulo 1 Mark era um menino com altura média, pele clara, pequenos olhos verdes, cabelos com a cor de avelãs. Um dia estava em casa vendo televisão, até que ouviu: Filho, venha aqui na

Leia mais

Um Problema Divertido

Um Problema Divertido Paloma Marques dos Santos Um Problema Divertido Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Paloma Marques dos Santos Texto e Pesquisa de Imagens Paloma Marques dos Santos Um Problema Divertido Julho

Leia mais

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR Numa bela manhã, nasceram seis lindos patinhos que encheram de encanto seus pais. Eram amarelinhos e fofinhos. Um dos patinhos recebeu o nome de Taco. Mamãe e papai estavam muito felizes com seus filhotes.

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

Histórias clássicas dos Contos de Fadas contadas com o jeitinho do 3º ano vesp.prof. Marise Projeto Incentivo a Leitura Ed.Tecnológica -Profª Eliane

Histórias clássicas dos Contos de Fadas contadas com o jeitinho do 3º ano vesp.prof. Marise Projeto Incentivo a Leitura Ed.Tecnológica -Profª Eliane Histórias clássicas dos Contos de Fadas contadas com o jeitinho do 3º ano vesp.prof. Marise Projeto Incentivo a Leitura Ed.Tecnológica -Profª Eliane Arouca Sumário 1. João e o Pé de Feijão Leo e Jacob

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

SEGREDO NO CAIR DA TARDE

SEGREDO NO CAIR DA TARDE SEGREDO NO CAIR DA TARDE Ele chegou a galope, num alazão que eu não conhecia. Depois o alazão ergueu-se em duas patas e desapareceu e meu irmão também desapareceu. Fazia tempo que eu o chamava e ele não

Leia mais

Uma estrela subiu ao céu

Uma estrela subiu ao céu Compaixão 1 Compaixão Não desprezes aqueles a quem a vida desfavoreceu, mas ajuda-os no que estiver ao teu alcance. Cada pessoa tem em si algo de bom que é preciso fazer desabrochar. Uma estrela subiu

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

Ana. e o e o. Jardim de Flores

Ana. e o e o. Jardim de Flores Ana e o e o Jardim de Flores Era uma vez um grande rei que morava em um lindo castelo rodeado de pequenos vilarejos. O rei amava muito o seu povo, e o povo também o amava. Ele visitava frequentemente os

Leia mais

Sophia de Mello Breyner Andersen

Sophia de Mello Breyner Andersen Sophia de Mello Breyner Andersen Autora: H. F. Publicado em http://www.escolovar.org 1 A menina do mar A. Lê a pág. 5 e responde 1. Descreve a casa. 2. Que plantas cresciam no jardim? 3. Quem morava nessa

Leia mais

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes A criança preocupada Claudia Mascarenhas Fernandes Em sua época Freud se perguntou o que queria uma mulher, devido ao enigma que essa posição subjetiva suscitava. Outras perguntas sempre fizeram da psicanálise

Leia mais

OS TEMPOS ANTIGOS Desde a Criação até Abraão

OS TEMPOS ANTIGOS Desde a Criação até Abraão OS TEMPOS ANTIGOS Desde a Criação até Abraão 1 No início, Deus criou os céus e a terra. A terra era vazia e sem forma. Trevas pairavam na superfície do abismo, e o espírito de Deus movia-se sobre as águas.

Leia mais

BRASIL. Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor.

BRASIL. Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor. 1 BRASIL Fernando Ribeiro Alves Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor. O Autor gostaria imensamente de receber um e-mail de você com

Leia mais

Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima. A Boneca da Imaginação. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE

Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima. A Boneca da Imaginação. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima A Boneca da Imaginação Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima Capa e pesquisa de imagens Amanda P. F. Lima A Boneca

Leia mais

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br MUDANÇA DE IMAGEM Os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Isto porque eu não tinha a quem relatar o que me havia acontecido. Eu estava com medo de sair do meu corpo novamente, mas também não

Leia mais

Ideionildo. E a Chave Azul. Pelo Espírito Vovó Amália. Robson Dias

Ideionildo. E a Chave Azul. Pelo Espírito Vovó Amália. Robson Dias Ideionildo E a Chave Azul Robson Dias Pelo Espírito Vovó Amália Livrinho da Série - As Histórias Que a Vovó Gosta de Contar (http:\www.vovoamalia.ubbi.com.br - Distribuição Gratuita) - A venda deste produto

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Sophia, a Fada Azul Ana Margarida de Carvalho. Sophia de Mello Breyner Andresen GUIÃO DE LEITURA 4. A. A obra e a autora

Sophia, a Fada Azul Ana Margarida de Carvalho. Sophia de Mello Breyner Andresen GUIÃO DE LEITURA 4. A. A obra e a autora GUIÃO DE LEITURA 4 A Menina do Mar Sophia de Mello Breyner Andresen (Porto Editora, 202) A. A obra e a autora. Observa cuidadosamente o livro e preenche, no teu caderno, a ficha bibliográfica que se segue.

Leia mais

No final do livro você encontrará um glossário útil de palavras que você poderá se deparar durante o tratamento de seu filho.

No final do livro você encontrará um glossário útil de palavras que você poderá se deparar durante o tratamento de seu filho. Joe tem leucemia Joe tem leucemia é um livro de estória escrito especialmente para pais e cuidadores, para lerem com as crianças, para ajudá-las a compreender o que é o câncer e tratamento envolvido. No

Leia mais

A PARÁBOLA DA OVELHA DESGARRADA (Lucas, capítulo 13º, versículos 3 a 7)

A PARÁBOLA DA OVELHA DESGARRADA (Lucas, capítulo 13º, versículos 3 a 7) A PARÁBOLA DA OVELHA DESGARRADA (Lucas, capítulo 13º, versículos 3 a 7) Nos campos da Palestina, a terra onde Jesus nasceu, havia um homem que tinha cem ovelhas. Era um pastor, pois ele mesmo as apascentava.

Leia mais

Titilo: As Três Características do Amigo de Deus. Enquanto o justo Ló era amigo do mundo e pagou caro, Abraão era amigo de Deus e ganhou muito.

Titilo: As Três Características do Amigo de Deus. Enquanto o justo Ló era amigo do mundo e pagou caro, Abraão era amigo de Deus e ganhou muito. 1 Texto: Gênesis 18:1-33 Titilo: As Três Características do Amigo de Deus. Tiago 2:23 Abraão foi chamado o amigo de Deus. (II Crônicos 20:7, Isaias 41:8). Enquanto o justo Ló era amigo do mundo e pagou

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

Delicadesa. Deves tratar as pessoas com delicadeza, de contrário elas afastar-se-ão de ti. Um pequeno gesto afectuoso pode ter um grande significado.

Delicadesa. Deves tratar as pessoas com delicadeza, de contrário elas afastar-se-ão de ti. Um pequeno gesto afectuoso pode ter um grande significado. Delicadeza 1 Delicadesa Deves tratar as pessoas com delicadeza, de contrário elas afastar-se-ão de ti. Um pequeno gesto afectuoso pode ter um grande significado. As Janelas Douradas O menino trabalhava

Leia mais

AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES

AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES AUTORES E ILUSTRADORES: FELIPE DE ROSSI GUERRA JULIA DE ANGELIS NOGUEIRA VOGES 1ºC - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS

Leia mais

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1 CELIORHEIS Página 1 A Abduzida um romance que pretende trazer algumas mensagens Mensagens estas que estarão ora explícitas ora implícitas, dependendo da ótica do leitor e do contexto em que ela se apresentar.

Leia mais

Alexandre, Gabriela, Sabrina e Vovô Jerson

Alexandre, Gabriela, Sabrina e Vovô Jerson GUTA E SUAS AMIGUINHAS Alexandre, Gabriela, Sabrina e Vovô Jerson 01 02 Copyright 2014 by Jerson Kelman Alexandre, Gabriela, Sabrina e Vovô Jerson GUTA E SUAS AMIGUINHAS 1ª Edição Rio de Janeiro Jerson

Leia mais

Irmãos da Floresta Tropical Por David Dudenhoefer Ilustrado por Deirdre Hyde Para a Rainforest Alliance Rainforest Alliance, 2002.

Irmãos da Floresta Tropical Por David Dudenhoefer Ilustrado por Deirdre Hyde Para a Rainforest Alliance Rainforest Alliance, 2002. Irmãos da Floresta Tropical Por David Dudenhoefer Ilustrado por Deirdre Hyde Para a Rainforest Alliance Rainforest Alliance, 2002. Uma manhã bem cedinho, Nelson remou com sua canoa rio acima no Rio Branco.

Leia mais

APÊNDICE A - Músicas

APÊNDICE A - Músicas APÊNDICE A - Músicas Músicas 1 GUT GUT SEM PARAR Adaptação ao meio líquido Bebeu a água da piscina toda Fui ver quem era, era o João Ele bebia a água da piscina Ele fazia gut gut gut gut gut sem parar

Leia mais

-Ui! -e o tatu saltou e correu.

-Ui! -e o tatu saltou e correu. Clara vive no Rio Negro, nas montanhas da Colômbia. Ela tralha no sítio de café da sua família e freqüenta a escola. Sua parte favorita da escola é quando Carolina e Hilma da Fundação Natura ensinam sua

Leia mais

AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA

AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA 1ºA - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS A

Leia mais

Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet Brasil licencia seus materiais de forma aberta através do Creative Commons.

Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet Brasil licencia seus materiais de forma aberta através do Creative Commons. Olá, você esta acessando um dos materiais vencedores no concurso InternÉtica 2011, realizado pela SaferNet Brasil e o Instituto Childhood Brasil. Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet

Leia mais

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM?

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? Na cozinha, ele serviu se de mais uma bebida e olhou para a mobília de quarto de cama que estava no pátio da frente. O colchão estava a descoberto e os lençóis às riscas estavam

Leia mais

SOBRE ESTE LIVRO BOM TRABALHO PARA TODOS!

SOBRE ESTE LIVRO BOM TRABALHO PARA TODOS! As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 No dia em que Iracema e Lipe voltaram para visitar a Gê, estava o maior rebuliço no hospital. As duas crianças ficaram logo

Leia mais

LITERATURA COM CRIATIVIDADE....Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor? 1 Crônicas 29.

LITERATURA COM CRIATIVIDADE....Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor? 1 Crônicas 29. 1. APRESENTAÇÃO PESSOAL LITERATURA COM CRIATIVIDADE...Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao Senhor? 1 Crônicas 29.5 2. OBJETIVO Transformar vidas ensinando

Leia mais

Esses acontecimentos surgem na lista que se segue, embora desordenados.

Esses acontecimentos surgem na lista que se segue, embora desordenados. Natureza 2. Nesta narrativa, os diferentes acontecimentos aparecem pela ordem em que sucederam. Esses acontecimentos surgem na lista que se segue, embora desordenados. 2.1 Reconstitui a história pela ordem

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

O DIA EM QUE O KLETO ACHOU DINHEIRO

O DIA EM QUE O KLETO ACHOU DINHEIRO 1 2 O DIA EM QUE O KLETO ACHOU DINHEIRO Rubens Balestro O achado O Kleto era um menino que morava no interior, numa casa de material que ficava na beira de uma estrada. Ele não era rico, mas não era pobre

Leia mais

Pedro Queiroga Carrilho. DESCUBRA O MILIONÁRIO QUE HÁ EM SI Como multiplicar as suas fontes de rendimento

Pedro Queiroga Carrilho. DESCUBRA O MILIONÁRIO QUE HÁ EM SI Como multiplicar as suas fontes de rendimento Pedro Queiroga Carrilho DESCUBRA O MILIONÁRIO QUE HÁ EM SI Como multiplicar as suas fontes de rendimento Descubra o Milionário Que há em Si 2010, Pedro Queiroga Carrilho Todos os direitos reservados ISBN:

Leia mais

Quando Bony era um pequeno macaco, sua mãe e seu pai perceberam que ele não escutava tão bem quanto seu irmão e seus amigos.

Quando Bony era um pequeno macaco, sua mãe e seu pai perceberam que ele não escutava tão bem quanto seu irmão e seus amigos. Quando Bony era um pequeno macaco, sua mãe e seu pai perceberam que ele não escutava tão bem quanto seu irmão e seus amigos. 1 Sua mãe e seu pai o levaram para uma consulta com Emi, uma Audióloga. Emi

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

Pedro e Lucas estão sendo tratados com. Profilaxia

Pedro e Lucas estão sendo tratados com. Profilaxia Pedro e Lucas estão sendo tratados com Profilaxia Este livreto foi planejado para crianças com hemofilia que estejam prestes a iniciar profilaxia, ou que estejam considerando iniciá-la no futuro. Esperamos

Leia mais

A partida dos vencedores - Livro de Atividades. Autora Sandra Aymone. Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado

A partida dos vencedores - Livro de Atividades. Autora Sandra Aymone. Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado A partida dos vencedores - Livro de Atividades Autora Sandra Aymone Coordenação editorial Maria Fernanda Moscheta Sílnia Nunes Martins Prado Ilustração Pierre Trabbold Diagramação Linea Creativa Realização

Leia mais

O MENINO SEM OLHOS Consiglieri Pedroso

O MENINO SEM OLHOS Consiglieri Pedroso O Menino Sem Olhos, de Consiglieri Pedroso Fonte: Projeto Vercial Permitido o uso apenas para fins educacionais. Este material pode ser redistribuído livremente, desde

Leia mais

Eu tenho a força! Será?

Eu tenho a força! Será? A UU L AL A Eu tenho a força! Será? Várias vezes vemos na televisão alguém gritando Eu tenho a força e, então, começa uma verdadeira pancadaria! Logo o super-herói sai do meio da confusão tirando pó do

Leia mais

GABARITO - Língua Portuguesa

GABARITO - Língua Portuguesa PROCESSO SELETIVO TRABALHADOR DE VIVEIRO - VERACRUZ 1ª ETAPA PROVA DE PORTUGUÊS, MATEMÁTICA E CONHEC. GERAIS DATA: 12/02/2011 LOCAL: COLÉGIO ALCIDES FAUSTINO GABARITO - Língua Portuguesa 1. Qual o outro

Leia mais

GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II. MODEL PAPER MARCH 2016 onwards O PÃO DOS OUTROS

GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II. MODEL PAPER MARCH 2016 onwards O PÃO DOS OUTROS GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II MODEL PAPER MARCH 2016 onwards TIME: 2 HRS 30 MINS MAX. MARKS: 80 Texto 1 Leia o texto com atenção: O PÃO DOS OUTROS A

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

Keyla Ferrari. Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo. Leon Tolstoi. ilustrado por: Maria Isabel Vaz Guimarães

Keyla Ferrari. Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo. Leon Tolstoi. ilustrado por: Maria Isabel Vaz Guimarães Cada um pensa em mudar a humanidade, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo. Leon Tolstoi Keyla Ferrari ilustrado por: Maria Isabel Vaz Guimarães Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto.

Leia mais

Os olhos de Virgínia. quinta-feira, novembro 10, 2011. http://nucleotavola.com.br/revista/os-olhos-de-virginia/

Os olhos de Virgínia. quinta-feira, novembro 10, 2011. http://nucleotavola.com.br/revista/os-olhos-de-virginia/ Os olhos de Virgínia quinta-feira, novembro 10, 2011 http://nucleotavola.com.br/revista/os-olhos-de-virginia/ por Tatiana Almeida D'Antonio de Souza* A vida é como um sonho; é o acordar que nos mata. Virginia

Leia mais

Pastora Gabriela Pache de Fiúza

Pastora Gabriela Pache de Fiúza Sementinha Kids Ministério Boa Semente Igreja em células SERIE: AS PARÁBOLAS DE JESUS Lição 8: A ovelha perdida Principio da lição: Não importa onde você está. Deus sempre vai ao seu encontro. Base bíblica:

Leia mais

Shué também cantou na Festa de Natal da Escola O Gotinhas...fim 42 43

Shué também cantou na Festa de Natal da Escola O Gotinhas...fim 42 43 O Gotinhas 43 Era uma vez um País feito de nuvens. Ficava no cimo de uma enorme montanha impossível de expugnar. Lá viviam muitos meninos. Cada um tinha a sua própria nuvem. Uma enorme cegonha do espaço

Leia mais

Lucy tem um tumor. Por Victoria Barton. Revisores médicos para esta edição: Dr Anna Jenkins e Dr Dan Yeomanson, Consultor Oncologista Pediátrico

Lucy tem um tumor. Por Victoria Barton. Revisores médicos para esta edição: Dr Anna Jenkins e Dr Dan Yeomanson, Consultor Oncologista Pediátrico Lucy tem um tumor Por Victoria Barton Revisores médicos para esta edição: Dr Anna Jenkins e Dr Dan Yeomanson, Consultor Oncologista Pediátrico Ilustração por Tony Harris Este livro pertence a... Essa

Leia mais

Ficha 01 ALIMENTA ÇÃO. O dia é feito de hábitos QUERES MELHORAR? QUERES MELHORAR? Tema 3

Ficha 01 ALIMENTA ÇÃO. O dia é feito de hábitos QUERES MELHORAR? QUERES MELHORAR? Tema 3 Ficha 01 O dia é feito de hábitos :: Analisa o teu dia e os momentos em que te cruzas com alimentos. Quais são os teus hábitos? O que concluis? Lê as pistas para melhorares o teu desempenho. 7h30m Pequeno-almoço

Leia mais

Avaliação Parcial de Rendimento em Leitura - 03

Avaliação Parcial de Rendimento em Leitura - 03 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO - SIAQUE ESCOLA: PROFESSOR: ALUNO: DATA / / PORTUGUÊS - 4ª SÉRIE / 5º ANO TURMA: TURNO: DATA: / / - Instruções gerais: - Este instrumento de verificação

Leia mais

A ortografia no tempo

A ortografia no tempo A ortografia no tempo Todas as línguas mudam com o passar do tempo, embora geralmente não nos demos conta disso. Essa dificuldade em perceber as mudanças se deve ao fato de elas ocorrem muito lentamente,

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 O ANJO Hans Christian Andersen 3 Contos de Hans Christian Andersen Hans Christian Andersen nasceu em Odensae, em 2 de abril de 1805, e faleceu em Conpenhague em 1875.

Leia mais

- Papá, é hoje! É hoje, papá! Temos que montar o nosso pinheirinho de Natal. disse o rapaz, correndo na direção de seu pai.

- Papá, é hoje! É hoje, papá! Temos que montar o nosso pinheirinho de Natal. disse o rapaz, correndo na direção de seu pai. Conto de Natal Já um ano havia passado desde o último Natal. Timóteo estava em pulgas para que chegasse o deste ano. Menino com cara doce, uma tenra idade de 10 aninhos, pobre, usava roupas ou melhor,

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

Amigos: um seguro de vida

Amigos: um seguro de vida 2ª feira, 17 de novembro de 2014 Bom dia. Esta semana vamos refletir sobre a presença dos outros na concretização dos nossos sonhos. Na verdade, os nossos sonhos seriam muito pequeninos se se reduzissem

Leia mais

A Luz da Mensagem. Irmão Dirceu da Silva. Lavagem da Palavra

A Luz da Mensagem. Irmão Dirceu da Silva. Lavagem da Palavra A Luz da Mensagem Irmão Dirceu da Silva Lavagem da Palavra "E Ele me tirou pelo caminho da porta do norte e me fez dar uma volta pelo caminho de fora,até a porta exterior,pelo caminho que olha para o oriente;

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Jack o jacaré APRESENTAÇÃO DOS PERSONAGENS. Curta Metragem: MOCÓ JACK Duração aprox.: 10 min. Roteiro: Luiz BoTosso & Thiago Veiga

Jack o jacaré APRESENTAÇÃO DOS PERSONAGENS. Curta Metragem: MOCÓ JACK Duração aprox.: 10 min. Roteiro: Luiz BoTosso & Thiago Veiga APRESENTAÇÃO DOS PERSONAGENS Curta Metragem: MOCÓ JACK Duração aprox.: 10 min. Roteiro: Luiz BoTosso & Thiago Veiga Jack o jacaré Nem tudo é perfeito. Essa máxima que já é antiga pode ser aplicada ao nosso

Leia mais

O LÚDICO NA RECONSTRUÇÃO AFETIVA UMA CRIANÇA HOSPITALIZADA EM UM CENTRO DE TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA

O LÚDICO NA RECONSTRUÇÃO AFETIVA UMA CRIANÇA HOSPITALIZADA EM UM CENTRO DE TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA O LÚDICO NA RECONSTRUÇÃO AFETIVA UMA CRIANÇA HOSPITALIZADA EM UM CENTRO DE TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA Autores: Erika Pallottino - erika.pallottino@gmail.com Ana Cristina Waissmann RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

As latinhas também amam

As latinhas também amam As latinhas também amam Um romance a favor da reciclagem Julieta de Godoy Ladeira 4 o ano do Ensino Fundamental Nome: N o Atenção: Data da entrega: / / Valor: 8 pontos (0,5 cada acerto) Capriche! -09a-36s-tc-09

Leia mais

Você alguma vez olhou para o céu da noite e pensou em todas as pessoas do mundo inteiro, desde o começo dos tempos, que viram as mesmas estrelas?

Você alguma vez olhou para o céu da noite e pensou em todas as pessoas do mundo inteiro, desde o começo dos tempos, que viram as mesmas estrelas? As Estrelas em Câncer Mitos sobre Câncer Câncer na Astrologia Um mito original sobre Câncer Trívia sobre Câncer Escreva Suas Histórias e Fatos sobre Câncer Links para Mais Informação sobre Astronomia Você

Leia mais

Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa

Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa 12 Campanha de Advento Setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa 2 Jogo da corrida das ovelhas 11 1. Monta-se o presépio (8 de dezembro). 2. Faz-se um caminho para a manjedoura. 3. Cada elemento da família

Leia mais

Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017)

Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017) Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017) Português B 澳 門 四 高 校 聯 合 入 學 考 試 ( 語 言 科 及 數 學 科 )2017 Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às

Leia mais

O LOBO E OS SETE CABRITINHOS. Irmãos Grimm

O LOBO E OS SETE CABRITINHOS. Irmãos Grimm O LOBO E OS SETE CABRITINHOS Irmãos Grimm Era uma vez uma velha cabra que tinha sete cabritinhos, e os amava como as mães amam os filhos. Certo dia, ela teve de ir à floresta em busca de alimento e recomendou

Leia mais

50 m i t o s g r e g o s

50 m i t o s g r e g o s Lucy Coats 50 m i t o s g r e g o s Ilustrações Guazzelli Tradução Ricardo Gouveia Copyright do texto 2002 by Lucy Coats Copyright das ilustrações 2009 by Guazzelli Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico

Leia mais

2011 ano Profético das Portas Abertas

2011 ano Profético das Portas Abertas 2011 ano Profético das Portas Abertas Porta Aberta da Oportunidade I Samuel 17:26 - Davi falou com alguns outros que estavam ali, para confirmar se era verdade o que diziam. "O que ganhará o homem que

Leia mais

EMEI DO BAIRRO SANTA MÔNICA

EMEI DO BAIRRO SANTA MÔNICA EMEI DO BAIRRO SANTA MÔNICA Uberlândia Dezembro/2008 Ser Criança Ser criança é achar que o mundo é feito de fantasias, sorrisos e brincadeiras. Ser criança é comer algodão doce e se lambuzar. Ser criança

Leia mais

A ALMA DO LÍDER 1. Ken Blanchard. a alma do líder. reflexões sobre a arte de influenciar pessoas. São Paulo

A ALMA DO LÍDER 1. Ken Blanchard. a alma do líder. reflexões sobre a arte de influenciar pessoas. São Paulo A ALMA DO LÍDER 1 Ken Blanchard a alma do líder reflexões sobre a arte de influenciar pessoas São Paulo 2009 A ALMA DO LÍDER 3 INTRODUÇÃO Quando eu estava no ensino médio, tinha um técnico de futebol

Leia mais

Título: Os Ovos Misteriosos. Autora: Luísa Ducla Soares e Manuela Bacelar. Ilustradora: Manuela Bacelar. Editora: Afrontamento

Título: Os Ovos Misteriosos. Autora: Luísa Ducla Soares e Manuela Bacelar. Ilustradora: Manuela Bacelar. Editora: Afrontamento Título: Os Ovos Misteriosos Autora: Luísa Ducla Soares e Manuela Bacelar Ilustradora: Manuela Bacelar Editora: Afrontamento Publicado em: http://www.escolovar.org Os ovos misteriosos Era uma vez uma galinha

Leia mais

O SESC em Santa Catarina

O SESC em Santa Catarina O SESC em Santa Catarina Doutor Roulf e os seus dentes Agora uma última dica: Olá meus amigos! Sou o Dr. Roulf. O flúor protege nossos dentes - ele está presente na água e no creme dental. Você também

Leia mais

- Estou à espera que apareça alguém para passar a Noite de Natal comigo. E o Burro disse ao seu Dono: - Como também estamos sozinhos podíamos

- Estou à espera que apareça alguém para passar a Noite de Natal comigo. E o Burro disse ao seu Dono: - Como também estamos sozinhos podíamos Um Natal Solidário Era uma vez Uns dias antes da Consoada de Natal, estava um Esquilo que vivia sozinho na floresta, a pensar Como é que vai ser o meu Natal? nisto sentiu o cheiro ao bacalhau e decidiu

Leia mais

Meu pássaro de papel

Meu pássaro de papel ALUNO (A): ANO: 3º TURMA: (A) (C) PROFESSOR (A): VALOR DA AVALIAÇÃO: 40 pontos DATA: CENTRO EDUCACIONAL SAGRADA FAMÍLIA 22 / 08 / 2013 TRIMESTRE: 2º NOTA: COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO

Leia mais

Iracema estava na brinquedoteca

Iracema estava na brinquedoteca Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema estava na brinquedoteca com toda a turma quando recebeu a notícia de que seu sonho se realizaria. Era felicidade que

Leia mais

Construir o futuro é tão simples quanto sorrir, basta querer.

Construir o futuro é tão simples quanto sorrir, basta querer. Construir o futuro é tão simples quanto sorrir, basta querer. ISBN 978-85-7694-162-0 Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. VENDA PROIBIDA 9 788576 941620 Professor BÓRIS em ZECA, O DONO

Leia mais

Empreendedorismo Transformador

Empreendedorismo Transformador Empreendedorismo Transformador Hoje vivemos num tempo de culto ao sucesso arrasador. Parece que tudo conspira em prol de superempreendedores que conquistam fama e muito dinheiro apenas com uma ideia brilhante

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PORTUGUÊS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== BRINCADEIRA Começou

Leia mais

Olá, o meu nome é Vanessa. Neste trabalho que vou desenvolver, tentarei contar para você, amigo leitor, um pouco da minha vida e de toda a trajetória

Olá, o meu nome é Vanessa. Neste trabalho que vou desenvolver, tentarei contar para você, amigo leitor, um pouco da minha vida e de toda a trajetória Olá, o meu nome é Vanessa. Neste trabalho que vou desenvolver, tentarei contar para você, amigo leitor, um pouco da minha vida e de toda a trajetória que eu percorri até a entrada na Universidade Federal

Leia mais

Capítulo 1. A Família dos Mumins.indd 13 01/10/15 14:17

Capítulo 1. A Família dos Mumins.indd 13 01/10/15 14:17 Capítulo 1 No qual o Mumintroll, o Farisco e o Sniff encontram o Chapéu do Papão; como aparecem inesperadamente cinco pe quenas nuvens e como o Hemulo arranja um novo passatempo. Numa manhã de primavera

Leia mais

Como uma onda no mar...

Como uma onda no mar... Como uma onda no mar... A UU L AL A Certa vez a turma passou férias numa pequena cidade do litoral. Maristela costumava ficar horas a fio admirando a imensidão azul do mar, refletindo sobre coisas da vida

Leia mais

AS MELHORES HISTÓRIAS E JOGOS PARA CRIANÇAS

AS MELHORES HISTÓRIAS E JOGOS PARA CRIANÇAS AS MELHORES HISTÓRIAS E JOGOS PARA CRIANÇAS em seu sm t e e tablet P fólio de H tóri Impressão de livros sob demanda para a sua empresa Escolha a sua! TIMOLICO E AMIGOS Público alvo: crianças de até 6

Leia mais

Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12. Ele ficava olhando o mar, horas se o deixasse. Ele só tinha cinco anos.

Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12. Ele ficava olhando o mar, horas se o deixasse. Ele só tinha cinco anos. Contos Místicos 1 Contos luca mac doiss Conto n.o 5: A minha mãe é a Iemanjá 24.07.12 Prefácio A história: esta história foi contada por um velho pescador de Mongaguá conhecido como vô Erson. A origem:

Leia mais

Brincando com o Lápis

Brincando com o Lápis Brincando com o Lápis 1. Objetivo Geral o Trabalhar com as habilidades ligadas à coordenação viso motora fina através de materiais que possibilitem acréscimo de vocabulário e desenvolvimento de linguagem

Leia mais

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA VOLUME 1, EDIÇÃO 1 DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 NESTA EDIÇÃO: A MARIA CASTANHA 2 A TURMA DO 2.º 2.ª 3 O DIA DE S.MARTINHO 4 O PÃO NA NOSSA ALIMENTAÇÃO A TURMA DO 1.º 2.ª 5 6 O ENSINO ESPECIAL 7 SOLIDARIEDADE

Leia mais

Visite nossa biblioteca! Centenas de obras grátis a um clique! http://www.portaldetonando.com.br

Visite nossa biblioteca! Centenas de obras grátis a um clique! http://www.portaldetonando.com.br Sobre a digitalização desta obra: Esta obra foi digitalizada para proporcionar de maneira totalmente gratuita o benefício de sua leitura àqueles que não podem comprá-la ou àqueles que necessitam de meios

Leia mais

Kaingang: uma criança que cresce em tempo record...

Kaingang: uma criança que cresce em tempo record... Kaingang: uma criança que cresce em tempo record... Nossa infância,cada kaingang ao nascer já estará predestinado a vivenciar um mundo que tem dois fatores lados: primeiro, nascer dentro de uma comunidade

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

A Terra Onde Nunca Se Morre Criação Coletiva de:

A Terra Onde Nunca Se Morre Criação Coletiva de: A Terra Onde Nunca Se Morre Criação Coletiva de: Álvaro Resende Alysson Santana Arimluz de Almeida Arthur Sebastião Bruno Brandão Carolina Kamei Fernanda Gonçalves Izabela Mayla Jonas Isaías Larissa Caroline

Leia mais

Boletim Informativo. Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição. Maio de 2012. Como viver em comunidade num Lar Geriátrico

Boletim Informativo. Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição. Maio de 2012. Como viver em comunidade num Lar Geriátrico Boletim Informativo Centro Geriátrico Comunitário Quintinha da Conceição Maio de 2012 Como viver em comunidade num Lar Geriátrico Temas importantes: -Como Viver em comunidade num Centro Geriátrico; -Novas

Leia mais

Delegado diz não ter dúvida de que Mizael é o assassino de Mércia

Delegado diz não ter dúvida de que Mizael é o assassino de Mércia Delegado diz não ter dúvida de que Mizael é o assassino de Mércia O delegado Antônio Olim (sentado) (Foto: Reprodução) O delegado Antônio Assunção de Olim, ouvido como testemunha nesta terça-feira (12),

Leia mais