Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto"

Transcrição

1 E. E. Ernesto Solon Borges Disciplina: Língua Portuguesa Profª. Regente: Vania Progetec: Cristina Ano: 8º Ano A Alunos: Dayane Sales e Emily Cristina Data: 12/11/2014 Produção de texto Se eu tivesse um burrinho Certo dia, estava andando solitária em um campo vazio, quando me deparei com um pobre burrinho que me olhava, tristemente, como se me pedisse socorro, com seu olhar cabisbacho, querendo um dono para que cuidasse dele, foi quando tive a ideia de ajudar- lhe, levando- o para minha fazendo, como ele estava todo machucado, resolvi providenciar um lugar reservado apenas à ele. Os dias foram passando, e ele foi se curando, até que um dia ele se curou totalmente, eu, já tinha uma burrinha na fazendo e resolvi colocar os dois juntos para que ele não ficasse mais sozinho. Um mês se passou, e eles tiveram dois burrinhos, que se chamavam Fifi e Phílipe.

2 Até que um dia, a burrinha mãe e o burrinho pai mais seus dois filhinhos, foram libertados e andaram por toda a fazenda correndo e brincando e assim viveram todos os dias de suas vidas, alegres e contentes. Produção de texto Se eu fosse um anjinho Se eu pudesse voar, voaria para longe daqui, para encontrar um cupido que me mostrasse as coisas bonitas da vida, como encontrar uma anjinha e ser muito feliz. Mas como, eu não posso voar ficarei por aqui à espera de meu amor. O cupido se esqueceu de mim, e foi para longe, me deixando solitário, triste e apaixonado, levou meu grande amor que espero reencontrar um dia, mais esse amor não vai poder ser alimentado por muito tempo, porque sei que sei que ela irá encontrar outra pessoa melhor do que eu. Quero que ela seja feliz, já que o meu amor, não vai poder ser o que eu tanto esperava, e que ela seja feliz, se eu encontrar um alguém, espero que seja como ela, alegre e sorridente, sei que tenho muitas amigas mais nenhuma se compara a ela, nunca

3 vou encontrar alguém igual à aquela anjinha, por eu ter sido um burro que não soube amá-la como ela merecia, agora ficarei solitário sem ninguém, por causa do meu ego e da minha ignorância. Produção de texto A fada perdida Certa vez, em uma floresta, uma fadinha havia se perdido de seus amigos, então ela começou a chorar, como ela estava muito triste por ninguém ouvi-la depois de muitos gritos, a fadinha encontrou uma casa cheia de flores, como ela estava com muito sono e frio, resolveu entrar na casa, só que a fadinha não sabia que ali era a casa de uma bruxa que não gostava de fadas, e a mataria em seu

4 primeiro passo em falso, quando a bruxa chegou e viu a fada em sua cama dormindo, logo se irritou, mas a fada tinha uma coisa especial, que fez com que a bruxa não à matasse, então a bruxa sentou- se em sua cadeira de balanço e pensou em sua filha, que era uma fada e havia desaparecido em muitos anos antes. Então, a bruxa a reconheceu pela corrente que a fadinha levava em seu pescoço, que era mesma que havia dado a sua filha antes dela se perder. E como sua filha havia se perdido e ela nunca a encontrou, começou a ter ódio das outras fadas, mais com a fadinha foi diferente. Ela percebeu que a fada sua filha e quando acordou, pediu desculpa por ter deitado em sua cama, assustada ela perguntou quem era a senhora dona da casa, então a bruxa ao ver que realmente era sua filha, se transformou em uma linda fada, e a fadinha sem entender nada perguntou para a fada mais velha: Quem é você? Eu sou sua mãe! Então a fadinha surpreendida falou: Como assim minha mãe? A muitos anos eu tive uma filha, e quando criança ela se perdeu na floresta, e eu a procurei durante todos esses anos, até hoje, que eu à achei você. A fadinha começou a se lembrar de tudo, ficou muito feliz e abraçou sua, só que ela não sabia que sua mãe era a rainha das fadas que tinha sido transformada em bruxa por sua irmã, que tinha inveja e queria a coroa apenas para ela, então as duas voltaram para o vale das fadas e juntas derrotaram a rainha má. E o vale viveu em paz e todos viveram felizes para sempre.

5 Produção de texto Um craque em minha cidade Era uma vez, em uma cidadezinha pacata, um garoto que tinha muito amor pelo futebol, o menino sempre quis ser um jogador profissional, mais seus pais, orgulhosos, não gostavam muito da ideia. Até que um dia eles se convenceram que era o que o garoto realmente queria para a vida dele e o deixaram começar a treinar. O garoto mostrou que era muito talentoso, todos os queriam em seus times, mais ele continuou treinando. Então o garoto cresceu, foi um dos melhores jogadores do mundo e o orgulho de toda sua família, e foi considerado o rei do futebol.

6 Produção de texto Se eu pudesse voar Se eu pudesse voar, voaria para encontrar meus pais, que me deixaram pequena e indefesa quando morreram, voaria através das nuvens, só para dizer a eles o quanto eu os amo. Mas como não sei voar, peço para Deus apenas um minuto, para falar com meus pais, que me amavam tanto quanto eu os amo. Se Deus estiver me ouvindo, peço encarecidamente que entregue esse recado para eles. MAMÃE E PAPAI EU SINTO MUITO FALTA DE VOCÊS, QUERIA SER UM PASSARINHO SÓ PARA FICAR PERTINHO DE VOCÊS AÍ NO CÉU, EU OS AMO MUITO, MAIS COMO VOCÊS NÃO ESTÃO PERTO DE MIM, SÓ PEÇO QUE ME ABENÇOEM. BEJOS DE SUA FILHA ANA.

7

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês...

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês... Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Oi! Eu sou a Giovanna, a Nana! NINA - E eu sou a Nina! NANA - Ah, fala o teu nome inteiro, né, Marina! NINA - Ué, pra quê? Você acabou de dizer! NANA

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho.

Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. ÍTULO 1 Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. Julinho sussurrou. Vou pensar no teu caso respondi -lhe,

Leia mais

Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17

Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17 Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17 Introdução No livro Fala Sério, Pai!, os personagens principais são: Maria de

Leia mais

Rio de Janeiro, Subúrbio.

Rio de Janeiro, Subúrbio. Rio de Janeiro, Subúrbio. No subúrbio, a correria era total, caixotes eram revirados, alimentos jogados por todos os lados. Um fugitivo corria da polícia com pressa, assustada estava Helena, que tinha

Leia mais

1. O rapaz da história faz realmente uma sopa de pedras? Explique.

1. O rapaz da história faz realmente uma sopa de pedras? Explique. Nome: Data: Unidade 1 Leia o texto a seguir e depois responda às questões de 1 a 9. A sopa de pedras Um rapaz pobre e faminto andava pelo campo em busca de alimento. Teve uma ideia e resolveu colocá-la

Leia mais

A volta às aulas do Pequeno Nicolau

A volta às aulas do Pequeno Nicolau HISTÓRIAS INÉDITAS DO PEQUENO NICOLAU René Goscinny Jean-Jacques Sempé A volta às aulas do Pequeno Nicolau Tradução Pedro Karp Vasquez Volta às aulas MAMÃE DISSE QUE AMANHÃ iremos comprar coisas para a

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

DATA: 02/10/15 ETAPA: 3ª VALOR: 15,0 NOTA: ASSUNTO: 1ª parcial SÉRIE: 6º ano TURMA:

DATA: 02/10/15 ETAPA: 3ª VALOR: 15,0 NOTA: ASSUNTO: 1ª parcial SÉRIE: 6º ano TURMA: DISCIPLINA: Língua Portuguesa PROFESSORAS: Patrícia e Rose DATA: 02/10/15 ETAPA: 3ª VALOR: 15,0 NOTA: ASSUNTO: 1ª parcial SÉRIE: 6º ano TURMA: NOME COMPLETO: Coordenação Nº: I N S T R U Ç Õ E S 1. Esta

Leia mais

José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA

José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA José Roberto TORERO Marcus Aurelius PIMENTA Copyright 2012 by Padaria de Textos Copyright das ilustrações 2012 by Eduardo Oliveira Todos os direitos desta edição reservados à EDITORA OBJETIVA LTDA. Rua

Leia mais

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda IDENTIFICAÇÃO Nome: Cidade: Estado: País: Formação: Profissão: Local de Trabalho: Local de Estudo: Contatos: Santa Maria RS Brasil Mestrado

Leia mais

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo.

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. 1. É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. O arco-íris pode parecer muito estranho se você não

Leia mais

Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO. Versículos para decorar:

Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO. Versículos para decorar: Meditação Caminhando com Jesus NOME: DATA: 24/02/2013 PROFESSORA: 1- Deus criou os céus e a terra. Gênesis 1:1 A CRIAÇÃO DO MUNDO Versículos para decorar: 2 Pois, por meio dele, Deus criou tudo, no céu

Leia mais

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República Palavras do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na Escola Municipal de Rio Largo, durante encontro para tratar das providências sobre as enchentes Rio Largo - AL, 24 de junho de 2010 Bem,

Leia mais

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389 Deus nos dá amigos Estudos bíblicos Pré-escolar 5anos e6 Ano CIV Nº 389 5107 Um lugar especial Edição do aluno Estamos de volta para mais um trimestre de alegria, aprendizado e muitas descobertas. Você

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos

Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos 1 Advento e Natal 2 Ano Novo 3 Epifania 4 Entrada Triunfal 5 Paixão 6 Páscoa 7 Ascensão 8 Pentecostes 9 Trindade 10 Morte e Vida Eterna, Juízo Final

Leia mais

Teatro A História da Carochinha

Teatro A História da Carochinha Teatro A História da - O meu nome é, gosto muito de limpar. Arrumo a casa toda, sempre a cantar. Tenho uma vida pacata mas gostava de casar. Vestir um vestido branco e um marido arranjar. Mas preciso de

Leia mais

Ídolos na antiguidade. Fábrica de ídolos

Ídolos na antiguidade. Fábrica de ídolos Ídolos na antiguida Há mais que realidas no mundo Nietzsche Ídolos na mornida Em tempos antigos, as divindas eram sentas sangue e difíceis satisfazer. Hoje continuam do mesmo jeito. Tim Keller Ídolos na

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

O Estranho Homem. S. Esteves

O Estranho Homem. S. Esteves O Estranho Homem S. Esteves [ 2 ] O conteúdo desta obra literária inclusive as imagens, está protegido pela legislação autoral vigente no Brasil, e pelas regras internacionais estabelecidas na Convenção

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO POEMA (7º ANO) Professora Jana Soggia

LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO POEMA (7º ANO) Professora Jana Soggia LÍNGUA PORTUGUESA REDAÇÃO POEMA (7º ANO) Professora Jana Soggia Características do Gênero Textual Texto construído por versos (cada linha do poema) O conjunto de versos forma a estrofe Explora a sonoridade

Leia mais

O NASCIMENTO DE MOISÉS Lição 28

O NASCIMENTO DE MOISÉS Lição 28 O NASCIMENTO DE MOISÉS Lição 28 1 1. Objetivos: Ensinar que Deus tinha um plano para Moisés. Ensinar a cada aluno que Deus tem um plano para sua vida e ele pode confiar em Deus para guia-lo. 2. Lição Bíblica:

Leia mais

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt-

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- Era uma vez um menino chamado Miguel. Num dia sua mãe falou: - Olha, filho, hoje você vai para escola de ônibus. E o Miguel falou: - Mas eu não sou pequeno?

Leia mais

Mentira tem perna curta de Emílio Carlos

Mentira tem perna curta de Emílio Carlos Mentira tem perna curta de Emílio Carlos Era uma tarde como outra qualquer. Pedro e Ana tinham chegado da escola e almoçado. Depois viram um pouco de TV e agora era a hora de fazer a tarefa. Enquanto Pedro

Leia mais

ALQUIMIA (Batista/Bousada/Córdova) Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa

ALQUIMIA (Batista/Bousada/Córdova) Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa ALQUIMIA Mesmo o coração mais fechado Possui algumas frestas Por essas pequenas passagens É que o amor inicia a festa Esse coração tão calado Vive escutando a voz da razão Aprenda com os erros passados

Leia mais

DAVI, O REI (PARTE 1)

DAVI, O REI (PARTE 1) Bíblia para crianças apresenta DAVI, O REI (PARTE 1) Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, que entrou em vigor no Brasil em 2009.

Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, que entrou em vigor no Brasil em 2009. Copyright 2010 by Caeto Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, que entrou em vigor no Brasil em 2009. Capa Elisa v. Randow Preparação Alexandre Boide Revisão Luciane

Leia mais

Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade.

Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade. Valores: Competências -chave: Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade. Ser capaz de gerir a frustração; Resistir à tentação e esperar pela recompensa; Reduzir riscos praticando o auto-controlo;

Leia mais

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA?

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (VC): HUAHSUASHUAHSUAHSUA SEI LÁ (EU): ENTENDO TUDO NO REAL TA DESABANDO

Leia mais

CLARISSE ALEIXO BARBOSA DE SANTANA DA SILVA. A Menina Sonhadora. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE

CLARISSE ALEIXO BARBOSA DE SANTANA DA SILVA. A Menina Sonhadora. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE CLARISSE ALEIXO BARBOSA DE SANTANA DA SILVA A Menina Sonhadora Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Texto e pesquisa de imagens Clarisse Aleixo Barbosa de Santana Silva A Menina Sonhadora Julho

Leia mais

Pesquisa. Setembro 2014

Pesquisa. Setembro 2014 Pesquisa Setembro 2014 Perfil Quem é o nosso time? 66% está conosco há mais de 1 ano 69% são casadas 68% tem Filhos, 42% desses adolescentes Média de Idade 32 anos (20 a 56) 93% são mulheres 61% cursando

Leia mais

Ahmmm... Deus? O mesmo flash de ainda há pouco e, de novo, estava à Sua frente:

Ahmmm... Deus? O mesmo flash de ainda há pouco e, de novo, estava à Sua frente: EAÍ, CARA? O que é que eu estou fazendo aqui? Quem é você? Você sabe muito bem quem Eu sou. É... Vai fundo, fala!... Deus? Viu? Não era tão difícil assim! Claro que Eu sou Deus. É assim que você Me imaginava,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 73 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

A vida não é uma corrida de 100 metros rasos. A vida é uma maratona. Um fator primordial numa maratona: PERSEVERANÇA.

A vida não é uma corrida de 100 metros rasos. A vida é uma maratona. Um fator primordial numa maratona: PERSEVERANÇA. A vida não é uma corrida de 100 metros rasos. A vida é uma maratona. Um fator primordial numa maratona: PERSEVERANÇA. Hebreus 12:1-2a Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem

Leia mais

Paulo. O sofrimento de Paulo

Paulo. O sofrimento de Paulo Paulo O sofrimento de Paulo Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós. De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados;

Leia mais

www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA

www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA 2010 1 1 VAI COMEÇAR A MISSA (Entrada) Intr.: F#7 D B7 E A B7 E Vai começar a missa e o amor de Deus está A E F#7 B7 Bem junto a nós, inundando

Leia mais

ENXERGUE QUAL É O CAMINHO PRA TER UM NEGÓCIO COM A SUA CARA E DO SEU JEITO!

ENXERGUE QUAL É O CAMINHO PRA TER UM NEGÓCIO COM A SUA CARA E DO SEU JEITO! EXPEDIÇÃO DE RECONHECIMENTO ENXERGUE QUAL É O CAMINHO PRA TER UM NEGÓCIO COM A SUA CARA E DO SEU JEITO! DECOLALAB.COM.BR COMO USAR ESTE EXERCÍCIO? 1 2 3 4 Faça o download do PDF (provavelmente você já

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

CÉU, A BELA CASA DE DEUS

CÉU, A BELA CASA DE DEUS Bíblia para crianças apresenta CÉU, A BELA CASA DE DEUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Sarah S. Traduzido por: Judith Menga Produzido por: Bible for Children www.m1914.org

Leia mais

3 Ponho em jogo MINHA LIBERDADE. Desejo de humanidade. Na construção do amor. Soprou em seu nariz o alento de vida. Gên. 2,7

3 Ponho em jogo MINHA LIBERDADE. Desejo de humanidade. Na construção do amor. Soprou em seu nariz o alento de vida. Gên. 2,7 Soprou em seu nariz o alento de vida. Gên. 2,7 Soprou em seu nariz O alento de vida. Gên. 2, 7 Uma tarde ao voltar da catequese, um menino de 7 anos perguntou a sua mãe: - Mamãe, porque Deus nos fez livres?

Leia mais

Maria Luiza Braga (UFRJ)

Maria Luiza Braga (UFRJ) Entrevista Maria Luiza Braga (UFRJ) André Felipe Cunha Vieira Gostaria( de( começar( esta( entrevista( agradecendo( por( você( aceitar( nosso( convite(e(nos(receber(em(sua(casa.(ler(seu(currículo(lattes(é(um(exercício(de(

Leia mais

Mariana Caminha by Mariana Caminha - 2007 Arte final da capa: Editoração eletrônica: Revisão / composição: Foto da capa: Victor Tagore Rones Lima Edmílson Caminha Cristiano Nunes ISBN: 978-85-????-???-??????

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta JESUS CURA UM CEGO

Bíblia para crianças. apresenta JESUS CURA UM CEGO Bíblia para crianças apresenta JESUS CURA UM CEGO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Carlos de Assumpção. Textos selecionados MÃE

Carlos de Assumpção. Textos selecionados MÃE Textos selecionados Carlos de Assumpção MÃE Os anos já pintaram de luar os teus cabelos, No entanto, tudo parece estar acontecendo agora, Neste instante. Após tantos anos, Neste momento, Vejo tudo diante

Leia mais

OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER

OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER MEU TEMPO É PRECIOSO ROTINA INSANA CAOS COMIDA PARA FAZER CASA PARA LIMPAR FILHOS PARA CUIDAR TRABALHO COMO SER ORGANIZADA? Processo que

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

Quando Acontece... A Intriga

Quando Acontece... A Intriga A Intriga A Intriga Marcia Pimentel 2 Marcia Pimentel Quando Acontece... A Intriga Marcia Pimentel 3 A Intriga Marcia Pimentel 4 Copyright 2010 By Marcia Pimentel Título: Quando Acontece... A Intriga Todos

Leia mais

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014.

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. Adoração Acolhida Leitura Bíblica: Zacarias 9.9; 16-17. Sugestões de Cânticos: - HE 105 - Louvemos ao Senhor [Ademar de Campos]-

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

História de Carmem Biancho Flores

História de Carmem Biancho Flores História de Carmem Biancho Flores Nascimento: 14 de julho de 1953 Falecimento: 6 de outubro de 2013 Foi no dia 14 de julho de 1953 que Valdemar e Alda Biancho tiveram sua filha Carmen, que passou muitas

Leia mais

c- Muitas vezes nos deparamos com situações em que nos sentimos tão pequenos e às vezes pensamos que não vamos dar conta de solucioná-las.

c- Muitas vezes nos deparamos com situações em que nos sentimos tão pequenos e às vezes pensamos que não vamos dar conta de solucioná-las. FICHA DA SEMANA 5º ANO A e B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

O que há por trás do véu?

O que há por trás do véu? O que há por trás do véu? Ex 34:29-35 Ao lermos esses versículos, a primeira coisa que observamos é que Moisés era um homem, um líder muito próximo, muito íntimo de Deus! A ponto de ficar com o seu rosto

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta JESUS E

Bíblia para crianças. apresenta JESUS E Bíblia para crianças apresenta JESUS E LÁZARO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. Ele estava com Deus no princípio.

No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. Ele estava com Deus no princípio. o amor se fez carne No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus, e era Deus. Ele estava com Deus no princípio. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe

Leia mais

Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ

Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ Como foi a missão de Jesus de Nazaré? Viveu o anúncio Anunciou o que viveu Para entender a missão de Jesus Entender o contexto

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Psicografias Setembro de 2014 Sumário Luciana Pereira da Costa... 2 Luiz Paiva Neto... 2 Comunicado... 3 Debi Godoi Galvão... 3 Sou a criança...

Leia mais

Prefácio. 2. As lições são programadas para pessoas que cumpram os seguintes requisitos:

Prefácio. 2. As lições são programadas para pessoas que cumpram os seguintes requisitos: Prefácio 1. Este curso foi preparado pelo Seminário por Extensão às Nações (SEAN). Para que se obtenha o máximo benefício de um seminário por extensão, é recomendável estudar sob a direção de um orientador,

Leia mais

No mundo dos insetos, havia uma formiguinha muito especial que se chamava Cetra.

No mundo dos insetos, havia uma formiguinha muito especial que se chamava Cetra. A Conversão de Cetra No mundo dos insetos, havia uma formiguinha muito especial que se chamava Cetra. Ela adora ficar em casa dormindo ou sair com as amiguinhas para brincar, mas sua mãe a chamava sempre

Leia mais

O fascínio por histórias

O fascínio por histórias O fascínio por histórias Histórias que Jesus contou... Significado de Parábola: s.f. Comparação desenvolvida em pequeno conto, no qual se encerra uma verdade, um ensinamento. Trata-se de uma história curta,

Leia mais

Vivendo em grupo. Que sugestão você daria a dona Rosa para que as galinhas não se bicassem?...

Vivendo em grupo. Que sugestão você daria a dona Rosa para que as galinhas não se bicassem?... A UU L AL A Vivendo em grupo Todos os dias, pela manhã e à tarde, dona Rosa chamava suas galinhas para lhes dar comida. Elas vinham correndo e, assim que chegavam, dona Rosa começava a jogar o milho ou

Leia mais

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história

O Menino do futuro. Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história O Menino do futuro Dhiogo José Caetano Uruana, Goiás Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

Vou levar flores no jardim das criancinhas E pedir proteção A Cosme e Damião. Vinde a nós criancinhas Alegrar nossos lares e nossos corações

Vou levar flores no jardim das criancinhas E pedir proteção A Cosme e Damião. Vinde a nós criancinhas Alegrar nossos lares e nossos corações Vou levar flores no jardim das criancinhas E pedir proteção A Cosme e Damião Vinde a nós criancinhas Alegrar nossos lares e nossos corações É criança que pula e que rola É criança que chora e que ri Ai

Leia mais

A IGREJA E OS DESAFIOS DA CULTURA URBANA Rev. Valdinei A. Ferreira. 1 Coríntios 14.10-12

A IGREJA E OS DESAFIOS DA CULTURA URBANA Rev. Valdinei A. Ferreira. 1 Coríntios 14.10-12 A IGREJA E OS DESAFIOS DA CULTURA URBANA Rev. Valdinei A. Ferreira 1 Coríntios 14.10-12 Se reconhecemos o Espírito de Deus como única fonte e manancial da verdade, não menosprezaremos a verdade onde quer

Leia mais

3. FALAR SOBRE A VOCAÇÃO

3. FALAR SOBRE A VOCAÇÃO 1 CATEQUESE VOCACIONAL 1. ACOLHIMENTO 2. ORAÇÃO INICIAL: A catequese deve iniciar sempre com uma oração conjunta: Todos de pé rezamos pedindo ao Senhor que continue a chamar jovens para a vida sacerdotal

Leia mais

UNIDADE: DATA: 28 / 11 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

UNIDADE: DATA: 28 / 11 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 28 / / 205 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 75 Discurso na cerimónia de posse

Leia mais

Luís Norberto Pascoal

Luís Norberto Pascoal Viver com felicidade é sucesso com harmonia e humildade. Luís Norberto Pascoal Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. ISBN 978-85-7694-131-6 9 788576 941316 Era uma vez um pássaro que

Leia mais

Consagração a Maria. como filho de Deus. Ajude-me a amar a mim mesmo como filho de Deus.

Consagração a Maria. como filho de Deus. Ajude-me a amar a mim mesmo como filho de Deus. mim mim mim mim mim mim mim mim Mãe. Eu Vos amo tanto! Mãe. Eu Vos amo tanto! Mãe. Eu Vos amo tanto! Mãe. Eu Vos amo tanto! Mãe. Eu Vos amo tanto! Mãe. Eu Vos amo tanto! Mãe. Eu Vos amo tanto! Mãe. Eu

Leia mais

Não permitais que as coisas do mundo vos afastem do Senhor!

Não permitais que as coisas do mundo vos afastem do Senhor! Não permitais que as coisas do mundo vos afastem do Senhor! www.facebook.com/mensageiros deanguera Estamos no capítulo 2, do livro de Jeremias. Podemos ver claramente que Israel abandona o Senhor. Isso

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

I A noite estava tranquila e serena. O silêncio inundava a casa. A família toda já estava a dormir. O dia seguinte era dia de trabalho para uns e de escola para outros. Apenas se ouvia o tic-tac do despertador

Leia mais

Guião da celebração. Festa do Pai-Nosso. Núcleo seminário passionistas. 2º Ano de catequese. 2 Junho de 2012. Saudação inicial: Catequista:

Guião da celebração. Festa do Pai-Nosso. Núcleo seminário passionistas. 2º Ano de catequese. 2 Junho de 2012. Saudação inicial: Catequista: Guião da celebração Festa do Pai-Nosso Núcleo seminário passionistas 2º Ano de catequese 2 Junho de 2012 Saudação inicial: Catequista: Boa tarde A nossa comunidade está hoje em festa, porque as crianças

Leia mais

MARANATA. O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei. Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA

MARANATA. O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei. Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA MARANATA O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA ÍNDICE

Leia mais

REF: 917 - Nº DE PARTICIPANTES: 2 a 4

REF: 917 - Nº DE PARTICIPANTES: 2 a 4 REF: 917 - Nº DE PARTICIPANTES: 2 a 4 03 Dados com PVC de 28cm x 28cm 40 Fichas coloridas em E.V.A. (10 para cada cor) Indicado para crianças a partir da 8 anos REF: 904 - Nº DE PARTICIPANTES: 2 a 4 04

Leia mais

Interpretação de Texto

Interpretação de Texto Atividade de Estudo Português 2º ano Nome: Interpretação de Texto 1- LEIA a história com atenção. HISTÓRIA MEIO AO CONTRÁRIO Foi um alívio geral. Então, o Rei completou, para o Príncipe: - Mas pode ficar

Leia mais

Anexo 2.8- Entrevista G2.3

Anexo 2.8- Entrevista G2.3 Entrevista G2.3 Entrevistado: E2.3 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência e 45 anos Masculino Ucrânia 14 anos m Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias: Ensino superior Polónia Língua materna:

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Como você reage diante do que você ouve, vê, escuta e sente? 10.04.2016 slide 1

Como você reage diante do que você ouve, vê, escuta e sente? 10.04.2016 slide 1 Como você reage diante do que você ouve, vê, escuta e sente? 10.04.2016 slide 1 Como você reage diante do que você...? Ouve? Vê? 10.04.2016 slide 2 Como você reage diante do que você...? Escuta? Sente?

Leia mais

Protocolo de Atendimento de Cliente que vai a Experiência Domiciliar Assistentes

Protocolo de Atendimento de Cliente que vai a Experiência Domiciliar Assistentes Protocolo de Atendimento de Cliente que vai a Experiência Domiciliar Assistentes Apresentado em 12 de dezembro de 2011. CLIENTE VAI EM TESTE DOMICILIAR O visual da Loja deve estar de acordo com o protocolo

Leia mais

Uma reflexão sobre a legitimação do eu través das redes sociais

Uma reflexão sobre a legitimação do eu través das redes sociais A FALSA COMPANHIA Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu través das redes sociais Pedro Rodrigues João Armênio Pedro Rodrigues

Leia mais

Minhas férias na Chapada dos Veadeiros por Laura Capanema em 20 de setembro de 2012

Minhas férias na Chapada dos Veadeiros por Laura Capanema em 20 de setembro de 2012 Minhas férias na Chapada dos Veadeiros por Laura Capanema em 20 de setembro de 2012 Acabo de voltar de férias. E por mais que uma repórter da VT viaje o tempo todo para destinos de férias, férias são férias

Leia mais

Naked Cake / Bolo Pelado de Morango e Chocolate

Naked Cake / Bolo Pelado de Morango e Chocolate Naked Cake / Bolo Pelado de Morango e Chocolate Meu aniversário tá chegando!!! (Dia 08 de fevereiro, podem me dar parabéns adiantado! haha) Eu não gosto de deixar nenhuma data importante passar em branco,

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. www.hinarios.org. Glauco Villas Boas 1 01 HÓSPEDE

HINÁRIO. Glauco O CHAVEIRÃO. www.hinarios.org. Glauco Villas Boas 1 01 HÓSPEDE HINÁRIO O CHAVEIRÃO Tema 2012: Flora Brasileira Allamanda blanchetii Glauco Glauco Villas Boas 1 www.hinarios.org 2 01 HÓSPEDE Padrinho Eduardo - Marcha Eu convidei no meu sonho Meu mestre vamos passear

Leia mais

SÃO PAULO, 6 DE MAIO DE 2014;

SÃO PAULO, 6 DE MAIO DE 2014; SÃO PAULO, 6 DE MAIO DE 2014; Famílias 'expulsas' por aluguel alto no bairro da Copa engrossam invasões A maior parte dos 2,5 mil barracos erguidos desde sábado na ocupação 'Copa do Povo', em Itaquera,

Leia mais

HISTÓRIAS DA BÍBLIA. para ler e pensar

HISTÓRIAS DA BÍBLIA. para ler e pensar HISTÓRIAS DA BÍBLIA para ler e pensar 9789897410048 Alice Vieira HISTÓRIAS DA BÍBLIA para ler e pensar ilustrações de Carla Nazareth A história de Rute Era um tempo de grandes fomes e privações. Uma mulher,

Leia mais

as orações de Jesus durante a pascoa introdução

as orações de Jesus durante a pascoa introdução 1 as orações de Jesus durante a pascoa introdução i. 1 a oração graças pelo pão e vinho do memorial da ceia 15 Como tenho desejado comer este jantar da Páscoa com vocês, antes do meu sofrimento! 16 Pois

Leia mais

CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA

CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA Objectivos: 1. Descobrir na entrega da vida de Jesus a plenitude da Sua relação com Deus Pai. 2. Acolher a fidelidade de Jesus a esta relação como geradora de vida

Leia mais

Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus

Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus Os fariseus ouviram falar que Jesus estava fazendo e batizando mais discípulos do que João, embora não fosse Jesus quem batizasse, mas os seus discípulos. Quando o Senhor ficou sabendo disso, saiu da Judéia

Leia mais

Meninos e Meninas Brincando

Meninos e Meninas Brincando Meninos e Meninas Brincando J. C. Ryle "As praças da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão." (Zc.8:5) Queridas crianças, o texto acima fala de coisas que acontecerão. Deus está nos

Leia mais

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR

O PATINHO QUE NÃO QUERIA APRENDER A VOAR Numa bela manhã, nasceram seis lindos patinhos que encheram de encanto seus pais. Eram amarelinhos e fofinhos. Um dos patinhos recebeu o nome de Taco. Mamãe e papai estavam muito felizes com seus filhotes.

Leia mais

DÉBORA Lição 50. 1. Objetivos: Ensinar que, quando os filhos de Deus pecam, Ele os castiga, para que se lembrem de confessar seus pecados.

DÉBORA Lição 50. 1. Objetivos: Ensinar que, quando os filhos de Deus pecam, Ele os castiga, para que se lembrem de confessar seus pecados. DÉBORA Lição 50 1 1. Objetivos: Ensinar que, quando os filhos de Deus pecam, Ele os castiga, para que se lembrem de confessar seus pecados. 2. Lição Bíblica: Juízes 4 a 5 (Base bíblica para a história

Leia mais

O HOMEM RICO E O HOMEM POBRE

O HOMEM RICO E O HOMEM POBRE Bíblia para crianças apresenta O HOMEM RICO E O HOMEM POBRE Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:M. Maillot; Lazarus Adaptado por: M. Maillot; Sarah S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido por:

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais