Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês...

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês..."

Transcrição

1 Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Oi! Eu sou a Giovanna, a Nana! NINA - E eu sou a Nina! NANA - Ah, fala o teu nome inteiro, né, Marina! NINA - Ué, pra quê? Você acabou de dizer! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês... NINA - É. Histórias bem engraçadas! NANA - A primeira vai ser de um príncipe-duende! NINA - Não, Giovanna, é um duende-príncipe! NANA - Ah, tá Nina... NINA - É isso aí! NANA - Tá... Tudo começou com aquela brincadeira do e daí?. Sabe, aquela que a gente vai inventando uma história bem maluca? NINA - É. E acaba num final mais maluco ainda... NANA E NINA - Então, pode começar aí, Seu Locutor! SEU LOCUTOR - NanaNina em: Duende, Duende, Duende. Um Príncipe Diferente!

2 DUENDE, DUENDE, DUENDE, UM PRÍNCIPE DIFERENTE, QUE CAI NA FOLIA, QUE CAI ALEGRIA, CAI NA ARMADILHA DA IMAGINAÇÃO. NANA - Ah, um sapo, Marina! Um sapo que se transformava em príncipe! NINA - Não, duende. Bem pequenininho. NANA - Da onde que você tirou esta ideia maluca aí? NINA - Não posso contar... NANA - Por quê? NINA - Você não vai acreditar! NANA - Pode sim, eu acredito! NINA - Você não vai acreditar, Nana, eu sei... NANA - Ah, conta! Eu juro que acredito! NINA - Tá bom: tem um duende escondido debaixo da cama! NANA - Ai, Marina! Que mentira! NINA - Você falou que ia acreditar... Acabou de jurar, Nana! NANA - Mas não vale mentira esfarrapada, né? NINA - Ué, Nana, você quer que um sapo se transforme em príncipe e ainda diz que a minha mentira é que é esparrapada?

3 NANA - Não é esparrapada... é esfarrapada, Marina! NINA - Esparrapada. NANA - Não é esparrapada, Nina! NINA - Tá bom, tá bom... Esparrapada! NANA - É esfarrapada! NINA - Tá bom, Nana! ES-PAR-RA-PA-DA! NANA - Ai, meu Deus! Tá bem, mas um duende escondido? NINA - É. Escondido de pijama debaixo da cama, aqui em casa! NANA - Menos, Nina, menos... Não dá pra simplificar, hein? NINA - Dá: bem pequenininho... NANA - Espertinha! Que tal assim: era uma vez um príncipe maravilhoso, que morava num castelo... NINA - Um duende de pijama... NANA - Príncipe! NINA - Duende! NANA - Príncipe! NINA - Duende...

4 DUENDE, DUENDE, DUENDE, UM PRÍNCIPE PEQUENINO, O SEU DESTINO, VALENTE MENINO, É UM DESAFIO DO SEU CORAÇÃO. SEU LOCUTOR - E daí é que vocês precisam se decidir meninas. Nana, você está muito romântica! Só quer falar de príncipes e castelos maravilhosos! E você, Nina, podia ser um pouco menos sapequinha e deixar de pensar só em duendes e travessuras... Escolham: príncipe ou duende, duende ou príncipe, um ou outro, outro ou um, um ou outro, outro ou um, um ou outro, outro ou um... A GENTE É O QUE QUISER! VEM SER O QUE VOCÊ É! SER UM OUTRO NÃO DÁ PÉ! NINA - Tá bom, Seu Locutor, tá bom... Vamos misturar, então: que tal um duende mágico que morava num castelo? NANA - Daí, o duende se transformava num príncipe maravilhoso! NINA - Hummm, pode ser... Mas tinha que ser um príncipe bem pequenininho! NANA - Bem, então: era uma vez um príncipe bem pequenininho... NINA - Na verdade, ele era um pequeno duende que caiu numa armadilha e que... NANA - Mas e daí, ninguém sabia que era um duende, porque ele vivia num castelo maravilhoso com todas as honras de príncipe e...

5 NINA - Na verdade, ele era um Duende... NANA - Tá bom, tá bom, Nina! Anda pra frente! Continua a história... NINA - E daí, um dia, tinha uma festa na floresta! NANA - E daí, o Principezinho saiu de seu castelo e foi para festa da floresta... NINA - Mas, e daí, a floresta era encantada e, quando ele chegou na festa, estava com aquela cara de um pequeno duende... NANA - Mas e daí, mesmo assim, ele estava muito lindo com aquela roupa de príncipe... NINA - Daí, quando ele chegou, com aquela roupa de príncipe, mas com aquela cara de duende, o Rei Eduardo, que estava na festa, falou: Quem é você, ô meu? NANA - E daí, ele respondeu: Eu sou o Principezinho! Não está vendo, alteza? NINA - E daí, o rei falou: Ô, seu Duende, acho que você se enganou, hein? Isto aqui não é uma festa a fantasia, ô meu! NANA - Ai! Coitadinho, Nina! Tá bom... E daí todos riram do pobre do principezinho, que ficou num cantinho, bem triste, sem falar com ninguém, coitado, com aquela roupinha de príncipe... NINA - Com aquela carinha de duende... NANA - Daí, ele pensou em fazer alguma coisa... uma mágica encantada! NINA - Pô, Nana! Ele era duende, príncipe ou mágico, Nana?

6 NANA - Não, Nina, calma... Ele chamou a fada Elisa e pediu para ela fazer uma mágica, pra ele se tornar um belo príncipe! NINA - Quando a fada Elisa chegou, ela disse: Ô, Psite, por que você quer ser o que você não é, hein? Pare de ficar choramingando aí! NANA - Ai meu Deus! NINA - É isso aí! NANA - E daí, ela continuou, bem mais carinhosa, né, Marina: Amiguinho, não importa o que você é por fora, o importante é o que você é por dentro! O importante é sempre poder começar uma nova história! NINA - E daí a fadinha se mandou... NANA - Ai, Nina! NINA - Ah! Essa fadinha é muito safadinha! NANA - Safadinha é você! NINA - Tá bom, tá bom... NANA - Tá... E daí, então, ele teve uma grande ideia: tirou a coroa de príncipe, pôs uma touca de duende, pegou a viola e começou a cantar! NINA - Boa! Boa! Gostei! E daí a festa ficou muito animada... NANA - E todo mundo começou a cantar e a dançar: príncipes, princesas! NINA - Bruxos, bruxas! NANA - Reis, rainhas! NINA - A triste Branca de Neve...

7 NANA - A Cinderela, a Bela Adormecida... NINA - Ah, o Bicho Papão, o Saci Pererê e o escambau! NANA - E daí aconteceu uma mágica incrível: naturalmente, ninguém mais reparou no que ele era por fora. NINA - Mas, e daí, no final, nem ele sabia se era um belo príncipe ou um pequeno duende... NANA - Foi então que ele resolveu que ele seria ele mesmo: nem um pequeno duende, nem um belo príncipe. NINA - Então, toda a floresta e o Reino da Floresta, enfim, começou a chamá-lo pelo seu verdadeiro nome: O Pequeno Príncipe! NANA - Êpa, Nina... Mas esta história não tem nada a ver com a verdadeira história do Pequeno Príncipe! NINA - E daí, Nana, não importa! Não foi a sua fadinha que disse: O importante é o que você é por dentro, o importante é sempre poder começar uma nova história... NANA - Ah, Nina! Engraçadinha... NANA - Porque a vida é assim: a gente inventa a cada dia uma nova história, um novo fim!

8 DUENDE, DUENDE, DUENDE, UM PRÍNCIPE DIFERENTE, QUE CAI NA FOLIA, QUE CAI ALEGRIA, CAI NA ARMADILHA DA IMAGINAÇÃO. DUENDE, DUENDE, DUENDE, UM PRÍNCIPE DE PIJAMA, ESCONDE A FAMA DEBAIXO DA CAMA, E SE A NANA NANA NANA A NINA NÃO! A GENTE É O QUE QUISER! VEM SER O QUE VOCÊ É! SER UM OUTRO NÃO DÁ PÉ! DUENDE, DUENDE, DUENDE, UM PRÍNCIPE DA FLORESTA, VÊ SE EMPRESTA A TOUCA DA TESTA E TOCA ESTA FESTA E CANTE A CANÇÃO. DUENDE, DUENDE, DUENDE, UM PRÍNCIPE PEQUENINO, O SEU DESTINO, VALENTE MENINO, É UM DESAFIO DO SEU CORAÇÃO.

Bibi e o Triciclo Fantasma!

Bibi e o Triciclo Fantasma! Bibi e o Triciclo Fantasma! NINA Vamos contar uma história de fantasma, Nana? NANA Ah, Marina, história de fantasma eu não sei nenhuma... NINA Pense, Nana, pense uma! NANA- Ah, sei lá... Não gosto muito

Leia mais

SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO

SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO Esse livro faz parte de uma história em animação que está lá no nananina.com.br Ele traz o ponto-de-vista de outro personagem. Afinal, existem muitas histórias dentro de cada

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso?

Todo mundo vai à festa da Giovanna. MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? Todo mundo vai à festa da Giovanna MADE Oi, tudo bem gente? Eu sou a Made, a mãe da Nana e da Nina, e queria contar um história também? Eu posso? SEU LOCUTOR É claro, Dona Made! Que bom! A senhora é muito

Leia mais

PAI Bem, tem a da escada, tem a do gatinho, tem aquela que ela se escondeu no armário, tem aquela que ela subiu na mesa, tem...

PAI Bem, tem a da escada, tem a do gatinho, tem aquela que ela se escondeu no armário, tem aquela que ela subiu na mesa, tem... No Jardim da Minha Vida! NANA Pai, conta uma história da Nina? Uma em que ela tenha aprontado alguma? PAI Ah, filha, são tantas... NANA Ah, escolhe uma! PAI Bem, tem a da escada, tem a do gatinho, tem

Leia mais

Dois palhaços de nome Fraterninho e Caridoso, entram em cena procurando algo, um de costas para o outro. Ao se tocarem, ambos se assustam

Dois palhaços de nome Fraterninho e Caridoso, entram em cena procurando algo, um de costas para o outro. Ao se tocarem, ambos se assustam PEÇA ESPÍRITA : Confusão de Natal Grupo de Teatro Espírita Sentimento do 20º CRE DA USEERJ Autores : Sidney Pinto Guedes Margareth Silva Rocha Cavalcante Autor Espiritual : Odilon Silva, psicografado por

Leia mais

Iracema ia fazer aniversário. Não

Iracema ia fazer aniversário. Não Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema ia fazer aniversário. Não sabia muito bem se ela podia convidar a turma do Hospital por motivos fáceis de explicar,

Leia mais

Confira a seguir o excelente trabalho dessa turma!

Confira a seguir o excelente trabalho dessa turma! Durante as aulas no Laboratório de Informática, os alunos e alunas do 1º ano A montaram cenários de contos de fadas utilizando o software Oficina de Histórias e elaboraram textos de autoria sobre o tema.

Leia mais

JOANA VIVIA EM UMA POBRE FERNANDO ESTAVA COM TANTA FOME DE REPENT E,

JOANA VIVIA EM UMA POBRE FERNANDO ESTAVA COM TANTA FOME DE REPENT E, ERA UMA VEZ UMA POBRE MENININHA CHAMADA JOANA, QUE VIVIA EM UMA POBRE ALDEIAZINHA, ONDE TODO MUNDO VIVIA COM FOME E PASSAVA OS DIAS SONHANDO COM... C MINGAU DOCE! JOANA VIVIA EM UMA POBRE CASINHA, COM

Leia mais

Ahmmm... Deus? O mesmo flash de ainda há pouco e, de novo, estava à Sua frente:

Ahmmm... Deus? O mesmo flash de ainda há pouco e, de novo, estava à Sua frente: EAÍ, CARA? O que é que eu estou fazendo aqui? Quem é você? Você sabe muito bem quem Eu sou. É... Vai fundo, fala!... Deus? Viu? Não era tão difícil assim! Claro que Eu sou Deus. É assim que você Me imaginava,

Leia mais

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo.

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. 1. É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. O arco-íris pode parecer muito estranho se você não

Leia mais

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt-

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- Era uma vez um menino chamado Miguel. Num dia sua mãe falou: - Olha, filho, hoje você vai para escola de ônibus. E o Miguel falou: - Mas eu não sou pequeno?

Leia mais

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª A Coruja e a Raposa Era uma vez uma coruja que tinha sua bela casa na montanha. A raposa tinha uma casa pequena e feia. Um dia, a coruja convidou a raposa para almoçar em sua

Leia mais

A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada.

A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada. Era Uma Vez A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada. A ratinha tinha uma felpa de ferro e pensava

Leia mais

ENFIM, NÓS! Texto Tanise Pacheco. Adaptação do texto: Edmar Galiza CENA DE ABERTURA. Congelados no palco: Lado direito noivo e pais

ENFIM, NÓS! Texto Tanise Pacheco. Adaptação do texto: Edmar Galiza CENA DE ABERTURA. Congelados no palco: Lado direito noivo e pais ENFIM, NÓS! Texto Tanise Pacheco Adaptação do texto: Edmar Galiza CENA DE ABERTURA Congelados no palco: Lado direito noivo e pais Lado esquerdo noiva, pais e dama de honra No palco: mesa da cerimônia de

Leia mais

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 A Família Desaparecida Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 NUMA BELA MANHÃ DE PRIMAVERA, UM MENINO CAMI NHAVA JUNTO A UM RIO E OLHAVA

Leia mais

YAHUVAH falou com ele mesmo ele

YAHUVAH falou com ele mesmo ele Na casa da vovó da Nina, uma história muito especial foi contada! Que história foi essa? Vamos ver? Um, dois, três e... já!!!! Eba, vovó!! Acabei de comer!! Isso, Nina! Você comeu tudinho, tudinho! A sua

Leia mais

Chamei? Eu não te chamei. Eu estou orando. "Pai nosso que estais nos céus."

Chamei? Eu não te chamei. Eu estou orando. Pai nosso que estais nos céus. "Pai nosso, que estás nos céus". --- Sim? Não me interrompa. Estou orando. --- Mas você me chamou. Chamei? Eu não te chamei. Eu estou orando. "Pai nosso que estais nos céus." --- Aí. Você fez de novo.

Leia mais

Você sabe de quem são as histórias de fada, bruxa e duende? Será que YAHUVAH gosta dessas coisas? Vamos ver?

Você sabe de quem são as histórias de fada, bruxa e duende? Será que YAHUVAH gosta dessas coisas? Vamos ver? Você sabe de quem são as histórias de fada, bruxa e duende? Será que YAHUVAH gosta dessas coisas? Vamos ver? Como foi a aula hoje, filha? Eu gostei muito, mamãe! Hoje nós tivemos aula de boas maneiras!

Leia mais

era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada.

era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada. O MENINO E O BÚZIO era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada. se cada ida era uma volta para a chegada, cada chegada já emendava noutra

Leia mais

Nossa, até o número é legal! Bonito o número! - Ah, que isso! - É sério! Tem gente que tudo é bonito! Rosto, corpo, papo...

Nossa, até o número é legal! Bonito o número! - Ah, que isso! - É sério! Tem gente que tudo é bonito! Rosto, corpo, papo... Seis ou sete? - Oi. Eu tava te reparando ali, você.. - É mesmo? - Pois é, você me lembra aquela atriz... Como que ela chama mesmo? - Todos me dizem isso. É a Bruna, não é? - Ela mesma! Você é a cara dela.

Leia mais

Deu a louca nos contos de fadas. Alex Nascimento

Deu a louca nos contos de fadas. Alex Nascimento Personagens: Narrador Mordomo Princesa 1 Princesa 2 Bruxa 1 Bruxa 2 Bruxa 3 Fada 1 Fada 2 Fada 3 Duende Palhaço 1 Palhaço 2 Deu a louca nos contos de fadas. Alex Nascimento Narrador: Era uma vez num reino

Leia mais

Do Sempre e do Nunca

Do Sempre e do Nunca INCLUI GUIA DE LEITURA PARA PAIS E EDUCADORES ILUSTRAÇÕES JOÃO MORENO TERESA LOBATO DE FARIA História Do Sempre e do Nunca Para aprender e ensinar que quem nos ama nunca nos deixa e está sempre connosco

Leia mais

Nome: Eduardo 4ª Série 3ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. O mico-leão-dourado e o rato

Nome: Eduardo 4ª Série 3ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. O mico-leão-dourado e o rato Nome: Eduardo 4ª Série 3ª O mico-leão-dourado e o rato Um mico-leão-dourado estava louco para ter seu aniversário. O rato, que é seu amigo, perguntou-lhe: Meu amigo mico-leão-dourado, você está ansioso

Leia mais

às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany

às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany às flores do meu jardim, Kamilly Evelyn, Ana Karolliny e Hemilly Kauany 1 2 3 ÍNDICE Reunião no pomar...5 a 12 O triste drama de um livrinho...13 a 21 4 5 Em uma tarde bonita e ensolarada, numa época em

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Você vai conhecer um sapo que queria muito ser um príncipe, será que ele consegue se transformar? LEIA o texto: Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Casa comum, nossa responsabilidade. Disciplina:

Leia mais

A alga que queria ser flor

A alga que queria ser flor A alga que queria ser flor Ana Cristina Tavares Ilustração Joana Barata IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA COIMBRA UNIVERSITY PRESS Inquire is funded by the European Union within the 7th Framework Programme

Leia mais

Teatro A História da Carochinha

Teatro A História da Carochinha Teatro A História da - O meu nome é, gosto muito de limpar. Arrumo a casa toda, sempre a cantar. Tenho uma vida pacata mas gostava de casar. Vestir um vestido branco e um marido arranjar. Mas preciso de

Leia mais

ONDJAKI. A BICICLETA QUe TINHA BIGODES. estórias sem luz elétrica. Livros do Dia e da Noite

ONDJAKI. A BICICLETA QUe TINHA BIGODES. estórias sem luz elétrica. Livros do Dia e da Noite ONDJAKI A BICICLETA QUe TINHA BIGODES estórias sem luz elétrica Livros do Dia e da Noite Na minha rua vive o tio Rui, que é escritor e inventa estórias e poemas que até chegam a outros países muito internacionais.

Leia mais

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto E. E. Ernesto Solon Borges Disciplina: Língua Portuguesa Profª. Regente: Vania Progetec: Cristina Ano: 8º Ano A Alunos: Dayane Sales e Emily Cristina Data: 12/11/2014 Produção de texto Se eu tivesse um

Leia mais

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha Branca de Neve E ra uma vez uma princesa, muito bela e de pele branquinha, chamada Branca de Neve. A mãe de Branca de Neve, uma bondosa rainha, havia morrido quando ela era ainda um bebê. Alguns anos depois,

Leia mais

Atividade Extraclasse Recuperação I Etapa. Chapeuzinho Amarelo

Atividade Extraclasse Recuperação I Etapa. Chapeuzinho Amarelo INSTITUTO PRESBITERIANO DE EDUCAÇÃO Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa Série: 6º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Recuperação I Etapa Chapeuzinho Amarelo

Leia mais

OFICINA DE ESCRITA. Uma aventura na Biblioteca

OFICINA DE ESCRITA. Uma aventura na Biblioteca OFICINA DE ESCRITA Uma aventura na Biblioteca Esta oficina de escrita surgiu no seguimento da visita à Biblioteca de uma turma do 5º ano de escolaridade e foi realizada em conjunto com a disciplina de

Leia mais

Garoto extraordinário

Garoto extraordinário Garoto extraordinário (adequada para crianças de 6 a 8 anos) Texto: Lucas 2:40-52 Princípio: ser como Jesus Você vai precisar de um fantoche de cara engraçada, um adulto para manipular o fantoche atrás

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Quando Luiz Mauricio e Gê estavam passando pela recepção, ouviram um choro estranho: Você ouviu, Luiz? Nossa, um bebê e uma

Leia mais

IRMÃO. meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele.

IRMÃO. meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele. O IRMÃO WALDEN CAMILO DE CARVALHO meu irmão ficou louco quando eu matei o cachorro. tá aí, eu gostava dele! eu gostava dele. cara muito bom aquele. o frio está ficando meio bravo. assim é capaz do pessoal

Leia mais

Língua Portuguesa UMA HISTÓRIA COMO AS OUTRAS. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Beatriz Fátima da Silva Santos

Língua Portuguesa UMA HISTÓRIA COMO AS OUTRAS. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Beatriz Fátima da Silva Santos UMA HISTÓRIA COMO AS OUTRAS Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Beatriz Fátima da Silva Santos Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara 2015 Era uma vez um menino chamado Pedro. Ele

Leia mais

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda

Lilico, Coelho. Atrapalhado. Matias Miranda Matias Miranda Lilico, Um Coelho Atrapalhado Matias Miranda Dedico este livro a você que esta lendo. Jesus te ama e eu também! Lilico era um coelho muito atrapalhado que vivia com sua mãe, seu pai e seus

Leia mais

Interpretação de Texto

Interpretação de Texto Atividade de Estudo Português 2º ano Nome: Interpretação de Texto 1- LEIA a história com atenção. HISTÓRIA MEIO AO CONTRÁRIO Foi um alívio geral. Então, o Rei completou, para o Príncipe: - Mas pode ficar

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome:

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: Leia atentamente este texto e aprenda com a joaninha Filó como ficar de bem com a vida. DE BEM COM A VIDA Filó, a joaninha, acordou

Leia mais

Conto de fadas produzido coletivamente pelos alunos do 2º ano A, da EMEB Prof.ª Maria Aparecida Tomazini, sob orientação da prof.

Conto de fadas produzido coletivamente pelos alunos do 2º ano A, da EMEB Prof.ª Maria Aparecida Tomazini, sob orientação da prof. Conto de fadas produzido coletivamente pelos alunos do 2º ano A, da EMEB Prof.ª Maria Aparecida Tomazini, sob orientação da prof.ª Karen Bulgareli, como produto final do projeto Contos de fadas, do programa

Leia mais

"agora boa historia" assinado:maria Clara

agora boa historia assinado:maria Clara Fadas e magia Quiz fazer esse livro em homenagem de um desenho que adoro assistir e nesse desenho tem varias fadas não se esqueçam não fiz a historia do filme só fiz uma homenagem "agora boa historia"

Leia mais

Instituto Brincante Programa Desafios Impaes 2009 Projeto A Arte do Brincante para Educadores Maio 2009

Instituto Brincante Programa Desafios Impaes 2009 Projeto A Arte do Brincante para Educadores Maio 2009 Instituto Brincante Programa Desafios Impaes 2009 Projeto A Arte do Brincante para Educadores Maio 2009 Módulo: Contos e Histórias Tradicionais Ministrante: Cristiane Velasco Os módulos são compostos por

Leia mais

TEMA: DUPLA VISTA. NARRADOR 1 Em uma pequena cidade, chamada Amor Perfeito, viviam três garotinhas chamadas: Amanda, Melissa e Carlinha.

TEMA: DUPLA VISTA. NARRADOR 1 Em uma pequena cidade, chamada Amor Perfeito, viviam três garotinhas chamadas: Amanda, Melissa e Carlinha. TEATRO TEMA: DUPLA VISTA NARRADOR 1 Em uma pequena cidade, chamada Amor Perfeito, viviam três garotinhas chamadas: Amanda, Melissa e Carlinha. NARRADOR 2 Elas era super amigas e viviam inventando novas

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CÓDIGOS E LINGUAGENS

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CÓDIGOS E LINGUAGENS SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CÓDIGOS E LINGUAGENS Título do Podcast Área Segmento Duração Discurso direto e discurso indireto Português Ensino Fundamental e Ensino Médio 4min55seg Habilidades: Ensino

Leia mais

Era uma vez uma menina chamada Ynari que gostava de passear perto da sua aldeia, ouvir os passarinhos, sentar-se na margem do rio.

Era uma vez uma menina chamada Ynari que gostava de passear perto da sua aldeia, ouvir os passarinhos, sentar-se na margem do rio. Era uma vez uma menina chamada Ynari que gostava de passear perto da sua aldeia, ouvir os passarinhos, sentar-se na margem do rio. Certa tarde, do capim saiu um homem muito pequenino. - Olá! - Olá! Chamo-me

Leia mais

QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO

QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO QUEM NASCEU SAPO, SERÁ SAPO CENÁRIO: Uma floresta, com um lago na frente do palco. PERSONAGENS: Princesa, Sapo, Rei, Rainha, Príncipe, Soldado 7. TODOS: (alunos formando objetos do cenário) Vinha o sapo

Leia mais

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola.

Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessy Um belo dia de sol, Jessi caminhava feliz para sua escola. Jessi era uma garota linda, tinha a pele escura como o chocolate, seus olhos eram pretos e brilhantes que pareciam duas lindas amoras, seu

Leia mais

Joaninha Passeadeira e sua irmãzinha Berê Gos tavam muito de viajar Não podiam ver um mapa Que já começavam a sonhar... Mas, às vezes, na viagem Ou

Joaninha Passeadeira e sua irmãzinha Berê Gos tavam muito de viajar Não podiam ver um mapa Que já começavam a sonhar... Mas, às vezes, na viagem Ou Apresentam... 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Joaninha Passeadeira e sua irmãzinha Berê Gos tavam muito de viajar Não podiam ver um mapa Que já começavam a sonhar... Mas, às vezes, na viagem Ou no passeio, também

Leia mais

Munição Referente ao Injusto Penal e Ilicitude

Munição Referente ao Injusto Penal e Ilicitude 1 UNIPOL MUNIÇÃO REFERENTE A ILICITUDE E INJUSTO PENAL Munição Referente ao Injusto Penal e Ilicitude Vamos lá! para falarmos de ILICITUDE não podemos esquecer nosso quadro do Crime nunca! PRIMEIRO DEVEMOS

Leia mais

Geração Graças Peça: Os dois fundamentos

Geração Graças Peça: Os dois fundamentos Geração Graças Peça: Os dois fundamentos Autora: Marise Lins O cenário é um quarto de duas pré-adolescentes. E está chovendo na cidade. (som de chuva e trovão) Personagens: Bia está com o livro na mão

Leia mais

Não te esqueças de mim, Pai Natal! Autor: Norbert Landa Ilustrador: Marlis Scharff-Kniemeyer

Não te esqueças de mim, Pai Natal! Autor: Norbert Landa Ilustrador: Marlis Scharff-Kniemeyer Não te esqueças de mim, Pai Natal! Autor: Norbert Landa Ilustrador: Marlis Scharff-Kniemeyer No Inverno, não há no vale dos ursos nem cogumelos, nem amoras, nem o mel das abelhas. Em vez disso, só há neve,

Leia mais

*CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO

*CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO *CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO LL PRODUÇÕES O fantástico mundo de L.L A visita a um misterioso mundo 2 Luan Patrick Nascimento da Costa, paraense, nascido em 21/01/2012 em Belém Pará. 3 A visita a um misterioso

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

CALCULANDO O PREÇO DO PRODUTO FINAL

CALCULANDO O PREÇO DO PRODUTO FINAL CALCULANDO O PREÇO DO PRODUTO FINAL 1º PASSO RELACIONE O MATERIAL NECESSÁRIO PARA CONFECÇÃO E SEUS RESPECTIVOS PREÇOS Quantidade Material Preço Unit Preço total 35 cm Tecido 13,00 4,55 35 cm Forro 7,00

Leia mais

Famílias. daqui lá. e de. Ilustrador: Cláudio Martins

Famílias. daqui lá. e de. Ilustrador: Cláudio Martins Alexandre Carvalho Famílias daqui lá e de Ilustrador: Cláudio Martins Direção editorial Claudiano Avelino dos Santos Coordenação editorial Alexandre da SIlva Carvalho Diagramação Marcelo Campanhã Impressão

Leia mais

FILHO 1: Ô mãe! Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato?

FILHO 1: Ô mãe! Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? Onde está o meu sapato? CENA I LOCUTOR: Apresentamos uma família qualquer, com mãe, pai, filhos, tia e avó. Todos morando em uma casa simples. A família com seus mais diversos membros deve ser uma semente plantada com atenção,

Leia mais

MARANATA. O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei. Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA

MARANATA. O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei. Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA MARANATA O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA ÍNDICE

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

O PREÇO DO ALVORECER

O PREÇO DO ALVORECER O PREÇO DO ALVORECER Um amor inesquecível Sabe essas manhãs, quando você não tem nada para fazer e resolver sair sem rumo? Então, uma manhã dessas resolvi sair e fui até uma praça próximo da minha casa,

Leia mais

HISTÓRIAS À BRASILEIRA O PAVÃO MISTERIOSO E OUTRAS. Recontadas por Ana Maria Machado. Ilustradas por Odilon Moraes

HISTÓRIAS À BRASILEIRA O PAVÃO MISTERIOSO E OUTRAS. Recontadas por Ana Maria Machado. Ilustradas por Odilon Moraes HISTÓRIAS À BRASILEIRA O PAVÃO MISTERIOSO E OUTRAS 3 Recontadas por Ana Maria Machado Ilustradas por Odilon Moraes 1 1 1 O PAVÃO MISTERIOSO NÃO SEI SE FAZ MUITO TEMPO, mas foi bem longe daqui. Quer dizer,

Leia mais

Marquinhos aprendeu um mandamento superimportante com a mamãe!!! Vamos ver qual foi?

Marquinhos aprendeu um mandamento superimportante com a mamãe!!! Vamos ver qual foi? Marquinhos aprendeu um mandamento superimportante com a mamãe!!! Vamos ver qual foi? Mamãe! Oi, filho? A professora lá na minha escola, já está escolhendo as crianças para o teatrinho da festa de Natal!

Leia mais

Como conduzir uma entrevista de início vencendo as objeções...

Como conduzir uma entrevista de início vencendo as objeções... Como conduzir uma entrevista de início vencendo as objeções... Danielle Chaves Diretora de Vendas Independente Mary Kay 1 Faça uma visita ao você do futuro Se você não entende a importância de plantar,

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro Personagens: J- TIA JANE B- Anjo BENTINHO P- PEDRINHO C- CLARINHA Be- Bebel Roteiro J- É ano novo lalaia, é ano novo lalaia! Vou deixar tudo bonito pra esperar o menino Jesus que vai nascer!!! (cantando

Leia mais

Meu Guia. Pamella Padilha

Meu Guia. Pamella Padilha Meu Guia Pamella Padilha Meu Guia Sentir se confiante (postura na coluna) para falar, pensar, agir, olhar. Posso olhar e falar com qualquer pessoa, desde o mendigo até a pessoa mais linda do mundo, ter

Leia mais

FAÇO DE MIM O QUE QUERO. (carrocinha de cd toca musica ): Dizem que sou Louca Banda Kitara

FAÇO DE MIM O QUE QUERO. (carrocinha de cd toca musica ): Dizem que sou Louca Banda Kitara FAÇO DE MIM O QUE QUERO (carrocinha de cd toca musica ): Dizem que sou Louca Banda Kitara Dizem que sou louca, fora de controle Que você controla todos meus sentidos Que eu me afastei de todos Quem nem

Leia mais

1 von :36

1 von :36 1 von 22 24.05.2006 16:36 2 von 22 24.05.2006 16:36 Era uma vez, numa aldeia pequenina, uma menininha linda como uma flor; sua mãe gostava muito dela, e sua vovozinha ainda mais. 3 von 22 24.05.2006 16:36

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

Adaptação: Sueli Maria de Regino OS DOZE CAÇADORES

Adaptação: Sueli Maria de Regino OS DOZE CAÇADORES Adaptação: Sueli Maria de Regino OS DOZE CAÇADORES Há muito tempo, um príncipe que viajava pelo mundo conheceu uma linda princesa. Os dois se apaixonaram, mas quando festejavam o noivado, veio a notícia

Leia mais

Memórias para sempre. Gestante Newborn Acompanhamento Ensaios Lifestyle Batizado Aniversário

Memórias para sempre. Gestante Newborn Acompanhamento Ensaios Lifestyle Batizado Aniversário Memórias para sempre Gestante Newborn Acompanhamento Ensaios Lifestyle Batizado Aniversário Sobre Nós! Surpreenda-se! Dizem que a Família é o maior exemplo de amor que pode existir. Passamos vários anos

Leia mais

IDENTIDADE. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome dentre os demais.

IDENTIDADE. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome dentre os demais. PLANEJAMENTO (IDENTIDADE) Professor(a) :Carina Robetti Canei IDENTIDADE Competências Objetivos -Oralidade; -Leitura; -Análise linguística. -Identificar seu nome e a história do mesmo. -Reconhecer seu nome

Leia mais

A Professora de Horizontologia

A Professora de Horizontologia A Professora de Horizontologia Já tinha parado a chuva e Clara Luz estava louca que a Gota voltasse. Felizmente a Fada-Mãe veio com uma novidade: Minha filha, hoje vem uma professora nova. Você vai ter

Leia mais

O PRÍNCIPE SAPO OU ENRIQUE DE FERRO

O PRÍNCIPE SAPO OU ENRIQUE DE FERRO Adaptação: Sueli Maria de Regino O PRÍNCIPE SAPO OU ENRIQUE DE FERRO Há muito tempo, quando os desejos se realizavam, vivia um rei com suas três lindas filhas em um grande castelo. A mais bela das três

Leia mais

Quem tem boca vai a Roma

Quem tem boca vai a Roma Quem tem boca vai a Roma AUUL AL A MÓDULO 14 Na aula passada, nós vimos como as informações constituem mapas que nos ajudam no dia-a-dia. É só saber buscá-las, isto é, quem tem boca vai a Roma. Hoje, nós

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta JESUS E

Bíblia para crianças. apresenta JESUS E Bíblia para crianças apresenta JESUS E LÁZARO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

ESTER, UMA LINDA RAINHA

ESTER, UMA LINDA RAINHA Bíblia para crianças apresenta ESTER, UMA LINDA RAINHA Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na

Leia mais

Uma saudação carinhosa

Uma saudação carinhosa Meus caros amiguitos e amiguitas! Uma saudação carinhosa Olá! Chamo-me António Marto. Sou o novo Bispo desta diocese de Leiria-Fátima. Sabem o que é ser Bispo? Eu explico-vos através de uma comparação

Leia mais

NOSSO ACERVO DE HISTÓRIAS

NOSSO ACERVO DE HISTÓRIAS NOSSO ACERVO DE HISTÓRIAS QUEM QUISER QUE CONTE OUTRA... INFANTIL 3C AGRADECIMENTOS Agradecemos aos nossos pais, por acompanhar e participar desta obra tão especial. AUTORES ANNA JULIA ARTHUR AUGUSTO ANDRÉ

Leia mais

Anexo I - Modelo de Pólya para a resolução de um problema. 1

Anexo I - Modelo de Pólya para a resolução de um problema. 1 Anexo I - Modelo de Pólya para a resolução de um problema. 1 1 Pólya, G., A arte de resolver problemas (1995) p. xii-xiii. 49 Anexo II - Guião de atuação do professor de matemática elaborado por Lester

Leia mais

Lição 2 - Conversa de amigo

Lição 2 - Conversa de amigo Lição 2 - Conversa de amigo >>>7 a 10

Leia mais

Anexo 2.8- Entrevista G2.3

Anexo 2.8- Entrevista G2.3 Entrevista G2.3 Entrevistado: E2.3 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência e 45 anos Masculino Ucrânia 14 anos m Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias: Ensino superior Polónia Língua materna:

Leia mais

O poder profilático e recuperador das linguagens criativas nas histórias para a infância

O poder profilático e recuperador das linguagens criativas nas histórias para a infância O poder profilático e recuperador das linguagens criativas nas histórias para a infância CRISTINA NOBRE INCLUDIT, 5 E 6 julho 2013 [ ] Nos livros busco só o dar-me prazer através de uma decente distracção

Leia mais

A GUARDADORA DE GANSOS IRMÃOS GRIMM

A GUARDADORA DE GANSOS IRMÃOS GRIMM A GUARDADORA DE GANSOS IRMÃOS GRIMM NARRADOR: ERA UMA VEZ UMA PRINCESA LINDA E MUITO BONDOSA CHAMADA CARINA. ELA VIVIA COM A MÃE E QUANDO FEZ 18 ANOS FICOU NOIVA DE UM PRÍNCIPE DE UM PAÍS DISTANTE E PRECISOU

Leia mais

FERNANDO PESSOA ORTÓNIMO

FERNANDO PESSOA ORTÓNIMO FERNANDO PESSOA ORTÓNIMO Quando as crianças brincam E eu as oiço brincar, Qualquer coisa em minha alma Começa a se alegrar. E toda aquela infância Que não tive me vem, Numa onda de alegria Que não foi

Leia mais

COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA. 3ª Etapa 2010

COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA. 3ª Etapa 2010 COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PARALELA 3ª Etapa 2010 Disciplina: Língua Portuguesa. Educadora: Luise. Ano: 6º. Turmas: manhã e tarde. Caro educando, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara UM DIA CHEIO Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara Tudo começou quando eu queria pescar com meu avô. Ele tinha

Leia mais

No mundo dos insetos, havia uma formiguinha muito especial que se chamava Cetra.

No mundo dos insetos, havia uma formiguinha muito especial que se chamava Cetra. A Conversão de Cetra No mundo dos insetos, havia uma formiguinha muito especial que se chamava Cetra. Ela adora ficar em casa dormindo ou sair com as amiguinhas para brincar, mas sua mãe a chamava sempre

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta JESUS CURA UM CEGO

Bíblia para crianças. apresenta JESUS CURA UM CEGO Bíblia para crianças apresenta JESUS CURA UM CEGO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Janie Forest Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

AUTORAS E ILUSTRADORAS: ELISA CHRISTIANE COQUILLARD GUERRIERI REZENDE VERIDIANA SOUSA MARQUES

AUTORAS E ILUSTRADORAS: ELISA CHRISTIANE COQUILLARD GUERRIERI REZENDE VERIDIANA SOUSA MARQUES AUTORAS E ILUSTRADORAS: ELISA CHRISTIANE COQUILLARD GUERRIERI REZENDE VERIDIANA SOUSA MARQUES 1ºB - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO

Leia mais

mesma fada que presenciara o nascimento de Zé Chumaço diminuiu a alegria da mãe: Majestade, infelizmente, apesar de linda, sua filha terá pouca

mesma fada que presenciara o nascimento de Zé Chumaço diminuiu a alegria da mãe: Majestade, infelizmente, apesar de linda, sua filha terá pouca Zé Chumaço E m um reino distante, o filho da rainha nasceu feio. Foi batizado como José, mas acabou conhecido como Zé Chumaço, por causa da quantidade excessiva de cabelos que tinha. A rainha se estristecia

Leia mais

O Rapaz e a Guitarra Mágica

O Rapaz e a Guitarra Mágica O Rapaz e a Guitarra Mágica Conto linha-a-linha Autoria: todas as turmas da Escola E.B. 2,3 de Palmeira Data: 21 a 25 de Março de 2011 Local de realização: Biblioteca Escolar Era uma vez um menino chamado

Leia mais

O ZERO TORNA-SE IMPORTANTE

O ZERO TORNA-SE IMPORTANTE O ZERO TORNA-SE IMPORTANTE Há muito tempo, no País dos Números, só havia os algarismos 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. Nem sempre os números eram muito simpáticos uns com os outros. Os números maiores gostavam

Leia mais

''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de

''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de ''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de lá para cá sem descanso, até que um choro é ouvido, sim,

Leia mais

Àhistória de uma garota

Àhistória de uma garota Àhistória de uma garota Gabriele é uma menina cheio de sonhos ela morava com sua mãe Maria seu pai Miguel Gabriele sofre muito ela tem apena 13 anos e já sofre Deus de quando ela era pequena a história

Leia mais

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer

A Patricinha. Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Roleta Russa 13 A Patricinha Ninguém é realmente digno de inveja, e tantos são dignos de lástima! Arthur Schopenhauer Oi. Eu sou a Patrícia. Prazer. Você é?... Quer sentar? Aceita uma bebida, um chá, um

Leia mais

Casamento No Sitio: 8 Segredos Para Sua Festa Bombar!

Casamento No Sitio: 8 Segredos Para Sua Festa Bombar! Casamento No Sitio: 8 Segredos Para Sua Festa Bombar! Para você mulher que quer fugir da cerimônia tradicional em igrejas, que tal organizar um casamento no sitio? Será uma excelente escolha inserir a

Leia mais

Bons-tratosparaavida. apoio: ISBN:978-85-7839-134-8

Bons-tratosparaavida. apoio: ISBN:978-85-7839-134-8 BRASIL Bons-tratosparaavida apoio: ISBN:978-85-7839-134-8 Vamos cantar Vamos cantar, vamos cuidar Este é meu corpo E vou lhe apresentar Onde estão suas mãos? Minhas mãos aqui estão. Vamos todos juntos

Leia mais