Versão RECONTO. O Principezinho. PLIP003 De Antoine De Saint Exupéry

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Versão RECONTO. O Principezinho. PLIP003 De Antoine De Saint Exupéry"

Transcrição

1 O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão RECONTO Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Escola Secundária Afonso Lopes Vieira Leiria PLIP003 Este trabalho foi desenvolvido no espírito do art.º 75 e 80 do Código do Direito de Autor e Direitos Conexos e destina-se exclusivamente a uso não-comercial para fins pessoais e educativos e para benefício de pessoas com incapacidade.

2 2 Com seis anos fiz um desenho. Mostrei o desenho às pessoas grandes. Perguntei se tinham medo. Elas disseram que não. Um chapéu não mete medo. O desenho era uma cobra grande. A cobra engoliu um elefante. Os adultos não perceberam o desenho. Parei de desenhar. Pensei conduzir aviões. Muitos anos depois o meu avião teve um desastre. Caiu no deserto do Sahara. Eu estava sozinho. Não conseguia arranjar o avião. Uma noite fui acordado por uma voz muito fininha. A voz pediu: - Desenha uma ovelha.

3 3 Desenhei uma ovelha. O menino sorriu. Era o principezinho. O principezinho disse que vinha de um planeta muito pequenino. O planeta tinha três vulcões e uma flor. Ele andava à procura de um amigo. Todos os dias o principezinho contava mais coisas do planeta e eu fazia desenhos. Um dia perguntou-me se a ovelha comia flores. Tinha medo de que a ovelha comesse a flor de que ele tanto gostava. O principezinho um dia decidiu ir fazer uma viagem e visitar os asteroides. No primeiro asteroide vivia um rei bom que não gostava de pessoas desobedientes. O rei só dava ordens boas.

4 4 O principezinho pediu ao rei que desse ordem ao sol para se pôr. O rei disse-lhe que dava a ordem. Temos de esperar pela noite. O principezinho pensou que as pessoas grandes são muito esquisitas e foi embora. No segundo planeta vivia sozinho um vaidoso. O vaidoso perguntou ao principezinho: - Achas que sou o mais bonito e o mais inteligente deste planeta? O principezinho que sabia que ele morava lá sozinho foi embora a pensar que as pessoas grandes são muito esquisitas. No planeta seguinte vivia um bêbado.

5 5 Ele bebia para esquecer porque tinha muita vergonha de ser bêbado. No quarto planeta vivia um homem de negócios que contava estrelas. Escrevia o número de estrelas num papelinho para o guardar no banco. O principezinho achou que o homem de negócios não fazia nada de útil. Ele no seu planeta regava a flor e limpava os vulcões. Mais uma vez o principezinho pensou que as pessoas grandes são mesmo extraordinárias. O quinto planeta era o mais pequeno. Só lá vivia um homem que acendia e apagava um candeeiro. No sexto planeta vivia um homem já velho que escrevia livros muito grandes que era geógrafo.

6 6 Um geógrafo é um cientista que sabe onde ficam os rios e as montanhas. O geografo tentou convencer o principezinho a ficar no seu planeta e a ser explorador. O principezinho não aceitou porque estava a pensar na sua flor. O sétimo planeta era a Terra. A terra é um planeta muito grande e muito especial onde vive muita gente. O principezinho admirou-se por não ver ninguém. Estava com medo de se terra enganado quando viu uma serpente na areia. Disse à serpente que procurava uma flor e seguiu viagem. Atravessou um deserto onde encontrou uma flor com 3 pétalas.

7 7 A flor disse que no deserto não havia pessoas. O principezinho continuou à procura mas só via pedras. Um dia encontrou um jardim com muitas rosas. Ficou triste porque pensava que a sua flor era única. Estava a chorar quando apareceu uma raposa. O principezinho perguntou à raposa se queria brincar com ele. A raposa disse-lhe que não porque ainda não era amiga dele. O principezinho perguntou o que é ser amigo e a raposa respondeu: - É gostar muito de alguém. O principezinho pensou logo na sua flor. Ele era amigo dela. A raposa perguntou ao principezinho se podiam ser amigos.

8 8 A raposa explicou ao principezinho que os amigos são importantes. Os amigos fazem-nos felizes. Devemos dar mimos aos amigos. A raposa e o principezinho ficaram amigos e um dia a raposa disse ao principezinho: - Só se vê bem com o coração. O mais importante é invisível para os olhos. Dias depois o principezinho e raposa tiveram de se separar. O principezinho encontrou outras pessoas. Encontrou um homem que trabalhava na estação dos comboios. O homem disse ao principezinho que os adultos viajavam muito. O principezinho perguntou onde iam.

9 9 O homem respondeu que não sabiam, só as crianças sabem onde vão e o que querem. Encontrou também um vendedor de comprimidos para tirar a sede. O avião ainda estava estragado e já não tínhamos água para beber. Decidimos ir procurar um poço. Encontramos o poço e o principezinho ficou junto dele. Eu voltei para ao pé do avião. Consegui consertar o avião. Fui contar ao principezinho. Quando cheguei ele disse-me que tinha sido ao pé do poço que tinha começado a sua viagem. Já tinha passado um ano e ele tinha de se ir embora. Dissemos adeus a chorar.

10 10 Muitos anos depois contei esta história aos meus amigos. Eu estava triste e os meus amigos não perceberam porquê. Há muitas coisas que os adultos não percebem.

Versão PICTOGRÁFICA (SPC)

Versão PICTOGRÁFICA (SPC) O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão PICTOGRÁFICA (SPC) Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Tradução e adaptação para pictogramas (SPC) Carlos Pereira e Ana Silva

Leia mais

Versão SIMPLIFICADA Leitura Fácil

Versão SIMPLIFICADA Leitura Fácil O Principezinho De Antoine De Saint Exupéry Versão SIMPLIFICADA Leitura Fácil Adaptação e revisão de texto Judite Vieira e Maria da Luz Simão Escola Secundária Afonso Lopes Vieira Leiria PLIP003 www.plip.ipleiria.pt

Leia mais

Atividades sobre O Principezinho

Atividades sobre O Principezinho A propósito do lançamento de uma nova edição de O Principezinho, de Antoine de Saint- -Exupéry, propomos duas atividades para realizar com o seu educando: exercício de compreensão oral, a partir da visualização

Leia mais

O Principezinho. Antoine de Saint-Exupéry. com aguarelas do autor

O Principezinho. Antoine de Saint-Exupéry. com aguarelas do autor Antoine de Saint-Exupéry com aguarelas do autor ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY 10 Então, pensei muito nas aventuras da selva e, com um lápis de cor, consegui fazer o meu primeiro desenho. O meu desenho número

Leia mais

Principezinho BOLSO.indd 9 10/02/15 11:46

Principezinho BOLSO.indd 9 10/02/15 11:46 I I Quando tinha seis anos, vi uma vez uma imagem magnífica num livro sobre a Floresta Virgem que se chamava Histórias Vividas. Representava uma jiboia a engolir uma fera. Aqui está a cópia do desenho.

Leia mais

Edição original em francês. Nova York: Reynal & Hitchock, 1946

Edição original em francês. Nova York: Reynal & Hitchock, 1946 Edição original em francês. Nova York: Reynal & Hitchock, 1946 1 ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY O PEUENO PRÍNCIPE C o m a q u a r e l a s d o A U T O R LUCIANA SANDRONI T R A D U Ç Ã O 2 3 A Léon Werth. Eu peço

Leia mais

PRINCIPEZINHO NA MALHADINHA. Venha celebrar connosco a Felicidade, o Amor, a Amizade e os Desejos e os Sonhos

PRINCIPEZINHO NA MALHADINHA. Venha celebrar connosco a Felicidade, o Amor, a Amizade e os Desejos e os Sonhos PRINCIPEZINHO NA MALHADINHA Venha celebrar connosco a Felicidade, o Amor, a Amizade e os Desejos e os Sonhos PRINCIPEZINHO NA MALHADINHA Venha celebrar connosco a Felicidade, o Amor, a Amizade e os Desejos

Leia mais

Antoine de Saint-Exupéry

Antoine de Saint-Exupéry Antoine de Saint-Exupéry Tradução de Frei Betto Título original: Le petit prince Copyright 2015 by Geração Editorial Ltda. 1ª edição Janeiro de 2015 Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua

Leia mais

Versão COMPLETA. O Ribeiro que queria Sorrir. PLIP004 Ana Cristina Luz. Ilustração: Margarida Oliveira

Versão COMPLETA. O Ribeiro que queria Sorrir. PLIP004  Ana Cristina Luz. Ilustração: Margarida Oliveira O Ribeiro que queria Sorrir Ana Cristina Luz Ilustração: Margarida Oliveira Versão COMPLETA PLIP004 www.plip.ipleiria.pt Este trabalho foi desenvolvido no espírito do art.º 75 e 80 do Código do Direito

Leia mais

Iracema ia fazer aniversário. Não

Iracema ia fazer aniversário. Não Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema ia fazer aniversário. Não sabia muito bem se ela podia convidar a turma do Hospital por motivos fáceis de explicar,

Leia mais

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009

Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 A Família Desaparecida Escrita e ilustrada pelos alunos da Escola Básica do Primeiro Ciclo da Benquerença Ano Lectivo 2008/2009 NUMA BELA MANHÃ DE PRIMAVERA, UM MENINO CAMI NHAVA JUNTO A UM RIO E OLHAVA

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

Era uma vez uma menina que se chamava Alice. uma tarde de Verão, depois do almoço, Alice adormeceu e teve um sonho muito estranho.

Era uma vez uma menina que se chamava Alice. uma tarde de Verão, depois do almoço, Alice adormeceu e teve um sonho muito estranho. Era uma vez uma menina que se chamava Alice. uma tarde de Verão, depois do almoço, Alice adormeceu e teve um sonho muito estranho. Viu um Coelho Branco, que corria e repetia sem arar: - Vou chegar tarde,

Leia mais

Olhares. Rosângela Trajano. 2 - Por que não permitimos que os outros se aproximem de nós? 4 O que são as coisas mais simples do mundo para você?

Olhares. Rosângela Trajano. 2 - Por que não permitimos que os outros se aproximem de nós? 4 O que são as coisas mais simples do mundo para você? Olhares Ando pelas ruas e a multidão quase esbarra em mim. Tenho certeza que se me deitasse no chão seria pisoteada. As pessoas não olham mais para o chão, aliás as pessoas não olham mais nem para si mesmas.

Leia mais

Garoto extraordinário

Garoto extraordinário Garoto extraordinário (adequada para crianças de 6 a 8 anos) Texto: Lucas 2:40-52 Princípio: ser como Jesus Você vai precisar de um fantoche de cara engraçada, um adulto para manipular o fantoche atrás

Leia mais

PENSAR COLORIDO 2008/2009

PENSAR COLORIDO 2008/2009 PENSAR COLORIDO 2008/2009 ( ) Fui mostrar minha obra-prima às pessoas crescidas. Perguntei-lhes se o meu desenho metia medo Também foi por isso que comprei uma caixa de aguarelas e outra de lápis de cor.

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 3 Data: 18/10/2010 Hora: 19h00 Duração: 22:25 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI

BONS Dias. Ano Pastoral Educativo Colégio de Nossa Senhora do Alto. Com Maria Desperta a. Luz. que há em TI BONS Dias Com Maria Desperta a Luz que há em TI 2ª feira, dia 12 de dezembro de 2016 III Semana (11 de dezembro): ALEGRAR Ontem, a Igreja celebrou o domingo da alegria: Jesus está para chegar e só Ele

Leia mais

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS Livro digital recontando a história A Bonequinha preta da autora Alaíde Lisboa de Oliveira, livro escrito no ano de 1930, porém só foi publicado no ano de 2004 BELO

Leia mais

Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural

Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural Apresentamos às crianças do 4º Ano A, o vídeo do livro O Cabelo de Lelê de Valeria Belém. Roda de conversa sobre a historia apresentada e os que existem diversos

Leia mais

O JARDIM E O PRIMEIRO CASAL Versículos para decorar:

O JARDIM E O PRIMEIRO CASAL Versículos para decorar: Meditação Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 10/03/2013 PROFESSORA: O JARDIM E O PRIMEIRO CASAL Versículos para decorar: 1 - Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os

Leia mais

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus

Os vinhateiros. Referência Bíblica: Mateus Os vinhateiros Referência Bíblica: Mateus 20. 1-16 Introdução: O que é de fato o Reino de Deus começa Jesus a explicar, circundado por muita gente que o escuta atentamente... Um senhor era dono de uma

Leia mais

A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada.

A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada. Era Uma Vez A Rata Era uma vez uma rata que estava sozinha na toquinha. Ela morava com sua mãe e seu padrasto no castelo do rei, ela não tinha medo de nada. A ratinha tinha uma felpa de ferro e pensava

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Pinóquio

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Pinóquio 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Leia o texto. Pinóquio Certa vez, um velho carpinteiro chamado Gepeto fez um boneco de madeira. Deu-lhe o nome de Pinóquio. De repente o boneco criou vida. Gepeto

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

DATA: / / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: %

DATA: / / 2015 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: % SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: / / 205 UNIDADE: I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 5.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR (A): VALOR:

Leia mais

Roteiro para apresentação do Pequeno Príncipe

Roteiro para apresentação do Pequeno Príncipe Roteiro para apresentação do Pequeno Príncipe Grupo de Jovens Rosacruzes Núcleo de Vitória Personagens (em ordem de aparição): Narrador Aviador Pequeno Príncipe Rosa Rei Vaidoso Bêbado Empresário Acendedor

Leia mais

Vídeo: O Pequeno Príncipe

Vídeo: O Pequeno Príncipe Sinopse Uma garota acaba de se mudar com a mãe, uma controladora obsessiva que deseja definir antecipadamente todos os passos da filha para que ela seja aprovada em uma escola conceituada. Entretanto,

Leia mais

O Tigre à Beira do Rio

O Tigre à Beira do Rio O Tigre à Beira do Rio --Baixe-se Moba! Muito bem Didi, o menino birmanês subiu no elefante e fez carinho em sua cabeça. Didi treinara Moba desde bebê. Como era um elefante asiático, Moba não era tão grande

Leia mais

HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16. Agrupamento de Escolas de Sampaio

HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16. Agrupamento de Escolas de Sampaio HISTÓRIAS DA AJUDARIS 16 Agrupamento de Escolas de Sampaio JOÃO FRAQUINHO Era uma vez um menino que estava muito fraquinho, não tinha força para nada nem para se pôr de pé. Estava deitado no chão da rua,

Leia mais

Um passinho outro passinho

Um passinho outro passinho Um passinho outro passinho Inácio tinha o mesmo nome do seu melhor amigo, o avô Nacho. Quando Inácio nasceu, o seu avô disse a toda a gente: O Inácio não irá a aprender a dizer avô antes dos três anos,

Leia mais

Mostrei a minha obra-prima aos crescidos e perguntei se o desenho lhes metia medo.

Mostrei a minha obra-prima aos crescidos e perguntei se o desenho lhes metia medo. Uma vez, quando tinha seis anos, vi uma imagem maravilhosa num livro sobre a floresta virgem chamado Histórias Vividas. Era a ilustração de uma serpente jiboia a engolir um animal selvagem. Eis a cópia

Leia mais

Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho

Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho Responde ao seguinte questionário, relembrando o que leste em O Alquimista, da autoria de Paulo Coelho Para cada uma das questões há apenas uma resposta certa. Assinala-a com uma cruz! 1. O Alquimista

Leia mais

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª A Coruja e a Raposa Era uma vez uma coruja que tinha sua bela casa na montanha. A raposa tinha uma casa pequena e feia. Um dia, a coruja convidou a raposa para almoçar em sua

Leia mais

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho A menina Gotinha de Água Papiniano Carlos Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho Fichas de leitura Ficha 1 Lê até ao fim da página 9. Depois da leitura, responde às questões. 1. Qual

Leia mais

FILOSOFIA: O QUE É ISSO AFINAL?

FILOSOFIA: O QUE É ISSO AFINAL? Aluno: Série/ano: 6 Turma: Turno: Professor: Data: / / FILOSOFIA: O QUE É ISSO AFINAL? Caro aluno (a), neste momento inicia-se uma nova fase na sua formação escolar. São novas matérias, novos companheiros

Leia mais

Este livro pertence a

Este livro pertence a Cristais em meus olhos Este livro pertence a Em seu consultório, a médica está explicando tudo sobre cistinose para Bruno. Seu corpo é feito de milhares e milhares de células pequeninas, ela disse. Imagine

Leia mais

O nosso. Planear fazer rever

O nosso. Planear fazer rever O nosso Planear fazer rever O momento de planear-fazer- rever revela ser a peça central na abordagem de aprendizagem pela ação da High/Scope. Este momento tem inicio com uma conversa tendo como objetivo

Leia mais

A alga que queria ser flor

A alga que queria ser flor A alga que queria ser flor Ana Cristina Tavares Ilustração Joana Barata IMPRENSA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA COIMBRA UNIVERSITY PRESS Inquire is funded by the European Union within the 7th Framework Programme

Leia mais

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade

Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Título: Sentimento de Fraternidade Plano de Aula 17 Centro Espírita Ismênia de Jesus Evangelização Espírita Ismênia de Jesus Plano de Aula Jardim (3 a 5 anos) Educadoras: Edma e Priscila Dia: 13/06/2016 Título: Sentimento de Fraternidade

Leia mais

Em um dia ensolarado, a família do Carlinhos foi passear lá no Aterro do Flamengo. O que será que houve? Após terem comprado a água de coco...

Em um dia ensolarado, a família do Carlinhos foi passear lá no Aterro do Flamengo. O que será que houve? Após terem comprado a água de coco... Em um dia ensolarado, a família do Carlinhos foi passear lá no Aterro do Flamengo. O que será que houve? Joga a bola, papai! Joga a bola!! Está bem, Carlinhos! Pode deixar que eu jogo!! Um, dois, três

Leia mais

Transcrição da entrevista do grupo 1:

Transcrição da entrevista do grupo 1: Transcrição da entrevista do grupo 1: Duração: aproximadamente 30 Minutos Elementos do grupo: F1 16 anos, masculino F2 16 anos, masculino A 14 anos, feminino C 15 anos, feminino M 15 anos, feminino ( )

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: Língua Portuguesa / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano: 2º - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 14 / 3 / 2017

Leia mais

Avaliação de Diagnóstico Português 4º ano

Avaliação de Diagnóstico Português 4º ano Avaliação de Diagnóstico Português 4º ano Lê o texto com atenção Um pardal ferido 1 Mãe e filho viviam felizes. Mas o José, gorducho e olhos esbugalhados, de vez em quando desobedecia às suas ordens para

Leia mais

As Melhores 313 PIADAS. para rir sem parar

As Melhores 313 PIADAS. para rir sem parar As Melhores 313 PIADAS para rir sem parar Excesso de velocidade Depois de mandar parar uma condutora, o polícia de trânsito diz-lhe: Minha senhora, vou multá-la. Vinha a 200 quilómetros à hora! O quê???

Leia mais

Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e

Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e AMON: O GRANDE SERVO Capítulo 23 Os quatro filhos de Mosias deixaram Zaraenla e foram ensinar o evangelho aos lamanitas. Cada um foi a uma cidade diferente. Alma 17:12 13 Amon foi à terra de Ismael. Assim

Leia mais

1.O livro da minha vida e sua justificação

1.O livro da minha vida e sua justificação ÍNDICE: 1. O livro da minha vida e sua justificação 1 2. Contrato de leitura.2 2.1. 7ºano. 3 2.1.1. As minhas escolhas..3 2.2. 8ºano 4 2.2.1. As minhas escolhas.4 2.2.2Os meus PowerPoint(s)..5 2.2.3As

Leia mais

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha Branca de Neve E ra uma vez uma princesa, muito bela e de pele branquinha, chamada Branca de Neve. A mãe de Branca de Neve, uma bondosa rainha, havia morrido quando ela era ainda um bebê. Alguns anos depois,

Leia mais

PSY: Você também tratou muito dela quando viviam as duas. A: Depois não percebe que tem de ir apresentável! Só faz o que lhe apetece!

PSY: Você também tratou muito dela quando viviam as duas. A: Depois não percebe que tem de ir apresentável! Só faz o que lhe apetece! Anexo 3 SESSÃO CLÍNICA - A PSY: Então como tem andado? A:Bem. Fomos as três a Fátima, foi giro. Correu bem, gosto de ir lá. Tirando a parte de me chatear com a minha irmã, mas isso já é normal. Anda sempre

Leia mais

Mostrei minha obra-prima à gente grande, perguntando se meu desenho lhes dava medo. Responderam:

Mostrei minha obra-prima à gente grande, perguntando se meu desenho lhes dava medo. Responderam: I Uma vez, quando eu tinha seis anos, vi uma figura magnífica num livro sobre a floresta virgem, chamado Histórias vividas. Representava uma jiboia engolindo uma fera. Esta é a cópia do desenho. O livro

Leia mais

Uma Aventura Fantástica

Uma Aventura Fantástica Uma Aventura Fantástica Koziołek Matołek Salta-Pocinhas Platero Polónia, Portugal e Espanha Era uma vez um burro chamado Platero que vivia no sul de Espanha. Platero tinha um amigo chamado Salta-Pocinhas.

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume II - 2º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume II 2º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume II 2º ano Projeto editorial

Leia mais

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 28/04/2013 AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Versículos para Decorar 1 Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar

Leia mais

ATIVIDADES PREPARATÓRIAS

ATIVIDADES PREPARATÓRIAS ATIVIDADES PREPARATÓRIAS Escolher a atividade mais adequada ao seu grupo de alunos. Cada professor poderá elaborar sua própria atividade se assim o desejar. Abaixo seguem algumas sugestões. As atividades

Leia mais

AS PERSONAGENS DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO NA CIDADE

AS PERSONAGENS DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO NA CIDADE AS PERSONAGENS DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO NA CIDADE 4º ano F AUTORES: Enzo Lucas Maria Luiza Prates Mariana Rafaella Spera Vinicíus 4º ano F ILUSTRAÇÕES DA INTERNET EDITORA: CJSP Um dia como outro qualquer

Leia mais

Que Nevão! Teresa Dangerfield

Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Que Nevão! Teresa Dangerfield Mamã, Mamã, está tudo branquinho lá fora! gritou o Tomás muito contente assim que se levantou e espreitou pela janela. Mariana, vem ver depressa!

Leia mais

Julgo que, para a sua partida, ele aproveitou uma migração de aves selvagens.

Julgo que, para a sua partida, ele aproveitou uma migração de aves selvagens. Julgo que, para a sua partida, ele aproveitou uma migração de aves selvagens. ANTOINE DE SAINT EXUPÉRY O Principezinho Texto integral com aguarelas do autor Nova e cuidada tradução de ANA SALDANHA Prefácio

Leia mais

Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural

Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural Projeto Reconhecendo a Diversidade Cultural Apresentamos às crianças do 4º Ano B, o vídeo do livro O Cabelo de Lelê de Valeria Belém. Roda de conversa sobre a historia apresentada e os que existem diversos

Leia mais

1º Parte. Coração de Robô

1º Parte. Coração de Robô ESCOLA E.B. 2/3 FERNANDO CALDEIRA Ficha de Avaliação de Língua Portuguesa 5º ano Nome: Nº: Turma: Data: / / Auto-avaliação do aluno: Achei o teste fácil difícil muito difícil Porque: estudei não estudei

Leia mais

Claro que diziam isto em voz baixa, mas ela ouvia-os e ficava muito triste.

Claro que diziam isto em voz baixa, mas ela ouvia-os e ficava muito triste. Era uma vez uma princesa muito bonita mas que sofria imenso por ser baixinha Sempre que ia passear as outras crianças troçavam: É pequenina como um cogumelo, baixinha como a relva É baixinha demais para

Leia mais

Amor nos Tempos de Cólera

Amor nos Tempos de Cólera Amor nos Tempos de Cólera 1 Episódio I Narrador: Amália e Mutarro são namorados. Estão sentados no muro. Amália nota que Mutarro está muito triste. Amália: Mutarro, porque é que estás triste? Mutarro:

Leia mais

Anjo da Guarda e a Luz Noturna

Anjo da Guarda e a Luz Noturna O Anjo da Guarda e a Luz Noturna Papai, tenho mesmo que ir dormir agora? perguntou Telmo. Acho que já teve histórias suficientes por uma noite disse o pai. Por favor, papai. Só mais uma história suplicou

Leia mais

ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY. O Pequeno Príncipe LUCIANA SANDRONI

ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY. O Pequeno Príncipe LUCIANA SANDRONI ANTOINE DE SAINT-EXUPÉRY C O M A Q U A R E L A S D O A U T O R T R A D U Ç Ã O LUCIANA SANDRONI I QUANDO EU TINHA SEIS ANOS, vi uma vez uma imagem magnífica num livro sobre a Floresta Virgem chamado Histórias

Leia mais

''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de

''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de ''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de lá para cá sem descanso, até que um choro é ouvido, sim,

Leia mais

João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova. A Pequena Diferença

João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova. A Pequena Diferença João Pedro Pinto Moreira 4º Ano EB1 Azenha Nova A Pequena Diferença Era uma vez um menino chamado Afonso que nasceu no primeiro dia do ano de 2000. Era uma criança muito desejada por toda a família, era

Leia mais

Hoje, às 10h, o H, nosso herói, habitante do abecedário, humilde, honrado e honesto, perdeu uma perna enquanto praticava natação. A perna desapareceu

Hoje, às 10h, o H, nosso herói, habitante do abecedário, humilde, honrado e honesto, perdeu uma perna enquanto praticava natação. A perna desapareceu Hoje, às 10h, o H, nosso herói, habitante do abecedário, humilde, honrado e honesto, perdeu uma perna enquanto praticava natação. A perna desapareceu no horizonte. O que há-de fazer o h? Um dia a letra

Leia mais

O Rapaz e a Guitarra Mágica

O Rapaz e a Guitarra Mágica O Rapaz e a Guitarra Mágica Conto linha-a-linha Autoria: todas as turmas da Escola E.B. 2,3 de Palmeira Data: 21 a 25 de Março de 2011 Local de realização: Biblioteca Escolar Era uma vez um menino chamado

Leia mais

A incrível lenda do pum cor-de-rosa

A incrível lenda do pum cor-de-rosa A incrível lenda do pum cor-de-rosa Doc Mariz A incrível lenda do pum cor-de-rosa Rio de Janeiro 2014 A incrível lenda do pum cor-de-rosa Copyright 2014, Doc Mariz Todos os direitos são reservados no

Leia mais

Bíblia para crianças apresenta.

Bíblia para crianças apresenta. Bíblia para crianças apresenta DAVI, O PASTORZINHO Escrito por: Edward Hughes Ilustrado por: Lazarus O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem de Hoje 1998 - Sociedade

Leia mais

Quando o Principezinho e a Raposa chegaram à cidade da Música, viram uma torre enorme parecida com um órgão de tubos. No seu interior, funcionava uma

Quando o Principezinho e a Raposa chegaram à cidade da Música, viram uma torre enorme parecida com um órgão de tubos. No seu interior, funcionava uma e a Eufonia 2 ra uma vez um planeta habitado por dois povos diferentes: os Musicalis e os Floralis. Os Musicalis precisavam de música para viverem; os Floralis adoravam as flores. Depois de muito tempo

Leia mais

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto E. E. Ernesto Solon Borges Disciplina: Língua Portuguesa Profª. Regente: Vania Progetec: Cristina Ano: 8º Ano A Alunos: Dayane Sales e Emily Cristina Data: 12/11/2014 Produção de texto Se eu tivesse um

Leia mais

ainda não Luciano Cabral prostituta, vinte e cinco anos cliente, sessenta anos

ainda não Luciano Cabral prostituta, vinte e cinco anos cliente, sessenta anos ainda não Luciano Cabral personagens, vinte e cinco anos, sessenta anos (o apartamento é pequeno, com apenas dois cômodos: banheiro e quarto. O banheiro fica em frente à porta de entrada. No quarto, logo

Leia mais

Uma Aflição Imperial.

Uma Aflição Imperial. Uma Aflição Imperial. Amanda Silva C. Prefácio Uma aflição Imperial conta a história de uma garota chamada Anna que é diagnosticada com tipo raro de câncer leucemia sua mãe é paisagista e tem apenas um

Leia mais

O segredo do rio. Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Trabalho realizado no âmbito do PNL. (Plano Nacional de Leitura)

O segredo do rio. Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso. Trabalho realizado no âmbito do PNL. (Plano Nacional de Leitura) Turma 4 3º/4º anos EB1/JI da Póvoa de Lanhoso Ano Lectivo 2009/2010 O segredo do rio Trabalho realizado no âmbito do PNL (Plano Nacional de Leitura) Era uma vez um rapaz que morava numa casa no campo.

Leia mais

O coração de um pastor

O coração de um pastor O coração de um pastor João 17:1-21 I. Um coração de submissão e obediência II. Um coração de intercessão e cuidado III. Um coração que glorifica a Deus Revisão de 09.04.2017 slide 1 João 20:1-9 1. No

Leia mais

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA S.I. DE CHAVILLE JUNHO 2009/ JUIN 2009 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA EPREUVE DE LANGUE PORTUGAISE 6 ème- IDENTIFICAÇÃO (A preencher pelo aluno) Nome do aluno: Data de nascimento: Nacionalidade: Morada: Nome

Leia mais

Nº 13 B - 6º Domingo do Tempo Comum

Nº 13 B - 6º Domingo do Tempo Comum Nº 13 B - 6º Domingo do Tempo Comum-15.2.2015 Ajudar quem precisa Vamos imitar Jesus A Bíblia foi escrita há muitas centenas de anos, mas é fácil perceber como se aplica agora, à nossa vida. No Evangelho

Leia mais

Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira

Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira Arte em movimento - 2.º classificado Daniel Merten Arte em movimento - 1.º classificado Leonor Dantas Pereira O Mundo da Fantasia - 3.º classificado:

Leia mais

Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael

Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael Deus ouve orações A História de Hagar e Ismael Anésio Rodrigues Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera nenhum filho. Como tinha uma serva egípcia, chamada Hagar, Gênesis 16:1-15 Disse a Abrão: Já que

Leia mais

'' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade

'' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade amor proprio '' A historia esta narrada sobre um menino solitário '' esse menino vivia sozinho,o pai morto a,mãe largo ele guando tinha 03 anos de idade ele fica sozinho no meio da rua com fome e com sede,um

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

Atividades de férias. As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar...

Atividades de férias. As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar... 4º ano Querido(a) educando(a), Atividades de férias As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar... Mas para continuar progredindo e melhorar

Leia mais

A Professora de Horizontologia

A Professora de Horizontologia A Professora de Horizontologia Já tinha parado a chuva e Clara Luz estava louca que a Gota voltasse. Felizmente a Fada-Mãe veio com uma novidade: Minha filha, hoje vem uma professora nova. Você vai ter

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION. Leia o texto abaixo para realizar as lições de Língua Portuguesa da semana. A FADA QUE TINHA IDEIAS

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION. Leia o texto abaixo para realizar as lições de Língua Portuguesa da semana. A FADA QUE TINHA IDEIAS COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION Lições de Português, História e Vivência Religiosa 3º ano Semana de 13 a 17 de junho de 2016. Troca do Livro 3º A, B e D 3º C quinta ta-feira segunda-feira Leia o texto abaixo

Leia mais

Texto e imagens. Walled Al-Husseini. Para mais informação. Agradecimento especial. Glynis Scot

Texto e imagens. Walled Al-Husseini. Para mais informação. Agradecimento especial. Glynis Scot Esta sequência de imagens simples é uma boa base de ensino dirigido às crianças de modo a que possam aprender a viver a sua vida afastadas de um certo tipo especial de ignorância. Texto e imagens Walled

Leia mais

Ken Robinson. com Lou Aronica O ELEMENTO. Tradução de Ângelo dos Santos Pereira

Ken Robinson. com Lou Aronica O ELEMENTO. Tradução de Ângelo dos Santos Pereira Ken Robinson com Lou Aronica O ELEMENTO Tradução de Ângelo dos Santos Pereira P Índice Agradecimentos...7 Introdução...11 Capítulo Um O Elemento...15 Capítulo Dois Pensar Diferente...39 Capítulo Três Para

Leia mais

Do penhasco para a casa Da casa para o penhasco

Do penhasco para a casa Da casa para o penhasco Maria Angelita R. da Silva, Paloma Marques dos Santos, Clarissa Aleixo B. de Santana, Silvânia Paula da Silva, Amanda Pereira de Farias, Sandy Pereira de Farias, Diego N. Ferreira Do penhasco para a casa

Leia mais

Diariamente, após ter limpado a casa toda, preparado o almoço e cuidado dos animais, a caçula ia até a fonte, bem longe da casa, para encher uma

Diariamente, após ter limpado a casa toda, preparado o almoço e cuidado dos animais, a caçula ia até a fonte, bem longe da casa, para encher uma Os presentes da fada E ra uma vez uma viúva que vivia com suas duas filhas. A mais velha era muito parecida com ela, pois era gananciosa e convencida. A filha mais nova havia herdado do falecido pai boas

Leia mais

Título: Poemas da verdade e da mentira. Autor: Luísa Ducla Soares. Ilustação: Ana Cristina Inácio. Edição original: Livros Horizonte, 2005

Título: Poemas da verdade e da mentira. Autor: Luísa Ducla Soares. Ilustação: Ana Cristina Inácio. Edição original: Livros Horizonte, 2005 Título: Poemas da verdade e da mentira Autor: Luísa Ducla Soares Ilustação: Ana Cristina Inácio Edição original: Livros Horizonte, 2005 Edição: Serviço das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas Finisterra-

Leia mais

ENTREVISTA USF CARUARU USUARIA DIABETES 14/07/14. R - não. Porque eu to deficiente. Eu trabalho m casa. Amputei a perna.

ENTREVISTA USF CARUARU USUARIA DIABETES 14/07/14. R - não. Porque eu to deficiente. Eu trabalho m casa. Amputei a perna. ENTREVISTA USF CARUARU USUARIA DIABETES 14/07/14 P - por favor, me diga sua idade. R - 56. Vou fazer para o mês. P - a senhora estudou? R - estudei até a 3ª série. P - 3ª série. A senhora tem alguma ocupação,

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 O CARACOL E A ROSEIRA Hans Christian Andersen 3 Contos de Hans Christian Andersen Hans Christian Andersen nasceu em Odensae, em 2 de abril de 1805, e faleceu em Conpenhague

Leia mais

O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em

O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em O Amor O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em ter alguém por perto ou fazer algo que goste.

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Quando Luiz Mauricio e Gê estavam passando pela recepção, ouviram um choro estranho: Você ouviu, Luiz? Nossa, um bebê e uma

Leia mais

O soldadinho de chumbo

O soldadinho de chumbo O soldadinho de chumbo U m menino ganhou de presente de aniversário uma caixa de papelão com vinte e cinco soldadinhos de chumbo, todos iguaizinhos. Um deles era perneta, pois durante a fabricação havia

Leia mais

Prefácio Corra, Corra para salvar sua vida. Pensou a garota enquanto corria desesperadamente por um corredor escuro. Uma adaga foi arremessada e por

Prefácio Corra, Corra para salvar sua vida. Pensou a garota enquanto corria desesperadamente por um corredor escuro. Uma adaga foi arremessada e por Prefácio Corra, Corra para salvar sua vida. Pensou a garota enquanto corria desesperadamente por um corredor escuro. Uma adaga foi arremessada e por alguns centímetros não atingiu o pé da garota que estava

Leia mais

*CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO

*CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO *CRIE UMA CAPA PARA O LIVRO LL PRODUÇÕES O fantástico mundo de L.L A visita a um misterioso mundo 2 Luan Patrick Nascimento da Costa, paraense, nascido em 21/01/2012 em Belém Pará. 3 A visita a um misterioso

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume I - 1º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume I 1º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume I 1º ano Projeto editorial

Leia mais

Era uma vez uma menina que alegremente carregava sua lanterna pelas ruas.

Era uma vez uma menina que alegremente carregava sua lanterna pelas ruas. Eu vou com minha lanterna e ela comigo vai No céu brilham estrelas, na Terra brilhamos nós Minha luz se apagou, pra casa eu vou, Com minha lanterna na mão. ( bis ) Era uma vez uma menina que alegremente

Leia mais

Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança.

Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança. 1 Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança. Desconfiar Do que eu ia desconfiar?! Não. De nada nem de ninguém.

Leia mais