Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho."

Transcrição

1

2 ÍTULO 1 Juro lealdade à bandeira dos Estados Unidos da... autch! No terceiro ano, as pessoas adoram dar beliscões. Era o Zezinho-Nelinho-Betinho. Julinho sussurrou. Vou pensar no teu caso respondi -lhe, também num sussurro. O Zezinho -Nelinho -Betinho chama -se, na verdade, Zezinho. Sei-o agora. Mas, no princípio do ano, tratava -o pelos três nomes em «inho», porque nunca conseguia lembrar -me de qual deles era o seu. Ele gostava disso. E agora anda a tentar convencer -me a acrescentar mais um. A semana passada, tentou «Zinho», mas eu disse que não. Tem de ser um nome a sério. 1

3 Está bem disse -lhe, depois do juramento de lealdade à bandeira. Fica Zezinho -Nelinho -Betinho -Julinho. O meu professor olhou para mim e levou a mão ao ouvido. É o nosso sinal de código para Devias Estar a Ouvir. De maneira que me endireitei na cadeira e ouvi, embora se discutissem apenas coisas do género «Levante a mão quem não está presente» ou «Quem tem dinheiro para comprar leite?» Mas, logo a seguir, a aula tornou -se interessante. Clementina, por favor vai ao gabinete da Diretora Coelho chamá-la. Sempre que o meu professor precisa que se trate de algum assunto no gabinete da diretora, pede -me a mim. Isso acontece porque eu sou muitíssimo responsável. Pronto, está bem, também pode ser porque sou mandada para lá tantas vezes que já podia lá chegar de olhos fechados. Coisa que tentei fazer uma vez. Vocês nem imaginam a quantidade de nódoas negras com que uma pessoa pode ficar apenas por chocar com um bebedouro. 2

4 Assim que cheguei ao gabinete da Diretora Coelho, ela estendeu a mão para, como de costume, receber o recado do professor a explicar -lhe o que acontecera. Não, nada disso. Hoje não há conversinhas! disse -lhe. Hoje vim cá só para levá -la para a nossa sala de aula. Ah, está bem disse ela. Já são horas. Enquanto avançávamos pelo corredor, recordei -lhe que na sexta -feira também não tinha sido chamada ao seu escritório para ter uma conversinha.

5 Teve saudades minhas? O meu professor disse que eu tive um dia em grande. Disse que o terceiro ano parecia estar mesmo a correr -me bem. De facto reparei que não apareceste, Clementina disse a Diretora Coelho. Na verdade, ouvi dizer que tiveste uma semana muito proveitosa. Parabéns. O teu professor comentou que ultimamente têm conseguido alcançar uma grande sintonia. Sinfonia? Sintonia. Quer dizer que trabalham bem em conjunto. Que se compreendem um ao outro. De volta à sala, o meu professor sentou -se e deixou a Sra. Coelho tomar conta da aula, porque ela é a chefe dele. Mas sorria. A Sra. Coelho também sorria, quando disse: Meninos, tenho algumas novidades para vos dar. O que me fez pensar que se tratava de boas notícias. Só que não eram. Como estou certa de que todos vocês sabem continuou ela, o vosso professor interessa -se muito pelo Egito antigo. 4

6 Então não sabíamos? Pela sala de aula estavam espalhadas múmias, esfinges e pirâmides e, ao longo do último mês, os temas das aulas tinham sido sempre o Egito isto e o Egito aquilo. O que até era bom. A minha professora do ano anterior era doida pelos Bons Velhos Tempos na 5

7 Pradaria, o que até teria sido giro se ela não gostasse apenas de fazer coisas dentro de casa... como toucas e pão de milho. Apetecia -me muito mais fazer coisas dos Bons Velhos Tempos da Pradaria fora de casa, como laçar búfalos, procurar ouro e apanhar uns fora da lei a beber cerveja em saloons. Mas a minha professora do ano passado dizia sempre que não, que tínhamos de fazer toucas e cozinhar pães de milho e passar o dia todo sentados. Além de que essas outras coisas eram dos Bons Velhos Tempos do Faroeste. Só de me lembrar a chatice que foi o ano passado quase que ia adormecendo. Mas não adormeci, pois queria saber que boas notícias eram essas que a diretora tinha para nos dar. Quando soube que o programa deste ano das Aventuras para Professores era uma escavação arqueológica no Egito, propus o vosso professor continuou a Sra. Coelho. Parecia orgulhosa de si mesma, mas eu não percebia bem qual era o motivo de tanta alegria. 6

8 E tenho todo o prazer em anunciar -vos que, este fim de semana, soubemos que o senhor D Matz é finalista! Quando a Diretora Coelho pronunciou o nome do nosso professor, todos os alunos sustiveram a respi ração ao mesmo tempo. Isto porque «D Matz» é quase uma asneira. Ou melhor, se dissermos muito depressa, quase parece que estamos a chamar -lhe «demente». Mas claro que ninguém iria querer chamar -lhe uma coisa dessas. No primeiro dia de aulas, estava com tanto cuidado para não dizer mal o seu nome que não consegui dizer. E não, não estou a brincar. No intervalo pedi -lhe desculpa e expliquei -lhe que isso só tinha acontecido por estar tão preocupada com a possibilidade de dizê -lo mal. O Sr. D Matz respondeu que compreendia e que, além do mais, era natural que tal viesse a acontecer mais cedo ou mais tarde. Porém, desde então, todos os miúdos o tratam apenas por «Professor». Decidimos que é melhor não arriscar. Acho que a Diretora Coelho não estava minimamente preocupada em enganar -se. Deve ter pensado 7

9 assim: E se for mandada para o gabinete da diretora, qual é o problema? Eu vivo lá! O senhor D Matz partirá hoje depois do almoço, e passará a semana no Comité das Aventuras para Professores. Mas voltaremos a vê -lo na sexta -feira na Câmara. Vai ser realizada uma cerimónia para nomear o professor escolhido, e nós fomos convidados. Então, se tiver vencido, o senhor D Matz irá voar para o Egito para a sua grande aventura. Todos nós voltámos a conter a respiração ao ouvi- la pronunciar o nome, e eu fiquei tão distraída que quase nem ouvi o que ela disse a seguir. Mais ainda fui a tempo: O que significa que estará ausente durante o resto do ano. A Sra. Coelho continuou a falar, mas a frase ausente durante o resto do ano ecoava de tal maneira nos meus ouvidos que não consegui ouvir mais nada. Olhei para o meu professor. Esperei que ele saltasse da cadeira e dissesse: «Não, não, desculpe lá,

10 senhora Coelho. Não posso ir -me embora, porque prometi ficar aqui. Aqui mesmo, nesta sala, disse aos meus alunos: Serei o vosso professor este ano. O ano ainda não acabou, de maneira que tenho de ficar aqui e ser seu professor. Não vou quebrar a promessa que fiz.» Mas ele não fez nada disso. Limitou -se a permanecer sentado na sua cadeira e sorria à Sra. Coelho! Trata -se de uma Oportunidade Extraordinária afirmava a diretora Coelho com a sua voz de letras maiúsculas. Devíamos estar todos muito orgulhosos do senhor D Matz. Todos os miúdos aplaudiram e fizeram cara de quem estava muito feliz pela Oportunidade Extraordinária e cheios de orgulho pelo nosso professor. Eu cá, não. Não acho que quebrar uma promessa seja motivo para ter orgulho de alguém.

A volta às aulas do Pequeno Nicolau

A volta às aulas do Pequeno Nicolau HISTÓRIAS INÉDITAS DO PEQUENO NICOLAU René Goscinny Jean-Jacques Sempé A volta às aulas do Pequeno Nicolau Tradução Pedro Karp Vasquez Volta às aulas MAMÃE DISSE QUE AMANHÃ iremos comprar coisas para a

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

I A noite estava tranquila e serena. O silêncio inundava a casa. A família toda já estava a dormir. O dia seguinte era dia de trabalho para uns e de escola para outros. Apenas se ouvia o tic-tac do despertador

Leia mais

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe

Tânia Abrão. Coração de Mãe. Coração De Mãe Coração de Mãe Coração De Mãe Página 1 Coração De Mãe 1º Edição Agosto de 2013 Página 2 Coração De Mãe 1º Edição È proibida à reprodução total ou parcial desta obra, por Qualquer meio e para qualquer fim

Leia mais

Matthew Dicks. Memórias de Um Amigo Imaginário

Matthew Dicks. Memórias de Um Amigo Imaginário Matthew Dicks Memórias de Um Amigo Imaginário Tradução Victor Antunes Para a Clara Capítulo 1 Isto é o que eu sei: Chamo-me Budo. Existo há cinco anos. Cinco anos é muito tempo para alguém como eu. Foi

Leia mais

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs!

Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Era só um sonho. Imagine com Munhoz e Mariano. Feito por uma fã muito apaixonada, que estava afim de compartilhar com as outras fãs! Já estava com muita saudades! No dia em que poderia ir em um show, aconteceu

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt-

AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- AS AVENTURAS DE MIGUEL - Bernardo S. Schmitt- Era uma vez um menino chamado Miguel. Num dia sua mãe falou: - Olha, filho, hoje você vai para escola de ônibus. E o Miguel falou: - Mas eu não sou pequeno?

Leia mais

Protocolo de Atendimento de Cliente que vai a Experiência Domiciliar Assistentes

Protocolo de Atendimento de Cliente que vai a Experiência Domiciliar Assistentes Protocolo de Atendimento de Cliente que vai a Experiência Domiciliar Assistentes Apresentado em 12 de dezembro de 2011. CLIENTE VAI EM TESTE DOMICILIAR O visual da Loja deve estar de acordo com o protocolo

Leia mais

RENDA FIXA SEM MISTÉRIOS

RENDA FIXA SEM MISTÉRIOS Talvez você já tenha vivido o momento de encontrar uma nota de R$50,00 perdida num dos bolsos de uma calça que há tempos não usava, certamente vai se lembrar da felicidade que esta agradável surpresa te

Leia mais

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan

EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan EU VIM PARA SERVIR? Autor: Tiago Ferro Pavan (Entra um jovem em cena e se depara com um cartaz da campanha da fraternidade (2015). O jovem lê o lema em voz alta): JOVEM: (Lendo) Eu vim para servir! JOVEM:

Leia mais

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

24/06/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República Palavras do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na Escola Municipal de Rio Largo, durante encontro para tratar das providências sobre as enchentes Rio Largo - AL, 24 de junho de 2010 Bem,

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros s de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 20 por completo

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

c- Muitas vezes nos deparamos com situações em que nos sentimos tão pequenos e às vezes pensamos que não vamos dar conta de solucioná-las.

c- Muitas vezes nos deparamos com situações em que nos sentimos tão pequenos e às vezes pensamos que não vamos dar conta de solucioná-las. FICHA DA SEMANA 5º ANO A e B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 4 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 4 I Verbos regulares no futuro do presente simples indicativo Estar Ser Ir Eu estarei

Leia mais

À CONVERSA COM UMA PROFISSIONAL

À CONVERSA COM UMA PROFISSIONAL À CONVERSA COM UMA PROFISSIONAL A 27 de abril de 2012, os alunos do 2º F do curso profissional de Técnico de Turismo, realizaram uma entrevista, a uma profissional da área. A entrevista foi previamente

Leia mais

Pesquisa. Setembro 2014

Pesquisa. Setembro 2014 Pesquisa Setembro 2014 Perfil Quem é o nosso time? 66% está conosco há mais de 1 ano 69% são casadas 68% tem Filhos, 42% desses adolescentes Média de Idade 32 anos (20 a 56) 93% são mulheres 61% cursando

Leia mais

TIME OUT PARA SAIR DA ROTINA

TIME OUT PARA SAIR DA ROTINA MARÇO UMA OBRA DE TIME OUT PARA SAIR DA ROTINA Há quanto tempo não faz uma coisa diferente num dia normal? Em março, a estação Baixa-Chiado PT Bluestation convida a Time Out a sair do papel, e a programar

Leia mais

OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER

OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER OFICINA DE ORGANIZAÇÃO PESSOAL MARCIA NOLETO PERSONAL ORGANIZER MEU TEMPO É PRECIOSO ROTINA INSANA CAOS COMIDA PARA FAZER CASA PARA LIMPAR FILHOS PARA CUIDAR TRABALHO COMO SER ORGANIZADA? Processo que

Leia mais

Guião da celebração. Festa do Pai-Nosso. Núcleo seminário passionistas. 2º Ano de catequese. 2 Junho de 2012. Saudação inicial: Catequista:

Guião da celebração. Festa do Pai-Nosso. Núcleo seminário passionistas. 2º Ano de catequese. 2 Junho de 2012. Saudação inicial: Catequista: Guião da celebração Festa do Pai-Nosso Núcleo seminário passionistas 2º Ano de catequese 2 Junho de 2012 Saudação inicial: Catequista: Boa tarde A nossa comunidade está hoje em festa, porque as crianças

Leia mais

Suas pernas para pedalar, escalar, levantar da cama, ir aonde

Suas pernas para pedalar, escalar, levantar da cama, ir aonde Use-se Post (0043) No que se referem os adultos, todo mundo sabe mais ou menos onde está se metendo, ninguém é totalmente inocente. Se nos usam, algum consentimento a gente deu, mesmo sem termos assinado

Leia mais

ONDJAKI. A BICICLETA QUe TINHA BIGODES. estórias sem luz elétrica. Livros do Dia e da Noite

ONDJAKI. A BICICLETA QUe TINHA BIGODES. estórias sem luz elétrica. Livros do Dia e da Noite ONDJAKI A BICICLETA QUe TINHA BIGODES estórias sem luz elétrica Livros do Dia e da Noite Na minha rua vive o tio Rui, que é escritor e inventa estórias e poemas que até chegam a outros países muito internacionais.

Leia mais

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA?

(18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (18/04/2008) (EU): OIE BB (VC): OIIIIIIIIIIIIIII (EU): TUDO CERTO (VC): TUDO CERTIN.. (EU): CONSEGUINDO LEVAR A VIDA REAL A SERIO AGORA? (VC): HUAHSUASHUAHSUAHSUA SEI LÁ (EU): ENTENDO TUDO NO REAL TA DESABANDO

Leia mais

Meu Guia. Pamella Padilha

Meu Guia. Pamella Padilha Meu Guia Pamella Padilha Meu Guia Sentir se confiante (postura na coluna) para falar, pensar, agir, olhar. Posso olhar e falar com qualquer pessoa, desde o mendigo até a pessoa mais linda do mundo, ter

Leia mais

COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS. Capítulo IV: Mais negócios

COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS. Capítulo IV: Mais negócios COMO VENDER MAIS USANDO FUNIL DE VENDAS Capítulo IV: Mais negócios Índice Introdução Como adicionar mais negócios Negócios lucrativos 03 05 07 2 Introdução Olá, Nessa quarta parte da nossa série iremos

Leia mais

CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA

CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA CATEQUESE 10 JESUS ENTREGA A SUA VIDA Objectivos: 1. Descobrir na entrega da vida de Jesus a plenitude da Sua relação com Deus Pai. 2. Acolher a fidelidade de Jesus a esta relação como geradora de vida

Leia mais

29/03/2006. Discurso do Presidente da República

29/03/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na visita às futuras instalações do campus da Universidade Federal do Estado de São Paulo Guarulhos-SP, 29 de março de 2006 Meus queridos e minhas queridas companheiras da

Leia mais

O Estranho Homem. S. Esteves

O Estranho Homem. S. Esteves O Estranho Homem S. Esteves [ 2 ] O conteúdo desta obra literária inclusive as imagens, está protegido pela legislação autoral vigente no Brasil, e pelas regras internacionais estabelecidas na Convenção

Leia mais

Maria Luiza Braga (UFRJ)

Maria Luiza Braga (UFRJ) Entrevista Maria Luiza Braga (UFRJ) André Felipe Cunha Vieira Gostaria( de( começar( esta( entrevista( agradecendo( por( você( aceitar( nosso( convite(e(nos(receber(em(sua(casa.(ler(seu(currículo(lattes(é(um(exercício(de(

Leia mais

Provações - O Privilégio de Sofrer por Cristo

Provações - O Privilégio de Sofrer por Cristo Provações - O Privilégio de Sofrer por Cristo Zacarias 13:9 E estes que sobrarem eu farei passar pelo fogo. Eu os purificarei como se purifica a prata e os refinarei como se refina o ouro. Aí eles orarão

Leia mais

Nº 31 C 13ºDomingo do Tempo Comum-26.6.2016

Nº 31 C 13ºDomingo do Tempo Comum-26.6.2016 Nº 31 C 13ºDomingo do Tempo Comum-26.6.2016 Vamos de Férias Com Jesus Que bom! Começaram as férias! Não há aulas, vamos para a praia, para o campo, para o estrangeiro... mas vamos com Jesus. Ouvimos no

Leia mais

Quem tem boca vai a Roma

Quem tem boca vai a Roma Quem tem boca vai a Roma AUUL AL A MÓDULO 14 Na aula passada, nós vimos como as informações constituem mapas que nos ajudam no dia-a-dia. É só saber buscá-las, isto é, quem tem boca vai a Roma. Hoje, nós

Leia mais

O texto de hoje da UNESCO é simples mas deveria ser pensado por todos nós. Vamos a ele:

O texto de hoje da UNESCO é simples mas deveria ser pensado por todos nós. Vamos a ele: COMUICAÇÃO ( 2.communication) Extraído de páginas 76 e 77 do guia para professores da U ESCO: (Understanding and responding to children s needs in Inclusive Classrooms) www.unesco.org.com; traduzido do

Leia mais

A IGREJA E OS DESAFIOS DA CULTURA URBANA Rev. Valdinei A. Ferreira. 1 Coríntios 14.10-12

A IGREJA E OS DESAFIOS DA CULTURA URBANA Rev. Valdinei A. Ferreira. 1 Coríntios 14.10-12 A IGREJA E OS DESAFIOS DA CULTURA URBANA Rev. Valdinei A. Ferreira 1 Coríntios 14.10-12 Se reconhecemos o Espírito de Deus como única fonte e manancial da verdade, não menosprezaremos a verdade onde quer

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano -

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano - COLÉGIO ARNALDO 2014 ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano - PORTUGUÊS Aluno(a): Ano: Professora: Valor: 20 pontos Obteve: Conteúdo de Recuperação Identificar o sentido ou expressão em um texto. Localizar

Leia mais

Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade.

Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade. Valores: Competências -chave: Auto-disciplina, Privação, Compromisso, Responsabilidade. Ser capaz de gerir a frustração; Resistir à tentação e esperar pela recompensa; Reduzir riscos praticando o auto-controlo;

Leia mais

O ENSINO DE GEOGRAFIA: ALFABETIZAÇÃO CARTOGRÁFICA

O ENSINO DE GEOGRAFIA: ALFABETIZAÇÃO CARTOGRÁFICA O ENSINO DE GEOGRAFIA: ALFABETIZAÇÃO CARTOGRÁFICA Adriana Patrocinio Pereira. ALFABETIZAÇÃO CARTOGRÁFICA A CONSTRUÇÃO DA LATERALIDADE O banho de papel. Atividade desenvolvida na EMEF Profª Claudete da

Leia mais

Como todo bom programa de trainee, o jovem tem de passar por todas as áreas da empresa para se tornar conhecedor de todo o processo.

Como todo bom programa de trainee, o jovem tem de passar por todas as áreas da empresa para se tornar conhecedor de todo o processo. Olá amigo(a) Corretor(a) de Imóveis. Tudo bem? Depois de termos vistos os dois primeiros pilares do Corretor de Imóveis Campeão, que são automotivação e conhecimento técnico, vamos adentrar nos outros

Leia mais

PRA TE LOUVAR. Como é precioso viver o seu amor Sentir a alegria que vem do Senhor É maravilhoso poder te louvar E saber que ao meu lado sempre está

PRA TE LOUVAR. Como é precioso viver o seu amor Sentir a alegria que vem do Senhor É maravilhoso poder te louvar E saber que ao meu lado sempre está PRA TE LOUVAR Como é precioso viver o seu amor Sentir a alegria que vem do Senhor É maravilhoso poder te louvar E saber que ao meu lado sempre está Tudo que eu preciso é estar bem junto a ti Viver a alegria

Leia mais

Mentira tem perna curta de Emílio Carlos

Mentira tem perna curta de Emílio Carlos Mentira tem perna curta de Emílio Carlos Era uma tarde como outra qualquer. Pedro e Ana tinham chegado da escola e almoçado. Depois viram um pouco de TV e agora era a hora de fazer a tarefa. Enquanto Pedro

Leia mais

Rio de Janeiro, Subúrbio.

Rio de Janeiro, Subúrbio. Rio de Janeiro, Subúrbio. No subúrbio, a correria era total, caixotes eram revirados, alimentos jogados por todos os lados. Um fugitivo corria da polícia com pressa, assustada estava Helena, que tinha

Leia mais

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389

Deus nos dá amigos. Um lugar especial. 5anos. Edição do aluno. Estudos bíblicos Pré-escolar. Ano CIV Nº 389 Deus nos dá amigos Estudos bíblicos Pré-escolar 5anos e6 Ano CIV Nº 389 5107 Um lugar especial Edição do aluno Estamos de volta para mais um trimestre de alegria, aprendizado e muitas descobertas. Você

Leia mais

01/09/2009. Entrevista do Presidente da República

01/09/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de encerramento do 27º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA) Vitória-ES, 1º de setembro de 2009

Leia mais

IGUALDADE DE GÉNERO Margareta Winberg: As mulheres não são livres sem dinheiro

IGUALDADE DE GÉNERO Margareta Winberg: As mulheres não são livres sem dinheiro SOCIEDADE» IGUALDADE DE GÉNERO IGUALDADE DE GÉNERO Margareta Winberg: As mulheres não são livres sem dinheiro 13/3/2016, 19:28 1.907 PARTILHAS Para a antiga vice-primeira-ministra sueca, Margareta Winberg,

Leia mais

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba

EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda ENTREVISTA. Carilissa Dall Alba EAA Editora ARARA AZUL Ltda Revista Virtual de Cultura Surda IDENTIFICAÇÃO Nome: Cidade: Estado: País: Formação: Profissão: Local de Trabalho: Local de Estudo: Contatos: Santa Maria RS Brasil Mestrado

Leia mais

ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS

ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 09/06/2013 ISAQUE E REBECA: CASAMENTO E FILHOS Versículos para Decorar 1- Quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo. Marcos 10:43b

Leia mais

da Hortas Cidade Projecto Espiral

da Hortas Cidade Projecto Espiral as da Hortas Cidade Projecto Espiral O projecto Espiral - financiado ao abrigo do Contrato Local de Desenvolvimento Social coordenado pelo CESIS Centro de Estudos para a Intervenção Social, iniciou a sua

Leia mais

Registo de Opinião Sobre o 1.º Ano de Projecto. Crianças

Registo de Opinião Sobre o 1.º Ano de Projecto. Crianças Registo de Opinião Sobre o 1.º Ano de Projecto Crianças Gostei de muito de estar aqui na escola, de brincar com todos, gostei muito, muito do acampamento e das visitas de estudo e para o ano vou ficar

Leia mais

Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17

Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17 Trabalho do livro: Fala Sério, Pai! Beatriz Pugliese Netto Lamas- nº2 Giovanna Araujo Ragano- nº12 Lívia Soares Alves- nº17 Introdução No livro Fala Sério, Pai!, os personagens principais são: Maria de

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 73 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

Pindura pra mim. A maior ninhada registrada até hoje, ocorreu em 1944. Foxhound teve 24 filhotes.

Pindura pra mim. A maior ninhada registrada até hoje, ocorreu em 1944. Foxhound teve 24 filhotes. Pindura pra mim A Cliente vem trazer o cachorro pra banho, me diz que trocou de carro com o marido e que a carteira dela ficou no outro carro. Pergunta se poderia passar aqui outro dia para pagar e até

Leia mais

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014.

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. Adoração Acolhida Leitura Bíblica: Zacarias 9.9; 16-17. Sugestões de Cânticos: - HE 105 - Louvemos ao Senhor [Ademar de Campos]-

Leia mais

Ensaio sobre a Amizade

Ensaio sobre a Amizade Ensaio sobre a Amizade Post (0257) Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. A gente só conhece bem as coisas que cativou. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos,

Leia mais

Como Criar Seu Primeiro Negócio 100% Digital

Como Criar Seu Primeiro Negócio 100% Digital 1 2 Por Tiago Bastos Como Criar Seu Primeiro Negócio 100% Digital Por Tiago Bastos Declaração De Ganhos Com O Uso De Nossos Produtos A empresa Seu Primeiro Negócio Digital" não pode fazer garantias sobre

Leia mais

era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada.

era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada. O MENINO E O BÚZIO era um menino que procurava e procurava e procurava e sempre achava uma saída ou uma entrada pra outra charada. se cada ida era uma volta para a chegada, cada chegada já emendava noutra

Leia mais

NOVIDADES MULHERES EM ACÇÃO - CABINDA

NOVIDADES MULHERES EM ACÇÃO - CABINDA NOVIDADES MULHERES EM ACÇÃO - CABINDA JANEIRO 2011 - DEZEMBRO 2012 GOVERNO PROVINCIAL DE CABINDA INTRODUÇAO Financiado pela União Europeia Implementado pela ADPP Angola com o apoio do Governo Provincial

Leia mais

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas?

Êta bicho curioso! Sempre tentamos entender como funcionam as coisas? Êta bicho curioso! Oi! Tem uma coisa engraçada acontecendo comigo: estou super curioso sobre tudo. Minha mãe que anda louca comigo pois não paro de perguntar o porquê de tudo...mas olha só quanta coisa

Leia mais

Manual Geral de Aplicação Universal Entrada 2008

Manual Geral de Aplicação Universal Entrada 2008 Universal Entrada 2008 Programa Programa - Manual do Aplicador Teste Universal - 2008 Teste Cognitivo Leitura/Escrita e Matemática Caro alfabetizador(a): Se você está recebendo este material, é porque

Leia mais

Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 07 Migração interna em África

Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 07 Migração interna em África Autor: Sismondi Bidjocka Redacção: Yann Durand Learning by Ear Aprender de Ouvido Globalização 07 Migração interna em África 3 vozes: - um locutor 1 Daniel Machava - uma locutora 1 Nádia Issufo - uma locutora

Leia mais

I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL. Profª Drª Luciana Moas

I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL. Profª Drª Luciana Moas I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL O IMPACTO DAS INOVAÇÕES BIOTECNOLÓGICAS NO PARENTESCO: A DISTINÇÃO ENTRE PAI E GENITOR Meu Deus

Leia mais

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo.

É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. 1. É importante saber por que certas coisas são o que são. Quer dizer, saber por que acontecem de um jeito e não de outro. O arco-íris, por exemplo. O arco-íris pode parecer muito estranho se você não

Leia mais

Bando das Cavernas. Ruby: Como a sua melhor qualidade é o bom senso, é ela quem, na maioria dos casos, põe ordem no bando.

Bando das Cavernas. Ruby: Como a sua melhor qualidade é o bom senso, é ela quem, na maioria dos casos, põe ordem no bando. Bando das Cavernas Tocha: Na escola tem fama de saber acender uma fogueira, embora nunca ninguém o tenha visto fazer tal proeza. Ruby: Como a sua melhor qualidade é o bom senso, é ela quem, na maioria

Leia mais

RU Reunião de Unidade Tema: As 50 Melhores Dicas para uma Consultora de sucesso!!!!!!

RU Reunião de Unidade Tema: As 50 Melhores Dicas para uma Consultora de sucesso!!!!!! RU Reunião de Unidade Tema: As 50 Melhores Dicas para uma Consultora de sucesso!!!!!! Conhecimento gera Crescimento!! Porque você pode! 1 - Dizer SIM ao convite da Oportunidade Perfeita 2 - Ter sempre

Leia mais

REQUERIMENTO N o, de 2011

REQUERIMENTO N o, de 2011 REQUERIMENTO N o, de 2011 Requeiro, nos termos do artigo 222 do Regimento Interno do Senado Federal, inserção em ata de voto de congratulações pelo aniversário de 70 anos do excepcional cantor Roberto

Leia mais

CRIE SEU CANTOR VIRTUAL

CRIE SEU CANTOR VIRTUAL CRIE SEU CANTOR VIRTUAL CRIE SEU CANTOR VIRTUAL Já pensou que ótimo seria se você pudesse ter um VOCALOID só seu para cantar junto com seu favorito? É possível você ter um cantor virtual com a sua voz

Leia mais

Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua.

Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua. Vila Praia de Âncora Monopólio privado do 3º ciclo com escola pública disponível do outro lado da Rua. N a verdade, na escola básica do Vale do Âncora, em Vila Praia de Âncora, podemos usar, e com mais

Leia mais

Juventude Mariana Vicentina Recitação do Terço

Juventude Mariana Vicentina Recitação do Terço Juventude Mariana Vicentina Recitação do Terço S Maria, a Senhora Missionária... Outubro de 2010 Introdução: Ritos Iniciais: C/. Deus, vinde em nosso auxílio. A/. Senhor, socorrei-nos e salvai-nos. C/.,

Leia mais

Mini Curso Fé Espartana

Mini Curso Fé Espartana Mini Curso Fé Espartana Todos os Direitos Reservados à SegredosdaFe.com 2014 Este produto pode ser distribuído livremente, desde que não seja alterado. Autor José Fernando, 44 anos, servo do Senhor, casado,

Leia mais

Radio D Teil 1. Deutsch lernen und unterrichten Arbeitsmaterialien. Capítulo 03 Os funcionários da redação da Rádio D

Radio D Teil 1. Deutsch lernen und unterrichten Arbeitsmaterialien. Capítulo 03 Os funcionários da redação da Rádio D Capítulo 03 Os funcionários da redação da Rádio D se põe a caminho de Berlim. Mas isso não é tão fácil como se esperava. O tempo lhe prega uma peça. Enquanto isso, algumas pessoas se apresentam. vai de

Leia mais

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês...

Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Engraçadinha... Bem, nós vamos contar algumas histórias pra vocês... Duende, duende, duende, um príncipe diferente! NANA - Oi! Eu sou a Giovanna, a Nana! NINA - E eu sou a Nina! NANA - Ah, fala o teu nome inteiro, né, Marina! NINA - Ué, pra quê? Você acabou de dizer! NANA

Leia mais

CEDERJ MÉTODOS DETERMINÍSTICOS 1 - EP4. Prezado Aluno,

CEDERJ MÉTODOS DETERMINÍSTICOS 1 - EP4. Prezado Aluno, CEDERJ MÉTODOS DETERMINÍSTICOS 1 - EP4 Prezado Aluno, Neste EP daremos sequência ao nosso estudo da linguagem da lógica matemática. Aqui veremos o conectivo que causa mais dificuldades para os alunos e

Leia mais

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa

Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª. Unidade: Bom Jesus Centro Cidade: Curitiba Estado: Paraná. A Coruja e a Raposa Nome: Gabrielle 4ª Série 1ª A Coruja e a Raposa Era uma vez uma coruja que tinha sua bela casa na montanha. A raposa tinha uma casa pequena e feia. Um dia, a coruja convidou a raposa para almoçar em sua

Leia mais

1 Produto: Podcast Formato: Áudio Canal: Minicast Tema: Os Inovadores., o livro. ebookcast (este ebook)

1 Produto: Podcast Formato: Áudio Canal: Minicast Tema: Os Inovadores., o livro. ebookcast (este ebook) 1 Produto: Podcast Formato: Áudio Canal: Minicast Tema: Os Inovadores., o livro Nossos conteúdos nos três formatos Minicast (ouça) ebookcast (este ebook) WebPage (leia) 2 Pagar ligações telefônicas e navegação

Leia mais

CADERNO DE INTERVENÇÃO EM DISFONIA INFANTIL. Diz a Vozinha. Lia Cancela Ilustrado por: Soraia Sòl

CADERNO DE INTERVENÇÃO EM DISFONIA INFANTIL. Diz a Vozinha. Lia Cancela Ilustrado por: Soraia Sòl CADERNO DE INTERVENÇÃO EM DISFONIA INFANTIL Diz a Vozinha Lia Cancela Ilustrado por: Soraia Sòl Índice 1 - Consciencialização de comportamentos de saúde vocal Oh vozinha quem é o terapeuta da fala? Oh

Leia mais

Projectos de vida de jovens com baixas qualificações escolares

Projectos de vida de jovens com baixas qualificações escolares Fórum de Pesquisas CIES 2008 Desigualdades Sociais em Portugal Projectos de vida de jovens com baixas qualificações escolares Maria das Dores Guerreiro (coord.) Frederico Cantante Margarida Barroso 1 Projecto

Leia mais

Exemplo COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR O QUE DEVE CONSTAR EM UM TRABALHO ESCOLAR? Um Trabalho Escolar que se preze, de nível fundamental, deve conter:

Exemplo COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR O QUE DEVE CONSTAR EM UM TRABALHO ESCOLAR? Um Trabalho Escolar que se preze, de nível fundamental, deve conter: COMO FAZER UM TRABALHO ESCOLAR O QUE DEVE CONSTAR EM UM TRABALHO ESCOLAR? Um Trabalho Escolar que se preze, de nível fundamental, deve conter: 1. Capa 2. Folha de Rosto 3. Sumário 4. Introdução 5. Texto

Leia mais

Queridos(as) alunos(as),

Queridos(as) alunos(as), Nome: Professora: 2º Ano: 2015 Queridos(as) alunos(as), Na nossa última semana de aula, assistimos ao filme UP! Altas Aventuras. Você deve ter gostado muito, não é? No filme, vimos que o Russel, que é

Leia mais

Dois palhaços de nome Fraterninho e Caridoso, entram em cena procurando algo, um de costas para o outro. Ao se tocarem, ambos se assustam

Dois palhaços de nome Fraterninho e Caridoso, entram em cena procurando algo, um de costas para o outro. Ao se tocarem, ambos se assustam PEÇA ESPÍRITA : Confusão de Natal Grupo de Teatro Espírita Sentimento do 20º CRE DA USEERJ Autores : Sidney Pinto Guedes Margareth Silva Rocha Cavalcante Autor Espiritual : Odilon Silva, psicografado por

Leia mais

Dicas Para Ser Um Ótimo Músico. Parte 1/6. Departamento de Música AD Vale das Virtudes

Dicas Para Ser Um Ótimo Músico. Parte 1/6. Departamento de Música AD Vale das Virtudes Dicas Para Ser Um Ótimo Músico Parte 1/6 Departamento de Música AD Vale das Virtudes Paz do Senhor Jesus! É com muita alegria e satisfação que lhe apresentamos nosso 1º Curso Online ministrado pelo do

Leia mais

Top Copywriting Para Vendas

Top Copywriting Para Vendas Top Copywriting Para Vendas (TOP COPYWRITING PARA VENDAS + 3 BÔNUS ESPECIAIS) - Você Vai Aprender De Forma Incrivelmente Simples E Rápida Como Alcançar O Tão Esperado Sucesso Nas Suas Vendas Online, Mesmo

Leia mais

SEIS REGRAS DE OURO PARA MEDICINA ALTERNATIVA

SEIS REGRAS DE OURO PARA MEDICINA ALTERNATIVA SEIS REGRAS DE OURO PARA MEDICINA ALTERNATIVA Vou admitir antes que me acusem: sou fã de medicina alternativa e natural. Mas nem sempre foi assim. Houve época em que acreditava que ervas e plantinhas deveriam

Leia mais

Dicas incríveis para vender mais... muito mais

Dicas incríveis para vender mais... muito mais 5... Dicas incríveis para vender mais... muito mais O que você vai encontrar neste ebook o que você vai encontrar neste ebook aprenda como gerar 3 mil reais em vendas no Facebook sem gastar com anúncios

Leia mais

Como você descreveria uma pessoa piedosa, um santo, um homem de Deus?

Como você descreveria uma pessoa piedosa, um santo, um homem de Deus? Como você descreveria uma pessoa piedosa, um santo, um homem de Deus? C.S. Lewis Peso de Glória Se você perguntasse a vinte homens íntegros dos nossos dias qual acreditam ser a maior das virtudes, dezenove

Leia mais

Treinamento sobre Progress Report.

Treinamento sobre Progress Report. Treinamento sobre Progress Report. Objetivo O foco aqui é trabalhar o desenvolvimento pessoal de cada aluno. O instrutor irá analisar cada um e pensar em suas dificuldades e barreiras de aprendizado e,

Leia mais

A Aventura Cerebral do Sam

A Aventura Cerebral do Sam A Aventura Cerebral do Sam Por Eric H. Chudler e Sam Chudler O Sam estava a estudar para O Sam adormeceu a pensar e começou a sonhar. um teste sobre o cérebro. sobre o sistema nervoso Eram tantas as palavras

Leia mais

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA NATAL! NATAL! ATIVIDADES PROPOSTAS Promover a leitura e a escrita associadas à festa de Natal. Preparação da festa de Natal com a história O Pai Natal Guloso. Elaboração

Leia mais

12. a edição. ilustrações de Arlindo Fagundes EM ROMA SÊ ROMANO

12. a edição. ilustrações de Arlindo Fagundes EM ROMA SÊ ROMANO 12. a edição Ana Maria Magalhães ilustrações de Arlindo Fagundes EM ROMA SÊ ROMANO Isabel Alçada I capítulo Mistério antigo Ana e João entravam sempre em casa do seu velho amigo Orlando à espera que acontecesse

Leia mais

este ano está igualzinho ao ano passado! viu? eu não falei pra você? o quê? foi você que jogou esta bola de neve em mim?

este ano está igualzinho ao ano passado! viu? eu não falei pra você? o quê? foi você que jogou esta bola de neve em mim? viu? eu não falei pra você? o quê? este ano está igualzinho ao ano passado! foi você que jogou esta bola de neve em mim? puxa, acho que não... essa não está parecendo uma das minhas... eu costumo comprimir

Leia mais

Escrito por Ademir Dom, 03 de Janeiro de 2010 21:28 - Última atualização Dom, 03 de Janeiro de 2010 21:31

Escrito por Ademir Dom, 03 de Janeiro de 2010 21:28 - Última atualização Dom, 03 de Janeiro de 2010 21:31 DIETA DA USP Aqui segue o cardápio da dieta da USP. O regime da USP permite você perder gordura e emagrecer devido ao aceleramento do metabolismo e fazendo com que o organismo comece a queimar gordura

Leia mais

Quando somos Provados

Quando somos Provados Quando somos Provados Deus prova aos que ama Neste livro trago até vocês uma história, fictícia, pois todos os personagens são imaginários: Más a história a seguir são fatos que acontecem na vida de muitas

Leia mais

É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ

É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ 01 É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ Como inovar na carreira e se dar bem no mercado. Lídice da Matta 02 03 Sumário Introdução... 4 Não tenha medo de errar... 7 Veja mudanças como oportunidades... 8 Busque referências...

Leia mais

Questionário de avaliação diagnóstica / Preliminary questionnaire

Questionário de avaliação diagnóstica / Preliminary questionnaire Este questionário foi aplicado durante o mês de Outubro a 105 alunos do 7º e 8º ano e pretende avaliar o nível de conhecimento que os alunos têm sobre Direitos da Criança. This questionnaire has been applied

Leia mais

Tempos e modos verbais

Tempos e modos verbais Tempos e modos verbais Modo verbal é a forma como a ação é expressa: Indicativo: é o modo que dá uma indicação sobre o momento em que se desenvolve a ação. Ele permite situar o processo no tempo. Subjuntivo:

Leia mais

UM OLHAR SOBRE O DOENTE

UM OLHAR SOBRE O DOENTE UM OLHAR SOBRE O DOENTE Dizem que os olhos são as janelas da alma. É nisso em que minha mente se fixa a cada instante desde que você adoeceu. Parece-me tão próximo, e ainda me lembro: um dia, de repente,

Leia mais

Ahmmm... Deus? O mesmo flash de ainda há pouco e, de novo, estava à Sua frente:

Ahmmm... Deus? O mesmo flash de ainda há pouco e, de novo, estava à Sua frente: EAÍ, CARA? O que é que eu estou fazendo aqui? Quem é você? Você sabe muito bem quem Eu sou. É... Vai fundo, fala!... Deus? Viu? Não era tão difícil assim! Claro que Eu sou Deus. É assim que você Me imaginava,

Leia mais

PORTUGUÊS OBJETIVO EMPREGO DA CRASE PROFESSOR: MARCIO COELHO. À = ao / Às = aos. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo.

PORTUGUÊS OBJETIVO EMPREGO DA CRASE PROFESSOR: MARCIO COELHO. À = ao / Às = aos. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo. 1º CASO À = ao / Às = aos Avaliação teórica 01 Na 1ª frase, coloque ao (s), a (s), o (s) Na 2ª frase, coloque a, as, com ou sem acento. 1. Sou contrário métodos adotados. 11. Dirigi-me Senhor Paulo. Sou

Leia mais

TEMA: O MANUAL DO MISSIONÁRIO. Formadora: Helena Gaia

TEMA: O MANUAL DO MISSIONÁRIO. Formadora: Helena Gaia TEMA: O MANUAL DO MISSIONÁRIO Formadora: Helena Gaia A VISITA MISSIONÁRIA O QUE É VISITAR? É sair de si e ir ao encontro do outro, reconhecendo que ele existe; É ser mensageiro de Deus, portadores da Boa

Leia mais

Ansiedade. Ansiedade de alerta. Uma reação normal que nos permite enfrentar pressões externas. Ansiedade Traumática

Ansiedade. Ansiedade de alerta. Uma reação normal que nos permite enfrentar pressões externas. Ansiedade Traumática t O que é ansiedade? A ansiedade é a emoção que aparece quando você sente que se aproxima uma ameaça, quando visualiza o futuro de maneira negativa e, em consequência, tenta se preparar para enfrentá-lo.

Leia mais

Discurso. (Em Defesa da Autonomia)

Discurso. (Em Defesa da Autonomia) Discurso (Em Defesa da Autonomia) Combato politicamente o Governo Regional socialista há mais de 14 anos. Sempre considerei e continuo a considerar que os Açores estão a perder tempo com a estratégia de

Leia mais